Issuu on Google+

Ano I - 1ª Edição Abril de 2013 Distribuição Dirigida Cachoeirinha e Gravataí

Casamento Da escola ao altar

Saúde A coragem e o medo

UMA GESTÃO DE RESULTADOS Neiva Bilhar se despede da presidência do Centro das Indústrias de Cachoeirinha comemorando a conquista de importantes melhorias para o setor empresarial mais matéria | 1


2 | mais matĂŠria


|EDITORIAL|

Ela é Mais.... A única constante da vida é a mudança. Sempre é hora de transformar e evoluir, como se esta fosse uma regra intrínseca das coisas, uma busca incessante em sempre poder crescer. Mas nada muda por acaso. A natureza é sábia e evolui na hora e no momento certo. No início de 2013, vislumbramos que era preciso reestrutar, otimizar e evoluir. Há cinco anos criamos a Revista Matéria Prima e a há três a Revista Matéria de Saúde. Duas publicações que foram conquistando credibilidade e crescendo de maneira sustentável e unificada. Revistas que eram lembradas pela sua construção editorial, qualidade gráfica e ampla circulação. Leitores e parceiros foram se somando a esta trajetória, e nós, da TR Comunicação, fomos a cada edição ganhando mais segurança e respaldo para construir um veículo de comunicação do tamanho que a região espera e merece. Neste momento temos a certeza que esses cinco anos foram o caminho para que evoluíssemos e conquistássemos a segurança necessária para investir num produto mais bonito e melhor, em todos os aspectos. É impossível não ficar com o coração apertado por saber que a Revista Matéria Prima e a Matéria de Saúde, que durante tantas edições foram construídas com todo o carinho e empenho da nossa equipe, não mais serão publicadas. Mas hoje temos a certeza de que elas estão inseridas neste novo veículo que nasce já respaldado por estas duas publicações. A Revista Mais Matéria é fruto de um estudo de mercado sobre tendências de comunicação, projetos gráficos, estrutura da informação e apresentação. A escolha do nome priorizou a nossa bagagem na produção de duas outras revistas, mas sobretudo resumiu a mensagem do que queremos passar. Ela é Mais. Mais informação, mais qualidade, mais retorno aos parceiros, mais comunicação... O parceiro comercial da Mais Matéria terá aliado a sua marca um produto distinto e único. Focamos num público que preza pelo bom gosto e pela seriedade. Agradecemos aos nossos parceiros comerciais por terem acreditado nesta ideia e superarem a nossa expectativa já nesta primeira edição.

Convidamos você a visitar o site www.revistamaismateria.com.br e curtir nossa página facebook/revistamaismateria. Apreciem sem moderação.

Boa leitura!

Abril - 2013 - Ano I - 1a Edição Circulação: 5 mil exemplares Impressão: Gráfica Odisseia Jornalista Responsável: Roselaine Vinciprova (MTB 11043) Coordenação: . Roselaine Vinciprova roselaine@trcomunicacao.com Tadeu Battezini - tadeu@trcomunicacao.com Contato: (51) 3041.2333 redacao@revistamaismateria.com.br Comercial: Tadeu Battezini - tadeu@trcomunicacao.com Sandra Santos - sandra@trcomunicacao.com Redação: Kamyla Jardim - jornalismo@trcomunicacao.com Rita Trindade - redacao@trcomunicacao.com Diretor de Arte: Fernando Junges - criacao@trcomunicacao.com Mateus Delazeri - criacao2@trcomunicacao.com Planejamento: Felipe Silva - administrativo@trcomunicacao.com Projeto Gráfico: Kamyla Jardim Mais Matéria é uma publicação mensal da TRCOM. - Av. Flores da Cunha, 1050 / 604 - Centro - Cachoeirinha/RS - Fone (51) 3041.2333 www.revistamaismateria.com.br. Facebook - Revista Mais Matéria Todos os direitos reservados. Os artigos assinados não refletem, necessariamente, a opinião da revista Mais Matéria e são de inteira responsabilidade dos autores.

mais matéria | 3


|SUMÁRIO|

ESPAÇO LEITOR e, Venho através dest s cê vo s -lo parabenizá O ÇÃ CA da TRCOMUNI pelo belo trabalho que é a revista u Matéria Prima, so de da in diretor da Tr se Registros de Marca ssa Patentes Ltda e no empresa está aqui em Cachoeirinha há i 7 anos e só agora fu e tomar ciência dest belo material. Desde agradeço. s Jerri A. Lemes Lope

24

Entrevista

Uma gestão de resultados

4 | mais matéria


52

23

38

10. Empreendedorismo Os desafios de empreender

30. Educação Cesuca é a 6a do Estado

49. Saúde A coragem e o medo

no ranking do MEC

17. Sustentabilidade

Reciclar e reutilizar para sobreviver

20. Economia Mudanças na economia regional

23. Design Estilo e personalidade em ambientes compactos

34. Premiação A mulher de negócios

52. Dermatologia 32. Tendência

Envelhecimento Precoce

A moda das empresárias

54. Estética 38. Casamento

Rinoplastia: o nariz em questão

O cupido fez plantão

42. Cultura

58. Ortopedia - Traumatologia Ombro doloroso e a TCC

Uma toalha, algumas cestas e muitas histórias

44. Animais ONDA atende animais de rua

50. Coluna Vertebral Cirurgia minimamente invasiva da coluna vertebral

mais matéria | 5


O CIC incentivando a divulgação dos seus associados Fone: 51 3471 3388 | Site: www.cic-rs.ind.br

loja da azul cargo é inaugurada em cachoeirinha A Azul Cargo, empresa de carga da Azul Linhas Aéreas, inaugurou mais uma loja do Rio Grande do Sul, em Cachoeirinha. Seguindo o plano de expansão da rede de lojas, a abertura dessa unidade é bastante estratégica, já que atuará como agente exclusivo na cidade. O município oferece todas as condições logísticas e um mercado com demanda por serviços aéreos de encomendas, produtos e documentos com atendimento expressos e urgência. Inaugurada em 24 de agosto de 2012, a nova Loja da Azul Cargo está localizada na Av. Flores da Cunha, 2574 - Parque Brasília, além do Município de Cachoeirinha, atenderá também a comunidade e o mercado empresarial de Gravataí, Alvorada e Viamão com serviços logísticos de excelência em qualidade e foco na segurança.

A Azul Cargo dispõe de um conjunto de serviços logísticos que visam atender as diferentes demandas e o perfil de cada um de seus clientes: • Azul Cargo 2h – ideal para remessas urgentes despachadas até duas horas antes do vôo. • Azul Cargo Amanhã – oferece entrega domiciliar e retirada no aeroporto destinadas as principais capitais brasileiras. • Azul Cargo Doc – oferece tarifas reduzidas para documentos até 100gr. • Azul Cargo E-commerce - a partir de 250gr entrega em até 25 dias. • Azul Cargo Standart – peso mínimo de 30 kg, com prazo de entrega em até dois dias.

Prevenindo incêndios A Preventiva Extintores é uma empresa focada na manutenção e comercialização de componentes para prevenção de incêndio, desde recargas de extintores comerciais até grandes obras civis para prevenção e segurança contra incêndios. A empresa foi fundada em meados de 2001 por Manuel Junior, que já detinha um vasto conhecimento no ramo. Manuel apresentava uma visão ativa e empreendedora e projetou uma empresa diferenciada e focada no ramo de extintores fundando assim a Preventiva. Apesar de ser uma micro empresa e possuir poucos colaboradores, a Preventiva Extintores está sempre preocupada e empenhada em oferecer a devida qualificação aos seus

Divulgação

funcionários, esta qualificação se dá através de cursos para novos colaboradores, integração entre equipes e reciclagem para todos que trabalham na empresa. O público alvo da companhia vai desde pequenos empreendedores que desejam adquirir um extintor para seu comércio, até grandes projetos de prevenção de incêndio. A empresa é focada em oferecer soluções para prevenção e segurança contra incêndios. A Preventiva Extintores está em processo de crescimento desde sua fundação e tem vários projetos de expansão para os próximos anos, tendo em vista um forte aquecimento de mercado, visto que a preocupação e rigidez dos órgãos reguladores no quesito segurança está cada vez maior.

Metalúrgica Mahler A Mahler foi fundada no ano de 1958 por Nikolai Mahler, no bairro Cristo Redentor, zona norte de Porto Alegre. Em 2006, a empresa com mais de 50 anos de história mudou de endereço, e trouxe toda a sua tradição e experiência para Cachoeirinha, fixando-se no Distrito Industrial. O surgimento da companhia se deu, principalmente, pela percepção de uma necessidade do mercado na época, no fim dos anos 50, das dobradiças para assentos de vasos sanitários. Essa descoberta fez a Mahler suprir uma necessidade do mercado, que até então ninguém havia dado conta da sua real importância. A empresa produz peças em aço inox para esquadrias, espetos e demais artigos para churrasco, além de peças para a indústria automobilística. Segundo o gerente de RH, Fernando Santos, os treinamentos são constantes e feitos conforme a necessidade das equipes. ”Há sempre um estudo sobre o que está sendo feito dentro da empresa, sempre buscamos o aperfeiçoamento do conhecimento de nossos funcionários”, explica. Fernando esclarece ainda que, há um plano anual de treinamentos, que são feitos regularmente e com os cuidados necessários para manter a equipe sempre qualificada.

industrialização e comercialização de vidros planos Desde a sua fundação, em outubro de 1971, a Vidrobox vem atuando fortemente na industrialização e comercialização de vidros planos, direcionados aos mercados da Construção Civil, Decoração, Indústria Moveleira, Indústria de Fogões, Encarroçadoras de Ônibus, Elevadores, entre outros. Com sede no Distrito Industrial, em Cachoeirinha, a empresa está presente nas grandes obras industriais e comerciais do estado, bem como em importantes cadeias produtivas no Rio Grande do Sul, fornecendo Vidros Planos Lisos e Impressos, Vidros Refletivos, Es-

6 | mais matéria

pelhos, Vidros Temperados, Vidros Laminados e Vidros Termo-Acústicos, com tecnologia de ponta e alto padrão de qualidade. Política de Qualidade A Vidrobox possui um Sistema de Gestão da Qualidade certificado pela norma ISO 9001:2000 afim de assegurar a qualidade de todo o processo produtivo. Além disso, possui certificação de produtos para aplicação na indústria automotiva concedida por organismos internacionais.


mais matĂŠria | 7


A ACC fortalecendo o desenvolvimento de Cachoeirinha Fone: 51 3471 2000 | Site: www.acccachoeirinha.com.br

O associativismo é a base estratégica para o desenvolvimento de uma categoria

O

O associativismo é o que fortalece uma categoria. Quanto maior a união, o empenho e o esforço melhores são as chances de crescimento e conquistas para todo um setor. A Associação Comercial acumula na sua trajetória conquistas importantes para a cidade e região. Mas a entidade é formada por pessoas, e são elas que fazem a diferença. O esforço de cada um dos associados é somado a dos outros parceiros, aumentando assim as chances que os problemas e reivindicações sejam resolvidos. Numa entidade todo associado é igual, não existe patrão. Por isso, as relações de confiança e honestidade são essenciais. Aqueles que têm a habilidade se associar, de somar inteligências e habilidades profissionais poderão atingir o sucesso e a realização pessoal de modo mais rápido, além de ajudar no crescimento e desenvolvimento da sua comunidade.

Convênio de Cooperação entre Sicredi e Associação Comercial de Cachoeirinha

A parceria com a Associação Comercial nasceu desde o início da Loja Moça Bonita.Sempre usamos as consultas do SCPC para termos maior garantia durante a nossa venda. A entidade oferece uma gama de produtos que facilitam muito, como o desconto em consultas médicas e o Bom Dia Associado que é um evento gratuito. Magda Marques da Silveira Gerente da Loja Moça Bonita

Depoimento: Clipertec Produto utilizado: SCPC Pessoa Jurídica – Base Garantida Quando iniciou a parceria com a Associação Comercial? Iniciamos nossa parceria com a Base Garantida em 2010, após conhecermos o serviço durante uma compra em Porto Alegre. Buscamos informações, para saber se poderia ser utilizado no nosso ramo, já que não somos uma loja. Quais vantagens do Base Garantida de Cheques para a empresa? Sentíamos a necessidade de outras formas de pagamento, além do cartão de crédito, pois muitos clientes não tinham limite disponível e os boletos acabavam sendo um risco e tomavam tempo com análise de crédito e envio de documentação. A contratação do serviço da Base Garantida foi muito tranquila, o atendimento de toda equipe é muito eficiente e o sistema de consulta é simples e rápido. Nosso pessoal recebeu uma capacitação para que o serviço funcionasse perfeitamente. O cheque tornou-se a nossa principal forma de venda, sendo hoje a primeira opção de parcelamento oferecida ao cliente. Com certeza a Base Garantida nos trouxe mais segurança e possibilitou atingir uma quantidade maior de clientes.

Em 27 de março de 2013, a Cooperativa Sicredi União Metropolitana RS firmou um convênio com a Associação Comercial de Cachoeirinha (ACC), que proporcionará condições especiais para os associados em linhas para construção e reforma, máquinas e equipamentos, capital de giro, entre outros. O Sicredi é uma instituição

8 | mais matéria

financeira cooperativa presente em 10 estados brasileiros, que visa apoiar seus associados, oferecendo soluções de acordo com suas necessidades. No RS, o Sistema está presente em 90% dos municípios e é a organização financeira com a maior rede de atendimento do Estado. Maiores informações pelo fone 3471.2000.

Fale um pouco sobre a Clipertec: A Clippertec foi fundada em 1996. Fabricamos equipamentos para estética animal: sopradores, secadores e máquinas de secar. Atendemos todo Brasil através de revendedores e vendas diretas ao consumidor final, também exportamos para diversos países. Somos a única empresa Brasileira fabricante de equipamentos do segmento a possuir as certificações ISO 9001 e Inmetro. Contamos hoje com equipe de 26 colaboradores em uma área fabril de 2 mil m², em fase de ampliação.


mais matĂŠria | 9


|EMPREENDEDORISMO|

Os desafios de empreender Texto por KAMYLA JARDIM | fOTO DIVULGAÇÃO

Mas por que é tão difícil ter uma empresa de sucesso? Existe algum segredo para ser um empresário bem sucedido? Infelizmente não. Não existe nenhum segredo, fórmula, receita ou varinha mágica capaz de transformar um pequeno negócio em uma grande corporação, mas existem alguns pontos que se bem trabalhados, podem aumentar consideravelmente as chances de uma empresa se manter crescente e saudável durante muito tempo

10 | mais matéria

A

Alcançar o reconhecimento no mercado de trabalho, ganhar um bom salário, ter flexibilidade de horários e ser dono do próprio nariz são apenas algumas das motivações que despertam o desejo pelo empreendedorismo. Com o objetivo de serem donas do próprio negócio, muitas pessoas arriscam suas economias e se jogam no lançamento de uma nova empresa. Acontece que a grande maioria dos negócios fracassa antes dos dois primeiros anos de vida. Segundo dados do Sebrae, uma em cada quatro empresas brasileiras declaram falência antes de completar um ano. Depois de abrir uma empresa, é provável que o empreendedor se depare com pelo menos um desses problemas: falta de clientes, de capital, dificuldades na administração e no planejamento, burocracia e alta carga tributária, mão de obra e concorrência. Mas por que é tão difícil ter uma empresa de sucesso? Existe algum segredo para ser um empresário bem sucedido? Infelizmente não. Não existe nenhum segredo, fórmula, receita ou varinha mágica capaz de transformar um pequeno negócio em uma gran-

de corporação, mas existem sim alguns pontos que se bem trabalhados, podem aumentar consideravelmente as chances de uma empresa, não somente sobreviver aos dois primeiros anos, como também se manter crescente e saudável durante muito tempo. De acordo com a advogada e contadora Noemi Raupp, o número de empresas em falência ainda no seu primeiro ano de vida permanece elevado porque os empreendedores continuam pecando no planejamento. “Falta planejar, conhecer o mercado que vai trabalhar, saber qual o perfil do cliente e dentro do perfil deste cliente reconhecer várias opções para que este esteja satisfeito”, revela. O planejamento empresarial inclui a análise do custo do produto e serviço, levando em conta o custo administrativo, fiscal e trabalhista. Noemi ainda ressalta que é comum alguns sócios retirarem os lucros da empresa para gastos pessoais, muitas vezes deixando de pagar as obrigações do negócio, principalmente impostos, desenvolvendo assim uma dívida que desencadeará certamente na falência da empresa. Para evitar estes erros, a conta-


dora sugere que se tenha um capital no qual será investido e, principalmente, a consciência de que a lucratividade pode demorar a surgir. “Não se pode pensar que ao abrir o próprio negócio já se tem rentabilidade garantida. Dependendo da atividade da empresa, a lucratividade é mais demorada. E no momento que a empresa apresentar lucratividade, parte deste lucro precisa ser reinvestido no próprio negócio, a partir deste será lançada uma empresa inovadora e moderna voltada para o mercado”, afirma Noemi. Para aqueles que mantêm o sonho de se tornar um empreendedor, porém ainda não deram o primeiro passo, a advogada destaca que independente da área escolhida para o investimento, o empreendedor deve observar alguns aspectos: - Sustentabilidade: É preciso preservar o meio ambiente. Invista em produto e serviço sustentável. - Serviços: Tenha um pessoal capacitado, com mão de obra de qualidade.

Atualmente, a pessoa que está atenta ao mercado, que é estudiosa e que busca o conhecimento tem o diferencial para atender este mercado competitivo e exigente. - Comércio: É necessário ter produto, preço e qualidade naquilo que for vender. - Indústria: Invista na mão de obra, tecnologia e controle de qualidade. Como auxílio para abertura da empresa e planejamento da mesma, o empreendedor pode certificar os cuidados com o negócio, contando com o trabalho de um contador e uma assessoria eficiente que faz o responsável pela empresa pensar, planejar e prosperar com segurança diante do seu empreendimento. “Atualmente, o profissional da contabilidade no planejamento diante da Constituição de uma empresa é de suma importância para evitar pequenos e comuns erros que desencadeiam problemas tão graves na abertura dos negócios”, finaliza Noemi.

Não se pode pensar que ao abrir o próprio negócio já se tem rentabilidade garantida. Dependendo da atividade da empresa, a lucratividade é mais demorada. E no momento que a empresa apresentar lucratividade, parte deste lucro precisa ser reinvestido no próprio negócio, a partir deste será lançada uma empresa inovadora e moderna voltada para o mercado Noemi Raupp Advogada e contadora

mais matéria | 11


|ECONOMIA|

Brasileiros já pagaram R$ 300 bilhões em tributos neste ano

O problema é que, entre os 30 países com a maior carga tributária, o Brasil segue como o que pior retorna os valores arrecadados em prol do bem estar da sociedade

O problema dos tributos é discussão antiga. O Brasil assume o primeiro lugar na lista dos países com maior complexidade tributária. Para termos uma ideia, só em 2013, os brasileiros já pagaram mais de R$ 300 bilhões em impostos. O valor foi divulgado pelo “Impostômetro” da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) no mês se março. Os países constroem sua infraestrutura com o dinheiro que arrecadam em impostos. No ano passado, o Brasil arrecadou quase 40% do total da riqueza representada pelos bens produzidos aqui e pelos serviços realizados. É um recorde histórico. O problema é que, entre os 30 países com a maior carga tributária, o Brasil segue como o que pior retor-

na os valores arrecadados em prol do bem estar da sociedade. A posição de primeiro lugar para quem melhor atende seus cidadãos fica com a Austrália. Esse foi um estudo feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). O Índice de Retorno de Bem Estar à Sociedade, que é uma média ponderada da carga tributária de cada país com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Organização das Nações Unidas (ONU), foi divulgado ao final de 2012, classificando o Brasil em última posição. A surpresa, da pesquisa, é que países com PIB per capita um pouco menor do que o brasileiro, como o Peru e a Sérvia, obtêm, seguidamente, IDH maior do que o nosso. Tudo isso com menos tributos. Divulgação

microcrédito ao pequeno empreendedor A Prefeitura de Cachoeirinha e o Banco do Brasil assinaram um convênio para que o banco ofereça microcréditos, que vão de R$ 150 a 15 mil, a pequenos empreendedores que precisam de capital de giro ou que gostariam de iniciar uma atividade profissional autônoma. A ideia da parceria é que uma equipe do Banco do Brasil vá às unidades de CRAS do município, em dias determinados, para oferecer o crédito, que tem juros de 0,64% ao mês, sem incidência de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Se o empréstimo for para capital de giro ou para materiais de consumo, o prazo de pagamento é de seis meses. Se for para a aquisição de máquinas e equipamentos, o prazo de pagamento é de um ano. O crédito é de fácil acesso, sem burocracia, desde que a pessoa se enquadre nos critérios estabelecidos pelo banco, como, por exemplo, não ter renda bruta mensal superior a R$ 5 mil, no caso de empreendedor individual e no caso de microempresa, o faturamento bruto anual não pode ultrapassar R$ 120 mil.

Hyundai começa obras em São Leopoldo Já iniciaram as obras de terraplanagem da fábrica da Hyundai em São Leopoldo. A unidade vai produzir elevadores e escadas rolantes. O empreendimento contará com investimento inicial de mais de 30 milhões de dólares. Inicialmente, a Hyundai Elevadores terá a capacidade de produzir 3 mil elevadores por ano, mas esses números podem chegar a outros patamares, conforme a demanda.

12 | mais matéria

Consumidor gasta em média R$ 1.300,00 no e-commerce por ano Estudo realizado pelo E-commerce Index analisou os gastos em compras virtuais realizadas na Europa, América e Ásia. Pesquisa da Rakuten mostra aumento nas compras pela internet. O consumidor brasileiro gasta em média R$ 1.300,00 por ano no e-commerce, de acordo com uma pesquisa do E-commerce Index com base em números de 2012. O levantamento analisou o gasto médio em compras na internet realizadas no Reino Unido, Alemanha, Áustria, França, Espanha, Indonésia, Tailândia, Malásia, Estados Unidos, Brasil, Japão e em Taiwan. A pesquisa

identificou o maior índice de gastos entre os britânicos com média de US$ 1.700,00 por pessoa ao ano. Já a Indonésia teve o menor índice com US$ 239,00 por internauta. O social shopping também registrou crescimento no último ano: 45% dos consumidores ativos em redes sociais no Brasil recomendam e adquirem produtos por estes canais e 63% indicam itens em seus perfis, de acordo com dados de uma pesquisa global divulgada pela Rakuten. O país com maior índice de recomendação de marcas pelas redes sociais é a Indonésia com 67,3% e o menor é o Japão com 7,7%.


DE QUEM É O PRIMEIRO CAFÉ? Prof. Saul Sastre Diretor de Transportes Rodoviários - DAER/RS | www.saulsastre.com.br | saulsastre@terra.com.br

Quando chegamos para visitar uma empresa, para quem primeiro é servido o café? A cultura empresarial talvez seja o maior impactante de resultados que uma organização possa ter. A cultura significa a maneira com que sua direção e colaboradores pensam e interagem com o mercado e consequentemente com seus stakeholders. É por isso... Que muitas vezes somos muito mal atendidos e não recebemos nem um pedido de desculpas. É por isso... Que muitos planos estratégicos brilhantes acabam não saindo do papel. É por isso... Que muitas vezes ficamos presos a uma “borrocracia” que só serve para emperrar o progresso de todos. O professor Michael Porter defende que qualquer diagnóstico empresarial, deva incluir a análise da cultura organizacional, tornando-se importante saber se possui uma gestão ágil ou uma burocracia excessiva, se ela é inovadora ou conservadora, se ela pro age ou apenas reage ao mercado e enfim, se ela possui foco no usuário ou apenas na organização. É muito fácil entendê-la, basta observar pequenos deta-

lhes, como o tempo de resposta aos problemas ou mudanças rápidas ou lentas nos rumos da gestão, no atendimento ao cliente ou fornecedores. Se a empresa trabalha buscando novas fórmulas para velhos problemas, ou então se ela cultiva velhos problemas que não são resolvidos nunca. Se ela apenas reage atendendo a demanda do dia a dia ou se busca antever cenários. Não é fácil mudar uma cultura empresarial, que significa mudar a maneira de pensar de todo um grupo de pessoas, a começar pelo dono do negócio e assim escorrendo para os demais quadros hierárquicos, um processo que pode levar mais de cinco anos e só acontece se a alta direção quiser, investindo em programas de qualidade, qualificação em treinamento e desenvolvimento de habilidades, com muita atitude de querer mudar o que precisa mudar para sobreviver. Para quem é servido o primeiro café? Um simples teste com um grande significado, pois o primeiro café deverá ir sempre para o cliente, caso contrário essa empresa precisará rever sua cultura de priorizar o mercado, ao invés de seus diretores.

Para quem é servido o primeiro café? Um simples teste com um grande significado, que mostra o quanto a empresa prioriza o mercado atual

PERSONAL

mais matéria | 13


|SUSTENTABILIDADE|

projeto de Ecoeficiência da petrobras utiliza água de chuva A estrutura permite chegar a uma produção de 600 milhões de litros por ano e uma economia anual de R$ 12 milhões, quando atingir o pleno aproveitamento para o qual foi projetada

O projeto de Ecoeficiência desenvolvido pelo Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes) promete ser uma alternativa inteligente ao desperdício da água da chuva. Em um prédio da sede, inaugurado recentemente no Rio de Janeiro, o telhado e o piso foram construídos com o objetivo de aproveitar a quase totalidade da água de chuva. A estrutura permite chegar a uma produção de 600 milhões de litros por ano e uma economia anual de R$ 12 milhões, quando atingir o pleno apro-

veitamento para o qual foi projetada. Atualmente, o sistema está operando com 37% de sua capacidade e vai aumentar progressivamente, segundo o número de pessoas no centro. A água da chuva captada no telhado é utilizada nas pias e mictórios. A que cai no chão é utilizada na irrigação de 32 mil metros quadrados de área verde em volta do Cenpes. A água da chuva é armazenada em cisternas que totalizam 851 mil litros.

Programa semear é renovado em cachoeirinha O Programa Semear da Secretaria Municipal do Meio Ambiente renovou parceria com a CEEE e vai investir em plantio de árvores frutíferas, videiras e pés de maracujá. O Prefeito Vicente Pires e o diretor de transmissão da CEEE, Gilberto Silva da Silveira, renovaram neste último mês, o convênio do Projeto Semear, iniciativa da Prefeitura de Cachoeirinha que busca inibir ocupações sob as torres de alta tensão que cruzam o município. Na oportunidade, o prefeito também anunciou a ampliação do projeto para mais áreas e o desejo de que os produtores debatam a formação de uma cooperativa para gerar mais renda às famílias

HEINEKEN Brasil reduz o uso de água A Heineken Brasil destacou no Dia Internacional da Água, 22 de março, suas ações para redução do uso de água no processo produtivo da cerveja. Em 2012, o total de água utilizada para cada litro de cerveja caiu para 4,92l. Até o final deste ano, o uso da água deve diminuir ainda mais, com uma média estimada em 4,5l. Os resultados são decorrentes das iniciativas do “Brewing a Better Future”, plataforma global de sustentabilidade da Heineken que já está em vigor nas oito cervejarias do Brasil. No país, a empresa gera cerca de 2,3 mil empregos e possui oito cervejarias, uma delas localizada em Gravataí.

14 | mais matéria

Divulgação

Vivo instala sua primeira “antena sustentável” A Telefônica Vivo ativou a primeira antena sustentável da operadora. A antena é afixada nas laterais dos postes de iluminação, enquanto os demais equipamentos são instalados em caixas subterrâneas de fiberglass – plástico reforçado com fibras de vidro -, o que garante proteção contra a água e outros elementos, além de evitar qualquer tipo de impacto no subsolo. O projeto ecologicamente correto da operadora, poderá viabilizar a instalação

das milhares de antenas necessárias à melhoria da qualidade e ampliação dos serviços atuais de telefonia celular no país. As novas antenas irão também permitir as transmissões de 4G. A nova solução sustentável desenvolvida pela Telefônica Vivo, apresenta tecnologia 100% nacional, o novo recurso, ao reutilizar postes já existentes, evita a construção de novas torres e proporciona um visual mais limpo, além de consumir menos energia.


Reciclar e Reutilizar para sobreviver Profa. Ms. Aline dos Santos Stolze Prof. Ms. Marcelo Henrique Euzébio Batista

T

Todos nós já consumimos e descartamos algum aparelho eletrônico em nossas vidas: computadores, periféricos, aparelhos MP3, consoles de videogame, celular, entre outros. E o pior de tudo, somos induzidos o tempo todo a comprarmos um modelo novo, pois o lançamento é muito mais rápido, leve e bonito. O aparelho antigo ficará naquele cantinho da garagem, já que de acordo com as nossas necessidades esse equipamento se tornou obsoleto. Quando ele (o parelho antigo) fica no cantinho da garagem ou na caixa no guardaroupa, tudo bem. O problema começa no momento que, simplesmente colocamos no lixo comum de nossas casas esse vulgo aparelho velho. Agora questiono você: para onde ele (o equipamento) vai? Qual seria o destino correto? O homem dos próximos séculos será um reciclador compulsivo. Não teremos outra alternativa a não ser reciclar e reutilizar. No mês de novembro de 2012, na cidade de São Leopoldo/RS, o cientista-chefe da IBM no Brasil, Fábio Gandour em sua palestra intitulada “O que do amanhã já se pode saber hoje” alertou sobre falta de água que o planeta sofrerá em um futuro muito breve. Assim, se dividirmos o número de átomos que compõem a Terra pela população, e sabendo que essa população somente cresce, teremos falta de dois elementos de extrema importância: hidrogênio e oxigênio, ou seja, água. Dessa forma, fica a importante mensagem a todos nós de que “vai faltar água”. Sabemos que a água é essencial para a sobrevivência do homem, e sabemos também que para indus-

trializar qualquer produto eletroeletrônico necessitamos de quantidades enormes dessa fonte. Um fator que influencia e explica a escassez, não só da água, mas de tantas outras substâncias que atualmente compõem todo material eletroeletrônico face à sustentabilidade é quando somos consumidos por um egocentrismo. Padrões globais de produção

Padrões globais de produção e consumo causam uma crescente devastação ambiental, reduzem recursos naturais e extinguem espécies. E o que agrava a situação, é que parece que queremos estar fora desse contexto

e consumo causam uma crescente devastação ambiental, reduzem recursos naturais e extinguem espécies. O que agrava a situação frente à natureza, como um todo, é o fato de queremos nos colocar fora desse contexto, como se o ser humano não fosse parte integrante de um grande sistema heterogêneo, entretanto, cíclico. Devemos lembrar que o homem não vive sem a natureza, mas a natureza vive sem o homem. Agora, antes de jogar o seu computador

velho na lata de lixo, você tem duas opções: reutilizar ou reciclar. Se o aparelho estiver funcionando normalmente, reutilizá-lo é a melhor opção. Reformar é melhor para o meio ambiente do que reciclar. Reciclar usa energia, e quanto mais você conseguir manter as partes não recicláveis longe dos aterros sanitários, melhor. Você pode doar um aparelho eletrônico que esteja funcionando normalmente para ser reutilizado de várias maneiras. Caro leitor, existe a lei nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010, que institui a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos) regulamenta as responsabilidades dos geradores e do poder público. Nesse sentido, a Facensa, procurando uma solução ecologicamente viável e responsável, firmou uma parceria com a empresa Trade Recycle, com o objetivo de criar uma cultura sustentável nos alunos e familiares dos mesmos para que se dê o destino correto dos resíduos eletroeletrônicos, e assim é, atualmente, um ponto permanente de coleta dos equipamentos eletroeletrônicos, na rua Dr. Luiz Bastos do Prado, nº 2122, Centro, Gravataí. Mesmo sendo uma lei abrangente, o fundamental é a conscientização da importância da reciclagem e do reaproveitamento dos resíduos sólidos em nossa sociedade. Não teremos outro caminho a trilhar, não podemos e não teremos alternativa em um futuro muito próximo a não ser a reciclagem compulsiva. O que move as pessoas e a sociedade são os sonhos e os esforços para traduzi-los em realidade. Não há desenvolvimento sustentável sem a conscientização e a mudança de atitudes. Reciclar e reutilizar é preciso, e urgente!

mais matéria | 15


|NEGÓCIOS|

Preço no e-commerce cai 0,26% em março, aponta Fipe Os preços no comércio eletrônico caíram em média 0,26% em março. A queda confirma a tendência deflacionária observada ao longo de 26 meses em que o índice foi calculado

Os preços de produtos no comércio eletrônico caíram em média 0,26% em março, na comparação com fevereiro, de acordo com o índice da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas e do site Buscapé (Fipe/Buscapé). A queda confirma a tendência deflacionária observada ao longo de 26 meses em que o índice foi calculado, interrompida apenas nos meses de janeiro de 2012 (0,90%) e no primeiro mês deste ano (2,39%). Dos dez grupos de produtos analisados pelo indicador, quatro registraram aumento de preço em março: Cosméticos e Perfumaria (0,87%), Casa e Decoração (0,78%), Informática (0,41%) e Esporte e Lazer (0,24%). Os seis que tiveram retração foram

Brinquedos e Games (-1,30%), Eletrônicos (-1,01%), Fotografia (-0,95%), Moda e Acessórios (-0,78%), Telefonia (-0,68%) e Eletrodomésticos (-0,15%). Na comparação com o mesmo mês de 2012, março registrou queda de 5,22%, com 7 dos 10 grupos apresentando preços mais baixos. O grupo com a maior queda foi o de Eletrônicos (-13,16%), influenciado principalmente por televisores (-14,71%), micro system (-10,37%) e BluRay (-9,31%). O grupo de Eletrodomésticos, que é o de maior peso no e-commerce, teve aumento de preço de 0,17%, afetado por condicionador de ar (8,23%), micro-ondas (5,21%) e grill elétrico/sanduicheira (2,45%). Divulgação

Pão de Açúcar lança shopping center online O Grupo Pão de Açúcar lançou no início do mês de abril um portal que vai reunir lojas de diferentes segmentos em um único local, inaugurando a categoria de “shopping mercado” no comércio eletrônico, com investimento em torno de 10 milhões de reais. O Portal vai reunir lojas de diferentes segmentos em um único local, inaugurando a categoria de “shopping mercado” no comércio eletrônico. Batizado de Extra marketplace, o site permitirá a pesquisa de produtos em lojas especializadas de vestuário, material de construção, automotivo, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, além de compra de alimentos, numa só transação. “O primeiro e único shopping mercado na Internet no Brasil representa uma força importante no plano de transformar a marca Extra na solução completa para o consumidor”, disse o vice-presidente de Varejo do Pão de Açúcar, José Roberto Tambasco.

16 | mais matéria

Número de endividados registra queda no mês de março As famílias gaúchas endividadas totalizaram 55,5% da população do Estado. Os resultados de março da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor gaúcho (Peic-RS) mostraram uma pequena elevação na comparação com o valor de 2012 (52,3%), e um valor bem abaixo do encontrado em fevereiro deste ano (69,2%). Para o cenário de 2013, o presidente do Sistema Fecomércio-RS, Zildo De Marchi, espera um crescimento mais forte da economia, somado a uma possível queda da inadimplência e taxas de juros ainda em nível baixo. A queda de março na comparação com fevereiro foi concentrada nas famílias com dívidas de curto prazo (o percentual

de famílias com dívidas de até 3 meses apresentou queda de 21,0% em fev/13 para 13,1% em mar/13) e nas famílias que se declaram “pouco endividadas” (queda de 26,2% para 10,8%), mostrando certa contenção em tomar novas dívidas por parte de famílias com esse perfil. Com isso, o tempo médio de comprometimento com dívidas aumentou de 6,2 meses na divulgação de fev/13 para 6,8 meses em mar/13 e a parcela da renda comprometida com dívidas aumentou de 23,7% em fev/13 para 26,4% em mar/13. Os principais tipos de dívida atualmente são: cartão de crédito (85,1%), carnês (21,7%) e financiamento de imóvel (6,0%).


mais matĂŠria | 17


e

|RECURSOS HUMANOS|

Executivos brasileiros recebem um dos maiores aumentos salariais o executivo brasileiro sênior continua recebendo um dos maiores salários do mundo, ficando atrás apenas de Londres e Nova Iorque

O Brasil continua a oferecer relevantes aumentos salariais para executivos (8%, especialmente referentes ao dissídio), apesar de ter apresentado uma retração no crescimento do PIB (0.9% em 2012 contra 2.7% em 2011). Essa tendência é atípica se comparamos com um dos BRICs; na China, por exemplo, vimos uma tendência oposta - uma forte queda nas taxas de aumento salariais (10% para 3.5%) e um pequeno recuo no crescimento do PIB (7.6% em 2012 contra 9.2% em 2011). A pesquisa salarial global da Robert Walters, realizada entre seus 53 escritórios em 24 países, mostrou que os países em que executivos rece-

beram maiores acréscimos salariais foram Vietnã e Indonésia (10%). Alemanha, Estados Unidos, França e Reino Unido apresentaram taxas de 5% ou menos. Países como Japão, Holanda e Espanha não apresentaram mudanças salariais. Frédéric Ronflard, diretor geral da Robert Walters Brasil, comenta: Apesar da crise econômica global, o executivo brasileiro sênior continua recebendo um dos maiores salários do mundo, ficando atrás apenas de Londres e Nova Iorque. No entanto, a desvalorização do real em relação ao dólar e ao euro mudou a percepção dos grupos internacionais sobre o custo dos executivos brasileiro: eles não parecem tão caros. Divulgação

cursos de inglês e libras em Cachoeirinha A Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SMCAS) está proporcionando cursos de inglês e libras, sendo 20 vagas para cada curso. As vagas são destinadas aos alunos de ensino médio das escolas públicas de Cachoeirinha. As aulas iniciarão no dia 18 de abril e irão até o dia 20 de dezembro e serão ministradas na sala de conselhos da SMCAS, que fica ao lado da Prefeitura Municipal. As aulas de inglês serão nas segundas e quartas das 13 às 17h e as de libras serão nas terças e quintas, também das 13 às 17h. “De acordo com a procura, há a possibilidade de criação de uma nova turma para este semestre”, afirma a diretora da Secretaria, Isabel Medeiros.

• Funcionários do McDonald’s Recentemente foi estabelecido um acordo entre a Justiça do Trabalho do Brasil e a Arcos Dourados, franqueadora da marca McDonald’s na América Latina, que prevê o término da jornada móvel variável, vigente nas 640 lojas da empresa no país. Outras conquistas trabalhistas também foram firmadas no acordo, como a permissão para os trabalhadores se ausentarem da empresa no intervalo para refeição, o pagamento de adicionais noturnos de acordo com a lei e o respeito ao intervalo entre jornadas de onze horas.

18 | mais matéria

Curso técnico aumenta em 24% renda dos trabalhadores Estudo realizado com profissionais formados no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) mostra que, um ano depois de obterem o diploma, os trabalhadores de nível técnico conseguem aumentar sua renda em 24%. O levantamento - feito pela própria instituição entre 2010 e 2012 acompanhou metade das quase 40 mil pessoas que terminaram os cursos em 2010 com o objetivo de analisar os impactos da educação profissional na sua empregabilidade. A pesquisa aponta ainda que 72% dos ex-alunos dos cursos técnicos conseguem trabalho no primeiro ano depois da formatura e têm renda média de 2,6 salários míni-

mos, o que, na época do estudo equivalia a R$ 1,6 mil. Além disso, 73% estão ocupados em atividades relacionadas à área de formação. A renda média desses profissionais é 19% maior do que a os ocupados em outras áreas. Os cursos técnicos são destinados a estudantes da segunda ou terceira séries do ensino médio ou a quem já tem esse nível de escolaridade completo. Com duração de 800 a 1,4 mil horas/aula (até dois anos), a formação do SENAI oferece conhecimentos teóricos e práticos em diversos setores da indústria e prepara para a entrada no mercado de trabalho.


inovação tecnológica Madeleine Schein Diretora Executiva da Schein Gestão Empresarial, Presidente do Comitê Regional da Qualidade de Cachoeirinha – PGQP e Diretora de Gestão Empresarial da ASBRAV

A

ruptura no padrão tecnológico anterior. Exemplo, o processo de geA frase “Inovar ou morrer” é muito aplicada ao mundo empresarial! ração de energia eólica em relação a outras tecnologias de geração de A inovação tecnológica tem sido um dos fatores de desenvolvimento energia. Já a inovação incremental procura melhorar os sistemas que econômico dos países de primeiro mundo e isto não é diferente no existem, tornando-os mais baratos, melhores, mais rápidos. Brasil. Empresas que investem em inovação desenvolvem diferencial competitivo perante seus concorrentes e conquistam outros ganhos A inovação pode ocorrer através de vários aspectos: como redução de custos, otimização de processos de produção, poten• Inovação do produto: introdução no mercado de novos ou significaticialização de resultados e reconhecimento da marca. vamente melhorados, produtos ou serviços. A subvenção econômica à inovação é um • Inovação do processo: implementação de novos ou dos principais instrumentos de política de gosignificativamente melhorados, processos de produverno largamente utilizado em países desenção ou logística de bens ou serviços. volvidos para estimular e promover a inovaEmpresas que • Inovação organizacional: implementação de novos ção, sendo operado de acordo com as normas investem em inovação métodos organizacionais na prática do negócio; da Organização Mundial do Comércio – OMC. desenvolvem diferencial • Inovação de marketing: implementação de novos No Brasil, a concessão destes recursos é opemétodos de marketing, envolvendo melhorias signiracionalizada pela FINEP, agência do Ministécompetitivo perante ficativas no design do produto ou embalagem, preço, rio da Ciência e Tecnologia (MCT). seus concorrentes e distribuição e promoção. A Finep está disponibilizando recursos conquistam outros No que tange a elaboração dos projetos, as entidafinanceiros através da apresentação de proganhos como redução des financiadoras disponibilizam os editais e formulápostas. Além da FINEP, estes recursos são rios bastante complexos e sugere-se que as empresas disponibilizados pelo Conselho Nacional de de custos, otimização de busquem assessoria especializada para a elaboração Desenvolvimento Científico e Tecnológico processos de produção dos mesmos. Geralmente as empresas não possuem - CNPQ, sempre através de editais públicos. profissionais especializados na elaboração de Planos Empresas brasileiras com projetos inovadores de Negócios e acabam deixando de captar estes recurpodem se candidatar a estes recursos. sos pela dificuldade em atender as demandas exigidas A exigência básica para participação são pelos editais. projetos que desenvolvam um produto, processo ou serviço inovador Segundo dados obtidos no site www.finep.gov.br, a FINEP acaba como resultado final. A maior dificuldade encontrada pelas empresas de lançar um pacote de quatro editais com um total de R$ 144 miestá na identificação da inovação e na elaboração dos projetos, princilhões em recursos de subvenção econômica, não reembolsáveis (que palmente no preenchimento dos formulários exigidos e elaboração do não precisam ser devolvidos), para empresas de qualquer porte nas Plano de Negócios. seguintes áreas: nanotecnologia, biotecnologia, Tecnologias da InPara facilitar o entendimento, inovação corresponde à introdução formação e Comunicação (TICs), construção sustentável e saneamenno mercado de um produto ou processo novo ou significativamente to ambiental. melhorado. A inovação pode ser baseada em novos desenvolvimentos Os interessados devem mandar suas propostas até o mês de maio tecnológicos ou em novas combinações de tecnologias existentes. de 2013, conforme o cronograma específico de cada edital. Podemos caracterizar a inovação como radical ou incremental. Participe dos editais, os recursos estão disponíveis e são facilmente Inovação radical é a introdução de um novo produto ou processo incaptados através da elaboração de projetos. teiramente novo no mercado. Este tipo de inovação representa uma

mais matéria | 19


|ECONOMIA| Roselaine Vinciprova

Darcy Zottis (Presidente da ACC), Alcides Brugnera (Presidente do Banco Sicredi), Alexandre Barbosa (Economista do Sicredi) e Rafael Chiden (Assessor da Superintendência do Sicredi)

mudanças na economia regional Bom dia Associado da ACC reuniu mais de 100 pessoas no Restaurante Mercato para ouvirem conselhos sobre o que muda na economia regional dentro do panorama nacional e internacional

A

As mais de 100 pessoas que compareceram na primeira edição do Bom Dia Associado da ACC, no mês de março, ouviram alguns conselhos sobre a conjuntura atual e de que forma ela pode interferir na economia regional. O presidente do Sicredi, Alcides Brugnera, abriu a explanação falando rapidamente dos números do banco e dos seus diferenciais de mercado. Após, o economista-chefe do Banco Sicredi, Alexandre Barbosa, apresentou um panorama do mercado mundial, nacional e regional. A economia mundial continuará crescendo lentamente, principalmente pela estagnação da Zona do Euro. Em compensação os países emergentes, como a China devem encerrar o ano com cres-

20 | mais matéria

cimento de mais de 8%. Em 2012, os destaques ficaram por conta da recuperação da economia, principalmente nos setores de serviços e do agronegócio. Já o crescimento da indústria esteve ligado aos estímulos fiscais promovidos pelo Governo Federal. “Os juros estão baixos, e devem permanecer neste patamar em 2013, e o volume de crédito seguirá crescendo. Isto se deve, principalmente, ao aumento da renda do brasileiro e do avanço do emprego formal”, revelou Alexandre. A boa notícia é que os ramos de varejo e serviços devem manter sua alta, uma vez que o efeito da crise de 2008 não foi tão devastador nestes setores. O desemprego, enquanto isso, deve continuar em torno de 5% (índice relativamente pequeno, principalmente se comparado a taxas de até 12% do início da década). Portanto continuará faltando mão de obra, o que eleva o custo. Se isso é ruim, por outro lado acaba incentivando o consumo e aumentando a demanda da indústria – especialmente em tempos de juro em baixa. O setor agropecuário deve ter alta produtividade e preços elevados quando comparado aos patamares históricos, ainda que menores do que os registrados no segundo semestre de 2012. O efeito defasado da política monetária é

outro fator que seguirá estimulando a economia. “O ideal seria que o crescimento migrasse para investimentos e não ao consumo”, avalia. Outros setores que devem ter um desempenho positivo são o da indústria de bebidas, de eletroeletrônicos e móveis, de metalurgia e plástico, comércio e de serviços de transporte.

Os ramos de varejo e serviços devem manter sua alta, uma vez que o efeito da crise de 2008 não foi tão devastador nestes setores. Alexandre Barbosa Economista-Chefe do Banco Sicredi


Marco Alba apresenta plano de governo

O

O Prefeito de Gravataí Marco Alba foi o palestrante da primeira edição do Almoçando com a Acigra de 2013. Cerca de 200 empresários lotaram o Salão Adriana Kronhardt para escutarem o planejamento da gestão pelos próximos quatro anos. Na abertura o Presidente da Acigra, José Luis Silveira, falou dos números que tornam Gravataí uma das maiores cidades do RS em contrapartida a distribuição dessa riqueza gerada não chega à população. José Luis elencou 15 demandas elaboradas pela diretoria da entidade (leia ao lado). Marco Alba comemorou algumas ações importantes que conseguiram ser cumpridas como a quitação de dívidas anteriores, como pagamento de fornecedores, e focou sua fala no planejamento estratégico do poder público, além da informatização, melhora dos processos e busca pela eficiência. O prefeito apresentou o slogan “Juntos cuidamos da cidade. Juntos faremos um novo futuro”, com o objetivo de conclamar todos os setores e lideranças para ajudarem a construírem uma cidade maior. “Sou o prefeito de todos, independente da sigla partidária”, revelou. Marco anunciou ações e obras importantes para a cidade e várias delas já atendendo as demandas apresentadas pela Acigra no início da reunião-almoço.

Divulgação

Marco Alba foi o palestrante da primeira edição do evento

Cerca de 200 empresários lotaram o Salão Adriana Kronhardt

Demandas apresentadas pela Acigra ao Prefeito Marco Alba 1. Esforços para que sejam criadas alças de acesso a Gravataí, na Free-Way, como alternativa ao trânsito da cidade; 2. Enquadramento de Gravataí no Simples Nacional; 3. Melhoria na intersecção da ERS 118 com a entrada do Distrito Industrial com instalação de um semáforo. 4. Criação de uma Agência de Desenvolvimento Local; 5. Retomada no projeto de Revitalização do Centro Histórico; 6. Abertura de uma agência do Tudo Fácil; 7. Esforço em conjunto com Governo Federal e Estadual na busca de recursos para agilizar o reassentamento das famílias que moram no entorno da ERS 118 para que a duplicação da rodovia seja concluída; 8. Criação de micro-distritos industriais, com recursos subsidiados para realocar indústrias que estão localizadas em bairros residenciais;

9. Efetiva instalação do Hospital Regional; 10. Gestão do Trânsito nas principais avenidas da cidade. 11. Melhoria no acesso da entrada principal da cidade (ERS 118 / Centenário) com instalação de placas indicativas, diminuição dos canteiros e alargamento da via. 12. Esforço junto ao Governo Estadual para duplicação da RS 030, incluindo as pontes do Parque dos Anjos, melhorando assim a acessibilidade de toda esta região. 13. Mobilização, liderada pelo Poder Público, para instalação de mais uma unidade do Corpo de Bombeiros na cidade ou realocar a unidade existente para uma área mais central. 14. Desenvolver projeto para criação de uma feira anual na cidade. 15. Criação de um Conselho de Desenvolvimento com a participação das entidades.

mais matéria | 21


|DESIGN|

Decoração de outono

Como decorar um quarto de casal

Com o fim dos dias de calor intenso e o início do outono, nada melhor do que contagiar a casa com o aconchego e a tranquilidade que a estação pede. Lençóis fininhos e cores ultravibrantes abrem espaço para tapetes, mantas e almofadas com estampas fechadas ou cores sóbrias que deixam tudo mais quentinho. É claro que você não precisa sair mudando a casa a cada estação, mas alguns detalhes sazonais aqui e ali dão aquela renovada no lar que só faz bem aos olhos. Saem os vasos com flores tropicais, entram as folhas secas e alaranjadas. No sofá e na cama, as almofadas ganham capas com estampas em tons de vinho e castanho, em vez do tom pastel predominante no verão. Prestes a receber um bebê na família? Um galho de jabuticabeira no quarto como suporte para luzinhas substitui o tradicional abajur. Madeira e fibras naturais com seu característico tom marrom também contribuem para o estilo.

Comece por comprar as peças maiores e principais da decoração, o mobiliário, faça uma avaliação do espaço e das necessidades, para além da cama podem-se comprar mesinhas de cabeceira, cômoda e camiseiro. Faça um esboço para ter ideia do que o espaço permite colocar. No que diz respeito a cores, é interessante optar por uma paleta de cores neutra, além de dar um aspeto acolhedor ao ambiente, conjugam muito bem as cores que optar para decorar o restante quarto. Depois da mobília comprada e das paredes pintadas, pode-se começar a escolher a decoração,

Decoração barata

• Mesa retangular de madeira e escrivaninha Se houver espaço na cozinha, na copa ou na sala, invista em uma mesa de jantar longa feita com madeira certificada. Para preencher cantinhos vazios da casa, a escrivaninha é uma ótima opção. • Mesinhas de cabeceira com abajur Ao lado da cama, as peças complementam a decoração e ainda guardam objetos pessoais e li-

Uma ideia para uma decoração simples, sem gastar muito dinheiro é a restauração de móveis antigos, pode-se restaurar móveis com uma nova pintura, aplicação de papel de parede ou aplicações, dando-lhes um aspecto mais moderno.

22 | mais matéria

cortinas, tapetes e roupas de cama devem seguir uma linha e uma tonalidade. Personalize ainda a decoração do quarto de casal com quadros, fotografias, espelhos, velas, jarras ou esculturas.

Objetos de decoração que não saem de moda vros para ocupar as horas de insônia. Em alta estão os modelos espelhados ou pintados com cores primárias. • Estofados coloridos O truque para atualizar aquele sofá neutro ou a poltrona sem graça é adotar uma estampa de listras, lembrando que a de preto e branco é sempre um clássico.


Fotos Frederico Mombach

Projeto para sobrado de 30 m2 possibilitou beleza e praticidade

Estilo e personalidade em ambientes compactos

O

O rápido crescimento imobiliário em todo o Brasil difundiu a ideia de casas e apartamentos com espaço físico compacto. Em Cachoeirinha este tipo de empreendimento também se difundiu. Com isso, a funcionalidade dos ambientes ganhou destaque já que os projetos devem otimizar o espaço integrando beleza e praticidade. Um exemplo das muitas possibilidades que podem compor este tipo de imóvel é este sobrado de 30 m2, que possui sala e cozinha integradas e representa uma amostra do trabalho da Designer de Interiores Camila Bernardes. Para corresponder as expectativas dos proprietários que gostariam de delimitar os espaços sem perder a amplitude, a designer desenvolveu um projeto personalizado de marcenaria e pintura em laca, com utilização de vidros que oferecem transparência e espelhos que ampliam o ambiente. O acabamento de primeira linha e espaços funcionais, aliado ao aconchego e sofisticação, são as características que marcam este projeto cheio de

estilo e personalidade. As cores são outro ponto alto da decoração. O estofado, as paredes e a cor utilizada nos acabamentos de marcenaria possuem tons mais neutros, já as almofadas, nichos e objetos menores, oferecem cores mais quentes e vibrantes. “Esse dinamismo traz graça e valoriza o resultado final,” revela Camila Bernardes. O estilo de vida e os hábitos do jovem casal e do filho foram a principal inspiração para criação do ambiente. “A família adora receber amigos, assistir filmes, escutar música e fazer refeições juntos, aproveitando todos os momentos de lazer. Por isso, o resultado só poderia ser um apartamento bonito, moderno e muito confortável”, ressalta Camila. “Meu trabalho é realizar sonhos, mudar a vida das pessoas, proporcionando conforto, organização e praticidade. E isso não depende do tamanho do espaço, porque prioriza a qualidade de vida das pessoas com o ambiente”, finaliza.

Utilização de vidros e espelhos ampliam o ambiente

Cozinha e sala de jantar integradas

mais matéria | 23


|ENTREVISTA|

uma gestão de resultados A empresária Neiva Bilhar se despede da presidência do Centro das Indústrias de Cachoeirinha, comemorando a conquista de importantes melhorias para o setor empresarial. Com uma diretoria forte e atuante, garante que todos trabalharam e foram decisivos em todos os aspectos. O CIC hoje é reconhecido pelo seu sistema democrático de gestão e pela sua força.

V

Texto por Roselaine Vinciprova | fOTO POR FREDERICO MOMBACH

Você encerra um mandato de quatro anos à frente do Centro das Indústrias de Cachoeirinha. Quais os principais projetos e ações de destaque nessa trajetória? Minha atuação sempre foi focada em quatro perspectivas: infraestrutura, associados, produtos e serviços, processos internos, aprendizado e crescimento. Nestes quatro anos investimos muito na infraestrutura da entidade. Iniciamos reformando o prédio que antes era ocupado pelo SENAI. Naquele espaço, criamos cinco salas, três para locação, hoje ocupadas pelas empresas Delta Capas e Renove. A Unidade do Projeto Pescar funciona na outra sala, e o último espaço cedemos para instalação do Banco de Alimentos de Cachoeirinha. A vinda de um Posto de Atendimento do HSBC foi outra ação importante para incrementar a infraestrutura do CIC. Além disso, finalizamos o pórtico de entrada da nossa sede, instalando portões automatizados para garantir a segurança do nosso patrimônio. Focamos também no fomento aos negócios das empresas associadas, participando de todas as edições da ExpoCachoeirinha e da Mercopar nestes anos, com stands coletivos e valores subsidiados às empresas que participaram conosco. Além disso, promovemos duas edições da Rodada de Negócios em conjunto com o SEBRAE. Crescemos muito na capacitação dos colaboradores das empresas associadas, inclusive com seminários na área trabalhista, cafés da manhã com temas atuais buscando o crescimento contínuo. Estamos muito satisfeitos, também, com o resultado da parceria que firmamos com a Matéria Prima, onde os nossos associados foram destaque a cada edição da Revista, sendo muitos, inclusive, matérias de capa. O modelo de gestão implantado no CIC está sendo referência para outras entidades, pela atuação de cada diretor e o trabalho em equipe, como funciona essa gestão? Esta gestão trabalha o coletivo, sendo a Diretoria segmentada em diversas Coordenações: Infraestrutura, Qualidade/Meio Ambiente, Eventos, Responsabilidade Social, Comunicação, Poder Público e Captação de Associados. Além disso, mantivemos representantes nos Conselhos Consultivos do SENAI e do SESI, no Consepro – Conselho Comunitário Pró Segurança Pública, SEBRAE, PGQP, Sindicatos e Comissões Municipais do Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Justiça e Segurança, Funrebom e Plano Diretor. Assim, cada membro da Diretoria, trabalhou efetivamente dentro do alcance da sua coordenação, tendo autono-

24 | mais matéria

Maior conquista da gestão são as obras de ampliação do restaurante, correio e do auditório do CIC


O CIC caminhou e avançou na direção do horizonte e isto se deu através da dedicação e empenho de cada membro desta diretoria. Costumo dizer que a soma das partes formam um todo. Ao longo destes quatro anos, cada Diretor com sua contribuição e participação somou para que o CIC crescesse cada vez mais e se tornasse essa entidade forte que é hoje. A todos eles, deixo aqui o meu muito obrigado!

Neiva Bilhar Presidente do CIC gestões 2008-2012

mia para desempenho das ações, como também na busca da solução dos problemas. A mim, como Presidente, coube a gestão macro. Por isso que nosso modelo dá certo, pois cada Diretor se sente parte deste processo, motivado a novos desafios. Você foi a primeira mulher a assumir a entidade e foi reeleita. Como foi essa experiência? Em 30 anos o Centro das Indústrias nunca teve uma mulher à frente de sua Gestão. Quando assumi este desafio, já fazia parte da Diretoria e conhecia muito a rotina e os trâmites do CIC que sempre trabalhou construindo e consolidando uma trajetória de destacada e corajosa luta. Assim, assumi a Presidência do Centro das Indústrias com plena consciência das minhas responsabilidades e capacidade. Já na minha primeira Gestão implantei o modelo de administração a que me referi antes. Isso deu tão certo, que aceitei assumir o desafio de uma nova Gestão, que se encerra agora. Hoje em dia, posso dizer que estou tão envolvida com esta entidade, que Neiva e CIC se misturam em uma só identidade. O CIC nos últimos anos abriu suas portas e teve uma aproximação tanto dos seus associados, como com a sociedade. Quais as conquistas e resultados dessa postura? Foram muitas as conquistas. Em primeiro lugar é importante ressaltar o estreitamento de nossa relação junto ao Poder Público. Isso nos permitiu que conseguíssemos importantes vitórias como a iluminação do Distrito Industrial, a duplicação da Frederico Ritter, o asfaltamento de diversas ruas transversais a esta avenida e uma projeção nas negociações da RS010. O CIC apoiou, também, a articulação para a construção da nova Escola do SENAI e do Ginásio de Esportes do SESI, que beneficiam diretamente toda a comunidade de Cachoeirinha. Nestes quatro anos de gestão, procuramos focar em nossa Responsabilidade Social, para que pudéssemos ser agentes transformadores da sociedade em que estamos inseridos. Com esta visão, já estamos na quarta turma do Curso de Introdução a Logística do Projeto Pescar, com jovens de 16 a 19 anos em situação de vulnerabilidade social. Com este projeto, buscamos capacitar

os jovens para trabalharem nas empresas aqui instaladas. Além disso, reconhecendo a importância do trabalho do Banco de Alimentos para nossa comunidade, considerando o envolvimento que a FIERGS tem com esta causa, entendemos ser de extrema importância a participação do CIC, assim cedemos uma sala para instalação do Banco de Alimentos de Cachoeirinha. Sempre trabalhamos buscando estreitar mais os laços com a sociedade, ampliando nossa parceria, dando mais visibilidade e representatividade ao nosso associado, esta diretoria sempre esteve pronta para a batalha, pensando no coletivo, buscando o fortalecimento do associativismo através do apoio dos associados, dos parceiros, do poder público e do empresariado, em prol do desenvolvimento. Que projetos ainda ficam em andamento? Nossa Gestão fará a inauguração da ampliação do Restaurante, entretanto o Auditório ainda ficará em construção. Além disso, estamos negociando a vinda de duas instituições financeiras, já temos a carta de intenções assinada, em breve estaremos oferecendo mais um serviço à comunidade industrial de Cachoeirinha. E com certeza o meu sucessor dará continuidade a estes e mais projetos dentro da sua inovação. Que mensagem você gostaria de deixar a sua Diretoria. Ao assumir o Centro das Indústrias de Cachoeirinha, disse aos meus diretores que tínhamos a responsabilidade de singrar os mares com coragem e coerência, citando estas palavras: Que sejamos, nas pequenas e grandes tarefas da entidade, dignos da confiança de que somos depositários; Dedicados na execução das tarefas que vêm pela frente; Humildes na aceitação da crítica justa; Corajosos na defesa dos princípios da entidade quando os embates de ideias assim o exigirem; Abertos à incorporação de novas análises, e propostas. Visionários de um mundo mais humano e de uma sociedade justa e democrática. Em síntese: que tenhamos a capacidade, coragem e lucidez de, juntos com todos os que fazem a entidade, lutar para tornar cada vez mais brilhante o nome do Centro das Indústrias. E ao passar o leme afirmo que foi esta a herança que deixamos.

mais matéria | 25


|ENTREVISTA |

Em quatro anos de gestão... Infraestrutura: • Reforma do prédio do SENAI, com criação de 5 novas salas. 3 delas são alugadas para empresas e as outras duas dedicadas a projetos sociais. • Inauguração de Posto de Atendimento do HSBC • Construção do Pórtico de entrada do CIC, com automatização dos portões. • Reforma e ampliação do restaurante e dos correios. • Reforma e ampliação do auditório que passa de 80 para 180 lugares. Comunicação: • Parceria com Revista Matéria Prima com veiculação gratuita de informações sistemáticas sobre associados do CIC. Fomento aos Negócios: • Participação nas três edições da ExpoCachoeirinha, promovida pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo. • Participação com stand coletivo na Mercopar, em Caxias do Sul, em parceria com o SEBRAE e Prefeitura de Cachoeirinha. • Promoção de duas Rodadas de Negócios, organizadas pelo SEBRAE. Responsabilidade Social: • Abertura da Unidade Projeto Pescar Centro das Indústrias de Cachoeirinha, proporcionando a jovens de 16 a 19 anos em situação de vulnerabilidade social, curso de Iniciação Profissional em Logística. Já formamos 45 jovens, e estamos na 4ª turma. • Participação na criação do Banco de Alimentos de Cachoeirinha, e cedência do espaço para instalação do Banco nas dependências do CIC, com isenção de aluguel. Aproximação com Poder Público: • Iluminação do Distrito Industrial; • Duplicação da Frederico Ritter; • Asfaltamento de diversas ruas transversais a Ritter; • Discussões sobre a RS 10 Integração com demais entidades: • Articulação para construção da Escola do SENAI; • Articulação para construção do Ginásio de Esportes do SESI

Capacitação e Qualificação

Café da Manhã Empresarial: Prefeito Luis Vicente Pires, Licenciamento Ambiental, NR 12, Stadtbus, Desoneração da Folha de Pagamento, Cenários Econômicos, Redução da Jornada de Trabalho, Ponto Ele-

26 | mais matéria

Diretoria do CIC trabalhou para conquistas importantes

trônico, Ações Regressivas Acidentárias. • Treinamentos: Auditoria Interna ISO 19011, Administração do Tempo, Como Montar um Plano de Vendas, Administrando Diferenças e Conflitos, Um Novo Profissional: o Colaborador Consultor, A importância da autoestima para a Qualidade de Vida Afetiva e Profissional da Mulher, Faça de seu cliente um fã, Comando de Incidentes em Emergências Industriais, Seminário Retenção de Impostos e Contribuições, Fórum Legal como Evitar Reclamatórias Trabalhis-

tas, Fórum Legal Holdings Patrimoniais, Fórum Legal Entendendo Cálculos Trabalhistas, Normativas da ISO, Preposto na Justiça do Trabalho, Treinamentos Nota Fiscal Eletrônica, Atendimento a Fiscalização e Defesa do Contribuinte, Dano Moral nas Relações de Trabalho, ICMS Substituição Tributária, Acidentes de Trabalho e Doenças Ocupacionais, ISO 9001:2008 Revisão de Requisitos e Auditoria Interna, Curso Cipa. • Confraternização: Festa das Secretárias e Confraternização de final de ano


a MULHER DE NEGÓCIOS

A

Texto por kamyla jardim | fOTO divulgação

A história de sucesso da Cooperativa de Produção e Sistemas Hidráulicos (Coosidra) de Cachoeirinha e o trabalho desenvolvido por sua diretora-presidente, Nadir Daroit, renderam o troféu Ouro no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios na categoria Negócios Coletivos. A vencedora já tinha se inscrito para participar da distinção outras duas vezes, mas confessa que não esperava chegar tão longe. “Estou muito orgulhosa e não pensei que fosse conquistar o prêmio e ser reconhecida em nível nacional”, relata. Em 1999, Nadir iniciou a sua trajetória empreendedora. No momento em que a empresa na qual trabalhava, como auxiliar de escritório, faliu, ela e um grupo de funcionários resolveram organizar uma cooperativa e assumir a fábrica, surgindo assim a COOSIDRA – Cooperativa de Produçao de Sistemas Hidraulicos. Atualmente, Nadir encontra-se no quarto mandato como diretora-presidente da empresa. A COOSIDRA está situada no Distrito Industrial de Cachoeirinha e é composta por 22 associados, sendo 20 homens e 2 mulheres. A cooperativa é reconhecida pela fabricação de bombas, válvulas e unidade hidráulica. Nadir revela que nestes 11 anos de história, a empresa proporcionou um intenso aprendizado de trabalho coletivo, autonomia, união e persistência. Os anos de trabalho nunca foram fáceis. Poucas eram as mulheres que sentavam na cadeira presidencial de empresas e, além dos esforços para manter a seriedade e as responsabilidades do cargo que ocupava logo no primeiro ano da empresa, Nadir enfrentou diversas batalhas judiciais até que em 2009, a cooperativa pode assumir totalmente a fábrica. “Desde que assumi a presidência tive a clareza de que nesta função e em se tratando de uma cooperativa, cabia a mim a condução de um processo de união do grupo, de respeito às opiniões, de decisão coletiva e de tudo que dissesse respeito ao empreendimento. Neste sentido nós, associados da COOSIDRA mantemos, desde a sua fundação, a rotina de reuniões mensais, onde tratamos de todas as questões relativas à cooperativa e tomamos as decisões de forma democrática e participativa”, revela a empresária. O que Nadir não esperava era que após apenas dois meses de atividade na cooperativa, ela se veria obrigada a assumir outra empresa. Um acidente de carro provocou a morte do seu marido, o qual cuidava da distribuidora de alimentos da família. Nadir não teve escolha e durante três anos dividiu-se entre as duas funções. “Ao mesmo tempo em que me empenhava em liderar um

A vencedora já tinha se inscrito para participar da distinção outras duas vezes

grupo de trabalhadores como eu e conduzir uma cooperativa que recém iniciava suas atividades, eu saía com o motorista da minha empresa familiar, nos bairros e vilas da região, para fazer o trabalho que antes era feito pelo meu marido”, conta. Esses três anos foram uma etapa complicada para Nadir. As diversas atividades que teve que assumir não permitiram espaço para que Nadir pudesse recuperar o lado emocional afetado pela perda do marido. “Eu fui forte o suficiente para superar a dor e também o preconceito que sofri. Por ser mulher, muitas vezes no mercado, as pessoas se dirigiam ao meu motorista para as negociações, me deixando de lado”, revela. Porém, aos poucos, Nadir conquistou a confiança e o respeito das pessoas. Ao fim destes três anos iniciais, quando a COOSIDRA teve sinal verde no mercado para funcionamento, Nadir passou a trabalhar definitivamente na cooperativa, e vendeu a empresa familiar. “Na função de presidente de uma cooperativa no campo de produção metalúrgica, tenho participado de diversas reuniões onde a minha presença é a única feminina. Por diversos momentos esta situação me causou constrangimento, o que hoje não ocorre mais, pois aprendi a me orgulhar da minha trajetória de conquistas como mulher”, afirma. Nadir revela que todas as mulheres são capazes de conquistar seu espaço e construir seu caminho e finaliza afirmando: “Eu escolhi para a minha vida fazer parte de um sonho coletivo, com base na cooperação. Acredito na força da mensagem que diz que o sonho sonhado junto se torna realidade. E assim vem sendo possível me fazer a cada dia a mulher que sou”.

A história de sucesso da Cooperativa de Produção e Sistemas Hidráulicos (Coosidra) de Cachoeirinha e o trabalho desenvolvido por sua diretorapresidente, Nadir Daroit, renderam o troféu Ouro no Prêmio Sebrae Mulher de Negócios na categoria Negócios Coletivos

mais matéria | 27


|ATUALIDADE|

News Cachoeirinha Oniz Distribuidora lança campanha de direção defensiva no trânsito Dirigir defensivamente além de evitar acidentes pode diminuir as consequências de uma colisão inevitável. E é com o objetivo de informar e conscientizar o seu público interno, dependente do transporte rodoviário, que a Oniz Distribuidora lançou no mês de março uma nova campanha de direção defensiva no trânsito. Ligado a campanha, a empresa apresentou o programa de trânsito seguro P.A.R.E “Siga essa ideia”, uma ação interna da companhia que busca orientar os motoristas de acordo com os seus atos no trânsito. O P.A.R.E é formado pelas letras iniciais das palavras Prudência, Atitude, Responsabilidade e Educação, que formam a base de um motorista consciente.

A campanha também conta com o envolvimento da CD Sul Logística, empresa que presta os serviços logísticos para a Oniz. Juntas as empresas estão desenvolvendo ações pensando na segurança de seus funcionários. A ideia da campanha é realizar diversas atividades que mantenham seus colaboradores informados e atentos para as situações cotidianas de um trânsito seguro, atualizando-os sobre temas recorrentes e úteis para o dia a dia nas estradas. Vale lembrar que com uma direção mais segura, o motorista além de estar respeitando a legislação, está valorizando, acima de tudo, a sua própria vida e a dos outros também.

Divulgação

Rotary entrega duas macas para o Hospital Padre Jeremias A doação totalizou R$ 4.300,00

O Rotary Club Cachoeirinha entregou dia 20, ao Hospital Padre Jeremias, duas macas fabricadas em tubos de aço carbono, com pintura eletrostática a pó epoxi, cabeceira regulável, pés com rodízios e travas e um suporte para soro e oxigênio. Os equipamentos eram uma necessidade da instituição que solicitou ao Clube no final do ano passado. A doação foi possível graças ao Subsídio Distrital Simplificado feito pelo Rotary Cachoeirinha com participação de U$ 837,20 do Distrito 4670 (FDUC) e da Fundação Rotária, no valor total do projeto

28 | mais matéria

de R$ 4.300,00. Ao assinar o Termo de Doação destas macas, o Diretor do Hospital Dr. Roberto Benevette, afirmou que serão liberados para outras atividades, no mínimo três funcionários que deveriam segurar a maca na hora de transpor o paciente do leito para a maca ou vice versa, bem como de outro funcionário que necessitava segurar o soro ou o oxigênio. O Dr. Jair Dacás e a Dra. Luciane agradeceram, em nome do Hospital a doação e elogiaram o trabalho e o comprometimento do Rotary em prol da comunidade.

A ideia da campanha é realizar diversas atividades que mantenham seus colaboradores informados e atentos para as situações cotidianas de um trânsito seguro

• CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE A Cesuca – Faculdade Inedi, em parceria com a Fundação Banco do Brasil, promoveu a “Exposição Drummond - Testemunho da Experiência Humana”, que aconteceu de 2 a 10 de abril, no saguão do Instituto. O evento, que faz parte do Projeto Memória Drummond, tem como objetivo divulgar em forma de painéis a biografia e obras do autor. Carlos Drummond de Andrade foi poeta, cronista, contista e tradutor brasileiro. Sua obra traduz a visão de um individualista comprometido com a realidade social. Nasceu em 1902 e faleceu em 1987. Entre suas obras de maior destaque: Alguma poesia, Sentimento do mundo e A rosa do povo. A iniciativa do Projeto Memória é do Banco do Brasil e da Associação Amigos da Casa de Rui Barbosa

• PREVENSUL A empresa Renova Lavanderia Industrial participou nos dias 17 a 19 de abril da Caravana Prevensul 2013, que ocorreu em Porto Alegre na FIERGS. O objetivo do evento é propor o movimento de geração de idéias e atualizar e informar todo o público sobre Saúde e Segurança do Trabalho (SST). A Prevensul acontece em algumas cidades do estado, é uma realização da Proteção eventos. Este ano a Caravana contou com três dias de programação intensa, uma série de cursos, seminários e workshops para capacitação técnica. Foi possível também conferir as novidades em produtos e serviços disponíveis no mercado de Saúde e Segurança do Trabalho e de Resgate e Emergência.


Passagem para Gravataí Ainda neste ano, a Digicon, de Gravataí pretende ampliar negócios no continente africano, especialmente na Nigéria. Dentro de seis meses, a empresa deve intensificar a prospecção de negócios na região, que terá apoio do centro de distribuição de equipamentos de controle de acesso, inaugurado na Alemanha em 2011. Na Europa, as operações cresceram 140% no último ano e passaram a representar 13% das exportações de catracas. Em março, a companhia realizou o primeiro embarque da linha Catrax para a Índia, por meio da atuação de um gerente comercial que iniciou atividades no país no final do ano passado. Os equipamentos são utilizados em condomínios comerciais e residenciais, clubes, academias, escolas e transporte público. • Sobre a empresa: A Digicon iniciou suas atividades em 1977 com a fabricação de sistemas de medição de alta precisão para máquinas operatrizes. Em uma história repleta de pioneirismo e inovação, o Grupo Digicon foi diversificando seus produtos. Assim nasceram

os primeiros dispensadores de cédulas do país. O sucesso na tecnologia de equipamentos para bancos projetou a empresa e motivou a criação da Perto, empresa que hoje pertence ao Grupo Digicon. Paralelamente, a Digicon especializou-se em segmentos de mercado com altas exigências de responsabilidade e confiança técnica, como transporte público, controle de acesso, componentes aeronáuticos, entre outros. Essa excelência tecnológica e a verticalidade dos processos produtivos permitiram que a Digicon participasse de projetos de lançamento de satélites brasileiros e fabricação de componentes para aviões comerciais e militares. Hoje, a empresa tem sua área de atuação bastante ampliada, projetando e desenvolvendo soluções em equipamentos, software e serviços. Entre seus principais produtos estão: Controladores de Acesso (Catracas), Controladores de Tráfego Viário (Trânsito), Sistemas de Controle de Estacionamento Rotativo (Parquímetro), Sistemas de Bilhetagem Eletrônica para Transporte Urbano e componentes build-to-print.

Gravataí ganhará maior complexo comercial da região

A cidade das bromélias pode comemorar, pois as obras do Shopping de Gravataí estão a todo vapor. O empreendimento, que tem a assinatura do M.Grupo, já é considerado o maior complexo comercial da região. O Shopping contará com centro de compras, cultura, lazer e diversão. O centro dispõe de uma área total de 76 mil m² e 160 lojas. Entre algumas marcas que já estão confirmadas no shopping: Paquetá, Tok, Riachuelo, GNC Cinemas, Mc Benett, Manlec,

Divulgação

Datelli, Lojas Americanas, o Boticário, Rabusch, entre outras. O espaço apresentará ainda estacionamento com mais de 1.000 vagas. Com investimento estimado em mais de R$ 300 milhões na primeira fase, o empreendimento erguido em um complexo de 10 hectares de área, abrangerá condomínio residencial, business center e hotel de padrão internacional. A previsão de inauguração do espaço é para outubro de 2013.

a Digicon, de Gravataí pretende ampliar negócios no continente africano, especialmente na Nigéria. Dentro de seis meses, a empresa deve intensificar a prospecção de serviços na região.

Sindilojas oferece qualificação para seus colaboradores O mês de março foi de qualificação para os colaboradores do Sindilojas Gravataí, que participaram de um curso de Marketing Pessoal e Atendimento ao Cliente, promovido pelo sindicato, por meio de uma parceria com o Senac Gravataí. Dividido em dois dias de aula, o curso, ministrado pela professora do Senac, Silvane Pereira, abordou a importância do marketing pessoal no atendimento ao cliente, na identificação do mesmo, de suas necessidades e vontades. Segundo o gerente executivo da entidade, Rodrigo Silva, o objetivo da ação é não só qualificar seus funcionários, mas também servir de exemplo para as empresas que representa.

News Gravataí mais matéria | 29


|Educação|

Cesuca é a 6ª FACULDADE do estado no ranking do MEC Texto por RITA TRINDADE

Atualmente, a instituição conta mais de 100 professores e 90% do quadro da faculdade é composto por mestres e doutores.

O

Orgulho. Esse é o sentimento que se percebe ao falar com alunos, professores e funcionários do Cesuca. A faculdade tem oito anos e em pouco tempo conseguiu conquistar feitos importantes. Neste ano, despontou como a 6ª faculdade do estado no ranking do Ministério da Educação (MEC). No mesmo ranking do MEC o Curso de Pedagogia ficou em 5º lugar e o de Matemática ficou em 11º. Em oito anos o Cesuca já conta com sete cursos: Administração, Direito, Matemática, Psicologia, Pedagogia, Ciências Contábeis e Comércio Exterior. Além dos cursos tecnólogos, especializações e Mba’s. As especializações são nas áreas de Saúde, Educação e Negócios. Atualmente, a instituição conta mais de 100 professores e 90% do quadro da instituição é composto por mestres e doutores. São 2500 alunos divididos entre os cursos de graduação e especialização. A procura pelos cursos da faculdade é tão grande que são necessários três vestibulares por ano, (dois de verão e um de inverno). Em julho, a faculdade oferecerá um novo curso de graduação: Enfermagem. Segundo João Antônio Almeida, Diretor de Marketing e Negócios da Faculdade, o vestibular mais procurado pelos alunos é o de inverno. Almeida explica ainda que o curso mais procurado é o de Administração, “é um curso muito procurado, hoje temos em torno de 600 alunos cursando Administração em nossa instituição”. A Faculdade mais nova da região só cresce, conforme João Antônio, a instituição projeta ainda oferecer os cursos de engenharia de produção, elétrica e mecânica. “Já estamos com o projeto do curso de engenharia de produção pronto, vamos

30 | mais matéria

encaminhar para o MEC este ano, e o próximo passo será focar nas outras engenharias”, conta animado. Almeida conta ainda que este ano também será encaminhado para o MEC o projeto de credenciamento para ensino à distância. O curso oferecido no módulo EAD será o de Gestão de Processos Gerenciais. Na avaliação de cursos realizada anualmente pelo Ministério da Educação, a Faculdade ganhou nota 4 em todos os cursos, a pontuação contava de 1 a 5. A avaliação pontua três aspectos: Corpo docente, estrutura e projeto do curso. Percorrendo os corredores do Cesuca, é possível escutar de alguns alunos da instituição a seguinte frase “aqui não sou um boleto”. Cristiane Teixeira, 27 anos, estudante de Pedagogia, conta que estuda na faculdade desde 2010, “no começo fiquei com um pouco de medo por ser uma faculdade que estava iniciando. Mas logo que comecei encontrei ótimos profissionais e percebi que o Cesuca é uma faculdade que se preocupa muito em atender as necessidades dos estudantes. Outra questão muito legal da Instituição é que ela está sempre em construção, isso mostra que quer se aperfeiçoar para atender melhor os seus alunos. Enfim, é um lugar que me sinto bem e não trocaria por outra”, declara a aluna. Mais informações sobre cursos entre em contato pelo telefone (51) 3396.1000 ou pelo site www.cesuca.com.br. Cursos de extensão • Área das Ciências Biológicas e da Saúde • APA: Um estilo para a produção científica na Psicologia • Boas Práticas para Serviços de Alimentação • O Papel do Psicólogo em Emergência e Desastres • Rorschach • Área das Ciências Humanas, Sociais e Aplicadas • Perícia Contábil Judicial com ênfase na Prática de Cálculos Trabalhistas – Módulo II • Perícia Judicial com ênfase em Cálculos Trabalhistas • Instituto Superior de Educação • Artes Visuais: pintar, desenhar e o que mais?

Construção do Pensamento Geométrico nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental • Hoje tem História e Geografia: Uma proposta didática metodológica para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental – 1º ao 5º ano • Leitura e produção de Textos no Ensino Superior: solucionando dificuldades! • Música na escola: cantar e o que mais? • Prática de Criação para Teatro na Escola. • Turismo Pedagógico – Uma Viagem Rumo ao Conhecimento num Currículo Integrado.

Cursos de Pós-graduação • Área da Saúde • Especialização em Psicopedagogia Clínica • Especialização em Psicopedagogia Institucional • Área de Negócios • MBA Executivo em Controladoria e Finanças • MBA Executivo em Gestão de Pessoas • MBA Executivo em Gestão Empresarial • Área de Educação • Especialização em Atendimento • Educacional Especializado com Comunicação Aumentativa e Alternativa • Especialização em Atendimento • Educacional Especializado com Tecnologia de Informação e Comunicação Acessível • Especialização em Atendimento Educacional Especializado: Recursos e Sistemas de Comunicação para Deficiência Sensorial • Especialização em Geometria Analítica e Espacial • Especialização em Gestão Educacional na Educação Básica e Superior


mais matĂŠria | 31


|TENDÊNCIA|

A MODA DAS EMPRESÁRIAS

32 | mais matéria

Texto por KAMYLA JARDIM | fOTO DIVULGAÇÃO

As mulheres de negócios são a maioria nos dias de hoje e estão sempre um passo à frente, inclusive no O casamento de Valéria modaem e Felipe quesito foi realizado março, após nove anos de namoro e parceria


Camisas de vários modelos e cores trazem a variedade e elegância para o cotidiano das mulheres

S

Ser uma pessoa que tem estilo vai além de se manter impecável todos os dias. É imprimir personalidade na hora de se vestir. No mundo empresarial, as mulheres estão quebrando diversos preconceitos que afirmavam que aquelas que se preocupam com a aparência são mulheres fúteis e não podem ser responsáveis e bem sucedidas. Atualmente, além de se preocuparem em ter bagagem de conhecimento e experiência, as mulheres vêm buscando exibir nos looks seriedade e feminilidade, sempre antenadas com a moda. As mulheres de negócios são, sem dúvida, a maioria nos dias de hoje e estão sempre um passo a frente, inclusive no quesito moda. Elas procuram roupas modernas, confortáveis e principalmente exclusivas. De acordo com a equipe da loja Yamô de Cachoeirinha, este tipo de público deseja roupas que tragam respeito, sem perder a feminilidade. E ainda revelam: “O look de trabalho não tem que ser monótono, pode ser sério e casual e com um toque de modernidade”. A moda está sempre tentando acompanhar a evolução da mulher e, neste ano, a coleção

outono/inverno foi pensada para atender as empresárias. Camisas de vários modelos, estampas e cores trazem a variedade e elegância para o cotidiano das mulheres. A equipe Yamô revela que essas peças em conjunto com a saia lápis e cintura alta não permitem erros ao look moderno. O clássico blazer e vestido tubinho ainda permanecem sendo peças chaves para as empresárias. Porém, neste ano, detalhes em couro ou laterais de diferentes cores inovam o look que nunca saiu de moda. “Existem roupas que são clássicas. Uma camisa branca, blazer e um jeans. Quem não tem alguma destas peças? A moda vai e vem, mas ela nunca volta igual, são as mesmas roupas, mas sempre rebuscada, uma cor diferente, um corte, tecido... este é o segredo!”, revelam as funcionárias. Para aquelas que ainda sentem-se inseguras na hora de escolher a roupa para o trabalho, a dica é investir nos modelos de cós mais alto, no peplum, nos vestidos, nas saias e camisas. Lembrando que as cores fortes da estação são o verde-militar, borgonha, preto, branco e também tecidos estampados de animais.

Existem roupas que são clássicas. Uma camisa branca, blazer e um jeans. Quem não tem alguma destas peças? A moda vai e vem, mas ela nunca volta igual, são as mesmas roupas, mas sempre rebuscada, uma cor diferente, um corte, tecido... este é o segredo!

mais matéria | 33


Envie seu momento marcante para redacao@revistamaismateria.com.br

Rafella No mês de fevereiro, a Rafa completou com muita graça seus dois aninhos e já se mostra cheia de personalidade. A festa de aniversário foi realizada no dia 10 de março, no salão Rosa dos Ventos. Os papais Roselaine e Rodrigo ficaram muito felizes com a presença dos familiares e amigos na comemoração do aniversário da pequena. No detalhe com os dindos Rudimar e Susana Calzza.

Fotos: Frederico Mombach

H Wall A H Wall reformulou seu espaço visando oferecer um local para festas e eventos. Toda a estrutura foi pensada para promover momentos inesquecíveis. Pista de dança, tevês de led, sonorização, estacionamento, conforto e requinte são alguns dos diferenciais da casa. Tudo organizado para promover a festa do seu sonho.

Fotos: Frederico Mombach

Aline e Fabrício Aline Skrsypcsak e Fabrício Rodrigues casaram-se em uma linda cerimônia no dia 2 de março no Recanto das Hortênsias em Cachoeirinha. Rodeados de familiares e amigos o casal oficializou a união que iniciou em 2010 quando começaram a namorar.

Foto: Frederico Mombach

34 | mais matéria


|ANIVERSÁRIO|

Momentos marcantes Kamyla Após quatro anos estudando jornalismo na PUCRS, o dia mais esperado por Kamyla chegou: a formatura. A colação aconteceu no dia 5 de janeiro no Centro de Eventos da Universidade. A jovem jornalista comemorou e recepcionou seus familiares e amigos com um coquetel no Arena Bowling House em Gravataí.

Foto: Robert Vidal

Andressa Um dos momentos mais esperados da vida de uma menina é quando seus 15 anos se aproximam, é um momento que fica para sempre guardado no coração. No último dia 3 de abril a jovem Andressa Anhaia pode se emocionar e realizar um sonho, reunindo a família e amigos para comemorar seus 15 anos. Com uma festa linda e emocionante Andressa recebeu seus convidados no Restaurante Vida Natural.

Foto: Frederico Mombach

Mariana A personagem Minnie, da Walt Disney, foi o tema escolhido pelos papais Fernando e Andréia para comemorar o primeiro ano de vida da bela Mariana. A comemoração aconteceu no Salão Festa e Fantasia no dia 30 de março e reuniu amigos e familiares.

Fotos: Festa e Fantasia

mais matéria | 35


DA ESCOLA AO ALTAR

Texto por rITA TRINDADE | fOTO POR FF EVENTOS

Patrícia e Claudio oficializaram sua união de 12 anos, que começou ainda nos tempos de escola, onde os noivos se conheceram 36 | mais matéria


|CASAMENTO|

FICHA TÉCNICA Cerimonial: Tairone Keppler Salão de Festas: Ana Marley Eventos Decoração: Ana Marley Eventos Foto: FF Eventos Vídeo: FF Eventos Som: Tairone Keppler Noiva veste: Ana Marley

N

No dia 2 de fevereiro de 2013 os empresários Patrícia Viana (27) e Claudio Pensky (29) oficializaram sua união de 12 anos, que começou ainda nos tempos de escola, onde os noivos se conheceram. Segundo Patrícia, o casamento foi a realização de um sonho para o casal, que agora começa a pensar em aumentar a família. “Pensamos em filhos sim, mas só para o ano que vem”, anuncia. A festa aconteceu no espaço de eventos Ana Marley e reuniu 150 convidados. O casal leva uma jornada dupla, pois divide a vida pessoal e profissional, já que além de dividir o amor também trabalham juntos na empresa Surf Wave em Cachoeirinha. Marca que são donos e administram juntos há seis anos. Patrícia explica que não é fácil manter um relacionamento amoroso onde a rotina do trabalho esteja presente. “Hoje sei que é bem complicado um casal trabalhar junto, conviver praticamente vinte e quatro horas por dia, mas graças a Deus nosso relacionamento é maravilhoso.” A jovem recém casada continua dizendo que, “não tenho do que reclamar, com o tempo a gente aprende que alguém tem que ceder e isso dá certo. Hoje vivemos muito bem”, conta feliz.

Hoje sei que é bem complicado um casal trabalhar junto, conviver praticamente vinte e quatro horas por dia, mas graças a Deus nosso relacionamento é maravilhoso

Patrícia Viana mais matéria | 37


O CUPIDO FEZ PLANTÃO

Texto por rITA TRINDADE | fOTO POR Frederico mombach

No final de março, os corretores de imóveis Gisiane Rambor da Costa e Antônio Marques da Silva uniram-se em matrimônio

38 | mais matéria


|CASAMENTO|

N

No dia 30 de março de 2013 os corretores de imóveis Gisiane Rambor da Costa (31) e Antônio Marques da Silva (42) uniram-se em matrimônio. O casamento foi ao ar livre na Alameda da Figueira localizada em Cachoeirinha, a recepção também ocorreu no local. Em uma linda e emocionante cerimônia, familiares e amigos assistiram ao sim dos noivos apaixonados. A festa reuniu 170 convidados. O casal se conheceu quando começou a trabalhar junto na empresa Nino Imóveis, conhecida corretora da cidade de Gravataí. Desde então, iniciou uma encantadora história de amor. “Começamos apenas sendo bons amigos, resisti ao máximo, justamente por temer o fato de trabalharmos juntos, e hoje percebo que, enquanto resisti, perdi tempo”, comenta e se diverte Gisiane. O casal tem muitos planos para esta nova fase da vida e um deles é aumentar a família “queremos filhos, um é certo, seja ele ou ela será muito bem - vindo”, declara a jovem recém-casada. Gisiane conta ainda que o casal já se acostumou ao fato de trabalharem juntos. “Não sabemos se é dessa forma para todos, mas hoje em dia nem nos imaginamos trabalhando em empresas diferentes, passamos a atender alguns clientes juntos e a notar o quanto os mesmos torciam por nós, e o quanto nos completamos nas negociações que fazemos juntos, é maravilhoso estar com quem se ama”, declara apaixonada.

FICHA TÉCNICA

Começamos apenas sendo bons amigos, resisti ao máximo, justamente por temer o fato de trabalharmos juntos, e hoje percebo que enquanto resisti perdi tempo

Gisiane da Costa

Cerimonial: Tairone Keppler Salão de Festas: Alameda da Figueira Foto: Frederico Mombach Vídeo: Frederico Mombach Som: Duka Som Decoração: Ana Marley

mais matéria | 39


Não sabemos se é dessa forma para todos, mas hoje em dia nem nos imaginamos trabalhando em empresas diferentes, é maravilhoso estar com quem se ama

Gisiane da Costa

40 | mais matéria


mais matĂŠria | 41


|CULTURA|

Uma toalha, algumas cestas e MUITAS

Texto por RITA TRINDADE | fOTOS POR ROgério porto breier

Desde março de 2012, o Piquinique é realizado todos os domingos

42 | mais matéria

HISTÓRIAS

H

Há um ano, todo domingo, uma imensa toalha xadrez é estendida pelo chão do Parcão e várias cestas são colocadas sobre ela, com as mais diversas histórias para fazer a alegria dos que circulam pelo parque. Seja sobre a toalha ou nas cestas de vime, os livros estão à disposição para quem tem fome de saber. O Piquenique da Leitura nasceu da paixão por ler e contar histórias de uma dupla já bem conhecida em Cachoeirinha. As idealizadoras do projeto são Sônia Zanchetta e Rosane Castro, a primeira, jornalista, considerada por muitos a dama da cultura da cidade, a segunda, uma atriz conceituadíssima e que tem na alma o amor por contar histórias. Dessa mistura, não poderia resultar algo mais charmoso que o Piquenique da Leitura, que desde março de 2012 é realizado todos os domingos no Parcão de Cachoerinha, exceto quando São Pedro não colabora. Rosane conta que a ideia do projeto surgiu de um bate papo informal entre Sônia e ela. “A Sônia tinha alguns livretos de cordel para distribuir e eu sugeri que levássemos ao Parcão, aí começou o Piquenique.” A atriz se mostra muito orgulhosa com o resultado do projeto, para ela, o Piquenique da Leitura é uma ação de democratização do livro e da leitura. “Ele tem um significado muito forte para mim, pois acredito que as ações mais simples são as mais eficazes. Ele aproxima, e o que eu mais gosto de observar são as pessoas chegando perto e se familiarizando com os livros. Fico parada assistindo o encontro. É lindo”, conta animada. Aos poucos, entre uma caminhada no parque e um chimarrão, quem está passeando pelo Parcão se aproxima e descobre que pode aproveitar o tempo com uma leitura, ou se preferir ainda, levar um livro para casa e desvendar suas histórias no aconchego do seu lar. “As pessoas que vão ao Parcão já estão acostumadas com o Piquenique, vão com suas famílias, seus amigos e acabam sempre pegando algum livro, deixando outro, os livros circulam”, explica Zanchetta. Castro completa dizendo que, “com certeza as pessoas acolheram o Piquenique. Já recebemos pessoas de várias cidades para trocarem e doarem livros e te-


O Piquenique da Leitura nasceu da paixão por ler e contar histórias de uma dupla já bem conhecida na cidade. As idealizadoras do projeto são Sônia Zanchetta e Rosane Castro O Parcão de Cachoeirinha foi o local escolhido para o projeto

mos Piqueniques espalhados por vários municípios do RS e estados. Acho que o Piquenique contribui muito para a cultura e o lazer dos frequentadores do Parcão.” Segundo Sônia, os títulos preferidos pelo público são livros religiosos, de autoajuda, infantis e revistas. Os gibis também fazem a alegria da criançada. “As pessoas buscam uma leitura tranquila, onde elas possam relaxar, se divertir”, conta. Para Rosane, o Piquenique é um ótimo ponto de encontro pra quem gosta de cultura. Já que além dos empréstimos e trocas de livros, existe

também contação de histórias e apresentação teatral. “Há 1 ano estendemos a nossa toalha xadrez e oferecemos cultura para as pessoas.” Para a bibliotecária Fabiana Mazzarollo, participante e entusiasta do Piquenique, o projeto é uma iniciativa admirável. “Participar do Piquenique da Leitura é tudo de bom, pois é uma oportunidade de acesso à informação e à literatura de qualidade, além do contato com a natureza. O que eu mais gosto do Piquenique é ver os livros circulando entre as pessoas, acho lindo.” Sônia explica que este projeto só é possível gra-

ças a uma grande rede de colaboração, já que as editoras, distribuidoras e até mesmo os próprios autores enviam livros para o Piquenique. “Já distribuímos mais de 100 livros em uma tarde. Temos muitos amigos e parceiros que nos ajudam, como o Rogério Porto Breier e a Lígia Araújo, que foram nossos parceiros desde o inicio. Além disso, alguns frequentadores do Parcão também nos auxiliam doando seus livros”, revela Sônia. A iniciativa da dupla entusiasmou também outros apaixonados pela leitura, pessoas que levaram para suas cidades e estados a ideia que “os livros têm que circular”. Atualmente Porto Alegre, Caxias do Sul, Capão da Canoa, São Leopoldo, Glorinha, Camaquã, e estados como RJ, MG, SC e PR também realizam Piqueniques da Leitura. Ficou com vontade de conhecer mais sobre o projeto? A trupe da leitura está todos os domingos das 16h às 18h no Parcão de Cachoeirinha. Leve seu chimarrão e vá também compartilhar conhecimento e emoções. Mais informações sobre o Piquenique acesse o blog: http://piqueniquedaleitura. wordpress.com

Premiação

Os gibis também fazem a alegria da criançada

O Piquenique da Leitura de Cachoeirinha receberá um prêmio estadual de incentivo à leitura, por se destacar na formação de leitores em 2012. O projeto ganhará um dos troféus do “Amigo do Livro”, que a Câmara Rio-Grandense do Livro entregará no dia 23 de abril, às 20h, no Teatro Bruno Kiefer na Casa de Cultura Mário Quintana (CCMQ), na solenidade pelo Dia do Livro e do Direito do Autor.

mais matéria | 43


|ANIMAIS| Fotos Rita Trindade

ONDA atende animais de rua

C

Criada em outubro de 2002, a ONDA (Organização Nacional de Defesa Animal), surgiu com o objetivo de castrar, por um preço mais acessível, animais domésticos. Atualmente a ONG atende animais de rua através dos convênios firmados com as prefeituras de Cachoeirinha e Gravataí. Pelo projeto da Prefeitura de Cachoeirinha são castrados 72 animais de rua por mês, já pelo projeto de Gravataí são 100 animais, os quais são selecionados e indicados pelo Canil Municipal da cidade. Estas castrações referem-se apenas aos cães, procedimentos com gatos são feitos e custeados pela ONDA. Segundo a presidente da ONG Karem Scheid, em 2012 foram atendidos mais de 5 mil animais, sendo em sua maioria cães. Além dos cães castrados através dos convênios que a ONDA mantém, a entidade atende ainda em torno de 25 gatos e 30 cães por mês, que são acolhidos pelo projeto de castração da ONG e que pertencem a pessoas de baixa renda. Segundo a presidente da Organização, a maior sustentação da entidade vem dos contratos com o poder público, “esses contratos nos oportunizam além de castrar um maior número de animais, de conseguirmos atender muitos outros, e ainda temos a castração a baixo custo, oferecida para todas as pessoas que não tem condições de arcar com o valor de mercado do procedimento.” A maioria dos animais que chega na ONDA necessita somente da castração. Mas há também aqueles que precisam de outras cirurgias e procedimentos, e a ONG realiza todos esses atendimentos. Os procedimentos cirúrgicos são realizados no Centro de Esterilização Animal (CEA), localizado na sede da ONG. A ONDA e o CEA localizam-se na Rua Doutor Campos Sales, 150 - pda 46 - Cachoeirinha. Quem quiser agendar o procedimento de esteriliza-

44 | mais matéria

ção, pode entrar em contato de segunda a sexta, das 9h às 12h e das 13 às 18h. Mais informações ligue para (51) 3041.5081. Feira de Adoção: Todas as quintas-feiras e sábados, das 9h às 18h, a entidade realiza a feira de adoção na parada 53, em frente à agropecuária Lara. Os animais já estão com todas as vacinas em dia e é feito o cadastro de quem adotar um bichinho. Quem adota ganha um kit da Pedigree com 1 kg ração, potinho, bolinha, pingente e mochila plástica, pois a ONG é parceira da campanha da Pedigree - Adotar é tudo de bom. Através da Feira de Adoção, mais de 700 animais já foram tirados das ruas. Também é possível visualizar a foto dos animais disponíveis para adoção no site www.onda-animal. com.br Saiba como ajudar: Karem comenta que ajuda é sempre bem-vinda e pode ser desde a indicação do Centro de Esterilização Animal, em que a ONG oferece castração, cirurgias e consultas de baixo custo, até mesmo aqueles que gostam de lidar diretamente com os animais. “O voluntário escolhe como ajudar, de acordo com a sua disponibilidade, também pode apadrinhar um animal fornecendo a medicação necessária ao seu tratamento, custeando a castração ou doando areia para gatos, ração, ou ainda divulgando nossos animais para doação nas redes sociais”, declara. É evidente que a forma de ajudar é muito ampla e é claro que os animais da ONG precisam da sua ajuda, então contribua, os animais têm uma maneira muito especial de expressar a sua gratidão para aqueles que de uma forma ou de outra, abraçam a sua causa e lutam por eles.

Além dos cães castrados através dos convênios que a ONDA mantém, a entidade atende ainda em torno de 25 gatos e 30 cães por mês, que pertencem a pessoas de baixa renda


Animais de estimação para as crianças Rita Trindade

A natureza interfere no organismo

O contato entre crianças e animais é um excelente treino para a afetividade

Animais alegram, ensinam e até curam. Com os cuidados e a escolha certa, crianças e animais podem ser uma dupla de sucesso. Pesquisa mostra, também, os benefícios que os animais trazem durante um tratamento médico. O benefício principal destacado pelas famílias que têm animais, pelos pediatras e até por estudiosos é o companheirismo, pois o animal provoca diversos estímulos na criança. O bebê por exemplo, exercita a coordenação motora fina ao ter de controlar sua força para fazer carinho em um cachorro, um gato, um coelho. Treina a marcha ao engatinhar ou tentar andar (por vezes, correr) atrás do animal. Olfato, visão e audição também são provocados pelos sons, cheiros e movimentos dos bichos. Um estudo realizado recentemente pela Universidade Loyola, em Chicago, mostrou os benefícios dos animais nos hospitais. Os investigadores afirmam que acariciar um cachorro pode ajudar pacientes internados a reduzir pela metade a quantidade de analgésicos que precisam tomar. Cientistas norte-americanos já haviam revelado também que ter um animal é um ótimo aliado contra o estresse. Os donos dos bichos que participaram do estudo tinham a frequência cardíaca e a pressão arterial significativamente mais baixa se comparados com aqueles que não tinham um animal de estimação. Cachorros, gatos, passarinhos, peixes, ratos e até ursos são figuras constantes no universo dos pequenos. Estão no abajur do quarto, no border do papel de parede. São heróis em filmes e em livros infantis. Essa relação é fomentada, criada, incentivada porque, acima de tudo, traz bem-estar. Estudos mostram que o contato com animais ativa áreas do cérebro relacionadas com as emoções. Não é por outro motivo senão a sensação de bem-estar, físico e mental, que terapeutas lançaram mão da terapia com animais para tratar crianças hospitalizadas ou com deficiências mentais. Cientistas afirmam que esse contato entre crianças e animais é um excelente treino para a afetividade.

mais matéria | 45


|PESQUISAS|

Depressão em mulheres com Aids

Estudo realizado pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas, localizado em São Paulo, com 120 mulheres vítimas de Aids, indica que 26% delas sofrem de depressão. A principal razão apontada como causa do quadro depressivo, nesse grupo estudado, foi a falta de suporte afetivo de familiares e amigos que, em virtude do preconceito ou por falta de informação, acabam se afastando das vítimas. De acordo com o estudo, a falta de apoio familiar e de amigos gera uma grande desmotivação até mesmo para continuar com o tratamento medicamentoso, o que aumenta muito as chances da pessoa desenvolver um quadro depressivo. Além de sofrerem com o choque de saber que estão com uma doença sem cura e ter que lidar com toda a

sua complexidade, também sofrem com o preconceito dos próprios familiares e de pessoas próximas, justamente em um momento em que o apoio afetivo é imprescindível e faz toda a diferença para um tratamento de sucesso. Segundo a pesquisa, 60% das mulheres entrevistadas relataram já ter passado por depressão, em algum momento, após o conhecimento do diagnóstico de HIV. Durante o levantamento, foram ouvidas mulheres na faixa etária entre 35 e 40 anos de idade, diagnosticadas – em média, há cinco anos com HIV. A pesquisa apontou também que, 46% das mulheres estavam casadas, 27% solteiras, 9% divorciadas e 16% viúvas. A maioria das mulheres afirmou ter sido contaminada pelo seu cônjuge.

Bebida promete efeito afrodisíaco Está chegando ao Brasil uma bebida que, segundo a empresa que a comercializa, proporciona efeito afrodisíaco a quem a consome. Criada por austríacos, a Yxaiio pheromones® contém princípios aromáticos que aumentariam a libido. Para isso, combina ingredientes como pimenta, extrato de guaraná, cafeína e Larginina. Segundo o fabricante, quem toma a mistura exala feromônios, substâncias químicas que, pelo menos entre os animais, ajuda a atrair o sexo oposto. O assunto é polêmico, já que a presença de feromônios em humanos ainda é questionável. Enquanto alguns neurocientistas defendem que, sim, seres humanos também têm seu comportamento influenciado por esses hormô-

nios, outros profissionais da área da saúde dizem que isso não foi confirmado. Os defensores da tese dizem que as mulheres liberariam feromônios durante a ovulação, atraindo os homens. Os neurologistas afirmam que isso é controverso, pois os feromônios entre os animais funcionam melhor graças ao bulbo olfatório, pois eles se aproximam pelo cheiro. Humanos não tem o bulbo tão desenvolvido. A empresa que comercializa o produto afirma que seu aroma foi desenvolvido para ativar o sistema límbico (responsável pelas emoções) e, desta forma, estimular o centro de desejo cerebral e aumentar as sensações sexuais.

Problemas cardíacos O antibiótico claritromicina é comumente usado para tratar infecções respiratórias como a pneumonia e evitar o agravamento do DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica). Entretanto, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Dundee, na Escócia, descobriu que esse medicamento pode aumentar o risco de doenças cardíacas em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica. Neste estudo, os cientistas analisaram dados de 1.300 pacientes com agravamento súbito de DPOC e 1.600 pacientes com pneumonia. Eles descobriram que 26% dos pacientes com DPOC que receberam claritromicina tiveram pelo menos um problema cardíaco durante o ano seguinte ao tratamento, em comparação com 18% das pessoas que apresentaram algum problema sem o uso do antibiótico. Além disso, 12% dos pacientes com pneumonia que receberam cla-

46 | mais matéria

ritromicina tiveram pelo menos um problema cardíaco, comparados com 7% das pessoas que não receberam o antibiótico. Em pacientes com DPOC, houve uma associação significativa entre o uso de claritromicina e morte por conta de doenças cardíacas. Outro fator demonstrado no estudo foi o de que quanto mais tempo os pacientes passavam usando o medicamento, maior era o risco de ele desenvolver problemas no coração. Os resultados também sugerem que o aumento do risco de problemas cardíacos permanece depois que os pacientes param de tomar a claritromicina. Os estudiosos atribuem essa relação ao efeito que o antibiótico tem sobre os processos inflamatórios em pacientes com doenças pulmonares crônicas, mas que ainda não é possível estabelecer uma relação de causa e efeito.

Falta de sono altera células O periódico The Annals of Internal Medicine divulgou no final do ano passado um estudo em que pesquisadores da Universidade de Chicago descobriram que a falta de sono altera a biologia das células de gordura. No estudo modesto – envolvendo apenas sete voluntários saudáveis – os pesquisadores monitoraram as alterações nos participantes ao deixarem de dormir 8h30min e passarem a dormir apenas 4h30min. Após quatro noites de privação de sono, as células de gordura dos participantes estavam menos sensíveis à insulina, alteração metabólica associada ao diabetes e à obesidade. “Do ponto de vista metabólico, a falta de sono envelheceu as

células de gordura em 20 anos”, afirmou Matthew Brady, professor adjunto de medicina da Universidade de Chicago e autor sênior do estudo. “Os participantes tinham vinte e poucos anos, mas agora é como se estivessem na meia idade, no que se refere a sua reação. Ficamos surpresos ao observar a intensidade dos efeitos”, revelou. Os pesquisadores afirmam que os efeitos de um período longo de privação de sono sobre o peso não estão claros, uma vez que seus estudos tiveram duração de apenas alguns dias. Brady afirmou que embora não seja possível solucionar o problema da obesidade com a melhora do sono, a atenção aos hábitos de sono pode ajudar as pessoas a controlarem melhor seu peso.


Intervenção Psicossocial em Equipes Por Eduardo Gross | Engenheiro e Coach / Diretor da OnLife

A

As frequentes pressões e demandas vividas pelos profissionais na sua rotina diária geram um nível de estresse extremamente alto que já afeta 70% das pessoas economicamente ativas no Brasil. Além disso, nos últimos anos, as empresas têm passado por mudanças de estrutura e gestão, requerendo uma adaptação constante dos funcionários. As consequências desta realidade não se refletem apenas em danos para a saúde física, mas também para a saúde mental. Para as empresas, os gastos com os problemas causados pela alta tensão elevam os custos com tratamentos médicos, afastamento do funcionário e baixa produtividade. O maior desafio é encontrar um caminho para criar um compromisso real com a nova forma de trabalho – o que somente ocorre quando as pessoas são estimuladas a ajustar seu comportamento para corresponder às necessidades das mudanças e fortalecer a relação de confiança. O paradoxo das organizações modernas é que as pessoas têm a oportunidade de crescimento pessoal, desenvolvimento de habilidades e relacionamento com as outras pessoas, mas elas também enfrentam a falta de segurança, ambiguidade, exigências competitivas e pressões no trabalho, fortalecendo os sintomas de medo, ansiedade e estresse. A Intervenção Psicossocial em Equipes é um diferencial na busca de soluções imediatas para minimizar o impacto negativo provocado por esse paradoxo. Essa proposta inovadora em Gestão de Pessoas tem como principal objetivo orientar e preparar os colaboradores a lidar de forma adequada com estressores previamente identificados, através de intervenções coletivas que promovam condições saudáveis para a sua eliminação, enfrentamento ou convivência, mesmo vivendo em um ambiente conturbado. Trata-se de um processo contínuo, estruturado em etapas, que acaba estimulando o bom relacionamento interpessoal e preservando as condições da saúde física, mental e social. Durante as etapas busca-se conscientizar as pessoas de que a intenção de mudar é um dever de cada um.

Doenças Mentais já são a segunda maior causa de afastamento e perda de produtividade nas empresas Divulgação

A proposta central consiste em alterar a maneira pela qual os indivíduos reagem aos estressores ocupacionais, através de técnicas que ajudam os trabalhadores a modificar sua avaliação de situações estressantes e ou lidar com os seus sintomas, resultando em aprendizado para reduzir a tensão psicológica (ansiedade) , fisiológica (pressão arterial) e comportamental. A OnLife, empresa especializada na Gestão de Programas de Promoção da Saúde, tem sua proposta baseada no conceito da Saúde Integral que considera a correlação de suas dimensões física, mental e social como chave de sucesso para as iniciativas de educação e monitoramento da saúde que estimulem o autocuidado e a mudança de hábitos. “Além de treinar seus colaboradores, sua empresa estará desenvolvendo a verdadeira sintonia entre o bem-estar e o estar bem”, comenta Gross, diretor da OnLife Gestão Integral. O mundo em transformação precisa de pessoas comprometidas que se destaquem em um ambiente de negócios mais competitivo, onde a relação de confiança pode ser considerada o maior diferencial. Está na hora de investir na saúde integral como estratégia de recompensa. Ao invés de vítimas, seus colaboradores se tornam protagonistas do aumento da rentabilidade de seu negócio. O workshop de Prontidão para Mudança desenvolvido pela OnLife é a oportunidade para sua equipe ressignificar suas atitudes neste mundo em transformação. Vale a pena conferir. Entre em contato com a OnLife através do e-mail: onlife@onlifesaude.com.br

Nível de estresse alto já afeta 70% das pessoas


|SAÚDE|

Como encontrar bons médicos A procura por profissionais devidamente registrados garante o atendimento por pessoas que prezam por uma rígida formação

48 | mais matéria

A saúde é o bem mais precioso que o ser humano tem. Na hora de escolher um bom profissional para cuidar dela é importante ter alguns cuidados. Seguidamente os grandes jornais divulgam procedimentos que não deram certo ou até pessoas que perderam a vida por erros médicos. Por mais simples que seja o procedimento ou até mesmo um diagnóstico é importante ter ao lado bons profissionais. Muitas vezes não se iluda com bons equipamentos e estrutura bonita, se questione quando encontrar preços muito baratos. O bom médico precisa estar sempre se atualizando e isto requer investimento. No site do Conselho Federal de Medicina, é possível clicar no link cidadão e digitar o nome ou o CRM do médico para obter maiores informações. Além de se certificar se ele está registrado, é possível saber as especializações do profissional. Para anunciar a especialidade, o médico deverá ter um Registro de Qualificação de Especialista (RQE). Quem anuncia especialidade sem esse registro pode estar cometendo uma infração. Também é

possível consultar a sociedade ou associação brasileira da especialidade a que ele divulga pertencer. A procura por profissionais devidamente registrados garante o atendimento por pessoas que prezam por uma rígida formação. Um médico para ter seu registro precisa cursar durante seis anos a Faculdade de Medicina, reconhecida pelo MEC, e mais três ou quatro anos de residência médica. Todas as áreas médicos possuem um conselho ou uma sociedade que abrigam a sua categoria. Entre nos sites e pesquise de que forma é possível consultar se o profissional desejado é realmente capacitado para dar o atendimento que se deseja. Alguns sites para pesquisa: www.portalmedico.org.br (Conselho Federal de Medicina) www.sbd.org.br (Sociedade Brasileira de Dermatologia) www.sbp.com.br (Sociedade Brasileira de Pediatria) www.cirurgiaplastica.org.br (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)


Divulgação

A coragem e o medo Por Eneida Kompinsky | Psiquiatra | CREMERS 15849

“Coragem é a confiança que o homem tem em momentos de temor ou situações difíceis, é o que o faz viver lutando e enfrentando os problemas e as barreiras que colocam medo, é a força positiva para combater momentos tenebrosos da vida...” - Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa: verbete coragem. No dia a dia de um consultório psiquiátrico, a queixa de medo é muito frequente. O medo nas suas mais diferentes faces: aquele que tem o pânico (crises severas de ansiedade, com palpitação, sudorese, taquicardia, medo de perder o controle) medo de perdas, medo de se machucar fisicamente ou emocionalmente, medo de viver, medo de morrer, de desagradar (de dizer não), de passar vergonha, entre ínumeros outros medos. Às vezes, mais que medo, pavor. Com isso não quero dizer que quem tem pânico não tem coragem, nada disso, os medos que citei acima, muitas vezes, são doença e não falta de coragem. Mas ao lado disso, existe a coragem, aquele sentimento, ou melhor, atitude que todos os dias buscamos dentro de nós para enfrentar a vida e até mesmo uma doença. Quem chega a um consultório médico é porque já teve a coragem de pedir ajuda. Mas vamos pensar, todo mundo já disse ou ouviu a expressão ”matar um leão por dia”. É uma expressão, em geral ligada a profissão. Mas eu acredito que isso vale também para as adversidades da vida e para as mudanças necessárias e, às vezes, tão temidas. Todos nós que enfrentamos diariamente desafios e obstáculos tanto no trabalho,

ao lado do medo, existe a coragem, atitude que todos os dias buscamos dentro de nós para enfrentar a vida e até mesmo uma doença quanto nas relações afetivas ou na saúde, quando recebemos uma demissão, às vezes, dá vontade de se esconder (medo), mas temos de ir em busca de um novo emprego, uma briga no casamento, uma doença, um trabalho a ser apresentado, entre outras tantas coisas. “Eu aprendi que a coragem não é a ausência de medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas aquele que conquista por cima do medo” Nelson Mandela Muitas vezes, a maior dificuldade é a falta de autoestima, as pessoas, às vezes, não enfrentam as coisas, acreditam não serem capazes de enfrentar a vida sem aquele casamento (ainda que muito ruim), incapazes de declarar amor (e levar um não) por exemplo. O mais dificil em tomar atitudes é o medo de não dar certo, de não conseguir, ter medo de se arrepender, necessidade de ser aprovado, o medo de ser a gente mesmo. O importante é a gente sempre estar atento aos nossos sentimentos, reconhecer essas dificuldades, traçar metas, ousar, mudar. Buscar dentro de nós mesmos os sonhos esquecidos e treinar a coragem todo dia.


|PREVENÇÃO| Divulgação Divulgação

Riscos cardiovasculares em jovens

D

Dez municípios gaúchos foram escolhidos para participar de um projeto nacional envolvendo escolas públicas e particulares que pretende traçar o perfil de crianças e adolescentes com idades entre 12 a 17 anos de idade. O objetivo do estudo é produzir um retrato sobre a saúde dos 4,5 mil estudantes matriculados em 62 escolas do estado. No total, o projeto avaliará cerca de 75 mil estudantes entre 12 e 17 anos, de 1.251 escolas brasileiras, distribuídas pelas 124 cidades participantes. O Erica (Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes) é um estudo que visa conhecer a proporção de adolescentes com diabetes mellitus, obesidade e,

também, traçar o perfil dos fatores de risco para doenças cardiovasculares e de marcadores de resistência à insulina e inflamatórios. O programa é coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mas será executado aqui no estado pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Ao final, o Estudo de Riscos Cardiovasculares (Erica) poderá propor novas políticas públicas de educação e saúde para combater a obesidade adulta e infantil no Brasil. Foi realizada recentemente uma reunião para iniciar o projeto Erica no município de Cachoeirinha. O encontro, realizado na Escola Tiradentes contou com a presença de nutricionistas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, a secretária adjunta da Saúde, Letícia Gomes, a diretora médica do Município, Patrícia Panni, o secretário adjunto de Educação, Eduardo Keller, e representantes da direção da escola Tiradentes. Em Cachoeirinha, a escola Municipal escolhida foi a Tiradentes. A população de pesquisa serão alunos entre 12 e 17 anos. Para isso, será feito um levantamento das turmas e alunos dos 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental. Além da escola municipal, duas escolas estaduais também participarão do projeto, são elas: Roberto Silveira e Nossa Senhora de Fátima. Para Eduardo Keller, secretário adjunto de Educação do município, o projeto é muito bom, “com certeza irá ajudar muito, para as famílias, para escola, para educação e principalmente para eles, jovens estudantes, que poderão descobrir ainda adolescentes, problemas de sobre peso, diabetes, hipertensão e outras doenças.” Eduardo lembra ainda, que em muitas ocasiões essas doenças atrapalham até em um melhor desempenho nos estudos. “Poderemos apontar várias questões com essa pesquisa, muitas vezes essas doenças atrapalham o desenvolvimento acadêmico dos alunos e seus pais e familiares nem percebem o que está acontecendo”, conclui o secretário. Os resultados desse estudo serão apresentados no início de 2014.

Cachoeirinha é uma das cidades escolhidas para receber o projeto Erica. O objetivo do estudo é produzir um retrato sobre a saúde dos 4,5 mil estudantes matriculados em 62 escolas do estado.

50 | mais matéria


Terceira idade com qualidade Por Renato Bender Castro | Acupuntura - Medicina Esportiva - Tratamento da Dor | CRM 16838

N

No ano 2030, o número de indivíduos acima de 65 anos poderá alcançar 70 milhões somente nos Estados Unidos. O segmento populacional que mais cresce é o de pessoas com 85 anos ou mais. Segundo dados do IBGE, no ano de 2030 o Brasil terá a sexta população mundial em número absoluto de idosos. O envelhecimento é um processo complexo que envolve muitas variáveis, por exemplo: genética, estilo de vida, doenças crônicas que interagem entre si e influenciam significativamente na maneira como vamos alcançar determinada idade. A participação em atividade física regular (exercícios aeróbios e de força) fornece um número de respostas favoráveis que contribuem para o envelhecimento saudável. Muito tem se aprendido recentemente em relação à adaptabilidade dos vários sistemas biológicos, assim como os meios em que o exercício regular pode influenciá-los. A participação em um programa de exercício regular é uma modalidade de intervenção efetiva para reduzir/prevenir um número de declínios funcionais associados ao envelhecimento. Adicionalmente, a treinabilidade dos indivíduos idosos (incluindo octo e nonagenarianos) é evidenciada pela habilidade de se adaptarem e responderem a ambos os tipos de treinamento: aeróbio e força. O treinamento aeróbio pode ajudar a manter e melhorar vários aspectos da função cardiovascular. Muito importante, as reduções nos fatores de risco associadas à doença (cardíaca, diabetes, etc.) melhoram o estado de saúde e contribuem para o incremento na expectativa de vida. O treinamento de força ajuda a compensar a redução na massa e força muscular, tipicamente associadas com o envelhecimento normal. Benefícios adicionais do exercício regular incluem melhora

da saúde óssea, portanto, redução no risco de osteoporose; melhora da estabilidade postural, reduzindo assim o risco de quedas, lesões e fraturas associadas; e incremento da flexibilidade e amplitude de movimento. Algumas evidências sugerem que o envolvimento em exercícios regulares pode também fornecer muitos benefícios psicológicos relacionados à preservação da função cognitiva, alívio dos sintomas de depressão e comportamento, além de uma melhora no conceito de controle pessoal e autoeficácia. Portanto, os benefícios associados à atividade física e o exercício regular contribuem para um estilo de vida independente e mais saudável, melhorando muito a capacidade funcional e a qualidade de vida nesta população. Por outro lado, os indivíduos desta faixa etária apresentam, muitas vezes, alterações degenerativas e doenças que levam à dor e dificuldade de movimento, prejudicando a prática do exercício físico. É importante, portanto, o tratamento, principalmente das alterações osteoarticulares e musculoesqueléticas frequentes nesta população (artrites, artroses, lombalgias, cervicalgias, neuropatias, entre outras). Podemos usar nestes pacientes acupuntura, bloqueios anestésicos, tratamento medicamentoso, terapia física e até tratamento cirúrgico, quando indicado. A acupuntura em pacientes idosos é de grande importância, já que não apresenta efeitos colaterais e não interfere com medicamentos frequentemente usados por estes indivíduos. Os efeitos antiinflamatório, analgésico, relaxante muscular, ansiolítico e modulador da imunidade são de grande valia para que indivíduos da terceira idade possam se beneficiar da grande melhora da qualidade de vida que o exercício físico proporciona.

A participação em atividade física regular fornece um número de respostas favoráveis que contribuem para o envelhecimento saudável Divulgação


|BEM ESTAR|

|DERMATOLOGIA|

Pesquisas apontam que há cerca 1,1 bilhão de fumantes no mundo e um dos males causados pelo cigarro é o envelhecimento precoce de pele, que pode evoluir para problemas ainda mais graves. Além disso, outro estudo revela que pessoas que ingerem álcool tendem a envelhecer duas vezes mais rápido que as demais

52 | mais matéria


Envelhecimento precoce O

Texto por KAMYLA JARDIM | fOTO DIVULGAÇÃO

O envelhecimento é um processo inevitável pelo qual todas as pessoas passarão. O corpo está sempre em mudança. Na infância, as modificações são chamadas de crescimento, depois amadurecimento, até que chegamos à fase temida: o envelhecimento. O medo de envelhecer é comum a todas as pessoas: algumas sentem mais, outras menos, por compreender que não se pode evitar, porém ninguém fica feliz ao encontrar a primeira ruga. Entretanto, mesmo que a vontade humana seja de permanecer jovem, muitas pessoas aceleram o processo de envelhecimento com o pouco cuidado com a pele e consumo de produtos tóxicos para o corpo. Pesquisas apontam que cerca de 1,1 bilhão de pessoas fumam no mundo e um dos males causados pelo cigarro é o envelhecimento precoce da pele, que pode evoluir para problemas ainda mais graves. De acordo com a dermatologista Rachel Garcia (CRM 24945), o cigarro aumenta consideravelmente a flacidez e as rugas, além de torna a pele opaca e, muitas vezes, com coloração amarelada. A cicatrização de feridas se torna mais difícil nos fumantes, as unhas tornam-se amareladas e os cabelos ficam opacos e mais propensos a queda. A dermatologista ressalta: “O cigarro aumenta a propensão a doenças como alguns tipos de câncer de pele e de boca. Há fortes indícios que o cigarro ainda piora doenças como a psoríase e a acne”. Estudos alertam ainda mais sobre os efeitos. Rachel informa que algumas pesquisas mostraram que os efeitos do cigarro são mais danosos na pele das mulheres e que, muitas vezes, estes danos podem ser piores que os causados pelo sol. Além disso, outro estudo revelou que o consumo de mais de 20 cigarros por dia pode acelerar em até 10 anos o processo de envelhecimento. Os mecanismos pelos quais o cigarro danifica a pele não estão totalmente esclarecidos, porém a dermatologista revela que há uma redução da microcirculação e oxigenação da pele, o que aumenta a produção de radicais livres. Estes, por sua vez, causam danos ao DNA das células. “Ocorre maior perda de colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade e tônus da pele e consequentemente uma maior propensão a rugas, flacidez da pele da face e do corpo e opacidade da pele. As rugas ao redor dos lábios são mais acentuadas em fumantes”, afirma.

Devido ao prejuízo que causa à circulação, o cigarro também está associado a piora da celulite e a queda de cabelos. Entretanto, o cigarro não é o único vilão. O consumo de álcool também acelera o processo de envelhecimento, aumenta a perda de água e agrava doenças de pele como dermatite seborréica (caspa), psoríase e rosácea. Segundo Rachel, o consumo de álcool pode levar à formação de pequenas veias na face, o que deixa a face constantemente avermelhada. “Muitas vezes o álcool está associado a uma má absorção dos alimentos, o que pode levar a carência de nutrientes importantes para a pele, cabelo e unhas”, destaca. Como também ocorre no cigarro, o álcool danifica as células e reduz a quantidade de colágeno e elastina na pele. A dermatologista informa que pessoas que bebem tendem a envelhecer até duas vezes mais rápido que as que não bebem. “O aumento da diurese que o álcool causa leva a perda de água, importante componente para nossa pele. O álcool causa dilatação dos vasos sanguíneos e dependendo do grau de consumo e da sensibilidade da pele, estes vasos podem tornar-se permanentemente dilatados, especialmente na região central da face”, informa Rachel. A melhor maneira de reverter efeitos do cigarro e álcool na pele é reduzir ou abolir o consumo destas substâncias. Rachel revela que uma alimentação balanceada, com alimentos ricos em nutrientes (frutas, verduras, proteínas magras), em conjunto com o consumo de muita água, prática de atividades físicas, boas noites de sono e o cuidado com a exposição solar excessiva, são ações importantes e altamente recomendáveis para manter a pele saudável. “O uso de cremes ricos em substâncias antioxidantes e o uso de filtro solar também são indicados para minimizar os efeitos das toxinas”, ressalta. Mesmo que a interrupção do hábito de fumar e beber já melhore consideravelmente o aspecto da pele, alguns danos causados por estas substâncias, principalmente nas pessoas que fumam ou bebem há muito tempo, não são revertidos. Nestes casos, Rachel indica certos tratamentos dermatológicos. “Tratamentos realizados em consultório, como Peelings, Laser, Toxina Botulínica, Preenchimentos e Microagulhamento podem ajudar muito, uma vez que melhoram a textura e a coloração da pele, reduzem rugas e estimulam a produção de colágeno”, finaliza a dermatologista.


|ESTÉTICA|

Rinoplastia:

o nariz em questão Por Ricardo Lodeiro | Cirurgião Plástico | CRM 18066

A

A estética nasal envolve relações métricas, emocionais e culturais. A proporcionalidade do nariz varia de etnia para etnia

54 | mais matéria

A rinoplastia, cirurgia plástica de nariz, é considerada uma das mais complexas cirurgias plásticas estéticas. Contribuem para esta complexidade características peculiares da estrutura anatômica nasal. Pele, mucosa, cartilagem e osso se combinam em um conjunto cujas funções algumas vezes podem conflitar com os desejos estéticos imaginados pelos pacientes. O nariz precisa ter sua anatomia (forma) adequada às funções respiratórias das quais ele faz parte. Pequenas mudanças feitas de forma inadequada podem promover alterações nestas funções que geram severos desconfortos. A função respiratória depende também de estruturas internas do nariz (os chamados cornetos), cujo detalhamento minucioso foge ao objetivo deste artigo, mas que algumas vezes fazem parte de um problema cujo entendimento exige bastante atenção: a respiração bucal. A estética nasal envolve relações métricas, emocionais e culturais. A proporcionalidade do nariz varia de etnia para etnia. Uma relação equilibrada das medidas nasais deve sempre passar pela análise do próprio paciente, que muitas vezes considera um nariz mais avantajado como parte de sua personalidade que jamais desejaria mudar. Este respeito deve sempre orientar a decisão sobre se será ou não realizada uma cirurgia e qual o plano cirúrgico, caso seja feita. Muito importante ao se decidir sobre o plano cirúrgico é esclarecer que nem tudo o que se deseja pode ser obtido, e que nem sempre um nariz de certa pessoa é o nariz certo para todas as pessoas. Na questão estética, devemos lembrar que é fundamental mantermos o funcionamento do conjunto. Faces alargadas muitas vezes são incompatíveis com narizes muito afila-

dos, pois a quebra da harmonia facial cria um conjunto desagradável. Um nariz muito “arrebitado” pode expor os orifícios nasais de forma inestética, criando estigmas de difícil correção. Em uma rinoplastia, o cirurgião luta contra diferenças milimétricas inexistentes em outras áreas do corpo e que no nariz fazem grande diferença. Há que se lembrar que esta luta é, por vezes, inglória, uma vez que não é possível controlar completamente os processos cicatriciais. Afinal, cada tecido possui ritmos e tipos de cicatrização peculiares a cada um. Uma rinoplastia secundária (feita sobre um procedimento prévio) é quase sempre mais difícil que a primeira, pois as alterações cicatriciais criam mais obstáculos à resolução desejada e um nariz não pode ser indefinidamente reoperado sem consequências. Portanto, a escolha do profissional deve levar sempre em conta o critério de formação, prática e atualização do cirurgião. O bom senso deve sempre reger as condutas deste profissional, desde o momento da primeira consulta, passando pelos critérios de avaliação pré-operatória e seguimento após a cirurgia. É importante saber que a cicatrização nasal pode provocar alterações por longo tempo, e que dificilmente um resultado pode ser considerado final antes de cerca de um ano da cirurgia, conforme cada caso. Esta lentidão, quando não explicada ou entendida, gera grandes ansiedades e reintervenções precoces desnecessárias ou até mesmo danosas. Muitas das características nasais – ou quase todas – podem ser alteradas. Mas nem todas DEVEM ou PRECISAM. Esta análise cabe ao cirurgião que, em detalhada conversa com cada paciente, saberá achar a fórmula adequada.


Por que buscamos a medida certa? Chegar a “medida certa”, não é uma tarefa fácil, pois envolve múltiplos fatores. É um processo que depende da consciência de como, quanto e quando comemos. Muitas vezes justificamos nossos “erros” alimentares através de desculpas. Esses argumentos são muito comuns e, podemos chamá-los de “pensamentos sabotadores”, pois não conferem a realidade. Nos dias de hoje, sabemos que tanto o excesso quanto a carência de elementos nutricionais geram estresse físico, diminuindo a capacidade das pessoas de suportar eventos estressores e frustrações do dia-a-dia Comportamentos alimentares equilibrados e pensamentos saudáveis são fatores determinantes para garantir qualidade de vida. Entretanto, este não é um processo tão fácil e por esse motivo, o auxílio de uma equipe multiprofissional pode facilitar. O trabalho integrado entre nutricionistas e psicólogos vem demonstrando grande eficácia. Isso por que, a nutrição vai trabalhar especificamente informações nutricionais e o controle de comportamentos mais adequados ao objetivo de cada pessoa. Já a psicologia vai

auxiliar na reorganização dos pensamentos sabotadores e nos sentimentos que dificultam a adesão às dietas e tratamentos que envolvem mudança de comportamento e atitude. Desta forma a Nutricionista Anajara Lacava Barcellos e a Psicóloga Luciana Bortolanza vem realizando atendimentos individualizados para que cada paciente consiga atingir seus objetivos. Este trabalho integrado que vem sendo realizado há mais de dois anos no município de Cachoeirinha é atualmente desenvolvido na Clínica Mente Ativa. Além dos atendimentos individualizados, as profissionais oferecem um Programa de Reeducação Alimentar em Grupo, que é composto de 12 encontros, com frequência semanal, nos quais são abordados os aspectos nutricionais e emocionais deste processo tão complexo. Os encontros têm a duração média de uma hora e são destinados a pessoas interessadas em obter maior qualidade alimentar e que enfrentem dificuldades para perder peso. O objetivo principal é auxiliar no desenvolvimento de comportamentos saudáveis promovendo transformações no estilo de vida de cada integrante.

INFORME COMERCIAL

Ametista Bebidas: uma opção diferente de Espumante e Vinho de boa qualidade Divulgação

A empresa Ametista Bebidas trabalha com vinhos há mais de 30 anos e com isso adquiriu larga expertise neste mercado. A empresa comercializa vinhos e espumantes das melhores origens em condições especiais para eventos. A Ametista tem uma estrutura ampla e temperatura controlada do ambiente para armazenamento, além de oferecer uma grande variedade de produtos, a marca de bebidas sempre apresenta os últimos lançamentos mundiais. A empresa é especializada em vinhos e espumantes, e possui marca própria em espumantes: Ametista Brut, Moscatel e Brut Rosé, e em vinhos: Viña del Mar cabernet sauvignon e chardonnay (engarrafado pela Lídio Carraro). Os vinhos

mente ativa

são elaborados a partir das uvas Chardonnay e Cabernet Sauvignon cultivadas nos vinhedos da Lídio Carraro, nas terras de Encruzilhada do Sul, considerada uma das melhores regiões para produção de vinhos no Sul do país. A Ametista Bebidas transforma a paixão da tradição gaúcha em sabor para acompanhar suas refeições e festividades. A loja de varejo com atendimento ao público fica na avenida Cristóvão Colombo, 2552 em Porto Alegre. Os produtos são direcionados para eventos e distribuição para bares e restaurantes. Para mais informações entre em contato pelo email ametistabebidas@hotmail. com ou pelos fones: (51) 3342.8064 / (51) 3342.8076 / (51) 8142.4975.


|ORTOPEDIA|

Cuidado com as lesões de joelho Divulgação

Por Gustavo Vanni | Traumatologista - Ortopedista | CREMERS 28524

L

LESÃO DO LIGAMENTO CRUZADO ANTERIOR As principais causas de lesões do Ligamento Cruzado Anterior (LCA) são os entorses (torsão) do joelho. O paciente observa um inchaço e dor no joelho. Uma das queixas mais comuns após o entorse e o falseio é a sensação do joelho sair do lugar. O exame de escolha é a ressonância nuclear magnética do joelho. Com o decorrer do tempo o paciente nota a atrofia do músculo da coxa. Hoje sabemos que a instabilidade do ligamento cruzado anterior predispõem a lesões dos meniscos e ao desenvolvimento de alterações na cartilagem de carga do joelho que geram manifestações de artrose (desgaste) a longo prazo. Na grande maioria das vezes, a cirurgia por vídeo do joelho é escolhida como tratamento das lesões do ligamento cruzado anterior. O retorno as atividades diárias ocorre em torno de seis semanas. Já a volta para a prática desportiva acontece após seis meses da cirurgia.

LESÃO MENISCAL O menisco é uma fibrocartilagem em formato de C que absorve e transmite a carga através dos joelhos. Sua ruptura acontece normalmente por pressão excessiva e forças rotacionais aplicadas no joelho. Esses movimentos acontecem durante atividades esportivas, entorses ou quedas. Os sintomas do joelho com lesão meniscal geralmente são inchaço e dor no joelho. A persistência desses sintomas por 4 a 6 semanas podem significar uma lesão meniscal. Casos agudos são vistos imediatamente pelo componente do trauma e dor intensa. O tratamento das lesões meniscais incluem: - Iniciar fisioterapia para melhora dos sintomas. - Uso de antiinflamatórios não esteróides por até duas semanas. - Restrição dos movimentos que causam dor - Vídeo cirurgia do joelho para ressecar parcialmente as lesões meniscais ou realizar a sutura das mesmas. - O retorno a atividade física ou laboral ocorre em pouco tempo.

56 | mais matéria

A volta para a prática desportiva acontece após seis meses da cirurgia

Na grande maioria das vezes, a cirurgia por vídeo do joelho é escolhida como tratamento das lesões do ligamento cruzado anterior


De bem com a vida

N

Dr. Panni fala em palestra sobre qualidade de vida para participantes do Projeto Luz!CÂMARA!Ação! Fotos Rita Trindade

No início de abril o Dr. Carlos Panni se reuniu com os participantes do Projeto Luz!CÂMARA!Ação! no Plenarinho da Câmara dos Vereadores de Cachoeirinha, para realizar a palestra De bem com a vida. Dr. Panni falou para mais de 80 pessoas, durante pouco mais de 1h e 30min, sobre qualidade de vida. Carlos Panni é médico generalista e psicanalista, já conhecido na comunidade de Cachoeirinha. Durante o encontro, o palestrante incentivou as pessoas a levarem uma vida mais positiva e alegre, não importando a sua idade. “Devemos buscar estar de bem com a vida sempre, todos temos problemas, mas não podemos deixar as dificuldades nos abaterem”, declara. O público ouviu atento todas as dicas e conselhos do médico, que entre algumas histórias, piadas e causos le-

vou a sua mensagem principal ”escolha gera qualidade de vida”, segundo o Dr. Panni, é preciso escolher, mudar atitudes, “precisamos sair do automático”, expressa o médico. Estavam presentes no encontro, os vereadores Irani Teixeira, Gelson Braga e o Presidente da Casa, o vereador Antônio Teixeira, que convidou o público presente para participar das sessões da Câmara que ocorrem todas as terças às 19h. Esse evento foi uma realização do projeto Luz!CÂMARA!Ação! que existe há 5 anos. O programa tem mais de 300 pessoas cadastradas com idades entre 13 e 88 anos. A iniciativa oferece ainda atividades como aulas de artesanato, sessões de cinema e aulas de tricô. Mais informações pelo fone (51) 3470.8807.

Dr. Panni falou para mais de 80 pessoas

Dicas para levar uma vida mais feliz: • Visite seus amigos • Vá ao cinema • Leia mais • Medite • Faça exercícios • Passeie mais O público ouviu atento todas as dicas e conselhos do médico

raio som

• Vá a festas • Sonhe • Busque sua espiritualidade • Faça Check-up físico e mental


|ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA| Divulgação

O ombro é a articulação mais móvel do corpo humano. O manguito rotador no ombro é formado por quatro tendões. Esses tendões dão ao ombro uma ampla gama de movimentos e mantém a articulação estável.

58 | mais matéria


Ombro doloroso e a Terapia por Ondas de Choque Por Marcelo Tafas | Ortopedista e Traumatologista | CRM 26364

E

Existem várias formas de expressar uma das principais queixas que levam pacientes a consultarem ortopedistas: a dor no ombro. Tendinite, bursite, síndrome do impacto, síndrome do manguito rotador, síndrome do ombro doloroso, etc. Todas essas terminologias estão envolvidas nessa síndrome que é o ombro doloroso. O ombro é a articulação mais móvel do corpo humano. O manguito rotador no ombro é formado por quatro tendões. Esses tendões dão ao ombro uma ampla gama de movimentos e mantém a articulação estável. Na grande maioria das vezes, as lesões desse grupo de tendões ocorre devido as seguintes formas: • Processo degenerativo (envelhecimento) • Movimentos constantes e repetitivos (esportes, trabalho, lesão por esforços repetitivos) • Lesões traumáticas (quedas e acidentes).

Diagnóstico: o diagnóstico clínico, ou seja, realizado através da anamnese (conversa com o médico) e exame físico (ato de examinar o paciente) geralmente norteia o ortopedista sobre a necessidade ou não de solicitar um exame de imagem. Os exames geralmente solicitados são o Raio X, a Ultrassonografia (ecografia) e a Ressonância Nuclear Magnética. TRATAMENTOS: • Inicialmente, visamos controlar a dor. Para isso, a prescrição de analgésicos e antinflamatórios está indicada. Em casos de dor forte, intensa, utilizamos opióides. Os corti-

costeróides são uma opção viável, tanto para uso sistêmico (via oral, intra-muscular e endovenosa) ou direto no local (infiltração intra-articular). • Fisioterapia: afim de conferir ação analgésica e antinflamatória, o fisioterapeuta utiliza técnicas de cinesio, termo, eletro e hidroterapia. • Acupuntura: benéfico para o controle da dor. • Terapia por Ondas de Choque (TOC): em casos refratários aos tratamentos convencionais, TOC tem demonstrado excelentes resultados. • O tratamento cirúrgico está indicado em casos refratários ao tratamento conservador. SOBRE T.O.C E AS DOENÇAS DO OMBRO: Trata-se de uma moderna técnica que vem sendo utilizada com sucesso no tratamento das doenças do ombro de difícil tratamento, tais como tendinite calcárea, tendinites e bursites crônicas, etc. A ação da TOC ocorre pela fragmentação de depósitos calcários nos tendões, efeito de neovascularização (formação de novos vasos, maior suprimento de sangue e nutrientes aos tecidos doentes), liberação de enzimas e mediadores químicos que resultam no controle da dor e consequentemente melhora da função do ombro. Atenção, nunca presuma diagnósticos sem antes consultar um médico. Evite realizar tratamentos sem antes consultar um ortopedista. Em caso de dúvidas, estamos à disposição para atendê-lo em um de nossos endereços expostos no site. Se necessário agende uma consulta.

mais matéria | 59


|COLUNA VERTEBRAL|

Cirurgia minimamente invasiva da coluna vertebral Por Fernando Sanchis | Especialista em Coluna Vertebral | CRM 25665-

A

A cada dia que passa novas tecnologias e técnicas operatórias são inseridas na rotina de pacientes e médicos, exigindo constante especialização e dedicação desses profissionais. Na área de Cirurgia da Coluna Vertebral não é diferente, sendo que a grande novidade é a tendência cada vez maior pela escolha por parte dos médicos especialistas e de seus pacientes pelas técnicas chamadas de Minimamente Invasivas. O que são procedimentos Minimamente Invasivos? São aqueles em que há uma agressão mínima aos tecidos do corpo, com o manuseio cirúrgico restrito apenas à área doente, preservando as outras estruturas. O objetivo geralmente é o mesmo das cirurgias convencionais, sem os riscos de uma cirurgia tradicional (grande), reduzindo a dor pós-operatória, a permanência no hospital, e acelerando o retorno às atividades normais, ou seja, resolver o problema com um menor sofrimento do paciente. Quando estão indicados? Os tratamentos minimamente invasivos podem ser realizados em diversas doenças da coluna, sendo as mais comuns as Hérnias de disco, dores crônicas devido à doenças degenerativas (discopatia degenerativa e artrose), fraturas, tumores, entre outros. Quais os tipos mais comuns? Cada caso deve ser avaliado individualmente por um Ortopedista Especialista em coluna vertebral para que os melhores resultados sejam alcançados. A Nucleoplastia/Denervação facetária por radiofrequência é muito utilizada para o tratamento de alguns tipos de hérnias/protusões discais, assim como para doenças degenerativas, não havendo cortes e não necessitando de internação. É realizada com anestesia local. Nucleoplastia por radiofrequência Em casos mais avançados, a fixação dinâmica (Wallis e/ ou Dynesis) poderá estar indicada, com técnicas que necessitam somente de pequenos cortes e apenas 24hs de internação. Com essas técnicas não ocorre a perda de movimentos, como acontece nas técnicas tradicionais de artrodese (parafusos).

Wallis

60 | mais matéria

Nucleoplastia por radiofrequência

Outra técnica muito empregada para casos mais severos de hérnias discais e desgastes são as Artroplastias discais (próteses), que tem o objetivo de substituir os discos doentes, devolvendo a mobilidade natural da coluna, com excelentes resultados, principalmente em pacientes jovens.


Na área de Cirurgia da Coluna Vertebral não é diferente, sendo que a grande novidade é a tendência cada vez maior pela escolha por parte dos médicos especialistas e de seus pacientes pelas técnicas chamadas de Minimamente Invasivas. Divulgação

Prótese de disco cervical – Preservando o movimento

A Vertebroplastia Percutânea (aplicação de cimento ortopédico no interior das vértebras) também é largamente utilizada, podendo ser realizada em caráter ambulatorial (sem internação) e com um mínimo corte (somente um ponto) e com anestesia local. Está indicada em diversos tipos de fraturas e tumores. Entretanto, os procedimentos minimamente invasivos se valem de recursos tecnológicos avançados para conseguir cumprir seus objetivos, sendo comum o uso de aparelhos de alta tecnologia e que exigem um elevado e constante grau de especialização por parte do Ortopedista especialista em coluna vertebral. Os melhores resultados somente serão alcançados quando corretamente indicados e realizados, devendo o paciente ser orientado sobre as limitações de cada método.

vertebroplastia é um procedimento minimamente invasivo, projetado para aliviar as dores das fraturas da coluna vertebral consequência de diversas patologias

X SIMINCO A Cirurgia Minimamente Invasiva da Coluna Vertebral foi o tema do X SIMINCO - Simpósio Internacional de Cirurgia Minimamente Invasiva da Coluna Vertebral, realizado em São Paulo - Capital nos dias 22 e 23 de março de 2013. Sempre participando ativamente dos mais importantes eventos internacionais, o Dr. Fernando esteve presente, onde pode discutir casos e participar de cirurgias com transmissão ao vivo sobre as modernas técnicas minimamente invasivas para a solução dos males da coluna vertebral. “As Técnicas Minimamente Invasivas trouxeram grande segurança para as cirurgias da coluna vertebral associada a excelentes resultados clínicos” - comemora o Dr. Sanchis, médico ortopedista - Especialista em Coluna Vertebral.

mais matéria | 61


|CULTURA|

Espaço de lazer filme

livros Em Busca de um Final Feliz de Katherine Boo É um livro brilhantemente escrito. Através de uma forte narrativa, descobrimos como é o dia a dia dos moradores de Annawadi, uma favela à sombra do elegante Aeroporto Internacional de Mumbai, na Índia. O leitor vai se apaixonar por Sunil Sharma, o menino catador de lixo que quer ficar rico, por Manju, a moça mais bonita da favela, que quer ser professora, e até pela tresloucada Fátima, a Perna Só, que só quer um pouco de atenção.

Uma prova do céu de Alexander Eben Cético, defensor da lógica científica e neurocirurgião há mais de 25 anos, o Dr. Eben Alexander viu sua vida virar do avesso quando passou por uma experiência que ele mesmo considerava impossível. Vítima de uma meningite bacteriana grave, ficou em coma por sete dias. Eben embarcou numa jornada por um mundo completamente estranho.

Noite em Claro de Martha Medeiros Na solidão do seu apartamento, uma mulher escreve sobre a sua história numa noite de insônia. Uma história plena de relacionamentos marcados por frustrações, dor e prazer. Encorajada pelo champanhe, sem nenhuma censura, ela vai contando sua vida enquanto chove lá fora. O livro só terminará com o último pingo de chuva. Martha Medeiros, a poeta de Cartas extraviadas, a cronista de Feliz por nada, a romancista de Divã está inteira nesta novela visceral que é um verdadeiro convite à reflexão.

62 | mais matéria

O Lado Bom da Vida Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros.


mais matĂŠria | 63


64 | mais matĂŠria


Revista Mais Matéria 1ª Edição