Page 26

Nascido em 1974 no Mato Grosso, Paulo Ferraz hoje vive em São Paulo e sua poesia conjuga esses dois territórios. Considerado por muitos um poeta urbano, faz um trabalho que contempla o dia-a-dia, além de não deixar de lado seu pé na academia, onde é mestre em teoria literária. O poeta que também é advogado publicou em 1999 seu primeiro livro, Constatação do óbvio, pelo selo Sebastião Grifo, fundado por ele, Matias Mariani e Pedro Abramovay. Com ambos editou ainda a revista Sebastião com a colaboração de Armando Freitas Filho, Paulo Henriques Britto e outros cânones da poesia brasileira. Em 2007, lançou dois novos livros De novo nada e Evidências pedestres, também pelo selo Sebastião Grifo. Tem poemas publicados em diversas revistas literárias e antologias. “De um modo geral, convivo algum tempo com a ideia ou o sentimento que pretendo transformar em poema. Permaneço refletindo, montando e desmontando imagens, testando formas de aproximação do leitor e os efeitos que pretendo obter. Só então passo para a escrita em si, procurando me ater ao projeto que me estipulei”, ressalta Paulo, que é autor de poemas corriqueiros, fundados numa linguagem cotidiana, voltada para temas que estão ao nosso redor.

26

Rubato  

Revista com espaço total dedicado à Literatura.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you