Page 25

paulo ferraz ALBA

Não a resistência do vento, mas sim a densidade da água que envolve, que agarra o corpo, inoculando o veneno da espera até transformar pele em pensamento, menos, em vozes ouvidas, outras jamais ditas; o que se vê tem do sonho quase nada, apenas o desejo de tê-la outra vez à distância dos dedos, ela estaria próxima, não fosse a grita do mundo e do corpo, não fosse esse oriente, não fosse essa música que vem das árvores, não fosse ouvir do colchão, do lençol, do travesseiro: volta ao real, ao invés do leito te reclama a lida.

25

Rubato  

Revista com espaço total dedicado à Literatura.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you