Issuu on Google+


2 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Mamucabo “O destino de charme do Brasil� - 3


4 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Qualquer atividade econômica ou social tende a incitar modificações na relação entre o homem e a natureza. As atividades turísticas, em especial, podem proporcionar modificações no ecossistema, nas relações sociais, econômicas e culturais; por isso, devem ser planeadas e gerenciadas de forma a potencializar os impactos positivos do destino a ser incorporado. O turismo, por sua vez, quando trabalhado de forma sustentável, pode gerar benefícios ao meio-ambiente, promovendo a conscientização da sociedade local e dos visitantes, instituindo limites na utilização dos recursos naturais e incentivando a criação de áreas de preservação ambiental. O litoral norte da Bahia é uma área essencialmente turística, no entanto, esteve isolada do restante do estado por muito tempo. Os recursos naturais que atendem e

favorecem esta localidade estendem-se por toda faixa litorânea, mas os investimentos e lucros advindos do crescimento do setor não alcançaram toda região. Baixio, foco de um dos mais importantes projetos da Prima, é uma localidade que apresenta excelente potencial turístico devido à presença de atrativos naturais diversificados, tais como: praias, lagos, rios, cachoeiras, mangues, áreas remanescentes da mata atlântica e dunas; além da bela e vasta flora, fauna peculiar e infra-estrutura propícia para a prática do ecoturismo, turismo de aventura e passeios para pesquisas científicas. Com toda essa multiplicidade natural apresentamos, através de um ligeiro histórico de informações e imagens, a comunidade de Baixio, endereço onde serão estabelecidos grandes empreendimentos sem perder suas características, e primordialmente, sua beleza original.

Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 5


6 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


No inicio do século XIX, aventureiros portugueses desbravaram um território pertencente à Vila do Conde. Logo, seduziram-se pela fertilidade das terras e pela biodiversidade do local, fixandose ali e posteriormente fundando o Arraial da Esplanada. Mas tarde nascia Baixio, a 148,5km do centro da capital baiana, vila de pescadores que desenvolveu-se dia após dia com o veraneio dos moradores de Esplanada.

colorem ainda mais este verdadeiro paraíso à brasileira.

Na entrada para o povoado palmeiras enfileiradas margeiam a estrada onde o terreno alagado interliga-se com o rio Inhambupe e o mar. A beleza encanta com as imensas dunas copuladas aos coqueirais, suas praias cristalinas que confundem-se com o céu num extraordinário “beijo azul”, e seus rios que

Atualmente Baixio passa por um processo de propagação ordenada, onde a Prima implanta o turismo com o desenvolvimento sustentável, valorizando sempre as questões sócio-ambientais por acreditar que investir é transformar e trazer transformação é dar um largo passo rumo ao progresso.

A culinária tem o sabor, o teor e a forma da vila. As moquecas, peixes e mariscos avivam o paladar daqueles que visitam esta terra maravilhosa. Tão encantadores quanto tais delícias regionais são os filhos desta terra, acolhedores e receptivos, repletos de calor humano e eternamente gratos por terem o privilégio de viver neste local de rara formosura.

Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 7


Fundada em 2005, a Prima Empreendimentos Inovadores é uma empresa que internaliza, além do capital, o conhecimento e a tradição empresarial de alguns dos principais grupos empresariais da Europa e do Brasil. Tratase de uma incorporadora voltada para o desenvolvimento turístico e imobiliário, focada em produtos de alto valor agregado em acabamento, localização e serviços. A preocupação com as questões sociais e a proteção ambiental são uns dos principais diferenciais da Prima na execução de todos os seus projetos. Antecedendo a implantação de qualquer produto, esta desenvolve em seu planejamento estratégico uma gama de trabalhos sociais, a fim de conhecer a comunidade local e prepará-la para o desenvolvimento pretendido.

8 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil”

A política de responsabilidade social da empresa visa potencializar os talentos e recursos já existentes nas comunidades em que atua, bem como suas relações, promovendo o desenvolvimento social endógeno, por entender que, a partir desse fortalecimento, as comunidades assumem papéis de protagonistas e criam ações que multiplicam as oportunidades e o reconhecimento de um diferencial competitivo. Atuando desde maio de 2007 em Baixio, através do Plano Baixio, a Prima, sempre motivada por desafios, acredita que é possível realizar um turismo sustentável, inclusivo e integrado ao meio ambiente; gerando assim bons resultados não somente para seus investidores como também para a população nativa.


O Plano Baixio é uma ferramenta sustentável que focaliza a progressão social e beneficia todo o município de Baixio. Este diferencia-se desde o seu surgimento, pois, sua diretriz principal é a integração e o respeito aos meios sociais, culturais, e principalmente, ambientais. Etapas foram e serão criadas para a implementação dos objetivos do Plano, e desde já, a barreira que desunia as pessoas do aprendizado e da dignidade extinguiu-se, surgindo mais

capacidade intelectual para as mesmas. Seus

projetos

demandas

atenderão

turísticas,

diversidade,

os

as

novas

promovendo

valores,

costumes

a e

características locais. O Plano Baixio será responsável pela criação do Destino Mamucabo, destacando-se sempre por sua singularidade e pela qualidade dos seus empreendimentos.

Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 9


Um destino sustentável, vasto e peculiar; assim é Mamucabo, a mais nova zona turística do Brasil, idealizada e incorporada pela Prima através do Plano Baixio. Um ambiente internacional repleto de vida, qualidade e unicidade, digno do reconhecimento já aplicado a si, o “Estilo Mamucabo”. O destino Mamucabo é um modelo diferenciado de turismo que irá definir padrões de qualidade, arquitetura e urbanismo. Atuará como motor do progresso social da região, além de encontrar-se totalmente integrado aos meios ambientais, culturais e sociais. Este irá ocupar uma área de 6.300 hectares, em Baixio, e oferecerá infra-estrutura hoteleira, imobiliária, de serviços, saúde, comércio, educação, esporte e lazer, eco-parque, cultura e negócios.

10 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil”

Junto ao destino surgem idéias inovadoras para grandes projetos turísticos. Desenvolver o conceito arquitetônico e cultural que faz valer a identidade única do mesmo é um dos nossos principais objetivos, criando um conjunto de normas e padrões que controlarão a excelência e a consistência do produto final. Detalhadamente arquitetado e sustentável, Mamucabo propõe uma forma diferenciada de fazer turismo; agregando qualidade, progresso social e cuidados com o meio ambiente. Este será um destino único e inovador em todo o território nacional, um verdadeiro sonho que a Prima Empreendimentos Inovadores idealizou e já começa a tornar realidade.


Mamucabo “O destino de charme do Brasil� - 11


12 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


A área do empreendimento está localizada na unidade hidrológica denominada pelo IBGE (1999) de Bacia Hidrográfica do Rio Inhambupe e conjugadas, em função de ser uma bacia relativamente pequena, que quando se aproxima da zona costeira agrega algumas bacias maiores como à do Rio Subaúma. O clima dominante na área da bacia é úmido e quente, com chuvas no outono/inverno. A hidrografia em Baixio destaca-se através dos rios, entre eles: Rio Caboclo, Rio Una, Riacho do Boi, Riacho Coça-Coça, e o principal entre estes, o Rio Mamucabo. Existem sete lagos: Lagoa Del, Lagoa Bank, Lagoa Varjada, Lagoa Grande, Lagoa Azul, Lagoa Verde e Lagoa da Panela. Seis brejos: Brejo Grande, Brejo do Mamucabo, Brejo do Marculino, Brejo do Peleador, Brejo do Tabu e Brejo do Cansa Grão. O Rio Mamucabo possui águas vermelhas, ferruginosas e ligeiramente salobra, fica a poucos metros da praia. É rodeada por vegetação de mangue, coqueiral e dunas. Muito freqüentada por banhistas. A partir de Baixio, pode ser alcançada através de caminhadas pela praia ou sob o coqueiral, pelas dunas, num percurso aproximado de 7 km. A Lagoa Azul é o atrativo mais próximo do povoado, por isso possui maior incidência de utilização por moradores locais e veranistas. De águas frias e cristalinas com uma coloração azul próximo à margem, refletindo a cor do céu sobre o fundo de areia muito branca. A lagoa está situada em uma depressão, cercada por

dunas de mais de 20m de altura. A Lagoa Verde possui a maior capacidade de carga para uso turístico, e, é a área que permite maior dispersão do fluxo de visitantes, isso aumenta as possibilidades de implantação de atividades no esporte, lazer e turismo. Esta faz parte de um conjunto de lagoas formadas entre o cordão de dunas. De água doce, fria e cristalina com uma coloração azul “esverdeada”, por causa do reflexo da cor do céu com a vegetação subaquática. É cercada de coqueiros e restinga, entre a vegetação existe uma área que é utilizada para camping. A Lagoa Verde fica a cerca de 13,5km de Baixio e pode ser alcançada a pé, com a ajuda de um guia, ou de carro pela Linha Verde. A Lagoa da Panela pode atender a demanda de visitação espontânea já existente, seguindo novas diretrizes e possibilitando a oferta de uma estrutura adequada que permita a conservação da natureza e geração de renda. As praias de Baixio possui recifes que estão presentes em toda sua extensão da praia, principalmente nas áreas mais urbanizadas, onde há uma grande concentração de barracas. Seguindo a direção sul, os recifes desaparecem e a praia oferece melhores condições para banho e surf. Seu acesso se dá a partir da foz do rio Subaúma, passando por Baixio, até a margem direita da foz do rio Inhambupe, na divisa com o município de Conde, são 16 km de litoral com acesso pela vila de Baixio. Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 13


14 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Em Baixio podem ser identificadas cinco formações vegetais: praial, zona-úmida, restinga em moitas, mata de restinga e mata de tabuleiro. A formação praial esta associada ao coqueiral e é caracterizada por número reduzido de espécies, indivíduos rasteiros e forte influência dos ventos de origem marinha. As espécies mais comuns são “pinheirinho-depraia”, “salsa-de-praia”, “guajirú” e “murta”. As zonas-úmidas são aquelas que ficam alagadas durante todo ou em parte dele. Possuem número reduzido de espécies, tal como na formação praial. Existem zonas-úmidas perenes, as quais ficam alagadas todo ano, e zonas-úmidas não-perenes, que na estação chuvosa se desenvolvem espécies aquáticas e na estação seca ocorre a substituição destas plantas por espécies terrestres. A espécie mais comum, neste caso, é a Cyperaceae (família de plantas pertencente à ordem Poales que inclui 4350 espécies distribuídas em 98 gêneros, são encontradas em todo o mundo, preferindo solos úmidos como pântanos de regiões temperadas ou friasa mais abundante em ambos os casos). O grupo inclui exemplos como o “capim-cidreira” e o “papiro”.

A restinga em moitas é caracterizada por ilhas de vegetação intercaladas com solo nu e vegetação de pequeno porte. As moitas são constituídas por espécies árvores, arbustos, ervas e epífitas, o que demonstra alto grau de conservação, sendo as espécies mais comuns o “marmelo”, “orquídeas”, “bromélias” (típica flor da Mata Atlântica brasileira que floresce uma vez por ano nas sombras de grandes árvores) e “cabeça-de-frade” (indicado para edemas, impotência e mal de Parkinson). A mata de restinga é predominantemente formada por árvores que podem chegar até 15m de altura. As espécies mais comuns são “cajú”, “muricí”, “biriba”, “mangaba” e “araçá-do-mato”, além de um grande número de cipós e epífitas. A mata de tabuleiro é dada pelo fato do relevo apresentar-se plana em grandes extensões, sendo seu substrato argiloso e não arenoso, como nas outras formações. Os indivíduos encontrados nesta formação variaram de 10 a 20m de altura. Neste encontra-se as seguintes espécies: “pau-pombo”, “biriba”, “pata- de vaca”, “maçaranduba”, “cinzeiro” e “mangaba”.

Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 15


16 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


A fauna silvestre da região de Baixio apresenta uma diversidade significativa de espécies, visto que, estas estão presentes em ambiente de restinga (terreno arenoso e salino, próximo ao mar e coberto de plantas herbáceas características), ecossistema associado à Mata Atlântica, que tem valor de conservação importantíssimo devido a sua grande biodiversidade e endemismo local. A diversidade de espécies na região é reflexo da complexidade e heterogeneidade do ambiente de restinga aberta e de transição para a mata, o que propicia maior número de nichos disponíveis, abrigando espécies arborícolas (animais cuja vida se dá principalmente nas árvores, tais como muitos primatas, aves, cobras e insetos), escansoriais (espécie extremamente adaptado à vida arbórea) e terrícolas (animais encontrados principalmente em solos úmidos e seu tamanho varia entre 1 à 60cm de comprimento). Duas espécies da avifauna que se destacam por serem ameaçadas é o “papagio-jauá”, espécie endêmica (grupos taxonómicos que se desenvolveram numa região restrita) da faixa costeira entre o norte do Espírito Santo e Alagoas e a “jandaia”, espécie endêmica do litoral norte baiano e muito perseguido pelo tráfico de aves ornamentais. Algumas espécies de mamíferos endêmicos, raros e também ameaçados, ocupam a região

de acordo com sua área de distribuição, tais como: “luis-caxeiro”, a “preguiça-de-coleira”, a “jaguatirica” e a “sussuarana”, que tem ampla distribuição no Brasil. Os anfíbios também se destacam pela região de Baixio, habitando o interior de bromélias, onde se desenvolvem na maioria das vezes todo seu nicho ecológico, como por exemplo: a “pererecade-bromélia-mirim” e a “perereca-dourada”. Baixio possui um dos ecossistemas mais ricos do mundo. Os rastros de animais como “teiú”, “iguanas” e “raposas” podem ser facilmente encontrados ao longo da trilhas. Há uma diversidade de aves curiosas, como a “curuja-buraqueira”, que possui hábitos diurnos e constrói seu ninho sob a areia, através de um túnel com mais de um metro de profundidade; e o “fogo-pagou”, com um canto que produz um som semelhante à frase “fogo-pagou” e asas que ao alçar vôo se parece com o chocalhar de uma cascavel, o que acaba assustando os desavisados que passam por ela. As espécies aquáticas tem pequeno porte, e sustentam-se pelas flores e bromélias que caem e se decompõem na água. Em alguns pontos da localidade podemos observar também vestígios de alguns roedores, além de diversos de outros tipos de aves, como a “coruja-buraqueira”. “Tatus” também são facilmente visíveis, além das diversas espécies marítimas. Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 17


18 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Em Baixio encontra-se como principais atividades: a pesca, extração de crustáceos, mariscos, coco, artesanato e outros setores do comércio. Na pesca, os rios constituem importantes recursos em atividades que geram o sustento de boa parte dos moradores. Os manguezais da região oferecem grandes variedades de espécies de peixes e moluscos, funcionando como um centro de reprodução da fauna aquática e marinha. A extração de coco é, por sua vez, a principal atividade agr��cola desenvolvida em Baixio. Próximo à entrada, funciona uma fábrica de derivados de Coco que emprega diversos moradores de Baixio e outras localidades.

Os comércios existentes são de pequeno porte e pouco desenvolvidos, formados basicamente por pequenas vendas, que na alta estação não suprem as demandas de visitantes e não fornecem produtos suficientes para os mesmos, fazendo com que estes efetuem suas compras em outros lugares, contribuindo para o desemprego e o não desenvolvimento da região. Ao decorrer da implantação do Plano Baixio, esse problema está se extinguindo, pois, com o crescimento da região e o desenvolvimento social, o índice de empregos aumentaram e atingiram grande parte da população local, trazendo novas alternativas de renda e qualidade de vida para todos.

Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 19


20 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Os planos e programas de desenvolvimento regional e municipal são de fundamental importância para o desenvolvimento econômico e social da população. A Prima Empreendimentos Inovadores estabeleceu uma diretriz que norteia todo o investimento social em Baixio, ela reúne um conjunto de ações que visam transformar de forma sustentável as condições sociais da população, objetivando implantar na região ações a favor da comunidade com a elaboração de planos estratégicos. Através de pesquisas junto aos moradores, constatamos seus hábitos e costumes buscando valorizar a cultura local e a auto-estima coletiva. Todo este processo visa promover a melhoria da região oferecendo inclusão social através do fortalecimento político-institucional, meio ambiente, cultura e turismo, formação profissional, qualificação do destino e planos de comunicação. Planos como o Programa Voar são vertentes deste projeto, que volta-se para a sociedade de Baixio, apostando no potencial da população e incentivando a profissionalização destes. O Programa Voar tem o intuito de unir os projetos sociais contemplados pelo Plano Baixio, a Prima desenvolveu um programa que está beneficiando toda região: O Programa VOAR. Dentro deste; o valor, as oportunidades, o aprendizado e a noção de responsabilidade, são objetivos e requisitos imprescindíveis para o desenvolvimento social da comunidade local.

O Programa VOAR promove uma série de ações que garantem qualidades oportunas às pessoas para que acessem realidades antes inatingíveis. Através das aulas práticas elas adquirem conhecimentos culturais, e consequentemente, habilidades de suma importância para suas respectivas vidas profissionais. O Programa VOAR comporta frente à sociedade nativa de Baixio uma incontestável transformação, o êxito de tais projetos encontra-se na libertação da mente de centenas de pessoas e no desejo de trazer o tão merecido progresso para a região. urso de Condutores de Visitantes: tem como objetivo mobilizar os jovens da região a darem continuidade do aprendizado na condução de visitantes e no reconhecimento do potencial natural da Fazenda Baixio, gerando renda e conseqüente melhorando da qualidade de vida da população. Curso de Entalhe em Madeira: a concepção inicial desta iniciativa foi que os produtos resultantes da formação servissem como instrumento de sinalização das trilhas exercitadas pelos condutores de visitantes. Hoje a formação incentivaria a geração de renda para os jovens da comunidade, em função das demandas de sinalização que existi com a implantação do Plano Baixio. Projeto Turismo na Ponta da Língua: educar é desenvolver. É pensando desta forma que a Prima S.A. coloca em ação este projeto, com Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 21


22 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


aulas semanais de inglês, a comunidade local está reforçando sua cidadania e ganhando autonomia para dialogar com os turistas que visitarão a região. É colocado o aprendizado na ponta da língua da comunidade que as fronteiras entre as pessoas cada vez mais diminuirá. Projeto Acerte o Passo: ditando um ritmo diferente ao município, com o intuito de fortalecer a tendência musical encontrada nas comunidades e os vínculos com a cultura local a partir da valorização e resgate de tradições locais, o curso de música e dança tem iniciativa que adota como prática a Pedagogia Nagô que orienta a descoberta pelo professor de traços culturais locais com fim de valorizálos. Também instrui a construção de um repertório artístico que se torna patrimônio na comunidade. É com muita ginga e compasso que Baixio se prepara para fazer um turismo diferenciado. Projeto Meninos do Golf: um taco de golf nas mãos e ótimas idéias na cabeça, assim preparamos jovens da localidade do Baixio para serem profissionais do Golfe. A motivação para a implementação dessa proposta se deu em função da tendência de crescimento de campos de Golfe no Nordeste. A Bahia vem se apresentando como o principal pólo do esporte no País, e o Litoral Norte, Costa dos Coqueiros a médio e longo prazo tende a se apresentar como principal destino de turismo de Golfe do Brasil. Ë a partir deste cenário promissor com relação ao crescimento do esporte e conseqüente geração de empregos, que estamos desenvolvendo esta proposta vislumbrando a possibilidade de inclusão dos alunos deste projeto. Projeto Resortinho Escola: promover a formação profissional com qualidade e inovação. Foram estes os objetivos ao elaborar um Projeto que ensinasse a comunidade de Baixio práticas ligadas á área de turismo e hotelaria. O Resortinho Escola é uma ação

coordenada com as escolas locais que irá resgatar o curso profissionalizante em turismo que, anteriormente, funcionavam na comunidade. Projeto Cantos da Vila: promover a inclusão produtiva para gerar renda a comunidade, através da acomodação dos professores que lecionam nos Projetos, oferecendo hospedagem e alimentação. Com um plano de incentivo, serão reformadas quatro residência e elaborados projetos arquitetônicos, visando acomodar e integrar professores e moradores. Projeto Turismo Digital: conexão com o progresso. É pensando assim, que a Prima vai incentivar as comunidades favorecidas pelo Programa Voar com o Projeto Turismo Digital. Através do ensino da informática, diversas pessoas terão acesso ao universo tecnológico, acessando na internet e utilizando as ferramentas de comunicação como forma de inclusão digital. Monitores especializados intermediarão este processo de aprendizado que, além de levar conhecimento, mostrará na prática como à informática ajuda na profissionalização coletiva. É navegando pelas ondas da internet que a população de Baixio vai mergulhar de vez no mundo digital. “A idéia é potencializar os talentos e recursos já existentes na comunidade, bem como suas relações, construindo o desenvolvimento de dentro para fora. Com o seu fortalecimento, as comunidades poderão assumir o papel de protagonistas e criar condições que multipliquem as oportunidades.” Nilson Nóbrega – Diretor Geral da Prima Empreendimentos Inovadores S.A. É dessa forma inovadora, planejada, responsável, orgânica e respeitosa com os meios social, cultural e ambiental que este sonho que a Prima Empreendimentos Inovadores idealizou se tornar realidade: Mamucabo. Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 23


24 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Mamucabo “O destino de charme do Brasil� - 25


26 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Baixio de gente simples, acolhedora Baixio do silencio, da tranqüilidade, Baixio da Lagoa Azul, Baixio de Mamucabo, Baixio do meu coração. Baixio, que me devolve a calma e me devora a alma a saudade de não te ver Baixio de seus amores

Baixio de mar aberto, de braços abertos

Só com muitos dissabores é capaz de alguém, pisar em suas areias e não se apaixonar.

Mamucabo “O destino de charme do Brasil” - 27


28 - Mamucabo “O destino de charme do Brasil�


Mamucabo “O destino de charme do Brasil”