Page 70

conta Emilio. “Não é uma história com uma lição de vida ou um formato clássico. É a junção de um lado metafísico e de um lado concreto que estão presentes tanto no meu trabalho quanto no do Emilio. É o real e o simbólico em um mesmo plano com um resultado muito bom, com uma originalidade que não procuramos, mas que nasceu dessa parceria", ressalta DW. Emilio e DW acreditam que as diferentes possibilidades dos quadrinhos e da literatura podem ao mesmo tempo limitar e abrir vários aspectos. Nesses projetos é importante que exista um processo de investigação e percepção dos dois artistas e que eles, juntamente, decidam como contar a história. “Lembrando sempre que nesses casos o escritor não vai aparecer no trabalho apenas quando surge um balão para o personagem. As escolhas gráficas e linguísticas são parte de um acordo e de uma parceria entre quadrinista e escritor, formando assim, no final, um projeto que não apresentará aspectos de cada profissional, e, sim, um projeto criado por duas pessoas com as características específicas dessa parceria”, afirma Emilio. A relação dos dois é o principal ponto para o sucesso do projeto, pois cada um tem que não só aceitar, se adequar e se recriar a um novo traço, ritmo e estilo do outro, como também enxergar e entender os interesses do outro e do que querem juntos para o trabalho final. Por isso, ela tem que ser afinada e ter sintonia. Pensar na estrutura da novela gráfica, ou seja, como contar a história através da união

70

Rubato  

Revista com espaço total dedicado à Literatura.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you