Page 1

ORIENTAÇÃO

GUIA DO ESTUDANTE PROFISSÕES VESTIBULAR 2018

WWW.GUIADOESTUDANTE.COM.BR

2018

OLHO NO MERCADO

Compare seu perfil Setores aquecidos com o que é exigido e tipos de emprego nas várias áreas para cada carreira

2.116 UNIVERSIDADES OS “ESTRELADOS” Do processo seletivo Avaliamos mais de e cotas ao preço de 16 mil cursos em todas as graduações todos os estados

profissoes ˜ VESTIBULAR

OPÇÕES DE

2018

CARREIRAS PARA VOCÊ ESCOLHER


APRESENTAÇÃO

UM PLANO PARA OS SEUS ESTUDOS Este GUIA DO ESTUDANTE PROFISSÕES possui a missão de ajudar você na escolha da carreira ideal e de uma boa instituição para cursá-la. Mas essa é só uma das etapas rumo ao Ensino Superior. Não dá para se esquecer também da preparação necessária para enfrentar o Enem e os demais vestibulares. E é claro que o GUIA DO ESTUDANTE também pode auxiliar nos próximos passos. O roteiro a seguir é uma sugestão de como você pode tirar melhor proveito do nosso material para estudos, seguindo uma trilha segura para o sucesso nas provas.

1 Revise as matérias-chave

Para começar os estudos, nada melhor do que revisar os pontos mais importantes das principais disciplinas do Ensino Médio. Você pode repassar todas as matérias ou focar apenas em algumas delas. Além de rever os conteúdos, é fundamental fazer muito exercício para praticar.  COMO O GE PODE TE AJUDAR O GUIA DO ESTUDANTE tem uma publicação específica para cada uma das matérias do Ensino Médio: GE MATEMÁTICA, Geografia, História, Português, Redação, Química, Biologia e Física. Todas reúnem os temas que mais caem nas provas, trazem questões para praticar e têm uma linguagem fácil de entender, ideal para você estudar sozinho.

2 Decifre os segredos das provas

Desde 2009, o Enem se transformou no maior vestibular do país. Apesar dessa importância, grande parte dos estudantes não conhece bem o estilo da prova e a forma como ela é usada nos processos seletivos. Quem fica por fora desses segredos desperdiça um precioso atalho rumo ao Ensino Superior.  COMO O GE PODE TE AJUDAR O GE ENEM é um verdadeiro “manual de instrução” para o exame. Além de dicas úteis para enfrentar as questões típicas que caem na prova, você ainda vai entender como funciona a complicada nota do Enem. O GE FUVEST também tem a mesma pegada, apresentando tudo o que você precisa saber sobre o segundo maior vestibular do país, que dá acesso à USP.

3 Mantenha-se atualizado

O passo final é reforçar o estudo sobre atualidades, pois as provas exigem alunos antenados com os principais fatos do mundo. Nos processos seletivos, é cada vez mais comum o uso de assuntos do noticiário na elaboração de questões das mais diversas disciplinas.  COMO O GE PODE TE AJUDAR Com duas edições no ano, uma no início do primeiro semestre e outra no começo do segundo, o GE ATUALIDADES traz os principais fatos do noticiário, sobre o Brasil e o mundo, que podem cair nas provas. E o melhor: tudo com explicações bem claras, para ajudar quem não tem o costume de ler jornais nem revistas.

4 GE PROFISSÕES 2018

CAPA: RODRIGO MAROJA

CALENDÁRIO GE 2017 Veja quando são lançadas as nossas publicações MÊS

PUBLICAÇÃO

Janeiro Fevereiro

GE HISTÓRIA

Março

GE ATUALIDADES 1

Abril

GE GEOGRAFIA

Maio Junho

GE QUÍMICA GE PORTUGUÊS GE BIOLOGIA GE ENEM GE REDAÇÃO

Julho

GE FUVEST

Agosto

GE ATUALIDADES 2 GE MATEMÁTICA

Setembro

GE FÍSICA

Outubro

GE PROFISSÕES

Novembro Dezembro Os guias ficam um ano nas bancas – com exceção do ATUALIDADES, que é semestral. Você pode comprá-los também pelo site do Guia do Estudante: guiadoestudante.com.br

FALE COM A GENTE: Av. das Nações Unidas, 7221, 18º andar, CEP 05425-902, São Paulo/SP, ou email para: guiadoestudante.abril@atleitor.com.br


CARTA AO LEITOR A MIL POR HORA A equipe do GUIA DO ESTUDANTE, que corre bastante para acompanhar tudo o que acontece no mundo dos cursos e das profissões

MUNDO EM MOVIMENTO

Q

uando o primeiro GUIA DO ESTUDANTE foi lançado, em 1983, o Brasil estava sob o regime militar, a Guerra Fria vigorava e a internet nem sequer existia (pelo menos como a conhecemos hoje). Aquela primeira edição listava 120 cursos superiores. Hoje, passados quase 35 anos, vivemos numa democracia (com os problemas e as ameaças que ela sofre), o muro de Berlim caiu, os meios de comunicação digitais e as redes sociais incorporaramse ao nosso cotidiano e conceitos como big data e Internet das Coisas já fazem parte do nosso dia a dia. O mundo vai se transformando, demandas e necessidades vão surgindo e, com elas, as profissões e os cursos vão se modificando. Novas carreiras aparecem. Veja na capa deste guia: atualmente, você tem 280 opções de graduações para escolher. Exemplos dessas mudanças, que configuram novos perfis profissionais, permeiam este GUIA DO ESTUDANTE PROFISSÕES VESTIBULAR 2018. No infográfico da pág. 16, mostramos algumas dessas tendências atuais e as oportunidades que elas proporcionam no mundo do trabalho. Um pouco mais à frente, a partir da pág. 59, listamos cursos tradicionais – como Administração, Agronomia, Engenharia e Medicina – e novas graduações que surgiram deles, como Gestão Empreendedora, Agroecologia, Engenharia de Inovação e Gerontologia. Também destacamos cursos que foram criados recentemente, caso de Ciências do Consumo, Big Data no Agronegócio, Design da Interação e Gestão de Mídias Sociais. Outra característica da nossa era, também refletida nas opções de cursos, são as formações que envolvem conteúdos de diferentes áreas. As chamadas graduações interdisciplinares ganharam um capítulo especial nesta edição (veja na pág. 276). A busca por novidades e por trazer a você as informações mais atuais e relevantes do mundo dos cursos e das profissões também pautou a elaboração das outras seções: as matérias da primeira parte, que orientam sobre a escolha da carreira e o funcionamento do Ensino Superior; toda a seção Profissões, que traz a descrição das 280 graduações; além da listagem das 2.116 instituições de ensino do país, com dados sobre seu processo seletivo e uso de cotas, Enem, ProUni e Fies. Desejamos boa sorte no seu percurso de estudante e que você encontre o seu lugar nesse mundo em constante transformação. Lisandra Matias, editora – lmatias@abril.com.br

6 GE PROFISSÕES 2018

FALE CONOSCO Se você tem críticas, sugestões ou dúvidas sobre o conteúdo desta edição, escreva para: Av. das Nações Unidas, 7.221, 18º andar, CEP 05425-902, São PauloSP; ou mande e-mail para: guiadoestudante. abril@atleitor.com.br


GE PROFISSÕES 2018

SUMÁRIO 10

12

16

18

22

LISTA DE CURSOS

ESCOLHA DA CARREIRA

MERCADO DE TRABALHO

TIPOS DE CURSO

PROCESSOS SELETIVOS

28

32

38

40

42

COTAS E AÇÕES AFIRMATIVAS

BOLSAS E FINANCIAMENTOS

INDICADORES DE QUALIDADE

AVALIAÇÃO DO GUIA MELHORES DO ESTUDANTE UNIVERSIDADES

Relação das graduações que compõem este guia, por ordem alfabética

Como encontrar o curso superior que mais combina com você

Conheça a lei federal e outras iniciativas de inclusão social

50

As novidades do Fies e como funciona o ProUni e demais programas

Tendências do Brasil e do mundo favorecem algumas carreiras

As avaliações oficiais e diferentes critérios para identificar um bom curso

Bacharelado, licenciatura, tecnológico e outros conceitos importantes

Enem, Sisu, vestibular tradicional e novas formas de ingresso

Como é feita a pesquisa que atribui estrelas às graduações do país

As instituições que mais se destacaram, segundo a avaliação do Guia

286

330

ESCOLAS

ABREVIATURAS

PROFISSÕES

280 cursos superiores: como é a graduação, as áreas de atuação do

profissional, a situação do mercado de trabalho e as escolas que os oferecem COMO USAR Como as informações deste Guia estão organizadas

52 54 ÍNDICE REMISSIVO DE CURSOS Todos os nomes originais das graduações

58 90 110 142 172 190 210 230 276 282

Administração, Negócios e Serviços Ciências Biológicas e da Terra Saúde e Bem-Estar Ciências Sociais e Humanas Comunicação e Informação Artes e Design Ciências Exatas e Informática Engenharia e Produção Bacharelados e Licenciaturas Interdisciplinares Carreiras Militares e Diplomática

8 GE PROFISSÕES 2018

2.116 instituições e seu processo seletivo organizadas por região e estado

utilizadas nesta publicação


LISTA DE CURSOS

GRADUAÇÕES DE A A Z Os cursos organizados em verbetes, por ordem alfabética*

Administração (B)...........................60 Administração Pública (B) .............66 Aeronáutica ..................................283 Agrimensura (T) ............................240 Agroecologia (B/T)..........................92 Agronegócios e Agropecuária (B/T) 68 Agronomia (B).................................92 Alimentos (T) ..................................97 Análise e Desenvolvimento de Sistemas (T) ..................................223 Animação (B/T).............................192 Aquicultura (T) ..............................252 Arqueologia (B).............................144 Arquitetura e Urbanismo (B) ........192 Arquivologia (B) ............................174 Artes (BI/LI) ...................................277 Artes Visuais (B/L).........................194 Astronomia (B) .............................212 Automação Industrial (T) .............247 Banco de Dados (T) ......................224 Biblioteconomia (B/L) ..................174 Biocombustíveis (T) .......................95 Biomedicina (B) ............................112 Biossistemas (BI) ..........................277 Biotecnologia (T) ............................96 Biotecnologia e Bioquímica (B) .....95 Ciência da Computação (B) .........212 Ciência da Terra (BI) .....................277 Ciência e Economia (BI) ...............277 Ciência e Tecnologia (B)...............215 Ciência e Tecnologia (BI)..............277 Ciência e Tecnologia das Águas/ do Mar (BI) ....................................278 Ciência e Tecnologia de Alimentos (B) .............................96 Ciências Aeronáuticas (B) ..............69 Ciências Agrárias (BI) ...................278 Ciências Agrárias (L) .......................98 Ciências Atuariais (B) .....................70 Ciências Biológicas (B/L)................98 Ciências Contábeis (B) ...................71 Ciências da Natureza e suas Tecnologias (LI) ............................278 Ciências do Consumo (B) .............144 Ciências Econômicas (B) ................74 Ciências Humanas (L) ..................146 Ciências Naturais e Exatas (L) ......101 Ciências Sociais (B/L) ...................146 Cinema e Audiovisual (B/L)..........176 Comércio Exterior (B/T) .................75 Computação (L) ............................215 Comunicação das Artes do Corpo (B)..................................196 Comunicação em Mídias Digitais (B) .........................178 Comunicação Institucional (T) ....179 Comunicação Organizacional (B) 179 Conservação e Restauro (B/T) .....196 Construção Civil (T) ......................241 Construção Naval (T)....................272 Cooperativismo (B) ......................147 Cultura e Linguagens e Tecnologias Aplicadas (BI) ................................278

10 GE PROFISSÕES 2018

Dança (B/L) ...................................197 Defesa e Gestão Estratégica Internacional (B) ............................77 Design (B/T) ..................................198 Design de Games (B) ....................200 Design de Interiores (B/T) ............201 Design de Moda (B/T) ...................202 Diplomacia ...................................285 Direito (B) ......................................148 Ecologia (B)...................................102 Educação Física (B/L) ...................114 Educomunicação (B/L).................179 Eletrônica Industrial (T) ...............264 Eletrotécnica Industrial (T) ..........262 Energia e Sustentabilidade (BI) ...278 Energias Renováveis (T) ...............248 Enfermagem (B/L) ........................118 Engenharia Acústica (B) ...............232 Engenharia Aeronáutica (B).........232 Engenharia Agrícola (B) ...............234 Engenharia Ambiental e Sanitária (B) ...............................235 Engenharia Biomédica (B) ...........237 Engenharia Bioquímica, de Bioprocessos e Biotecnologia (B)..........................238 Engenharia Cartográfica e de Agrimensura (B)............................239 Engenharia Civil (B) ......................240 Engenharia da Computação (B) ..243 Engenharia de Alimentos (B) .......245 Engenharia de Biossistemas (B) ..246 Engenharia de Controle e Automação (B) ..............................246 Engenharia de Energia (B) ...........248 Engenharia de Inovação (B) .........249 Engenharia de Materiais (B).........249 Engenharia de Minas (B) ..............250 Engenharia de Pesca (B) ..............251 Engenharia de Petróleo (B) ..........252 Engenharia de Produção (B) ........253 Engenharia de Segurança no Trabalho (B) ..................................257 Engenharia de Sistemas (B) .........258 Engenharia de Software (B) .........258 Engenharia de Telecomunicações (B) ..................259 Engenharia de Transporte e da Mobilidade (B) ..............................260 Engenharia Elétrica (B) ................261 Engenharia Eletrônica (B) ............263 Engenharia Física (B)....................264 Engenharia Florestal (B) ..............265 Engenharia Hídrica (B) .................266 Engenharia Industrial Madeireira (B) ...............................267 Engenharia Mecânica (B) .............267 Engenharia Mecatrônica (B) ........270 Engenharia Metalúrgica (B) .........271 Engenharia Naval (B)....................272 Engenharia Nuclear (B) ................273 Engenharia Química (B) ...............273 Engenharia Têxtil (B) ....................275

Escrita Criativa (T) ........................157 Esporte (B) ....................................121 Estatística (B)................................216 Estética e Cosmética (B/T) ...........121 Estudos de Gênero e Diversidade (B) .............................152 Estudos de Mídia (B).....................180 Eventos (T) ....................................184 Exército .........................................283 Fabricação Mecânica (T) ..............268 Farmácia (B) .................................123 Filosofia (B/L) ...............................152 Física (B/L) ....................................216 Fisioterapia (B) .............................124 Fonoaudiologia (B).......................126 Fotografia (B/T) ............................204 Gastronomia (B/T)..........................77 Geofísica (B)..................................102 Geografia (B/L) .............................153 Geologia (B) ..................................103 Geoprocessamento (T).................240 Gerontologia (B) ...........................127 Gestão Ambiental (B/T) ................104 Gestão Comercial (T)......................79 Gestão da Informação (B) ............181 Gestão da Produção Industrial (T)..254 Gestão da Qualidade (T) ..............254 Gestão da Tecnologia da Informação (T) .........................224 Gestão de Cooperativas (T)..........148 Gestão de Recursos Humanos (T) ...................................79 Gestão de Segurança Privada (T) ..81 Gestão de Seguros (T) ....................70 Gestão de Turismo (T) ....................89 Gestão Desportiva e de Lazer (T) .. 128 Gestão em Saúde (B) ....................128 Gestão Financeira (T) .....................82 Gestão Hospitalar (T) ...................129 Gestão Pública (T) ..........................67 História (B/L) ................................155 História da Arte (B) .......................204 Hotelaria (B/T) ................................82 Humanidades (BI/LI) ....................278 Informática Biomédica (B) ...........218 Irrigação e Drenagem (T) .............235 Jogos Digitais (T) ..........................200 Jornalismo (B) ..............................181 Letras (B/L) ...................................157 Libras (B/L) ...................................161 Linguagens e Códigos e suas Tecnologias (LI) ............................278 Linguística (B) ...............................162 Logística (B/T) ................................83 Luteria (T) .....................................205 Manutenção de Aeronaves (T) .....234 Manutenção Industrial (T/L) ........268 Marinha .........................................284 Marketing (B/T)...............................85 Matemática (B/L) ..........................219 Matemática e Computação e suas Tecnologias (LI) ............................278 Materiais (T) ..................................250

Mecatrônica Industrial (T)............270 Medicina (B) ..................................129 Medicina Veterinária (B) ...............105 Meteorologia (B) ...........................106 Mineração (T) ................................251 Museologia (B) ..............................162 Música (B/L) ..................................205 Musicoterapia (B) .........................131 Nanotecnologia (B) ......................221 Naturologia (B) .............................132 Negócios Imobiliários (T) ...............87 Nutrição (B) ..................................132 Obstetrícia (B)...............................134 Oceanografia (B)...........................107 Odontologia (B) ............................135 Oftálmica (T) .................................136 Optometria (B/T) ..........................136 Papel e Celulose (T)......................274 Pedagogia (B/L) ............................163 Petróleo e Gás (T) .........................253 Pilotagem Profissional de Aeronaves (T).............................69 Polícia Militar ................................284 Processos Gerenciais (T) ................62 Processos Metalúrgicos (T) ..........271 Processos Químicos (T) ................274 Produção Audiovisual (T).............177 Produção Cênica (T) .....................209 Produção Cultural (B)...................183 Produção de Bebidas (B/T) ..........108 Produção Editorial (B)..................184 Produção Fonográfica (T) ............208 Produção Multimídia (T) ..............178 Produção Publicitária (T) .............185 Produção Sucroalcooleira (T) ......108 Produção Têxtil (T) .......................275 Psicologia (B) ................................137 Psicopedagogia (B) ......................167 Publicidade e Propaganda (B) .....185 Química (B/L)................................221 Quiropraxia (B) .............................139 Rádio, TV e Internet (B) ................187 Radiologia (T) ...............................140 Redes de Computadores (T) ........224 Relações Internacionais (B) .........167 Relações Públicas (B) ...................188 Rochas Ornamentais (T) ..............104 Saneamento Ambiental (T) ..........236 Saúde (BI) .....................................278 Saúde Coletiva (B) ........................140 Secretariado (T) ............................189 Secretariado Executivo (B) ..........189 Segurança da Informação (T) ......224 Segurança no Trabalho (T)...........257 Segurança Pública (B/T) ................87 Serviço Social (B)..........................168 Serviços Judiciários e Notariais (T) ...............................149 Silvicultura (T) ..............................265 Sistemas Biomédicos (T)..............238 Sistemas de Informação (B).........223 Sistemas de Telecomunicações (T) 259 Sistemas Elétricos (T) ...................262 Sistemas Embarcados (T) ............244 Sistemas para Internet (T) ...........224 Teatro (B/L) ...................................208 Tecnologia da Informação (BI) ....278 Teologia (B/L) ...............................170 Terapia Ocupacional (B) ..............141 Tradutor e Intérprete (B) ..............171 Transporte (T) ...............................260 Turismo (B) .....................................88 Zootecnia (B) ................................109

* Um verbete pode conter cursos com duas ou mais titulações: (B) Bacharelado, (BI) Bacharelado Interdisciplinar, (L) Licenciatura, (LI) Licenciatura Interdisciplinar e (T) Tecnológico. Veja definições nas págs. 18 e 276


ESCOLHA DA CARREIRA

DICA: Pode parecer bobagem, mas vale a pena responder por escrito essas questões. Escrever vai te ajudar a refletir mais e organizar as ideias! E esse inventário sobre você mesmo vai ser bem útil no processo de escolha profissional.

AUTOCONHE CIMENTO

CONCENTRE-SE NO HOJE Só se conhecendo bem você consegue identificar suas preferências. E conhecerse é fundamental para conseguir se projetar numa carreira. Lembre-se de que o trabalho costuma ocupar grande parte do dia e define um estilo de vida. Por isso, é importante que você se identifique com os temas, as pessoas e os ambientes que farão parte do seu cotidiano. Para esse exercício de autoconhecimento, considere suas características pessoais, interesses e valores, refletindo sobre questões como:

Você é introvertido ou extrovertido? Agitado ou mais tranquilo?

Gosta de atividades em ambientes fechados ou ao ar livre, em contato com a natureza?

Está aberto a novas experiências e desafios ou prefere uma rotina mais definida?

Em que tipo de atividades se sente bem? Em quais se percebe desconfortável?

Quais são seus hobbies? O que curte fazer no seu tempo livre?

Que assuntos mais o atraem? Sobre quais temas você gosta mais de se informar?

Tem facilidade em se relacionar ou prefere ficar sozinho ou em pequenos grupos?

Quais são suas principais habilidades e pontos fortes? E os pontos fracos?

MONTE SEU QUEBRA CABEÇA Junte as peças do autoconhecimento e das informações sobre cursos e profissões para descobrir o encaixe perfeito – a carreira que mais combina com o seu jeito de ser 12 GE PROFISSÕES 2018

E

scolher a profissão é como montar um gigante quebracabeça. Você precisa encaixar as peças – as informações sobre você (autoconhecimento) e sobre os cursos e as carreiras – de modo que elas se completem e façam sentido. E, como no jogo, é preciso ir tentando, mudando as posições (conhecendo novos cursos), procurando novos caminhos. E, se você já montou um jogo mais complexo, com muitas peças, sabe que é preciso ter paciência e perseverança para testar várias opções. As principais peças desse tabuleiro você encontra a seguir. Invista nessas estratégias e siga os passos a seguir para conseguir o encaixe perfeito. Boa sorte!


REVEJA O PASSADO

OLHE PARA O FUTURO

INFLUÊNCIAS

VIDA ESCOLAR

PROJETO DE LONGO PRAZO

DICA: A escolha não se baseia numa só característica. Ela deve levar em conta o “conjunto da obra”.

METAMORFOSE AMBULANTE

PRIORIDADES

Conhecer-se também é olhar para o passado e identificar as influências recebidas ao longo da vida, já que o ambiente em que nascemos e crescemos determina os nossos valores. Não é raro, por exemplo, alguém pensar em ser advogado porque essa é a profissão tradicional na família. Ou psicólogo, porque tem um temperamento conciliador e compreensivo. Opções assim não devem ser descartadas, mas precisam ser confrontadas com o seu perfil e um conhecimento mais aprofundado de cada área de atuação.

NO SITE DO GE: Outra sugestão é fazer testes de orientação profissional, pois eles ajudam no autoconhecimento ao propor questões para as quais você terá que pensar sobre seu jeito de ser. Você encontra uma série deles no site guiadoestudante.com.br

© BRUNO SANTOS

Como foi sua vida escolar até então? Analise seu desempenho, lembre-se das disciplinas em que tinha mais facilidade ou dificuldade e considere até o seu comportamento e perfil de estudante (se era líder, mais ou menos extrovertido etc.). Porém, cuidado: não é porque gosta de História que terá que escolher esse curso. Mas é uma informação a mais que não pode ser ignorada.

Lembre-se de que essa decisão, embora muito importante, não é única nem definitiva para o resto da vida. É apenas a primeira! Daqui a alguns anos, com o diploma na mão, o mundo do trabalho vai se abrir com grande leque de opções. Todo dia surgem novas necessidades e, delas, novas funções. E você também está sempre mudando e, em cada etapa, vai enfrentar desafios inéditos que exigirão que assuma novos papéis.

Os orientadores profissionais são unânimes em dizer que é fundamental que a sua escolha esteja atrelada ao seu projeto de vida, ou seja, ao que você vislumbra para o seu futuro. Perguntese como você imagina estar daqui a dez anos: que estilo de vida gostaria de ter? Com que perfil de pessoas gostaria de conviver? E, finalmente, o que você deseja conquistar com a sua profissão?

Ao fazer esse exercício, alguns valores que são muito importantes para a escolha vão ficando mais claros. Para alguns jovens, a importância dada para a realização pessoal fica muito mais evidente do que a situação financeira. Para outros, a remuneração fala mais alto. É importante perceber o que é essencial para você.

GE PROFISSÕES 2018

13


ESCOLHA DA CARREIRA

CONHECIMENTO DOS CURSOS E DAS PROFISSÕES

FIQUE POR DENTRO DO ASSUNTO

Existem mais de 200 profissões estabelecidas no mercado. E, em cada uma delas, há muitas áreas de atuação possíveis. Há muitas fontes para se informar sobre as profissões e os cursos superiores que preparam para elas: sites das instituições de ensino, Facebook, YouTube, manuais de vestibular e o GUIA DO ESTUDANTE (esta publicação e também o site). Tente conhecer o maior número possível de cursos e profissões. O seu futuro pode estar numa área que você nem sabia que existe! NO SITE DO GE: Veja o blog Por Dentro das Profissões para ampliar o seu leque de informações sobre os cursos superiores e as diferentes carreiras.

FAÇA UMA SELEÇÃO

Mas como começar essa busca pelo curso que mais combina com você? Se não tem a menor ideia do que gosta, este roteiro pode ajudar:  um ponto de partida é ler a introdução de cada uma das oito áreas de conhecimento deste GUIA, a partir da pág. 50, para ver com qual(is) dela(s) você mais se identifica  em seguida, leia sobre todos os cursos da(s) sua(s) área(s) de interesse  elabore então uma lista com os cursos “finalistas”, tentando combinar seu exercício de autoconhecimento com as características de cada profissão DICA: Faça um rodízio de leitura com os amigos. Cada um lê uma área e compartilha com o grupo.

AMPLIE A PESQUISA

Ao conseguir chegar a uma lista menor de possiblidades, é hora de arregaçar as mangas e descobrir se aquilo que você imagina sobre o curso condiz com a realidade. O primeiro passo pode ser entrar nos sites das instituições de ensino que oferecem aquele curso (veja o item “Onde estudar” dos cursos neste GUIA), e conhecer mais sobre ele, como as disciplinas que você vai estudar e outras atividades que fazem parte da graduação. Tente imaginar se gostaria de aprender aqueles conteúdos e se as atividades realizadas pelos alunos te interessam.

VISITE FACULDADES

Se você quiser ir ainda mais fundo na sua pesquisa, o passo seguinte é visitar uma faculdade e conferir de perto como são as aulas e a rotina de estudos do curso que você tem em mente. Faça uma visita ao local, sinta o clima e troque ideias com alunos e professores. Pergunte quais são os pontos fortes e fracos do curso. Vale fazer uma listinha com tudo o que deseja saber (veja uma “cola” abaixo). Não tenha vergonha de perguntar. O importante é não ficar com dúvidas.

4 SUGESTÕES DE QUESTÕES SOBRE O CURSO Para os alunos: quais aspectos do curso você mais gosta? E quais menos gosta? Além das aulas, que outras atividades são oferecidas aos estudantes? Quais as principais disciplinas estudadas? Quais as principais áreas de atuação do profissional formado?

© BRUNO SANTOS

14 GE PROFISSÕES 2018


Para reafirmar sua escolha (ou mudá-la enquanto é tempo) que tal um batepapo com profissionais da área? Assim, você terá uma visão mais concreta de como é o ambiente de trabalho e o dia a dia da profissão. Procure, por meio de seus amigos e parentes, alguém que trabalha na área de seu interesse. Agende um encontro, de preferência no local de trabalho da pessoa. Observe o ambiente e o modo como as pessoas desempenham suas atividades. NO SITE DO GE: Veja vídeos sobre a rotina de diferentes profissionais (guiadoestudante.com.br/videos) nos canais Cine Profissões e Na Real.

3 PERGUNTAS QUE VOCÊ PODE PROPOR Quais são as principais atividades que fazem parte da sua rotina? Quais são os pontos fortes e fracos dessa profissão? Que características são importantes para atuar nessa área?

PEÇA AJUDA OU CHEQUE SUA ESCOLHA

Mesmo depois de todo esse processo, algumas questões e inseguranças podem permanecer, como não conseguir decidir-se entre duas (ou até mais) profissões. Em alguns casos, vale a pena procurar ajuda especializada – até mesmo para confirmar a sua decisão. NO SITE DO GE: Veja os centros que oferecem orientação profissional (em sessões gratuitas ou a preços reduzidos) por estado e a seção “Consulte o orientador”.

CONSIDERE O MERCADO

Um outro componente importante é saber a quantas anda o mercado de trabalho da profissão de seu interesse. Quais as perspectivas de remuneração ao longo da carreira? É claro que, até você se formar, a oferta e a procura de profissionais de uma área ou outra deverá se alterar consideravelmente. Mas, se conseguir enxergar as tendências do mundo e do Brasil, ficará mais fácil perceber as carreiras que têm boas perspectivas a longo prazo (veja matéria na pág. 16)

FREQUENTE FEIRAS DE PROFISSÕES

Uma boa pedida para ter as várias informações de que precisa reunidas num só local é visitar feiras de profissões. Várias universidades organizam esse tipo de evento que, em geral, ocorrem entre agosto e setembro de cada ano. O GUIA DO ESTUDANTE também realiza sua feira de profissões. Durante três dias e em um só espaço, é possível entrar em contato com as instituições de Ensino Superior expositoras, assistir palestras, conversar com profissionais e realizar testes vocacionais. Em 2017, ela ocorreu nos dias 14, 15 e 16 de setembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP). Acompanhe as notícias sobre o evento no site do GE (bit.ly/GEfeira).

GABRIELA PORTILHO

FALE COM PROFISSIONAIS

GE PROFISSÕES 2018

15


MERCADO DE TRABALHO

ÁREAS ESTRATÉGICAS Listamos 16 tendências atuais do Brasil e do mundo e os respectivos cursos e carreiras que podem se beneficiar desses contextos FORTALECIMENTO DE CAUSAS IDENTITÁRIAS Ganha força a discussão de questões relacionadas a gênero e raça e direitos de minorias, assim como políticas voltadas para a inclusão social (como cotas ) e de pessoas com deficiência.  Ciências Sociais, Estudos de Gênero e Diversidade, Educação Especial, Estudos Africanos e Afro-Brasileiros, Serviço Social

EDUCAÇÃO CONTINUADA Um mundo em rápida transformação pede por pessoas que continuem a aprender, a aprimorar seus conhecimentos e que sejam capazes de inovar.  Pedagogia, licenciaturas e pós-graduação para dar aulas no Ensino Superior.

FOCO NAS PESSOAS Empresas de todos os setores reconhecem que o seu maior valor está nos talentos que conseguem atrair e nos profissionais que são capazes de formar. A gestão de pessoas e a área de recursos humanos devem ganhar ainda mais importância nas organizações.  Administração, Comunicação Organizacional, Gestão Empreendedora, Gestão de Recursos Humanos, Gestão da Avaliação, Ciências do Trabalho

ENVELHECIMENTO POPULACIONAL Com a queda do número de filhos por mulher e o aumento da expectativa de vida, já vivemos em um mundo com menos jovens e mais idosos.  Além das profissões da área da saúde ou que se relacionam a ela (como Informática e Engenharia Biomédica, Física Médica), haverá campo de trabalho para gestores públicos e especialistas em orientação previdenciária, planos de seguro e aposentadoria (Administração Pública, Gestão Pública, Ciências Atuariais, Gestão de Seguros).

Q

uais são as áreas mais promissoras do mercado? A dúvida é comum entre os estudantes e, para respondêla, mais importante do que saber quais são os setores aquecidos hoje (e que podem mudar de acordo com a conjuntura econômica, social e política) é identificar as tendências do mundo atual que devem gerar oportunidades de trabalho. Abaixo, listamos algumas dessas tendências, com a ajuda de especialistas no assunto. As cores de cada quadro correspondem às áreas de conhecimento usadas para organizar as profissões deste guia (veja a partir da pág. 50). Repare que uma mesma tendência abre campo de atuação para profissões de diversas áreas. 

INTERDISCIPLINARIDADE A capacidade de relacionar e transitar por diversas áreas do conhecimento e dar sentido a ele tende a ser cada vez mais valorizada. Cursos de caráter interdisciplinar saem na frente.  Bacharelados e licenciaturas interdisciplinares, Ciência e Tecnologia, Engenharia da Inovação, Engenharia de Sistemas, Ciências Humanas, Línguas Estrangeiras Aplicadas à Negociação Internacional

VALORIZAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA As pessoas vivem mais e querem viver melhor. Para isso, buscam a adoção de hábitos saudáveis, como a prática de atividades físicas e uma alimentação equilibrada.  Educação Física, Esporte, Estética e Cosmética, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Psicologia, Terapia Ocupacional, Saúde Coletiva

© BRUNO SANTOS

16 GE PROFISSÕES 2018


AVANÇO DA BIOTECNOLOGIA Cresce a aplicação de tecnologias para fabricar ou modificar produtos ou processos, sobretudo nas indústrias de alimentos e medicamentos.  Biotecnologia e Bioquímica, Nanotecnologia, Engenharia Bioquímica, de Bioprocessos e Biotecnologia, Engenharia de Alimentos, Farmácia

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO A tecnologia está ganhando novos contornos, invadindo todas as áreas do cotidiano e revolucionando a forma como vivemos. INTERNET E BIG DATA O processamento e a análise do grande volume de informações (big data) que circula nas redes sociais e na internet permitem identificar comportamentos e tendências.  Ciência da Computação, Estatística, Matemática, Sistemas de Informação, Marketing, Gestão de Mídias Sociais

BUSCA POR FONTES LIMPAS DE ENERGIA A procura por fontes renováveis de energia se acentuou em razão do aquecimento global. O Brasil é um dos líderes mundiais em produção de energia hidrelétrica e biocombustíveis. A meta do país é ampliar ainda mais a participação das fontes renováveis em nossa matriz energética.

AUTOMAÇÃO E INTERNET DAS COISAS Aumenta o uso de sistemas de automação em processos industriais e no setor de serviços. A Internet das Coisas refere-se a uma revolução tecnológica em que aparelhos se conectam à internet para realizar uma tarefa.  Ciência da Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Software

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (TI) Dispositivos móveis, como celulares e tablets, estão cada vez mais presentes na vida das pessoas, impulsionando o desenvolvimento de aplicativos e de áreas como o comércio eletrônico.  Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Banco de Dados, Design da Interação, Design de Games, Gestão da TI, Sistemas de Informação, Redes de Computadores, Segurança da Informação, Marketing, Gestão Financeira

MOBILIDADE As grandes cidades do mundo, principalmente nos países em desenvolvimento, enfrentam o desafio de buscar soluções para a mobilidade urbana, privilegiando o transporte coletivo e os meios não poluentes.  Engenharia de Transporte e da Mobilidade, Transporte, Geografia, Logística, Arquitetura e Urbanismo

 Biocombustíveis, Engenharia de Energia, Energias Renováveis

PREOCUPAÇÃO COM O MEIO AMBIENTE Aquecimento global, desmatamento e gestão do lixo são assuntos que estão na pauta mundial, assim como o equilíbrio entre crescimento econômico, preservação dos recursos naturais e redução do consumo.

FORÇA DA AGROPECUÁRIA O crescimento da população e do poder aquisitivo nos países em desenvolvimento reforça ainda mais a necessidade de alimentos no mundo e aumenta a demanda por uma produção agroindustrial mais eficiente e sustentável. O Brasil desponta como um dos maiores fornecedores mundiais de produtos agropecuários, e o agronegócio responde por mais de 20% do PIB do país.

 Ciências Biológicas, Ciências Socioambientais, Controle Ambiental, Gestão Ambiental, Ecologia, Economia Ecológica, Direito (ambiental)

 Agronegócios e Agropecuária, Agronomia, Agroecologia, Ciência e Tecnologia de Alimentos, Engenharia Agrícola, Engenharia de Alimentos

ECONOMIA CRIATIVA Expande-se a chamada indústria criativa, aquela cujos produtos e serviços estão ligados à criatividade – nas áreas de cultura e arte ou ciência e tecnologia.  Animação, Arquitetura e Urbanismo, Dança, Design, Design de Games, Design de Moda, Fotografia, Música, Teatro, Gastronomia, Cinema e Audiovisual, Produção Cultural Fontes: Fausto Augusto Junior (Escola Dieese de Ciências do Trabalho), James Wright (Profuturo/FIA), Mauricio Garcia (Adtalem Educacional do Brasil), Milie Haji (Cia de Talentos) e Sirley Carvalho (Associação Brasileira de Recursos Humanos - ABRH). GE PROFISSÕES 2018

17


TIPOS DE CURSO

BEMVINDO AO ENSINO SUPERIOR Tipos de curso e de instituição, modalidades de ensino e como funciona uma graduação. Veja aqui as principais informações que você precisa saber antes de ingressar na faculdade

A

o escolher o curso superior, é preciso ficar atento a vários detalhes. Um deles é a titulação. É ela que vai definir o tipo de diploma que você vai receber e a forma pela qual vai atuar no mercado de trabalho. Cuidado também para não confundir tipo de curso com modalidade de ensino. Esta última diz respeito ao modo como o curso vai se realizar: presencialmente ou a distância. Por fim, é bom conhecer as diferenças entre os tipos de instituição – cada uma tem características e propostas próprias. A seguir, você confere esses e outros conceitos importantes que deve dominar para se tornar um universitário.

NÃO CONFUNDA Cursos técnicos x tecnológicos Cursos tecnológicos e técnicos são cursos distintos. Os técnicos são de nível médio, enquanto os tecnológicos são de nível superior. Em comum, eles capacitam o aluno para ingressar de forma mais rápida no mercado de trabalho. Modalidade de ensino x tipo de curso Os tipos de curso são os bacharelados, as licenciaturas e os tecnológicos. Já as modalidades de ensino dizem respeito à educação presencial e à educação a distância (EAD). A educação presencial é a modalidade clássica de ensino. Alunos e professores frequentam o mesmo espaço físico, a sala de aula. Até 20% de um curso presencial pode ser ministrado a distância, segundo o Ministério da Educação (veja como funciona a EAD na pág. 20).

18 GE PROFISSÕES 2018

DISTRIBUIÇÃO DOS CURSOS POR TITULAÇÃO

60,5%

BACHARELADOS*

19%

TECNOLÓGICOS

BACHARELADO (B)

TECNOLÓGICO (T)

OS 5 BACHARELADOS MAIS PROCURADOS

OS 5 TECNOLÓGICOS MAIS PROCURADOS

É o tipo de curso mais tradicional de graduação. Oferece uma formação abrangente, na qual o aluno recebe boa base teórica e científica e, ao final do curso, pode atuar nos diversos setores do mercado de trabalho – agropecuária, indústria, comércio e serviços. Ideal para quem quer seguir carreira no mercado de trabalho, atuando em empresas ou por conta própria, como administrador, advogado, engenheiro, médico, jornalista, publicitário etc. Duração: de quatro a cinco anos. Documento de conclusão: diploma de bacharel.

1.190.953

Direito

1.121.928

Medicina

987.450

Administração Engenharia civil Enfermagem

571.883 414.339

O Curso Superior de Tecnologia tem foco na prática e duração mais curta do que o bacharelado. Ao contrário deste, que oferece formação ampla e generalista (como o curso de Administração), os tecnológicos formam o aluno para o exercício de atividades específicas (Gestão de Recursos Humanos, por exemplo), mais limitadas se comparadas às do bacharel na mesma área. Ideal para quem procura uma formação mais técnica, em nível superior, que permita inserção rápida no mercado. Duração: de dois a três anos. Documento de conclusão: diploma de tecnólogo.

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

154.908 144.672

Gestão de Recursos Humanos Logística Gestão Ambiental Gastronomia

96.545 65.241 54.932

*Veja também os bacharelados e as licenciaturas interdisciplinares, na pág. 276. Fonte: Censo da Educação Superior 2015 (Inep/MEC). Candidatos inscritos em cursos de graduação presenciais.


TIPOS DE INSTITUIÇÃO

20,5%

 Universidades: desenvolvem atividades regulares de ensino, pesquisa e extensão em várias áreas do conhecimento. Têm autonomia para abrir ou fechar cursos.

LICENCIATURAS*

LICENCIATURA (L)

É o curso para formação de professores. Para dar aulas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio é preciso cursar licenciatura em um campo específico do conhecimento, como História, Geografia e Matemática. Já para atuar na Educação Infantil e nas cinco primeiras séries do Ensino Fundamental é indicado fazer o curso de Pedagogia. Ideal para quem pretende lecionar no Ensino Fundamental ou Médio. Um mestrado ou doutorado permite dar aulas no Ensino Superior. Duração: quatro anos. Documento de conclusão: diploma de licenciado.

 Centros universitários: atuam em uma ou em diversas áreas do conhecimento. Não precisam, necessariamente, ter pesquisa e extensão (atividades e serviços para a comunidade). Têm autonomia para criar ou extinguir cursos.  Faculdades: atuam em uma ou várias áreas de conhecimento. São similares a institutos e escolas superiores. Não têm autonomia para abrir ou fechar cursos.  Institutos Federais e Cefets: institutos e Centros Federais de Educação Tecnológica são equiparados às universidades federais. Faculdades

Universidades

83,2

AS 5 LICENCIATURAS MAIS PROCURADAS

INSTITUIÇÕES POR TIPO (EM %)

8,2 6,9

1,7

Centros Universitários IFs e Cefets

476.930

Pedagogia

Privadas

Educação Física Ciências Biológicas (Biologia)

262.006 199.642

Matemática

146.449

Letras (Português)

126.118

87,7

Públicas

ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA (EM %)

12,3

Fonte: Censo da Educação Superior 2016 (Inep/MEC).

COMO FUNCIONA UMA GRADUAÇÃO Os cursos superiores (também chamados de graduações) costumam apresentar uma estrutura bem parecida, independentemente da instituição ou da área de conhecimento. Em geral, a graduação começa com disciplinas introdutórias e teóricas sobre aquela área de estudo. Esse período inicial pode variar de seis meses a dois anos de duração. Em seguida, o curso passa a oferecer aulas mais específicas. Nesse momento, graduações menos teóricas têm aulas com atividades práticas, como pesquisas de campo, experimentos e laboratórios. Em alguns casos, também é nesse período que o aluno deve optar por um recorte no curso. Por exemplo, estudantes de Letras e Engenharia geralmente precisam escolher, respectivamente, uma língua ou área para se especializar. Essas escolhas podem ser chamadas de habilitações ou ênfases. Em algumas graduações, você também poderá escolher algumas disciplinas que deseja cursar entre uma lista preestabelecida – são as chamadas disciplinas eletivas ou optativas. Do meio para o final, quando o estudante já tem certa bagagem teórica, grande parte dos cursos passa a cobrar estágios. Também é comum a exigência de um trabalho de conclusão de curso, o famoso TCC, no qual se espera que o aluno pesquise e investigue sobre um tema. Em geral, ao final da pesquisa, esse trabalho é entregue e apresentado a uma banca avaliadora. Alguns cursos, como os tecnológicos, não têm essa obrigatoriedade e podem adotar modelos similares, como os projetos integradores.

© BRUNO SANTOS

GE PROFISSÕES 2018

19


TIPOS DE CURSO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA É A MODALIDADE DE ENSINO QUE MAIS CRESCE NO PAÍS

V

ocê já imaginou fazer um curso superior sem, praticamente, sair de casa? Pois isso já é realidade para 1,4 milhão de estudantes brasileiros. Por esse sistema, o aluno não frequenta regularmente uma faculdade nem assiste presencialmente a uma aula dada por um professor. De modo geral, ele acessa todo o conteúdo do curso em seu computador, tablet ou smartphone, via internet, de qualquer lugar e na hora que desejar. E o professor ou tutor orienta os estudos da turma em um ambiente virtual de aprendizagem (AVA), por meio de ferramentas virtuais, como fóruns de discussão, chats e webconferências. O estudante pode usar vários recursos tecnológicos para estudar – assistir a videoaulas, escutar audioaulas e ainda participar de atividades em laboratórios virtuais. O aluno geralmente vai à faculdade apenas para realizar atividades práticas, usar a biblioteca e fazer avaliações. São os chamados polos de apoio presencial – unidades que oferecem apoio físico aos estudantes. A frequência a esses polos varia de acordo com o curso. Pode ser semanal, quinzenal ou mensal.

Forte expansão

Os primeiros cursos de graduação a distância surgiram no país no início dos anos 2000 e, desde então, essa modalidade de ensino tem registrado grande expansão – é a que mais cresceu no Brasil nos últimos dez anos (veja gráficos acima). “Esse crescimento se deve à criação de cursos EAD em todo o país, especialmente em locais em que não havia acesso à universidade”, afirma Carlos Longo, diretor da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed). Outra explicação é a diferença de preços entre as modalidades presencial e a EAD – esta chega a ser até 70% mais em conta. A tendência é que o número de cursos EAD aumente ainda mais, com as novas diretrizes aprovadas em 2017 pelo MEC, que flexibilizou a oferta desses cursos.

20 GE PROFISSÕES 2018

EVOLUÇÃO DAS MATRÍCULAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO Presencial

EAD

crescimento no período

40,1%

PARTICIPAÇÃO DA EAD – 2016 Presencial EAD

81,4%

6.554.283 MATRÍCULAS 8.048.701

5.746.762

18,6%

4.676.646 72% 621,2% 992.927

1.494.418 INGRESSANTES* 2.985.644

207.206 2006

2011

2016

Perfil do aluno

Mas quem entra na EAD achando que vai ter uma rotina fácil está enganado. Para ter sucesso nesses cursos, é preciso dedicar-se aos estudos com regularidade, saber administrar o tempo, estabelecer metas diárias, priorizar tarefas e organizar o material a ser estudado. Também é necessário ter certa familiaridade com tecnologia e independência para correr atrás do conhecimento e fazer pesquisas em diversas fontes.

Vantagens

Um dos pontos positivos em cursar uma graduação a distância é a flexibilidade de horários. Isso vale principalmente para quem tem uma rotina de trabalho apertada e não tem tempo de frequentar uma faculdade. A EAD também beneficia aqueles que moram em cidades que não têm instituições de Ensino Superior. Outro aspecto importante é a economia de tempo e dinheiro com transporte (e também com alimentação), já que não é preciso ir todos os dias ao polo.

Qualidade

Assim como na educação presencial, checar antes a qualidade do curso é essencial. Por isso, consulte os indicadores de qualidade do Ministério da Educação (MEC), como o Conceito Preliminar de

28%

*Alunos que iniciaram o curso de graduação naquele ano. Fonte: Censo da Educação Superior 2016 (Inep/MEC).

Curso (CPC) e o Enade (veja mais na pág. 38). Também é importante solicitar por e-mail (ou consultar pelo site, se disponível) o projeto pedagógico do curso para saber dos recursos tecnológicos disponíveis para o aluno. E, se puder, visitar o polo de apoio presencial para checar os laboratórios, a biblioteca e trocar uma ideia com alunos e professores.

Mercado e diploma

Até pouco tempo atrás, havia um certo preconceito com quem se formava na modalidade a distância, mas isso vem mudando de certa forma nos últimos anos. Um dos motivos é a oferta de graduação a distância também por universidades públicas, reconhecidas por sua qualidade. De todo modo, o nome e a reputação da instituição são fundamentais. Alunos que concluem um curso de EAD também costumam ser vistos como pessoas que têm disciplina, capacidade de planejamento e autonomia, além de uma pegada empreendedora – características valorizadas pelo mercado de trabalho. Vale lembrar que no diploma do aluno não consta a informação sobre se o curso foi feito na modalidade presencial ou a distância. No site do GE, você pode pesquisar graduações a distância: guiadoestudante. abril.com.br/busca 


PROCESSOS SELETIVOS

OS CAMINHOS PARA O ENSINO SUPERIOR Apesar de muitas instituições de ensino ainda manterem o vestibular para selecionar os seus alunos, o Enem e o Sisu são as mais importantes portas de entrada para o mundo universitário. Veja como eles funcionam e saiba como utilizá-los

ENEM

Criado em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC), com o objetivo de avaliar o desempenho dos estudantes ao final do Ensino Médio, o exame passou a ser usado como vestibular para grande parte das universidades federais e estaduais, por meio do Sisu, e tem seu resultado considerado no processo seletivo de mais de 1,5 mil instituições públicas e privadas.

INSCRIÇÕES

 Devem ser feitas pelo site enem.inep. gov.br. Para 2017, já estão encerradas.  É preciso pagar uma taxa (de 82 reais em 2017). São isentos os alunos que concluem o Ensino Médio em escola pública. Quem comprovar baixa renda pode pleitear isenção da taxa.

QUANDO ACONTECE

 Em 2017, o exame ocorre nos dias 5 e 12 de novembro, dois domingos consecutivos. As provas têm início às 13h30 e duração de cinco horas e meia (no primeiro domingo) e quatro horas e meia (no domingo seguinte).

22 GE PROFISSÕES 2018

AS PROVAS

O exame é composto de uma redação e 180 questões de múltipla escolha, divididas igualmente em quatro provas:  Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: língua portuguesa, literatura, inglês ou espanhol, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação;  Ciências Humanas e suas Tecnologias: história, geografia, filosofia e sociologia;  Ciências da Natureza e suas Tecnologias: química, física e biologia;  Matemática e suas Tecnologias: matemática e a relação dessa matéria com problemas cotidianos.

EXIGÊNCIAS DO EXAME

A prova do Enem testa nos alunos cinco capacidades básicas ou “eixos cognitivos”: 1. Domínio de linguagens 2. Compreensão e interpretação de fenômenos 3. Solução de problemas 4. Construção de argumentação 5. Elaboração de propostas Também avalia o conhecimento de atualidades dos alunos e exige que eles tenham competência leitora (consigam entender o que leem) e relacionem conteúdos de várias matérias (a chamada interdisciplinaridade).


H

á quase duas décadas, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vem fazendo parte da vida dos vestibulandos. Ele tem sido usado como vestibular por um número cada vez maior de instituições. Levantamento exclusivo do GUIA DO ESTUDANTE realizado em 2017 mostra que 1.586 instituições de Ensino Superior de todo o país já utilizam o Enem como processo seletivo de alguma forma (veja gráfico Uso do Enem, abaixo). Além de ser porta de entrada para o Ensino Superior, o Enem tem ainda outras utilidades. É pré-requisito para quem quer concorrer a uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) ou para dar

entrada no Financiamento Estudantil (Fies) – veja mais na pág. 32. Também qualifica o candidato a pleitear uma vaga em universidades estrangeiras. Já são 24 instituições portuguesas que aceitam o Enem como parte do processo seletivo na graduação. Todo esse conjunto de fatores justifica o alto número de participantes. Na edição de 2017, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova, recebeu 6,7 milhões de inscrições (confirmadas). E o exame vem com algumas novidades. As provas que aconteciam durante um fim de semana (sábado e domingo), agora ocorrem em dois domingos consecutivos, ou seja, haverá

uma semana entre uma avaliação e outra. A redação será feita no primeiro dia e, para garantir a segurança, os cadernos serão personalizados com nome e número de inscrição do candidato. O Enem também deixa de certificar o Ensino Médio. Apesar da disseminação do Enem – e como ele permite o uso combinado com outras formas de seleção – 2.051 instituições, ou 97% do total, mantêm seus próprios processos seletivos, aplicando provas próprias e utilizando análise de histórico escolar, avaliação seriada ou entrevista. E algumas escolas têm desenvolvido métodos específicos de seleção (veja na pág. 26). A seguir, você confere mais informações sobre o Enem, o Sisu e outros processos seletivos.  USO DO ENEM Cerca de 75% das instituições de ensino superior do país já usam o exame

222

1.364

públicas

privadas

107

1.586

INSTITUIÇÕES

500

federais

95

estaduais

20

municipais  FORMAS DE UTILIZAÇÃO

1.320 COMO FASE ÚNICA

Substitui o vestibular da instituição

116 COMO PARTE DA NOTA

Combinado com outra forma de avaliação

COMO É A NOTA

 Os candidatos recebem quatro notas, uma para cada área do conhecimento, mais a da redação.  Nas provas objetivas não há nota mínima nem máxima preestabelecidas. As réguas de notas têm apenas como referência o número 500 (que é o desempenho médio de 2009, primeiro ano do novo modelo de prova) e um número variável de questões correspondendo a intervalos de 100 pontos para mais ou para menos.  O cálculo da nota de cada área é baseado na Teoria da Resposta ao Item (TRI).

POR DENTRO DA TRI

 A TRI é uma modelagem estatística que considera a consistência das respostas fornecidas pelo candidato na prova.  Leva em conta a proporção de acertos e erros no exame, a dificuldade da questão, o padrão de resposta do candidato nas outras questões e a possibilidade de acerto ao acaso (chute).  Por conta disso, candidatos que acertam o mesmo número de questões podem ter notas diferentes. Assim como quem acertou itens dentro de um padrão de coerência, segundo a TRI, receberá uma nota superior.

19 COMO PRIMEIRA FASE

Como uma primeira etapa de um processo seletivo que possui mais de uma fase

71 COMO BONIFICAÇÃO

A nota do Enem acrescenta pontos na nota final do vestibular.

131 POR MEIO DO SISU

Instituições federais e estaduais que usam o sistema para selecionar seus alunos (de todos os cursos ou de parte deles) Algumas instituições usam o Enem e até o Sisu de forma mista. Isso significa que uma mesma escola pode usar a prova como fase única para alguns cursos e, para outros, como parte da nota, por exemplo.

© BRUNOS SANTOS

GE PROFISSÕES 2018

23


PROCESSOS SELETIVOS

SISU

O Sistema de Seleção Unificada é uma plataforma informatizada do MEC por meio da qual 131 universidades públicas oferecem vagas a candidatos que fizeram a prova do Enem.

COMO PARTICIPAR

 As inscrições para o Sisu acontecem duas vezes por ano. Geralmente, em janeiro (para o 1º semestre) e em maio/ junho (para o 2º semestre).  Para participar, o aluno deve ter feito a última edição do Enem e não pode ter zerado na prova de redação.

INSCRIÇÃO

 Deve ser feita pelo site sisu.mec.gov.br Você vai precisar informar o número de inscrição e a senha que foi cadastrada no Enem.  Todo o processo é gratuito.

PESQUISA DE VAGAS

 Na inscrição, já é possível pesquisar as vagas disponíveis por município, instituição ou curso.  Clicando nas opções, você confere o número de vagas, a nota de corte do dia (que é a pontuação mínima para entrar naquele curso) e a sua nota no Enem.  Para saber as chances de conseguir uma vaga, basta comparar a sua nota com a nota de corte do curso escolhido. Mas lembre-se: a nota de corte é atualizada todos os dias com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso. Atenção: alguns cursos conferem pesos diferentes para as notas do Enem. Assim, um curso de Biologia, por exemplo, pode dar mais peso à nota em Ciências da Natureza. Quando isso ocorre, o sistema recalcula tudo automaticamente e mostra, quando a opção de curso é clicada, as suas notas para concorrer àquela vaga.

Cerca de 3,4 MILHÕES DE CANDIDATOS participaram das duas edições do Sisu realizadas em 2017 – a primeira em janeiro e a segunda nos meses de maio e junho

Evolução do número de candidatos inscritos no Sisu (dados relativos à edição de janeiro de cada ano)

ESCOLHA DO CURSO

 Ao efetuar a inscrição, você escolhe, por ordem de preferência, duas opções de curso e de instituição entre as vagas ofertadas.  Em algumas instituições, você também deve definir o tipo de vaga à qual vai concorrer: ampla concorrência, vagas destinadas à Lei de Cotas ou a vagas reservadas às demais políticas afirmativas das instituições (afrodescendentes, indígenas, alunos de escolas públicas etc.).

LEI DE COTAS

Todas as instituições federais participantes do Sisu têm vagas reservadas para estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas, de acordo com a Lei 12.711/2012, a Lei de Cotas (veja mais na pág. 28).

2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

1,1 milhão 1,7 milhão 1,9 milhão 2,5 milhões 2,8 milhões 2,7 milhões 2,5 milhões © BRUNOS SANTOS

24 GE PROFISSÕES 2018


OUTRAS FORMAS  Vestibular Continua sendo usado, combinado ou não com o Enem, pela maioria das instituições. O candidato resolve uma série de questões – de múltipla escolha ou discursivas – e, frequentemente, escreve uma redação. Alguns vestibulares, como os da USP e da Unicamp, são divididos em duas fases e possuem provas de habilidades específicas para alguns cursos. De acordo com levantamento do GUIA DO ESTUDANTE (GE), 2.009 instituições possuem vestibular próprio (prova), combinado ou não com outra forma de ingresso.

ALTERAÇÃO NA ESCOLHA

 Enquanto as inscrições estão abertas, o site informa, diariamente, a classificação de cada candidato. Assim, você sabe se sua pontuação é ou não suficiente para ingressar nos cursos escolhidos.  Durante esses dias, você pode modificar suas opções quantas vezes quiser. Vai valer sempre a última inscrição confirmada.

Veja como é o processo seletivo – periodicidade, prova própria e uso do Enem e do Sisu – das 2.116 instituições que fazem parte deste guia, a partir da pág. 286

Ao todo, foram ofertadas 290,3 MIL VAGAS EM UNIVERSIDADES DE TODO O PAÍS. Em janeiro, o sistema ofereceu 238,4 mil vagas em 131 instituições de Educação Superior, enquanto no meio do ano foram 51,9 mil vagas em 63 estabelecimentos de ensino.

SELEÇÃO E RESULTADOS

 Para definir os classificados, o sistema seleciona os candidatos conforme a nota, o número de vagas disponíveis e o número de inscritos.  O resultado é divulgado no portal do Sisu e pelas instituições participantes.  A matrícula é feita no estabelecimento de ensino onde o aluno foi aprovado.

LISTA DE ESPERA

 Quem não foi classificado, pode se inscrever na lista de espera do Sisu somente para a primeira opção de curso que mostrou interesse.  Durante o período determinado pelo cronograma, o candidato deve acessar seu boletim no Sisu e confirmar sua participação na lista de espera.  A convocação é feita pelas próprias instituições de ensino. Portanto, o candidato precisa ficar atento às listas divulgadas pelas escolas.

OFERTA DE 290,3 MIL VAGAS EM 2017 238,4 mil

51,9 mil

1º semestre

2º semestre

 Prova de habilidades específicas Em alguns cursos, como Arquitetura, Artes Cênicas, Artes Visuais, Design e Música, o candidato precisa se submeter também a uma prova de aptidão. Para o curso de Arquitetura, por exemplo, ele deve demonstrar habilidade em desenho e geometria. No caso de Música, precisa mostrar conhecimento musical em exames teóricos e práticos, que, muitas vezes, incluem prova oral e execução de peças no instrumento escolhido. 78 instituições aplicam essas provas.  Análise do histórico escolar Considera o desempenho no decorrer dos anos que compõem o Ensino Médio. De acordo com o levantamento do GE, 101 instituições fazem uso desse método, entre elas Unisul (SC), Univali (SC), Universidade Anhanguera de São Paulo, Universidade Anhanguera-Uniderp (MS) e UVA-RJ.  Avaliação seriada O objetivo é medir o conhecimento gradualmente. Em geral, o aluno faz provas no fim de cada um dos três anos do Ensino Médio. Segundo o GE, 17 instituições adotam a avaliação seriada (sempre combinada com outra forma de ingresso), como UnB, Uece, UFVJM, UEA, UEG, UEM, UEPG, Ufam, UFJF, Ufla, UFPel e UFRR.  Entrevista Por meio dela, a escola avalia o interesse do candidato pelo curso e pela carreira escolhida. 27 instituições usam entrevista para seleção dos alunos, juntamente com outra forma de ingresso. Entre elas estão Castelli ESH (RS), FIA (SP), Saint Paul (SP) e Senai Sorocaba (SP).

Fonte: Ministério da Educação (MEC). GE PROFISSÕES 2018

25


PROCESSOS SELETIVOS

INSTITUIÇÕES INOVAM NA SELEÇÃO DE ALUNOS

E

ntrevistas, resolução de situações-problema, desafios em equipe e até a entrega de uma carta de motivação têm sido algumas das estratégias usadas pelas faculdades para recrutar alunos com o perfil que desejam. Esses processos, apesar de serem uma novidade por aqui, são bem comuns em universidades no exterior, principalmente nos Estados Unidos e Canadá. A intenção é avaliar o candidato não só pela capacidade cognitiva ou desempenho acadêmico, mas também pelo aspecto socioemocional. “Um processo seletivo deve refletir da melhor maneira a proposta da instituição. Se o curso requer interação entre pessoas, pensamento crítico e comunicação assertiva, por exemplo, é importante que essas habilidades sejam avaliadas nos candidatos”, explica Tadeu da Ponte, coordenador do vestibular do Insper, de São Paulo. Esse movimento também coincide com o surgimento de cursos de graduação criados não por instituições de ensino tradicionais, mas por entidades de classes e até empresas para formar um profissional dentro de um determinado perfil. Um exemplo é o Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), mantido pelo Sindicato dos Engenheiros de São Paulo, e que oferece, desde 2015, o bacharelado em Engenharia de Inovação (veja na pág. 249). A ideia é formar um profissional generalista e capaz de atuar em qualquer área de interesse dentro da engenharia desenvolvendo soluções inovadoras. Já a Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein, do Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP), iniciou em 2016 o curso de Medicina para formar líderes em saúde pública. As aulas são baseadas em discussões em equipes, o chamado Team Basead Learning (TBL). A seguir, você conhece diferentes métodos de seleção e exemplos das instituições que os adotam.

26 GE PROFISSÕES 2018

Teste de lógica

O objetivo é testar a agilidade e o pensamento lógico do candidato. Os exercícios envolvem a resolução de sequências numéricas ou de palavras, uso de probabilidade e situações de equivalência e dedução (a conclusão de um fato a partir de informações apresentadas). O Isitec aplica um teste de lógica online, composta de 20 questões, como uma das etapas do seu vestibular.

Carta de motivação

É a redação de um texto no qual você expõe os motivos pelos quais quer fazer a graduação naquela instituição, conta um pouco sobre sua trajetória pessoal e seus interesses. Essa proposta é uma das etapas do vestibular da FGV-Eaesp.

Entrevista

A entrevista é uma estratégia usada por várias universidades (veja na pág. 25). Mas algumas instituições a utilizam de forma diferenciada, que vai além de conhecer um pouco mais do candidato e saber por que ele se interessa em fazer determinado curso. É o caso do Dieese, da FGV-Eaesp e da Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein. Nesta última, por exemplo, oito minientrevistas de seis minutos cada compõem a segunda fase do vestibular de Medicina. O aluno é exposto a um determinado cenário e questionado sobre o assunto em questão, que pode ser uma situação estressante de trabalho, a resolução de um conflito num grupo ou temas relacionados à ética (uma

contravenção, por exemplo). “Escolhemos esse método porque conseguimos acertar o perfil de alunos que desejamos e tornamos mais justa a seleção, já que todos têm a possibilidade de argumentar e explicar seus pontos de vista”, conta Durval Daniel Filho, coordenador do processo seletivo do Einstein.

Desafio de design

Os candidatos são separados em grupos e incentivados a criar uma solução inovadora a partir de um cenário proposto, como um protótipo que flutue num túnel de vento. Além de lidar com planejamento, trabalho em equipe e gerenciamento de custos e tempo, o candidato ainda se depara com outros minidesafios durante a atividade, como a inflação durante a compra das peças ou a falta no mercado de algum suprimento essencial ao projeto. Aplicado no vestibular de todos os cursos do Insper, a atividade é coordenada pelos próprios alunos veteranos da escola, mas, neste caso, o desempenho do candidato não interfere na sua classificação.

Dinâmica de grupo

Esta é outra proposta do Insper. Os candidatos formam grupos e são incentivados a debater temas polêmicos, como legalização das drogas e pena de morte. Observadores avaliam o desempenho do jovem (que pode, inclusive, assumir o papel de moderador do debate), sua interação com as demais pessoas e pensamento crítico. 


COTAS E AÇÕES AFIRMATIVAS

ENSINO SUPERIOR PARA TODOS A Lei de Cotas facilitou o acesso de estudantes de escolas públicas, negros e índios ao Ensino Superior e inspirou outras universidades a também adotarem essas medidas. Veja aqui um panorama da situação das ações afirmativas no país

N

o Brasil, a discussão sobre cotas no Ensino Superior para alunos da rede pública começou no início dos anos 2000. A Uerj foi a primeira universidade do país a instituir a reserva de vagas para alunos de escolas públicas, em 2003. Um ano depois, a UnB implantou cotas raciais para negros. De lá para cá, houve avanço na adoção de cotas, sobretudo devido à lei federal 12.711, e hoje 184 instituições de Ensino Superior já adotam essas ações. Veja a seguir os principais conceitos e dados sobre esse tema e exemplos de instituições que adotam cotas e ações afirmativas:

1.SãoAções afirmativas medidas e programas adotados

pelo governo e pela iniciativa privada para a correção de desigualdades sociais e raciais com vistas à promoção da igualdade de oportunidades. No caso, são iniciativas que facilitam o ingresso de determinados grupos – alunos provenientes de escolas públicas, índios, negros etc. – ao Ensino Superior.

2.É umCota tipo de ação afirmativa em que as

instituições reservam um percentual de vagas em seus vestibulares para grupos específicos, como alunos provenientes de escolas públicas ou pretos. Visa beneficiar aqueles considerados prejudicados ou discriminados em função da estrutura

28 GE PROFISSÕES 2018

COMO FUNCIONAM AS COTAS NAS FEDERAIS: As vagas reservadas consideram critérios de renda (comprovada por documentação) e raça (autodeclaração)

EXEMPLO COM 50% DE COTAS Em um curso com 100 vagas

vagas Concorrência normal

vagas Escola pública

Critério de renda Renda familiar per capita

25 vagas Acima de 1,5 salário mínimo*

25 vagas Abaixo de 1,5 salário mínimo* *O valor do salário mínimo é 937 reais, em 2017.

socioeconômica do país. A ideia é a de que a desigualdade social não acontece por falta de mérito individual, mas como uma consequência da história social do Brasil.

3.EmLei2012,federal a lei federal 12.711, conhecida

como Lei de Cotas, entrou em vigor. Ela determina que as instituições federais – 67 universidades, 40 institutos, dois centros federais e uma escola superior – devem destinar 50% de suas vagas aos estudantes que cursaram o Ensino Médio integralmente em escolas públicas. A lei tem validade de dez anos e deverá ser revista em 2022 a fim de se avaliar a necessidade de ser mantida ou não.

4.A LeiExpansão de Cotas acabou estimulando

outras instituições, a também adotarem essas medidas e outras ações afirmativas, como ocorreu nas universidades estaduais paulistas, que, por serem estaduais, não estão enquadradas na lei. Em julho de 2017, numa decisão inédita, a USP divulgou a adoção de cotas sociais e raciais para o vestibular 2018 (veja mais no quadro da pág. 30). Além disso, alguns estados, como Rio de Janeiro e Minas Gerais, possuem legislação própria, enquanto determinadas instituições têm suas políticas específicas de cotas ou vagas extras (veja o quadro Outros perfis ao lado). © BRUNO SANTOS


O MAPA DAS COTAS

184

INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR do país adotam algum tipo de reserva de vaga TIPO DE COTA Estudantes da rede pública 148 Negros (pretos e pardos) 13 Índios* 35 Portadores de necessidades especiais 53 Observação: Uma mesma instituição pode usar mais de um tipo de cota. As cotas para a rede pública, no caso das federais, incluem reserva de vagas também para pretos, pardos e indígenas. * Inclui vagas extras

Critério de raça Vagas destinadas a pretos, pardos e indígenas serão o percentual desses mesmos grupos em cada estado segundo o IBGE

DISTRIBUIÇÃO POR TIPO DE INSTITUIÇÃO Instituições federais 108* Estaduais 41 Municipais 19 Privadas 16

% de pretos, pardos e indígenas: São Paulo

Santa Catarina

Bahia

37%

15,1%

78,6%

18 vagas

8 vagas

40 vagas

* todas as 110 instituições federais têm cotas de 50% das vagas para alunos da rede pública. ITA e Ence são as duas únicas exceções

DISTRIBUIÇÃO POR REGIÃO

29 Observação: A terminologia aqui adotada – preto (e não negro) – refere-se ao padrão de classificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divide a população do país em cinco grupos: pretos, pardos, brancos, amarelos e indígenas.

5. Pessoas com necessidades especiais

Em dezembro de 2016, o governo federal publicou uma lei que dispõe sobre a reserva de vagas nas universidades e institutos federais para pessoas com deficiência. A distribuição das vagas vai seguir a mesma regra do critério racial: de acordo com a proporção das pessoas com necessidades especiais em cada estado brasileiro, segundo o último Censo do IBGE disponível. A lei foi regulamentada em maio de 2017 e, segundo o Ministério da Educação (MEC), as instituições participantes do processo seletivo do Sisu do segundo semestre de 2017 já atendem a essa nova distribuição de vagas.

Confira se a instituição de seu interesse possui cotas – e a porcentagem do grupo beneficiado – na seção Escolas, a partir da pág. 286.

56

Norte

Nordeste

17 Centro-Oeste

51 31

Sudeste

Sul

OUTROS PERFIS Além dos grupos tradicionalmente beneficiados por ações afirmativas, algumas instituições oferecem reserva de vaga ou vaga extra para outros perfis. Confira os principais: Grupo beneficiado Assentados de reforma agrária Moradores de áreas rurais Quilombolas

Refugiados Surdos

Instituição IF Sudeste MG IFPE (Agronomia e Agroecologia) UFPel, Furg, UFSC, IFTO, Ufopa, UFT, Unifesspa, UFPA, Uesb, Uesc UFSCar , UFSM, UFABC, UEG Ines, UFRB e UFG (Libras), IFSC (Pedagogia Bilíngue)

Fonte: Guia do Estudante

GE PROFISSÕES 2018

29


COTAS E AÇÕES AFIRMATIVAS Pesquisas mostram que o desempenho dos estudantes cotistas é semelhante ao dos demais alunos

6.E oResultados que mudou desde então? Em

2005, um ano após a implementação das primeiras ações afirmativas, apenas 5,5% dos jovens pretos ou pardos de 18 a 24 anos frequentavam uma faculdade. Esse percentual mais do que dobrou em 10 anos: em 2015, 12,8% dos negros dessa faixa etária estavam matriculados no Ensino Superior, segundo a Síntese de Indicadores Sociais divulgada em dezembro de 2016 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ao tomar como referencial os alunos matriculados nas instituições de Ensino Superior, o percentual de negros subiu de 34,2% para 47,6% entre 2003 e 2015, segundo a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). Atualmente, 184 instituições de Ensino Superior do país adotam algum tipo de cota, segundo levantamento exclusivo do GUIA DO ESTUDANTE realizado em 2017 (veja o Mapa das cotas, na pág. 29).

7.NoDesempenho início do processo de implementa-

ção das cotas, muito se questionou sobre o impacto que a entrada dos cotistas poderia causar na qualidade do ensino. Mas diversas pesquisas mostraram que o desempenho desses alunos é semelhante ao dos estudantes que ingressaram na universidade pela ampla concorrência. Estudo realizado pela UFMG, em 2015, revelou que os candidatos cotistas alcançaram, em média, a nota de 3,49 no vestibular (numa escala de 0 a 5), enquanto os não cotistas obtiveram 3,07. Já com relação ao desempenho em sala de aula, a UnB afirma que os dois grupos de alunos apresentam notas iguais, mesmo em carreiras como Medicina ou Engenharia.

30 GE PROFISSÕES 2018

UNIVERSIDADES ESTADUAIS PAULISTAS AMPLIAM INCLUSÃO USP Criticada pela demora em adotar um programa mais efetivo de ações afirmativas, a principal universidade brasileira contará com cotas para estudantes de escolas públicas e para pessoas que se autodeclaram pretas, pardas ou indígenas (PPI) no processo seletivo de 2018 pela primeira vez. A reserva de vagas vai valer tanto para o vestibular da Fuvest como para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), ao qual a USP aderiu em 2016. No total, a USP vai disponibilizar 11.147 vagas para o vestibular 2018. Para as 8.402 destinadas à Fuvest, a reserva será feita de forma escalonada: 37% das vagas de cada unidade de ensino e pesquisa em 2018; 40% das vagas de cada curso em 2019; 45% das vagas de cada curso e turno para 2020; e 50% das vagas por curso e turno, a partir de 2021. Na reserva de vagas para os estudantes de escolas públicas, também incidirá o porcentual de 37% para estudantes autodeclarados PPIs, índice equivalente à proporção desses grupos no estado de São Paulo segundo o IBGE. Das 2.745 vagas disponibilizadas pelo Sisu, 423 serão para ampla concorrência, 1.312 para estudantes da rede pública e 1.010 para os autodeclarados PPI. Além disso, as bonificações do Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp) continuarão a ser oferecidas a alunos de escolas públicas e aos do grupo PPI que se inscreverem na Fuvest. Os bônus incidem sobre a nota vestibular e podem chegar a 25%. Vale lembrar que é possível se inscrever para a USP tanto pela Fuvest como pelo Sisu. Unicamp Desde 2005 a Unicamp adota o Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (Paais), que dá bônus para estudantes que cursaram todo o Ensino Médio na rede pública:  60 pontos a mais na nota final da primeira fase (e mais 20 pontos para os que se autodeclararem PPI)  90 pontos na nota da redação e mais 90 pontos nas notas das demais provas da segunda fase (com o acréscimo de 30 pontos na redação e mais 30 pontos nas demais provas para o grupo PPI). Esses acréscimos correspondem entre 15% e 20% de uma nota média. A universidade já anunciou que adotará cotas em 2019 e estuda novas formas de acesso – por meio do Enem, de vagas para medalhistas de competições científicas e de um vestibular específico para indígenas. Unesp Implantado em 2013, o sistema de cotas da Unesp, que segue o modelo das universidades federais, foi ampliado a cada ano, e chega a 50% das vagas no vestibular 2018.

Uma pesquisa do Insper, de 2016, que usou o Enem como base, mostrou que a nota média dos cotistas é inferior 5% na comparação com os dos candidatos de ampla concorrência. No aproveitamento das aulas, medido pelo Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), os cotistas tiveram notas 10% menores.

Quando o assunto é permanência, os cotistas têm índices menores de evasão (abandono do curso). Segundo levantamento da Uerj, realizado em 2010, 26% dos ingressantes por cotas desistiram do curso, enquanto o percentual de desistência entre os alunos de ampla concorrência foi de 37%.  © BRUNO SANTOS


BOLSAS E FINANCIAMENTOS

PARA NÃO S ESTOURAR O ORÇAMENTO Se você vai cursar uma faculdade privada, bolsas de estudo e financiamentos , como o ProUni e o Fies, podem ser a solução para fugir do aperto financeiro

erá que eu vou conseguir pagar a faculdade? Essa pergunta, que sempre fez parte das preocupações dos estudantes préuniversitários, ganhou um significado ainda maior nos últimos anos devido à crise econômica. Fazer todas as contas e planejar bem os próximos anos tornouse essencial. E, se você perceber que a mensalidade do curso superior vai pesar muito no seu bolso ou da sua família, pode ser o momento de procurar uma bolsa de estudo ou partir para um financiamento estudantil. A bolsa de estudo é um benefício concedido na forma de desconto parcial ou integral sobre a mensalidade cobrada pela instituição de ensino privada. Em

PROUNI

O Programa Universidade para Todos concede bolsas de estudo – parciais e integrais – a alunos de baixa renda interessados em cursar uma graduação em instituições privadas de Ensino Superior. O valor é uma doação e não precisa ser devolvido ao governo.

COMO PARTICIPAR

O aluno deve, obrigatoriamente, ter feito o último Enem (do ano imediatamente anterior) e obtido a nota mínima exigida pelo MEC, que é de 450 pontos (na média das notas das quatro áreas), e não ter zerado a redação. Além de não possuir diploma de Educação Superior, também é preciso atender a um dos pré-requisitos abaixo:  Ter cursado o Ensino Médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada  Ser pessoa com deficiência  Ser professor da rede pública de Ensino Básico concorrendo a cursos de licenciatura.

TIPOS DE BOLSA

Há duas possibilidades:  Integral: cobre o valor total da mensalidade. Para concorrer, a renda familiar bruta por pessoa não pode ultrapassar um salário mínimo e meio (1.405,50 reais em 2017).  Parcial: paga 50% do valor da mensalidade. Nesse caso, a renda familiar bruta por pessoa não pode passar de três salários mínimos (2.811 reais). Candidatos a bolsa parcial podem recorrer ao Fies para complementar o pagamento da mensalidade. Para isso, é preciso que a instituição e o curso tenham oferta de vagas para o Fies e que o candidato seja aprovado no processo seletivo do financiamento federal.

INSCRIÇÃO

As inscrições são gratuitas e feitas pelo site siteprouni.mec.gov.br Elas acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. Os interessados devem informar CPF, número de inscrição no Enem e senha. Também é preciso preencher um formulário com informações sobre onde cursou o Ensino Médio e a renda da família.

INSTITUIÇÕES PARTICIPANTES

O número de faculdades privadas participantes do ProUni varia de um processo seletivo para outro. O site do programa apresenta, na época das inscrições, a relação das instituições. © BRUNO SANTOS

32 GE PROFISSÕES 2018


geral, o valor é uma doação e o estudante não precisa devolvê-lo após formado. Já o financiamento é um empréstimo para arcar com o valor parcial ou total da mensalidade até o final do curso. Ele deve ser pago após a conclusão dos estudos ou enquanto o aluno ainda estiver cursando a graduação. O Fies, o financiamento oferecido pelo governo federal, teve suas regras modificadas para 2018 (veja na pág. 34). Mas, além dele, há outras instituições que oferecem empréstimos para estudantes. A seguir, você conhece as regras para participar do ProUni e do Fies, além de outras bolsas e financiamentos. Avalie cada programa e verifique qual deles atende melhor ao seu perfil.

ESCOLHA DO CURSO

Ao clicar nas opções de curso de cada instituição, o candidato vê detalhes das vagas (quantas estão disponíveis para bolsa integral e parcial) e a nota de corte de cada uma (pontuação mínima exigida no Enem). Você deve escolher, por ordem de prioridade, até dois cursos em uma ou mais instituições e o tipo de bolsa que será pleiteado (integral ou parcial). Atenção: durante o período de inscrições, a nota de corte é atualizada diariamente com base no total de candidatos inscritos e no número de bolsas disponíveis. Dessa forma, você fica sabendo se sua nota no Enem permite obter a bolsa no curso e na instituição desejada. Se for preciso, dá para alterar as opções.

BOLSAS DE ESTUDO PROUNI O Programa Universidade para Todos (ProUni), do governo federal, que existe desde 2005, é o maior sistema de concessão de bolsas de estudos do país. No processo seletivo que ocorreu no início de 2017 foram ofertados 214.242 benefícios – o maior número da história do ProUni. Nesses 12 anos, quase 2 milhões de estudantes de baixa renda conseguiram estudar em faculdades privadas por meio de bolsas integrais ou parciais (veja abaixo).

SELEÇÃO E MATRÍCULA

Ao final do período de inscrição, caso haja mais concorrentes do que vagas para determinado curso, a classificação se dará pela nota do Enem. Depois de ser pré-selecionado, o aluno deve comparecer à secretaria da faculdade com os documentos necessários para comprovar as informações prestadas na ficha de inscrição. Confirmadas todas as informações, o aluno assina o Termo de Concessão e é inserido no programa.

BOLSAS REMANESCENTES

Feita a primeira etapa de pré-seleção, caso restem bolsas, será aberta uma segunda etapa, seguindo os mesmos critérios.

FUNDAÇÃO ESTUDAR A Estudar é uma instituição sem fins lucrativos. Por meio do programa Líderes Estudar, concede bolsas a jovens interessados em cursar graduação ou pós-graduação no Brasil e no exterior e que tenham bom desempenho acadêmico. O valor do benefício varia de 5% a 95% do valor da mensalidade e para defini-lo são levados em consideração as necessidades financeiras do candidato, seu perfil acadêmico, a duração e o local do curso. Para concorrer é preciso ter, no máximo, 34 anos e estar matriculado ou em processo de aceitação na universidade. O processo de seleção possui sete etapas, presenciais

BOM DESEMPENHO

Para receber a bolsa do ProUni durante todo o curso, o aluno precisa ser aprovado em, no mínimo, 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo. Caso contrário, perde direito ao auxílio.

NÃO CONFUNDA PROUNI COM SISU

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema de seleção para as universidades públicas que utiliza o Enem como critério. Já o ProUni concede bolsas de estudo em universidades privadas. Usando a nota do Enem, o candidato pode se inscrever nos dois, mas são sistemas diferentes. Quem conseguir uma vaga pelo Sisu não pode ter uma bolsa do ProUni.

GE PROFISSÕES 2018

33


BOLSAS E FINANCIAMENTOS e online, e são eliminatórias: inscrição; teste de perfil e raciocínio lógico; questionário; entrevista; dinâmica com ex-bolsistas; entrevista para aprofundamento; e entrevista final. Em 2017, a taxa de inscrição foi de 70 reais, mas os alunos que não tiverem condições de pagar podem pedir isenção.  lideres.estudar.org.br

BOLSAS ESTADUAIS Alguns estados possuem programas de bolsas de estudo. Em São Paulo, a Secretaria de Educação do Estado, por exemplo, mantém o Programa Bolsa Universidade. Vale a pena verificar no local em que você mora se existe algum programa semelhante.

Programa Bolsa Universidade O benefício faz parte do Programa Escola da Família. É destinado a jovens universitários de instituições de ensino que tenham convênio com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. A bolsa é de 100%, sendo que o governo arca com 50% (desde que o valor não ultrapasse R$ 500) e a escola paga o restante. Em troca, o candidato precisa prestar serviços de educador universitário, aos finais de semana, em projetos realizados em escolas públicas estaduais. Para concorrer, é preciso não ser beneficiário de outro programa de bolsas e passar por uma avaliação socioeconômica e acadêmica.  escoladafamilia.fde.sp.gov.br

BOLSAS FILANTRÓPICAS Pela Lei da Filantropia, as faculdades que se enquadram nesse perfil têm privilégios fiscais e, por isso, devem oferecer bolsas de estudos a alunos carentes. As regras, geralmente, obedecem a critérios socioeconômicos ou acadêmicos. Pelo site da Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc) dá para conferir a lista das universidades filantrópicas do país, que são mais de 60 instituições como a PUC-SP e a FEI.  www.abruc.org.br

BOLSAS INSTITUCIONAIS São as bolsas oferecidas pelas próprias instituições de ensino. Podem ser levados em conta critérios socioeconômicos ou

FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil oferece empréstimos a estudantes de baixa renda que não teriam como pagar uma faculdade. A partir de 2018 será dividido em três modalidades.

PRÉ-REQUISITOS

 Estar matriculado na graduação de instituição privada integrante do programa.  Ter prestado o Enem e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das provas objetivas e não ter zerado a redação.  Possuir renda familiar mensal por pessoa de até cinco salários mínimos (4.685 reais), dependendo da modalidade escolhida.  O curso deve ser presencial e ter conceito maior ou igual a 3 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior do MEC.

COMO SE INSCREVER

É preciso acessar o SisFies (fiesselecao. mec.gov.br) e informar seus dados, o curso, a instituição e o tipo de financiamento que está sendo solicitado. As inscrições acontecem no início de cada semestre. Também há chamada para vagas remanescentes. Depois de pré-aprovado, o candidato deve validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), na faculdade, em até dez dias corridos, apresentando a documentação exigida. Por fim, ele tem até dez dias corridos para ir a um dos bancos vinculados ao Fies para apresentar a documentação e formalizar a contratação do financiamento.

TIPOS DE FINANCIAMENTO Renda per Vagas capita familiar Juros ofertadas Abrangência mensal em 2018 Fies 1

Até 3 SM (2.811 reais)

Até 5 SM Fies 2 (4.685 reais) Fies 3

Até 5 SM (4.685 reais)

Taxa 100 mil zero 3%

150 mil

*

60 mil

Nacional Regiões Norte, Nordeste e Centro-oeste Nacional e regional

*Não definido até o fechamento desta edição, em setembro de 2017.

VALOR FINANCIADO

No Fies 1, o valor financiado vai depender da renda do aluno e do valor da mensalidade. Nas modalidades 2 e 3, o percentual será definido pela instituição financeira. © BRUNO SANTOS

34 GE PROFISSÕES 2018


o mérito, como ser o primeiro colocado no vestibular. Em algumas faculdades, existe o programa de bolsas restituíveis, em que o aluno paga uma parte do curso ainda enquanto está cursando a universidade e outra após se formar. As regras para concessão, o prazo para pagamento e o valor máximo do empréstimo são determinados por cada escola. GE BOLSAS Em parceria com o site Quero Bolsa, a plataforma do GUIA DO ESTUDANTE (GE) reúne vagas remanescentes de faculdades privadas e oferece descontos de até 75% para ingresso nesses cursos. São mais de 1.200 universidades participantes. É preciso pagar uma taxa única que

FIADOR

Todos os alunos que se candidatam ao Fies precisam apresentar fiadores, que são pessoas que ficarão responsáveis em pagar a dívida caso o beneficiário não consiga. Para os contratos fechados a partir de 2018, o perfil do fiador muda de acordo com a modalidade de financiamento. No Fies 1, é necessário apresentar até dois fiadores que precisam ter renda mensal comprovada de, pelo menos, o dobro da mensalidade paga pelo estudante. É a chamada fiança convencional. Já no Fies 2 e 3, a exigência ficará a cargo das instituições financeiras. Elas é que irão definir o perfil e as características necessárias para uma pessoa ser aceita como fiadora.

corresponde à matrícula para poder ter o desconto que será aplicado a todas as mensalidades durante o curso. O estudante também pode consultar as informações sobre as universidades e a avaliação dos cursos no próprio GE.

OPÇÕES DE FINANCIAMENTO

 www.educamaisbrasil.com.br

FIES Criado em 2001 pelo governo federal, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) oferece financiamento a estudantes matriculados em instituições privadas. O Fies já beneficiou mais de 2,5 milhões de estudantes, mas o grande crescimento no número de empréstimos (veja gráfico abaixo) – que chegou a 732 mil contratos em 2014 – e as altas taxas de inadimplência – de 46,4%, segundo levantamento do Tribunal de Contas da União (TCU), realizado em

PAGAMENTO

FIES E PROUNI

 https://bolsas.guiadoestudante.com.br

EDUCA MAIS BRASIL Mais um portal que reúne instituições de Ensino Superior que ofertam bolsas de estudo e descontos em diversos cursos. São 18 mil instituições cadastradas, entre universidades, faculdades, centros técnicos e colégios. O candidato precisa pagar uma taxa de adesão e outra taxa semestralmente para renovar o desconto.

Durante o curso, o aluno paga uma taxa de coparticipação que é descontada do valor final. Ele só começa a pagar o financiamento quando se formar e conseguir um emprego formal. Enquanto isso não acontece, o graduado continua a pagar somente a coparticipação. O valor da prestação será calculado de acordo com a renda da pessoa, não podendo comprometer mais de 10% dela. O pagamento será descontado automaticamente do salário do empregado, por meio do eSocial, sistema já utilizado pelas empresas para pagar contribuições e prestar informações ao governo. Se for autônomo, deverá fazer o recolhimento diretamente.

Quem for candidato a bolsas parciais do ProUni podem concorrer ao Fies para complementar o pagamento da mensalidade. Mas não é permitido acumular uma bolsa do ProUni e o financiamento do Fies em cursos diferentes. NÚMERO DE CONTRATOS DO FIES (em milhares) 800 700 600 500 400 300 200 100 0

732,7 559,9 377,9 154,3

287,4 203,5 225

76,3 9,2 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017

Fonte: MEC

GE PROFISSÕES 2018

35


BOLSAS E FINANCIAMENTOS As instituições de Ensino Superior credenciadas ao ProUni e/ou ao Fies e que oferecem bolsas específicas estão identificadas, respectivamente, com os símbolos P, F e B 1 2 3 4 5 na seção Onde Estudar – Escolas, a partir da pág. 286 2017 – tornaram o programa insustentável, segundo o governo. Para garantir a sua manutenção, o Ministério da Educação (MEC) vem diminuindo o número de novos empréstimos e, em julho de 2017, anunciou novas regras para o programa, válidas para 2018: serão 310 mil vagas em três modalidades de financiamento (veja na pág. 34), uma delas com juro zero e outra com taxa de até 3% ao ano (contra 6,5% que vigorava até então). Também há novidades em relação à devolução do financiamento: a fixação de um limite médio de 10% da renda da pessoa – anteriormente não havia limite para o endividamento do aluno – e o início do pagamento será feito somente quando a pessoa tiver renda formal, após deixar a faculdade. O valor será descontado diretamente do salário do empregado, por meio da plataforma eSocial. No caso do trabalhador autônomo, ele fará o recolhimento (pagamento do valor) diretamente. Outros detalhes do funcionamento do Fies devem ser anunciados pelo governo federal, mas até o fechamento desta edição, em 12 de setembro de 2017, esses dados ainda não tinham sido divulgados. FINANCIAMENTOS PRIVADOS Há instituições que oferecem empréstimos estudantis privados. Antes de contratar, informe-se sobre as taxas de juros, prazos e condições de pagamento.

Pravaler É o crédito universitário oferecido pela Ideal Invest a alunos de 400 instituições conveniadas ao programa. Com juros que variam até 2,19% ao mês, permite ao aluno pagar o valor do empréstimo em até 2,5 vezes o tempo do curso. Ou seja, se ficar quatro anos estudando, terá 10 anos para quitar o financiamento (contando os anos de curso).  www.creditouniversitario.com.br

Fundacred Trata-se de uma instituição sem fins lucrativos especializada em crédito estudantil, que possui mais de 100 instituições conveniadas. Para alunos de graduação presencial e a distância, ela oferece o CredIES. É uma forma de financiamento na qual o estudante paga 50% da mensalidade durante a formação e os outros 50% após o término do curso. Com taxas em torno de 0,36% ao mês, o prazo para reembolso é o mesmo da duração do curso.  https://fundacred.org.br

Financiamentos próprios das instituições de ensino São aqueles concedidos pelas próprias instituições de ensino. Com a retração do Fies, algumas instituições privadas passaram a oferecer sistemas próprios para seus alunos. As regras para concessão, prazo para pagamento e o valor máximo do empréstimo variam de uma escola para outra. Um exemplo é o Ampliar, do Anima Educação (que engloba a Universidade São Judas Tadeu e o Centro Universitário Una, entre outras), que oferece até a possibilidade de juro zero. Outro exemplo é o Parcelamento Estudantil Privado (PEP), da Kroton Educacional, responsável por quase uma centena de instituições, como a Universidade Anhanguera de São Paulo e Universidade Norte do Paraná (Unopar). Nesse caso, o interessado pode deixar para pagar até 70% do curso depois de formado e no mesmo tempo do curso. O Centro Universitário Álvares Penteado (Fecap), de São Paulo, oferece aos alunos o financiamento de 50% do curso no primeiro ano de formação. A devolução do valor é feita em até três anos após a conclusão da faculdade. Verifique a existência desses benefícios e as regras na secretaria da instituição do seu interesse. Instituições bancárias Alguns bancos oferecem linhas de financiamento destinadas especificamente a universitários. O Bradesco, por exemplo, tem o Bradesco Universitário, e o Santander possui o Financiamento Graduação para estudantes de Medicina. As regras variam em cada instituição financeira. Confira as condições do empréstimo e faça simulações antes de contratar um desses financiamentos. 

BOLSAS ESPECÍFICAS Se você ingressou numa universidade pública, saiba que também é possível conseguir uma bolsa específica. O objetivo é proporcionar condições para que os alunos consigam se manter na instituição. Conheça os principais tipos:  Permanência ou manutenção Valor destinado a estudantes de comprovada carência socioeconômica, que não têm como se manter na universidade. Em geral, está vinculada à realização de um trabalho de apoio às atividades acadêmicas por uma determinada carga horária semanal.  Iniciação científica (pesquisa) Direcionada a estudantes que desenvolvem um projeto de pesquisa científica em conjunto com um docente.  Extensão Auxílio dado ao aluno que participa de algum projeto de extensão – atividade prática acadêmica que atende uma demanda da comunidade. Exemplos: atendimentos na área de saúde, na área jurídica etc.  Moradia estudantil Algumas universidades possuem alojamentos para alunos carentes no próprio campus. Outras oferecem um valor para ajudar nas despesas com habitação.  Auxílio alimentação Refeições subsidiadas no restaurante universitário ou valor em dinheiro para complementar gastos com alimentação. © BRUNO SANTOS

36 GE PROFISSÕES 2018


INDICADORES DE QUALIDADE

D TESTE ANTES

epois de todo o empenho para concluir o Ensino Médio, definir uma carreira e estudar para o vestibular ou o Enem, chega a hora de decidir-se pela faculdade cujo nome você levará para sempre no seu diploma. Por isso, é preciso ter atenção redobrada para checar se ela oferece um ensino de qualidade. Além da Avaliação do GUIA DO ESTUDANTE (veja na pág. 40), você pode contar com os indicadores de qualidade do Ministério da Educação (MEC). Um dos mais importantes é o Conceito Preliminar de Curso (CPC), que combina num único indicador três aspectos: o desempenho dos estudantes, a qualificação do corpo docente e a percepção dos

DE USAR

Na hora de escolher a instituição que será responsável pela sua formação não poupe esforços: conheça os principais indicadores oficiais e saiba como usá-los a seu favor Para entender o CPC

Veja como é formada a nota do Conceito Preliminar de Curso e o peso de cada um dos indicadores que o compõem

OS OITO INDICADORES CORPO DOCENTE (30%)

PERCEPÇÃO DOS ALUNOS (15%)

15%

7,5%

7,5%

5%

7,5%

2,5%

PROFESSORES DOUTORES

PROFESSORES MESTRES

. REGIME DE TRABALHO

INFRAESTRUTURA e INSTALAÇÕES FÍSICAS

Considera a proporção de doutores no corpo docente do curso. Quanto mais professores com títulos de doutor a escola tiver, maior será a sua nota neste quesito. As informações sobre o corpo docente são retiradas do Censo da Educação Superior.

Segue a mesma lógica do item anterior. A nota do curso varia conforme a quantidade de professores que possuem titulação igual ou superior a mestre.

É mais bem avaliado o curso que tem uma proporção maior de professores com regime de dedicação integral (que trabalham 40 horas semanais na instituição) do que parcial.

A nota deste quesito considera a proporção de alunos que responderam positivamente às questões do Questionário do Estudante relativas às percepções dos estudantes sobre as condições de ensino e aprendizagem. Neste item foram avaliados o ambiente, os materiais e os equipamentos disponíveis no curso.

ORGANIZAÇÃO DIDÁTICOPEDAGÓGICA

FORMAÇÃO ACADÊMICA E PROFISSIONAL

Este item também é retirado do questionário preenchido pelos estudantes. O conceito corresponde à quantidade de alunos que avaliaram positivamente o projeto didático-pedagógico do curso, o que inclui conteúdos, disciplinas e metodologias de ensino.

Item também retirado das respostas dos alunos a perguntas do questionário, refere-se à percepção dos estudantes sobre as oportunidades oferecidas pelo curso no que diz respeito à formação acadêmica e profissional. Exemplos dessas oportunidades são atividades de extensão, projetos de iniciação científica e intercâmbios. © BRUNO SANTOS

38 GE PROFISSÕES 2018


alunos sobre as condições de ensino e aprendizagem (veja infográfico abaixo). O CPC é calculado para cada curso/ instituição e a escala vai de 1 (pior resultado) a 5 (melhor resultado). Essa classificação serve, entre outras coisas, como parâmetro para o MEC renovar as licenças de funcionamento dos cursos. As graduações que têm conceitos 1 e 2 recebem a visita de avaliadores do MEC e, se não apresentarem as devidas melhorias depois de determinado período, podem vir a ser fechadas. Assim como os outros indicadores do MEC (veja quadro ao lado), o CPC é calculado anualmente para os cursos que tiveram pelo menos dois estudantes concluintes e dois estudantes ingres-

santes. Os cursos que não atendem esse critério não apresentam o conceito (constam como sem conceito, SC). Saiba, a seguir, quais são os componentes que formam o CPC, conheça os outros indicadores do MEC e confira mais dicas de como encontrar uma instituição de qualidade. 

Consulte o CPC de todos os cursos (que têm esse indicador disponível) no item Onde Estudar de cada verbete (veja na pág. 52). Ele está publicado ao lado da sigla da instituição e pode ser identificado pela seguinte marcação ① ② ③ ④ ⑤

35%

ENADE

IDD

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes é aplicado anualmente aos alunos que estão no último ano (concluintes) dos cursos avaliados pelo MEC. A cada ano, um grupo de cursos de uma ou mais áreas é avaliado. De três em três anos, o mesmo grupo é avaliado novamente. Além da prova, os alunos respondem a um questionário socioeconômico e outro relacionado a sua percepção sobre o curso.

O Indicador da Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado (IDD) é a diferença entre o desempenho médio dos alunos concluintes de um determinado curso e a média estimada do desempenho esperado para esses concluintes, considerando suas características antes de ingressar no curso (como o nível de escolaridade dos pais, por exemplo).

Confira as diferenças entre os indicadores oficiais; todos variam numa escala de 1 a 5.  CPC Avalia a qualidade do curso como um todo.  Enade Avalia a qualidade do curso por meio do desempenho dos estudantes no exame.  IDD Avalia a qualidade do curso por meio do quanto ele contribuiu para o desenvolvimento do estudante, ou seja, mostra o “peso” da instituição na formação do aluno.  Índice Geral de Cursos (IGC) Avalia a qualidade da instituição. É uma média ponderada dos conceitos dos cursos de graduação (por meio do CPC) e de pósgraduação (mestrados e doutorados; por meio da nota da Capes, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Como consultar: O CPC está publicado neste Guia, mas você pode pesquisar todos os indicadores no site do Inep, do MEC, na seção Educação Superior/Indicadores de qualidade: http://portal.inep.gov.br/ indicadores-de-qualidade. Clique em cada um deles para ter acesso a uma planilha excel. Consulte pelo nome da instituição (e curso, se for o caso) e localize o conceito na última coluna. O padrão mínimo de qualidade é dado pelo conceito 3.

DESEMPENHO DOS ESTUDANTES (55%)

20%

CONTROLE DE QUALIDADE

ALÉM DOS INDICADORES

Alguns itens são importantes pistas das condições que a escola oferece para a sua formação. Confira se eles estão presentes na instituição que você escolheu:  Pós-graduação: em geral, os estudos desenvolvidos na pós são compartilhados com os alunos da graduação, o que eleva a qualidade do ensino.  Bolsas para iniciação científica: representam uma oportunidade para o aluno se integrar a projetos de pesquisa e estar por dentro das novidades da área.  Convênios para intercâmbio: além da experiência internacional, que valoriza muito o currículo, o aluno cursa disciplinas na universidade estrangeira.  Programas de estágio: os estudantes complementam a sua formação ao colocar em prática os conhecimentos adquiridos.  Atividades de extensão: por meio de projetos voltados à comunidade, os estudantes conhecem melhor o dia a dia e os desafios da profissão.  Inovação e empreendedorismo: dois temas que estão na pauta da educação do século XXI. Saem na frente as instituições que têm iniciativas relacionadas a esses assuntos. GE PROFISSÕES 2018

39


AVALIAÇÃO DO GE

OS MELHORES GANHAM ESTRELAS Em sua 27ª edição, a tradicional Avaliação de cursos superiores do GUIA DO ESTUDANTE (GE) mediu a qualidade de 16,7 mil graduações. Conheça os critérios dessa pesquisa de opinião, realizada com mais de 11 mil acadêmicos O QUE É A AVALIAÇÃO É uma pesquisa de opinião feita, basicamente, com professores e coordenadores de curso. Eles emitem conceitos que permitem classificar os cursos em bons (três estrelas), muito bons (quatro estrelas) e excelentes (cinco estrelas).

O PASSO A PASSO DA PESQUISA Realizada anualmente, a avaliação desenrola-se no decorrer de oito meses. São cinco etapas básicas:

1 Veja a relação dos cursos estrelados de cada área na seção Profissões, a partir da página 50

ATUALIZAÇÃO DOS DADOS DAS INSTITUIÇÕES

A redação do GE entra em contato, por e-mail ou telefone, com cada uma das 2.116 instituições de Ensino Superior do país. Por meio do preenchimento de um questionário eletrônico, as escolas informam os cursos que serão oferecidos no próximo vestibular. Em 2017, foram levantados 31.825 cursos.

QUESTIONÁRIO DO CURSO Conteúdo do formulário O questionário é composto de 22 questões. Entre os assuntos tratados estão temas relativos ao corpo docente, projeto didáticopedagógico, produção científica, atividades de extensão, internacionalização, inserção dos alunos no mercado de trabalho, infraestrutura e oferta de pós-graduação. Também é possível anexar fotos e vídeos relacionados ao curso. Função do cadastro As respostas do questionário não são pontuadas pelo GE para efeito da avaliação. Mas ele é um instrumento de extrema importância, pois norteia os pareceristas no processo de avaliação. Taxa de respostas 86,4% dos cursos avaliados preencheram o questionário do GE. Não preenchimento Mesmo que um curso não preencha o cadastro, ele é avaliado. Mas pode vir a ser prejudicado, na medida em que os pareceristas, muitas vezes, se baseiam nos dados informados para dar o seu conceito.

CRITÉRIOS PARA PARTICIPAR  Ter a titulação de bacharelado ou licenciatura;  Data de conclusão da primeira turma igual ou inferior a 2015;  Ser presencial;  Ter turma(s) em andamento e ser oferecido no próximo processo seletivo.

2

DEFINIÇÃO DOS CURSOS QUE SERÃO AVALIADOS Nem todos os quase 32 mil cursos participam da avaliação d0 GE. Para ser avaliado, um curso deve preencher alguns pré-requisitos.

3

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO

Uma vez identificados os cursos que serão avaliados (16.797, em 2017), a redação entra em contato com os respectivos coordenadores e solicita a eles o preenchimento de um questionário eletrônico, com informações específicas sobre o curso. © BRUNO SANTOS

40 GE PROFISSÕES 2018


Consultoria técnica O GUIA DO ESTUDANTE contou com estatísticos que prestaram consultoria técnica no desenvolvimento da metodologia e na sistematização de dados.

5

DA NOTA À ESTRELA

Acompanhe o caminho da nota do parecerista à estrela final

Estrelados x não estrelados Os cursos que passaram pela avaliação obtêm um conceito, mas somente são considerados estrelados aqueles que conquistaram 3, 4 ou 5 estrelas.

Limites das faixas A nota máxima e mínima de cada uma das faixas de estrelas são determinadas pelo desvio padrão, que leva em conta o desempenho do conjunto de cursos e o quanto as notas variaram em relação à média naquele ano.

CADA CURSO Recebe até sete notas. Descarta-se a maior e a menor nota, a fim de evitar possíveis distorções

A imagem do curso Vale lembrar que, por se tratar de uma pesquisa de opinião, os resultados refletem, sobretudo, a imagem que o curso tem perante a comunidade acadêmica (reitores, diretores, coordenadores e professores).

A estrela é definida de acordo com o conceito final:

menor ou igual a 5 a 4,3472 menor que 4,3472 a 3,6944

PARECERISTA Avalia o curso em três aspectos:  projeto didático-pedagógico  corpo docente  infraestrutura A nota do curso é a média simples desses 3 conceitos

menor que 3,6944 a 3,0416 menor que 3,0416 a 2,3888 A média do curso 2017 é a soma das 5 notas válidas 5 O conceito final incorpora as notas das duas últimas avaliações, atribuindo pesos diferentes a cada ano:

menor que 2,3888 Os cursos só podem ganhar ou perder uma estrela a cada ano.

(3x média 2017) + (2x média 2016) + (1x média 2015) 6

CAPTAÇÃO DAS NOTAS

4

PESQUISA DE OPINIÃO COM OS PARECERISTAS

A redação do GE aciona uma equipe de pareceristas – coordenadores de cursos, diretores de departamentos e professores. Em 2017, foram 11.720 avaliadores. São eles que dão as notas aos cursos: excelente (5), muito bom (4), bom (3), regular (2), ruim (1) e “prefiro não opinar” (em que é buscada uma nova nota). Cada curso recebe conceitos de, no mínimo, sete pareceristas. A partir de 2016, os pareceristas passaram a avaliar cada curso sob três aspectos (veja item 5), dando uma nota para cada pilar.

Quem são os consultores Professores universitários em atividade. Têm prioridade coordenadores de curso e os que possuem currículo cadastrado na Plataforma Lattes do CNPq. Distribuição dos cursos Cada parecerista avalia até 16 cursos, por meio de um link e uma senha exclusiva. A distribuição dos cursos aos pareceristas é feita eletronicamente, por um banco de dados, e de forma aleatória. Cada consultor recebe cursos da sua área de atuação e, prioritariamente, da região onde leciona, sendo proibido avaliar cursos da instituição na qual trabalha.

NÚMEROS DA AVALIAÇÃO 2017

11.720

Distribuição dos cursos avaliados

3 4

pareceristas emitiram 126.629 notas De

16.797

cursos avaliados, 9.756 receberam estrelas (3, 4 ou 5 estrelas)

De

1.707

instituições consideradas, 1.016 tiveram pelo menos um curso estrelado

2

sem conceito*

895 cursos

1

cursos

cursos

2.923 5.938

*cursos que não receberam notas em número suficiente para obter um conceito

AVALIAÇÃO 2017 CONSIDEROU AS LICENCIATURAS PELA PRIMEIRA VEZ Em 2016, a avaliação foi reformulada com o objetivo de tornar o processo mais rigoroso, objetivo e transparente. As alterações (veja item 5) permitiram a análise de cada curso sob três aspectos, a incorporação do histórico de avaliação dos últimos três anos e uma classificação mais precisa, já que o resultado de um determinado curso é considerado em relação ao desempenho dos demais. Em 2017, a Avaliação do GE inovou mais uma vez ao considerar as licenciaturas do país – foram avaliados 4.100 cursos de formação de professores. “Essas graduações são de fundamental importância para o Brasil. Avaliá-las era uma demanda antiga, e agora temos a satisfação de realizar essa tarefa e oferecer mais esse serviço aos estudantes”, diz Fabio Volpe, diretor de redacão do GE.

GE PROFISSÕES 2018

41


PRÊMIO MELHORES UNIVERSIDADES

NOTA DEZ EM QUALIDADE Confira quais são as melhores universidades do Brasil – públicas e privadas – e as que mais se destacaram em oito áreas do conhecimento, identificadas a partir dos resultados da Avaliação de Cursos Superiores do GUIA DO ESTUDANTE 2017

P

rofessores mestres e doutores, projeto pedagógico atualizado e afinado com a realidade da profissão, inovação nas metodologias de ensino e instalações físicas que atendem às demandas do curso. Estes são alguns dos aspectos que caracterizam uma boa graduação e estão na base da Avaliação do GUIA DO ESTUDANTE (veja na pág. 40), pioneira no ramo, que completa 27 edições em 2017. Desde 2006, a partir dos resultados da avaliação, são identificadas as melhores Instituições de Ensino Superior (IES) do Brasil – públicas e privadas – e aquelas que mais se destacam em oito áreas do conhecimento. Além de constituir uma importante ferramenta para a escolha do curso e da escola onde você vai estudar, o objetivo é valorizar e reconhecer a excelência no ensino e fomentar a busca por melhorias nas demais instituições. Confira, a seguir, as etapas dessa premiação e os vencedores e finalistas de cada categoria.

Aplicação da fórmula

Seleção das instituições participantes

Total de pontos pelas estrelas: Soma de todos os cursos estrelados que a instituição obteve, considerando os seguintes pesos: Curso 5 estrelas = 12 pontos Curso 4 estrelas = 6 pontos Curso 3 estrelas = 3 pontos

CATEGORIA UNIVERSIDADE DO ANO:  Participam da premiação as IES que tiveram pelo menos cinco cursos avaliados. Em 2017, foram 693 instituições.  Esse critério foi estabelecido para não ter distorções em relação às instituições menores (que, por oferecerem poucos cursos, teriam mais chance de ter todos eles estrelados). CATEGORIA AS MELHORES POR ÁREA DE CONHECIMENTO  Foram consideradas as IES que tiveram pelo menos três cursos avaliados naquela área. No caso de a escola ter campus em mais de um município, foi considerado apenas um, aquele que teve o melhor desempenho (desclassificando-se os demais).

Qualidade x quantidade

É importante salientar que a premiação busca equalizar a qualidade dos cursos da instituição (que podem ser 5 estrelas, 4 estrelas ou 3 estrelas) com a quantidade oferecida. Pois, na visão do GE, identificar as melhores não consiste apenas em somar a quantidade de cursos estrelados (ainda que cada estrela tenha um peso diferente), mas sim considerar quanto isso (a qualidade) representa em relação à quantidade de cursos oferecida e avaliada.

42 GE PROFISSÕES 2018

Assim, foi estabelecida uma fórmula que permite pontuar as instituições, de modo a identificar as melhores. Os componentes dessa fórmula foram revistos em 2016, para dar ainda maior importância à premissa da qualidade x quantidade:

2A + B 3

A fórmula dá duas vezes mais peso (2A) à qualidade dos cursos estrelados do que à sua quantidade (B)

Onde: A=

Total de pontos pelas estrelas Quantidade de cursos avaliados 12  Pontuação do

x 100

curso 5 estrelas

A utilização de pesos evidencia a importância da qualidade. Um curso 4 estrelas vale o dobro de um 3 estrelas. E um cinco estrelas, o dobro de um 4 estrelas. A = Indica a qualidade média dos cursos da instituição

B=

Total de pontos pelas estrelas/Total de pontos pelas estrelas da IES que teve o maior valor  Mostra o quanto aquela escola se aproxima da instituição que possui o maior total de estrelas (indicador de qualidade)

Quantidade de cursos estrelados/ x 100 x Quantidade de cursos avaliados  Revela a proporção de cursos estrelados no universo de cursos avaliados da escola

B = Considera a qualidade, mas levando em conta também a quantidade avaliada © RODRIGO MAROJA


UNIVERSIDADE DO ANO

Conheça as 20 melhores universidades públicas e privadas do Brasil

ESCOLAS PÚBLICAS 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Sigla

Nome da Instituição

USP Unesp Unicamp ITA UnB UFSCar UFMG Ufla UFSC UFV UFRGS Unifesp UFRJ UFG UFJF UFPE UFPR UFSM UFC UFU

Universidade de São Paulo Universidade Estadual Paulista Universidade Estadual de Campinas Instituto Tecnológico de Aeronáutica Universidade de Brasília Universidade Federal de São Carlos Universidade Federal de Minas Gerais Universidade Federal de Lavras Universidade Federal de Santa Catarina Universidade Federal de Viçosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul Universidade Federal de São Paulo Universidade Federal do Rio de Janeiro Universidade Federal de Goiás Universidade Federal de Juiz de Fora Universidade Federal de Pernambuco Universidade Federal do Paraná Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal do Ceará Universidade Federal de Uberlândia

Cursos avaliados

Cursos estrelados

⋆⋆⋆⋆⋆

⋆⋆⋆⋆

⋆⋆⋆

Resultado

141 147 52 5 83 56 84 22 72 67 75 30 92 116 45 88 69 76 72 78

141 147 52 5 83 56 83 22 72 67 75 30 90 113 44 86 66 74 72 77

121 79 45 5 43 34 42 14 33 27 28 14 24 20 14 16 15 12 11 10

20 64 5 0 35 20 31 8 29 36 41 15 44 59 24 53 37 49 43 48

0 4 2 0 5 2 10 0 10 4 6 1 22 34 6 17 14 13 18 19

95,27 79,29 73,75 67,94 65,31 64,30 62,70 59,13 59,02 57,48 57,17 53,87 50,14 47,71 47,58 47,04 44,75 44,72 43,67 42,85

USP UNIVERSIDADE É REFERÊNCIA EM ENSINO E PESQUISA

Fundada em 1934, a USP é reconhecida pela excelência acadêmica e qualidade do ensino. É também a instituição brasileira mais prestigiada mundialmente, figurando sempre nos principais rankings internacionais. Motivos para isso não faltam, já que o corpo docente é responsável por cerca de um quinto da produção científica do país. Seus 90 mil alunos contam com 214 cursos de graduação e 222 programas de pós-graduação ministrados nos oito campi, distribuídos entre a capital, o interior e o litoral do estado de São Paulo. Segundo o reitor Marco Antonio Zago, o maior desafio atual, além da superação da crise financeira que a universidade enfrenta, é universalizar o acesso ao Ensino Superior, aumentando o ingresso de alunos de escolas públicas. Para isso, a USP vai adotar no vestibular 2018, pela primeira vez, cotas sociais e raciais, além de ampliar o número de vagas disponibilizadas pelo Sisu (veja mais na pág. 30).

UNESP Com 34 unidades espalhadas em 24 municípios do estado de São Paulo, a Unesp é uma das maiores universidades multicampi do país. São 195 cursos de graduação, além de 149 programas de pós-graduação e 42 especializações lato sensu. A instituição investe forte na permanência estudantil, com a oferta de bolsas de apoio acadêmico, extensão, manutenção, moradia e iniciação científica, entre outras.

UNICAMP Responsável por 8% da produção científica nacional, a Unicamp é líder em registros de patentes no Brasil e uma das que mais investem em transferência de conhecimento para a indústria. Da sua Agência de Inovação já surgiram mais de 500 empresas. Além disso, a Extecamp, escola de extensão da Unicamp, é uma das maiores do país na área, com mais de 1.200 cursos ministrados pelos estudantes para a população da região. GE PROFISSÕES 2018

43


PRÊMIO MELHORES UNIVERSIDADES

ESCOLAS PRIVADAS Cursos Cursos ⋆⋆⋆⋆⋆ avaliados estrelados

⋆⋆⋆⋆

⋆⋆⋆

Resultado

20 19 4 10 6 6 5 3 7 3 3 2

23 19 1 19 40 34 35 2 17 1 25 27

3 3 0 1 25 19 6 0 4 1 15 46

80,07 77,79 64,65 64,30 61,87 60,04 59,59 57,47 56,34 53,88 49,74 49,28

42

1

26

15

46,52

30 32 39

30 32 38

4 1 2

11 18 15

15 13 21

43,14 41,30 40,07

13

13

1

10

2

40,05

45 5 6

44 5 6

1 1 2

17 3 1

26 1 3

39,87 39,51 39,47

Sigla

Nome da Instituição

PUCRS PUC-Rio FGV Mackenzie PUC Minas PUCPR Unisinos Ibmec-RJ PUC-SP ESPM SP PUC-Campinas UCS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Fundação Getulio Vargas Universidade Presbiteriana Mackenzie Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Pontifícia Universidade Católica do Paraná Universidade do Vale do Rio dos Sinos Faculdade Ibmec-RJ Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Escola Superior de Propaganda e Marketing SP Pontifícia Universidade Católica de Campinas Universidade de Caxias do Sul

46 41 5 30 73 59 46 5 28 5 43 79

46 41 5 30 71 59 46 5 28 5 43 75

Universidade 13º Anhembi Morumbi

Universidade Anhembi Morumbi

42

14º UCB-DF 15º Feevale 16º PUC Goiás

Universidade Católica de Brasília Universidade Feevale Pontifícia Universidade Católica de Goiás

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º

17º

Centro Centro Universitário FEI Universitário FEI

18º Univali 19º ESPM Sul 20º Imed

Universidade do Vale do Itajaí Escola Superior de Propaganda e Marketing RS Imed

PUCRS MUDANÇAS PARA ENCARAR O FUTURO

A PUCRS, que conta com 20.530 alunos em seus 59 cursos de graduação oferecidos em Porto Alegre, completa 70 anos de fundação em 2018. O marco acontecerá em pleno período de atualização da instituição, que tem investido em mudanças no seu modelo de ensino com o objetivo de preparar cada vez mais seus alunos para os desafios do mercado de trabalho e do mundo. O modelo estabelece como eixos prioritários a interdisciplinaridade, o aprendizado pela pesquisa e a formação humanística, bem como a educação empreendedora e a inovação. Esse movimento também tem reflexos na gestão e numa nova organização por escolas, que teve início no ano de 2015. Atualmente já estão implementadas as escolas de Humanidades, Direito, Medicina e Negócios. Outro destaque é a infraestrutura oferecida aos estudantes, que inclui mais de 200 laboratórios e espaços como o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), o Museu de Ciências e Tecnologia e o Instituto do Cérebro.

44 GE PROFISSÕES 2018

PUC-RIO A PUC-Rio possui um único campus na zona sul carioca, onde oferece mais de 40 cursos de graduação. A união entre ensino e pesquisa é um dos principais destaques da instituição. Todos os professores da pósgraduação lecionam na graduação, e isso permite que os alunos se integrem às atividades de pesquisa. Atualmente, são oferecidas 249 bolsas PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica).

FGV Fundada na década de 1940, a Fundação Getulio Vargas, do Rio de Janeiro, foi considerada um dos dez maiores “think tanks” (centros de estudo) do planeta, em ranking da Universidade da Pensilvânia. A instituição atribui parte desse sucesso ao investimento no corpo docente. As vagas para professores são anunciadas no Brasil e também no exterior, com o objetivo de atrair os melhores perfis profissionais e acadêmicos. © RODRIGO MAROJA


AS MELHORES POR ÁREA DE CONHECIMENTO Veja as instituições que possuem os melhores cursos, em relação ao total ofertado naquela área. Das campeãs, públicas e privadas, estão listados os verbetes* estrelados na área considerada. ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA

SAÚDE E BEM-ESTAR

B: Administração; Administração Pública;

B: Agroecologia; Agronomia; Biotecnologia e

B: Biomedicina; Educação Física;

Agronegócios e Agropecuária; Ciências Aeronáuticas; Ciências Atuariais; Ciências Contábeis; Ciências Econômicas; Comércio Exterior; Defesa e Gestão Estratégica Internacional; Gastronomia; Hotelaria; Logística; Marketing; Segurança Pública; Turismo.

Bioquímica; Ciência e Tecnologia de Alimentos; Ciências Biológicas; Ecologia; Geofísica; Geologia; Gestão Ambiental; Medicina Veterinária; Meteorologia; Oceanografia; Produção de Bebidas; Zootecnia. L: Ciências Agrárias; Ciências Biológicas; Ciências Naturais e Exatas.

Enfermagem; Esporte; Estética e Cosmética; Farmácia; Fisioterapia; Fonoaudiologia; Gerontologia; Gestão em Saúde; Medicina; Musicoterapia; Naturologia; Nutrição; Obstetrícia; Odontologia; Psicologia; Quiropraxia; Saúde Coletiva; Terapia Ocupacional. L: Educação Física; Enfermagem.

PÚBLICAS

PÚBLICAS

Universidade de São Paulo – São Paulo (USP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Administração, Administração 1º Pública, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Marketing. ⋆⋆⋆⋆ Ciências Atuariais, Turismo.

Universidade de São Paulo – São Paulo (USP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Ciências Biológicas (B), Ciências 1º Biológicas (L), Ciências Naturais e Exatas, Geofísica, Geologia, Gestão Ambiental, Medicina Veterinária, Meteorologia, Oceanografia.

Universidade de Brasília (UnB) Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

PRIVADAS Faculdade Ibmec-RJ (Ibmec-RJ) 1º ⋆⋆⋆⋆⋆ Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas. Universidade Presbiteriana Mackenzie 2º (Mackenzie) Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) 3º Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

2º Universidade Federal de Viçosa (UFV) 3º

Universidade Estadual Paulista – Rio Claro (Unesp)

PRIVADAS Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) ⋆⋆⋆⋆⋆ Ciências Biológicas (L). ⋆⋆⋆ Agronomia, Ciências Biológicas (B), Medicina Veterinária, Zootecnia. 1º

Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) ⋆⋆⋆⋆ Ciências Biológicas (B), Medicina Veterinária, Zootecnia. ⋆⋆⋆ Agronomia, Ciências Biológicas (L). Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

(B) Bacharelado (L) Licenciatura – Veja definições na pág. 18. *Verbete é um nome-padrão que pode ser diferente da denominação original do curso.

PÚBLICAS Universidade de São Paulo – São Paulo (USP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Biomedicina, Educação Física (B), Educação Física (L), Enfermagem, 1º Esporte, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Gerontologia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Saúde Coletiva, Terapia Ocupacional. ⋆⋆⋆⋆ Obstetrícia, Psicologia. Universidade Federal de Minas Gerais 2º (UFMG) Universidade Estadual de Campinas 3º (Unicamp)

PRIVADAS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) ⋆⋆⋆⋆⋆ Educação Física (L), Psicologia. 1º ⋆⋆⋆⋆ Educação Física (B), Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia. Pontifícia Universidade Católica do 2º Paraná (PUCPR) Pontifícia Universidade Católica de 3º Campinas (PUC-Campinas)

Em casos de empate, as instituições foram listadas por ordem alfabética de nome. GE PROFISSÕES 2018

45


PRÊMIO MELHORES UNIVERSIDADES

AS MELHORES POR ÁREA DE CONHECIMENTO CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO

ARTES E DESIGN

B: Arqueologia; Ciências Sociais;

B: Arquivologia; Biblioteconomia;

B: Animação; Arquitetura e Urbanismo; Artes

Cooperativismo; Direito; Estudos de Gênero e Diversidade; Filosofia; Geografia; História; Letras; Libras; Linguística; Museologia; Psicopedagogia; Relações Internacionais; Serviço Social; Tradutor e Intérprete. L: Ciências Humanas; Ciências Sociais; Filosofia; Geografia; História; Letras; Libras; Pedagogia.

Cinema e Audiovisual; Comunicação e Multimeios; Comunicação Organizacional; Educomunicação; Estudos de Mídia; Gestão da Informação; Jornalismo; Produção Cultural; Produção Editorial; Publicidade e Propaganda; Rádio, TV e Internet; Relações Públicas; Secretariado Executivo. L: Biblioteconomia; Educomunicação.

Visuais; Comunicação das Artes do Corpo; Conservação e Restauro; Dança; Design; Design de Games; Design de Interiores; Design de Moda; Fotografia; História da Arte; Música; Teatro. L: Artes Visuais; Dança; Música; Teatro.

PÚBLICAS

PÚBLICAS

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ⋆⋆⋆⋆⋆ Ciências Sociais (B), Ciências 1º Sociais (L), Filosofia (B), Filosofia (L), Geografia (B), Geografia (L), História (B), História (L), Letras (B), Letras (L), Linguística, Pedagogia.

Universidade de São Paulo (USP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Biblioteconomia (B), Educomunicação (L), Jornalismo, 1º Produção Editorial, Relações Públicas. ⋆⋆⋆⋆ Cinema e Audiovisual, Publicidade e Propaganda. 2º Universidade de Brasília (UnB) Universidade Federal da Bahia (UFBA) 3º / Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

2º Universidade de Brasília (UnB) 3º Universidade de São Paulo (USP)

PRIVADAS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) ⋆⋆⋆⋆⋆ Ciências Sociais (B), Ciências Sociais (L), Direito, Filosofia (B), Filosofia 1º (L), História (L), Letras (L), Pedagogia, Serviço Social. ⋆⋆⋆⋆ Geografia (B), Geografia (L), História (B). Pontifícia Universidade Católica do Rio de 2º Janeiro (PUC-Rio) Pontifícia Universidade Católica de São 3º Paulo (PUC-SP)

PRIVADAS

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Comunicação em Mídias Digitais. ⋆⋆⋆⋆ Jornalismo, Publicidade e Propaganda.

PÚBLICAS Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) 1º ⋆⋆⋆⋆⋆ Artes Visuais (B), Artes Visuais (L), Design de Moda, Música (L), Teatro (L). ⋆⋆⋆⋆ Design, Música (B). Universidade de São Paulo – São Paulo 2º (USP) Universidade Estadual de Campinas 3º (Unicamp)

PRIVADAS Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) 1º ⋆⋆⋆⋆⋆ Design, Design de Moda. ⋆⋆⋆ Arquitetura e Urbanismo, Teatro (B) 2º Centro Universitário Senac (Senac-SP) 3º Universidade Anhembi Morumbi

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) ⋆⋆⋆⋆⋆ Jornalismo. ⋆⋆⋆⋆ Publicidade e Propaganda, Relações Públicas.

3º Universidade Anhembi Morumbi

Em casos de empate, as instituições foram listadas por ordem alfabética de nome.

46 GE PROFISSÕES 2018

© RODRIGO MAROJA


Veja reportagens sobre as vencedoras e finalistas do Prêmio melhores universidades no site do GE: bit.ly/melhoresge

AS MELHORES POR ÁREA DE CONHECIMENTO CIÊNCIAS EXATAS E INFORMÁTICA B: Astronomia; Ciência da Computação; Ciência e Tecnologia; Estatística; Física; Informática Biomédica; Matemática; Nanotecnologia; Química; Sistemas de Informação. L: Computação; Física; Matemática; Química.

PÚBLICAS Universidade de São Paulo – São Paulo (USP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Astronomia, Ciência da 1º Computação, Estatística, Física (B), Física (L), Matemática (B), Matemática (L), Química (B), Química (L), Sistemas de Informação.

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

PRIVADAS Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) 1º ⋆⋆⋆⋆⋆ Ciência da Computação, Física (B), Matemática (B), Química (B), Sistemas de Informação. 2º

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) 3º Universidade Presbiteriana Mackenzie (Mackenzie)

ENGENHARIA E PRODUÇÃO B: Engenharias: Acústica; Aeronáutica; Agrícola; Ambiental e Sanitária; Biomédica; Bioquímica, de Bioprocessos e Biotecnologia; Cartográfica e de Agrimensura; Civil; da Computação; de Alimentos; de Biossistemas; de Controle e Automação; de Energia; de Materiais; de Minas; de Pesca; de Petróleo; de Produção; de Segurança no Trabalho; de Sistemas; de Software; de Telecomunicações; de Transporte e da Mobilidade; Elétrica; Eletrônica; Física; Florestal; Hídrica; Industrial Madeireira; Mecânica; Mecatrônica; Metalúrgica; Naval; Nuclear; Química; Têxtil. L: Manutenção Industrial.

PÚBLICAS Universidade de São Paulo – São Paulo (USP) ⋆⋆⋆⋆⋆ Engenharias Ambiental e Sanitária, Civil, da Computação, de Minas, 1º de Produção, de Telecomunicações, Elétrica, Eletrônica, Mecânica, Mecatrônica, Metalúrgica, Naval, Química. ⋆⋆⋆⋆ Engenharia de Materiais. Universidade Federal de Santa Catarina 2º (UFSC) 3º Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

PRIVADAS Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) ⋆⋆⋆⋆⋆ Engenharias Civil e da Computação. 1º ⋆⋆⋆⋆ Engenharias Ambiental e Sanitária, de Controle e Automação, de Materiais, de Petróleo, de Produção, Elétrica, Mecânica, Química. 2º Centro Universitário FEI Pontifícia Universidade Católica do Rio 3º Grande do Sul (PUCRS)

ACOMPANHE AS MUDANÇAS EM RELAÇÃO À EDIÇÃO ANTERIOR DA AVALIAÇÃO: Em 2017, pela primeira vez, as licenciaturas (cursos de formação de professores) foram avaliadas pelo GUIA DO ESTUDANTE e, consequentemente, consideradas na apuração das instituições vencedoras do Prêmio Melhores Universidades. São elas: Licenciaturas Artes Visuais Biblioteconomia Ciências Agrárias Ciências Biológicas Ciências Humanas Ciências Naturais e Exatas Ciências Sociais Computação Dança Educomunicação Enfermagem Filosofia Física Geografia História Letras Libras Manutenção Industrial Matemática Música Química Teatro Bacharelados avaliados pela primeira vez: Da área de Ciências Biológicas e da Terra Produção de Bebidas Da área de Engenharia e Produção Engenharia de Sistemas

GE PROFISSÕES 2018

47


PRÊMIO MELHORES UNIVERSIDADES

AS MELHORES POR REGIÃO

Confira os destaques regionais, entre as escolas públicas e privadas* REGIÃO NORTE Públicas

Privadas

UFPA

Universidade Federal do Pará

Ceulp/Ulbra

Centro Universitário Luterano de Palmas (TO)

Ufra

Universidade Federal Rural da Amazônia (PA)

Feapa

Faculdade de Estudos Avançados do Pará

UFT

Universidade Federal do Tocantins

Uninorte-AM Centro Universitário do Norte

REGIÃO NORDESTE Públicas Universidade Federal de UFPE Pernambuco

EXCELÊNCIA ESPECIALIZADA

Instituições onde todos os cursos que foram avaliados receberam 5 estrelas ITA

Instituto Tecnológico de Aeronáutica (SP)

Pública

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 5 cursos

FGV-Eaesp

Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas

Privada

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 2 cursos

Privadas Unifor-CE

Universidade de Fortaleza

UFC

Universidade Federal do Ceará

Unit-SE

Universidade Tiradentes (SE)

UFBA

Universidade Federal da Bahia

Unicap

Universidade Católica de Pernambuco

Escola de Direito de São FGV Direito SP Paulo da Fundação Getulio Vargas Privada

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 1 curso

EG-FJP

Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho (MG)

Pública

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 1 curso

REGIÃO CENTRO-OESTE Públicas

Privadas

UnB

Universidade de Brasília (DF)

UCB-DF

Universidade Católica de Brasília (DF)

UFG

Universidade Federal de Goiás

PUC Goiás

Pontifícia Universidade Católica de Goiás

FMP-RS

Faculdade de Direito da Fundação Escola Superior do Ministério Público

UFGD

Universidade Federal da Grande Dourados (MS)

UCDB

Universidade Católica Dom Bosco (MS)

Privada

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 1 curso

FIA

Faculdade FIA de Administração e Negócios (SP)

Privada

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 1 curso

REGIÃO SUDESTE Públicas

Privadas

USP

Universidade de São Paulo

PUC-Rio

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

Unesp

Universidade Estadual Paulista (SP)

FGV

Fundação Getulio Vargas (RJ)

Unicamp

Universidade Estadual de Campinas (SP)

Mackenzie

Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP)

REGIÃO SUL Públicas Universidade Federal de Santa UFSC Catarina

Privadas PUCRS

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

UFRGS

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

PUCPR

Pontifícia Universidade Católica do Paraná

UFPR

Universidade Federal do Paraná

Unisinos

Universidade do Vale do Rio dos Sinos (RS)

* Instituições identificadas, em cada região, pela aplicação da fórmula 2 A + B/3, a mesma usada para listar as Universidades do Ano e as Melhores por Área de Conhecimento

48 GE PROFISSÕES 2018

Fac. Israelita de Ciên. da Saúde Albert Einstein (SP) Privada

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 1 curso

IDP

Instituto Brasiliense de Direito Público (DF)

Privada

⋆ ⋆ ⋆ ⋆ ⋆ 1 curso

O ITA (cinco cursos) e a FGV-Eaesp (dois cursos) são as duas únicas instituições de Ensino Superior do país que têm todos os seus cursos avaliados com 5 estrelas. E de 68 instituições que têm apenas um curso avaliado, somente seis (veja acima) têm esse curso com 5 estrelas. Observação: As escolas que oferecem apenas um curso estão listadas por ordem alfabética do nome da instituição.

© RODRIGO MAROJA


2018 GUIA DO ESTUDANTE

PROFISSÕES Os 280 cursos de graduação, distribuídos em oito áreas de conhecimento, além das graduações interdisciplinares e das carreiras militares e diplomática.

58

90

110

142

172

ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA

SAÚDE E BEM-ESTAR

COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO

Foco em recursos naturais e agropecuária

Especialistas no cuidado com as pessoas e na qualidade de vida

CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS

190

210

230

276

282

ARTES E DESIGN

CIÊNCIAS EXATAS E INFORMÁTICA

ENGENHARIA E PRODUÇÃO

BACHARELADOS E LICENCIATURAS INTERDISCIPLINARES

CARREIRAS MILITARES E DIPLOMÁTICA

Áreas que giram em torno da economia e da gestão

Profissões que lidam com a criatividade, a estética e a funcionalidade

Áreas de atuação movidas por números e inovações tecnológicas

Cálculos para melhorar processos e solucionar problemas

Carreiras ligadas à organização da sociedade

Cursos flexíveis que dão direito a dois diplomas

Conteúdo, formas e meios de divulgação de dados e notícias

Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar e Diplomacia

© RODRIGO MAROJA

50 GE PROFISSÕES 2018


PROFISSÕES

COMO USAR Nesta seção estão os 280 cursos considerados neste guia. Eles estão agrupados em oito áreas de conhecimento, além das graduações interdisciplinares e das carreiras militares. Veja como as informações estão organizadas Os VERBETES que fazem parte desta área estão listados em ordem alfabética, com a titulação entre parênteses. Alguns verbetes possuem cursos relacionados a eles, que aparecem abaixo do nome do verbete.

ABERTURA DE ÁREA NOME DA ÁREA Os cursos foram reunidos em grupos, de acordo com as principais características que têm em comum, como o ambiente de trabalho e as atividades desempenhadas no dia a dia. O critério usado nessa divisão é apenas um entre os vários possíveis. Como as profissões estão cada vez mais interdisciplinares, um mesmo curso poderia pertencer a mais de uma área.

DADOS SOBRE OS CURSOS VERBETE Nome-padrão usado para reunir cursos semelhantes, mas que podem ter denominações diferentes, de acordo com as escolas que os oferecem. Se não achou o curso que procura, veja o índice da pág. 54 CURSO RELACIONADO São graduações semelhantes ao bacharelado em questão, mas com outra titulação, em geral, tecnológica. Eles compartilham o mesmo mercado de trabalho e áreas de atuação, mas muitas vezes têm funções diferentes (mais amplas no caso do bacharel e mais restritas no caso do tecnólogo). As principais ÁREAS DE ATUAÇÃO da profissão.

52 GE PROFISSÕES 2018

Um PANORAMA da área, com dados como graduações mais procuradas, cursos novos e setores mais promissores do mercado. TITULAÇÃO (B) Bacharelado (L) Licenciatura (T) Tecnológico (Curso Superior de Tecnologia – CST) A existência de barra (/) indica que o verbete possui cursos de mais de uma titulação. Veja o que é cada uma dessas titulações na página 18. E conheça os bacharelados e as licenciaturas interdisciplinares, a partir da pág. 276.

O CURSO Aqui você fica sabendo, entre outros dados, as principais disciplinas estudadas no curso. ATENÇÃO Destacamos alguns cursos diferentes ou com ênfases específicas oferecidos por determinadas instituições.

Os OUTROS NOMES que o curso pode receber, de acordo com a escola onde é oferecido.

MERCADO DE TRABALHO Quais são – e onde estão – as áreas mais aquecidas.

QUADROS Ao longo da seção, você encontra os boxes Fique de olho e Dúvida do vestibulando. O primeiro traz informações sobre um curso novo ou fato de destaque do mercado de trabalho. O segundo compara cursos semelhantes e mostra qual é a diferença entre eles.


INFORMAÇÕES S0BRE AS ESCOLAS INDICADORES DE QUALIDADE 1. AVALIAÇÃO DO GUIA DO ESTUDANTE

CURSOS: 1.699 | AVALIADOS: 1.462 5⋆ 35 cursos | 4⋆ 161 cursos | 3⋆ 641 cursos � As tarjas com o resumo da avaliação – quantidade de cursos oferecidos, avaliados e que obtiveram 5, 4 e 3 estrelas – estão presentes nos verbetes que passaram pela Avaliação do GE (veja mais na pág. 40) – os bacharelados e, pela primeira vez, as licenciaturas. Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE. OS MELHORES CURSOS Bacharelados e licenciaturas estão apresentados separadamente. As instituições que têm cursos que receberam estrelas estão listadas assim.

VALOR DA MENSALIDADE Foi apurado entre dezembro de 2016 e março de 2017. As faixas de preço são as seguintes: � ($) até R$ 500,00 � ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 � ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 � ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 � ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 � (n/i) valor não informado Nos casos em que um mesmo curso é oferecido em mais de um campus na mesma cidade, foi publicado o de menor valor. Quando não há indicação de valor (nem mesmo n/i), significa que o curso é gratuito.

⋆⋆⋆⋆⋆ EXCELENTE

⋆⋆⋆⋆ MUITO BOM

⋆⋆⋆ BOM � Dentro de uma mesma faixa de estrela, as escolas estão organizadas por ordem alfabética da sigla do estado, nome do município e sigla da instituição. OUTROS CURSOS Aqui estão as instituições que oferecem cursos: � avaliados com ⋆⋆ e ⋆ � não avaliados (aparecem com a sigla sublinhada) Há, ainda, as instituições que ofertam os cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito. 2. CPC – CONCEITO PRELIMINAR DE CURSO O CPC, indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos (veja reportagem na pág. 38), está publicado para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2015, 2014 e 2013). Ele varia de 1 (resultado mais baixo) a 5 (melhor resultado). � A ausência do conceito significa que o curso não o possui (por ser curso novo, não realizar o Enade ou não ser avaliado pelo MEC) ou foi classificado como “sem conceito” (quando ele não tinha um dos componentes para constituir o CPC). � No caso de haver um mesmo curso oferecido em mais de um campus num mesmo município (com CPCs diferentes), foi publicado o maior conceito.

Os NOMES ORIGINAIS dos cursos que diferem do verbete aparecem abreviados e em itálico (os nomes originais dos cursos idênticos ao do verbete não são listados). Você encontra a lista de abreviaturas na pág. 330.

DIFERENTES TITULAÇÕES Quando um mesmo verbete tem mais de uma titulação ou possui cursos relacionados, a lista de escolas que os oferecem aparece separadamente, com a indicação do nome do curso e/ou da titulação.


PROFISSÕES

ÍNDICE REMISSIVO DE CURSOS Aqui constam todos os nomes de cursos* que compõem este guia. Os verbetes (nomespadrão usados para reunir cursos semelhantes) estão em negrito. Os outros nomes foram listados quando se diferem do verbete. A indicação da página é a do verbete onde o curso se encontra (e não, necessariamente, a página onde está o curso).

A Adm. Públ. e Polít. Públ. ................66 Adm. Públ. e Soc . ...........................66 Administração .........................60 Administração Pública .............66 Aeronáutica .......................... 283 Agrimensura ......................... 240 Agroecologia ...........................92 Agroind. ..........................................68 Agroneg. .........................................68 Agronegócios e Agropecuária ...68 Agronomia ..............................92 Agropecuária ..................................68 Alimentos ...............................97 Análise de Sist. Informatizados ...223 Análise e Desenvolvimento de Sistemas .......................... 223 Animação .............................. 192 Antrop. ..........................................146 Aquacultura ..................................251 Aquicultura ........................... 252 Arqueologia .......................... 144 Arqueologia e Conservação de Arte Rupestre ...............................144 Arqueologia e Preservação Patrimonial ..................................144 Arquitetura e Urbanismo ........ 192 Arquivologia .......................... 174 Arte ...............................................194 Arte (teatro) ..................................208 Arte e Mídia ..................................194 Arte: Hist., Crítica e Curadoria .....204 Artes .............................. 194, 277 Artes (mús.) ..................................205 Artes Aplic. (cerâmica) .................194 Artes Cênicas ................................208 Artes e Design ...............................277 Artes e suas Tecnologias ..............277 Artes Plást. ...................................194 Artes Vis. (cin. de anim.) ...............192 Artes Vis. e Tecnol. da Imagem ....194 Artes Visuais .......................... 194 Astronomia ........................... 212 Atuação Cênica ............................208 Audiovisual ..................................176 Audiovisual e Novas Mídias .........176 Autom. de Escritórios e Sec. ........189 Autom. e Manufatura Dig. ............247 Automação Industrial ............ 247 Aviação Civil ...................................69

B Banco de Dados ..................... 224 Biblioteconomia .................... 174

54 GE PROFISSÕES 2018

Biblioteconomia e Ciên. da Inf. ...174 Biblioteconomia e Documentação ..........................174 Biblioteconomia e Gestão de Unid. de Inf. .............................174 Big Data no Agroneg . ...................224 Biocombustíveis ......................95 Bioenergia ......................................95 Biol. .................................................98 Biomedicina .......................... 112 Bioquím. .........................................95 Biossistemas ......................... 277 Biotecnol. .......................................95 Biotecnol. Ind. ................................95 Biotecnologia ..........................96 Biotecnologia e Bioquímica ......95

C Cafeicultura ....................................68 Canto ............................................205 Cenografia e Indumentária .........208 Ciên. ..............................................101 Ciên. (biol.) .............................98, 101 Ciên. (biol. e quím.) ......................101 Ciên. (fís.) ......................................101 Ciên. (matem.) ......................101, 219 Ciên. (matem. e fís.) .....................101 Ciên. (quím.) .........................101, 221 Ciên. Agr. e do Amb. .......................98 Ciên. Agrícolas ...............................98 Ciên. Amb. ....................................102 Ciên. Atmosféricas .......................106 Ciên. Biol. (biotecnol.) .............95, 98 Ciên. Biol. (modal. méd.) .............112 Ciên. Biol. e Conservação ..............98 Ciên. Biol.: biofísica .....................112 Ciên. Biol.: biotecnol. ....................95 Ciên. Biol.: microbiologia e imunologia ................................112 Ciên. Biol.: modal. méd. ..............112 Ciên. Bioméd. ...............................112 Ciên. Contábeis e Atuariais ............71 Ciên. da Comput. .........................215 Ciên. da Inf. ..................................181 Ciên. da Natureza .........................101 Ciên. da Natureza (biol.) ........98, 101 Ciên. da Natureza (fís.) .........101, 216 Ciên. da Natureza (quím.) ....101, 221 Ciên. das Religiões .......................170 Ciên. de Alim. .................................96 Ciên. do Esporte ..........................121 Ciên. do Estado ..............................66 Ciên. do Trab. ...............................146 Ciên. e Inovação em Alim. .............96

Ciên. e Tecnol. de Laticínios ..........96 Ciên. Exatas ..................................101 Ciên. Fís. e Biomoleculares .........216 Ciên. Imob. .....................................60 Ciên. Jurídicas e Soc. ...................148 Ciên. Matem. e da Terra ...............215 Ciên. Naturais ...............................101 Ciên. Naturais e Matem. (fís.) .......101 Ciên. Naturais e Matem. (matem.)..........................101 Ciên. Naturais e Matem. (quím.) ..101 Ciên. Polít. ....................................146 Ciên. Polít. (rel. intern.) ................167 Ciên. Polít. e Sociol. (sociedade, estado e polít. na América Latina) ............................146 Ciên. Religiosas ............................170 Ciên. Soc. e do Consumo .............144 Ciên. Socioambientais .................102 Ciên. Teológicas ...........................170 Ciência da Computação .......... 212 Ciência da Terra ..................... 277 Ciência e Economia ................ 277 Ciência e Tecnologia ........ 215, 277 Ciência e Tecnologia das Águas...278 Ciência e Tecnologia das Águas/do Mar......................... 278 Ciência e Tecnologia de Alimentos ...........................96 Ciência e Tecnologia do Mar ........278 Ciências.........................................277 Ciências Aeronáuticas ..............69 Ciências Agrárias ..............98, 278 Ciências Atuariais ....................70 Ciências Biológicas ..................98 Ciências Contábeis ...................71 Ciências da Natureza e suas Tecnologias ........................... 278 Ciências do Consumo ............. 144 Ciências e Humanidades .............278 Ciências Econômicas ................74 Ciências Exatas .............................277 Ciências Exatas e Tecnológicas ...277 Ciências Humanas .......... 146, 278 Ciências Humanas e Sociais e suas Tecnologias .......................278 Ciências Naturais e Exatas ...... 101 Ciências Naturais e Matemática ...............................278 Ciências Sociais ..................... 146 Cin. ................................................176 Cin. de Anim. ................................192 Cin. de Anim. e Artes Dig. .............192 Cin. e Mídias Dig. ..........................176

Cinema e Audiovisual ............. 176 Climatização e Refrigeração ........268 Comércio Ext. e Neg. Intern. ..........75 Comércio Exterior ....................75 Comércio Intern. ............................75 Comp. de Interior .........................201 Comp. e Regência .........................205 Comp. Paisagística .......................192 Comput. ........................................212 Comput. e Inform. ........................215 Comput. Gráf. ...............................198 Computação .......................... 215 Comun. Dig. ..................................178 Comun. e Ilustração Dig. .............198 Comun. e Mkt. ................................85 Comun. e Mkt. (public. e prop.) ...185 Comun. e Multimeios ...................178 Comun. Empr. ..............................179 Comun. para Web .........................178 Comun. Soc. (audiovisual) ...........176 Comun. Soc. (cin.) ........................176 Comun. Soc. (cin. e audiovisual) .......................176 Comun. Soc. (cin. e vídeo) ...........176 Comun. Soc. (edit.).......................184 Comun. Soc. (educomunicação) .......................179 Comun. Soc. (jornalismo) ............181 Comun. Soc. (jornalismo e multimeios) ..................................181 Comun. Soc. (mídia eletrôn.) .......178 Comun. Soc. (midialogia) ............176 Comun. Soc. (mídias soc. e prod. cult.) .................................178 Comun. Soc. (prod. editorial) ......184 Comun. Soc. (prod. em comun. e cult.) ...........................................183 Comun. Soc. (public. e mkt.) .......185 Comun. Soc. (public. e prop.) ......185 Comun. Soc. (public. e prop. com ênf. em mkt.) ........................185 Comun. Soc. (radialismo rádio e TV) .....................................187 Comun. Soc. (radialismo) ............187 Comun. Soc. (rádio e TV)..............187 Comun. Soc. (rádio, TV e internet) ........................................187 Comun. Soc. (rádio, TV e multimídia) ...................................187 Comun. Soc. (rádio, TV e vídeo)...187 Comun. Soc. (rel. públ.) ...............188 Comun. Vis. Design .......................198 Comunicação das Artes do Corpo ............................... 196 Comunicação em Mídias Digitais ....................... 178 Comunicação Institucional ..... 179 Comunicação Organizacional .. 179 Conservação e Restauração ........196 Conservação e Restauração de Bens Cult. Móveis ....................196 Conservação e Restauro ......... 196 Conservação e Restauro de Bens Móveis .............................196 Constr. de Ed. ...............................241

*Dos bacharelados e licenciaturas interdisciplinares (veja na pág. 276) foram indexados apenas os cursos de ingresso.


Construção Civil .................... 241 Construção Naval .................. 272 Contabilidade .................................71 Contr. Amb. ..................................104 Contr. de Obras ............................241 Control. e Fin. .................................60 Cooperativismo ..................... 147 Cosméticos ...................................121 Cosmetologia e Estética ..............121 Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas ............ 278

D Dança ................................... 197 Decoração .....................................201 Defesa e Gestão Estratégica Internacional ...........................77 Des. de Anim. ...............................192 Des. e Plást. ..................................194 Des. Ind. ........................................198 Desenv. de Sist. ............................223 Desenv. Rural e Gestão Agroind. ...68 Desenv. Rural e Seg. Alimentar ......68 Design .................................. 198 Design (anim.) ..............................192 Design (design de games) ............200 Design (design de jogos e entretenimento dig.) ....................200 Design (interiores) ........................201 Design (moda) ..............................202 Design da Moda e Estilismo .........202 Design de Amb. ............................201 Design de Anim. ...........................192 Design de Comun. ........................198 Design de Games .................... 200 Design de Interação .....................198 Design de Interiores ............... 201 Design de Moda...................... 202 Design de Moda e Vestuário.........202 Design de Prod. ............................198 Design de Prod. e Serv. ................198 Design Dig. ...................................198 Design e Moda ..............................202 Design Gráf. ..................................198 Design Gráf. (comun. vis.) ............198 Design Gráf. (design dig.) .............198 Design Gráf. (ilustração e anim. dig. 3D) ...............................198 Design Gráf. (web design) ............198 Design Gráf. e Dig. ........................198 Diplomacia ............................ 285 Dir. de Arte ....................................208 Dir. Teat. .......................................208 Direito .................................. 148

E Ecol. e Análise Amb. .....................102 Ecologia ................................ 102 Econ. ...............................................74 Econ. Ecol. ....................................102 Econ. Empr. e Control. (contabilidade) ...............................74 Econ. Empr. e Control. (econ.) .......74 Educ. Art. ......................................194 Educ. Art. (artes cênicas) .............208 Educ. Art. (mús.) ...........................205

Educ. do Campo ...........................163 Educ. em Ciên., Matem. e Linguagem ....................................163 Educ. Especial ..............................163 Educ. Fís. (educ. fís. e saúde) .......114 Educ. Fís. (promoção em saúde e lazer) ..........................................114 Educ. Fís. (treinam. esportivo).....121 Educ. Fís. e Esporte ..............114, 121 Educ. Fís. e Esporte (educ. fís.) ....114 Educ. Fís. e Esporte (esporte) ......121 Educ. Fís. e Saúde.........................114 Educ. Infantil ................................163 Educ. Musical ................................205 Educ. no Campo ...........................163 Educação Física ..................... 114 Educomunicação.................... 179 Eletromec. ....................................268 Eletrôn. Automotiva .....................264 Eletrônica Industrial .............. 264 Eletrot. .........................................262 Eletrotécnica Industrial .......... 262 Energia e Sustentabilidade ..... 278 Energias Renováveis .............. 248 Enf. e Obstetrícia ..........................118 Enfermagem .......................... 118 Eng. Aeroespacial ........................232 Eng. Aeron. e Espaço ....................232 Eng. Agrícola e Amb. ....................234 Eng. Agroind. Agroquímica ..........273 Eng. Agroind.-Ind. Alimentícias ...245 Eng. Agron. .....................................92 Eng. Amb. .....................................235 Eng. Amb. e Energias Renováveis ...235 Eng. Automotiva ...........................267 Eng. Bioquím. ...............................238 Eng. Biotecnológica .....................238 Eng. Cartográfica ..........................239 Eng. Civil Costeira e Portuária .....240 Eng. Civil da Mobilidade...............240 Eng. Civil de Infraestrutura ..........240 Eng. Civil e Amb. ...........................240 Eng. Civil Empr. ............................240 Eng. Civil-Aeronáutica .................240 Eng. Comput. ...............................243 Eng. da Mobilidade ......................260 Eng. de Agrim. ..............................239 Eng. de Agrim. e Cartográfica ......239 Eng. de Agroneg. ............................68 Eng. de Aquicultura .....................251 Eng. de Autom. .............................246 Eng. de Autom. e Contr. ...............246 Eng. de Autom. Ind. .....................246 Eng. de Bioprocessos ...................238 Eng. de Bioprocessos e Biotecnol. ..................................238 Eng. de Biotecnol. ........................238 Eng. de Biotecnol. e Bioprocessos .............................238 Eng. de Comput. e Inf. .................243 Eng. de Contr. e Autom. (mecatr.) ...............................246, 270 Eng. de Contr. e Autom. de Processos .................................246 Eng. de Energias e Meio Amb. (eng. amb.)....................................235

Eng. de Energias e Meio Amb. (eng. de energias renováveis) ......248 Eng. de Energias e Meio Amb. (eng. de petr.) ...............................252 Eng. de Energias Renováveis .......248 Eng. de Exploração e Prod. de Petr. ...252 Eng. de Infraestrutura ..................260 Eng. de Manufatura ......................249 Eng. de Mat. e Manufatura ...........249 Eng. de Mat. e Nanotecnologia....249 Eng. de Minas e Meio Amb. ..........250 Eng. de Petr. e Gás ........................252 Eng. de Prod. Agroind. .................253 Eng. de Prod. Automotiva ............253 Eng. de Prod. Cervejeira ..............253 Eng. de Prod. Civil ................240, 253 Eng. de Prod. e Qualid. ................253 Eng. de Prod. e Sist. .....................253 Eng. de Prod. Elétr. ......................253 Eng. de Prod. Mecân. ...........253, 267 Eng. de Prod. Metal. .....................253 Eng. de Prod. Quím. .....................253 Eng. de Rec. Hídricos e do Meio Amb. ...............................235 Eng. de Redes de Comun. ............259 Eng. de Saúde e Seg. ....................257 Eng. de Transp. ............................260 Eng. de Transp. e Log. ..................260 Eng. Elétr. (comput.).............243, 261 Eng. Elétr. (eletrôn.)..............261, 263 Eng. Elétr. (eletrôn. e sist.) ...........263 Eng. Elétr. (sist. e comput.) ..........243 Eng. Elétr. (sist. eletrôn.) ......261, 263 Eng. Elétr. (telecom.) ............259, 261 Eng. Elétr. (telecom. e comput.) ..259 Eng. Elétr. de Telecom. ................259 Eng. Elétr. e Eletrôn. .....................261 Eng. Elétr. Eletrôn. .......................263 Eng. Elétr. Eletrot. ........................261 Eng. Eletrôn. e de Comput. .........263 Eng. Eletrôn. e de Telecom. .........263 Eng. Ferroviária e Log. .................260 Eng. Ferroviária e Metroviária .....260 Eng. Geológica ..............................103 Eng. Ind. .......................................253 Eng. Ind. Elétr. ..............................261 Eng. Ind. Mecân. ...........................267 Eng. Mecân. Aeron. ......................232 Eng. Mecân. Automotiva ..............267 Eng. Mecân. Empr. .......................267 Eng. Mecân. Ind. ...........................267 Eng. Mecân. Naval ........................267 Eng. Mecânica-Aeronáutica .........267 Eng. Naval e Oceânica .................272 Eng. Sanitária ...............................235 Eng. Sanitária e Amb. ...................235 Engenharia Acústica ............... 232 Engenharia Aeronáutica ......... 232 Engenharia Agrícola ............... 234 Engenharia Ambiental e Sanitária ............................ 235 Engenharia Biomédica ........... 237 Engenharia Bioquímica, de Bioprocessos e Biotecnologia .. 238 Engenharia Cartográfica e de Agrimensura ......................... 239

Engenharia Civil .................... 240 Engenharia da Computação .... 243 Engenharia de Alimentos ........ 245 Engenharia de Biossistemas ... 246 Engenharia de Controle e Automação ........................... 246 Engenharia de Energia ........... 248 Engenharia de Inovação ......... 249 Engenharia de Materiais ......... 249 Engenharia de Minas .............. 250 Engenharia de Pesca .............. 251 Engenharia de Petróleo .......... 252 Engenharia de Produção......... 253 Engenharia de Segurança no Trabalho ........................... 257 Engenharia de Sistemas ......... 258 Engenharia de Software ......... 258 Engenharia de Telecomunicações .................. 259 Engenharia de Transporte e da Mobilidade ..................... 260 Engenharia Elétrica ............... 261 Engenharia Eletrônica ............ 263 Engenharia Física .................. 264 Engenharia Florestal ............. 265 Engenharia Hídrica ................ 266 Engenharia Industrial Madeireira ............................ 267 Engenharia Mecânica ............. 267 Engenharia Mecatrônica ......... 270 Engenharia Metalúrgica ......... 271 Engenharia Naval .................. 272 Engenharia Nuclear ............... 273 Engenharia Química .............. 273 Engenharia Têxtil .................. 275 Enologia .......................................108 Entretenimento, Lazer e Tur. .........88 Escrita Criativa ...................... 157 Escult. ...........................................194 Esporte ................................. 121 Est. Africanos e Afro-Brasileiros...146 Est. Literários ...............................157 Est. Soc. (hist.) ..............................155 Estatística ............................. 216 Estética .........................................121 Estética e Cosmética .............. 121 Estética e Cosmetologia ..............121 Estética e Teoria do Teatro ..........208 Estr. ...............................................241 Estudos de Gênero e Diversidade ........................ 152 Estudos de Mídia ................... 180 Eventos ................................ 184 Exército ................................ 283 Expressão Gráf. ....................194, 198

F Fabricação Mecânica .............. 268 Farmácia ............................... 123 Farmácia-Bioquímica ..................123 Filosofia ............................... 152 Fin. ..................................................74 Fís. Biol. ........................................216 Fís. Bioméd. ..................................216 Fís. Comput. .................................216 Fís. de Mat. ...................................216 GE PROFISSÕES 2018

55


PROFISSÕES Fís. Méd. ........................................216 Física .................................... 216 Fisioterapia ........................... 124 Fonoaudiologia ..................... 126 Fotografia ............................. 204 Futebol .........................................128

G Gastronomia ...........................77 Gemologia ....................................198 Geoc. e Educ. Amb. ......................101 Geofísica ............................... 102 Geografia .............................. 153 Geologia ............................... 103 Geoprocessamento ................ 240 Ger. de Redes de Comput. ...........224 Gerontologia ......................... 127 Gestão Ambiental .................. 104 Gestão Comercial ....................79 Gestão da Avaliação .......................80 Gestão da Inf. ...............................224 Gestão da Informação ............ 181 Gestão da Produção Industrial .. 254 Gestão da Qualidade .............. 254 Gestão da Seg. Públ. ......................87 Gestão da Tecnologia da Informação ....................... 224 Gestão de Agroneg. ........................68 Gestão de Alim. de Origem Animal e Vegetal .........................................97 Gestão de Comércio Ext. ...............75 Gestão de Cooperativas .......... 148 Gestão de Empreend. Esportivos ...128 Gestão de Equinocultura ...............62 Gestão de Eventos .......................184 Gestão de Log. ................................83 Gestão de Mídias Soc. ..................178 Gestão de Mkt. ...............................85 Gestão de Moda............................202 Gestão de Neg. e Inovação.............62 Gestão de Neg. Imob. .....................87 Gestão de Polít. Públ......................66 Gestão de Processos Ger. ..............62 Gestão de Recursos Humanos ...79 Gestão de Seg. do Trab. ...............257 Gestão de Segurança Privada ....81 Gestão de Seguros ...................70 Gestão de Serv. ..............................62 Gestão de Serv. de Saúde ............128 Gestão de Sist. de Inf. ..................224 Gestão de Telecom. .....................259 Gestão de Terminais Portuários ..260 Gestão de Tur. Receptivo ...............89 Gestão de Turismo ...................89 Gestão Desportiva e de Lazer .. 128 Gestão do Agroneg. ........................68 Gestão do Esporte e de Lazer ......128 Gestão e Análise Amb. .................104 Gestão e Empreended. ..................60 Gestão em Agroneg. .......................68 Gestão em Processos Ger. .............62 Gestão em RH (gestão em neg.) ....80 Gestão em Saúde ................... 128 Gestão em Saúde Amb. ...............140 Gestão em Seg. Patrimonial e Privada ...........................................81

56 GE PROFISSÕES 2018

Gestão em Seg. Públ. .....................87 Gestão em Sist. e Serv. de Saúde ...128 Gestão Empr. ..................................62 Gestão Empr. e Control. .................62 Gestão Empreendedora .................62 Gestão Empreendedora de Neg. ...62 Gestão Exec. de Neg. ......................62 Gestão Fin. Empr. ...........................82 Gestão Financeira ....................82 Gestão Hospitalar .................. 129 Gestão Imob. ..................................87 Gestão Log. ....................................83 Gestão Merc. ..................................85 Gestão Portuária ..........................260 Gestão Públ. ...................................66 Gestão Públ. e Desenv. Reg. ..........66 Gestão Públ. para o Desenv. Econ. e Soc. ....................................66 Gestão Pública ........................67 Grav. ..............................................194

H Hidráulica e Saneam. Amb. .........236 História ................................. 155 História da Arte ..................... 204 Horticultura ....................................68 Hot. Hosp. ......................................83 Hotelaria .................................82 Humanidades ........................ 278

I Imagem e Som .............................176 Inform. ..................................215, 223 Inform. Educ. ................................215 Inform. em Saúde ........................238 Inform. para Neg. .........................223 Informática Biomédica ........... 218 Instalações Elétr. ..........................262 Instr. (clarinete) ............................205 Instr. (contrabaixo) .......................205 Instr. (cordas)................................205 Instr. (fagote) ................................205 Instr. (flauta doce) ........................205 Instr. (flauta transversa) ...............205 Instr. (oboé) ..................................205 Instr. (orquestra)...........................205 Instr. (percussão) ..........................205 Instr. (piano) .................................205 Instr. (saxofone) ............................205 Instr. (teclado com piano) ............205 Instr. (trombone) ..........................205 Instr. (trompa) ..............................205 Instr. (trompete) ...........................205 Instr. (viola) ...................................205 Instr. (violão).................................205 Instr. (violino) ...............................205 Instr. (violoncelo)..........................205 Irrigação e Drenagem ............. 235

J Jogos Digitais ........................ 200 Jornalismo ............................ 181

L Laticínios ........................................97 Lazer e Tur.......................................88

Letras ................................... 157 Letras (ing./trad. e interpr.)..........171 Letras (libras) ................................161 Letras (libras e líng. port.) ............161 Letras (líng. estrangeira - trad. e interpr.) ......................................171 Letras (líng. ing. - trad. ing./port.) ...171 Letras (líng. port. com domínio em libras) ............................................161 Letras (linguística) ........................162 Letras (port. e libras) ....................161 Letras (port./libras) ......................161 Letras (trad.) .................................171 Letras (trad. e interpr. em libras/port.) ..................................161 Letras (trad. e intérprete de libras) .. 161 Letras Clás. (grego) .......................157 Letras Clás. (latim) .......................157 Letras em Tecnol. de Edição ........157 Letras Mod. (port. e ing.) ..............157 Letras Vern. ...................................157 Libras ................................... 161 Líng. Brasileira de Sinais ..............161 Líng. Estrangeira (espanhol) ........157 Líng. Estrangeira (ing.) .................157 Líng. Estrangeira Mod. ou Clás. ...157 Líng. Estrangeiras Aplic. às Negociações Intern. ..................75 Linguagem e Comun. ..................157 Linguagens ...................................157 Linguagens e Códigos (letras)......157 Linguagens e Códigos (mús.) .......157 Linguagens e Códigos e suas Tecnologias ........................... 278 Linguística ............................ 162 Log. Aeroportuária .......................260 Logística .................................83 Luteria .................................. 205

M Manutenção de Aeronaves ...... 234 Manutenção Industrial ........... 268 Marinha ................................ 284 Marketing................................85 Mat. de Constr. .............................241 Matem. Aplic. ...............................219 Matem. Aplic. a Neg. ....................219 Matem. Aplic. e Comput. .............219 Matem. Aplic. e Comput. Científica .......................219 Matem. Comput. ..........................219 Matem. e Comput. Científica .......219 Matem. e Fís. ................................219 Matem. Empr. ...............................219 Matem. Ind. ..................................219 Matemática ........................... 219 Matemática e Computação e suas Tecnologias ................. 278 Materiais ............................... 250 Mecân. (processos de prod.) ........268 Mecân. (processos de soldagem) ...268 Mecân. (proj.)................................268 Mecân. Automob. .........................268 Mecân. de Precisão ......................268 Mecanização em Agricultura de Precisão .....................................68

Mecatrônica Industrial ................270 Medicina .......................................129 Medicina Veterinária ....................105 Meio Amb. .....................................104 Meio Amb. e Rec. Hídricos............104 Meteorologia ......................... 106 Microeletrônica ............................264 Mídias Dig. ....................................178 Mídias Interativas .........................178 Mídias Soc. Dig. ............................178 Mineração ............................. 251 Moda .............................................202 Moda (coord. de moda)................202 Moda (estilismo ind.) ...................202 Moda (ger. de prod.) .....................202 Multimídia ....................................178 Mús. (musicoterapia) ...................131 Mús. e Tecnol. ..............................205 Mús. Erudita (contrabaixo) ..........205 Mús. Popular.................................205 Mús., Tecnol. e Inovação ..............208 Museologia ............................ 162 Música .................................. 205 Musicoterapia ........................ 131

N Nanotecnologia ..................... 221 Naturologia ........................... 132 Neg. da Moda ................................202 Neg. Intern. .....................................75 Negócios Imobiliários ...............87 Nutrição ................................ 132 Nutrição e Metabolismo...............132

O Obstetrícia ............................ 134 Oceanografia ......................... 107 Oceanologia .................................107 Odontologia .......................... 135 Oftálmica .............................. 136 Óptica e Optometria ....................136 Optometria ........................... 136

P Papel e Celulose .................... 274 Ped. Bilíngue ................................163 Pedagogia ............................. 163 Petróleo e Gás ....................... 253 Pilotagem Profissional de Aeronaves ...........................69 Pint. ..............................................194 Podologia .....................................121 Polícia Militar ........................ 284 Polímeros......................................250 Polít. Públ. .....................................66 Proc. de Dados .............................223 Processos Amb. ............................274 Processos Esc. ................................62 Processos Gerenciais ................62 Processos Metalúrgicos .......... 271 Processos Químicos................ 274 Prod. Agrícola .................................68 Prod. Cult. ....................................184 Prod. de Cachaça .........................108 Prod. de Grãos ................................68 Prod. de Vestuário ........................202


Prod. e Polít. Cult. ........................183 Prod. Editorial e Multimeios ........184 Prod. em Mídia Audiovisual .........176 Prod. Gráf. ....................................198 Prod. Gráf. Dig. .............................198 Prod. Ind. ......................................254 Produção Audiovisual............. 177 Produção Cênica .................... 209 Produção Cultural .................. 183 Produção de Bebidas .............. 108 Produção Editorial ................. 184 Produção Fonográfica ............ 208 Produção Multimídia .............. 178 Produção Publicitária............. 185 Produção Sucroalcooleira ....... 108 Produção Têxtil...................... 275 Proj. de Estrut. Aeron. .................234 Proj. Mecân. .................................268 Prop. e Mkt. ..................................185 Psicologia ............................. 137 Psicopedagogia ..................... 167 Publicidade e Propaganda ...... 185

Quím./Fís. (fís.) .............................216 Quím./Fís. (quím.) ........................221 Química ................................ 221 Quiropraxia ........................... 139

Q

S

Quím. Amb. ..................................221 Quím. com Atribuição Tecnol. .....221 Quím. de Alim. ..............................221 Quím. do Petr. ..............................221 Quím. Forense ..............................221 Quím. Ind. ....................................221 Quím. Tecnol. ...............................221 Quím. Tecnol. e Ind. .....................221

R Radialismo ....................................187 Rádio e TV .....................................187 Rádio, TV e Internet ............... 187 Radiologia ............................ 140 Radiologia Méd. ...........................140 Realiz. Audiovisual .......................176 Redes de Computadores ......... 224 Redes de Telecom. .......................259 Refrigeração, Ventilação e Ar Condicionado ........................268 Rel. Econ. Intern. ..........................167 Rel. Intern. e Integração ...............167 Relações Internacionais.......... 167 Relações Públicas .................. 188 RH....................................................80 Rochas Ornamentais .............. 104

Saneamento Ambiental .......... 236 Saúde ................................... 278 Saúde Coletiva ....................... 140 Saúde Públ. ..................................140 Sec. Exec. ......................................189 Sec. Exec. Bilíngue .......................189 Sec. Exec. Trilíngue ......................189 Secretariado ......................... 189

Secretariado Executivo........... 189 Segurança da Informação ....... 224 Segurança no Trabalho ........... 257 Segurança Pública ...................87 Serv. de Tur. ....................................89 Serv. Notariais ..............................149 Serv. Penais ....................................87 Serviço Social ........................ 168 Serviços Judiciários e Notariais............................. 149 Silvicultura............................ 265 Sist. Automotivos .........................268 Sist. de Energia .............................262 Sist. de Inf. ....................................223 Sist. e Mídias Dig. .........................178 Sist. Navais ...................................260 Sistemas Biomédicos ............. 238 Sistemas de Informação ......... 223 Sistemas de Telecomunicações... 259 Sistemas Elétricos .................. 262 Sistemas Embarcados ............ 244 Sistemas para Internet ........... 224 Sociol. ...........................................146 Sociol. e Polít. ..............................146 Soldagem......................................268

T Teatro ................................... 208 Tecnol. Dig. ...................................178 Tecnologia da Informação....... 278 Telemática ....................................259 Teol. e Pastoral .............................170

Teol. Espírita .................................170 Teologia ................................ 170 Teoria Crítica e Hist. da Arte ........204 Teoria da Dança............................197 Terapia Ocupacional .............. 141 Têxtil e Moda ................................202 TI ...................................................224 TI e Comun. ..........................223, 224 Toxicologia Amb. ..........................104 Trad. ..............................................171 Trad. (port. e ing.) .........................171 Trad. e Interpr. ..............................171 Trad. e Interpr. Libras e Líng. Port...161 Tradutor e Intérprete ............. 171 Transp. Aéreo ...............................260 Transp. Terrestre ..........................260 Transporte ............................ 260 Tur. e Hot. .......................................88 Tur. e Lazer......................................88 Tur. e Meio Amb. .............................88 Tur. Patrimonial e Socioambiental...89 Tur. Receptivo .................................89 Turismo...................................88

U Urbanismo ....................................192

V Viticultura e Enologia ...................108

Z Zootecnia .............................. 109

GE PROFISSÕES 2018

57


PROFISSÕES

ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS VERSATILIDADE, ORGANIZAÇÃO E CAPACIDADE DE LIDERANÇA Técnicas de gestão levam o profissional para diversos ramos de negócios, instituições públicas e organizações. A chave do sucesso está em conseguir adaptar suas competências aos diferentes desafios

P

raticamente, todos os negócios de médio ou grande porte empregam profissionais da área de administração. Seja um supermercado ou um e-commerce de games, todos precisam de alguém que cuide da organização das finanças, da contratação de pessoal, da compra de insumos e do pagamento de impostos. “Os cursos na área de gestão não são um fim”, diz Miriam Stolses Mazo, coordenadora do curso de Marketing da PUCPR. “Eles são um meio. As pessoas se formam nessa área e vão trabalhar em diversos setores.” A área inclui profissionais como administradores, economistas, atuários, contadores e gestores de diferentes setores, além de profissões do segmento de serviços, como Hotelaria, Gastronomia e Turismo. Eles gerenciam o dia a dia de empresas ou órgãos públicos. Monitoram o mercado, observam a concorrência, estabelecem metas e procuram identificar riscos e novas possibilidades de atuação, sempre traçando estratégias de crescimento. Precisam ter liderança, espírito empre-

58 GE PROFISSÕES 2018

endedor, forte capacidade de análise e interesse em entender o consumidor, o funcionamento das organizações e o comportamento do mercado. Além de capacidade de adaptação para mudar de estratégia quando necessário. No dia a dia, trabalham com números, planilhas e softwares que ajudam na solução de muitos problemas. “A internet revolucionou tudo”, conta a coordenadora Miriam. “Hoje existem softwares que ajudam muito na parte operacional e liberam os profissionais para atividades mais criativas.” Manter-se atualizado e informado é fundamental. É com base nesse tipo de conhecimento que o profissional planeja o futuro da empresa, gerencia um projeto e toma uma decisão. “Antes o profissional tinha obrigação de ler jornais e publicações técnicas”, afirma. “Hoje, além disso, precisa estar o tempo todo conectado, se atualizando constantemente.” O contato com o mundo corporativo pode começar ainda durante a faculdade, por meio de estágios e nas empresas juniores – organizações formadas e

geridas por alunos que prestam serviço ao mercado como forma de desenvolver o aprendizado prático. É nesses locais que o aluno poderá exercitar características importantes para a profissão, como jogo de cintura, comunicação, trabalho em equipe, estrutura de raciocínio e tomada de decisão. EDUCAÇÃO CONTINUADA É TENDÊNCIA

Mais do que em qualquer outra área, em Administração, Negócios e Serviços há uma demanda crescente por educação continuada. Não à toa, é a área que reúne o maior número de cursos de pós-graduação. O profissional só costuma ser considerado completo, no mínimo, com uma especialização (curso lato sensu). Por isso, cursos de MBA (Master Business Administration) e os tradicionais mestrados e doutorados (cursos stricto sensu) costumam ser bastante procurados. “Os alunos já se formam pensando em fazer uma pós”, diz Miriam Stolses Mazo, da PUCPR. “Eles não ficam nem um ano no mercado de trabalho antes de voltar a estudar.” © RODRIGO MAROJA


VERBETES Administração (B) .................................. 60 Processos Gerenciais (T) .............................. 62 Administração Pública (B)....................... 66 Gestão Pública (T) ........................................ 67 Agronegócios e Agropecuária (B/T) .......... 68 Ciências Aeronáuticas (B) ....................... 69 Pilotagem Profissional de Aeronaves (T) .... 69 Ciências Atuariais (B) ............................. 70 Gestão de Seguros (T) .................................. 70 Ciências Contábeis (B) ............................ 71 Ciências Econômicas (B) ......................... 74 Comércio Exterior (B/T) .......................... 75 Defesa e Gestão Estratégica Internacional (B) .................................... 77 Gastronomia (B/T) ................................. 77 Gestão Comercial (T) .............................. 79 Gestão de Recursos Humanos (T)............. 79 Gestão de Segurança Privada (T) ............. 81 Gestão Financeira (T) ............................. 82 Hotelaria (B/T) ....................................... 82 Logística (B/T) ....................................... 83 Marketing (B/T)...................................... 85 Negócios Imobiliários (T) ........................ 87 Segurança Pública (B/T) ......................... 87 Turismo (B) ........................................... 88 Gestão de Turismo (T) .................................. 89

A VALORIZAÇÃO DA INTERDISCIPLINARIDADE

Inter-relacionar diferentes áreas pode tornar o profissional da área de Administração mais completo e cobiçado no mercado de trabalho. Um exemplo é o administrador que entende de tecnologia para atuar numa empresa de e-commerce, para usar as redes sociais como fator de negócios ou até mesmo para alavancar as vendas no setor comercial de uma empresa de Tecnologia da Informação. Da mesma forma, o profissional que se especializa em direito tributário ou compliance (área que cuida das políticas para reduzir riscos e fraudes nas empresas) também aumenta as suas chances de empregabilidade. O mesmo ocorre com o profissional de Recursos Humanos que estuda também Psicologia. Alguns cursos já apresentam esse viés interdisciplinar, associando a Administração com alguma área específica, caso de Gestão da Tecnologia da Informação, Gestão de Saúde, Gestão de Agronegócios e Gestão Ambiental. Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais é outro exemplo ao reunir Comércio Exterior, Línguas e Relações Internacionais, assim como o curso de Economia Empresarial e Controladoria.

PANORAMA CARACTERÍSTICAS OU HABILIDADES QUE VOCÊ DEVE TER:

 Iniciativa e espírito de liderança  Organização, meticulosidade e capacidade de observação e análise  Facilidade para lidar com números e cálculos  Habilidade para se comunicar e trabalhar em equipe  Gostar de lidar com pessoas  Capacidade de considerar diferentes cenários e hipóteses  Capacidade de adaptação e de lidar com situações estressantes

GRADUAÇÕES MAIS PROCURADAS

Nº de candidatos inscritos*

Administração ......................................................................................................... 987.450 Ciências Contábeis .................................................................................................. 328.888 Gestão de Recursos Humanos ................................................................................ 144.672

CURSOS TRADICIONAIS E SUAS NOVAS VERSÕES Administração

Gestão da Avaliação ........................................... pág. 80 Gestão de Negócios e Inovação ........................ pág. 62 Gestão do Agronegócio ...................................... pág. 68 Gestão Empreendedora .................................... pág. 62

Ciências Econômicas

Economia Ecológica ........................................ pág. 102 Economia Empresarial e Controladoria ............ pág. 75 Economia (Engenharia Financeira).................... pág. 75 Economia (Microeconomia Aplicada) ................ pág. 75 Economia (Macroeconomia Aplicada)............... pág. 75 Finanças .............................................................. pág. 75

OUTROS CURSOS NOVOS OU COM ENFOQUES ESPECÍFICOS

 Controladoria e Finanças .................................................................................... pág. 60  Defesa e Gestão Estratégica Internacional ......................................................... pág. 77  Gestão de Seguros ............................................................................................... pág. 70  Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais ....................... pág. 76

MERCADOS MAIS PROMISSORES

 Administração O profissional é requisitado por empresas de todos os segmentos e portes. Mesmo em tempos de crise, ele é peça-chave para otimizar os recursos de uma organização, seja ela pública ou privada.  Ciências Atuariais Com poucos cursos no país, as chances de colocação são altas. O atuário é demandado por qualquer setor que lide com cenários de incerteza e risco como bancos, seguradoras, fundos de pensão e planos de saúde.  Ciências Contábeis A intrincada matriz tributária brasileira, a adoção de normas internacionais de contabilidade e a necessidade que as empresas têm de enviar informações para a Receita Federal aquecem o mercado para esse profissional.  Comércio Exterior Mesmo com a crise, as empresas continuam exportando e importando produtos manufaturados e insumos de outros países. Esses bacharéis exercem um papel fundamental em função da complexa legislação brasileira e dos trâmites aduaneiros do país.

AVALIAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA

Total de cursos avaliados pelo Guia do Estudante (veja na pág. 40): 2.809 11,93% 4⋆

36,63% 3⋆

49,52% Não estrelados

1,92% 5 ⋆ *Censo da Educação Superior 2015, Inep/MEC GE PROFISSÕES 2018

59


PROFISSÕES  ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS

ADMINISTRAÇÃO

B

Curso relacionado  PROCESSOS GERENCIAIS (T)

O

administrador gerencia recursos financeiros, materiais ou humanos de uma empresa. Ele tem lugar em praticamente todos os departamentos de uma organização pública, privada ou sem fins lucrativos. É sua função definir estratégias e gerenciar o dia a dia da organização, traçando metas, criando políticas internas, realizando auditorias e analisando resultados. Em recursos humanos, responde pelo relacionamento da empresa com funcionários e sindicatos, gerencia admissões e demissões, planos de carreira e benefícios. Na área de compras, faz cotação de preços, providencia a aquisição de matérias-primas e insumos, negocia com fornecedores e controla os estoques. Em vendas, encarrega-se da negociação de preços, condições de pagamento e prazos de entrega com clientes e das atividades de publicidade e marketing. No departamento financeiro, lida com pagamentos e recebimentos, a agenda de impostos ou a cobrança de clientes. Em indústrias, trabalha no controle de qualidade e de estoques de produtos acabados. Ele pode, ainda, definir as políticas corporativas, preocupando-se, por exemplo, com ações de sustentabilidade e responsabilidade social. Seja qual for a área de atuação, este bacharel precisa se manter atualizado com a economia mundial e nacional, as tendências de consumo e a legislação na área de atuação da empresa. Cursos de especialização, como MBAs, são essenciais para crescer na carreira. Você pode ingressar no mercado como tecnólogo.

spas e parques temáticos. Supervisionar o funcionamento do estabelecimento, a área financeira, seus serviços, sua manutenção, as reservas e a limpeza. Administração hospitalar Gerenciar hospitais, prontossocorros e empresas de convênio médico ou seguro-saúde. Administração de produção Coordenar o processo produtivo em indústrias, da análise, aquisição e estocagem da matéria-prima à qualidade e distribuição do produto final. Administração pública Planejar, promover e gerenciar instituições públicas. Administração de recursos humanos Cuidar das relações entre funcionários e empresa, coordenando a seleção e a admissão, os planos de carreira e de salários, os programas de incentivo, de treinamento e de capacitação da mão de obra. Administração rural Dirigir empresas rurais e agroindustriais, controlando as finanças, o processo de produção, a distribuição e a comercialização de produtos. Administração do terceiro setor Planejar e coordenar as operações de ONGs, gerindo a captação de recursos e sua aplicação em projetos ambientais, educacionais, profissionalizantes ou comunitários. Comércio exterior Administrar negociações de compra e venda com companhias do exterior e auxiliar a empresa a se expandir fora do país. Controladoria Planejar e gerenciar o orçamento de uma empresa, fazendo o controle dos custos e a auditoria interna. Empreendedorismo Definir as estratégias de criação e direção de um negócio, avaliando as oportunidades, a concorrência e a gestão de recursos humanos. Gestão ambiental Planejar, criar e executar projetos para a preservação do meio ambiente. Gestão de qualidade Gerenciar e supervisionar os processos industriais e de venda ou compra de serviços ou mercadorias a fim de garantir um padrão de qualidade. Logística Implantar e administrar o fluxo produtivo de uma empresa, da compra e estocagem da matéria-prima à distribuição da mercadoria nos pontos de venda. Marketing Definir as estratégias de atuação de uma empresa, estudar as necessidades dos clientes, desenvolver produtos e serviços para atendê-los e planejar as vendas. Peritagem Elaborar exames periciais em assuntos relacionados ao dia a dia de uma empresa, como na administração financeira ou de recursos humanos. Sistemas de informação Gerenciar os sistemas de tecnologia de informação em uma empresa, atualizando seus equipamentos e programas necessários ao negócio. Garantir o fluxo correto de informação. Vendas Planejar e otimizar as vendas de uma empresa, negociando preços, condições de pagamentos e prazos de entrega. Abrir novos mercados para ampliar a clientela. MERCADO DE TRABALHO

O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração de empresas Cuidar de todas as operações de uma empresa, pública ou privada, desde a organização de seus recursos humanos, materiais e financeiros até o desenvolvimento de estratégias de venda e marketing. Administração esportiva Gerenciar equipes, promover competições e cuidar do marketing esportivo de uma associação, clube ou equipe esportiva. Definir e gerir políticas esportivas para prefeituras, governos estaduais e órgãos federais. Administração financeira Organizar e coordenar as atividades financeiras de uma empresa ou instituição, lidando com patrimônio, capital de giro, análise de orçamentos e fluxo de caixa. Administração hoteleira Gerenciar hotéis, pousadas, resorts,

60 GE PROFISSÕES 2018

O campo de trabalho do administrador é amplo e o bacharel enfrenta poucas dificuldades para se empregar. O Brasil possui 19 milhões de empresas ativas, de diferentes portes, e todas necessitam, direta ou indiretamente, de um administrador. Mesmo em tempos de crise, esse graduado é uma peça-chave no mundo dos negócios, já que sua função principal é otimizar os recursos da organização. As áreas mais promissoras são auditoria, em que o profissional fica de olho nos processos de transparência da empresa; tributação, que cuida do pagamento e recolhimento de impostos; gestão financeira

e de recursos humanos. A crise coloca em evidência o especialista em fusões e aquisições de empresas, garantindo negócios lucrativos, e o analista em crédito e risco. A área comercial requisita profissionais com capacidade para prospectar novos clientes e apresentar soluções que aumentem as vendas da empresa. Agregar competências de outras carreiras, como Psicologia ou Tecnologia da Informação, também ajuda na empregabilidade. Abrir negócio próprio ou atuar em consultorias são outras possibilidades. As regiões Sul e Sudeste são as mais aquecidas, mas há trabalho em todo o país. O CURSO Os dois primeiros anos são dedicados a disciplinas de formação básica, como matemática, estatística, direito, sociologia, contabilidade, economia e informática. No terceiro começam as matérias específicas, como logística, finanças, marketing, sistemas da informação, planejamento estratégico, serviços e recursos humanos. Na parte prática, o estudante estuda casos verdadeiros, cria e analisa casos fictícios e apresenta seminários. Algumas escolas exigem uma monografia de conclusão de curso, além do estágio supervisionado. Atenção: determinados bacharelados têm enfoque específico, caso de Ciências Imobiliárias, da UFMA; Gestão e Empreendedorismo, da UFPR; e Controladoria e Finanças, da UFMG (veja a seguir). Duração média: 4 anos. Outros nomes: Ciên. Imob.; Control. e Fin.; Gestão e Empreended. FIQUE DE OLHO UMA GRADUAÇÃO 100% EM INGLÊS Pioneira ao disponibilizar uma graduação integralmente na língua inglesa, a FGV-Eaesp, em São Paulo (SP), oferece uma turma por semestre (mediante quórum mínimo) do curso de Administração em inglês. A graduação tem os mesmos professores, conteúdos e valores do curso em português. A opção pelo idioma ocorre no ato da matrícula. Os interessados devem estar aptos a cursar as disciplinas em inglês. CONTROLADORIA E FINANÇAS Curso único no país, a UFMG oferece o bacharelado em Controladoria e Finanças, com forte base de Administração (finanças, principalmente) e Contabilidade (controladoria e contabilidade geral). O foco é atender demandas de organizações por profissionais com elevados conhecimentos em controladoria e finanças, e sólida formação em contabilidade societária e gerencial, econometria e economia.


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS � OS MELHORES CURSOS

PROCESSOS GERENCIAIS

T

E

xistem diversos cursos superiores de tecnologia, a maior parte sob o nome de Processos Gerenciais, que ensinam técnicas de gestão empresarial. Mas há algumas diferenças ao longo da carreira. O bacharel possui uma visão ampla do negócio e é um profissional essencial para desenhar a sua estratégia, gerenciar as ações de marketing, as atividades de logística e as vendas. Já o tecnólogo, com formação numa área específica, segue carreira nessa mesma área, mas não costuma chegar ao posto de diretor administrativo. Na hora de optar por um ou outro curso tecnológico, confira se ele possui alguma ênfase específica (veja box abaixo). Seja qual for ela, as disciplinas básicas – matemática, estatística e informática – são as mesmas do currículo do bacharelado. Depois vêm as de formação específica, que variam conforme o enfoque. Duração média: 2 anos. Outros nomes: Gestão de Equinocultura; Gestão de Neg. e Inovação; Gestão de Processos Ger.; Gestão de Serv.; Gestão Empr.; Gestão Empr. e Control.; Gestão Empreendedora; Gestão Exec. de Neg.; Processos Esc. Veja também: Gestão Comercial, de Recursos Humanos e Financeira neste capítulo. E Gestão Hospitalar, no capítulo Saúde e Bem-Estar. FIQUE DE OLHO ATENÇÃO ÀS ÊNFASES Muitos cursos tecnológicos relacionados a Processos Gerenciais possuem ênfases específicas, como processos escolares (para atuar na gestão de instituições de ensino), varejo e distribuição e até equinocultura. Mais recentemente, têm surgido cursos com ênfase em inovação e empreendedorismo. INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO A Fatec Sebrae (SP) oferece o curso de Gestão de Negócios e Inovação. Com disciplinas voltadas à criação de novos produtos e empreendimentos, entre os conteúdos abordados estão startups e pequenas e médias empresas. Os alunos atuam em consultorias conjuntas com o Sebrae. Já empreendedorismo alinhado a novos modelos de negócios é a principal característica dos cursos de Gestão Empreendedora, oferecido por Cesufoz (PR), Fanese (SE), Favi (ES), FCG-MS, Ibhes (MG), Iepo (TO) e IES-SC, Ieso (PE) e UFF (RJ).

ONDE ESTUDAR ADMINISTRAÇÃO (B)

CURSOS: 1780 | AVALIADOS: 1525 5⋆ 23 cursos | 4⋆ 153 cursos | 3⋆ 532 cursos

62 GE PROFISSÕES 2018

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB ④. ES Vitória Fucape ④ $$$$$. MG Belo Horizonte Ibmec-MG ④ $$$$$, UFMG Administração; Control. e Fin. ④. Itajubá Unifei ④. Lavras Ufla ④. PR Curitiba PUCPR ③ $$$$, UTFPR ④. RJ Rio de Janeiro FGV ⑤ $$$$$, Ibmec-RJ ④ $$$$$, UFRJ ④. RS Passo Fundo Imed ④ $$$$. Porto Alegre PUCRS ④ $$$$$. SP Ribeirão Preto USP. São Paulo ESPM SP ④ $$$$$, FGV-Eaesp ④ $$$$$, FIA ⑤ $$$$$, FIAP ④ $$$, Insper ④ n/i, Mackenzie ④ $$$$$, USP. Sorocaba UFSCar ④. Tupã Unesp ④.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③. AM Manaus UEA ④, Ufam ③, Uninorte-AM ④ n/i. BA Feira de Santana Unef ④ n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa ④ $$$$, IFBA ③, UFBA ④, Unifacs ③ $$. CE Fortaleza Uece ③, Unifor-CE ③ $$$$. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. DF Brasília Iesb-DF ④ $$$$, UCB-DF ③ $$$$, UDF ④ $$$, UniCEUB ③ n/i. Ceilândia Iesb-DF ④ $$$$, UniProjeção ④ n/i. ES Vitória Faesa ④ $$$, Ufes ④. GO Catalão UFG ③. Goiânia Esup ④ $$$, Fac. Araguaia ④ $$, FacUnicamps ④ $, PUC Goiás ③ n/i, UFG ③. MA São Luís UFMA Administração; Ciên. Imob. ④, Universidade Ceuma ④ $$$. MG Arcos PUC Minas ③ $$$$. Bambuí IFMG ③. Belo Horizonte Cefet-MG ④, Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$, Fumec ④ $$$$, PUC Minas ④ $$$$, UniBH ④ n/i. Betim PUC Minas ③ $$$$. Contagem Fac. UNA de Contagem ④ n/i, PUC Minas ③ $$$$. Florestal UFV ③. Juiz de Fora UFJF ④. Mariana Ufop ④. Montes Claros UFMG ④. Poços de Caldas PUC Minas ④ $$$$. Rio Paranaíba UFV ③. Uberlândia UFU ④. Viçosa UFV ④. MS Campo Grande UCDB ③ $$$, UFMS ④. Dourados UFGD ③, Unigran ④ $$$. Paranaíba UFMS ④. Ponta Porã Uems ③. Três Lagoas UFMS ③. MT Sinop Unemat ③. PA Ananindeua Unama ③ n/i. PB Campina Grande UFCG ③, Unifacisa ④ $$$. João Pessoa Unipê ③ $. Sousa UFCG ③. PE Caruaru UFPE ③. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $$$. Recife DeVry FBV ④ n/i, Fadic $$$$, UFPE ③, UFRPE ④, Unicap ④ $$$$. PR Cascavel Unioeste ④. Chopinzinho Unicentro-PR ④. Curitiba FAE ④ $$$$, UFPR ④, Uninter ③ $$$. Guarapuava Unicentro-PR ④. Londrina UEL ④. Maringá UEM ③, UniCesumar ④ $$$. Pato Branco UTFPR ④. Pitanga Unicentro-PR ④. São José dos Pinhais FAE São José dos Pinhais ④ $$$. Umuarama Unipar ③ n/i. RJ Cabo Frio UVA-RJ ④ n/i. Niterói Unilasalle-RJ ③ $$$$. Nova Iguaçu UFRRJ ④. Petrópolis Fase ④ $$$$. Rio de Janeiro Cefet-RJ ④, ESPM Rio ④ $$$$$, PUC-Rio ④ $$$$$, Uerj ④. Seropédica UFRRJ ④. Volta Redonda UFF ④. RN Mossoró Ufersa ④. Natal UFRN ④, UnP ③ n/i. RS Canoas Unilasalle-RS ④ $$$. Caxias do Sul UCS ③ n/i. Cerro Largo UFFS-RS ④. Farroupilha UCS ③ n/i. Ijuí Unijuí ④ n/i. Palmeira das Missões UFSM ④. Pelotas UCPel ③ $$$$, UFPel ③. Porto Alegre ESPM Sul ④ $$$$$, Uergs ⑤, UFRGS ④, Unisinos $$$$$. Rio Grande Furg ④. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$. Santa Maria UFSM ④. Santa Rosa Unijuí ④ n/i. Santana do Livramento Unipampa ④. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$. SC Biguaçu Univali ④ $$$. Blumenau Furb ③ $$$$. Chapecó UFFS-SC ④, Unoesc ④ n/i. Florianópolis Udesc ④, UFSC ④. Itajaí Univali ③ $$$. SE Itabaiana Unit-SE ③ $. Propriá Unit-SE ③ $. SP Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Barueri Mackenzie ④ $$$$$. Campinas Esamc Campinas ③ $$$$, Facamp ④ $$$$$, Mackenzie ④ $$$$, PUC-Campinas ④ $$$$. Franca Uni-Facef ③ $$$$. Hortolândia Fac. Adventista de Hortolândia ③ $$$. Jaboticabal Unesp ④. Jundiaí Unip-SP ④ n/i. Limeira Unip-SP ③ n/i. Lorena Unisal ③ $$$. Osasco Unifesp ④. Piracicaba Unimep ③ $$$$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$. Salto Ceunsp ④ $$. Santos Unip-SP ④ n/i, Unisanta ④ $$$$, Universidade Católica de Santos ④ $$$$. São Bernardo do Campo Centro Universitário FEI ④ $$$$, Metodista ③ $$$$. São

Caetano do Sul Mauá ③ $$$$$. São Paulo Centro Universitário FEI ④ $$$$, Faap ③ $$$$$, FAM-São Paulo ③ n/i, Fappes ③ $$$$, Fecap ④ $$$$$, PUC-SP ④ n/i, São Judas ④ $$$$, Senac-SP ④ $$$$, Unifai-São Paulo ③ $$$, Uninove ④ n/i, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$$. TO Paraíso do Tocantins IFTO ③.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Faao ④ $$. AL Arapiraca Ufal ③. Maceió Cesmac ③ $$, Unit-AL ③ $$. AM Manaus Ceulm/Ulbra ③ $$$, Ciesa ③ $, DeVry Martha Falcão ④ $$$, Esbam ② $$, Estácio Amazonas ③ $$, Fac. Fucapi ③ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$. Parintins Ufam. AP Macapá Ceap ④ $$$. BA Alagoinhas FSSS ③ $$. Barreiras Fasb-Barreiras ③ $$. Cachoeira Fac. Adventista da Bahia ③ $$. Feira de Santana FAT-BA ④ n/i, Uefs ③, Unifacs ④ $$, Unirb-BA ④ $$. Governador Mangabeira Famam $$. Ilhéus Fac. de Ilhéus ③ $$, Uesc ③. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas ③ n/i. Luís Eduardo Magalhães Faahf ④ $$. Paulo Afonso Fasete ③ $$$. Salvador Cairu ③ n/i, Estácio FIB ④ n/i, Fac. D. Pedro II-Salvador ③ $$, Fac. Ibes ③ $$, FSBA ④ n/i, FTC ③ $$$, UCSal ③ $$$, Uneb ③, Unijorge ④ n/i. Santo Antônio de Jesus Uneb. Vitória da Conquista FTC ④ $$, Uesb ③. CE Caucaia Fatene ③ $$. Fortaleza Aiesne $$$, DeVry Fanor ④ n/i, Estácio FIC ③ $$, FAC-CE ③ $$, Fametro-CE ③ $$, Fate ④ n/i, FFB ⑤ n/i, FLF ③ n/i, UFC ④, Uni7 ④ n/i, Unichristus ④ n/i. Icó FVS ④ $$. Juazeiro do Norte FAP-CE ③ $$. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. Sobral Fac. Luciano Feijão ④ $$. DF Brasília Estácio Brasília ④ n/i, Fac. Ideal de Brasília ③ n/i, Fac. JK-Guará ③ n/i, Icesp ③ n/i, Unip-DF ③ n/i, Uniplan ③ $$$, UniProjeção ④ n/i. Sobradinho UniProjeção ③ n/i. Taguatinga UniProjeção ④ n/i. ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$. Cariacica Fac. Pio XII ④ $$. Colatina Unesc-ES ④ $$. Santa Maria de Jetibá Farese ④ $$. Serra Rede de Ens. Doctum-ES ③ n/i. Vila Velha UVV ④ $$. Vitória UCV ④ $$. GO Anápolis UniEvangélica ④ $$$. Aparecida de Goiânia Fac. Padrão de Aparecida de Goiânia ③ n/i, FAN-Aparecida de Goiânia ③ $$$, Fanap ④ $, UEG. Caldas Novas UEG ③. Ceres Fac. Evangélica de Ceres ④ n/i. Cristalina Facec-GO ③ $$$$. Formosa Iesgo ④ n/i. Goianésia Faceg-GO ③ $$. Goiânia Estácio Goiás ④ $$, Ipog ③ $$$, Unialfa ③ $$, Universo-GO ③ n/i. Piracanjuba FAP-GO ② n/i. Pires do Rio Fasug ③ $$. Quirinópolis Faqui ③ $$. Rio Verde FAR-GO ③ $$, IesRiver ④ $$$$, UniRV ④ $$$. São Luís de Montes Belos FMBGO ③ $$$. Uruaçu Fasem ② n/i. MA Caxias FAI-MA ② $$. Imperatriz Fac. Pitágoras de Imperatriz ③ n/i. São Luís Fabea ④ $$$, Facam ③ $$, Uema ③, UNDB ④ $$$. MG Alfenas Unifenas ③ $$$. Araguari Imepac ③ $$. Araxá Uniaraxá ③ $$$. Barbacena IF Sudeste MG ④. Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Faminas-BH ③ $$$$, IBS ③ n/i, Promove ③ n/i, UNA ④ n/i, Unihorizontes ④ $$$$, UniversoMG ④ $$. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i, Fac. UNA de Betim ④ n/i, UninCor $$$. Brumadinho ASA ④ n/i. Cataguases FIC-MG ④ n/i. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG ③ n/i. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem ③ n/i, Fac. Senac Minas-Unidade Contagem ④ n/i. Coronel Fabriciano Unileste ④ $$$. Extrema Faex ③ $$. Formiga Unifor-MG ③ n/i. Frutal Uemg ③. Governador Valadares Fac. Pitágoras de Governador Valadares n/i. Itabira Funcesi ③ $$$$. Itajubá Facesm ③ $$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$$. Ituiutaba UFU ③. Iturama Fama-Iturama ⑤ n/i. Januária IFNMG ③. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ③ n/i, Fac. Machado Sobrinho ④ n/i, Fac. Metodista Granbery ③ $$$, FIVJ ④ $$$, Universo-MG ③ n/i. Machado Fumesc ③ $$. Manhuaçu Facig-MG ④ n/i. Monte Carmelo Fucamp ③ $$. Montes Claros Fasa-MG ③ $$$, FIPMoc ④ $$$, Unimontes ③. Muriaé IF Sudeste MG ④, Unifaminas ③ n/i. Nova Lima FMC-MG ③ $$$$. Pará de Minas Fapam ③ n/i. Patos de Minas Unipam ④ n/i. Patrocínio Unicerp ④ $$. Pirapora IFNMG ③. Ponte Nova Fupac Ponte Nova ④ $$. Pouso Alegre Faculdade


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Asmec ③ n/i. Rio Pomba IF Sudeste MG ③. Santa Rita do Sapucaí FAI-MG ③ $$$$. São João del Rei Iptan ④ n/i, UFSJ ④. Sete Lagoas Promove ④ n/i, Unifemm ④ n/i. Teófilo Otoni UFVJM. Três Pontas Fateps ③ n/i. Ubá Fupac Ubá ② n/i. Uberaba Facthus ③ $$. Uberlândia Esamc Uberlândia ③ $$$$, Fac. Pitágoras de Uberlândia ③ n/i. Unaí Cnec Unaí ③ n/i, Factu ③ n/i. Varginha Cnec Faceca ③ $$$, Unis ④ n/i. Viçosa FDV-MG ② $$$, Univiçosa ③ $$. MS Aquidauana UFMS ③. Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande ③ n/i, Estácio Campo Grande ④ $$, Unigran Capital $$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Corumbá UFMS ③. Maracaju Uems ③. Nova Andradina UFMS ③. Ponta Porã Magsul ④ $$. Três Lagoas Aems ④ $. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças ④ $$. Cuiabá UFMT ④, Unic Cuiabá ⑤ n/i. Juína Ajes Facs. ④ n/i. Lucas do Rio Verde Fac. La Salle-Lucas do Rio Verde ④ $$$. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis UFMT ④. Sinop Unic Sinop ④ n/i. Tangará da Serra Unemat ③, Unic Tangará da Serra ③ n/i. Várzea Grande Univag ③ n/i. PA Belém Cesupa ④ $$$$, DeVry Faci ⑤ $$$$, Estácio Belém ③ $$$, Estácio FAP ④ $$$, Famaz ④ $$, FapanPA ③ $$, Feapa ③ $$$$, Fibra ④ $$, FMN-Belém ③ n/i, UFPA ③, Unama ③ n/i. Castanhal FCAT ③ n/i. PB Bananeiras UFPB ③. Cabedelo Iesp-PB $$. Campina Grande FMN-Campina Grande ③ n/i, UEPB ③. João Pessoa Asper ③ n/i, FMN-João Pessoa ③ n/i, FPB ③ n/i, IFPB ③, UFPB ③. PE Caruaru DeVry Unifavip ③ $$$. Igarassu Fatin ③ $. Olinda Aeso ③ $$. Petrolina UnivasfPE ④. Recife Centro Universitário Estácio do Recife ④ n/i, Esuda ③ $$, Fac. Nova Roma ④ $$$, Facipe ④ $, Fasne ③ $$$, FCR-PE ③ $$, FSH ③ n/i, Uninassau ③ n/i, Universo-PE ③ n/i, UPE ③. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco ③ n/i. Serra Talhada UFRPE ④. PI Floriano UFPI ③. Teresina Estácio Ceut ④ n/i, Faespi ③ $$, FSA-PI ③ $$, UFPI ③, Uninovafapi ④ n/i. PR Apucarana Facnopar $$, FAP-PR ③ $$, Unespar ③. Araucária Facear ③ n/i. Campina Grande do Sul Facsul-PR ③ $$$. Campo Largo Cnec Campo Largo ③ $$$$. Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i, Unespar ③. Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i, Unipar ③ n/i, Univel ③ n/i. Cianorte Unipar ③ n/i. Cornélio Procópio Uenp ③. Curitiba Esic ③ $$$$, Estácio Curitiba ③ $$$, Facs. Sta. Cruz ③ $$$, Faesp-PR ④ n/i, Fatec-Curitiba ④ $$$, Fesp-PR ③ $$$$, Uniandrade ⑤ $$$$, UniBrasil ③ $$$$, Unicuritiba ④ $$$$, UniSociesc Curitiba ③ n/i. Foz do Iguaçu UDC Monjolo ④ $$$, UDC Sede ③ $$, Unifoz ② $$, Unioeste ③. Francisco Beltrão Unioeste ④, Unipar ③ n/i. Guaíra Unipar ② n/i. Irati Unicentro-PR ⑤. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina ③ n/i, PUCPR ③ $$$$. Marechal Cândido Rondon Unioeste ④. Maringá Fac. Maringá ③ $$$, FCV ③ $$$, PUCPR ④ $$$. Medianeira UDC Medianeira ③ $$. Palmas IFPR ④. Paranaguá Unespar ③. Paranavaí Unipar ③ n/i. Pato Branco Fac. Mater Dei ③ n/i. Pitanga UCP-PR ④ $$. Ponta Grossa Secal ③ $$$, UEPG ③. Prudentópolis Unicentro-PR ④. Santo Antônio da Platina Fanorpi ③ n/i. São José dos Pinhais IEL ③ n/i. Toledo PUCPR ③ $$$$. União da Vitória Uniguaçu ④ $$. RJ Campos dos Goytacazes Universidade Candido Mendes ④ $$$. Itaboraí Cnec Itaboraí ③ $$$$, Facnec ③ $$$. Itaperuna UniRedentor ④ $$. Macaé FeMASS ③, UFF ③. Niterói UFF ③, Universo-RJ ③ $$$$. Nova Iguaçu Unigranrio $$$. Petrópolis UCP-RJ ③ $$$$$. Resende AEDB ③ n/i. Rio das Ostras Cnec Facro ③ n/i. Rio de Janeiro ESNS-RJ ④ $$$, Fac. São Camilo ③ $$, Facs. São José ④ n/i, IBMR ③ n/i, Mackenzie Rio ③ $$$, UCB-RJ ③ $$$, UniCarioca ④ n/i, Unigranrio ③ $$$, Unisuam ③ $$$$, UVA-RJ ④ n/i. Santo Antônio de Pádua Fasap ③ $$. São Gonçalo Universo-RJ n/i. Teresópolis Estácio n/i. Três Rios UFRRJ. Vassouras USS ④ n/i. Volta Redonda UniFOA ③ $$. RN Mossoró Uern ③, UnP ③ n/i. Natal Estácio Alexandrino ③ $$, FMN-Natal ③ n/i, Unifacex ④ n/i. RO Ariquemes Faar ④ $$. Cacoal Unesc-RO ③ n/i, Unir ③. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i, Unijipa ③ $$. Porto Velho

Centro Universitário São Lucas ④ n/i, Uniron ③ n/i. RR Boa Vista UFRR ③. RS Alegrete Urcamp ③ $$$$. Bagé Urcamp ③ $$$$. Bento Gonçalves Cnec Bento ③ n/i, UCS ③ n/i. Cachoeira do Sul Uergs ③, Ulbra ③ $$$$. Cachoeirinha Cesuca ④ $. Canela UCS ③ n/i. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Capão da Canoa Unisc ④ $$$. Carazinho UPF ③ $$$. Casca UPF ③ $$$. Caxias do Sul Facs. Ideau-Caxias do Sul ③ $$, FSG ③ $$. Cruz Alta Unicruz ③ $$$$. Erechim URI ③ $$$$. Farroupilha Cnec Farroupilha ③ n/i. Frederico Westphalen URI ③ $$$$. Gravataí Cnec Gravataí ③ $$$, Ulbra ③ $$$$. Guaíba Ulbra ③ $$$$. Guaporé UCS ③ n/i. Lagoa Vermelha UPF ③ $$$. Marau Fabe-RS ③ n/i. Nova Prata UCS ③ n/i. Novo Hamburgo Feevale ③ $$, IENH ④ $$$$. Osório Unicnec ③ $$$$$. Panambi Unijuí ④ n/i. Passo Fundo UPF ③ $$$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$$, Decision ④ $$$$$, Fac. D. Bosco de Porto Alegre ③ $$$$, Fac. São Francisco de Assis ③ $$$$, Facs. Int. São Judas Tadeu ③ n/i, IPA ③ $$$$, Senac Porto Alegre ③ $$, UniRitter ③ $$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ③ $$$$, Fapas ③ n/i, Ulbra ④ $$$$. Santa Rosa IF Farroupilha. Santo Ângelo Cnec Iesa ③ $$$, URI ③ $$$$. São Jerônimo Ulbra ④ $$$$. São Sebastião do Caí UCS ③ n/i. Sarandi UPF ③ $$$. Soledade UPF ② $$$. Taquara FaccatRS ③ n/i. Três de Maio Setrem ③ $$$$. Três Passos Unijuí ④ n/i. Vacaria UCS ③ n/i. SC Araranguá Unisul ③ $$$. Balneário Camboriú Avantis ④ $$, Univali ③ $$$. Blumenau UniSociesc Blumenau ④ $$$$. Brusque Uniasselvi-Brusque ③ n/i, Unifebe ④ $$$. Canoinhas UnC ④ $$$. Capinzal Unoesc n/i. Chapecó UCEFF Faculdades ④ $$$, Unochapecó ③ $$$. Concórdia UnC ③ $$$. Criciúma Unesc-SC ④ $$$. Curitibanos UnC ③ $$$. Florianópolis Cesusc ④ $$$, Estácio Florianópolis ③ n/i, UniSociesc Florianópolis ④ $$$$, Unisul ③ $$$$. Itapiranga FAI-SC ④ n/i. Jaraguá do Sul Católica SC ③ n/i. Joaçaba Unoesc ④ n/i. Joinville Cnec Joinville ③ $$$$, UniSociesc ⑤ $$$$, Univille ③ $$$$. Lages Unifacvest ④ $$$. Navegantes Sinergia ③ n/i. Orleans Unibave ③ $$. Palhoça FMP-SC, Unisul ④ $$$. São Bento do Sul Univille ③ $$$. São José Estácio Santa Catarina ③ $$$, USJ ③. São Lourenço do Oeste Unochapecó ③ $$$. São Miguel do Oeste Unoesc ② n/i. Tijucas Univali ③ $$$. Tubarão Unisul ③ $$$. Videira Unoesc ③ n/i. Xanxerê Unoesc n/i. SE Aracaju Estácio Sergipe ③ n/i, Fama-SE ③ $$, Fanese ④ $, Unirb-SE ② n/i, Unit-SE ③ $$. Estância Unit-SE ③ $. Itabaiana UFS ③. São Cristóvão UFS ③. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $. Americana Unisal ③ $$$. Araçatuba Unip-SP ⑤ n/i, Unisalesiano ④ $$. Araraquara Unip-SP ④ n/i. Assis Unip-SP ④ n/i. Atibaia Faat Facs. ④ $$. Barretos Fac. Barretos $$$. Bauru Fac. de Bauru $$$$, FIB-Bauru ④ n/i, Iesb-SP ③ $$$$, ITE ③ $$, Unip-SP ④ n/i, USC ③ n/i. Bebedouro Imesb ③ $$, Unifafibe ③ n/i. Botucatu ITE ③ $$. Bragança Paulista USF ③ $$$. Cachoeira Paulista FCN $. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$$, Unip-SP ③ n/i, Unisal ③ $$$. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$$. Caraguatatuba Módulo ③ $$. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i. Catanduva Fipa ④ $$$. Cotia FMS ③ n/i. Cruzeiro Facic-SP ③ $$$. Descalvado Universidade Brasil ③ n/i. Dracena RegesDracena ⑤ $$. Engenheiro Coelho Unasp ③ $$$. Fernandópolis FEF ③ n/i, Universidade Brasil ④ n/i. Franca Unifran ④ $$$. Guarujá Unaerp ③ $$$. Guarulhos Eniac ④ $$$. Indaiatuba Fac. Max Planck ③ $$$. Itapira Iesi ③ $$$. Itu Ceunsp ④ $$. Ituverava FFCL ④ $$$. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$$. Jundiaí UniAnchieta ③ $$$. Limeira Faal ③ $$, Isca Faculdades ④ n/i. Lins Unilins ③ $$$, Unisalesiano ③ $$$. Lorena Unifatea ③ $$$. Marília Unimar ④ $$, Univem ③ $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$$, UMC ③ n/i. Mogi Guaçu FMG ③ n/i. Nova Odessa Facs. Network ③ $$$. Osasco Fipen ③ $$$, Unifieo ③ $$$. Osvaldo Cruz Reges-Osvaldo Cruz ③ $$. Ourinhos FIO ③ $$$. Pederneiras FGP ③ $$. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba ③ n/i. Piracicaba EEP-Fumep ④ $$$, Fac. Salesiana D. Bosco de Piracicaba ③ $$$. Presidente Prudente Toledo Prudente ③ $$$.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

Registro FVR ④ n/i. Ribeirão Preto Afarp ③ n/i, CBM ③ n/i, Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto ④ $$$, Moura Lacerda ③ n/i, Unaerp ④ $$$$, Unip-SP ③ n/i. Rio Claro Claretiano Fac. ③ $$. Santa Fé do Sul Funec ④ $$. Santana de Parnaíba Unip-SP ③ n/i. Santo André Strong Esags-Santo André ④ $$$$$. Santos Esamc Santos ③ $$, Strong Esags-Santos ④ $$$$$, Unimonte ③ $$$. São Bernardo do Campo Fasb-SP ③ $. São Caetano do Sul USCS ③ $$$. São Carlos Unicep ③ n/i. São João da Boa Vista Unifae ③ $$$, Unifeob ④ $$$. São José do Rio Pardo Unip-SP ④ n/i. São José do Rio Preto Unip-SP ③ n/i, Unirp ③ $$. São José dos Campos Fac. Bilac ③ n/i, Unip-SP ④ n/i. São Paulo ESNS-SP ④ $$$, Fac. Sumaré ⑤ n/i, Fac. Zumbi dos Palmares ② $, Facs. Int. Rio Branco ③ $$, FMU ③ n/i, Impacta ④ $, São Camilo-SP ④ n/i, Trevisan-SP ④ $$$, UMC ③ n/i, Unasp ③ $$$, Unib ③ $, Unisa ③ $, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$$. São Roque FAC São Roque ③ n/i. São Sebastião Fass ④ $$. São Vicente Unibr São Vicente ③ $$. Sertãozinho FNSA ③ $$$$. Sorocaba Esamc Sorocaba ③ $$$$, Unip-SP ④ n/i, Uniso ③ $$$. Taubaté Etep Facs.-Taubaté ③ n/i, Unitau ③ $$$. Votuporanga Unifev ⑤ n/i. TO Araguaína Itpac ④ n/i. Palmas Católica do Tocantins ③ n/i, Ceulp/Ulbra ④ n/i, UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília ③ n/i, Fac. Anhanguera de Ciên. e Tecnol. de Brasília n/i, Fac. Cecap $$, Fac. Fortium ③ n/i, Fac. JK-Asa Norte ② n/i, Fac. JK-Plano Piloto ② n/i, Fac. JK-Recanto das Emas n/i, Fac. JK-Samambaia ③ n/i, Fac. JK-Santa Maria $$$$, FacHorizonte $$$, Faciplac ④ $$, Falbe n/i, FE-Brasília ③ n/i, Ibmec-DF n/i, Iesplan ② $$$$, Mauá-DF ④ n/i, Unieuro ④ n/i, Upis ② n/i. Gama Fac. Apogeu ② n/i, Fac. Fortium n/i, Fac. JK-Gama ② $$$. Recanto das Emas Icesp n/i. Samambaia Iesa-DF n/i. Taguatinga Fac. Anhanguera de Neg. e Tecnol. da Inf. ③ n/i, Fac. Anhanguera de Taguatinga n/i, Fac. JK-Taguatinga ② n/i, Fac. LS n/i, FETaguatinga ③ n/i, UniCerto n/i, UniCEUB n/i, Uniplan $$$. GO Águas Lindas de Goiás Mauá-GO ④ n/i. Alto Horizonte Fac. Ideal de Alto Horizonte $$. Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ③ n/i, Fac. Católica de Anápolis ③ n/i, Fac. Fibra ③ n/i, Fama-GO ③ $$, UEG ③. Anicuns Fac. de Anicuns ③ n/i. Aparecida de Goiânia Fac. Suldamérica ③ n/i. Caldas Novas Unicaldas ② n/i. Catalão Cesuc ③ n/i. Edéia UEG. Formosa Fac. Cambury ③ $$. Goianésia UEG ③. Goiânia Delta ③ $, Fabec Brasil ② $, FAC-Lions ③ $$, Fac. CGESP n/i, Fac. Padrão ③ n/i, Fac. Pitágoras de Goiânia ③ n/i, FacUnicamps Goiânia $$, FAN-Goiânia ③ n/i, Fasam ② $$$, FIG n/i, Iueso ③ n/i, Uni-Anhanguera ③ n/i, Unip-GO ④ n/i. Goiás UFG. Goiatuba UniCerrado ② $. Inhumas FacMais ② $$$. Iporá FAI-Iporá ③ $$. Itaberaí Fait-GO ② $$. Itapuranga FAI-Itapuranga n/i. Itumbiara Ifasc ③ $$, Iles/Ulbra Itumbiara ③ $$$. Jaraguá Fac. Evangélica de Jaraguá n/i. Jataí Cesut ③ n/i. Jussara FAJ-GO ③ $$$. Luziânia UEG ③, Unidesc ③ $$$$. Mineiros Unifimes ③ $$. Morrinhos FAN-Morrinhos n/i. Niquelândia UEG. Porangatu FNG ④ n/i. Rubiataba Fac. Evangélica de Rubiataba ③ $$. Sanclerlândia UEG ③. Santa Helena de Goiás UEG ②. Silvânia UEG ③. Trindade Aphonsiano ④ n/i. Valparaíso de Goiás Fac. Anhanguera de Valparaíso ② n/i. MS Amambaí Fiama $$$$. Caarapó Fetac ③ n/i. Campo Grande Facsul-MS ③ $$, FCG-MS ③ $, Iesf-MS $$$. Cassilândia FIC-MS n/i. Chapadão do Sul Fachasul ③ $$. Corumbá FSST $$$. Costa Rica Fecra ③ $$. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados ③ n/i. Naviraí Finav $, UFMS. Nova Andradina Finan n/i. Paranaíba Fipar n/i. Ponta Porã FAP-MS ④ $. MT Água Boa Fac. Cathedral-Água Boa ③ $. Alta Floresta FAFGE PROFISSÕES 2018

63


PROFISSÕES  ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS MT ③ $$, IFMT. Araputanga FCARP ② n/i. Barra do Garças Univar ③ $$$. Cáceres Fapan-MT ④ n/i. Colíder Facider ③ $. Cuiabá Fac. Afirmativo ② n/i, Fac. Anhanguera de Cuiabá n/i, Fac. Estácio de Cuiabá $$, Faipe $$, Fasipe Cuiabá n/i, Fauc ② $$$, Feics n/i, Icec ③ n/i, IESMT ③ n/i, Univest ② n/i. Diamantino FID-MT ② n/i, Unemat ③. Guarantã do Norte Ajes Facs. n/i, Fac. de Ciên. Soc. de Guarantã do Norte ③ n/i. Jaciara Fac. Eduvale-MT ③ n/i. Juara Unemat. Juína IFMT. Nova Mutum Unemat ②. Rondonópolis Fac. Anhanguera de Rondonópolis ③ n/i, Unic Rondonópolis ③ n/i. São José dos Quatro Marcos FQM n/i. Sinop Fasip ③ $$$$. Sorriso FacemMT n/i, Unic Sorriso ③ n/i. Várzea Grande Fausb ② $$$. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Uneal ③. Maceió Estácio FAL ③ $$, FAA-Iesa n/i, Fac. Pitágoras de Maceió n/i, Facima ③ n/i, Fama-AL n/i, FAN-AL n/i, FAT-AL $$, FIC-AL ③ n/i, FRM-Maceió ③ n/i, Seune ② $$, Uninassau-Maceió ③ n/i. Palmeira dos Índios Cesmac Sertão ③ $$. Penedo FRM-Penedo n/i. BA Alagoinhas Fac. Sto. Antônio-BA ④ $$, Fatec-BA n/i, UnirbBA $$$. Barreiras Ufob ③. Bom Jesus da Lapa Uneb. Camaçari Famec-BA n/i. Candeias FAC-BA ② n/i. Capim Grosso FCG-BA ③ n/i. Coronel João Sá Faneb ② $. Eunápolis Faes n/i, Uneb, UnesulBahia ② n/i. Feira de Santana Católica de Feira n/i, FMN-Feira de Santana n/i, FTC ③ $$. Guanambi FG-BA ③ n/i, Uneb. Ilhéus FMT ③ $$. Ipiaú Facsa n/i, Uneb. Ipirá FEG n/i. Irecê Uessba ② n/i, Uneb. Itaberaba FSC $$. Itabuna FTC ③ $$, Unime Itabuna ③ n/i. Itamaraju Facisa-BA ④ n/i. Jequié Fac. D. Pedro II-Jequié ③ n/i, FTC ③ $$. Juazeiro Fasj n/i. Lauro de Freitas Faciip ② n/i, Unifass ③ n/i, Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Paripiranga UniAGES ④ $$. Ribeira do Pombal Dom Luiz ③ n/i. Salvador Fac. 2 de Julho ④ $$, Fac. Castro Alves ③ n/i, Fac. da Cidade do Salvador ③ $$, Fac. Hélio Rocha ③ $$, Fac. Montessoriano ② n/i, Fac. São Salvador ③ $$, Facsal-Isec ② $, FBB ③ n/i, FCGB ② $$, FGN Salvador $$$, FMN-Salvador ③ n/i, FSTA n/i, FVG ③ n/i, Unime Salvador ③ n/i, Unirb-BA ④ $$$, Universo-BA ③ n/i. Santo Antônio de Jesus Facemp ③ n/i. Serrinha Uneb. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas ③ n/i, Fasb-Teixeira de Freitas ③ $$. Valença Factiva n/i, Fazag ② n/i. Vitória da Conquista Fainor ③ $$, FMN-Vitória da Conquista ③ n/i. CE Aracati FVJ ③ n/i. Baturité FMB-CE $. Fortaleza Fac. Ari de Sá n/i, Fac. CDL $$, Fac. Evolução $, Facped n/i, Faece ③ $$, Fafor ③ $$, Fatene $$, FGF ③ $$$$, Flated ③ n/i, FMNFortaleza ③ n/i, FSM-CE n/i, Ratio n/i. Juazeiro do Norte UFCA ③. Limoeiro do Norte Favili n/i. Maracanaú Fac. Fadam $, Fadesne n/i. Maranguape FAK ② n/i. São Gonçalo do Amarante Fate n/i. Sobral Fac. Evolução n/i, FAL-CE n/i, UVA-CE ③. Tianguá Fied n/i. MA Açailândia Favale n/i, Uema. Bacabal Fac. Pitágoras de Bacabal n/i, Febac $$, Uema. Balsas Unibalsas ② n/i. Caxias Facema ③ $$. Chapadinha FAP-MA ③ n/i. Codó Uema. Imperatriz DeVry Facimp ③ $$, Uema ②, Unisulma ③ n/i, Universidade Ceuma $$$. Paço do Lumiar Iesf-MA ④ n/i. Pedreiras Faesf-MA ③ $. Santa Inês IFMA ③. São João dos Patos IFMA. São José de Ribamar Fac. Miguel de Cervantes n/i. São Luís Cest ③ $$, Estácio São Luís ③ n/i, Fac. Pitágoras de São Luís ③ n/i, Facem-MA ② n/i, Faene $$, Fescemp $$, FMNSão Luís n/i, Imec ② $. São Mateus do Maranhão Faesm n/i. Timon FMSJC ② $, Iesm n/i, Uema ③. PB Cajazeiras FSM-PB ③ n/i. Campina Grande Cesrei $$$, Unesc-PB n/i. João Pessoa DeVry João Pessoa $$$, Estácio-PB $, Fabex n/i, FAP-PB ③ n/i, FJN-João Pessoa n/i, Unifuturo ③ n/i. Patos UEPB. PE Belém de São Francisco Cesvasf n/i. Belo Jardim FBJ n/i. Cabo de Santo Agostinho Fachuca ② n/i, FMN-Cabo n/i. Carpina Falub ③ $. Caruaru Fafica ③ $$, FMN-Caruaru n/i, UPE ③.

64 GE PROFISSÕES 2018

Escada Faesc ③ n/i. Garanhuns Faga ③ $. Goiana Fadimab ③ n/i. Igarassu Facig-PE ③ n/i. Ipojuca Fajolca ③ $. Jaboatão dos Guararapes Fac. Europeia ③ n/i, Fac. Ibratec $$$, Iesp-PE ③ n/i, Metropolitana ② $$. Limoeiro Facal ② n/i. Olinda Facho n/i, FJN-Pernambuco ③ n/i, Focca ④ n/i, Funeso $$, Ieso ③ $. Paulista FJN-Pernambuco ③ n/i. Petrolina Facape ③ $$, FacespPE n/i, FMN-Petrolina n/i. Recife Fac. Anchieta do Recife n/i, Fac. Nectar.Edu $$$$, Fac. São Miguel ③ n/i, Fafire ③ $$, Fama-PE ② n/i, Farec ② $$, Fasc-PE ③ $, FJN-Pernambuco ③ n/i, Ipesu ③ $$, Senac-PE ③ $, Sopece-FCHPE ③ n/i, UNIFG $$. Salgueiro UPE ③. Santa Cruz do Capibaribe Cesac $, Fadire ② $$. Surubim Fac. Duarte Coelho n/i. Timbaúba Fac. de Ciências de Timbaúba ③ n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE ③ $$, Faintvisa ③ n/i. PI Angical do Piauí IFPI. Corrente FCPI $. Floriano Faesf-PI ④ n/i, Uespi ③. Oeiras IFPI. Parnaíba FMN-Parnaíba ③ n/i, UFPI ③. Pedro II IFPI. Picos Fac. R. Sá ④ n/i, Uespi ③, UFPI ③. Piripiri Chrisfapi ③ $$, IFPI. São João do Piauí IFPI. São Raimundo Nonato FAM-PI $. Teresina Aespi ③ n/i, Cesvale ③ n/i, DeVry Facid $$, Facet ③ n/i, Faete ③ $$, Fapi-PI ③ n/i, FMN-Teresina ③ n/i, ICF ③ $$, Uespi ③. Uruçuí Uespi. RN Açu Facesa-RN ② n/i. Caicó FCST ② $. Currais Novos UFRN ③. Mossoró Fac. Mater Christi ③ $$. Natal Estácio Fatern ④ n/i, Facen n/i, Faciten n/i, FAL Estácio ④ n/i, IESRN n/i, Uni-RN ④ n/i. Parnamirim Famec-RN n/i. Pau dos Ferros Facep-RN n/i, Uern. SE Aracaju Fac. Jardins $, Fac. São Luís de França ③ $, Facar n/i, Faser-SE n/i, FMN-Aracaju ③ n/i. Lagarto FJAV ② $. Tobias Barreto Fise ④ $$. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Fameta ③ $$, Uninorte-AC ③ n/i. AM Benjamin Constant Ufam ③. Manaus Fac. La Salle-Manaus ③ $$, Fametro-AM ④ n/i, FBN ③ n/i, FMN-Manaus n/i, FSDB ③ n/i, Unip-AM ④ n/i. AP Macapá Estácio Amapá ④ n/i, Fabran ③ $$, Fac. Meta-AP $$, Fama-AP ③ n/i, Fesam $, FTA n/i, Immes-AP $$. Santana Fac. Madre Tereza ④ n/i. PA Abaetetuba FAM-PA n/i. Altamira FACX n/i. Ananindeua Esmac ③ $$$$, Faam ③ $$. Belém Esamaz ③ n/i, Fapen-PA ③ $$. Capanema Ufra. Itaituba FAI-PA ③ n/i, FAT-PA ② n/i. Marabá Fac. Carajás $$, Fac. Metropolitana de Marabá ③ $$, Facimab ② n/i. Paragominas Fac. Metropolitana de Paragominas $$, Facesp-PA n/i. Parauapebas Fac. Metropolitana de Parauapebas $$, Fadesa n/i, Famap n/i, Ufra. Redenção Fesar ④ n/i. Rondon do Pará Unifesspa. Santarém Iespes ③ n/i, Unama ③ n/i. Tailândia Faceel n/i. Tomé-Açu Ufra. Tucuruí Fac. Gamaliel n/i. RO Ariquemes Faema n/i, Fiar ② n/i. Cacoal Facimed n/i, Fanorte n/i. Colorado do Oeste Faec-RO ② n/i. Guajará-Mirim Unir ③. Jaru Unicentro-RO ③ $$. Ouro Preto do Oeste Uneouro ③ $$. Pimenta Bueno FAP-RO ④ $$. Porto Velho Faro-RO ③ $$$, Fatec-RO ③ n/i, Fimca ③ $$, Iles/Ulbra Porto Velho ③ n/i, Porto ④ $$, Unir ④. Rolim de Moura Farol $$, FSP-RO ④ $. Vilhena Reges-Avec n/i, Unir ②. RR Boa Vista Estácio Amazônia ③ n/i, Facs. Faceten n/i, Fares ② n/i, UERR. TO Araguaína Fac. Católica D. Orione ③ n/i, Facit-TO $$. Araguatins Faiara ① $. Dianópolis Unitins. Guaraí FAG ② $$. Gurupi UnirG ③ $. Palmas Fapal n/i, Fasec ③ n/i, Itop ③ n/i. Paraíso do Tocantins Fecipar ③ n/i, Unest ② $. Pedro Afonso Fac. Rio Sono $. REGIÃO SUDESTE ES Aracruz Faacz ③ $$$, Face ③ n/i. Barra de São Francisco Fatesf-ES n/i. Cachoeiro de Itapemirim Faccaci ③ $$, MultivixCachoeiro de Itapemirim ⑤ n/i. Cariacica Faesa ③ $$, Multi-

vix-Cariacica ④ n/i. Colatina FCB ③ n/i, Ifes. Guaçuí Facec-ES ② $. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari ③ n/i, Ifes, Rede de Ens. Doctum-ES ④ n/i. Iúna Rede de Ens. Doctum-ES ④ n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ③ n/i, Faceli. Nova Venécia Multivix-Nova Venécia ⑤ n/i. São Gabriel da Palha Fasg $$$. São Mateus FVC ③ n/i, Multivix-São Mateus ④ n/i. Serra Fabra $$, Multivix-Serra ④ n/i, UCL ④ n/i, Unesc-ES ③ $$. Venda Nova do Imigrante Faveni ③ $$, Ifes. Viana Fesav n/i. Vila Velha Fac. Estácio ③ n/i, Fac. Novo Milênio ③ $$, Multivix-Vila Velha n/i, Rede de Ens. Doctum-ES ③ n/i. Vitória Fac. Estácio ④ $$$, Fac. Saberes n/i, Faces n/i, Favi ③ n/i, Finac ③ n/i, Multivix-Vitória ④ n/i, Rede de Ens. Doctum-ES ③ n/i. MG Abaeté Uemg. Aimorés Fupac Aimorés ③ n/i. Além Paraíba Face-Alfor n/i. Araçuaí IFNMG. Arinos IFNMG. Baependi Fupac Baependi ③ n/i. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Fac. Arnaldo ③ $$$$, Fac. Batista de Minas Gerais ③ n/i, Fac. Del Rey ② n/i, Facem-BH ② n/i, Facemg ③ n/i, FacisaBH ③ $$$, Fape2 $$$, Fead ③ n/i, FIBH $$$, Ibhes ③ n/i, Newton Paiva ③ $$$$, Unifenas ④ $$$. Betim FIBH ③ $$. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Brasília de Minas Unimontes. Campo Belo Cemes ② n/i. Campos Gerais Facica $$. Carangola Uemg ②. Caratinga Rede de Ens. DoctumMG n/i, Unec ④ n/i. Cataguases Funjobe ③ $$. Cláudio Uemg. Conselheiro Lafaiete Fupac Conselheiro Lafaiete ③ n/i. Contagem Fac. Única de Contagem ③ n/i, Nova Fac. ③ n/i. Coromandel FCC-MG ② n/i. Curvelo FAC-MG ③ $$$. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis ③ n/i, Fac. UNA de Divinópolis $$$, Faced ③ n/i. Formiga IFMG. Frutal FAF-Frutal ② n/i. Governador Valadares FAGV ② $$$, Fupac Governador Valadares ② n/i, UFJF. Guaxupé Unifeg ④ $$$. Iguatama Fac. de Iguatama n/i. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ n/i, Fac. Única de Ipatinga ③ n/i, Rede de Ens. Doctum-MG n/i. Itabirito Fac. Alis de Itabirito n/i. Itanhandu Fupac Itanhandu n/i. Ituiutaba FTM ③ n/i. Janaúba Fac. Promove de Janaúba n/i. Januária Incisoh ③ n/i. João Monlevade Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Juiz de Fora CES/JF $$$, Facsum ③ n/i, FJF ④ n/i, Rede de Ens. Doctum-MG n/i, Unipac ③ n/i. Lambari Fupac Lambari ③ n/i. Lavras Fadminas ③ $$, Fagammon ② $$, Unilavras $$$. Leopoldina Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Luz Fasf-MG ③ $$. Machado Cesep $$, IFSULDEMINAS. Manhuaçu FAF-Manhuaçu $$, Rede de Ens. Doctum-MG n/i. Mantena Intervale ③ $$. Mariana Fama-Mariana n/i. Matipó Univértix-MG ③ n/i. Montes Claros Facs. Prisma $$, Funorte ③ n/i. Nanuque Unec n/i. Nova Porteirinha Favag ③ $$. Nova Serrana Fans ③ n/i. Oliveira Feol ③ n/i. Ouro Branco IFMG. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino ③ n/i. Paracatu Fac. Atenas ④ n/i, Fac. Tecsoma ② n/i. Passos IFSULDEMINAS, Uemg ③. Patos de Minas FPM ② n/i. Pedro Leopoldo FPL Educacional ③ $$$. Pirapora FAC Funam n/i. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas ③ n/i. Ponte Nova Fac. Dinâmica n/i. Pouso Alegre Fac. UNA de Pouso Alegre $$$$, Ipel n/i, Univás ③ n/i. Ribeirão das Neves IFMG. Sabará Fac. de Sabará ② n/i. Santa Luzia Facsal ③ n/i. Santos Dumont FSD ③ $$$. São Gotardo Cesg ⑤ $$. São Lourenço Fac. de São Lourenço ③ n/i, FVH ② n/i. São Sebastião do Paraíso Fac. Calafiori $$$, Libertas-Facs. Int. ③ n/i. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida $$, Fac. UNA de Sete Lagoas n/i. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni ④ n/i, Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Timóteo Fac. Única de Timóteo ③ n/i. Três Corações UninCor ④ $$$. Ubá Fagoc ④ n/i. Uberaba FCETM ⑤ n/i, Fupac Uberaba ① n/i, Uniube ③ $$$. Uberlândia Fac. Católica de Uberlândia n/i, Fac. Passo1 n/i, Fac. UNA de Uberlândia ② $$$, Fatra $$, Fupac Uberlândia ③ n/i, Uniessa ③ $, Unitri ③ $$$$, Uniube ② $$$. Virginópolis Iseed-Faved ② n/i. Visconde do Rio Branco Fupac Visconde do Rio Branco ③ n/i. RJ Angra dos Reis Estácio n/i. Araruama Fac-Unilagos ③ $$$, Universidade Candido Mendes $$. Barra do Piraí UGB ③


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

n/i. Barra Mansa UBM ③ $$. Belford Roxo Fabel-RJ ② $$, Uniabeu ② $$$. Bom Jesus do Itabapoana Famesc $$$. Cabo Frio Estácio ④ n/i, Ferlagos ④ n/i. Campos dos Goytacazes Estácio ④ n/i, UniRedentor $$. Duque de Caxias Estácio ④ n/i, Fac. de Duque de Caxias ③ $$$$, Unigranrio ③ $$$. Itaperuna UniFSJ ③ n/i. Macaé Estácio ④ n/i, Unigranrio $$$. Magé Unigranrio ③ $$$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i, Famath $$$, Universidade Candido Mendes ③ $$$. Nova Friburgo Estácio ③ n/i, Universidade Candido Mendes ② $$. Nova Iguaçu Estácio ④ n/i, Uniabeu ③ $$$. Petrópolis Estácio ④ n/i. Queimados Estácio ③ n/i. Quissamã Famesc $$$. Resende Estácio ③ n/i. Rio Bonito Cnec Facerb ② $$$. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$, Cnec Ilha do Governador ② $$, Estácio ④ n/i, Fabes ② n/i, Fac. Intern. Signorelli ③ n/i, Fac. Prof. Daltro $$$, Facha-RJ $$$$, Fama-RJ ③ $$$, Famerc ④ $$$, Feuc-RJ n/i, FGS ③ n/i, FIJ n/i, Frasce ③ $$, Inst. Infnet n/i, Simonsen ③ $$$$, SJT ③ n/i, Suesc ③ n/i, UniMSB ③ n/i, Universidade Candido Mendes ③ $, USU ③ n/i. São Fidélis FSF-Censupeg $$. São Gonçalo Estácio ④ n/i, FAP-RJ ② n/i. São João de Meriti Estácio ③ n/i, Unigranrio ③ $$$. Teresópolis Unifeso ③ $$$. Valença Cefet-RJ, Cesva $$. Volta Redonda Fasf-RJ ③ n/i, UGB ③ n/i. SP Agudos Faag ③ $$$$. Americana Faculdade Iesa ④ $$, FAMAmericana ③ $$. Amparo Unifia ② n/i. Andradina Firb ③ $$. Araçatuba FAC-FEA ④ $, Unitoledo ③ n/i. Araraquara Facs. Logatti ③ $$, Uniara ③ n/i. Araras Unar ④ n/i. Assis Fema-SP $$, Ieda n/i. Auriflama Fac. de Auriflama ③ n/i. Avaré Eduvale ④ $$. Barra Bonita Fac. Gran Tietê $$$, FIP-Barra Bonita ③ n/i. Barretos Unifeb ④ $$$. Batatais Claretiano-Centro Universitário ④ $$$. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i. Bertioga Fabe-SP ③ $$$. Birigui Fabi ③ n/i, Fateb-SP ③ n/i. Boituva FIB-Boituva ③ n/i. Botucatu Galileu $$, Unifac ③ $$. Buri UFSCar. Caçapava Fac. Sto. Antônio-SP $$. Caieiras FMC-SP ② n/i. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Fleming ② n/i, FNB $$, Iescamp ② $$$$, Ipep $$$$, Policamp ② $$$$, USF ③ $$$. Capivari Cnec Capivari ③ $$$. Carapicuíba Falc ③ n/i. Casa Branca Facab $$. Cotia Estácio Europan ③ $$$. Diadema FAD ③ n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal ③ $$$. Franca Fapesf $$$. Francisco Morato Fframo $$. Garça Faef-Garça/SP ③ n/i. Guararapes Fac. de Guararapes ③ n/i. Guaratinguetá Faceg-SP ③ n/i. Guarujá Fac. Don Domênico ③ n/i, Fagu ③ n/i. Guarulhos Espa ③ n/i, Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, Fac. Progresso n/i, Facig-Guarulhos n/i, FG-SP ② $$$, FIG-Unimesp ③ n/i, UnG ③ n/i. Hortolândia Fach ② $$$$. Ibitinga Facep-SP ③ $$$$, Faibi. Ibiúna Estácio FMI ③ n/i. Ilha Solteira Faisa ③ $$$$. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba ③ n/i. Itanhaém Faita ② $$. Itapecerica da Serra Fac. Anhanguera de Itapecerica da Serra n/i, FIT-Itapecerica da Serra ③ n/i. Itapetininga FKB ② n/i, FSP-SP n/i, IIES ③ n/i. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Itápolis Facita-Itápolis ③ $$$. Itaquaquecetuba Facita-Itaquaquecetuba $$, UnG ③ n/i. Itararé Fafit ③ n/i. Itatiba USF ③ $$$. Itu Faditu n/i. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal ③ n/i, Fajab ③ n/i. Jacareí Fac. Anhanguera de Jacareí ③ n/i, Fac. Inesp ③ $, Fatesf-SP ③ $$, IFSP. Jales Unijales ③ n/i. Jandira Faceq ③ n/i. Jaú Fac. Jauense ③ $$$$, Fjaú ③ $$$. José Bonifácio FJB ③ n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí ③ n/i, FCG-SP ③ n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera ③ n/i. Lençóis Paulista Facol-SP ③ n/i. Limeira Einstein ③ n/i, Fac. Anhanguera de Limeira ③ n/i, Unicamp. Mairiporã FCH ③ n/i. Marília Fac. de Marília n/i, Faip ④ n/i. Matão Fac. Anhanguera de Matão ③ n/i, Immes-SP ③ $$. Mauá Fama-SP ② $$. Mirandópolis FAM-Mirandópolis ④ $$$$. Mirassol Faimi ③ n/i. Mococa Funvic-Mococa ② $$$. Mogi Guaçu Fasf-SP n/i, Franco Montoro ② $. Moji Mirim Fac. Sta. Lúcia ④ n/i. Monte Alto FMA ② n/i. Monte Aprazível Faeca-D. Bosco ③ $$. Novo Horizonte Fasar-SP ③ $$. Olímpia Fac. Eduvale de Olímpia ② n/i, Faer ③ n/i. Orlândia FAO ② n/i. Osasco

Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. Ourinhos Estácio Ourinhos ④ n/i. Paraguaçu Paulista Facs. Gammon ② $$. Paulínia FACP ③ n/i. Penápolis Funepe ③ $$$$$. Pereira Barreto FIU ③ n/i. Peruíbe FPBE ③ n/i. Pindamonhangaba Fac. Anhanguera de Pindamonhangaba n/i, Fasc-SP $$$. Piracicaba Fac. Anglo ④ n/i, Fac. Anhanguera de Piracicaba ③ n/i, USP. Piraju Facespi ② n/i. Pirassununga Centro Universitário Anhanguera ③ n/i, Fatece ③ n/i. Porto Feliz Famo $$. Porto Ferreira Asser-Porto Ferreira ③ $$. Praia Grande Fals ③ $$, Faps n/i. Presidente Epitácio Fape ③ n/i. Presidente Prudente Fapepe ③ n/i. Presidente Venceslau Faprev ③ $$$$. Rancharia Fran ③ $$$$. Ribeirão Bonito Trevisan-SP $$. Ribeirão Preto Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto ③ n/i, Fac. de Neg. Metropolitana n/i, Reges-Ribeirão Preto ③ $$$. Rio Claro Asser-Rio Claro ② n/i, Fac. Anhanguera de Rio Claro ③ n/i. Rosana Cespri ③ n/i. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara ③ n/i, FAP-SP ④ $$$$. Santa Cruz do Rio Pardo Oapec ③ n/i. Santa Rita do Passa Quatro Fac. HSM n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, Estácio Santo André ④ $$, Fapen-SP $$, FSA-SP ③ $$$, Iesa-SP ③ n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Unilus ③ n/i, Unimes ③ n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ③ n/i, Fainam ② $$, FMU $, FTT, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Caetano do Sul Fac. Tijucussu ③ n/i. São Joaquim da Barra Facig-São Joaquim da Barra ② n/i. São José do Rio Pardo Feuc-Rio Pardo $. São José do Rio Preto Dompedro ② $$, Facmil n/i, Tecmed n/i, Unilago ③ $$$, Unorp ③ n/i. São José dos Campos Etep Facs.-São José dos Campos ③ n/i, Fac. Anhanguera de São José dos Campos ③ n/i, Fac. INPG-São José dos Campos ③ $$$$, Univap ③ n/i. São Manuel FMR ④ $. São Paulo 28 de Agosto n/i, Alfa-SP $, Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Esamc São Paulo $$$, Eseg ⑤ n/i, Estácio São Paulo ④ $$, Fac. Brasil ② n/i, Fac. Centro Paulistano ③ n/i, Fac. de São Paulo ③ n/i, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Flamingo ② $, Fac. Mundial $$, Fac. Paulista São José n/i, Fac. Saint Germain n/i, Fac. São Paulo-SP n/i, Fac. Sequencial $$, Fac. Sta. Izildinha ② n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo ② n/i, Fac. Villas Boas n/i, Facitep $, Facraz ③ $$, Facs. Int. Campos Salles ③ n/i, Fadisp $, Famosp $$$$, Fasm-SP ③ $$, FCE ③ $, FECG-SP ③ $$$$, Fesp-SP ③ n/i, FIAM-FAAM Centro Universitário n/i, Finaci $$$, FOC ③ $$$, FPD n/i, IBTA $$, UnG n/i, Unicapital ③ n/i, Unicid ③ $$$$, UniÍtalo ③ n/i, Unip-SP ④ n/i, UniPaulistana ② n/i, Unisal ② $$$, UniSant’Anna ④ $$, Universidade Brasil ③ n/i. São Roque FSR ② n/i, IFSP. São Vicente Fatef n/i. Sertãozinho Fac. Anhanguera de Sertãozinho ③ n/i. Socorro FAQ ③ n/i. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba ③ n/i, Fac. de Sorocaba ③ n/i. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré ③ n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$$, Unisuz ③ $$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra ③ n/i, Fecaf $$$. Taquaritinga FTGA ② n/i, Ites-Taquaritinga ② $$. Tatuí Faesb ② $$$, FSP-SP n/i. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté ③ n/i, Fac. Dehoniana $$$, Ites-Taubaté ④ $$. Tietê FIT-Tietê ③ n/i. Tupã Faccat-SP ③ $$, Fadap FAP ③ $$. Tupi Paulista Cestupi ④ n/i. Valinhos Fac. Anhanguera de Valinhos ③ n/i. Votorantim Fac. Anhanguera Pitágoras de Votorantim ③ n/i. Votuporanga Fac. Futura ② n/i. REGIÃO SUL PR Ampére Famper ③ $. Arapongas Unopar ③ n/i. Arapoti Fati ③ n/i. Araucária Faneesp $$. Assis Chateaubriand CTESOP $$. Astorga Faast ③ n/i. Bandeirantes Unopar ② n/i. Cafelândia Unica $$$. Cambé Fac. Catuaí ③ n/i. Capanema Fac. Iguaçu ② n/i. Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel ③ n/i. Clevelândia Fama-Clevelândia ②. Colombo Faec-PR ② $$. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio ③ $$, Faccrei ② n/i. Curitiba Camões ③ n/i, Cesumar-Curitiba $$, FAC-PR n/i, Fac. Bagozzi ③ n/i, Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Fac. de Tecnol. Futuro n/i, Fac.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

Inspirar $$$, Facear ③ n/i, Facel ③ n/i, Facet Fac. ③ $$, Facimod ③ $$, Falec ③ n/i, Fama-Curitiba ② $$, Fapar ③ $$, Opet ③ $$$$, Spei ③ n/i, UTP ④ $$$. Dois Vizinhos Unisep ② n/i. Fazenda Rio Grande Facear n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, Fafig n/i, Uniamérica ③ n/i. Francisco Beltrão Cesul $$$$, Unisep ③ n/i. Goioerê Fac. D. Bosco de Goioerê n/i. Guarapuava Fac. Campo Real ③ $$, Fac. Guairacá $$, Fac. Guarapuava ③ n/i. Guaratuba Isepe Guaratuba ③ n/i. Ibaiti Feati ③ n/i. Ibiporã Facesi ③ n/i. Ivaiporã Facs. Int. do Vale do Ivaí ③ $$. Ivatuba IAP n/i. Jandaia do Sul Fafijan ③ n/i. Lapa Fael ④ $. Laranjeiras do Sul Faceopar ④ $. Loanda Facinor ③ $$. Londrina Cesumar-Londrina $$, Fac. Arthur Thomas ④ n/i, Facs. Londrina n/i, Inesul ② $$, UniFil ④ n/i, Unopar ③ n/i. Mandaguari Fafiman ③ $$. Marechal Cândido Rondon Falurb ③ $$, Isepe Rondon ③ n/i. Maringá Fac. Alvorada de Maringá ③ $$$, Famma ③ $$, Uningá n/i. Matinhos UFPR Gestão e Empreended. Nova Esperança Fanp ③ $$$$. Palotina Uespar/Facitec ③ n/i. Paraíso do Norte Fapan-PR ③ $$$. Paranaguá Isulpar ③ n/i. Paranavaí Fatecie n/i, Unespar ③. Pato Branco Fadep ③ $$. Pinhais Fapi-PR ③ $$$. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $$, Fasf-PR ③ n/i, Unopar-Ponta Grossa ② n/i. Porecatu FP ② n/i. Realeza Cesreal ③ n/i. Rolândia Faccar ③ n/i. São Mateus do Sul Uniuv ③ $$. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi ③ n/i. Sarandi Facnorte $. Telêmaco Borba Fateb-PR ③ $$$. Ubiratã Fac. D. Bosco de Ubiratã ② n/i. União da Vitória Uniuv ③ $$. Wenceslau Braz Facibra $$. RS Alvorada Fac. Luterana São Marcos ③ n/i. Bagé Facs. Ideau-Bagé ③ $$. Bento Gonçalves FSG $$. Camaquã Faccca ③ $$$$. Canoas UniRitter $$$$. Carazinho Ulbra ③ $$$$. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul ③ n/i, Fac. Fátima ③ n/i, Famur $$$. Cerro Largo URI $$$$. Erechim FAE-Erechim ② $$, Uergs. Estrela Fac. La Salle-Estrela n/i. Frederico Westphalen IF Farroupilha. Garibaldi Fac. Fisul ③ $$$$. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas ③ $$. Ijuí FAL-RS ④ n/i. Júlio de Castilhos IF Farroupilha. Montenegro Unisc $$$$. Nova Petrópolis Facenp ② n/i. Passo Fundo Fac. Anhanguera de Passo Fundo ③ n/i, Facs. Ideau-Passo Fundo ② $$, FJP $$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas ② n/i. Porto Alegre Estácio RS ③ n/i, Fac. Anhanguera de Porto Alegre n/i, Famaqui n/i, Fato ③ $$$$, Ulbra $$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande ③ n/i. Santa Cruz do Sul Fac. D. Alberto ③ n/i. Santa Maria Fames-RS ② $$$$, Fisma-RS ③ n/i, Sobresp $$$$. Santana do Livramento Urcamp ④ $$$$. Santiago URI ③ $$$$. Santo Augusto Faisa Facs. ② n/i. São Gabriel Urcamp ③ $$$$. São Luiz Gonzaga URI ③ $$$$. São Marcos FACSM n/i. São Vicente do Sul IF Farroupilha. Sapucaia do Sul FAE-Sapucaia do Sul ③ $$$$$. Sarandi Cesurg n/i. Sobradinho Unisc ③ $$$. Tapejara FAT-RS ② n/i. Tapes Uergs. Torres Ulbra ④ $$$$. Venâncio Aires Unisc ③ $$$. SC Araranguá FVA $$. Balneário Camboriú UniSociesc Balneário Camboriú ③ $$$$. Blumenau Uniasselvi-Blumenau ③ n/i. Braço do Norte Unisul ④ $$$. Brusque FSL $$$. Caçador Uniarp ③ $$. Campos Novos Unoesc n/i. Canoinhas Fameplan $$. Capivari de Baixo Fucap ③ n/i. Chapecó Facs. Sta. Rita $. Concórdia Facc ③ n/i. Criciúma Esucri ③ $$$. Florianópolis BM ③ n/i, Fac. Decisão ③ n/i, Facs. Barddal n/i, Fean ③ $$. Fraiburgo Uniarp ② $$. Guaramirim Uniasselvi-Guaramirim ③ n/i. Indaial Uniasselvi-Indaial ③ n/i. Itajaí Cnec Ifes ③ n/i. Jaraguá do Sul Fac. Anhanguera de Jaraguá do Sul n/i. Joinville Bom Jesus/Ielusc n/i, Católica SC ③ n/i, Fac. Anhanguera de Joinville ③ n/i, Inesa ③ $$$. Lages Uniplac ③ n/i. Mafra UnC ③ $$$. Maravilha Unoesc ② n/i. Palhoça Fatenp/ Unigranrio ② n/i. Palmitos Facs. Sta. Rita ③ $. Pinhalzinho Horus Facs. ③ $$. Porto Belo Fapag n/i. Rio do Sul Uniasselvi-Rio do Sul ② n/i. Rio Negrinho UnC ④ $$$. São José Fac. Anhanguera de São José ③ n/i, Fasc-SC $, IES-SC ③ $. São Miguel do Oeste Horus Facs. n/i. Xaxim Celer Facs. ③ n/i. GE PROFISSÕES 2018

65


PROFISSÕES  ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito BA Santa Maria da Vitória Facite ③ $. ES Cariacica Uniest ① $$. Castelo Multivix-Castelo n/i. PE Palmares Facip $. Serra Talhada FIS ③ n/i. PI Teresina FAR-PI ③ n/i. SP Araçatuba Ucesp n/i. Avaré Faccaa ③ n/i, FSP-SP ④ n/i.

ONDE ESTUDAR PROCESSOS GERENCIAIS (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Águas Claras Fac. Processus n/i. Brasília IFB, Uniplan Gestão Empr. e Control. ③ $$. GO Formosa Fac. Cambury $. Goiânia Fac. Cambury Gestão Exec. de Neg. ③ $$, Uni-Anhanguera ② n/i. Rio Verde IesRiver ④ $$$. MS Campo Grande Fatec Senai ③ $, FCG-MS Gestão Empreendedora $, UFMS ④. MT Campo Novo do Parecis IFMT. Cuiabá Icec n/i. REGIÃO NORDESTE BA Salvador DeVry Ruy Barbosa ④ $$, Fac. São Salvador $$, FMN-Salvador n/i. CE Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i, Estácio FIC ③ $$, Fac. Evolução ③ $, Facped ④ n/i, Fate n/i, MrhFacine Gestão em Processos Ger. $$, Unifor-CE $$. MA Coroatá Faeme n/i. PB João Pessoa FPB ③ n/i. PE Olinda Facottur n/i, Ieso Gestão Empreendedora $. Recife DeVry FBV ③ n/i, Fac. Nova Roma $, Unibra ③ n/i. PI Parnaíba IFPI, Unirb/Farb n/i. SE Aracaju Fanese Processos Ger. (gestão empreendedora) ③ $, Faser-SE n/i. REGIÃO NORTE AC Cruzeiro do Sul Ifac Processos Esc. Rio Branco Faao Processos Esc. $, Ifac Processos Esc. AM Manaus DeVry Martha Falcão ④ $$, Fatese $$, FSDB n/i, Uninorte-AM n/i, Unip-AM ③ n/i. AP Macapá Fabran Gestão de Processos Ger. $. PA Belém DeVry Faci $$$, Fapan-PA $. Santarém Unama ③ n/i. TO Palmas Iepo Gestão Empreendedora de Neg. n/i. REGIÃO SUDESTE ES Cariacica Fac. Pio XII $$, Faesa $$. Vitória Favi Gestão Empreendedora n/i. MG Almenara IFNMG. Belo Horizonte Fac. Arnaldo n/i, Fac. Pitágoras de BH n/i, Facemg ② n/i, FacisaBH ③ $$$, FIBH Gestão em Processos Ger. $$, Ibhes Gestão Empreendedora n/i, Uemg, UNA ④ n/i, UniBH ④ n/i. Betim Fac. UNA de Betim ④ n/i. Campanha Uemg. Contagem Fac. UNA de Contagem ③ n/i. Juiz de Fora FJF n/i. Muriaé Fasm-MG $$. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino ③ n/i. Porteirinha Favenorte n/i. Ribeirão das Neves IFMG ③. Sabará IFMG ③. Sete Lagoas Fasasete $$. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Uberlândia Fatra $$. Varginha Unis ④ n/i. Viçosa Univiçosa Processos Ger. (gestão de empr.) ③ $$. RJ Duque de Caxias Faetec. Niterói UFF Processos Ger. (ênf. em empreended.). Rio de Janeiro Celso Lisboa $$$, Estácio ④ n/i, Simonsen Processos Ger. (gestão empr.) ③ $$$$, UCB-RJ Processos Ger. (gestão empr.) ③ $$$, UVA-RJ ③ n/i. SP Americana Faculdade Iesa $, Fatec Americana Gestão Empr. ③. Araraquara Unip-SP n/i. Bauru Iesb-SP ③ $$$$, Unip-SP n/i. Bragança Paulista USF ③ $. Caieiras FMC-SP ② n/i. Campinas Unip-SP n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp Processos Ger. (técnico adm.) $$. Caraguatatuba IFSP ④. Catanduva Fatec Catan-

66 GE PROFISSÕES 2018

duva Gestão Empr. ④. Conchas Facon $. Cotia Estácio Europan ④ $$, Fatec Cotia Gestão Empr. Cruzeiro Fatec Cruzeiro Gestão Empr. Garça Fatec Garça Gestão Empr. ③. Guaratinguetá Fatec Guaratinguetá Gestão Empr. ③. Guarulhos Eniac ③ $, Espa n/i, FIG-Unimesp n/i, UnG n/i. Indaiatuba Fatec Indaiatuba Gestão de Serv. ③; Gestão Empr. ③. Itu Ceunsp ④ $. Jales Fatec Jales Gestão Empr. Jundiaí Unip-SP n/i. Limeira Faal ③ $$. Lins Unilins ② $$$. Marília Univem ② $$. Mauá Fama-SP $$$$. Mococa Fatec Mococa Gestão Empr. (processos ger.) ③. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$, UMC ④ n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco n/i, Fac. Fernão Dias $. Paulínia FACP n/i. Pindamonhangaba Fabad n/i. Piracicaba Fatec Piracicaba Gestão Empr. ③. Porto Feliz Famo $. Praia Grande Fac. Alfa $, Fatec Praia Grande Gestão Empr. ④. Presidente Prudente Fatec Presidente Prudente Gestão Empr. Registro FVR ③ n/i. Ribeirão Preto Moura Lacerda ④ n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André n/i. Santos Fatec BS-Rubens Lara Gestão Empr. ③, Unimonte ④ $$, Unip-SP n/i. São Bernardo do Campo Fac. São Bernardo de Tecnol. n/i, FMU $, Metodista ③ $$. São Caetano do Sul USCS Gestão Empr. ③ $$. São Carlos Fatec São Carlos Gestão Empr., IFSP. São João da Boa Vista IFSP. São José do Rio Preto Unirp ③ n/i. São José dos Campos Fac. INPG-São José dos Campos $$$. São Paulo Estácio São Paulo ③ $$, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Flamingo $, Fac. Innovare n/i, FAM-São Paulo n/i, Famosp $$, Fappes $$, Fatec Sebrae Gestão de Neg. e Inovação, Fatec Zona Leste Gestão Empr., Fatec Zona Sul Gestão Empr., Feduc Processos Esc. $, FMU ③ n/i, Impacta $, Inst. de Formação Profissional Administrativa Gestão de Processos Ger. n/i, São Judas $$$$, UBS Processos Ger. (var. e distribuição) ③ n/i, UMC ③ n/i, Unicapital n/i, Unicid ④ $$$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unip-SP ④ n/i, Unisa Processos Esc. $; Processos Gerenciais $, Unisal $$, UniSant’Anna $$, Universidade Brasil n/i. São Sebastião Fatec São Sebastião Gestão Empr. São Vicente Unibr São Vicente ③ $$. Sertãozinho Fatec Sertãozinho Gestão Empr. Sorocaba Ipanema ③ $$$, Unip-SP ③ n/i, Uniso Gestão de Equinocultura ③ $$$$; Processos Gerenciais ③ $$. Tatuí Fatec Tatuí Gestão Empr. ④. REGIÃO SUL PR Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel ③ n/i, Univel ④ n/i. Cianorte Unipar ③ n/i. Cruzeiro do Oeste Faco-PR $. Curitiba Cesumar-Curitiba $, Estácio Curitiba ③ $$, Fapar $, Isae Brasil n/i, Uniandrade $$$$. Foz do Iguaçu Cesufoz Gestão Empreendedora n/i, UDC Monjolo Processos Ger. (gestão e neg.) ③ $. Londrina Cesumar-Londrina $. Maringá Fac. Eficaz ③ $$, UniCesumar ④ $$. Paranavaí Fatecie ④ n/i. Pinhais Fapi-PR $. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $. São José dos Pinhais IEL n/i. Umuarama FAU ② $. RS Canoas Ulbra ③ $$$$$, Unilasalle-RS ④ $$$. Caxias do Sul IFRS, UCS ④ n/i. Estrela Fac. La Salle-Estrela n/i. Farroupilha Cnec Farroupilha n/i, IFRS ③. Feliz IFRS ④. Gravataí FAQI-Gravataí ③ $$. Novo Cabrais FAS-RS $$. Osório IFRS ④. Pelotas Fatec Senac Pelotas ④ n/i, UFPel ④. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$, Estácio RS n/i, FAQI- POA ③ n/i, IFRS ③, Senac Porto Alegre $$. São Leopoldo Unisinos ④ $$$. Veranópolis IFRS. Viamão IFRS. SC Blumenau Fac. Senac de Blumenau ③ $$, UniSociesc Blumenau $$$. Braço do Norte Unisul ③ $$. Brusque Unifebe ③ $$. Caçador Fac. Senac de Caçador ③ $. Capivari de Baixo Fucap n/i. Chapecó Fac. Senac de Chapecó $$. Concórdia Fattep ② n/i. Criciúma Fac. Senac de Criciúma n/i, Unesc-SC ② $$. Florianópolis Fac. Senac de Florianópolis ③ $$, Senai Florianópolis n/i. Gaspar IFSC. Jaraguá do Sul Fac. Senac de Jaraguá do Sul ② n/i. Joinville UniSociesc ④ $$$. Palhoça Fac. Senac de Palhoça n/i. São José Fac. Anhanguera de São José ③ n/i, IES-SC Gestão Empreendedora $. Tubarão Fac. Senac de Tubarão ③ n/i, Unisul ③ $$.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

B

Curso relacionado  GESTÃO PÚBLICA (T)

O

bacharel em Administração Pública é o administrador especializado no gerenciamento de instituições governamentais e na elaboração e acompanhamento de políticas públicas. Seu principal campo de trabalho está em ministérios, secretarias, concessionárias de serviços públicos e órgãos federais, estaduais ou municipais, de áreas como saúde, educação, assistência social, habitação e cultura. Nessas instituições, ele elabora, coordena e avalia políticas que têm como objetivo atender a demandas coletivas, como o combate à exclusão social, ao analfabetismo e à subnutrição, entre outros temas, atuando inclusive de forma preventiva. Ao elaborar uma política pública, ele estabelece seus objetivos e suas diretrizes, analisa a viabilidade das linhas de financiamento com recursos públicos e privados, acompanha licitações e controla o orçamento. Organizar a infraestrutura, a logística e a operação em campanhas de vacinação ou de construção de moradias são exemplos de atividades da alçada deste profissional. Apesar de o principal nicho de mercado estar no setor público, o profissional encontra oportunidades em associações sem fins lucrativos, como organizações não governamentais (ONGs), ou em empresas privadas, na articulação de ações em parceria com o governo ou no campo da responsabilidade social. Pode ainda atuar como político. Também é possível ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Consultoria Planejar ações institucionais que possam reduzir custos administrativos, ampliar a abrangência das ações e potencializar os benefícios das políticas públicas. Elaborar projetos para obtenção de financiamentos em bancos públicos. Empresas do terceiro setor Implementar programas e projetos, planejar processos de licitação pública, promover o contato entre organizações do terceiro setor, como ONGs, instituições filantrópicas e fundações, e órgão do setor estatal. Empresas privadas Atuar na prestação de serviços para órgãos do governo, em atividades que interagem com o poder público, em projetos de gestão compartilhada ou em programas de responsabilidade social. Empresas privadas Administrar a relação de uma empresa privada com o setor público, cuidando, por exemplo, de projetos de gestão compartilhada, como os consórcios para a construção de linhas do metrô. Gestão de políticas públicas Estabelecer diretrizes para nortear programas e encaminhar soluções para resolver problemas sociais para os poderes Executivo, Legislativo e para organizações da sociedade civil, nas mais diversas áreas, como educação, saúde, transporte, assistência social, habitação, lazer, segurança pública e meio ambiente.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Organizações não governamentais Criar e executar programas de metas, gerenciar orçamento, implementar programas sociais. Política Assessorar políticos (vereadores, deputados estaduais e federais, senadores, prefeitos e governadores) em gabinetes oficiais, auxiliando-os na elaboração de políticas públicas. Serviço público Administrar os setores contábeis e orçamentários dos órgãos públicos e dar assistência a eles. Realizar licitações e contratos administrativos. Gerenciar a ligação entre empresas públicas e privadas. MERCADO DE TRABALHO O Brasil tem 5.570 municípios, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e a maioria não tem um administrador público nos quadros administrativos das prefeituras. Por isso, é grande a demanda pelo profissional em todo o país. Ele é procurado também por órgãos públicos das esferas estadual e federal, em áreas diversas, como auditorias, regulação, mercado financeiro de capitais, infraestrutura e até na assessoria parlamentar, no Legislativo. Além de ser funcionário do Estado, o bacharel e o tecnólogo encontram boas chances em empresas privadas que prestam serviços para a administração pública, como as concessionárias de rodovias e as construtoras. Nesse caso, eles atuam na adequação às regras do setor público. O terceiro setor é outra área em desenvolvimento, que tem expandido as oportunidades. Nas ONGs, esse administrador lida, por exemplo, com captação de recursos e desenvolvimento de políticas públicas. Há demanda pelo profissional em todo o país, mas Brasília e a Região Sudeste concentram o maior número de vagas. No Rio de Janeiro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) são tradicionais empregadores. O CURSO O bacharelado tem muitas matérias em comum com os cursos de Administração tradicionais, como matemática, estatística, economia e administração financeira. Mas uma parte da grade curricular é ocupada por disciplinas específicas, como finanças para administradores públicos, gestão de pessoas do setor público, direito público, licitações e políticas públicas. A apresentação de uma monografia e a realização de estágios são obrigatórios. Atenção: o curso da Ufopa (PA), Gestão Pública e Desenvolvimento Regional, forma profissionais para atuar na gestão de políticas públicas de desenvolvimento regional, urbano, rural, ambiental e territorial com ênfase na Região Amazônica. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Adm. Públ. e Polít. Públ.; Adm. Públ. e Soc.; Ciên. do Estado; Gestão de Polít. Públ.; Gestão Públ.; Gestão Públ. e Desenv. Reg.; Gestão Públ. para o Desenv. Econ. e Soc.; Polít. Públ.

REGIÃO NORTE

T

GESTÃO PÚBLICA

O

s cursos de Gestão Pública formam tecnólogos para trabalhar na administração de órgãos e serviços públicos. Esses profissionais planejam, implantam e supervisionam projetos voltados para o desenvolvimento local ou regional. Também conhecem a legislação do setor, contabilidade, técnicas de gestão e mercado financeiro. Nos primeiros anos da carreira, costumam enfrentar a concorrência dos bacharéis. A grade curricular do curso tecnológico traz disciplinas como economia, legislações trabalhista, orçamentária e tributária, sistemas de administração e direito administrativo, além de gestão de empresas públicas, responsabilidade social e licitações. A diferença para o bacharelado está na ênfase a aspectos específicos da região em que o curso é oferecido. Algumas escolas exigem a apresentação de um trabalho de conclusão do curso ou realização de estágio. Atenção: UFMG, Ufopa, UFPB e UFRJ oferecem cursos de Gestão Pública. Mas, ao contrário dos demais denominados Gestão Pública, eles são bacharelados (veja Administração Pública) e não tecnológicos. Duração média: 2 anos. ONDE ESTUDAR ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (B)

CURSOS: 36 | AVALIADOS: 18 5⋆ 7 cursos | 4⋆ 3 cursos | 3⋆ 7 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Belo Horizonte EG-FJP ④, UFMG Ciên. do Estado; Gestão Públ. Lavras Ufla ④. SC Florianópolis Udesc ④. SP Araraquara Unesp ③. São Paulo FGV-Eaesp ③ $$$$$, USP Gestão de Polít. Públ.

⋆⋆⋆⋆ PE Caruaru Asces-Unita ③ $$$. RJ Rio de Janeiro UFRJ Gestão Públ. para o Desenv. Econ. e Soc. RN Natal UFRN Gestão de Polít. Públ. ④.

⋆⋆⋆ AL Arapiraca Ufal ③. DF Brasília UnB Gestão de Polít. Públ. ③. RJ Campos dos Goytacazes Uenf. Rio de Janeiro Unirio ③. Seropédica UFRRJ ④. Volta Redonda UFF ④. RS Porto Alegre UFRGS Adm. Públ. e Soc.; Polít. Públ.

PA Santarém Ufopa Gestão Públ. e Desenv. Reg. REGIÃO SUDESTE RJ Angra dos Reis UFF Polít. Públ. SP Limeira Unicamp. REGIÃO SUL PR Foz do Iguaçu Unila Adm. Públ. e Polít. Públ. Matinhos UFPR. RS Frederico Westphalen Uergs. Porto Alegre Uergs. SC Balneário Camboriú Udesc. Florianópolis Facasc n/i.

ONDE ESTUDAR GESTÃO PÚBLICA (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Águas Claras Fac. Processus n/i. Brasília Fac. Anasps $, Fac. Fortium ② n/i, Fac. Ideal de Brasília n/i, FTED n/i, Iesb-DF ④ $$$$, IFB, Mauá-DF n/i, Senac-DF n/i, UCB-DF ② $$$, UDF ② $$, Unieuro ③ n/i, UniProjeção ④ n/i. Ceilândia Iesb-DF ③ $$$$, UniProjeção ④ n/i. Sobradinho UniProjeção ④ n/i. Taguatinga Claretiano Fac.-Brasília n/i, FE-Taguatinga n/i, UniCEUB n/i, UniProjeção ④ n/i. GO Águas Lindas de Goiás Mauá-GO n/i. Anápolis Fama-GO n/i. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia $$$. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças $, IFMT. Várzea Grande IFMT. REGIÃO NORDESTE BA Cachoeira UFRB ④. Cruz das Almas FBBR $$. Jequié FTC $. Juazeiro Fasj n/i. Salvador FMN-Salvador n/i. CE Aracati FVJ n/i. MA Buriticupu IFMA. PB João Pessoa FPB ② n/i, Unipê ④ $. Sumé UFCG ③. RN Natal IFRN ④, UnP n/i. SE Lagarto FJAV $. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Faao $. AM Manaus Ciesa $. AP Macapá Estácio Amapá n/i. PA Belém IFPA ③. RO Jaru Unicentro-RO $. Porto Velho Centro Universitário São Lucas $$, Ifro, Uniron n/i. TO Gurupi IFTO. Palmas IFTO ③, Itop n/i. REGIÃO SUDESTE

DF Águas Claras Fac. Processus n/i. Brasília IDP n/i. GO Goiânia Fac. Araguaia n/i.

MG Almenara Alfa-MG n/i. Belo Horizonte Fac. Arnaldo n/i, Uemg ③, UNA ④ n/i. Governador Valadares Univale $. Leopoldina Rede de Ens. Doctum-MG n/i. Montes Claros Unimontes. Pompéu Unimontes. São Lourenço FVH n/i. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Uberlândia Feesu n/i. RJ Resende AEDB n/i. SP Campinas PUC-Campinas $$. Itu Faditu n/i. Jales Unijales n/i. Jundiaí UniAnchieta $$$. Santo André Fatej ② n/i. São Paulo Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Innovare n/i, IFSP, Uninove ④ n/i, Unisa $. Votuporanga Fac. Futura n/i.

REGIÃO NORDESTE

REGIÃO SUL

AL Maceió Uneal ②. BA Salvador Unirb-BA $$$. CE Fortaleza Fatene $$, UFC Gestão de Polít. Públ. Juazeiro do Norte UFCA ④. Redenção Unilab-CE. PB João Pessoa UFPB Gestão Públ.

PR Cruzeiro do Oeste Faco-PR $. Curitiba IFPR ③, UFPR ③. Mandaguari Fafiman $. Pinhais Fapi-PR $. RS Pelotas UFPel ③. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$$, Estácio RS n/i. Santana do Livramento Unipampa ③. São Vicente do Sul IF Farroupilha ③.

� OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

GE PROFISSÕES 2018

67


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS AGRONEGÓCIOS E AGROPECUÁRIA

B/T

E

ste bacharel trabalha no campo. Mas, diferentemente dos graduados em Agronomia, que atuam diretamente na melhoria da produção agrícola e pecuária, o profissional de Agronegócio lida com aspectos administrativos, financeiros, econômicos e sociais envolvidos nesse tipo de negócio. Gerencia propriedades rurais e empresas agropecuárias, definindo as estratégias de ação e os sistemas de produção, dimensionando a mão de obra e os insumos necessários a cada safra e verificando os custos. Este profissional trabalha para tornar as criações e as lavouras um negócio econômica, social e ambientalmente sustentável. Cabe a ele, por exemplo, avaliar e gerenciar a viabilidade de alimentar os rebanhos com os recursos regionais, como cactos no Nordeste ou resíduos da produção de cana-de-açúcar no Sudeste. Pode ainda atuar na gestão pública implementando políticas de desenvolvimento agrícola e rural. Sua responsabilidade se estende às atividades de logística e negociações com o mercado nacional e internacional. Dá para ingressar na carreira como tecnólogo e atuar num segmento específico da agropecuária, como cafeicultura, produção de grãos, horticultura e mecanização agrícola. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração rural Coordenar, planejar e organizar propriedades rurais de pequeno, médio e grande portes, cuidando da gestão de pessoas, dos custos da produção e do contato com fornecedores e clientes. Consultoria Prestar assessoria a órgãos públicos e privados na gestão do agronegócio, definindo estratégias de produção e estudos de aproveitamento do solo e dos alimentos. Controle de qualidade Inspecionar e fiscalizar a qualidade da matéria-prima agrícola que sai das unidades produtivas e que serão usadas pela indústria de alimentos. Cultivo e produção Cuidar de plantações e do manejo de animais em fazendas. Desenvolvimento de produtos Desenvolver defensivos agrícolas, novas sementes, insumos e outros produtos que visem a otimizar a produção e diminuir custos. Planejamento de produção Definir com o agrônomo os tipos e a forma de plantio da safra, os custos e o preço do produto. Políticas públicas Criar, implementar e avaliar políticas públicas que visem ao desenvolvimento agrícola e rural de uma região. Vendas Atuar em grandes indústrias vendendo equipamentos e insumos ao setor agropecuário. MERCADO DE TRABALHO O agronegócio responde por grande parcela das exportações brasileiras e, apesar de o setor enfrentar desafios em infraestrutura, como problemas com transporte e armazenamento, as perspectivas são otimistas. A chegada ao Brasil de empresas e investimentos estrangeiros nos últimos anos mantém a área aquecida – nesse caso, a demanda recai sobre profissionais bem qualificados e, preferencialmente, que falem

68 GE PROFISSÕES 2018

inglês. Há oportunidades também em cooperativas e projetos sociais voltados ao pequeno agricultor. “O setor agrossilvopastoril, que reúne lavouras, vegetação nativa e pastagem num mesmo espaço, tem crescido e demandado profissionais”, conta o professor Carlos Antônio Moreira Leite, coordenador do curso da UFV, em Viçosa (MG). O uso da tecnologia na agricultura (agricultura de precisão) ganha importância e abre novas frentes de trabalho. Procura-se o gerente agrícola, responsável pela gestão das unidades de produção e que cuide de orçamentos, administração de pessoal e logística. Há também oportunidades em processamento, beneficiamento, comercialização e assistência técnica. O graduado pode atuar, ainda, no governo, na área de promoção, fazendo análise de demanda de crédito. O Sudeste, o Sul e o Centro-Oeste concentram o maior número de vagas, mas novas fronteiras agrícolas (no Pará, Piauí, Maranhão e Bahia) estão cada vez mais atrativas. O CURSO O bacharelado é para quem gosta mais de atividades de gestão do que colocar a mão na terra, propriamente. O currículo inclui disciplinas técnicas e científicas, afinal o profissional tem de entender da produção agropecuária com a qual trabalha, mas o foco está na administração. Assim, estuda-se economia e finanças, contabilidade e noções de cálculo. Sobre o mercado agropecuário, o aluno tem aulas de legislação, logística agroindustrial, gestão de propriedades rurais, políticas agrícolas, gestão ambiental e qualidade. A maioria das escolas exige estágio e trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Agroind.; Agroneg.; Desenv. Rural e Gestão Agroind.; Desenv. Rural e Seg. Alimentar; Eng. de Agroneg.; Gestão do Agroneg. Veja também: Agronomia, na pág 92. FIQUE DE OLHO ENGENHARIA DE AGRONEGÓCIO E DESENVOLVIMENTO RURAL A UFF, em Volta Redonda (RJ), oferece o curso de Engenharia de Agronegócio, que capacita o aluno a aplicar ferramentas da Engenharia de Produção em toda a cadeia produtiva do agronegócio. A Unila, em Foz do Iguaçu (PR), e a Uergs, em Santana do Livramento, têm o curso de Desenvolvimento Rural. O da primeira tem ênfase em Segurança Alimentar, enquanto o da segunda tem foco em Gestão Agroindustrial. Assim como os bacharelados, os cursos tecnológicos também têm foco em gestão do agronegócio. Alguns são genéricos e outros possuem um eixo específico, como cafeicultura, horticultura, produção de grãos e mecanização agrícola. A

grade curricular básica traz disciplinas como física, química, matemática, biologia, contabilidade e finanças. Entre as matérias específicas da agropecuária estão práticas agronômicas, fertilidade do solo, fitopatologia, técnicas de irrigação e conservação do solo – tudo para melhorar a produtividade dos rebanhos (de bovinos, caprinos, ovinos, aves etc.) e das plantações. Duração média: 3 anos. Outros nomes: Agroind.; Agroneg.; Agropecuária; Cafeicultura; Gestão de Agroneg.; Gestão do Agroneg.; Gestão em Agroneg.; Horticultura; Mecanização em Agricultura de Precisão; Prod. Agrícola; Prod. de Grãos. ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 8 | AVALIADOS: 7 4⋆ 5 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB Gestão do Agroneg. Planaltina UnB Gestão do Agroneg. MG Viçosa UFV Agroneg. PB Bananeiras UFPB Agroind. RJ Volta Redonda UFF Eng. de Agroneg. ④.

⋆⋆⋆ PR Foz do Iguaçu Unila Desenv. Rural e Seg. Alimentar. RS Santana do Livramento Uergs Desenv. Rural e Gestão Agroind. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE SE Nossa Senhora da Glória UFS Agroind.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. CNA Agroneg. n/i. GO Edéia UEG Agroneg. Iporá FAI-Iporá Agroneg. $$, IF Goiano Agroneg. Mineiros UEG Agroneg. Posse UEG Prod. de Grãos. Rio Verde FAR-GO Agroneg. ② $$, IesRiver Agroneg. $$$, IF Goiano Agroneg. ③. São Luís de Montes Belos FMB-GO Agroneg. ③ $. MS Dourados Unigran Prod. Agrícola $$. Nova Andradina IFMS Prod. de Grãos. Ponta Porã IFMS Agroneg. MT Água Boa Fac. Cathedral-Água Boa Gestão de Agroneg. ③ $. Alta Floresta Fadaf Gestão em Agroneg. $. Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças Agroneg. $$. Campo Novo do Parecis IFMT Agroind. Cuiabá Fatec Senai MT Agroind. n/i, FIC-MT Gestão de Agroneg. n/i. Guarantã do Norte Fac. de Ciên. Soc. de Guarantã do Norte Agroneg. n/i, IFMT Agroind. Lucas do Rio Verde Fac. La Salle-Lucas do Rio Verde Agroneg. $$$. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste Agroneg. ③ n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis Agroneg. ③ n/i. Sorriso IFMT Prod. de Grãos, Unic Sorriso Agroneg. ② n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra Agroneg. n/i. REGIÃO NORDESTE BA Guanambi IF Baiano Agroind. Luís Eduardo Magalhães Filem Agroind. n/i; Prod. de Grãos n/i. CE Quixeramobim Centec Agroneg. ④. Ubajara IFCE Agroind. MA Açailândia Favale Agroneg. n/i. Balsas Unibalsas Agroneg. ③ n/i.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

REGIÃO NORTE AC Xapuri Ifac Agroind. RO Jaru Unicentro-RO Agroneg. $. RR Boa Vista Estácio Amazônia Agroneg. ③ n/i. TO Augustinópolis Fabic Gestão de Agroneg. n/i. Palmas IFTO Agroneg. ④. Pedro Afonso Fac. Rio Sono Agroind. $. Pium Fapaf Agroneg. $$. REGIÃO SUDESTE ES Alegre Ifes Cafeicultura. MG Arinos IFNMG Prod. de Grãos. Governador Valadares Univale Agroneg. $$. Ituiutaba Uemg Agroneg. Janaúba Fac. Promove de Janaúba Agroneg. n/i. Muzambinho IFSULDEMINAS Cafeicultura. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino Agroind. n/i. Pará de Minas Fapam Agroneg. n/i. Paracatu Unimontes Agroneg. Patos de Minas Unipam Agroneg. n/i. Patrocínio Unicerp Agroneg. ③ $$; Cafeicultura ③ $$. Pirapora FAC Funam Agroneg. n/i. São Sebastião do Paraíso Libertas-Facs. Int. Cafeicultura n/i. Uberaba Fazu Agroneg. $, Uniube Agroneg. ③ $$. Uberlândia Fupac Uberlândia Agroneg. ④ n/i. RJ Rio de Janeiro Fagram Agroneg. $$$. SP Adamantina Unifai-Adamantina Agroneg. ③ $. Assis Fema-SP Gestão do Agroneg. $. Avaré IFSP Agroneg. Batatais Claretiano-Centro Universitário Agroneg. $. Botucatu Fatec Botucatu Agroneg. ③. Capão Bonito Fatec Capão Bonito Agroind. Descalvado Universidade Brasil Agroneg. n/i. Fernandópolis Universidade Brasil Agroneg. n/i. Franca Unifran Gestão do Agroneg. ② $$. Garça Faef-Garça/SP Agroind. $$$. Itapetininga Fatec Itapetininga Agroneg. ④. Jales Fatec Jales Agroneg. Lupércio Fac. de Tecnol. Paulista Agroneg. $$. Mococa Fatec Mococa Agroneg. ④. Mogi das Cruzes Fatec Mogi das Cruzes Agroneg. ④. Ourinhos Fatec Ourinhos Agroneg. ⑤. Pompéia Fatec Pompeia Mecanização em Agricultura de Precisão. Presidente Prudente Fatec Presidente Prudente Agroneg., Unoeste Agroneg. ③ $$. Ribeirão Preto Moura Lacerda Agroneg. n/i. São José do Rio Preto Fatec Rio Preto Agroneg. ④. Taquaritinga Fatec Taquaritinga Agroneg. ④. REGIÃO SUL PR Apucarana Facnopar Gestão de Agroneg. ③ $$. Ivaiporã Fatec-Ivaiporã Agroneg. n/i. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina Agroneg. n/i. Mandaguari Fafiman Gestão de Agroneg. ① $. Umuarama IFPR Agroneg. RS Alegrete IF Farroupilha Agroind.; Prod. de Grãos. Bagé Facs. Ideau-Bagé Agroneg. n/i. Bento Gonçalves IFRS Horticultura. Carazinho Ulbra Agroneg. ③ $$$$. Caxias do Sul Famur Agroneg. $$$. Dom Pedrito Unipampa Agroneg. ④. Estrela Fac. La Salle-Estrela Agroneg. ③ n/i. Frederico Westphalen URI Agropecuária $$$$. Júlio de Castilhos IF Farroupilha Agroneg.; Prod. de Grãos. Marau Fabe-RS Gestão em Agroneg. n/i. Palmeira das Missões UPF Agroneg. $$$. Panambi IF Farroupilha Prod. de Grãos. Passo Fundo Facs. Ideau-Passo Fundo Agroneg. n/i, UPF Agroneg. ③ $$$. Pelotas IFSul Agroind. Santa Maria UFSM Agroneg. Santo Augusto IF Farroupilha Agroneg. ④. São Gabriel Urcamp Agroneg. n/i. Sertão IFRS Agroneg. ③.

CIÊNCIAS AERONÁUTICAS

B

Curso relacionado � PILOTAGEM PROFISSIONAL DE AERONAVES (T)

O

bacharel em Ciências Aeronáuticas pode seguir tanto a carreira de piloto como a de gestor de empresas de aviação, indústrias

aeronáuticas e aeroportos. Como piloto, na função de comandante ou copiloto, é preparado para controlar e orientar tudo o que ocorre dentro de um avião, da condução do aparelho e checagem do funcionamento dos equipamentos ao trabalho da tripulação. Conduz aeronaves de grande porte e é responsável pela comunicação com a torre de controle dos aeroportos, respondendo pela segurança do voo. Para ser piloto é fundamental ter raciocínio rápido, boa orientação espacial e ótimos reflexos. Anualmente, o profissional passa por uma avaliação de saúde, exigida pelo Comando da Aeronáutica, ligado ao Ministério da Defesa. Você também pode ingressar na carreira de piloto apenas com o certificado da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedido àqueles que passam num exame teórico e comprovam determinadas horas de voo. Em aviação civil, o profissional gerencia aeroportos, indústrias da aviação e companhias aéreas. Implanta sistemas de gestão e controle de segurança seguindo as legislações nacionais e internacionais. Também supervisiona as equipes responsáveis pela manutenção das aeronaves ou de aeroportos ou dedica-se à área de perícia, inspecionando as condições de segurança e investigando acidentes. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administrador aeroportuário Gerenciar os serviços em aeroportos, da segurança dos passageiros e vendas de passagens aos serviços de informação e colocação da carga nas aeronaves. Comandante Gerenciar todas as operações e atividades a bordo de uma aeronave em voos nacionais ou internacionais. Copiloto Assessorar o comandante nas operações de bordo e substituí-lo no comando, se necessário. Perícia e segurança de voo Inspecionar e controlar as condições de segurança e investigar acidentes. Piloto particular Conduzir aviões particulares, elaborando os planos de voo e comunicando-se com as torres de controle de aeroportos e de aeroclubes. Cuidar da manutenção e do abastecimento de aeronaves e verificar o cumprimento de normas de segurança. Piloto de helicóptero Conduzir aparelhos e coordenar operações de helipontos e empresas de aluguel de helicópteros. MERCADO DE TRABALHO A crise econômica teve reflexos sobre o setor da aviação, mas a má fase está ficando para trás. “O mercado da aviação civil passou por uma grande recessão, mas já estamos sentindo uma recuperação”, conta Edson Gaspar, coordenador do curso de Aviação Civil da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. “As empresas aéreas têm nos procurado atrás de profissionais.” A demanda também deve aumentar em função do aumento de aeronaves em atividade. Segundo um relatório da Boeing, o mundo precisará de 39 mil aviões até 2034 para atender ao crescimento da demanda do setor aéreo. Três mil aeronaves seriam destinadas à América Latina, região em que o Brasil é líder no transporte aéreo. A curto prazo, há oportu-

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

nidades para pilotos na aviação agrícola, em função do bom momento do agronegócio. Esses aviadores, que precisam ter um certificado do Ministério da Agricultura, aplicam, em voo, defensivos, fertilizantes e sementes, combatem incêndios e realizam o povoamento de rios e lagos com peixes. Na aviação executiva, o setor de pilotagem de jatos também tem vagas. Grandes capitais do Sudeste – com destaque para São Paulo, que mantém a maior frota de helicópteros do país – detêm grande fatia do mercado de trabalho. Para entrar em grandes companhias aéreas, é essencial falar inglês, idioma usado na comunicação com os órgãos de controle de tráfego aéreo internacionais. Também há boas chances para quem está disposto a viver em outro país, atuando em companhias estrangeiras, que oferecem ótimos salários. O CURSO O currículo do bacharelado é composto de matérias teóricas, como física aplicada, teoria e segurança do voo, navegação aérea e meteorologia. A prática é feita em simuladores de voo e em aeroclubes. Algumas escolas exigem que o aluno tenha, antes de ingressar, a carteira de piloto privado, concedida pela Anac. Quem não possui nenhuma experiência anterior, deve estar preparado para despesas extras: só o curso de piloto privado, o primeiro de vários, exige um mínimo de 40 horas de voo. Há escolas que também pedem que se tire a carteira de piloto comercial para receber o diploma de bacharel – o que representa uma quantidade adicional de horas de voo. A grade possui ainda matérias específicas focadas na gestão de empresas aéreas. Neste caso, a formação universitária envolve mais disciplinas ligadas à administração. Certos cursos exigem a realização de estágio ou entrega de um trabalho de conclusão. Atenção: algumas escolas possuem uma linha de formação somente para pilotos, outras somente para gestão da aviação civil e outras oferecem as duas opções. Duração média: 3 anos. Outro nome: Aviação Civil.

PILOTAGEM PROFISSIONAL DE AERONAVES

T

E

ste tecnólogo é formado para pilotar helicópteros e aviões de todos os portes. Conhece os modernos sistemas de navegação e normas de segurança de voo e sabe analisar as condições meteorológicas e traçar o plano de voo. Pode gerenciar as operações de uma empresa aérea ou atuar como instrutor de voo. Para obter a licença de trabalho, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) exige um número mínimo de horas de voo. A aviação regional costuma ser a porta de entrada para o mercado. Outra área que mantém bom movimento é a condução de helicópteros nas grandes capitais, especialmente São Paulo. O currículo do curso inclui a legislação do transporte aéreo, planejamento de voo e emergência GE PROFISSÕES 2018

69


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS e sobrevivência. O aluno treina o dia a dia da profissão em aulas práticas, em simuladores de procedimento em cabines ou em escolas de aviação. Comparado ao currículo dos bacharelados na área, o dos cursos tecnológicos é menos amplo e mais voltado à prática. As disciplinas são menos teóricas e voltam-se especificamente para os problemas que o piloto pode enfrentar exercendo a atividade profissional. Duração média: 2 anos. Outro nome: Aviação Civil. ONDE ESTUDAR CIÊNCIAS AERONÁUTICAS (B)

CURSOS: 12 | AVALIADOS: 9 5⋆ 1 curso | 4⋆ 2 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ RS Porto Alegre PUCRS $$$$$.

⋆⋆⋆⋆ GO Goiânia PUC Goiás $$$$. SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi Aviação Civil $$$$$.

⋆⋆⋆ MG Belo Horizonte Fumec $$$$$. RJ Rio de Janeiro Estácio n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE BA Salvador FTC Ciên. Aeron. (pil. comercial) $$$. PB Campina Grande Unifacisa $$$$$. PE Recife Uninassau n/i. REGIÃO SUDESTE SP Bauru ITE $$$$. Jundiaí UniAnchieta Aviação Civil $$$$. REGIÃO SUL PR Londrina Unopar n/i. RS Cruz Alta Unicruz $$$$$.

ONDE ESTUDAR PILOTAGEM PROFISSIONAL DE AERONAVES (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. JK-Recanto das Emas n/i, Icesp Aviação Civil n/i. MT Cuiabá Unic Cuiabá n/i. REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unirb-BA $$$$. PI Teresina Fac. CET n/i. REGIÃO SUDESTE MG Belo Horizonte UNA Pilotagem Profissional de Aeronaves (teórico) n/i. SP Bauru ITE $$$$. São Paulo UniSant’Anna n/i. REGIÃO SUL PR Curitiba UTP $$$. Maringá UniCesumar $$$.

70 GE PROFISSÕES 2018

CIÊNCIAS ATUARIAIS

B

FIQUE DE OLHO CARREIRA DEVE CRESCER AINDA MAIS

Curso relacionado � GESTÃO DE SEGUROS (T)

E

ste bacharel é responsável pela elaboração de planos de seguro (seja de saúde, de vida ou qualquer outro) ou de previdência e pela realização de outras operações financeiras que envolvam risco. É ele quem analisa e quantifica o risco presente nas operações de seguro, resseguro, previdência complementar, planos de saúde e títulos de capitalização. Avaliando as possibilidades de perdas da seguradora ou da instituição previdenciária, determina o valor das prestações do seguro, assim como o valor do prêmio devido pela seguradora em caso de acidente, morte, roubo etc. Para isso, usa muita matemática e estatística. O atuário só pode atuar com o registro expedido pelo Instituto Brasileiro de Atuária (IBA). Para obtê-lo, deve se submeter a um exame depois da graduação. O QUE VOCÊ PODE FAZER Auditoria atuarial Fiscalizar as atividades de seguradoras e empresas de previdência complementar. Analisar cálculos em busca de erros ou fraudes. Estimativa e análise Calcular o valor das parcelas e dos prêmios de seguros e de previdência complementar. Mercado financeiro Analisar os produtos do mercado, verificando os riscos de cada investimento. Perícia técnico-atuarial Atuar em processos judiciais que envolvam questões entre seguradoras e pessoas físicas ou jurídicas. Planejamento de reservas Programar e controlar as reservas financeiras de companhias de seguro, planos de saúde ou instituições de previdência complementar. Projetar gastos e lucros para garantir o pagamento dos compromissos assumidos com os segurados. MERCADO DE TRABALHO A demanda pelo graduado é grande. Os maiores empregadores são fundos de pensão, bancos, planos de saúde e seguradoras, mas o atuário encontra trabalho em qualquer setor da economia que lide com cenários de incerteza ou risco. A área mais aquecida é a de seguros. O setor de serviços e os negócios atuariais sofreram com a crise econômica dos últimos anos, mas movimentaram mais de R$ 290 bilhões em 2016, alta de 9% em relação a 2015. Na área pública, há vagas em órgãos supervisores e fiscalizadores, como Superintendência de Seguros Privados (Susep) e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Os grandes centros urbanos, como São Paulo e Rio de Janeiro, onde ficam as sedes das seguradoras, dos bancos e de empresas de previdência privada, concentram o maior número de vagas. Em Brasília, os órgãos ligados à Previdência Social demandam o profissional. No Nordeste, há oportunidades na área de saúde.

Apesar de não ser uma profissão nova – a atuária existe, no Brasil, desde os anos 1940 –, ela vem crescendo e demandando muitos profissionais. Especialistas em recursos humanos a apontam como uma das carreiras promissoras para os próximos anos. Isso porque o mercado de seguros, resseguros e previdência está em alta no Brasil. E a concorrência no setor é baixa. Existem pouco mais de mil profissionais associados ao Instituto Brasileiro de Atuária (IBA). O CURSO É preciso gostar de números para se dar bem na carreira e no curso. A grade curricular tem disciplinas como cálculo numérico, contabilidade, economia, probabilidade, estatística e matemática financeira, além de legislação. Entre as matérias específicas estão teoria do risco, contabilidade de seguro e gerência de risco financeiro. As escolas ensinam também gramática e redação, já que uma das principais funções do atuário é elaborar contratos e redigir regulamentos dos planos de benefícios. O estágio não é obrigatório. Duração média: 4 anos.

GESTÃO DE SEGUROS

T

E

ste tecnólogo atua no mercado de seguros. Ele define as cláusulas dos contratos e gerencia corretores que comercializam os seguros. Pode trabalhar em seguradoras ou em empresas de inspeção de riscos e regulação de sinistros. O setor de gerenciamento de risco, presente em grandes empresas, também contrata o profissional. A parte curricular mescla disciplinas de administração, direito e vendas com as do setor de seguros. Assim, aprende-se gestão de pessoal, matemática financeira, direito do seguro e técnicas de venda, como também regulação de sinistros, teoria de seguros e matérias direcionadas às áreas específicas, como seguro de vida, seguro e planos de saúde e seguro de transportes. No último semestre é preciso entregar um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 2 anos. ONDE ESTUDAR CIÊNCIAS ATUARIAIS (B)

CURSOS: 14 | AVALIADOS: 13 4⋆ 7 cursos | 3⋆ 3 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC. MG Belo Horizonte UFMG. PE Recife UFPE. RJ Rio de Janeiro UFRJ. RN Natal UFRN. RS Porto Alegre UFRGS. SP São Paulo USP.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

⋆⋆⋆ PB João Pessoa UFPB. RJ Niterói UFF. SP São Paulo PUC-SP n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE SE São Cristóvão UFS. REGIÃO SUDESTE RJ Rio de Janeiro Uerj. SP Osasco Unifesp. São Paulo FMU n/i.

ONDE ESTUDAR GESTÃO DE SEGUROS (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO SUDESTE RJ Rio de Janeiro ESNS-RJ $$, Estácio ④ n/i.

CIÊNCIAS CONTÁBEIS

B

É

a área que cuida das contas de uma empresa, por meio do registro e do controle das receitas, das despesas e dos lucros. O contador coordena e controla os registros de negócios (compras, vendas, investimentos e aplicações), de modo a dar uma visão precisa de seu patrimônio. Ele interpreta eventos econômicos e fornece informações aos dirigentes da companhia para a tomada de decisões. Acompanha alterações na política tributária, registra os fatos e atos administrativos e responsabiliza-se pelo pagamento de tributos. Pode ajudar a traçar planos de investimento. Numa empresa, pode atuar na área tributária ou financeira, de recursos humanos ou na perícia contábil. Pode ainda trabalhar em escritórios de contabilidade, atendendo pequenas e médias empresas que terceirizam o setor contábil, ou abrir seu próprio negócio. Algumas atividades são exclusivas deste profissional, como a auditoria e as perícias contábeis. Para trabalhar como contador, é preciso ser registrado no Conselho Regional de Contabilidade. O QUE VOCÊ PODE FAZER Auditoria Fiscalizar as contas de uma empresa, instituição pública ou não governamental, conferindo uma amostragem dos registros e dados em livros contábeis e balanços. Contabilidade ambiental Controle e planejamento de gastos relacionados ao meio ambiente para avaliar o desempenho ambiental da empresa. Contabilidade gerencial Registrar e analisar as operações financeiras e patrimoniais de uma empresa, acompanhando suas transações e fornecendo dados para a tomada de decisões. Ensino Dar aulas em cursos técnicos e treinamento a funcionários de empresas na área contábil. Perícia contábil Analisar o conjunto completo das operações financeiras de um estabelecimento em busca de informações que evidenciem se houve ou não erro ou fraude patrimonial e fiscal.

Planejamento e controladoria Analisar ações de diversas áreas da empresa e propor medidas com o objetivo de equilibrar as contas e melhorar a rentabilidade do negócio. MERCADO DE TRABALHO O mercado para este bacharel tem se mantido aquecido desde 2010, quando o Brasil passou a adotar as Normas Internacionais de Contabilidade. Outros fatores que elevam a procura são a necessidade do envio de informações para a Receita Federal por meio digital, a complexa matriz tributária brasileira e a falta de especialistas qualificados. Escritórios de consultoria e empresas contratam o bacharel para trabalhar na área tributária e na tesouraria. E escritórios de contabilidade continuam necessitando de um número grande de profissionais. Os setores de controladoria e de auditoria ganham importância no atual cenário econômico pela necessidade de planejamento voltado ao crescimento e para reduzir riscos e fraudes. Também é possível atuar como autônomo ou no setor público. O mercado valoriza profissionais com visão gerencial e capazes de acompanhar a definição de estratégias de negócios de uma empresa para espelhá-las nos relatórios gerenciais. O domínio do inglês é um diferencial. Há vagas em todo o país. FIQUE DE OLHO PROCURAM-SE CONTADORES A Contabilidade é uma das profissões que mais crescem no mundo. De acordo com o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), só no Brasil, existem 348 mil contadores registrados em 61 mil empresas de contabilidade. A demanda por profissionais aumentou muito nos últimos anos, e os 1,2 mil cursos do país não estão dando conta de suprir o déficit de profissionais existente no mercado. Além disso, desde 2015 somente os bacharéis podem obter o registro profissional para atuar no setor. Antes, técnicos em contabilidade também podiam solicitar o documento. EXAME OBRIGATÓRIO Para obter o registro profissional e exercer a profissão, o recém-formado deve prestar o Exame de Suficiência, obrigatório desde 2011. Para se inscrever na prova é preciso ter concluído o curso ou estar cursando o último ano da graduação em Ciências Contábeis. São realizados dois exames por ano no país. No primeiro de 2017, 47 mil candidatos participaram da prova e 25% foram aprovados. O exame é composto de 50 questões objetivas, e é preciso acertar metade da prova. A taxa de inscrição em 2017 foi de R$ 110. Mais informações no site www.cfc.org.br

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

O CURSO O primeiro ano é ocupado principalmente com as disciplinas básicas, como sociologia, português, economia, direito e administração. Em seguida, é a vez das disciplinas voltadas para a formação técnica e gerencial, como teoria da contabilidade, planejamento e contabilidade financeira. Há também aulas de legislação comercial, direito, planejamento tributário, auditoria e perícia. O estágio nem sempre é obrigatório. Algumas faculdades exigem uma monografia de conclusão do curso. Atenção: A FSA-SP oferece o curso de Ciências Contábeis e Atuariais; outras têm ênfase em determinadas áreas, como informática (Cesupa-PA) e controladoria e tributos (PUCRS). Duração média: 4 anos. Outro nome: Ciên. Contábeis e Atuariais; Contabilidade. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 1174 | AVALIADOS: 921 5⋆ 5 cursos | 4⋆ 86 cursos | 3⋆ 371 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ RJ Rio de Janeiro Ibmec-RJ ④ $$$$$. SP Ribeirão Preto USP. São Paulo Fecap ④ $$$$$, Mackenzie ③ $$$$$, USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Santana do Ipanema Ufal ③. AM Manaus Fac. La Salle-Manaus ③ $$, Ufam ③. BA Camaçari Uneb. Feira de Santana FAT-BA ⑤ n/i. Salvador Cairu ③ n/i, UFBA ④, Unifacs ③ $$. CE Fortaleza UFC ④, Unichristus ④ n/i, Unifor-CE ③ $$$$. DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$, UDF ④ $$$, UnB ④. ES Vitória Fucape Ciên. Contábeis (contador global) ⑤ $$$$$, UCV ④ $$, Ufes ③. GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte Ibmec-MG ④ $$$$, PUC Minas ③ $$$$, UFMG ④. Contagem PUC Minas ③ $$$$. Juiz de Fora UFJF ④. Rio Paranaíba UFV ③. São João del Rei UFSJ ④. Uberlândia UFU ④. Varginha Unis ④ n/i. Viçosa UFV ④. MS Campo Grande Unigran Capital ④ $$$. Dourados UFGD ④. MT Várzea Grande Univag ③ n/i. PA Belém Cesupa Ciên. Contábeis (inform.) ④ $$$$, Feapa ③ $$$$, FMN-Belém n/i, UFPA ③, Unama n/i. PB Campina Grande UEPB ③. João Pessoa UFPB ④. PE Recife UFPE ④. PR Cascavel Unioeste ④. Cianorte UEM ④. Curitiba FAE ④ $$$$, PUCPR ④ $$$$, UFPR ③. Londrina UEL ④. Maringá FCV ③ $$$, UEM ③. RJ Rio de Janeiro UFRJ ④. São João de Meriti Unigranrio ③ $$$. Volta Redonda UFF. RN Mossoró Ufersa ④, UnP ③ n/i. Natal UnP ③ n/i. RO Cacoal Unir ④. RS Canoas Unilasalle-RS ③ $$$$. Caxias do Sul UCS ③ n/i. Porto Alegre Facs. Int. São Judas Tadeu ③ n/i, PUCRS Ciên. Contábeis (control. e tributos); Ciências Contábeis ③ $$$$$, UFRGS ④. Santa Maria UFSM ④. São Leopoldo Unisinos ③ $$$$. Taquara Faccat-RS ③ n/i. SC Blumenau Furb ④ $$$$. Chapecó Unochapecó ④ $$$. Florianópolis UFSC ④. Itajaí Univali ③ $$$. Tubarão Unisul ④ $$$. SE Aracaju Unit-SE ③ $$. SP Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$$. Itu Ceunsp ⑤ $$. Marília Unimar ④ $$. Osasco Unifesp ⑤. Piracicaba Unimep ③ $$$$. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto ③ n/i. Rio Claro Claretiano Fac. ③ $$. Santos Unisanta ⑤ $$$$. São Bernardo do Campo Metodista ③ $$$. São Paulo FAM-São Paulo n/i, PUC-SP ④ n/i, São Judas ④ $$$$, Trevisan-SP ④ $$$$$, Uninove ④ n/i, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$$. TO Palmas Ceulp/Ulbra ③ n/i. GE PROFISSÕES 2018

71


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS ⋆⋆⋆ AL Maceió Cesmac ③ $$, Uninassau-Maceió ② n/i, Unit-AL ③ $$. AM Manaus Ciesa ③ $, DeVry Martha Falcão ③ $$$, FametroAM ④ n/i, Uninorte-AM ④ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$. AP Macapá Ceap ③ $$$, Estácio Amapá ③ n/i. BA Alagoinhas FSSS ③ $$. Barreiras Fasb-Barreiras ③ $$. Feira de Santana FTC ③ $$, Uefs ②. Governador Mangabeira Famam $$. Ilhéus Uesc ③. Luís Eduardo Magalhães Faahf ③ $$. Salvador DeVry Ruy Barbosa ③ $$$, Estácio FIB ④ n/i, Fac. D. Pedro II-Salvador ④ $$, FMN-Salvador ④ n/i, UCSal ② $$$, Uneb ③, Unime Salvador ② n/i. Senhor do Bonfim Uneb. Teixeira de Freitas Fasb-Teixeira de Freitas ③ $$$. Vitória da Conquista Fainor ③ $$$, Uesb ③. CE Fortaleza Aiesne ③ $$$, DeVry Fanor ③ n/i, Estácio FIC ④ $$, FAC-CE ② $$, Fametro-CE ③ $$, Fate ④ n/i, FGF ③ n/i, FMN-Fortaleza ④ n/i, Uni7 ④ n/i. Icó FVS ④ $$. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ④ n/i. DF Brasília Estácio Brasília ④ n/i, Icesp ④ n/i, UniCEUB ③ n/i, Unieuro ⑤ n/i, Unip-DF ④ n/i, Uniplan $$$. Sobradinho UniProjeção n/i. Taguatinga FE-Taguatinga n/i, UniProjeção ④ n/i. ES Aracruz Faacz ③ $$. Cariacica Fac. Pio XII ④ $$. Colatina Unesc-ES ④ $$. Santa Maria de Jetibá Farese ③ $$. Venda Nova do Imigrante Faveni ④ $$. Vila Velha UVV ③ $$. Vitória Faesa ④ $$$. GO Anicuns Fac. de Anicuns ③ n/i. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia ④ $$$, Fanap ③ $, UEG. Goiânia Delta ③ $, Fac. Araguaia ④ $$$, FacUnicamps ④ $, PUC Goiás ③ n/i, Uni-Anhanguera ③ n/i, Unialfa ③ $$. Luziânia Unidesc ③ $$$$. Piracanjuba FAP-GO n/i. Pires do Rio Fasug ③ $$. Rio Verde UniRV ④ $$$. MA São Luís Facam ③ $$, UFMA ③, UNDB ④ $$$, Universidade Ceuma ④ $$$. MG Araxá Uniaraxá ④ $$. Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$, Fac. Batista de Minas Gerais ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Faminas-BH ④ $$$$, Fumec ③ $$$$, Newton Paiva ③ $$$$, UNA ③ n/i, UniBH ④ n/i, Unihorizontes ④ $$$$. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i. Conselheiro Lafaiete CES-CL ③ $$. Contagem Fac. Senac MinasUnidade Contagem ③ n/i, Fac. UNA de Contagem ③ n/i. Coronel Fabriciano Unileste ③ $$$. Extrema Faex ④ $$. Guaxupé Unifeg ③ $$$. Ituiutaba UFU ④. Iturama Fama-Iturama ④ n/i. Lavras Fadminas ③ $$. Manhuaçu Facig-MG ④ n/i. Muriaé Unifaminas ③ n/i. Pará de Minas Fapam ③ n/i. Patos de Minas Unipam ③ n/i. Patrocínio Unicerp ③ $$. Pouso Alegre Univás ④ n/i. São João del Rei Iptan ④ n/i. Sete Lagoas Unifemm ④ n/i. Teófilo Otoni UFVJM ③. Três Corações UninCor ③ $$$. Uberaba Uniube ③ $$$. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia ② n/i, Fupac Uberlândia ③ n/i, Unitri ② $$$. Varginha Cnec Faceca ③ $$$. Viçosa Univiçosa ③ $$. Visconde do Rio Branco Fupac Visconde do Rio Branco ③ n/i. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande ③ n/i, UCDB ③ $$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Corumbá UFMS ③. Paranaíba Fipar ③ n/i. Ponta Porã Magsul ③ $$, Uems ④. Três Lagoas UFMS. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças ④ $$. Cuiabá UFMT ③, Unic Cuiabá ③ n/i. Juína Ajes Facs. ④ n/i. Lucas do Rio Verde Fac. La Salle-Lucas do Rio Verde ③ $$$. Rondonópolis UFMT ③. Sinop Unemat ④, Unic Sinop ③ n/i. Tangará da Serra Unemat ③. PA Ananindeua Esmac ③ $$$$, Unama ③ n/i. Belém DeVry Faci ③ $$$$, Estácio Belém ③ $$$, Estácio FAP ④ $$$. Castanhal FCAT ③ n/i. Santarém Iespes n/i. PB Cajazeiras Fafic ③ $$. João Pessoa FMN-João Pessoa ③ n/i, Unipê ④ $. Mamanguape UFPB ③. Monteiro UEPB. Sousa UFCG ③. PE Caruaru DeVry Unifavip ③ $$$, FMN-Caruaru n/i. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ④ $$$. Recife DeVry FBV ④ n/i, Esuda ④ $$$, Fac. Nova Roma ④ $$$, Fasc-PE ③ $, Fasne ③ $$$, FJN-Pernambuco ③ n/i, FSH ④ n/i, Unicap ③ $$$$, Uninassau ③ n/i. PI Teresina Faespi $$, FSA-PI ③ $$, UFPI ④. PR Apucarana Unespar ③. Araucária Facear ③ n/i. Cascavel Unipar n/i. Cianorte Unipar ③ n/i. Cornélio Procópio Uenp ③. Curitiba Facet Fac. ③ $$, Facs. Sta. Cruz ③ $$$, FaespPR ④ n/i, IFPR ③, Uniandrade ③ $$$$, UniBrasil ③ $$$$, Uninter

72 GE PROFISSÕES 2018

③ $$$, UTP ④ $$$. Foz do Iguaçu UDC Sede ③ $$, Unioeste ③. Francisco Beltrão Unipar ③ n/i. Guarapuava Unicentro-PR ④. Irati Unicentro-PR ④. Ivaiporã Facs. Int. do Vale do Ivaí ③ $$. Londrina PUCPR ④ $$$. Mandaguari Fafiman ③ $. Marechal Cândido Rondon Falurb ③ $$, Unioeste ④. Maringá Fac. Alvorada de Maringá $$$, UniCesumar ④ $$$. Palmas IFPR ③. Paranaguá Unespar ③. Pato Branco UTFPR ④. Ponta Grossa UEPG ③. Prudentópolis Unicentro-PR ③. Toledo PUCPR $$$$, Unipar ③ n/i. Umuarama Unipar ③ n/i. RJ Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$. Macaé UFF ③. Niterói Unilasalle-RJ ③ $$$, Universidade Candido Mendes ③ $$$. Nova Iguaçu Estácio ⑤ n/i. Petrópolis UCP-RJ ③ $$$$$. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$, Fama-RJ ⑤ $$$, Mackenzie Rio ③ $$$, Trevisan-RJ $$$$$, Uerj ④, UniCarioca ④ n/i, Unigranrio ③ $$$, Unisuam ③ $$$$, Universidade Candido Mendes ③ $$, UVA-RJ ③ n/i. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. Seropédica UFRRJ ④. Teresópolis Estácio n/i, Unifeso ③ $$$. Volta Redonda UniFOA ③ $$. RN Natal FMN-Natal ③ n/i, UFRN ④, Uni-RN ④ n/i, Unifacex ④ n/i. RO Cacoal Unesc-RO ③ n/i. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ④ n/i. Pimenta Bueno FAP-RO ④ $$. Porto Velho Unir ④. Vilhena Unir ③. RR Boa Vista Estácio Amazônia ④ n/i, UFRR ③. RS Alegrete Urcamp ③ $$. Bagé Facs. Ideau-Bagé $$, Urcamp ④ $$$. Bento Gonçalves UCS ③ n/i. Cachoeirinha Cesuca ④ $. Canela UCS ③ n/i. Casca UPF ③ $$$. Caxias do Sul FSG ③ $$. Cruz Alta Unicruz ④ $$. Farroupilha UCS ④ n/i. Frederico Westphalen URI ④ $$$$. Garibaldi Fac. Fisul ② $$$$. Gravataí Cnec Gravataí ③ $$$. Ijuí Unijuí ④ $$$. Nova Prata UCS ④ n/i. Novo Hamburgo Feevale ③ $$. Osório Unicnec ④ $$$$$. Passo Fundo UPF ③ $$$. Pelotas UCPel ② $$$$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$, Fac. D. Bosco de Porto Alegre ④ $$$$, Fac. São Francisco de Assis ③ $$$$, Fato ② $$$$, IPA ② $$$$. Rio Grande Furg ③. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ③ $$$$, Fames-RS ③ $$$$. Santo Ângelo Cnec Iesa ④ $$$, URI ③ $$$$. São Sebastião do Caí UCS ③ n/i. Sarandi UPF ③ $$$. Sobradinho Unisc ③ $$$. Soledade UPF ③ $$$. Vacaria UCS ③ n/i. SC Araranguá Unisul ④ $$$. Balneário Camboriú Avantis ④ $$. Biguaçu Univali ④ $$$. Blumenau UniSociesc Blumenau ③ $$$$. Braço do Norte Unisul ③ $$$. Brusque Unifebe ③ $$$. Caçador Uniarp ③ $$. Canoinhas UnC ④ $$$. Chapecó UCEFF Faculdades ④ $$$, Unoesc ④ n/i. Concórdia UnC ④ $$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$. Florianópolis Fean ④ $$, UniSociesc Florianópolis ③ $$$$. Ibirama Udesc ④. Itapiranga FAI-SC ④ n/i. Jaraguá do Sul Católica SC ③ n/i. Joaçaba Unoesc n/i. Joinville Católica SC ④ n/i, UniSociesc ④ $$$$, Univille ③ $$$. Lages Unifacvest ⑤ $$$. Mafra UnC ③ $$$. Palhoça Fatenp/Unigranrio ② n/i, Unisul ③ $$$$. Pinhalzinho Unoesc n/i. São Bento do Sul Univille ③ $$$. São José USJ ③. São Lourenço do Oeste Unochapecó ③ $$$. São Miguel do Oeste Unoesc n/i. Videira Unoesc ③ n/i. Xanxerê Unoesc n/i. SE Aracaju Fama-SE ④ $$, Fanese ④ $$. Itabaiana UFS ③. SP Americana Unisal ③ $$$. Araçatuba Unisalesiano ④ $$, Unitoledo ③ n/i. Araraquara Unip-SP ③ n/i. Atibaia Faat Facs. ④ $$. Barretos Fac. Barretos $$$, Unifeb $$$. Bauru ITE ④ $$. Bebedouro Imesb ② $$, Unifafibe ④ n/i. Bragança Paulista USF ③ $$$. Campinas Esamc Campinas $$$$, PUC-Campinas ③ $$$$, Unip-SP ③ n/i. Capivari Cnec Capivari ④ $$$. Catanduva Imes-Catanduva ③ n/i. Cruzeiro Facic-SP ③ $$$. Engenheiro Coelho Unasp ④ $$$. Fernandópolis FEF ③ n/i. Franca Uni-Facef ③ $$$. Guaratinguetá Faceg-SP ② n/i. Guarulhos UnG ③ n/i. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba ③ n/i. Ituverava FFCL ③ $$$. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$$. Jaú Fjaú ③ $$$. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí ③ n/i, UniAnchieta ③ $$$. Limeira Isca Faculdades ③ n/i. Lins Unisalesiano ④ $$$. Marília Univem ③ $$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$$, UMC ③ n/i. Ourinhos FIO ④ $$$. Paulínia FACP ③ n/i. Peruíbe FPBE ④ n/i. Piracicaba Fac. Salesiana D. Bosco de Piracicaba $$$. Presidente Prudente Toledo Prudente ④ $$, Unoeste ④ $$. Registro FVR ④ n/i. Ribeirão Preto Afarp ③ n/i, Fac. Anhanguera

de Ribeirão Preto ③ n/i, Moura Lacerda ③ n/i, Reges-Ribeirão Preto $$$. Rio Claro Fac. Anhanguera de Rio Claro ④ n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santo André FSA-SP Ciên. Contábeis e Atuariais ② $$$. Santos Unimonte ④ $$$, Unip-SP ④ n/i, Universidade Católica de Santos ④ $$$$. São Caetano do Sul Fac. Tijucussu n/i, USCS ③ $$$. São Carlos Unicep ③ n/i. São João da Boa Vista Unifae ③ $$$, Unifeob ④ $$$. São José dos Campos Fac. Bilac ③ n/i. São Paulo Estácio São Paulo ④ n/i, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Legale ④, Fac. Sumaré ④ n/i, FMU ③ n/i, Senac-SP ④ $$$, UMC ③ n/i, Unasp ③ $$$, UnG ③ n/i, Unib ③ $, Unicid ③ $$$$, Unip-SP ④ n/i, Unisa ③ $. São Vicente Unibr São Vicente ③ $$. Sorocaba Esamc Sorocaba $$$$, Fac. Anhanguera de Sorocaba ③ n/i, Uniso ③ $$$. Suzano Unisuz ③ $$$$. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté ③ n/i, Unitau ③ $$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Gurupi UnirG ③ $. Palmas Católica do Tocantins ③ n/i, UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Águas Claras Fac. Processus n/i. Brasília Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Fac. Fortium n/i, Fac. Ideal de Brasília n/i, Fac. JK-Recanto das Emas n/i, Fac. JK-Santa Maria $$$$, FacHorizonte $$$, Faciplac ④ $$, FE-Brasília n/i, Upis ③ n/i. Ceilândia UniProjeção n/i. Samambaia Iesa-DF $. Taguatinga Fac. JK-Taguatinga ② n/i, UniCEUB n/i. GO Águas Lindas de Goiás Mauá-GO n/i. Alto Horizonte Fac. Ideal de Alto Horizonte $$. Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ③ n/i, Fac. Fibra n/i, Fama-GO n/i, UEG ③, UniEvangélica $$$. Aparecida de Goiânia Fac. Padrão de Aparecida de Goiânia n/i, Fac. Suldamérica n/i. Caldas Novas Unicaldas ② n/i. Catalão Cesuc ③ n/i. Formosa Fac. Cambury $$. Goiânia Estácio Goiás $$, Fabec Brasil ③ $, FAC-Lions $$, Fac. CGESP n/i, Fac. Padrão ③ n/i, Fac. Pitágoras de Goiânia ③ n/i, FacUnicamps Goiânia $$, FAN-Goiânia ③ n/i, Fasam $$$, Unip-GO ④ n/i, Universo-GO ③ n/i. Goiatuba UniCerrado ③ $. Inhumas FacMais ② $$$. Iporá FAI-Iporá ③ $$. Itaberaí Fait-GO ② $$. Itapuranga FAI-Itapuranga n/i. Itumbiara Ifasc $$, Iles/Ulbra Itumbiara ③ $$$. Jaraguá UEG ③. Jataí Faja ② $$. Jussara FAJ-GO ② $$$. Mineiros Unifimes ③ $$. Morrinhos UEG ③. Quirinópolis Faqui $$. São Luís de Montes Belos FMB-GO ③ $$$. Trindade Aphonsiano ③ n/i. Uruaçu UEG ③. Valparaíso de Goiás Fac. Anhanguera de Valparaíso n/i. MS Amambaí Fiama $$$$. Caarapó Fetac ③ n/i. Campo Grande Estácio Campo Grande ③ $$, Facsul-MS n/i, FCG-MS ③ $, UFMS. Cassilândia FIC-MS ② n/i. Chapadão do Sul Fachasul ③ $$. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados ③ n/i, Unigran ④ $$$. Naviraí Finav $. Nova Andradina Finan n/i. Ponta Porã FAP-MS ③ $. Três Lagoas Aems ④ $. MT Alta Floresta Fadaf $$. Araputanga FCARP ③ n/i. Barra do Garças Univar ④ $$$. Cáceres Fapan-MT n/i, Unemat ③. Cuiabá Fac. Anhanguera de Cuiabá ③ n/i, Fac. Estácio de Cuiabá $$, Faipe $$, Fasipe Cuiabá n/i, Feics n/i, Icec ② n/i, IESMT n/i, Univest ② n/i. Diamantino FID-MT ③ n/i. Guarantã do Norte Ajes Facs. n/i, Fac. de Ciên. Soc. de Guarantã do Norte ③ n/i. Jaciara Fac. Eduvale-MT ④ n/i. Nova Mutum Unemat ③. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis Fac. Anhanguera de Rondonópolis ③ n/i, Unic Rondonópolis ③ n/i. São José dos Quatro Marcos FQM n/i. Sinop Fac. Fasipe ③ n/i. Sorriso Unic Sorriso ③ n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra ③ n/i. Várzea Grande Fausb $$$. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Uneal ③. Maceió Estácio FAL $, FAA-Iesa n/i, Facima ② n/i, Fama-AL n/i, FAN-AL n/i, Seune ② $$, Ufal ③.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

BA Alagoinhas Fac. Sto. Antônio-BA $$, Fatec-BA n/i, Unirb-BA $$$. Barreiras Uneb ③. Cachoeira Fac. Adventista da Bahia $$. Camaçari Famec-BA n/i. Capim Grosso FCG-BA n/i. Eunápolis UnesulBahia ③ n/i. Feira de Santana FMN-Feira de Santana n/i, Unifacs $, Unirb-BA ③ $$. Guanambi FG-BA ③ n/i. Ilhéus Fac. de Ilhéus ③ $$. Irecê Uessba ② n/i. Itabuna Unime Itabuna ④ n/i. Jequié Fac. D. Pedro II-Jequié ④ n/i. Juazeiro Fasj n/i. Lauro de Freitas Faciip ② n/i, Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Paripiranga UniAGES ④ $$. Riachão do Jacuípe Farj n/i. Ribeira do Pombal Dom Luiz ③ n/i. Salvador Fac. Castro Alves n/i, Fac. da Cidade do Salvador ③ $$, Fac. Ibes $$, Fac. São Salvador ③ n/i, Facsal-Isec $, FBB ③ n/i, FCGB $$, FSTA n/i, FVG ③ n/i, Unijorge ④ n/i, Unirb-BA ④ $$$. Santo Antônio de Jesus Facemp ③ n/i. Valença Fazag ③ n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Aracati FVJ n/i. Caucaia Fatene n/i. Fortaleza Fac. CDL $, Fac. Evolução $, Facped n/i, Fafor ③ $$, FFB n/i, FLF ③ n/i, FSM-CE n/i, Ratio n/i, Uece ②. Juazeiro do Norte FJN-Juazeiro do Norte ③ n/i. Maranguape FAK n/i. São Gonçalo do Amarante Fate n/i. Sobral UVA-CE ③. MA Balsas Unibalsas ③ n/i. Caxias FAI-MA ③ $$. Chapadinha FAP-MA n/i. Imperatriz DeVry Facimp ③ $$, Fac. Pitágoras de Imperatriz n/i, UFMA ③, Universidade Ceuma $$$. Paço do Lumiar Iesf-MA n/i. Pedreiras Faesf-MA ③ $. São Luís Estácio São Luís ③ n/i, Fac. Pitágoras de São Luís ③ n/i, Facem-MA ② n/i, Imec ② $. Timon FMSJC ② $, Iesm ② n/i. PB Cabedelo Iesp-PB ③ $$. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa Asper ③ n/i, DeVry João Pessoa $$$, Estácio-PB $, FAP-PB n/i, FJN-João Pessoa n/i, FPB n/i. PE Araripina Facisa-PE n/i. Belo Jardim FBJ n/i. Cabo de Santo Agostinho FMN-Cabo n/i. Carpina Falub ③ $. Caruaru Fafica ③ $$. Igarassu Facig-PE ③ n/i. Ipojuca Fajolca ④ $. Jaboatão dos Guararapes FMN-Piedade n/i, Metropolitana ③ $$. Limoeiro Facal n/i. Olinda Aeso $$, Faccor ③ $, Facho n/i, FJN-Pernambuco n/i, Focca ③ n/i. Paulista FJN-Pernambuco ③ n/i. Petrolina Facape ③ $$, FMN-Petrolina n/i. Recife Centro Universitário Estácio do Recife ⑤ n/i, Fac. Anchieta do Recife n/i, Fac. São Miguel n/i, Fafire $$, Farec ④ $$, Ipesu ③ $$, Sopece-FCHPE ③ n/i, Unibra n/i, UNIFG $$$. Santa Cruz do Capibaribe Fadire ④ $$. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Serra Talhada FIS ③ n/i. Timbaúba Fac. de Ciências de Timbaúba ④ n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i, Faintvisa n/i. PI Barras Uespi. Floriano Faesf-PI ③ n/i, Uespi ③. Parnaíba FMN-Parnaíba ④ n/i, UFPI ③. Picos Fac. R. Sá ④ n/i. Piripiri Chrisfapi ③ $$. São Pedro do Piauí Famep $. Teresina Aespi ③ n/i, Cesvale ② n/i, DeVry Facid $$, Estácio Ceut ③ n/i, Facet ③ n/i, Fapi-PI n/i, FMN-Teresina ④ n/i, ICF $$, Uespi ③. RN Açu Facesa-RN ③ n/i. Caicó FCST ③ $, UFRN ③. Currais Novos FAS-RN ② n/i. Mossoró Fac. Mater Christi ③ $$, FDM $$, Uern ③. Natal Estácio Alexandrino ③ $$, FAL Estácio ④ n/i, IESRN ② n/i. Parnamirim Famec-RN n/i. Patu Uern ②. SE Aracaju Estácio Sergipe n/i, Fac. São Luís de França $, Facar n/i, Faser-SE ② n/i, FMN-Aracaju n/i. Lagarto FJAV ② $. São Cristóvão UFS ③. Tobias Barreto Fise $$. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Faao ④ $$, Fameta $$, Uninorte-AC ③ n/i. AM Manaus Esbam ③ $$, Estácio Amazonas $$, FMN-Manaus n/i, FSDB ③ n/i, UEA, Unip-AM ④ n/i. AP Macapá Fabran ③ $$, Fama-AP ③ n/i, Fesam $. PA Altamira FACX n/i. Ananindeua Faam ③ $$. Belém Famaz ③ $$, Fapen-PA ③ $$. Capanema Ufra. Itaituba FAI-PA ④ n/i, FAT-PA ③ n/i. Marabá Fac. Carajás $$, Fac. Metropolitana de Marabá ③ $$, Facimab ② n/i. Paragominas Fac. Metropolitana de Paragominas $$. Parauapebas Fadesa n/i. Redenção Fesar n/i. Rondon do Pará Unifesspa. Santarém Unama ③ n/i. Tomé-Açu Ufra.

RO Ariquemes Faar $$$, Faema n/i, Fiar ① n/i. Cacoal Facimed n/i, Fanorte n/i. Jaru Unicentro-RO ③ $$. Ji-Paraná Unijipa ④ $$. Ouro Preto do Oeste Uneouro ③ $$. Porto Velho Centro Universitário São Lucas n/i, Faro-RO ③ $$$, Fatec-RO ② n/i, Fimca ③ $$, Uniron ④ n/i. Rolim de Moura Farol ③ $$. Vilhena Reges-Avec ③ n/i, Unesc-RO n/i. RR Boa Vista UERR. TO Araguaína Itpac ③ n/i. Augustinópolis Fabic n/i, Unitins. Colinas do Tocantins Fiesc ② n/i. Dianópolis Unitins. Palmas Fapal n/i, Fasec n/i, Iepo ③ n/i, Itop ④ n/i. Paraíso do Tocantins Fecipar ② n/i. REGIÃO SUDESTE ES Cachoeiro de Itapemirim Faccaci ③ $$, São Camilo-ES ③ $$. Cariacica Multivix-Cariacica n/i, Uniest ② $$. Colatina FCB ③ n/i. Guaçuí Facec-ES $. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari ③ n/i, Rede de Ens. Doctum-ES ⑤ n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ③ n/i. Nova Venécia MultivixNova Venécia ⑤ n/i. São Mateus FVC ③ n/i. Serra Fabra $$, Faserra ② n/i, Multivix-Serra ④ n/i, Unesc-ES $$. Viana Fesav n/i. Vila Velha Fac. Estácio n/i, Fac. Novo Milênio $$, Multivix-Vila Velha n/i, Rede de Ens. Doctum-ES n/i. Vitória Faces n/i, Favi ③ n/i, Multivix-Vitória ⑤ n/i. MG Abaeté Uemg ③. Alfenas Unifenas $$. Araguari Imepac ④ $$. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Estácio BH n/i, Fac. Del Rey n/i, Facem-BH ② n/i, Facemg n/i, FacisaBH ③ $$$, FIBH $$$, Ibhes ③ n/i, IBS n/i. Betim Fac. UNA de Betim n/i. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Brumadinho ASA ③ n/i. Campo Belo Cemes n/i. Caratinga Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Cataguases Facs. Sudamérica ④ n/i, FIC-MG n/i. Cláudio Uemg ②. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem n/i, Nova Fac. ③ n/i. Coromandel FCC-MG n/i. Curvelo FAC-MG $$$. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis ③ n/i, Faced ③ n/i. Formiga Unifor-MG ③ n/i. Governador Valadares Fac. Pitágoras de Governador Valadares n/i, Fupac Governador Valadares n/i, UFJF, Univale ③ $$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ n/i, Fac. Única de Ipatinga ③ n/i. Itajubá Facesm ② $$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$. Ituiutaba FTM ③ n/i. João Monlevade Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora n/i, Fac. Machado Sobrinho ③ n/i, Facsum ③ n/i, FJF n/i, Rede de Ens. Doctum-MG n/i. Lambari Fupac Lambari n/i. Leopoldina Fupac Leopoldina ③ $$. Luz Fasf-MG $$. Machado Cesep ③ $$, Fumesc $$. Manhuaçu FAF-Manhuaçu $$, Rede de Ens. Doctum-MG n/i. Mantena Intervale $$. Matipó Univértix-MG ③ n/i. Monte Carmelo Fucamp $$. Montes Claros Fasa-MG n/i, FIPMoc $$$, Unimontes ③. Nova Lima FMC-MG ③ $$$$. Nova Porteirinha Favag n/i. Oliveira Feol n/i. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino n/i. Pará de Minas UninCor $$$. Passos Uemg ③. Patos de Minas FPM n/i. Pedro Leopoldo FPL Educacional ③ $$$. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas n/i. Ponte Nova Fac. Dinâmica n/i. Pouso Alegre Faculdade Asmec n/i, Ipel n/i. Salinas Unimontes ③. Santa Luzia Facsal ② n/i. Santa Rita do Sapucaí FAI-MG $$$$. Santos Dumont FSD $$$. São Lourenço Fac. de São Lourenço ④ n/i. São Sebastião do Paraíso LibertasFacs. Int. ④ n/i. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida $$. Teófilo Otoni Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Ubá Fagoc ③ n/i, Fupac Ubá n/i. Uberaba FCETM ④ n/i, Fupac Uberaba ② n/i. Uberlândia Esamc Uberlândia $$$, Fac. UNA de Uberlândia ③ $$, Fatra $$, Uniessa n/i. Unaí Cnec Unaí ③ n/i, Factu ② n/i. RJ Angra dos Reis Estácio n/i. Araruama Fac-Unilagos $$$. Barra Mansa UBM ② $$. Belford Roxo Uniabeu ② $$$. Cabo Frio Ferlagos ④ n/i, UVA-RJ n/i. Campos dos Goytacazes Universidade Candido Mendes ④ $$$. Itaperuna UniFSJ ② n/i, UniRedentor $$. Macaé Estácio ④ n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ② n/i, Estácio ④ n/i, UFF ③.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

Nova Friburgo Universidade Candido Mendes ② $$. Resende AEDB n/i. Rio das Ostras Cnec Facro n/i. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Fabes ② n/i, Facs. São José ③ n/i, FGS ② n/i, IBMR n/i, Simonsen ③ $$$$, SJT ③ n/i, Suesc ③ n/i, UCB-RJ ③ $$$. SP Agudos Faag $$$$. Americana Faculdade Iesa ④ $$, FAMAmericana ③ $. Amparo Unifia ② n/i. Andradina Firb ④ $$. Araraquara Uniara n/i. Assis Fema-SP $$, Ieda ② n/i, Unip-SP ④ n/i. Auriflama Fac. de Auriflama ② n/i. Avaré Faccaa ③ n/i. Barretos Fiso n/i. Barueri Alfacastelo ② $$$$. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i, FIB-Bauru n/i, Iesb-SP ② $$$$, USC n/i. Birigui Fabi ③ n/i, Fateb-SP n/i. Boituva FIB-Boituva ③ n/i. Botucatu Unifac ④ $$. Caieiras FMC-SP ② n/i. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Fleming ③ n/i, Policamp ② $$$$, Unisal $$$. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$$. Caraguatatuba Módulo ③ $$. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i, Falc ③ n/i. Cotia Estácio Europan ④ $$. Descalvado Universidade Brasil n/i. Diadema FAD ② n/i. Dracena Reges-Dracena ④ $$. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Franca Unifran ③ $$$. Garça Faef-Garça/SP ③ n/i. Guarujá Fac. Don Domênico n/i, Fagu ② n/i. Guarulhos Eniac $$$, Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, Facig-Guarulhos ③ n/i, FIG-Unimesp ③ n/i. Hortolândia Fac. Adventista de Hortolândia $$, Fach ② $$$$. Ibiúna Estácio FMI n/i. Indaiatuba Fac. Max Planck ② $$$. Itapecerica da Serra Fac. Anhanguera de Itapecerica da Serra n/i. Itapetininga IIES ② n/i. Itapira Iesi ③ $$$. Itaquaquecetuba UnG ③ n/i. Itararé Fafit ② n/i. Itu Faditu n/i. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal n/i. Jacareí Fac. Anhanguera de Jacareí ③ n/i. Jales Unijales ③ n/i. Jandira Faceq n/i. José Bonifácio FJB n/i. Jundiaí FCG-SP n/i, Unip-SP ⑤ n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera ③ n/i. Lençóis Paulista Facol-SP n/i. Limeira Einstein n/i, Fac. Anhanguera de Limeira ③ n/i. Lorena Unisal $$$. Lucélia Cealpa ③ $. Marília Fac. Católica Paulista $$$$. Matão Fac. Anhanguera de Matão n/i. Mauá Fama-SP ③ $$$$. Mococa Funvic-Mococa ② $$$. Mogi Guaçu FMG n/i. Moji Mirim Fac. Sta. Lúcia ③ n/i. Monte Aprazível Faeca-D. Bosco ② $$. Nova Odessa Facs. Network n/i. Orlândia FAO n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco ③ n/i, Fac. Fernão Dias ② $$, Unifieo ③ $$$. Penápolis Funepe ③ $$$$$. Pereira Barreto FIU ③ n/i. Pindamonhangaba Fasc-SP n/i. Piracicaba Fac. Anhanguera de Piracicaba ③ n/i. Porto Feliz Famo $$. Porto Ferreira Asser-Porto Ferreira $$. Praia Grande Fals $$. Presidente Epitácio Fape n/i. Presidente Prudente Fapepe ③ n/i. Ribeirão Preto Unaerp $$$$, Unip-SP ⑤ n/i. Rosana Cespri n/i. Salto Ceunsp $$. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara ③ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, Fapen-SP $$, Iesa-SP ③ n/i, Strong EsagsSanto André $$$$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Esamc Santos ② $$, Unimes ③ n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ③ n/i. São Joaquim da Barra Facig-São Joaquim da Barra n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$, Unip-SP ③ n/i, Unirp ③ $$, Unorp n/i. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos ③ n/i, Fac. INPG-São José dos Campos $$$$, Unip-SP ④ n/i. São Manuel FMR $. São Paulo Alfa-SP $, Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Esamc São Paulo $$$, Eseg n/i, Fac. Centro Paulistano n/i, Fac. de São Paulo ② n/i, Fac. Flamingo ③ $, Fac. Paulista São José n/i, Fac. Saint Germain n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo ③ n/i, Facraz ② $$, Facs. Int. Campos Salles ③ n/i, Fadisp $, FasmSP ② $$, FCE $, Finaci $$$, Fipecafi ⑤ $$$$, FOC Contabilidade ③ $$$, Unicapital ③ n/i, Unifai-São Paulo ③ $$$, UniÍtalo ③ n/i, UniPaulistana ② n/i, Unisal $$$, Universidade Brasil ③ n/i. São Roque FAC São Roque ④ n/i. Sertãozinho Fac. Anhanguera de Sertãozinho ③ n/i. Sorocaba Fac. de Sorocaba n/i, Unip-SP ④ n/i. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré ③ n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra ③ n/i, Fecaf $$$. Taquaritinga Ites-Taquaritinga ③ $$. Tatuí Faesb ② $$$. Taubaté Ites-Taubaté $$. Tietê FIT-Tietê ③ n/i. GE PROFISSÕES 2018

73


PROFISSÕES  ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS Tupã Faccat-SP ③ $$. Valinhos Fac. Anhanguera de Valinhos ③ n/i. Votuporanga Fac. Futura n/i. REGIÃO SUL PR Ampére Famper $. Apucarana Facnopar $$. Arapongas Unopar n/i. Arapoti Fati n/i. Assis Chateaubriand CTESOP $$. Cambé Fac. Catuaí n/i. Campo Mourão Unespar ③. Cascavel Centro Universitário FAG ④ n/i, Fac. Anhanguera de Cascavel ③ n/i, Univel ③ n/i. Colombo Faec-PR ② $$. Curitiba Camões ③ n/i, Cesumar-Curitiba $$, Estácio Curitiba ③ $$$$, FAC-PR n/i, Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Facimod $$, Falec n/i, Fapar ③ $, Fatec-Curitiba $$$, Fesp-PR ② $$$$, Opet ③ $$$$, Spei ③ n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz ③ n/i, Fafig n/i, Uniamérica n/i. Francisco Beltrão Unisep ③ n/i. Guarapuava Fac. Guarapuava ③ n/i. Guaratuba Isepe Guaratuba n/i. Ibaiti Feati ③ n/i. Jandaia do Sul Fafijan ③ n/i. Laranjeiras do Sul Faceopar ④ $. Londrina Cesumar-Londrina $$, Fac. Arthur Thomas n/i, Fac. Pitágoras de Londrina n/i, Inesul ③ $$, UniFil ③ n/i, Unopar ③ n/i. Maringá Fac. Maringá $$$, Famma ③ $$$, Uningá n/i. Nova Esperança Fanp ③ $$$$. Palotina Uespar/Facitec ② n/i. Paraíso do Norte Fapan-PR ③ $$$. Paranavaí Fatecie n/i, Unespar ③. Pato Branco Fac. Mater Dei ③ n/i, Fadep ③ $$. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $$, Fasf-PR ③ n/i, Secal ③ $$$. Realeza Cesreal ④ n/i. Rolândia Faccar ③ n/i. Santo Antônio da Platina Fanorpi ② n/i. São José dos Pinhais FAE São José dos Pinhais $$$, IEL ③ n/i. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi ③ n/i. Telêmaco Borba Fateb-PR ③ $$$. União da Vitória Uniuv ④ $$. RS Bento Gonçalves Cnec Bento ③ n/i. Cachoeira do Sul Ulbra ④ $$$$. Camaquã Faccca ③ $$$$. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Carazinho UPF ③ $$$. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul ② n/i, Facs. Ideau-Caxias do Sul ③ $$, Famur $$$. Cerro Largo URI ③ $$$$. Erechim FAE-Erechim $$, URI ③ $$$$. Estrela Fac. La Salle-Estrela n/i. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas ④ $$. Ijuí FAL-RS ② n/i. Lagoa Vermelha UPF ③ $$$. Marau Cesurg n/i. Montenegro Unisc $$$$. Nova Petrópolis Facenp ③ n/i. Passo Fundo Fac. Anhanguera de Passo Fundo ② n/i, Facs. Ideau-Passo Fundo ③ $$. Porto Alegre Estácio RS ③ n/i, Fac. Anhanguera de Porto Alegre n/i, Senac Porto Alegre $$, UniRitter $$$$, Unisinos $$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande n/i. Santa Cruz do Sul Fac. D. Alberto ③ n/i. Santa Maria Fadisma n/i. Santana do Livramento Urcamp ② $$$. Santiago URI ② $$$$. Santo Augusto Faisa Facs. ② n/i. São Gabriel Urcamp ③ $$. São Luiz Gonzaga URI $$$$. São Marcos FACSM n/i. Tapejara FAT-RS n/i. SC Araranguá FVA $$. Balneário Camboriú UniSociesc Balneário Camboriú ③ $$$. Blumenau Uniasselvi-Blumenau ③ n/i. Brusque Uniasselvi-Brusque ③ n/i. Capivari de Baixo Fucap ③ n/i. Chapecó Facs. Sta. Rita $. Criciúma Esucri ② $$$. Curitibanos UnC ③ $$$. Florianópolis BM Contabilidade ③ n/i, Estácio Florianópolis ③ n/i, Facs. Barddal n/i. Fraiburgo Uniarp $$. Guaramirim Uniasselvi-Guaramirim ③ n/i. Indaial Uniasselvi-Indaial ④ n/i. Itajaí Cnec Ifes ④ n/i. Joinville Cnec Joinville $$$, Fac. Anhanguera de Joinville ③ n/i, Inesa $$. Lages Uniplac ② n/i. Orleans Unibave ③ $$$. Palmitos Facs. Sta. Rita ③ $. Pinhalzinho Horus Facs. ③ $$. São José Estácio Santa Catarina $$$, Fac. Anhanguera de São José ③ n/i, Fasc-SC ③ $, IES-SC ③ $. São Miguel do Oeste Horus Facs. n/i. Xaxim Celer Facs. ③ n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito MG Caratinga Unec ④ n/i. Nova Serrana Fans ③ n/i. PB Campina Grande Unesc-PB ③ n/i. PR Curitiba Facel ② n/i. Dois Vizinhos Unisep ③ n/i. RJ Rio de Janeiro FIJ n/i. SC Concórdia Facc ③ n/i. SP Avaré FSP-SP ③ n/i.

74 GE PROFISSÕES 2018

CIÊNCIAS ECONÔMICAS

B

O

economista estuda a produção, a distribuição e o consumo de bens e serviços. Ele se dedica tanto a grandes questões, nacionais ou mundiais, quanto a problemas de pequenas empresas ou investidores individuais. Conhecedor do cenário econômico, político e social, o economista elabora relatórios e pareceres analisando a situação atual e faz projeções para o futuro. Ajuda a construir, a ampliar e a preservar o patrimônio de pessoas, empresas e governos. Desenvolve planos para a solução de problemas financeiros, econômicos e administrativos em empresas do comércio, de serviços, na indústria ou no setor financeiro. Graças a essa versatilidade, encontra trabalho em entidades privadas, institutos e órgãos municipais, estaduais e federais. Pode atuar, ainda, como consultor autônomo. Além de ter habilidade com os números, o economista precisa se manter informado sobre os cenários econômicos local e global. Para exercer a profissão, deve estar registrado no Conselho Regional de Economia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Comércio internacional Planejar e promover negócios entre empresas de diferentes países, estudando mercados e cuidando das operações de importação e exportação. Economia agroindustrial Estudar e planejar transações do agronegócio, analisando a demanda de produtos e a melhor forma de colocá-los no mercado nacional e internacional. Economia ambiental Participar da elaboração de projetos ambientais em indústrias, ONGs e órgãos públicos. Fazer análises de impacto ambiental. Mediação e arbitragem Ajudar a resolver litígios comerciais entre empresas, recorrendo ou não à Justiça. Mercado financeiro Analisar o mercado e indicar quais os melhores investimentos. Atuar como operador de bolsa de valores ou em corretoras. Perícia Consultoria e apuração em operações financeiras para fins judiciais ou extrajudiciais. Pesquisa Levantar a variação de preços, de custos e outras informações para indicadores econômicos, como índices de inflação, de desemprego e o custo de vida. Planejamento estratégico Avaliar as oportunidades e os riscos de mercado para redirecionar os negócios de uma empresa ou organização. Orientar aquisições e fusões. Políticas públicas Definir a política econômica de municípios, de estados ou do país. Elaborar orçamentos que possibilitem as ações planejadas pelos governos.

e projetar cenários, analisando fatores como câmbio, desemprego, juros, inflação e taxa de crescimento. Indústrias, grandes empresas de agronegócios e os setores de comércio e serviços também buscam economistas para cuidar da parte financeira e prospectar novos negócios. Empresas de pequeno e médio porte, por sua vez, precisam do graduado para liderar áreas como tesouraria, controladoria e planejamento financeiro. No setor de recursos humanos, o bacharel é contratado para gerenciar a folha de pagamentos, tornando-a eficiente e coerente com a estratégia de negócios da empresa. O profissional pode também trabalhar para o setor público, em órgãos como ministérios, agências reguladoras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Banco Central. É possível, ainda, seguir carreira acadêmica, em instituições de pesquisa e no Ensino Superior. Grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, têm o maior número de ofertas, mas ganham importância as cidades de médio porte. No Distrito Federal, há um grande número de vagas no setor público. FIQUE DE OLHO O FUTURO APONTA PARA O COMPLIANCE Esse termo em inglês é usado para designar uma das áreas mais aquecidas do mercado. Ele significa estar em acordo com as normas, leis, regulamentações e diretrizes específicas da sua área de negócios. Com a informatização dos órgãos governamentais de controle, o endurecimento do combate à corrupção e a pressão popular por transparência e honestidade, essa área deve crescer muito nos próximos anos e demandar cada vez mais o trabalho de economistas. As empresas estão olhando com mais cuidado para seus balanços financeiros, a fim de evitar fraudes e outros fatores que comprometam sua credibilidade. A busca por certificações internacionais também aumenta a necessidade desse trabalho. Além disso, um setor de compliance bem estruturado evita perdas e traz vantagens, como desconto em linha de crédito, melhor retorno de investimento e aumento da eficiência dos negócios.

O CURSO MERCADO DE TRABALHO Das 65 carreiras mais bem posicionadas no mercado em 2017, segundo levantamento da revista Exame junto a 20 empresas de recrutamento, 17 podem ser exercidas por economistas. Esse graduado tem um amplo campo de atuação e é demandado em vários ambientes de negócios. No mercado financeiro e de capitais e em empresas de consultoria são requisitados para fazer avaliações macroeconômicas

Além de matemática financeira, estatística e econometria – que é a aplicação dos conceitos de estatística à análise de dados econômicos –, o currículo traz disciplinas que ensinam a entender as correntes do pensamento econômico e a evolução econômica, social e histórica brasileira e internacional. Contabilidade e direito também fazem parte da grade curricular. O currículo de algumas instituições exige estágio. Já a entrega de um trabalho de


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

conclusão de curso é obrigatória. Atenção: há escolas que oferecem o curso com enfoque específico, como integração e desenvolvimento, caso da Unila, em Foz do Iguaçu (PR). O curso da UEM, em Maringá (PR), possui três ênfases distintas: agrícola (voltada para a economia do agronegócio), regional (envolve as áreas de planejamento e desenvolvimento regional em setores públicos) e empresarial (concentra-se no mercado financeiro). Outras instituições voltam-se para diferente áreas (veja abaixo). Duração média: 4 anos. Outros nomes: Econ.; Econ. Empr. e Control. (contabilidade); Econ. Empr. e Control. (econ.); Fin.

Ufes ③. GO Goiânia UFG ③. MG Belo Horizonte Ibmec-MG ④ $$$$$, PUC Minas ③ $$$$. Juiz de Fora UFJF ④. Mariana Ufop ③. São João del Rei UFSJ ④. Uberlândia UFU ③. Viçosa UFV ④. MS Dourados UFGD ③. MT Cuiabá UFMT ③. PE Recife UFPE ③. PR Curitiba PUCPR ③ $$$$. Maringá UEM Ciên. Econ. (agrícola); Ciên. Econ. (empr.); Ciên. Econ. (reg.) ③. Toledo Unioeste ④. RJ Campos dos Goytacazes UFF ③. Rio de Janeiro Uerj ④. RN Mossoró Uern ③. RS Palmeira das Missões UFSM ③. Porto Alegre PUCRS ③ $$$$$, UFRGS ④. Santa Maria UFSM ③. SC Florianópolis UFSC ③. SP Araraquara Unesp ③. Campinas Facamp ④ $$$$$, PUC-Campinas ③ $$$$. Osasco Unifesp ④. São Paulo Fecap ④ $$$$$, FGV-Eesp Econ. (eng. fin.); Econ. (macroeconomia aplic.); Econ. (microeconomia aplic.) ④ n/i, Insper ④ n/i, Mackenzie ③ $$$$$, PUC-SP ③ n/i. Sorocaba UFSCar ④.

⋆⋆⋆

FIQUE DE OLHO ÁREAS ESPECÍFICAS PARA A ECONOMIA O bacharelado em Economia da FGV-Eesp começou a oferecer em 2017 três áreas de concentração ou ênfases: Engenharia Financeira (para atuação no mercado financeiro), Microeconomia Aplicada (que diz respeito a cada agente econômico, como famílias, empresas e trabalhadores) e Macroeconomia Aplicada (relacionada à política econômica de um país, por exemplo). Nos dois primeiros anos, os alunos cursam disciplinas básicas para a formação geral do economista. A partir do terceiro ano, eles fazem a opção pela área escolhida. A USP de Ribeirão Preto também oferece um diferencial. O curso Economia Empresarial e Controladoria tem duas habilitações: Economia ou Contabilidade. Já a UFC, em Sobral e em Fortaleza, tem o curso específico de Finanças, com foco em teoria econômica-financeira e em métodos quantitativos. Ele busca preparar os alunos para a docência e a pesquisa, além de atuar no mercado, em áreas como consultoria empresarial, planejamento financeiro e análise de risco.

AL Maceió Ufal ③. Santana do Ipanema Ufal ②. AM Manaus Ciesa ③ $, Uninorte-AM ③ n/i, Universidade Nilton Lins $$. BA Feira de Santana Uefs. Ilhéus Uesc Econ. ③. Salvador UFBA ③, Unifacs ⑤ $$$$. CE Fortaleza Unifor-CE ③ $$$$. GO Goiânia PUC Goiás ③ n/i. MA São Luís UFMA ③. MG Montes Claros Unimontes ④. Teófilo Otoni UFVJM ③. MS Campo Grande UFMS ③. Ponta Porã Uems ③. MT Rondonópolis UFMT ③. Sinop Unemat ③. PB Campina Grande UFCG ③. João Pessoa UFPB ③. PE Caruaru UFPE ③. Recife Esuda ③ $$, UFRPE ③, Unicap ② $$$$. Serra Talhada UFRPE ③. PR Cascavel Unioeste ③. Curitiba Facs. Sta. Cruz ③ $$, FAE ④ $$$$, Fesp-PR $$$$, UFPR ④. Foz do Iguaçu Unila Ciên. Econ. (econ., integração e desenv.). Francisco Beltrão Unioeste ③. Guarapuava Unicentro-PR ③. Laranjeiras do Sul UFFS-PR ③. Londrina UEL ③. Ponta Grossa UEPG ③. RJ Niterói UFF ③. RN Natal UFRN ③. RO Porto Velho Unir ②. RS Caxias do Sul UCS ③ n/i. Ijuí Unijuí ③ n/i. Passo Fundo UPF ③ $$$. Pelotas UFPel ③. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ④ $$. Rio Grande Furg ③. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ② $$$$. Santana do Livramento Unipampa ④. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$. SC Blumenau Furb ③ $$$$. Chapecó Unochapecó ③ $$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$. Florianópolis Udesc ④. SP Franca Uni-Facef ③ $$$. Piracicaba Unimep ③ $$$$. Ribeirão Preto Moura Lacerda ④ n/i. Santo André Strong Esags-Santo André ④ $$$$$. Santos Universidade Católica de Santos ③ $$$$. São Bernardo do Campo Metodista ③ $$$. São Paulo Faap ② $$$$$, São Judas ④ $$$$, Uninove ④ n/i. TO Palmas UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

ONDE ESTUDAR

REGIÃO CENTRO-OESTE

CURSOS: 191 | AVALIADOS: 168 5⋆ 11 cursos | 4⋆ 39 cursos | 3⋆ 62 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. PA Belém UFPA ③. RJ Rio de Janeiro FGV Econ. ⑤ $$$$$, Ibmec-RJ ④ $$$$$, PUC-Rio ③ $$$$$, UFRJ ④. SP Campinas Unicamp ④. Piracicaba USP. Ribeirão Preto USP Econ. Empr. e Control. (contabilidade); Econ. Empr. e Control. (econ.); Econ. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ③. AM Manaus Ufam ③. CE Fortaleza UFC Ciências Econômicas; Fin. ③. Sobral UFC Ciências Econômicas; Fin. ③. DF Brasília UCB-DF ③ $$$$. ES Vitória Fucape ⑤ $$$$$,

DF Brasília Ibmec-DF n/i, Uniplan $$$, Upis ③ n/i. GO Anápolis UEG ③. Goiânia Fabec Brasil n/i, Unialfa ③ $$. Itumbiara UEG ②. REGIÃO NORDESTE BA Jequié Fac. D. Pedro II-Jequié n/i. Vitória da Conquista Uesb ②. CE Crato Urca ③. Fortaleza DeVry Fanor n/i. Iguatu Urca. MA Imperatriz DeVry Facimp ② $$, Fest ② $. PE Petrolina Facape Econ. $. Recife DeVry FBV ③ n/i. PI Parnaíba UFPI ②. Teresina UFPI ③. RN Açu Uern ②. Pau dos Ferros Uern ③. SE São Cristóvão UFS ②. REGIÃO NORTE AM Manaus UEA. PA Marabá Unifesspa. Santarém Ufopa.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

RO Cacoal Unesc-RO Econ. n/i. RR Boa Vista UFRR ②. REGIÃO SUDESTE MG Belo Horizonte IBS n/i, UNA ③ n/i. Caratinga Unec n/i. Governador Valadares UFJF. Itajubá Facesm ② $$$. RJ Nova Iguaçu UFRRJ ③. Petrópolis UCP-RJ ② $$$$$. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, FGS ③ n/i, Mackenzie Rio ③ $$$. Seropédica UFRRJ ③. Três Rios UFRRJ ④. SP Adamantina Unifai-Adamantina ② $. Araçatuba FAC-FEA $. Araraquara Uniara Econ. ③ n/i. Araras FHO-Uniararas $$$$. Bauru ITE ③ $$. Campinas Esamc Campinas $$$$, Unip-SP ③ n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp $$$. Jundiaí UniAnchieta ③ $$$. Limeira Isca Faculdades n/i. Mogi Guaçu Franco Montoro $. Presidente Prudente Toledo Prudente $$. Santo André FSA-SP ③ $$$. Santos Esamc Santos Econ. ④ $$. São Caetano do Sul USCS ③ $$$. São José do Rio Preto Dompedro ② $$. São Paulo Esamc São Paulo Econ. $$$, Facs. Int. Rio Branco ③ $$$$, FAM-São Paulo n/i, FMU ④ n/i, FOC Econ. ③ $$$, UnipSP ④ n/i, Unisa $$, UniSant’Anna n/i, Universidade Anhembi Morumbi $$$, Universidade Brasil n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$$. Sorocaba Esamc Sorocaba Econ. ② $$$$, Uniso ③ $$$. Taubaté Unitau ③ $$$. Tupã Faccat-SP $$. REGIÃO SUL PR Apucarana Unespar ②. Campo Mourão Unespar ③. Cornélio Procópio Uenp ③. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, UDC Sede $$. Maringá FCV ③ $$$. Santo Antônio da Platina Fanorpi n/i. RS Horizontina Fahor ③ $$$. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$. SC Joinville Univille ③ $$$.

COMÉRCIO EXTERIOR

B/T

O

profissional de Comércio Exterior lida com a compra e a venda de produtos e serviços entre empresas e governos de diferentes países. Ele acompanha os acontecimentos internacionais, tanto econômicos quanto políticos, e eventuais conflitos diplomáticos, para caracterizar mercados consumidores ou empresas fornecedoras. Também se mantém informado sobre as tendências de consumo em diferentes partes do globo. Ele identifica as necessidades de seus clientes e fornecedores, descobre oportunidades de compra ou venda, elabora estratégias de negócio e marketing e define a logística, como frete e estocagem dos produtos importados ou exportados. Seu campo de trabalho inclui empresas importadoras ou de logística, companhias privadas dos mais diversos setores, que fazem importação e exportação, instituições financeiras, agências governamentais de desenvolvimento econômico, operadoras de câmbio e de seguro. É preciso entender da legislação relativa à importação e exportação de bens e serviços, conhecer os tratados comerciais entre o Brasil e outros países. Como o profissional lida com contratos e negociações internacionais, é imprescindível falar outros idiomas, principalmente inglês e espanhol. É possível ingressar na carreira com um curso tecnológico. GE PROFISSÕES 2018

75


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS O QUE VOCÊ PODE FAZER Agenciamento de carga Contratar frete e seguro internacional e acompanhar embarque e desembarque de mercadorias em portos e aeroportos. Análise Servir de intermediário para o fechamento de contratos de compra e venda com empresas estrangeiras, de acordo com a legislação vigente. Consultoria Assessorar empresas de médio e pequeno porte que já lidem com importações e exportações ou que desejem iniciar negociações internacionais. Cotação Fazer cotação de moedas internacionais e de produtos. Gestão Coordenar as operações de uma empresa ou de um setor de importação e exportação. Logística Determinar a forma de transporte dos produtos entre o país vendedor e o comprador, analisando o custo e o tempo de entrega. Contratar frete de conexão com portos e aeroportos. Providenciar armazenamento para os períodos em que a carga precisar ficar parada. Providenciar a documentação necessária para que a mercadoria possa viajar. Marketing internacional Fazer a análise de mercado e adaptar as mercadorias para a cultura local onde o produto será comercializado. MERCADO DE TRABALHO A legislação e os trâmites aduaneiros do Brasil estão entre os mais complicados e burocráticos do mundo. Esse fato já basta para que este bacharel tenha sempre campo de trabalho. Além disso, mesmo com a crise, as empresas continuam exportando e importando produtos manufaturados e insumos de outros países. O mercado pode aquecer caso as negociações de um acordo de livre-comércio entre o Mercosul, o Mercado Comum do Sul, do qual o Brasil faz parte, e a União Europeia (UE) avancem. As tratativas entre os dois blocos, iniciadas há quase 20 anos, ganharam impulso em 2017. O recém-formado costuma iniciar a carreira na área comercial, negociando preço, prazo e forma de pagamento e entrega. Ele é procurado por firmas exportadoras para negociar com os compradores estrangeiros, ou por importadoras para comprar no exterior insumos e produtos acabados sob condições mais vantajosas. Já o tecnólogo é requisitado para trabalhar em áreas operacionais, como no despacho aduaneiro ou na cotação de câmbio. As áreas de logística, legislação aduaneira, prática cambial, importação, marketing e negociação internacional são as que mais demandam profissionais. Além de atuar em empresas privadas, é possível trabalhar, também, em agências e organismos internacionais e oferecer assessoria e consultoria a empresas de pequeno e médio porte. O CURSO Os cursos de bacharelado mesclam matérias da área de Exatas com as mais específicas da área de Comércio Exterior. Há disciplinas gerais, como matemática financeira, adminis-

76 GE PROFISSÕES 2018

tração, economia, contabilidade e estatística. O currículo ainda é recheado de disciplinas específicas, como direito internacional, logística e negociações internacionais. Além de uma formação humanística que inclui sociologia, inglês, espanhol e ética. Algumas escolas exigem a realização de estágio no último ano, assim como a entrega de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Comércio Ext. e Neg. Intern.; Comércio Intern.; Líng. Estrangeiras Aplic. às Negociações Intern.; Neg. Intern.

Neg. Intern. $$$$. RS Bento Gonçalves UCS Comércio Intern. n/i. Caxias do Sul UCS Comércio Intern. n/i. SC Itajaí Univali $$$$. SP Piracicaba Unimep Neg. Intern. $$$$. São Paulo Universidade Anhembi Morumbi Comércio Intern. $$$$$.

⋆⋆⋆ BA Ilhéus Uesc Líng. Estrangeiras Aplic. às Negociações Intern. MG Belo Horizonte Fumec Neg. Intern. $$$$. PE Petrolina Facape $. SC Joinville Univille $$$$. SP Osasco Unifieo Comércio Ext. e Neg. Intern. $$$. Sorocaba Uniso $$$. Taubaté Unitau $$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

FIQUE DE OLHO

REGIÃO CENTRO-OESTE GO Goiânia Unialfa $$.

CURSO UNE LÍNGUAS E NEGOCIAÇÕES INTERNACIONAIS A graduação em Línguas Estrangeiras Aplicadas às Negociações Internacionais (Leani), oferecida por Cefet-RJ, Uesc (BA) e UFPB, forma profissionais que podem transitar não só pela área de Comércio Exterior, mas também por Línguas Estrangeiras, Administração, Relações Internacionais, Turismo e Eventos. “Com o conhecimento de dois ou mais idiomas e suas culturas, o aluno é formado para assessorar, intermediar e coordenar processos de negociações internacionais em diversas frentes – empresas transnacionais, diplomacia, consultorias internacionais, tradução e revisão de textos, comércio, cultural, turismo e lazer”, explica a professora Adriana Ramos, do Cefet-RJ. Segundo ela, um diferencial do curso é que, ao contrário de um profissional de Comércio Exterior, por exemplo, que tem seu perfil profissional de certa forma já definido, cada profissional de Leani possui seu percurso próprio, traçado ao longo do curso e da vida profissional.

A formação de tecnólogo tem ganhado espaço no Brasil. O número de cursos nessa modalidade supera em muito o de bacharelados. A grade curricular é mais enxuta, mas tem conteúdos em comum. O curso tem disciplinas como matemática, inglês instrumental, comunicação empresarial e conceitos básicos de comércio exterior. Há também uma boa ênfase em temas mais específicos da profissão, como direito internacional e legislação aduaneira. Duração média: 2 anos. Outro nome: Gestão de Comércio Ext. ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 20 | AVALIADOS: 15 4⋆ 8 cursos | 3⋆ 7 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza Unifor-CE $$$$. PB João Pessoa UFPB Líng. Estrangeiras Aplic. às Negociações Intern. PR Curitiba FAE

REGIÃO SUDESTE RJ Rio de Janeiro Cefet-RJ Líng. Estrangeiras Aplic. às Negociações Intern. SP São Caetano do Sul USCS $$$. REGIÃO SUL PR Curitiba Esic Neg. Intern. $$$$$. RS Santa Vitória do Palmar Furg.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE MS Campo Grande Facsul-MS $, FCG-MS $. MT Cuiabá Icec n/i. Pontes e Lacerda IFMT. REGIÃO NORDESTE CE Fortaleza DeVry Fanor n/i, FLF ③ n/i. São Gonçalo do Amarante Fate n/i. PE Jaboatão dos Guararapes UNIFG ④ $$. Olinda Ieso $. PI Teresina DeVry Facid $$. RN Natal IFRN ③, UnP n/i. SE Aracaju Faser-SE n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus Unip-AM n/i. AP Macapá Fabran Gestão de Comércio Ext. $. PA Belém Fapan-PA $. RO Porto Velho Uniron n/i. TO Colinas do Tocantins Fiesc n/i. Palmas Iepo n/i. REGIÃO SUDESTE ES Cariacica Fac. Pio XII $$. Vitória CET-Faesa ③ n/i, Faces n/i, Favi n/i. MG Belo Horizonte Facemg n/i, Ibhes n/i. Juiz de Fora Facsum n/i, FJF n/i. Sete Lagoas Facsete $. Uberlândia Uniessa n/i. RJ Rio de Janeiro Estácio ⑤ n/i, Fac. Intern. Signorelli n/i, Facha-RJ $$$, Fagram $$$. SP Americana Faculdade Iesa $. Barueri Fatec Barueri ③. Campinas Esamc Campinas ③ $$, Iescamp $$$$, Policamp ③ $$$$, Unip-SP n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Guarujá Fagu ② n/i. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos n/i. Indaiatuba Fatec Indaiatuba ③. Itapetininga Fatec Itapetininga, IIES n/i. Itapira Iesi $$. Jundiaí UniAnchieta ② $$, Unip-SP n/i. Limeira Unip-SP n/i. Osasco Fipen $$. Paulínia FACP n/i. Piracicaba Unimep ③ $$. Praia Grande Faps ② n/i, Fatec Praia


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Grande ③. Rio Claro Claretiano Fac. ② $. Salto Ceunsp ④ $. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santos Esamc Santos ② $, Unimes n/i, Unimonte ④ $$, Unip-SP n/i, Universidade Católica de Santos ③ $$$. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo n/i. São Caetano do Sul Fatec São Caetano do Sul. São José do Rio Preto Unip-SP n/i. São José dos Campos Unip-SP n/i. São Paulo Fac. de São Paulo n/i, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Innovare n/i, Facs. Int. Rio Branco $$$, FAM-São Paulo n/i, Fatec Zona Leste ③, FMU ③ n/i, UnG n/i, Unicid ③ $$$, Uninove ④ n/i, Unip-SP n/i, Unisa ② $, UniSant’Anna $$, Universidade Anhembi Morumbi $$$. São Vicente Unibr São Vicente ③ $$. Sorocaba Esamc Sorocaba ② $$, Unip-SP n/i. Taubaté Ites-Taubaté $. REGIÃO SUL PR Curitiba Fama-Curitiba $$, Fesp-PR $$, IEL n/i, Opet ③ $$$. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i. Maringá UniCesumar $$. RS Bagé Facs. Ideau-Bagé n/i. Cachoeirinha Cesuca ④ $. Caxias do Sul Facs. Ideau-Caxias do Sul ③ $$. Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Passo Fundo FJP $$, UPF ③ $$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$, Estácio RS n/i, Senac Porto Alegre ④ $$. SC Blumenau Furb ③ $$$$. Joinville Cnec Joinville $$$. São José IES-SC $.

DEFESA E GESTÃO ESTRATÉGICA INTERNACIONAL B

E

ste bacharel é preparado para formular e executar políticas públicas estratégicas para a defesa da sociedade. Defesa, neste caso, não diz respeito apenas a riscos de eventuais agressões militares vindas de outros países. A área de atuação envolve, também, aspectos ambientais e sociais que podem representar ameaça ao bem-estar e à segurança de toda a coletividade. O bacharel é preparado, por exemplo, para desenvolver políticas contra o aquecimento global, ou, na área de direitos humanos, ações de combate à tortura e à escravidão. Ele domina, ainda, grandes questões relacionadas à saúde coletiva, como fome e epidemias, e está apto para atuar como negociador de acordos de paz e conflitos internacionais. O QUE VOCÊ PODE FAZER Análise Pesquisar e examinar de maneira crítica os cenários político, econômico e social, tanto no plano doméstico quanto no internacional, como forma de embasar políticas e programas públicos. Assessoria internacional Assessorar empresas, ONGs e órgãos públicos nas áreas de direitos humanos, cooperação internacional, meio ambiente, saúde, energia, segurança, entre outros temas. Assessoria de mídia Assessorar órgãos de imprensa na análise de conjuntura, cobertura de guerras e eventos globais, como encontros de cúpula. Consultoria Prestar consultoria para empresas públicas e privadas para a compra de materiais de segurança de fornecedores do exterior. Cuidar desde a escolha do fornecedor, os trâmites legais da compra, despacho, entrada do material no país e transporte até a entrega para a empresa.

Defesa Elaborar estratégias para garantir a segurança nacional. Criar planos de defesa em regiões de fronteira visando à segurança do país. Elaboração de programas Propor e gerir planos de defesa nacional, de cooperação e inserção internacional nos campos econômico, político, ambiental ou social. Elaborar ações de combate à fome, à escravidão e à tortura, entre outros. Ensino Dar aulas em institutos civis e militares que preparam profissionais para lidar com as questões de defesa, segurança e estratégia. Gestão Gerenciar ou assessorar ONGs voltadas a questões políticas, de saúde coletiva, segurança pública, meio ambiente ou cultura. Intermediação Atuar como mediador em negociações durante crises ou conflitos econômicos, políticos, militares ou sociais. MERCADO DE TRABALHO Existem poucos profissionais no mercado. A primeira turma da UFRJ (única escola a oferecer esse curso) se formou em 2013. O principal campo de atuação do graduado está em empresas ou agências governamentais, principalmente nas federais, mas também nas estaduais e municipais. A indústria de armamentos e equipamentos de defesa também demanda este bacharel. Ele pode atuar como empregado ou consultor autônomo, elaborando cenários e fazendo análise de risco para empresas que atuem em zonas de guerra ou com atividade de grupos terroristas. Uma empreiteira, por exemplo, pode contratar o bacharel para avaliar se vale a pena fechar um contrato para construir uma estrada no Oriente Médio, uma das regiões mais conflituosas do planeta. A área de ensino também pode ser um bom caminho, já que o Ministério da Defesa, por meio da Política de Ensino de Defesa, incentiva a formação de pessoal especializado para lidar com políticas públicas nas áreas de defesa nacional, cooperação entre países e operações de paz. O CURSO Por abordar diversos aspectos da coletividade, o curso é ministrado por professores de diferentes unidades da UFRJ, que envolvem as áreas de direito e economia, mas também ciências da saúde – por isso, é considerado interdisciplinar. A grade curricular se divide em cinco eixos: defesa e política internacional; direito e economia; gestão estratégica; política, história e geografia; meio ambiente e saúde. Há, ainda, matérias optativas. Geopolítica, fundamentos da economia, política externa e história dos grandes conflitos mundiais são alguns dos temas estudados ao longo do curso. O trabalho de conclusão de curso deve ser uma monografia dentre os eixos abordados durante a graduação. O estágio é obrigatório e precisa ser realizado em instituições civis ou militares. Duração média: 4 anos.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL É A DIFERENÇA ENTRE DEFESA E GESTÃO ESTRATÉGICA INTERNACIONAL, SEGURANÇA PÚBLICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS? O profissional em Defesa e Gestão Estratégica Internacional cuida da área de defesa e segurança na dimensão global. Seu campo de atuação não se limita às questões militares, mas também sociais, ambientais e até diplomáticas, sempre mirando a redução de riscos para a população. Já o profissional em Segurança Pública lida com os temas de ordem pública no âmbito nacional priorizando a defesa de indivíduos, grupos e organizações. E quem faz Relações Internacionais tem como principal foco as relações diplomáticas entre os países, reforçando o relacionamento, as parcerias e o comércio entre eles.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 1 | AVALIADOS: 1 4⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆⋆ RJ Rio de Janeiro UFRJ.

GASTRONOMIA

B/T

A

gastronomia é uma das profissões que mais ganharam status e espaço no Brasil nos últimos anos. Indícios disso são a grande quantidade de programas de culinária na TV, como reality shows, e a valorização do crítico gastronômico. Mas o profissional dessa área tem responsabilidades que vão muito além do modismo – muitas delas sem glamour nenhum. O recém-formado costuma ser contratado por restaurantes para desempenhar funções triviais, como descascar e picar legumes ou limpar e cortar carnes. Conforme vai progredindo, conquista o direito de executar tarefas mais complicadas, como preparar molhos. Até chegar a chef, profissional responsável pela cozinha e por criar pratos com bela apresentação, há uma longa estrada. O bacharel também lida com temas como segurança alimentar e gestão de funcionários e das finanças de um restaurante. Pode se especializar em confeitaria, panificação ou num tipo específico de culinária, como japonesa, francesa ou vegetariana. Além de acompanhar o dia a dia da cozinha, negocia com fornecedores e elabora estratégias de marketing. Planeja cardápios, avaliando a disponibilidade de ingredientes, e entende de bebidas. O campo de atuação é amplo: restaurantes, lanchonetes, bares, hotéis, bufês, hospitais e empresas de catering (que fornecem refeições para companhias aéreas ou eventos). Não é preciso diploma GE PROFISSÕES 2018

77


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS universitário para ingressar na carreira, mas ele é cada vez mais exigido por recrutadores. É possível fazer um curso superior de tecnologia na área. O QUE VOCÊ PODE FAZER Chef Planejar e preparar cardápios. Coordenar equipes de cozinha em restaurantes comerciais, industriais, hospitalares, bares e bufês. Consultoria Prestar assessoria técnica para a abertura de restaurantes ou para propor melhorias em estabelecimentos já abertos, que podem ser desde uma alteração no layout da casa até a mudança de cardápios e fornecedores. Cozinheiro Atuar nas várias etapas da execução de um prato. Desenvolvimento de produtos Criar e preparar pratos para testar alimentos produzidos por uma indústria. Ensino Dar aula de culinária em escolas de gastronomia. Gestão do negócio Administrar todo o funcionamento de um restaurante, desde a contratação e treinamento de pessoal até os recursos financeiros e contato com clientes. Padeiro Dedicar-se à preparação de pães. Pâtissier Especializar-se em confeitaria e panificação, na preparação de pratos decorados e doces. Personal chef Atuar como chef de cozinha em residências particulares, na preparação de cardápios e receitas. Segurança alimentar Fazer vistoria em cozinhas industriais e restaurantes para verificar se as regras de segurança alimentar estão sendo cumpridas.

dades como preparação de coquetéis e drinques, panificação, sobremesas, confeitaria, cozinhas brasileira e internacional. Há ainda disciplinas gerais, como sociologia, matemática, estatística, psicologia e direito, e outras de gestão, como funcionamento de restaurantes, desenvolvimento de pessoal e gestão financeira. Alguns cursos têm aulas de inglês, espanhol e francês instrumentais. O trabalho de conclusão de curso, assim como o estágio, não são obrigatórios. Atenção: a Univali, em Balneário Camboriú (SC), oferece a habilitação em cozinheiro chef internacional e pâtissier. Duração média: 4 anos. No curso tecnológico, o aluno passa a maior parte do tempo na cozinha, aperfeiçoando habilidades como o manuseio de instrumentos e técnicas de preparo. Recebe noções de higiene e segurança alimentar e aprende a organizar eventos e banquetes. Estuda conteúdos de administração e marketing, como custos, gestão de pessoas e empresarial, mas com ênfase menor do que no bacharelado. Algumas escolas oferecem disciplinas especiais, como gastronomia hospitalar, dietas alternativas e técnicas dietéticas. Duração média: 2 anos. ONDE ESTUDAR (B)

MERCADO DE TRABALHO A crise econômica reduziu o faturamento de restaurantes, bares e lanchonetes, mas, ainda assim, este mercado é um dos grandes absorvedores de mão de obra no país. Ao todo, ele emprega cerca de 6 milhões de pessoas, entre funcionários que trabalham na cozinha, no salão e na administração do negócio. Embora a presença do bacharel ou do tecnólogo em Gastronomia não seja obrigatória nos restaurantes do país, a demanda por esse profissional cresce a cada ano, tanto por seus conhecimentos técnicos quanto por sua capacidade de trazer eficiência aos processos, minimizando os desperdícios. Ele também é contratado para atuar como consultor na abertura ou reestruturação de restaurantes, e pode empreender, abrindo seu próprio negócio no ramo da gastronomia ou dando continuidade ao restaurante da família. Outra área que se destaca é a de catering, em que o profissional cozinha para eventos coorporativos, empresas aéreas, clínicas e hospitais. Os eventos na área de alimentos, como feiras e festivais gastronômicos, também estão em alta. Geralmente, o bacharel entra no mercado de trabalho como auxiliar de cozinha. A maioria das vagas está na Região Sudeste, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Capitais do Norte e do Nordeste também demandam profissionais, principalmente em hotéis e resorts. O CURSO O currículo do bacharelado mescla disciplinas teóricas e práticas. Assim, aulas de história da gastronomia, bioquímica, microbiologia e segurança alimentar se intercalam com ativi-

78 GE PROFISSÕES 2018

CURSOS: 8 | AVALIADOS: 6 4⋆ 1 curso | 3⋆ 5 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ SC Balneário Camboriú Univali Gastron. (cozinheiro chef intern. e pâtissier) $$$$$.

⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA. CE Fortaleza UFC. PE Recife UFRPE. RJ Rio de Janeiro UFRJ. SC Florianópolis Estácio Florianópolis n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE PB João Pessoa UFPB. REGIÃO NORTE RO Cacoal Unesc-RO n/i.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Iesb-DF ③ $$$$$, Mauá-DF n/i, UCB-DF ③ $$$$, UniCEUB ④ n/i, Unieuro ④ n/i. GO Anápolis UniEvangélica ③ $$. Aparecida de Goiânia Fanap n/i. Caldas Novas UEG ②. Goiânia Fac. Cambury ③ $$$$, PUC Goiás ③ n/i. Pirenópolis UEG ③. Rio Verde IesRiver $$$$. MS Campo Grande Universidade Anhanguera-Uniderp n/i. Dourados Unigran $$$$. Três Lagoas Aems ⑤ $. MT Cuiabá Unic Cuiabá n/i. Sinop Fasip $$$. Várzea Grande Univag n/i.

REGIÃO NORDESTE AL Maceió Fac. Pitágoras de Maceió n/i, FAT-AL $$$, Uninassau-Maceió ③ n/i, Unit-AL $$$. BA Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas n/i. Paripiranga UniAGES n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa ③ $$$$, Estácio FIB ③ n/i, FBB ③ n/i, FMN-Salvador n/i, FTC n/i, UCSal ② $$, Unifacs ③ $$$, Unirb-BA ② $$$. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i, FTC $$. CE Baturité IFCE ③. Fortaleza DeVry Fanor ③ n/i, FametroCE $$$, Fateci ③ n/i, FGF n/i, FMN-Fortaleza n/i, Unichristus n/i. Ubajara IFCE. MA São Luís FMN-São Luís n/i, Universidade Ceuma ③ $$$$$. PB Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i, FPB ③ n/i. PE Caruaru DeVry Unifavip $$$, FMN-Caruaru n/i. Jaboatão dos Guararapes Metropolitana ② $$, UNIFG ③ $$$. Recife DeVry FBV n/i, FJN-Pernambuco n/i, Senac-PE ③ $$, Unibra n/i, Uninassau ③ n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. São Raimundo Nonato IFPI ③. Teresina DeVry Facid $$$, FMN-Teresina n/i, IFPI ③. RN Natal FMN-Natal n/i, Unifacex n/i, UnP ④ n/i. SE Aracaju Unirb-SE ④ n/i, Unit-SE ③ $$. REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa ③ $, Fametro-AM ④ n/i, Fatese $$, FMNManaus n/i. PA Ananindeua Esmac $$$, Unama n/i. Belém FMN-Belém n/i, Unama n/i. RO Porto Velho Fimca $$$$$. REGIÃO SUDESTE ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES n/i. Vila Velha Fac. Novo Milênio ② $$$, UVV ② $$$. MG Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH n/i, Fac. Senac Minas-Unidade Belo Horizonte ③ $$$$, Promove ④ n/i, UNA n/i. Juiz de Fora CES/JF $$$. Montes Claros Funorte n/i. Muriaé Unifaminas n/i. Ouro Preto IFMG ④. Patos de Minas FPM n/i. Pouso Alegre Univás n/i. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. RJ Nova Friburgo Universidade Candido Mendes $$$$. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, IBMR ③ n/i, UCB-RJ $$$$, UniMSB n/i, Unisuam ③ $$$$$. SP Águas de São Pedro Senac-SP ② n/i. Amparo Unifia n/i. Araçatuba Unitoledo n/i. Bauru USC ③ n/i. Campinas DeVry Metrocamp $$$$$, Ipep $$$$, Policamp $$$$$, USF ④ $$$$$. Campos do Jordão Senac-SP ③ $$$$$. Cotia FMS ② n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal $$. Franca Unifran ③ $$$. Guarulhos UnG ③ n/i. Indaiatuba Fac. Max Planck $$$$. Itu Ceunsp ④ $$. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$$. Leme Centro Universitário Anhanguera n/i. Limeira Isca Faculdades n/i. Marília Faip n/i. Mogi das Cruzes Facs. Educatie n/i. Piracicaba Unimep ② $$$$$. Presidente Prudente Unoeste $$$$. Ribeirão Preto CBM ③ n/i. Santo André Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. Santos Unimonte ④ $$$$, Universidade Católica de Santos ③ $$$$$. São Bernardo do Campo Metodista ④ $$$$. São José do Rio Preto Unilago ④ $$$, Unorp ② n/i. São José dos Campos Univap ④ n/i. São Paulo Estácio São Paulo $$$, FAM São Paulo n/i, Famesp ③ $$$$, FMU ③ n/i, FPD ② n/i, Hotec ③ $$$, Mackenzie ④ $$$$$, São Camilo-SP ③ n/i, Senac-SP ③ $$$$$, Unip-SP ④ n/i, Unisa $$$, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$$$, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$$$. Sorocaba Uniso ③ $$$$. Votuporanga Unifev ③ n/i. REGIÃO SUL PR Cascavel Univel ③ n/i. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$, Opet ③ $$$$, PUCPR ④ $$$$$. Foz do Iguaçu UDC Sede $$$, Uniamérica n/i. Guarapuava Fac. Guairacá ③ $$$. Londrina


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Cesumar-Londrina $$$, UniFil ③ n/i, Unopar n/i. Maringá UniCesumar ④ $$$$. Pato Branco Fadep ④ $$$$. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $$$. RS Bento Gonçalves Cnec Bento n/i. Canela UCS n/i. Caxias do Sul UCS ④ n/i. Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Pelotas UFPel ③. Porto Alegre PUCRS $$$$$, UniRitter $$$$$, Unisinos $$$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$$. São Borja IF Farroupilha. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$$. SC Balneário Camboriú Avantis $$$$, UniSociesc Balneário Camboriú $$$$. Blumenau Fac. Senac de Blumenau $$$$, Uniasselvi-Blumenau ② n/i. Chapecó Unochapecó ③ $$$. Florianópolis Estácio Florianópolis n/i, IFSC ④. Joinville Univille ③ $$$$. Lages Unifacvest $$$$$. Palhoça Unisul ③ $$$$. Tubarão Unisul $$$.

atividades práticas que vão desde conhecer o funcionamento de uma empresa até entregar planos de negócios com estratégias para elevar as vendas de determinada organização (fictícia ou não). A realização de estágios e a entrega do trabalho de conclusão de curso variam de escola para escola. Atenção: alguns cursos oferecem enfoque específico, como moda (Unisanta-SP) e varejo (UniCesumar). Duração média: 2 anos. ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE

GESTÃO COMERCIAL

T

E

ste tecnólogo cuida das transações de compra e venda dentro de uma empresa. Ele planeja a venda de produtos ou serviços buscando dar maior rentabilidade e produtividade à organização. Gerencia equipes e define estratégias, preço e locais de venda. Também atua na área de compras, negociando a aquisição de bens. Entende de marketing, logística, economia e tributação e intervém nas transações comerciais, determinando o preço final ao consumidor. Pode exercer o cargo de assistente comercial, de crédito, de compras, consultor de vendas, gerente comercial ou cuidar do relacionamento com o cliente no pós-venda. MERCADO DE TRABALHO A importância da área de vendas para as empresas, mesmo em tempos de crise, garante a demanda por profissionais que entendem as mudanças no perfil do consumidor. O tecnólogo faz carreira como vendedor, representante comercial, gerente comercial e diretor comercial em empresas diversas. Os grandes varejistas são os maiores empregadores. Além de realizar as vendas, ele prospecta clientes, visando a aumentar a lucratividade do negócio. Outras possibilidades são atuar nas equipes internas, que dão suporte para quem lida com o cliente, ter a própria firma de representação ou trabalhar como autônomo, dando consultoria para lojas. Cresce a procura para trabalhar como analista comercial e assistente de vendas, assim como na área de comércio eletrônico. Este campo tem aberto novas possibilidades para o tecnólogo, que pode atuar na montagem e na supervisão de sites e plataformas. O CURSO As matérias básicas, como administração, economia, ética e contabilidade, são mescladas às mais específicas, entre elas estratégia e promoção de vendas, gestão financeira, sistemas de crédito, negócios eletrônicos, pesquisas de mercado, negociação, custos e logística. Em alguns cursos, o aluno realiza

DF Brasília Senac-DF ② n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis n/i, GAP n/i. Aparecida de Goiânia Fanap $. Goiânia Fac. Araguaia $$$, Senac-GO ④ n/i, Uni-Anhanguera ③ n/i. Ipameri IF Goiano. Jataí Faja $. Jussara FAJ-GO $$. MS Campo Grande Facsul-MS $. MT Alta Floresta Fadaf $. Cuiabá Unic Cuiabá ③ n/i. Várzea Grande Univag ⑤ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Facima n/i, Uninassau-Maceió n/i. BA Alagoinhas Unirb-BA $$. Feira de Santana FMN-Feira de Santana n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas ③ n/i, Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador Cairu n/i, DeVry Ruy Barbosa ④ $$, Fac. D. Pedro II-Salvador ③ $, Fac. São Salvador $$, FGN Salvador $$, Unifacs ④ $, Unijorge ③ n/i, Unirb-BA $$. CE Fortaleza DeVry Fanor ③ n/i, Fac. CDL ③ $, Fametro-CE ④ $, FGN Fortaleza $$, FLF ③ n/i, FMN-Fortaleza n/i. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. Quixadá Cisne $. MA Balsas Unibalsas ③ n/i. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís n/i. PB Cabedelo FatecPB ④ $. Campina Grande Unesc-PB ③ n/i. Guarabira IFPB ③. João Pessoa Estácio-PB ④ $, FMN-João Pessoa n/i, FPB ④ n/i. PE Cabo de Santo Agostinho FMN-Cabo n/i. Caruaru Fafica ③ n/i, FMN-Caruaru n/i. Jaboatão dos Guararapes FMN-Piedade n/i, UNIFG ④ $$. Olinda Focca n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Petrolina FMN-Petrolina n/i. Recife DeVry FBV ③ n/i, Fac. Nova Roma $, Fac. São Miguel n/i, Fafire $, Fama-PE ③ n/i, FJN-Pernambuco n/i, UNIFG $$. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina DeVry Facid $$, FMNTeresina n/i. RN Natal FMN-Natal n/i, UnP ④ n/i. SE Aracaju Faser-SE n/i, FMN-Aracaju n/i. REGIÃO NORTE AP Macapá Fabran $, FTA n/i. PA Belém Fapan-PA ④ $, FMN-Belém n/i. Parauapebas Famap n/i. RO Porto Velho Fimca ④ $, Uniron ④ n/i. REGIÃO SUDESTE ES Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Vitória CETFaesa ③ n/i, Faces n/i. MG Araxá Uniaraxá ③ $$. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH ③ $$$, Facemg ③ n/i, FacisaBH $$$, Fumec ④ $$, UNA ④ n/i, Unihorizontes ② $$. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem ③ n/i, Fac. UNA de Contagem n/i, Fac. Única de Contagem n/i. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis ③

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

n/i. Governador Valadares ImesMercosur $$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$. Juiz de Fora FJF n/i. Montes Claros Facs. Prisma ③ $$. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino n/i. Passos Uemg ②. Patos de Minas Unipam ④ n/i. Patrocínio IFTM. Poços de Caldas IFSULDEMINAS. São Lourenço FVH ④ n/i. Unaí Cnec Unaí n/i. Varginha Cnec Faceca n/i. RJ Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, FGS ④ n/i. SP Americana Faculdade Iesa $. Assis Fatec Assis. Campinas Esamc Campinas ④ $$, Ipep ② $$$$, PUC-Campinas $$, Unisal $$. Campo Limpo Paulista Faccamp ② $$. Guaratinguetá Fatec Guaratinguetá. Guarulhos UnG ② n/i. Itapetininga FKB n/i, IIES n/i. Itapira Iesi ③ $$. Itaquaquecetuba Fatec Itaquaquecetuba. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$. Jundiaí UniAnchieta ③ $$. Osasco Fipen ④ $$, Unifieo ④ $$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$. Ribeirão Preto Moura Lacerda ④ n/i. Salto Ceunsp ④ $. Santana de Parnaíba Fatec Santana de Parnaíba. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i. Santos Esamc Santos $, Unisanta Gestão Comercial (moda) ② $$$$. São Bernardo do Campo FMU $, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. São Caetano do Sul USCS ③ $$. São José do Rio Pardo Feuc-Rio Pardo $. São José dos Campos Etep Facs.-São José dos Campos ③ n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Fac. Drummond ③ n/i, Fac. Flamingo ③ $, Fac. Innovare n/i, Facs. Int. Campos Salles ② n/i, Facs. Int. Rio Branco ④ $$, FAM-São Paulo n/i, Fatec Ipiranga ③, FMU ③ n/i, Senac-SP ④ $$, UnG n/i, Unicid ④ $$$, Uninove ④ n/i, Unip-SP ④ n/i, UniPaulistana n/i, Unisa ③ $, UniSant’Anna $$, Universidade Brasil n/i. São Roque Fatec São Roque. Socorro FAQ n/i. Sorocaba Esamc Sorocaba ③ $$, Uniso ② $$. Taubaté Ites-Taubaté $. Votuporanga Unifev ④ n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana Facnopar $$. Cambé Fac. Catuaí n/i. Campo Mourão Unicampo ③ $. Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel n/i, Univel ④ n/i. Curitiba Cesumar-Curitiba $, Esic ③ $$, Fac. Bagozzi ③ n/i, FAE ④ $$$, Spei n/i. Londrina Unopar n/i. Maringá Fac. Eficaz $$, FCV ④ $$, UniCesumar Gestão Comercial (var.) ④ $$. Medianeira UDC Medianeira ③ $. Umuarama Unipar ③ n/i. RS Canoas Ulbra ③ $$$$$, Unilasalle-RS ④ $$$. Carazinho UPF ③ $$$. Casca UPF ③ $$$. Caxias do Sul UCS ③ n/i. Garibaldi Fac. Fisul ③ $$$$. Gravataí Cnec Gravataí $$$. Passo Fundo Fac. Anhanguera de Passo Fundo ④ n/i. Pelotas UCPel $. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$, Estácio RS ③ n/i, FAQI- POA ② n/i, Senac Porto Alegre $$. Santa Maria Fisma-RS n/i. São Leopoldo Unisinos ④ $$$. Tapejara FAT-RS n/i. Taquara Faccat-RS ② n/i. SC Brusque Unifebe ③ $$. Criciúma Unesc-SC ② $$. Florianópolis Fac. Senac de Florianópolis ③ $$. Joinville Cnec Joinville ③ $$$. São Bento do Sul Univille ④ $$$. São Miguel do Oeste Fac. Senac de São Miguel do Oeste ③ $.

GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

T

E

ste tecnólogo cuida da gestão de pessoas dentro de empresas e instituições. Ele desenvolve e gerencia planos de carreira, analisa estratégias institucionais, elabora planos táticos e operacionais de recrutamento, seleção, avaliação, treinamento de pessoal. Participa, ainda, da execução da política salarial da organização. Também planeja programas que visem a GE PROFISSÕES 2018

79


PROFISSÕES  ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS melhoria da qualidade de vida dos funcionários no ambiente de trabalho. Cabe ao profissional a avaliação da necessidade de novos colaboradores que garantam a viabilidade do processo produtivo da empresa, assim como é sua função realizar o manejo do quadro de funcionários. Para isso, o gestor em RH precisa dominar as técnicas de gerenciamento de pessoas. MERCADO DE TRABALHO O mercado para este tecnólogo está em alta. Com a crise econômica, as empresas precisam fazer uma gestão eficiente das equipes, a fim de elevar a produtividade. Com isso, há vagas nos departamentos de pessoal, recrutamento e seleção e treinamento e desenvolvimento. A complexidade da legislação trabalhista reforça a demanda pelo tecnólogo, que é especialista em áreas como folha de pagamentos, cargos e relacionamento com sindicatos. Em empresas que contratam temporários, o gestor de RH tem papel de destaque, pois é o responsável por treinar esses profissionais. Grandes empresas e escritórios de consultoria são os maiores empregadores. Micro, pequenas e médias empresas também recorrem ao profissional. Com o aumento das terceirizações, as vagas devem se deslocar para empresas terceirizadas de diversos setores. As cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro oferecem as melhores chances. O interior paulista também tem boas oportunidades. E cresce a oferta de vagas no Nordeste. O CURSO O curso é bem focado nas questões trabalhistas. Estuda-se desenvolvimento e gestão de pessoas, saúde e segurança no trabalho, legislação trabalhista, relações de trabalho e negociação de conflitos. Matemática financeira, contabilidade e cálculos previdenciários também fazem parte da grade curricular. Algumas escolas exigem a entrega de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 2 anos. Outro nome: Gestão da Avaliação; Gestão em RH (gestão em neg.); RH. FIQUE DE OLHO GESTÃO DA AVALIAÇÃO A Faculdade Cesgranrio (RJ) vai oferecer, a partir de 2018, o curso de Gestão da Avaliação, que forma o profissional que vai planejar, desenvolver e implementar programas de avaliação dentro de uma empresa, analisando os procedimentos, as práticas, as rotinas e os resultados de uma organização. Com disciplinas como gestão de custos e orçamentos, avaliação de desempenho e ética pessoal, social e profissional, ele também será responsável por elaborar e gerenciar estratégias para a obtenção de certificações.

80 GE PROFISSÕES 2018

ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Estácio Brasília ③ n/i, Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Fac. Anhanguera de Ciên. e Tecnol. de Brasília n/i, Fac. Fortium n/i, Fac. Ideal de Brasília n/i, Fac. JK-Guará n/i, Fac. JK-Plano Piloto n/i, Icesp ④ n/i, Iesb-DF ③ $$$$, Mauá-DF RH n/i, Senac-DF ③ n/i, UDF $$, Unieuro ③ n/i, Unip-DF ③ n/i, UniProjeção n/i. Ceilândia Iesb-DF ⑤ $$$$, UniProjeção ③ n/i. Sobradinho UniProjeção n/i. Taguatinga Claretiano Fac.-Brasília n/i, Fac. Anhanguera de Taguatinga n/i, FETaguatinga n/i, Uniplan RH ③ $$, UniProjeção n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ③ n/i, Fac. Católica de Anápolis n/i, Fama-GO ③ n/i. Aparecida de Goiânia Fanap $. Goiânia Delta ④ $, Estácio Goiás ③ $, Fac. Cambury ③ $$, Fac. Pitágoras de Goiânia n/i, Uni-Anhanguera ③ n/i, Unip-GO ③ n/i. Luziânia Unidesc $$. Rio Verde FAR-GO $$. São Luís de Montes Belos FMB-GO ③ $. Valparaíso de Goiás Fac. Anhanguera de Valparaíso ② n/i. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande n/i, Estácio Campo Grande $, Facsul-MS ③ $, FCGMS ③ $. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados n/i. Três Lagoas Aems ④ $. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças $. Cuiabá Fac. Anhanguera de Cuiabá ③ n/i, Fac. Estácio de Cuiabá $$, Faipe $, Fatec Senai MT n/i, Unic Cuiabá ③ n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis ③ n/i. Sinop Unic Sinop n/i. Sorriso Facem-MT n/i. Várzea Grande Univag ④ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. Maceió Fac. Pitágoras de Maceió n/i, FAT-AL ② $, Uninassau-Maceió ③ n/i, Unit-AL ③ $. BA Alagoinhas Fatec-BA n/i, Unirb-BA $$. Barreiras FJC n/i. Feira de Santana Unirb-BA $. Ilhéus FMT $. Itabuna Unime Itabuna n/i. Juazeiro Fasj n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Luís Eduardo Magalhães Faahf $. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador Cairu ③ n/i, DeVry Ruy Barbosa ③ $$, Estácio FIB ④ n/i, Fac. D. Pedro II-Salvador ③ $, Fac. da Cidade do Salvador $, Fac. São Salvador $$, FGN Salvador $$, FMN-Salvador ③ n/i, Unifacs $, Unijorge ③ n/i, Unime Salvador n/i, Unirb-BA $$. Santo Antônio de Jesus Facemp RH n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Aracati FVJ ③ n/i. Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i, Estácio FIC ③ $$, Facped ④ n/i, Fametro-CE $, Fate ④ n/i, FFB n/i, FGN Fortaleza $$, FJN-Fortaleza n/i, FLF ② n/i, FMN-Fortaleza n/i, FSM-CE n/i, MrhFacine $$, Ratio n/i, Unifor-CE $$. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. Maracanaú Fac. Fadam $. Maranguape FAK n/i. Quixadá Cisne $. São Gonçalo do Amarante Fate ③ n/i. MA Imperatriz Fac. Pitágoras de Imperatriz n/i. Paço do Lumiar Iesf-MA RH n/i. São Luís Cest $, Fac. Pitágoras de São Luís n/i, FMN-São Luís n/i. PB Cabedelo FatecPB $. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa Estácio-PB $, FJN-João Pessoa n/i, FMNJoão Pessoa n/i, FPB n/i, Unipê ④ $. PE Caruaru DeVry Unifavip ④ $$, FMN-Caruaru n/i. Escada Faesc n/i. Garanhuns Faga RH $. Igarassu Facig-PE n/i. Jaboatão dos Guararapes Fac. Ibratec $, Metropolitana ③ $, UNIFG ③ $$. Olinda Aeso $, Facottur ③ n/i, FJN-Pernambuco ③ n/i, Focca n/i, Ieso $. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Petrolina Facape n/i. Recife Centro Universitário Estácio do Recife ③ n/i, DeVry FBV ③ n/i, Fac. São Miguel n/i, Facipe $, Fafire $, Fama-PE ③ n/i, FCR-PE $, FJN-Pernambuco ③ n/i, Senac-PE

$, Unibra ④ n/i, UNIFG $$, Uninassau n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina DeVry Facid $$, Fac. CET $, FMN-Teresina n/i, IFPI ③. RN Mossoró UnP ④ n/i. Natal Estácio Alexandrino ③ $$, FAL Estácio ③ n/i, Fanec Gestão em RH (gestão em neg.) ③ n/i, FMN-Natal n/i, Unifacex ⑤ n/i, UnP ③ n/i. SE Aracaju Fac. São Luís de França $, Fanese ④ $, Faser-SE n/i, FMN-Aracaju ③ n/i, Unirb-SE n/i, Unit-SE ③ $. Lagarto FJAV $. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Uninorte-AC ③ n/i. AM Manaus DeVry Martha Falcão ③ $$, Esbam $$, Estácio Amazonas ③ $$, Fametro-AM n/i, FMN-Manaus n/i, Uninorte-AM n/i, Unip-AM n/i, Universidade Nilton Lins n/i. AP Macapá Fabran $, Fama-AP n/i, FTA ② n/i. Santana Fac. Madre Tereza n/i. PA Ananindeua Unama n/i. Belém DeVry Faci $$$, Estácio FAP ④ $$, Famaz $$, Fapan-PA ③ $, FMN-Belém ③ n/i, Unama n/i. Santarém Unama n/i. RO Jaru Unicentro-RO $. Porto Velho Centro Universitário São Lucas $$, Uniron ③ n/i. RR Boa Vista Estácio Amazônia n/i. TO Palmas Iepo n/i, Itop n/i. REGIÃO SUDESTE ES Barra de São Francisco Fatesf-ES n/i. Cachoeiro de Itapemirim Faci n/i. Cariacica Fac. Pio XII $$, Multivix-Cariacica n/i. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Serra UCL n/i. Vila Velha Fac. Novo Milênio ③ $$, UVV ③ $$. Vitória CET-Faesa ③ n/i, Favi ② n/i. MG Araxá Uniaraxá ③ $$. Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Facemg ③ n/i, FacisaBH ③ $$$, FIBH ③ $$, Ibhes ③ n/i, Promove n/i, Uemg, UNA ④ n/i, UniBH ④ n/i. Betim Fac. Pitágoras de Betim n/i, Fac. UNA de Betim n/i, FIBH $$. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem ③ n/i, Fac. UNA de Contagem ④ n/i. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis n/i. Extrema Faex $. João Monlevade Rede de Ens. Doctum-MG ④ n/i. Juiz de Fora CES/JF $$, Estácio Juiz de Fora ④ n/i, Facsum ③ n/i, FIVJ $$, FJF ③ n/i. Mantena Intervale $$. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino n/i. Pouso Alegre Univás ③ n/i. São João del Rei IF Sudeste MG. São Lourenço Fac. de São Lourenço ④ n/i, FVH n/i. Sete Lagoas Promove ④ n/i, Unifemm ③ n/i. Timóteo Fac. Única de Timóteo ③ n/i. Uberaba Uniube ③ $$. Uberlândia Fac. Passo1 n/i, Fac. Pitágoras de Uberlândia ③ n/i, Fac. UNA de Uberlândia ③ $$, Fases ③ $$, Fatra $$, Uniessa $. Varginha Unis ④ n/i. RJ Angra dos Reis Estácio n/i. Barra do Piraí UGB n/i. Barra Mansa UBM ③ $$. Belford Roxo Uniabeu ③ $$. Cabo Frio Estácio ④ n/i, Ferlagos n/i. Campos dos Goytacazes Estácio ④ n/i, Uniflu ④ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$. Magé Unigranrio ③ $$. Nilópolis Uniabeu ② $$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i. Nova Friburgo Estácio ④ n/i. Nova Iguaçu Estácio ③ n/i, Unigranrio ③ $$$. Petrópolis Fase ③ $$. Queimados Estácio ③ n/i. Resende AEDB ③ n/i, Estácio ④ n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$, Estácio ④ n/i, Fac. Cesgranrio Gestão da Avaliação $$$$; Gestão de Recursos Humanos $$$$, Fac. Intern. Signorelli n/i, Facha-RJ $$$, SJT n/i, UCB-RJ ③ $$$, UniCarioca ④ n/i, Unigranrio ③ $$, Unisuam $$$, USU n/i, UVA-RJ ⑤ n/i. São Gonçalo Estácio ④ n/i. Teresópolis Estácio n/i. Valença Cesva ④ $$. Volta Redonda Fasf-RJ ③ n/i, UGB n/i. SP Agudos Faag $$$. Americana Faculdade Iesa ③ $, FAMAmericana $, Unisal ③ $$. Amparo Unifia ③ n/i. Araçatuba Unitoledo ④ n/i. Araraquara Uniara ③ n/i, Unip-SP ③ n/i. Araras Unar n/i. Atibaia Faat Facs. ③ $. Batatais Claretiano-Centro Universitário ③ $. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i,


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

FIB-Bauru ④ n/i, Iesb-SP ③ $$$$, Unip-SP ③ n/i, USC n/i. Botucatu Unibr Botucatu $, Unifac $$. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$, Esamc Campinas ③ $$, Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Iescamp RH ② $$$$, Policamp $$$$, PUC-Campinas $$, Unip-SP ③ n/i, Unisal ③ $$. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$. Caraguatatuba Módulo ③ $. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i, Falc RH ③ n/i. Cotia Estácio Europan $$. Franca Fapesf $$, Unifran ③ $$. Francisco Morato Fframo ② $. Guarujá Fac. Don Domênico n/i. Guarulhos Eniac ④ $, Espa n/i, Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, Fac. Progresso RH n/i, FIG-Unimesp n/i, UnG ③ n/i. Ibiúna Estácio FMI n/i. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba ② n/i, Fac. Max Planck ③ $$$. Itapecerica da Serra Fac. Anhanguera de Itapecerica da Serra ③ n/i. Itapetininga IIES n/i. Itapira Iesi $$. Itápolis Facita-Itápolis $$. Itaquaquecetuba UnG n/i. Itu Ceunsp $. Jacareí Etep Facs.-Jacareí ③ n/i, Fac. Anhanguera de Jacareí ③ n/i, Fatesf-SP n/i. Jales Unijales n/i. Jandira Faceq ③ n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí ③ n/i, UniAnchieta ③ $$$, Unip-SP ② n/i. Lençóis Paulista FacolSP RH n/i. Limeira Faal Gestão de RH (ênf. em relacionamento interpessoal no trab.) ③ $$, Fac. Anhanguera de Limeira ③ n/i, Unip-SP ③ n/i. Lins Unilins RH $$$. Lorena Unisal ③ $$. Marília Unimar ④ $$, Univem ② $$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$, Fatec Mogi das Cruzes ④, UMC ③ n/i. Mogi Guaçu Fasf-SP n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco ③ n/i, Fipen ② $$, Unifieo ③ $$. Ourinhos Estácio Ourinhos ④ n/i. Paulínia FACP ② n/i. Pindamonhangaba Fac. Anhanguera de Pindamonhangaba n/i, Fasc-SP $$$, Funvic-Pindamonhangaba ③ n/i. Piracicaba Fac. Anhanguera de Piracicaba n/i, Fac. Salesiana D. Bosco de Piracicaba $$, Fatep-Piracicaba ③ n/i, Unimep ③ $$. Pirassununga Centro Universitário Anhanguera ③ n/i. Porto Feliz Famo $. Porto Ferreira Asser-Porto Ferreira $$. Praia Grande Faps RH ③ n/i. Presidente Prudente Unoeste $$. Registro FVR ④ n/i. Ribeirão Preto Afarp n/i, CBM ③ n/i, Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto ③ n/i, Moura Lacerda ④ n/i, Unip-SP ④ n/i. Rio Claro Claretiano Fac. ③ $, Fac. Anhanguera de Rio Claro ③ n/i. Salto Ceunsp $. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara ③ n/i. Santa Cruz do Rio Pardo Oapec n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, Estácio Santo André ④ $, Fapen-SP RH $$, Fatej n/i, FSA-SP $$, Iesa-SP n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Esamc Santos $, Unimonte ④ $$, Unip-SP n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ③ n/i, Fainam ② $$, FMU $, Metodista ③ $$$. São Caetano do Sul FAPSS-SCS $$, USCS ③ $$. São Carlos Unicep n/i. São Joaquim da Barra Facig-São Joaquim da Barra n/i. São José do Rio Preto Unilago ④ $$, Unirp RH ② n/i, Unorp ③ n/i. São José dos Campos Etep Facs.-São José dos Campos ③ n/i, Fac. Anhanguera de São José dos Campos ③ n/i, Fac. Bilac n/i, Fac. INPG-São José dos Campos $$$, Unip-SP ④ n/i. São Manuel FMR ④ $. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Claretiano Fac. $, Estácio São Paulo ④ $$, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Flamingo ③ $, Fac. Innovare n/i, Fac. Sequencial $, Fac. Sta. RitaSão Paulo ③ n/i, Fac. Sumaré ④ n/i, Fac. Zumbi dos Palmares $, Facraz $$, Facs. Int. Campos Salles ③ n/i, Facs. Int. Rio Branco $$$, FAM-São Paulo ③ n/i, Famosp $$, Fappes $$, Fatec Ipiranga ④, Finaci n/i, FMU ④ n/i, Hotec ③ $, IBTA ② $$$, São Judas ④ $$$$, Senac-SP ④ $$, UMC ③ n/i, UnG ③ n/i, Unib ② $, Unicapital ③ n/i, Unicid ④ $$$, Unifai-São Paulo $$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unip-SP ③ n/i, UniPaulistana n/i, Unisa ③ $, Unisal $$, UniSant’Anna $$, Universidade Anhembi Morumbi $$$, Universidade Brasil ② n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$. São Roque FAC São Roque n/i. São Sebastião Fass ③ n/i. São Vicente Unibr São Vicente ③ $$. Sertãozinho IFSP ③. Socorro FAQ n/i. Sorocaba Esamc Sorocaba ③ $$, Fac. Anhanguera de Sorocaba ③ n/i, Ipanema ③ $$$, Unip-SP ④ n/i, Uniso ③ $$.

Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré ③ n/i. Suzano Fac. Piaget $$$, Unisuz $$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra n/i, Fecaf $$. Taubaté Etep Facs.-Taubaté ③ n/i, Fac. Anhanguera de Taubaté ③ n/i, Ites-Taubaté ③ $. Tietê FIT-Tietê n/i. Valinhos Fac. Anhanguera de Valinhos n/i. Votuporanga Fac. Futura n/i, Unifev ③ n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana Facnopar ③ $$. Araucária Facear ④ n/i. Cambé Fac. Catuaí n/i. Campo Mourão Unicampo $. Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel n/i, Fac. D. Bosco-Cascavel ③ n/i, Univel ③ n/i. Colombo Faec-PR ③ $$. Curitiba CesumarCuritiba $, Estácio Curitiba ③ $$, Fac. Bagozzi ③ n/i, Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Facear n/i, Facel ① n/i, Facs. Sta. Cruz ③ $$, Fama-Curitiba ③ $$, Fapar $, Ibrate n/i, Opet ③ $$$, Spei ④ n/i, Uniandrade ④ $$$$, UTP ③ $. Fazenda Rio Grande Facear n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i. Guarapuava Fac. Guarapuava ② n/i. Ivaiporã Fatec-Ivaiporã n/i. Londrina Cesumar-Londrina $, Fac. Arthur Thomas n/i, Fac. Pitágoras de Londrina ③ n/i, Inesul ③ $, Unopar ③ n/i. Mandaguari Fafiman $. Maringá Fac. Eficaz $$, FCV $$, UniCesumar ⑤ $$. Pinhais Fapi-PR $. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $, Secal $$. São José dos Pinhais IEL ④ n/i. Sarandi Facnorte $. RS Bagé Facs. Ideau-Bagé $$. Canoas Ulbra ③ $$$$$, Unilasalle-RS ④ $$$. Carazinho Ulbra ③ $$$. Caxias do Sul Facs. Ideau-Caxias do Sul ③ $$, Famur $$$, UCS ③ n/i. Estrela Fac. La Salle-Estrela n/i. Farroupilha Cnec Farroupilha n/i, UCS ③ n/i. Garibaldi Fac. Fisul ③ $$$$. Ijuí FAL-RS n/i. Marau FabeRS ② n/i. Passo Fundo Fac. Anhanguera de Passo Fundo ③ n/i, Facs. Ideau-Passo Fundo $$, UPF ③ $$. Pelotas UCPel $. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$$, Estácio RS n/i, Facs. Int. São Judas Tadeu ④ n/i, Famaqui RH n/i, FAQIPOA n/i, Fatepa ③ $$$, Fato $$$$, Senac Porto Alegre ③ $$, UniRitter $$$. São Leopoldo Unisinos ④ $$$. SC Balneário Camboriú Univali ③ $$. Blumenau Fac. Senac de Blumenau $$. Chapecó Fac. Senac de Chapecó $$, Facs. Sta. Rita $. Criciúma Fac. Senac de Criciúma n/i, Unesc-SC ③ $$. Jaraguá do Sul Católica SC ③ n/i, Fac. Senac de Jaraguá do Sul n/i. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville ③ n/i, UniSociesc ④ $$$. Palhoça Fac. Senac de Palhoça n/i. Palmitos Facs. Sta. Rita $. São José Estácio Santa Catarina ③ $$, IES-SC ③ $. São Miguel do Oeste Fac. Senac de São Miguel do Oeste $. Tubarão Fac. Senac de Tubarão ④ n/i.

GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA

A

T

inda que o setor de Segurança Privada admita profissionais com diferentes formações, o profissional com graduação específica para a área é um tecnólogo especializado essencialmente em segurança patrimonial e pessoal. Ele é preparado para identificar e analisar riscos de segurança e definir as diretrizes de ação de prevenção. Planeja, opera e controla tudo o que se relaciona à proteção de uma organização ou indivíduo. Seu campo de atuação está nas empresas de segurança, de transportes de valores e de escolta, na proteção do patrimônio e das instalações de indústrias, shopping centers e organizações em geral. Pode atuar, ainda, em transportadoras que utilizam, principalmente, o transporte rodoviário.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

O QUE VOCÊ PODE FAZER Perícia Realizar perícias, avaliar e emitir laudos em questões que envolvem segurança. Segurança empresarial Planejar e supervisionar a segurança de uma empresa, decidindo quais equipamentos e que tipo de profissionais são necessários para isso. Segurança patrimonial Prevenir furtos, assaltos, roubos e outros tipos de ações violentas contra o patrimônio de uma organização (empresa, museu, hospital etc.). Coordenar esquemas de vigilância ostensiva e definir controle de acessos a áreas do estabelecimento. Segurança privada Atuar na segurança de residências e imóveis privados para evitar riscos à sua integridade patrimonial. Cuidar da segurança de empresários e suas famílias, montando o esquema de acompanhamento que deve prevenir assaltos e sequestros. MERCADO DE TRABALHO A crise não poupou o setor de segurança, que fechou postos de trabalho nos últimos dois anos. Mas este é um mercado com grande potencial, em função dos elevados índices de violência e da dificuldade do governo de prover segurança à população. A tendência é que o setor volte a crescer, aquecendo a demanda pelo tecnólogo. O maior número de contratações concentra-se na área de segurança privada, mas um segmento promissor é o de transporte de carga, que está se profissionalizando e passa a demandar cada vez mais o uso de novas tecnologias, como os chips colocados nos produtos para que possam ser rastreados. O mercado mais aquecido se encontra no Sudeste, a região mais industrializada e de maior densidade populacional. O CURSO O currículo inclui administração, contabilidade, economia, legislação, ética, direitos humanos e direitos trabalhistas. Entre as matérias de formação específica estão prevenção de incêndios, primeiros socorros, investigação, criminalística e gerenciamento de crises. Muitas escolas exigem um trabalho de conclusão de curso e estágio profissional no último semestre. Duração média: 3 anos. Outros nomes: Gestão em Seg. Patrimonial e Privada. ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília FE-Brasília n/i, Unip-DF n/i. REGIÃO NORDESTE BA Salvador Estácio FIB n/i, Unifacs $. RN Natal FAL Estácio n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa $, Unip-AM n/i. RO Porto Velho Fac. Metropolitana-RO $. GE PROFISSÕES 2018

81


PROFISSÕES  ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS REGIÃO SUDESTE ES Vitória Faesa $$. MG Belo Horizonte Unihorizontes $$$. RJ Rio de Janeiro Estácio n/i. SP Campinas Fac. Anhanguera de Campinas n/i. Carapicuíba Estácio FNC n/i. Itapetininga FKB n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco n/i. Rio Claro Fatep-Rio Claro $$. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santo André Fatej Gestão em Seg. Patrimonial e Privada n/i. Santos Unip-SP n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Fac. Sumaré n/i, Fac. Zumbi dos Palmares $, Facraz $$, Unip-SP n/i.

ONDE ESTUDAR

REGIÃO SUL PR Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel n/i. Pinhais Fapi-PR $. RS Canoas Ulbra $$$$$. SC Lages Unifacvest $$$.

GESTÃO FINANCEIRA

T

E

ste tecnólogo cuida das finanças de uma organização. Ele trabalha com o planejamento financeiro, organizando, captando e aplicando seus recursos. Cabe a ele analisar os créditos e os demonstrativos contábeis, avaliar a manutenção de estoques, acompanhar faturamentos e fluxos de caixa. Ele analisa o mercado e sugere alterações nas aplicações, nas formas de pagamento e em outras ações financeiras que possam ter influência no desempenho econômico da companhia. Ocupa cargos de assistente, analista, assessor ou consultor do mercado financeiro. Pode trabalhar no departamento financeiro de empresas de todos os portes e ramos, em bancos, corretoras de valores, instituições de crédito, distribuidoras de valores mobiliários ou organizações do terceiro setor. Atua, ainda, como autônomo, prestando consultoria. MERCADO DE TRABALHO O tecnólogo trabalha em diversos setores da economia, fazendo análise de investimentos, controle financeiro e montagem de orçamentos. Há oportunidades na área financeira e contábil de pequenas e médias empresas, bem como em bancos e instituições financeiras. Também há boas chances como consultor financeiro pessoal. A procura é maior no Sudeste, principalmente em São Paulo. No Sul, a demanda é maior nas instituições financeiras. No Centro-Oeste, o profissional é requisitado por empresas do agronegócio, e no Paraná, Goiás e Minas Gerais, por fábricantes de automóveis e de autopeças. O CURSO O aluno tem muito cálculo durante todo o curso. Ele estuda fundamentos das finanças, administração, contabilidade, estatística, matemática financeira, mercado de capitais, gestão de investimento, capital de giro e formação de preços. A grade curricular ainda

82 GE PROFISSÕES 2018

contempla aulas de direito empresarial, ética, legislação tributária e comportamento organizacional. Atenção: a UniPaulistana, em São Paulo (SP), tem ênfase em gestão fiscal e tributária e a FBT, em Porto Alegre (RS), em gestão de tributos, que formam o profissional que vai fazer o planejamento fiscal e a gestão dos tributos nas empresas. Duração média: 2 anos. Outro nome: Gestão Fin. Empr.

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Águas Claras Fac. Processus ③ n/i. Brasília Fac. JK-Recanto das Emas n/i, Icesp ⑤ n/i, UDF n/i. Taguatinga Claretiano Fac.-Brasília n/i, Fac. LS n/i. GO Anápolis GAP n/i. Itumbiara Ifasc n/i. MS Nova Andradina UFMS. Três Lagoas Aems $. MT Cuiabá Unic Cuiabá ③ n/i. Sorriso Unic Sorriso ③ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Fac. Pitágoras de Maceió n/i, FAT-AL ② $, Uninassau-Maceió n/i. BA Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i. Salvador Cairu n/i, DeVry Ruy Barbosa $$, Estácio FIB ④ n/i, Fac. da Cidade do Salvador $, Fac. São Salvador $$, FGN Salvador $$, FMN-Salvador n/i, Unifacs $, Unijorge ③ n/i, Unime Salvador n/i, Unirb-BA n/i. CE Fortaleza FAC-CE $, Faco-CE n/i, Facped ④ n/i, Fate ④ n/i, FGN Fortaleza $$, FLF ② n/i, FMN-Fortaleza n/i, MrhFacine $$. MA São Luís Cest $, Fac. Pitágoras de São Luís n/i. PB Cabedelo FatecPB ③ $. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i, Unipê ③ $. PE Caruaru DeVry Unifavip ③ $$, FMN-Caruaru n/i. Jaboatão dos Guararapes Fac. Ibratec $, Metropolitana $. Paulista FJNPernambuco n/i. Recife DeVry FBV ④ n/i, Fac. Nova Roma $, Fafire $, Uninassau ③ n/i. PI Teresina Fac. CET n/i, FMN-Teresina n/i. RN Natal FMN-Natal n/i, Unifacex ⑤ n/i, UnP n/i. SE Aracaju FMN-Aracaju n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa $, DeVry Martha Falcão n/i, Esbam $$, Fac. La Salle-Manaus ③ $, FMN-Manaus n/i, FSDB n/i, UninorteAM n/i, Unip-AM ③ n/i. PA Belém FMN-Belém n/i. TO Araguaína Fac. Católica D. Orione n/i. REGIÃO SUDESTE ES Serra UCL n/i. Vitória CET-Faesa ③ n/i. MG Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, FacisaBH ③ $$$, Promove n/i, PUC Minas ④ $$$, UNA ④ n/i, UniBH ④ n/i. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem ③ n/i, Fac. UNA de Contagem ④ n/i. Formiga IFMG ③. Luz Fasf-MG ③ $$. Uberaba Uniube $$. Uberlândia Fac. UNA de Uberlândia ③ $$, Uniessa $. RJ Duque de Caxias Unigranrio ④ $$$. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Fac. Intern. Signorelli n/i. São Gonçalo FAP-RJ ③ n/i. SP Americana FAM-Americana $. Atibaia Faat Facs. ④ $. Batatais Claretiano-Centro Universitário ④ $. Bauru Iesb-SP ③ $$$$. Bragança Paulista Fatec Bragança Paulista ③. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$, Esamc Campinas ③

$$, PUC-Campinas $$, Unip-SP n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i. Cotia Estácio Europan ④ $$. Francisco Morato Fframo ② n/i. Guaratinguetá Fatec Guaratinguetá ③. Guarulhos Eniac ③ $, Espa n/i, FIG-Unimesp n/i, UnG ② n/i. Itapecerica da Serra Fac. Anhanguera de Itapecerica da Serra ③ n/i. Itapetininga FKB n/i. Itu Ceunsp ④ $. Jacareí Etep Facs.-Jacareí ② n/i. Jandira Faceq ② n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí ② n/i, Unip-SP n/i. Lençóis Paulista Facol-SP ③ n/i. Lins Unilins $$$. Marília Fac. Católica Paulista $$$$. Mauá Fama-SP ③ $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$. Osasco Fac. Fernão Dias $, Fatec Osasco, Unifieo $$. Paulínia FACP ③ n/i. Pindamonhangaba Fasc-SP $$$. Presidente Prudente Toledo Prudente ④ $$. Ribeirão Pires Firp ③ n/i. Ribeirão Preto CBM ④ n/i, Moura Lacerda ④ n/i, Unip-SP n/i. Rio Claro Asser-Rio Claro n/i, Claretiano Fac. ③ $. Santana de Parnaíba Unip-SP ③ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, Estácio Santo André ③ $, FSA-SP $$, Iesa-SP Gestão Fin. (contr. empr.) n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Esamc Santos $, Unip-SP n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ② n/i, Fainam ③ $$, FMU $, Metodista ③ $$$. São Caetano do Sul USCS ③ $$. São José do Rio Preto Unilago ④ $$$, Unirp n/i, Unorp ③ n/i. São José dos Campos Etep Facs.-São José dos Campos ② n/i, Fac. Bilac n/i, Fac. INPG-São José dos Campos $$$, Unip-SP n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Estácio São Paulo ④ $$, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Innovare n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo ② n/i, Fac. Sumaré ⑤ n/i, Facraz $$, Facs. Int. Campos Salles ③ n/i, FAM-São Paulo ④ n/i, FMU ③ n/i, IBTA $$$, Saint Paul ④ n/i, Senac-SP ③ $$, UMC n/i, UnG n/i, Unib ② $, Unicapital n/i, Unicid ③ $$$, Unifai-São Paulo $$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unip-SP ③ n/i, UniPaulistana Gestão Fin. (ênf. fiscal e tributária) n/i, Unisa ③ $, UniSant’Anna $$, Universidade Brasil n/i. São Vicente Unibr São Vicente ③ $$. Sorocaba Esamc Sorocaba $$, Ipanema ③ $$$, Unip-SP ③ n/i, Uniso ② $$. Suzano Unisuz ③ $$$$. Taboão da Serra Fecaf $$. REGIÃO SUL PR Araucária Facear Gestão Fin. Empr. ③ n/i. Cascavel Fac. D. Bosco-Cascavel ③ n/i, Univel ④ n/i. Colombo Faec-PR ② $$. Curitiba Esic ② $$, Estácio Curitiba $$, Fac. Bagozzi ② n/i, FAE ③ $$$, Fama-Curitiba ② $$, Opet ③ $$$. Ivaiporã Fatec-Ivaiporã ② n/i. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina n/i, Inesul ③ $. Maringá Fac. Eficaz $$. Paranaguá Isulpar n/i. RS Bento Gonçalves FSG $$. Canoas Unilasalle-RS ④ $$$. Caxias do Sul FTSG n/i, UCS ③ n/i. Estrela Fac. La Salle-Estrela n/i. Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Pelotas UCPel $. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$$, Estácio RS ③ n/i, FAQI- POA n/i, FBT-RS Gestão Fin. (ênf. na gestão de tributos) n/i, Senac Porto Alegre ④ $$. São Leopoldo Unisinos ④ $$$. SC Blumenau Fac. Senac de Blumenau $$. Criciúma Fac. Senac de Criciúma n/i, Unesc-SC ③ $$. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville ③ n/i, UniSociesc ④ $$$.

HOTELARIA

O

B/T

profissional de Hotelaria é responsável pelo funcionamento e pela direção de hotéis, resorts, pousadas, flats, spas e estâncias. Ele atua nos serviços de acomodação, alimentação, recreação e lazer. Contrata, orienta e


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

supervisiona funcionários, cuida das questões financeiras, organiza as compras e mantém as instalações. Pode participar da montagem de novos empreendimentos e definir estratégias de comunicação e marketing conforme seu público-alvo e as características econômicas e culturais da região. Também pode se envolver na organização de eventos. A formação habilita o profissional para trabalhar em hospitais (hotelaria hospitalar), spas, parques temáticos, centros gastronômicos, cruzeiros marítimos, e administrar condomínios comerciais, como shopping centers. Você pode ingressar na carreira como tecnólogo.

de concierge”, diz Luanda Fratchesca Gomes, coordenadora dos cursos de Hotelaria e Hotelaria Hospitalar do Grupo Educacional Hotec (SP). Nas capitais do Sudeste, especialmente São Paulo, o destaque é o turismo de negócios. A cidade abriga centenas de feiras, congressos e eventos corporativos por ano. A cidade do Rio de Janeiro permanece um destino muito procurado por brasileiros e estrangeiros. No Sul, o turismo enogastronômico (a combinação de vinhos e alimentos nas refeições) abre vagas para especialistas na área de comidas e bebidas. No Nordeste, a demanda é maior em resorts; no Centro-Oeste o forte é o turismo ecológico.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração Gerenciar hotéis, flats, condomínios, resorts, pousadas, albergues, parques temáticos, restaurantes e casas noturnas, assim como a área de recepção de hospitais, shopping centers, bancos e clínicas médicas. Supervisionar todas as atividades relativas à operação e à manutenção do estabelecimento, como limpeza, reservas e serviço, além de organizar os serviços oferecidos aos hóspedes e clientes. Concierge Dar assistência aos hóspedes em questões práticas como reservas de restaurantes, busca de ingressos para espetáculos, indicação de passeios e locais de compra. Eventos e negócios Organizar congressos, feiras e seminários e coordenar o transporte, a acomodação e o entretenimento dos participantes. Gastronomia Coordenar a preparação de refeições em hotéis e restaurantes, definindo cardápios e cartas de vinho e contratando cozinheiros e garçons. Hotelaria hospitalar Gerenciar uma estada agradável e confortável para pacientes internados, controlando os serviços de quarto, alimentação, bebidas e limpeza, entre outros. Planejamento e empreendimento Programar a construção e a instalação de hotéis, resorts e pousadas de acordo com o potencial turístico, a localização e a infraestrutura de um local determinado. Promover um empreendimento e definir o preço de diárias e serviços. Recursos Humanos Contratar, treinar e administrar funcionários de hotéis.

CE Fortaleza Faece $. MA São Luís UFMA. PB João Pessoa UFPB. REGIÃO SUDESTE SP São Paulo Unip-SP n/i. REGIÃO SUL RS Santa Vitória do Palmar Furg.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE GO Caldas Novas UEG. MS Três Lagoas Aems $.

O CURSO O bacharelado mescla matérias teóricas e práticas introdutórias à indústria da hospitalidade. Inclui disciplinas gerais, como contabilidade, filosofia e economia mundial, e específicas, como governança ou gastronomia, que costumam ser dadas em laboratórios ou hotéis-escola, e ocupam boa parte da carga horária. Estágio e trabalho de conclusão são geralmente obrigatórios. Atenção: a DeVry FBV, em Recife (PE), oferece Hotelaria com ênfase em Gastronomia. Duração média: 3,5 anos. Assim como o bacharel, o tecnólogo também recebe formação para atuar na administração geral dos estabelecimentos hoteleiros, além de coordenar serviços específicos, como recepção, manutenção de ambientes, organização da infraestrutura ou alimentos e bebidas. O currículo é focado em aulas práticas em hotéis ou laboratórios que simulam ambientes hoteleiros. Em sala de aula, o aluno estuda disciplinas teóricas como administração, análise financeira, marketing e legislação turística. Duração média: 2 anos. Outro nome: Hot. Hosp.

REGIÃO NORDESTE AL Maceió Ifal. CE Aracati IFCE. Baturité IFCE. Fortaleza IFCE. REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa $. REGIÃO SUDESTE MG Barbacena Fac. Senac Minas-Unidade Barbacena $. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino n/i. RJ Cabo Frio IFFluminense. Niterói UFF. Rio de Janeiro Fac. Senac Rio n/i, Facha-RJ $$$. SP Águas de São Pedro Senac-SP n/i. Guarulhos UnG n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$. São Paulo Fac. de São Paulo n/i, Fac. Innovare n/i, FAM-São Paulo n/i, FMU n/i, Hotec Hot. Hosp. $; Hotelaria $, Senac-SP n/i, Uninove n/i, Unip-SP n/i. Sorocaba Uniso $$$. REGIÃO SUL RS Canela UCS n/i. Pelotas UFPel. Porto Alegre Senac Porto Alegre $$. SC Capivari de Baixo Fucap n/i. Florianópolis IFSC.

LOGÍSTICA

MERCADO DE TRABALHO O setor de hotelaria teve forte expansão nos últimos anos com a realização da Copa do Mundo de Futebol, em 2014, e os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. Novos hotéis foram construídos e muitos foram renovados a fim de acomodar os milhares de visitantes estrangeiros que desembarcaram no Brasil. Ao mesmo tempo, a valorização do dólar em relação ao real estimulou as viagens internas, aquecendo o turismo nacional. Esse cenário levou a um aumento de oportunidades para esses graduados. Administradoras de condomínios comerciais e shopping centers também demandam o profissional, especialmente os com experiência em concierge. Outro nicho em crescimento é o de hotelaria hospitalar. “O bacharel é contratado para cuidar do conforto do paciente e de seu acompanhante durante a internação, cuidando da qualidade dos alimentos e da acomodação e prestando serviço

REGIÃO NORDESTE

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 12 | AVALIADOS: 9 5⋆ 1 curso | 4⋆ 4 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo Senac-SP $$$$.

⋆⋆⋆⋆ PE Recife DeVry FBV Hot. com ênf. em Gastron. n/i, UFPE. RS Canela Castelli ESH $$$$$. SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi $$$$.

⋆⋆⋆ PR Foz do Iguaçu Unioeste. RJ Seropédica UFRRJ. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

B/T

E

ste profissional avalia, projeta e implementa sistemas de transporte, armazenamento, compras de suprimentos, distribuição e entrega de produtos numa empresa, garantido racionalidade para esse fluxo e buscando economia, rapidez e segurança. Pode atuar nos setores de controladoria, coordenação, expedição e almoxarifado e nos diversos segmentos da logística. Gerencia as redes de distribuição, acompanha os processos de compra, identifica fornecedores, negocia e estabelece as formas de entrega e recebimento de mercadorias e define o meio de transporte e rota a serem adotados. Também faz o cálculo do frete e escolhe a embalagem para o produto. Faz o acompanhamento de pedidos e controla os estoques. Trabalha em centros de distribuição, empresas de encomendas, portos, aeroportos, terminais de carga, transportadoras e em empresas em geral. É possível ingressar na carreira como tecnólogo. GE PROFISSÕES 2018

83


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS O QUE VOCÊ PODE FAZER Armazenagem Determinar como uma mercadoria será armazenada para manter suas características originais, de modo a evitar perdas e gerar novos custos. Compras Identificar fornecedores, fazer cotações e negociar preços e prazos de entrega de mercadorias. Expedição Controlar o estoque, a entrada e a saída de mercadorias de um centro de distribuição. Gestão Gerenciar centros de distribuição, cuidando de toda a parte operacional, desde a contratação de funcionários até o armazenamento, saída e transporte de mercadorias. Transporte Determinar o meio em que a mercadoria será transportada, como avião, carro ou caminhão, a melhor rota a ser realizada, considerando tempo e custo, calcular frete e determinar como o produto será embalado. MERCADO DE TRABALHO O mercado para este profissional é amplo. “Em um país do tamanho do Brasil, tudo tem de ser muito bem planejado. Uma boa gestão da área de logística aumenta a eficiência e reduz custos”, diz Romeu Zarske de Mello, coordenador do curso da Univali, em Itajaí (SC). Segundo ele, as empresas ainda estão começando a organizar suas áreas de Logística, o que é favorável para esse graduado. Ele é contratado por estabelecimentos dos setores de comércio, indústria e agronegócio para negociar fretes, lidar com o armazenamento de mercadorias e fazer estudos sobre terceirização da logística a fim de elevar a lucratividade. Também atua com transporte de carga e sua roteirizarão, e importação e exportação de mercadorias, cuidando da documentação exigida nessas operações. Pode, ainda, dar consultoria na área. Grandes centros urbanos, como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre, são os melhores mercados.

FIQUE DE OLHO PAÍS É 55º EM RANKING DE LOGÍSTICA Divulgada pelo Banco Mundial a cada dois anos, a lista de 2016, liderada pela Alemanha, mede a eficiência do setor em 160 países. O Brasil avançou dez colocações entre 2014 e 2016, mas há muito a melhorar. Segundo o relatório, o país precisa avançar em itens como custo, pontualidade e embarque internacional, o que deve aquecer a procura por profissionais da área. FIQUE DE OLHO POR TRÁS DA TELA DO COMPUTADOR O crescimento do comércio online amplicou o mercado para os graduados em Logística. Eles passaram a ser demandados por sites de comércio eletrônico e empresas que vendem mercadorias pela internet. Cabe a eles garantir que a mercadoria seja entregue no destino com rapidez e eficiência. “Você compra um produto na China, e ele tem de chegar em sua casa intacto e no prazo estabelecido”, diz o professor Romeu Zarske de Mello, coordenador do curso da Univali, em Itajaí (SC). “Quem cuida disso é o profissional de Logística”.

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 2 | AVALIADOS: 1 4⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆⋆

O CURSO O bacharelado mescla disciplinas de Ciências Exatas, como estatística e matemática, e de Sociais Aplicadas, como administração e marketing. A maior parte do currículo, porém, traz matérias específicas da área, como legislação aduaneira, comércio exterior, gestão da qualidade, modais de transporte e logística internacional. O trabalho de conclusão de curso é obrigatório e algumas escolas pedem a realização de estágio. Duração média: 4 anos.

SC Itajaí Univali $$$.

A grade curricular dos cursos tecnológicos não difere muito da dos bacharelados, só que é mais focada na prática. O aluno estuda logística de transporte, planejamento de estoques, modais de transporte, operação de armazém, análise de custos e sistemas de qualidade. Marketing e administração também fazem parte do currículo em algumas instituições. Duração média: 2 anos. Outro nome: Gestão de Log.; Gestão em Log.; Gestão Log.

DF Brasília Fac. JK-Plano Piloto ② n/i, Fac. JK-Recanto das Emas ④ n/i, Mauá-DF n/i, UCB-DF ② $$. Gama IFB. Taguatinga FE-Taguatinga n/i, UniProjeção ④ n/i. GO Alto Horizonte Fac. Ideal de Alto Horizonte Gestão Log. $. Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis n/i, IFG ③. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia $$$, Fanap ④ $. Catalão Cesuc n/i, Fatenc n/i. Goiânia Fac. Cambury $$, Fac. Senai Fatesg $$, Uni-Anhanguera ② n/i, Unip-GO ③ n/i. Itumbiara Ifasc n/i. Jataí UEG ③. Senador Canedo UEG ③. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de

84 GE PROFISSÕES 2018

� OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO SUDESTE SP Guarulhos Eniac $$$.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE

Campo Grande n/i, Facsul-MS $, Fatec Senai $. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados n/i. Três Lagoas Aems $. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças $. Cuiabá Fac. Estácio de Cuiabá $$, Fatec Senai MT n/i. Sorriso Facem-MT n/i. Várzea Grande Univag ⑤ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió FAA-Iesa n/i, Fac. Pitágoras de Maceió n/i, Facima n/i, FAT-AL ④ $, Uninassau-Maceió n/i. BA Alagoinhas Fatec-BA n/i. Feira de Santana FMN-Feira de Santana n/i, FTC $, Unifacs ③ $. Ilhéus FMT ③ $. Itabuna FTC $, Unime Itabuna n/i. Jequié FTC $. Lauro de Freitas FMNLauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas n/i. Salvador Cairu n/i, DeVry Ruy Barbosa ④ $$, Estácio FIB ④ n/i, Fac. D. Pedro II-Salvador $, FMN-Salvador ④ n/i, FTC n/i, Unifacs ④ $, Unijorge ④ n/i, Unime Salvador n/i, Unirb-BA $$. Santo Antônio de Jesus Facemp n/i. Valença Fazag n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i, FAC-CE $, Fac. CDL ④ $, Facped ④ n/i, Fate ⑤ n/i, FFB n/i, FGF n/i, FMN-Fortaleza n/i, FSM-CE Gestão em Log. n/i, Uni7 ④ n/i. MA Paço do Lumiar Iesf-MA n/i. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís n/i, Faene $$, FMN-São Luís n/i. PB Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa DeVry João Pessoa $$, Estácio-PB $, FJN-João Pessoa n/i, FMN-João Pessoa ③ n/i, FPB ③ n/i, Unipê ② $. PE Cabo de Santo Agostinho FMN-Cabo n/i. Caruaru DeVry Unifavip ③ $$, FMN-Caruaru n/i. Escada Faesc Gestão de Log. n/i. Igarassu Facig-PE n/i. Jaboatão dos Guararapes FMN-Piedade n/i, Metropolitana ② $, UNIFG ③ $$. Nazaré da Mata UPE Gestão em Log. Olinda Aeso ④ $, Facir $, Facottur Gestão em Log. n/i, FJN-Pernambuco ③ n/i, Focca n/i. Palmares UPE Gestão em Log. Paulista FJN-Pernambuco ③ n/i. Petrolina Facape n/i, FMN-Petrolina n/i. Recife Centro Universitário Estácio do Recife ④ n/i, DeVry FBV ④ n/i, Fac. Anchieta do Recife n/i, Fafire ② $, Fama-PE n/i, FJN-Pernambuco ③ n/i, Unibra ③ n/i, UNIFG $$, Uninassau ② n/i. Salgueiro UPE Gestão em Log. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Serra Talhada FIS n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina DeVry Facid $$, FMN-Teresina n/i. RN Natal FMN-Natal n/i, Unifacex ⑤ n/i. São Gonçalo do Amarante IFRN. SE Aracaju Estácio Sergipe ③ n/i, Fanese ④ $, Faser-SE n/i, FMN-Aracaju n/i. Itabaiana IFS. Lagarto FJAV $. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Ifac ③. AM Manaus Ceulm/Ulbra ④ $$, Ciesa ③ $, DeVry Martha Falcão $$, Estácio Amazonas ③ $$, Fac. La Salle-Manaus $, Fametro-AM ④ n/i, Fatese $$, FMN-Manaus n/i, Ifam, Uninorte-AM n/i, Unip-AM ④ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$. AP Macapá Estácio Amapá n/i, Fama-AP n/i. Santana Fac. Madre Tereza n/i. PA Ananindeua Unama n/i. Belém FMN-Belém n/i, Unama n/i. Parauapebas Fadesa n/i. Santarém Iespes n/i, Unama n/i. TO Araguaína UFT ③. Colinas do Tocantins Fiesc n/i. Palmas Itop n/i. Porto Nacional IFTO ③. REGIÃO SUDESTE ES Cariacica Fac. Pio XII ③ $$. Serra UCL ③ n/i, Unesc-ES Log. (gestão de neg.) $$$. Viana Ifes. Vila Velha Fac. Novo Milênio ④ $$. Vitória CET-Faesa ③ n/i, UCV $$. MG Belo Horizonte Fac. Arnaldo n/i, Fac. Pitágoras de BH n/i, FacisaBH $$$, Ibhes ③ n/i, Promove n/i, PUC Minas ③ $$$, UNA ④ n/i, Unihorizontes ④ $$$. Betim Fac. Pitágoras de Betim n/i,


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Fac. UNA de Betim n/i, UninCor $$. Cataguases FIC-MG n/i. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem n/i, Fac. UNA de Contagem ④ n/i. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis n/i. Extrema Faex $. Itabira Funcesi ③ $$$$. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ④ n/i, Facsum ③ n/i, FIVJ $$, FJF n/i. Montes Claros Fasa-MG n/i. Pedro Leopoldo FPL Educacional ③ $$$. Sabará IFMG. São João del Rei IF Sudeste MG ④. Sete Lagoas Fasasete $$, Promove ③ n/i, Unifemm ③ n/i. Três Corações UninCor ④ $$. Uberaba Fupac Uberaba ② n/i, Uniube $$. Uberlândia Fac. Passo1 n/i, Fac. Pitágoras de Uberlândia n/i, Fac. UNA de Uberlândia $$, Fupac Uberlândia ③ n/i, IFTM ④, Uniessa ④ $. Varginha Unis ④ n/i. RJ Angra dos Reis Estácio ③ n/i. Barra Mansa UBM ③ $$. Belford Roxo Uniabeu ③ $$. Campos dos Goytacazes Uniflu ② n/i. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói n/i. Nova Iguaçu Unigranrio ③ $$. Resende AEDB ③ n/i. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Fac. Intern. Signorelli n/i, Fac. Senac Rio ② n/i, UCB-RJ ③ $$$, UniCarioca n/i, Unigranrio ③ $$, Unisuam ④ $$$. São Gonçalo Estácio ④ n/i, FAP-RJ Gestão em Log. ③ n/i. Três Rios Faetec. Volta Redonda Fasf-RJ ③ n/i, UGB n/i. SP Agudos Faag $$$. Americana Faculdade Iesa $, FAM-Americana ③ $, Fatec Americana ③, Unisal ③ $$. Amparo Unifia Gestão em Log. ④ n/i. Araraquara Unip-SP ② n/i. Araras Unar ④ n/i. Atibaia Faat Facs. ③ $. Barueri Fatec Barueri. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru n/i, Iesb-SP $$$$. Bebedouro Fatec Bebedouro. Botucatu Fatec Botucatu ③. Bragança Paulista USF ③ $. Campinas DeVry Metrocamp Gestão Log. ④ $$$, Esamc Campinas ③ $$, Fac. Anhanguera de Campinas n/i, Fleming n/i, Iescamp ③ $$$$, Policamp ② $$$$, Unip-SP ③ n/i, Unisal ③ $$. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i, Falc ② n/i, Fatec Carapicuíba. Cotia Estácio Europan ③ $$, FMS n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Fernandópolis FEF n/i, Universidade Brasil n/i. Francisco Morato Fframo ② n/i. Guaratinguetá Fatec Guaratinguetá ③. Guarujá Fac. Don Domênico ③ n/i, Unaerp ③ $$. Guarulhos Eniac ④ $, Espa n/i, Fac. Anhanguera de Guarulhos n/i, Fac. Progresso n/i, Fatec Guarulhos ④, FIG-Unimesp ③ n/i, UnG ③ n/i. Hortolândia Fach $$$$. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba n/i, Fac. Max Planck ④ $$$. Itanhaém Faita $$. Itapetininga FKB ② n/i, IIES n/i. Itapira Iesi $$. Itaquaquecetuba UnG ③ n/i. Itu Ceunsp $. Jacareí Fac. Anhanguera de Jacareí n/i. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$. Jandira Faceq ② n/i. Jaú Fatec Jahu ③. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí n/i, Fatec Jundiaí ③, UniAnchieta ③ $$, Unip-SP ② n/i. Limeira Einstein n/i, Fac. Anhanguera de Limeira n/i, Unip-SP ③ n/i. Lins Fatec Lins ③. Mauá Fatec Mauá. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $, Fatec Mogi das Cruzes, UMC ③ n/i. Mogi Guaçu Fasf-SP n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco n/i, Fac. Fernão Dias ② $, Unifieo ③ $$. Paulínia FACP ③ n/i. Pindamonhangaba Fac. Anhanguera de Pindamonhangaba n/i, Funvic-Pindamonhangaba n/i. Piracicaba Fac. Anhanguera de Piracicaba n/i, Fac. Salesiana D. Bosco de Piracicaba $$, Fatep-Piracicaba ③ n/i, Unimep ③ $$. Porto Feliz Famo ③ $. Praia Grande Faps ③ n/i. Registro FVR ③ n/i. Ribeirão Pires Firp ③ n/i. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto n/i, Moura Lacerda ③ n/i, Unip-SP ③ n/i. Rio Claro Claretiano Fac. ③ $. Salto Ceunsp ④ $. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André n/i, Estácio Santo André ③ $, Fapen-SP $$, FSA-SP $$, Iesa-SP n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. Santos Esamc Santos ② $, Fatec BS-Rubens Lara, Unimes ③ n/i, Unimonte ③ $$, Unip-SP ③ n/i. São Bernardo do Campo Fac. São Bernardo de Tecnol. n/i, Fainam ③ $$, FMU $, Metodista ③ $$$, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. São Caetano do Sul USCS Gestão de Log. ③ $$. São José do Rio Preto Unilago $$$, Unip-SP n/i.

São José dos Campos Etep Facs.-São José dos Campos ② n/i, Fac. Anhanguera de São José dos Campos n/i, Fac. Bilac n/i, Fac. INPG-São José dos Campos ③ $$$, Fatec SJC ④, Unip-SP ③ n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Estácio São Paulo ④ n/i, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Flamingo ④ $, Fac. Innovare n/i, Fac. Sequencial $, Fac. Sta. Rita-São Paulo ② n/i, Fac. Sumaré ⑤ n/i, Facs. Int. Campos Salles ② n/i, Facs. Int. Rio Branco $$$, FAM-São Paulo n/i, Famosp $$, Fatec Zona Leste ③, Fatec Zona Sul, FMU ④ n/i, IBTA $$$, São Judas $$$$, Senac-SP ④ $$, UMC n/i, UnG n/i, Unib ③ $, Unicapital ③ n/i, Unicid ④ $$$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unip-SP ③ n/i, UniPaulistana n/i, Unisa ③ $, UniSant’Anna $$, Universidade Brasil ③ n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$. São Roque FAC São Roque n/i. São Sebastião Fatec São Sebastião. São Vicente Fatef n/i, Unibr São Vicente ③ $$. Sorocaba Esamc Sorocaba ③ $$, Fac. Anhanguera de Sorocaba n/i, Fatec Sorocaba ④, Ipanema $$$, Unip-SP ③ n/i, Uniso ③ $$. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré n/i. Suzano IFSP, Unisuz n/i. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra n/i, Fecaf $$. Taubaté Etep Facs.-Taubaté ③ n/i, Fac. Anhanguera de Taubaté n/i, Ites-Taubaté $. Valinhos Fac. Anhanguera de Valinhos n/i. Votuporanga Fac. Futura n/i, Unifev ④ n/i. REGIÃO SUL PR Araucária Facear ④ n/i. Cascavel Univel ③ n/i. Colombo Faec-PR ② $$. Curitiba Camões ③ n/i, Estácio Curitiba ③ $$, Fac. Bagozzi ③ n/i, Facear n/i, Facel ③ n/i, Facs. Sta. Cruz $$, FAE ④ $$$, Faesp-PR n/i, Fama-Curitiba ③ $$, Fapar $, Opet ③ $$$, Spei n/i, Uniandrade $$$$, UniSociesc Curitiba n/i, UTP ④ $. Fazenda Rio Grande Facear n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i. Londrina Fac. Arthur Thomas n/i, Fac. Pitágoras de Londrina n/i, Inesul Gestão de Log. ③ $, Unopar n/i. Mandaguari Fafiman Gestão de Log. $. Maringá UniCesumar $$. Pinhais Fapi-PR $. Ponta Grossa Iessa ④ $$. São José dos Pinhais IEL ④ n/i. RS Bento Gonçalves FSG $$, IFRS ③. Canoas IFRS ④, Ulbra ③ $$$$$, Unilasalle-RS ④ $$$. Carazinho Ulbra ③ $$$. Caxias do Sul FTSG n/i. Estrela Fac. La Salle-Estrela n/i. Gravataí Cnec Gravataí $$$. Passo Fundo UPF ③ $$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$$, FAQI- POA n/i, Fato $$$$, Senac Porto Alegre $. São Leopoldo Unisinos ④ $$$. Sapucaia do Sul FAE-Sapucaia do Sul ③ $$$$$. SC Blumenau Fac. Senac de Blumenau ④ $$, UniSociesc Blumenau $$$. Brusque Unifebe ③ $$. Concórdia Fattep ② n/i. Jaraguá do Sul Fac. Anhanguera de Jaraguá do Sul n/i. Joinville Cnec Joinville ③ $$$, Fac. Anhanguera de Joinville n/i, UniSociesc ④ $$$. Navegantes Sinergia n/i. São Francisco do Sul IFC. São José Fac. Anhanguera de São José n/i

MARKETING

O

B/T

profissional de Marketing é, essencialmente, um administrador de negócios especializado em aumentar as vendas. Ele detecta e aproveita as oportunidades de mercado, atrai o consumidor e atende às necessidades do cliente. Também delineia e executa estratégias para conquistar do público lealdade a uma determinada marca, bem como construir e manter a boa imagem do produto. Trabalha ainda com pesquisa de mercado, coletando e analisando dados sobre o perfil do consumidor e o ambiente socioeconômico, sempre estimando o impacto do custo das ações de

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

promoção e propaganda sobre o preço final do produto. Pode trabalhar na área de marketing de grandes empresas, como consultor de negócios, ou atuar em institutos de pesquisa e órgãos públicos. É possível ingressar na carreira com uma graduação em Administração e, também, como tecnólogo. O QUE VOCÊ PODE FAZER Comunicação corporativa Realizar ações e produzir material de comunicação voltados para o público interno da empresa. Consultoria Prestar assessoria a empresas para promover o lançamento de produtos. Desenvolvimento de produto Identificar as necessidades dos consumidores e convertê-las em ofertas, produtos ou serviços que os satisfaçam. Renovar um produto já existente no mercado. Gerência de produto Planejar as estratégias de venda de um produto desde que é lançado até sua chegada ao mercado. Merchandising Planejar a inserção publicitária dentro do conteúdo de veículos de comunicação. Pesquisa Obter dados, como renda, escolaridade e hábitos de consumo, que possibilitem conhecer o mercado antes do lançamento de um produto. Avaliar o impacto da chegada desse produto ao consumidor. Planejamento estratégico Coletar, analisar e interpretar dados do mercado para que possam ser estabelecidas estratégias (plano de marketing). Marketing promocional Promover operações de marketing em pontos de venda e planejar promoções de modo geral. Organizar eventos promocionais. Marketing cultural Posicionar no mercado e promover o trabalho de um artista, um espetáculo ou programas culturais de instituições e órgãos públicos. MERCADO DE TRABALHO Grandes empresas de diversos setores precisam de pessoal para desenhar estratégias de posicionamento no mercado a longo prazo. E as de médio e pequeno porte estão descobrindo a necessidade de investir em estratégias para ganhar mercado – e esse é o profissional responsável por implantá-las. O setor de serviços, muito dependente do relacionamento com o consumidor, é o que mais requisita o egresso. A área de mídias sociais, um canal direto com o consumidor, é uma das mais aquecidas. Quem tem aptidão para vendas pode encontrar caminho aberto no departamento comercial de grandes empresas, como as de tecnologia. Elas procuram pessoal qualificado para prospectar clientes e vender produtos de alto custo. Marketing cultural e esportivo também têm um bom potencial, assim como o marketing promocional (veja O valor da experiência na pág. 86). Também estão em alta os especialistas em marketing digital, que dominam as ferramentas para divulgar e promover na internet marcas, produtos e serviços a públicos segmentados, e em big data, que analisam uma grande quantidade de dados gerados na web para extrair conhecimentos que possam impulsionar um negócio. As regiões Sul e Sudeste concentram a maior parte das vagas. GE PROFISSÕES 2018

85


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS FIQUE DE OLHO A FORÇA DO MARKETING DIGITAL O apelo das mídias sociais fez com que muitas empresas passassem a usar essa ferramenta para promover produtos e conquistar mercado. Com isso, aumentou a procura por especialistas em marketing digital, área que engloba os mecanismos para divulgar e promover, na internet, marcas, produtos e serviços a públicos específicos. Para isso, usa estratégias diversas, como produção e compartilhamento de conteúdo, otimização de sites e monitoramento de redes sociais. Grandes redes de varejo e agências especializadas que prestam serviço para outras empresas são os maiores contratantes.

do consumidor e é capaz de analisar pesquisas de mercado. A apresentação de cases (casos de ações e planejamento reais) faz parte do dia a dia escolar. Trabalho de conclusão de curso e estágio são exigências de algumas instituições. Duração média: 4 anos. Outro nome: Comun. e Mkt. O currículo dos tecnológicos é voltado para a prática profissional. O aluno estuda estratégias de marketing, comportamento do consumidor, branding e pesquisa de mercado. Alguns cursos são mais dirigidos para um segmento específico, como marketing digital ou varejo. Por isso, atenção na hora de se definir por esta ou aquela escola. No geral, as faculdades exigem trabalho de conclusão de curso. Duração média: 2 anos. Outros nomes: Gestão de Mkt.; Gestão em Mkt.; Gestão Merc.

BIG DATA É TENDÊNCIA A expressão se refere à análise de uma grande quantidade de dados oriundos do tráfego na internet. Empresas desenvolvem sistemas capazes de coletar e analisar o volume cada vez maior de dados, a partir da navegação e postagens dos usuários em sites, blogs e redes sociais – os chamados dados não estruturados. Com essas informações, o profissional pode identificar comportamentos para lançar ações e produtos.

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 11 | AVALIADOS: 10 5⋆ 2 cursos | 4⋆ 1 curso | 3⋆ 5 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ PR Curitiba PUCPR $$$$. SP São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi $$$$.

O VALOR DA EXPERIÊNCIA O marketing promocional ou living marketing é uma tendência para os próximos anos. O especialista nessa área organiza eventos, promoções e ações para valorizar uma marca ou torná-la conhecida. Ele cuida da participação de empresas em feiras de negócios e se responsabiliza por ações no ponto de vendas, como degustação de alimentos em supermercados. “O marketing está cada vez menos associado à publicidade tradicional e mais voltado a proporcionar experiências”, diz Wilson Ferreira Junior, presidente da Associação de Marketing Promocional. As ações podem ser amplificadas com o uso de ferramentas online. “O digital tem um poder imenso de ampliar iniciativas do living marketing. Para isso, basta fazer uma ação, gravá-la e compartilhá-la numa rede social”, diz Ferreira Junior.

O CURSO O currículo do bacharelado engloba as principais áreas do marketing – direto, industrial, corporativo, de varejo e de serviços – com disciplinas referentes à gestão de negócios, de preços e custos. Traz também matérias como sociologia, economia, psicologia e estatística. Com elas, o aluno toma conhecimento de aspectos socioeconômicos relevantes para traçar estratégias, compreende o que se passa na cabeça

86 GE PROFISSÕES 2018

⋆⋆⋆ BA Salvador Unifacs Comun. e Mkt. $$$. CE Fortaleza FFB n/i. ES Vila Velha UVV $$. RJ Petrópolis UCP-RJ $$$$. SP Lins Unilins $$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Uniplan $$$. REGIÃO SUDESTE RJ Rio de Janeiro Estácio n/i. REGIÃO SUL PR Maringá Famma $$.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Icesp ⑤ n/i, Senac-DF ③ n/i. Taguatinga UniProjeção Gestão de Mkt. n/i. GO Aparecida de Goiânia Fanap $. Formosa Fac. Cambury $. Goiânia Fac. Cambury ③ $$, Unip-GO n/i. MS Campo Grande Facsul-MS $, FCG-MS Gestão de Mkt. $; Gestão Merc. $. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças ④ $. Cuiabá Faipe ③ $, Icec Gestão Merc. ③ n/i; Marketing ③ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Fac. Pitágoras de Maceió ② n/i, Facima n/i, FATAL $, Uninassau-Maceió n/i.

BA Salvador DeVry Ruy Barbosa ③ $$, FGN Salvador $$, Unifacs $, Unirb-BA n/i. Valença Factiva n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i, Estácio FIC ③ $$, Fac. CDL $, Facped ④ n/i, Fate ④ n/i, Fatene ③ $, FFB n/i, FGN Fortaleza $$, FLF ② n/i, FMN-Fortaleza n/i, Unifor-CE ② $$. Juazeiro do Norte FAP-CE $$. MA Bacabal Febac $. Imperatriz DeVry Facimp $$. São Luís FMN-São Luís n/i. PB Cajazeiras Fafic $. Campina Grande FMN-Campina Grande ③ n/i, Unesc-PB n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i, FPB ④ n/i, Unifuturo ③ n/i, Unipê ④ $. PE Caruaru DeVry Unifavip ④ $$, FMN-Caruaru n/i. Jaboatão dos Guararapes Metropolitana ③ $, UNIFG ④ $$. Olinda Aeso $, Facottur Gestão em Mkt. n/i, FJN-Pernambuco ③ n/i, Ieso Gestão de Mkt. $; Gestão Merc. $. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife DeVry FBV n/i, FJN-Pernambuco n/i, Unibra ③ n/i, UNIFG $$, Uninassau ③ n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina FMN-Teresina n/i. RN Mossoró UnP ③ n/i. Natal FMN-Natal n/i, IFRN, Unifacex ⑤ n/i, UnP ③ n/i. SE Aracaju Fanese ④ $, Faser-SE n/i, FMN-Aracaju n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus DeVry Martha Falcão $$, Fac. La Salle-Manaus ③ $, Fametro-AM n/i, FMN-Manaus n/i, FSDB n/i, Uninorte-AM n/i, Unip-AM n/i. AP Macapá Fabran Gestão de Mkt. $. PA Belém Fapan-PA $, FMN-Belém n/i. TO Palmas Iepo Gestão de Mkt. n/i; Gestão Merc. n/i. REGIÃO SUDESTE ES Colatina FCB ③ n/i. Serra UCL ③ n/i. Vitória Faces n/i, Favi Gestão de Mkt. n/i; Gestão Merc. n/i. MG Belo Horizonte Estácio BH ④ n/i, Fac. Arnaldo n/i, Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Facemg n/i, FacisaBH ③ $$$, Ibhes Gestão Merc. n/i; Marketing n/i, Promove ③ n/i, UNA ④ n/i. Contagem Fac. Pitágoras de Contagem ③ n/i, Fac. UNA de Contagem ④ n/i. Formiga Unifor-MG ④ n/i. Juiz de Fora CES/ JF $$, Fac. Machado Sobrinho n/i, Facsum n/i, FJF n/i. Machado Cesep n/i. Manhuaçu Facig-MG ④ n/i. Santa Luzia Facsal n/i. Uberaba Uniube $$. Uberlândia Fac. UNA de Uberlândia ③ $$, Fupac Uberlândia ③ n/i, IFTM, Uniessa ③ $. RJ Campos dos Goytacazes UniRedentor ④ $$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i. Nova Iguaçu Estácio ④ n/i. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Facha-RJ $$$, FGS ④ n/i, IBMR ③ n/i, Inst. Infnet Mkt. (neg. e mkt. dig.) n/i, SJT n/i, UCB-RJ ④ $$$, UniCarioca ⑤ n/i, Unisuam ④ $$$, USU n/i, UVA-RJ ③ n/i. SP Americana FAM-Americana $. Amparo Unifia Gestão em Mkt. ③ n/i. Araraquara Unip-SP n/i. Atibaia Faat Facs. ③ $. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i, Iesb-SP ③ $$$$, Unip-SP n/i. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$, Esamc Campinas ③ $$, Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Iescamp ② $$$$, Policamp ③ $$$$, Unip-SP n/i, Unisal $$. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i. Cotia Estácio Europan ③ $$, FMS ② n/i. Diadema FAD n/i. Franca Unifran ④ $$. Guarulhos Eniac ④ $, Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, FIG-Unimesp Gestão de Mkt. n/i, UnG ② n/i. Indaiatuba Fac. Max Planck ③ $$$. Itapecerica da Serra Fac. Anhanguera de Itapecerica da Serra ③ n/i. Jacareí Etep Facs.-Jacareí n/i. Jandira Faceq ③ n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí n/i, UniAnchieta ③ $$, UnipSP n/i. Limeira Faal Mkt. (ênf. em mkt. e vendas) ③ $. Marília Fac. Católica Paulista $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$, UMC n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco ③ n/i, Fac. Fernão Dias $, Unifieo ② $$. Pindamonhangaba Fasc-SP $$$. Piracicaba Fac. Salesiana D. Bosco de Piracicaba $$, Fatep-Piracicaba n/i. Porto


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Feliz Famo ② $. Presidente Prudente Toledo Prudente ④ $$. Registro FVR n/i. Ribeirão Preto Afarp n/i, CBM ③ n/i, Moura Lacerda n/i, Unip-SP n/i. Salto Ceunsp ④ $. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara ③ n/i. Santa Cruz do Rio Pardo Oapec Gestão em Mkt. n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ③ n/i. Santo André Estácio Santo André ② $, FSA-SP $$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Esamc Santos $, UnipSP n/i. São Bernardo do Campo Fac. São Bernardo de Tecnol. n/i, FMU $, Metodista ③ $$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Caetano do Sul USCS Gestão de Mkt. $$. São José do Rio Preto Unip-SP n/i, Unirp n/i, Unorp ③ n/i. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos ③ n/i, Fac. Bilac n/i, Unip-SP n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Estácio São Paulo ③ n/i, Fac. de São Paulo ③ n/i, Fac. Drummond ③ n/i, Fac. Flamingo ③ $, Fac. Innovare n/i, Fac. São Paulo-SP n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo n/i, Fac. Sumaré ④ n/i, Facs. Int. Campos Salles n/i, Facs. Int. Rio Branco ④ $$$, FAM-São Paulo n/i, Fappes $$, Fatec Sebrae, FMU ④ n/i, IBTA ③ $$$, São Judas $$$$, Senac-SP ④ $$, UMC ② n/i, UnG n/i, Unib ③ $, Unicapital ③ n/i, Unicid ③ $$$, Unifai-São Paulo $$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unip-SP ③ n/i, UniPaulistana n/i, Unisa ③ $, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$, Universidade Brasil n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$. São Vicente Unibr São Vicente $$. Sorocaba Esamc Sorocaba ③ $$, Fac. Anhanguera de Sorocaba ④ n/i, Ipanema ③ $$$, Unip-SP ④ n/i. Suzano Unisuz ③ $$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra ③ n/i, Fecaf $$. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté ③ n/i. Votuporanga Fac. Futura Gestão em Mkt. n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana Facnopar ② $$. Colombo Faec-PR ② $$. Curitiba Estácio Curitiba ③ $$, Fac. Bagozzi ③ n/i, Facel ② n/i, Facs. Sta. Cruz $$, Fapar $, Opet ③ $$$, Uniandrade $$$$, Unicuritiba ③ $$$. Foz do Iguaçu Cesufoz Gestão de Mkt. n/i; Gestão Merc. n/i. Ibiporã Facesi n/i. Jandaia do Sul Fafijan ③ n/i. Londrina Fac. Arthur Thomas n/i, Fac. Pitágoras de Londrina ③ n/i. Maringá Fac. Eficaz n/i, FCV $$. Paraíso do Norte Fapan-PR $$. Paranavaí Fatecie ④ n/i. Santo Antônio da Platina Fanorpi n/i. Umuarama FAU ③ $. RS Bagé Facs. Ideau-Bagé n/i. Canoas Ulbra ③ $$$$$, Unilasalle-RS ④ $$$. Caxias do Sul Facs. Ideau-Caxias do Sul $$, UCS ④ n/i. Erechim IFRS ③. Farroupilha Cnec Farroupilha n/i. Pelotas Fatec Senac Pelotas ③ n/i. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ③ $$$, Estácio RS n/i, Fac. São Francisco de Assis $$$$, Fato $$$$, Senac Porto Alegre ③ $$, UniRitter $$$. SC Balneário Camboriú Univali ④ $$. Blumenau Furb ③ $$$. Florianópolis Cesusc $$$. Joinville Cnec Joinville $$$, Fac. Anhanguera de Joinville ③ n/i. São José IES-SC Gestão de Mkt. $; Gestão Merc. $.

NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS

E

T

ste tecnólogo é, basicamente, um corretor que atua na venda, na compra, na locação e na permuta de imóveis (residências, prédios, salas comerciais, terrenos etc.). Ele é responsável por garantir ao cliente ou à empresa em que trabalha bons contratos e condições de pagamento na comercialização de imóveis. Para isso, é sua função analisar o estado de conservação, o valor de mercado e a documentação do bem. Em imobiliárias e incorporadoras, pode trabalhar também nas áreas de planejamento e marketing. Como autônomo, assessora o cliente duran-

te o processo de venda ou compra do imóvel, orientando desde a escolha do terreno até as condições de ocupação do bairro onde ele está situado. Esse tecnólogo atua, ainda, na indústria de construção civil, em escritórios de advocacia na área imobiliária e em administradoras de condomínios. O diploma garante o registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci), necessário para atuar na área. MERCADO DE TRABALHO O mercado imobiliário apresentou leve recuperação este ano, mas a oferta de imóveis ainda é maior do que a procura, causando redução nos preços e atraindo compradores. A tendência é de estabilização tão logo a economia se normalize. Mesmo durante momentos de dificuldades, há nichos que permanecem aquecidos. A venda de imóveis de luxo e superluxo é um deles. Esse setor apresentou crescimento nos últimos anos, especialmente no Rio de Janeiro. O tecnólogo pode trabalhar em imobiliárias e empresas de loteamento e urbanização ou atuar como autônomo, recebendo uma porcentagem da venda (cerca de 6% do valor do imóvel). Sul e Sudeste concentram grandes lançamentos residenciais e comerciais. No Nordeste, o forte é o aluguel ou venda de imóveis para turistas – muitos estrangeiros buscam uma propriedade na região. No Centro-Oeste, o destaque são os imóveis rurais. O CURSO Esta graduação tecnológica contempla matérias fundamentais para a boa negociação no mercado imobiliário, tanto na venda quanto na locação dos diferentes tipos de imóveis. Além de disciplinas das áreas de economia, administração e direito, o currículo inclui conteúdos relativos a ética empresarial, legislação social, orçamentos e economia de mercado. A formação específica do curso está voltada para três modalidades de direito (comercial, imobiliário e urbano), além de avaliação de imóveis e política urbana (urbanização e loteamento). O estágio é normalmente opcional. Atenção: a UFMA, em São Luís (MA), oferece um bacharelado em Ciências Imobiliárias (veja na pág. 60). Duração média: 2 anos. Outros nomes: Gestão de Neg. Imob.; Gestão Imob. ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Uniplan Gestão de Neg. Imob. $$. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Uninassau-Maceió n/i. BA Salvador Fac. da Cidade do Salvador $. CE Fortaleza Uni7 n/i. MA São Luís Facam $$. PB Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i, Funepi $, IFPB.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

PE Recife FJN-Pernambuco n/i. SE Aracaju FMN-Aracaju n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa $. RO Porto Velho Fac. Metropolitana-RO $. Rolim de Moura Farol $$. REGIÃO SUDESTE MG Belo Horizonte FacisaBH n/i. São Lourenço FVH n/i. RJ Rio de Janeiro FGS n/i, UVA-RJ n/i. SP Campinas Unisal $$. Jandira Faceq n/i. São Paulo Fac. Drummond n/i, FMU n/i, Unisa $. REGIÃO SUL PR Curitiba UFPR. Guaratuba Isepe Guaratuba n/i. Matinhos UFPR Gestão Imob. SC Camboriú IFC. Porto Belo Fapag n/i.

SEGURANÇA PÚBLICA

B/T

O

bacharel em Segurança Pública elabora, coordena e implementa programas e políticas que visem à redução da violência e à garantia da paz. Pela Constituição, a segurança pública é assunto de responsabilidade dos governos federal e estaduais. O Ministério da Justiça é o órgão máximo responsável pela elaboração e implantação de estratégias de combate à violência e à criminalidade. Responde a esse ministério, por exemplo, a Polícia Federal, que investiga crimes nacionais, o tráfico de drogas, a corrupção e o contrabando. Aos estados e ao Distrito Federal cabe a execução das ações de segurança, no comando das polícias Militar (repressão e prevenção) e Civil (investigação). As prefeituras não têm, pela Constituição, responsabilidade pela segurança pública, mas algumas cidades instituíram a Guarda Civil Municipal para auxiliar as demais polícias na manutenção da ordem pública. Para atuar em qualquer esfera de governo (federal, estadual ou municipal), o bacharel deve conhecer os problemas de segurança do país, levando em consideração os interesses da sociedade – questões como direitos humanos e cidadania. É sua função analisar a evolução das taxas de violênciae assuntos relacionados à segurança ambiental e à defesa civil. É possível ingressar na área com a formação de tecnólogo. O QUE VOCÊ PODE FAZER Consultoria Prestar consultoria para empresas privadas e estatais na área de segurança pública. Forças de segurança pública Trabalhar para as polícias Militar e Civil. Atuar em órgãos públicos de segurança na prevenção e repressão ao crime. Idealizar e implementar ações de segurança federal, estadual ou municipal. Trabalhar para a Defesa Civil. Planejamento e coordenação Idealizar e implementar planos de ação de segurança preventiva para eventos de grande porte e elaborar políticas públicas voltadas à área de segurança. Segurança privada Atuar na segurança pessoal, de residências e de imóveis privados, a fim evitar riscos à sua integridade. GE PROFISSÕES 2018

87


PROFISSÕES � ADMINISTRAÇÃO, NEGÓCIOS E SERVIÇOS MERCADO DE TRABALHO A violência policial, a repressão e a punição são algumas das questões relacionadas à segurança pública que ganham destaque no Brasil e no mundo. A necessidade de uma nova visão social da segurança pública, preventiva, focada na mediação de conflitos e que leve em conta questões sociais e econômicas, abre boas perspectivas para o bacharel e o tecnólogo. A maior parte das ofertas de trabalho vem do setor de segurança privada, em alta no país. Há boas oportunidades também em secretarias públicas federais, estaduais e municipais, onde o profissional atua na elaboração e revisão de políticas para o setor. A área de defesa civil, onde o graduado pode integrar equipes responsáveis pelo combate às enchentes ou ao atendimento às vítimas de desastres, também abre vagas.

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 4 | AVALIADOS: 1 O único curso avaliado não foi estrelado (UERR). � CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORTE RO Porto Velho Fac. Metropolitana-RO n/i. RR Boa Vista UERR. REGIÃO SUDESTE RJ Niterói UFF. REGIÃO SUL RS Porto Alegre PUCRS $$$$$. .

ONDE ESTUDAR (T) O CURSO O bacharelado forma profissionais com conhecimento nas áreas sociais, jurídicas e de gestão da segurança. As disciplinas dividem-se entre as de formação humanística, como sociologia, antropologia e filosofia, e específicas, como criminologia, direito penal, mediação de conflitos e processo penal. Parte importante do curso é a reflexão sobre a ação das polícias e o respeito aos Direitos Humanos. A realização de estágio e a defesa de uma monografia são obrigatórias. Duração média: de 3 a 4 anos. O curso tecnológico é voltado a profissionais da área de segurança pública, entre eles funcionários do Corpo de Bombeiros, das polícias federais e estaduais e das guardas municipais, além de agentes penitenciários. Seu objetivo é dar uma visão ampla da resolução de conflitos calcada na cultura da paz. Assim, de modo semelhante ao bacharelado, o currículo é baseado em disciplinas da área de Ciências Humanas e Sociais. Mas o enfoque é mais prático: menos pesquisa e mais aplicação do conhecimento no planejamento, na coordenação e execução das ações de segurança pública. Atenção: o Centro Universitário Fadergs, em Porto Alegre (RS), oferece o curso de Serviços Penais (veja abaixo). Duração média: 2 anos Outros nomes: Gestão da Seg. Públ.; Gestão em Seg. Públ.; Serv. Penais. FIQUE DE OLHO SERVIÇOS PENAIS Oferecido pela Fadergs, em Porto Alegre (RS), o curso prepara para atuar na gestão de serviços penitenciários. Participar da gestão da saúde e inserção social do preso e formular políticas públicas que minimizem as consequências negativas do confinamento são atribuições deste profissional.

88 GE PROFISSÕES 2018

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE GO Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia $$$. Goiânia FAC-Lions Gestão em Seg. Públ. $$, Uni-Anhanguera n/i.

Alimentos e bebidas Atuar em restaurantes, casas noturnas e nos hotéis na coordenação e operacionalização da área. Ecoturismo Organizar viagens e roteiros ecológicos por parques e ambientes naturais. Eventos Organizar, desenvolver e apresentar eventos tanto de negócios quanto de entretenimento. Hotelaria Administrar hotéis e supervisionar os serviços oferecidos aos hóspedes. Negociar com fornecedores de mantimentos. Auxiliar no planejamento da montagem e na organização de novos empreendimentos hoteleiros. Marketing Desenvolver análises de mercado, buscando estratégias para satisfazer as necessidades de um determinado público, atraindo os clientes. Planejamento Identificar o potencial turístico e elaborar estratégias de exploração nesse segmento em um município, estado ou região. Analisar o impacto do turismo sobre o meio ambiente e a cultura local, estimular a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável da atividade. Receptivo Em um órgão público ligado ao turismo, em um grupo hoteleiro ou mesmo nas agências de viagens, criar programas de atividades para recepcionar o turista que chega à região. Transporte Atuar na coordenação e supervisão de serviços de empresas aéreas, marítimas, rodoviárias e ferroviárias. Turismo de negócios Organizar viagens e eventos para profissionais, como congressos, feiras e convenções. MERCADO DE TRABALHO

REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unifacs $. REGIÃO SUDESTE MG Belo Horizonte UniBH n/i. RJ Rio de Janeiro UCB-RJ n/i. SP São Paulo FMU Gestão da Seg. Públ. n/i. REGIÃO SUL PR Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio $. RS Porto Alegre Centro Universitário Fadergs Serv. Penais $$$.

TURISMO

B Curso relacionado: � GESTÃO DE TURISMO (T)

E

ste bacharel faz o planejamento, a organização, a promoção e a divulgação de viagens, eventos e atividades de lazer e de negócios. Elabora roteiros, acompanha turistas, organiza feiras, congressos e exposições. Em agências, operadoras e sites turísticos, comanda as vendas de passagens e reservas em hotéis. Pode gerenciar hotéis, empresas de eventos e empreendimentos de lazer, como parques temáticos. Em prefeituras e órgãos públicos, coordena a exploração turística de uma região, promovendo e divulgando as atrações locais. Você pode ingressar na carreira como tecnólogo.

Se, por um lado, o setor de turismo sofre com a crise econômica, por outro, a desvalorização do real favoreceu as viagens nacionais, atraiu turistas estrangeiros ao país e diversificou as oportunidades para as pequenas e médias empresas. Segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens, há uma proliferação de pequenas agências que apostam em segmentos específicos, como roteiros de aventura, gastronômicos e para pessoas com deficiência. O mercado do turismo de negócios também oferece boas oportunidades, assim como o chamado turismo de experiência, voltado a viajantes que buscam viver situações incomuns nas férias, como acampar numa tribo indígena da Amazônia ou participar da colheita de uvas na região da Provença, na França. Também há demanda em clubes recreativos, onde o turismólogo participa da gestão da política de lazer. Parques nacionais e unidades de conservação cada vez mais requisitam o profissional. Com o reconhecimento da profissão em 2012, começam a ser oferecidas vagas em concursos públicos. O bacharel é solicitado para atuar em secretarias municipais ou estaduais e no assessoramento a políticas públicas de incremento do turismo regional. Há demanda em todo o país, principalmente em grandes centros urbanos. O desafio do setor é que os postos de trabalho do turismólogo sejam ocupados apenas por quem tem nível superior. O CURSO

O QUE VOCÊ PODE FAZER Agência de viagens Organizar roteiros turísticos e apresentá-los aos clientes, informando-os sobre meios de transporte, opções de hospedagem e atrações dos locais que serão visitados. Emitir passagens, reservar vaga em hotéis, restaurantes e espetáculos.

Antes do vestibular, preste atenção no currículo do bacharelado de cada escola, pois alguns dão mais ênfase à administração e outros aos setores específicos, como hotelaria (UnebBA, Univali-SC e Unoeste-SP) e meio ambiente


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

(Unespar-PR). Mas grande parte é parecida e busca fundamentos da administração, da contabilidade e do marketing, além de disciplinas de formação humanística, como história, geografia e português. As matérias específicas, como planejamento turístico, e as práticas, como organização de passeios e eventos, predominam nos cursos. O estágio é obrigatório. Duração média: 4 anos. Outro nome: Entretenimento, Lazer e Tur.; Lazer e Tur.; Tur. e Hot.; Tur. e Lazer; Tur. e Meio Amb. FIQUE DE OLHO LAZER E TURISMO Algumas instituições, como USP Leste, Furb e PUC-Campinas, oferecem cursos que privilegiam as áreas de lazer ou entretenimento. Assim, além de atuar nos setores mais tradicionais do turismo, como agências de viagens, hotéis, transportes e parques temáticos, esses profissionais recebem formação específica para trabalhar também na organização de eventos, desde um grande festival de música à gestão de uma praça de alimentação de um shopping.

GESTÃO DE TURISMO

T

C

omo todos os cursos tecnológicos, este forma profissionais para trabalhar numa área específica, como o setor de reservas de companhias aéreas e de agências de viagens, a organização de eventos ou o turismo receptivo (infraestrutura e serviços para acolher o turista). Antes de se decidir por um curso, informe-se sobre a área de ênfase. A UFT, em Arraias (TO), por exemplo, oferece Turismo Patrimonial e Socioambiental. Matérias como administração, cultura, geografia e meio ambiente constam da grade curricular da maioria das graduações. Algumas escolas exigem estágio e um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 2 anos. Outros nomes: Gestão de Tur. Receptivo; Serv. de Tur.; Tur. Patrimonial e Socioambiental; Tur. Receptivo. ONDE ESTUDAR TURISMO (B)

CURSOS: 168 | AVALIADOS: 105 5⋆ 4 cursos | 4⋆ 24 cursos | 3⋆ 31 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB ④. PE Recife UFPE ④. RS Caxias do Sul UCS n/i. SC Balneário Camboriú Univali Tur. e Hot. ③ $$$$.

⋆⋆⋆⋆ AM Manaus UEA ③. BA Salvador Uneb Tur. e Hot. ③. MA São Luís UFMA ③. MG Juiz de Fora UFJF ③. Ouro Preto Ufop ③. MS Campo Grande Uems ③. Dourados Uems ③. MT Nova Xavantina Unemat ③. PI Parnaíba UFPI ③. PR Curitiba UFPR ③. Irati Unicentro-

PR ④. Ponta Grossa UEPG ③. RJ Niterói UFF ③. Rio de Janeiro Unirio ④. Teresópolis Uerj. RN Natal UFRN ③. RS Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Porto Alegre IPA ④ $$$$. SE São Cristóvão UFS ③. SP Campinas PUC-Campinas Entretenimento, Lazer e Tur.; Turismo ③ $$$$$. Rosana Unesp ③. São Paulo Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$$, USP Lazer e Tur.; Turismo. Sorocaba UFSCar ④.

⋆⋆⋆ AL Penedo Ufal ③. AM Manaus Fametro-AM ④ n/i, UninorteAM ③ n/i. BA Eunápolis Uneb. CE Fortaleza IFCE ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. Carangola Uemg. Diamantina UFVJM ④. MS Aquidauana UFMS ②. MT Cuiabá Fauc ② $. PA Belém Fapan-PA $, UFPA ③. PB João Pessoa UFPB ③. PE Recife FSH ③ n/i, Uninassau ③ n/i. PR Campo Mourão Unespar Tur. e Meio Amb. ③. Foz do Iguaçu Unioeste ③. RJ Nova Iguaçu UFRRJ ④. Rio de Janeiro Facha-RJ ③ $$$, UVA-RJ ③ n/i. RN Currais Novos UFRN ③. Natal Uern ③, UnP n/i. RS Bento Gonçalves Cnec Bento n/i. Pelotas UFPel ③. Santa Vitória do Palmar Furg ③. Taquara Faccat-RS n/i. SC Blumenau Furb Tur. e Lazer ③ $$$$. SP Campinas Unip-SP ④ n/i. São Paulo São Judas ③ $$$$, Uninove ③ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Uniplan $$, Upis ③ n/i. GO Goiânia FAC-Lions ③ $$, IFG ④, Iueso n/i. MS Campo Grande FCG-MS $, UFMS ②. MT Cuiabá Fac. Afirmativo n/i, Icec n/i, IESMT n/i, IFMT. REGIÃO NORDESTE AL Maceió FAA-Iesa n/i, Facima n/i, Uninassau-Maceió n/i. BA Governador Mangabeira Famam $. Ibicaraí Fac. Montenegro n/i. Salvador Fac. Ibes $$, Facsal-Isec $$, FMN-Salvador n/i. Valença Fazag n/i. CE Fortaleza Aiesne $$$, DeVry Fanor n/i, Estácio FIC ③ $$, FAC-CE ③ $, Faece $, Fafor $, Flated ② n/i. MA São Bernardo UFMA. São José de Ribamar Fac. Miguel de Cervantes n/i. São Luís Facam ③ $$, Imec $. PB João Pessoa Asper n/i, FAP-PB n/i. PE Escada Faesc n/i. Jaboatão dos Guararapes Iesp-PE n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife Farec $$, FJN-Pernambuco ③ n/i, Ipesu n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE ③ n/i. PI Teresina Aespi n/i, Fapi-PI n/i, Uespi. RN Mossoró Uern. Natal Fanec n/i. Parnamirim Famec-RN n/i. SE Aracaju Facar n/i, Faser-SE n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa ② $, Universidade Nilton Lins ③ $$. AP Macapá Fabran $, Fesam $. PA Belém Fapen-PA $. RO Porto Velho Fimca ② $$. RR Boa Vista UERR. TO Palmas Fapal n/i. REGIÃO SUDESTE ES Vitória Faces n/i, Favi n/i. MG Belo Horizonte Facemg n/i, Ibhes n/i. Juiz de Fora Facsum n/i. Santa Luzia Facsal n/i. RJ Campos dos Goytacazes Uniflu n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i. Petrópolis Cefet-RJ. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Facs. São José ④ n/i, Fama-RJ ③ $$$, FGS ③ n/i, FIJ n/i. São Gonçalo FAP-RJ ③ n/i. SP Americana Faculdade Iesa $$. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos ② n/i, UnG ③ n/i. Ibitinga Faibi ②. Itapetininga IIES n/i. Itapira Iesi $$. Jundiaí Unip-SP ③ n/i. Osasco Universidade

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Presidente Epitácio Fape n/i. Presidente Prudente Fapepe n/i, Unoeste Tur. (ênf. em hot.) n/i. Santa Fé do Sul Funec $. Santos Unip-SP ③ n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ③ n/i. São José do Rio Preto Unilago ③ $$$. São José dos Campos Unip-SP n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Fac. Brasil ④ n/i, Fac. de São Paulo ② n/i, Fac. Paulista São José n/i, FAM-São Paulo n/i, Unip-SP ④ n/i. Sorocaba Unip-SP n/i. Taubaté Ites-Taubaté $. Tietê FIT-Tietê n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana Unespar ②. Curitiba FAC-PR n/i, Fapar $. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, Fafig n/i, UDC Sede ③ $$. RS Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$. SC Florianópolis Estácio Florianópolis ③ n/i. São José Fasc-SC $, IES-SC $.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito BA Salvador Unirb-BA $$. CE Aracati FVJ ③ n/i. PE Olinda Facottur ② n/i.

ONDE ESTUDAR GESTÃO DE TURISMO (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE GO Goiás UEG. MS Campo Grande Facsul-MS $, FCG-MS Tur. Receptivo $. MT Cuiabá Icec Tur. Receptivo n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Ifal. BA Uruçuca IF Baiano. CE Canindé IFCE. Fortaleza FLF n/i. São Gonçalo do Amarante Fate n/i. MA Alcântara IFMA. São Luís FMN-São Luís n/i. PE Jaboatão dos Guararapes UNIFG $$. Olinda Ieso Tur. Receptivo $. Recife IFPE. RN Canguaretama IFRN. SE Aracaju Faser-SE n/i, IFS. REGIÃO NORTE AP Macapá Fabran $. RR Boa Vista IFRR. TO Araguaína UFT. Arraias UFT Tur. Patrimonial e Socioambiental. Palmas Iepo Tur. Receptivo n/i, IFTO. REGIÃO SUDESTE ES Vitória Faces n/i, Favi Tur. Receptivo n/i. MG Barbacena IF Sudeste MG. Belo Horizonte Facemg n/i, Ibhes Tur. Receptivo n/i. RJ Nova Friburgo Cefet-RJ. SP Barretos IFSP. Bauru Iesb-SP Serv. de Tur. $$$$. Cubatão IFSP. Jundiaí UniAnchieta $$. Mairiporã FCH n/i. São Paulo Fac. Drummond n/i, Fac. Innovare n/i, FAM-São Paulo n/i, Fatec São Paulo, FMU n/i, Hotec $, IFSP. São Roque Fatec São Roque. Taubaté Ites-Taubaté $. REGIÃO SUL PR Curitiba Cesumar-Curitiba $$$. Foz do Iguaçu Cesufoz Gestão de Tur. Receptivo n/i. Matinhos UFPR. RS Jaguarão Unipampa. Santa Maria UFSM. São Borja IF Farroupilha. SC Palhoça FMP-SC. São José IES-SC Tur. Receptivo $. Sombrio IFC. GE PROFISSÕES 2018

89


PROFISSÕES

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA A VIDA E O PLANETA VISTOS PELA CIÊNCIA Os animais, as plantas, o meio ambiente e a Terra são o objeto de estudo das profissões desta área, que buscam soluções para fazer o melhor uso dos recursos naturais em função das necessidades do homem

N

a infância, você gostava de observar o comportamento dos bichos? Quando todo mundo fugia dos insetos, você os pegava na mão para ver melhor de perto? Adorou a experiência do grão de feijão plantado no algodão molhado? O interesse por animais e plantas é um forte indício de que você será feliz na área de Ciências Biológicas e da Terra. O objeto de estudo dessas ciências é a vida nas suas mais diversas formas. A maioria das profissões dessa área se baseia na ciências biológicas – o estudo da origem, a evolução e os processos fisiológicos dos organismos animais e vegetais. Todas requerem o uso de uma metodologia científica. Mas algumas têm uma aplicação prática mais evidente. A Ecologia, por exemplo, lida com a interação entre seres vivos e entre estes e o meio ambiente e busca medidas que mantenham o equilíbrio nessas interações. A Agronomia e as Ciências Agrárias empregam conhecimentos sobre plantas e animais na agricultura e na pecuária, fundamentais à alimentação humana. A Biotecnologia faz uso da

90 GE PROFISSÕES 2018

biologia para desenvolver ferramentas que rendam, entre outros produtos, novos medicamentos e combustíveis mais eficientes. A área também contempla graduados que estudam as características físicas e os processos dinâmicos do planeta, como geólogos, geofísicos e meteorologistas. As possíveis áreas de atuação são bastante diversas. “O biólogo, por exemplo, não precisa necessariamente ser professor”, diz Robson Francisco Carvalho, coordenador do curso de Ciências Biológicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu. “Além de trabalhar com pesquisa, ele pode atuar em hospitais e empresas.” Os profissionais de Ecologia, Gestão Ambiental, Agronomia, Agroecologia, Zootecnia e Medicina Veterinária encontram espaço em organizações não governamentais (ONGs), cooperativas e associações voltadas para sustentabilidade e certificação florestal e ambiental, além da indústria de insumos (como fertilizantes), de beneficiamento de produtos agrícolas, de alimentos e bebidas, ou na produção de biocombustíveis.

Nas áreas relacionadas ao agronegócio – o conjunto das atividades econômicas ligadas à agropecuária, passando pela produção, industrialização e comercialização dos produtos – há oportunidades até no mercado financeiro, na análise de crédito e na formação de preço de commodities. O CAMPO SUSTENTÁVEL

Um dos principais mercados para os profissionais dessa área, o setor agropecuário é estratégico para o Brasil. O país tem boa parte de sua riqueza baseada na produção do campo. O agronegócio representa mais de 20% do Produto Interno Bruto (PIB), responde por grande parte das exportações e emprega direta e indiretamente algo em torno de 30% da mão de obra. O desafio, no entanto, é aumentar a produtividade sem esgotar os recursos naturais – daí a importância de profissionais com esse perfil, como os formados pela graduação em Agroecologia. Evitar desmatamentos, preservar matas ciliares e não permitir a contaminação do solo e de lençóis freáticos por agrotóxicos estão entre as exigências que se fazem aos profissionais da área. © RODRIGO MAROJA


VERBETES Agroecologia (B/T) ................................. 92 Agronomia (B) ....................................... 92 Biocombustíveis (T) ............................... 95 Biotecnologia e Bioquímica (B)................ 95 Biotecnologia (T) .......................................... 96 Ciência e Tecnologia de Alimentos (B) ......................................... 96 Alimentos (T) ................................................ 97 Ciências Agrárias (L) ............................... 98 Ciências Biológicas (B/L) ......................... 98 Ciências Naturais e Exatas (L) ................101 Ecologia (B) ..........................................102 Geofísica (B) .........................................102 Geologia (B)..........................................103 Rochas Ornamentais (T) ............................ 104 Gestão Ambiental (B/T) .........................104 Medicina Veterinária (B) ........................105 Meteorologia (B) ...................................106 Oceanografia (B) ...................................107 Produção de Bebidas (B/T) .....................108 Produção Sucroalcooleira (T) .................108 Zootecnia (B) ........................................109

AGROINDÚSTRIA DO FUTURO

Quem sonha em trabalhar com as ciências da terra pensando na vida bucólica de uma fazenda pode ter uma surpresa. A revolução tecnológica já chegou ao campo. Hoje é possível ter uma adubadora que dosa a quantidade de fertilizante e a distribuição uniforme no solo para haver menor despercício de insumos. Trabalhando em uma fazenda, o agrônomo, o médico veterinário, o zootecnista ou o licenciado em Ciências Agrárias podem lidar com uma série de programas sofisticados. Hoje já se usam softwares capazes de extrair informações úteis de um conjunto gigante de dados (big data), buscando caminhos que podem ajudar na execução de ações como o combate de pragas. Drones são empregados para mapear a propriedade e rastrear o rebanho. E a distribuição da produção muitas vezes é feita via uma plataforma de varejo eletrônico. A partir de 2018, a Fatec Pompeia (SP) vai oferecer o bacharelado em Big Data no Agronegócio (veja na pág. 224). O graduado poderá trabalhar com o monitoramento de pragas e doenças, análise do manejo de solo e semeadura e até mesmo no desenvolvimento de softwares para as propriedades rurais.

PANORAMA CARACTERÍSTICAS OU HABILIDADES QUE VOCÊ DEVE TER

 Gosto pelo trabalho ao ar livre e pelo contato com a natureza  Espírito empreendedor e aventureiro  Interesse por estudar as relações entre o homem e o meio ambiente  Curiosidade e capacidade de observação

GRADUAÇÕES MAIS PROCURADAS

Nº de candidatos inscritos*

Medicina Veterinária ............................................................................................... 222.366 Agronomia .............................................................................................................. 199.750 Ciências Biológicas (licenciatura)........................................................................... 199.642

CURSOS TRADICIONAIS E SUAS NOVAS VERSÕES Agronomia

Agroecologia ....................................................... pág. 92 Big Data no Agronegócio ................................. pág. 224

Ciências Biológicas

Biotecnologia e Bioquímica .............................. pág. 95 Geociências e Educação Ambiental ................ pág. 101

Ecologia

Ciências Ambientais ........................................ pág. 102 Ciências Socioambientais ................................ pág. 102 Economia Ecológica ........................................ pág. 102

Gestão Ambiental

Controle Ambiental .......................................... pág. 104 Toxicologia Ambiental ...................................... pág. 104

OUTROS CURSOS NOVOS OU COM ENFOQUES ESPECÍFICOS

 Biocombustíveis .................................................................................................. pág. 95  Ciências Naturais e Exatas ................................................................................ pág. 101  Produção Sucroalcooleira ................................................................................. pág. 108  Rochas Ornamentais ......................................................................................... pág. 104  Viticultura e Enologia/Produção de Cachaça................................................... pág. 108

MERCADOS MAIS PROMISSORES

 Agroecologia O mercado de produtos orgânicos e sustentáveis vem crescendo de forma acelerada no país. O maior campo de trabalho é junto a pequenos agricultores – que são maioria no setor –, e há demanda na certificação de alimentos orgânicos.  Agronomia e Zootecnia O Brasil é um dos gigantes da agropecuária no mundo. Além disso, a qualidade da carne e dos produtos de origem animal é essencial para as exportações brasileiras. Também aumentam as exigências em relação ao controle sanitário e às condições de criação dos rebanhos.  Biotecnologia As tecnologias que usam sistemas biológicos para produzir ou modificar produtos ou processos podem ser aplicadas em várias áreas, como desenvolvimento de medicamentos, biocombustíveis e vacinas.  Ciências Biológicas, Ecologia e Gestão Ambiental Pesquisa da Fundação Instituto de Administração (FIA), de São Paulo, mapeou tendências de carreira até 2020 e mostrou que a área ambiental é uma das mais promissoras, favorecendo os formados nessas carreiras.

AVALIAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA

Total de cursos avaliados pelo Guia do Estudante (veja na pág. 40): 1.246 8,35% 23,11% 5⋆ 4⋆

38,52% 3⋆

30,02% Não estrelados

*Censo da Educação Superior 2015, Inep/MEC GE PROFISSÕES 2018

91


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA AGROECOLOGIA

B/T

E

ste bacharel planeja, executa e monitora os sistemas de produção agropecuária, com foco em práticas que não agridam o meio ambiente e na sustentabilidade econômica, social e ambiental da cultura ou criação. Apoia a transição do modelo convencional de agricultura, com uso de defensivos agrícolas, para modelos agroecológicos. Ele atua, por exemplo, para que a produção de alimentos orgânicos esteja livre de agrotóxicos e que a cadeia produtiva leve em conta o sistema de trabalho e as particularidades socioeconômicas e culturais da região e das comunidades locais. Pode trabalhar em organizações não governamentais (ONGs), cooperativas e pequenas propriedades de agricultura familiar. Encontra colocação, ainda, em secretarias de Agricultura estaduais e municipais e em empresas de assistência técnica e extensão rural. É possível ingressar na carreira como tecnólogo.

REGIÃO SUL

O CURSO

PR Ivaiporã IFPR. Matinhos UFPR.

O bacharelado, geralmente, é integral e mescla aulas práticas e teóricas. Estuda-se desde zoologia, botânica e ciências florestais até matérias orgânicas, sementes e mudas, grãos, drenagem, economia e gestão. Qualidade e processamento da produção também integram o currículo. O aluno acompanha atividades do setor agrícola no campo. O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios. Duração média: 5 anos. O curso tecnólogo traz disciplinas como solo, topografia e irrigação, além de química, biologia, física e administração. Entre as matérias específicas estão extensão rural e sistemas de produção sustentável. Em alguns cursos, as disciplinas são voltadas às características socioeconômicas da região em que é oferecido. Duração média: 3 anos. ONDE ESTUDAR (B)

O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração Gerir propriedades rurais, associações e cooperativas que trabalhem com a agricultura sustentável. Comércio Cuidar da comercialização dos produtos agrícolas cultivados por pequenas propriedades rurais ou que tenham apelo ecológico, como os orgânicos. Solos Avaliar a situação do solo, detectando vestígios de defensivos agrícolas ou outros produtos que afetam a produção orgânica. Certificação Atuar nos processos de certificação de produtos orgânicos. Consultoria Orientar a transição da agricultura convencional para sistemas mais sustentáveis e com menos impacto ambiental, como a agricultura orgânica ou biodinâmica. Produção Coordenar, planejar e implementar áreas de agricultura sustentável atento da qualidade da produção até a distribuição de renda entre os envolvidos.

CURSOS: 6 | AVALIADOS: 4 5⋆ 1 curso | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP Araras UFSCar.

⋆⋆⋆ MG Rio Pomba IF Sudeste MG. PB Lagoa Seca UEPB. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE AL Rio Largo Ufal. PB Bananeiras UFPB. REGIÃO SUL

MERCADO DE TRABALHO A preocupação das pessoas com a saúde e em comer alimentos mais saudáveis aquece o mercado de produtos orgânicos. O setor cresceu 20% em 2016, com faturamento em torno de R$ 3 bilhões, e a estimativa do Conselho Nacional da Produção Orgânica e Sustentável é que apresente nova evolução este ano, de 30%. Com isso, o mercado é favorável para o bacharel e para o tecnólogo. Como o plantio de orgânicos ainda está nas mãos de pequenos produtores, o profissional é contratado para planejar o ciclo das lavouras, visando a aumentar a produção e o lucro. Como trabalhar de forma sustentável também virou uma forma de atrair mais consumidores, produtores estão se adequando às regras de sustentabilidade para alavancar negócios. Nesse caso, o agroecólogo é contratado para fazer essa transição entre o modo convencional de produzir para o mais ecológico. Outro setor de contratação é o de certificação de produtos orgânicos, que cresce a cada ano. As maiores demandas estão no Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

92 GE PROFISSÕES 2018

RS São Lourenço do Sul Furg.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Planaltina IFB. GO Campos Belos UEG. REGIÃO NORDESTE BA Cruz das Almas UFRB. Uruçuca IF Baiano. PB Picuí IFPB. Sousa IFPB. Sumé UFCG. PE Barreiros IFPE. PI Cocal IFPI. RN Ipanguaçu IFRN. SE São Cristóvão IFS. REGIÃO NORTE AC Cruzeiro do Sul Ifac. Xapuri Ifac. AM Manaus Ifam. PA Bragança IFPA. RR Boa Vista UFRR.

AGRONOMIA

B

O

agrônomo ou engenheiro agrônomo trabalha para melhorar e conservar a qualidade e a produtividade de plantações e rebanhos. Como conhece bem as técnicas de cultivo e criação, pode atuar em qualquer etapa da cadeia produtiva – do plantio à colheita, da criação de gado ao abate, e também no processamento e na venda dos produtos agropecuários. Monitora o preparo do solo, combate pragas e doenças e controla a colheita, o armazenamento e a distribuição da safra. Para aqueles que preferem se voltar aos aspectos administrativos, financeiros e econômicos do setor agropecuário, há os cursos de Agronegócio (veja o verbete Agronegócios e Agropecuária, no capítulo Administração, Negócios e Serviços). E você pode, ainda, ingressar na carreira como tecnólogo. Para atuar, é preciso obter o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) da sua região. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração rural Gerenciar unidades de produção de propriedades rurais, desde o planejamento das compras até o gerenciamento de equipamentos e recursos humanos. Defesa sanitária Combater pragas e prevenir doenças em lavouras e rebanhos. Economia e administração agroindustrial Planejar e gerenciar as operações de distribuição e venda de produtos agrícolas. Coordenar programas de crédito rural para cooperativas e pequenos produtores. Engenharia rural Projetar obras em propriedades rurais, como nivelamento do solo e montagem de sistemas de irrigação. Ensino Lecionar em escolas públicas ou particulares de educação profissional ou em faculdades. Fitotecnia Acompanhar o cultivo e a colheita de safras, buscando aumentar a produtividade por meio da seleção de sementes, do emprego de adubos e do combate a pragas. Indústria e venda de alimentos Supervisionar a estratégia de produção e de preços de alimentos de origem animal e vegetal. Manejo ambiental Explorar os recursos naturais, visando à preservação ambiental, em atividades como elaboração de relatórios de impacto ambiental, recuperação de terras degradadas e coordenação de projetos de reflorestamento. Melhoramento animal e vegetal Realizar pesquisas e desenvolver técnicas visando à melhoria da produção. Produção agroindustrial Gerenciar a industrialização de produtos agrícolas. Pesquisar novas tecnologias e produtos. Silvicultura Recuperar matas devastadas e cuidar do plantio e do manejo de áreas de reflorestamento. Solos Preservar a fertilidade e controlar as propriedades físicas dos solos, prescrevendo seu manejo. Zootecnia Controlar a produção de pastagens e grãos usados na agropecuária. Planejar criações animais. MERCADO DE TRABALHO O agronegócio representa 23% do PIB brasileiro, segundo o Centro de Estudos Avançados em


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA Economia Aplicada da Esalq-USP, e a agricultura é a principal responsável por esse desempenho. O Ministério da Agricultura projeta que, em dez anos, a área do plantio de soja crescerá 30% em relação à atual. As lavouras de cana-de-açúcar, milho, flores ornamentais e oliveiras (para produção de azeitona e de azeite) também devem expandir. Os números positivos mostram que o agronegócio se mantém aquecido, elevando a procura por profissionais. Como grande parte das exportações do Brasil é de commodities, vêm daí as melhores oportunidades para o agrônomo, em órgãos do governo, em empresas exportadoras ou importadoras, em indústrias de alimentos, sementes, adubos e equipamentos, ou em grandes propriedades rurais. O gerente agrícola, responsável pela gestão das unidades de produção, também é requisitado. Ele cuida do planejamento das atividades agrícolas, do orçamento, do controle de custos e da logística de produção. Aumenta, ainda, a produção de alimentos orgânicos. A expectativa é que este setor cresça 30% até o final de 2017. Há boa oferta de trabalho nas regiões com grandes extensões de terra dedicadas à produção agrícola, como Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Há perspectiva de expansão agrícola na Região Norte, no Pará e em Tocantins, e no Nordeste ,no Maranhão e no Piauí. FIQUE DE OLHO A TECNOLOGIA CHEGA AO CAMPO Para melhorar a produtividade das lavouras e dos rebanhos, o monitoramento das terras e a qualidade da produção, o agronegócio brasileiro vem adotando soluções tecnológicas. Big data (para criar relatórios e previsões sobre ações executadas nas fazendas, como combate às pragas), drones (para rastreamento e mapeamento de propriedades) e plataformas de varejo eletrônico são ferramentas usadas por empreendedores rurais. Esta é uma boa notícia para agrônomos familiarizados com novas tecnologias. Veja também o curso Big Data no Agronegócio, na pág. 224.

O CURSO Os dois primeiros anos trazem matérias das áreas de Ciências Biológicas e Exatas, como biologia, bioquímica e estatística. Nos três anos seguintes, o forte são as disciplinas profissionalizantes, ministradas em subáreas como ciência do solo e agricultura. Mas há, também, aulas de gestão e administração. Boa parte da carga horária é dedicada a aulas práticas em laboratórios e fazendas experimentais. Estágio e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios. Atenção: embora a maioria dos cursos tenha o nome de Agronomia, o profissional formado recebe o título de engenheiro agrônomo. Duração média: 5 anos. Outro nome: Eng. Agron.

94 GE PROFISSÕES 2018

DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL A DIFERENÇA ENTRE AGRONOMIA, ENGENHARIA AGRÍCOLA E AGRONEGÓCIO? Os três preparam profissionais para execução de diferentes tarefas na mesma área. Enquanto a Engenharia Agrícola é direcionada para a parte mecânica da agricultura, como planejamento, criação e manutenção de máquinas, entre outros, a Agronomia se volta para todas as etapas da agropecuária – do plantio e da criação de rebanhos à comercialização da produção. E o curso de Agronegócio cuida da gestão e economia das cadeias agroindustriais, visando ao aumento da eficiência dos negócios.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 338 | AVALIADOS: 229 5⋆ 12 cursos | 4⋆ 44 cursos | 3⋆ 83 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Lavras Ufla ④. Viçosa UFV ⑤. MS Dourados UFGD ④. PR Curitiba UFPR ④. RJ Seropédica UFRRJ ④. RS Capão do Leão UFPel ③. Porto Alegre UFRGS ④. Santa Maria UFSM ④. SC Florianópolis UFSC ④. SP Botucatu Unesp Eng. Agron. ④. Jaboticabal Unesp ④. Piracicaba USP Eng. Agron.

⋆⋆⋆⋆ AL Rio Largo Ufal ③. AM Manaus Ufam ③. BA Cruz das Almas UFRB ④. Ilhéus Uesc ③. Juazeiro Uneb Eng. Agron. ④. CE Fortaleza UFC ③. DF Brasília UnB ④. ES Alegre Ufes ④. GO Ceres IF Goiano. Goiânia UFG ④. Jataí UFG ④. Rio Verde IF Goiano ④, UniRV ④ $$$$. MG Florestal UFV. Monte Carmelo UFU. Rio Paranaíba UFV ④. Uberlândia IFTM Eng. Agron., UFU ④. MS Aquidauana Uems ④. MT Sinop UFMT ④. PA Belém Ufra ②. PB Areia UFPB ③. PE Recife UFRPE ③. PR Guarapuava Unicentro-PR ④. Londrina UEL ④. Marechal Cândido Rondon Unioeste ④. Maringá UEM ④. Pato Branco UTFPR ⑤. Ponta Grossa UEPG ⑤. Umuarama Unipar Eng. Agron. n/i. RJ Campos dos Goytacazes Uenf ③. RN Mossoró Ufersa ③. RR Boa Vista UFRR ④. RS Frederico Westphalen UFSM ④. Passo Fundo UPF ④ $$$$$. Sertão IFRS. SC Chapecó UFFS-SC. Lages Udesc ④. Rio do Sul IFC. SE São Cristóvão UFS Eng. Agron. ④. SP Araras UFSCar Eng. Agron. ④. Ilha Solteira Unesp ④. Registro Unesp ④. TO Gurupi UFT ④.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac Eng. Agron. ③. AL Arapiraca Ufal. BA Guanambi IF Baiano Eng. Agron. Vitória da Conquista Uesb ④. CE Limoeiro do Norte IFCE. ES Santa Teresa Ifes. São Mateus Ufes ④. GO Anápolis UniEvangélica $$$$. Goianésia Faceg-GO $$$$. Ipameri UEG ③. Morrinhos IF Goiano. Urutaí IF Goiano ④. MA Chapadinha UFMA ③. São Luís Uema Eng. Agron. ④. MG Alfenas Unifenas ④ $$$. Araxá Uniaraxá ④ $$$. Barbacena IF Sudeste MG. Diamantina UFVJM ④. Inconfidentes IFSULDEMINAS Eng. Agron. Janaúba Unimontes ④. Januária IFNMG ④. Machado IFSULDEMINAS Eng. Agron. ④. Montes Claros UFMG ④. Muzambinho IFSULDEMINAS Eng. Agron. ④. São João Evangelista IFMG. Uberaba Fazu ③ $$$$, IFTM Eng. Agron. MS Campo Grande UCDB ④ $$$$. Cassilândia Uems

③. Chapadão do Sul UFMS ④. MT Alta Floresta Unemat ③. Barra do Garças UFMT ④. Cáceres Unemat ③. Campo Novo do Parecis IFMT. Campo Verde IFMT. Confresa IFMT. Cuiabá UFMT ③, Unic Cuiabá ④ n/i. Nova Xavantina Unemat ③. Tangará da Serra Unemat ③. Várzea Grande Univag ④ n/i. PA Capitão Poço Ufra ③. Castanhal IFPA ③. Paragominas Ufra. Parauapebas Ufra. PB Pombal UFCG ④. PE Garanhuns UFRPE ④. Petrolina Univasf-PE Eng. Agron. Serra Talhada UFRPE ④. PI Bom Jesus UFPI Eng. Agron. ④. PR Bandeirantes Uenp ③. Cascavel Centro Universitário FAG ④ n/i. Guarapuava Fac. Campo Real Eng. Agron. $$$$. Laranjeiras do Sul UFFS-PR. Maringá UniCesumar ④ $$$$$, Uningá n/i. Palmas IFPR Eng. Agron. Palotina UFPR. Toledo PUCPR ④ $$$$$. Umuarama UEM ④. RN Macaíba UFRN. RO Rolim de Moura Unir ④. RS Caxias do Sul UCS ④ n/i. Cerro Largo UFFS-RS. Erechim UFFS-RS. Ijuí Unijuí ④ n/i. Itaqui Unipampa ④. Vacaria UCS ④ n/i. SC Santa Rosa do Sul IFC Eng. Agron. Tubarão Unisul ③ $$$$. SP Bauru FIB-Bauru n/i, USC Eng. Agron. n/i. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Ituverava Fafram ④ $$$$. Marília Unimar Eng. Agron. ④ $$$$. Ourinhos FIO ④ $$$$. Presidente Prudente Unoeste ③ $$$$. Ribeirão Preto Moura Lacerda ③ n/i. São José do Rio Preto Unirp $$$. São Paulo Fac. Cantareira ③ $$$$. Taubaté Unitau $$$$. TO Araguatins IFTO. Palmas Unitins Eng. Agron. ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Icesp ④ n/i. Planaltina Upis ③ n/i. GO Anápolis Fama-GO $$$. Goiânia Fac. Araguaia Eng. Agron. $$$$, Uni-Anhanguera ③ n/i. Goiatuba UniCerrado $$$. Iporá IF Goiano. Itumbiara Ifasc n/i, Iles/Ulbra Itumbiara ② $$$$. Luziânia Unidesc $$$$$. Mineiros Unifimes ③ $$$. Palmeiras de Goiás UEG. Quirinópolis Faqui $$$$. Rio Verde IesRiver $$$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO Eng. Agron. ③ $$$$. MS Campo Grande Universidade Anhanguera-Uniderp ④ n/i. Dourados Unigran $$$$. Nova Andradina IFMS. Ponta Porã IFMS, Magsul $$$. Três Lagoas Aems $$$. MT Barra do Garças Univar $$$$$. Jaciara Fac. Eduvale-MT n/i. Lucas do Rio Verde Fac. La Salle-Lucas do Rio Verde Eng. Agron. $$$$. Nova Mutum Unemat. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis Fac. Anhanguera de Rondonópolis ③ n/i. Santo Antônio do Leverger IFMT. São José dos Quatro Marcos FQM Eng. Agron. n/i. Sorriso FacemMT ③ n/i, IFMT Eng. Agron., Unic Sorriso n/i. REGIÃO NORDESTE AL Piranhas Ifal Eng. Agron. BA Alagoinhas Unirb-BA Eng. Agron. $$$$. Barra Ufob. Barreiras Fasb-Barreiras ③ $$$, FJC Eng. Agron. n/i, Uneb Eng. Agron. ③. Bom Jesus da Lapa IF Baiano Eng. Agron. Coronel João Sá Faneb Eng. Agron. $$. Euclides da Cunha Uneb Eng. Agron. Feira de Santana Uefs. Luís Eduardo Magalhães Faahf ③ $$$. Paripiranga UniAGES Eng. Agron. $$$. Ribeira do Pombal Dom Luiz Eng. Agron. n/i. Salvador Unirb-BA Eng. Agron. n/i. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas n/i. CE Crato UFCA. Redenção Unilab-CE. MA Balsas Uema Eng. Agron. Codó IFMA. Imperatriz Uema Eng. Agron. PE Araripina Faciagra Eng. Agron. ① n/i. Petrolina IF SertãoPE. Vitória de Santo Antão IFPE. PI Corrente Uespi Eng. Agron. Parnaíba Uespi Eng. Agron. ③. Picos Uespi Eng. Agron. ④. Teresina Uespi Eng. Agron., UFPI Eng. Agron. ③. Uruçuí IFPI Eng. Agron., Uespi Eng. Agron. ③. SE Aracaju Unirb-SE Eng. Agron. n/i. Nossa Senhora da Glória UFS Eng. Agron.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

REGIÃO NORTE AC Cruzeiro do Sul Ufac Eng. Agron. ③. AM Humaitá Ufam ③. Itacoatiara Ufam. PA Altamira UFPA ②. Cametá UFPA. Capanema Ufra. Conceição do Araguaia IFPA. Marabá Unifesspa. Santarém Ceuls/ Ulbra ② n/i, Ufopa. RO Ariquemes Faema n/i. Colorado do Oeste Ifro Eng. Agron. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i. Porto Velho Fimca ③ $$$$. Vilhena Fama-RO ③ n/i, Faron n/i. RR Boa Vista Fares $$. Rorainópolis UERR. TO Araguaína Itpac n/i. Dianópolis IFTO Eng. Agron. Guaraí FAG $$$. Palmas Católica do Tocantins ③ n/i. REGIÃO SUDESTE ES Colatina Ifes. MG Almenara IFNMG. Arinos IFNMG. Bambuí IFMG. Belo Horizonte Fead ③ $$$$$. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ② n/i. Campos Gerais Facica $$$$. Coromandel FCC-MG Eng. Agron. n/i. Formiga Unifor-MG Eng. Agron. n/i. Ituiutaba Uemg. Iturama UFTM. Machado Cesep ② $$$$. Matipó Univértix-MG ③ n/i. Monte Carmelo Fucamp Eng. Agron. ③ $$$. Passos Uemg. Patos de Minas Unipam n/i. Patrocínio Unicerp ② $$$$. Sete Lagoas UFSJ Eng. Agron. ④. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Três Corações UninCor ③ $$$$. Uberlândia Fupac Uberlândia ③ n/i, Unitri Eng. Agron. $$$$$. Unaí Factu ② n/i. Varginha Unis Eng. Agron. n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ④ $$$. Andradina FismaSP $$$$. Araçatuba Unitoledo Eng. Agron. n/i. Araraquara Uniara Eng. Agron. n/i. Araras Unar Eng. Agron. n/i. Avaré Eduvale $$$$, FSP-SP n/i. Barra Bonita Fac. Gran Tietê Eng. Agron. $$$$. Barretos IFSP, Unifeb ③ $$$$. Bebedouro Imesb Eng. Agron. $$, Unifafibe Eng. Agron. n/i. Bragança Paulista Fesb Eng. Agron. $$$. Buri UFSCar Eng. Agron. Descalvado Universidade Brasil ③ n/i. Dracena Unesp Eng. Agron. Engenheiro Coelho Unasp Eng. Agron. $$$$. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal Eng. Agron. ③ $$$$$. Fernandópolis Universidade Brasil ③ n/i. Franca Unifran Eng. Agron. $$$$. Garça Faef-Garça/SP ③ n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera n/i. Lins Unisalesiano Eng. Agron. $$$$. Lupércio Fac. de Tecnol. Paulista $$$. Paraguaçu Paulista Facs. Gammon ③ $$$. Penápolis Funepe Eng. Agron. n/i. Santa Fé do Sul Funec Eng. Agron. $$$. São Carlos Unicep Eng. Agron. n/i. São João da Boa Vista Unifeob Eng. Agron. $$$$. São José do Rio Preto Unilago $$$$, Unorp n/i. Sorocaba Facens Eng. Agron. $$$$, Uniso Eng. Agron. $$$$. Taquaritinga Ites-Taquaritinga ③ $$$. Tatuí Faesb Eng. Agron. $$$. Votuporanga Unifev Agronomia (eng. agron.) n/i. REGIÃO SUL PR Arapongas Unopar n/i. Bandeirantes Unopar n/i. Campo Mourão Fac. Integrado ④ n/i. Curitiba PUCPR $$$$$, UTP $$$$. Dois Vizinhos Unisep n/i, UTFPR. Foz do Iguaçu UDC Sede ④ $$$$. Francisco Beltrão Unisep n/i. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina n/i, UniFil n/i, Unopar n/i. Medianeira UDC Medianeira $$$$. Paranavaí Fatecie n/i. Pato Branco Fac. Mater Dei n/i. Pitanga UCP-PR Eng. Agron. $$$$. Ponta Grossa Cescage ③ $$$$$, Unopar-Ponta Grossa n/i. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi Eng. Agron. n/i. União da Vitória Uniguaçu ④ $$$$$. RS Bagé Facs. Ideau-Bagé $$$, Urcamp ④ $$$$. Cachoeira do Sul Uergs. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Cruz Alta Unicruz ③ $$$$$. Erechim URI ④ $$$$. Getúlio Vargas Facs. IdeauGetúlio Vargas ④ $$$. Ibirubá IFRS. Marau Cesurg n/i. Passo Fundo Facs. Ideau-Passo Fundo $$$. Santana do Livramento Uergs. Santiago URI ③ $$$$. Santo Ângelo URI $$$$. São Luiz Gonzaga Uergs. São Vicente do Sul IF Farroupilha. Sarandi Cesurg n/i. Três de Maio Setrem ④ $$$$$. Três Passos Uergs. Vacaria IFRS, Uergs.

SC Caçador Uniarp ③ $$$$$. Campos Novos Unoesc ③ n/i. Chapecó UCEFF Faculdades $$$$, Unochapecó ③ $$$$. Concórdia Facc n/i, IFC. Curitibanos UFSC. Itapiranga FAI-SC ③ n/i. Maravilha Unoesc n/i. Orleans Unibave $$$$. São José do Cedro Unoesc ④ n/i. São Miguel do Oeste IFSC. Xanxerê Unoesc ③ n/i.

BIOCOMBUSTÍVEIS

T

E

ste tecnólogo conhece os processos de obtenção de biocombustíveis produzidos de materiais como cana-de-açúcar, carvão vegetal e plantas oleaginosas (girassol, dendê, soja, amendoim). Ele atua no desenvolvimento de produtos bioenergéticos (álcool combustível e biodiesel) e no controle da produção e da qualidade de fontes alternativas de energia. Também cuida do gerenciamento e controle da matériaprima, logística, vendas, segurança do trabalho e gestão de recursos humanos de empresas do setor. Outra responsabilidade é analisar se a produção afeta o meio ambiente. Pode atuar em usinas, destilarias, cooperativas, distribuidoras de biocombustíveis, na agroindústria ou como consultor, com prestação de serviços. O QUE VOCÊ PODE FAZER Gerenciamento Gerir a compra de matérias-primas, a logística de produção, os recursos humanos e a venda de produtos em locais de produção de biocombustíveis. Maquinário Operar e avaliar máquinas e equipamentos nos estabelecimentos produtores de biocombustíveis. Produção Desenvolver produtos bioenergéticos e atuar no controle da produção e da qualidade deles.

volvimento de mercado e sociologia. Aprende química, biologia, física e preservação ambiental, processos de biodiesel e álcool e gestão da produção. Há muitas aulas práticas. Em química, por exemplo, faz análises sobre a cana-de-açúcar para medir o teor de sacarose. Já na usina-piloto, acompanha a produção do biodiesel ou do álcool e monitora o tratamento de efluentes. Algumas escolas exigem estágio e entrega de uma monografia de conclusão de curso, como é o caso da Fatec de Jaboticabal, no interior paulista. Duração média: 3 anos. Outro nome: Bioenergia. ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE MT Cáceres IFMT. REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unirb-BA $$. REGIÃO SUDESTE SP Araçatuba Fatec Araçatuba. Jaboticabal Fatec Jaboticabal. Lençóis Paulista Facol-SP Bioenergia n/i. Matão IFSP. Piracicaba Fatec Piracicaba. REGIÃO SUL PR Jaguariaíva Fajar n/i.

BIOTECNOLOGIA E BIOQUÍMICA B Curso relacionado: � BIOTECNOLOGIA (T)

MERCADO DE TRABALHO A crise econômica provocou uma queda de 17% no consumo de etanol em 2016 no país, mas, segundo dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério das Minas e Energia, a produção desse biocombustível deve voltar a crescer este ano. Por isso, há boas perspectivas para o tecnólogo. De acordo com relatório da Agência Internacional de Energias Renováveis (Irena), o Brasil é um dos países que mais gera empregos na indústria mundial de biocombustíveis, com 783 mil novas vagas em 2016. O setor do etanol é o que mais emprega, seguido do biodiesel e da área de máquinas e equipamentos. O profissional é requisitado em diversos segmentos: produção agrícola e energética, área química, logística, vendas, manutenção de equipamentos e controle de qualidade. A maior demanda se concentra no interior de São Paulo, mas o mercado se expande em Minas Gerais, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Bahia. O CURSO O curso mescla disciplinas da área de Administração com aquelas ligadas à bioenergia. O aluno estuda contabilidade, logística, desen-

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

A

Biotecnologia pode ser definida como a modificação dos processos biológicos para criação de novas tecnologias, ou seja, qualquer tecnologia derivada das ciências biológicas. Há, basicamente, duas formações para atuar nessa carreira – o curso de Bioecnologia ou o de Bioquímica. O bacharel em Bioquímica (bioquímico) é o químico da vida. Ele é focado em compreender e usar tecnologicamente os processos químicos que ocorrem nos diferentes organismos vivos (por exemplo, processos fermentativos de produção de queijos e cervejas). Além da biotecnologia, o bioquímico tem campos de atuação tradicionais, como as análises bioquímicas clínicas, toxicológicas e de alimentos, processos fermentativos industriais e análises de controle de qualidade. Já o bacharel em Biotecnologia (biotecnologista) dedica-se a entender e utilizar tecnologicamente a biologia em temas como melhoramento genético, biologia molecular, células tronco, alimentos transgênicos, inseminação in vitro etc. O campo de atuação dos dois bacharéis é amplo: pesquisa, desenvolvimento, produção e controle de qualidade de novos produtos, como vacinas, medicamentos, cosméticos, alimentos, GE PROFISSÕES 2018

95


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA biocombustíveis e produtos veterinários e agrícolas, entre outros. É possível ingressar na carreira como tecnólogo em Biotecnologia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Agropecuária Atuar na pesquisa, desenvolvimento, inovação, produção e controle de qualidade de novos medicamentos, vacinas e testes de diagnóstico, agroquímicos, melhoramento genético de plantas e animais Ensino e pesquisa Com pós-graduação, lecionar ou fazer pesquisa em uma universidade ou instituto de pesquisa. Indústria Acompanhar os processos industriais que envolvem microrganismos ou enzimas na linha de produção de alimentos, bebidas, medicamentos, insumos para a agropecuária ou biocombustíveis. Alimentos e bebidas Atuar no controle de qualidade, na pesquisa e no desenvolvimento de produtos em indústrias alimentícias. Pesquisar a composição química de alimentos. Meio Ambiente Estudar e realizar processos de recuperação de solos e de rentabilidade e sustentabilidade das atividades agrícolas. Pesquisar a poluição e a contaminação do ar, da água e do solo por microrganismos. Saúde Atuar na pesquisa, desenvolvimento, inovação, produção e controle de qualidade de novos medicamentos, vacinas, cosméticos, testes de diagnóstico. Vendas Comercializar produtos químicos e bioquímicos, reagentes e equipamentos laboratoriais e industriais Gestão Comandar um laboratório de análises ou setores de projetos, inovações, patentes, transferência de tecnologia ou qualidade.

um produto já existente, como um alimento ou cosmético. Seguindo tendência mundial, outra área em alta no país é a bioeconomia, na qual usam-se recursos biológicos e técnicas modernas com foco em produção sustentável. O mercado é mais aquecido no Sul e Sudeste, devido à alta concentração de indústrias e multinacionais. O CURSO A graduação em Bioquímica tem forte carga de ciências químicas, exatas e tecnológicas. Entre os conteúdos estudados estão química orgânica, físico-química, bioquímica clínica e toxicológica, bioquímica de alimentos, bioquímica industrial e bioprocessos, processos fermentativos, fitoquímica e bioquímica ambiental. Já a graduação em Biotecnologia tem forte carga de ciências biológicas, com destaque para biologia animal, biologia vegetal, ecologia e evolução, melhoramento genético e microbiologia. Na maioria das escolas, o estágio é obrigatório, e o aluno também tem de apresentar um trabalho de conclusão de curso. Atenção: com diferentes nomes, algumas instituições oferecem engenharias nessa área (veja o verbete Engenharia Bioquímica, de Bioprocessos e Biotecnologia, na pág. 238). Duração média: 4 a 5 anos. Outros nomes: Bioquím.; Biotecnol.; Biotecnol. Ind.; Ciên. Biol. (biotecnol.); Ciên. Biol.: biotecnol.

� OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB Biotecnol. MG Viçosa UFV Bioquím. SP Araras UFSCar Biotecnol. São Carlos UFSCar Biotecnol.

⋆⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA Biotecnol. Vitória da Conquista UFBA Biotecnol. CE Fortaleza UFC Biotecnol. GO Goiânia UFG Biotecnol. MG Alfenas Unifal-MG Biotecnol. Divinópolis UFSJ Bioquím. Patos de Minas UFU Biotecnol. MS Dourados UFGD Biotecnol. PA Belém UFPA Biotecnol. PR Maringá UEM Bioquím. RJ Duque de Caxias UFRJ Ciên. Biol.: biotecnol. ④. Rio de Janeiro IFRJ Ciên. Biol. (biotecnol.) ④. RN Mossoró Ufersa Biotecnol. RS Capão do Leão UFPel Biotecnol. Porto Alegre UFRGS Biotecnol.

⋆⋆⋆ AM Coari Ufam Biotecnol. MG Uberlândia UFU Biotecnol. PR Curitiba PUCPR Biotecnol. $$$$$. RS São Gabriel Unipampa Biotecnol. SC Videira Unoesc Biotecnol. Ind. n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE MT Lucas do Rio Verde IFMT Biotecnol. REGIÃO NORDESTE PB João Pessoa UFPB Biotecnol. REGIÃO NORTE PA Santarém Ufopa Biotecnol.

MERCADO DE TRABALHO Tanto bioquímicos quanto biotecnologistas têm um vasto campo de atuação em indústrias, laboratórios de análises, gestão e pesquisa científica, guardadas as diferenças de visões (viés químico para o bioquímico e viés biológico para o biotecnologista). Atualmente, as melhores oportunidades para o bacharel em Bioquímica estão na bioquímica de alimentos e bromatologia, processos fermentativos industriais, controle de qualidade microbiológico e físico-químico, análises clínicas e diagnóstico molecular, análise e tratamento de águas e esgotos, biotecnologia, ingredientes para cosméticos, alimentos e fármacos, gestão (qualidade, laboratorial, projetos e inovações), vendas técnicas e marketing de produtos científicos e laboratoriais. Já para os biotecnologistas, as melhores oportunidades estão relacionadas ao melhoramento genético animal e vegetal, reprodução animal in vitro, engenharia genética, biologia molecular, fermentações, nanobiotecnologia, células-tronco, alimentos transgênicos e testes de paternidade. Também é possível uma colocação em estabelecimentos que avaliam impactos ambientais e processos de despoluição e em órgãos de pesquisa, como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Há um crescente número de contratações de ambos bacharéis em pequenas e médias indústrias em projetos de pesquisa e inovação, como descobrir um novo bioproduto ou melhorar

96 GE PROFISSÕES 2018

FIQUE DE OLHO

REGIÃO SUDESTE

USP LESTE TERÁ CURSO DE BIOTECNOLOGIA EM 2018

MG São João del Rei UFSJ Biotecnol. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida Biotecnol. $$. SP São Paulo USP Biotecnol.

A nova graduação, oferecida pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), localizada no campus da USP na zona leste da cidade de São Paulo, terá 60 vagas – 18 com ingresso por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e 42 pelo vestibular da Fuvest. O curso formará um profissional multidisciplinar voltado para o desenvolvimento de inovações para a indústria, com ênfase nas áreas de saúde e agroindústria.

REGIÃO SUL PR Foz do Iguaçu Unila Biotecnol.

ONDE ESTUDAR BIOTECNOLOGIA (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO NORTE AM Manaus Ufam.

BIOTECNOLOGIA

T

A

lém das matérias da área de Ciências Biológicas, o aluno tem contato com técnicas de melhoramento genético, cultura de tecidos e análise de genomas. Estuda biossegurança, engenharia bioquímica, bioprocessos, bioinformática e gestão de negócios em biotecnologia. Estágio e trabalho de conclusão de curso são exigidos pela maioria das escolas. Duração média: 3 anos ONDE ESTUDAR BIOTECNOLOGIA E BIOQUÍMICA (B)

CURSOS: 31 | AVALIADOS: 25 5⋆ 4 cursos | 4⋆ 15 cursos | 3⋆ 5 cursos

REGIÃO SUL PR Maringá UEM.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

B

Curso relacionado: � ALIMENTOS (T)

E

ste bacharel estuda as características físicas, químicas e nutricionais dos alimentos. É preparado para acompanhar toda a sequência de produção – do campo ao beneficiamento, da indústria aos pontos finais de comercialização.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Ele entende do plantio ou da criação, da colheita e das técnicas de conservação pós-colheita, pós-ordenha ou pós-abate. Define e monitora a estocagem, o beneficiamento ou processamento, o transporte e a distribuição até os pontos de venda, garantindo a qualidade e integridade do produto. Na área de laticínios, acompanha a industrialização do leite, de manteiga, queijos e iogurtes. Dedica-se ao desenvolvimento de embalagens que elevem a vida útil do alimento ou faz análises físico-químicas em alimentos in natura ou industrializados. É possível ingressar na carreira com um curso superior de tecnologia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Conservação Desenvolver embalagens e métodos de processamento que garantam maior vida útil aos alimentos. Consultoria Prestar consultoria nas áreas de alimentos e nutrição, com relação a diversos aspectos da produção, como capacitação de pessoal, qualificação de fornecedores, análise de processos, auditorias, marketing ou adequação às normas e legislação vigentes no mercado. Controle de qualidade Desenvolver métodos de controle de qualidade alimentar segundo aspectos higiênico-sanitários, físico-químicos e nutricionais, da matéria-prima ao produto final. Desenvolvimento de produto Criar produtos e melhorar os já existentes, de acordo com a demanda, as necessidades e as exigências dos consumidores. Educação Acompanhar programas de educação para o consumo de alimentos em empresas, órgãos públicos ou ONGs. Gestão Gerenciar sistemas de produção e logística de fábricas do setor alimentício. Pesquisa Pesquisar e desenvolver novos produtos alimentícios, de origem vegetal ou animal. Produção Controlar o processo de fabricação de alimentos e laticínios, definindo matéria-prima e equipamentos a ser usados, visando ao produto final esperado. MERCADO DE TRABALHO As carreiras ligadas à indústria alimentícia são promissoras, já que o Brasil é um dos principais produtores de alimentos do mundo. E o país ainda tem muitas possibilidades para aumentar essa oferta. A valorização do consumo de comidas mais saudáveis pelos brasileiros faz com que o profissional seja cada vez mais requisitado nas indústrias alimentícias. Hoje em dia, o brasileiro preocupa-se não apenas com a praticidade e o sabor dos alimentos, mas também com a qualidade sanitária de sua produção, seu valor nutricional, sua segurança (como os teores de sódio) e, também, com aspectos de sustentabilidade no sistema de produção. Todos esses itens são cuidados por este graduado. Indústrias alimentícias, como Unilever e Kraft Foods, constituem o grande empregador, principalmente para quem se dedica ao desenvolvimento de produtos e ao controle de qualidade. O bacharel também é requisitado por empresas de pequeno e médio porte que precisam se adequar à legislação – nesse caso, atua prestando consultoria. Os graduados encontram oportunidades, ainda, em órgãos governamentais, na definição de políticas e normas, ou na fiscalização dos produtores.

O CURSO

ONDE ESTUDAR CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS (B)

O primeiro ano do bacharelado traz matemática, química, português, biologia e estatística. Nos anos seguintes, vêm as disciplinas específicas, como química dos alimentos, nutrição, logística e produção e conservação de laticínios. O aluno também estuda análise de açúcares e adoçantes, bebidas, gorduras e tratamento de resíduos industriais. O currículo prevê, ainda, práticas em laboratório, como é o caso da UFSC, em Florianópolis, em que os alunos aprendem várias técnicas em uma usina-piloto de processamento de alimentos. Estágio e trabalho de conclusão do curso são obrigatórios. Atenção: a UFV, em Viçosa (MG), e o IF Sudeste MG, em Rio Pomba (MG), oferecem curso específico em laticínios. Duração média: 4 anos Outros nomes: Ciên. de Alim.; Ciên. e Inovação em Alim.; Ciên. e Tecnol. de Laticínios; Ciên. e Tecnol. em Laticínios.

CURSOS: 16 | AVALIADOS: 9 5⋆ 3 cursos | 4⋆ 4 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Ouro Preto Ufop. Viçosa UFV Ciên. e Tecnol. de Laticínios. SP Piracicaba USP Ciên. dos Alim.

⋆⋆⋆⋆ MG Rio Paranaíba UFV Ciên. de Alim. Rio Pomba IF Sudeste MG Ciên. e Tecnol. em Laticínios; Ciência e Tecnologia de Alimentos. RJ Bom Jesus do Itabapoana IFFluminense. SC Florianópolis UFSC.

⋆⋆⋆ MT Cuiabá UFMT. RS Itaqui Unipampa. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

FIQUE DE OLHO

REGIÃO CENTRO-OESTE

QUAL A DIFERENÇA ENTRE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS E ENGENHARIA DE ALIMENTOS?

GO Inhumas IFG. REGIÃO SUDESTE

O bacharel em Ciência e Tecnologia de Alimentos lida, essencialmente, com a qualidade e o teor nutricional dos alimentos. Já o engenheiro de alimentos é responsável por garantir essa integridade e qualidade na indústria, da seleção de matérias-primas e definição dos processos de produção às condições de armazenamento e distribuição.

ES Venda Nova do Imigrante Ifes. MG Machado IFSULDEMINAS. REGIÃO SUL RS Caxias do Sul Uergs. Cruz Alta Uergs. Encantado Uergs. Porto Alegre PUCRS Ciên. e Inovação em Alim. $$$$$.

ONDE ESTUDAR ALIMENTOS (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE ALIMENTOS

O

T

tecnólogo tem basicamente o mesmo mercado de trabalho do bacharel e é procurado para fazer, por exemplo, análises de alimentos e coordenação de processos produtivos. Também faz análise microbiológica, sensorial, toxicológica e ambiental na produção de alimentos e gerencia o controle de qualidade. No curso, o primeiro ano traz aulas de química, biologia, microbiologia e administração. Em seguida, entram as disciplinas mais específicas da carreira, como bromatologia (estudo dos alimentos), toxicologia e processamento de alimentos de origem vegetal. As matérias relativas à produção de alimentos de origem animal, à gestão ambiental, ao controle de qualidade e às técnicas de conservação são abordadas no último semestre. O estágio supervisionado e a apresentação de um trabalho de conclusão de curso variam de acordo com a instituição de ensino. Atenção: assim como os bacharelados, algumas escolas oferecem formação específica em laticínios. Duração média: 3 anos. Outros nomes: Gestão de Alim. de Origem Animal e Vegetal; Laticínios.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Gama IFB. GO Jataí UEG. Morrinhos IF Goiano. Uruaçu Fasem n/i. Urutaí IF Goiano. MS Campo Grande UFMS. Coxim IFMS. MT Cuiabá Fatec Senai MT n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Ifal, Uncisal. Satuba Ifal Laticínios. BA Salvador Unirb-BA $$. CE Juazeiro do Norte Centec. Limoeiro do Norte IFCE. Quixeramobim Centec. Sobral IFCE. MA Bacabal IFMA. Codó IFMA. São Luís IFMA. Zé Doca IFMA. PB João Pessoa UFPB. Sousa IFPB. PE Petrolina IF Sertão-PE. Salgueiro IF Sertão-PE. PI Teresina IFPI. RN Currais Novos IFRN. SE Nossa Senhora da Glória IFS Laticínios. São Cristóvão IFS. REGIÃO NORTE AM Manaus Ifam. AP Macapá Ifap. PA Belém Uepa. Cametá Uepa. Castanhal Uepa. Marabá Uepa. Redenção Uepa. Salvaterra Uepa. TO Paraíso do Tocantins IFTO. GE PROFISSÕES 2018

97


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA REGIÃO SUDESTE ES Vila Velha Fac. Novo Milênio n/i. MG Barbacena IF Sudeste MG. Frutal Uemg. Ituiutaba IFTM. Uberaba IFTM. Uberlândia IFTM. Virginópolis Iseed-Faved Gestão de Alim. de Origem Animal e Vegetal n/i. SP Marília Fatec Marília. Matão IFSP. Piracicaba Fatec Piracicaba. Presidente Prudente Unoeste n/i. Santos Unimes n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$. São Paulo Fac. de Tecnol. Senai Horácio Augusto da Silveira $$$$, FOC $$$. REGIÃO SUL PR Campo Mourão UTFPR. Cascavel Fac. D. Bosco-Cascavel n/i. Londrina UTFPR. Medianeira UTFPR. Ponta Grossa UTFPR. Toledo Fac. da Ind. Senai Toledo $$. Umuarama UEM. RS Bento Gonçalves IFRS. Capão do Leão UFPel. Santa Maria UFSM. Santo Augusto IF Farroupilha. Três de Maio Setrem Laticínios $$$$. SC Canoinhas IFSC. Chapecó Senai Chapecó $$. São Miguel do Oeste IFSC. Urupema IFSC.

CIÊNCIAS AGRÁRIAS

L

O

profissional desta área leciona em escolas de ensino técnico, Ensino Médio e Superior, formando e treinando mão de obra para trabalhar em propriedades rurais e na agroindústria. Ele entende de produção agropecuária, comercialização dos produtos e preservação ambiental. Pode dar aulas de agronomia, fitotecnia, engenharia rural, zootecnia, agroindústria e extensão rural. Institutos federais de educação profissional, escolas agrotécnicas e escolas de campo são seus principais locais de trabalho. Pode atuar na administração de propriedades rurais e na implantação de medidas que melhorem a produção. Nesse caso, trabalha em fazendas, ONGs, secretarias de agricultura e programas de desenvolvimento agrícola. Existe a possibilidade de trabalhar na área com um bacharelado interdisciplinar.

secretarias de Agricultura, trabalha como consultor. Nos últimos anos, foram abertas vagas na Embrapa e em universidades. O CURSO Mescla as disciplinas comuns da área de Ciências Biológicas e Exatas com as específicas de Agronomia. Desde o primeiro ano o aluno já estuda zootecnia e climatologia, ao mesmo tempo que vê biologia, química e informática. A partir do terceiro ano, o curso fica mais específico, com disciplinas como construções rurais, silvicultura, irrigação e drenagem, bovinocultura, ciência do solo e fisiologia vegetal. Políticas educacionais, métodos pedagógicos, sociologia da educação e estágio obrigatório integram o currículo. Em algumas escolas, é necessário apresentar trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. Outro nome: Ciên. Agr. e do Amb.; Ciên. Agrícolas. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 9 | AVALIADOS: 9 4⋆ 2 cursos | 3⋆ 6 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ MA São Luís IFMA. PB Catolé do Rocha UEPB.

⋆⋆⋆ BA Senhor do Bonfim IF Baiano. ES Colatina Ifes Ciên. Agrícolas. MA Codó IFMA. PB Bananeiras UFPB. RJ Seropédica UFRRJ Ciên. Agrícolas. SC Araquari IFC Ciên. Agrícolas. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORTE AM Benjamin Constant Ufam Ciên. Agr. e do Amb.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Capacitação Preparar equipes profissionais para atuar em cooperativas e associações rurais. Consultoria Dar assistência a funcionários de ONGs, fazendas e confederações e secretarias de agricultura. Docência Lecionar em escolas técnicas, de Ensino Médio e em institutos federais. Para dar aulas no Ensino Superior é preciso fazer pós-graduação. Gestão Administrar estabelecimentos rurais visando à melhoria da produção. MERCADO DE TRABALHO A principal atuação deste licenciado é na sala de aula. Ele leciona nos ensinos básico, técnico e tecnológico de escolas agrícolas, além de atuar em institutos federais. Também é procurado por prefeituras, cooperativas e associações rurais para gerenciar equipes e treinar profissionais que já atuam na área – em produção, beneficiamento e comercialização – e precisam se atualizar. Em confederações de agricultores e

98 GE PROFISSÕES 2018

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

O

atuar como educador ambiental ou docente de ciências. Sua formação também permite desenvolver ações educativas em museus, unidades de conservação, ONGs, empresas e escolas. Nas secretarias de Educação, atua como consultor e elabora novas propostas para o ensino da disciplina. Com pós-graduação, está habilitado a dar aulas no Ensino Superior. O QUE VOCÊ PODE FAZER Bioinformática Desenvolver programas de computação para uso em pesquisas genéticas. Biologia de organismos aquáticos Pesquisar o cultivo, a reprodução e o beneficiamento de animais e organismos no mar ou em água doce. Biologia forense Usar conhecimentos da biologia para auxiliar em investigações de crimes. Biologia molecular Estudar as interações bioquímicas celulares, com foco em genética. Trabalhar com análises e diagnósticos de doenças genéticas ou infecciosas em clínicas e laboratórios. Controle de pragas e vetores Planejar e aplicar técnicas para controlar a transmissão de doenças entre animais e diminuir o impacto de pragas em lavouras. Ensino Com licenciatura, lecionar em escolas dos ensinos Fundamental e Médio. Os bacharéis, em faculdades. Genética e biotecnologia Criar, manipular, reproduzir e estudar organismos em laboratório, buscando compreender seus processos fisiológicos e genéticos. Fazer o melhoramento genético de espécies. Pesquisar a utilização de microrganismos na produção de medicamentos e alimentos. Realizar exames para o diagnóstico de doenças genéticas ou a determinação da paternidade, com base na análise de DNA. Gerenciamento costeiro Administrar o uso do mar e do solo em regiões costeiras, com o objetivo de minimizar o impacto na biodiversidade e preservar a qualidade de vida na região. Meio ambiente Atuar em órgãos públicos, ONGs, parques e reservas ecológicas, promovendo programas de preservação ambiental, fazendo o levantamento de populações de animais e vegetais, elaborando relatórios de impacto ambiental e recuperando ambientes degradados. Microbiologia Investigar bactérias, fungos e vírus para a produção de alimentos e remédios. Zoologia Pesquisar as características dos animais, seus organismos e relações com o ambiente.

B/L

biólogo estuda todas as formas de vida, macroscópica ou microscópica. Ele pesquisa a origem, a evolução, a estrutura e o funcionamento dos organismos. Analisa as relações entre os diversos seres e entre eles e o meio ambiente. O vasto campo de estudos na graduação permite que, uma vez formado, siga caminhos diversos, conforme seu interesse. Da pesquisa com células-tronco ao trabalho ambiental, a carreira do biólogo é abrangente e promissora, em razão, especialmente, da crescente preocupação com o meio ambiente. A atuação deste profissional é ainda fundamental na descoberta de aplicações de organismos na medicina, no desenvolvimento de medicamentos e na indústria, em áreas de fabricação de bebidas e de alimentos. O licenciado está apto a dar aulas de biologia no Ensino Médio e, no Fundamental, pode

MERCADO DE TRABALHO O campo de atuação do biólogo é amplo, o que aumenta as possibilidades de emprego. Uma das áreas com maior demanda é a ambiental. A preocupação com a sustentabilidade aquece o mercado, e o maior rigor na legislação ambiental aumenta a procura pelo profissional para elaborar relatórios de impacto ambiental. Prefeituras, secretarias e órgãos federais contratam o biólogo, por meio de concurso público. Mas a indústria e outras empresas que lidam com a questão ambiental também precisam do profissional. Outro bom mercado é o da área de genética e biologia molecular. Também merecem destaque dois novos setores, o da biorremediação, em que o graduado recorre a microrganismos para a limpeza ou descontaminação de ambientes poluídos, e o da biologia forense, em que ele aplica os conhecimentos aprendidos na graduação


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

para auxiliar a investigação de crimes. A carência de professores de ciências nos ensinos Médio e Fundamental aquece a procura por licenciados. Geralmente os bacharéis, depois de formados, cursam também a licenciatura, ampliando as chances de conseguir um emprego. No Norte e Nordeste, a demanda por docentes é maior. FIQUE DE OLHO FALTAM TAXONOMISTAS NO PAÍS O biólogo especializado em identificar e classificar novas formas de vida, o chamado taxonomista, está em falta no mercado de trabalho – no Brasil e no mundo. Cientistas estimam que só um quinto das espécies do planeta (estimadas em 8 milhões de seres vivos) foi registrado até hoje, o que abre uma demanda enorme por este profissional, principalmente em países de grande biodiversidade, como o Brasil. Segundo pesquisadores, a área tem importância fundamental. Sem conhecer o maior número de espécies, aquelas ameaçadas de extinção, ainda sem nome, não serão protegidas. Além disso, também há a perda de novos princípios bioativos para o desenvolvimento de medicamentos.

O CURSO O currículo do bacharelado é forte em matemática, estatística e física. Aulas teóricas alternam práticas de laboratório e pesquisas de campo. O estágio é obrigatório. Algumas instituições oferecem habilitação ou ênfase em áreas específicas, como a UFRJ (biologia marinha, biologia vegetal, zoologia, ecologia e genética), a Uergs (biologia e gestão ambiental marinha e costeira) e a Uerj (meio ambiente e biodiversidade, biotecnologia e saúde). Na licenciatura, o currículo tem ênfase nas áreas básicas, como botânica, genética e ecologia, e em disciplinas ligadas ao conhecimento pedagógico, como psicologia da aprendizagem, didática, metodologia de ensino e pesquisa em educação. O estágio é obrigatório. Algumas escolas exigem a entrega do trabalho de conclusão. Para lecionar no Ensino Superior, é preciso ter uma pós-graduação. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Biol.; Ciên. (biol.); Ciên. Biol. e Conservação; Ciên. da Natureza (biol.). ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 278 | AVALIADOS: 214 5⋆ 21 cursos | 4⋆ 55 cursos | 3⋆ 92 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC ④. DF Brasília UnB ④. GO Goiânia UFG ③. MG Belo Horizonte UFMG ④. Uberlândia UFU ③. Viçosa UFV ④. PA Belém UFPA ④. PR Curitiba UFPR ④. Londrina UEL ⑤.

RJ Rio de Janeiro Uerj Ciên. Biol. (biotecnol.); Ciên. Biol. (meio amb. e biodiversidade); Ciên. Biol. (saúde) ④. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$$, UFRGS ④. SP Botucatu Unesp ③. Campinas Unicamp ④. Jaboticabal Unesp ③. Piracicaba USP. Ribeirão Preto USP. Rio Claro Unesp ④. São Carlos UFSCar ④. São José do Rio Preto Unesp ④. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③. BA Cruz das Almas UFRB Biol. ③. Feira de Santana Uefs ②. Ilhéus Uesc ④. Itapetinga Uesb. Salvador UFBA ②. DF Brasília UCB-DF ④ $$$$, UDF ④ $$. ES Alegre Ufes ④. São Mateus Ufes ④. Vila Velha UVV ⑤ $$$. GO Catalão UFG. Jataí UFG ③. MA São Luís UFMA ③. MG Belo Horizonte PUC Minas ④ $$$$$. Ituiutaba UFU. Lavras Ufla ④. Passos Uemg ③. Rio Paranaíba UFV Ciên. Biol. (conservação da biodiversidade) ④. São João del Rei UFSJ ⑤. MS Campo Grande UFMS ④. Dourados UFGD ③. PB Areia UFPB. PE Recife UFPE Ciên. Biol. (ênf. em ciên. amb.); Ciências Biológicas ④, UFRPE ④, UPE ④. PR Cascavel Unioeste ④. Curitiba PUCPR ④ $$$$$. Maringá UEM ④. Palotina UFPR ④. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Campos dos Goytacazes Uenf ④. Niterói UFF ④. Rio de Janeiro PUC-Rio $$$$$, UFRJ Ciên. Biol. (biol. marinha); Ciên. Biol. (biol. vegetal); Ciên. Biol. (ecol.); Ciên. Biol. (gen.); Ciên. Biol. (zoologia) ④. Seropédica UFRRJ ④. RN Natal UFRN ④. RS Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Rio Grande Furg ④. Santa Maria UFSM ④. São Gabriel Unipampa. São Leopoldo Unisinos ④ $$. SC Florianópolis UFSC ②. SE São Cristóvão UFS ④. SP Assis Unesp ③. Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$. Diadema Unifesp ④. Presidente Prudente Unoeste ④ $$. Santos Unisanta Ciên. Biol. (biol. marinha) ③ $$$$. São José dos Campos Univap ③ n/i. São Paulo FMU ④ n/i, Mackenzie ④ $$$$$. São Vicente Unesp Ciên. Biol. (biol. marinha); Ciên. Biol. (ger. costeiro) ③. Sorocaba UFSCar ④. TO Porto Nacional UFT ④.

⋆⋆⋆ AC Cruzeiro do Sul Ufac ③. BA Jequié Uesb Ciên. Biol. (ênf. em ecol. de águas continentais); Ciên. Biol. (ênf. em gen.) ④. Salvador UCSal Ciên. Biol. (biol. e conservação de ecossistemas terrestres e aquáticos) ③ $$$. Vitória da Conquista Uesb. CE Crato Urca ③. Sobral UVA-CE ③. DF Brasília UniCEUB ③ n/i. Taguatinga Fac. LS Biol. n/i. ES Vitória Faesa ③ $$$, UCV ④ $$$, Ufes ③. GO Goiânia PUC Goiás ③ n/i. Itumbiara Iles/Ulbra Itumbiara $$$. MG Alfenas Unifal-MG ③. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH ④ n/i, Newton Paiva ③ n/i, UNA Ciên. Biol. (ênf. em biotecnol. e meio amb.) ④ n/i, UniBH ④ n/i. Ipatinga Unileste ④ $$$. Juiz de Fora UFJF ④. Montes Claros Unimontes ③. Ouro Preto Ufop ③. MS Campo Grande UCDB ③ $$$. MT Tangará da Serra Unemat (B/L) ③. PB Campina Grande UEPB ④. João Pessoa UEPB Biol., UFPB ④. PE Petrolina Univasf-PE. Recife Fafire ③ $$. Serra Talhada UFRPE ③. PI Teresina UFPI ③. PR Bandeirantes Uenp (B/L) ④. Maringá UniCesumar ④ $$$. Paranaguá Unespar. Toledo PUCPR ③ $$$. RJ Itaperuna UniRedentor ④ $$. Resende AEDB n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa Biol. $$$, Uezo Ciên. Biol. (biotecnol. e prod.); Ciên. Biol. (gestão amb.), Unirio ③, Unisuam Biol. $$$, USU ③ n/i, UVA-RJ Ciên. Biol. (ênf. em ecol.) ③ n/i. Volta Redonda UniFOA ④ $$. RN Mossoró Uern ②. Natal UnP ③ n/i. RO Ji-Paraná Ceulji/ Ulbra ④ n/i. Porto Velho Centro Universitário São Lucas Biol. ③ n/i, Unir ③. RR Boa Vista UFRR ④. RS Canoas UnilasalleRS ③ $$. Capão do Leão UFPel ④. Caxias do Sul UCS ③ n/i. Erechim URI $$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Osório Uergs Ciên. Biol. (ênf. em biol. marinha e costeira); Ciên. Biol. (ênf. em gestão amb. marinha e costeira). Passo Fundo UPF ③ $$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$. SC Chapecó Unochapecó ④ $$$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$. Itajaí Univali ④ $$$$. Joaçaba Unoesc ③ n/i. São Francisco do Sul Univille Ciên. Biol. (biol. marinha) $$$$.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

SE Aracaju Unit-SE $$. SP Araçatuba Unip-SP n/i. Araraquara Uniara Biol. (ênf. em ciên. amb.) ③ n/i. Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Avaré Eduvale ③ $$. Bauru Unip-SP ⑤ n/i, USC ③ n/i. Campinas Unip-SP ④ n/i. Franca Unifran ④ $$. Mogi das Cruzes UMC ④ n/i. Piracicaba Unimep ③ $$$$$. Ribeirão Preto CBM ③ n/i, Unip-SP n/i. Santo André FSA-SP (B/L) ③ $$$. Santos Unip-SP n/i, Universidade Católica de Santos $$$$. São Carlos Unicep ④ n/i. São José dos Campos Unip-SP ⑤ n/i. São Paulo São Camilo-SP ④ n/i, São Judas ④ $$$$, UMC ③ n/i, Unasp ④ $$$, Uninove ④ n/i, Unip-SP ④ n/i, Unisa ④ $, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$, Universidade Cruzeiro do Sul $$. Sorocaba Unip-SP ④ n/i. Taubaté Unitau ④ $$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília ③ n/i, Unip-DF n/i, Uniplan $$$. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ③ n/i, Fama-GO n/i, UniEvangélica $$. Goiânia Uni-Anhanguera ④ n/i. Rio Verde IF Goiano. MS Campo Grande Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Dourados Uems. Ivinhema Uems. MT Alta Floresta Unemat (B/L) ③. Cáceres Unemat (B/L) ③. Cuiabá UFMT, Unic Cuiabá n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ④ n/i. Rondonópolis UFMT. Várzea Grande Univag ③ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Uninassau-Maceió n/i. BA Barreiras Ufob ③. Guanambi FG-BA Biol. n/i. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas n/i. Salvador FMN-Salvador n/i, FTC ③ $$, Unijorge ③ n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i, UFBA ③. CE Fortaleza FMN-Fortaleza n/i. PB Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i. PE Jaboatão dos Guararapes UNIFG $$. Recife Fac. São Miguel n/i, Unicap $$, Uninassau n/i. PI Teresina FMN-Teresina n/i, Uespi. SE Aracaju FMN-Aracaju n/i. REGIÃO NORTE AM Manaus Estácio Amazonas ③ $$, Ufam ④. AP Macapá Unifap ③. PA Capanema Ufra Biol. Capitão Poço Ufra Biol. Marabá Unifesspa. Oriximiná Ufopa Ciên. Biol. e Conservação. Santarém Ufopa. RO Porto Velho Uniron n/i. REGIÃO SUDESTE ES Alegre Ifes. Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares n/i. Santa Teresa Esfa ③ $$$. Vitória Multivix-Vitória n/i. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix $$$. Guaxupé Unifeg $$. Itajubá Fepi ③ $$$$. Montes Claros Fasi n/i. Patrocínio Unicerp ② $$. Sete Lagoas Unifemm n/i. RJ Barra Mansa UBM Biol. ③ $$. Macaé UFRJ. Niterói Famath Ciên. Biol. (biol. marinha) ③ $$$. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, Facs. São José ③ n/i, UCB-RJ ③ $$$. Teresópolis Unifeso ③ $$$. SP Adamantina Unifai-Adamantina $. Amparo Unifia ④ n/i. Assis Unip-SP n/i. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i. Buri UFSCar. Caraguatatuba Módulo $. Descalvado UniGE PROFISSÕES 2018

99


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA versidade Brasil n/i. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Guarulhos UnG n/i. Itu Ceunsp $$. Jaboticabal Fac. São LuísJaboticabal n/i. Osasco Unifieo $$. Ourinhos FIO $$$. Registro FVR ③ n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santo André Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São João da Boa Vista Unifeob $$$. São José do Rio Preto Unip-SP n/i. São Paulo Facis ③ $$$, FAM-São Paulo n/i, Unicapital n/i, Unicid ③ $$$. Sorocaba Uniso $$$. Taquaritinga FTGA n/i. REGIÃO SUL PR Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i. Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede ③ $$, Uniamérica n/i, Unila Ciên. Biol. (ecol. e biodiversidade). Francisco Beltrão Unipar ③ n/i. Guarapuava Unicentro-PR. Maringá Famma $$$. RS Bento Gonçalves Cnec Bento Biol. (ecol.) n/i; Biol. (molecular) n/i, UCS n/i. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul n/i. Frederico Westphalen URI $$$$. Osório Unicnec $$$$$. Santo Ângelo URI $$$$. SC Blumenau Furb $$$$. Caçador Uniarp ② $$$. Joinville Univille Ciên. Biol. (meio amb. e biodiversidade) ④ $$$. Laguna Udesc Ciên. Biol. (biodiversidade); Ciên. Biol. (biol. marinha). Mafra UnC $$$. Tubarão Unisul $$$$. Xanxerê Unoesc ③ n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito GO Trindade FUG n/i.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 484 | AVALIADOS: 392 5⋆ 27 cursos | 4⋆ 85 cursos | 3⋆ 151 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ AL Arapiraca Ufal ④. CE Fortaleza UFC ④. DF Brasília UCB-DF ④ $$$$, UnB ④. GO Goiânia UFG ④. Jataí UFG ④. Rio Verde IF Goiano ④. MA São Luís Uema ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. Lavras Ufla ④. São João del Rei UFSJ ④. Uberlândia UFU ④. Viçosa UFV ④. MS Campo Grande UCDB ④ $$. PA Belém UFPA ④. PE Recife UFPE ④. PR Ponta Grossa UEPG ③. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$$, UFRGS ④. SC Florianópolis UFSC ②. SP Araras UFSCar ④. Campinas Unicamp ④. Piracicaba USP. Rio Claro Unesp ③. São Paulo Mackenzie ④ $$$$$, USP. Sorocaba UFSCar ④.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ④. AM Parintins UEA ③. AP Macapá Unifap ③. BA Feira de Santana Uefs ②. Ilhéus Uesc ④. Paulo Afonso Uneb ③. Salvador UFBA ④. Vitória da Conquista Uesb ④. CE Fortaleza Uece ③. Itapipoca Uece. ES Alegre Ifes. GO Catalão UFG ②. Ceres IF Goiano ③. Urutaí IF Goiano. MA São Luís IFMA Biol. ③, UFMA ④. MG Alfenas Unifal-MG ③. Belo Horizonte PUC Minas ③ $$$$$. Florestal UFV ④. Itajubá Unifei. Ituiutaba UFU. Ouro Preto Ufop ④. Uberaba IFTM, UFTM ④. MS Campo Grande UFMS ④. Dourados UFGD ④. MT Cuiabá UFMT ③. Pontal do Araguaia UFMT ④. PA Altamira UFPA ④. Bragança UFPA ④. Tucuruí IFPA. PB Campina Grande UEPB ③. Cuité UFCG ④. João Pessoa UFPB ④. PE Recife UFRPE ③. PI Bom Jesus UFPI ③. Parnaíba UFPI ③. Picos UFPI ③. Teresina Uespi ③, UFPI ③. PR Cascavel Unioeste ④. Curitiba PUCPR ③ $$$, UFPR ④. Dois Vizinhos UTFPR. Londrina UEL ④. Maringá UniCesumar ④ $$$. RJ Campos dos Goytacazes Uenf Biol. ④. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$. Macaé UFRJ ④. Niterói

100 GE PROFISSÕES 2018

UFF ③. Rio de Janeiro UFRJ ④. RN Natal UFRN ④. RS Bento Gonçalves UCS ③ n/i. Canoas Unilasalle-RS ④ $$. Capão do Leão UFPel. Erechim URI ④ $$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Palmeira das Missões UFSM ④. Passo Fundo UPF ③ $$$$. Rio Grande Furg ④. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$. Santa Maria UFSM ④. São Gabriel Unipampa ⑤. São Leopoldo Unisinos ④ $$. São Vicente do Sul IF Farroupilha. SE Aracaju Unit-SE ③ $$. São Cristóvão UFS ④. SP Assis Unesp ④. Barretos IFSP. Bauru Unesp ③, USC ③ n/i. Botucatu Unesp ③. Franca Unifran ④ $$. Ilha Solteira Unesp ④. Jaboticabal Unesp. Ribeirão Preto USP. Santos Universidade Católica de Santos ④ $$$$. São Carlos UFSCar ④. São José do Rio Preto Unesp ⑤. São Paulo IFSP ②, São Camilo-SP ④ n/i, São Judas ④ $$$$, Unisa ③ $. São Roque IFSP. TO Araguaína UFT Biol. ④.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ③, Uninorte-AC ③ n/i. AL Arapiraca Uneal ③. Maceió Cesmac ③ $$. Santana do Ipanema Uneal ③. AM Manaus Esbam ③ $$, Ufam ⑤. Tabatinga UEA ②. Tefé UEA ③. BA Alagoinhas Uneb ③. Barreiras Uneb ③. Caetité Uneb ③. Cruz das Almas UFRB Biol. ③. Itapetinga Uesb. Jequié Uesb ④. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ④ n/i. Senhor do Bonfim Uneb ③. Teixeira de Freitas Uneb ③. CE Crateús Uece. Crato Urca ③. Iguatu Uece. Limoeiro do Norte Uece. Quixadá Uece. Tauá Uece. DF Brasília UDF ④ $$, UniCEUB ③ n/i, Unip-DF n/i. ES Alegre Ufes ④. Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$. Santa Teresa Ifes. São Mateus Ufes ④. Vitória Faesa ④ $$$, UCV ④ $$$, Ufes ③. GO Anápolis UEG ③. Goiânia PUC Goiás ③ n/i. Palmeiras de Goiás UEG ③. Quirinópolis UEG ③. MA Chapadinha UFMA ④. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$. Betim Fac. UNA de Betim ⑤ n/i. Carangola Uemg ③. Diamantina UFVJM. Divinópolis Uemg ③. Formiga Unifor-MG ③ n/i. Guaxupé Unifeg ④ $$. Ibirité Uemg. Inconfidentes IFSULDEMINAS. Ipatinga Unileste ④ $$$. Ituiutaba Uemg ③. Juiz de Fora CES/JF ③ $$$, UFJF ③. Machado IFSULDEMINAS ③. Monte Carmelo Fucamp ③ $. Muzambinho IFSULDEMINAS ③. Passos Uemg ②. Patos de Minas Unipam ④ n/i. Pouso Alegre Univás ③ n/i. Salinas IFNMG ③. Ubá Uemg ④. MS Aquidauana UFMS ③. Corumbá UFMS ③. Coxim Uems ③. Dourados Uems ④. Mundo Novo Uems ③. Três Lagoas UFMS ④. MT Juína IFMT. Rondonópolis UFMT ③. PA Abaetetuba IFPA ③. Belém IFPA ③, Unama n/i. Castanhal FCAT n/i. Soure UFPA ④. PB Areia UFPB ④. Cajazeiras UFCG ④. Patos UFCG ③. PE Garanhuns UPE. Nazaré da Mata UPE ③. Petrolina UPE. Recife Fafire ③ $$, Unicap ③ $$. Vitória de Santo Antão UFPE ④. PI Floriano UFPI ③. Teresina IFPI ④. PR Campo Mourão Fac. Integrado ④ n/i. Cornélio Procópio Uenp ④. Curitiba Uniandrade ③ $$$$$. Guarapuava Unicentro-PR ④. Maringá UEM ④. Paranaguá Unespar. União da Vitória Unespar ④. RJ Bom Jesus do Itabapoana Famesc $$. Cabo Frio IFFluminense Ciên. da Natureza (biol.). Niterói Famath ③ $$$. Rio de Janeiro Celso Lisboa Biol. ③ $$$, UCB-RJ ③ $$, Unirio ④, Unisuam ③ $$$, USU ③ n/i, UVA-RJ ② n/i. Seropédica UFRRJ ④. Volta Redonda UGB n/i. RN Macau IFRN Biol. ③. Mossoró Uern ④. Natal Unifacex ④ n/i, UnP ③ n/i. RO Ariquemes Ifro. Porto Velho Centro Universitário São Lucas Biol. ④ n/i, Unir ④. RR Boa Vista IFRR, UERR, UFRR ④. RS Bagé Urcamp ④ $$$$. Canoas Ulbra ④ $$$$. Caxias do Sul UCS ④ n/i. Cerro Largo UFFS-RS ④. Frederico Westphalen URI ④ $$$$. Novo Hamburgo Feevale $. Osório Unicnec ④ $$$$. SC Blumenau Furb ④ $$. Chapecó Unochapecó ④ $$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$. Joinville Univille ③ $$$. Tubarão Unisul ③ $$$$. SE Itabaiana UFS ③. SP Araçatuba Unip-SP ④ n/i. Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Barretos Unifeb Biol. $$. Bauru Unip-SP n/i. Campinas PUC-Campinas ④ $$$$$, Unip-SP ④ n/i. Fernandópolis FEF ④ n/i. Lorena Unifatea Biol. ③ $$$. Mogi das Cruzes UMC ③

n/i. Osasco Unifieo ④ $$. Ourinhos FIO $$$. Piracicaba Unimep ④ $$$$$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$. Ribeirão Preto CBM ③ n/i. Santa Fé do Sul Funec ④ $. Santos Unisanta Ciên. Biol. (biol. marinha) $$$$. São Bernardo do Campo Metodista ④ $. São José do Rio Preto Unirp ④ $$. São José dos Campos Unip-SP ⑤ n/i, Univap ③ n/i. São Paulo UMC n/i, Unasp ④ $$, Unip-SP ④ n/i. Taubaté Unitau ③ $. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Porto Nacional UFT ④. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília ③ n/i, Uniplan $$$. Planaltina IFB Biol. Taguatinga Fac. LS Biol. n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ③ n/i, Fama-GO n/i. Caldas Novas Unicaldas ③ n/i. Goiânia Fac. Araguaia ③ $$, Uni-Anhanguera ③ n/i. Iporá UEG ③. Itapuranga UEG ③. Porangatu UEG ②. Rio Verde UniRV ③ $$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO $$$. Trindade FUG ③ n/i. MS Campo Grande Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Ivinhema Uems ③. Ponta Porã Magsul ③ $$. Três Lagoas Aems $. MT Confresa IFMT Biol. Diamantino IFMT. Nova Xavantina Unemat ③. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Ifal ③. Palmeira dos Índios Uneal ③. Penedo Ufal. BA Barreiras Ufob ④. Camaçari Famec-BA n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i. Paripiranga UniAGES $$$. Ribeira do Pombal Dom Luiz Biol. n/i. Salvador Fac. D. Pedro II-Salvador Biol. $$, Unijorge ④ n/i. Santa Inês IF Baiano. CE Acarape Unilab-CE. Acaraú IFCE. Campos Sales Urca. Jaguaribe IFCE. Missão Velha Urca. Paracuru IFCE. Sobral UVA-CE ③. MA Barreirinhas IFMA. Buriticupu IFMA Biol. Caxias IFMA, Uema. Coelho Neto Uema. Imperatriz Uema ③. Itapecuru Mirim Uema. Lago da Pedra Uema. Pinheiro Uema. São Raimundo das Mangabeiras IFMA. Timon IFMA. Zé Doca Uema. PB Cabedelo IFPB. PE Araripina Fafopa ② n/i. Arcoverde Cesa-PE Biol. ② $. Belém de São Francisco Cesvasf ② n/i. Belo Jardim FBJ ② n/i. Goiana Fadimab n/i. Olinda Funeso ② n/i. Palmares Famasul n/i. Paulista Fasup-PE n/i. Salgueiro Fachusc $. Serra Talhada FAFOPST n/i. Vitória de Santo Antão Faintvisa Biol. ③ n/i. PI Campo Maior Uespi ④. Floriano IFPI ③. Pedro II IFPI. Picos Uespi ③. São João do Piauí IFPI. São Pedro do Piauí Famep $. São Raimundo Nonato Uespi ③. Uruçuí IFPI. SE Tobias Barreto Fise $$$. REGIÃO NORTE AC Cruzeiro do Sul Ufac ③. Rio Branco Ifac. AM Manaus Ifam ③, UEA, Uninorte-AM ③ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$. AP Laranjal do Jari Ifap. Macapá Fama-AP ④ n/i. Oiapoque Unifap. PA Capanema Ufra Biol. Itaituba FAI-PA n/i. Santarém Ufopa ④, Unama ④ n/i. Tomé-Açu Ufra Biol. RO Ariquemes Fiar n/i. Colorado do Oeste Ifro ③. GuajaráMirim Ifro Ciên. (biol.). Jaru Unicentro-RO ③ $$. Porto Velho Fimca ③ $$, Uniron ④ n/i. TO Araguatins IFTO. Guaraí FAG $$. REGIÃO SUDESTE ES Alegre Fafia ② $. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ④ n/i. Santa Teresa Esfa ③ $$$. Serra Rede de Ens. Doctum-ES ③ n/i.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

MG Aimorés Fupac Aimorés n/i. Além Paraíba Isefor n/i. Bambuí IFMG. Barbacena IF Sudeste MG. Campos Gerais Facica ③ $. Caratinga Unec ③ n/i. Iguatama Fac. de Iguatama n/i. Iturama UFTM. Januária IFNMG. Luz Fasf-MG ② $$. Machado Cesep $$. Manhuaçu FAF-Manhuaçu ③ n/i. Montes Claros Unimontes ③. Muriaé Fasm-MG $. Patos de Minas FPM ② n/i. Patrocínio Unicerp ③ $$. Poços de Caldas IFSULDEMINAS. Santa Luzia Facsal n/i. São Lourenço Fac. de São Lourenço ③ n/i. Uberaba Cesube n/i. Unaí Unimontes. Virginópolis Iseed-Faved n/i. RJ Araruama Fac-Unilagos $$$. Cabo Frio Ferlagos ④ n/i. Duque de Caxias Feuduc Biol. ① n/i. Itaperuna UniRedentor $$. Nova Iguaçu Unigranrio $$$. Quissamã Famesc ③ $$$. Resende AEDB ③ n/i. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Facs. São José ④ n/i, Uerj ④, UniMSB Biol. n/i. São Gonçalo Uerj ③. Teresópolis Unifeso ③ $$$. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $. Amparo Unifia n/i. Araçatuba FAC-FEA $. Assis Unip-SP ⑤ n/i. Avaré Fira ③ $$, IFSP. Bragança Paulista Fesb $$. Campinas Fleming $$$$. Campo Limpo Paulista Faccamp $. Caraguatatuba Módulo ⑤ $. Catanduva Imes-Catanduva ③ n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Dracena Unifadra ③ $$. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Guarulhos FG-SP ③ $$, FIG-Unimesp n/i, UnG n/i. Itapetininga FKB n/i. Itu Ceunsp ③ $$. Ituverava FFCL ③ $$$. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal ④ n/i. Jales Unijales n/i. Mirassol Faimi n/i. Mogi Guaçu Fimi Ciên. (biol.) $$. Monte Aprazível Faeca-D. Bosco ② $. Osasco Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Presidente Prudente Fapepe n/i. Presidente Venceslau Faprev $$$$. Registro FVR n/i. Ribeirão Preto Afarp n/i, Unip-SP n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santos Unip-SP n/i. São José do Rio Pardo Feuc-Rio Pardo ③ $. São José do Rio Preto Unilago $$, UnipSP ④ n/i, Unorp n/i. São Paulo Fac. de São Paulo ③ n/i, Facis $$$, FAM-São Paulo n/i, FMU n/i, Unicapital n/i, Uninove n/i, UniSant’Anna n/i, Universidade Brasil ③ n/i. São Vicente Unibr São Vicente $$. Sorocaba Unip-SP ③ n/i. Taquaritinga FTGA n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana FAP-PR ③ $$. Assis Chateaubriand IFPR. Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i. Foz do Iguaçu Uniamérica ③ n/i. Guarapuava Fac. Guairacá ③ $$. Jacarezinho Uenp ③. Jandaia do Sul Fafijan ③ n/i. Londrina IFPR. Maringá Uningá n/i. Palmas IFPR ③. Paranavaí Unespar. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $$. Realeza UFFS-PR. Santa Helena UTFPR. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi n/i. Umuarama IFPR. RS Alegrete IF Farroupilha, Urcamp ③ $$$$$. Cruz Alta Unicruz ③ $$. Júlio de Castilhos IF Farroupilha. Panambi IF Farroupilha. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas ③ n/i, IFSul. Porto Alegre UniRitter $$$. Santa Rosa IF Farroupilha. Santana do Livramento Urcamp $$$$. Santo Augusto IF Farroupilha. Sertão IFRS. Vacaria IFRS. SC Caçador Uniarp ② $$$. Lages Unifacvest ⑤ $$$, Uniplac n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito GO Formosa IFG. PI Corrente Uespi. Parnaíba Uespi ④. PR Curitiba Fac. Espírita ③ n/i. Mandaguari Fafiman ③ $$. Umuarama FGU ② n/i. RS Santiago URI ③ $$$$.

CIÊNCIAS NATURAIS E EXATAS

E

L

ste licenciado tem uma visão global da área de ciências e do meio ambiente e está preparado para lecionar ciências nas séries iniciais do Ensino Fundamental e de

áreas correlatas nos anos finais dos ensinos Fundamental e Médio. Dependendo do direcionamento de sua licenciatura, dá aulas de física, química, biologia e até matemática. Com seus conhecimentos, também pode trabalhar em ONGs ambientais e dar aulas em cursos oferecidos por associações e empresas sobre conscientização ambiental. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração Supervisionar o funcionamento de escolas, desde a presença de alunos até o abastecimento de suprimentos. Consultoria Produzir e avaliar material didático para o ensino de ciências em escolas e editoras. Ensino Dar aulas de ciências para as primeiras séries do Ensino Fundamental. Com pós-graduação, pode lecionar em faculdades e universidades. ONGs Planejar e implantar projetos de conscientização ambiental ou lecionar em comunidades. MERCADO DE TRABALHO Faltam professores de ciências na Educação Básica em todo o país. Por isso, há uma grande demanda por este profissional, especialmente em escolas públicas. A tendência é que se valorize mais ainda esse docente, principalmente após a reformulação da Base Nacional Comum Curricular (NBCC), que propõe o ensino dividido por grandes áreas do conhecimento, entre elas a de Ciências da Natureza. Além de dar aulas, o licenciado pode atuar na administração escolar. Em ONGs, museus e centros de ciência, trabalha com divulgação científica e produção de material educativo. Norte e Nordeste são as regiões que mais carecem deste profissional. O CURSO A grade curricular varia conforme a ênfase do curso. Algumas escolas oferecem uma visão geral das ciências. Em outras, estuda-se uma modalidade de ciência desde o primeiro ano – biologia, química, matemática ou física. Há ainda escolas em que o aluno cursa um período comum e depois opta por uma área. Todos os currículos têm base forte em ciências, com disciplinas como natureza e energia, ensino de ciências, compostos orgânicos e meio ambiente, e depois matérias específicas conforme a área escolhida. Atenção: a USP oferece licenciatura em Geociências e Educação Ambiental, que forma o professor para os ensinos Fundamental, Médio e técnico, em disciplinas das áreas de ciências da terra e da natureza e educação ambiental. O estágio é obrigatório, mas nem todas as escolas exigem o trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Ciên.; Ciên. (biol. e quím.); Ciên. (biol.); Ciên. (fís.); Ciên. (matem. e fís.); Ciên. (matem.); Ciên. (quím.); Ciên. da Natureza; Ciên. Exatas; Ciên. Naturais; Ciên. Naturais e Matem. (fís.); Ciên. Naturais e Matem. (matem.); Ciên. Naturais e Matem. (quím.); Geoc. e Educ. Amb.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 56 | AVALIADOS: 34 5⋆ 3 cursos | 4⋆ 9 cursos | 3⋆ 15 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP Diadema Unifesp Ciên. (biol.); Ciên. (fís.); Ciên. (matem.); Ciên. (quím.). São Carlos USP Ciên. Exatas (fís.); Ciên. Exatas (matem.); Ciên. Exatas (quím.). São Paulo USP Ciên. da Natureza; Geoc. e Educ. Amb.

⋆⋆⋆⋆ AM Coari Ufam Ciên. (biol. e quím.); Ciên. (matem. e fís.) ③. Manaus Ufam Ciên. Naturais. BA Salvador UFBA Ciên. Naturais. DF Planaltina UnB Ciên. Naturais. PA Belém UFPA Ciên. Naturais. PI São Raimundo Nonato Univasf-PI Ciên. da Natureza. RJ Campos dos Goytacazes IFFluminense Ciên. da Natureza (biol.) ③; Ciên. da Natureza (fís.) ④; Ciên. da Natureza (quím.) ③. Rio de Janeiro Unirio Ciên. da Natureza. RS Caçapava do Sul Unipampa Ciên. Exatas.

⋆⋆⋆ AM Benjamin Constant Ufam Ciên. (biol. e quím.). Humaitá Ufam Ciên. (biol. e quím.); Ciên. (matem. e fís.) ③. Itacoatiara Ufam Ciên. (biol. e quím.); Ciên. (matem. e fís.) ③. BA Senhor do Bonfim Univasf-BA Ciên. da Natureza. MT Confresa IFMT Ciên. da Natureza (quím.). Sinop UFMT Ciên. Naturais e Matem. (fís.); Ciên. Naturais e Matem. (matem.); Ciên. Naturais e Matem. (quím.). PA Barcarena Uepa Ciên. Naturais (biol.); Ciên. Naturais (fís.); Ciên. Naturais (quím.). Belém Uepa Ciên. Naturais (biol.); Ciên. Naturais (fís.); Ciên. Naturais (quím.). Paragominas Uepa Ciên. Naturais (biol.). PI Teresina UFPI Ciên. da Natureza. PR Foz do Iguaçu Unila Ciên. da Natureza (biol.); Ciên. da Natureza (fís.); Ciên. da Natureza (quím.). Goioerê UEM Ciên. Matinhos UFPR Ciên. RS Porto Alegre IFRS Ciên. da Natureza (biol. e quím.). Uruguaiana Unipampa Ciên. da Natureza. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE MT Guarantã do Norte IFMT Ciên. da Natureza (biol.). Jaciara IFMT Ciên. da Natureza (biol.). Rondonópolis IFMT Ciên. da Natureza. Santo Antônio do Leverger IFMT Ciên. da Natureza (biol.). REGIÃO NORDESTE MA Bacabal UFMA Ciên. Naturais (biol.); Ciên. Naturais (fís.). Codó UFMA Ciên. Naturais (biol.). Grajaú UFMA Ciên. Naturais (quím.). Imperatriz UFMA Ciên. Naturais (biol.). Pinheiro UFMA Ciên. Naturais (biol.). São Bernardo UFMA Ciên. Naturais (quím.). REGIÃO NORTE AP Macapá Ueap Ciên. Naturais. PA Bragança UFPA Ciên. Naturais. Breves UFPA Ciên. Naturais. Cametá Uepa Ciên. Naturais (biol.). Castanhal Uepa Ciên. Naturais (fís.). Conceição do Araguaia Uepa Ciên. Naturais (quím.). Marabá Uepa Ciên. Naturais (biol.); Ciên. Naturais (quím.). Redenção Uepa Ciên. Naturais (fís.). Salvaterra Uepa Ciên. Naturais (fís.); Ciên. Naturais (quím.). REGIÃO SUDESTE RJ Rio de Janeiro FGS Ciên. (matem.) ③ n/i. Santo Antônio de Pádua UFF Ciên. Naturais. GE PROFISSÕES 2018

101


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA SP São João da Boa Vista IFSP Ciên. Naturais (fís.); Ciên. Naturais (quím.). São Paulo Fac. Sesi de Educ. Ciên. da Natureza n/i. REGIÃO SUL PR Jandaia do Sul UFPR Ciên. Exatas. Palotina UFPR Ciên. Exatas. Ponta Grossa UTFPR Ciên. Naturais. Pontal do Paraná UFPR Ciên. Exatas. RS Dom Pedrito Unipampa Ciên. da Natureza. Santo Antônio da Patrulha Furg Ciên. Exatas (fís.); Ciên. Exatas (matem.); Ciên. Exatas (quím.).

ECOLOGIA

B

E

ste bacharel estuda as relações entre o homem e a natureza, com foco na preservação ambiental. Investiga a estrutura e o funcionamento de ecossistemas, analisa o impacto das atividades humanas sobre o ambiente e procura soluções para evitar ou minimizar desequilíbrios, elaborando planos para a proteção dos recursos naturais. Em laboratório, estuda o efeito de produtos químicos sobre a fauna, a flora e a saúde humana. Em secretarias municipais do Meio Ambiente, avalia impactos ambientais causados, por exemplo, pela instalação de indústrias e por obras de engenharia civil, como estradas e condomínios. Ajuda também a planejar o crescimento de núcleos urbanos, preservando os recursos naturais. Ele deve se manter atualizado sobre a legislação ambiental. No setor privado, é solicitado pelas indústrias para avaliar o impacto que suas atividades podem ter sobre o ambiente. Em zoológicos, parques ecológicos e áreas de preservação ambiental, dá apoio logístico para a manutenção das espécies animais e vegetais e dos recursos naturais presentes em suas áreas. O QUE VOCÊ PODE FAZER Avaliação de riscos e impactos ambientais Estudar os efeitos da ocupação de uma região pelo homem. Acompanhar o planejamento e a instalação de grandes empreendimentos para a obtenção de licenciamento ambiental. Consultoria Gerenciar projetos, fazer auditoria e prestar consultoria ambiental para empresas públicas e privadas e organizações não governamentais. Ensino e pesquisa Dar palestras em escolas e em outras instituições, abordando assuntos relacionados com a preservação do meio ambiente. Desenvolver pesquisas sobre temas ambientais. Geoprocessamento Usar softwares e equipamentos para captar informações cartográficas, como mapas, para serem usadas para caracterizar uma área e, ainda, medir os impactos ambientais sofridos. Recuperação e manejo de ecossistemas Implantar e fiscalizar projetos de restauração de ambientes degradados. Estabelecer regras de ocupação de regiões naturais. Turismo ecológico Pesquisar locais, elaborar roteiros e orientar guias de turismo sobre educação ambiental. MERCADO DE TRABALHO O bacharel é cada vez mais requisitado por empresas e órgãos públicos, graças à cres-

102 GE PROFISSÕES 2018

cente preocupação com a sustentabilidade e à rigorosa legislação ambiental brasileira. Grandes indústrias também precisam deste profissional. Temas como reúso de água, reciclagem, certificação de edificações e melhoria de processos visando a minimizar os impactos da produção industrial no meio ambiente têm elevado a procura pelo profissional. Ele também dá consultoria na elaboração de projetos de licenciamento ambiental e de relatórios de impacto ambiental. No setor público, órgãos como Ibama, Agência Nacional de Águas, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Instituto Florestal, Embrapa, Ministério do Meio Ambiente, secretarias municipais e estaduais de meio ambiente costumam abrir vagas. Há oportunidades em todo o país, inclusive em áreas rurais e com florestas. Nas regiões Sudeste e Sul a concorrência é grande, enquanto no Norte e no Nordeste há carência de graduado.

FIQUE DE OLHO ECONOMIA ECOLÓGICA NA UFC O curso forma profissionais para elaborar projetos socioeconômicos e ambientais, a fim de ajustar os interesses econômicos à preservação ambiental. Interdisciplinar, tem matérias das áreas de agronomia, antropologia, biologia, ciências econômicas, direito, estatística, geografia, história e matemática. O egresso faz pesquisa de impacto socioeconômico e ambiental e elabora políticas de gestão ambiental de resíduos.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 14 | AVALIADOS: 13 5⋆ 1 curso | 4⋆ 10 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆

O CURSO Aulas de biologia, química, geologia e matemática são seguidas de estudos mais específicos sobre ecologia, como poluição, impactos ambientais e legislação ecológica. O currículo prevê trabalhos em campo, nos quais o aluno aprende a coletar dados sobre a natureza e a usar instrumentos que avaliam a poluição das águas e do solo. Em laboratório, faz análises químicas e biológicas. Algumas escolas exigem estágio e elaboração de monografia no fim do curso. Atenção: algumas instituições oferecem o curso de Ciências Ambientais (veja o quadro Dúvida do vestibulando abaixo), enquanto outras têm Ecologia ou Ciências Ambientais como habilitação de Ciências Biológicas (veja este verbete). A UFMG tem graduação em Ciências Socioambientais, que integra conteúdos de Ciências Sociais e Ciências Biológicas. Já a UFC oferece Economia Ecológica (veja o quadro Fique de olho acima). Duração média: 4 anos. Outros nomes: Ciên. Amb.; Ciên. Socioambientais; Ecol. e Análise Amb.; Econ. Ecol. DÚVIDA DO VESTIBULANDO ECOLOGIA OU CIÊNCIAS AMBIENTAIS? Os dois cursos cuidam da preservação do meio ambiente, mas o ecólogo tem base maior na área biológica. Assim, ele estuda as características das espécies e seu habitat, e a relação do homem com a natureza. Já em Ciências Ambientais há uma carga mais forte de Ciências Exatas e da Terra, o que envolve questões relacionadas ao solo e ao relevo, por exemplo, e o uso de cálculos para avaliar a ocupação humana do meio ambiente. No mercado de trabalho, eles podem desempenhar as mesmas funções.

SP Rio Claro Unesp.

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC Ciên. Amb.; Econ. Ecol. DF Brasília UnB Ciên. Amb. GO Goiânia UFG Ciên. Amb.; Ecol. e Análise Amb. MG Belo Horizonte UFMG Ciên. Socioambientais. RJ Niterói UFF Ciên. Amb. Rio de Janeiro Unirio Ciên. Amb. RN Mossoró Ufersa. Natal UFRN. SE São Cristóvão UFS. SP Diadema Unifesp Ciên. Amb.

⋆⋆⋆ AP Macapá Unifap Ciên. Amb. PB Rio Tinto UFPB. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE BA Senhor do Bonfim Univasf-BA.

GEOFÍSICA

B

O

geofísico estuda a estrutura, a composição, as propriedades físicas e os processos dinâmicos da Terra. Ele investiga os fenômenos elétricos, térmicos, magnéticos, gravitacionais e sísmicos do planeta. Com instrumentos e leis da matemática, da física e da química, mede as forças que afetam a superfície, o subsolo e a atmosfera terrestre. Observa e calcula os movimentos de solo e pesquisa a origem e a atividade dos vulcões, a curvatura do planeta e outras características do globo. Detecta e mede a intensidade de terremotos e maremotos, investiga a estrutura das formações rochosas e as propriedades físico-químicas dos mares. O QUE VOCÊ PODE FAZER Construção civil Estudar as características do solo antes do início de uma obra. Localizar dutos de água e de gás para implantar novas tubulações em terrenos e loteamentos.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Ensino e pesquisa Dar aulas em cursos superiores e realizar pesquisas dentro de universidades. Geofísica ambiental Investigar a degradação do solo e a poluição de lençóis de água subterrâneos ou de superfície. Analisar o impacto ambiental de grandes obras, como estradas, túneis de metrô ou reservatórios de água. Geofísica forense Auxiliar em investigações criminais, principalmente as que envolvem cemitérios clandestinos. Geofísica fundamental Desenvolver pesquisas nas áreas de gravimetria (distribuição de massa da Terra), geodinâmica (deformações da crosta), geomagnetismo (campo magnético terrestre), geotermia (fenômenos térmicos que ocorrem no interior do planeta) e sismologia (abalos sísmicos). Geofísica e engenharia do petróleo Levantar e analisar informações em busca de reservas petrolíferas e acompanhar sua exploração ao lado de uma equipe multidisciplinar. Mineração Coletar dados em campo, analisá-los e processá-los em laboratório e computadores para localizar reservas minerais. MERCADO DE TRABALHO O mercado para o geofísico esteve em uma fase de retração nos últimos três anos, mas agora dá sinais de melhoras. A maior parte das vagas está na indústria do petróleo. Ele também é requisitado na área ambiental, trabalhando com outros profissionais, como ecólogos e gestores ambientais. A Petrobras, um tradicional empregador, e o Serviço Geológico do Brasil, também conhecido como Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), contratam o geofísico por meio de concurso. “Há alunos que abrem escritórios no campo da geofísica, oferecendo serviços nas áreas de prospecção de petróleo e análise de solo para construção civil, entre outros”, diz Milton Xavier Junior, coordenador do bacharelado em Geofísica da UFRM. O CURSO Matemática, física e geologia são a base do currículo. Entre as disciplinas profissionalizantes estão prospecção de água, de petróleo e de recursos minerais. Prepare-se para muito cálculo e aulas envolvendo computação. Há várias atividades práticas, tanto em campo quanto em laboratório. Algumas escolas exigem um trabalho de conclusão de curso. O estágio não é obrigatório. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 8 | AVALIADOS: 7 5⋆ 2 cursos | 4⋆ 2 cursos | 3⋆ 3 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB. SP São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ PA Belém UFPA. RN Natal UFRN.

⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA. RJ Niterói UFF. RS Caçapava do Sul Unipampa.

� OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORTE PA Santarém Ufopa.

GEOLOGIA

B Curso relacionado: � ROCHAS ORNAMENTAIS (T)

O

geólogo ou engenheiro geológico estuda a origem, a estrutura, a composição e as transformações da crosta terrestre. Esse bacharel investiga a ação das forças naturais sobre o planeta e seus efeitos, como a erosão e a desertificação. Analisa fósseis e minerais e a topografia dos terrenos. Localiza e acompanha a exploração de jazidas de minério, depósitos subterrâneos de água e reservas de petróleo, carvão mineral e gás natural. Todas as grandes obras de infraestrutura – hidrelétricas, barragens, linhas de metrô, túneis, pontes e viadutos – exigem a atuação de um engenheiro geológico para fazer a análise do solo e das rochas e elaborar o estudo de impacto ambiental. O registro profissional no Conselho Regional de Arquitetura e Agronomia (Crea) é obrigatório. O QUE VOCÊ PODE FAZER Engenharia geológica Fazer o levantamento geológico e geotécnico de áreas para a construção de represas, túneis e estradas. Estudar a recuperação de áreas degradadas pela mineração. Geofísica Pesquisar os fenômenos elétricos, térmicos, magnéticos, gravitacionais ou sísmicos do planeta. Geologia ambiental Planejar a ocupação de territórios e avaliar o risco geológico (erosões, enchentes e deslizamentos) incidente sobre essas regiões. Recuperar solos contaminados. Geologia forense Aplicar técnicas geológicas para elucidar crimes. Geologia do petróleo Localizar e explorar reservas petrolíferas e de gás natural, dentro da área de recursos energéticos. Geologia médica Estudar a influência de fatores geológicos sobre a saúde humana, dos animais e de vegetais. Hidrogeologia Descobrir depósitos de água subterrâneos e planejar sua exploração a fim de garantir a pureza das águas. Mineralogia Estudar minerais e gemas, descrevendo e quantificando suas propriedades para uso industrial ou em joias. Paleontologia Localizar sítios que guardam fósseis, de modo a proteger o patrimônio paleontológico nacional. MERCADO DE TRABALHO Empresas que atuam em áreas ligadas ao meio ambiente, mineração, exploração de petróleo e gás e recursos hídricos são os maiores empregadores, mas há boas chances também em consultorias, onde o bacharel faz o levantamento geológico de uma área, realiza estudos de solo para verificar o risco de enchentes e deslizamentos ou para localizar uma reserva de gás natural. Esse profissional também atua em

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

agências reguladoras e órgãos do governo, como Agência Nacional do Petróleo (ANP), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Agência Nacional de Águas (ANA), Serviço Geológico do Brasil, Embrapa e Ibama, entre outros. Uma área recente e promissora é a da geologia médica, que estuda a influência de fatores geológicos, como a abundância ou a escassez de rochas e minérios em certa região, sobre a saúde humana, dos animais e de vegetais. As oportunidades no setor ambiental estão em todo o país, principalmente no Sudeste. Já o mercado de petróleo se concentra no Rio de Janeiro, embora a Petrobras esteja presente também em Vitória (ES), Aracaju (SE), Natal (RN) e Santos (SP). Na área de mineração, a demanda é maior em Minas Gerais, Bahia e Pará. “É importante ressaltar que o geólogo normalmente não tem uma posição geográfica fixa, especialmente no início da carreira. Ele pode atuar em várias regiões do país e até no exterior. Esta é uma tradição na carreira”, conta Wanilson Luiz da Silva, coordenador de graduação do Instituto de Geociências da Unicamp. CURSO O bacharelado começa com matérias básicas, como química, matemática, física e biologia, mas já no primeiro ano o aluno tem atividades de campo para se familiarizar com os conteúdos próprios da Geologia. Em seguida, começam as disciplinas específicas, como petrografia (descrição e análise de rochas), sedimentologia e paleontologia. A partir do terceiro ano, a ênfase é dada à formação profissional, com aulas de geologia econômica, sensoriamento remoto, tratamento de minérios e geologia urbana, entre outras. Boa parte da formação ocorre em aulas práticas e em trabalhos de campo, nos quais o aluno faz mapeamentos e coleta material que será mais tarde analisado em laboratório. No último ano, um trabalho de conclusão, feito em campo ou em uma empresa, e a realização de estágio são obrigatórios. Na UFPel (RS) e na Ufop (MG), o curso se chama Engenharia Geológica. Duração média: 5 anos. Outro nome: Eng. Geológica. DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL A DIFERENÇA ENTRE GEOLOGIA E GEOFÍSICA? A Geologia estuda a estrutura e a composição química da Terra, e sua evolução ao longo do tempo, com ênfase no estudo de rochas e minerais. Já a Geofísica tem foco na estrutura da Terra e do subsolo, mas usa métodos de prospecção indiretos, baseados no comportamento de ondas e/ou do campo eletromagnético, por exemplo. O mercado de trabalho dos dois bacharéis é o mesmo (exploração de petróleo, geologia ambiental, mineração), mas eles se ocupam de tarefas distintas, ainda que inter-relacionadas.

GE PROFISSÕES 2018

103


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA

ROCHAS ORNAMENTAIS

T

E

ste tecnólogo atua na extração, na industrialização, na comercialização, no transporte e na estocagem de rochas ornamentais. Interpreta dados de pesquisas científicas e mapeamentos geológicos para definir onde e como as rochas serão exploradas, visando ao desenvolvimento sustentável da produção. Ele calcula os custos dos projetos e emite laudos técnicos sobre as propriedades e características das rochas. Gerencia equipes de montagem e operação de equipamentos de prospecção, lavra e beneficiamento das rochas e define o uso que o produto terá – como material para revestimento de pisos, paredes, pias, mesas etc. Também cuida dos resíduos gerados no processo. O currículo apresenta diversas matérias práticas nos locais de exploração. Estágio e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios. Duração média: 3 anos. ONDE ESTUDAR GEOLOGIA (B)

CURSOS: 33 | AVALIADOS: 25 5⋆ 4 cursos | 4⋆ 12 cursos | 3⋆ 4 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB. SP Campinas Unicamp. Rio Claro Unesp. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC. MG Belo Horizonte UFMG. Ouro Preto Ufop Eng. Geológica. PA Belém UFPA. PE Recife UFPE. PR Curitiba UFPR. RJ Rio de Janeiro Uerj, UFRJ. RN Natal UFRN. RS Porto Alegre UFRGS. São Leopoldo Unisinos $$$$. SC Florianópolis UFSC.

⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA. MT Cuiabá UFMT. RS Caçapava do Sul Unipampa. SE São Cristóvão UFS. � OUTROS CURSOS

ONDE ESTUDAR ROCHAS ORNAMENTAIS (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO SUDESTE ES Cachoeiro de Itapemirim Faci n/i.

GESTÃO AMBIENTAL

B/T

O

bacharel desta área entende da relação entre o homem e o meio ambiente. Sua função principal é garantir o uso racional de recursos naturais, de modo a preservar a biodiversidade. Ele pode trabalhar tanto na cidade quanto no campo, ou em áreas florestais degradadas. Desenvolve e implementa programas de reciclagem e educação ambiental. Analisa o impacto das atividades humanas sobre o solo, a água e o ar e orienta a exploração dos recursos por técnicas menos danosas ao ambiente. Trabalha em consultorias ambientais, propriedades rurais, ONGs, órgãos públicos e institutos de pesquisa. É possível ingressar na carreira como tecnólogo. O QUE VOCÊ PODE FAZER Consultoria Assessorar empresas e órgãos públicos em projetos de preservação do meio ambiente. Certificação Elaborar certificações direcionadas para empreendimentos agrícolas e industriais seguindo as normas estabelecidas pela Organização Internacional de Normalização (ISO). Educação ambiental Planejar programas para conscientizar a população e as empresas da importância de preservar o meio ambiente. Planejamento Elaborar relatórios de impacto ambiental e definir planos para o uso sustentável dos recursos naturais. Implantar, em indústrias, projetos de exploração da natureza usando técnicas não poluentes. Recuperação Planejar e executar projetos para a recuperação de áreas que já estejam degradadas.

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE GO Aparecida de Goiânia UFG. REGIÃO NORDESTE BA Barreiras Ufob. REGIÃO NORTE AM Manaus Ufam. PA Belém Unama n/i. Marabá Unifesspa. Santarém Ufopa. RR Boa Vista UFRR. REGIÃO SUDESTE ES Alegre Ufes. MG Belo Horizonte UniBH n/i. Monte Carmelo UFU. RJ Seropédica UFRRJ. SP Santos Unimonte $$$$. REGIÃO SUL RS Pelotas UFPel Eng. Geológica ③.

104 GE PROFISSÕES 2018

MERCADO DE TRABALHO Os bacharéis em gestão ambiental têm boas perspectivas pela frente. Uma pesquisa do Programa de Estudos do Futuro da FIA (Fundação Instituto de Administração), de São Paulo, mapeou tendências de carreira até 2020 e mostrou que a área ambiental é uma das mais promissoras. Cada vez mais a sociedade cobra das indústrias cuidados na preservação dos recursos naturais, e o Código Florestal aprovado em 2012 impõe regras mais rígidas no uso da terra. A área de Sistemas de Gestão Ambiental é a mais aquecida. Leis obrigando as empresas a cuidar de seus resíduos também estão ficando mais restritivas. Isso oferece oportunidades de trabalho no setor privado, em fazendas, cooperativas e agroindústrias. Também há vagas no setor de varejo, em projetos de sustentabilidade em lojas de grande porte e hipermercados. Bacharel

e tecnólogo encontram espaço em secretarias de Meio Ambiente e Obras. Nesses órgãos públicos, o profissional é chamado a participar da definição, implantação e fiscalização de políticas públicas. No setor industrial, a maior parte das vagas está nos estados do Sul e Sudeste. Mas há oferta também em áreas onde a preservação ambiental chama mais atenção, como a Amazônia, no Norte, e o Cerrado, no Centro-Oeste. O CURSO Há poucos bacharelados no país. O currículo tem boa base em ciências da natureza, com disciplinas como física, química, biologia, meteorologia e geologia, juntamente com as Ciências Humanas. Entre as matérias mais específicas estão geoprocessamento, técnicas de análises de solo, água e ar e legislação ambiental. Algumas escolas, como a USP, campi de São Paulo e de Piracicaba, exigem a entrega de uma monografia e a realização de estágios. Duração média: 4 anos. Outro nome: Gestão e Análise Amb. O curso tecnológico traz matérias teóricas, como ecologia, educação ambiental, saneamento e planejamento urbano, e boa carga de aulas práticas em laboratórios de física, química e biologia. O aluno aprende a analisar problemas ambientais e a desenvolver projetos para recuperar ambientes degradados. Trabalho de conclusão de curso e estágio costumam ser obrigatórios. Atenção: alguns cursos têm enfoque específico. Na Furg, em Rio Grande (RS), o curso de Toxicologia Ambiental prioriza métodos e técnicas de análise toxicológica de substâncias. A Fatec Jacareí e a Fatec Jahu, ambas no estado de São Paulo, têm foco em recursos hídricos. E a Unicamp, em Limeira, oferece Controle Ambiental, que forma o profissional que projeta, implanta, opera e monitora equipamentos e sistemas de controle de poluentes (ar, água, solo, resíduos sólidos, ruídos e vibração). Duração média: 2 anos. Outros nomes: Contr. Amb.; Meio Amb.; Meio Amb. e Rec. Hídricos; Toxicologia Amb. DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL A DIFERENÇA ENTRE ECOLOGIA, ENGENHARIA AMBIENTAL E GESTÃO AMBIENTAL? Ecologia tem base forte em Biologia, diferentemente de Engenharia Ambiental e de Gestão Ambiental, mais voltadas para cálculo e administração, respectivamente. O ecólogo lida com a inter-relação dos seres vivos e do meio físico. Já o gestor ambiental desenvolve e executa projetos que visam à preservação do meio ambiente. E o engenheiro ambiental cria e aplica tecnologias para preservar a qualidade da água, do ar e do solo.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 19 | AVALIADOS: 10 5⋆ 3 cursos | 4⋆ 4 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP Piracicaba USP. São Carlos UFSCar Gestão e Análise Amb. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ DF Planaltina UnB. MS Dourados UFGD. RJ Três Rios UFRRJ. RS São Gabriel Unipampa.

⋆⋆⋆ RN Mossoró Uern. RO Guajará-Mirim Unir. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE MS Coxim Uems. REGIÃO SUL PR Matinhos UFPR. RS Erechim Uergs. Pelotas UFPel. Sananduva Uergs. São Borja Uergs. São Francisco de Paula Uergs. Soledade Uergs. Tapes Uergs. Três Passos Uergs.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Icesp ③ n/i, Mauá-DF n/i, UCB-DF ③ $$$. GO Anápolis Fac. Católica de Anápolis ③ n/i. Aparecida de Goiânia Fanap n/i. Goiânia Delta ③ $, Senac-GO ③ n/i, UniAnhanguera ③ n/i. Iporá FAI-Iporá $$. Itumbiara Ifasc n/i. Luziânia Unidesc $$. Quirinópolis Faqui ③ $. MS Campo Grande Unigran Capital $$. Mundo Novo Uems. Três Lagoas Aems ④ $. MT Cuiabá IFMT ④. Sorriso IFMT. REGIÃO NORDESTE AL Marechal Deodoro Ifal ③. BA Salvador Estácio FIB ② n/i, Unifacs ④ $. CE Fortaleza Fateci n/i, IFCE ④, Ratio n/i. MA Açailândia Uema. São Luís Fescemp $. PB João Pessoa IFPB ④, Unipê $. Princesa Isabel IFPB ③. PE Araripina Faciagra n/i. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $. Olinda Facottur n/i. Recife IFPE ③. PI Corrente IFPI. Teresina IFPI ④. RN Mossoró IFRN, UnP ③ n/i. Natal IFRN ③, UnP ④ n/i.

RR Boa Vista Estácio Amazônia ③ n/i. TO Pium Fapaf $$. REGIÃO SUDESTE ES Serra Unesc-ES $$$. Vitória CET-Faesa n/i. MG Araçuaí IFNMG ③. Arinos IFNMG. Barbacena IF Sudeste MG ③, Unipac ② n/i. Belo Horizonte FacisaBH $$$, UNA ③ n/i. Betim UninCor $$. Boa Esperança Fafibe $. Florestal UFV ④. Governador Valadares IFMG ③. Inconfidentes IFSULDEMINAS ④. Ituiutaba Uemg. Juiz de Fora Fac. Machado Sobrinho n/i, FIVJ $$. Machado Cesep n/i. Manhuaçu Facig-MG ④ n/i. Oliveira Feol n/i. Pará de Minas Fapam n/i, UninCor ② $$. Poços de Caldas IFSULDEMINAS. Sete Lagoas Promove ③ n/i. Uberaba Facthus $$. Uberlândia Uniessa n/i. Viçosa Univiçosa ③ $$. RJ Angra dos Reis Estácio n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ② n/i. Paracambi Faetec ③. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, FIJ n/i, IFRJ ④, UCB-RJ ③ $$$. SP Americana Unisal $$. Amparo Unifia n/i. Atibaia Faat Facs. $. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$. Carapicuíba Estácio FNC ④ n/i. Guarulhos Eniac ④ $, FIG-Unimesp n/i, UnG ③ n/i. Itapetininga Fatec Itapetininga. Itaquaquecetuba UnG n/i. Jacareí Etep Facs.-Jacareí ③ n/i, Fatec Jacareí Meio Amb. e Rec. Hídricos. Jaú Fatec Jahu Meio Amb. e Rec. Hídricos. Jundiaí Fatec Jundiaí, UniAnchieta ③ $$. Lençóis Paulista Facol-SP ③ n/i. Limeira Unicamp Contr. Amb. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco ③ n/i. Santa Fé do Sul Funec $. Santo André Fapen-SP $$, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. São Bernardo do Campo Fac. São Bernardo de Tecnol. ② n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Fac. Drummond n/i, Fac. Innovare n/i, FAM-São Paulo n/i, FMU ③ n/i, FOC ③ $$$, Unicapital n/i, Unicid ④ $$$, Unip-SP ④ n/i, Unisa $, UniSant’Anna $$, Universidade Brasil n/i. São Roque IFSP. REGIÃO SUL PR Cascavel Univel ③ n/i. Curitiba Camões ③ n/i, Fac. Bagozzi ② n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede $$. Guaíra Unipar n/i. Laranjeiras do Sul Faceopar $. Maringá Famma $$$$. Medianeira UTFPR ④. Paranavaí Fatecie ④ n/i. Pinhais Fapi-PR $. Sarandi Facnorte $. Umuarama UEM Meio Amb. RS Caxias do Sul FTSG n/i. Novo Cabrais FAS-RS $$. Pelotas IFSul ③. Porto Alegre Fato ③ $$$$, IFRS ④. Rio Grande Furg Gestão Ambiental ③; Toxicologia Amb. ③. Santa Maria UFSM. São Jerônimo Ulbra ④ $$$$. São Leopoldo Unisinos ④ $$$. São Lourenço do Sul Furg ③. Sertão IFRS ③. Viamão IFRS. SC Garopaba IFSC.

REGIÃO NORTE AC Rio Branco Uninorte-AC ③ n/i. Xapuri Ifac. AM Manaus Ciesa ③ $, FSDB n/i. AP Laranjal do Jari Ifap. Macapá Estácio Amapá n/i, Fama-AP ③ n/i. PA Belém Famaz ④ $$, FMN-Belém n/i, Unama n/i. Bragança IFPA. Conceição do Araguaia IFPA. Santarém Iespes n/i, Unama n/i. Tucuruí Fac. Gamaliel ③ n/i. RO Ariquemes Faema n/i. Colorado do Oeste Ifro ③. Jaru Unicentro-RO ④ $. Porto Velho Fac. Metropolitana-RO $$, Uniron ③ n/i.

MEDICINA VETERINÁRIA

O

B

médico veterinário dá assistência clínica e cirúrgica a animais domésticos e silvestres. Ele cuida da saúde, alimentação e reprodução de

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

rebanhos, e inspeciona a produção de alimentos de origem animal. Neste caso, verifica o cumprimento das normas de higiene nas indústrias, a fim de evitar a transmissão de doenças para o ser humano. Na indústria alimentícia, controla as tecnologias de produção. Em qualquer indústria que use matéria-prima de origem animal, a presença do graduado é indispensável para fazer o controle dessa matéria-prima. Pode atuar, ainda, na área de vendas de alimentos, remédios, vacinas e de outros artigos para animais. O QUE VOCÊ PODE FAZER Clínica e cirurgia de animais de pequeno porte Prestar atendimento clínico e cirúrgico a animais domésticos. Centros de pesquisa Atuar na pesquisa e no desenvolvimento de biotecnologias voltadas ao setor animal. Indústria de produtos para animais Acompanhar a produção e a comercialização de alimentos, rações, vitaminas, vacinas e medicamentos. Cuidar do marketing dos produtos e prestar assistência técnica ao cliente. Indústria de produtos de origem animal Fiscalizar estabelecimentos que produzam, vendam ou exportem produtos de origem animal. Conservação de espécies Estudar animais silvestres em cativeiro ou em seu habitat, cuidando de sua reprodução e preservação. Implantar projetos ecológicos e em reservas naturais. Perícia técnica Avaliar a saúde de animais de competições esportivas e a possível ingestão por eles de medicamentos e hormônios proibidos. Produção e sanidade animal Controlar a saúde de rebanhos. Prevenir e controlar doenças em propriedades rurais. Saúde pública veterinária Prevenir e controlar zoonoses e doenças transmitidas por vetores. Atuar na vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental. Tecnologia de produção animal Desenvolver técnicas e métodos de aperfeiçoamento genético, alimentação e reprodução. MERCADO DE TRABALHO O Brasil é o segundo maior mercado pet do mundo, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). O setor obteve um faturamento próximo a R$ 18 bilhões em 2016. Nas grandes cidades, há uma abundância de clínicas veterinárias e lojas para animais de estimação, o que resulta em boa procura pelo profissional. Mas a concorrência é elevada. O profissional que quer ter seu próprio negócio precisa ser criativo e oferecer produtos e serviços inéditos para atrair clientes, como venda de alimentos light, cuidados estéticos, tratamentos clínicos de última geração, aparelhagem avançada para diagnósticos por imagem, planos de saúde, fisioterapia, adestramento e hospedagem diferenciada. O agronegócio é outra área aquecida. Nela, o graduado atua em parceria com agrônomos e zootecnistas na melhoria das condições de saúde de rebanhos. Na indústria de produtos de origem animal faltam veterinários para adequar as condições de produção às normas GE PROFISSÕES 2018

105


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA de exportação. As empresas que produzem peixes em cativeiro sofrem com a falta do bacharel. Há ainda boas chances na indústria de medicamentos e de produtos veterinários. O CURSO Nos dois primeiros anos, o estudante tem disciplinas das áreas de Ciências Biológicas, Exatas e Sociais Aplicadas, como anatomia, microbiologia, genética, nutrição e produção animal, matemática e estatística, além de bioética. Em seguida, começa a estudar doenças e técnicas clínicas e cirúrgicas. As atividades práticas, que são realizadas em laboratório, continuam ganhando espaço na grade curricular da maioria dos cursos de Medicina Veterinária. No último ano da graduação, é obrigatório fazer estágio e um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 5 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 251 | AVALIADOS: 167 5⋆ 13 cursos | 4⋆ 19 cursos | 3⋆ 61 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. Lavras Ufla ④. Viçosa UFV ④. PR Curitiba UFPR ④. Realeza UFFS-PR. RS Porto Alegre UFRGS ④. Santa Maria UFSM ④. SP Araçatuba Unesp ⑤. Botucatu Unesp ④. Jaboticabal Unesp ④. Pirassununga USP. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza Uece ④. DF Brasília UnB ④. MG Uberlândia UFU ④. MS Campo Grande UFMS ④. PA Castanhal UFPA ③. PB Areia UFPB ④. Patos UFCG ④. Sousa IFPB. PE Garanhuns UFRPE. PR Londrina UEL ④. Palotina UFPR ④. RJ Campos dos Goytacazes Uenf ③. Seropédica UFRRJ ④. RS Capão do Leão UFPel ③. Uruguaiana Unipampa ④. SC Lages Udesc ④. SE São Cristóvão UFS. SP Presidente Prudente Unoeste ③ $$$$$. TO Araguaína UFT ③.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac. AL Maceió Cesmac ③ $$$$. Viçosa Ufal. BA Cruz das Almas UFRB ④. Ilhéus Uesc ③. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ④ n/i. Salvador UFBA ②. ES Alegre Ufes ④. Colatina Unesc-ES ④ $$$$$. Vila Velha UVV ④ $$$$$. GO Goiânia Iueso ④ n/i. Jataí UFG ③. Rio Verde UniRV $$$$$. MA São Luís Uema ④. MG Betim PUC Minas ④ $$$$$. Poços de Caldas PUC Minas ③ $$$$$. Salinas IFNMG. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$$. Dourados Unigran $$$$$. MT Cuiabá UFMT ④, Unic Cuiabá ⑤ n/i. Sinop UFMT ③. PA Belém Ufra ③. PE Petrolina Univasf-PE ③. Recife UFRPE ②. PI Bom Jesus UFPI ④. Teresina UFPI ③. PR Campo Mourão Fac. Integrado ④ n/i. Guarapuava Unicentro-PR ④. Londrina Unopar n/i. Maringá UniCesumar ⑤ $$$$$. Toledo PUCPR ④ $$$$$. Umuarama UEM ③, Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniguaçu ④ $$$$$. RJ Niterói UFF ③. RN Mossoró Ufersa ③. RS Canoas Ulbra ③ $$$$$. Cruz Alta Unicruz ③ $$$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Passo Fundo UPF ③ $$$$$. SC Araquari IFC. Concórdia IFC. SE Aracaju Pio Décimo ③ $$$$. SP Campinas Unip-SP ④ n/i. Franca Unifran ④ $$$$$. Indaiatuba Fac. Max Planck $$$$$. Itapeva Fait-SP ⑤ n/i. Ituverava Fafram

106 GE PROFISSÕES 2018

④ $$$$$. Jaguariúna UniFAJ ③ $$$$$. Marília Unimar ④ $$$$$. Ribeirão Preto Moura Lacerda ④ n/i. Santos Unimes ③ n/i. São Bernardo do Campo Metodista ③ $$$$$. São João da Boa Vista Unifeob ③ $$$$$. São José do Rio Preto Unirp ③ $$$$$, Unorp n/i. São Paulo FMU ④ n/i, Unisa ③ $$$$$, Universidade Anhembi Morumbi ③ $$$$$, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Faciplac ③ $$$$, Icesp ③ n/i, UniCEUB n/i. Planaltina Upis ③ n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis n/i, Fama-GO n/i. Luziânia Unidesc ③ $$$$$. Mineiros Unifimes $$$. São Luís de Montes Belos UEG. Urutaí IF Goiano. MS Campo Grande Universidade Anhanguera-Uniderp ④ n/i. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados ② n/i. Três Lagoas Aems $$$$. MT Barra do Garças Univar $$$$$. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. BA Alagoinhas Unirb-BA $$$$$. Barra Ufob. Barreiras FJC n/i, Uneb. Feira de Santana FAT-BA n/i, FTC ③ $$$$. Guanambi FGBA n/i. Itabuna FTC n/i. Paripiranga UniAGES $$$$$. Salvador FTC n/i, Unifacs $$$$$, Unirb-BA $$$$$. Vitória da Conquista FTC $$$$$. CE Caucaia Fatene $$$$$. Fortaleza Unifor-CE $$$$$. Quixadá Cisne $$$$. Sobral Uninta ③ $$$$$. MA Açailândia Favale n/i. Imperatriz Uema. PE Recife Unibra n/i, Uninassau n/i. RN Natal UnP n/i. SE Nossa Senhora da Glória UFS. REGIÃO NORTE AM Manaus Esbam ② $$$$, Fametro-AM n/i, Ifam, UninorteAM n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$$$. PA Belém Unama n/i. Santarém Unama ③ n/i. RO Cacoal Facimed ③ n/i. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ② n/i. Porto Velho Fimca ③ $$$$$. Rolim de Moura Unir. Vilhena Faron n/i. RR Boa Vista UFRR. TO Palmas Católica do Tocantins n/i, Ceulp/Ulbra n/i. REGIÃO SUDESTE ES Castelo Multivix-Castelo ④ n/i. Santa Teresa Esfa $$$$. MG Alfenas Unifenas ② $$$$$. Araguari Imepac $$$$. Belo Horizonte Fead ③ $$$$$, Newton Paiva $$$$$, PUC Minas $$$$$, UniBH n/i. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Campos Gerais Facica $$$$. Conselheiro Lafaiete Fupac Conselheiro Lafaiete n/i. Coromandel FCC-MG n/i. Formiga Unifor-MG ② n/i. Itajubá Fepi ③ $$$$$. Juiz de Fora UFJF, Unipac ② n/i. Lavras Unilavras $$$$$. Matipó UnivértixMG n/i. Montes Claros Funorte ③ n/i. Muzambinho IFSULDEMINAS. Patos de Minas FPM n/i, Unipam n/i. Patrocínio Unicerp $$$$. Três Corações UninCor ④ $$$$$. Uberaba Uniube ② $$$$$. Uberlândia Fupac Uberlândia ③ n/i, Unitri $$$$$. Unaí Facisa-Unaí n/i. Varginha Unis n/i. Viçosa Univiçosa ③ $$$$$. RJ Barra Mansa UBM $$$$$. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$$. Itaboraí Centro Universitário Anhanguera de Niterói ② n/i. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, UCB-RJ ② $$$$$. Teresópolis Unifeso ③ $$$$$. Valença Cesva ④ $$$$. Vassouras USS ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $$$$. Americana FAMAmericana $$$$. Andradina FCAA ③ $$$$$. Araçatuba Unisa-

lesiano $$$$. Araraquara Uniara n/i. Avaré FSP-SP n/i. Bauru Unip-SP ④ n/i. Bragança Paulista Fesb ② $$$$$. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, PUC-Campinas $$$$$. Descalvado Universidade Brasil ④ n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal ③ $$$$$. Fernandópolis Universidade Brasil ③ n/i. Garça Faef-Garça/SP ③ n/i. Guarulhos UnG ③ n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera ③ n/i. Ourinhos FIO ④ $$$$$. Ribeirão Preto CBM ③ n/i. Salto Ceunsp $$$$$. Santo André Universidade Anhanguera de São Paulo ② n/i. Santos Unimonte ③ $$$$$. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Carlos Unicep n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$$$. São José dos Campos Unip-SP ④ n/i. São Paulo Anclivepa n/i, São Judas $$$$$, Unip-SP ④ n/i, Universidade Brasil n/i. Sorocaba Uniso $$$$$. Votuporanga Unifev n/i. REGIÃO SUL PR Arapongas Unopar ④ n/i. Bandeirantes Uenp ③. Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$$$, PUCPR $$$$$, UTP ④ $$$$$. Dois Vizinhos Unisep ② n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede $$$$$. Guarapuava Fac. Campo Real $$$$$. Londrina UniFil n/i. Maringá Uningá n/i. Pitanga UCP-PR $$$$. Ponta Grossa Cescage ③ $$$$$. RS Alegrete Urcamp ② $$$$$. Bagé Facs. Ideau-Bagé $$$$$, Urcamp ③ n/i. Caxias do Sul Famur $$$$$, FSG $$$$, UCS n/i. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas $$$$$. Passo Fundo Facs. Ideau-Passo Fundo $$$$$, Imed $$$$$. Porto Alegre UniRitter $$$$$. Sarandi Cesurg n/i. SC Blumenau Furb ③ $$$$$. Campos Novos Unoesc n/i. Canoinhas UnC ④ $$$$. Chapecó Unochapecó $$$$$. Curitibanos UFSC. Itapiranga FAI-SC ③ n/i. Joinville UniSociesc $$$$$. Lages Unifacvest $$$$$. Orleans Unibave $$$$$. São Miguel do Oeste Unoesc n/i. Tubarão Unisul $$$$$. Xanxerê Unoesc ③ n/i.

METEOROLOGIA

B

E

ste bacharel estuda a atmosfera da Terra e seus fenômenos, para entender os processos físicos e químicos que determinam as condições atmosféricas nas mais variadas escalas espaciais e temporais, desde a turbulência local até a circulação oceânica. O meteorologista analisa dados relativos a ventos, chuvas, insolação, temperatura e umidade do ar, para prever o tempo nas diversas regiões do planeta. Também interpreta gráficos, imagens de satélites e radares, usando mapas e programas específicos de computador, além de avaliar a poluição do ar a fim de prever sua dispersão. O QUE VOCÊ PODE FAZER Agrometeorologia Elaborar boletins do tempo para empresas e produtores rurais, definindo a época mais adequada para o plantio e a colheita de safras agrícolas. Área operacional Estudar as condições climáticas para orientar o tráfego aéreo e marítimo. Biometeorologia Pesquisar a relação entre a vida animal e vegetal e a atmosfera, para prevenir e reduzir alterações climáticas. Estudar as relações entre doenças e o clima. Climatologia Analisar imagens de satélites e construir modelos numéricos em computadores para determinar as condições de tempo e prever o clima. Hidrometeorologia Estudar o regime das águas das chuvas e dos rios para prevenir enchentes.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Instrumentação meteorológica e ambiental Projetar, construir e operar equipamentos empregados na meteorologia. Meteorologia ambiental Estudar a poluição atmosférica e as condições climáticas em que os poluentes se concentram e se dispersam e o conforto ambiental em áreas públicas. Previsão do tempo Fazer a previsão do tempo para jornais, rádio, TV ou websites, ou prestar assessoria a agências e empresas do setor da construção civil e do turismo. Radiometeorologia Estudar as influências meteorológicas na área de telecomunicações para evitar interferências na transmissão e na captação de ondas. MERCADO DE TRABALHO Como há poucos cursos de meteorologia no Brasil, o mercado carece do profissional. Sua atuação vai muito além da previsão do tempo. A preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas têm elevado a procura pelo graduado. Outros campos em evolução são a de operação de radares e de energia eólica e solar. O bacharel também atua no gerenciamento e na medição da poluição atmosférica e trabalha em aeroportos, prevendo condições atmosféricas para pousos e decolagens. Um campo recente e que vem crescendo é o de desenvolvimento de novas tecnologias associadas à meteorologia, como aplicativos para previsão do tempo e sistemas computacionais que simulam mudanças na atmosfera. As vagas estão principalmente em empresas de meteorologia, mas crescem as oportunidades no setor público. Os ministérios da Marinha e da Aeronáutica, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária e o Instituto Nacional de Meteorologia são tradicionais empregadores. Companhias de saneamento ambiental e empresas de geração e transmissão de energia elétrica também contratam meteorologistas. Quem se dedica à meteorologia ambiental encontra perspectivas animadoras em secretarias estaduais e municipais de Meio Ambiente. Empreendimentos do setor agrícola também carecem de profissionais. A Região Sudeste se destaca como um grande polo de absorção desse profissional, principalmente o eixo Rio-São Paulo. CURSO Os dois primeiros anos são voltados para as matérias básicas, e, por isso, você pode esperar muitos cálculos em aulas de física e matemática. As disciplinas específicas incluem meteorologia física, climatologia, agrometeorologia e sensoriamento remoto. Há muitas atividades em laboratórios, nas quais o aluno desenvolve intenso treinamento empregando técnicas de previsão do tempo e se familiarizando com o uso de radares, satélites e sensores meteorológicos. A realização de estágio e a apresentação de um trabalho de conclusão de curso são obrigatórias. Duração média: 4 anos. Outro nome: Ciên. Atmosféricas.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 13 | AVALIADOS: 10 5⋆ 1 curso | 3⋆ 7 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo USP.

⋆⋆⋆ AM Manaus UEA. MG Itajubá Unifei Ciên. Atmosféricas. PA Belém UFPA. RJ Rio de Janeiro UFRJ. RS Capão do Leão UFPel. Santa Maria UFSM. SC Florianópolis UFSC.

MERCADO DE TRABALHO

� OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE AL Maceió Ufal. PB Campina Grande UFCG. RN Natal UFRN. REGIÃO NORTE PA Santarém Ufopa Ciên. Atmosféricas. REGIÃO SUDESTE SP Bauru Unesp.

OCEANOGRAFIA

Geoprocessamento oceânico ou oceanografia geológica Mapear o fundo dos oceanos por meio do processamento de imagens de satélite. Oceanografia humana Estudar a interação entre as comunidades costeiras e sua relação com o mar. Preservação ambiental Elaborar laudos sobre o impacto causado por atividades humanas no ambiente marinho. Pesquisa Realizar estudos básicos e pesquisa aplicada em áreas da oceanografia, como biológica (biodiversidade e equilíbrio dos ecossistemas marinhos), física (correntes marítimas, marés e fenômenos climáticos), geológica (composição do solo marinho e fenômenos geofísicos), química (composição das águas e recuperação de ambientes aquáticos degradados).

B

É

a ciência que investiga as características de oceanos, mares, rios, lagos e zonas costeiras sob todos os aspectos, de sua descrição física até a interpretação dos fenômenos que neles se verificam, além de sua interação com os continentes e com a atmosfera. O oceanógrafo pesquisa animais e vegetais, o ambiente e os processos marinhos. Coleta, analisa e interpreta informações sobre as condições físicas, químicas, biológicas e geológicas dos ambientes aquáticos. Analisa a composição da água de rios, lagunas e estuários e atua em projetos de saneamento de áreas costeiras. Desenvolve técnicas de exploração dos recursos naturais e minerais dos mares e avalia os efeitos das atividades humanas sobre o ecossistema. Também supervisiona o cultivo de organismos aquáticos em cativeiro.

Se no passado a oceanografia era focada em pesquisa, hoje ela se direciona para outras áreas. Uma das mais aquecidas é a ambiental. “Empresas petrolíferas e as que tocam obras em ambientes costeiros precisam de profissionais para avaliar o impacto ambiental da sua ação. E o oceanógrafo está capacitado para executar esse papel”, explica Kátia Naomi Kuroshima, coordenadora do bacharelado em Oceanografia da Univali (SC). Órgãos públicos, como secretarias do Meio Ambiente ou de Recursos Hídricos, principalmente em cidades litorâneas, também buscam o bacharel para atuar na preservação ambiental. Outra atividade valorizada é a modelagem da circulação dos oceanos – a criação de modelos que explicam o movimento das correntes ajuda, por exemplo, a monitorar o lançamento de poluentes no mar. Um segmento em ascensão é o da oceanografia humana, que investiga a relação entre as comunidades costeiras e o mar. Em Santa Catarina, o setor pesqueiro abre vagas. Outras duas áreas merecem destaque: a biotecnologia, na extração de produtos de organismos marinhos para as indústrias cosmética, alimentícia e farmacêutica, e a maricultura (criação de animais marinhos), atividade forte no Sul e no Nordeste. O oceanógrafo também atua no desenvolvimento de equipamentos usados em estudos marinhos, como robôs submarinos, que mapeiam o solo oceânico, e correntógrafos, que medem a velocidade e a intensidade de correntes marinhas. A procura pelo graduado é maior no Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Gerenciamento de recursos naturais Desenvolver e aplicar métodos de exploração e beneficiamento de recursos marinhos. Dirigir unidades de preservação ecológica. Atuar na conservação de ecossistemas e espécies ameaçadas e na recuperação e manejo de ambientes degradados. Limnologia Participar de projetos voltados para a conservação de diferentes ambientes de água doce, como riachos, rios e lagos. Modelagem e previsões climáticas Construir e estudar modelos climáticos. Modelagem oceânica Simular o movimento dos oceanos por meio de cálculos matemáticos que levam em conta as influências atmosféricas e climáticas.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

CURSO Prepare-se para muita matemática, física e química, além de biologia e geologia. As características físicas, químicas, biológicas e geológicas dos oceanos são vistas em disciplinas como manejo dos recursos vivos, poluição marinha e tecnologia de pesca. No fim do curso, navegar é preciso, e você deve ter noção de meteorologia e cartografia. Em algumas escolas, o estágio é obrigatório. Já a entrega de um trabalho de conclusão de curso é sempre exigido. Duração média: 5 anos. Outro nome: Oceanologia. GE PROFISSÕES 2018

107


PROFISSÕES � CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA TERRA ONDE ESTUDAR

CURSOS: 13 | AVALIADOS: 12 5⋆ 1 curso | 4⋆ 5 cursos | 3⋆ 5 cursos � OS MELHORES CURSOS

CURSO

⋆⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA. CE Fortaleza UFC. ES Vitória Ufes. PE Recife UFPE. RS Rio Grande Furg Oceanologia.

⋆⋆⋆ MA São Luís UFMA. PR Pontal do Paraná UFPR. RJ Rio de Janeiro Uerj. SC Florianópolis UFSC. Itajaí Univali $$$$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE BA Camaçari Famec-BA n/i. REGIÃO NORTE PA Belém UFPA.

PRODUÇÃO DE BEBIDAS

o graduado em Produção de Cachaça, Minas Gerais tem um mercado em expansão. Há no país cerca de 4 mil marcas da bebida, e as exportações estão em crescimento.

B/T

O

profissional formado pelos cursos de Viticultura (produção de uvas), Enologia (produção de vinho) e Produção de Cachaça atuam em todas as fases da elaboração dos produtos, do plantio à colheita da matéria-prima, da elaboração da bebida à comercialização. Ele lida com a produção de uvas especiais e vinhos ou com o cultivo e manejo da cana-de-açúcar para a produção da cachaça. Trabalha com a matéria-prima e pode especializar-se na produção das bebidas, focando nos processos de fermentação e destilação. O QUE VOCÊ PODE FAZER Consultoria e vendas Orientar o trabalho de importadoras de vinhos e distribuidoras de bebidas. Enoturismo Atuar junto a atividades turísticas voltadas à apreciação do vinho. Fabricação Trabalhar em processos de beneficiamento e industrialização das bebidas. Atuar em laboratório de análises supervisionando e executando atividades ligadas às análises de controle de qualidade. Gerenciamento Atuar no planejamento, na implantação e na gestão de vinícolas. Planejar a produção e a distribuição da cachaça, passando por todas as etapas do processo produtivo. Marketing Atuar na venda e inserção do produto no mercado.

No único bacharelado do país, o de Enologia da Unipampa (RS), predominam nos três primeiros semestres disciplinas básicas (matemática aplicada, química e bioquímica) e matérias de viticultura e enologia (manejo sustentável do vinhedo, máquinas e equipamentos agrícolas e análise sensorial). Em seguida vêm conteúdos ligados ao agronegócio, como economia rural e marketing no agronegócio. Estágio e trabalho de conclusão são obrigatórios. Duração: 4 anos. Outro nome: Enologia. Veja também Engenharia de Produção Cervejeira, na pág. 254. Os tecnológicos cobrem desde a escolha de espécies e cultivo da matéria-prima até o gerenciamento de negócios do setor. No currículo constam disciplinas básicas, como química, biologia e matemática, e as específicas mudam conforme o curso – vão de cultivo e produção de derivados da cana, destilação e gestão agroindustrial, no curso de Produção de Cachaça; e química enológica, análise sensorial e fisiologia da videira, em Viticultura e Enologia. Duração média: 3 anos. Outros nomes: Prod. de Cachaça; Viticultura e Enologia. DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL É A DIFERENÇA ENTRE ENÓLOGO E SOMMELIER? O enólogo é um profissional graduado que cuida de todas as etapas da produção do vinho, da plantação da uva até a bebida ficar pronta para consumo. Já o sommelier tem formação em um curso livre e trabalha com o vinho pronto, fazendo degustação e indicando em cardápios o tipo de bebida que mais harmoniza com determinadas comidas.

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 1 | AVALIADOS: 1 3⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆ RS Dom Pedrito Unipampa Enologia.

MERCADO DE TRABALHO O especialista em viticultura e enologia está em alta, já que cuida de todo o processo que envolve a produção do vinho. E o consumo de marcas brasileiras cresceu 16% entre 2014 e 2016. As melhores chances estão nas Serras Gaúcha e Catarinense, e no Nordeste. Para

108 GE PROFISSÕES 2018

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unirb-BA Viticultura e Enologia $$$. PE Petrolina IF Sertão-PE Viticultura e Enologia.

REGIÃO SUDESTE MG Salinas IFNMG Prod. de Cachaça. SP São Roque IFSP Viticultura e Enologia. REGIÃO SUL RS Bento Gonçalves IFRS Viticultura e Enologia. Pelotas IFSul Viticultura e Enologia. SC Urupema IFSC Viticultura e Enologia.

PRODUÇÃO SUCROALCOOLEIRA T

E

ste tecnólogo se ocupa de todo o processo de transformação da cana em produto acabado, como o álcool ou o açúcar. Ele também lida com o tratamento dos rejeitos industriais, para garantir que as atividades de cultivo e beneficiamento não agridam o ambiente. Para isso, domina as melhores técnicas para a extração e o tratamento do caldo de cana, assim como o equipamento mais adequado para cada etapa do processo. Acompanha as análises químicas do produto e faz o controle de qualidade. Junto com outros profissionais, participa da montagem de projetos agroindustriais e administra usinas e destilarias. O QUE VOCÊ PODE FAZER Documentação Elaborar documentos técnicos de projetos de produção de álcool e açúcar. Equipamentos Projetar aparelhos e sistemas técnicos. Operar maquinário em industrias. Produção Cuidar do processo de transformação da canade-açúcar em produtos como açúcar e álcool. Qualidade Fazer o controle de qualidade da produção. Tratamento de resíduos Cuidar de rejeitos gerados no processo produtivo de usinas para evitar a poluição ambiental. MERCADO DE TRABALHO O Brasil é um dos maiores produtores globais de açúcar e lidera o setor de biocombustíveis. Isso garante demanda por mão de obra especializada, especialmente na gestão de processos e controle de qualidade. A maior demanda parte dos fabricantes de biocombustível, equipamentos e insumos, cooperativas e centros de pesquisa em açúcar e álcool. Um campo recente é a geração de energia a partir da queima da palha da cana. Os empregos estão nas regiões canavieiras tradicionais, como o Triângulo Mineiro, o interior de São Paulo e os estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Paraná. No Nordeste – especialmente em Alagoas – e no Rio Grande do Sul, as vagas estão nos estabelecimentos produtores de etanol. CURSO O currículo tem ênfase em química, matemática, física e cálculos. Desenho, gestão da qualidade e manutenção de equipamentos completam o programa. Em laboratório, muita prática de química, biologia e mecânica. Algumas escolas exigem trabalho de conclusão e estágio. Duração média: 3 anos.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE GO Mineiros UEG. MS Glória de Dourados Uems. Nova Andradina Finan n/i. Três Lagoas Aems $. REGIÃO NORDESTE PB João Pessoa UFPB. REGIÃO SUDESTE MG Frutal Uemg. Ituiutaba Uemg. SP Piracicaba Fatep-Piracicaba n/i. Presidente Prudente Unoeste $$. Santa Fé do Sul Funec $. REGIÃO SUL PR Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio $. Londrina Inesul n/i.

ZOOTECNIA

B

É

a busca de produtividade e rentabilidade na criação de animais e no desenvolvimento de produtos de origem animal (carne, ovos, leite e seus derivados). O zootecnista atua em toda a cadeia produtiva animal. Ele coordena a criação de rebanhos bovinos, ovinos, caprinos, suínos, aves e equinos, e faz a gestão e o planejamento agropecuário, o que inclui aspectos técnicos, como o projeto de pastagens. Promove o melhoramento genético e aplica técnicas de reprodução. Pode pesquisar nutrientes, acompanhar a fabricação de rações, vitaminas e produtos de saúde e de higiene para animais. Trabalha também na indústria alimentícia e na produção de alimentos de origem animal. Atua, ainda, como autônomo, fazendo planos de manejo animal ou dando assistência a propriedades rurais. O QUE VOCÊ PODE FAZER Animais silvestres Lidar com a preservação e cuidar do aproveitamento econômico de diferentes espécies. Bioclimatologia Estudar os efeitos do ambiente nos organismos vivos. Comércio Orientar o consumidor na compra de rações, medicamentos e outros produtos voltados para a criação. Eventos Planejar e realizar rodeios e exposições agropecuárias. Supervisionar atividades relativas a animais de esportes e lazer. Melhoramento genético Fazer a avaliação genética e desenvolver técnicas de cruzamento e inseminação artificial para garantir rebanhos mais fortes. Proceder à seleção dos animais visando à formação do rebanho matriz para reprodução. Nutrição e alimentação animal Desenvolver suplementos alimentares em indústrias de ração e de vitaminas. Controlar a qualidade dos alimentos usados na nutrição animal. Pesquisa Estudar o aperfeiçoamento dos métodos de abate e cruzamento e pesquisar novos produtos de origem animal para os quais existe demanda. Planejamento e administração rural Planejar e organizar construções rurais, pastos e projetos de criação de animais em propriedades como fazendas e haras para aumentar a

produtividade dos rebanhos. Comprar e vender animais. Saúde Coordenar atividades que envolvem terapias humanas com a utilização de animais. Cuidar da saúde de rebanhos. Zootecnia de precisão Usar recursos tecnológicos (monitoramento por imagens, sensores etc.) para melhorar o manejo, a reprodução e a produtividade dos animais. MERCADO DE TRABALHO O zootecnista está em alta nas indústrias alimentícias, atentas à qualidade de seus produtos de origem animal ao longo da cadeia produtiva. O consumidor é exigente quanto ao sabor, controle sanitário, valor nutritivo da carne que consome e condições de criação dos rebanhos. Para se destacar, o bacharel deve dominar inovações tecnológicas usadas no dia a dia da profissão, como drones e aplicativos de celular para controlar rebanhos a distância. O crescimento do mercado de pets eleva a procura pelo profissional, que pode atuar na indústria de nutrição animal. Ele também trabalha em empreendimentos agropecuários, cooperativas rurais, frigoríficos, zoológicos, centros de triagem de animais silvestres e unidades de conservação. CURSO Biologia, genética e zoologia integram o currículo. Há também aulas de nutrição animal, fisiologia animal, ciências do solo, biologia molecular e melhoramento genético animal. Os fundamentos da Zootecnia são oferecidos a partir do terceiro ano, em matérias como parasitologia, melhoramento genético e bioclimatologia, além de técnicas de manejo de rebanhos e de criações. Algumas faculdades estudam espécies silvestres, como jacaré e capivara, cujo consumo é regulamentado no país. Estágio e trabalho de conclusão de curso são obrigatórios. Duração média: 5 anos.

Maringá UEM ④. SP Botucatu Unesp ④. Ilha Solteira Unesp ④. Jaboticabal Unesp ④. Pirassununga USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Rio Largo Ufal ②. AM Manaus Ufam ③. BA Itapetinga Uesb ③. Salvador UFBA ④. CE Fortaleza UFC ④. GO Goiânia UFG ④. MG Montes Claros UFMG ④. MS Aquidauana Uems. Campo Grande UFMS ④. PB Areia UFPB ④. PE Recife UFRPE ③. PR Curitiba UFPR ④. Dois Vizinhos UTFPR ④. Londrina UEL ④. RJ Seropédica UFRRJ ④. RS Palmeira das Missões UFSM ④. Santa Maria UFSM ③. SC Florianópolis UFSC ④. SE São Cristóvão UFS ④. SP Dracena Unesp ⑤. Presidente Prudente Unoeste ⑤ $$$$. TO Araguaína UFT ③.

⋆⋆⋆ AL Arapiraca Ufal ③. AM Parintins Ufam ③. BA Cruz das Almas UFRB ③. Santa Inês IF Baiano. CE Crato IFCE. Sobral UVA-CE ③. ES Alegre Ufes ④. GO Ceres IF Goiano. Goiânia PUC Goiás ③ n/i. Rio Verde IF Goiano ③. MA Chapadinha UFMA ④. MG Bambuí IFMG ④. Diamantina UFVJM ③. Janaúba Unimontes. Rio Pomba IF Sudeste MG ⑤. Uberaba Fazu ③ $$$$, IFTM ④. Uberlândia UFU. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$. Dourados UFGD ③. MT Cuiabá UFMT. Rondonópolis UFMT ③. PA Parauapebas Ufra ②. PE Garanhuns UFRPE ③. Petrolina Univasf-PE ④. Serra Talhada UFRPE ④. PI Bom Jesus UFPI ②. PR Marechal Cândido Rondon Unioeste ④. RJ Campos dos Goytacazes Uenf. RN Macaíba UFRN ③. Mossoró Ufersa. RR Boa Vista UFRR ④. RS Alegrete IF Farroupilha. Capão do Leão UFPel ③. Dom Pedrito Unipampa ③. Sertão IFRS. SC Chapecó Udesc Zootecnia (ênf. em prod. animal sustentável) ④. SP Barretos Unifeb ④ $$$$. TO Palmas Católica do Tocantins ② n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Planaltina Upis ③ n/i. GO Jataí UFG ④. Morrinhos IF Goiano. São Luís de Montes Belos UEG ③. MT Alta Floresta IFMT. Barra do Garças Univar $$$$. Guarantã do Norte IFMT. Jaciara Fac. Eduvale-MT n/i. Pontes e Lacerda Unemat ③. Santo Antônio do Leverger IFMT. Sinop UFMT ③. REGIÃO NORDESTE

DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL A DIFERENÇA ENTRE ZOOTECNIA E MEDICINA VETERINÁRIA? O zootecnista tem conhecimentos focados na área de nutrição e alimentação, melhoramento genético e administração, buscando maior produtividade e rentabilidade na criação de animais. Já o médico veterinário centra-se na saúde dos animais, sendo responsável pela assistência clínica e cirúrgica e pelo controle da fabricação de produtos de origem animal. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 108 | AVALIADOS: 85 5⋆ 8 cursos | 4⋆ 22 cursos | 3⋆ 39 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Lavras Ufla ④. Viçosa UFV ⑤. PA Belém Ufra ④. PR

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

AL Santana do Ipanema Uneal. CE Caucaia Fatene $$$$. Crateús IFCE. MA Caxias IFMA. São Luís IFMA, Uema. Timon Iesm n/i. PI Corrente Uespi ③. Paulistana IFPI. Teresina Uespi. SE Nossa Senhora da Glória UFS. REGIÃO NORTE AC Sena Madureira Ifac. PA Paragominas Ufra. Redenção Fesar ② n/i. Santarém Ufopa. RO Cacoal Ifro. Porto Velho Fimca n/i. Presidente Médici Unir. Vilhena Fama-RO ② n/i. REGIÃO SUDESTE MG Machado IFSULDEMINAS. Patos de Minas Unipam n/i. São João del Rei UFSJ ④. RJ Rio de Janeiro Fagram $$$$. SP Avaré Eduvale $$$. Descalvado Universidade Brasil n/i. REGIÃO SUL PR Ponta Grossa UEPG ④. RS Porto Alegre UFRGS. SC Xanxerê Unoesc ④ n/i. GE PROFISSÕES 2018

109


PROFISSÕES

SAÚDE E BEMESTAR A CIÊNCIA DOS CUIDADOS DO CORPO E DA MENTE Tratar do corpo e da mente das mais diversas formas é o que define a atividade destes profissionais. Para isso, é necessário ser observador, gostar do contato com as pessoas e saber se colocar no lugar delas

O

que há de comum entre um médico, um fisioterapeuta, um professor de educação física e um esteticista? Todos estão envolvidos com cuidados com o corpo humano, todos trabalham para a saúde e o bem-estar das pessoas. “Qualquer profissional dessa área precisa entender o corpo humano como um todo”, diz Fernanda Klein Marcondes, coordenadora-associada do curso de Odontologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em Piracicaba (SP). “Todo atendimento começa com uma conversa e observação. Pela boca, o dentista muitas vezes percebe que há algo de errado com a saúde do paciente e aconselha que ele procure um médico. Mesmo o esteticista tem de ser capaz, por exemplo, de reconhecer uma mancha suspeita para encaminhar a pessoa para o dermatologista.” É muito importante que haja empatia do profissional em relação ao paciente. “Ele precisa saber se colocar no lugar da pessoa e fazer as perguntas certas”, conta Fernanda. No caso dos profissionais de saúde, como médicos e dentis-

110 GE PROFISSÕES 2018

tas, isso é fundamental para um bom diagnóstico. Hoje, é claro, existem os recursos tecnológicos para ajudar nessa tarefa. “Mas o profissional precisa saber interpretar as informações”, afirma. O trabalho nessa área costuma ser árduo. Muitas vezes, médicos, enfermeiros e dentistas têm jornadas diárias longas, de mais de dez horas, dividindose em mais de um emprego. Sofrem também com o estresss inerente ao atendimento em prontos-socorros, UTIs e ambulatórios. Para dar conta da rotina puxada, ele deve ter equilíbrio emocional e levar uma vida saudável. Mesmo aqueles que optam pela área do bem-estar – como terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e fonoaudiólogos – devem dividir a agenda entre consultas e participação em congressos e cursos de atualização. Estar sintonizado com as últimas novidades de sua área de atuação é fundamental para o bom desempenho profissional. Também é comum esses profissionais atuarem juntos, integrando equipes multidisciplinares. Na coordenação dessas ações, entra o profissional de Saúde Coletiva.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os gastos da população com saúde representam 8% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. A maior parte deles ocorre no setor privado, com operadoras de planos de saúde, hospitais, laboratórios, consultórios e clínicas particulares. FALTAM EMERGENCISTAS

No primeiro semestre de 2017, 564 mil pessoas foram internadas no Brasil com ferimentos provenientes de traumas. Todas elas passaram por um pronto-socorro. E é apenas uma pequena parte dos pacientes que lotam todos os dias as salas de espera das unidades públicas e privadas de pronto-atendimento. Há também os infartados, pessoas com crise de pedra nos rins, asma etc. Para atender toda essa gente, é preciso haver médicos e enfermeiros emergencistas “O déficit desses profissionais é imenso”, diz Aécio Flávio Teixeira Góis, coordenador do curso de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (SP). As emergências não são especialidade médica ou de enfermagem, e a atenção dada à área na graduação ainda é bastante insuficiente. © RODRIGO MAROJA


VERBETES Biomedicina (B) ....................................112 Educação Física (B/L).............................114 Enfermagem (B/L) .................................118 Esporte (B) ...........................................121 Estética e Cosmética (B/T) .....................121 Farmácia (B) .........................................123 Fisioterapia (B) .....................................124 Fonoaudiologia (B) ................................126 Gerontologia (B) ...................................127 Gestão em Saúde (B) .............................128 Gestão Desportiva e de Lazer (T) ............... 128 Gestão Hospitalar (T) ................................. 129 Medicina (B) .........................................129 Musicoterapia (B) ..................................131 Naturologia (B) .....................................132 Nutrição (B) ..........................................132 Obstetrícia (B) ......................................134 Odontologia (B) ....................................135 Oftálmica (T) ........................................136 Optometria (B/T) ..................................136 Psicologia (B)........................................137 Quiropraxia (B) .....................................139 Radiologia (T) ......................................140 Saúde Coletiva (B) .................................140 Terapia Ocupacional (B) ........................141

FOCO NO ATENDIMENTO A IDOSOS

Tendência do mundo atual, o aumento da expectativa de vida da população e a maior valorização da qualidade vida representam aquecimento do mercado de trabalho para os profissionais da área, incluindo educadores físicos, psicólogos e nutricionistas. O IBGE estima que, em pouco mais de três décadas, a população idosa triplicará no Brasil – deve passar dos 20 milhões de 2010 para quase 70 milhões em 2050. Em termos proporcionais, daqui a pouco mais de 30 anos teremos 30% da população com idade acima de 60 anos. Segundo estimativas , em 2030, pela primeira vez, o número absoluto e o porcentual de brasileiros com 60 anos ou mais de idade vai ultrapassar o de crianças e adolescentes de 0 a 14 anos. Essa realidade altera o perfil de doenças que acometem as pessoas e cria um desafio para a área de saúde: a prevenção e o tratamento de doenças crônicas específicas da terceira idade, como diabetes, hipertensão, artrose, alguns tipos de câncer e problemas cardiocirculatórios ou respiratórios. Aí entram em campo profissionais de Fisioterapia e Gerontologia, além de médicos especializados em geriatria, cardiologia e pneumonologia.

PANORAMA CARACTERÍSTICAS OU HABILIDADES QUE VOCÊ DEVE TER:  Gostar de lidar com as pessoas  Meticulosidade e atenção para detalhes  Saber relacionar eventos e fenômenos  Interesse por questões científicas e sociais  Facilidade de concentração  Capacidade em suportar o estresse

GRADUAÇÕES MAIS PROCURADAS

Nº de candidatos inscritos*

Medicina ............................................................................................................... 1.121.928 Enfermagem ........................................................................................................... 414.339 Psicologia ................................................................................................................ 375.416

CURSOS TRADICIONAIS E SUAS NOVAS VERSÕES Medicina

Gerontologia ..................................................... pág. 127 Obstetrícia......................................................... pág. 134 Saúde Coletiva .................................................. pág. 140

OUTROS CURSOS NOVOS OU COM ENFOQUES ESPECÍFICOS

 Gestão em Saúde ............................................................................................... pág. 128  Gestão Hospitalar .............................................................................................. pág. 129  Naturologia ........................................................................................................ pág. 132  Quiropraxia ........................................................................................................ pág. 139  Musicoterapia .................................................................................................... pág. 131

MERCADOS MAIS PROMISSORES  Biomedicina Cresce a procura pelo biomédico na indústria farmacêutica, para colaborar na pesquisa de novos medicamentos. No setor de saúde pública, o profissional é solicitado para lidar com epidemias, como as de zika vírus. Também tem destaque a área de bioinformática, que armazena e relaciona dados biológicos a partir de modelos matemáticos e recursos computacionais.  Educação Física A principal demanda por este bacharel parte das academias de ginástica – e há quase 32 mil estabelecimentos do gênero no país, o que coloca o Brasil na vice-lideranca do ranking de países com o maior número de academias por habitante.  Gerontologia O brasileiro está envelhecendo (veja quadro ao lado). Com isso, cresce a demanda por especialistas que atuem na melhoria de qualidade de vida das pessoas da terceira idade.  Fisioterapia e Terapia Ocupacional Cursos que se voltam para a promoção da qualidade de vida e bem-estar da população, incluindo os idosos. Existe carência de terapeutas ocupacionais em todo o país, exceto no Sudeste. Ele é contratado para atuar principalmente em equipes multidisciplinares.  Naturologia Os tratamentos de saúde que fazem uso de técnicas e substâncias naturais ganham cada vez mais espaço no Brasil, favorecendo a empregabilidade do bacharel. A procura cresce não apenas na rede hospitalar, mas também em hotéis e empresas de diversas áreas, onde o naturologista dá consultoria em qualidade de vida e bem-estar.

AVALIAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA

Total de cursos avaliados pelo Guia do Estudante (veja na pág. 40): 3.744 12,61% 4⋆

37,13% 3⋆

46,41% Não estrelados

3,85% 5 ⋆ *Censo da Educação Superior 2015, Inep/MEC GE PROFISSÕES 2018

111


PROFISSÕES  SAÚDE E BEM-ESTAR BIOMEDICINA

B

É

a área das Ciências Biológicas voltada para a pesquisa na área de saúde, seja humana, animal ou das plantas. O biomédico identifica, classifica e estuda os microrganismos causadores de enfermidades e pesquisa medicamentos e vacinas a fim de prevenir doenças e epidemias. Também investiga formas de tratamento. Faz exames e interpreta os resultados de análises clínicas para diagnosticar enfermidades e identificar contaminações em alimentos. Trabalha ainda com análises hematológicas (do sangue) e moleculares, produção de bioderivados (produtos obtidos a partir de matérias-primas vegetais) e na pesquisa e no controle de qualidade de produtos obtidos por biotecnologia, como os alimentos. Na área médica, trabalha em hospitais, laboratórios, indústrias farmacêuticas e órgãos públicos de saúde. Pode atuar também no setor de perícia criminal, ajudando a elucidar crimes a partir de vestígios, como sangue ou tecidos humanos. Nesse caso, seu local de trabalho são os laboratórios dos Institutos de Criminalística. Normalmente, atua em parceria com bioquímicos, biólogos, médicos e farmacêuticos.

Embriologia Estudar a formação dos tecidos e órgãos animais, inclusive humanos. Farmacologia Estudar as propriedades físicas e químicas, os efeitos bioquímicos e fisiológicos e os usos terapêuticos de medicamentos e outros fármacos. Genética Pesquisar as leis e os processos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes na definição das características de um ser. Histologia Examinar tecidos e órgãos de animais e plantas. Hematologia Estudar as propriedades do sangue, da medula e dos gânglios linfáticos. Imunologia Investigar o sistema de defesa do organismo humano para a produção de vacinas e medicamentos. Microbiologia Estudar microrganismos, como bactérias, vírus e fungos. Parasitologia Analisar os organismos animais e vegetais que sobrevivem à custa de outros. Patologia Estudar, diagnosticar e tratar doenças. Psicobiologia Estudar as relações entre o sistema nervoso e o comportamento humano. Sanitarista Atuar em órgãos de vigilância sanitária. Saúde pública Desenvolver e implementar políticas públicas, como programas de combate a doenças e de promoção da saúde de públicos específicos, como indígenas e presidiários. Toxicologia Analisar efeitos adversos de substâncias que possam ser tóxicas, como cosméticos e medicamentos.

estrutura e função dos tecidos, desenvolvimento de doenças e práticas de laboratório. Além dessas disciplinas, o aluno estuda também matemática, estudos estatísticos, comunicação, administração laboratorial, metodologia científica e inglês. Estas duas últimas disciplinas são imprescindíveis para a redação e a interpretação de textos e trabalhos científicos. Desde o início do bacharelado o estudante deve participar de seminários, feiras e congressos – atividades fundamentais para reciclar conhecimentos, pois esta é uma das áreas científicas em que as inovações mais ocorrem. No último ano do curso, é preciso escolher uma área específica para fazer estágio, que é obrigatório, e escrever uma monografia. Atenção: antes de escolher a instituição de ensino, veja qual a habilitação oferecida durante o curso, pois, após a conclusão da graduação, você obterá o registro profissional no Conselho Federal de Biomedicina de acordo com o que estudou. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Ciên. Biol. (modal. méd.); Ciên. Biol. (modal. méd.-biomed.); Ciên. Biol.: biofísica; Ciên. Biol.: microbiologia e imunologia; Ciên. Biol.: modal. méd.; Ciên. Bioméd.; Ciên. Bioméd. (biomed.); Ciên. Bioméd. (ênf. em biotecnol. em saúde); Ciên. Bioméd. (ênf. em ciên. básicas da saúde).

MERCADO DE TRABALHO O QUE VOCÊ PODE FAZER Acupuntura Estimular pontos específicos no corpo humano, com o uso de agulhas, para prevenção e tratamento de doenças. Análise ambiental Fazer análises físico-químicas e microbiológicas para saneamento do meio ambiente, inclusive de água e esgoto. Análises bromatológicas Estudar as propriedades dos alimentos, sua composição química e calórica, desde a produção, passando pela coleta e pelo transporte, de modo a garantir que não haja adulteração. Análises clínicas Realizar exames clínicos em laboratórios e hospitais, assinando os respectivos laudos, para identificar agentes causadores de doenças. Bioinformática Utilizar ferramentas da informática para analisar e interpretar dados biológicos, principalmente na área da genética. Biomedicina estética Desenvolver e aplicar tratamentos para disfunções dermatológicas, relacionadas à derme, e fisiológicas, relacionadas ao tecido adiposo e metabolismo. Biofísica Investigar os processos fisiológicos dos seres vivos, utilizando conceitos da física. Biologia molecular Pesquisar a estrutura e o funcionamento das moléculas de DNA e RNA, das proteínas e dos genes responsáveis pela transmissão dos caracteres hereditários. Atuar nos processos de fertilização para reprodução animal e humana. Bioquímica Analisar o metabolismo dos animais e vegetais, verificando a composição química deles. Biotecnologia Manipular substâncias e microrganismos para a industrialização de alimentos ou pesquisa de medicamentos e cosméticos, entre outros produtos. Citologia Estudar a estrutura, a composição e as funções das células. Diagnóstico por imagem Realizar exames que possibilitem diagnóstico por imagens, como ressonância magnética e tomografia computadorizada. Docência e pesquisa Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

112 GE PROFISSÕES 2018

A maioria dos profissionais trabalha em hospitais, clínicas e laboratórios de análises clínicas e diagnóstico por imagem, mas vem crescendo a procura pelo biomédico na indústria farmacêutica, para colaborar na pesquisa de novos medicamentos e outros produtos médicos. O setor de saúde pública é outro que necessita do profissional. Ele é solicitado para lidar com epidemias, como as de zika vírus e gripe H1N1, ocorridas recentemente no país. Uma área recente e que tem demandado profissionais é a da bioinformática, campo do conhecimento que usa recursos computacionais para construir modelos de moléculas que compõem os seres vivos. Esses modelos são importantes porque podem ser usados para entender a origem das doenças e, assim, auxiliar no desenvolvimento de medicamentos para tratá-las. Boas perspectivas também têm surgido nas áreas de citopatologia, toxicologia, reprodução humana, hematologia e em clínicas especializadas em quimioterapia. Tem crescido, em todo o país, os concursos públicos para biomédicos atuarem na área de criminalística. Outro nicho em alta é o da biomedicina estética. Nesse caso, o profissional atua em clínicas particulares que oferecem tratamento para pele e corpo. A demanda é maior nas regiões Sul e Sudeste, que concentram indústrias farmacêuticas e institutos de pesquisa. O CURSO A maior parte do currículo é destinada às Ciências Biológicas, com aulas de fisiologia, bioquímica, bases moleculares, microbiologia,

FIQUE DE OLHO DIFERENTES ENFOQUES E HABILITAÇÕES Algumas instituições oferecem o curso com a denominação Ciências Biológicas modalidade médica ou Ciências Biomédicas. Na UFRJ, além de Ciências Biológicas modalidade médica, há também a possibilidade de cursar microbiologia e imunologia, e biofísica. Já a USP de Ribeirão Preto oferece duas ênfases para o curso. Depois de fazer cinco semestres de um ciclo básico, o estudante opta por ciências básicas da saúde ou biotecnologia em saúde.

DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL A DIFERENÇA ENTRE MEDICINA E BIOMEDICINA? Embora os dois profissionais atuem no mesmo campo da saúde humana, são carreiras diferentes e que exigem qualificações próprias. O biomédico identifica e estuda os microrganismos causadores de doenças para determinar suas causas e, assim, pesquisar substâncias que poderão tratá-las ou preveni-las. Ainda faz interpretação de exames e pesquisas genéticas. Já o médico, apesar de também pesquisar as doenças e tratamentos, atua diretamente em contato com pacientes. Só ele pode diagnosticar doenças, receitar medicamentos e realizar cirurgias.


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR ONDE ESTUDAR

CURSOS: 339 | AVALIADOS: 203 5⋆ 10 cursos | 4⋆ 20 cursos | 3⋆ 78 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Alfenas Unifal-MG ④. Belo Horizonte UFMG. Uberaba UFTM ④. PA Belém UFPA ④. RN Natal UFRN ④. RS Porto Alegre UFRGS ⑤. SP Botucatu Unesp Ciên. Bioméd. ③. Ribeirão Preto USP Ciên. Bioméd. (ênf. em biotecnol. em saúde); Ciên. Bioméd. (ênf. em ciên. básicas da saúde). São Paulo Unifesp Ciên. Biol. (modal. méd.) ④, USP Ciên. Bioméd.

⋆⋆⋆⋆ BA Ilhéus Uesc ④. GO Goiânia PUC Goiás Ciên. Biol. (modal. méd.biomed.) ③ n/i, UFG ③. MG Uberlândia UFU ⑤. MT Barra do Garças UFMT ③. PE Recife UFPE ③. PR Curitiba FPP ④ n/i, UTP ④ $$$$. Londrina UEL ④. Maringá UniCesumar ⑤ $$$$, Uningá ④ n/i. RJ Niterói UFF ④. RS Novo Hamburgo Feevale ④ $$. São Leopoldo Unisinos $$$$. SE Aracaju Unit-SE ③ $$$$. SP Araras FHOUniararas ④ $$$$$. Bauru Unip-SP ⑤ n/i. Presidente Prudente Unoeste $$$$$. São Paulo São Camilo-SP ④ n/i, UMC ④ n/i.

⋆⋆⋆ AL Maceió Cesmac ③ $$$, Unit-AL ④ $$$. AM Manaus Estácio Amazonas ③ $$$, Fametro-AM n/i, Unip-AM n/i. BA Feira de Santana FAN-BA ④ n/i. Governador Mangabeira Famam $$$. Salvador FTC ④ $$$. CE Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$, UniCEUB ④ n/i. GO Goiânia UnipGO ③ n/i. Jataí UFG ③. MG Alfenas Unifenas ③ $$$$. Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$$, Faminas-BH $$$$, Fumec ④ $$$$, UniBH ④ n/i. Muriaé Unifaminas ③ n/i. Passos Uemg. Uberaba Facthus $$$. Varginha Unis ③ n/i. MS Dourados Unigran ④ $$$$. PA Belém Famaz $$$$, Fibra $$$$. Marabá Uepa. PB Patos FIP-PB ③ $$$$. PE Caruaru Asces-Unita ③ $$$$. Recife Facipe $$$. PI Parnaíba UFPI ④. PR Curitiba UFPR ④, UniBrasil ③ $$$$. Londrina Unopar ④ n/i. Maringá UEM. RJ Petrópolis UCP-RJ ③ $$$$$. Rio de Janeiro IBMR ③ n/i, UCB-RJ ② $$$$, UFRJ Ciên. Biol.: biofísica; Ciên. Biol.: microbiologia e imunologia; Ciên. Biol.: modal. méd. ④, Unirio ③. RO Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ② n/i. Porto Velho Centro Universitário São Lucas ③ n/i. RS Cruz Alta Unicruz ③ $$$$$. Porto Alegre IPA ④ $$$$$, UniRitter $$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ④ $$$$. SC Criciúma Unesc-SC $$$$. Itajaí Univali ④ $$$$$. SP Araraquara Uniara ④ n/i, Unip-SP n/i. Bauru FIB-Bauru n/i, USC n/i. Campinas DeVry Metrocamp Ciên. Bioméd. (biomed.) ③ $$$$$, Unip-SP ④ n/i. Catanduva Fipa $$$. Cotia FMS ③ n/i. Fernandópolis FEF ④ n/i. Franca Unifran ④ $$$. Itu Ceunsp ④ $$$. Marília Unimar ④ $$$$. Mogi das Cruzes UMC n/i. Mogi Guaçu Fimi $$$$. Ribeirão Preto CBM ③ n/i. Santos Unilus ③ n/i, Unimonte ③ $$$$. São Bernardo do Campo Metodista ④ $$$$$. São Carlos Unicep ④ n/i. São José do Rio Preto Unilago ③ $$$, Unip-SP ④ n/i. São José dos Campos Unip-SP ④ n/i, Univap ④ n/i. São Paulo FMU ③ n/i, Unicid ③ $$$$$, Uninove ④ n/i, Unip-SP ④ n/i, Unisa ④ $$, Universidade Anhembi Morumbi $$$$. Sorocaba Unip-SP ④ n/i. TO Palmas Ceulp/Ulbra ④ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Icesp ② n/i, UDF n/i, Unip-DF n/i.

114 GE PROFISSÕES 2018

GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ② n/i. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia ③ $$$$. Ceres Fac. Evangélica de Ceres n/i. Goiânia Fac. Padrão ③ n/i. Piracanjuba FAP-GO $$. Quirinópolis Faqui $$$. Trindade FUG ③ n/i. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande n/i, UCDB $$$$, Unigran Capital $$$$, Universidade Anhanguera-Uniderp n/i. Três Lagoas Aems ② $$. MT Cáceres Fapan-MT n/i. Cuiabá Fasipe Cuiabá n/i, Unic Cuiabá n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste n/i. Sinop Fac. Fasipe ③ n/i, Unic Sinop ④ n/i. Várzea Grande Univag n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. Maceió Uninassau-Maceió n/i. BA Alagoinhas Fac. Sto. Antônio-BA $$$$, Unirb-BA $$$$. Barreiras Fasb-Barreiras $$$$, FJC n/i. Feira de Santana Estácio Feira de Santana n/i, FTC $$, Unef n/i, Unirb-BA $$$. Guanambi FG-BA ③ n/i. Ilhéus FMT $$$. Itabuna FTC $$$, Unime Itabuna n/i. Jequié Fapec n/i, FTC $$$. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas n/i. Paulo Afonso Fasete $$$$. Salvador Estácio FIB n/i, Fac. da Cidade do Salvador $$$, FMN-Salvador n/i, UCSal $$$$, Unifacs $$$$, Unijorge n/i, Unirb-BA ③ $$$$. Teixeira de Freitas Fasb-Teixeira de Freitas ③ $$$$. Valença Factiva n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i, FTC $$$. CE Fortaleza DeVry Fanor n/i, Fateci ③ n/i, FJN-Fortaleza n/i, FMN-Fortaleza n/i, Unichristus n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá n/i. Sobral Uninta $$$$$. MA Imperatriz Universidade Ceuma $$$$$. São Luís Estácio São Luís ③ n/i, Fac. Pitágoras de São Luís n/i, FMN-São Luís n/i, Universidade Ceuma $$$$$. PB Campina Grande FMN-Campina Grande ③ n/i, Unifacisa $$$$. João Pessoa Faser-PB $$$$$, FMN-João Pessoa n/i, FPB n/i. PE Caruaru DeVry Unifavip $$$$, FMN-Caruaru n/i. Jaboatão dos Guararapes UNIFG $$$. Olinda FJN-Pernambuco n/i. Recife DeVry FBV n/i, Fac. São Miguel n/i, FJN-Pernambuco n/i, Uninassau ③ n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Vitória de Santo Antão Faintvisa n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina DeVry Facid $$$, Fac. CET ③ $$, FMN-Teresina ③ n/i, Uninovafapi ④ n/i. RN Mossoró Facene $$$$. Natal FMN-Natal n/i, UnP n/i. SE Aracaju Estácio Sergipe n/i, FMN-Aracaju n/i, Unirb-SE n/i. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Fameta $$$$, Uninorte-AC n/i. AM Manaus FMN-Manaus n/i, Uninorte-AM n/i, Universidade Nilton Lins n/i. AP Macapá Estácio Macapá ③ n/i, Fama-AP n/i. PA Ananindeua Esmac $$$$, Unama n/i. Belém Esamaz n/i, Fac. Cosmopolita n/i, Uepa, Unama n/i. Redenção Fesar ② n/i. Santarém Iespes n/i, Unama n/i. RO Cacoal Fanorte n/i, Unesc-RO n/i. Ji-Paraná Unijipa $$$$. Porto Velho Fimca ② $$$$. Rolim de Moura FSP-RO $$$$. Vilhena Unesc-RO n/i. TO Guaraí FAG $$$$. REGIÃO SUDESTE ES Cachoeiro de Itapemirim Multivix-Cachoeiro de Itapemirim ③ n/i. Cariacica Fac. Pio XII ③ $$$$. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares n/i. Santa Teresa Esfa ③ $$$$. Vitória Multivix-Vitória n/i. MG Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH n/i, UNA n/i, Unifenas ③ $$$$. Betim PUC Minas $$$$$. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ② n/i. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG n/i. Contagem Fac. UNA de Contagem n/i. Divinópolis Unifenas ② $$$$. Formiga Unifor-MG n/i. Iguatama Fac. de

Iguatama n/i. Ipatinga Fac. Única de Ipatinga ④ n/i. Leopoldina Fupac Leopoldina $$$. Montes Claros Fasi ④ n/i, Funorte ③ n/i. Paracatu Fac. Tecsoma ③ n/i. São Lourenço Fac. de São Lourenço n/i. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Uberlândia Fupac Uberlândia ③ n/i. Varginha Unifenas n/i. RJ Barra do Piraí UGB ② n/i. Duque de Caxias UFRJ Ciên. Biol.: biofísica ④, Unigranrio $$$$. Itaperuna UniFSJ n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i. Nova Friburgo UFF. Rio das Ostras Cnec Facro n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa $$$$, Estácio n/i, Unigranrio $$$, UVA-RJ n/i. SP Americana FAM-Americana ③ $$. Amparo Unifia ③ n/i. Araçatuba Unip-SP n/i, Unisalesiano $$, Unitoledo n/i. Assis Unip-SP n/i. Bragança Paulista USF $$$. Descalvado Universidade Brasil n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal ② $$$$. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, UnG ③ n/i. Itapetininga FSP-SP n/i. Jundiaí UniAnchieta $$$$, Unip-SP ④ n/i. Limeira Einstein ④ n/i, Unip-SP n/i. Lins Unisalesiano $$$$. Ribeirão Preto Unip-SP n/i. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara ③ n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. Santos Unip-SP n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São José do Rio Pardo Unip-SP n/i. São José do Rio Preto Unirp $$$, Unorp n/i. São Manuel FMR $$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo n/i, FAM-São Paulo n/i, Famesp $$$, São Judas $$$$$, Unib ③ $$, UniSant’Anna $$, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i, Universidade Brasil n/i, Universidade Cruzeiro do Sul $$$. Sorocaba Uniso $$$$. Taboão da Serra Fecaf $$$$. Tietê FIT-Tietê ③ n/i. Tupã Fadap FAP $$$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. REGIÃO SUL PR Araucária Facear ④ n/i. Assis Chateaubriand CTESOP $$$$. Campo Mourão Fac. Integrado ④ n/i. Cascavel Unipar n/i. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio $$$. Curitiba Uniandrade $$$$$. Foz do Iguaçu Uniamérica ③ n/i. Guarapuava Fac. Campo Real ③ $$$$. Londrina Cesumar-Londrina $$$, Fac. Pitágoras de Londrina n/i, UniFil ④ n/i. Maringá Famma $$$$$. União da Vitória Uniguaçu ③ $$$$. RS Bento Gonçalves Cnec Bento n/i. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Carazinho Ulbra ③ $$$$$. Caxias do Sul FSG ③ $$$$. Osório Unicnec $$$$$. Passo Fundo Fasurgs $$$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre PUCRS $$$$$. Santa Cruz do Sul Unisc $$$$$. Santo Ângelo Cnec Iesa ④ $$$$$. SC Blumenau Furb $$$$, Uniasselvi-Blumenau ④ n/i. Florianópolis UniSociesc Florianópolis $$$$. Jaraguá do Sul Iesc-SC $$$$. Joinville Católica SC n/i, Fac. Anhanguera de Joinville n/i, UniSociesc $$$$. Lages Unifacvest $$$$$, Uniplac ③ n/i. Xaxim Celer Facs. n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito MG Juiz de Fora Unipac ② n/i. Patos de Minas FPM n/i. MT Cuiabá Fac. AUM ② n/i. PB Cajazeiras FSM-PB n/i. SP Avaré FSP-SP ③ n/i.

EDUCAÇÃO FÍSICA

É

B/L

a promoção da saúde e da capacidade física por meio da prática de atividades corporais. O bacharel ou licenciado em Educação Física organiza e supervisiona programas de


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

exercícios físicos. Auxilia no tratamento de portadores de deficiência e prepara atletas de diversas modalidades esportivas. Pode trabalhar com grupos, em escolas, clubes, academias e ONGs, ou prestar atendimento individual, como personal trainer. Para exercer a profissão é obrigatório o registro no Conselho Regional de Educação Física (Cref) de seu estado. Para lecionar em escolas é necessário o diploma de licenciatura. O QUE VOCÊ PODE FAZER Condicionamento físico Auxiliar na realização de exercícios individuais como personal trainer, em clubes, academias de ginástica ou empresas. Ensino Dar aulas na Educação Infantil e nos ensinos Fundamental e Médio. Grupos especiais Instruir e acompanhar idosos, gestantes, adultos e crianças deficientes, cardíacos e doentes em atividades físicas que beneficiem a saúde. Performance Orientar indivíduos e equipes nos processos de treinamento e competição nas modalidades esportivas. Recreação Entreter hóspedes, associados e turistas em hotéis, spas, clubes, condomínios e navios. Recuperação pós-cirúrgica Ajudar pacientes de cirurgias plásticas na realização de exercícios adequados para a recuperação pós-operatória e manutenção dos resultados obtidos. Turismo ecológico Coordenar atividades ao ar livre, como montanhismo e exploração de cavernas. MERCADO DE TRABALHO A valorização do bem-estar e da qualidade de vida garante vagas para os bacharéis. Os locais que mais empregam são as academias de ginástica. O Brasil conta com 31,8 mil estabelecimentos do gênero e é o segundo país com o maior número de academias por habitante, segundo levantamento feito pela International Health, Racquet & Sportsclub Association (IHRSA) em 2015. Como educação física é uma disciplina obrigatória nos ensinos Fundamental e Médio, o maior campo de trabalho para os licenciados são as escolas públicas e privadas. Outra área que demanda profissionais é a de condicionamento físico, onde ele pode trabalhar como personal trainer. “Existe uma boa procura por personal trainers para trabalhar com crianças e idosos, além de pequenos grupos de pessoas que buscam se exercitar”, diz Giulliano Esperança, membro do Conselho Consultivo da Sociedade Brasileira de Personal Trainers. O formando também pode trabalhar em clubes, empresas privadas – com ginástica laboral – e em condomínios e resorts, promovendo atividades esportivas e de recreação. Há oportunidades em clínicas, hospitais e spas, que contratam o profissional para tratar do condicionamento físico dos pacientes. Empresas de seguro-saúde procuram o educador físico para atuar em centros de saúde preventiva. As regiões Sul e Sudeste concentram a maioria das vagas, mas também a maior concorrência. No Nordeste, o setor de turismo absorve muitos profissionais para

trabalharem, principalmente, em hotéis e resorts ou em agências que promovem turismo de aventura, organizando atividades como trekking, escalada, rapel, rafting e arvorismo. O CURSO Há muitas matérias da área de Ciências Biológicas, como anatomia, fisiologia e ortopedia. O aluno aprende, ainda, estatística, administração e economia, além das disciplinas específicas da área. Nas licenciaturas, a partir do terceiro ano, entram no currículo as disciplinas ligadas ao processo pedagógico, como psicologia da educação e práticas pedagógicas. Além do estágio obrigatório, algumas escolas exigem uma monografia de conclusão de curso. Duração média: 4 anos (bacharelado); de 3 a 4 anos (licenciatura). Outros nomes: Educ. Fís. e Esporte; Educ. Fís. e Esporte (educ. fís.); Educ. Fís. e Saúde. ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 526 | AVALIADOS: 328 5⋆ 22 cursos | 4⋆ 51 cursos | 3⋆ 130 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$, UnB. GO Goiânia UFG ③. MG Belo Horizonte UFMG ④. Juiz de Fora UFJF ④. Muzambinho IFSULDEMINAS. Ouro Preto Ufop. Viçosa UFV ④. PR Curitiba UFPR. Londrina UEL ④. SC Florianópolis Udesc ③, UFSC ④. SP Bauru Unesp. Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$, Unicamp ③. Piracicaba Unimep ④ $$$$. Presidente Prudente Unesp. Ribeirão Preto USP Educ. Fís. e Esporte. Rio Claro Unesp ④. Santos Unifesp ④. São Carlos UFSCar. São Paulo USP Educ. Fís. e Esporte (educ. fís.); Educ. Fís. e Saúde.

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza Unifor-CE ② $$$$$. DF Brasília UDF $$$, UniCEUB ③ n/i. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix $$$$, PUC Minas ④ $$$$. Ipatinga Unileste ④ $$$. Lavras Ufla ④. Uberaba UFTM ④. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$. MT Cuiabá UFMT. Várzea Grande Univag ④ n/i. PB João Pessoa UFPB ③. PE Petrolina Univasf-PE ③. Recife DeVry FBV ④ n/i, UFPE, UPE. Vitória de Santo Antão UFPE. PR Curitiba PUCPR ④ $$$$$, UniBrasil ④ $$$$. Maringá UEM ③. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Rio de Janeiro Uerj ④. RN Natal UFRN ④. RS Canoas Unilasalle-RS ③ $$. Novo Hamburgo Feevale ③ $$. Porto Alegre IPA ④ $$$$, PUCRS ④ $$$$. São Leopoldo Unisinos ③ $$. SC Itajaí Univali ③ $$$$. Tubarão Unisul ③ $$$. SE São Cristóvão UFS ③. SP Americana FAM-Americana ④ $$$. Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Bebedouro Unifafibe ④ n/i. Franca Unifran ③ $$. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$$. Jundiaí Esef $$. Marília Unimar ④ $$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$. Santos Unisanta ④ $$$$. São Bernardo do Campo Metodista ③ $$$. São Caetano do Sul USCS $$. São Paulo FMU ③ n/i, São Judas ④ $$$$, Unasp $$$, Unicid ③ $$$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ③ n/i, Universidade Cruzeiro do Sul $$$. Sorocaba Fefiso-ACM ③ $$$. TO Palmas Ceulp/Ulbra ③ n/i.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ②. AL Maceió Cesmac $$, Estácio FAL ②

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

$$, Ufal ②. AM Manaus Ufam Educ. Fís. (promoção em saúde e lazer) ③. BA Feira de Santana FAN-BA ③ n/i. Itabuna Unime Itabuna ④ n/i. Salvador FSBA ② n/i, FTC ④ $$, Unijorge ③ n/i. Vitória da Conquista FTC ③ $$. CE Fortaleza Estácio FIC ③ $$$, UFC. Sobral UVA-CE. DF Brasília Unieuro ④ n/i. ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES $$$$. Vila Velha UVV ③ $$$. Vitória Fac. Estácio ③ $$$$. GO Anápolis UniEvangélica ③ $$. Goiânia Estácio Goiás ③ $$$. Jataí UFG. MG Alfenas Unifenas ③ $$. Belo Horizonte UniBH ④ n/i. Guaxupé Unifeg ④ $$. Itajubá Fepi ④ $$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$. Juiz de Fora Fac. Metodista Granbery ③ $$$, Universo-MG ③ n/i. Manhuaçu FAF-Manhuaçu $$$. Muriaé Unifaminas ④ n/i. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino ④ n/i. Sete Lagoas Unifemm ③ n/i. Três Corações UninCor $$$. Ubá Fagoc ④ n/i. Uberaba Uniube ③ $$$. Uberlândia UFU (B/L) ④. Varginha Unis ④ n/i. Viçosa FDV-MG ③ $$$. MS Campo Grande Unigran Capital $$. Dourados Unigran ④ $$. Três Lagoas Aems ② $$. MT Cuiabá Unic Cuiabá ④ n/i. PB João Pessoa Unipê ③ $$$. PE Caruaru Asces-Unita ② $$$$. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $$. PI Teresina FSA-PI ③ $$. PR Arapongas Unopar ④ n/i. Cascavel Centro Universitário FAG ④ n/i. Curitiba Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Uniandrade ③ $$$$$, UTFPR ④, UTP ④ $$$$. Guarapuava Fac. Guairacá ② $$$, Unicentro-PR ③. Jacarezinho Uenp ③. Londrina Unopar ③ n/i. Marechal Cândido Rondon Unioeste ③. Maringá UniCesumar $$$. RJ Cabo Frio Estácio n/i. Niterói Universo-RJ ② $$$. Petrópolis Estácio ③ n/i, UCP-RJ $$$$$. Rio de Janeiro IBMR n/i, UCB-RJ ③ $$$$, UFRJ ③, Unisuam ③ $$$$. Volta Redonda UniFOA ③ $$$. RN Natal UnP ④ n/i. RO Cacoal Facimed ③ n/i. Porto Velho Iles/ Ulbra Porto Velho ③ n/i. RS Canoas Ulbra ③ $$$$. Caxias do Sul FSG ③ $$$, UCS ③ n/i. Cruz Alta Unicruz $$$$. Erechim URI ③ $$$$$. Gravataí Ulbra ③ $$$. Ijuí Unijuí ③ n/i. Passo Fundo UPF ③ $$$$$. Pelotas UFPel ③. Porto Alegre Fac. Sogipa ③ n/i. Santa Maria Fames-RS ③ $$$$, UFSM ④. Santa Rosa Unijuí ④ n/i. Santo Ângelo URI ③ $$$$$. SC Chapecó Unochapecó ③ $$$$, Unoesc n/i. Criciúma Unesc-SC ③ $$$. Joinville Bom Jesus/ Ielusc n/i, Univille ② $$$$. Palhoça Unisul ③ $$$$. SE Aracaju Unit-SE ③ $$. SP Adamantina Unifai-Adamantina ② $. Amparo Unifia ③ n/i. Araçatuba Unisalesiano ④ $$, Unitoledo ② n/i. Araraquara Uniara ③ n/i, Unip-SP n/i. Barra Bonita Faefi ③ $$. Barretos Unifeb $$. Batatais Claretiano-Centro Universitário ③ $$. Bauru FIB-Bauru ③ n/i. Bragança Paulista Fesb $$. Campinas Unip-SP ④ n/i, Unisal $$$. Caraguatatuba Módulo $. Catanduva Fipa ③ $$$. Guarulhos UnG ③ n/i. Hortolândia Fac. Adventista de Hortolândia ③ $$$. Indaiatuba Fac. Max Planck $$$$. Itu Ceunsp ③ $$$. Limeira Einstein n/i. Lins Unisalesiano ③ $$$. Marília Faip ④ n/i. Mogi das Cruzes Fac. Náutico ③ $$$$, UMC ④ n/i. Ourinhos Estácio Ourinhos ④ n/i. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba n/i. Ribeirão Preto Moura Lacerda ③ n/i, Unaerp ④ $$$$. Rio Claro Claretiano Fac. ③ $$. Santana de Parnaíba Unip-SP ⑤ n/i. Santos Unimes ③ n/i, Unip-SP ④ n/i. São João da Boa Vista Unifae ③ $$$. São José dos Campos Univap ③ n/i. São Paulo Estácio São Paulo $, Unisa ③ $, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$. Taubaté Unitau ③ $$$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Estácio Brasília n/i, Faciplac $$$, Iesb-DF $$$$$, Mauá-DF n/i, Unip-DF ④ n/i, Uniplan $$$$. Taguatinga Fac. Anhanguera de Taguatinga ② n/i, UniProjeção n/i. GO Ceres Fac. Evangélica de Ceres n/i. Goiânia Fac. Araguaia $$$$, FacUnicamps $, Iueso n/i, Unip-GO n/i, Universo-GO ③ n/i. Goiatuba UniCerrado $$. Itumbiara Iles/Ulbra Itumbiara $$$. Luziânia Unidesc $$$$. Mineiros Unifimes $$$. PiracanGE PROFISSÕES 2018

115


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR juba FAP-GO n/i. Rio Verde IesRiver $$$$, UniRV ② $$$$. Trindade FUG ② n/i. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande n/i, Estácio Campo Grande n/i, Facsul-MS $$, Iesf-MS $$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados n/i. MT Cáceres Fapan-MT n/i. Colíder Facider ③ $$. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis n/i. Sinop Fac. Fasipe n/i. Sorriso Facem-MT ③ n/i, Unic Sorriso n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra n/i.

AC Rio Branco Fameta $$. AM Manaus Estácio Amazonas $$$, Fametro-AM n/i, FMN-Manaus n/i, Uninorte-AM n/i, Unip-AM n/i. AP Macapá Fama-AP n/i. PA Ananindeua Unama n/i. Belém Fac. FCC n/i, Famaz $$$$, FMN-Belém n/i, Unama n/i. Parauapebas Fadesa n/i. Santarém Ceuls/Ulbra n/i, Unama n/i. RO Ariquemes Faema n/i. Porto Velho Fac. Metropolitana-RO $$$. Vilhena Fimca Vilhena $$$, Unesc-RO n/i. RR Boa Vista Estácio Amazônia n/i. TO Gurupi UnirG $$.

versitário UNA de Bom Despacho n/i. Campo Belo Cemes n/i. Caratinga Unec n/i. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG n/i, Fupac Conselheiro Lafaiete ③ n/i. Diamantina UFVJM. Divinópolis Uemg, Unifenas n/i. Formiga Unifor-MG ③ n/i. Governador Valadares Fupac Governador Valadares n/i, UFJF, Univale $$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ n/i, Fac. Única de Ipatinga n/i. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ③ n/i, Facsum n/i. Lavras Fagammon ③ $$$. Machado Cesep $$$. Matipó Univértix-MG n/i. Mato Verde Favenorte n/i. Montes Claros Fasa-MG n/i, Funorte n/i, Unimontes ③. Nanuque Unec n/i. Paracatu Fac. Atenas ⑤ n/i. Passos Uemg. Patos de Minas FPM n/i. Patrocínio Unicerp ③ $$$. Pirapora FAC Funam n/i. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas n/i. Pouso Alegre Univás ③ n/i. São João del Rei Iptan n/i. Sete Lagoas Fasasete $$$. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Uberlândia Fupac Uberlândia n/i, Unitri ④ $$$. RJ Barra do Piraí UGB n/i. Barra Mansa UBM $$$. Belford Roxo Uniabeu ③ $$$. Campos dos Goytacazes Universo-RJ ③ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ② $$$$. Itaperuna Funita. Nova Friburgo Estácio n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa ② $$$, Estácio ③ n/i, Faba n/i, Facs. São José n/i, FGS n/i, Unigranrio $$$, USU n/i. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. SP Andradina Fisma-SP $$$. Avaré Fira $$, FSP-SP n/i. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i. Botucatu Unifac ③ $$. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i. Carapicuíba Estácio FNC n/i. Cruzeiro ESC n/i. Dracena Unifadra (B/L) ③ $$$. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal $$$. Fernandópolis FEF ② n/i, Universidade Brasil n/i. Guarujá Unaerp ③ $$$. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos ② n/i, FIG-Unimesp n/i. Itapetininga FKB ② n/i, IIES n/i. Itapeva Fait-SP n/i. Itaquaquecetuba UnG n/i. Itararé Fafit n/i. Jaboticabal Moura Lacerda ③ n/i. Jaú Fjaú $$$. Jundiaí UniAnchieta ③ $$$, Unip-SP n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera n/i. Limeira Unip-SP ④ n/i. Lorena Unisal $$$. Mogi Guaçu FMG n/i. Nova Odessa Facs. Network n/i. Osasco Unifieo ③ $$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Penápolis Funepe n/i. Peruíbe FPBE n/i. Registro FVR ③ n/i. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto n/i, Unip-SP ④ n/i. Rio Claro Asser-Rio Claro n/i. Santa Bárbara d’Oeste FAP-SP ④ n/i. Santa Fé do Sul Funec $. Santo André Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Carlos Unicep ④ n/i. São José do Rio Pardo Feuc-Rio Pardo $, Unip-SP ④ n/i. São José do Rio Preto Unilago ③ $$$, Unip-SP ⑤ n/i, Unirp ④ $$, Unorp ② n/i. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos n/i, Unip-SP ④ n/i. São Manuel FMR $. São Paulo Fac. Drummond n/i, Fac. Villas Boas n/i, FAM-São Paulo n/i, Senac-SP $$, Unib $, Unicapital n/i, Unip-SP ④ n/i, Unisal $$$, UniSant’Anna $$, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i, Universidade Brasil n/i. São Roque FAC São Roque n/i. São Sebastião Fass $$. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba n/i, Unip-SP ④ n/i, Uniso $$$$. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra n/i, Fecaf $$$. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté n/i. Tietê FIT-Tietê n/i. Tupã Esefap n/i, Faccat-SP $$.

REGIÃO SUDESTE

REGIÃO SUL

ES Colatina Unesc-ES ③ $$$$. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari ③ n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ③ n/i. Vitória Favi n/i, Multivix-Vitória n/i, UCV $$$, Ufes ②. MG Além Paraíba Fac. de Ciên. da Saúde Archimedes Theodoro n/i. Araguari Imepac $$. Araxá Uniaraxá ② $$$. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ④ n/i, Facemg n/i, Universo-MG $$. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i. Bom Despacho Centro Uni-

PR Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i. Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel ② n/i. Cianorte Unipar ③ n/i. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio ③ $$. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$$. Dois Vizinhos Unisep n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, UDC Sede $$, Uniamérica n/i. Francisco Beltrão Unipar n/i. Londrina Inesul $, UniFil ④ n/i. Maringá Famma $$$$. Paranavaí Fatecie n/i. Pato Branco Fadep ③ $$$. Pitanga UCP-PR $$$. Ponta Grossa Iessa ③ $$$$. São Mi-

REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Fera n/i, Unirb Arapiraca n/i. Maceió FAA-Iesa n/i, Fac. Pitágoras de Maceió n/i, Fac. Unirb/Ibesa ② n/i, Uninassau-Maceió n/i. BA Camaçari Famec-BA n/i. Feira de Santana FTC $. Governador Mangabeira Famam $$. Guanambi FG-BA n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas n/i. Paripiranga UniAGES $$$. Paulo Afonso Fasete $$. Salvador Estácio FIB n/i, FMN-Salvador n/i, UCSal ② $$$, Unime Salvador n/i, Unirb-BA $$$. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Caucaia Fatene n/i. Fortaleza DeVry Fanor ⑤ n/i, Faece $, Fametro-CE $$, FGF n/i, FMN-Fortaleza n/i. Juazeiro do Norte Unileão n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá n/i. MA Caxias Facema $$. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís n/i, FMN-São Luís n/i, UFMA Educ. Fís. (educ. fís. e saúde), Universidade Ceuma $$$$. Timon Iesm n/i. PB Cabedelo Iesp-PB $$$. Cajazeiras Fafic $$. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i, UEPB, Unifacisa $$$$. João Pessoa Facene-Famene $$$$, FMN-João Pessoa ③ n/i, FPB n/i. Patos FIP-PB ③ $$$$. PE Caruaru DeVry Unifavip $$$, FMN-Caruaru n/i. Escada Faesc n/i. Olinda Facottur n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife Fac. São Miguel n/i, Farec $$$, FJN-Pernambuco n/i, Unibra n/i, Uninassau ③ n/i, Universo-PE n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina Aespi n/i, FMN-Teresina ③ n/i, Uninovafapi ③ n/i. RN Mossoró Facene $$$$, Uern. Natal Fanec n/i, FMN-Natal n/i, Uni-RN n/i, Unifacex n/i. SE Aracaju Estácio Sergipe n/i, FMN-Aracaju n/i. REGIÃO NORTE

116 GE PROFISSÕES 2018

guel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi n/i. Telêmaco Borba Fateb-PR n/i. Toledo Unipar ② n/i. Umuarama Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniguaçu ④ $$. RS Alegrete Urcamp ③ $$$$. Cachoeira do Sul Ulbra $$$. Camaquã Faccca $$$$. Frederico Westphalen URI $$$$$. Guaíba Ulbra $$$. Osório Unicnec $$$$$. Passo Fundo Facs. Ideau-Passo Fundo $$$, Fasurgs $$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande n/i. Santo Augusto Faisa Facs. n/i. São Luiz Gonzaga URI $$$$$. Torres Ulbra $$$$. SC Araranguá FVA $$. Balneário Camboriú Avantis $$$. Blumenau Furb ② $$$$, Uniasselvi-Blumenau ③ n/i. Brusque Unifebe $$$$. Caçador Uniarp $$$. Criciúma Esucri $$$. Jaraguá do Sul Iesc-SC ② $$$$. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville n/i, UniSociesc $$$$. Lages Uniplac n/i. Pinhalzinho Horus Facs. ② $$$. Porto Belo Fapag n/i. São Bento do Sul Univille ③ $$$$. São José IES-SC $$. São Miguel do Oeste Horus Facs. n/i. Videira Unoesc n/i. Xaxim Celer Facs. n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito RS Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 583 | AVALIADOS: 491 5⋆ 18 cursos | 4⋆ 52 cursos | 3⋆ 181 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$, UnB ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. Juiz de Fora UFJF ③. Lavras Ufla ④. Ouro Preto Ufop ⑤. Viçosa UFV ④. PE Petrolina Univasf-PE ④. PR Curitiba PUCPR ④ $$$. Maringá UEM ③. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$$. SC Florianópolis UFSC ④. SP Bauru Unesp ③. Campinas Unicamp ③. Presidente Prudente Unesp ③. Rio Claro Unesp. São Carlos UFSCar ④. São Paulo USP Educ. Fís. e Esporte (educ. fís.).

⋆⋆⋆⋆ AM Manaus Ufam ③. DF Brasília UniCEUB ③ n/i. ES Vitória Ufes ④. GO Jataí UFG ③. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$$, PUC Minas ④ $$$$. Diamantina UFVJM. Divinópolis Uemg ③. Florestal UFV ④. Muzambinho IFSULDEMINAS ③. São João del Rei UFSJ ④. Varginha Unis ④ n/i. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$, UFMS ②. Dourados UFGD ③. MT Cuiabá UFMT ④, Unic Cuiabá ③ n/i. Várzea Grande Univag ⑤ n/i. PA Belém UFPA ③. Castanhal UFPA ③. PB João Pessoa UFPB ④. PE Caruaru AscesUnita ③ $$$. Recife UFRPE ④. PR Londrina UEL ④. Maringá UniCesumar ④ $$$. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Seropédica UFRRJ ③. Volta Redonda UniFOA ③ $$$. RN Natal UFRN ④. RS Novo Hamburgo Feevale ④ $. Porto Alegre IPA ③ $$$, UFRGS ③. Rio Grande Furg ③. Santa Rosa Unijuí ③ n/i. São Leopoldo Unisinos ④ $$. SC Florianópolis Udesc ④. Itajaí Univali ③ $$$$. SE São Cristóvão UFS. SP Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$$$, PUC-Campinas ③ $$$$$. Jaguariúna UniFAJ ⑤ $$$$. Jundiaí Esef $$. Piracicaba Unimep ③ $$$$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$. Ribeirão Preto Unaerp ④ $$$$. Santos Unisanta ④ $$$$. São Caetano do Sul USCS $$. São José dos Campos Univap ③ n/i. São Paulo São Judas ④ $$$$, Uninove ④ n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ③, Uninorte-AC ③ n/i. AL Maceió Estácio FAL


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

③ $$, Ufal ③. AM Manaus Fac. La Salle-Manaus ③ $$, UninorteAM ③ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$$. AP Macapá Ceap ③ $$$$. BA Amargosa UFRB ④. Barreiras Fasb-Barreiras ③ $$. Feira de Santana Uefs ②. Governador Mangabeira Famam $$. Itabuna Unime Itabuna ④ n/i. Jequié Uesb ③. Paulo Afonso Fasete $$. Salvador FSBA ③ n/i, UFBA ③, Unime Salvador ③ n/i. CE Canindé IFCE ④. Fortaleza Estácio FIC ④ $$$, Fametro-CE $$, Uece, UFC ④, Unifor-CE ③ $$$$$. Juazeiro do Norte IFCE ③, Unileão ③ n/i. DF Brasília UDF ④ $$$, Unieuro ④ n/i, Unip-DF ④ n/i, Uniplan ④ $$$$. ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$$. Colatina Unesc-ES ③ $$$$. Serra Rede de Ens. Doctum-ES ③ n/i. Vila Velha UVV ④ $$$. Vitória UCV ④ $$$. GO Catalão UFG ③. Goiânia Fac. Araguaia ③ $$$$, PUC Goiás ③ n/i, UEG ②. MA São Luís UFMA ③, Universidade Ceuma ④ $$$$. MG Araxá Uniaraxá ② $$$. Barbacena IF Sudeste MG. Belo Horizonte Estácio BH ④ n/i, Universo-MG ③ $$. Ipatinga Unileste ④ $$$. Ituiutaba Uemg. Juiz de Fora Fac. Metodista Granbery ③ $$$. Passos Uemg ③. Ponte Nova Fupac Ponte Nova ③ $$. Três Corações UninCor ③ $$$. Uberaba Uniube ③ $$$. Uberlândia Fupac Uberlândia ③ n/i. Unaí Factu ③ n/i. MS Campo Grande Unigran Capital $$. Dourados Unigran ④ $$. Ponta Porã Magsul ③ $$. MT Cáceres Unemat ③. Pontal do Araguaia UFMT ④. Rondonópolis Unic Rondonópolis ④ n/i. Sinop Fac. Fasipe ③ n/i. PA Belém Esamaz n/i, Uepa. PB Campina Grande UEPB ③. João Pessoa Unipê ④ $$$$. PE Recife UFPE ③, UPE ③. Vitória de Santo Antão UFPE. PI Teresina FSA-PI $$, UFPI ③. PR Arapongas Unopar ④ n/i. Cascavel Centro Universitário FAG ④ n/i. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio ② $$. Curitiba Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, UFPR ③, Uniandrade ③ $$$$$, UniBrasil ④ $$$$, UTP ③ $$$$. Guarapuava Fac. Guairacá ③ $$$. Irati Unicentro-PR ④. Ivaiporã UEM. Jacarezinho Uenp ③. Londrina Unopar ④ n/i. Marechal Cândido Rondon Unioeste ③. Maringá Uningá ④ n/i. Palmas IFPR ③. Umuarama Unipar ③ n/i. RJ Barra do Piraí UGB n/i. Barra Mansa UBM ② $$$. Cabo Frio UVA-RJ ④ n/i. Petrópolis Estácio ④ n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$, Estácio ④ n/i, UCB-RJ ③ $$$, Uerj ③, UFRJ ③, Unisuam ③ $$$$. RN Mossoró Uern ③. Natal Unifacex n/i, UnP n/i. RO Ariquemes Faema ③ n/i. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i. Porto Velho Unir. RR Boa Vista IFRR ③. RS Cachoeira do Sul Ulbra ④ $$$. Canoas Ulbra ④ $$$$, Unilasalle-RS ④ $$. Caxias do Sul FSG ③ $$$, UCS ③ n/i. Cruz Alta Unicruz ④ $$$$. Erechim URI ③ $$$$$. Frederico Westphalen URI $$$$$. Gravataí Ulbra ④ $$$. Guaíba Ulbra ④ $$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Osório Unicnec ④ $$$$. Passo Fundo UPF ③ $$$$$. Pelotas UFPel ④. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$. Santa Maria UFSM ③, Ulbra $$$. Santo Ângelo URI ③ $$$$$. São Jerônimo Ulbra ③ $$$$. Torres Ulbra ④ $$$$. Uruguaiana Unipampa ④. Vacaria UCS ④ n/i. SC Balneário Camboriú Avantis ④ $$$. Biguaçu Univali ③ $$$. Blumenau Furb ③ $$. Brusque Unifebe ③ $$$$. Chapecó Unochapecó ③ $$$$, Unoesc ③ n/i. Joaçaba Unoesc ③ n/i. Joinville Bom Jesus/Ielusc n/i, Univille ③ $$$. Lages Uniplac ③ n/i. São Miguel do Oeste Unoesc ③ n/i. Tubarão Unisul ④ $$$. SE Aracaju Estácio Sergipe ③ n/i, Unit-SE ③ $$. SP Americana FAM-Americana ④ $$$. Amparo Unifia ④ n/i. Araçatuba Unitoledo ③ n/i. Araraquara Uniara ③ n/i. Barretos Unifeb $$. Bauru FIB-Bauru n/i. Bebedouro Unifafibe ③ n/i. Botucatu Unifac ③ $$. Campinas Unip-SP ④ n/i. Franca Unifran ③ $$. Guarujá Unaerp ② $$$. Hortolândia Fac. Adventista de Hortolândia ③ $$$. Itu Ceunsp ③ $$$. Jaboticabal Moura Lacerda ③ n/i. Jundiaí UniAnchieta ③ $$$. Limeira Einstein ③ n/i. Mogi das Cruzes Fac. Náutico ③ $$$$, UMC ③ n/i. Osasco Unifieo ③ $$$. Pindamonhangaba FunvicPindamonhangaba ④ n/i. Porto Ferreira Asser-Porto Ferreira $$. Ribeirão Preto Moura Lacerda ③ n/i. Rio Claro Asser-Rio Claro ③ n/i. Santa Fé do Sul Funec ③ $. Santos Unimes ③ n/i, Unip-SP ④ n/i. São João da Boa Vista Unifae ③ $$$. São

José do Rio Pardo Unip-SP ④ n/i. São Paulo FMU ③ n/i, Unasp ③ $$, Unib ④ $, Unicid ④ $$$, UniÍtalo ③ n/i, Unip-SP ④ n/i, Unisa ③ $. Sorocaba Fefiso-ACM ③ $$$, Unip-SP ④ n/i. Taubaté Unitau ③ $$$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Gurupi UnirG ③ $$. Palmas Ceulp/Ulbra ④ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Estácio Brasília n/i, Falbe n/i, Mauá-DF n/i. Taguatinga Fac. Anhanguera de Taguatinga n/i, UniProjeção n/i. GO Goiânia Estácio Goiás $$$, UFG ③, Unip-GO n/i, Universo-GO ③ n/i. Goiatuba UniCerrado ③ $$. Inhumas FacMais $$$. Itumbiara UEG. Luziânia Unidesc ④ $$$$. Porangatu UEG ②. Quirinópolis UEG ③. São Luís de Montes Belos FMB-GO $$$. Trindade FUG n/i. MS Campo Grande Facsul-MS ③ $$, Iesf-MS $$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Cassilândia FIC-MS ② n/i. Corumbá UFMS ③. Fátima do Sul Fafs n/i. Três Lagoas Aems ④ $$. MT Araputanga FCARP ③ n/i. Barra do Garças Univar ④ $$$$. Cáceres Fapan-MT n/i. Cuiabá Fac. AUM ③ n/i. Diamantino Unemat. Jaciara Fac. Eduvale-MT n/i. Juína Ajes Facs. n/i. Lucas do Rio Verde Fac. La Salle-Lucas do Rio Verde $$$. São José dos Quatro Marcos FQM n/i. Sorriso Facem-MT ③ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Ufal ③. Maceió Fac. Unirb/Ibesa ② n/i. Palmeira dos Índios Facesta $$. BA Alagoinhas Uneb, Unirb-BA ④ $$$. Feira de Santana Unirb-BA $$. Guanambi Uneb ③. Ibicaraí Fac. Montenegro ② $. Ilhéus Uesc. Jacobina Uneb ③. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ④ n/i. Paripiranga UniAGES ④ $$$. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador FSBB n/i, UCSal ② $$$, Unijorge ③ n/i, Unirb-BA ③ $$$. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas ② n/i, Uneb. Valença Fazag n/i. Vitória da Conquista FTC n/i. CE Aracati FVJ n/i. Caucaia Fatene ③ $$. Crato Urca ③. Fortaleza DeVry Fanor ⑤ n/i, Faece $, Fate n/i, FGF ③ n/i, Ratio n/i. Icó FVS $$. Iguatu Urca. Limoeiro do Norte IFCE. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. Sobral Uninta ③ $$, UVA-CE ③. MA Imperatriz Fac. Pitágoras de Imperatriz n/i, Unisulma ③ n/i. Pedreiras Faesf-MA ③ $. Pinheiro UFMA. São Luís Estácio São Luís ② n/i, Fac. Pitágoras de São Luís n/i, Fac. Sta. Fé n/i. Timon Iesm ③ n/i. PB Campina Grande Unifacisa $$$$. Sousa IFPB. PE Petrolina Facesp-PE n/i. Recife Farec $$$, Fasne ④ $$$, Unibra n/i, Universo-PE n/i. Serra Talhada FAFOPST n/i. PI Floriano Uespi. Parnaíba Unirb/Farb n/i. Picos Uespi. São Pedro do Piauí Famep $. Teresina Uespi ③. RN Natal Fanec n/i, Uni-RN n/i. Pau dos Ferros Uern. SE Aracaju Facar n/i, Unirb-SE n/i. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Fameta $$. AM Manaus UEA, Unip-AM ③ n/i. Parintins Ufam. AP Macapá Fama-AP ③ n/i, Unifap ③. PA Abaetetuba FAM-PA n/i. Altamira Uepa. Ananindeua Esmac $$$$, Faam $$. Conceição do Araguaia Uepa. Marabá Fac. Metropolitana de Marabá ③ $$$. Santarém Ceuls/Ulbra ③ n/i, Uepa. Tucuruí Uepa. RO Porto Velho Fac. Metropolitana-RO ③ $$. Rolim de Moura FSP-RO $$$. RR Boa Vista UERR ③.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

TO Araguaína Itpac ③ n/i. Guaraí FAG $$$. Miracema do Tocantins UFT. Palmas Fapal n/i, IFTO. Tocantinópolis UFT. REGIÃO SUDESTE ES Cariacica Multivix-Cariacica n/i. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares n/i. Nova Venécia Multivix-Nova Venécia ④ n/i. Santa Teresa Esfa ③ $$$. São Mateus FVC n/i, Multivix-São Mateus n/i. Serra Fabra $$, Multivix-Serra n/i. Vila Velha Multivix-Vila Velha n/i. Vitória Fac. Estácio $$$$, Multivix-Vitória n/i. MG Aimorés Fupac Aimorés n/i. Além Paraíba Isefor n/i. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH n/i. Betim Fac. Pitágoras de Betim n/i. Caratinga Unec n/i. Cataguases Facs. Sudamérica ③ n/i. Coromandel FCC-MG n/i. Formiga Unifor-MG ③ n/i. Governador Valadares Fupac Governador Valadares n/i, Univale ③ $$. Guaxupé Unifeg ③ $$. Ibirité Uemg. Ipatinga Fac. Única de Ipatinga ③ n/i. Januária Unimontes ②. Juiz de Fora Universo-MG ③ n/i. Lavras Fagammon ② $$$. Machado Cesep ② $$$. Manhuaçu FAF-Manhuaçu ③ $$$. Matipó Univértix-MG n/i. Mato Verde Favenorte n/i. Montes Claros Funorte ③ n/i, Unimontes ③. Muriaé Unifaminas ③ n/i. Nanuque Unec n/i. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino ③ n/i. Pará de Minas UninCor $$$. Paracatu Fac. Atenas ⑤ n/i. Patos de Minas FPM ③ n/i, Unipam ④ n/i. Patrocínio Unicerp ③ $$$. Rio Pomba IF Sudeste MG. Santa Luzia Facsal ③ n/i. São João del Rei Iptan n/i. São Lourenço Fac. de São Lourenço ② n/i. São Sebastião do Paraíso Fac. Calafiori ④ $$$. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni ③ n/i. Ubá Fagoc ③ n/i. Uberaba Cesube ③ n/i. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia n/i, Unitri ③ $$$. Virginópolis Iseed-Faved ③ n/i. RJ Araruama Fac-Unilagos $$$$. Belford Roxo Uniabeu ③ $$$. Campos dos Goytacazes IFFluminense, Universo-RJ ④ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$. Itaperuna Funita ③. Macaé Estácio ④ n/i. Niterói UFF ②, Universo-RJ ③ $$$. Nova Friburgo Estácio ④ n/i. Nova Iguaçu Estácio ③ n/i. Quissamã Famesc ② $$$. Resende AEDB n/i. Rio de Janeiro Facs. São José n/i, Famerc ③ $$$, FIJ n/i, UniMSB ③ n/i, USU n/i. Santo Antônio de Pádua Fasap ③ $$. São Fidélis FSF-Censupeg $$. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $. Andradina Fisma-SP ③ $$$. Araraquara Unip-SP ④ n/i. Assis Ieda ③ n/i. Avaré Fira ③ $$, FSP-SP n/i. Barra Bonita Faefi ③ $$. Batatais Claretiano-Centro Universitário ③ $$. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru n/i. Birigui Fabi n/i. Bragança Paulista Fesb $$. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Unisal $$$. Campo Limpo Paulista Faccamp $$. Caraguatatuba Módulo ③ $. Carapicuíba Estácio FNC ③ n/i. Catanduva Fipa ④ $$$. Cotia Estácio Europan ③ $$, FMS ④ n/i. Cruzeiro ESC ② $$. Descalvado Universidade Brasil n/i. Diadema FAD ③ n/i. Fernandópolis FEF ④ n/i, Universidade Brasil n/i. Guarulhos FIG-Unimesp ③ n/i, UnG ③ n/i. Indaiatuba Fac. Max Planck $$$$. Itapetininga FKB ② n/i. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Itapira Iesi $$. Itararé Fafit ② n/i. Jales Unijales ② n/i. Jaú Fjaú n/i. Jundiaí Unip-SP n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera ④ n/i. Lençóis Paulista Facol-SP ④ n/i. Limeira Unip-SP n/i. Mairiporã FCH ② n/i. Marília Faip n/i. Mauá Fama-SP ③ $$$$. Mirassol Faimi ③ n/i. Mogi Guaçu FMG n/i. Nova Odessa Facs. Network $$$. Osasco Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Ourinhos Estácio Ourinhos n/i. Peruíbe FPBE n/i. Praia Grande FPG-SP n/i. Presidente Epitácio Fape n/i. Presidente Prudente Fapepe n/i. Presidente Venceslau Faprev $$$$. Rancharia Fran ④ $$$$. Registro FVR ③ n/i. Ribeirão Pires Firp ③ n/i. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto $$$, Unip-SP ③ n/i. Santa Bárbara d’Oeste FAP-SP n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ⑤ n/i. Santo André Universidade Anhanguera de São GE PROFISSÕES 2018

117


PROFISSÕES  SAÚDE E BEM-ESTAR Paulo n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São José do Rio Pardo Feuc-Rio Pardo ② $. São José do Rio Preto Unilago ③ $$$, Unip-SP ④ n/i, Unirp ③ $$, Unorp ② n/i. São José dos Campos Unip-SP ④ n/i. São Manuel FMR $. São Paulo Estácio São Paulo $, Fac. de São Paulo ③ n/i, Fac. Drummond ③ n/i, Fac. Flamingo ③ $, Fac. Sta. Rita-São Paulo ② n/i, FAM-São Paulo n/i, Senac-SP $$, Unicapital n/i, UniSant’Anna ③ $$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Universidade Brasil ③ n/i. São Roque FAC São Roque n/i. São Sebastião Fass $$. São Vicente Unibr São Vicente $$. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba ③ n/i, Uniso ③ $$$$. Suzano Fac. Piaget $$$$, Unisuz ③ $$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra ③ n/i, Fecaf $$$. Taquaritinga FTGA ② n/i. Tietê FIT-Tietê n/i. Tupã Esefap ③ n/i. REGIÃO SUL PR Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i. Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel ③ n/i. Dois Vizinhos Unisep ③ n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz ④ n/i, Uniamérica ③ n/i. Francisco Beltrão Unipar ③ n/i. Loanda Facinor $$. Londrina Inesul $. Mandaguari Fafiman $$. Matinhos UFPR. Paranavaí Unespar ④. Pato Branco Fadep ③ $$$. Pitanga UCP-PR ③ $$$. Ponta Grossa Iessa ③ $$. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi ② n/i. Toledo Unipar ② n/i. União da Vitória Uniguaçu ④ $$, Uniuv ③ $$. RS Alegrete Urcamp ③ $$$$. Bagé Urcamp ③ $$$$. Bento Gonçalves UCS ③ n/i. Camaquã Faccca $$$$. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas ④ $$$. Montenegro Unisc $$$$. Palmeira das Missões UPF ③ $$$$$. Passo Fundo Facs. Ideau-Passo Fundo $$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas ③ n/i. Santiago URI $$$$$. Santo Augusto Faisa Facs. n/i. São Gabriel Urcamp ③ $$$. Soledade UPF ③ $$$$. SC Araranguá FVA $$. Blumenau Uniasselvi-Blumenau n/i. Caçador Uniarp ③ $$$. Concórdia UnC ③ $$$. Criciúma Esucri ③ $$$, Unesc-SC ③ $$$. Curitibanos UnC ③ $$$. Fraiburgo Uniarp $$$. Jaraguá do Sul Iesc-SC ③ $$$$. Lages Unifacvest ④ $$$$. Mafra UnC ③ $$$. Orleans Unibave $$. Pinhalzinho Horus Facs. ③ $$$. Porto Belo Fapag ③ n/i. Porto União UnC $$$. Videira Unoesc ③ n/i. Xanxerê Unoesc ② n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito PE Arcoverde Essa n/i. Goiana Fadimab n/i.

ENFERMAGEM

O

B/L

enfermeiro se dedica a promover, a manter e a restabelecer a saúde das pessoas, trabalhando em parceria com outros profissionais – médicos, nutricionistas e psicólogos, por exemplo. Este profissional é indispensável em hospitais, trabalha em clínicas e presta atendimento domiciliar. Coleta dados sobre o estado de saúde do paciente e define a conduta a ser seguida pela equipe de enfermagem. É responsável pela higiene, alimentação, administração de remédios e pelos curativos. No campo da saúde coletiva, atua em comunidades, na prevenção de doenças ou fazendo trabalho educativo. O licenciado é preparado para ministrar aulas teóricas e práticas em cursos profissionalizantes, que formam auxiliares e técnicos de enfermagem.

118 GE PROFISSÕES 2018

O QUE VOCÊ PODE FAZER Enfermagem estética Atuar em clínicas de estética, auxiliando em procedimentos faciais e corporais. Enfermagem forense Prestar assistência a vítimas dos mais variados tipos de violência e ajudar em investigações de crimes, auxiliando na coleta de provas e na preservação de vestígios. Enfermagem geral Comandar equipes de técnicos e auxiliares de enfermagem no atendimento a pacientes. Enfermagem geriátrica Atender idosos, doentes ou não, em domicílio, casas de repouso, clínicas e hospitais. Enfermagem médico-cirúrgica Ministrar cuidados pré e pós-operatórios em prontos-socorros, clínicas e hospitais. Enfermagem obstétrica Dar assistência integral a gestantes, parturientes e lactantes durante o pré-natal, parto, pós-parto e nos cuidados com o recém-nascido. Orientar sobre planejamento familiar. Enfermagem offshore Prestar atendimento em navios e plataformas marítimas de petróleo a fim de reduzir o risco de acidentes e de disseminação de doenças. Enfermagem pediátrica Acompanhar e avaliar o crescimento e o desenvolvimento da criança. Incentivar o aleitamento materno e orientar os pais quanto às técnicas e aos cuidados com os recém-nascidos. Enfermagem psiquiátrica Ajudar no tratamento de pacientes com distúrbios psicológicos. Enfermagem de resgate Participar de equipes de salvamento de vítimas de acidentes ou de calamidades públicas. Enfermagem de saúde pública Orientar a população sobre a prevenção de doenças e promover a saúde da coletividade. Atender pacientes em hospitais, centros de saúde, creches e escolas. Formar, capacitar e supervisionar os agentes de saúde. Enfermagem do trabalho Dar atendimento ambulatorial em empresas e acompanhar programas de prevenção e manutenção da saúde dos funcionários. Ensino Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas. Gestão da qualidade Avaliar e planejar a assistência prestada aos pacientes em hospitais a partir de normas-padrão estabelecidas que envolvem os procedimentos do dia a dia até o uso de materiais e medicamentos. Preparar o hospital para receber certificações internacionais de qualidade. Gestão de projetos Administrar e controlar as atividades destinadas a projetos multidisciplinares, como abertura de uma ala hospitalar ou implementação de um novo protocolo em clínicas ou hospitais. Pesquisa clínica Planejar, implementar e coordenar projetos de pesquisas clínicas, como o desenvolvimento de drogas e estudos genéticos e epidemiológicos, em hospitais, institutos de pesquisa e universidades. MERCADO DE TRABALHO Uma grande quantidade de recém-formados chega ao mercado a cada ano. Isso pode significar concorrência, se a opção for trabalhar na Região Sudeste, que concentra 54% dos diplomados. Porém, no Nordeste do país, a concentração de enfermeiros é baixa e faltam bacharéis, especialmente nas cidades do interior. A área de saúde da família está em expansão. O governo federal, por exemplo, mantém um programa com equipes que contam, no mínimo, com um enfermeiro. Também é cada vez mais comum encontrar enfermeiros trabalhando em centros de estética, escolas infantis, laboratórios de análises clínicas, ambulatórios empresariais e em serviços de homecare.

FIQUE DE OLHO O PERFIL DO ENFERMEIRO Estudo realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a partir de uma iniciativa do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), divulgado em 2015, mostra que a enfermagem no país é composta por um quadro de 80% de técnicos e auxiliares e 20% de enfermeiros (com nível superior). As mulheres ainda predominam entre os profissionais – elas representam cerca de 85% do total. Em relação à área de atuação, cerca de 60% das equipes de enfermagem encontram-se no setor público, 32% no setor privado e 8% no ensino.

O CURSO Prepare-se para disciplinas de Ciências Biológicas, além de administração, psicologia e sociologia. Anatomia, farmacologia, saúde coletiva, parasitologia e saúde da mulher são algumas matérias da grade curricular. A partir do segundo ano, o aluno começa a atender pacientes e a cuidar de enfermarias. Nas licenciaturas, o currículo ainda contempla disciplinas voltadas para a prática de ensino. O estágio supervisionado é obrigatório. No fim do curso, os alunos precisam apresentar um trabalho de conclusão para receber o diploma. Atenção: A UFRJ oferece o curso de Enfermagem e Obstetrícia, e a Udesc, em Chapecó (SC), ênfase em saúde pública. A Fase-RJ possui curso específico de licenciatura, mas outras instituições, como Uern, UFPB, UFU, Unioeste e USP Ribeirão Preto, oferecem dupla titulação – bacharelado e licenciatura. Duração média: 4 anos. Outro nome: Enf. e Obstetrícia. FIQUE DE OLHO HOSPITAL ALEMÃO OSWALDO CRUZ INICIA CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela sua excelência médica e assistencial, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo (SP), por meio da sua Faculdade de Educação em Ciências da Saúde (Fecs), iniciou sua primeira turma de graduação em Enfermagem no segundo semestre de 2017. Os alunos poderão usar a infraestrutura do hospital para a prática profissional. Ao término do curso, os estudantes que se destacarem participarão de processo seletivo para ingressar no hospital. São 40 vagas para o curso, que tem duração de dez semestres e mensalidade de R$ 1.200,00. Outro hospital de referência na capital paulista, o Albert Einstein, também oferece graduação em Enfermagem, além de Medicina.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 886 | AVALIADOS: 694 5⋆ 16 cursos | 4⋆ 72 cursos | 3⋆ 249 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC ⑤, Unifor-CE ③ $$$$$. GO Goiânia UFG ⑤. MG Belo Horizonte UFMG ④. Viçosa UFV ④. RJ Rio de Janeiro Uerj ③, UFRJ Enf. e Obstetrícia ④. RS Porto Alegre UFRGS ④. Santa Maria UFSM ④. SC Florianópolis UFSC ④. SP Botucatu Unesp ④. Campinas Unicamp ③. Ribeirão Preto USP (B); (B/L). São Paulo Fac. Israelita de Ciên. da Saúde Albert Einstein ④ $$$$$, Unifesp, USP.

⋆⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ④. AL Maceió Ufal ④. AM Manaus UEA, Ufam ③. BA Feira de Santana Uefs ②. Ilhéus Uesc ④. Jequié Uesb ④. Salvador UCSal ② $$$$, UFBA ④, Uneb ④. CE Crato Urca ④. Fortaleza Uece ④. DF Brasília UnB ④. GO Goiânia FacUnicamps ④ $$, PUC Goiás ④ n/i. MA São Luís UFMA ③. MG Alfenas Unifal-MG ⑤. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, PUC Minas ③ $$$$. Diamantina UFVJM ④. Divinópolis UFSJ ④. Juiz de Fora UFJF ④. Passos Uemg. Poços de Caldas PUC Minas ④ $$$$. Uberaba UFTM. MS Campo Grande UCDB ④ $$$$, UFMS. Coxim UFMS. Dourados Uems ④. MT Cuiabá UFMT ④, Unic Cuiabá ④ n/i. PA Belém Uepa, UFPA ③. PB Campina Grande UEPB ④, Unifacisa ③ $$$$. João Pessoa UFPB (B/L) ④. PE Recife UFPE ④, UPE ④. Vitória de Santo Antão UFPE ④. PI Teresina UFPI ④. PR Curitiba FPP ④ n/i, PUCPR ③ $$$$$, UFPR ③. Londrina UEL ⑤. Maringá UEM ④. RJ Niterói UFF ③. Rio de Janeiro Unirio ③. RN Natal UFRN ④. Santa Cruz UFRN ④. RS Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Palmeira das Missões UFSM ④. Pelotas UCPel ④ $$$$, UFPel ④. Porto Alegre PUCRS ④ $$$$$. Rio Grande Furg ④. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ③ $$$$. Uruguaiana Unipampa ④. SE Aracaju UFS ④, Unit-SE ③ $$$$. Lagarto UFS. SP Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$. Jundiaí UniAnchieta ③ $$$. Lins Unisalesiano $$$. Marília Famema ④. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$$. Ribeirão Preto CBM ④ n/i. São Carlos UFSCar ②. São José do Rio Preto Famerp ⑤. São Paulo FCMSCSP ④ $$$$$, Unasp $$$$, Universidade Cruzeiro do Sul $$$$. Sorocaba PUC-SP ④ n/i.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Uninorte-AC ③ n/i. AL Arapiraca Ufal. Maceió Cesmac ③ $$$$, Estácio FAL ③ $$, Uncisal, Unit-AL ③ n/i. AM Manaus Fametro-AM ③ n/i, Uninorte-AM ③ n/i, Unip-AM ③ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$$. BA Cachoeira Fac. Adventista da Bahia $$$$. Feira de Santana FAN-BA ⑤ n/i, FAT-BA ③ n/i. Governador Mangabeira Famam ④ $$$$. Ilhéus Fac. de Ilhéus ③ n/i. Itabuna Unime Itabuna n/i. Jequié Fapec n/i, FTC ③ $$$. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ④ n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa $$$$, Estácio FIB ③ n/i, FTC ③ $$$$, Unifacs ③ $$$$, Unijorge ③ n/i. Senhor do Bonfim Uneb. Vitória da Conquista FTC ③ $$$, UFBA ④. CE Caucaia Fatene $$$$. Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i, Estácio FIC $$$, Fametro-CE ③ $$$$. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. Sobral Uninta ④ $$$$$, UVA-CE ③. DF Brasília Icesp ③ n/i, UCB-DF ③ $$$$$, UDF $$$, UniCEUB ③ n/i. Ceilândia UnB. ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ④ $$$$. Colatina Unesc-ES ⑤ $$$$. Vila Velha UVV ③ $$$. Vitória Emescam ③ $$$$, Faesa ④ $$$, UCV ③ $$$$, Ufes ②. GO Anápolis Fama-GO n/i, UniEvangélica $$$$. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de

Goiânia ③ $$$$. Catalão UFG ④. Jataí UFG. Rio Verde UniRV $$$$. Trindade FUG ③ n/i. MA Caxias Uema ④. Imperatriz UFMA ③. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís ③ n/i, Florence ③ n/i, Universidade Ceuma ③ $$$$. MG Alfenas Unifenas $$$$. Belo Horizonte Faminas-BH $$$$, FCM-MG ② $$$$, Newton Paiva ③ $$$$, UNA ④ n/i, UniBH ③ n/i. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i, PUC Minas ③ $$$$$. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Divinópolis Uemg. Governador Valadares Univale ④ $$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ n/i. Itajubá EEWB $$$$$. Itaúna Universidade de Itaúna $$. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ③ n/i, Universo-MG ③ n/i. Manhuaçu FAF-Manhuaçu $$$$. Montes Claros Fasa-MG ③ $$$$, Fasi ③ n/i, Funorte ③ n/i. Patrocínio Unicerp ② $$$$. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas n/i. Pouso Alegre Univás n/i. São João del Rei Iptan n/i. São Sebastião do Paraíso Libertas-Facs. Int. n/i. Sete Lagoas Unifemm n/i. Uberaba Uniube ③ $$$$. Uberlândia UFU (B/L) ③. Varginha Unis n/i. Viçosa Univiçosa ③ $$$. MS Campo Grande Unigran Capital ③ $$$$. Dourados Unigran ④ $$$$. Três Lagoas Aems ③ $$. MT Juína Ajes Facs. n/i. Pontal do Araguaia UFMT ④. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis UFMT ④. Sinop UFMT ④, Unic Sinop ④ n/i. Tangará da Serra Unemat. Várzea Grande Univag ③ n/i. PA Belém Cesupa ③ $$$$, Famaz $$$$, Fapan-PA $$$. Santarém Uepa. PB Cajazeiras UFCG ③. Campina Grande UFCG ④. Cuité UFCG ④. João Pessoa Facene-Famene ④ $$$$, Unipê ④ $$$. Patos FIP-PB ③ $$$$. PE Caruaru Asces-Unita ③ $$$$, DeVry Unifavip ③ $$$$. Jaboatão dos Guararapes UNIFG $$$. Petrolina Univasf-PE ④, UPE ③. Recife Centro Universitário Estácio do Recife ② n/i, Facipe $$$. PI Floriano UFPI ③. Picos UFPI ③. Teresina DeVry Facid ④ $$$$, FSA-PI ③ $$$. PR Bandeirantes Uenp ③. Cascavel Unioeste (B/L) ④, Unipar ③ n/i. Curitiba Uniandrade ③ $$$$$, UniBrasil ④ $$$$, UTP ④ $$$. Foz do Iguaçu UDC Sede $$, Unioeste (B/L). Francisco Beltrão Unipar ③ n/i. Guaíra Unipar ③ n/i. Guarapuava Fac. Campo Real ④ $$$, Fac. Guairacá ③ $$$, Unicentro-PR ⑤. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina ④ n/i. Maringá UniCesumar ④ $$$, Uningá ④ n/i. Ponta Grossa Cescage ③ $$$$, UEPG ④. RJ Cabo Frio UVA-RJ ④ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ④ $$$$. Macaé UFRJ Enf. e Obstetrícia. Nova Iguaçu Estácio n/i. Petrópolis Fase ④ $$$$. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$$, UCB-RJ ③ $$$, Unigranrio ④ $$$$, UVA-RJ ⑤ n/i. Santo Antônio de Pádua Fasap ③ $$. Valença Cesva $$$. Vassouras USS $$$. Volta Redonda UniFOA ④ $$$. RN Mossoró Facene ③ $$$$, UnP ③ n/i. Natal UnP ③ n/i. Pau dos Ferros Uern (B/L). RO Cacoal Facimed ③ n/i. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i. Porto Velho Centro Universitário São Lucas ③ n/i, Unir ④. RS Bento Gonçalves Cnec Bento ④ n/i. Canoas Unilasalle-RS ④ $$$$. Carazinho Ulbra $$$$. Caxias do Sul FSG $$, UCS ③ n/i. Cruz Alta Unicruz ④ $$$$$. Erechim URI $$$$$. Frederico Westphalen URI $$$$$. Gravataí Ulbra ④ $$$$$. Ijuí Unijuí ③ n/i. Passo Fundo UPF ④ $$$$$. Porto Alegre IPA ③ $$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$$. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$. Torres Ulbra ④ $$$$. SC Blumenau Furb ③ $$$$$, Uniasselvi-Blumenau ③ n/i. Chapecó Udesc Enf. (ênf. em saúde públ.) ④, Unochapecó ④ $$$$. Criciúma Esucri ③ $$$, Unesc-SC ③ $$$. Itajaí Univali ④ $$$$. Joaçaba Unoesc n/i. Joinville Bom Jesus/Ielusc n/i. Palhoça Unisul ③ $$$$. São José Estácio Santa Catarina ④ $$$$. São Miguel do Oeste Unoesc n/i. Tubarão Unisul ③ $$$$. SE Aracaju Estácio Sergipe ③ n/i. SP Araçatuba Unip-SP ⑤ n/i, Unisalesiano ③ $$. Araraquara Uniara ④ n/i, Unip-SP n/i. Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Avaré Eduvale ③ $$$. Barretos Fac. Barretos $$$$. Bauru FIB-Bauru n/i, Unip-SP n/i, USC n/i. Bebedouro Unifafibe ③ n/i. Bragança Paulista USF $$$$. Campinas Unip-SP ⑤ n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp ③ $$$. Catanduva Fipa ③ $$$. Fernandópolis FEF ③ n/i. Franca Unifran ③ $$$. Guarulhos

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

UnG ③ n/i. Itapira Iesi $$$. Jundiaí Unip-SP n/i. Limeira Einstein ③ n/i, Unip-SP n/i. Lins Unilins ③ $$$. Lorena Unifatea $$$$. Marília Unimar ④ $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ④ $$$, UMC ④ n/i. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba n/i. Piracicaba Unimep ④ $$$$. Presidente Prudente Fapepe n/i. Registro FVR n/i. Ribeirão Preto Unaerp ④ $$$$, Unip-SP ⑤ n/i. Santa Fé do Sul Funec $$$. Santo André FMABC ④ $$$$. Santos Unimonte ③ $$$$, Unip-SP ④ n/i, Universidade Católica de Santos $$$$. São Caetano do Sul USCS $$$. São João da Boa Vista Unifeob ③ $$$$. São José do Rio Pardo Unip-SP n/i. São José do Rio Preto Unip-SP ④ n/i. São José dos Campos Unip-SP ⑤ n/i, Univap n/i. São Paulo Fasm-SP $$$$, FMU ③ n/i, FOC $$$, São Camilo-SP n/i, UMC ③ n/i, Unib $$, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unisa ③ $$, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$. Sorocaba Uniso $$$$. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté n/i, Unitau ④ $$$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Palmas Ceulp/ Ulbra ④ n/i, UFT ③. Porto Nacional Fapac ③ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Estácio Brasília n/i, Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Fac. Anhanguera de Ciên. e Tecnol. de Brasília n/i, Fac. JK-Plano Piloto n/i, Fac. JK-Samambaia n/i, Faciplac ③ $$$$, FE-Brasília n/i, Mauá-DF n/i, Unieuro ③ n/i, Unip-DF ④ n/i, Uniplan $$$$$. Ceilândia Iesb-DF $$$$$. Planaltina Upis n/i. Samambaia ESCS. Taguatinga Fac. LS n/i, UniCEUB n/i. GO Águas Lindas de Goiás Mauá-GO n/i. Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis n/i, Fac. Fibra ② n/i. Ceres Fac. Evangélica de Ceres ④ n/i, UEG. Formosa Iesgo ③ n/i. Goianésia Faceg-GO $$$$. Goiânia Estácio Goiás ② $$$$, Fac. Padrão ③ n/i, FacUnicamps Goiânia $$$$, FAN-Goiânia n/i, Fasam $$$$$, Iueso n/i, Uni-Anhanguera n/i, Unip-GO ④ n/i, Universo-GO ③ n/i. Goiatuba UniCerrado $$$. Inhumas FacMais $$$$. Iporá FAI-Iporá $$$$. Itumbiara Ifasc $$, UEG. Luziânia Unidesc ③ $$$$. Mineiros Famp ③ n/i. Piracanjuba FAP-GO n/i. Porangatu FNG ② n/i. Quirinópolis Faqui ③ $$$. Rio Verde IesRiver ③ $$$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO ③ $$$$. Uruaçu Fasem n/i. Valparaíso de Goiás Facesa-GO ④ n/i. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande ③ n/i, Estácio Campo Grande $$, Facsul-MS $$$, FCG-MS $$, Universidade Anhanguera-Uniderp n/i. Cassilândia FIC-MS n/i. Corumbá FSST $$$$. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados n/i. Fátima do Sul Fafs n/i. Três Lagoas UFMS ②. MT Alta Floresta Fadaf $$$. Barra do Garças Univar ③ $$$$. Cáceres Fapan-MT n/i, Unemat ③. Colíder Facider ② $$$. Cuiabá Fac. AUM ③ n/i, Fasipe Cuiabá n/i, IESMT n/i. Diamantino Unemat. Guarantã do Norte Ajes Facs. n/i, Fac. de Ciên. Soc. de Guarantã do Norte n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis ③ n/i. São José dos Quatro Marcos FQM n/i. Sinop Fac. Fasipe ③ n/i. Sorriso Unic Sorriso ③ n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. Maceió Facima n/i, FAT-AL $$$, FRM-Maceió n/i, Seune ② $$$, Uninassau-Maceió n/i. Palmeira dos Índios Cesmac Sertão $$$$. BA Alagoinhas Fac. Sto. Antônio-BA ② $$$$, Unirb-BA ③ $$$$. Barreiras Fasb-Barreiras ③ $$$$, FJC n/i. Camaçari Famec-BA ③ n/i. Candeias FAC-BA n/i. Conceição do Coité Faresi n/i. Eunápolis UnesulBahia n/i. Feira de Santana Estácio Feira de Santana n/i, Fac. Pitágoras de Feira de Santana n/i, FBT-BA n/i, FTC ③ $$$, Unef n/i, Unifacs $$$, Unirb-BA $$$$. Guanambi FG-BA ③ n/i, Uneb. Ilhéus FMT ③ $$$. Irecê GE PROFISSÕES 2018

119


PROFISSÕES  SAÚDE E BEM-ESTAR FAI-BA $$$. Itabuna FTC ③ $$$. Itamaraju Facisa-BA ② n/i. Juazeiro Fasj n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i. Paripiranga UniAGES ④ $$$$. Paulo Afonso Fasete $$$$. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador Fac. D. Pedro II Salvador ④ $$$$, Fac. da Cidade do Salvador $$$$, Fac. Ibes $$, Fac. São Salvador ② $$$$, FMN-Salvador n/i, FSTA n/i, Unime Salvador n/i, Unirb-BA ③ $$$$, Universo-BA ③ n/i. Santo Antônio de Jesus Facemp n/i. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas ③ n/i, Fasb-Teixeira de Freitas $$$$. Valença Fazag n/i. Vitória da Conquista Fainor ③ $$$$, FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Acarape Unilab-CE. Aracati FVJ n/i. Crateús FPO n/i. Fortaleza Faece ③ $$$, Fate n/i, Fateci n/i, FGF ③ n/i, FJN-Fortaleza n/i, FMN-Fortaleza n/i, Unichristus n/i. Icó FVS $$$. Iguatu Urca. Juazeiro do Norte Estácio FMJ n/i, FJN-Juazeiro do Norte ③ n/i. Maracanaú Fac. Fadam $$, Fadesne n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. São Gonçalo do Amarante Fate n/i. Tianguá Fied n/i. MA Bacabal Febac ② $$$$, Uema ②. Balsas Uema. Caxias Facema $$$. Colinas Uema. Coroatá Uema. Grajaú Uema. Imperatriz DeVry Facimp ② $$$, Unisulma ③ n/i, Universidade Ceuma $$$$. Paço do Lumiar Iesf-MA n/i. Pedreiras Faesf-MA ③ $$$. Pinheiro UFMA. Santa Inês Uema. São Luís Cest $$$, Estácio São Luís n/i, Facam ③ $$$, FMN-São Luís n/i. Timon Iesm n/i. PB Cabedelo Iesp-PB $$$. Campina Grande FMN-Campina Grande ③ n/i, Unesc-PB ② n/i. João Pessoa Asper n/i, FaserPB ③ $$$$$, Fesvip ③ n/i, FMN-João Pessoa n/i, FPB ③ n/i. PE Arcoverde Essa ③ n/i. Belo Jardim FBJ ② n/i. Caruaru FMN-Caruaru n/i. Escada Faesc n/i. Olinda Facho ② n/i, Facottur n/i, Funeso ③ n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Pesqueira IFPE. Recife DeVry FBV n/i, Fac. São Miguel ③ n/i, Farec ② $$$, FJN-Pernambuco n/i, FPS ③ n/i, Ipesu $$$, Unibra n/i, Unicap $$$$, Uninassau ③ n/i, Universo-PE ③ n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Serra Talhada FIS ③ n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i, Faintvisa n/i. PI Floriano Faesf-PI n/i, Uespi ③. Parnaíba FMN-Parnaíba ③ n/i, Uespi ③. Picos Uespi. Piripiri Chrisfapi ④ $$$. São Pedro do Piauí Famep $$. Teresina Aespi ③ n/i, Estácio Ceut ③ n/i, Fac. CET ③ $$, Fapi-PI n/i, Fatesp $$, FMN-Teresina ③ n/i, ICF $$$, Uespi, Uninovafapi ③ n/i. RN Caicó Uern (B/L). Mossoró Uern (B/L) ④. Natal Estácio Fatern ③ n/i, Faciten n/i, Fanec n/i, FMN-Natal n/i, Uni-RN ④ n/i, Unifacex n/i. Parnamirim Famec-RN n/i, FMN-Parnamirim n/i. SE Aracaju Facar n/i, FMN-Aracaju n/i, Unirb-SE n/i. Estância Unit-SE $$$. Itabaiana Unit-SE $$$. Lagarto FJAV $$$. REGIÃO NORTE AC Cruzeiro do Sul Ufac ④. Rio Branco Fameta $$$$. AM Coari Ufam ③. Manaus Ceulm/Ulbra ④ $$, Estácio Amazonas ③ $$$, FMN-Manaus n/i, IES-Materdei n/i. AP Macapá Estácio Macapá ② n/i, Fama-AP ③ n/i, Unifap ③. Oiapoque Unifap. Santana Fac. Madre Tereza ③ n/i. PA Ananindeua Esmac $$$$, Unama n/i. Belém Esamaz n/i, Fac. Cosmopolita n/i, Fapen-PA $$$, Fibra $$$$, FMN-Belém n/i, Unama ③ n/i. Castanhal FCAT n/i. Conceição do Araguaia Uepa. Itaituba FAI-PA n/i. Marabá Fac. Carajás $$$$, Fac. Metropolitana de Marabá $$$$. Parauapebas Fadesa n/i, Famap $$$$. Redenção Fesar n/i, FIC-PA n/i. Santarém Iespes ③ n/i, Unama ③ n/i. Tucuruí Fac. Gamaliel n/i, Uepa. RO Ariquemes Faar $$$, Faema ③ n/i. Cacoal Fanorte n/i, Unesc-RO n/i. Ji-Paraná Unijipa $$$$. Ouro Preto do Oeste Uneouro $$$. Pimenta Bueno FAP-RO $$$. Porto Velho Fimca ② $$$$, Uniron ③ n/i. Rolim de Moura FSP-RO $$$$. Vilhena Fimca Vilhena $$$$, Unesc-RO n/i.

120 GE PROFISSÕES 2018

RR Boa Vista Fares $$, UERR, UFRR. TO Araguaína Itpac ③ n/i. Augustinópolis Fabic ② n/i, Unitins. Colinas do Tocantins Fiesc n/i. Guaraí FAG ② $$$$. Gurupi UnirG ③ $$$. Palmas Fapal n/i, Itop n/i. REGIÃO SUDESTE ES Alegre Fafia $$$. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ③ n/i. Nova Venécia Multivix-Nova Venécia n/i. São Mateus FVC n/i, Ufes ③. Serra Rede de Ens. Doctum-ES n/i. Venda Nova do Imigrante Faveni $$$. Vila Velha Fac. Novo Milênio ③ $$$. Vitória Faces n/i, Multivix-Vitória ④ n/i. MG Além Paraíba Fac. de Ciên. da Saúde Archimedes Theodoro n/i. Almenara Alfa-MG n/i. Araguari Imepac $$$. Araxá Uniaraxá $$$. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix $$$, Estácio BH ③ n/i, Facemg n/i, Facs. Kennedy $$$, FIBH $$$$, Unifenas ③ $$$, Universo-MG ③ $$$. Betim UninCor $$$. Brumadinho ASA n/i. Campos Gerais Facica ③ $$. Caratinga Unec ④ n/i. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG n/i. Contagem Fac. UNA de Contagem n/i, Fac. Única de Contagem ② n/i, Nova Fac. n/i. Coromandel FCC-MG n/i. Curvelo Facic-MG n/i. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis ③ n/i. Formiga Unifor-MG n/i. Governador Valadares Fupac Governador Valadares n/i. Guaxupé Unifeg ③ $$. Ipatinga Fac. Única de Ipatinga ③ n/i, Unileste ③ $$$$. Juiz de Fora Facsum n/i, Suprema-FCMS ④ n/i. Lavras Unilavras $$$$. Machado Cesep $$$. Manhuaçu Facig-MG n/i. Matipó Univértix-MG n/i. Mato Verde Favenorte n/i. Montes Claros FIPMoc $$$$, Unimontes ③. Muriaé Unifaminas n/i. Nanuque Unec n/i. Nova Porteirinha Favag $$$. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino n/i. Pará de Minas Fapam n/i, UninCor $$$$. Paracatu Fac. Atenas n/i, Fac. Tecsoma ③ n/i. Patos de Minas FPM ② n/i, Unipam n/i. Ponte Nova Fac. Dinâmica n/i. Santa Luzia Facsal n/i. São Lourenço Fac. de São Lourenço ③ n/i. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida ② $$, Promove n/i. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni ② n/i. Três Corações UninCor $$$$. Ubá Fupac Ubá n/i. Uberaba Facthus $$$. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia n/i, Fatra ③ $$$, Fupac Uberlândia ③ n/i, Unitri ③ $$$$. Unaí Facisa-Unaí ③ n/i, Factu ③ n/i. Vespasiano Faseh ② $$$. Virginópolis Iseed-Faved n/i. RJ Araruama Fac-Unilagos $$$$. Barra Mansa UBM $$$. Belford Roxo Uniabeu ② $$$$. Bom Jesus do Itabapoana Famesc $$. Campos dos Goytacazes Estácio ② n/i, UniRedentor $$$, Universo-RJ ② n/i. Duque de Caxias Fac. de Duque de Caxias $$$$$. Itaperuna UniFSJ n/i, UniRedentor ④ $$. Macaé Estácio ③ n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ② n/i, Estácio ④ n/i, Universo-RJ ③ $$$$. Nova Friburgo Estácio ③ n/i. Nova Iguaçu Unigranrio $$$$. Resende AEDB n/i, Estácio ③ n/i. Rio das Ostras Cnec Facro n/i, UFF ③. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, Faba ② n/i, Fac. São Camilo ② $$$, Facs. São José n/i, FGS n/i, FIJ ② n/i, IBMR n/i, UniMSB n/i, Unisuam ② $$$$. São Fidélis FSF-Censupeg $$$. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. Teresópolis Unifeso ③ $$$$. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $$. Americana FAMAmericana $$. Amparo Unifia n/i. Assis Fema-SP $$$, Unip-SP ⑤ n/i. Avaré FSP-SP n/i. Batatais Claretiano-Centro Universitário $$$. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru n/i. Caçapava Fac. Sto. Antônio-SP $$$. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas n/i. Caraguatatuba Módulo $$. Carapicuíba Estácio FNC n/i, Falc ③ n/i. Cotia Estácio Faac $$$, FMS n/i. Cruzeiro ESC ② $$$. Descalvado Universidade Brasil n/i. Dracena Unifadra ③ $$$. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal $$$. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Garça Faef-Garça/SP n/i. Guaratinguetá Faceg-SP n/i. Guarujá Unaerp ③ $$$$. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos n/i, Facig-Guarulhos

n/i, FG-SP $$$$. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba n/i, Fac. Max Planck $$$$. Itapetininga FSP-SP n/i. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Itaquaquecetuba UnG n/i. Itu Ceunsp ④ $$$. Ituverava Fafram $$$. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal ③ n/i. Jaguariúna UniFAJ $$$$. Jales Unijales n/i. Jaú Fjaú $$$. Leme Centro Universitário Anhanguera n/i. Limeira Fac. Anhanguera de Limeira n/i. Mauá Fama-SP $$$$$. Mirassol Faimi n/i. Mogi Guaçu Fasf-SP n/i, Franco Montoro $. Osasco Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Ourinhos Estácio Ourinhos n/i, FIO ② $$$$. Paulínia FACP n/i. Penápolis Fassp ③ n/i. Peruíbe FPBE n/i. Piracicaba Fac. Anhanguera de Piracicaba n/i. Praia Grande Fals $$. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto n/i. Rio Claro Fac. Anhanguera de Rio Claro n/i. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara n/i, FAP-SP $$$$$. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ④ n/i. Santos Unilus n/i, Unimes ③ n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Carlos Unicep n/i. São José do Rio Preto Unilago ④ $$$, Unirp $$$. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos n/i. São Manuel FMR ④ $$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Fac. de São Paulo n/i, Fac. Sequencial $$$, Fac. Sta. Rita-São Paulo ③ n/i, FAM-São Paulo n/i, Fecs $$$$, FPD n/i, São Judas $$$$, UnG n/i, Unicapital n/i, Unicid ③ $$$$$, Unip-SP ④ n/i, UniSant’Anna $$, Universidade Anhanguera de São Paulo n/i, Universidade Brasil n/i. São Sebastião Fass $$. São Vicente Unibr São Vicente $$$. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba ② n/i, Unip-SP ④ n/i. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra ③ n/i, Fecaf $$$$. Taquaritinga FTGA ③ n/i. Tatuí Faesb $$$. Taubaté Ites-Taubaté $$. Tietê FIT-Tietê ② n/i. Tupã Esefap ③ n/i, Fadap FAP $$. REGIÃO SUL PR Apucarana FAP-PR ③ $$$. Arapongas Unopar n/i. Araucária Facear ④ n/i. Assis Chateaubriand CTESOP $$$. Campo Largo Cnec Campo Largo $$$$. Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i, Unicampo $$$. Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i. Cornélio Procópio Fakcen ② n/i. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$, Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Fac. Herrero $$$$, Facs. Sta. Cruz $$$$, Fapar $$$. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, Fafig n/i, Uniamérica ② n/i. Ivaiporã Fatec-Ivaiporã n/i. Ivatuba IAP ④ n/i. Londrina Inesul ③ $$$, Unopar n/i. Mandaguari Fafiman $$. Maringá Fac. Alvorada de Maringá $$$$. Palmas IFPR ③. Paranavaí Unespar ④. Pato Branco Fadep $$$$. Ponta Grossa Unopar-Ponta Grossa n/i. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi n/i. Umuarama Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniguaçu $$$. RS Bagé Urcamp ③ n/i. Cachoeira do Sul Ulbra $$$$. Cachoeirinha Cesuca $. Canoas Ulbra ③ $$$$$, UniRitter $$$$$. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul n/i, Fac. Fátima ③ n/i. Osório Unicnec $$$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$$$, Fac. Anhanguera de Porto Alegre n/i, Factum $, UniRitter $$$$$, Unisinos $$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande n/i. Santa Cruz do Sul Fac. D. Alberto n/i. Santa Maria Fisma-RS ③ n/i. Santiago URI $$$$$. Santo Ângelo URI $$$$$. Taquara Faccat-RS n/i. Três de Maio Setrem $$$$. SC Araranguá FVA $$$. Balneário Camboriú Avantis $$$$. Caçador Uniarp ③ $$$$. Chapecó UFFS-SC. Jaraguá do Sul Iesc-SC ③ $$$$. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville n/i, UniSociesc $$$$, Univille $$$$. Lages Uniplac n/i. Mafra UnC $$$$. Orleans Unibave $$$. São José Fac. Anhanguera de São José n/i, Fasc-SC $$. Xanxerê Unoesc n/i.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito BA Santa Cruz Cabrália FCMBA ③ n/i. PB Cajazeiras FSM-PB ③ n/i. PR Londrina UniFil ④ n/i. SC Lages Unifacvest ④ $$$$$.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 1 | AVALIADOS: 1 3⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆ RJ Petrópolis Fase ④ $$$$.

não governamentais (ONGs) e outras instituições, dando treinamento e ensinando modalidades esportivas para idosos. Um dos setores que cada vez mais buscam este profissional é o dos fabricantes, distribuidores e lojas de material esportivo. Nesse caso, pode-se trabalhar no setor de marketing ou na área administrativa. Há, ainda, a possibilidade de atuar em secretarias de Esporte, de estados ou municípios, organizando, promovendo e divulgando eventos nas comunidades. Ou em empresas que empregam o esporte como ação de marketing institucional, na realização de maratonas, por exemplo.

B

E

ste bacharel emprega técnicas e métodos específicos no treinamento e na preparação física de indivíduos e equipes para competições esportivas. Ele atua como técnico ou preparador de atletas e times. Como preparador, indica os melhores exercícios para o condicionamento físico. O profissional trabalha em clubes, associações, escolas, faculdades e escolinhas de esporte, e costuma disputar as vagas com os formados em Educação Física. Pode atuar em marketing esportivo, administração de clubes e órgãos públicos voltados à atividade esportiva, na organização de torneios e competições. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração Gerenciar times e equipes esportivas em clubes e associações. Em órgãos oficiais, definir políticas para o esporte. Gestão de carreira Definir a melhor estratégia para alavancar a carreira de atletas, como a contratação por clubes, adoção por patrocinadores e a participação em torneios esportivos. Iniciação esportiva Lecionar em escolas e clubes, ensinando as regras e as técnicas de cada esporte. Promoção e marketing Buscar patrocínio e formas de financiamento para equipes ou esportistas. Organizar e promover eventos desportivos. Reforçar a imagem de clubes e equipes junto ao público. Treinamento e condicionamento físico Trabalhar como técnico ou preparador físico de atletas amadores e profissionais. MERCADO DE TRABALHO O bom desempenho dos atletas brasileiros nos Jogos Olímpicos do Rio deve impulsionar a área e fazer com que sejam feitos mais investimentos no treinamento de profissionais, o que é uma boa notícia para o bacharel. O Ministério dos Esportes mantém programas como o Bolsa Atleta, que patrocina esportistas de alto rendimento, visando às Olimpíadas de Tóquio, em 2020. Além disso, o envelhecimento da população brasileira somado à valorização do bem-estar oferecem oportunidades para o bacharel atuar em prefeituras, organizações

O currículo mescla disciplinas teóricas, como psicologia, administração e economia, entre outras, com matérias das Ciências Biológicas, além de regras de diversas modalidades esportivas. Estuda-se também anatomia, fisiologia, farmacologia e saúde coletiva, assim como atletismo, natação, esporte adaptado, futebol, voleibol e outras modalidades esportivas. No último ano, o aluno faz estágio em um centro esportivo de alto rendimento ou em uma empresa do setor de esporte. Algumas escolas ainda exigem um trabalho de conclusão de curso. Para quem pretende dar aulas, o mais indicado é fazer o curso de Educação Física (veja box abaixo). Duração média: 4 anos. Outros nomes: Ciên. do Esporte; Educ. Fís. (treinam. esportivo); Educ. Fís. e Esporte; Educ. Fís. e Esporte (esporte). DÚVIDA DO VESTIBULANDO QUAL A DIFERENÇA ENTRE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTE? Quem se forma em Educação Física viu durante a graduação matérias mais ligadas às áreas das Ciências Biológicas e da Saúde. Ele é formado para atuar no ensino e acompanhamento em escolas, academias ou centros esportivos. Já o bacharel em Esporte trabalha, basicamente, como técnico ou preparador físico de atletas, times ou equipes.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 4 | AVALIADOS: 4 5⋆ 2 cursos | 3⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP Limeira Unicamp Ciên. do Esporte. São Paulo USP Educ. Fís. e Esporte (esporte).

⋆⋆⋆ AM Manaus Ufam Educ. Fís. (treinam. esportivo) ③. SP Campinas DeVry Metrocamp Educ. Fís. e Esporte ④ $$$$$.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

B/T

E

ste bacharel é um especialista em beleza associada a saúde e bem-estar. Presta serviço tanto para homens quanto para mulheres. Aplica produtos cosméticos e emprega técnicas de manipulação e aparelhos em atividades como limpeza da pele, depilação, hidratação, massagem para contorno corporal e bronzeamento artificial. Pode atuar em consultórios de dermatologia e cirurgia plástica, em parceria com o médico, em tratamentos preventivos ou acompanhamento no período pós-cirúrgico. Você pode ingressar na carreira como tecnólogo. O QUE VOCÊ PODE FAZER

O CURSO

ESPORTE

ESTÉTICA E COSMÉTICA

Consultoria Atuar como consultor de empresas de cosméticos e de equipamentos para o ramo da estética ou como consultor de imagem pessoal. Estética corporal Aplicar tratamentos (com cremes ou aparelhos) que visem a melhorar o contorno corporal. Estética facial Empregar tratamentos e técnicas para prevenir o envelhecimento precoce, amenizar manchas e rugas no rosto. Estética pré e pós-cirúrgica Atuar em parceria com o médico e aplicar técnicas e tratamentos para amenizar os desconfortos de intervenções cirúrgicas. Maquiagem profissional Fazer maquiagem artística para cinema, televisão, teatro, desfiles de moda e ensaios fotográficos. Trabalhar com pinturas corporais artísticas, embelezamento do olhar, maquiagem feita por aerógrafo. Massagem corporal Fazer massagem, como drenagem linfática e massagem modeladora, para promover a beleza. Podologia Examinar, diagnosticar e tratar doenças nos pés. Também é responsável por técnicas de prevenção. Terapia capilar Tratar couro cabeludo e fios, além de prevenir a calvície. Visagismo Criar uma imagem pessoal adequada à personalidade do indivíduo, analisando os componentes de cada rosto, como maquiagem e penteado. MERCADO DE TRABALHO O Brasil é o terceiro maior mercado consumidor do setor de higiene pessoal e perfumaria, atrás dos Estados Unidos e da China. A crise econômica causou uma retração do setor nos últimos dois anos, mas a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmético (Abihpec) estima que ele deve começar a se recuperar em 2017. Em Estética, o segmento que mais cresce é o de beleza masculina. Esse nicho dobrou de tamanho nos últimos cinco anos e deve continuar crescendo. O profissional é procurado por centros de estética, spas, hotéis, salões de beleza, barbearias, consultorias e academias de ginástica. Ele ainda pode dar aulas ou prestar consultoria, e trabalhar como representante comercial de empresas de cosméticos. Ou gerenciar empresa própria ou equipes de clínicas e centros de estética. O mercado é mais aquecido nas regiões Sudeste, que concentra cerca de 60% das empresas e indústrias de cosméticos e perfumaria do país, e Sul (19%). GE PROFISSÕES 2018

121


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR O CURSO O bacharelado tem ênfase na administração do negócio no setor de estética. Desde o primeiro ano, o aluno tem disciplinas de Marketing e gestão de negócios. Mas há também aulas práticas, em que ele conhece, estuda e treina a aplicação de tratamentos estéticos. Anatomia, princípios ativos dos cosméticos, técnicas empregadas antes e depois de cirurgias e procedimentos clínicos (para atuar ao lado de médicos) fazem parte da grade curricular. Para receber o diploma, o estágio é obrigatório, assim como a entrega de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 3 anos. Outros nomes: Estética; Podologia. FIQUE DE OLHO PODOLOGIA A Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo (SP), oferece bacharelado em Podologia, cujo enfoque é o cuidado com os pés. Entre outras possibilidades de atuação, o podólogo pode fazer parte de equipes multidisciplinares de saúde, atuar em spas ou clínicas de beleza ou médicas, dedicar-se à prescrição e à confecção de palmilhas, cuidar dos pés de pessoas diabéticas e atuar na área esportiva.

� OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi Estética; Podologia $$$.

⋆⋆⋆ RJ Rio de Janeiro IBMR Estética n/i. SP Araras FHO-Uniararas Estética $$$$. Lins Unisalesiano Estética $$$.

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 19 | AVALIADOS: 6 5⋆ 1 curso | 3⋆ 3 cursos

122 GE PROFISSÕES 2018

REGIÃO NORTE AM Manaus Ciesa $, Fametro-AM n/i, Uninorte-AM n/i. PA Belém Fapan-PA $$, Unama n/i. Santarém Iespes n/i. RO Porto Velho Centro Universitário São Lucas $$$, Fac. Metropolitana-RO $$$. TO Araguaína Itpac n/i. Palmas Ceulp/Ulbra n/i, Fapal n/i.

� OUTROS CURSOS

REGIÃO SUDESTE

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

ES Colatina Unesc-ES $$$. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares n/i. Vila Velha Fac. Novo Milênio $$, UVV $$$. MG Araxá Uniaraxá $$. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH n/i, Facemg n/i, Newton Paiva $$$, UNA n/i, UniBH n/i. Betim Fac. Pitágoras de Betim n/i, Fac. UNA de Betim n/i. Contagem Fac. UNA de Contagem n/i. Itajubá Fepi $$. Juiz de Fora Facsum n/i, Universo-MG Estética n/i. Montes Claros Funorte n/i. Passos Uemg. São Lourenço Fac. de São Lourenço n/i. Três Corações UninCor $$. Uberaba Facthus $$. Uberlândia Unitri $$$. Varginha Unis n/i. RJ Barra Mansa UBM $$. Duque de Caxias Unigranrio $$$. Niterói Universo-RJ $$$$. Rio de Janeiro Celso Lisboa Estética e Cosmetologia $$, UCB-RJ n/i, Unigranrio $$, Unisuam $$$. SP Americana Faculdade Iesa $$. Amparo Unifia n/i. Araçatuba Unitoledo n/i. Araraquara Uniara n/i. Assis Unip-SP n/i. Batatais Claretiano-Centro Universitário Estética e Cosmetologia $. Bauru USC n/i. Bebedouro Unifafibe n/i. Campinas Unip-SP n/i. Diadema Fatec Diadema Cosméticos. Fernandópolis FEF n/i. Franca Unifran $$. Itapetininga IIES n/i. Itu Ceunsp n/i. Jales Unijales n/i. Jundiaí UniAnchieta $$$. Lorena Unifatea $$. Mogi das Cruzes Braz Cubas $$, UMC n/i. Osasco Unifieo $$. Pereira Barreto FIU n/i. Presidente Prudente Unoeste $$. Registro FVR n/i. Ribeirão Preto CBM n/i. Santa Bárbara d’Oeste FAP-SP n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP n/i. Santos Unimonte $$$, Unip-SP n/i. São Bernardo do Campo Metodista $$$. São José do Rio Preto Unilago $$$, Unirp $$, Unorp n/i. São José dos Campos Univap n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Famesp $$$, FMU n/i, FOC Cosméticos $$$, Hotec $, Senac-SP $$$, Uninove n/i, Unip-SP n/i, Unisa $$, UniSant’Anna $$, Universidade Anhembi Morumbi Estética e Cosmética (maquiagem profissional) $$$$, Universidade Brasil n/i, Universidade Cruzeiro do Sul Estética e Cosmética (visagismo) $$$$. Sorocaba Unip-SP n/i, Uniso $$$$. Suzano Fac. Piaget $$$$. Taubaté Ites-Taubaté $, Unitau $$.

REGIÃO CENTRO-OESTE MT Sinop Fac. Fasipe n/i. REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unirb-BA $$. MA São Luís Universidade Ceuma Estética $$$$. REGIÃO SUDESTE MG Belo Horizonte Fumec Estética $$$$. Formiga Unifor-MG Estética n/i. Janaúba Fac. Promove de Janaúba n/i. RJ Rio de Janeiro Estácio Estética n/i. SP Jundiaí Unip-SP n/i. Limeira Einstein Estética n/i. Mogi Guaçu Fimi Estética $$$. Rio Claro Claretiano Fac. Estética $. REGIÃO SUL RS Canoas Ulbra Estética $$$$$, Unilasalle-RS $$$$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs Estética $$$$. SC Balneário Camboriú Univali Estética $$$$.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE Os cursos tecnológicos priorizam conteúdos de empreendedorismo, mas dão uma boa formação para quem quer trabalhar diretamente com as técnicas esteticistas. Algumas escolas podem dar ênfase a uma técnica específica, como, por exemplo, maquiagem profissional. A maioria dos cursos inclui disciplinas básicas, como anatomia e química. Entre as específicas, entram cosmetologia, massoterapia e eletroterapia. Há, ainda, matérias profissionalizantes. Algumas instituições possibilitam ao aluno atender à comunidade, sob supervisão, em clínicas-escola. A obrigatoriedade de estágio e trabalho de conclusão do curso depende de cada escola. Atenção: o curso da Universidade Anhembi Morumbi (SP) oferece ênfase em maquiagem profissional. Já a Universidade Cruzeiro do Sul (SP) centra-se em visagismo – os cuidados com o rosto, incluindo maquiagem e cabelo. Já a Fatec Diadema e FOC, ambas em São Paulo, oferecem o tecnológico em Cosméticos, que prepara o profissional para trabalhar na produção dos produtos de beleza e higiene pessoal. Duração média: 2 anos. Outros nomes: Cosméticos; Cosmetologia e Estética; Estética; Estética e Cosmetologia.

RN Natal UnP n/i. SE Aracaju Faser-SE n/i, Unit-SE $$.

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Faciplac $$, Iesb-DF $$$$. Taguatinga UniCEUB n/i. GO Anápolis Fama-GO n/i, UniEvangélica $$. Ceres Fac. Evangélica de Ceres n/i. Formosa Fac. Cambury $$. Goiânia Fac. Cambury $$, FacUnicamps $$, Iueso n/i, UEG, Unip-GO n/i. Itumbiara Ifasc n/i. MS Campo Grande FCG-MS $, Unigran Capital $$, Universidade Anhanguera-Uniderp n/i. Dourados Unigran $$. Ponta Porã Magsul $$. Três Lagoas Aems $$. MT Barra do Garças Univar $$$$. Cuiabá Unic Cuiabá n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste n/i. Sinop Unic Sinop n/i. Sorriso Facem-MT n/i. Várzea Grande Univag n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Facima n/i, Unit-AL $$. BA Alagoinhas Unirb-BA $$. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas n/i. Salvador Estácio FIB n/i, Fac. Ibes $, Unifacs $$, Unime Salvador n/i. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas n/i. Vitória da Conquista Fainor $$$, FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Fortaleza Fametro-CE $$, Fate n/i, Unifor-CE $$$. MA Imperatriz Unisulma n/i. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís n/i. PB Cabedelo FatecPB $$. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa Faser-PB $$$$, FMN-João Pessoa n/i, FPB n/i. PE Jaboatão dos Guararapes UNIFG $$. Olinda Ieso n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife Facipe $$, FJN-Pernambuco n/i, Ipesu n/i, Unibra n/i, Uninassau n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Teresina Aespi n/i, Fatesp $, FMN-Teresina n/i.

REGIÃO SUL PR Campo Mourão Fac. Integrado n/i, Unicampo $$. Cascavel Fac. D. Bosco-Cascavel n/i, Unipar n/i. Cianorte Unipar n/i. Curitiba Fapar $, Opet $$$, Uniandrade $$$$, UTP $$. Foz do Iguaçu Fafig n/i, UDC Sede $$. Francisco Beltrão Unipar n/i. Guaíra Unipar n/i. Guarapuava Fac. Guairacá $$$. Londrina Cesumar-Londrina $$, UniFil n/i, Unopar n/i. Maringá UniCesumar $$$. Paranavaí Unipar n/i. Pato Branco Fadep n/i. Toledo Unipar n/i. Umuarama Unipar n/i. RS Canoas Ulbra $$$$$. Carazinho Ulbra $$$$. Caxias do Sul FSG $$$, UCS n/i. Cruz Alta Unicruz $$. Ijuí Unijuí n/i. Novo Hamburgo Feevale $$. Passo Fundo UPF $$$$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$. Santa Cruz do Sul Unisc $$$$. Santa Maria Ulbra $$$$. Tapejara FAT-RS n/i. Torres Ulbra $$. SC Blumenau Fac. Senac de Blumenau $$$, Uniasselvi-Blumenau n/i. Caçador Uniarp $$. Florianópolis CIEPH n/i, Fac. Senac de Florianópolis n/i, Univali $$$. Fraiburgo Uniarp $$. Joinville UniSociesc $$$. Lages Uniplac Cosmetologia e Estética n/i. Palhoça Unisul Cosmetologia e Estética $$$. São José Fasc-SC $. Tubarão Unisul Cosmetologia e Estética $$$.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

FARMÁCIA

B

O

farmacêutico estuda a composição de medicamentos, cosméticos e alimentos industrializados e orienta seu processo de fabricação. Pesquisa e testa substâncias que entram na composição de remédios, cosméticos, alimentos e produtos de higiene pessoal. Registra drogas, distribui e comercializa os produtos e verifica se as normas sanitárias estão sendo cumpridas. Em laboratórios de análises clínicas, faz exames para diagnóstico e acompanhamento de doenças. Em farmácias, distribui medicamentos e prepara fórmulas tradicionais ou personalizadas. O QUE VOCÊ PODE FAZER Alimentos Analisar a ação de determinadas substâncias no organismo humano e controlar a qualidade dos alimentos. Análises clínicas e toxicológicas Analisar material biológico para detectar doenças causadas por agentes infecciosos ou intoxicação. Atenção farmacêutica Orientar pacientes em drogarias, laboratórios e indústrias farmacêuticas. Área ambiental Controlar a qualidade da água, do solo e do ar em determinadas regiões. Biologia molecular Fazer análises laboratoriais envolvendo técnicas de biologia molecular, em exames como o de paternidade. Bioquímica clínica Analisar exames para verificar as alterações do organismo detectáveis por testes laboratoriais. Cosmetologia Formular cosméticos e produtos de higiene em indústrias e farmácias de manipulação. Atuar no controle de qualidade desses produtos. Farmácia clínica Acompanhar pacientes submetidos a tratamentos longos. Assessorar médicos e enfermeiros. Farmacovigilância Analisar medicamentos e cosméticos para saber se cumprem o que prometem ao consumidor. Gestão Comandar um departamento na indústria farmacêutica, administrando custos, projetos e pessoal. Medicamentos Pesquisar e testar princípios ativos e novas drogas na indústria farmacêutica. Pesquisa clínica Observação clínica de pacientes que recebem medicamentos novos no mercado. Vendas Comercializar medicamentos em drogarias ou diretamente para hospitais e postos de saúde. Preparar remédios personalizados, conforme prescrição médica. Vigilância sanitária Analisar e controlar medicamentos, insumos para laboratórios ou alimentos. MERCADO DE TRABALHO O mercado farmacêutico brasileiro é o oitavo maior do mundo e poderá chegar à quinta posição até 2021, de acordo com A Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Ele é impulsionado pelo tamanho da população, o aumento da renda e a ampliação de programas governamentais de assistência farmacêutica. Fábricas de medicamentos e cosméticos e laboratórios de análises clínicas são grandes empregadores e procuram profissionais bem qualificados, como os bacharéis. No primeiro semestre de 2016 foi registrado um crescimento de 30% na demanda por gestores

na indústria farmacêutica. O setor público, representado pelas farmácias populares e pelos serviços de vigilância sanitária, é outro tradicional empregador, que vem crescendo a cada ano. Os graduados podem, ainda, atuar na área científica de pesquisa, biologia molecular e toxicologia forense. Em 2014, foi promulgada a lei que exige o farmacêutico em qualquer local de dispensação de medicamentos, o que tornou obrigatória a presença do profissional nas farmácias privadas, bem como nas unidades básicas de saúde (UBS), elevando a procura pelo graduado. As regiões Sudeste e Sul são os maiores mercados, com, respectivamente, 38% e 28% dos farmacêuticos empregados no país, conforme dados do Conselho Federal de Farmácia. Mas as perspectivas são boas no Norte e no Nordeste. “Há um movimento de valorização desses profissionais nessas regiões, onde ainda são escassos”, ressalta Taís Maria Bauab, coordenadora do curso de Farmácia e Bioquímica da Unesp, em Araraquara (SP). O CURSO Matérias das áreas de biologia, física e química acompanham o aluno durante todo o curso. Entre as disciplinas profissionalizantes estão toxicologia e tecnologia farmacêutica e de cosméticos. As aulas práticas, em laboratório, ocupam grande parte da carga horária. O estágio é obrigatório, assim como o trabalho de conclusão de curso. Duração média: 5 anos. Outro nome: Farmácia-Bioquímica. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 501 | AVALIADOS: 343 5⋆ 14 cursos | 4⋆ 39 cursos | 3⋆ 116 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Ceilândia UnB. MG Alfenas Unifal-MG ④. Belo Horizonte UFMG ④. Juiz de Fora UFJF ⑤. Ouro Preto Ufop ④. PB João Pessoa UFPB ③. PE Recife UFPE ③. RS Porto Alegre UFRGS ④. SC Florianópolis UFSC ④. SP Araraquara Unesp FarmáciaBioquímica ④. Campinas Unicamp ④. Diadema Unifesp ④. Ribeirão Preto USP Farmácia-Bioquímica. São Paulo USP Farmácia-Bioquímica.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③. AM Manaus Ufam ③. AP Macapá Unifap. BA Salvador UFBA ③. Vitória da Conquista UFBA ④. CE Fortaleza UFC ④, Unifor-CE ③ $$$$$. DF Brasília UnB ④. ES Vitória Ufes ④. GO Goiânia FacUnicamps $$, UFG ④. MG Diamantina UFVJM ④. MS Campo Grande UFMS ③. MT Sinop UFMT ④. PB Campina Grande UEPB ④. PE Petrolina Univasf-PE ⑤. PI Teresina UFPI ④. PR Cascavel Unioeste ⑤. Curitiba PUCPR ③ $$$$$, UFPR ④. Londrina UEL ④. Maringá UEM. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Niterói UFF ②. Rio de Janeiro Uezo, UFRJ ④. RN Natal UFRN ③. RS Capão do Leão UFPel. Caxias do Sul UCS ④ n/i. Pelotas UCPel $$$$. Porto Alegre PUCRS ④ $$$$$. Santa Maria UFSM ④. SC Itajaí Univali ④ $$$$$. SE Lagarto

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

UFS. São Cristóvão UFS. SP Ribeirão Preto Unaerp ④ $$$$. São Paulo Mackenzie ④ $$$$$, São Judas ④ $$$$$, Universidade Anhembi Morumbi ③ $$$$.

⋆⋆⋆ AL Maceió Cesmac ③ $$$. AM Itacoatiara Ufam ③. Manaus Estácio Amazonas $$$, Uninorte-AM ③ n/i. BA Feira de Santana Uefs ③. Guanambi FG-BA n/i. Jequié Uesb. Salvador FTC ③ $$$, Uneb. CE Juazeiro do Norte FJN-Juazeiro do Norte n/i. DF Brasília Faciplac ③ $$$$, UCB-DF ③ $$$$$, UDF $$$, Unieuro ④ n/i. ES Alegre Ufes. São Mateus Ufes ④. Vila Velha UVV ④ $$$. Vitória UCV ② $$$. GO Anápolis UEG ④, UniEvangélica ③ $$$$. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia ③ $$$$. Goiânia Estácio Goiás ③ $$$$. Itumbiara UEG. MA São Luís UFMA ③, Universidade Ceuma ③ $$$$$. MG Belo Horizonte Faminas-BH $$$$$, Newton Paiva ③ $$$$$, UNA ④ n/i. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG n/i. Divinópolis UFSJ ④. Itajubá Fepi ③ $$$$. Patos de Minas Unipam ③ n/i. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas n/i. Pouso Alegre Univás n/i. Uberaba Uniube ③ $$$$. Viçosa Univiçosa ③ $$$$. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$. Dourados Unigran ④ $$$$. Três Lagoas Aems $$. MT Barra do Garças Univar ④ $$$$. Pontal do Araguaia UFMT ④. Sinop Unic Sinop ④ n/i. PA Belém Cesupa ③ $$$$, UFPA ③. PB Cuité UFCG ④. João Pessoa FCM-PB n/i. PE Caruaru Asces-Unita ④ $$$$. Recife FPS ③ n/i, Uninassau ③ n/i. PI Teresina FSA-PI ③ $$$. PR Curitiba UniBrasil ④ $$$$. Francisco Beltrão Unipar n/i. Guarapuava Unicentro-PR ④. Maringá UniCesumar ④ $$$$, Uningá ④ n/i. Umuarama Unipar ④ n/i. RJ Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$. Macaé UFRJ ④. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$$, Estácio ③ n/i, IFRJ ④. Teresópolis Unifeso ③ $$$$. RN Natal UnP n/i. RO Ariquemes Faar $$$$. Rolim de Moura FSP-RO $$$$. RR Boa Vista Cathedral ③ $$$. RS Erechim URI ④ $$$$$. Frederico Westphalen URI ④ $$$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Passo Fundo UPF ③ $$$$$. Porto Alegre IPA ③ $$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ④ $$$$$. São Leopoldo Unisinos ⑤ $$$$. Uruguaiana Unipampa ④. SC Blumenau Furb ② $$$$$. Chapecó Unochapecó ③ $$$$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$$. Joinville Univille ③ $$$$$. São Miguel do Oeste Unoesc n/i. Tubarão Unisul ③ $$$$. SE Aracaju Unit-SE ③ $$$. SP Araçatuba Unisalesiano $$. Araraquara Uniara ④ n/i. Araras FHO-Uniararas ③ $$$$. Barretos Unifeb ④ $$$$. Bauru USC ③ n/i. Bragança Paulista USF ④ $$$$. Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$, USF ③ $$$$. Fernandópolis FEF ④ n/i. Franca Unifran ④ $$$$. Marília Unimar ③ $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ④ $$$. Piracicaba Unimep ② $$$$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$$. Registro FVR n/i. Santo André FMABC ④ $$$$. Santos Unisanta ④ $$$$$, Universidade Católica de Santos ④ $$$$$. São Bernardo do Campo Metodista $$$$. São Caetano do Sul USCS $$$. São Carlos Unicep n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$$, Unirp ③ $$$$. São Paulo FMU ③ n/i, FOC ③ $$$$$, São Camilo-SP n/i, UMC ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unisa ③ $$, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$$. Sorocaba Uniso ④ $$$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Palmas Ceulp/Ulbra ③ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília n/i, FE-Brasília n/i, Icesp n/i, Unip-DF ④ n/i, Uniplan $$$$. Ceilândia Iesb-DF $$$$$. Planaltina Upis n/i. Taguatinga Fac. LS n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis n/i, Fac. Fibra n/i, Fama-GO n/i. Ceres Fac. Evangélica de Ceres ④ n/i. Goiânia FacUnicamps Goiânia $$$$, Iueso ③ n/i, PUC Goiás n/i, GE PROFISSÕES 2018

123


PROFISSÕES  SAÚDE E BEM-ESTAR Uni-Anhanguera n/i, Unip-GO ③ n/i, Universo-GO n/i. Inhumas FacMais $$$$. Iporá FAI-Iporá $$$$. Luziânia Unidesc ② $$$$. Mineiros Famp ③ n/i. Porangatu FNG n/i. Rio Verde IesRiver $$$$, UniRV ③ $$$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO $$$$. Trindade FUG ③ n/i. Uruaçu Fasem n/i. Valparaíso de Goiás Facesa-GO ③ n/i. MS Campo Grande Estácio Campo Grande ③ $$$, Facsul-MS $$, Universidade Anhanguera-Uniderp n/i. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados n/i. MT Cáceres Fapan-MT n/i. Colíder Facider ② $$$$. Cuiabá Unic Cuiabá ③ n/i. Guarantã do Norte Fac. de Ciên. Soc. de Guarantã do Norte n/i. Juína Ajes Facs. n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ④ n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis n/i. São José dos Quatro Marcos FQM ② n/i. Sinop Fac. Fasipe n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra ③ n/i. Várzea Grande Univag n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Fac. Pitágoras de Maceió n/i, Uninassau-Maceió ② n/i. BA Alagoinhas Unirb-BA $$$. Barreiras Ufob. Feira de Santana FTC n/i, Unef n/i. Governador Mangabeira Famam $$$$. Irecê FAI-BA $$$. Itabuna FTC $$$, Unime Itabuna ③ n/i. Jequié FTC n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Paripiranga UniAGES $$$$. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa $$$$, Estácio FIB ③ n/i, Fac. D. Pedro II-Salvador $$$$, Fac. da Cidade do Salvador $$$, Fac. Ibes $$, FMN-Salvador n/i, FSBB n/i, Unifacs $$$$, Unime Salvador ③ n/i, UnirbBA $$$$. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas ③ n/i. Vitória da Conquista Fainor ③ $$$$, FMNVitória da Conquista n/i. CE Aracati FVJ n/i. Fortaleza Aiesne $$$$, Faece ③ $$$, Fametro-CE $$$$, FJN-Fortaleza n/i, FMN-Fortaleza n/i. Juazeiro do Norte Estácio FMJ n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. Sobral Uninta ③ $$$$$. MA Bacabal Febac $$$$. Imperatriz DeVry Facimp ③ $$$$, Fac. Pitágoras de Imperatriz n/i. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís ③ n/i, Florence ③ n/i, FMN-São Luís n/i. PB Cajazeiras FSM-PB ③ n/i. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i, Unifacisa n/i. João Pessoa Asper n/i, Facene-Famene $$$$, FMN-João Pessoa n/i. PE Arcoverde Essa n/i. Belém de São Francisco Cesvasf n/i. Caruaru DeVry Unifavip $$$$, FMN-Caruaru n/i. Escada Faesc n/i. Jaboatão dos Guararapes UNIFG $$$$. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife Centro Universitário Estácio do Recife n/i, DeVry FBV n/i, Fac. São Miguel n/i, FJN-Pernambuco n/i, Ipesu $$$, Unibra n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Serra Talhada FIS n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i, Faintvisa ③ n/i. PI Floriano Faesf-PI ④ n/i. Parnaíba FMN-Parnaíba n/i. Piripiri Chrisfapi $$$. Teresina Aespi n/i, DeVry Facid ④ $$$$, Fac. CET $$$, FMN-Teresina n/i. RN Mossoró Facene $$$$. Natal Fanec n/i, FMN-Natal n/i, Unifacex n/i. SE Aracaju Facar n/i, FMN-Aracaju n/i, Unirb-SE n/i. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Fameta $$$$, Uninorte-AC n/i. AM Manaus Fametro-AM n/i, FMN-Manaus n/i, Unip-AM ③ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$. AP Macapá Fama-AP n/i, Immes-AP $$$$. PA Ananindeua Unama n/i. Belém Esamaz n/i, Fac. Cosmopolita n/i, Fibra $$$$, FMN-Belém n/i, Unama n/i. Castanhal FCAT n/i. Itaituba FAI-PA n/i. Redenção FIC-PA n/i. Santarém Iespes ③ n/i, Ufopa.

124 GE PROFISSÕES 2018

RO Ariquemes Faema ② n/i. Cacoal Facimed ③ n/i, Fanorte n/i, Unesc-RO n/i. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i, Unijipa $$$$. Ouro Preto do Oeste Uneouro $$$. Porto Velho Fimca ② $$$$. Vilhena Unesc-RO n/i. TO Araguaína Itpac ③ n/i. Gurupi UnirG ② $$$. Palmas Fapal n/i.

Universidade Anhanguera de São Paulo n/i, Universidade Brasil n/i. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba n/i, Unip-SP ④ n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$$. Taboão da Serra Fecaf $$$$. Taquaritinga FTGA ② n/i. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté n/i, Ites-Taubaté $$.

REGIÃO SUDESTE

PR Arapongas Unopar n/i. Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i. Cascavel Centro Universitário FAG ④ n/i. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio ③ $$$. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$$, Fapar $$, FPP n/i, Uniandrade ③ $$$$$. Dois Vizinhos Unisep ③ n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz ② n/i, UDC Sede ④ $$$, Uniamérica n/i. Francisco Beltrão Unisep n/i. Guarapuava Fac. Guairacá $$$$. Londrina Cesumar-Londrina $$$, Inesul $$$, UniFil n/i, Unopar n/i. Maringá Famma $$$$$. Palmas IFPR ②. Paranavaí Unipar ③ n/i. Toledo Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniguaçu $$$$. RS Bagé Urcamp ③ $$$$$. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul n/i. Cruz Alta Unicruz ③ $$$$$. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas $$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre UniRitter $$$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande n/i. Santiago URI ③ $$$$$. Santo Ângelo URI ③ $$$$$. SC Caçador Uniarp ③ $$$$. Concórdia UnC ③ $$$$. Jaraguá do Sul Iesc-SC n/i. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville n/i. Lages Unifacvest ④ $$$$$. Orleans Unibave ③ $$$$. São José Estácio Santa Catarina ④ $$$$. Videira Unoesc ③ n/i. Xanxerê Unoesc n/i.

ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$$$. Colatina Unesc-ES ④ $$$$. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ③ n/i. MG Aimorés Fupac Aimorés n/i. Alfenas Unifenas $$$$. Almenara Alfa-MG n/i. Araguari Imepac $$$. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Facemg n/i. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Campos Gerais Facica ③ $$$. Contagem Nova Fac. n/i. Coronel Fabriciano Unileste $$$$. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis ③ n/i. Governador Valadares UFJF, Univale $$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ n/i, Fac. Única de Ipatinga ③ n/i. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$. Juiz de Fora Facsum n/i, Suprema-FCMS ③ n/i. Luz Fasf-MG $$$. Manhuaçu FAFManhuaçu $$$$. Matipó Univértix-MG n/i. Montes Claros Fasa-MG ③ $$$$, Fasi ③ n/i, FIPMoc $$$$, Funorte ③ n/i. Muriaé Unifaminas n/i. Paracatu Fac. Atenas n/i. Ponte Nova Fac. Dinâmica n/i. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni ③ n/i. Três Corações UninCor $$$$$. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia n/i, Fupac Uberlândia ③ n/i, Unitri ③ $$$$$. Unaí Facisa-Unaí n/i. RJ Barra Mansa UBM $$$$. Belford Roxo Uniabeu ③ $$$$. Cabo Frio Ferlagos n/i. Campos dos Goytacazes FMC-RJ ② $$$$. Itaperuna UniFSJ n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i, Universo-RJ $$$$. Nova Friburgo Estácio ③ n/i. Petrópolis Estácio ② n/i. Rio de Janeiro Faba ③ n/i, UCB-RJ $$$$, Unisuam ② $$$$. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. Seropédica UFRRJ. SP Adamantina Unifai-Adamantina ② $$$. Americana FAMAmericana $$$. Araçatuba Unip-SP ④ n/i, Unitoledo n/i. Araraquara Unip-SP ③ n/i. Assis Fema-SP $$$, Unip-SP ⑤ n/i. Avaré FSP-SP n/i. Bauru FIB-Bauru n/i, Unip-SP ④ n/i. Caçapava Fac. Sto. Antônio-SP $$$. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas n/i, Unip-SP ④ n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp ② $$$. Carapicuíba Estácio FNC n/i, Falc n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal ② $$$. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, Facig-Guarulhos n/i, UnG n/i. Indaiatuba Fac. Max Planck $$$$. Itapetininga FSP-SP n/i, IIES n/i. Itapeva Fait-SP ② n/i. Itapira Iesi $$$. Itu Ceunsp $$$. Jaguariúna UniFAJ $$$$. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí n/i, UniAnchieta ③ $$$, Unip-SP ④ n/i. Limeira UnipSP ④ n/i. Lins Unilins $$$$. Lorena Unifatea $$$$. Mogi das Cruzes UMC ④ n/i. Mogi Guaçu Fimi $$$$. Osasco Unifieo ③ $$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Ourinhos FIO ④ $$$$. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba ③ n/i. Ribeirão Preto CBM ③ n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto $$$$, Unip-SP ④ n/i. Rio Claro Asser-Rio Claro n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Unip-SP ③ n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ② n/i. São João da Boa Vista Unifae $$$$. São José do Rio Pardo Unip-SP ③ n/i. São José do Rio Preto Unip-SP ④ n/i, Unorp n/i. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos n/i, Unip-SP ④ n/i. São Manuel FMR $$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Fac. Sequencial $$$$, Unib $$, Unicid $$$, Unip-SP ④ n/i,

REGIÃO SUL

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito ES Vitória Multivix-Vitória ④ n/i. MG Caratinga Unec n/i. Itabira Funcesi $$$$$. Juiz de Fora Unipac ③ n/i. Nanuque Unec n/i. Patos de Minas FPM ② n/i. Santa Luzia Facsal ③ n/i. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida n/i. Ubá Fupac Ubá n/i. SP Jales Unijales n/i.

FISIOTERAPIA

B

O

fisioterapeuta trata e previne doenças e lesões, empregando técnicas como exercícios e massoterapia (massagem). Este profissional diagnostica e trata problemas causados por alterações genéticas, doenças adquiridas, acidentes ou vícios de postura. Aplica terapias que têm a finalidade de restaurar, desenvolver e manter a capacidade física e funcional do paciente. Também faz tratamentos à base de água, calor, frio e aparelhos específicos. Além de ajudar na recuperação de acidentados e pessoas com distúrbios neurológicos, cardíacos ou respiratórios, ele trabalha com idosos, gestantes, crianças e pessoas com deficiência física ou mental. O QUE VOCÊ PODE FAZER Acupuntura Aplicação de agulhas. Cardiologia e pneumologia Cuidar de pacientes nas fases pré e pós-operatória. Prevenir e tratar doenças respiratórias e cardíacas, além de reabilitar doentes, prescrevendo e aplicando exercícios ligados aos aparelhos respiratório e circulatório. Dermatofuncional Aplicar técnicas como massagens em pacientes pós-cirurgia plástica e pós-cirurgia geral para


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

amenizar desconfortos. Aplicar aparelhos de raios infravermelhos, ultravioleta e laser para reduzir lesões e acelerar a cicatrização de queimaduras e cortes cirúrgicos e, ainda, realizar tratamentos estéticos. Fisioterapia do trabalho Prevenir e tratar doenças relacionadas com o trabalho, como as lesões causadas por esforço repetitivo (LER). Fisioterapia esportiva Prevenir e reabilitar lesões em atletas e em praticantes de atividades esportivas. Gameterapia Utilizar jogos eletrônicos para a reabilitação de pacientes com problemas neurológicos e ósseos. A técnica incentiva a atividade cerebral e a recuperação de movimentos em doentes. Grupos especiais Estimular os músculos de quem sofre limitações de movimento, como idosos e portadores de deficiência física. Indústria de equipamentos Pesquisar, desenvolver e testar equipamentos para uso em terapia. Neurologia adulta Auxiliar na reabilitação dos pacientes que tiveram derrame cerebral, paralisia e traumatismo de coluna e crânio. Neurologia pediátrica Auxiliar na reabilitação dos portadores de patologias e síndromes típicas de criança, como paralisia cerebral e síndrome de Down. Ortopedia e traumatologia Acelerar a recuperação de movimentos e reduzir dores de pacientes com fraturas, traumas ou luxações. Prevenir e reabilitar lesões da coluna vertebral e das articulações causadas por postura incorreta ou esforço repetitivo. Terapia intensiva Tratar pacientes críticos internados em UTIs, aplicando técnicas para reabilitação respiratória, neurológica e do aparelho musculoesquelético. MERCADO DE TRABALHO Com o envelhecimento da população, a demanda por fisioterapeutas deve crescer nos próximos anos em serviços de reabilitação de movimentos e alívio de dores crônicas. Nos grandes centros urbanos, os recém-formados podem encontrar alguma dificuldade em conseguir trabalho nas áreas tradicionais (respiratória, ortopédica e neurológica), mas existem outras especialidades promissoras, como a oncologia, a dermatofuncional, a esportiva, a saúde da família e do trabalhador e a reabilitação cardiovascular. Uma área nova em crescimento é a gameterapia, que utiliza jogos eletrônicos para a reabilitação de pacientes. A fisioterapia hospitalar continua demandando profissionais, bem como Apaes e secretarias de Saúde, que oferecem vagas para fisioterapeutas no atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Hospitais particulares também procuram o profissional para atuar no atendimento a pacientes que passaram por processos cirúrgicos e necessitam de cuidados especiais. O fisioterapeuta também é demandado para prestar atendimento domiciliar. O Sudeste concentra o maior número de oportunidades e os melhores salários. Porém, é mais fácil conseguir trabalho no Norte e Nordeste do país. Desde 2015, o Exército Brasileiro incluiu as profissões de Fisioterapia e Terapia Ocupacional no plano de carreira via concurso público.

O CURSO As Ciências Biológicas e da Saúde constituem a base do currículo, com aulas de biologia, anatomia, fisiologia, patologia, saúde pública, recursos terapêuticos manuais, neurologia, ortopedia e traumatologia, entre outras matérias. A partir do segundo ano, aumenta a carga horária de aulas práticas, nas quais se aprendem técnicas de tratamento, como a massoterapia (massagem) e termoterapia (aplicação de calor ou frio). O estágio é obrigatório no último ano e, normalmente, feito em clínicas das próprias faculdades. O aluno também deve fazer um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 596 | AVALIADOS: 439 5⋆ 9 cursos | 4⋆ 48 cursos | 3⋆ 184 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Alfenas Unifal-MG ⑤. Belo Horizonte UFMG ④. PE Recife UFPE ④. RS Porto Alegre UFRGS ⑤. SP Piracicaba Unimep ④ $$$$$. Ribeirão Preto USP. Santos Unifesp ③. São Carlos UFSCar ④. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Cesmac ④ $$$$, Uncisal ④. AM Manaus Ufam. CE Fortaleza UFC, Unifor-CE ③ $$$$$. DF Brasília UCB-DF ④ $$$$$, UniCEUB ④ n/i. Ceilândia UnB ④. GO Anápolis UniEvangélica ④ $$$$. Goiânia PUC Goiás ③ n/i. MA São Luís Universidade Ceuma ④ $$$$$. MG Belo Horizonte PUC Minas ③ $$$$. Betim PUC Minas ④ $$$$. Diamantina UFVJM ④. Juiz de Fora UFJF ④. Poços de Caldas PUC Minas ③ $$$$$. Uberaba UFTM. Uberlândia UFU ④. MS Campo Grande UFMS ④. PB Campina Grande UEPB ③, Unifacisa ④ $$$$. João Pessoa UFPB ④, Unipê ③ $$$$. PE Caruaru Asces-Unita ④ $$$$. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $$$$. Petrolina UPE ④. Recife Unicap ③ $$$$. PI Parnaíba UFPI ③. PR Cascavel Unioeste ④. Curitiba PUCPR ④ $$$$$. Londrina UEL ④. RJ Rio de Janeiro IFRJ, UFRJ ④. RN Natal UFRN ④. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$$$. Santa Maria UFSM ④. Uruguaiana Unipampa ④. SC Araranguá UFSC. Palhoça Unisul ③ $$$$$. SE Aracaju UFS ④. SP Bauru USC ③ n/i. Marília Unesp ④. Presidente Prudente Unesp ④. Santo André FMABC ⑤ $$$. Santos Unisanta ④ $$$$$. São José dos Campos Univap n/i. São Paulo São Judas ④ $$$$$, Uninove ④ n/i.

⋆⋆⋆ AL Maceió Estácio FAL ③ $$, Uninassau-Maceió n/i, Unit-AL ④ $$$$. AM Manaus Fametro-AM ④ n/i, Uninorte-AM ② n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$$. AP Macapá Estácio Macapá ② n/i. BA Barreiras Fasb-Barreiras ③ $$$. Cachoeira Fac. Adventista da Bahia $$$. Feira de Santana FAN-BA ④ n/i, FTC ③ $$$. Itabuna Unime Itabuna ④ n/i. Jequié Uesb ③. Salvador Estácio FIB ③ n/i, FSBA n/i, FTC ③ $$$, UCSal ③ $$$$, UFBA, Uneb, Unijorge ③ n/i, Unirb-BA $$$$. Vitória da Conquista FTC ③ $$$. CE Fortaleza Estácio FIC ③ $$$$, Unichristus ④ n/i. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ② n/i. Sobral Uninta ④ $$$$$. DF Brasília Unip-DF ④ n/i, Uniplan $$$$. ES Colatina Unesc-ES

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

④ $$$$. Vila Velha UVV ④ $$$. Vitória Emescam ③ $$$$, Fac. Estácio ④ $$$$, UCV ④ $$$, Ufes ④. GO Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia ③ $$$$. Goiânia Iueso n/i, UEG ④, Unip-GO ④ n/i. Goiatuba UniCerrado $$$. Jataí UFG. Rio Verde IesRiver ③ $$$$. MA São Luís Cest ③ $$$$. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ④ $$$$$, Estácio BH ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ④ n/i, FCM-MG $$$$, Newton Paiva ④ $$$$$, UniBH ④ n/i. Formiga UniforMG n/i. Ipatinga Unileste ③ $$$$. Itajubá Fepi $$$$$. Itaúna Universidade de Itaúna ④ $$$$. Juiz de Fora Suprema-FCMS ④ n/i. Lavras Unilavras $$$$. Montes Claros FIPMoc ③ $$$$. Patos de Minas Unipam n/i. Patrocínio Unicerp $$$$. Uberaba Uniube ④ $$$$. Varginha Unis n/i. Viçosa Univiçosa ④ $$$. MS Campo Grande UCDB ④ $$$$. Dourados Unigran ④ $$$$. MT Barra do Garças Univar ③ $$$$. Cuiabá Unic Cuiabá ④ n/i. Sinop Unic Sinop ③ n/i. Várzea Grande Univag ③ n/i. PA Belém Cesupa ④ $$$$$, Uepa, UFPA, Unama ③ n/i. Santarém Uepa. PB Campina Grande Unesc-PB n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i. Patos FIP-PB ③ $$$$. PE Recife Centro Universitário Estácio do Recife ③ n/i, Universo-PE ④ n/i. PI Piripiri Chrisfapi $$$. Teresina DeVry Facid ④ $$$$, FMN-Teresina ③ n/i, FSA-PI ③ $$$$, Uespi, Uninovafapi ③ n/i. PR Araucária Facear ④ n/i. Cascavel Centro Universitário FAG ⑤ n/i. Curitiba Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Uniandrade $$$$$, UniBrasil ④ $$$$, UTP ③ $$$$. Foz do Iguaçu Uniamérica ④ n/i. Guarapuava Unicentro-PR. Jacarezinho Uenp ③. Londrina Unopar ③ n/i. Maringá UniCesumar ④ $$$$, Uningá ④ n/i. Pato Branco Fadep $$$$. Toledo Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniguaçu ④ $$$$. RJ Cabo Frio UVA-RJ ④ n/i. Petrópolis UCP-RJ ③ $$$$$. Rio de Janeiro IBMR ③ n/i, Unisuam ③ $$$$, UVA-RJ ④ n/i. Teresópolis Unifeso ④ $$$$. RN Mossoró UnP n/i. Natal Estácio Fatern ③ n/i, UnP n/i. Santa Cruz UFRN ④. RO Cacoal Facimed ④ n/i. RR Boa Vista Cathedral ④ $$$. RS Canoas Unilasalle-RS ④ $$$$. Caxias do Sul FSG ③ $$$$, UCS ④ n/i. Erechim URI ④ $$$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Passo Fundo UPF ③ $$$$$. Pelotas UCPel ③ $$$$$. Porto Alegre IPA ③ $$$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ④ $$$$. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$. Torres Ulbra ④ $$$$. SC Blumenau Furb ④ $$$$$, Uniasselvi-Blumenau n/i. Chapecó Unochapecó ④ $$$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$$. Florianópolis Udesc ③. Itajaí Univali ④ $$$$$. Joaçaba Unoesc n/i. Lages Unifacvest ④ $$$$$, Uniplac n/i. São José Estácio Santa Catarina ③ $$$$. SE Aracaju Unit-SE ④ $$$. SP Araçatuba Unisalesiano $$. Araraquara Uniara ③ n/i, Unip-SP ⑤ n/i. Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Batatais Claretiano-Centro Universitário $$$$. Bauru FIB-Bauru n/i, Unip-SP ④ n/i. Bebedouro Unifafibe ④ n/i. Bragança Paulista USF $$$$$. Campinas DeVry Metrocamp ③ $$$$$, PUC-Campinas ③ $$$$$, Unip-SP ④ n/i. Franca Unifran ④ $$$. Guarujá Unaerp ③ $$$$. Guarulhos UnG ③ n/i. Jaguariúna UniFAJ $$$$. Jundiaí UniAnchieta ③ $$$, Unip-SP ④ n/i. Limeira Einstein ④ n/i. Marília Unimar ③ $$$$. Mogi das Cruzes UMC ⑤ n/i. Ourinhos Estácio Ourinhos n/i. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba ⑤ n/i. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$$. Ribeirão Preto CBM ④ n/i, Unaerp ④ $$$$. Rio Claro Asser-Rio Claro n/i. Santa Fé do Sul Funec ③ $$$. Santana de Parnaíba Unip-SP ⑤ n/i. Santos Unilus n/i. São Bernardo do Campo Metodista $$$$. São Caetano do Sul USCS $$$. São Carlos Unicep ④ n/i. São João da Boa Vista Unifae $$$$, Unifeob ④ $$$$. São Paulo São Camilo-SP ④ n/i, UMC ④ n/i, Unasp ③ $$$, Unib ③ $$, Unicid ③ $$$$$, Unip-SP ④ n/i, Unisa ③ $$, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$$, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$$. Sorocaba Unip-SP ④ n/i, Uniso $$$$. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté n/i, Unitau ④ $$$$. Votuporanga Unifev ⑤ n/i. TO Palmas Ceulp/Ulbra ③ n/i. GE PROFISSÕES 2018

125


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

SE Aracaju Estácio Sergipe ③ n/i, Facar n/i, FMN-Aracaju n/i, Unirb-SE n/i. Lagarto UFS.

REGIÃO CENTRO-OESTE

REGIÃO NORTE

DF Brasília Estácio Brasília n/i, Fac. Anhanguera de Ciên. e Tecnol. de Brasília n/i, Faciplac ③ $$$$, Icesp n/i, Unieuro ③ n/i. Taguatinga Fac. Anhanguera de Taguatinga n/i, UniCEUB n/i, UniProjeção n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis n/i. Ceres Fac. Evangélica de Ceres n/i. Goiânia Estácio Goiás ③ $$$$, Fac. Padrão ③ n/i, Universo-GO ② n/i. Luziânia Unidesc $$$$. Mineiros Famp ③ n/i. Rio Verde UniRV ④ $$$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO ④ $$$$. Trindade FUG ③ n/i. Valparaíso de Goiás Facesa-GO ④ n/i. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande n/i, Estácio Campo Grande ③ $$$, FCG-MS ④ $$, Universidade Anhanguera-Uniderp n/i. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados n/i. Três Lagoas Aems $$. MT Cáceres Fapan-MT n/i. Cuiabá Fasipe Cuiabá n/i, Icec ② n/i, IESMT n/i. Guarantã do Norte Ajes Facs. n/i. Juína Ajes Facs. n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis n/i. São José dos Quatro Marcos FQM n/i. Sinop Fac. Fasipe n/i. Sorriso Unic Sorriso n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra ④ n/i.

AC Rio Branco Fameta $$$$, Uninorte-AC ③ n/i. AM Coari Ufam ③. Manaus FMN-Manaus n/i, Unip-AM ③ n/i. AP Macapá Fama-AP n/i, Immes-AP $$$$, Unifap. PA Ananindeua Unama n/i. Belém Esamaz ② n/i, Fac. Cosmopolita n/i, FMN-Belém n/i. Marabá Fac. Metropolitana de Marabá $$$$. Santarém Iespes n/i, Unama n/i. RO Ariquemes Faema n/i. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i, Unijipa $$$$. Porto Velho Centro Universitário São Lucas ④ n/i, Fimca ② $$$$, Uniron ③ n/i. Rolim de Moura FSP-RO $$$$. Vilhena Fimca Vilhena $$$$$, Unesc-RO n/i. TO Guaraí FAG $$$$. Gurupi UnirG ③ $$$. Palmas Iepo n/i.

REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. Maceió FAA-Iesa n/i, Fac. Pitágoras de Maceió n/i, Fac. Unirb/Ibesa n/i, Facima ③ n/i, FAT-AL $$$. BA Alagoinhas Fac. Sto. Antônio-BA $$$$, Unirb-BA $$$$. Barreiras FJC n/i. Camaçari Famec-BA ③ n/i. Eunápolis UnesulBahia n/i. Feira de Santana Estácio Feira de Santana n/i, FBT-BA n/i, Unef n/i, Unifacs $$$. Governador Mangabeira Famam $$$. Guanambi FG-BA n/i. Ilhéus FMT $$$. Itabuna FTC ③ $$$. Juazeiro Fasj n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas n/i. Paripiranga UniAGES $$$$. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa $$$$, Fac. D. Pedro II-Salvador ③ $$$, Fac. da Cidade do Salvador $$$, Fac. Ibes ③ $$, Fac. São Salvador $$$, Facsal-Isec $$, FMN-Salvador n/i, FSBB n/i, Unifacs ③ $$$$, Unime Salvador ③ n/i. Santo Antônio de Jesus Facemp n/i. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas n/i. Valença Fazag n/i. Vitória da Conquista Fainor ③ $$$$, FMNVitória da Conquista n/i. CE Aracati FVJ n/i. Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i, Faece $$$, Fafor $$$, Fametro-CE $$$$, Fate n/i, Fateci ② n/i, FGF n/i, FJN-Fortaleza n/i, FMN-Fortaleza n/i. Icó FVS $$$$. Juazeiro do Norte Estácio FMJ n/i. Tianguá Fied n/i. MA Caxias Facema $$$$. Imperatriz Unisulma n/i. Pedreiras Faesf-MA $$$. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís n/i, FMNSão Luís n/i. PB Cabedelo Iesp-PB $$$. Cajazeiras FSM-PB ③ n/i. Campina Grande FMN-Campina Grande ③ n/i. João Pessoa Asper ③ n/i, Facene-Famene $$$$, FAP-PB n/i, FCM-PB ④ n/i, FPB n/i. PE Arcoverde Essa n/i. Caruaru DeVry Unifavip $$$$, FMN-Caruaru n/i. Escada Faesc n/i. Jaboatão dos Guararapes Metropolitana $$$. Olinda Facottur n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife DeVry FBV n/i, Facipe $$$, Farec $$$, FJN-Pernambuco n/i, FPS ③ n/i, Ipesu $$$, Unibra n/i, Uninassau ③ n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Serra Talhada FIS n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i, Faintvisa n/i. PI Floriano Faesf-PI n/i. Parnaíba FMN-Parnaíba ③ n/i. Picos Fac. R. Sá ② n/i. Teresina Aespi ③ n/i, Estácio Ceut ③ n/i, Fapi-PI ③ n/i. RN Mossoró Facene $$$$$, FDM $$$$. Natal Fanec n/i, FMNNatal n/i, Uni-RN n/i, Unifacex n/i.

126 GE PROFISSÕES 2018

REGIÃO SUDESTE ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$$$. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares n/i. São Mateus FVC n/i. Serra Multivix-Serra n/i. Vitória Favi n/i. MG Araxá Uniaraxá $$$$. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Facemg n/i, UNA n/i, Universo-MG ③ $$$. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Caratinga Unec n/i. Divinópolis Uemg, Unifenas $$$$. Governador Valadares UFJF, Univale $$$$. Guaxupé Unifeg ③ $$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga n/i. Itabira Funcesi ③ $$$$$. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ③ n/i, FJF n/i, Universo-MG ③ n/i. Montes Claros Fasa-MG n/i, Funorte n/i. Muriaé Unifaminas n/i. Nanuque Unec n/i. Paracatu Fac. Tecsoma n/i. Ponte Nova Fac. Dinâmica n/i. Pouso Alegre Univás n/i. Sete Lagoas Facsete $$$$, Fasasete $$$$. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Uberaba Facthus $$$. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia n/i, Unitri ③ $$$$$. Vespasiano Faseh $$$. RJ Araruama Fac-Unilagos $$$$. Barra Mansa UBM $$$$. Belford Roxo Uniabeu ② $$$$. Cabo Frio Estácio ③ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$. Itaperuna UniRedentor ④ $$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i, Estácio ② n/i, Universo-RJ ② $$$$. Nova Friburgo Estácio ③ n/i. Nova Iguaçu Estácio ③ n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa $$$$, Estácio ③ n/i, Faba ② n/i, Facs. São José ③ n/i, FGS n/i, Frasce ② $$$, UCB-RJ ③ $$$$, UniMSB n/i, USU n/i. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina $$. Americana FAM-Americana $$$. Araçatuba Unip-SP n/i, Unitoledo n/i. Assis Fema-SP $$$, Unip-SP ⑤ n/i. Avaré FSP-SP n/i. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru n/i. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas n/i, Unisal $$$$. Catanduva Imes-Catanduva n/i. Cotia FMS ③ n/i. Cruzeiro ESC n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal $$$. Fernandópolis FEF n/i, Universidade Brasil n/i. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos n/i, FG-SP $$$$. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba n/i, Fac. Max Planck $$$$. Itapetininga FSP-SP n/i, IIES n/i. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Itapira Iesi $$$. Itu Ceunsp ④ $$$$. Jales Unijales n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí n/i. Limeira Fac. Anhanguera de Limeira n/i, Unip-SP n/i. Lins Unisalesiano ③ $$$$. Marília Faip n/i. Mogi das Cruzes Braz Cubas ④ $$$, Fac. Náutico ③ $$$$. Mogi Guaçu FMG n/i. Osasco Unifieo ④ $$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Penápolis Fassp ③ n/i. Piracicaba Fac. Anhanguera de Piracicaba ③ n/i. Praia Grande Fals $$. Registro FVR ③ n/i. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto n/i, Unip-SP ④ n/i. Rio Claro Fac. Anhanguera de Rio Claro n/i. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara n/i. Santo André Universidade Anhanguera de

São Paulo ③ n/i. Santos Unip-SP ④ n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São José do Rio Pardo Unip-SP ④ n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$$, Unip-SP ④ n/i, Unirp $$$$, Unorp n/i. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos n/i, Unip-SP ④ n/i. São Manuel FMR ④ $$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, FAM-São Paulo n/i, Fasm-SP $$$, FMU ④ n/i, Mackenzie ④ $$$$$, PUC-SP n/i, UniSant’Anna $$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Universidade Brasil n/i. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba n/i. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra n/i. Taquaritinga FTGA ② n/i. Taubaté Ites-Taubaté $$. Tupã Fadap FAP $$$. REGIÃO SUL PR Apucarana FAP-PR ③ $$$. Campo Mourão Unicampo $$$$. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio $$$. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$$, Fac. Espírita n/i, Fapar $$, UFPR. Dois Vizinhos Unisep ③ n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, UDC Sede ④ $$$. Francisco Beltrão Unisep n/i. Guarapuava Fac. Guairacá ③ $$$$. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina n/i, Inesul ③ $$$, UniFil ④ n/i. Maringá Famma $$$$. Ponta Grossa Cescage ③ $$$$$. RS Bagé Urcamp ③ $$$$. Bento Gonçalves Cnec Bento ③ n/i. Cachoeira do Sul Ulbra ④ $$$$$. Canoas Ulbra ③ $$$$$, UniRitter $$$$$. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul n/i. Cruz Alta Unicruz ③ $$$$. Frederico Westphalen URI $$$$$. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas $$$$. Osório Unicnec $$$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$$$, Fac. Anhanguera de Porto Alegre n/i, UniRitter $$$$$, Unisinos $$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande n/i. Santa Maria Ulbra ④ $$$$. Santo Ângelo Cnec Iesa ④ $$$$$. São Luiz Gonzaga URI ④ $$$$$. Taquara Faccat-RS n/i. SC Balneário Camboriú Avantis $$$$. Caçador Uniarp ② $$$$. Concórdia UnC $$$$. Guaramirim Uniasselvi-Guaramirim n/i. Jaraguá do Sul Iesc-SC n/i. Joinville ACE/FGG ② $$$$, Fac. Anhanguera de Joinville n/i, UniSociesc $$$$. Mafra UnC $$$$. São José Fac. Anhanguera de São José n/i, IES-SC $$. São Miguel do Oeste Unoesc n/i. Tubarão Unisul $$$$.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito GO Catalão Cesuc ③ n/i. MG Cataguases Facs. Sudamérica n/i. Juiz de Fora Unipac ② n/i. Patos de Minas FPM ③ n/i. Santa Luzia Facsal n/i. Ubá Fupac Ubá ③ n/i. MS Cassilândia FIC-MS n/i. PE Recife Fac. São Miguel n/i.

FONOAUDIOLOGIA

O

B

fonoaudiólogo é o profissional da área de saúde que trabalha com os diferentes aspectos da comunicação humana (linguagem oral e escrita, fala, voz, audição) e com as funções responsáveis pela deglutição, respiração e mastigação. Desenvolve atividades voltadas à promoção da saúde, prevenção, orientação, avaliação, diagnóstico e terapia, e atua em ensino, pesquisa e consultoria. Pode compor equipes com outros profissionais, como fisioterapeutas e psicólogos. Trabalha nos setores público e privado, em clínicas, consultórios, escolas, hospitais, creches e berçários. Em emissoras de rádio e televisão,


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

auxilia apresentadores e atores na postura da voz. Para exercer a profissão é exigido registro no Conselho Regional de Fonoaudiologia.

que fabricam e vendem aparelhos auditivos e em clínicas de atendimento particular. As oportunidades estão, principalmente, nos grandes centros urbanos.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Audiologia Elaborar programa de prevenção e promoção da saúde auditiva. Realizar diagnóstico audiológico e reabilitação, e selecionar e adaptar próteses auditivas. Disfagia Diagnosticar e tratar pacientes com transtornos da deglutição. Fonoaudiologia educacional Promover, aprimorar e prevenir alterações de linguagem oral e escrita, audição, motricidade orofacial e voz, favorecendo e otimizando o processo de ensino e aprendizagem. Fonoaudiologia neurofuncional Avaliar, diagnosticar e reabilitar pessoas com alterações neurofuncionais, atuando nas sequelas de danos ao sistema nervoso central ou periférico. Fonoaudiologia do trabalho Desenvolver programas de conservação auditiva, detectar e diagnosticar riscos fisiológicos em situações reais, e possibilitar a permanência do profissional no trabalho em sua plena capacidade. Gerontologia Prevenir, avaliar, diagnosticar e tratar os transtornos relacionados a audição, equilíbrio, fala, linguagem, deglutição, motricidade orofacial e voz de idosos. Linguagem Prevenir, diagnosticar e tratar transtornos na fala e na escrita. Motricidade orofacial Prevenir, diagnosticar, habilitar e reabilitar funções relacionadas à respiração, sucção, mastigação, deglutição e articulação da fala. Realiza também o aperfeiçoamento dos padrões de fala e estética facial. Neuropsicologia Prevenir, avaliar, tratar e gerenciar os transtornos que afetam a comunicação humana e sua interface com a cognição. Saúde coletiva Construir estratégias de planejamento e gestão, e atuar na atenção à saúde a partir do diagnóstico de grupos populacionais. Voz Prevenir, avaliar, aperfeiçoar e tratar da voz falada e cantada. Auxiliar profissionais, como cantores, jornalistas, atores e professores, na postura vocal em suas atividades. MERCADO DE TRABALHO A fonoaudiologia é uma das profissões mais aquecidas nos Estados Unidos, com perspectiva de crescimento de 34% dos postos de trabalho até 2022. O principal motivo para isso é o aumento da população idosa, que demanda intervenções para um envelhecimento saudável. Aqui no Brasil, a procura pelo profissional também é grande. O uso contínuo de fone de ouvido por adolescentes ocasiona aumento nos problemas de audição, colocando o especialista em audiologia em evidência. Uma pesquisa realizada na Faculdade de Medicina da USP constatou que 54% dos jovens já tiveram zumbido no ouvido, um sinal de fragilidade auditiva. O setor que oferece mais oportunidades é o público, para atendimento a idosos e crianças – neste último caso, auxiliando menores com deficiência nas escolas. Outra área que ganha espaço é a de preparação da voz de profissionais como atores, cantores, apresentadores de TV, contadores de histórias e até políticos. Ainda no setor privado, há boa demanda em empresas

O CURSO Das Ciências Biológicas e da Saúde, o aluno estuda anatomia, histologia, fisiologia, neurologia, psicologia e biofísica, entre outras. Também há conteúdos de Ciências Sociais e Humanas, como linguística. Boa parte da formação, no entanto, é voltada para conteúdos específicos, como audiologia, desenvolvimento da linguagem oral e escrita, motricidade orofacial, voz, saúde pública e coletiva e patologias relacionadas à comunicação. Estágio e monografia de conclusão de curso são obrigatórios. Algumas escolas mantêm clínicas de atendimento à população em que o aluno pode realizar atividades práticas. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 82 | AVALIADOS: 67 5⋆ 6 cursos | 4⋆ 15 cursos | 3⋆ 29 cursos

REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unirb-BA $$$$. CE Fortaleza Fateci ② n/i. MA São Luís Universidade Ceuma ④ $$$$. PE Recife Fac. São Miguel n/i, Unicap $$$$$. PI Teresina Faespi $$. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Uninorte-AC n/i. AM Manaus Fametro-AM n/i, Universidade Nilton Lins ② $$$. PA Belém Esamaz n/i, Unama ② n/i. RO Porto Velho Fimca $$$. REGIÃO SUDESTE MG Ipatinga Fac. Única de Ipatinga n/i. Montes Claros Funorte n/i. RJ Campos dos Goytacazes Uniflu n/i. Itaperuna UniRedentor ④ $$. SP Descalvado Universidade Brasil n/i. Fernandópolis FEF ② n/i, Universidade Brasil n/i. Franca Unifran ③ $$$. Santos Unilus n/i. São Paulo Universidade Brasil n/i. REGIÃO SUL PR Cascavel Centro Universitário FAG n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede $$$. Londrina Unopar n/i. Maringá Uningá n/i. Ponta Grossa Iessa n/i. Umuarama FGU ③ n/i. SC Joinville Bom Jesus/Ielusc n/i.

� OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP Bauru USP. Campinas Unicamp ⑤. Marília Unesp ④. Ribeirão Preto USP. São Paulo Unifesp ④, USP.

⋆⋆⋆⋆ GO Goiânia PUC Goiás ③ n/i. MG Belo Horizonte UFMG ④. PB João Pessoa UFPB ④. PE Recife UFPE ④. PR Curitiba UTP ③ $$$$. RJ Rio de Janeiro UFRJ ④. RN Natal UFRN ④. RS Santa Maria UFSM ②. SC Florianópolis UFSC ④. Itajaí Univali ④ $$$. SE Aracaju UFS ④. Lagarto UFS. SP Campinas PUC-Campinas ④ $$$$$. São Paulo FCMSCSP ④ $$$$$, PUC-SP ④ n/i.

⋆⋆⋆ AL Maceió Uncisal ③. AM Manaus Uninorte-AM ③ n/i. BA Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ② n/i. Salvador UFBA ②, Uneb ②, Unijorge ③ n/i. CE Fortaleza Unifor-CE ③ $$$$$. DF Brasília Uniplan $$$$$. ES Vila Velha UVV ④ $$$. Vitória Ufes ④. MG Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$$, PUC Minas ③ $$$$. Patrocínio Unicerp $$$$. MT Várzea Grande Univag ⑤ n/i. PB João Pessoa Unipê $$$. PI Teresina Uninovafapi ③ n/i. PR Irati Unicentro-PR ④. Maringá UniCesumar ④ $$$. RJ Nova Friburgo UFF. Rio de Janeiro UVA-RJ ③ n/i. RN Natal UnP ④ n/i. RO Porto Velho Centro Universitário São Lucas ④ n/i. RS Canoas Ulbra ④ $$$$. Caxias do Sul Fac. Fátima ④ n/i. Passo Fundo UPF ③ $$$$$. Porto Alegre IPA ② $$$$, UFRGS ④. SP Presidente Prudente Unoeste ③ $$$$. São Paulo FMU ③ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Ceilândia UnB. GO Goiânia Iueso n/i. MT Cuiabá Fac. Afirmativo ② n/i.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

GERONTOLOGIA

B

É

a ciência que estuda o processo de envelhecimento humano com atenção às necessidades físicas, emocionais e sociais que surgem com a idade. Este bacharel planeja e organiza projetos que visam ao bem-estar do idoso e à melhoria de sua qualidade de vida. Além de dimensionar os problemas, ele assiste pessoas da terceira idade, atuando também no combate ao preconceito e a atos considerados inapropriados de famílias e organizações assistenciais. Também é habilitado a trabalhar com grupos que necessitam de cuidados especiais, como as pessoas que apresentam problemas mentais e moradores de rua. Este profissional serve como elo entre os médicos especialistas em geriatria e os que atuam na atenção básica. O QUE VOCÊ PODE FAZER Apoio familiar Atuar no aconselhamento e orientação psicológica de familiares a fim de elevar a qualidade de vida dos idosos. Atendimento Integrar equipes multiprofissionais em hospitais e clínicas geriátricas para realizar a avaliação ampla do idoso e de seu contexto social. Capacitação Preparar cuidadores de idosos – ocupação reconhecida pelo Código Brasileiro de Ocupações. Gestão Trabalhar na administração de instituições que prestam serviços à população idosa. Planejamento Elaborar, promover e coordenar ações para informar a população sobre os cuidados específicos com os idosos. Propor projetos e políticas públicas para solucionar os problemas da terceira idade, levando em conta as principais doenças e os fatores sociopolíticos e culturais. Docência e pesquisa Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas. GE PROFISSÕES 2018

127


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR MERCADO DE TRABALHO O envelhecimento da população e a maior expectativa de vida abrem oportunidades de trabalho para os profissionais especializados no atendimento a idosos (veja box abaixo). ONGs que atuam na melhoria da qualidade de vida da terceira idade são um campo em evolução. O bacharel também é demandado para ministrar cursos para qualificação de profissionais de saúde sobre o processo de envelhecimento e para trabalhar em programas educativos e de promoção à saúde do idoso conduzidos pelos planos de saúde, em hospitais de cuidados paliativos e em residenciais para idosos. O atendimento domiciliar é um segmento que ainda deve crescer no país, abrindo mais oportunidades a este profissional. Em 2015, a profissão de gerontólogo foi reconhecida pelo Ministério do Trabalho, o que significa uma formalização da prática. Mas a regulamentação ainda precisa ser aprovada no Senado e sancionada pela Presidência da República. As regiões Sul e Sudeste concentram as melhores oportunidades, mas a demanda cresce em outras regiões. “Temos recebido aqui na USP visita de gestores de empresas de outros estados, como Minas Gerais, Amazonas e Rio Grande do Sul, que prestam serviços na área de gerontologia. Isso mostra que há interesse pelo profissional em outros estados do Brasil”, afirma Rosa Yuka Sato Chubaci, coordenadora do curso de Gerontologia da USP. FIQUE DE OLHO UM MUNDO COM MAIS IDOSOS No Brasil e no mundo, o número de crianças e jovens vem diminuindo em relação à população acima dos 30 anos, especialmente de idosos. Segundo o Fundo da População das Nações Unidas (UNFPA), em 1950, os jovens representavam 34% da população; hoje correspondem a apenas 25%. Por outro lado, os idosos, que atualmente equivalem a 12% dos habitantes do planeta, devem chegar a 21% em 2050. Dois fatores explicam essa tendência: menor taxa de fertilidade (as mulheres passaram a ter menos filhos) e maior longevidade (as pessoas vivem mais anos), graças aos avanços da medicina, à implantação de políticas públicas de saúde e a melhores condições nutricionais e sanitárias, que reduzem a taxa de mortalidade.

O CURSO Apenas duas instituições oferecem este bacharelado no país. O currículo é dividido em áreas temáticas, como biológicas e sociais, fundamentos para atuação na área de saúde, assistência ao idoso e administração relacionada a programas e serviços de saúde. Assim, você

128 GE PROFISSÕES 2018

estuda disciplinas como psicogerontologia, epidemiologia e biologia do envelhecimento, trabalho e envelhecimento e direitos humanos e envelhecimento. Também compõem a grade curricular o cuidado gerontológico e políticas e programas de saúde do idoso. No último ano, é exigida a realização de estágios e de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 2 | AVALIADOS: 2 5⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

O CURSO

⋆⋆⋆⋆⋆ SP São Carlos UFSCar. São Paulo USP.

GESTÃO EM SAÚDE

(dos planos de saúde) cresce ano a ano. Entre 2007 e 2017, o número de beneficiários de planos de saúde privados passou de 39,3 milhões para 47,6 milhões. Além disso, o país tem mais de 6 mil hospitais privados, o que exige mais profissionais para administrá-los. No setor público, é grande a demanda por profissionais qualificados, principalmente na gestão da rede do Sistema Único de Saúde (SUS), com a abertura de concursos públicos em diversas capitais brasileiras. Uma área promissora é a das indústrias do setor de saúde, como fabricantes de equipamentos médico-hospitalares e laboratórios farmacêuticos.

B

Cursos relacionados: � GESTÃO DESPORTIVA E DE LAZER (T) � GESTÃO HOSPITALAR (T)

E

ste bacharel é um administrador especializado em sistemas e serviços da área de saúde. Com conhecimento de ciências da saúde, economia e administração, ele trabalha tanto no setor público quanto no privado, na administração de clínicas, hospitais e ambulatórios, gerenciando recursos financeiros, materiais, humanos, logísticos e de informação. Seu campo de atuação se estende à coordenação dos serviços de saúde pública, como vigilância sanitária e saneamento básico, e elaboração de políticas públicas de saúde. Cabe a ele analisar a oferta e a demanda de serviços do ponto de vista demográfico, epidemiológico e institucional. O QUE VOCÊ PODE FAZER Gestão hospitalar Administrar estabelecimentos de saúde, ocupando-se dos equipamentos, recursos financeiros e qualidade dos serviços prestados à população. Logística Estudar a distribuição dos serviços ofertados por sistemas de saúde e propor projetos de expansão do atendimento a lugares com deficiência de oferta. Setor público Acompanhar o desempenho das unidades de saúde, em secretarias estaduais ou municipais. Vigilância Coordenar serviços relacionados ao setor de saúde, como vigilância e saneamento básico. MERCADO DE TRABALHO Tradicionalmente, os estabelecimentos de saúde do país são administrados por médicos. É com esses profissionais que o bacharel na área de Gestão de Saúde compete ao longo da carreira. E as perspectivas são promissoras. No setor privado, o setor de saúde suplementar

Somente duas instituições oferecem o curso. A graduação tem caráter interdisciplinar, com disciplinas de diferentes áreas, que familiarizam o estudante com a rotina administrativa da rede de atenção à saúde, dos serviços de atenção primária à urgência e emergência, bem como com as tomadas de decisão no Ministério da Saúde e secretarias municipais e estaduais. Aborda temas das áreas da saúde, administração, economia e geografia. O estágio é obrigatório e o aluno deve cumprir 580 horas. Já o trabalho de conclusão do curso é uma pesquisa realizada sobre uma situação ou um problema real. Duração média: 4,5 anos. Outros nomes: Gestão de Serv. de Saúde; Gestão em Sist. e Serv. de Saúde.

GESTÃO DESPORTIVA E DE LAZER

E

T

ste tecnólogo trabalha, sobretudo, com a administração de instituições que promovem a atividade física e o esporte, como academias, clubes e escolas. Ele cria planos estratégicos, presta consultoria ou assessoria na organização de eventos ou serviços ligados a lazer, esporte, arte e cultura. Há oportunidades em associações, federações e clubes esportivos, centros de lazer e recreação e escolas de esportes, como futebol. As academias representam um mercado promissor, já que o Brasil é um dos países que tem o maior número de academias por habitante. Na grade curricular, disciplinas como comunicação, sociologia e organização de eventos esportivos aparecem no início do curso. Depois, estudam-se temas como direito esportivo, consultoria empresarial e gestão mercadológica, além de ética e sociologia do esporte. Para se formar, algumas escolas exigem trabalho de conclusão de curso. Atenção: em algumas instituições, o curso tem o nome de Gestão de Empreendimentos Esportivos; a Fac. Drummond e a Unicapital, em São Paulo, e a Unirb-BA, oferecem o curso focado em futebol. Duração média: 3 anos. Outros nomes: Futebol; Gestão de Empreend. Esportivos; Gestão do Esporte e de Lazer.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

GESTÃO HOSPITALAR

T

O

tecnólogo em Gestão Hospitalar atua na organização e no gerenciamento de hospitais, públicos ou privados, e de clínicas médicas, laboratórios de análises clínicas, spas ou casas de repouso. Ele pode trabalhar para manter a infraestrutura do espaço físico, determinando o melhor uso para ele, inclusive a sinalização adequada de corredores e salas, e ainda definir o número de médicos, enfermeiros e especialidades que o local poderá atender. É de sua responsabilidade planejar e garantir a manutenção preventiva dos equipamentos médicos, o controle dos estoques de materiais, da limpeza e até a destinação adequada dos resíduos hospitalares. Ele também pode atuar na venda de planos de saúde e de seguros hospitalares e supervisionar contratos e convênios. A grade curricular do curso mescla disciplinas das áreas de saúde e de administração. No primeiro ano, matemática, contabilidade, custos hospitalares, economia e informática em saúde, entre outras. No segundo ano, há foco nos problemas de saúde da população com aulas, por exemplo, de políticas públicas de saúde e epidemiologia. O currículo inclui, ainda, qualidade de atendimento, hotelaria hospitalar, legislação em saúde e marketing. Duração média: 2,5 anos. ONDE ESTUDAR GESTÃO EM SAÚDE (B)

CURSOS: 2 | AVALIADOS: 2 5⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Belo Horizonte UFMG Gestão de Serv. de Saúde. RN Natal UFRN Gestão em Sist. e Serv. de Saúde.

ONDE ESTUDAR GESTÃO DESPORTIVA E DE LAZER (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília FE-Brasília n/i, Uniplan $$. MS Campo Grande FCG-MS Gestão de Empreend. Esportivos $. REGIÃO NORDESTE BA Salvador Fac. Ibes Gestão de Empreend. Esportivos $, Unirb-BA Futebol n/i. CE Fortaleza Faece Gestão de Empreend. Esportivos $, IFCE. RN Natal IFRN. REGIÃO NORTE PA Belém Fac. FCC n/i. REGIÃO SUDESTE ES Vitória Favi Gestão de Empreend. Esportivos n/i. RJ Rio de Janeiro Facha-RJ $$$. SP Campinas DeVry Metrocamp Gestão do Esporte e de Lazer

$$$. São Paulo Fac. Drummond Futebol n/i; Gestão Desportiva e de Lazer n/i, FAM-São Paulo n/i, Unicapital Gestão Desp. e de Lazer (futebol) n/i. REGIÃO SUL PR Foz do Iguaçu Cesufoz Gestão de Empreend. Esportivos n/i. RS Porto Alegre IFRS. SC São José IES-SC Gestão de Empreend. Esportivos $.

ONDE ESTUDAR GESTÃO HOSPITALAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília UDF n/i. Gama Fac. Apogeu n/i. Taguatinga Fac. LS ③ n/i. GO Iporá FAI-Iporá $$. Rio Verde IesRiver $$$. MS Campo Grande Facsul-MS $, FCG-MS $$. MT Cuiabá Icec n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Facima n/i. BA Salvador Unijorge ③ n/i. CE Fortaleza DeVry Fanor n/i, Estácio FIC ③ $$, Fametro-CE ⑤ $, FGF n/i. MA São Luís Fac. Gianna Beretta n/i, Laboro $. PB João Pessoa Coesp n/i. PE Garanhuns Fahug n/i. Olinda Ieso $. Recife DeVry FBV n/i. PI Teresina DeVry Facid $$. RN Natal UFRN ④. SE Aracaju Faser-SE n/i. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Uninorte-AC n/i. AP Macapá Fabran $. PA Belém Famaz ③ $$, Fapan-PA ① $, FMN-Belém n/i. RO Jaru Unicentro-RO $. Porto Velho Fimca $$. RR Boa Vista IFRR. TO Araguaína Fac. Católica D. Orione n/i. Palmas Iepo n/i. REGIÃO SUDESTE ES Barra de São Francisco Fatesf-ES n/i. Vitória Faces n/i, Favi n/i. MG Belo Horizonte Fac. Arnaldo n/i, Fac. Modal $$, Facemg n/i, FacisaBH $$$, FIBH $$, Ibhes n/i. Sete Lagoas Facsete $. RJ Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, FGS ③ n/i. SP Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Mogi das Cruzes UMC n/i. Osasco Fac. Anhanguera de Osasco ③ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, FMABC $$. Santos Unip-SP ③ n/i. São José do Rio Preto Unilago $$$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Innovare n/i, Fac. Saint Germain n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo n/i, FAM-São Paulo n/i, Fecs n/i, Finaci n/i, FMU ③ n/i, Unicid $$, UniPaulistana n/i, Unisa $, Universidade Brasil n/i. REGIÃO SUL PR Curitiba Fac. D. Bosco-Curitiba n/i, Fac. Herrero $$$, Fac. Inspirar $$, Fac. Ippeo n/i, Fama-Curitiba $, Fapar $. Foz do Iguaçu Cesufoz n/i, UDC Sede $$. Guarapuava Fac. Guarapuava n/i. Paranaguá Isulpar n/i. RS Caxias do Sul Fac. Fátima n/i, Facs. Ideau-Caxias do Sul n/i. Ijuí FAL-RS n/i. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$, Famed n/i, Fasaúde $$$. SC Chapecó Facesc n/i. Joinville IFSC ③. Lages Unifacvest $$$. São José IES-SC $.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

MEDICINA

B

O

médico investiga a natureza e as causas das doenças humanas, procurando sua cura e prevenção. A saúde humana é o objeto de estudo do médico. Ele pesquisa, previne e trata disfunções e moléstias. Para isso, é imprescindível que ele esteja sempre bem informado e atualizado a respeito de novas drogas, técnicas e tecnologias. Faz diagnósticos, pede exames, prescreve medicamentos e realiza cirurgias. Participa também de programas de prevenção e de planejamento da saúde coletiva. Há trabalho para o médico em hospitais, clínicas, postos de saúde e empresas. Grande parte atua em consultório próprio. O QUE VOCÊ PODE FAZER Diagnosticar e tratar doenças nas seguintes especialidades: Acupuntura Aplicação de agulhas. Alergia e imunologia Mecanismos de defesa do organismo. Anestesiologia Aplicação de anestésicos. Angiologia e cirurgia vascular Artérias e veias. Cancerologia Câncer. Cardiologia Coração. Cirurgia (cardiovascular, de cabeça e pescoço, geral, do aparelho digestório, pediátrica, plástica e torácica). Clínica médica Organismo em geral. Coloproctologia Aparelho digestivo final. Dermatologia Pele. Endocrinologia e metabolia Distúrbios hormonais e de metabolismo. Gastroenterologia Sistema digestório. Genética médica Doenças genéticas. Geriatria e gerontologia Moléstias do envelhecimento. Ginecologia e obstetrícia Aparelho reprodutor feminino, gravidez e parto. Hematologia e hemoterapia Sangue, seu uso terapêutico ou de seus componentes. Homeopatia Clínica geral que utiliza medicamentos preparados com substâncias naturais. Infectologia Doenças infecciosas. Mastologia Glândulas mamárias. Medicina da dor Voltada para o tratamento da dor crônica. Medicina esportiva Prevenir e tratar distúrbios originados de atividade esportiva. Dar orientação médica a equipes e times. Medicina geral e comunitária Atuar na prevenção, na cura e na reabilitação de pacientes em conjunto com uma equipe multiprofissional (com enfermeiro, assistente social e psicólogo). Medicina legal e perícia médica Realizar autópsias, exames de DNA e de corpo de delito. Dar suporte à investigação de crimes. GE PROFISSÕES 2018

129


PROFISSÕES  SAÚDE E BEM-ESTAR Medicina paliativa Oferecer cuidados para aliviar a dor e o sofrimento de pacientes terminais. Medicina sanitária Desenvolver e aplicar programas de saúde pública. Medicina do sono Tratar dos distúrbios relacionados ao sono. Medicina do trabalho Prevenir e tratar doenças causadas pelo ambiente de trabalho ou por práticas profissionais. Medicina tropical Prevenir e tratar doenças como malária, febre amarela, dengue e hanseníase. Nefrologia Moléstia dos rins. Neurologia e neurofisiologia Distúrbios do sistema nervoso. Nutrologia Nutrição. Oftalmologia Olhos. Ortopedia e traumatologia Ossos e músculos. Otorrinolaringologia Ouvido, nariz, boca e garganta. Patologia e patologia clínica Exames laboratoriais. Pediatria Crianças. Pneumologia Pulmões. Psiquiatria Doenças mentais. Radiologia e diagnóstico por imagem Exames radiológicos e diagnóstico por imagens. Radioterapia Tratamentos por radiação. Reumatologia Cartilagens e articulações. Terapia intensiva Tratamento intensivo de pacientes. Urologia Vias urinárias. MERCADO DE TRABALHO Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a proporção ideal em um país é de um médico para cada mil habitantes. No Brasil, com cerca de 440 mil profissionais, segundo o Conselho Federal de Medicina, a relação é de dois para cada mil habitantes. No entanto, o mercado de trabalho para esse profissional está longe de se esgotar. Isso porque há forte desequilíbrio regional: enquanto a população dos grandes centros urbanos – especialmente os de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais – conta com grande quantidade de médicos, capitais no Norte e Nordeste e localidades mais distantes, do interior do país, carecem desse profissional, principalmente nos serviços públicos de saúde. Daí a importância do programa Mais Médicos, lançado pelo governo federal há quatro anos, que visa a contratar profissionais para atender em locais em que faltam atendimentos na área da saúde. Atualmente há cerca de 18 mil médicos inscritos no programa em 4.058 municípios. Pediatria e ginecologia, em especial obstetrícia, são áreas em que a carência é maior. No interior do país faltam também especialistas em áreas como emergência, anestesia, neurologia e cirurgias de alta complexidade. As chances de sucesso são maiores quando o médico se associa a um hospital ou integra o corpo clínico de um plano de saúde. Isso facilita a conquista de pacientes e livra o profissional dos altos custos de manutenção de um consultório particular. Médicos com capacitação em administração e gestão de pessoas são demandados para atuar na direção de hospitais e estabelecimentos de saúde. A procura também é boa para especialistas em medicina esportiva e genética médica, campos recentes de atuação.

130 GE PROFISSÕES 2018

FIQUE DE OLHO

FIQUE DE OLHO

ESPECIALIZAÇÕES E SOBRECARGA DE TRABALHO

USP BAURU

A edição mais recente do estudo Demografia Médica no Brasil (2015), do Conselho Federal de Medicina, revelou alguns aspectos práticos da rotina profissional do médico. Metade deles fez residência em apenas seis especialidades: clínica geral, pediatria, cirurgia geral, ginecologia, anestesiologia e cardiologia. Quanto à carga de trabalho, somente 22% têm apenas um emprego. Mais da metade atua em dois ou três locais diferentes. Quase 20% possuem quatro ou cinco empregos, e 5% deles sobrevivem trabalhando em seis ou mais lugares!

Em 2018, a USP também lançará um novo curso de Medicina, em Bauru (SP). São 60 vagas em período integral, sendo 42 vagas delas para ingresso por meio da Fuvest e 18 pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na modalidade destinada a estudantes que cursaram o Ensino Médio integralmente em escolas públicas. O atual Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC) deve ganhar 200 novos leitos e servirá como hospital-escola para os alunos do curso.

FIQUE DE OLHO O CURSO O currículo é puxado, o período é integral e há seminários, pesquisas e plantões em hospitais. Nos dois primeiros anos, o aluno tem matérias básicas, como anatomia, bioquímica, fisiologia e patologia. Outras disciplinas são bases moleculares e celulares dos processos normais e alterados, fisiopatologia dos sinais e sintomas das doenças, entre outras. Boa parte das instituições de ensino oferece disciplinas práticas já no início do curso. Mas lidar com pacientes só a partir do terceiro ano, nas disciplinas profissionalizantes e no treinamento em atendimento. Nos últimos dois anos, os alunos passam pelo internato, considerado o estágio do curso de Medicina, com aulas práticas nas grandes áreas médicas (clínica médica e cirúrgica, pediatria, ginecologia e obstetrícia e atenção primária à saúde). Os alunos vivenciam atendimento nas UBSs, ambulatórios, hospitais, centros cirúrgicos, prontos-socorros e UTIs. Depois de formado, os dois anos de residência médica são para quem quiser obter uma especialização. Duração média: 6 anos.

NOVO CURRÍCULO E AVALIAÇÃO NACIONAL Desde 2014, estão em vigor as novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de Medicina. Entre as principais mudanças está o estágio obrigatório no Sistema Único de Saúde (SUS), na atenção básica e no serviço de urgência e emergência, com duração mínima de dois anos, com 30% da carga horária cumprida no SUS. A resolução determina, ainda, que os estudantes devem ser avaliados, por meio da Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem), a cada dois anos (no segundo, quarto e sexto anos). O primeiro exame já ocorreu em 2016. Cerca de 91% dos estudantes encontram-se no nível de proficiência adequado. O exame se tornará imprescindível para a diplomação do bacharel e seu resultado contará como parte do processo de classificação para os exames de residência médica. As instituições de ensino têm até dezembro de 2018 para se adequar ao novo currículo. Mas, para turmas abertas a partir da entrada em vigor das novas diretrizes, o prazo é de um ano. EXAME DO CREMESP GANHA DESTAQUE

FIQUE DE OLHO MAIS CURSOS E VAGAS PARA MEDICINA Em agosto de 2017, o Ministério da Educação (MEC) autorizou a abertura de 11 novos cursos de Medicina nas regiões Sul e Sudeste do país. As novas graduações reúnem 710 vagas de um total de 2.305 que devem ser abertas em todo o país, conforme edital publicado em 2014. Segundo o MEC, os cursos devem iniciar as atividades ainda em 2017. Entre as instituições contempladas estão Estácio (RJ), Feevale (RS), Unisinos (RS) e Uninove (SP). Conforme as diretrizes curriculares homologadas em 2014, os cursos vão privilegiar a inserção do aluno nas redes de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) e o trabalho em equipe multiprofissional.

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) aplica aos alunos de Medicina um exame facultativo para verificar o nível de sua formação. A prova tem 120 questões de múltipla escolha de nove áreas, como clínica médica e pediatria. Em 2016, 56% dos recém-formados que fizeram o exame não atingiram o mínimo exigido pelo Cremesp, que é o acerto de 72 questões. Apesar de a participação não estar condicionada à obtenção do registro profissional, ela passou a ser condição para acesso a importantes programas de residência médica, como os da USP (São Paulo e Ribeirão Preto), FMABC, Famerp, Unifesp, FCMSCSP, Unisa e PUC-Campinas, além dos hospitais do Servidor Público Estadual, Albert Einstein, Sírio-Libanês, Oswaldo Cruz e HCOr.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 264 | AVALIADOS: 171 5⋆ 5 cursos | 4⋆ 20 cursos | 3⋆ 52 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Belo Horizonte UFMG ④. SP Botucatu Unesp ④. Campinas Unicamp ④. Ribeirão Preto USP. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC ③. DF Brasília UnB ④. GO Goiânia UFG ④. MG Viçosa UFV. PA Belém UFPA ②. PE Recife UFPE ③. PI Teresina UFPI ③. PR Curitiba PUCPR ③ $$$$$, UFPR ③. Londrina UEL ④. Maringá UEM ④. RJ Macaé UFRJ. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$$$, UFRGS ②. Rio Grande Furg ④. Santa Maria UFSM ③. SC Florianópolis UFSC ③. SP Santo André FMABC ④ $$$$$. São Paulo FCMSCSP ④ $$$$$, Unifesp ④.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ③. AL Maceió Ufal ③. AM Manaus UEA, Ufam ③. AP Macapá Unifap. BA Feira de Santana Uefs. Ilhéus Uesc ②. Salvador UFBA ③. CE Fortaleza Uece ③, Unifor-CE ③ $$$$$. Sobral UFC. DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$. GO Anápolis UniEvangélica ④ $$$$$. Goiânia PUC Goiás ② n/i. MA São Luís UFMA ③, Universidade Ceuma ③ $$$$$. MG Uberaba UFTM ④. Uberlândia UFU ④. MS Campo Grande UFMS ④. Dourados UFGD ③. MT Cuiabá UFMT ③. PA Belém Cesupa ② $$$$$, Uepa. PB Campina Grande UFCG ③. João Pessoa Facene-Famene ③ $$$$$, UFPB ④. PE Recife UPE ③. PI Teresina Uespi. PR Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i. Curitiba Evangélica ② $$$$$. Ponta Grossa UEPG. RJ Niterói UFF ③. Rio de Janeiro Uerj ④, UFRJ, Unirio ③. Volta Redonda UniFOA ④ $$$$$. RN Natal UFRN ④. RR Boa Vista UFRR ③. RS Caxias do Sul UCS ④ n/i. Pelotas UCPel ③ $$$$$, UFPel ②. SE Aracaju UFS ③, Unit-SE $$$$$. SP Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$. Jundiaí FMJ ④ n/i. Marília Famema ③. São Carlos UFSCar ④. São José do Rio Preto Famerp ④. São Paulo São Camilo-SP ③ n/i, Uninove ④ n/i, Universidade Anhembi Morumbi ③ $$$$$. Sorocaba PUC-SP ③ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília ESCS ③, Faciplac ③ $$$$$, UniCEUB n/i. GO Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia $$$$$, UniRV $$$$$. Goianésia UniRV $$$$$. Jataí UFG. Mineiros Famp n/i, Unifimes $$$$$. Rio Verde UniRV $$$$$. MS Campo Grande Uems, Universidade Anhanguera-Uniderp ④ n/i. Três Lagoas UFMS. MT Cáceres Unemat. Cuiabá Unic Cuiabá ② n/i. Rondonópolis UFMT. Sinop UFMT. Várzea Grande Univag n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Ufal. Maceió Cesmac $$$$$, Uncisal ②, Unit-AL $$$$$. BA Barreiras Fasb-Barreiras n/i, Ufob. Guanambi FG-BA n/i. Jequié Uesb. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas n/i. Paulo Afonso Univasf-BA. Salvador FTC ② $$$$$, Uneb, Unifacs $$$$$. Vitória da Conquista Fasavic n/i, Uesb, UFBA. CE Barbalha UFCA. Fortaleza Unichristus ③ n/i. Juazeiro do Norte Estácio FMJ ② n/i. Sobral Uninta $$$$$. MA Imperatriz UFMA. Pinheiro UFMA. PB Cabedelo FCM-PB ③ n/i. Cajazeiras FSM-PB n/i, UFCG

②. Campina Grande Unifacisa ③ $$$$$. João Pessoa Unipê $$$$$. Patos FIP-PB $$$$$. PE Caruaru UFPE. Garanhuns UPE. Olinda FMO n/i. Petrolina Univasf-PE. Recife FPS ③ n/i, Unicap $$$$$, Uninassau n/i. Serra Talhada UPE. PI Parnaíba Fahesp/Iesvap $$$$$, UFPI. Picos UFPI. Teresina DeVry Facid ③ $$$$$, Uninovafapi ③ n/i. RN Caicó UFRN. Mossoró Uern, Ufersa. Natal UnP ③ n/i. SE Lagarto UFS.

$$$$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$$$. Itajaí Univali ② $$$$$. Joaçaba Unoesc ② n/i. Joinville Univille ③ $$$$$. Lages Uniplac ③ n/i. Palhoça Unisul ③ $$$$$. Tubarão Unisul ③ $$$$$.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito ES Vitória Multivix-Vitória ④ n/i. MA Caxias Uema. MG Ipatinga Univaço ③ $$$$$.

REGIÃO NORTE AC Rio Branco Uninorte-AC n/i. AM Coari Ufam. Manaus Universidade Nilton Lins ② $$$$$. PA Belém Famaz $$$$$. Marabá Uepa. Santarém Uepa. RO Cacoal Facimed ② n/i. Porto Velho Centro Universitário São Lucas ③ n/i, Fimca ② $$$$$, Unir ③. TO Araguaína Itpac n/i. Gurupi UnirG ② $$$$$. Palmas UFT ③. Porto Nacional Fapac ② n/i. REGIÃO SUDESTE ES Colatina Unesc-ES ② $$$$$. Vila Velha UVV ③ $$$$$. Vitória Emescam ③ $$$$$, Ufes ④. MG Alfenas Unifal-MG, Unifenas ② $$$$$. Araguari Imepac $$$$$. Barbacena Fame ③ $$$$$. Belo Horizonte Faminas-BH $$$$$, FCM-MG ③ $$$$$, UniBH ④ n/i, Unifenas ③ $$$$$. Betim PUC Minas $$$$$. Caratinga Unec ② n/i. Diamantina UFVJM. Divinópolis UFSJ ②. Governador Valadares UFJF, Univale $$$$$. Itajubá FMIt ③ $$$$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$$$. Juiz de Fora Suprema-FCMS ③ n/i, UFJF ③, Unipac ② n/i. Lavras Ufla. Manhuaçu Facig-MG n/i. Montes Claros FIPMoc ③ $$$$$, Funorte ③ n/i, Unimontes ③. Muriaé Unifaminas n/i. Ouro Preto Ufop ③. Paracatu Fac. Atenas ③ n/i. Passos Uemg. Patos de Minas Unipam ③ n/i. Ponte Nova Fac. Dinâmica n/i. Pouso Alegre Univás ④ n/i. São João del Rei Iptan n/i, UFSJ. Teófilo Otoni UFVJM. Ubá Fagoc n/i. Uberaba Uniube ③ $$$$$. Vespasiano Faseh ③ $$$$$. RJ Campos dos Goytacazes FMC-RJ ③ $$$$$. Duque de Caxias Unigranrio ② $$$$$. Itaperuna UniRedentor $$$$$. Petrópolis FMP-RJ ③ $$$$$. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, Unigranrio ③ $$$$$. Teresópolis Unifeso ② $$$$$. Valença Cesva ③ $$$$$. Vassouras USS ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina $$$$$. Araraquara Uniara ③ n/i. Assis Fema-SP $$$$$. Barretos Facisb $$$$$. Bauru USP. Bragança Paulista USF ③ $$$$$. Campinas SLMandic $$$$$. Catanduva Fipa ④ $$$$$. Fernandópolis Universidade Brasil ② n/i. Franca Uni-Facef $$$$$, Unifran $$$$$. Marília Unimar ③ $$$$$. Mogi das Cruzes UMC ③ n/i. Presidente Prudente Unoeste ③ $$$$$. Ribeirão Preto CBM ③ n/i, Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Unaerp ③ $$$$$. Santos Unilus ③ n/i, Unimes ② n/i. São Caetano do Sul USCS $$$$$. São João da Boa Vista Unifae $$$$$. São José do Rio Preto Faceres $$$$$, Unilago $$$$$. São Paulo Fac. Israelita de Ciên. da Saúde Albert Einstein $$$$$, FAM-São Paulo n/i, Fasm-SP $$$$$, Unicid ③ $$$$$, Unisa ③ $$$$$, USCS $$$$$. Taubaté Unitau ③ $$$$$. Votuporanga Unifev n/i. REGIÃO SUL PR Cascavel Unioeste ④. Curitiba FPP n/i. Foz do Iguaçu Unila. Francisco Beltrão Unioeste. Londrina PUCPR $$$$$. Maringá UniCesumar $$$$$, Uningá n/i. Toledo UFPR. RS Canoas Ulbra ③ $$$$$. Passo Fundo Imed $$$$$, UFFSRS, UPF ③ $$$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano $$$$$. Uruguaiana Unipampa. SC Blumenau Furb ③ $$$$$. Chapecó UFFS-SC, Unochapecó

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

MUSICOTERAPIA

B

O

musicoterapeuta usa a música e seus elementos – som, ritmo, melodia e harmonia – para a reabilitação física, mental e social de indivíduos ou grupos. Emprega instrumentos musicais, canto e ruídos para tratar pessoas com distúrbios da fala e da audição ou deficiência mental. Atua, também, na área de reabilitação motora, no restabelecimento das funções de acidentados ou de convalescentes de acidentes vasculares cerebrais. Auxilia estudantes com dificuldade de aprendizado e contribui para melhorar a qualidade de vida de idosos e pacientes de doenças crônicas. Também promove a reabilitação de dependentes químicos e a reintegração de menores infratores. Pode trabalhar em hospitais, clínicas, instituições de reabilitação ou centros de geriatria e gerontologia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Clínica Atender idosos, crianças com dificuldade de aprendizagem, pessoas com deficiência mental e pacientes com problemas neurológicos e emocionais. Psicoprofilaxia Prevenir problemas emocionais em adultos, crianças, gestantes e idosos. Reabilitação Trabalhar na recuperação e reintegração de pessoas com distúrbios e deficiências mentais, dependentes químicos e menores abandonados. Sonorização Criar projetos de sonorização de ambientes em indústrias, escritórios e estabelecimentos comerciais, a fim de reduzir o risco de estresse dos funcionários. MERCADO DE TRABALHO Em 2017, o Ministério da Saúde incluiu a musicoterapia na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PICs) do Sistema Único de Saúde (SUS). Com isso, esse tipo de atendimento passou a ser oferecido pela rede pública de saúde, o que provocará naturalmente a abertura de vagas em concursos públicos para o bacharel. O mercado para este profissional tende a crescer também na área de reabilitação, na qual o musicoterapeuta atua em equipes multidisciplinares com psicólogos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. Há oportunidade de trabalho, ainda, em ONGs e nas alas de pediatria, geriatria e oncologia de hospitais. Outro nicho é o auxílio a alunos com dificuldade de aprendizado em escolas privadas. Tratar segmentos específicos, como GE PROFISSÕES 2018

131


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR autistas, crianças com síndrome de Down ou dependentes de drogas, também é um campo promissor. Duas novas áreas com perspectiva de crescimento são musicoterapia organizacional, em que o profissional atua junto a funcionários de empresas para melhorar a comunicação e saúde integral da equipe, e musicoterapia comunitária, focada no atendimento em comunidades locais. As maiores oportunidades estão na Região Sudeste, mas há um bom mercado em estados onde há escolas que oferecem o curso, como Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul.

sagens. Recorre, também, a alimentação saudável e atividades físicas. Quase 150 terapias alternativas são listadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), o que revela o crescente reconhecimento do trabalho deste profissional e o respeito por ele. Pode atuar em clínicas, spas, empresas, academias e hospitais. Outras possibilidades são trabalhar de maneira autônoma em consultórios ou atendimentos domiciliares ou se engajar nas atividades administrativas nos estabelecimentos que aplicam esses métodos e técnicas. O QUE VOCÊ PODE FAZER

O CURSO Não é preciso ter conhecimento formal de música para ingressar no bacharelado, mas é recomendado ter alguma familiaridade com a linguagem musical. O currículo mescla disciplinas das áreas de música e neurociências e inclui o aprendizado de alguns instrumentos a ser utilizados no atendimento a pacientes. História da música, percepção musical e neuropsiquiatria são algumas das matérias. Nas específicas, o estudante conhece os fundamentos da musicoterapia e suas principais técnicas e processos. O estágio e uma monografia são obrigatórios para obter o diploma. As grandes universidades costumam manter clínicas e hospitais-escola, onde o bacharelando coloca em prática a teoria aprendida, em atendimento à comunidade. Duração média: 4 anos. Outro nome: Mús. (musicoterapia). ONDE ESTUDAR

CURSOS: 6 | AVALIADOS: 6 5⋆ 1 curso | 4⋆ 4 cursos | 3⋆ 1 curso � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ GO Goiânia UFG.

⋆⋆⋆⋆ MG Belo Horizonte UFMG Mús. (musicoterapia). PR Curitiba Unespar. RS São Leopoldo EST $. SP São Paulo FMU n/i.

⋆⋆⋆ RJ Rio de Janeiro CBM-CEU n/i.

NATUROLOGIA

E

B

ste bacharel pesquisa, ensina, orienta e utiliza terapias naturais na prevenção e no tratamento de doenças ou distúrbios físicos e na melhoria da qualidade de vida. O profissional costuma atuar em equipes multidisciplinares, buscando o restabelecimento do equilíbrio energético dos pacientes, com o emprego de diferentes técnicas e materiais, como plantas medicinais, cores e luzes e mas-

132 GE PROFISSÕES 2018

Educação Dar palestras e cursos sobre educação alimentar e técnicas para promoção e manutenção de saúde em instituições, escolas e empresas. Terapias Auxiliar na manutenção da qualidade de vida e no tratamento de distúrbios de saúde, utilizando terapêuticas naturais, tais como: > Aromaterapia Uso de óleos essenciais que ajudam a promover a qualidade de vida. > Cromoterapia Uso de cores e luzes em pontos de acupuntura. > Fitoterapia Tratamento à base de plantas. > Geoterapia Massagem térmica com pedras e cristais. > Hidroterapia Tratamento à base de água. > Massoterapia Massagens para equilíbrio energético. > Talassoterapia Tratamento por meio de banhos de mar. MERCADO DE TRABALHO O Brasil segue a tendência mundial: ganham cada vez mais espaço os tratamentos complementares de saúde que fazem uso de técnicas e substâncias naturais, o que significa um mercado de trabalho promissor para este graduado. Grandes hospitais, como o Albert Einstein, o Sírio-Libanês e o São Luiz, todos em São Paulo, contam com o naturólogo na equipe dedicada aos pacientes. A maior oferta de postos vem das regiões Sudeste e Sul, que concentram uma quantidade grande de spas, clínicas multidisciplinares e centros de ioga. Os estados de São Paulo e Santa Catarina têm o maior número de profissionais em atividade. A demanda vem crescendo em hotéis e resorts do Nordeste, bem como em empresas de setores diversos, onde o naturologista oferece consultoria em qualidade de vida e bem-estar. No setor público, há a promessa de novos cargos para esse profissional no Sistema Único de Saúde (SUS). Em 2017, o Ministério da Saúde incluiu a naturopatia na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Apesar de ser reconhecida como profissão, a naturologia ainda aguarda regulamentação. Projeto de Lei nesse sentido está sendo apreciado no Congresso Nacional. O CURSO O curso inclui formação prática e teórico- científica em diversas terapias que têm como base a medicina tradicional chinesa e a ayurveda, de origem indiana. Na Universidade Anhembi

Morumbi, o currículo inclui técnicas como ioga e meditação, aromaterapia, massoterapia, hidroterapia e iridologia, entre outras. Na Unisul, os estudantes aprendem a lidar com aromaterapia, fitoterapia, cromoterapia, reflexoterapia e florais. A prática profissional começa nos primeiros semestres e o estágio é obrigatório, assim como uma monografia de conclusão de curso. Duração média: 4,5 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 2 | AVALIADOS: 2 4⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ SC Palhoça Unisul $$$$. SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi $$$$.

NUTRIÇÃO

B

O

nutricionista investiga e controla a relação do homem com o alimento para preservar sua saúde. Ele planeja, administra e coordena programas de alimentação e nutrição em empresas, escolas, hospitais, hotéis, restaurantes comerciais, spas ou abrigos infantis e de idosos, entre outros grupos. Define cardápios, sugerindo pratos variados e equilibrados, que supram as necessidades nutricionais dos clientes, pacientes ou hóspedes. Orienta e prescreve dietas individuais ou de grupo para diabéticos, hipertensos, obesos e pacientes de doenças renais, hepáticas ou qualquer outra cujo tratamento exija acompanhamento alimentar específico. Para garantir a qualidade do que vai ser consumido, o nutricionista seleciona os fornecedores, controla as matérias-primas e supervisiona a preparação dos alimentos, atentando para a higiene nos processos de estocagem e cozimento e para o estado de conservação dos ingredientes. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração Supervisionar e gerenciar a produção de alimentos em indústrias alimentícias, cozinhas industriais, hospitais, restaurantes de empresas, creches, escolas, asilos, spas, hotéis, empresas de serviço de bufês e congelados. Catering Elaborar cardápios para empresas diversas, como companhias aéreas e produtoras de cinema e TV ou de espetáculos teatrais. Controle nutricional Criar cardápios balanceados para todos os tipos de cliente. Desenvolvimento de produto Pesquisar e desenvolver produtos para a indústria alimentícia, fazendo testes culinários e degustação dos pratos. Prestar consultoria a empresas do setor de alimentos. Gastronomia Controlar a qualidade da cozinha e as condições de higiene de restaurantes. Elaborar cardápios. Marketing Coordenar pesquisas de produtos, testes de receitas e serviços de atendimento ao consumidor, tanto em


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

indústrias alimentícias quanto em cozinhas experimentais. Nutrição clínica Prescrever dietas a pacientes em hospitais, clínicas, ambulatórios ou consultório e adaptar a alimentação aos tratamentos clínicos. Formular dietas especiais e promover a reeducação alimentar. Nutrição esportiva Elaborar e coordenar o acompanhamento alimentar de atletas e praticantes de atividade física, criando dietas adequadas. Saúde coletiva Realizar e coordenar atividades de alimentação e nutrição para programas institucionais, de atenção básica e de vigilância sanitária. Docência e pesquisa Atuar em atividades de ensino, extensão e pesquisa relacionadas à alimentação e à nutrição. MERCADO DE TRABALHO Mais da metade dos brasileiros estão acima do peso e um quinto é obesos, segundo dados da pesquisa Vigitel 2016 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) do Ministério da Saúde. Atento a esse quadro, o governo federal vem realizando campanhas para promover a alimentação saudável e prevenir o sobrepeso da população. Um exemplo é o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), cujo objetivo é combater e prevenir a obesidade infantil. O nutricionista tem papel fundamental nesse processo. Os maiores empregadores do bacharel estão no segmento da alimentação coletiva, como restaurantes e empresas, que necessitam desse profissional para desenvolver cardápios e preparações mais saudáveis e para controlar a qualidade do alimento servido em seus refeitórios. Cresce a atuação em clínicas multidisciplinares no atendimento não só a pacientes que buscam perder peso, como aqueles com restrições ou alergia alimentar ou apenas que queiram seguir uma alimentação mais saudável. Na indústria de alimentos, o nutricionista atua desenvolvendo novos produtos e no controle de qualidade. Ele também encontra espaço em hospitais, em secretarias de Saúde que instituem programas de saúde pública e em clubes ou academias de ginástica que oferecem o serviço de nutrição esportiva. Uma área promissora é de parcerias com agricultores orgânicos para realização de oficinas de plantio e culinária livre de agrotóxicos. A Região Sudeste, em especial São Paulo e Rio de Janeiro, concentra a maior oferta de empregos. O CURSO A maioria das disciplinas do currículo básico é da área médica, como fisiologia, anatomia e bioquímica. Mas boa parte do curso é dirigida à formação profissional, com aulas teóricas e práticas sobre qualidade nutricional dos alimentos, educação e higiene alimentar e avaliação nutricional. Nas aulas práticas, o aluno aprende técnicas de preparo e conservação e investiga as transformações que eles sofrem. As disciplinas de patologia, farmacologia, dietoterapia e microbiologia dos alimentos

complementam a formação profissional. O estágio é obrigatório, assim como o trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. Outro nome: Nutrição e Metabolismo. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 440 | AVALIADOS: 309 5⋆ 12 cursos | 4⋆ 42 cursos | 3⋆ 113 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Belo Horizonte UFMG ④. Lavras Ufla ⑤. Ouro Preto Ufop ④. Viçosa UFV ⑤. SC Florianópolis UFSC ④. SP Botucatu Unesp ⑤. Campinas PUC-Campinas ④ $$$$$. Limeira Unicamp. Ribeirão Preto USP Nutrição e Metabolismo. Santos Unifesp ④. São Paulo Mackenzie ④ $$$$$, USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ④. BA Feira de Santana FAN-BA ③ n/i. Salvador UFBA ③. CE Fortaleza Uece ④, Unifor-CE ③ $$$$$. DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$, UnB ④, Unip-DF ④ n/i. ES Alegre Ufes. Vitória Ufes. GO Goiânia UFG ④. MA São Luís UFMA ④. MG Diamantina UFVJM ③. Juiz de Fora UFJF ④. Rio Paranaíba UFV ④. Uberaba UFTM ④. Uberlândia UFU ④. Varginha Unis ⑤ n/i. MS Dourados UFGD ③. MT Cuiabá UFMT ④. PE Recife UFPE ④. Vitória de Santo Antão UFPE ③. PR Curitiba PUCPR ④ $$$$$, UFPR ④. Realeza UFFS-PR. RJ Niterói UFF ③. Rio de Janeiro Uerj ④, UFRJ ④, Unirio ③. RS Caxias do Sul UCS ③ n/i. Palmeira das Missões UFSM ④. Pelotas UFPel ③. Porto Alegre PUCRS ③ $$$$$, UFRGS ④, Unisinos $$$$. SC Criciúma Unesc-SC ④ $$$. Itajaí Univali ④ $$$$$. SE São Cristóvão UFS ④. SP Piracicaba Unimep ④ $$$$. Ribeirão Preto Unaerp ④ $$$$. Santo André FMABC ④ $$$. São Paulo São Camilo-SP ④ n/i.

⋆⋆⋆ AL Maceió Cesmac ③ $$$. AM Coari Ufam ③. Manaus FametroAM ③ n/i, Uninorte-AM ③ n/i. BA Salvador DeVry Ruy Barbosa ③ $$$$, Uneb ③, Unifacs ③ $$$$. Vitória da Conquista UFBA ④. CE Fortaleza DeVry Fanor n/i, Estácio FIC ③ $$$$. Limoeiro do Norte IFCE. Sobral Uninta ③ $$$$$. DF Brasília UniCEUB ③ n/i, Unieuro ③ n/i. ES Colatina Unesc-ES ④ $$$$. Vila Velha UVV ③ $$$$. GO Goiânia PUC Goiás ③ n/i, Unip-GO ③ n/i. Trindade FUG ③ n/i. MG Alfenas Unifal-MG ④, Unifenas $$$. Belo Horizonte Faminas-BH ③ $$$$, PUC Minas ③ $$$$, UNA ④ n/i, UniBH ④ n/i. Passos Uemg. São Lourenço Fac. de São Lourenço n/i. Sete Lagoas Unifemm ③ n/i. Uberlândia Unitri ③ $$$$$. Viçosa Univiçosa ③ $$$. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$, UFMS. Dourados Unigran ④ $$$$. MT Cuiabá Unic Cuiabá ④ n/i. PA Belém Cesupa ③ $$$$, UFPA ③. PB Cuité UFCG ④. João Pessoa FPB ③ n/i, UFPB ③. Patos FIP-PB $$$$. PE Caruaru DeVry Unifavip ③ $$$$. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $$$. Recife Universo-PE n/i. PI Teresina FSA-PI ③ $$, UFPI ③. PR Cascavel Centro Universitário FAG n/i. Curitiba UniBrasil ④ $$$$, UTP ③ $$$$. Londrina Unopar ③ n/i. Maringá UniCesumar ③ $$$$, Uningá ④ n/i. RJ Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$. Itaperuna UniRedentor ④ $$$. Macaé UFRJ ④. Petrópolis Fase ④ $$$$. Rio de Janeiro Celso Lisboa $$$$, UCB-RJ ② $$$$, UVA-RJ ③ n/i. Volta Redonda UniFOA ④ $$$. RN Mossoró UnP ③ n/i. Natal UFRN ④, UnP ③ n/i. RO Cacoal Unesc-RO n/i. Porto Velho Centro Universitário São Lucas ③ n/i. RS Canoas Unilasalle-RS ③ $$$$. Caxias do

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

Sul FSG $$$. Erechim URI ③ $$$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Itaqui Unipampa ④. Novo Hamburgo Feevale ③ $$. Passo Fundo UPF ② $$$$$. Porto Alegre IPA ③ $$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ③ $$$$. São Leopoldo Unisinos ③ $$$$. SC Blumenau Furb ④ $$$$. Chapecó Unochapecó ③ $$$$. Joinville Católica SC n/i. Palhoça Unisul ③ $$$$. SE Aracaju Unit-SE ③ $$$. Lagarto UFS. SP Americana FAM-Americana ④ $$$. Araçatuba Unip-SP ⑤ n/i. Bauru UnipSP n/i, USC ③ n/i. Bebedouro Unifafibe n/i. Campinas DeVry Metrocamp ③ $$$$$. Franca Unifran ③ $$$. Itu Ceunsp ③ $$$. Jaguariúna UniFAJ ③ $$$$. Jundiaí UniAnchieta ④ $$$, Unip-SP ④ n/i. Marília Unimar ④ $$$. Mogi das Cruzes UMC ④ n/i. Presidente Prudente Unoeste ③ $$$$. Ribeirão Preto Unip-SP ④ n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santos Unip-SP ④ n/i, Universidade Católica de Santos ③ $$$$$. São Caetano do Sul USCS $$$. São José do Rio Preto Unirp ④ $$$. São José dos Campos Univap n/i. São Paulo FMU ④ n/i, São Judas ③ $$$$$, Senac-SP ③ $$$$, Unasp ③ $$$, Uninove ④ n/i, Unip-SP ④ n/i, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$$, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$$. Sorocaba Uniso ③ $$$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Palmas UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Faciplac $$$$, Mauá-DF n/i, Uniplan $$$$$. Ceilândia Iesb-DF $$$$$. Taguatinga Fac. LS n/i, UniCEUB n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ② n/i. Goiânia Iueso n/i. Mineiros Famp ③ n/i. São Luís de Montes Belos FMB-GO $$$$. MS Campo Grande FCG-MS $$, Unigran Capital $$$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Três Lagoas Aems ③ $$. MT Barra do Garças Univar ③ $$$$. Cáceres Fapan-MT n/i. Cuiabá Fasipe Cuiabá n/i. Sinop Fac. Fasipe n/i. Várzea Grande Univag n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. Maceió Estácio FAL $$, FATAL $$$, Uninassau-Maceió ③ n/i, Unit-AL $$$. BA Alagoinhas Unirb-BA $$$$. Barreiras FJC n/i, Ufob. Conceição do Coité Faresi n/i. Feira de Santana Estácio Feira de Santana n/i, FAT-BA n/i, FTC ③ $$$, Unef n/i, Unifacs $$, Unirb-BA $$$$. Governador Mangabeira Famam $$$. Guanambi FG-BA ③ n/i. Itabuna FTC ③ $$$. Jequié FTC $$. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Paripiranga UniAGES $$$. Riachão do Jacuípe Farj n/i. Ribeira do Pombal Dom Luiz n/i. Salvador Estácio FIB ③ n/i, Fac. da Cidade do Salvador $$$, Fac. São Salvador $$$, FMNSalvador n/i, FTC ③ $$$, UCSal $$$$, Unijorge ③ n/i, Unime Salvador n/i, Unirb-BA $$$$. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i, FTC ③ $$$. CE Aracati FVJ n/i. Fortaleza Faece $$$, Fametro-CE $$$$, Fate n/i, FGF n/i, FMN-Fortaleza n/i, Unichristus n/i. Juazeiro do Norte FJN-Juazeiro do Norte n/i. Quixadá Cisne $$$$. MA Bacabal Febac $$$$. Caxias Facema $$$. Imperatriz Unisulma ② n/i. Pedreiras Faesf-MA ② $$$. São Luís Cest ③ $$$, Estácio São Luís ② n/i, Fac. Pitágoras de São Luís n/i, FMN-São Luís n/i, Universidade Ceuma ③ $$$$$. PB Cabedelo Iesp-PB $$$. Cajazeiras FSM-PB n/i. Campina Grande FMN-Campina Grande ③ n/i, Unifacisa $$$$. João Pessoa Asper n/i, FCM-PB ③ n/i. PE Caruaru Asces-Unita $$$$, FMN-Caruaru n/i. Olinda Facottur n/i. Paulista FJN-Pernambuco n/i. Petrolina UPE. Recife GE PROFISSÕES 2018

133


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR Centro Universitário Estácio do Recife n/i, DeVry FBV n/i, Fac. São Miguel ④ n/i, FPS n/i, Ipesu $$$, Unibra n/i, Uninassau ③ n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Vitória de Santo Antão Faintvisa n/i. PI Floriano Faesf-PI ③ n/i. Parnaíba FMN-Parnaíba ③ n/i. Picos UFPI ③. Teresina Estácio Ceut ② n/i, FMN-Teresina n/i, Uninovafapi ③ n/i. RN Mossoró Facene $$$$. Natal Estácio Fatern n/i, Fanec n/i, FMN-Natal n/i, Uni-RN ③ n/i, Unifacex n/i. Santa Cruz UFRN ④. SE Aracaju Estácio Sergipe ② n/i, Faser-SE n/i, Unirb-SE n/i.

lo n/i. Santos Unimes n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Carlos Unicep n/i. São José do Rio Pardo Unip-SP n/i. São José do Rio Preto Unilago ③ $$$, Unip-SP n/i. São José dos Campos Unip-SP ⑤ n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, FAM-São Paulo n/i, Fasm-SP $$$, Hotec $, Unicid $$$, Unisa $$, UniSant’Anna $$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Universidade Brasil n/i. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba n/i, Unip-SP ④ n/i. Suzano Fac. Piaget $$$$$. Taquaritinga FTGA n/i. Taubaté Ites-Taubaté $$, Unitau ③ $$$$. Tupã Esefap ② n/i.

REGIÃO NORTE

REGIÃO SUL

AC Rio Branco Fameta $$$$, Ufac. AM Manaus Estácio Amazonas ② $$$, FMN-Manaus n/i, Unip-AM n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$. AP Macapá Estácio Macapá ② n/i, Immes-AP $$$. PA Ananindeua Esmac $$$$, Unama n/i. Belém Esamaz ① n/i, Fibra $$$$, FMN-Belém n/i, Unama ② n/i. Parauapebas Famap n/i. RO Porto Velho Fimca ② $$$$. Rolim de Moura Farol $$$. RR Boa Vista Estácio Amazônia n/i.

PR Apucarana FAP-PR ③ $$$. Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$, Fac. Espírita ② n/i, Fapar $$, Uniandrade $$$$$. Foz do Iguaçu Fafig n/i, UDC Sede $$$, Uniamérica ③ n/i. Francisco Beltrão Unioeste, Unipar n/i. Guarapuava Fac. Campo Real ③ $$$, Unicentro-PR ③. Londrina UniFil ④ n/i. Pato Branco Fadep ③ $$$$. Ponta Grossa Cesumar-Ponta Grossa $$$. Umuarama Unipar n/i. União da Vitória Uniguaçu ③ $$$. RS Bagé Urcamp ② $$$$$. Bento Gonçalves Cnec Bento ③ n/i. Canela UCS n/i. Canoas UniRitter $$$$$. Caxias do Sul Fac. Fátima ② n/i. Frederico Westphalen URI ③ $$$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs $$$$$, UniRitter $$$$$. SC Balneário Camboriú Avantis $$$. Blumenau UniasselviBlumenau ③ n/i. Joinville Bom Jesus/Ielusc ③ n/i. Lages Unifacvest $$$$$. São José Estácio Santa Catarina ③ $$$$, Fac. Anhanguera de São José n/i, IES-SC $$. Tubarão Unisul ③ $$$$. Videira Unoesc ③ n/i.

REGIÃO SUDESTE ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$$$. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Vitória Multivix-Vitória n/i, UCV ③ $$$$. MG Além Paraíba Fac. de Ciên. da Saúde Archimedes Theodoro n/i. Araguari Imepac $$. Barbacena IF Sudeste MG, Unipac n/i. Belo Horizonte Estácio BH n/i, Fac. Pitágoras de BH n/i, Facs. Kennedy $$$, Ibhes n/i, Universo-MG n/i. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Conselheiro Lafaiete Fasar-MG ③ n/i. Frutal FAF-Frutal ② n/i. Governador Valadares UFJF, Univale $$$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ② $$$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$. Juiz de Fora Unipac ② n/i. Machado Cesep $$$. Montes Claros Fasi ③ n/i, Funorte ③ n/i. Muriaé Unifaminas ④ n/i. Ouro Fino Fac. Asmec de Ouro Fino n/i. Paracatu Fac. Atenas ④ n/i. Patos de Minas Unipam n/i. Patrocínio Unicerp $$$. Santa Luzia Facsal n/i. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida ④ $$. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni n/i. Três Corações UninCor $$$$. Uberlândia Fupac Uberlândia n/i. RJ Barra Mansa UBM ③ $$$$. Cabo Frio Ferlagos n/i. Campos dos Goytacazes Estácio n/i, UniRedentor $$$, Universo-RJ n/i. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ② n/i. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, Faba ③ n/i, IBMR n/i, Unisuam ③ $$$$, USU n/i. São Fidélis FSF-Censupeg $$$. São Gonçalo Universo-RJ ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $$. Amparo Unifia n/i. Araçatuba Unisalesiano $$, Unitoledo ③ n/i. Araraquara Uniara ③ n/i, Unip-SP n/i. Assis Unip-SP ④ n/i. Avaré Eduvale $$$, FSP-SP n/i. Barretos Fac. Barretos $$$. Batatais Claretiano-Centro Universitário ③ $$$. Bauru FIB-Bauru n/i. Bragança Paulista Fesb ② $$$. Campinas Unip-SP ④ n/i, USF n/i. Catanduva Imes-Catanduva n/i. Fernandópolis FEF ② n/i, Universidade Brasil n/i. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, UnG ③ n/i. Indaiatuba Fac. Max Planck $$$. Itapeva Fait-SP n/i. Itapira Iesi $$$. Limeira Einstein n/i, Unip-SP ⑤ n/i. Mauá Fama-SP $$$$$. Mogi Guaçu Fasf-SP ③ n/i, Franco Montoro $$. Osasco Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba n/i. Registro FVR ② n/i. Rio Claro Asser-Rio Claro n/i, Claretiano Fac. $$. Santa Fé do Sul Funec $$$. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André n/i, Universidade Anhanguera de São Pau-

134 GE PROFISSÕES 2018

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito BA Ilhéus Fac. de Ilhéus ③ n/i. MG Caratinga Unec n/i. PB João Pessoa FMN-João Pessoa n/i.

OBSTETRÍCIA

B

É

o conjunto de técnicas e conhecimentos empregados no cuidado de gestantes, parturientes, recém-nascidos e seus familiares. O objetivo é garantir a normalidade no nascimento das crianças e a qualidade de vida da mulher. Obstetrizes atendem às gestantes e, depois, às mães e aos recém-nascidos, durante o período neonatal – os primeiros 28 dias de vida. Atuam em postos e unidades básicas de saúde, hospitais, maternidades, casas de parto e clínicas, tanto do setor privado como do público. Estes profissionais estão habilitados a realizar parto normal com uma equipe médica ou mesmo sozinhos.

Atendimento a recém-nascidos Acompanhar o bebê durante o período neonatal, para verificar alimentação, estatura, peso e eventuais problemas de saúde. Partos Realizar partos normais em domicílio, clínicas e hospitais, sozinho ou com a equipe médica. Pré-natal Acompanhar e orientar física e emocionalmente a gestante durante toda a gravidez, realizar procedimentos de consultório, como pesagem e medição da pressão arterial, e solicitar exames para verificar as condições da mãe e do bebê. Saúde da mulher Preparar a paciente para exames ginecológicos em laboratórios de análises clínicas. MERCADO DE TRABALHO A profissão foi regulamentada em 2013, o que abriu a possibilidade de contratação na rede pública de saúde. Como só a Universidade de São Paulo (USP) oferece o curso, ainda há poucos profissionais no mercado. De acordo com levantamento do Conselho Federal de Enfermagem, existem apenas 322 obstetrizes no país, e a maioria se encontra no estado de São Paulo. Com isso, a chance de inserção é grande. O profissional encontra trabalho em casas de parto ou centros obstétricos de hospitais públicos e privados, principalmente da Grande São Paulo. Uma parte ainda trabalha por conta própria, orientando mulheres durante toda a gestação e acompanhando o parto. O programa Rede Cegonha, do governo federal, lançado em 2011, também é responsável por aumentar a demanda por esses profissionais. Obstetrizes do Rede Cegonha trabalham em parceria com outros profissionais para garantir a atenção à mulher, aos recém-nascidos e bebês, em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). O CURSO O curso tem matérias da área de Biológicas, como bioquímica, genética e farmacologia, e outras específicas, como assistência à mulher no período reprodutivo, mudanças fisiológicas na gravidez e desenvolvimento fetal. Há matérias voltadas para o aspecto social, como psicologia da mulher e políticas dos programas de saúde. A partir do terceiro ano, o aluno já começa a fazer estágios. Não há obrigatoriedade de apresentação de um trabalho de conclusão de curso, mas os alunos precisam cumprir créditos com atividades complementares, como projetos de iniciação científica, de extensão, monitorias e participação em eventos científicos. Duração média: 4 anos.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Acompanhamento no pós-parto Verificar a recuperação da parturiente durante o primeiro mês após o parto. Orientar sobre amamentação, métodos contraceptivos, adaptação da criança e planejamento familiar. Apoio familiar Orientar maridos sobre a importância da divisão de responsabilidades, as dificuldades que a gestante possa passar e como lidar com o bebê nos primeiros dias de vida.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 1 | AVALIADOS: 1 4⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo USP.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

ODONTOLOGIA

B

E

ste bacharel se dedica ao estudo e ao tratamento dos dentes, da boca e dos ossos da face. Ele cuida da saúde e da estética bucal. Restaura, extrai e limpa dentes, projeta e instala próteses, realiza cirurgias e trata doenças da gengiva, da bochecha e da língua. Existem diversas especialidades, como a periodontia e a dentística restauradora. O dentista costuma ingressar na profissão no serviço público. O iniciante que abre consultório no geral divide o espaço de atendimento, por causa dos altos custos das instalações e dos equipamentos. Para exercer a profissão é obrigatório obter o registro do Conselho Regional de Odontologia (CRO). Desde 2009, os cirurgiões-dentistas são autorizados a tratar seus pacientes com práticas como acupuntura, fitoterapia, terapia floral, homeopatia e laserterapia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Acupuntura odontológica Aplicar agulhas para tratar dores faciais. Clínica geral Restaurar e extrair dentes. Implantar próteses. Dentística restauradora Restabelecer a forma e a função dos dentes, clarear e corrigir sua estética. Endodontia Tratar alterações na polpa e na raiz dos dentes. Estomatologia Diagnosticar e tratar doenças da boca. Homeopatia odontológica Tratar pacientes com remédios homeopáticos que previnem hemorragias e atuam na cicatrização de tecidos bucais. Implantodontia Fazer cirurgias e próteses. Odontologia do esporte Tratar da saúde bucal de atletas a fim de promover uma melhora de seu rendimento físico. Odontogeriatria Cuidar da saúde bucal do idoso. Odontologia legal Fazer exame e perícia judicial e elaborar laudos técnicos. Identificar cadáveres pela arcada dentária. Odontologia para pacientes especiais Atender pacientes com necessidades especiais (indivíduos em situação de risco ou que apresentam psicopatologias ou patologias físicas). Odontologia em saúde coletiva Atuar em planos de saúde, em cooperativas e na elaboração de programas de assistência social. Odontologia do trabalho Atender pacientes cuja atividade profissional traz risco à saúde bucal. Odontopediatria Tratar problemas bucais e dentes de crianças. Ortodontia Alterar a mordedura e a posição dos dentes com aparelhos. Patologia bucal Fazer exame laboratorial para identificar doenças. Periodontia Cuidar das gengivas e dos ossos que dão sustentação aos dentes, fazendo cirurgias, raspagens e outros procedimentos no entorno dos dentes. Prótese dentária Projetar e confeccionar próteses de dentes danificados ou substituir os destruídos, restabelecendo funções na mordedura e na mastigação. Radiologia Diagnosticar problemas na boca, na face e nos maxilares por meio de imagens de raios X, tomografia e prototipagem em 3D. Traumatologia e cirurgia bucomaxilofacial Diagnosticar traumatismos, lesões e anomalias na boca, na face e no sistema estomatognático (os órgãos que envolvem o sistema de mastigação, como maxilar, mandíbula e gengiva) e fazer cirurgias, implantes, transplantes e enxertos para recuperá-los.

MERCADO DE TRABALHO De acordo com o Conselho Federal de Odontologia, existem 291 mil dentistas no país, o que dá uma média de um profissional para cada 710 habitantes. No entanto, os profissionais são mal distribuídos no território nacional, e apenas a Região Sudeste concentra 54% deles. Muitos estudantes de Odontologia sonham com o consultório próprio, mas neste segmento a concorrência é acirrada, especialmente nas grandes e médias cidades. Outra opção pode ser o setor público, o maior empregador de cirurgiõesdentistas do país. O profissional pode trabalhar como funcionário público nos programas Saúde da Família, que prevê a presença de dentista no atendimento à população, e no Brasil Sorridente, que amplia o acesso ao tratamento odontológico em unidades básicas de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS). Para o autônomo, as áreas mais aquecidas são a implantodontia, a dentística restauradora, a endodontia e a odontopediatria. Três novas especialidades, reconhecidas pelo Conselho Regional de Odontologia em 2015, ampliam a possibilidade de atuação do bacharel: a acupuntura, a homeopatia e a odontologia do esporte. Para quem gosta de empreender, a elaboração e a venda de softwares odontológicos voltados à gestão de consultórios e clínicas é outro ramo em ascensão. O CURSO A formação básica inclui disciplinas da área de Ciências Biológicas e da Saúde, como anatomia humana aplicada à odontologia, patologia, fisiologia, epidemiologia, ética e bioética, histologia, microbiologia, imunologia, bioquímica, genética, introdução à metodologia científica e farmacologia. As matérias profissionalizantes incluem radiologia, material dentário, endodontia, periodontia, cirurgia, próteses, odontopediatria, ortodontia, anestesiologia, diagnóstico por imagem, técnica radiográfica, cariologia e dentística, entre outras. No segundo ano, o aluno começa a treinar restaurações e demais procedimentos em aulas práticas de laboratório, utilizando manequins odontológicos. A partir do terceiro, passa a atender pacientes na clínica da faculdade. É obrigatória a apresentação de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 5 anos. ONDE ESTUDAR

⋆⋆⋆ AL Maceió Cesmac ③ $$$$$, Ufal ③. AM Manaus Uninorte-AM ③ n/i. BA Feira de Santana Uefs ④. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ④ n/i. Vitória da Conquista Fainor $$$$$. CE Juazeiro do Norte Unileão n/i. DF Brasília UCB-DF ③ $$$$$. ES Vitória Ufes ④. GO Anápolis UniEvangélica ② $$$$$. MA São Luís UFMA ③, Universidade Ceuma $$$$$. MG Alfenas Unifal-MG ③. Belo Horizonte Newton Paiva ③ $$$$$, PUC Minas ③ $$$$$. Diamantina UFVJM ④. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ④ n/i, UFJF ④. Montes Claros Unimontes ③. Pouso Alegre Inapós $$$$$. MS Campo Grande UFMS ③. Dourados Unigran ④ $$$$$. MT Cuiabá Unic Cuiabá ③ n/i. PA Belém Cesupa ③ $$$$$. PB Campina Grande UEPB ③. João Pessoa Unipê ③ $$$$$. Patos FIP-PB ③ $$$$$. PE Camaragibe UPE. Caruaru Asces-Unita ③ $$$$$. PI Teresina DeVry Facid ③ $$$$$. PR Cascavel Unioeste ④. Curitiba UFPR ④. Londrina Unopar ③ n/i. Maringá UEM ④. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Nova Friburgo UFF ③. Rio de Janeiro Uerj ③, UFRJ ④. Volta Redonda UniFOA ④ $$$$$. RN Caicó Uern. Natal UnP ③ n/i. RO Porto Velho Centro Universitário São Lucas ③ n/i. RS Canoas Ulbra ③ $$$$$. Passo Fundo Imed $$$$$, UPF ③ $$$$$. Santa Maria UFSM ④. SC Itajaí Univali ③ $$$$$. Joaçaba Unoesc ④ n/i. Joinville Univille ④ $$$$$. Tubarão Unisul ③ $$$$$. SE Aracaju UFS ④, Unit-SE ③ $$$$$. SP Araras FHO-Uniararas ③ $$$$$. Bauru USC ④ n/i. Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$. Marília Unimar ③ $$$$$. Presidente Prudente Unoeste ⑤ $$$$$. Ribeirão Preto Unaerp ③ $$$$$. Santa Fé do Sul Funec ④ $$$$. Santos Unisanta ③ $$$$$. São José dos Campos Univap ③ n/i. São Paulo Unip-SP ⑤ n/i. Taubaté Unitau ③ $$$$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Faciplac ③ $$$$$, Icesp n/i, UDF $$$$$, Unieuro n/i, Unip-DF ④ n/i. GO Goiânia Fasam $$$$$, Unip-GO ④ n/i. Goiatuba UniCerrado $$$$$. Mineiros Famp ② n/i. Rio Verde UniRV $$$$$. Trindade FUG n/i. MS Campo Grande Universidade Anhanguera-Uniderp ④ n/i. MT Barra do Garças Univar $$$$$. Cáceres Fapan-MT n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis n/i. Sinop Fac. Fasipe n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra ④ n/i. Várzea Grande Univag ③ n/i. REGIÃO NORDESTE

CURSOS: 314 | AVALIADOS: 194 5⋆ 4 cursos | 4⋆ 25 cursos | 3⋆ 63 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP Bauru USP. Piracicaba Unicamp ④. Ribeirão Preto USP. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ AM Manaus UEA ③, Ufam ④. BA Salvador UFBA ④. CE Fortaleza

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

UFC ④, Unifor-CE ③ $$$$$. Sobral UFC ④. DF Brasília UnB ⑤. GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte UFMG ③. Uberlândia UFU ④. PA Belém UFPA ③. PB João Pessoa UFPB ④. PE Recife UFPE ③. PI Teresina UFPI ④. PR Curitiba PUCPR ④ $$$$$. Londrina UEL ④. RN Natal UFRN ④. RS Pelotas UFPel ④. Porto Alegre PUCRS ④ $$$$$, UFRGS ④. SC Florianópolis UFSC ④. SP Araçatuba Unesp ④. Araraquara Unesp ④. Campinas SLMandic ⑤ $$$$$. São José dos Campos Unesp ④.

AL Maceió FAT-AL $$$$$, Uninassau-Maceió n/i, Unit-AL $$$$$. BA Alagoinhas Fatec-BA n/i, Unirb-BA $$$$$. Barreiras FJC n/i. Cachoeira Fac. Adventista da Bahia $$$$$. Feira de Santana FBT-BA n/i, FTC $$$$$, Unef n/i. Governador Mangabeira Famam $$$$$. Ilhéus Fac. de Ilhéus n/i. Itabuna FTC n/i, Unime Itabuna n/i. Jequié FTC $$$$$, Uesb. Lauro de Freitas FMNLauro de Freitas n/i. Paripiranga UniAGES $$$$$. Salvador DeVry Ruy Barbosa $$$$$, FMN-Salvador n/i, FTC ③ $$$$$, Unime Salvador n/i, Unirb-BA $$$$$. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i, FTC $$$$$. CE Fortaleza Fac. Paulo Picanço $$$$$, Fametro-CE $$$$$, GE PROFISSÕES 2018

135


PROFISSÕES  SAÚDE E BEM-ESTAR Unichristus n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. Sobral Uninta $$$$$. MA Imperatriz DeVry Facimp ③ $$$$$, Fac. Pitágoras de Imperatriz n/i, Universidade Ceuma $$$$$. São Luís Fac. Pitágoras de São Luís n/i, Florence n/i, UNDB $$$$$. PB Araruna UEPB. Cabedelo Iesp-PB $$$$$. Cajazeiras FSM-PB n/i. João Pessoa Facene-Famene $$$$$, FMN-João Pessoa n/i. Patos UFCG ③. PE Arcoverde UPE. Caruaru FMN-Caruaru n/i. Paulista FJNPernambuco n/i. Recife Facipe $$$$$, FOR ② $$$$$, Unibra n/i, Uninassau n/i. Serra Talhada FIS n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE n/i. PI Floriano Faesf-PI n/i. Parnaíba Uespi ③. Teresina FMN-Teresina n/i, Uninovafapi ② n/i. RN Mossoró Facene $$$$$. Natal FMN-Natal n/i. SE Aracaju Unirb-SE n/i. Lagarto UFS. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Fameta $$$$$, Uninorte-AC ④ n/i. AM Manaus Fametro-AM n/i, FMN-Manaus n/i, FOM ② $$$$, Iaes ③ $$$$$, Unip-AM ④ n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$$. AP Macapá Fama-AP ③ n/i, Immes-AP $$$$$. PA Belém Esamaz n/i, Famaz $$$$$, Fibra $$$$$, FMN-Belém n/i, Unama n/i. Redenção FIC-PA n/i. Santarém Iespes n/i. RO Cacoal Facimed ③ n/i. Ji-Paraná Unijipa $$$$$. Porto Velho Fimca ② $$$$$. Rolim de Moura FSP-RO $$$$$. RR Boa Vista Cathedral ④ $$$$$. TO Araguaína Facit-TO $$$$$, Itpac ③ n/i. Gurupi UnirG ② $$$$$. Palmas Ceulp/Ulbra n/i. Porto Nacional Fapac ② n/i. REGIÃO SUDESTE ES Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares n/i. Nova Venécia Multivix-Nova Venécia n/i. Santa Teresa Esfa ③ $$$$$. Vila Velha UVV ④ $$$$$. Vitória Faesa ③ $$$$$, Multivix-Vitória n/i. MG Alfenas Unifenas ③ $$$$$. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH $$$$$, Fead ③ n/i, UniBH n/i, UninCor ③ $$$$$. Betim Fac. Pitágoras de Betim n/i. Governador Valadares UFJF, Univale ② $$$$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga $$$$$, Fadipa n/i, Unileste $$$$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$$$. Juiz de Fora Suprema-FCMS ③ n/i. Lavras Unilavras ④ $$$$$. Manhuaçu Facig-MG n/i. Matipó Univértix-MG n/i. Mato Verde Favenorte n/i. Montes Claros Funorte ③ n/i. Muriaé Unifaminas n/i. Patos de Minas Unipam n/i. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas n/i. São João del Rei Iptan n/i. Sete Lagoas Facsete $$$$$. Três Corações UninCor ③ $$$$$. Uberaba Uniube ③ $$$$$. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia n/i, Unitri ④ $$$$$. Varginha Unifenas $$$$$. RJ Campos dos Goytacazes Uniflu ③ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói n/i, UFF ②, Universo-RJ ③ $$$$$. Petrópolis Fase $$$$$. Rio de Janeiro Estácio ③ n/i, Facs. São José ③ n/i, Unigranrio $$$$$, UVA-RJ ④ n/i. Teresópolis Unifeso ③ $$$$$. Valença Cesva ④ $$$$$. Vassouras USS ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $$$$. Araraquara Uniara ③ n/i. Avaré FSP-SP n/i. Barretos Unifeb ③ $$$$$. Bragança Paulista USF ③ $$$$$. Campinas Unip-SP ④ n/i. Catanduva Imes-Catanduva n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Fernandópolis Universidade Brasil ③ n/i. Franca Unifran ③ $$$$$. Guarulhos Facig-Guarulhos n/i, UnG ③ n/i. Lins Unimep ③ $$$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ④ $$$$$, UMC n/i. Osasco Universidade Anhanguera de São Paulo n/i. Ourinhos FIO $$$$$. Pindamonhangaba Funvic-Pindamonhangaba ③ n/i. Santos Unimes ③ n/i. São Bernardo

136 GE PROFISSÕES 2018

do Campo Metodista ③ $$$$$. São José do Rio Preto Unirp $$$$$, Unorp ② n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, FMU ③ n/i, São Judas $$$$$, Unib ③ $$$$, Unicid ③ $$$$$, Uninove ④ n/i, Unisa ③ $$$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ② n/i, Universidade Brasil n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$$$. Sorocaba Unip-SP ④ n/i, Uniso $$$$$. REGIÃO SUL PR Cascavel Unipar ② n/i. Curitiba Cesumar-Curitiba $$$$$, Fac. Herrero $$$$$, UTP ③ $$$$$. Foz do Iguaçu UDC Sede $$$$$. Francisco Beltrão Unipar n/i, Unisep n/i. Guarapuava Fac. Guairacá $$$$$. Jacarezinho Uenp. Maringá Famma $$$$$, UniCesumar ④ $$$$$, Uningá ④ n/i. Ponta Grossa Cescage ② $$$$$. Umuarama Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniuv $$$$$. RS Cachoeira do Sul Ulbra ③ $$$$$. Caxias do Sul FSG $$$$$, UCS n/i. Erechim URI $$$$$. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas $$$$$. Passo Fundo Fasurgs ③ $$$$$. Pelotas UCPel $$$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ④ $$$$$. Santo Ângelo Cnec Iesa $$$$$. Torres Ulbra $$$$$. SC Balneário Camboriú Avantis $$$$$. Blumenau Furb ③ $$$$$. Chapecó UCEFF Faculdades $$$$$, Unochapecó ④ $$$$$. Criciúma Unesc-SC $$$$$. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville n/i. Lages Unifacvest $$$$$, Uniplac ③ n/i. Palhoça Unisul $$$$$.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito MG Patos de Minas FPM ② n/i.

OFTÁLMICA

T

E

ste tecnólogo dá suporte ao trabalho do oftalmologista. Ele aplica exames oculares que ajudam na prevenção, no tratamento e no diagnóstico de problemas e alterações dos olhos e da visão. Também mede a percepção e a amplitude visual, o desempenho de cada um dos olhos e a capacidade de identificação das cores, operando equipamentos de fotografia ou ultrassonografia ocular, por exemplo. Por se tratar de um profissional que atua na prevenção e na promoção de saúde, é necessário que conheça o processo visual completo, em seus aspectos fisiológicos e funcionais. Ele trabalha sob a supervisão de um oftalmologista, em consultórios e clínicas especializadas ou em unidades hospitalares de cirurgia ocular.

O QUE VOCÊ PODE FAZER

Instrumentação Fazer instrumentação em cirurgia de olhos, sob a supervisão do médico. Exames oculares Manusear equipamentos oftalmológicos, como retinógrafos, e realizar exames para avaliação e tratamento de doenças oculares, como estrabismo. Manutenção Planejar e implementar programas de manutenção preventiva de aparelhos oftalmológicos. Gestão e marketing Atuar na área de vendas ou marketing de empresas de equipamento oftalmológicos e do setor de saúde. Administrar firmas de produtos oftalmológicos.

MERCADO DE TRABALHO Clínicas oftalmológicas das grandes capitais são o principal campo de trabalho do tecnólogo. Outros estabelecimentos dedicados ao tratamento e à prevenção de doenças oculares, como hospitais, também demandam o profissional. Em parceria com o oftalmologista, o tecnólogo faz instrumentação em cirurgias oculares. Multinacionais do setor de saúde e empresas de equipamentos oftalmológicos costumam contratá-lo como representante comercial ou para atuar nas áreas de marketing, desenvolvimento de produtos ou consultoria técnica. No estado de São Paulo são oferecidas vagas em concursos públicos para esse graduado. Por ser uma profissão relativamente nova, as melhores oportunidades estão concentradas nas localidades mais industrializadas e populosas da Região Sudeste. O CURSO Os estudos começam com disciplinas básicas da área da Saúde, como anatomia, fisiologia endócrina e neurofisiologia, que fornecem os conhecimentos fundamentais sobre o corpo humano. Do núcleo específico fazem parte matérias como instrumentação cirúrgica oftalmológica, morfofisiologia da visão e óptica clínica. O currículo abrange, ainda, matérias que fornecem ao aluno o conhecimento técnico e operacional dos aparelhos oftalmológicos e habilidade no seu manuseio. Também há boa carga de atividades práticas durante a graduação. O estágio e a apresentação de trabalho de conclusão de curso de caráter científico são obrigatórios. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO NORDESTE BA Salvador Unirb-BA n/i. REGIÃO SUDESTE SP São Paulo Unifesp.

OPTOMETRIA

É

B/T

a aplicação de técnicas específicas para identificar problemas de acuidade visual, como miopia, hipermetropia e astigmatismo. Diferentemente do oftalmologista, que trata das doenças do olho e da visão, o optometrista é o profissional do cuidado primário da visão. Ele realiza exame de avaliação e detecta distúrbios visuais e suas causas, para então encaminhar o paciente para o médico especialista. Aplicando os conhecimentos que tem sobre a fisiologia dos olhos, prescreve exercícios e orienta pacientes em relação ao uso de lentes ou óculos que corrigem e


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

compensam as deficiências visuais. Também é sua competência a montagem de óculos e a confecção de lentes de contato. Atua em ópticas, empresas, escolas, hospitais e clínicas, no geral, em parceria com outros profissionais.

ONDE ESTUDAR (B)

Estes cursos não foram avaliados pelo GE REGIÃO NORDESTE PE Paulista Fasup-PE n/i.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Exames Realizar exames de avaliação, detectando distúrbios visuais. Orientação Prescrever exercícios e orientar pacientes em relação ao uso de lentes ou óculos Recursos ópticos Montar óculos e confeccionar lentes de contato MERCADO DE TRABALHO Os recém-formados têm encontrado colocação imediata, segundo a professora Márcia Regina Pinez Mendes, coordenadora do curso da Universidade Braz Cubas, em Mogi das Cruzes (SP). A maior demanda está em clínicas especializadas, em que o tecnólogo é contratado para ensinar o portador de baixa visão a usar lentes, lupas e outros recursos ópticos. Empresas de óptica também procuram o profissional para atuar no setor comercial. Novas áreas de atuação voltadas ao atendimento de públicos específicos, como as optometrias desportiva (dirigida a atletas), pediátrica (crianças), geriátrica (idosos) e ocupacional (em ambientes de trabalho), tendem a aumentar a procura pelos formados. A Região Sudeste, em especial as periferias das grandes cidades, concentra a maior parte das oportunidades de emprego e o maior número de profissionais – 1 para 8 mil habitantes. Há escassez de tecnólogos no Norte (1 profissional para 30 mil habitantes) e no Nordeste (1 para 20 mil habitantes). O CURSO O currículo do bacharelado contempla disciplinas básicas da área de saúde (como anatomia geral, fisiologia, patologia, microbiologia) e específicas (como morfofisiologia ocular e farmacologia ocular). Além das disciplinas de optometria, o aluno também aprende sobre neurociência, epidemiologia e saúde pública. É obrigatório fazer estágio e apresentar o trabalho de conclusão de curso (TCC). Duração média: 5 anos. O curso tecnológico tem uma grade curricular bem focada na área de óptica. Desde o primeiro semestre, os alunos já têm noções de anatomia ocular, bioquímica da visão, fisiologia ocular e óptica física e geométrica. Depois, o currículo ganha outras disciplinas, como semiologia ocular, farmacologia aplicada à optometria, baixa visão, contatologia, ortóptica, ergonomia da visão e optometria pediátrica. Para se formar, o aluno precisa entregar um trabalho de conclusão de curso e realizar um estágio. Duração média: 3 anos. Outro nome: Óptica e Optometria.

REGIÃO SUL SC Canoinhas UnC n/i.

ONDE ESTUDAR (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO NORDESTE CE Fortaleza Ratio $$$$. REGIÃO SUDESTE SP Mogi das Cruzes Braz Cubas Óptica e Optometria $$$.

PSICOLOGIA

B

O

psicólogo estuda os fenômenos psíquicos e de comportamento do ser humano por intermédio da análise de suas emoções, suas ideias e seus valores. Ele diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Ele observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente e procura ajudá-lo a identificar as causas dos problemas e a rever comportamentos inadequados. Este profissional atua em consultórios, em hospitais e nas mais variadas instituições de saúde, contribuindo para a recuperação da saúde psicológica e física das pessoas. Em escolas, colabora na orientação educacional. É necessário registrar-se no Conselho Regional de Psicologia para exercer a profissão. O QUE VOCÊ PODE FAZER Psicologia clínica Atender pessoas que sofram de inquietações ou problemas emocionais. Essas intervenções podem ser individuais, em grupos, sociais ou institucionais. Comportamento do consumidor Estudar o comportamento de determinado grupo de consumidores, para orientar o marketing de empresas privadas e agências de publicidade. Orientação profissional Orientar estudantes na escolha do curso e da profissão a seguir. Psicologia esportiva Orientar atletas e prepará-los emocionalmente para atividades esportivas e competições. Maximizar o seu rendimento e promover a harmonia entre os membros de equipes e times. Psicologia educacional Ajudar pais, professores e alunos a solucionar problemas de aprendizagem. Colaborar na elaboração de programas educacionais em creches e escolas. Psicologia da saúde Ao lado de outros profissionais da saúde, como médicos e assistentes sociais, colaborar na assistência à saúde, fortalecendo pacientes e familiares para a recuperação da saúde física e mental. Psicologia hospitalar Atender pacientes hospitalizados e seus familiares. Psicologia jurídica Acompanhar processos de adoção,

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

violência contra menores e guarda de filhos. Atuar em presídios, fazendo a avaliação psicológica de detentos. Psicologia organizacional e do trabalho Selecionar funcionários para empresas. Promover relações sociais saudáveis entre os trabalhadores. Orientar carreiras e colaborar em programas de reestruturação do trabalho. Psicologia social Atuar em penitenciárias, asilos e centros de atendimento a crianças e adolescentes. Elaborar programas e pesquisas sobre a saúde mental da população. Psicologia do trânsito Tratar problemas relacionados ao trânsito, realizar avaliação psicológica em condutores e futuros motoristas e desenvolver ações socioeducativas com pedestres e condutores infratores, entre outros. Psicomotricidade Utilizar-se de recursos para o desenvolvimento, a prevenção e a reabilitação do ser humano, nas áreas de educação, reeducação e terapia psicomotora. Participar de planejamento, implementação e avaliação de atividades clínicas e elaborar parecer psicomotor em clínicas de reabilitação e nos serviços de assistência escolar, hospitalar, esportiva, clínica etc. Neuropsicologia Atuar no diagnóstico, no acompanhamento, no tratamento e na pesquisa da cognição, das emoções, da personalidade e do comportamento sob o enfoque da relação entre esses aspectos e o funcionamento cerebral. MERCADO DE TRABALHO Apesar da crise econômica, continua em alta a procura por psicólogos clínicos nos grandes centros urbanos. No setor público, onde ele atua em hospitais e postos de saúde, a demanda é constante, assim como na área jurídica. O auxílio na preparação de atletas e equipes esportivas de alto desempenho é uma área que cresce, assim como o atendimento a idosos, com foco em saúde mental. O psicólogo também continua requisitado nos setores de recursos humanos das empresas, onde pode fazer treinamentos, atuar como recrutador e até gerenciar o departamento. Orientação educacional e profissional em escolas também são campos de trabalho para o bacharel. Aumentam, ainda, as chances em neuropsicologia para tratar distúrbios como demências, sequelas de traumatismo crânioencefálico e transtornos de aprendizagem, como dislexia. O profissional também pode trabalhar na área acadêmica, com pesquisa, e em consultoria para empresas, na área de marketing e tomadas de decisões nos negócios. O CURSO O curso aborda as diversas correntes da psicologia e introduz o aluno em várias áreas, como psicologia clínica, social, escolar e organizacional. Há disciplinas obrigatórias, como neurologia, antropologia, teoria psicanalítica e psicologia do desenvolvimento, e optativas, como psicologia do excepcional e problemas de aprendizagem. Algumas instituições possibilitam aos alunos realizar atendimentos à comunidade em diversas áreas, como clínica e orientação profissional. A realização de estágios é obrigatória e a maioria das escolas também exige a entrega de um trabalho de conclusão. Atenção: na UEM, em Maringá (PR), o curso tem GE PROFISSÕES 2018

137


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR ênfase em saúde, educação ou trabalho; já na Furg, em Rio Grande (RS), os enfoques são em psicologia institucional e comunitária, processos educativos e processos clínicos e promoção da saúde. Na USP, em São Paulo, e na UnB, em Brasília, é possível cursar também licenciatura e adquirir dupla diplomação. Duração média: 5 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 635 | AVALIADOS: 435 5⋆ 13 cursos | 4⋆ 58 cursos | 3⋆ 175 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB ④. MG Juiz de Fora UFJF ④. São João del Rei UFSJ ④. Uberlândia UFU ④. PE Recife UFPE ③. PR Curitiba UFPR ③. Londrina UEL ④. Maringá UEM Psic. (ênf. em educ.); Psic. (ênf. em saúde e processos clínicos); Psic. (ênf. em trab.) ④. RS Porto Alegre PUCRS ③ $$$$$. SC Florianópolis UFSC. SP Ribeirão Preto USP. Santos Unifesp ③. São Carlos UFSCar ④.

⋆⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA ④. CE Fortaleza Estácio FIC ④ $$$$, Uece, UFC ④, Unifor-CE ④ $$$$$. DF Brasília Iesb-DF ④ $$$$$, UCB-DF ③ $$$$$, UniCEUB ④ n/i. ES Vitória Ufes ④. GO Goiânia PUC Goiás ③ n/i, UFG ③. MG Belo Horizonte PUC Minas ④ $$$$, UFMG ④. Poços de Caldas PUC Minas ④ $$$$. Uberaba UFTM ④. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$$. Dourados UFGD ④. PB Campina Grande UEPB ④. João Pessoa UFPB ④. Patos FIP-PB $$$$. PE Garanhuns UPE ④. Recife Unicap ④ $$$$. PR Curitiba PUCPR ③ $$$$$, Uniandrade $$$$$. Irati Unicentro-PR ④. RJ Niterói UFF ④. Petrópolis UCP-RJ ③ $$$$$. Rio de Janeiro PUC-Rio ③ $$$$$, Uerj ④. Volta Redonda UFF ④. RN Natal UFRN ④. RS Canoas Unilasalle-RS ④ $$$$. Caxias do Sul UCS ③ n/i. Novo Hamburgo Feevale ④ $$. Passo Fundo Imed ④ $$$$, UPF ③ $$$$$. Pelotas UCPel ④ $$$$$, UFPel ④. Porto Alegre IPA ④ $$$$$, UFRGS ④. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$$$. Santa Maria UFSM ④. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$. SC Criciúma UnescSC ③ $$$$. Itajaí Univali ③ $$$$. SE São Cristóvão UFS ④. SP Assis Unesp ③. Bauru Unesp ②. Campinas PUC-Campinas ③ $$$$$, USF ④ $$$$. Itatiba USF ④ $$$$. Piracicaba Unimep ③ $$$$$. Ribeirão Preto Unaerp ④ $$$$$. São Bernardo do Campo Metodista ④ $$$$. São Paulo Mackenzie ④ $$$$$, PUC-SP ④ n/i, Universidade Anhembi Morumbi ③ $$$$$, USP.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Uninorte-AC ③ n/i. AL Maceió Cesmac ② $$, Ufal ③, Unit-AL ③ $$$. AM Manaus Fametro-AM ④ n/i, Ufam ④, Uninorte-AM ④ n/i. BA Cachoeira Fac. Adventista da Bahia ③ $$$$. Feira de Santana FAN-BA ④ n/i, FAT-BA n/i. Paripiranga UniAGES ④ $$$$. Salvador DeVry Ruy Barbosa ③ $$$$, Estácio FIB ④ n/i, FTC ④ $$$, Unifacs ③ $$$$$, Unijorge ④ n/i. Vitória da Conquista UFBA. CE Fortaleza DeVry Fanor ④ n/i. Juazeiro do Norte Unileão ④ n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. Sobral Fac. Luciano Feijão ③ $$$$, UFC ④. DF Ceilândia Iesb-DF ④ $$$$$. ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$$$. Vila Velha UVV ④ $$$$. Vitória Faesa ④ $$$$, UCV ④ $$$$. GO Catalão UFG. Jataí UFG ④. MA São Luís UFMA ④, Universidade Ceuma ③ $$$$$. MG Belo Horizonte FCM-MG ③ $$$$, Fumec ③ $$$$, Newton Paiva ③ $$$$, UNA ④ n/i. Betim PUC Minas ④ $$$$. Coronel Fabriciano Unileste ③ $$$$. Itajubá Fepi ③ $$$$. Juiz de Fora CES/JF ③ $$$$. Lavras Unilavras ③ $$$$. Muriaé

138 GE PROFISSÕES 2018

Unifaminas ④ n/i. Patrocínio Unicerp ③ $$$$. Pouso Alegre Univás ③ n/i. Viçosa Univiçosa $$$$. MS Campo Grande UFMS ④. Corumbá UFMS ③. Dourados Unigran ④ $$$$. Paranaíba UFMS ②. MT Cuiabá UFMT ③. Rondonópolis UFMT ④. Várzea Grande Univag ④ n/i. PA Belém UFPA ③, Unama ③ n/i. PB Campina Grande FMN-Campina Grande n/i, UFCG. João Pessoa Unipê ③ $$$$. PE Caruaru DeVry Unifavip ③ $$$$. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $$$. Petrolina Univasf-PE ④. Recife Esuda ④ $$$$, Fafire ③ $$. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i, UFPI ③. Teresina FSA-PI ③ $$$, Uespi. PR Campo Mourão Unicampo ③ $$$$. Cascavel Centro Universitário FAG ③ n/i, Unipar ③ n/i. Curitiba Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, FAE ④ $$$$$, FPP ③ n/i, UniBrasil ③ $$$$, UTP ③ $$$$. Guarapuava Fac. Campo Real ③ $$$, Fac. Guairacá ③ $$$. Jandaia do Sul Fafijan ③ n/i. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina ③ n/i, Unopar n/i. Maringá UniCesumar ④ $$$$, Uningá ④ n/i. Pato Branco Fadep ③ $$$$. Toledo PUCPR ③ $$$$$. Umuarama Unipar ④ n/i. RJ Barra Mansa UBM ③ $$$$. Cabo Frio UVA-RJ ④ n/i. Campos dos Goytacazes UFF ④. Niterói Universo-RJ ③ $$$$. Rio das Ostras UFF ④. Rio de Janeiro IBMR ③ n/i, UFRJ ④, Unisuam ③ $$$$, UVA-RJ ④ n/i. RN Natal Unifacex ④ n/i, UnP ④ n/i. RO Porto Velho Unir ③. RR Boa Vista UFRR ④. RS Bagé Urcamp ③ $$$$$. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Caxias do Sul FSG ③ $$$$. Erechim URI ④ $$$$$. Frederico Westphalen URI ⑤ $$$$$. Gravataí Ulbra ③ $$$$$. Ijuí Unijuí ③ n/i. Osório Unicnec ④ $$$$$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ④ $$$$. Rio Grande Furg Psic. (ênf. em processos educativos e desenv. humano e processos clín. e promoção da saúde); Psic. (ênf. em processos educativos e desenv. humano e psic. institucional e comunitária); Psic. (ênf. em psic. institucional e comunitária e processos clín. e promoção da saúde) ③. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ④ $$$$. Santa Rosa Unijuí ③ n/i. São Jerônimo Ulbra ③ $$$$$. Taquara Faccat-RS ③ n/i. SC Balneário Camboriú Avantis $$$$. Blumenau Furb ③ $$$$, Uniasselvi-Blumenau ③ n/i. Caçador Uniarp ③ $$$$. Chapecó Unochapecó ③ $$$, Unoesc ③ n/i. Criciúma Esucri ③ $$$. Florianópolis Cesusc ④ $$$$$. Fraiburgo Uniarp $$$$. Guaramirim Uniasselvi-Guaramirim ③ n/i. Joaçaba Unoesc ③ n/i. Joinville ACE/FGG ③ $$$$, Univille ③ $$$$. Lages Unifacvest ④ $$$$$, Uniplac ③ n/i. Mafra UnC ③ $$$$. Orleans Unibave ③ $$$. Palhoça Unisul ③ $$$$. Pinhalzinho Unoesc ③ n/i. São Miguel do Oeste Unoesc ④ n/i. Tubarão Unisul ③ $$$$. Xanxerê Unoesc n/i. SE Aracaju Estácio Sergipe ④ n/i, Unit-SE ④ $$$. SP Americana Unisal ④ $$$$. Araraquara Uniara ③ n/i, Unip-SP ③ n/i. Araras FHO-Uniararas ④ $$$$. Atibaia Faat Facs. ④ $$$. Bauru USC ③ n/i. Bebedouro Unifafibe ④ n/i. Campinas Unip-SP ④ n/i. Dracena Unifadra ③ $$$$. Franca Uni-Facef ④ $$$$. Garça Faef-Garça/SP ③ n/i. Itu Ceunsp ④ $$$. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$$. Jaú Fjaú ④ $$$. Jundiaí Unip-SP ④ n/i. Lorena Unisal ③ $$$$. Marília Unimar ③ $$$$. Mogi das Cruzes UMC ④ n/i. Ourinhos FIO ④ $$$$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$$. Ribeirão Preto CBM ④ n/i, Unip-SP ④ n/i. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santo André FSA-SP $$$$. Santos Unip-SP ④ n/i, Universidade Católica de Santos ④ $$$$$. São Carlos Unicep ③ n/i. São João da Boa Vista Unifae ④ $$$$. São José do Rio Preto Unip-SP ③ n/i. São José dos Campos Unip-SP ④ n/i. São Paulo FMU ③ n/i, São Camilo-SP ③ n/i, São Judas ④ $$$$$, Unasp ③ $$$$, Uninove ④ n/i, Unisa ③ $$$, Universidade Cruzeiro do Sul ④ $$$$. Taubaté Unitau ③ $$$$. Tupã Fadap FAP ③ $$$. Votuporanga Unifev ③ n/i. TO Palmas Ceulp/Ulbra ④ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Faciplac $$$$, UDF $$$$, Unieuro n/i, Unip-DF ④ n/i. Taguatinga UniCEUB n/i.

GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ③ n/i, UniEvangélica $$$$. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia $$$$. Catalão Cesuc n/i. Formosa Iesgo n/i. Goiânia Estácio Goiás $$$$, Fac. Cambury $$$, Unialfa ③ $$$, Unip-GO ④ n/i, Universo-GO n/i. Iporá FAI-Iporá n/i. Itumbiara Iles/Ulbra Itumbiara ③ $$$$$. Mineiros Famp n/i, Unifimes $$$. Rio Verde UniRV ③ $$$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO $$$$. MS Campo Grande Unigran Capital $$$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Dourados Fac. Anhanguera de Dourados ③ n/i. Três Lagoas Aems ③ $$. MT Barra do Garças Univar $$$$$. Cáceres Fapan-MT ③ n/i. Cuiabá Fac. AUM ② n/i, Unic Cuiabá ④ n/i. Guarantã do Norte Ajes Facs. n/i, Fac. de Ciên. Soc. de Guarantã do Norte n/i. Juína Ajes Facs. ④ n/i. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste n/i. Rondonópolis Unic Rondonópolis ③ n/i. São José dos Quatro Marcos FQM ③ n/i. Sinop Fac. Fasipe ④ n/i, Unic Sinop ③ n/i. Sorriso Unic Sorriso n/i. Tangará da Serra Faest $$$$. Várzea Grande Fac. Sedac n/i. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Unirb Arapiraca n/i. Maceió Estácio FAL $$, Fac. Pitágoras de Maceió n/i, FAT-AL $$$. Palmeira dos Índios Ufal ③. BA Alagoinhas FSSS ③ $$$$, Unirb-BA $$$$. Barreiras Fasb-Barreiras ② $$$, FJC n/i. Camaçari Famec-BA n/i. Feira de Santana FTC ③ $$$, Uefs, Unifacs $$$. Guanambi FG-BA n/i. Ilhéus Fac. de Ilhéus n/i. Irecê FAI-BA $$$. Itabuna FTC ③ $$$, Unime Itabuna ③ n/i. Jequié FTC ③ $$$. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ③ n/i. Luís Eduardo Magalhães Faahf $$$. Paulo Afonso Fasete $$$$. Riachão do Jacuípe Farj n/i. Salvador Cairu n/i, Fac. Castro Alves ③ n/i, Fac. da Cidade do Salvador ③ n/i, FMN-Salvador n/i, FSBA ② n/i, FSBB ② n/i, UCSal $$$$, Uneb, Unime Salvador ③ n/i, Unirb-BA ③ $$$$, Universo-BA n/i. Santa Maria da Vitória Facite $$$. Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas n/i. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista ③ n/i, FTC ④ $$$, Uesb. CE Aracati FVJ n/i. Crateús FPO n/i. Fortaleza Fac. Ari de Sá n/i, Fametro-CE $$$$, Fate n/i, Fateci ④ n/i, FFB n/i, FJN-Fortaleza n/i, FMN-Fortaleza n/i, Uni7 n/i, Unichristus n/i. Icó FVS $$$$. Sobral Uninta $$$$. Tianguá Fied n/i. MA Caxias Facema $$$. Imperatriz Unisulma n/i, Universidade Ceuma $$$$$. São Luís Estácio São Luís n/i, Fac. Pitágoras de São Luís ③ n/i, FMN-São Luís n/i, UNDB $$$$. PB Cabedelo Iesp-PB n/i. Cajazeiras FSM-PB ③ n/i. João Pessoa FMN-João Pessoa n/i, FPB n/i. PE Arcoverde Essa n/i. Belém de São Francisco Facesf n/i. Belo Jardim FBJ n/i. Caruaru FMN-Caruaru n/i. Olinda Facho ③ n/i. Recife Centro Universitário Estácio do Recife ④ n/i, DeVry FBV n/i, FPS n/i, Unibra n/i, UNIFG $$$, Uninassau ④ n/i, Universo-PE n/i. São Lourenço da Mata FJN-Pernambuco n/i. Serra Talhada Facisst $$. PI Parnaíba Unirb/Farb n/i. São Raimundo Nonato FAM-PI $$. Teresina DeVry Facid ④ $$$, Faespi $$, FMN-Teresina n/i. RN Mossoró FDM $$$, UnP n/i. Natal Estácio Fatern n/i, FMNNatal n/i. Pau dos Ferros Facep-RN n/i. Santa Cruz UFRN. SE Aracaju FMN-Aracaju n/i, Pio Décimo ③ $$$, Unirb-SE n/i. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Faao ③ $$$$, Fameta $$$$, Ufac. AM Manaus Ceulm/Ulbra ② $$$$, DeVry Martha Falcão ③ $$$$, Esbam ③ $$$, FMN-Manaus n/i, Unip-AM n/i, Universidade Nilton Lins ③ $$$$. AP Macapá Estácio Macapá ④ n/i, Fama-AP ③ n/i, Immes-AP ③ $$$$. PA Belém Esamaz ③ n/i, Famaz $$$$, FMN-Belém n/i. Mara-


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

bá Unifesspa. Santarém Iespes ④ n/i. RO Ariquemes Faar ③ $$$$, Faema ③ n/i. Cacoal Facimed ③ n/i, Unesc-RO ③ n/i. Ji-Paraná Unijipa $$$$. Pimenta Bueno FAP-RO $$$. Porto Velho Fimca ③ $$$$, Iles/Ulbra Porto Velho ③ $$$$. Rolim de Moura Farol ② $$$. Vilhena Fama-RO n/i. RR Boa Vista Cathedral ③ $$$. TO Araguaína Fac. Católica D. Orione n/i, Itpac n/i. Colinas do Tocantins Fiesc ② n/i. Gurupi UnirG ③ $$. Miracema do Tocantins UFT. REGIÃO SUDESTE ES Alegre Fafia ③ $$$. Cachoeiro de Itapemirim MultivixCachoeiro de Itapemirim ④ n/i. Cariacica Faev n/i, Multivix-Cariacica n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ② n/i. Nova Venécia Multivix-Nova Venécia n/i. São Mateus FVC n/i, Multivix-São Mateus n/i. Serra Multivix-Serra n/i, Rede de Ens. Doctum-ES n/i. Vila Velha Multivix-Vila Velha n/i. Vitória Multivix-Vitória ④ n/i. MG Alfenas Unifenas ③ $$$$. Barbacena Unipac ③ n/i. Belo Horizonte Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Fead ③ n/i, UniBH n/i, Universo-MG $$$. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i, Fac. UNA de Betim n/i. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Caratinga Unec ④ n/i. Conselheiro Lafaiete Fupac Conselheiro Lafaiete n/i. Contagem Fac. UNA de Contagem n/i. Coromandel FCC-MG n/i. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis n/i, Faced ③ n/i, Uemg ③. Governador Valadares Univale ③ $$$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ $$$$, Fac. Única de Ipatinga ③ n/i. Itabirito Fac. Alis de Itabirito n/i. Ituiutaba Uemg ③. Iturama Fama-Iturama n/i. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora n/i, Fac. Machado Sobrinho n/i, Universo-MG n/i. Manhuaçu Facig-MG $$, FAF-Manhuaçu $$$$. Matipó Univértix-MG n/i. Monte Carmelo Fucamp $$$. Montes Claros Fasa-MG n/i, Fasi ③ n/i, FIPMoc ④ $$$$, Funorte ③ n/i. Nova Serrana Fans n/i. Pará de Minas Fapam n/i. Paracatu Fac. Atenas n/i. Patos de Minas FPM ③ n/i, Unipam ④ n/i. Poços de Caldas Fac. Pitágoras de Poços de Caldas ③ n/i. São Lourenço Fac. de São Lourenço n/i. Sete Lagoas Fac. Ciên. da Vida ③ $$$. Teófilo Otoni Fupac Teófilo Otoni ③ n/i, Rede de Ens. Doctum-MG ④ n/i. Três Corações UninCor ④ $$$$. Ubá Fagoc n/i. Uberaba Uniube ③ $$$$. Uberlândia Fac. Pitágoras de Uberlândia ③ n/i, Fatra $$$, Unitri ③ $$$$$. Unaí Facisa-Unaí n/i. Varginha Unifenas ② $$$$. RJ Belford Roxo Uniabeu ③ $$$$. Campos dos Goytacazes Estácio ④ n/i. Duque de Caxias Unigranrio $$$$. Itaperuna UniFSJ n/i, UniRedentor $$$. Macaé Estácio n/i. Nilópolis Seflu ② $$$$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói n/i, Famath ③ $$$$. Nova Iguaçu Estácio ④ n/i. Petrópolis Estácio n/i, Fase $$$$. Resende Estácio ③ n/i. Rio de Janeiro Celso Lisboa ③ $$$$, Estácio ④ n/i, USU n/i. Santo Antônio de Pádua Fasap $$$. São Gonçalo Universo-RJ n/i. Valença Cesva $$$$. Vassouras USS ③ n/i. Volta Redonda Fasf-RJ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ④ $$. Americana FAMAmericana ④ $$$. Araçatuba FAC-FEA ③ $$, Unip-SP ③ n/i, Unisalesiano $$. Assis Unip-SP ③ n/i. Avaré FSP-SP ③ n/i. Barretos Fac. Barretos $$$. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru n/i, FIB-Bauru n/i, Unip-SP ④ n/i. Bragança Paulista USF $$$. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Unisal $$$$. Catanduva Imes-Catanduva n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Fernandópolis FEF ③ n/i. Franca Unifran ③ $$$$. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos n/i, FG-SP ② $$$, UnG ③ n/i. Indaiatuba Fac. Anhanguera de Indaiatuba n/i. Itapetininga FSP-SP n/i. Jacareí Fac. Anhanguera de Jacareí n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de

Jundiaí ③ n/i, UniAnchieta ③ $$$$. Leme Centro Universitário Anhanguera ③ n/i. Limeira Einstein ③ n/i, Fac. Anhanguera de Limeira n/i, Unip-SP ④ n/i. Lins Unisalesiano ③ $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$$. Mogi Guaçu Franco Montoro $$. Osasco Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Paulínia FACP n/i. Penápolis Funepe $$$. Pereira Barreto FIU n/i. Pindamonhangaba Fac. Anhanguera de Pindamonhangaba n/i. Piracicaba Fac. Anhanguera de Piracicaba n/i. Presidente Prudente Fapepe n/i. Registro FVR n/i. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto n/i, Fac. Anhanguera de Ribeirão Preto n/i. Rio Claro Fac. Anhanguera de Rio Claro n/i. Santa Bárbara d’Oeste Fac. Anhanguera de Santa Bárbara n/i. Santa Fé do Sul Funec ③ $$$. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ④ n/i. Santos Unimes n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ③ n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Caetano do Sul USCS $$$. São José do Rio Pardo Unip-SP ④ n/i. São José do Rio Preto Famerp, Unilago ③ $$$, Unirp $$$, Unorp ③ n/i. São José dos Campos Fac. Anhanguera de São José dos Campos n/i, Univap n/i. São Manuel Imes-São Manuel $$. São Paulo FAM-São Paulo n/i, Unib ③ $$, Unicapital n/i, Unicid $$$, Unip-SP ④ n/i, UniPaulistana n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i, Universidade Brasil ③ $$$. São Roque FAC São Roque n/i. Sorocaba Fac. Anhanguera de Sorocaba n/i, Unip-SP ④ n/i, Uniso $$$$$. Sumaré Fac. Anhanguera de Sumaré n/i. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra n/i. Taquaritinga Ites-Taquaritinga $$$$. Taubaté Fac. Anhanguera de Taubaté n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana FAP-PR ③ $$$. Campo Mourão Fac. Integrado n/i. Cascavel Fac. Anhanguera de Cascavel ③ n/i. Curitiba Facel ③ n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede ③ $$$, Uniamérica ③ n/i. Francisco Beltrão Unipar n/i. Ivaiporã Fatec-Ivaiporã n/i. Londrina Cesumar-Londrina $$$$, Inesul $$$, PUCPR $$$$$, UniFil ③ n/i. Maringá Famma ③ $$$$$, FCV $$$$. Paranavaí Fatecie n/i. Ponta Grossa Cescage $$$$, Cesumar-Ponta Grossa $$$$, Iessa ③ $$$$. União da Vitória Uniguaçu $$$$. RS Bento Gonçalves Cnec Bento n/i, UCS n/i. Cachoeira do Sul Ulbra ③ $$$$. Cachoeirinha Cesuca ⑤ $. Caxias do Sul Fac. Anhanguera de Caxias do Sul n/i. Getúlio Vargas Facs. Ideau-Getúlio Vargas $$$. Guaíba Ulbra $$$$. Ijuí FAL-RS n/i. Novo Hamburgo IENH $$$$$. Passo Fundo Facs. Ideau-Passo Fundo $$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas n/i. Porto Alegre Fac. Anhanguera de Porto Alegre n/i, Fac. São Francisco de Assis $$$$$, Famaqui n/i, UniRitter $$$$$, Unisinos $$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande ③ n/i. Santa Maria Fisma-RS ③ n/i, Sobresp $$$$, Ulbra ③ $$$$. Santiago URI ③ $$$$$. Santo Ângelo URI ③ $$$$$. Torres Ulbra ④ $$$$$. Três de Maio Setrem ③ $$$$. SC Blumenau UniSociesc Blumenau ④ $$$$. Brusque Unifebe $$$$. Canoinhas UnC n/i. Concórdia UnC ③ $$$$. Florianópolis Unisul $$$$. Joinville Fac. Anhanguera de Joinville n/i. Porto União UnC ④ $$$. Rio Negrinho UnC $$$$. São José Estácio Santa Catarina ④ $$$$, Fac. Anhanguera de São José n/i. Videira Unoesc n/i. Xaxim Celer Facs. n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito ES Vitória Favi ③ n/i. MG Ubá Fupac Ubá ③ n/i. PE Vitória de Santo Antão Faintvisa ③ n/i. PR Foz do Iguaçu Cesufoz ④ n/i. RJ Niterói Estácio ④ n/i. Nova Friburgo Estácio ④ n/i. Seropédica UFRRJ. RN Natal Uni-RN ④ n/i.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

QUIROPRAXIA

B

É

a área da saúde que trata e previne doenças dos sistemas nervoso, muscular e esquelético por meio de terapia manual, principalmente a manipulação das articulações. O quiropraxista diagnostica e faz o tratamento da má posição das articulações, que interferem na função normal de músculos e nervos. Ele trata, por exemplo, de hérnia de disco, alteração postural e dor nas costas ou de cabeça. Para isso, faz uso de exercícios físicos, reeducação postural e manipulação. O quiropraxista pode trabalhar em parceria com fisioterapeutas e encaminhar o paciente para tratamento com um ortopedista, reumatologista ou neurologista. O QUE VOCÊ PODE FAZER Clínica Atuar na prevenção e no tratamento de distúrbios neuromusculoesqueléticos. Prevenir e tratar lesões esportivas ou causadas por esforço de repetição, em empresas. Docência e pesquisa Ministrar aulas e orientar projetos de pesquisa. MERCADO DE TRABALHO A área clínica é a mais aquecida. Isso porque o profissional atua no combate à dor, mal que acomete 30% da população brasileira, de acordo com um estudo da Sociedade Brasileira de Estudo da Dor (SBED). A maioria dos bacharéis atende em clínicas particulares multidisciplinares ou abre seu próprio consultório. Nas empresas, o quiropraxista é contratado para cuidar da prevenção de doenças ocupacionais dos funcionários. É sua responsabilidade, por exemplo, lidar com as lesões por esforços repetitivos (LERs). Atua também em academias e clubes tratando de lesões esportivas. A maior parte dos 700 profissionais diplomados do país, segundo dados da Associação Brasileira de Quiropraxia (ABQ), está concentrada nos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul, onde são ministrados os dois únicos bacharelados na área. Há procura pelo profissional em todas as capitais, especialmente nas do Sul e do Sudeste. O CURSO O currículo aborda principalmente o tratamento das disfunções das articulações humanas por meio de procedimentos manuais chamados ajustes quiropráticos. Para isso, há muito treinamento prático, normalmente feito na clínica da escola. Na parte teórica, os alunos estudam disciplinas como anatomia, fisiologia, fisiopatologia da coluna cervical e biomecânica do movimento. A partir do sexto semestre, começa o estágio supervisionado, que oferece atendimento à comunidade. É obrigatório apresentar um trabalho de conclusão de curso para se formar. Duração média: 5 anos. GE PROFISSÕES 2018

139


PROFISSÕES � SAÚDE E BEM-ESTAR ONDE ESTUDAR

CURSOS: 2 | AVALIADOS: 2 4⋆ 2 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ RS Novo Hamburgo Feevale $$$$. SP São Paulo Universidade Anhembi Morumbi $$$$.

RADIOLOGIA

T

E

ste tecnólogo opera equipamentos de diagnóstico por imagem que produzem radiografias convencionais ou digitais, usados tanto na área médica quanto na industrial e de engenharia. Na Medicina, as imagens ajudam a identificar alterações e patologias em órgãos internos do corpo, em exames de raios X ou de ressonância magnética, por exemplo. Em Engenharia, o tecnólogo usa os aparelhos para rastrear estruturas metálicas e tubulações de edifícios escondidas sob o concreto ou a fuselagem de aeronaves, com o objetivo de localizar e corrigir defeitos na construção de aviões. Na indústria farmacêutica e na alimentícia, esse profissional atua com físicos e engenheiros de alimentos na operação de fontes radioativas empregadas na esterilização de medicamentos e alimentos. Ele pesquisa melhorias na qualidade das imagens e a segurança dos aparelhos. A fim de exercer a profissão é necessário fazer o registro no Conselho Regional de Técnicos em Radiologia. MERCADO DE TRABALHO A maior parte dos tecnólogos atua em laboratórios de análises clínicas e hospitais. É que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Saúde, recomenda a contratação de profissionais com essa formação a fim de garantir a qualidade dos serviços de diagnóstico por imagem e a segurança dos pacientes e de quem opera as máquinas. Outro motivo para o bom momento do setor é a popularização dos planos de saúde, que fez crescer a procura por exames como mamografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética. Houve impactos positivos também na radiologia odontológica e na área de radiologia industrial. Este profissional pode trabalhar em setores como papel e celulose, petrolífero, automobilístico, aéreo, naval e civil. Outra área em expansão é a radiologia veterinária. Até há alguns anos, essa tecnologia era mais usada em fazendas para atendimentos a animais de grande porte, mas hoje é comum em clínicas e hospitais veterinários em centros urbanos para atender animais de pequeno porte. As regiões Sul e Sudeste concentram a maior procura, mas ela tem aumentado no Nordeste, onde o profissional é solicitado para atuar no serviço público.

140 GE PROFISSÕES 2018

O CURSO O curso começa com disciplinas como biologia e anatomia. As áreas de informática e gestão ocupam boa parte da carga horária. Estudam-se competências para realizar exames de radiologia convencional, tomografia computadorizada e mamografia, entre outros, além de manipular softwares usados nas estações de trabalho. Há um terceiro grupo de disciplinas, relacionado com a física radiológica, em que se ensinam as propriedades da radiação que viabilizam a produção da imagem e a aplicação de campos magnéticos. O trabalho de conclusão e o estágio são obrigatórios. Duração média: 3,5 anos. Outro nome: Radiologia Méd. ONDE ESTUDAR

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Fac. JK-Plano Piloto n/i, Fac. JK-Recanto das Emas n/i, Fac. JK-Samambaia ② n/i, Icesp ③ n/i, UDF n/i, Unip-DF ④ n/i. Taguatinga Fac. LS ③ n/i. GO Anápolis UniEvangélica ③ $$. Ceres Fac. Evangélica de Ceres n/i. Itumbiara Ifasc ② $$. MS Campo Grande Unigran Capital ④ $$. Dourados Unigran $$. Três Lagoas Aems $. MT Cuiabá Unic Cuiabá ③ n/i. Várzea Grande Univag ③ n/i. REGIÃO NORDESTE AL Maceió Uncisal, Uninassau-Maceió n/i. BA Feira de Santana Estácio Feira de Santana n/i. Governador Mangabeira Famam $$. Itabuna Unime Itabuna n/i. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas n/i, Unime Lauro de Freitas ② n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa $$, Estácio FIB ③ n/i, FTC n/i, IFBA ④, Unirb-BA ③ $$$. Vitória da Conquista FMN-Vitória da Conquista n/i. CE Fortaleza DeVry Fanor n/i, Fateci ② n/i, FMN-Fortaleza n/i, Unichristus n/i. MA São Luís FMN-São Luís n/i. PB Campina Grande FMN-Campina Grande n/i. João Pessoa Faser-PB ③ $$$$, FMN-João Pessoa n/i. Patos FIP-PB $$. PE Paulista FJN-Pernambuco n/i. Recife Facipe ③ $$, FJNPernambuco n/i, IFPE ④, Uninassau ④ n/i. PI Parnaíba FMN-Parnaíba n/i, Unirb/Farb n/i. Teresina DeVry Facid $$, FMN-Teresina n/i, IFPI ③, Uninovafapi ③ n/i. RN Natal FMN-Natal n/i, UnP n/i. SE Aracaju FMN-Aracaju n/i, Unit-SE $$. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Uninorte-AC n/i. AM Manaus Estácio Amazonas ③ $$$, Fametro-AM n/i, FMNManaus n/i, Unip-AM ② n/i. AP Macapá Fac. Meta-AP ② $$, Fama-AP n/i. PA Belém Famaz $$, FMN-Belém n/i, Unama ③ n/i. Santarém Iespes n/i, Unama n/i. RO Porto Velho Fac. Metropolitana-RO $$$$. Vilhena Unesc-RO n/i. TO Araguaína Itpac n/i. REGIÃO SUDESTE MG Belo Horizonte Ipemed ② $$, UFMG ⑤. Pará de Minas UninCor $$. Sete Lagoas Facsete $. Teófilo Otoni Fategídio Radiologia Méd. ② $$. Uberlândia Fatra ② $$$. RJ Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$. Nova Iguaçu Estácio

② n/i, Unigranrio $$. Petrópolis Fase $$$. Rio de Janeiro Estácio ② n/i, UCB-RJ $$$. SP Bauru Unip-SP n/i. Botucatu Fatec Botucatu ④. Campinas Unip-SP ⑤ n/i. Carapicuíba Estácio FNC n/i. Descalvado Universidade Brasil n/i. Fernandópolis Universidade Brasil n/i. Franca Unifran ③ $$. Guarulhos UnG ② n/i. Mogi das Cruzes Braz Cubas ④ $$, UMC n/i. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ③ n/i, FMABC $$. Santos Unilus n/i, Unip-SP ③ n/i. São Bernardo do Campo Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São José do Rio Preto Unilago ④ $$$, Unip-SP ④ n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, FAM-São Paulo n/i, Famesp ② $$$, Fasm-SP $$, FCMSCSP $$, Finaci n/i, FMU ③ n/i, São Camilo-SP ③ n/i, São Judas $$$$, Senac-SP $$, UMC n/i, Unicid $$$, Unifesp ③, UniÍtalo ③ n/i, Uninove ④ n/i, Unip-SP ④ n/i, Unisa $, UniSant’Anna $$, Universidade Brasil n/i. São Roque FAC São Roque n/i. São Vicente Unibr São Vicente $$. Sorocaba Unip-SP ④ n/i. Taboão da Serra Fecaf $$. Taubaté Unitau $$. REGIÃO SUL PR Curitiba Camões ② n/i, Fac. Ilapeo $$, UTFPR ④, UTP $$. Foz do Iguaçu UDC Sede $$, Uniamérica n/i. Londrina Inesul ② $. RS Canoas Fatipuc ③ $$$. Caxias do Sul UCS n/i. Igrejinha Fatec-RS n/i. SC Blumenau Uniasselvi-Blumenau n/i. Florianópolis IFSC ④. Lages Unifacvest $$$.

SAÚDE COLETIVA

B

O

bacharel em Saúde Coletiva, também chamado de sanitarista, aplica técnicas e conhecimentos para intervir nos problemas e situações relacionados à saúde da população em geral ou de certo grupo, com o objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Ele dirige, planeja, administra e supervisiona as políticas sociais de saúde de órgãos públicos ou privados. Também pesquisa e propõe ações para controlar os malefícios causados por fatores ambientais, como a água imprópria ao uso e a poluição atmosférica, ou maus hábitos de vida, como tabagismo. O profissional faz auditorias e pesquisas e avalia as práticas realizadas nos serviços e unidades de saúde. Pode atuar ainda nas áreas de educação, saúde, na vigilância sanitária e no terceiro setor. O QUE VOCÊ PODE FAZER Auditoria Avaliar e emitir pareceres a respeito das práticas realizadas nos serviços e unidades de saúde. Promoção da saúde Planejar e executar ações voltadas à melhoria da saúde da população em geral ou de certo grupo. Supervisão Coordenar e gerir unidades e centros de saúde. Vigilância Atuar como fiscal em diferentes áreas: sanitária, epidemiológica, ambiental, saúde do trabalhador e toxicologia. MERCADO DE TRABALHO O grande diferencial deste profissional é atuar como gestor, ou seja, planejar e monitorar políticas e instituições públicas. Ele é demandado por hospitais e unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), agências, ministérios e secreta-


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

rias responsáveis por programas de vigilância sanitária, epidemiológica, ambiental, saúde do trabalhador e campanhas de promoção de saúde (vacinação, saúde da mulher, antitabagismo, por exemplo). Cabe a ele formular e implementar políticas públicas e atuar na administração de órgãos de saúde, como ambulatórios médicos ou unidades do SUS. Em operadoras de planos de saúde, é solicitado a elaborar e executar campanhas de promoção de saúde para prevenir problemas em pacientes com doenças preexistentes, como diabetes e pressão alta. Também há procura por companhias de saneamento e firmas especializadas no tratamento de resíduos sólidos. Os mercados mais atraentes estão nas capitais do Sudeste e do Sul, mas todas as regiões do país abrem vagas. Atenção: FMABC (SP) e UFU (MG) oferecem graduação em Gestão em Saúde Ambiental, com foco na saúde humana e sua relação com os problemas ambientais.

TERAPIA OCUPACIONAL

B

O

terapeuta ocupacional estuda e emprega atividades de trabalho e lazer no tratamento de distúrbios físicos ou mentais e de desajustes emocionais e sociais. Ele usa tecnologias e atividades diversas para promover a autonomia de indivíduos com dificuldade de integrar-se à vida social em razão de problemas físicos, mentais ou emocionais. Ele elabora planos de reabilitação e adaptação, buscando desenvolver no paciente autoconfiança. Também cria e faz a avaliação de atividades físicas, podendo prestar atendimento individual ou em grupo. Seus principais campos de trabalho incluem clínicas, casas de repouso, hospitais, instituições geriátricas, psiquiátricas e penais, centros de reabilitação, creches e empresas. Além disso, o profissional está habilitado a prestar atendimento aos pacientes em domicílio. O QUE VOCÊ PODE FAZER

O CURSO Desde o primeiro ano, as disciplinas específicas de saúde são maioria na grade curricular dos bacharelados. Estudam-se anatomia, saúde ambiental, fisiologia, epidemiologia, saúde ocupacional, legislação sanitária, planejamento e gestão em saúde, biologia, química, políticas públicas em saúde e auditoria em unidades de saúde. Também há matérias como comunicação e expressão e ciências sociais. São obrigatórias a realização de estágio supervisionado e a entrega de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Gestão em Saúde Amb.; Saúde Públ. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 16 | AVALIADOS: 12 5⋆ 1 curso | 4⋆ 7 cursos | 3⋆ 3 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ SP São Paulo USP Saúde Públ.

⋆⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA. DF Brasília UnB. Ceilândia UnB. MG Uberlândia UFU Gestão em Saúde Amb. PR Foz do Iguaçu Unila. RJ Rio de Janeiro UFRJ. RS Porto Alegre UFRGS.

⋆⋆⋆ MT Cuiabá UFMT. PR Matinhos UFPR. SP Santo André FMABC Gestão em Saúde Amb. $$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE PE Caruaru Asces-Unita $$$. Recife UPE. Vitória de Santo Antão UFPE. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Ufac. PA Marabá Unifesspa.

Educação Acompanhar o desenvolvimento de crianças com problemas psicomotores ou de aprendizagem. Promover a inclusão de crianças com deficiência nas escolas de ensino regular. Gerontologia Atuar na reabilitação e na reintegração social de idosos. Psiquiatria e saúde mental Tratar de portadores de distúrbios psíquicos, com o objetivo de promover a inclusão social e ocupacional. Reabilitação funcional e profissional Promover o restabelecimento de vítimas de acidentes ou de doenças do trabalho e prestar assistência a portadores de deficiência física. Promover também a saúde do trabalhador por meio de ações de prevenção das doenças ocupacionais. Reintegração social Ajudar na reintegração à sociedade de viciados em drogas, menores infratores ou carentes. MERCADO DE TRABALHO Há cerca de 15 mil terapeutas ocupacionais no país e, com exceção da Região Sudeste, há carência desses profissionais em todo o Brasil. Isso fez com que esse bacharel fosse incluído no programa Mais Médicos, implantado pelo governo federal em 2013, cujo objetivo é levar profissionais de saúde para lugares distantes dos grandes centros urbanos. Ele integra equipes multidisciplinares em unidades básicas de saúde (UBS) e no Programa Saúde da Família. Também tem oportunidades em Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e Centros de Referência de Saúde do Trabalhador (Cerest). No ambiente corporativo, ele é contratado para trabalhar na prevenção de doenças ocupacionais, implementando programas de ginástica laboral e campanhas voltadas, por exemplo, a orientar os trabalhadores sobre a posição correta de se sentar a fim de se evitarem problemas de coluna. O Sistema Único de Assistência Social (Suas), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, é o órgão governamental que coordena os serviços socioassistenciais entre as três esferas do poder público – municipal, estadual e federal. E a Terapia Ocupacional está entre

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

as atividades contempladas pelo sistema, que foca no atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade. Os profissionais se beneficiam, ainda, da resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que estabelece em 12 o número de sessões de Terapia Ocupacional que os planos são obrigados a cobrir anualmente. O CURSO O currículo mescla disciplinas da área da Saúde, como anatomia, fisiologia e biologia, e das Ciências Humanas e Sociais – psicologia do trabalho e introdução à antropologia, por exemplo. Na parte profissionalizante, entram aulas de terapia ocupacional nas áreas de psiquiatria e deficiência mental e física. Algumas graduações dão ênfase ao processo terapêutico por meio da expressão artística. A formação inclui disciplinas práticas a partir do segundo ano e o estágio é obrigatório em comunidades, hospitais, centros de saúde, asilos ou centros de reabilitação, no último ano. Também é preciso entregar uma monografia ao final do curso. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 38 | AVALIADOS: 32 5⋆ 6 cursos | 4⋆ 14 cursos | 3⋆ 10 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Ceilândia UnB. MG Belo Horizonte UFMG. PB João Pessoa UFPB. SP Ribeirão Preto USP. São Carlos UFSCar. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Uncisal. ES Vitória Ufes. MG Uberaba UFTM. PA Belém Uepa. PE Recife UFPE. PR Curitiba UFPR. RJ Rio de Janeiro IFRJ, UFRJ. RS Pelotas UFPel. Santa Maria UFSM. SE Lagarto UFS. SP Campinas PUC-Campinas $$$$$. Marília Unesp. Santos Unifesp.

⋆⋆⋆ PA Belém Unama n/i. RO Porto Velho Fimca $$$. RS Caxias do Sul FSG $$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano $$$$. SC Joinville ACE/FGG $$. SP Batatais Claretiano-Centro Universitário $$. Bauru USC n/i. Santo André FMABC n/i. São Paulo São Camilo-SP n/i. Sorocaba Uniso $$$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE PI Teresina DeVry Facid $$$. REGIÃO NORTE PA Belém Esamaz n/i, UFPA. REGIÃO SUDESTE SP Araraquara Uniara n/i. Rio Claro Claretiano Fac. $$. REGIÃO SUL PR Curitiba Uniandrade n/i. Guarapuava Fac. Guairacá $$$. São Miguel do Iguaçu Uniguaçu-Faesi n/i. GE PROFISSÕES 2018

141


PROFISSÕES

CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS EM BUSCA DE RESPOSTAS PARA OS PROBLEMAS DA HUMANIDADE Profissionais precisam de senso crítico para analisar os movimentos da sociedade e têm de conhecer os diferentes ramos das ciências sociais e humanas. Por isso, muita leitura, cursos e palestras fazem parte da rotina

G

ostar de fazer perguntas é uma das principais características dos profissionais de Ciências Sociais e Humanas. Detentores de um grande espírito crítico e investigativo, eles estudam o comportamento e o pensamento da humanidade. Dependendo do seu campo de estudo, abordam essas questões por um ângulo filosófico, social, geográfico ou histórico. Mas, qualquer que seja a especialidade do profissional, ele precisa sempre ter um conhecimento amplo e entender um tanto das outras áreas de humanas ou correlatas. Mais do que em outros segmentos, os conhecimentos aqui são interligados e há uma grande interdisciplinaridade. Por exemplo, o graduado em Ciências Sociais. Não basta ele conhecer as teorias sociológicas. Para entender como as sociedades se estruturam, o cientista social precisa saber história, ter uma boa base de economia e compreender o comportamento humano do ponto de vista da psicologia. Seja cientista social, pedagogo, filósofo ou historiador, a tarefa principal do profissional da área de Ciências Sociais

142 GE PROFISSÕES 2018

e Humanas é pesquisar e analisar a organização, a evolução e o pensamento da sociedade em que está inserido. Sua missão: explicar o mundo em que vivemos. “Precisa gostar de acompanhar o movimento da sociedade”, diz Neide Barbosa Saisi, coordenadora do curso de Pedagogia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). “Embora interprete os fatos à luz dos conhecimentos do passado, ele também precisa ter um olho para o futuro.” Gostar de ler é característica fundamental para quem pensa em seguir uma carreira nesta área. “Estamos sempre com um livro na mão”, diz a professora Neide. “Até nas nossas horas vagas”, completa. É preciso gostar também de participar de debates, dar e assistir aulas e palestras. “A troca de ideias com o outro é muito importante para a evolução do pensamento. E não pode faltar rigor científico. O cientista social tem de saber relatar e analisar os fenômenos de maneira lógica”, afirma. A capacidade de organizar e comunicar pensamentos complexos também é essencial. Toda essa reflexão precisa, ainda, estar vol-

tada para a busca de respostas para os problemas da sociedade. Algumas profissões, como Serviço Social, Relações Internacionais ou Direito, são mais práticas, mas todas procuram de alguma forma solucionar questões. “Todas têm em vista uma vida melhor para o homem”, diz Neide Saisi. O graduado em Serviço Social, por exemplo, acompanha famílias ou pessoas em situações de vulnerabilidade. O advogado defende a sociedade e faz com que a lei seja cumprida. Já o formado em Estudos de Gênero e Diversidade irá agir dentro de órgãos governamentais e empresas para garantir políticas de igualdade de gênero, raça e orientação sexual. A educação continua sendo um dos campos com maior mercado de trabalho. Tanto historiadores, geógrafos, filósofos e outros profissionais com licenciatura quanto pedagogos são muito requisitados. “Sempre haverá campo de trabalho para o educador”, diz a professora Neide Saisi. O país tem um déficit grande de professores, principalmente no Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano). © RODRIGO MAROJA


VERBETES Arqueologia (B) ....................................144 Ciências do Consumo (B) .......................144 Ciências Humanas (L) ............................146 Ciências Sociais (B/L) ............................146 Cooperativismo (B) ...............................147 Gestão de Cooperativas (T) ........................ 148 Direito (B).............................................148 Serviços Judiciários e Notariais (T) ........... 149 Estudos de Gênero e Diversidade (B) ....................................152 Filosofia (B/L) .......................................152 Geografia (B/L) .....................................153 História (B/L) ........................................155 Letras (B/L)...........................................157 Escrita Criativa (T) ...................................... 157 Libras (B/L) ...........................................161 Linguística (B) ......................................162 Museologia (B) ......................................162 Pedagogia (B/L) ....................................163 Psicopedagogia (B) ...............................167 Relações Internacionais (B)....................167 Serviço Social (B) ..................................168 Teologia (B/L) .......................................170 Tradutor e Intérprete (B) .......................171

TERCEIRO SETOR CONTINUA SENDO BOA OPÇÃO

O terceiro setor é constituído por organizações não governamentais (ONGs) e sem fins lucrativos que têm como objetivo gerar serviços de caráter público. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o terceiro setor movimenta cerca de R$ 32 bilhões por ano no Brasil. E ele se mostra um campo de trabalho mais estável para os profissionais de Ciências Sociais e Humanas em tempos de crise. Historiadores, geógrafos, pedagogos, cientistas sociais e assistentes sociais, entre outros, são procurados para trabalhar em ONGs, institutos e fundações, onde elaboram projetos educacionais, sociais e culturais. E o setor ainda tem muito para crescer. Uma série de iniciativas deve surgir em função da Agenda 2030, um plano de ação global organizado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), que visa criar condições para que em 2030 o mundo tenha atingido um estágio de desenvolvimento sustentável. São ações nas áreas de educação, saúde, erradicação da pobreza e redução das desigualdades, entre outros temas, que demandarão o conhecimento dos profissionais desta área.

PANORAMA CARACTERÍSTICAS OU HABILIDADES QUE VOCÊ DEVE TER:  Habilidade para associar ideias e fazer análise crítica  Facilidade de comunicação e de lidar com o público  Interesse por questões sociais  Gosto pela leitura

GRADUAÇÕES MAIS PROCURADAS

Nº de candidatos inscritos*

Direito .................................................................................................................. 1.190.953 Pedagogia ................................................................................................................ 476.930 Serviço social ......................................................................................................... 163.992

CURSOS TRADICIONAIS E SUAS NOVAS VERSÕES Ciências Sociais

Ciências do Consumo ...................................... pág. 144 Ciências do Trabalho ....................................... pág. 147

Letras

Estudos literários .............................................. pág. 157 Produção Textual, Escrita Criativa ................... pág. 157 Letras (línguas estrangeiras aplicadas ao multilinguismo e à sociedade da informação) ........ pág. 157 Letras em Tecnologia de Edição ...................... pág. 157 Libras ................................................................. pág. 161

Pedagogia

Educação do Campo ........................................ pág. 164 Educação Especial ............................................ pág. 164 Educomunicação .............................................. pág. 179

OUTROS CURSOS NOVOS OU COM ENFOQUES ESPECÍFICOS

 Arqueologia (ênfase em arqueologia do capitalismo)..................................... pág. 144  Ciências Humanas ............................................................................................ pág. 146  Cooperativismo ................................................................................................. pág. 147  Estudos Africanos e Afro-Brasileiros ................................................................. pág. 146  Estudos de Gênero e Diversidade .................................................................... pág. 152  História (memória e imagem) ........................................................................... pág. 155  História (América Latina) .................................................................................. pág. 155  Serviços Judiciários e Notariais ........................................................................ pág. 149

MERCADOS MAIS PROMISSORES

 Direito Não falta trabalho para os advogados, qualquer que seja a situação do país. Quando a economia vai bem, o direito empresarial cuida de aquisições e fusões de empresas. Na crise, cresce a procura para recuperação de empresas e falências.  Pedagogia A maioria dos formados encontra uma ocupação no ensino formal, mas cada vez mais são requisitados por instituições não escolares, como museus e bibliotecas. A obrigatoriedade da contratação de um pedagogo por creches também aqueceu o mercado.  Relações Internacionais Com o planeta cada vez mais globalizado, o mercado tem crescido para esses profissionais, que podem trabalhar no setor público, em serviços diplomáticos ou assessorando ministérios, e também no privado, em qualquer empresa inserida numa cadeia de comércio global.

AVALIAÇÃO DOS CURSOS DA ÁREA

Total de cursos avaliados pelo Guia do Estudante (veja na pág. 40): 3.769 19,66% 4⋆

35,05% 3⋆

38,55% Não estrelados

6,74% 5 ⋆ *Censo da Educação Superior 2015, Inep/MEC GE PROFISSÕES 2018

143


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ARQUEOLOGIA

B

O

arqueólogo estuda as sociedades e culturas humanas por meio de objetos fabricados e utilizados no passado. Com conhecimento de história, ele investiga e escava sítios arqueológicos e observa marcas deixadas num território com o objetivo de entender como ele foi ocupado. Com isso, traça hipóteses e teorias sobre a evolução das sociedades. Pode trabalhar em centros de pesquisa, universidades e também como consultor na elaboração de relatórios de sítios arqueológicos e licenças ambientais, antes da construção de grandes empreendimentos, como hidrelétricas, rodovias ou indústrias.

O CURSO Apenas dez instituições oferecem o curso no país. As disciplinas específicas incluem história da sociedade brasileira, pré-história e cartografia. Há aulas, também, de sociologia, filosofia e estatística. As disciplinas práticas são realizadas em parques naturais e sítios arqueológicos. E parte da carga horária pode ser cumprida em laboratórios de documentação e acervos. O estágio não é obrigatório, mas escolas oferecem essa opção na grade curricular, como é o caso da PUC-Goiás. Atenção: alguns cursos têm enfoque específico – caso da UFPI (arte rupestre) e da Univasf-PI (preservação patrimonial). Duração média: 4 anos. Outros nomes: Arqueologia e Conservação de Arte Rupestre; Arqueologia e Preservação Patrimonial.

O QUE VOCÊ PODE FAZER Arqueologia subaquática Estudar sítios, objetos e vestígios humanos submersos em rios, lagos, mares e oceanos. Consultoria Prestar assessoria a empresas públicas e privadas para definir as características da ocupação em locais predeterminados e fazer relatórios arqueológicos. Educação Promover atividades para a preservação de recursos patrimoniais e de turismo cultural. Atuar em feiras de divulgação científica, museus e unidades de conservação. Exploração Atuar em campo, determinando a necessidade de escavação e recolhendo materiais para pesquisa. Licenciamento Fazer acompanhamento arqueológico em terrenos que serão ocupados por grandes obras, como empreendimentos imobiliários, estações de metrô, hidrelétricas, parques eólicos, entre outras. Pesquisa Analisar, em centros de pesquisa ou laboratórios, materiais e objetos coletados em campo e elaborar relatórios. MERCADO DE TRABALHO O mercado para este bacharel se mantém aquecido nos últimos anos graças a uma portaria do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), de 2000, que determina que pesquisas arqueológicas devem fazer parte dos estudos de impacto ambiental de grandes obras – como a construção de uma hidrelétrica. Assim, para ela ser liberada, um arqueólogo precisa assinar um laudo atestando que não causará danos ao patrimônio histórico ou arqueológico daquele lugar. Este é o setor que mais emprega profissionais atualmente, superando a carreira acadêmica, tradicional área de atuação do arqueólogo. A descoberta de novos sítios arqueológicos, em função dessa portaria, também acaba criando demanda por profissionais para trabalhar com turismo. Depois de descobertos e devidamente estudados, muitos sítios são abertos para visitação, e os arqueólogos são contratados para administrar o espaço, organizar a exposição do acervo arqueológico e ministrar cursos e palestras aos turistas. Existe boa demanda também em órgãos públicos, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), para realização de pesquisa e exploração de sítios arqueológicos. Praticamente todos os estados brasileiros carecem de arqueólogos.

144 GE PROFISSÕES 2018

FIQUE DE OLHO ARTE RUPESTRE E CAPITALISMO SÃO ÊNFASES DE CURSOS Alguns cursos de Arqueologia possuem ênfases específicas, caso da UFPI (arte rupestre) e da Furg, em Rio Grande (RS). No curso da UFPI, as aulas práticas, a partir do sétimo período, são realizadas nos sítios arqueológicos localizados no interior do Piauí (Parques Nacionais da Serra da Capivara, Serra das Confusões e Sete Cidades). Na Furg, o curso é estruturado em duas ênfases, e a escolha ocorre no final do quarto período: Arqueologia do Capitalismo (que trabalha questões históricas e contemporâneas e a investigação das estruturas sociais, de organização do trabalho e modo de vida) e Arqueologia das Sociedades Pré-Coloniais Americanas (investigação da organização social dos grupos nativos americanos).

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 10 | AVALIADOS: 8 4⋆ 5 cursos | 3⋆ 3 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆ PA Santarém Ufopa. PE Recife UFPE. PI Teresina UFPI Arqueologia e Conservação de Arte Rupestre. RS Rio Grande Furg Arqueologia (ênf. arqueologia das sociedades pré-coloniais americanas); Arqueologia (ênf. em arqueologia do capitalismo). SE Laranjeiras UFS.

⋆⋆⋆ GO Goiânia PUC Goiás n/i. PI São Raimundo Nonato Univasf-PI Arqueologia e Preservação Patrimonial. RO Porto Velho Unir. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO SUDESTE RJ Rio de Janeiro Uerj. SP Santos Unimes n/i.

CIÊNCIAS DO CONSUMO

B

É

o estudo do consumo, do seu impacto no funcionamento da sociedade e das relações de consumo que nela se estabelecem. Com seus conhecimentos, esse profissional analisa o comportamento humano a partir de seus hábitos de compra e também identifica as tendências de mercado. Esses dados podem embasar desde lançamentos de produtos até o seu design e campanhas de marketing. Pode trabalhar em institutos de pesquisa e em companhias dos mais variados segmentos nas áreas de investigação do consumidor. Empresas de marketing digital e ONGs são outro campo de atuação. Conhecedor dos direitos do consumidor, atua em órgãos de proteção orientando as pessoas a respeito de seus direitos e até dando aulas sobre planejamento de orçamento doméstico. O QUE VOCÊ PODE FAZER Pesquisa Investigar o comportamento do consumidor e as tendências de mercado. Gestão Gerir projetos de impacto social (que solucionem uma questão social), em órgãos públicos ou privados. Orientação Prestar informações a consumidores sobre crédito e investimentos e a respeito de seus direitos perante a legislação. MERCADO DE TRABALHO Esse é um profissional novo no mercado. Apesar disso, existe uma tendência de ser uma das profissões mais requisitadas nos próximos anos. O bacharel é solicitado para analisar os dados sobre o comportamento do consumidor e criar novas soluções de marketing. Institutos de pesquisa e departamento de marketing de grandes empresas são seus principais empregadores. ONGs e órgãos públicos também tendem a precisar desse profissional. A Região Sudeste, especialmente o eixo Rio-São Paulo, apresentam as melhores oportunidades de trabalho. O CURSO Apenas duas instituições oferecem esse bacharelado e, apesar de formarem o especialista em consumo, os cursos seguem linhas diferentes. Na ESPM-SP, a grade curricular contempla disciplinas de marketing, pesquisa e gestão. Assim, o primeiro é voltado às disciplinas de ciências sociais, como sociologia, antropologia, filosofia e psicologia. Depois vai para a parte mais específica, com comportamento do consumidor, marketing, tendências de mercado e impacto social. O curso da UFRPE é voltado para o consumo e desenvolvimento social. Estuda-se de direito do consumidor até segurança alimentar, comunicação visual, design e estudo dos alimentos. A realização de estágios e a entrega de um trabalho de conclusão de curso são obrigatórias nas duas escolas. Duração média: 4 anos.


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ONDE ESTUDAR

FIQUE DE OLHO ESTUDOS AFRICANOS E AFRO-BRASILEIROS

Estes cursos não foram avaliados pelo GE REGIÃO NORDESTE PE Recife UFRPE. REGIÃO SUDESTE SP São Paulo ESPM SP Ciên. Soc. e do Consumo $$$$$.

CIÊNCIAS HUMANAS

L

É

a formação generalista para lecionar na área de humanidades. O curso forma professores para ensinar nas séries finais (6º ao 9º ano) do Ensino Fundamental, nas disciplinas de história e geografia, e no Ensino Médio, nas matérias de história, geografia, sociologia e filosofia. Com ampla compreensão dos fenômenos humanos e sociais e da relação interdisciplinar entre eles, este profissional também atua no desenvolvimento de material didático e em espaços de educação não formal, como centros culturais e museus. MERCADO DE TRABALHO O principal mercado está nas redes públicas e privadas de ensino básico. “Geralmente nossos ex-alunos conseguem empregos na própria rede Sesi de ensino. O estágio já começa logo no primeiro ano da graduação, é a chamada residência educacional, que tem duração de quatro anos”, afirma Luiza Helena Silva Christov, coordenadora do curso na Faculdade Sesi de Educação, na capital paulista. Se fizer pós-graduação, o docente também poderá dar aulas em cursos superiores na área de humanas. Um setor promissor é o de consultoria para a produção de livros didáticos em editoras. O profissional pode ser contratado por outras instituições – como museus, centros de documentação e institutos de pesquisa – para dar apoio em projetos culturais. O CURSO O curso forma professores com visão geral de humanidades e foco na transversalidade de temas. Apenas duas instituições oferecem essa licenciatura. Em seus currículos constam disciplinas como teorias sociológicas, filosofia contemporânea e metodologias de ensino. Mas há variações. A Faculdade Sesi de Educação, em São Paulo (SP), oferta disciplinas focadas em cultura: fotografia, vídeo, cinema, literatura, quadrinhos. Já a Unipampa, em São Borja (RS), prioriza a realidade da fronteira do Rio Grande do Sul e seus países vizinhos. Para se formar, é preciso apresentar o trabalho de conclusão de curso e estagiar. A UFMA tem uma licenciatura específica em Estudos africanos e afro-brasileiros (veja o quadro a seguir). Outro nome: Est. Africanos e Afro-Brasileiros.

146 GE PROFISSÕES 2018

A UFMA, em São Luís, oferece licenciatura em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros. É um curso pioneiro e interdisciplinar que forma professores para os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e para o Ensino Médio na área de Ciências Humanas. O licenciado também poderá trabalhar na gestão e formulação de políticas públicas relacionadas à temática étnico-racial. A ideia do curso, segundo a coordenadora Kátia Regis, surgiu a partir de uma lei de 2003, que tornou obrigatório o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana nos ensinos Fundamental e Médio. A lei e suas posteriores regulamentações estabeleceram o reconhecimento e a valorização das raízes africanas do país, ao lado das raízes indígenas, asiáticas e europeias. “Apesar do novo marco legal, ainda há muitos desafios para que as escolas ensinem com propriedade esses conteúdos e, dentre eles, destacamos a formação inicial de professores(as)”, diz Kátia. É exatamente para preencher essa lacuna que o curso foi criado.

ONDE ESTUDAR

CURSOS: 9 | AVALIADOS: 1 4⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆⋆ RS São Borja Unipampa. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE MA Bacabal UFMA Ciên. Humanas (sociol.). Codó UFMA Ciên. Humanas (hist.). Grajaú UFMA Ciên. Humanas (geog.). Imperatriz UFMA Ciên. Humanas (sociol.). Pinheiro UFMA Ciên. Humanas (filosofia); Ciên. Humanas (geog.); Ciên. Humanas (hist.). São Bernardo UFMA Ciên. Humanas (sociol.). São Luís UFMA Est. Africanos e Afro-Brasileiros. REGIÃO SUDESTE SP São Paulo Fac. Sesi de Educ. n/i.

CIÊNCIAS SOCIAIS

É

B/L

o estudo das origens, do desenvolvimento e da organização das sociedades e culturas atuais. O cientista social estuda os fenômenos, as estruturas e as relações que caracterizam as organizações sociais, culturais, econômicas e políticas. Este bacharel analisa os movimentos e os conflitos sociais, a construção das identidades e a formação das opiniões. Pesquisa

costumes e hábitos e investiga as relações entre indivíduos, famílias, grupos e instituições. Desenvolve e utiliza um conjunto variado de técnicas e métodos de pesquisa para o estudo das coletividades humanas e interpreta os problemas da sociedade, da política e da cultura. O QUE VOCÊ PODE FAZER Antropologia Estudar as diferentes culturas do homem. Ciência política Analisar os sistemas e as instituições políticas, o comportamento político e as políticas públicas. Ensino Dar aulas nos ensinos Fundamental e Médio. Para o Ensino Superior, é preciso ter pós-graduação. Sociologia Investigar as estruturas e a dinâmica das sociedades atuais, analisando os processos históricos de transformação das organizações sociais. Pesquisa de opinião Coletar e analisar dados sobre diferentes acontecimentos ou ocasiões para identificar o comportamento e a reação de grupos sociais em relação a eles. MERCADO DE TRABALHO Para os bacharéis, estão em alta a área de políticas públicas, em que ele trabalha na elaboração de propostas a serem postas em prática por governantes, e o setor de planejamento urbano. Institutos de pesquisa também buscam o profissional para analisar dados sobre a sociedade brasileira. Um campo recente de atuação é a chamada humanidades digitais, que requisita cientistas sociais para fazer a análise de grandes conjuntos de dados (big data) produzidos por indivíduos na internet e em redes sociais, com o objetivo de entender comportamentos, opiniões e formas de interação política e social. Para isso, o graduado precisa dominar novas ferramentas computacionais. A área de audiovisual também abre vagas. Desde a promulgação da chamada Lei da TV Paga, em 2011, que obriga as emissoras por assinatura a exibir conteúdo nacional em sua programação, cresceu a produção de documentários e séries sobre a realidade brasileira. Cientistas sociais são chamados para colaborar na produção de roteiros. Organizações não governamentais (ONGs) e movimentos sociais também necessitam do bacharel para atuar em projetos voltados ao bem-estar de um conjunto específico da população, como imigrantes. Assim como partidos políticos, que contratam o cientista social para assessorar campanhas, estudar as políticas públicas e seus benefícios, e colaborar na elaboração de projetos de lei. O governo federal precisa do cientista social para atuar junto a programas sociais, como o Bolsa Família. As regiões Sudeste e Sul oferecem mais oportunidades de trabalho. Outro setor com muitos postos de trabalho é o de ensino em escolas e faculdades. A demanda pelo licenciado cresceu com a inclusão da disciplina de Sociologia no currículo do Ensino Médio a partir de 2009, mas a recém-aprovada reforma do Ensino Médio, que altera o currículo desse nível de ensino, pode mexer com o mercado. Os licenciados encontram espaço em instituições de ensino de todo o país.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

O CURSO Exige grande carga de leitura e acompanhamento das questões sociais, culturais e políticas. O currículo é dividido em três grandes áreas: sociologia, antropologia e ciência política. As disciplinas obrigatórias incluem história, economia, psicologia, filosofia e metodologia científica. As aulas práticas abordam pesquisa de campo e coleta, análise e interpretação de dados. Quem opta pela licenciatura precisar cursar didática geral e psicologia da educação. Algumas escolas oferecem programas de iniciação científica. Estágio e a elaboração de uma monografia são obrigatórios no bacharelado e na licenciatura. Duração média: 4 anos. Outros nomes: Antrop.; Ciên. do Trab.; Ciên. Polít.; Ciên. Polít. e Sociol. (sociedade, estado e polít. na América Latina); Sociol.; Sociol. e Polít. FIQUE DE OLHO ÊNFASES DIVERSAS Fique atento ao escolher um curso. Algumas instituições oferecem graduação específica numa das áreas de Ciências Sociais – Sociologia, Ciência Política ou Antropologia. Outras escolas tem ênfases em áreas próprias, como América Latina (Unila, no Paraná) e políticas públicas (UFG). CIÊNCIAS DO TRABALHO A Escola Dieese de Ciências do Trabalho, em São Paulo (SP), oferece o bacharelado em Ciências do Trabalho. O curso é voltado ao estudo e à pesquisa do trabalho, sua evolução ao longo da história, no mundo e no Brasil, a gestão de conflitos e disputas. O campo de atuação do bacharel são sindicatos e órgãos do poder legislativo. Economia política e história constituem a base teórica da graduação. A primeira turma concluiu o curso em 2015.

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 78 | AVALIADOS: 70 5⋆ 7 cursos | 4⋆ 34 cursos | 3⋆ 25 cursos � OS MELHORES CURSOS

Foz do Iguaçu Unila Antrop. (diversidade cult. latino-americana); Ciên. Polít. e Sociol. (sociedade, estado e polít. na América Latina). Londrina UEL ③. Maringá UEM ④. RJ Niterói UFF Antrop.; Ciências Sociais; Sociol. ③. Rio de Janeiro PUC-Rio ④ $$$$$, Uerj ③, UFRJ ③, Unirio Ciên. Polít. Seropédica UFRRJ ③. RN Natal UFRN. RS Pelotas UFPel Antrop.; Ciências Sociais ③. Porto Alegre UFRGS ③. Santa Maria UFSM ④. São Borja Unipampa Ciên. Soc. (ciên. polít.). SC Florianópolis UFSC Antrop.; Ciências Sociais ④. SE São Cristóvão UFS ③. SP Araraquara Unesp ③. Guarulhos Unifesp ③. Marília Unesp. São Paulo FESPSP Sociol. e Polít. ④ $$$, PUC-SP ③ n/i.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ③. BA Cachoeira UFRB ③. Juazeiro UnivasfBA ④. Salvador UFBA Ciên. Soc. (antrop.); Ciên. Soc. (ciên. polít.); Ciên. Soc. (sociol.) ④. CE Crato Urca ③. Sobral UVA-CE ③. DF Brasília UDF Ciên. Polít. $$$. ES Vitória Ufes ③. GO Catalão UFG ③. Goiânia UFG Ciên. Soc. (polít. públ.); Ciências Sociais ④. MG Alfenas Unifal-MG ④. Montes Claros Unimontes ③. Uberlândia UFU ②. MS Campo Grande UFMS ③. MT Cuiabá UFMT ③. PA Belém Unama (B/L) ③ n/i. PB Campina Grande UFCG ③. João Pessoa UFPB ③. PI Teresina UFPI Ciên. Polít.; Ciências Sociais ③. PR Curitiba Uninter Ciên. Polít. $. RJ Campos dos Goytacazes Uenf ④, UFF. RN Mossoró Uern ④. RR Boa Vista UFRR Antrop.; Ciências Sociais ③. SP Campinas PUC-Campinas ④ $$$$.

Toledo Unioeste ③. RJ Rio de Janeiro PUC-Rio ④ $$$$$, UFRJ ④. Seropédica UFRRJ ④. RN Natal UFRN ④. RO Porto Velho Unir ③. RS Pelotas UFPel ③. São Leopoldo Unisinos ⑤ $$. SP Campinas PUC-Campinas ③ $$$$. Guarulhos Unifesp.

⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③. BA Juazeiro Univasf-BA. CE Sobral UVA-CE ③. ES Vitória Ufes ④. GO Catalão UFG ④. MG Barbacena Uemg. MS Naviraí UFMS ③. PA Belém UFPA ③. PB Campina Grande UFCG ③. João Pessoa UFPB ③. Sumé UFCG ④. PE Recife UFPE ③. PI Teresina UFPI. RN Mossoró Uern ③. RR Boa Vista UERR Sociol. RS Erechim UFFS-RS ④. Porto Alegre UFRGS ④. Santa Maria UFSM. SC Blumenau Furb $$. Florianópolis UFSC ④. SP São Paulo Uninove ⑤ n/i. TO Tocantinópolis UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE GO Anápolis IFG. Formosa IFG. MS Amambaí Uems ②. Paranaíba Uems ③. REGIÃO NORDESTE

MS Paranaíba Uems.

BA Cachoeira UFRB. Ilhéus Uesc. Salvador Uneb. Vitória da Conquista Uesb. CE Crato Urca ③. Fortaleza FCF n/i. Itapipoca Uece. MA São Luís Uema. PB Campina Grande UEPB Sociol. PE Recife UPE. PI Parnaíba Uespi. Teresina Uespi.

REGIÃO NORDESTE

REGIÃO NORTE

BA Salvador Uneb. MA São Luís Uema. PE Caruaru Asces-Unita Ciên. Polít. $$$. PI São Raimundo Nonato Univasf-PI Antrop.

AP Macapá Unifap Sociol. PA Igarapé-Açu Uepa. Marabá Unifesspa ③. São Miguel do Guamá Uepa.

REGIÃO NORTE

RJ Rio de Janeiro Feuc-RJ ④ n/i, Unirio. São Fidélis FSF-Censupeg $$. SP Jales Unijales Sociol. n/i. São Bernardo do Campo Metodista ③ $$. São Paulo FMU n/i.

� OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE

AM Benjamin Constant Ufam Antrop. AP Macapá Unifap ③. PA Marabá Unifesspa. Santarém Ufopa Antrop. TO Porto Nacional UFT. REGIÃO SUDESTE SP Santo André FSA-SP (B/L) ④ $$$. São Paulo DIEESE Ciên. do Trab. n/i.

REGIÃO SUDESTE

REGIÃO SUL PR Ponta Grossa Fasf-PR ② n/i. RS Caxias do Sul UCS Sociol. ③ n/i. SC Chapecó UFFS-SC ⑤.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 85 | AVALIADOS: 65 5⋆ 9 cursos | 4⋆ 25 cursos | 3⋆ 22 cursos

COOPERATIVISMO

Curso relacionado: � GESTÃO DE COOPERATIVAS (T)

� OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆

⋆⋆⋆⋆⋆

DF Brasília UnB Ciên. Polít.; Ciên. Soc. (antrop.); Ciên. Soc. (sociol.); Ciências Sociais ③. PR Curitiba UFPR ④. RJ Rio de Janeiro FGV ④ $$$$. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$. SP Campinas Unicamp ③. São Carlos UFSCar ④. São Paulo USP.

DF Brasília UnB ③. MG Belo Horizonte PUC Minas ④ $$$$. RJ Campos dos Goytacazes UFF ④. Niterói UFF ③. Rio de Janeiro Uerj ④. RS Porto Alegre PUCRS ④ $$$. SP Araraquara Unesp ④. Campinas Unicamp ③. Marília Unesp.

⋆⋆⋆⋆

⋆⋆⋆⋆

AL Maceió Ufal ②. AM Manaus Ufam ②. CE Fortaleza Uece ③, UFC ③. MA São Luís UFMA ④. MG Belo Horizonte PUC Minas ④ $$$$, UFMG Antrop. (antrop. soc.); Antrop. (arqueologia); Ciências Sociais ④. Viçosa UFV ③. MS Dourados UFGD ④. PA Belém UFPA ②. PB Rio Tinto UFPB Antrop. PE Recife UFPE ③, UFRPE ③. PR

BA Salvador UFBA ③. CE Fortaleza Uece ③, UFC ④. GO Goiânia UFG ④. MA São Luís UFMA ④. MG Alfenas Unifal-MG ④. Belo Horizonte UFMG ④. Uberlândia UFU ③. Viçosa UFV ④. MS Dourados UFGD. MT Cuiabá UFMT ②. PR Curitiba PUCPR ③ $$. Londrina UEL ④. Maringá UEM ④. Paranaguá IFPR.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

B

E

ste bacharel domina as técnicas e os métodos usados na criação, implantação, organização e administração de cooperativas, considerando sua viabilidade econômica e as necessidades da comunidade ou dos profissionais cooperativados. Para isso, está familiarizado com políticas públicas, conhece economia e educação, e aplica esse conhecimento para avaliar e conduzir as atividades da cooperativa, segundo as condições da região, da cidade ou do bairro em que está instalada. Este profissional encontra GE PROFISSÕES 2018

147


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS espaço também para atuar em organizações sociais, como associações, sindicatos e não governamentais (ONGs). Ele dá orientação aos associados e gerencia o dia a dia da organização, de modo a promover o desenvolvimento social e econômico. Existe uma infinidade de áreas de trabalho – cooperativas agropecuárias, habitacionais, educacionais, de saúde ou de crédito, por exemplo. Você pode ingressar no mercado com um curso superior de tecnologia. O QUE VOCÊ PODE FAZER Administração Supervisionar as atividades desenvolvidas por uma cooperativa, como gerente ou diretor. Analista Elaborar e analisar ata, estatuto, regimento interno e outros documentos necessários à gestão da cooperativa. Fazer estatísticas e relatórios das atividades executadas. Consultoria Atuar como autônomo na implantação de cooperativas de qualquer ramo de atividade. Projeto Projetar uma cooperativa levando em consideração o público-alvo e suas necessidades. MERCADO DE TRABALHO O bacharel não costuma encontrar dificuldade para se empregar após a conclusão do curso. O cooperativismo é um ramo que cresce e se profissionaliza no mundo todo. Há no país 6,7 mil cooperativas atuantes em 13 ramos (agropecuário, consumo, crédito, educacional, especial, habitacional, infraestrutura, mineral, produção, saúde, trabalho, transporte e turismo e lazer), nas quais trabalham 12,7 milhões de cooperados, segundo a Organização das Cooperativas Brasileiras. Uma pesquisa feita com os egressos da UFV, única instituição que oferece o curso, mostrou que 87% estão contratados. A maioria atua como gerente, técnico ou analista de mercado em cooperativas ou ingressou na Organização das Cooperativas Brasileiras ou nas unidades estaduais do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop). Uma parte dos profissionais ainda é absorvida pelo Ensino Superior. Atuar em associações de bairro ou por conta própria prestando consultoria para cooperativas também costuma ser um bom caminho para o profissional. Minas Gerais absorve a maior parte dos bacharéis, seguido do Distrito Federal e São Paulo. Nas regiões Norte e Nordeste há carência de especialistas nesta área.

GESTÃO DE COOPERATIVAS

E

ste tecnólogo está preparado para gerenciar as atividades de uma cooperativa, bem como ajudar a implantá-la. Também está apto a desenvolver projetos em comunidades visando o associativismo. Os cursos têm foco em matérias específicas do cooperativismo, como educação cooperativa, formação de cooperativas, contabilidade e legislação cooperativa. Alguns são voltados para as necessidades regionais. Assim, apesar de aprender sobre cooperativas de modo geral, o aluno lida durante o curso com a realidade local e regional, aquela na qual deve trabalhar depois de formado. Duração média: 2,5 anos. ONDE ESTUDAR COOPERATIVISMO (B)

CURSOS: 1 | AVALIADOS: 1 5⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆⋆⋆ MG Viçosa UFV.

ONDE ESTUDAR GESTÃO DE COOPERATIVAS (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE REGIÃO NORDESTE BA Cruz das Almas UFRB. Salvador Unifacs $. REGIÃO NORTE TO Araguaína UFT. REGIÃO SUDESTE SP São Paulo Unisa $. REGIÃO SUL PR Assis Chateaubriand CTESOP $$. Campo Mourão Unicampo $. Cascavel Insaeos n/i. RS Pelotas IFSul. Porto Alegre Escoop n/i. Santa Maria UFSM. São Lourenço do Sul Furg. Sarandi Cesurg n/i.

DIREITO O CURSO O bacharelado da UFV, único no país, dá ênfase à área de administração, com aulas de direito, economia e contabilidade. Além das disciplinas básicas, há as específicas, aplicadas a cooperativas, como legislação cooperativa e tributária, políticas públicas, economia solidária e administração financeira de cooperativas. O trabalho de conclusão de curso é uma exigência para obter o diploma. O estágio é obrigatório e pode ser feito fora do país, em forma de intercâmbio. Duração média: 4,5 anos.

148 GE PROFISSÕES 2018

T

B

Curso relacionado: � SERVIÇOS JUDICIÁRIOS E NOTARIAIS (T)

É

a ciência que cuida da aplicação das normas jurídicas vigentes em um país, para organizar as relações entre indivíduos e grupos na sociedade. Zelar pela harmonia e pela correção das relações entre os cidadãos, as empresas e o poder público é a função do bacharel em Direito. Como advogado, defende os interesses do cliente em diversos campos. Como juiz, resolve litígios entre indivíduos ou empresas. Para isso,

ele analisa as disputas e os conflitos com base no que está estabelecido na Constituição e regulamentado pelas leis. Há duas carreiras distintas para o bacharel: ele pode atuar como advogado ou seguir a carreira jurídica (veja abaixo). Para ser advogado é preciso passar em exame da OAB. Já o candidato a juiz, promotor ou delegado de polícia tem de prestar concurso público. Para se tornar juiz, é necessário ter ainda dois anos de inscrição na OAB como advogado. O QUE VOCÊ PODE FAZER Há duas grandes carreiras: Advocacia e Carreira Jurídica. Cada uma oferece várias áreas de especialização e atuação: ADVOCACIA Representar empresas, instituições ou indivíduos e defender seus interesses e direitos nas seguintes áreas: > Arbitragem internacional Resolver disputas comerciais, fiscais e aduaneiras entre governos, empresas ou instituições de diferentes países. > Direito civil Representar interesses individuais e particulares em ações referentes a propriedade e posse de bens, questões familiares ou transações comerciais. A área engloba várias especializações: direito das pessoas, dos bens, dos fatos jurídicos, de família, das coisas, das obrigações e das sucessões. > Direito administrativo Aplicar a legislação que regulamenta órgãos e poderes públicos em sua relação com a sociedade. > Direito ambiental Trabalhar com questões que envolvam a relação do homem com o meio ambiente. > Direito comercial Intermediar as relações jurídicas no comércio. Aplicar as legislações federal, estaduais e municipais na abertura, no funcionamento e no encerramento de estabelecimentos comerciais. > Direito do consumidor Aplicar as normas que concedem aos cidadãos direitos perante fornecedores de bens e serviços. > Direito contratual Representar pessoas físicas ou jurídicas na elaboração e na assinatura de contratos de compra e venda de bens ou serviços. > Direito de propriedade intelectual Defender os direitos de autores sobre sua obra e protegê-los de roubos e falsificações. > Direito digital Analisar as questões jurídicas ligadas ao uso da informática e às relações entre usuários, agentes e fornecedores, como provedores de internet, empresas de softwares, bancos e lojas virtuais. > Direito penal ou criminal Preparar e apresentar a defesa ou acusação em ações referentes a crimes ou contravenções contra pessoas físicas ou jurídicas. > Direito trabalhista e previdenciário Representar pessoas ou empresas em disputas entre empregado e empregador, questões sindicais ou de previdência social. > Direito tributário Cuidar de princípios e normas relativos à arrecadação de impostos e taxas, obrigações tributárias e atribuições dos órgãos fiscalizadores. CARREIRA JURÍDICA Atuar em órgãos públicos de um município, de um estado ou da União, conduzindo investigações ou acompanhando e fazendo a intermediação do julgamento de ações ou processos. Há quatro áreas: > Advocacia pública Defender cidadãos que não podem pagar processos judiciais. Atuar como procurador municipal, estadual ou da União, representando seus interesses, zelando pela legalidade dos atos do Poder Executivo em ações como licitações e concorrências públicas. > Delegacia de polícia Elaborar inquéritos policiais, chefiar investigações e emitir documentos públicos.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

> Magistratura Julgar processos e expedir mandados de prisão, de busca ou apreensão. O juiz federal julga causas de interesse da União que envolvam tributos federais e previdência social. O juiz da Justiça comum decide conflitos entre pessoas físicas, jurídicas e o poder público que não digam respeito à União, como questões de família e de tributos estaduais e municipais. > Ministério público Defender os interesses da sociedade perante o juiz, promover ações penais, apurar responsabilidades e fiscalizar o cumprimento das leis. O promotor de Justiça representa os interesses dos portadores de deficiência e dos ausentes. Tutela direitos da criança, do adolescente e da família e ocupa-se das causas sociais, como defesa do ambiente, dos direitos do consumidor e do patrimônio cultural e histórico. Como procurador da Justiça, o bacharel exerce essas mesmas funções, só que em tribunais. MERCADO DE TRABALHO Direito é uma das carreiras mais tradicionais entre todas as graduações. O curso é um dos mais procurados e tem um mercado de trabalho sempre receptivo aos graduados. Há inúmeras possibilidades de atuação para o recémformado, seja em órgãos do setor público ou na iniciativa privada. Uma das áreas em alta é a de compliance, termo em inglês que significa a adequação de um negócio às normas e leis que o regem. Esse advogado resolve conflitos relacionados a políticas internas de empresas e condutas éticas, garantindo transparência nos processos da organização. Ele está valorizado por uma tendência verificada mundialmente de preocupação das companhias com esse tema. Mas é preciso ficar atento. Para ser bemsucedido, o profissional precisa conhecer bem o ramo de atuação da empresa. Se ele vai atuar na área de compliance de uma indústria petrolífera, por exemplo, deve entender o mercado de petróleo e gás. O profissional da área tributária segue em alta por causa da complexa estrutura de tributos do país. Ele é responsável pelo cumprimento de normas relacionadas à arrecadação de impostos e obrigações tributárias das empresas. Outra demanda crescente é pelo advogado trabalhista que atua na resolução de casos ligados às relações de trabalho. Ele é peça-chave nas companhias em épocas de crise, quando ocorrem muitas demissões. O momento econômico também aumentou a procura pelo profissional da área de recuperação judicial e de crédito para resolver litígios de empresas em fase de recuperação judicial, assim como o advogado da área de fusões e aquisições, para acompanhar a compra de empresas por multinacionais, e o especialista em leis de falência e em reestruturação de empresas. Outros setores novos e aquecidos são os de direito imobiliário, de propriedade intelectual e ambiental. No caso deste último, o mercado dá preferência aos profissionais que somem ao conhecimento da legislação uma visão estratégica e um domínio de técnicas de gestão ambiental. Também tem destaque o direito internacional e societário, bem como a área de mercado de capitais.

Um segmento que tende a gerar grande demanda nos próximos anos é do direito previdenciário, por causa das possíveis mudanças de regras da aposentadoria. E uma nova área de atuação que precisará cada vez mais de especialistas é a do direito de tecnologia da informação ou internet, também chamado de cyber direito, focado em crimes ligados a comércio eletrônico, uso indevido de imagens etc. Na carreira pública, um setor em alta é a defensoria pública, voltada ao atendimento da população carente. As parcerias públicoprivadas (PPP), incentivadas pelo governo federal, também aquecem o mercado para o advogado especialista em contratos públicos. O novo Código de Processo Civil, sancionado em 2015, cria instrumentos para reduzir o tempo de tramitação de processos pela Justiça brasileira. Por isso, a demanda pelo profissional, que já é grande no setor público, deverá aumentar. O CURSO O curso da graduação é generalista e enfatiza as Ciências Humanas. Os três primeiros anos são essencialmente teóricos, com aulas de português, sociologia, teoria do estado e economia, além de matérias específicas do Direito: civil, constitucional, penal, comercial e medicina legal. Nos trabalhos práticos, o aluno atua como juiz ou advogado em simulações de julgamentos. Em geral, a carreira e a especialização a ser obtida numa pós-graduação começam a ser definidas no quinto ano, na escolha das disciplinas de formação específica. São obrigatórios o estágio e uma monografia para obter o diploma. Atenção: a Famma, em Maringá (PR), tem ênfase em políticas públicas, e a Unirb Arapiraca (AL), em direito público e privado. Duração média: 5 anos. Outro nome: Ciên. Jurídicas e Soc. FIQUE DE OLHO EXAME E SELO DA OAB Para exercer a profissão de advogado é preciso ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ao fim da graduação. A prova tem duas etapas, aplicadas em datas diferentes: uma com 80 questões objetivas (de múltipla escolha) e outra prático-profissional. Esta última consiste de uma redação (de peça profissional) e de quatro questões dissertativas, sob a forma de situações-problema. Com base na aprovação dos bacharéis na prova e de seu desempenho no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), a OAB entrega às instituições de ensino, a cada três anos, o Selo OAB recomenda. Na mais recente edição, de 2016, apenas 142 cursos dos cerca de 1.200 oferecidos no país receberam a certificação.

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

SERVIÇOS JUDICIÁRIOS E NOTARIAIS

T

C

om conhecimentos relacionados à organização da estrutura do sistema judiciário, este tecnólogo atua em tribunais, departamentos jurídicos e em escritórios de advocacia e consultorias jurídicas prestando apoio a advogados. Em cartórios de registros e notas, ele redige documentos que formalizam atos e negócios de todo tipo e é o responsável por conferir a autenticidade de documentos e de assinaturas e por expedir cópias que são idênticas aos seus originais. O curso contempla uma série de disciplinas de áreas do Direito – civil, tributário, constitucional, do trabalho – e outras ligadas a administração, como gestão de pessoas, contabilidade e gestão de conflitos. A apresentação de um trabalho de conclusão é obrigatória. Duração média: 2 anos. ONDE ESTUDAR DIREITO (B)

CURSOS: 1082 | AVALIADOS: 955 5⋆ 17 cursos | 4⋆ 108 cursos | 3⋆ 324 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília IDP ④ n/i, UnB ④. MG Belo Horizonte PUC Minas ③ $$$$. PE Recife Unicap ③ $$$$. RJ Rio de Janeiro FGV ④ $$$$$, Uerj ④, UFRJ ④. RS Passo Fundo Imed ③ $$$$. Porto Alegre FMP-RS ④ $$$$$, PUCRS ③ $$$$$. Rio Grande Furg ③. São Leopoldo Unisinos ④ $$$$. SC Florianópolis UFSC ④. SP Ribeirão Preto USP. São Paulo FGV Direito SP ④ $$$$$, Mackenzie ③ $$$$$, USP.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③, Unit-AL ③ $$$. AM Manaus UEA ④, UninorteAM ③ n/i. BA Feira de Santana FAN-BA ⑤ n/i. Salvador DeVry Ruy Barbosa ③ $$$$$, UCSal ③ $$$$$, UFBA ④, Unifacs ④ $$$$$. CE Fortaleza FFB ④ n/i, UFC ④, Uni7 ③ n/i, Unichristus ④ n/i, Unifor-CE ③ $$$$. DF Brasília Fac. Processus ③ n/i, UCB-DF ③ $$$$$, UniCEUB ③ n/i. Ceilândia Iesb-DF ④ $$$$$. ES Vila Velha UVV ④ $$$$. Vitória FDV-ES ④ $$$$$, Ufes ④. GO Goiânia PUC Goiás ③ n/i. Goiás UFG ②. MG Belo Horizonte Fumec ③ $$$$, Newton Paiva ③ $$$$, UFMG ④. Betim PUC Minas ③ $$$$. Juiz de Fora UFJF ④. Nova Lima FMC-MG ③ $$$$$. Ouro Preto Ufop ④. Poços de Caldas PUC Minas ③ $$$$. Viçosa UFV ③. MS Campo Grande UCDB ③ $$$$, UFMS ③. Dourados UFGD ③, Unigran ④ $$$. MT Cuiabá UFMT ④. PA Belém Cesupa ④ $$$$, UFPA ④. PB Campina Grande Unifacisa ④ $$$$. João Pessoa UFPB ④. Santa Rita UFPB. PE Caruaru Asces-Unita ③ $$$$. Jaboatão dos Guararapes UNIFG ③ $$$$. Olinda Aeso ③ $$$$. Recife DeVry FBV ④ n/i, Facipe ④ $$$$. PR Curitiba FAE ③ $$$$$, PUCPR ③ $$$$$, UFPR ④, UniBrasil ③ $$$$, Unicuritiba ③ $$$$. Jacarezinho Uenp ④. Londrina PUCPR ④ $$$$$, UEL ③. Maringá PUCPR ③ $$$$, UniCesumar ④ $$$$. RJ Nova Iguaçu UFRRJ ④. Petrópolis UCP-RJ ③ $$$$$. Rio de Janeiro Ibmec-RJ ③ $$$$$, PUC-Rio ③ $$$$$. Seropédica UFRRJ ④. RN Mossoró Ufersa. RR Boa Vista Cathedral ③ $$. RS Canoas Unilasalle-RS ④ $$$$, UniRitter ③ $$$$. Novo Hamburgo Feevale ③ $$. Passo Fundo UPF ③ $$$$. Porto Alegre Centro Universitário Fadergs ④ $$$$, UFRGS Ciên. Jurídicas e Soc. ④, UniRitter ④ $$$$. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$$$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ③ $$$$, UFSM GE PROFISSÕES 2018

149


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ④. Santa Rosa Unijuí ③ n/i. Santo Ângelo URI ③ $$$$. SC Balneário Camboriú Univali ③ $$$$. Chapecó Unochapecó ③ $$$$, Unoesc ③ n/i. Itajaí Univali ③ $$$$. SE Aracaju Unit-SE ③ $$$. Estância Unit-SE ③ $$. São Cristóvão UFS ③. SP Araçatuba Unisalesiano ④ $$. Bauru ITE ③ $$$$. Bebedouro Unifafibe ④ n/i. Campinas DeVry Metrocamp ④ $$$$$, Facamp ③ $$$$$, Mackenzie ③ $$$$$, PUC-Campinas ③ $$$$$. Franca FDF ③ $$$, Unesp ③. Marília Unimar ④ $$$, Univem ③ $$$$. Piracicaba Unimep ③ $$$$$. Presidente Prudente Unoeste ④ $$$. Ribeirão Preto CBM ④ n/i, Unaerp ④ $$$$. Santos Unisanta ③ $$$$$, Universidade Católica de Santos ③ $$$$$. São Bernardo do Campo FDSBC ③ $$$. São Paulo Faap ③ $$$$$, Fac. Damásio ④ n/i, FMU ③ n/i, PUC-SP ③ n/i, São Judas ④ $$$$$, Uninove ⑤ n/i, Universidade Anhembi Morumbi ④ $$$$.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Faao ③ $$$$. AL Maceió Cesmac ③ $$$, UninassauMaceió ② n/i. AM Manaus Ciesa ③ $$$$, DeVry Martha Falcão ③ $$$$$, Fametro-AM ④ n/i, Ufam ③, Universidade Nilton Lins ④ $$$$$. AP Macapá Unifap ②. Oiapoque Unifap. BA Juazeiro Uneb ③. Lauro de Freitas Unime Lauro de Freitas ② n/i. Luís Eduardo Magalhães Faahf ④ $$$. Paulo Afonso Fasete ③ $$$$. Salvador Estácio FIB ④ n/i, FSBA ③ n/i, Uneb, Unijorge ④ n/i, Universo-BA ③ n/i. Teixeira de Freitas Fasb-Teixeira de Freitas ③ $$$$. Vitória da Conquista Fainor ③ $$$$, FTC ④ $$$. CE Fortaleza DeVry Fanor ③ n/i, Estácio FIC ③ $$$$, FAC-CE ② $$$$, Faece ③ $$$, FGF ③ n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá ④ n/i. Sobral Fac. Luciano Feijão ③ $$$$. DF Brasília Icesp ④ n/i, Iesb-DF ④ $$$$$, UDF ③ $$$$, Unieuro ④ n/i, UniProjeção n/i. Sobradinho UniProjeção ③ n/i. Taguatinga UniProjeção ④ n/i. ES Aracruz Faacz ④ $$$$. Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$$. Vila Velha Fac. Estácio ④ n/i. Vitória Fac. Estácio ④ $$$$$, Faesa ④ $$$$, Rede de Ens. Doctum-ES ④ n/i. GO Anápolis UniEvangélica ③ $$$$. Anicuns Fac. de Anicuns ③ n/i. Aparecida de Goiânia FAN-Aparecida de Goiânia ③ $$$$. Goiânia Esup ③ $$$, UFG ③, Uni-Anhanguera ③ n/i, Unialfa ③ $$$$. Goiatuba UniCerrado ③ $$$. Jataí UFG. Pires do Rio Fasug ③ $$$. Rio Verde UniRV ③ $$$. MA Imperatriz Unisulma ③ n/i. São Luís UFMA ③, UNDB ③ $$$$$, Universidade Ceuma ④ $$$$$. MG Araguari Imepac ③ $$$. Araxá Uniaraxá ③ $$$. Arcos PUC Minas ③ $$$$. Belo Horizonte Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix ③ $$$$, Dom Helder ④ $$$$, Fac. Batista de Minas Gerais ③ n/i, Fac. Pitágoras de BH ③ n/i, Facs. Kennedy ④ $$$, Faminas-BH ③ $$$$, UNA ④ $$$$, UniBH ③ n/i, Unifenas ③ $$$$, Unihorizontes ③ $$$$. Betim Fac. Pitágoras de Betim ③ n/i, Fac. UNA de Betim ④ n/i. Contagem PUC Minas ③ $$$$. Diamantina Uemg ③. Extrema Faex ④ $$$. Formiga Unifor-MG ③ n/i. Frutal Uemg ③. Itajubá Fepi ③ $$$$. Itaúna Universidade de Itaúna ③ $$$. Iturama Fama-Iturama ④ n/i. Juiz de Fora Estácio Juiz de Fora ④ n/i, Fac. Metodista Granbery ③ $$$$, FIVJ ③ $$$$, Rede de Ens. Doctum-MG ④ n/i, Universo-MG ③ n/i. Monte Carmelo Fucamp ③ $$$. Montes Claros FIPMoc ④ $$$$, Unimontes ③. Muriaé Unifaminas ③ n/i. Patos de Minas Unipam ④ n/i. Patrocínio Unicerp ③ $$$. Pouso Alegre FDSM ③ n/i. Serro PUC Minas ③ $$$$. Três Corações UninCor ④ $$$$. Três Pontas Fateps ④ n/i. Uberaba Facthus ③ $$$. Uberlândia Fac. UNA de Uberlândia ③ $$$$, UFU ③, Uniube ③ $$$. MS Dourados Uems ③. Naviraí Uems ③. Paranaíba Uems ③. Três Lagoas Aems ④ $$, UFMS ③. MT Barra do Garças Fac. Cathedral-Barra do Garças ④ $$$, UFMT ④. Cuiabá Unic Cuiabá ③ n/i. Juína Ajes Facs. ⑤ n/i. Sinop Fasip ③ $$$$$, Unic Sinop ④ n/i. Várzea Grande Univag ③ n/i. PA Belém DeVry Faci ④ $$$$$, Estácio FAP ④ $$$$$, Fibra ③ $$$$, FMN-Belém n/i, Unama ③ n/i. Santarém Ufopa ③. PB Cabedelo Iesp-PB $$$. Campina Grande FMN-Campina Grande n/i, UEPB ③. João Pessoa FMN-João Pessoa ③ n/i, FPB ③ n/i, Unipê ③ $$$$. Patos FIP-PB ③ $$$$. Sousa UFCG ③. PE Caruaru DeVry Unifavip ③ $$$$. Recife Centro Universitário Estácio do

150 GE PROFISSÕES 2018

Recife ③ n/i, Fadic ③ $$$$, Fasne ④ $$$$, FCR-PE ③ $$$$, UFPE ③, Uninassau ③ n/i, Universo-PE ③ n/i. Vitória de Santo Antão Facol-PE ③ n/i. PI Teresina DeVry Facid ④ $$$, Fatepi ③ $$$, FSA-PI ③ $$$, ICF ③ $$$$, UFPI ③, Uninovafapi ③ n/i. PR Apucarana Facnopar ③ $$$. Cascavel Centro Universitário FAG ④ n/i, Unipar ③ n/i, Univel ③ n/i. Cianorte Unipar ④ n/i. Curitiba Fac. D. Bosco-Curitiba ③ n/i, Opet ③ $$$$, Uniandrade ③ $$$$$, Uninter ③ $$$$, UTP ③ $$$$. Foz do Iguaçu UDC Sede ③ $$$, Unioeste ③. Francisco Beltrão Cesul ④ $$$$, Unioeste ③, Unipar ④ n/i. Guaíra Unipar ③ n/i. Guarapuava Fac. Campo Real ④ $$$. Londrina Fac. Pitágoras de Londrina ④ n/i, Unopar ③ n/i. Marechal Cândido Rondon Unioeste. Maringá Fac. Maringá ③ $$$$, Famma Direito (ênf. em polít. públ.) ④ $$$$$, UEM ④. Medianeira UDC Medianeira ④ $$$. Paranavaí Unipar ③ n/i. Pitanga UCP-PR ③ $$$. Ponta Grossa UEPG ③. São José dos Pinhais IEL ③ n/i. Toledo Unipar ④ n/i. Umuarama Unipar ③ n/i. União da Vitória Uniguaçu ④ $$$$. RJ Barra Mansa UBM ④ $$$. Cabo Frio UVA-RJ ④ n/i. Duque de Caxias Unigranrio ③ $$$$. Itaperuna UniRedentor ⑤ $$$$. Macaé UFF. Niterói Estácio ④ n/i, UFF ③, Unilasalle-RJ ③ $$$$. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Facha-RJ ③ $$$$, Mackenzie Rio ④ $$$$, Unigranrio $$$$, Unisuam ③ $$$$, UVA-RJ ④ n/i. Teresópolis Unifeso ③ $$$$. Três Rios UFRRJ ④. Valença Cesva ④ $$$. Volta Redonda UniFOA ③ $$$. RN Caicó UFRN ④. Mossoró Uern ③. Natal Estácio Alexandrino ③ n/i, Uern ③, UFRN ④, Unifacex ④ n/i, UnP ④ n/i. RO Ariquemes Faar ③ $$$$. Ji-Paraná Ceulji/Ulbra ③ n/i. Porto Velho Centro Universitário São Lucas ④ n/i, Faro-RO ③ $$$$. RR Boa Vista UFRR ③. RS Bagé Urcamp ③ $$$$. Bento Gonçalves UCS ③ n/i. Cachoeirinha Cesuca ④ $. Canela UCS ③ n/i. Canoas Ulbra ③ $$$$$. Capão da Canoa Unisc ③ $$$$. Carazinho Ulbra ③ $$$$, UPF ③ $$$$. Casca UPF ④ $$$$. Caxias do Sul FSG ③ $$, UCS ③ n/i. Cruz Alta Unicruz ③ $$$$. Erechim URI ③ $$$$. Farroupilha UCS ④ n/i. Frederico Westphalen URI ③ $$$$. Gravataí Ulbra ③ $$$$. Guaíba Ulbra ③ $$$$. Guaporé UCS ③ n/i. Ijuí Unijuí ③ n/i. Lagoa Vermelha UPF ③ $$$$. Nova Prata UCS n/i. Osório Unicnec ④ $$$$$. Pelotas UCPel ③ $$$$, UFPel ③. Porto Alegre Fac. D. Bosco de Porto Alegre ④ $$$$, Facs. Int. São Judas Tadeu ③ n/i, IPA ③ $$$$. Santa Maria Fadisma ③ n/i, Fames-RS ③ $$$$, Fapas ③ n/i, Ulbra ③ $$$$. Santo Ângelo Cnec Iesa ③ $$$$. São Sebastião do Caí UCS ③ n/i. Sarandi UPF ③ $$$$. Soledade UPF ③ $$$$. Torres Ulbra ③ $$$$. Três Passos Unijuí ③ n/i. Vacaria UCS ③ n/i. Venâncio Aires Unisc ③ $$$$. SC Balneário Camboriú Avantis ④ $$$$$. Biguaçu Univali ③ $$$$. Blumenau Furb ③ $$$$, UniSociesc Blumenau ④ $$$$. Brusque Unifebe ③ $$$. Criciúma Unesc-SC ③ $$$. Curitibanos UnC ② $$$$. Florianópolis Cesusc ③ $$$$, Unisul ③ $$$$. Içara Unisul ③ $$$. Itapiranga FAI-SC ③ n/i. Jaraguá do Sul Católica SC ③ n/i. Joaçaba Unoesc ③ n/i. Joinville ACE/FGG ② $$$$, Univille ③ $$$$. Lages Unifacvest ④ $$$$$. Palhoça Unisul ③ $$$$. São José Estácio Santa Catarina ③ $$$$, Univali ③ $$$$. São Lourenço do Oeste Unochapecó ③ $$$$. Tijucas Univali ③ $$$$. Tubarão Unisul ④ $$$. SE Aracaju Estácio Sergipe ③ n/i, Fanese ④ $$, Pio Décimo ③ $$$. Itabaiana Unit-SE $$. Propriá Unit-SE $$. SP Americana Unisal ③ $$$$. Araçatuba Unip-SP ④ n/i, Unitoledo ④ n/i. Araraquara Uniara ③ n/i. Atibaia Faat Facs. ③ $$. Barretos Fac. Barretos $$$$. Bauru FIB-Bauru ④ n/i, UnipSP ④ n/i. Botucatu ITE ③ $$$$. Bragança Paulista USF ③ $$$. Campinas Esamc Campinas $$$$, Unip-SP ④ n/i, Unisal ③ $$$$. Campo Limpo Paulista Faccamp ④ $$$. Catanduva Fipa ④ $$$$. Cruzeiro Facic-SP $$$. Engenheiro Coelho Unasp ④ $$$$. Franca Unifran ③ $$$. Garça Faef-Garça/SP ② n/i. Guarujá Unaerp ③ $$$$. Indaiatuba Fac. Max Planck ③ $$$$. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Ituverava Fafram ③ $$$$. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal ④ n/i. Jaguariúna UniFAJ ④ $$$$. Jaú Fjaú ③ $$$$. Lins Unimep ③ $$$. Lorena Unisal ③ $$$$. Mogi das Cruzes Braz Cubas ③ $$$$, UMC ③ n/i. Ourinhos FIO ④ $$$$. Presidente Prudente Toledo Prudente ④ $$$$. Registro FVR ③ n/i. Salto Ceunsp ④ $$$.

Santos Unimonte ③ $$$$, Unip-SP ⑤ n/i. São Bernardo do Campo Metodista ③ $$$$. São Caetano do Sul USCS ③ $$$. São Carlos Unicep ④ n/i. São Paulo Fac. Drummond ④ n/i, Fac. Zumbi dos Palmares ② $, Facs. Int. Rio Branco ④ $$$$, FAM-São Paulo ③ n/i, UMC n/i, Unifai-São Paulo ③ $$$, Unip-SP ④ n/i, Unisal ③ $$$$, Universidade Brasil ③ n/i, Universidade Cruzeiro do Sul ③ $$$$. São Roque FAC São Roque ④ n/i. Sorocaba Fadi ③ $$$$, Unip-SP ⑤ n/i, Uniso ③ $$$$. TO Araguaína Fac. Católica D. Orione n/i. Palmas Católica do Tocantins ③ n/i, Ceulp/Ulbra ③ n/i, UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Águas Claras Fac. Processus n/i. Brasília Estácio Brasília ③ n/i, Fac. Anhanguera de Brasília n/i, Fac. Fortium ③ n/i, Faciplac ④ $$$$$, Iesplan ② $$$$$, Mauá-DF n/i, Unip-DF ③ n/i, Uniplan ③ $$$$$, Upis ② n/i. Ceilândia UniProjeção n/i. Taguatinga UniCEUB n/i. GO Anápolis Fac. Anhanguera de Anápolis ② n/i, Fac. Fibra ③ n/i, Fac. Raízes ② $$$. Aparecida de Goiânia Fanap $$. Caiapônia UniRV ③ $$$. Caldas Novas Unicaldas n/i. Catalão Cesuc ③ n/i. Ceres UniEvangélica ③ $$$. Cristalina FacecGO $$$$. Formosa Iesgo ④ n/i. Goianésia Faceg-GO ③ $$$$. Goiânia FAC-Lions ③ $$, Fac. Cambury ③ $$$, Fac. Padrão ③ n/i, Fasam ② $$$$, Iueso ③ n/i, Unip-GO ③ n/i, Universo-GO ③ n/i. Inhumas FacMais $$$$. Iporá FAI-Iporá $$$$. Itumbiara Ifasc $$$$, Iles/Ulbra Itumbiara ③ $$$$. Jataí Cesut ③ n/i. Jussara FAJ-GO ② $$$$. Luziânia Unidesc ③ $$$$$. Mineiros Famp n/i, Unifimes ③ $$. Quirinópolis Faqui ③ $$. Rio Verde FAR-GO ③ $$$, IesRiver ④ $$$$. Rubiataba Fac. Evangélica de Rubiataba ③ $$$. São Luís de Montes Belos FMB-GO ④ $$$$. Trindade Aphonsiano ③ n/i, Unifimes $$$. MS Campo Grande Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande ③ n/i, Estácio Campo Grande ③ $$$$, Facsul-MS ② $$$, FCG-MS ② $$$, Universidade Anhanguera-Uniderp ③ n/i. Corumbá FSST ③ $$$$, UFMS ②. Nova Andradina Finan n/i. Paranaíba Fipar ③ n/i. Ponta Porã Magsul ③ $$$. MT Alta Floresta Fadaf ② $$$$, Unemat. Araputanga FCARP ③ n/i. Barra do Bugres Unemat. Cáceres Unemat ③. Colíder Facider ④ $$$. Cuiabá Fac. Afirmativo ② n/i, FCR-MT ② $$$$, Icec ③ n/i, IESMT n/i. Diamantino Unemat ②. Lucas do Rio Verde Fac. La Salle-Lucas do Rio Verde ③ $$$$. Pontes e Lacerda Unemat. Primavera do Leste Unic Primavera do Leste ③ n/i. Rondonópolis Fac. Anhanguera de Rondonópolis ③ n/i, Unic Rondonópolis ③ n/i. Sorriso Unic Sorriso ③ n/i. Tangará da Serra Unic Tangará da Serra ③ n/i. Várzea Grande Fausb ② $$$$$. REGIÃO NORDESTE AL Arapiraca Cesmac Agreste $$$, Uneal, Unirb Arapiraca Direito (públ. e privado) ③ n/i. Maceió Estácio FAL ③ $$, FAA-Iesa ② n/i, Facima ② n/i, Fama-AL ② n/i, FAT-AL $$$, FRM-Maceió n/i, Seune ③ $$$, Uneal. Palmeira dos Índios Cesmac Sertão ③ $$$. Penedo FRM-Penedo n/i. BA Alagoinhas Unirb-BA ③ $$$$. Barreiras Fasb-Barreiras ④ $$$, Ufob. Brumado Uneb. Camaçari Famec-BA n/i, Uneb. Eunápolis UnesulBahia ③ n/i. Feira de Santana FAT-BA ④ n/i, FTC $$$, Uefs. Guanambi FG-BA ④ n/i. Ilhéus Fac. de Ilhéus ③ n/i, FMT $$$, Uesc ③. Itaberaba Uneb. Itabuna FTC ③ $$$, Unime Itabuna n/i. Itamaraju Facisa-BA ④ n/i. Jacobina Uneb. Lauro de Freitas FMN-Lauro de Freitas ③ n/i. Luís Eduardo Magalhães Filem n/i. Paripiranga UniAGES ④ $$$$. Paulo Afonso Uneb. Salvador Fac. 2 de Julho ③ n/i, Fac. D. Pedro II-Salvador ④ $$$$, Fac. da Cidade do Salvador ④ $$$$, Fac. Ibes ③ $$$, Fac. São Salvador ② $$$$, Facsal-Isec $$$, FBB ③ n/i, FMN-Salvador ③ n/i, FTC ③ $$$, Unyahna ③ $$$$. Santo Antônio de Jesus Facemp n/i.


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Teixeira de Freitas Fac. Pitágoras de Teixeira de Freitas ③ n/i. Valença Uneb. Vitória da Conquista Fasavic n/i, Uesb ③. CE Aracati FVJ n/i. Crato Urca ②. Fortaleza Fac. Ari de Sá n/i, Fafor ③ $$$, Fametro-CE $$$$, FMN-Fortaleza n/i. Iguatu Urca. Juazeiro do Norte FAP-CE ③ $$$$, Unileão n/i. Maracanaú Fadesne n/i. Sobral Uninta $$$$, UVA-CE ③. Tianguá Fied n/i. MA Balsas Unibalsas ③ n/i. Caxias Facema $$$, FAI-MA ③ $$$. Imperatriz DeVry Facimp ③ $$$$, Fest ③ $$$, UFMA ③. São Luís Cest ③ $$$$, Estácio São Luís ③ n/i, Fac. Pitágoras de São Luís n/i, Facam ② $$$, Florence n/i, Imec $$$, Uema. Timon FMSJC $$. PB Cajazeiras Fafic ③ $$$. Campina Grande Cesrei ③ $$$, Unesc-PB ③ n/i. Guarabira UEPB ③. João Pessoa Asper ② n/i, DeVry João Pessoa $$$, FAP-PB ① n/i, Fesp Facs. ③ n/i. PE Araripina Facisa-PE n/i. Arcoverde UPE. Belém de São Francisco Facesf ③ n/i. Cabo de Santo Agostinho Fachuca n/i. Garanhuns FDG $$. Goiana Fadimab n/i. Igarassu Facig-PE n/i. Jaboatão dos Guararapes Metropolitana ③ $$$. Limoeiro Facal n/i. Olinda Focca ③ n/i, Ieso ③ n/i. Paulista FJN-Pernambuco ③ n/i. Petrolina Facape $$. Recife Fac. Nova Roma $$$$, Farec ③ $$$$, FJN-Pernambuco n/i, Ipesu ③ $$$$, SopeceFCHPE ③ n/i, UPE. Salgueiro Fachusc $$$. Serra Talhada FIS ③ n/i. Timbaúba Fac. de Ciências de Timbaúba ③ n/i. PI Bom Jesus Uespi. Corrente FCPI ③ $$, Uespi. Floriano Faesf-PI ③ n/i, Uespi. Parnaíba FMN-Parnaíba ③ n/i, Uespi ②. Picos Fac. R. Sá ③ n/i, Uespi ③. Piripiri Chrisfapi ③ $$$, Uespi. Teresina Cesvale ② n/i, Estácio Ceut ③ n/i, Fac. CET $$, Faete ③ $$, Fapi-PI n/i, FMN-Teresina ③ n/i, Uespi ②. RN Mossoró Fac. Mater Christi ② $$$, UnP ③ n/i. Natal FAL Estácio ④ n/i, Fanec ① n/i, FMN-Natal ③ n/i, IESRN $$, UniRN ④ n/i. Pau dos Ferros Facep-RN n/i. SE Aracaju Facar n/i. REGIÃO NORTE AC Cruzeiro do Sul Ufac. Rio Branco Ufac ③, Uninorte-AC ③ n/i. AM Manaus Ceulm/Ulbra ② $$$$, Esbam ③ $$$$, Unip-AM ③ n/i. AP Macapá Ceap ③ $$$, Estácio Amapá ③ n/i, Estácio Macapá ③ n/i, Fabran $$$, Fama-AP n/i. PA Ananindeua Esmac ③ $$$$. Belém Fabel-PA ③ n/i, Famaz ⑤ $$$$, Fapan-PA $$$, Fapen-PA $$$. Castanhal FCAT ③ n/i. Marabá Fac. Carajás $$$$, Unifesspa ②. Paragominas Fac. Metropolitana de Paragominas $$$$. Parauapebas Fac. Metropolitana de Parauapebas $$$$. Redenção Fesar ④ n/i. Santarém Ceuls/Ulbra ③ n/i, Unama ③ n/i. Tucuruí Fac. Gamaliel ③ n/i. RO Cacoal Unesc-RO ③ n/i, Unir ③. Porto Velho FCR-RO n/i, Iles/Ulbra Porto Velho ③ $$$$, Unir ③, Uniron ③ n/i. Rolim de Moura Farol ③ $$$$. Vilhena Reges-Avec ③ n/i. RR Boa Vista Estácio Amazônia ③ n/i, UERR. TO Araguaína Itpac ③ n/i. Augustinópolis Fabic n/i, Unitins. Colinas do Tocantins Fiesc ② n/i. Dianópolis Unitins. Guaraí FAG ② $$$. Gurupi UnirG ② $$. Palmas Fapal n/i, Fasec n/i, Iepo ② n/i, Unitins ③. Paraíso do Tocantins Unest ② $$$. REGIÃO SUDESTE ES Aracruz Face ③ n/i. Cachoeiro de Itapemirim FDCI ② n/i, Multivix-Cachoeiro de Itapemirim ④ n/i. Cariacica Fac. Pio XII ③ $$$, Multivix-Cariacica ④ n/i. Castelo Multivix-Castelo ⑤ n/i. Colatina FCB ③ n/i, Unesc-ES ④ $$$$. Guarapari Fac. Pitágoras de Guarapari ③ n/i, Rede de Ens. Doctum-ES ④ n/i. Linhares Fac. Pitágoras de Linhares ③ n/i, Faceli. Nova Venécia Multivix-Nova Venécia ④ n/i. São Mateus FVC ③ n/i. Serra Rede de Ens. Doctum-ES ③ n/i, Unesc-ES ③ $$$$. Vila Velha Fac. Novo Milênio ③ $$$. Vitória Cesv ③ n/i, Faces n/i, Favi ③ n/i, Finac ② n/i, UCV $$$$.

MG Aimorés Fupac Aimorés n/i. Além Paraíba Face-Alfor n/i. Alfenas Unifenas ③ $$$. Barbacena Unipac ② n/i. Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i, Fac. Arnaldo ③ $$$$, Fac. Del Rey n/i, Facemg n/i, Fead ③ n/i, Ibmec-MG $$$$$, Promove ③ n/i, Universo-MG ③ $$. Bom Despacho Centro Universitário UNA de Bom Despacho ③ n/i. Brumadinho ASA ④ n/i. Campo Belo Unifenas ③ $$$. Carangola Rede de Ens. Doctum-MG n/i. Caratinga Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Cataguases Facs. Sudamérica ③ n/i. Caxambu UninCor $$$$. Contagem Fac. UNA de Contagem n/i, FDCON n/i, Nova Fac. n/i. Coronel Fabriciano Unileste ③ $$$$. Curvelo FAC-MG $$$$. Divinópolis Fac. Pitágoras de Divinópolis ③ n/i. Governador Valadares Fadivale ② $$$$, UFJF, Univale ② $$$$. Guaxupé Unifeg ③ $$$$. Ipatinga Fac. Pitágoras de Ipatinga ③ n/i, Fadipa ③ n/i, Unileste $$$$. Itabira Funcesi ③ $$$$. Ituiutaba Uemg ②. João Monlevade Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Juiz de Fora Facsum ③ n/i, FJF n/i, Unipac n/i. Lavras Ufla, Unilavras ③ $$$$. Leopoldina Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. Luz Fasf-MG $$$. Machado Fumesc ③ $$$. Manhuaçu Facig-MG n/i. Mariana Fupac Mariana n/i. Mato Verde Favenorte n/i. Montes Claros Fasa-MG ③ $$$$, Funorte n/i. Nova Lima Fupac Nova Lima n/i. Nova Porteirinha Favag ② $$$$. Oliveira Feol n/i. Pará de Minas Fapam ③ n/i. Paracatu Fac. Atenas ④ n/i. Passos Uemg ③. Pedro Leopoldo FPL Educacional ③ $$$$. Ponte Nova Fac. Dinâmica ③ n/i. Reduto Fadileste ③ n/i. Sabará Fac. de Sabará ② n/i. Santa Luzia Facsal n/i. Santos Dumont FSD ③ $$$. São Gotardo Cesg $$$. São João del Rei Iptan ④ n/i. São Lourenço Fac. de São Lourenço ③ n/i. São Sebastião do Paraíso Libertas-Facs. Int. ③ n/i. Sete Lagoas Fasasete $$$$, Unifemm ③ n/i. Teófilo Otoni Fenord ③ n/i, Fupac Teófilo Otoni n/i. Ubá Fagoc n/i, Fupac Ubá ② n/i. Uberaba Fupac Uberaba ① n/i, Uniube ③ $$$. Uberlândia Esamc Uberlândia ③ $$$$, Fac. Católica de Uberlândia ③ n/i, Fac. Pitágoras de Uberlândia ③ n/i, Fupac Uberlândia ③ n/i, Unitri ③ $$$$$. Unaí Cnec Unaí ③ n/i, Factu ③ n/i. Varginha Cnec Faceca ③ $$$, Fadiva ③ $$$. Vespasiano Faseh $$$. Viçosa Univiçosa ③ $$$$. RJ Araruama Universidade Candido Mendes $$$. Barra do Piraí UGB n/i. Bom Jesus do Itabapoana Famesc $$$$. Cabo Frio Estácio ④ n/i. Campos dos Goytacazes Estácio ④ n/i, Uniflu ③ n/i, UniRedentor $$$, Universidade Candido Mendes ③ $$$, Universo-RJ ③ n/i. Duque de Caxias Estácio n/i. Itaboraí Cnec Itaboraí ② $$$$. Macaé Estácio ④ n/i. Nilópolis Uniabeu ③ $$$$. Niterói Centro Universitário Anhanguera de Niterói ③ n/i, Universidade Candido Mendes ③ $$$$, Universo-RJ ② $$$$. Nova Friburgo Estácio ④ n/i, Universidade Candido Mendes ③ n/i. Nova Iguaçu Estácio ④ n/i. Petrópolis Estácio ④ n/i. Queimados Estácio ④ n/i. Resende Estácio ④ n/i. Rio das Ostras Cnec Facro ④ n/i. Rio de Janeiro Cnec Ilha do Governador $$$, Fac. Intern. Signorelli n/i, FGS ③ n/i, UCB-RJ $$$$, UniCarioca n/i, UniMSB ② n/i, Unirio ③, Universidade Candido Mendes ③ $$, USU ③ n/i. Santo Antônio de Pádua Fasap ③ $$$. São Gonçalo Estácio n/i, FAP-RJ ② n/i, Universo-RJ ③ n/i. São João de Meriti Estácio n/i. Volta Redonda UFF, UGB ③ n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina ③ $$. Americana FAMAmericana ③ $$$. Araraquara Fara ③ n/i, Unip-SP ④ n/i. Araras Unar ④ n/i. Assis Fema-SP $$$, Unip-SP ④ n/i. Avaré Eduvale ④ $$$, FSP-SP ③ n/i. Barretos Unifeb ③ $$$$. Bauru Fac. Anhanguera de Bauru ③ n/i, Iesb-SP ② $$$$$. Bebedouro Imesb ③ $$$. Bertioga Fabe-SP ③ $$$$. Birigui Fabi ③ n/i. Boituva FIB-Boituva ③ n/i. Caieiras FMC-SP n/i. Campinas Fac. Anhanguera de Campinas ③ n/i, Policamp ③ $$$$$, USF $$$. Caraguatatuba Módulo ③ $$$. Carapicuíba Estácio FNC n/i, Falc ③ n/i. Casa Branca Facab ② $$. Catanduva Imes-Catanduva ④ n/i. Cotia FMS ③ n/i. Descalvado Universidade Brasil ③ n/i. Diadema FAD ② n/i. Espírito Santo do Pinhal UniPinhal ③ $$$. Fernandópolis Universidade Brasil ③ n/i. Guarujá Fagu

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

② n/i. Guarulhos Fac. Anhanguera de Guarulhos ③ n/i, Fac. Progresso n/i, FIG-Unimesp ③ n/i, UnG ③ n/i. Ilha Solteira Faciluz ③ $$$$$. Itapetininga FKB ② n/i, IIES ③ n/i. Itapira Iesi ③ $$$$. Itararé Fafit ③ n/i. Itatiba USF $$$. Itu Ceunsp $$$, Faditu ③ n/i. Jacareí Fac. Anhanguera de Jacareí ③ n/i. Jundiaí Fac. Anhanguera de Jundiaí ② n/i, UniAnchieta ③ $$$, Unip-SP ④ n/i. Leme Centro Universitário Anhanguera ③ n/i. Limeira Isca Faculdades ③ n/i, Unip-SP ④ n/i. Lins Unisalesiano $$$. Matão Immes-SP ③ $$. Mirassol Faimi ③ n/i. Mogi Guaçu FMG n/i. Monte Aprazível Faeca-D. Bosco ③ $$. Olímpia Faer n/i. Osasco Fac. Fernão Dias ② $$$, Unifieo ③ $$$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Ourinhos Estácio Ourinhos ④ n/i. Paulínia FACP n/i. Penápolis Funepe $$$. Peruíbe FPBE n/i. Praia Grande FPG-SP n/i. Presidente Epitácio Fape ③ n/i. Presidente Prudente Fapepe ③ n/i. Ribeirão Preto Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto ③ $$$$, Moura Lacerda ④ n/i, Unip-SP ③ n/i. Rio Claro Claretiano Fac. ③ $$$$. Santa Cruz do Rio Pardo Oapec n/i. Santa Fé do Sul Funec ③ $$$. Santana de Parnaíba Unip-SP ④ n/i. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André ② n/i, FSA-SP $$$$, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. Santos Esamc Santos ③ $$, Unimes ② n/i. São Bernardo do Campo Fac. Anhanguera de São Bernardo ③ n/i, Fapan-SP ③ n/i, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Caetano do Sul Fac. Tijucussu n/i. São João da Boa Vista Unifeob ④ $$$$. São José do Rio Pardo Unip-SP ③ n/i. São José do Rio Preto Unilago ④ $$$$, Unip-SP ③ n/i, Unirp ③ $$$, Unorp ③ n/i. São José dos Campos Unip-SP ④ n/i, Univap ③ n/i. São Manuel FMR ③ $$. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo ② n/i, EPD $$$$, Estácio São Paulo ④ $, Fac. Cantareira ④ $$, Fac. Centro Paulistano n/i, Fac. de São Paulo ② n/i, Fac. Sta. Rita-São Paulo ③ n/i, Facs. Int. Campos Salles ③ n/i, Fadisp ② $$, IDP São Paulo $$$$$, Unib ③ $$, Unicapital ③ n/i, Unicid ③ $$$$, Unisa ③ $, Universidade Anhanguera de São Paulo ③ n/i. São Roque FSR ② n/i. São Sebastião Fass ③ $$$. Sorocaba Esamc Sorocaba ④ $$$$. Suzano Unisuz ③ $$$$$. Taboão da Serra Fac. Anhanguera de Taboão da Serra ② n/i. Tatuí Faesb $$$. Taubaté Unitau ② $$$. Tupã Fadap FAP ③ $$$. Valinhos Fac. Anhanguera de Valinhos ③ n/i. Votuporanga Unifev ③ n/i. REGIÃO SUL PR Apucarana FAP-PR ④ $$$. Arapongas Unopar ③ n/i. Araucária Facear ③ n/i, Faneesp $$. Bandeirantes Unopar n/i. Cambé Fac. Catuaí ③ n/i. Campo Largo Cnec Campo Largo ② $$$$. Campo Mourão Fac. Integrado ③ n/i. Cornélio Procópio Fac. D. Bosco-Cornélio Procópio ② $$$, Faccrei ③ n/i. Curitiba Estácio Curitiba ③ n/i, FAC-PR n/i, Facs. Sta. Cruz ③ $$$$, Fapar ③ $$$, Fesp-PR ③ $$$$. Dois Vizinhos Unisep ③ n/i. Foz do Iguaçu Cesufoz ③ n/i, Fafig ② n/i, Unifoz ② $$$. Guarapuava Fac. Guarapuava ③ n/i. Guaratuba Isepe Guaratuba ② n/i. Ibaiti Feati ④ n/i. Ivaiporã Facs. Int. do Vale do Ivaí ③ $$$. Jaguariaíva Fajar ③ n/i. Londrina Fac. Arthur Thomas ③ n/i, Facs. Londrina ③ n/i, UniFil ④ n/i. Mandaguari Fafiman $$$. Marechal Cândido Rondon Isepe Rondon ③ n/i. Maringá Fac. Alvorada de Maringá ③ $$$$, FCV $$$$. Palmas IFPR ④. Paranaguá Isulpar ② n/i. Pato Branco Fac. Mater Dei ③ n/i, Fadep ③ $$$$. Pinhais Fapi-PR ③ $$$. Ponta Grossa Cescage ② $$$$, Secal ③ $$$, UnoparPonta Grossa ② n/i. Rolândia Faccar ③ n/i. Santo Antônio da Platina Fanorpi ③ n/i. São José dos Pinhais FAE São José dos Pinhais $$$$. Telêmaco Borba Fateb-PR ③ $$$$. Toledo PUCPR $$$$$. RS Alegrete Urcamp ③ n/i. Bagé Facs. Ideau-Bagé $$$. Cachoeira do Sul Ulbra ③ $$$$. Farroupilha Cnec Farroupilha ③ n/i. Garibaldi Fac. Fisul $$$$. Getúlio Vargas Facs. IdeauGE PROFISSÕES 2018

151


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS Getúlio Vargas $$$. Gravataí Cnec Gravataí ③ $$$. Passo Fundo Fac. Anhanguera de Passo Fundo ③ n/i, FJP $$$$. Pelotas Fac. Anhanguera de Pelotas ③ n/i. Porto Alegre Estácio RS ③ n/i, Fac. São Francisco de Assis $$$$$, Fapa $$$$$, Unisinos $$$$$. Rio Grande Fac. Anhanguera do Rio Grande ③ n/i. Santa Cruz do Sul Fac. D. Alberto ③ n/i. Santana do Livramento Unipampa, Urcamp ② $$$$. Santiago URI ③ $$$$. São Gabriel Urcamp ③ $$$$$. São Jerônimo Ulbra ④ $$$$. São Luiz Gonzaga URI $$$$. Sobradinho Unisc ④ $$$$. Taquara Faccat-RS n/i. SC Araranguá Unisul ③ $$$. Blumenau Uniasselvi-Blumenau ③ n/i. Braço do Norte Unisul ③ $$$. Caçador Uniarp ③ $$$$. Canoinhas UnC ③ $$$$. Capivari de Baixo Fucap n/i. Concórdia Facc n/i, UnC ③ $$$$. Criciúma Esucri $$$. Fraiburgo Uniarp $$$$. Guaramirim Uniasselvi-Guaramirim ② n/i. Indaial Uniasselvi-Indaial ③ n/i. Joinville Católica SC n/i, Cnec Joinville ③ $$$$, UniSociesc ④ $$$$. Lages Uniplac ② n/i. Mafra UnC ③ $$$$. Navegantes Sinergia ④ n/i. Orleans Unibave ③ $$$. Pinhalzinho Unoesc ③ n/i. Porto União UnC ③ $$$$. Rio Negrinho UnC $$$$. São Bento do Sul Univille ③ $$$$. São José Fac. Anhanguera de São José ② n/i, Fasc-SC ③ $$, IES-SC ② $$$. São Miguel do Oeste Unoesc ③ n/i. Videira Unoesc ③ n/i. Xanxerê Unoesc ③ n/i. Xaxim Celer Facs. ③ n/i.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito AL Arapiraca Iesc-AL ② n/i. BA Lauro de Freitas Unifass ② n/i. Salvador FSTA n/i, Unirb-BA ③ $$$$. ES Vitória MultivixVitória ④ n/i. MA Bacabal Uema. São Luís Facem-MA ② n/i. MG Barbacena Cesa-MG ② n/i. Belo Horizonte Ibhes ③ n/i. Divinópolis Faced ③ n/i. Itabirito Fupac Itabirito ② n/i. Manhuaçu Rede de Ens. Doctum-MG ④ n/i. Teófilo Otoni Rede de Ens. Doctum-MG ③ n/i. PI Teresina Aespi ③ n/i. RJ Rio de Janeiro Facs. São José ④ n/i. SE Aracaju Faser-SE n/i. SP Dracena Reges-Dracena ③ $$$$. Moji Mirim Fac. Sta. Lúcia ③ n/i.

ONDE ESTUDAR SERVIÇOS JUDICIÁRIOS E NOTARIAIS (T)

Cursos tecnológicos não são avaliados pelo GE

O QUE VOCÊ PODE FAZER Pesquisas Realizar estudos sobre a igualdade de gênero e etnia no país ou em determinada amostra da população. Políticas públicas Formular, executar e avaliar políticas públicas voltadas para questões relacionadas à promoção da diversidade social e humana. Projetos sociais Administrar e assessorar ações e atividades em torno dos direitos humanos. MERCADO DE TRABALHO Em 2013 graduou-se a primeira turma desse curso, oferecido apenas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Há vagas em instituições públicas que trabalham com políticas relativas a desigualdade socioeconômica, diversidade de gênero e raça, idade e orientação sexual. A exemplo do governo federal, que criou a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres e a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, alguns governos estaduais, como o da Bahia, e algumas prefeituras, como a do Recife, instituíram órgãos voltados para esse tipo de políticas públicas. Essas ações têm aquecido o mercado. Há vagas também no terceiro setor, principalmente em ONGs que trabalham com o público LGBTs (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), com o combate à violência contra a mulher e com grupos em situação de vulnerabilidade, como comunidades quilombolas e moradores de rua. Existem boas oportunidades em agências de cooperação e organismos internacionais, como Unesco e Unicef. O egresso pode, ainda, prestar consultoria ao setor privado, a políticos e a partidos. Empresas que participam do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, do governo federal, por exemplo, têm carência de profissionais. Boa parte dos bacharéis é absorvida pelo setor acadêmico.

REGIÃO NORTE

O CURSO

AM Manaus Uninorte-AM n/i. REGIÃO SUDESTE SP São Paulo FMU Serv. Notariais n/i.

ESTUDOS DE GÊNERO E DIVERSIDADE

E

B

ste profissional atua na avaliação, no planejamento, na implantação e na execução de políticas públicas com enfoque na diversidade humana e social. Ele analisa problemas e busca solução para questões como o respeito à igualdade de direitos entre homens e mulheres, pessoas de diferentes etnias, orientação sexual e idades. O bacharel atua em organismos municipais e estaduais, cooperativas, ONGs e empresas que tenham ações de responsabilidade social. Também pode seguir carreira acadêmica, desenvolvendo estudos na área em universidades e em institutos de pesquisa.

152 GE PROFISSÕES 2018

O primeiro ano do curso é de formação geral, com disciplinas como introdução ao estudo de gênero, organização política e metodologia científica. A partir do segundo, a grade curricular apresenta matérias específicas, como gênero e violência, gênero e relações de poder, desenvolvimento regional, gênero e estado e gênero e políticas públicas. A partir do terceiro ano, é obrigatória a realização de estágio supervisionado, e, ao final do curso, é preciso apresentar uma monografia. Duração média: 3,5 anos. ONDE ESTUDAR

CURSOS: 1 | AVALIADOS: 1 4⋆ 1 curso � O MELHOR CURSO

⋆⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA.

FILOSOFIA

B/L

O

filósofo investiga e questiona a essência e a natureza do universo, do homem e de fatos, por meio de análise, reflexão e crítica. Este bacharel estuda as grandes correntes do pensamento e a obra dos principais filósofos. Ele reflete sobre questões éticas, morais, políticas, metafísicas e epistemológicas, além de buscar compreensão teórica de conceitos, como os de espaço, o tempo e a verdade. Pode fazer pesquisas e prestar consultoria para instituições científicas, artísticas ou culturais. E é habilitado a implantar projetos educacionais em escolas e empresas. O QUE VOCÊ PODE FAZER Crítica Analisar obras artísticas e escrever artigos sobre elas. Analisar a sociedade, sua evolução e questões éticas, culturais e políticas. Ensino Lecionar em escolas de Ensino Médio, com licenciatura. Para dedicar-se ao Ensino Superior, é preciso ter uma pós-graduação. Pesquisa Desenvolver estudos acadêmicos sobre diversos temas nas áreas de lógica, filosofia da ciência, ética, estética, filosofia da arte ou da política, entre outros. MERCADO DE TRABALHO A obrigatoriedade da disciplina no Ensino Médio desde 2008, em todas as escolas particulares e públicas, ajudou a expandir o mercado para o licenciado em Filosofia em todo o país. Esse quadro, no entanto, pode mudar com a aprovação este ano da reforma do Ensino Médio, que modifica a estrutura curricular desse nível de ensino. Para os bacharéis, a docência em universidades ainda é um caminho natural, tanto em cursos superiores de Filosofia quanto em outras graduações que têm essa disciplina em suas grades curriculares, como Jornalismo, Administração, Direito, Ciências Sociais e até Medicina. Nas duas últimas décadas, multiplicaram-se também os cursos de extensão e especialização em Filosofia para profissionais das mais diversas áreas. Mas o campo de atuação se amplia para além da docência. Com domínio de línguas estrangeiras, por exemplo, o bacharel em Filosofia pode concorrer a bolsas de pesquisa em universidades ou trabalhar no ramo de tradução de obras clássicas. A formação em Filosofia pode ser o diferencial competitivo em carreiras como as de jurista, psicólogo, neurocientista e linguista. Graduados em Filosofia são requisitados para atuar em grupos interdisciplinares de pesquisa em ciências cognitivas e neurociências, bem como no campo da bioética – que estuda as questões éticas surgidas, principalmente, do avanço das ciências biológicas e médicas. Em ONGs, eles são procurados para atuar, com profissionais de outras áreas, na implantação de projetos que visem à transformação da realidade social de determinados grupos da sociedade. O filósofo


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

também é solicitado para proferir palestras em empresas sobre transformações da realidade, motivação, sentido para a existência no trabalho e relação entre família e trabalho. Os bacharéis também encontram trabalho em instituições culturais do governo ou naquelas mantidas por ONGs e pela iniciativa privada. A demanda pelo filósofo é grande no país, especialmente fora das capitais.

③ n/i. Cachoeira Paulista FCN ③ $. Marília Fajopa ③ $$. São Paulo Fac. de São Bento ④ n/i, Unifai-São Paulo ③ $$, UniÍtalo ④ n/i.

REGIÃO CENTRO-OESTE GO Goiânia Ifiteg n/i. Goiás UFG. MS Campo Grande UCDB $$$.

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE BA Barreiras FJC n/i. Salvador Faciba $, UCSal ③ $$. CE Juazeiro do Norte UFCA ③. Quixadá Unicatólica de Quixadá ③ n/i. REGIÃO NORTE

O CURSO Prepare-se para ler e escrever muitas dissertações e monografias, além de participar de seminários e palestras. É preciso mergulhar de cabeça em obras de mestres como Platão, Aristóteles, Kant e Hegel, entre outros grandes filósofos da história. No primeiro ano, a grade curricular é fundamentada em matérias básicas, nas quais você estuda introdução à filosofia e filosofia geral. No decorrer do curso, entram as matérias temáticas, como história da filosofia, lógica, teoria do conhecimento, filosofia da ciência e da linguagem e filosofia política. No caso das licenciaturas, que constituem a maioria dos cursos ofertados no país, o currículo ainda possui disciplinas pedagógicas. São exigidos trabalho de conclusão de curso e estágio. Duração média: 4 anos ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 74 | AVALIADOS: 62 5⋆ 11 cursos | 4⋆ 24 cursos | 3⋆ 16 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB. GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. RJ Rio de Janeiro PUC-Rio ④ $$$$$. RS Pelotas UFPel ④. Porto Alegre PUCRS ④ $$$. Santa Maria UFSM ⑤. SC Florianópolis UFSC ⑤. SP Campinas Unicamp ③. São Paulo PUC-SP ④ n/i, USP.

⋆⋆⋆⋆ BA Salvador UFBA ④. CE Fortaleza UFC ③. ES Vitória Ufes ④. MG Belo Horizonte Faje ④ $$$$, PUC Minas ④ $$$$. Juiz de Fora UFJF ④. São João del Rei UFSJ ③. Uberlândia UFU ③. PA Belém UFPA ④. PB João Pessoa UFPB ③. PE Recife Unicap ③ $$$. PR Curitiba FAE $$$$, UFPR ⑤. RJ Petrópolis UCP-RJ ③ $. Rio de Janeiro Uerj, UFRJ ④. RN Natal UFRN ④. RS Caxias do Sul UCS ③ n/i. Passo Fundo UPF ④ $$$. Porto Alegre UFRGS ④. São Leopoldo Unisinos ⑤ $$. SP Campinas PUC-Campinas $$$$. Marília Unesp. São Carlos UFSCar ④.

⋆⋆⋆ BA Feira de Santana Uefs. CE Fortaleza FCF ③ $$$, Uece ③. Sobral UVA-CE ③. MG Ouro Preto Ufop ④. MT Cuiabá UFMT. PB Campina Grande UFCG ④. PE Recife UFPE ③. RJ Niterói UFF ④. Rio de Janeiro FSBRJ ③ n/i, Unirio ④. RS Passo Fundo Ifibe ③ $$. Pelotas UCPel ② $$. SP Guarulhos Unifesp ③. São Paulo Fapcom $$$. Taubaté Fac. Dehoniana ④ $$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

AC Rio Branco Fadisi $, Sinal ② $. PA Ananindeua Facbel $$. REGIÃO SUDESTE ES Vitória UCV $$$. MG Belo Horizonte Ista $$$$. Juiz de Fora CES/JF ④ $$$. Mariana FAM-MG ③ $$$. Pouso Alegre Fac. Católica de Pouso Alegre ③ $$$. SP Jundiaí UniAnchieta $$$. Lorena Unisal $$. Mogi das Cruzes Fac. Paulo VI n/i. São Paulo Fac. de São Bento n/i. REGIÃO SUL PR Curitiba Fasbam n/i, Favi-PR ③ n/i. SC Brusque FSL ③ $$$.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 137 | AVALIADOS: 115 5⋆ 16 cursos | 4⋆ 31 cursos | 3⋆ 34 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC ③. GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte PUC Minas ③ $$$$. Juiz de Fora UFJF ④. São João del Rei UFSJ ④. PA Belém UFPA ③. PR Curitiba PUCPR ④ $$. RJ Rio de Janeiro PUCRio ⑤ $$$$$, Uerj ③. RS Pelotas UFPel ③. Porto Alegre PUCRS ④ $$$. Santa Maria UFSM ④. São Leopoldo Unisinos ④ $$. SC Florianópolis UFSC ⑤. SP Campinas Unicamp ④. Marília Unesp.

⋆⋆⋆⋆ BA Feira de Santana Uefs. Salvador UFBA ④. DF Brasília UnB ③. ES Vitória Ufes ③. MG Belo Horizonte Faje ④ $$$$, UFMG ③. Lavras Ufla ④. Ouro Preto Ufop ④. Uberlândia UFU ③. MT Cuiabá UFMT ④. PR Curitiba FAE ④ $$$$. Londrina UEL ③. Maringá UEM ④. Toledo Unioeste ③. RJ Niterói UFF ③. Petrópolis UCP-RJ ④ $. Rio de Janeiro UFRJ ⑤. RN Natal UFRN ③. RS Caxias do Sul UCS ④ n/i. Porto Alegre UFRGS ④. SC Chapecó UFFS-SC ③. SP Campinas PUC-Campinas ③ $$$$. Guarulhos Unifesp ③. Lorena Unisal ③ $$. Santos Universidade Católica de Santos ④ $$$. São Bernardo do Campo Metodista ③ $. São Carlos UFSCar. São Paulo Fapcom $$$, Mackenzie ④ $$$$, São Judas ④ $$$$. TO Palmas UFT ③.

⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③. AM Manaus FSDB ② n/i. BA Ilhéus Uesc ③. CE Fortaleza Uece ②. Sobral UVA-CE ③. ES Vitória UCV ④ $$$. GO Goiânia PUC Goiás ② n/i. Goiás UFG. MA São Luís UFMA ③. MG Guaxupé Unifeg ③ $$. Juiz de Fora CES/JF ③ $$$. MS Campo Grande UFMS ③. PA Belém Uepa. PB Campina Grande UEPB, UFCG. João Pessoa UFPB ③. PE Recife UFPE ③, Unicap ③ $$. PI Teresina UFPI ③. PR Guarapuava Unicentro-PR ④. Jacarezinho Uenp ④. Maringá PUCPR ④ $$$. RJ Rio de Janeiro Unirio ③. Seropédica UFRRJ ③. RR Boa Vista UERR ②. RS Passo Fundo UPF ④ $$$. Santa Maria Fapas ③ n/i. SE São Cristóvão UFS ④. SP Bauru USC

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

� OUTROS CURSOS

REGIÃO CENTRO-OESTE GO Anápolis Fac. Católica de Anápolis ③ $. Piracanjuba FAP-GO n/i. Valparaíso de Goiás ICSH-Cesb n/i. MT Várzea Grande Fac. Sedac n/i. REGIÃO NORDESTE BA Amargosa UFRB ③. Barreiras FJC n/i. Feira de Santana Católica de Feira n/i. Itaberaba FSC $. Salvador FBB n/i, FSBB ③ n/i, Uneb. Vitória da Conquista Uesb. CE Fortaleza FCF n/i. Juazeiro do Norte UFCA ③. Maranguape FAK n/i. Quixadá Unicatólica de Quixadá n/i. MA Coroatá Faeme ② n/i. São Luís Fac. Sta. Fé n/i, Iesma $$$. PB Cajazeiras Fafic ③ $. PE Caruaru Fafica ③ $$. Pesqueira Isep $. PI Parnaíba Uespi. Teresina Faerpi n/i, Icespi ③ n/i. RN Caicó Uern ③. Mossoró Uern ②. REGIÃO NORTE AC Rio Branco Ufac. AM Manaus Ufam ③. AP Macapá Ueap. Santana Unifap. PA Capanema FPA-PA ② n/i. Conceição do Araguaia Uepa. São Miguel do Guamá Uepa. RO Porto Velho FCR-RO n/i, Unir ③. REGIÃO SUDESTE ES Serra Fabra $$. MG Montes Claros Unimontes ②. RJ Rio de Janeiro FSBRJ ④ n/i. SP Carapicuíba Falc n/i. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal ③ n/i. Jales Unijales n/i. Jundiaí UniAnchieta $$$. Mogi das Cruzes Fac. Paulo VI n/i. São Paulo Famosp $$$, PUC-SP ④ n/i, Unicapital n/i, Unisa $. Sorocaba Uniso ③ $$$. REGIÃO SUL PR Foz do Iguaçu Unila. Ponta Grossa Iessa ③ $. União da Vitória Unespar ④. RS Erechim UFFS-RS ④. Santa Cruz do Sul Unisc ③ $$. Santa Maria Centro Universitário Franciscano ⑤ $$.

Cursos que não receberam pareceres (notas) em número suficiente para obter um conceito AL Palmeira dos Índios Facesta $.

GEOGRAFIA

B/L

O

graduado em Geografia estuda a Terra e sua ocupação pelo homem. Seu campo de interesse não se limita à geografia física (relevo, vegetação, clima). Ele também analisa como as populações se relacionam com o ambiente e ocupam espaços rurais e sociais. Esses conhecimentos o tornam apto a elaborar planos diretores de municípios e diagnósticos para a redução do impacto ambiental causado por grandes obras civis. Com dados captados por satélites, confecciona e interpreta mapas. O licenciado atua nos ensinos Fundamental e Médio. GE PROFISSÕES 2018

153


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS O QUE VOCÊ PODE FAZER Cartografia digital Fazer mapas com base em imagens captadas por satélites. Ecoturismo Elaborar roteiros, organizar e guiar excursões em parques e áreas de preservação ambiental. Ensino Produzir material didático (maquetes, globos, mapas) para cegos. Com licenciatura, dar aulas nos ensinos Fundamental e Médio ou em cursos pré-vestibulares. Geografia humana Estudar as questões sociais, econômicas e políticas de grupos, sociedades e nações. Geografia dos transportes Planejar redes de trânsito e sistemas de transportes, levando em conta a mobilidade, a inclusão social e a sustentabilidade. Geopolítica Pesquisar a organização social, política e econômica de países e regiões. Geoprocessamento Elaborar mapas e bancos de dados geográficos com a utilização de softwares específicos. Planejamento agrícola Desenvolver a estratégia de ocupação de uma região com o mínimo de impacto ambiental. Planejamento urbano Trabalhar com planos diretores, estruturação urbana, planejamento do uso do solo, organização socioespacial, mobilidade urbana, sustentabilidade e inclusão social. Sensoriamento remoto Analisar imagens de satélites e fotografias aéreas para a preparação de mapas e o levantamento de dados de solo, relevo, recursos hídricos, vegetação, clima e densidade de ocupação de áreas, cidades e regiões. MERCADO DE TRABALHO A realização de estudos de impacto ambiental para firmas de engenharia, usinas de álcool e companhias dos setores de mineração e petróleo é o principal campo de atuação do geógrafo. Com seu conhecimento em sensoriamento remoto é contratado para produzir mapas para empresas de logística que precisam otimizar seus trajetos, construtoras que vão edificar grandes obras (estradas, hidrelétricas etc.) e agências de propaganda que precisam conhecer o local onde planejam fazer uma filmagem. O mercado também está aquecido para os especialistas em geotecnologia, que utilizam novas ferramentas tecnológicas, computação gráfica e softwares de última geração para produção de mapas e bancos de dados com informações geográficas. No setor público, prefeituras e outros órgãos contratam o profissional para elaborar estudos socioeconômicos e ambientais, laudos periciais em ocupação do solo e planejamento urbano, rural e ambiental. É possível trabalhar, por exemplo, no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Um campo em destaque no setor público é a da geografia da saúde, onde o bacharel planeja ações para aprimorar o Sistema Único de Saúde (SUS). Também são empregadores ONGs e centros de pesquisa que exercem atividades de preservação ambiental, habitação popular e questões agrárias. Editoras que publicam livros didáticos e para formação de professores e revistas da área procuram o bacharel para tra-

154 GE PROFISSÕES 2018

balhar como consultor e revisor técnico. Outra opção para os bacharéis é atuar como consultor nas áreas ambiental e de urbanismo, fazendo levantamento da vegetação, solo, cursos d’água e relevo. As regiões Sul e Sudeste, especialmente o estado de Minas Gerais, concentram o maior número de vagas e os melhores salários. O CURSO

REGIÃO NORDESTE BA Barreiras Ufob ④. CE Sobral UVA-CE. REGIÃO NORTE PA Marabá Unifesspa. RR Boa Vista UFRR ④. TO Colinas do Tocantins Fiesc (B/L) n/i. REGIÃO SUDESTE

Em algumas escolas, o estudante opta, já no vestibular, entre o bacharelado e a licenciatura, enquanto outras permitem essa escolha após o aluno ter cursado as disciplinas comuns às duas titulações. Nos primeiros anos, o aluno estuda disciplinas básicas de geografia física, humana, regional e instrumental. Nos cursos de licenciatura, ele precisa fazer também as disciplinas pedagógicas, como psicologia da educação e didática. O estágio é obrigatório, assim como a entrega de um trabalho de conclusão de curso. Duração média: 4 anos. ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 74 | AVALIADOS: 65 5⋆ 16 cursos | 4⋆ 28 cursos | 3⋆ 19 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC ④. DF Brasília UnB ③. GO Goiânia UFG ③. MG Belo Horizonte UFMG ④. Uberlândia UFU ④. PA Belém UFPA ②. PE Recife UFPE. PR Curitiba UFPR ④. RJ Niterói UFF ②. Rio de Janeiro UFRJ ④. RN Natal UFRN ③. RS Porto Alegre UFRGS ④. SP Campinas Unicamp ③. Presidente Prudente Unesp ③. Rio Claro Unesp ③. São Paulo USP.

⋆⋆⋆⋆ AM Manaus Ufam ③. BA Ilhéus Uesc. Salvador UFBA ④. CE Fortaleza Uece ③. ES Vitória Ufes ③. MG Ituiutaba UFU (B/L) ④. Juiz de Fora UFJF ③. São João del Rei UFSJ. Viçosa UFV ③. MT Cuiabá UFMT ④. PB João Pessoa UFPB ③. PR Guarapuava Unicentro-PR ③. Londrina UEL ③. Maringá UEM ③. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Campos dos Goytacazes UFF. Rio de Janeiro PUC-Rio ③ $$$$$, Uerj. Seropédica UFRRJ ③. RO Porto Velho Unir ②. RS Pelotas UFPel ③. Porto Alegre PUCRS ③ $$$. Rio Grande Furg ③. Santa Maria UFSM. SC Florianópolis UFSC ③. SE São Cristóvão UFS ④. SP Ourinhos Unesp ④. TO Porto Nacional UFT ③.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ②. AL Maceió Ufal ②. AP Macapá Unifap ②. BA Feira de Santana Uefs. Salvador UCSal ③ n/i. GO Catalão UFG ③. Jataí UFG ②. MA São Luís Uema, UFMA. MG Alfenas Unifal-MG ④. Belo Horizonte PUC Minas ③ $$$. MS Aquidauana UFMS ③. Campo Grande UFMS ③. Dourados UFGD ③. PR Foz do Iguaçu Unila. Francisco Beltrão Unioeste ④. RN Caicó UFRN ③. SP Campinas PUC-Campinas ② $$$$. São Paulo PUC-SP ③ n/i. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO CENTRO-OESTE MS Campo Grande Uems. Três Lagoas UFMS ③.

RJ Rio de Janeiro Estácio n/i. SP Santo André FSA-SP (B/L) ③ $$$. São Paulo UniSant’Anna ③ $$. REGIÃO SUL SC Florianópolis Udesc ④.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 231 | AVALIADOS: 185 5⋆ 22 cursos | 4⋆ 46 cursos | 3⋆ 59 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ BA Vitória da Conquista Uesb ④. CE Fortaleza UFC ④. DF Brasília UnB ④. GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. São João del Rei UFSJ ④. Uberlândia UFU ④. Viçosa UFV ③. MS Dourados UFGD ④. PE Recife UFPE. PR Curitiba UFPR ④. Maringá UEM ③. RJ Niterói UFF ②. Rio de Janeiro PUC-Rio ④ $$$$$, UFRJ ④. RS Porto Alegre UFRGS ④. Santa Maria UFSM ④. SP Campinas Unicamp ④. Ourinhos Unesp ④. Presidente Prudente Unesp ③. Rio Claro Unesp ③. Sorocaba UFSCar ④.

⋆⋆⋆⋆ AL Maceió Ufal ③. AM Manaus UEA ④, Ufam ④. BA Ilhéus Uesc ④. Jacobina Uneb ③. Salvador UFBA ③. Santa Inês IF Baiano. CE Fortaleza Uece ③. ES Vitória Ufes ③. GO Anápolis UEG ③. Goiânia PUC Goiás ⑤ n/i. Jataí UFG ④. MG Alfenas Unifal-MG ④. Belo Horizonte PUC Minas ④ $$$. Frutal Uemg ③. Juiz de Fora UFJF ③. Montes Claros Unimontes ③. Ouro Preto IFMG ③. Uberaba UFTM ③. MS Aquidauana UFMS ③. Três Lagoas UFMS ④. PA Belém Uepa, UFPA ③. PB Campina Grande UFCG ④. PE Recife IFPE. PI Teresina Uespi ③, UFPI ④. PR Campo Mourão Unespar ④. Francisco Beltrão Unioeste ④. Guarapuava Unicentro-PR ④. Irati Unicentro-PR ④. Londrina UEL ④. Marechal Cândido Rondon Unioeste ④. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Campos dos Goytacazes IFFluminense ③, UFF. Nova Iguaçu UFRRJ ④. São Gonçalo Uerj ③. Seropédica UFRRJ ④. RN Natal UFRN ④. RS Erechim UFFS-RS. Porto Alegre PUCRS ④ $$$. Rio Grande Furg ④. SC Florianópolis UFSC ③. SE Itabaiana UFS ④. SP São Paulo IFSP ④.

⋆⋆⋆ AL Arapiraca Uneal ③. Delmiro Gouveia Ufal. AP Macapá Unifap ③. BA Caetité Uneb. Feira de Santana Uefs ②. Santo Antônio de Jesus Uneb ③. Serrinha Uneb ③. CE Limoeiro do Norte Uece ③. Sobral UVA-CE ③. GO Catalão UFG ③. Formosa UEG ③. Goiás UEG ③. Iporá UEG ③. Minaçu UEG ③. Morrinhos UEG ③. Porangatu UEG ②. Quirinópolis UEG ③. MA Imperatriz Uema ③. São Luís Uema, UFMA ④. MG Pirapora Unimontes ③. MS Campo Grande Uems ③. Corumbá UFMS ④. Jardim Uems ③. MT Barra do Garças UFMT ③. Cuiabá UFMT ③. Rondonópolis UFMT ③. PA Belém IFPA ③. PB Campina Grande UEPB ③. Guarabira UEPB ③. PE Garanhuns UPE ④. PI São Raimundo Nonato Uespi ③. PR Cornélio Procópio Uenp ③. Curitiba Uniandrade ③


AVALIAÇÃO GE | ⋆⋆⋆⋆⋆ Excelente ⋆⋆⋆⋆ Muito bom ⋆⋆⋆ Bom Sigla sublinhada curso não avaliado CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ MENSALIDADE | ($) até R$ R$ 500,00 ($$) de R$ 500,01 a R$ 750,00 ($$$) de R$ 750,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

$$$$. Paranavaí Unespar ③. RJ Duque de Caxias Uerj. Rio de Janeiro Simonsen ③ $$$$, Uerj ③. RN Açu Uern. Caicó UFRN ④. Natal IFRN ④. RR Boa Vista UERR ③. RS Canoas Ulbra ③ $$$$. Caxias do Sul UCS n/i. Pelotas UFPel ③. Santa Cruz do Sul Unisc ⑤ $$. SC Chapecó UFFS-SC ④. Criciúma Unesc-SC ④ $$$. SE São Cristóvão UFS ④. SP Campinas PUC-Campinas ③ $$$$. Franca Unifran ③ $$. Presidente Prudente Unoeste $. Santos Unimes ③ n/i. São Paulo Fac. de São Paulo ③ n/i, Unisa ③ $. Sorocaba Uniso $$$. Votuporanga Unifev ④ n/i. TO Araguaína UFT ③. Porto Nacional UFT ③. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

Rio Pardo $. São José dos Campos Univap ④ n/i. São Paulo Centro Universitário Anhanguera de São Paulo n/i, Fac. Sta. Izildinha ③ n/i, Fac. Sumaré ③ n/i, Famosp $$$, Unicapital n/i, UniÍtalo ④ n/i, UniSant’Anna ④ $$, Universidade Brasil ③ n/i. REGIÃO SUL PR Assis Chateaubriand CTESOP ③ $$. Curitiba Fac. Espírita ③ n/i. Foz do Iguaçu Unila. Jandaia do Sul Fafijan ③ n/i. União da Vitória Unespar ③. RS Ivoti Isei n/i. Passo Fundo UPF ③ $$$$. SC Florianópolis Udesc ④. Tubarão Unisul $$.

REGIÃO CENTRO-OESTE DF Brasília Upis ② n/i. Taguatinga UniProjeção ⑤ n/i. GO Itapuranga UEG ②. Pires do Rio UEG ③. MS Naviraí Finav ③ $. Ponta Porã FAP-MS ② $. MT Cáceres Unemat ③. REGIÃO NORDESTE AL Palmeira dos Índios Uneal ③. União dos Palmares Uneal ③. BA Barreiras Ufob ③. Governador Mangabeira Famam n/i. Paripiranga UniAGES $$$. Salvador IFBA. Senhor do Bonfim Univasf-BA. CE Crato Urca ③. Quixadá IFCE. MA Caxias Uema ③. Pedreiras Faesf-MA $$. São Luís Fac. Sta. Fé n/i. PB Cajazeiras UFCG ③. João Pessoa UFPB. PE Araripina Fafopa n/i. Arcoverde Cesa-PE ② $. Belém de São Francisco Cesvasf ② n/i. Belo Jardim FBJ ② n/i. Nazaré da Mata UPE ④. Petrolina UPE ③. Salgueiro Fachusc $. PI Barras Uespi ②. Campo Maior Uespi. Floriano Uespi. RN Mossoró Uern ③. Pau dos Ferros Uern ③. SE Lagarto FJAV ③ $$.

HISTÓRIA

B/L

O

historiador estuda o passado humano em seus vários aspectos: economia, sociedade, cultura, ideias e cotidiano. Ele investiga e interpreta criticamente os acontecimentos, buscando resgatar a memória da humanidade e ampliar a compreensão da condição humana. Seu trabalho se baseia, principalmente, na pesquisa de documentos, como manuscritos, impressos, gravações, filmes, objetos, jornais e fotos. Depois de selecionar, classificar e relacionar as informações levantadas em bibliotecas, arquivos, entrevistas ou estudos arqueológicos, o bacharel faz a datação do fato ou do objeto, confere sua autenticidade e analisa sua importância e seu significado para a compreensão do encadeamento dos acontecimentos históricos. Com licenciatura, o graduado está apto a dar aulas em escolas de Ensino Fundamental e Médio.

REGIÃO NORTE AC Rio Branco Ufac ③. AM Parintins UEA ③. Tabatinga UEA ②. Tefé UEA ③. AP Oiapoque Unifap. PA Altamira UFPA ③. Barcarena Uepa. Belém Fibra ④ $$, Unama n/i. Igarapé-Açu Uepa. Marabá Unifesspa ③. Santarém Ufopa ③. Vigia Uepa. RO Ariquemes Fiar n/i. Porto Velho Unir ③. RR Boa Vista UFRR ③. REGIÃO SUDESTE ES Barra de São Francisco Fatesf-ES n/i. Colatina FCB ④ n/i. Nova Venécia Ifes. MG Além Paraíba Fafi Pronafor n/i. Belo Horizonte Fape2 ③ $$$. Boa Esperança Fafibe $. Carangola Uemg. Caratinga Unec ③ n/i. Janaúba Fac. Promove de Janaúba ③ n/i. Januária Incisoh ③ n/i. Montes Claros Funorte n/i. Muriaé Fasm-MG ③ $. Poços de Caldas IFSULDEMINAS. Virginópolis Iseed-Faved ③ n/i. RJ Angra dos Reis UFF. Duque de Caxias Feuduc ② n/i. Macaé Fafima ④ n/i. Rio de Janeiro Estácio ④ n/i, Feuc-RJ ③ n/i, UCB-RJ $$, UniMSB n/i. Volta Redonda UGB n/i. SP Adamantina Unifai-Adamantina $. Birigui Fabi ③ n/i. Campo Limpo Paulista Faccamp $. Carapicuíba Falc n/i. Catanduva Imes-Catanduva n/i. Fernandópolis FEF n/i. Guarulhos FG-SP ② $$, UnG n/i. Itaquaquecetuba UnG n/i. Jaboticabal Fac. São Luís-Jaboticabal ③ n/i. Jales Unijales n/i. Presidente Venceslau Faprev ③ $$$$. Santo André Centro Universitário Anhanguera de Santo André n/i. São José do Rio Pardo Feuc-

O QUE VOCÊ PODE FAZER Autoria e consultoria Produzir e avaliar material didático para editoras ou instituições de ensino. Assessorar a produção de novelas, vídeos e filmes de um determinado período histórico. Ensino Lecionar história geral ou do Brasil para os ensinos Fundamental, Médio ou cursos pré-vestibulares. Com pósgraduação, dar aulas na Educação Superior. Memória empresarial Pesquisar a história de empresas e instituições em geral para apresentá-la em livros, artigos ou reportagens. Pesquisa Investigar temas específicos em arquivos, institutos de pesquisa e universidades para produzir teses, livros e artigos. Documentação e preservação Selecionar, identificar e organizar documentos históricos para o acervo de museus – públicos e privados – e de centros de documentação. Identificar obras que farão parte de uma exposição permanente ou temporária. Atuar em órgãos de preservação do patrimônio arquitetônico e histórico. MERCADO DE TRABALHO As perspectivas para este bacharel são positivas. O projeto que regulamenta a profissão de historiador já foi aprovado na Câmara dos Deputados e está em discussão no Senado. O diploma de História será exigido para concursos

(B) BACHARELADO (L) LICENCIATURA (T) TECNOLÓGICO � VEJA DEFINIÇÕES NA PÁG. 18

públicos em museus e arquivos históricos. Será criado também um mercado mais bem definido para pesquisa no âmbito de ONGs e empresas. O licenciado encontra vagas em escolas de todo o país, especialmente na rede pública do Norte, do Nordeste e do Centro-Oeste. No Ensino Superior, o profissional, além de dar aulas nos cursos de História, também pode ministrar disciplinas em outras graduações, como Arquitetura e Urbanismo e Museologia. Em ONGs dedicadas ao resgate da memória de personagens ou eventos, instituições públicas de preservação do patrimônio, arquivos e museus, o profissional também é contratado para prestar consultoria, trabalhar na organização de acervos, em pesquisa documental e na preservação do patrimônio cultural. Um mercado em crescimento é o de produções cinematográficas de época e de roteiros para documentários. Essa demanda cresce em razão da lei que obriga as emissoras de TV por assinatura a exibir conteúdo nacional em sua programação. Ainda na área de produção audiovisual, o historiador pode ser requisitado para preparar aulas virtuais e vídeos sobre materiais didáticos. Há boas perspectivas também em cidades históricas. Tem aumentado ainda a busca por historiadores que organizem arquivos pessoais ou empresariais, reconstruam a história de famílias e empresas e prestem consultoria em campanhas eleitorais. O CURSO A maior parte dos cursos de História é de licenciatura e inclui disciplinas pedagógicas, como didática e metodologia do ensino, ao lado das específicas. Estas abordam a história tanto por períodos (pré-história, história antiga, medieval ou contemporânea) quanto por regiões, como Brasil, Europa ou Ásia. Há também temas específicos da pesquisa em história, como metodologia, teoria da história, história demográfica, história política ou história da ciência. Muita dedicação à leitura e participação em palestras e seminários fazem parte do cotidiano do graduando. Algumas escolas exigem estágio e trabalho de conclusão de curso, entre elas a USP. Atenção: a UFPR oferece um curso focado em memória e imagem; a Unila (PR), em América Latina (veja quadro abaixo). Duração média: 4 anos. Outro nome: Est. Soc. (hist.). FIQUE DE OLHO AMÉRICA LATINA É FOCO DE CURSOS A Unila, em Foz do Iguaçu (PR), oferece cursos centrados nas questões da América Latina, caso de História e Ciências Sociais. Estudantes brasileiros e de outros países da região estudam as particularidades do espaço geográfico e social das diferentes sociedades latino-americanas.

GE PROFISSÕES 2018

155


PROFISSÕES � CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS ⋆⋆⋆⋆

ONDE ESTUDAR (B)

CURSOS: 48 | AVALIADOS: 43 5⋆ 13 cursos | 4⋆ 12 cursos | 3⋆ 17 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ DF Brasília UnB ②. MG Belo Horizonte UFMG ③. Mariana Ufop ④. Uberlândia UFU (B/L) ③. RJ Niterói UFF ③. Rio de Janeiro PUC-Rio ④ $$$$$, UFRJ ③. SC Florianópolis UFSC ③. SP Campinas Unicamp ④. Franca Unesp ②. Guarulhos Unifesp ③. São Paulo PUC-SP ④ n/i, USP.

⋆⋆⋆⋆ GO Goiânia UFG ③. MG Juiz de Fora UFJF ④. São João del Rei UFSJ ④. Viçosa UFV ④. MS Dourados UFGD ③. PE Recife UFPE ③. PR Curitiba UFPR Hist. (memória e imagem); História ③. RJ Rio de Janeiro Uerj ④. RS Porto Alegre PUCRS ③ $$$, UFRGS ③. Santa Maria UFSM (B/L) ④. SP Campinas PUCCampinas ④ $$$$.

⋆⋆⋆ AC Rio Branco Ufac ②. AL Maceió Ufal ②. BA Salvador UFBA ③. ES Vitória Ufes ③. GO Catalão UFG. MG Belo Horizonte PUC Minas ⑤ $$$. Ituiutaba UFU (B/L) ④. PR Foz do Iguaçu Unila Hist. (América Latina). Ponta Grossa UEPG ③. RJ Rio de Janeiro Unirio ③. Seropédica UFRRJ ④. RN Caicó UFRN ③. Natal UFRN. RS Canoas Unilasalle-RS ③ $$. Pelotas UFPel ③. Rio Grande Furg ②. SP Santo André FSA-SP (B/L) ④ $$$. � OUTROS CURSOS

Avaliados (com ⋆⋆ e ⋆) e não avaliados (sigla sublinhada)

REGIÃO NORDESTE BA Barreiras Ufob. REGIÃO NORTE PA Ananindeua Esmac (B/L) $$$$. TO Colinas do Tocantins Fiesc (B/L) n/i. REGIÃO SUDESTE MG São Lourenço FVH n/i. RJ Campos dos Goytacazes UFF. REGIÃO SUL SC Florianópolis Udesc.

ONDE ESTUDAR (L)

CURSOS: 325 | AVALIADOS: 279 5⋆ 26 cursos | 4⋆ 59 cursos | 3⋆ 90 cursos � OS MELHORES CURSOS

⋆⋆⋆⋆⋆ CE Fortaleza UFC ④. DF Brasília UnB ③. GO Goiânia UFG ④. MG Belo Horizonte UFMG ④. Juiz de Fora UFJF ④. Mariana Ufop ④. Viçosa UFV ④. MS Dourados UFGD ④. MT Cuiabá UFMT ③. PE Recife UFPE ②. PR Marechal Cândido Rondon Unioeste ③. Ponta Grossa UEPG ④. RJ Niterói UFF. Rio de Janeiro PUC-Rio ④ $$$$$, UFRJ ⑤, Unirio ④. Seropédica UFRRJ ④. RN Natal UFRN ④, UnP ③ n/i. RS Passo Fundo UPF ③ $$$. Porto Alegre PUCRS ④ $$$. São Leopoldo Unisinos ⑤ $$. SP Assis Unesp ③. Campinas Unicamp ④. Guarulhos Unifesp ③. São Paulo PUC-SP ④ n/i.

156 GE PROFISSÕES 2018

AM Manaus Ufam ③. BA Cachoeira UFRB ③. Salvador UFBA ④. Santo Antônio de Jesus Uneb ③. Teixeira de Freitas Uneb ④. Vitória da Conquista Uesb ③. ES Vitória Ufes ③. GO Anápolis UEG ③. Catalão UFG ⑤. Goiânia IFG ③, PUC Goiás ③ n/i. Goiás UEG ③. Jataí UFG ③. MA São Luís Uema ④. MG Alfenas Unifal-MG ④. Belo Horizonte PUC Minas ④ $$$, UniBH ④ n/i. São Francisco Unimontes ③. São João del Rei UFSJ ④. Uberaba UFTM ③. MS Amambaí Uems ③. Aquidauana UFMS ③. Campo Grande UCDB ③ $$, UFMS ④. Nova Andradina UFMS ③. Três Lagoas UFMS ④. PB Campina Grande UFCG ④. João Pessoa UFPB ④. PE Nazaré da Mata UPE ④. Recife UFRPE ④. PR Curitiba PUCPR $$, UTP ④ $$. Guarapuava Unicentro-PR ④. Jacarezinho Uenp ④. Maringá UEM ③. Paranavaí Unespar ④. RJ Campos dos Goytacazes UFF. RN Caicó UFRN ④. RS Canoas Unilasalle-RS ④ $$. Caxias do Sul UCS ③ n/i. Jaguarão Unipampa ④. Novo Hamburgo Feevale ④ $. Porto Alegre UFRGS ④. Santa Cruz do Sul Unisc ④ $$. SC Florianópolis Udesc ④, UFSC ④. SE Aracaju Unit-SE ③ $. SP Bauru USC ④ n/i. Campinas PUC-Campinas ④ $$$$. Engenheiro Coelho Unasp ④ $$$. Franca Unesp ②. Guarulhos FG-SP ③ $$. Piracicaba Unimep ④ $$$. Santos Universidade Católica de Santos ④ $$$. São José dos Campos Univap ③ n/i. São Paulo Fac. Sumaré n/i, Unifai-São Paulo ③ $$, Uninove ④ n/i. TO Porto Nacional UFT ③.

⋆⋆⋆ AL Delmiro Gouveia Ufal. Maceió Ufal ③. AP Macapá Unifap ③. BA Caetité Uneb. Conceição do Coité Uneb ③. Eunápolis Uneb ③. Feira de Santana Uefs ②. Ilhéus Uesc ④. Salvador Unijorge ④ n/i. CE Crato Urca ③. Fortaleza Uece ③. Limoeiro do Norte Uece ③. Quixadá Uece ④. Sobral UVA-CE ③. DF Taguatinga UniProjeção ④ n/i. ES Cachoeiro de Itapemirim São Camilo-ES ③ $$. Colatina FCB ③ n/i. GO Goianésia UEG ②. Quirinópolis UEG ③. MA São Luís Fac. Sta. Fé n/i, UFMA ④. MG Belo Horizonte Estácio BH ③ n/i. Campanha Uemg ④. Carangola Uemg ③. Montes Claros Unimontes ③. Passos Uemg ③. Patos de Minas Unipam ④ n/i. Pouso Alegre Univás ③ n/i. MS Corumbá UFMS ③. Coxim UFMS ③. PA Belém Fibra ④ $$, UFPA ③, Unama n/i. Bragança UFPA ③. PB Cajazeiras UFCG ③. Campina Grande UEPB ③. PE Garanhuns UPE ③. Petrolina UPE ③. Recife Unicap ③ $$. PI Floriano Uespi. Oeiras Uespi. Parnaíba Uespi. Picos UFPI ③. São Raimundo Nonato Uespi. Teresina Uespi ③, UFPI. PR Campo Mourão Unespar. Cascavel Unipar ③ n/i. Coronel Vivida Unicentro-PR ④. Curitiba Uniandrade ④ $$$$. Francisco Beltrão Unipar ③ n/i. Irati Unicentro-PR ④. Londrina UEL ④. Paranaguá Unespar ③. RJ Duque de Caxias Unigranrio ④ $$$. Macaé Fafima ③ n/i. Nova Iguaçu UFRRJ ④. Petrópolis UCP-RJ ③ $$. Rio de Janeiro Simonsen ③ $$$$, UCB-RJ $$, Uerj ④, UVA-RJ ③ n/i. São Gonçalo Uerj ③. Volta Redonda UGB ④ n/i. RO Rolim de Moura Uni