Issuu on Google+

Ano I - Edição 03

Março de 2011

Ultrimagem Juiz de Fora

Interação 4 passos para a tomada de decisão Aviso: Realizada no dia 17 de fevereiro a eleição dos representantes dos empregados da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. O objetivo da CIPA é fazer com que empregadores e empregados trabalhem conjuntamente na tarefa de prevenir acidentes e melhorar a qualidade do ambiente de trabalho, de modo a tornar compatível permanentemente o trabalho com a preservação da vida e a promoção da saúde do trabalhador. A nova gestão é composta pelos colaboradores Anderson Mattozinhos, Carla Borges, Priscila Campos Cunha e Marcos Fabiano Verbena.

A base do processo para a tomada de decisão é a identificação correta do problema, que evita diversas armadilhas psicológicas com as quais as pessoas se deparam. Paul Schoemaker, professor da Universidade da Pensilvânia, explica como decidir buscando o melhor resultado para uma negociação.

O acadêmico defende quatro passos que levam à tomada de decisão: 1 - Enquadre o problema. 2 - Colete informações. 3 - Tire conclusões. 4 - Aprenda com a experiência. Esses passos são não lineares e dinâmicos, de maneira que o problema talvez precise ser redefinido no curso das conversações. Rompa o enquadramento original

Identificar e delimitar o problema é fundamental. No entanto, cada um de nós traz consigo um enquadramento, ou seja, um repertório de receitas mentais, pelas quais entendemos como o mundo funciona. Mas, na maioria das vezes, elas estão equivocadas ou incompletas. “Nossa janela é limitadora; então, não vemos as melhores soluções. O enquadramento filtra a informação que nos chega, mas não nos damos conta disso”, alerta o professor. Em problemas complexos, como na negociação, não enxergamos todos os ângulos da questão. “Negociação tem a ver com descobertas, com fazer as perguntas certas.” “Outros enxergam o meu nariz melhor do que eu”, diz o especialista em decisão. Segundo ele, ser criativo é romper o enquadramento que nos limita. É desafiar nossos modelos mentais e procurar conhecer os modelos mentais da outra parte. (Leia mais na pág. 2)

A questão do risco de perdas Se coloque no lugar de um chefe de divisão

Carnaval com saúde! Nesta edição: 4 passos para a tomada de decisão

2

Carnaval com saúde

2

Quadrinhos

2

Agenda 5S

2

Horário de Carnaval

3

Tecnologia

4

Frase do mês

4

Sendo uma das festas mais tradicionais do Brasil, e uma das mais animadas do mundo, o carnaval pede muita energia física e para isso é necessário alguns cuidados. A atenção especial fica com a alimentação, reposição de líquidos, comportamentos sexuais, uso de bebidas alcoólicas, dentre outros riscos típicos do feriado mais famoso do país. Alimentação

Na véspera da folia, recomenda-se consumir mais carboidratos. De preferência as versões integrais, que sustentam por mais tempo. Hidratação Beba muitos líquidos como água, sucos e bebidas pouco açucaradas, a hidratação é muito importante. (Leia mais na pág. 2)


Interação

4 passos para a tomada de decisão (Cont.)

“ Uma vez que estabelecemos a âncora, tendemos a não nos afastar dela. Utilize múltiplas âncoras”.

A questão do risco de perdas Paul assinala que apresentamos inconsistências no modo como avaliamos e enfrentamos o risco. “Quanto mais altos os pontos de referência de uma negociação, mais altos os riscos que estamos dispostos a assumir.” Em negociação, lidamos com a ambiguidade. Por isso, a arte dos bons negociadores e bons políticos é reenquadrar o pensamento das pessoas. Ciladas da coleta de informações A coleta de informações, um dos passos do sistema dinâmico de tomada de decisão que Schoemaker propõe, traz o risco de

cairmos em armadilhas típicas. São elas: 1. Excesso de confiança no próprio discernimento. “Se listássemos tudo o que assumimos sobre a outra parte em uma negociação, veríamos que estamos excessivamente confiantes”. Temos que começar com honestidade, para elaborarmos as perguntas corretas. 2. Atribuir peso excessivo às informações disponíveis. “Até que ponto informações de que dispomos são parciais?” As pessoas creditam maior peso àquilo que ouvem e leem com mais frequência. 3. Ancorar exageradamente as estimativas. O ponto de partida tem uma in-

fluência excessiva na negociação final. Essa âncora é, por exemplo, quanto assumimos que a outra parte está disposta a pagar. “Uma vez que estabelecemos a âncora, tendemos a não nos afastar dela. Utilize múltiplas âncoras”. 4. Ter preferências por dados comprobatórios. Nem tudo pode ser comprovado, e os juízos de valor são muito relevantes numa negociação. Fonte: Portal HSM. Acesso em 10/01/2011.

Carnaval com saúde! (Cont.) “É fundamental ter limites e não exagerar a ponto de ficar tão mal e deixar de curtir o carnaval. Aproveite!!”

Agenda Reuniões setoriais sobre Pro-

Bebidas alcoólicas O uso de bebidas alcoólicas no carnaval é muitas vezes excessivo, sendo uma das maiores causas para interromper a folia, ou pior, ser causa de acidentes de trânsito, quando o folião esquece a regra principal: Se beber, não dirija. O ideal seria o consumo moderado. Lesões Musculares Lesões de músculo se tornam mais comuns. Podem ser divididas em dois grandes grupos: lesões traumáticas decorrentes de acidentes e as lesões traumáticas ou por sobrecarga, decorrentes da maior ati-

grama de qualidade5S: 14 de março: Recepções 18 de março: Digitação 23 de março: Faturamento 25 de março: Informática 28 de março: Telefonia 04 de abril: Técnicos 08 de abril: Administrativo Local: Auditório do Castelinho

Página 2

Quadrinhos

vidade física sem o preparo adequado. Uma dica importante é utilizar um calçado apropriado. É fundamental ter limites e não exagerar a ponto de ficar tão mal e deixar de curtir o carnaval. Aproveite!! Lembre-se: Tenha sempre em mãos as famosas camisinhas. Prevenir é melhor do que remediar, pois a alegria do Carnaval deve durar! Fonte: Banco de Saúde. Acesso em 17/02/2011


Março de 2011

Ano I - Edição 03

Valorize-se e cresça! As coisas que você valoriza são as coisas que se tornam importantes em sua vida. Você dá valor, você cria valor com sua atenção, seus esforços, seu comprometimento.

Dê valor à sua casa e ela se tornará mais valiosa. Dê valor à sua vida, à sua família, à sua fé, ao seu corpo e à sua mente – e todos eles se tornarão mais valiosos. Dê valor às suas ideias e elas se tornarão mais valiosas.

“Você dá valor, você cria valor com sua atenção, seus esforços, seu comprometimento”

Horário Carnaval Sábado Dia 5: 8 às 12horas Segunda - feira Dia 7: Recesso

Dê valor ao seu trabalho e ele se tornará mais valioso. Dê valor ao seu tempo e ele se tornará mais valioso.

Terça - feira Dia 8: Feriado

O valor das coisas não é determinado por uma etiqueta de preço.

Quarta - feira de cinzas Dia 9: a partir 12horas

O valor de qualquer coisa é o valor que você dá a ela. Para o que você dá valor?

Ter bom humor no trabalho é fundamental Trabalhar é sim uma tarefa que precisa de concentração e dedicação, porém se uma pessoa não possui dialogo e bom humor no trabalho, o mesmo de torna chato, e a produtividade sem dúvidas não é das melhores. Porém mais importante do que tudo é evitar rivalidade e conflitos. Como o ambiente de trabalho é associado a muitos empregados, o mesmo não pode ter discórdia, ar de competitividade, ou mesmo comparações entre eles. É preciso haver bom humor para que exista vontade de estar no local e para que renda as obrigações do dia. Tudo tem seu limite, e exageros de conversa ou brincadeiras não é legal, porém cultivar uma amizade com um colega de trabalho vale muito à pena. Quando é necessário um trabalho em equipe, há mais interação entre os empregados, e tudo flui com naturalidade. Quando uma pessoa tem uma postura mais humorada, o seu dia-a-dia fica melhor, e o beneficio chega para toda a empresa.

Página 3


Ultrimagem Juiz de Fora

8 de Março Feliz dia Internacional da Mulher

Ultrimagem Juiz de Fora Centro : Rua Floriano Peixoto, 674 Centro Médico Rio Branco, Av. Rio Branco, 1034 Castelinho, Av. Rio Branco, 3029 IOT, Pça. Menelick de Carvalho, 50 Santa Casa, Av. Rio Branco, 3353

“Ser mulher... É viver mil vezes em apenas uma vida. É lutar por causas perdidas e sempre sair vencedora. É estar antes do ontem e depois do amanhã. É caminhar na dúvida cheia de certezas. É correr atrás das nuvens num dia de sol. É alcançar o sol num dia de chuva...”

Tel: 32-3257-4000 Fax: 32-3257-4019 Site: www.ultrimagem.com.br Email: ultrimagemjf@ultrimagem.com.br

(Autor desconhecido)

Precisão em Diagnóstico (32) 3257-4000

http://twitter.com/ultrimagem http://www.facebook.com/profile.php?id=100001858721231

Vem ai: Sua Ideia é Ultri!

Frase do Mês “Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, é um hábito, não um incidente.” (Aristóteles)

Tecnologia EUA aprovam lançamento de aplicativo que dá acesso a exames médicos O programa serve para a observação de imagens captadas por tomografia computadorizada, ressonância magnética e tecnologias de medicina nuclear. Um novo aplicativo que permite aos médicos o acesso a exames de imagens de seus pacientes através de seus celulares e tablets estará disponível nos Estados Unidos a partir desta semana. O aplicativo chamado Mobile MIM foi aprovado nos Estados Unidos pela Food and Drug Administration (FDA). O programa será vendido em 14 idiomas nas lojas da Apple em 34 países da Europa, Ásia, América Latina e Oriente Médio. O aplicativo, que por enquanto só pode ser instalado no iPhone e iPad fabricados pela Apple, serve para a observação de imagens captadas por tomografia computadorizada,

ressonância magnética (MRI) e tecnologias de medicina nuclear como a tomografia por emissão de pósitrons (PET). A FDA esclareceu que esta ferramenta “não tem o propósito de substituir os equipamentos convencionais, e seu uso se indica somente quando não há acesso a eles.” A Mobile MIM comprime as imagens tomadas em um hospital ou consultório médico para sua transferência segura à rede e as envia ao telefone celular ou tablet apropriado. O médico que receber as imagens pode medir distâncias e valores de intensidade, e pode ler as anotações e regiões de interesse, indicou a FDA. Os níveis de luminosidade e outros aspectos da imagem podem variar entre diferentes telefones e tablets embora sejam do mesmo modelo. Fonte: Revista Época Negócios on-line Por Agência EFE Acesso em 22/02/11


Ultrimagem - Jornal interação Ed. 03