Issuu on Google+

IX Mostra de Danças da Corte da Escola Vasco Santos publicado em 03/dez/2013 às 17h08 Evento será realizado na noite desta terça-feira no ginásio do Delfim Moreira.

Pelo 9º ano consecutivo, a Escola Vasco Santos realiza e faz encantar a comunidade com a Mostra de Dança da Corte que acontece nesta terça-feira (3), no Ginásio da Escola Estadual Delfim Moreira, a partir das 19h30. O evento tem a coordenação da professora de história, Márcia Helena Resende. Este projeto propõe a conciliação do passado com o presente através da arte e da transformação de informações históricas em conhecimento prático. Reviver a vinda da Família Real para o Brasil que remete ao século XIX e ajuda a conhecer melhor a cultura dos colonizadores. A dança é uma forma de retratar os antigos bailes da corte portuguesa com pompa, luxo e sofisticação. Para a diretora Maria Cristina de Oliveira Barreto, este projeto carrega junto com a arte de educar, a alegria, o encantamento, o saudosismo e prazer pelo belo. O encerramento da mostra é um momento para reunir alunos, pais e professores com uma valsa.


II Mostra de Danças Regionais Brasileiras A 2ª Mostra de Danças Regionais Brasileiras comprova a diversidade cultural do Brasil. Cada região é conhecida pelo seu folclore, trajes e comidas típicas, tradições e danças que contam sua própria história. Neste ano será apresentada a Dança do Carimbó – apresentação da cultura Paraense, o Fandango – dança típica da região Sul e o Samba de Gafieira representando a região Sudeste. Este projeto tem a coordenação da professora de Geografia Valéria Floriano Reis e a participação de alunos dos 6º, 7º e 8º anos. As coreografias, das duas mostras, ficam a cargo de Gildo da Silva Alves e foram exaustivamente ensaiadas durante todo o mês de novembro. Fonte: http://www.diariodearaxa.com/Noticia/Cultura/2013/12/IX-Mostra-de-Dancasda-Corte-da-Escola-Vasco-Santos/12894.aspx#ixzz2mibZ2GKC Jornal Araxá – 04-12-2013 “Tradições Culturais :: Escola Estadual Vasco Santos realiza IX Mostra de Danças de Corte Apresentações foram realizadas no Ginásio Poliesportivo da Escola Estadual Delfim Moreira Pelo nono ano consecutivo a comunidade escolar da Escola Estadual Vasco Santos realizou a Mostra de Danças da Corte. O prestigiado evento, coordenado pela professora de História Márcia Helena Resende foi realizado ontem, terça-feira, dia 3, às 19h30 no Ginásio da Escola Estadual Delfim Moreira De acordo com a coordenadora o projeto propõe a conciliação do passado com o presente através da arte e da transformação de informações históricas em conhecimento prático. “Reviver a vinda da Família Real para o Brasil nos remete ao século XIX e ajuda-nos a conhecer melhor a cultura de nossos colonizadores. A dança nos transporta aos antigos bailes da corte portuguesa com pompa luxo e sofisticação”, destacou. É notável o glamour e elegância dos figurinos! A entrada suntuosa de Beija com seu companheiro Antonio Sampaio, ao som da música “Beja Flor, Beja menina”, é o ponto alto da Mostra. A magia contagiante do minueto, da dança das taças, do fabuloso baile de máscaras e a dança das taças, seduz alunos, familiares, convidados e funcionários da escola.


Para a diretora Maria Cristina de Oliveira Barreto este projeto carrega junto com a arte de educar, a alegria, o encantamento, o saudosismo e prazer pelo belo. “Os pais se encantam com os filhos lindamente vestidos a rigor e com as danças apresentadas. O encerramento da mostra é um verdadeiro deslembre, pois acontece a maravilha do convício familiar: alunos, pais e professores dançam a valsa”, disse.

Danças Regionais A 2ª Mostra de Danças Regionais Brasileiras comprova a diversidade cultural do Brasil. Cada região é conhecida pelo seu folclore, trajes e comidas típicas, tradições e danças que contam sua própria história. Neste ano foi apresentado a Dança do Carimbó – apresentação da cultura Paraense, o Fandango – dança típica da região Sul e o Samba de Gafieira representando a região Sudeste. Este projeto tem a coordenação da professora de Geografia Valéria Floriano Reis e a participação de alunos dos 6º, 7º e 8º anos. As coreografias, das duas mostras, ficam a cargo do professor Gildo da Silva Alves e foram exaustivamente ensaiadas durante todo o mês de novembro para que tudo pudesse sair a contento. A diretora Maria Cristina de Oliveira Barreto acredita que dessa forma, a escola cumpre o seu verdadeiro papel quando se torna um lugar majestoso e cheio de vida. “Aprender fazendo, com alegria e sofisticação envolvendo alunos, professores e familiares é transformar a escola em lugar prazeroso e eficaz”, arrematou.


Publicidade jornala diário de araxá