Issuu on Google+


Table of Contents Chapter One Chapter Two Chapter Three Chapter Four Chapter Five Chapter Six Chapter Seven Chapter Eight Chapter Nine Chapter Ten Chapter Eleven Epilogue The Virgin Duet


MEU STEP-DAD NOVO Alexa Riley Direitos reservados ©2015 Alexa Riley Nota do editor: Este é um trabalho da fição. Os nomes, os caráteres, os lugares, e os incidentes são um produto da imaginação do autor. Os lugares e os nomes do público são usados às vezes para finalidades atmosféricas. Toda a semelhança aos povos reais, à vida ou a inoperante, ou aos negócios, companhias, eventos, instituições, ou lugares é completamente coincidente. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, distribuído ou transmitido em todo o formulário ou por quaisquer meios, including a fotocópia, gravação, ou outros métodos eletrônicos ou mecânicos, sem a permissão escrita prévia do editor, a não ser que no caso das breves citações personificadas em revisões críticas e em determinados outros usos não comerciais permita pela lei de direitos de autor. Para pedidos da permissão, contato riley_alexa@aol.com Projeto da tampa: © L.J. Anderson em criações da tampa do desordem Formato por L.J. Anderson em criações da tampa do desordem


Capítulo um Capítulo dois Capítulo três Capítulo quatro Capítulo cinco Capítulo seis Capítulo sete Capítulo oito Capítulo nove Capítulo dez Capítulo onze Epilogue

Trecho do dueto do Virgin O dueto do Virgin


BRUCE “O que são eu supor para fazer com uma menina dezessete-anovelha?” Eu pedi, inclinando-se para a frente, coloc meus cotovelos na mesa. “Eu encontrei nunca mesmo a menina.” Foi uma semana do caralho longa e agora esta. Eu posso sentir a tensão serpentear acima de minha espinha, que eu sou certo conduzirei a uma dor de cabeça maciça que foda acima de meu dia inteiro. “Você é agora seu guardião legal, assim que você figura melhor para fora o que você est| indo fazer com ela,” Jim, um associado júnior na empresa informa-me. Eu tenho o impuso jogá-lo fora de meu escritório ou atear fogo apenas a seu burro, mas esta não é sua falha. Este era meu próprio fazer. Eu conheci Debra, meu ex-wife, tive uma filha, mas eu tinha-a encontrado nunca nos dois anos que nós estivemos casados. Inferno, eu conheci mal Debra fora de um ambiente de funcionamento. Sure, nós fomos casados, mas não era sua união típica. Eu submetia meu cérebro, tentando recordar todos que atendeu. O funeral olhou realmente como um trabalho que encontra mais do que qualquer coisa. O grupo pequeno no comparecimento foi compo dos povos que trabalhou com e alguns clientes. Eu não sei porque eu não observei aquele antes. Nenhuma amigo ou família apareceram, simplesmente outros advogados da empresa, mas fizeram o sentido, nem ela nem eu tive vidas fora deste escritório. O pai de Debra, Steven, tinha passado o ano passado, e era o único membro da família que eu me tinha encontrado nunca de dela. Steven usou-se para ser um sócio sênior na empresa antes que eu tomei seu lugar. O pensamento da filha de Debra que não está no funeral da sua mãe nunca cruzou minha mente. Debra falou somente sobre sua filha um o punhado das épocas nos cinco anos onde eu a


conheci. Eu não posso mesmo recordar uma época em que for a visitar, e eu sei que sua filha nunca veio a nossa sótão de luxo. “Quando estar| chegando?” Eu peço ao levantar o itiner|rio de hoje em meu computador. Minha programação, como usual, é uma confusão e completamente completamente. Depois a fatura do sócio sênior e a tomada sobre o número de dossiers de Steven, eu trabalho dias de quinze-hora. É a razão que eu sou nesta situação agora e tenho que se transformar um guardião. Deve ter sido ele que recolhe uma menina dezessete-ano-velha. É era sua neta, após tudo. Mas agora que foi, eu sou a única pessoa que saiu. Não ajudou que nós não escolhemos um advogado novo para tomar o lugar de Debra na empresa desde que morreu. É ida somente seis semanas, mas alguém precisa de ser empregada rapidamente. Carreg uma carga de trabalho gigante no seus próprios, e mesmo distribuindo a entre a equipe de funcionários, é mais do que nós podemos segurar sobre nossos próprios casos. Eu encontrei Debra quando eu me juntei à empresa fresca fora da escola. Tinha sido já com eles por anos. Seu pai era um sócio sênior, assim que era um básico que empresa de lei quis fazer o sócio. Eu soube sempre que não havia nenhuma outra empresa que eu quis trabalhar para. Eu ouvi somente grandes coisas sobre o lugar, soubese para ser o melhor e meu próprio pai introduziu-me realmente em juntar-se as. E Steven tinham ido à faculdade junto, mas meu pai foi política, algo que eu não tive nenhum desejo fazer. Depois que eu andei na porta, nós ambos fizemos passos para começ à parte superior. Já tem tentado por anos mas não fazia muito progresso. Caso após o caso, nós começ sempre emparelhados junto. Nós fomos dedicados e trabalhados duramente por anos, ganhando nossas costeletas e fazendo um nome para nos. Mas Debra foi passada constantemente sobre para promoções por causa de seu sexo e por causa de seu nome. Se foi dada uma promoção que olhou sempre como era favoritism, tão preferivelmente a colisão ir-me-ia. Isto frustrou ambos


nós, porque nós éramos amigos e colegas e cada um que dão mais de cem por cento. É nunca ser justo uma mulher nesta linha de trabalho, e após alguns anos, nós batemos um corte de estrada. A empresa decidiu criar uma abertura nova para um sócio e mim estava sendo preparada para tomá-la. Eu soube que Debra a mereceu tanto quanto eu fiz, mas eu não era certo o que a fazer. Então um dia Steven tomou Debra e eu de lado e nós viemos acima com uma planta. Depois que eu me movi em meu papel novo como o sócio, Steven aposentar-se-ia. O retrocesso era, aposentar-se-ia somente após Debra e eu começ casado. Depois que a licença foi assinada, ajustaria então sua aposentadoria no movimento. Uma vez que a tinta estava seca, e com ajuda de um outro sócio fundando, nós tivemos o voto majoritário e pudemos fixar Debra um ponto na empresa como a recolocação de Steven. Todos ganhou. Steven soube que seu nome de família era seguro na companhia, e sua filha não teria que se preocupar sobre seu futuro na empresa. Eu era um workaholic já e não tinha uma vida social fora do trabalho. Quando eu me encontrei para a noite, as mulheres foram atraídas apenas ao terno e ao dinheiro. As mulheres feitas coisas desarrumado e complicadas, e eu não precisamos tampouco em minha vida. Debra e I tiveram a mesmas motivação e movimentação, e nenhuns de nós tiveram o tempo para o amor. Nosso arranjo foi o perfeito, até que Debra passou de repente afastado, deixando me para pegarar todas as partes de sua família. Uma família que não fosse mesmo realmente mina. “Estará aqui amanhã. Está embalando acima do descanso de seu material do colégio interno hoje. Graduou o último fim de semana,” Jim diz, agitando me de meus pensamentos. “Eu sou supor apenas recolher uma menina que eu nunca encontrei e deixei seu vivo comigo?” Eu agarro, ainda agitated e tomando o para fora em Jim. Que a foda mim sabe sobre o levantamento de uma rapariga, ou mesmo a fatura de um repouso para um? Eu não soube nada sobre a família.


“A menina tem um fundo fiduci|rio.” “Não

é sobre o dinheiro. Não pode apenas permanecer no colégio interno? Gira dezoito em uma semana. Legalmente não precisará um guardião após aquele, e eu sou certo que pode encontrar seu próprio lugar antes que comece a faculdade na queda. Está indo à direita da faculdade?” Eu trago acima a programação de amanhã. Inferno do caralho, eu tenho uma reunião que do comensal eu não posso faltar com um dos clientes os mais grandes da empresa. “Eu não sou certo de suas plantas para a faculdade, mas quanto para à próxima semana é unicamente sua responsabilidade. Fazer com seu o que você deseja.” Meus empurrões da torneira em seu comentário offhand. Fazer com seu o que você deseja. Como se é minha. Aparentemente eu preciso de começ colocado. Eu estou começ duramente na idéia de possuir alguma coisa nova que não sabe o que fazer com um dick. Eu friciono meus olhos e tento-os pensar da última vez onde eu tive o sexo. Debra e eu pudemos ter sido casados, mas nós nunca compartilhamos de mais do que um abraço rápido para eventos públicos. Tudo que eu tive que me começ fora sobre os anos é minha mão. Quando nós fomos casados, a última coisa I necessário era algum escândalo sobre como nossas núpcias eram um logro ou aquele eu enganava. Depois que seu pai passou, nós falamos sobre a obtenção de um divórcio, mas nós nunca começ ao redor lhe com nossas programações ocupadas. Nós nunca planeamos para qualquer coisa no caso de algo que acontece a qualquer um de nós, e agora eu sou um viúvo… e aparentemente um padrasto. Bem, eu supor que eu sou um padrasto para a próxima semana ou assim. Eu posso tratá-la por uma semana. Eu posso manter-se ocupado quando permanecer no condomínio. Mim há nunca de qualquer maneira, e como duramente pode ele realmente estar? Eu


olharei na ajuda sua encontro um condomínio para permanecer em até que esteja hora para que comece a faculdade. Eu aposto que há provavelmente algumas unidades disponíveis em meu edifício, e é o menos que eu posso fazer. Seus mãe e eu podemos não ter sido próximos, mas nós ajudamo-nos para fora quando necessários. “Fino, eu deixarei uma chave para ela na mesa dianteira para quando chega, e eu terei um dos quartos setup para ela. Há qualquer outra coisa que eu devo saber? Alguns problemas?” “Eu não penso que lhe dará todos os problemas. Seus registros académicos são spotless sem a menção do comportamento mau. Ofereceu-se na biblioteca, e parece que é onde passou a maioria de seu tempo, de que informação pequena eu poderia recolher nela. Inferno, eu fui choc quando eu encontrei que para fora Debra teve um miúdo, ela nunca falou sobre qualquer coisa mas o trabalho. Mas parece como um bom miúdo. Eu n~o penso que ser| muita de uma carga.” Eu inclino-me minha cabeça no acordo. Eu conheci Debra por anos, vivi com ela, e esqueci-a frequentemente que teve uma filha. Não foi até que Jim ultrapassou e propriedade de Debra de estabelecimento que nós a recordamos. É provavelmente porque faltou o funeral. Eu não penso que soube sobre ele. “Bem, eu supor que é acordos ele.” N~o h| nenhum ponto a lutar a edição e o olhar como um asshole do caralho. Como duramente poderia ser viver com uma menina dezessete-ano-velha por algumas semanas? A essa próxima noite…. A linha da casa soa, e eu sei que é doorman a chamada. São únicos com o número. Agradecer à foda que está aqui antes que eu precise de dirigir para fora para meu comensal de negócio. Eu quero pelo menos mostrar-lhe o lugar antes que eu tenha que ir, mas eu pensei que o doorman apenas lhe daria a chave. Eu não conheço a menina, mas eu não a quero estar sozinha quando está aqui pela primeira vez. Eu


posso fazer algum tipo do esforço, mas eu pensei que seria aqui horas há. “Frank,” eu digo, sabendo que é ele. Estava na mesa da entrada quando eu começ o repouso, e informado mim ela não tinha pegarado ainda a chave. “Boa noite, Sr. Archer. Uma Senhora Sullivan está aqui vê-lo.” Merda boa, eu pude ter dado boas-vindas a este se a filha de Debra não estava indo ser aqui nenhum minuto. O azevinho Sullivan é a filha de um dos clientes os mais grandes da empresa e estava bem ciente que minha união era uma da conveniência. Em ocasiões que múltiplas me deixou a conhecer amaria estar em minha cama. Eu tinha brincado com a idéia anos há. Era vista quente e exótica com cabelo escuro longo e mesmo pés mais longos. Mas eu decidi sempre de encontro a ela. Agora que eu era único, acoplado com sentimento do corpo de uma mulher de encontro a meus nos anos, eu estava começando a rethink coisas. Seria discreto e o objetivo é mútuo-sexo. “Emitir por favor a Senhora Sullivan acima,” eu digo Frank antes de pendurar acima, de agarrar meu revestimento do terno fora do desembaraço minha cadeira, e de pôr fora de meu computador. Eu figurei o azevinho seria reunião mim no comensal com seu pai, mas eu supor que havia uma mudança das plantas. Olhando no espelho, eu ajusto meu laço. Talvez o azevinho e eu podíamos ir para trás a seu lugar após o comensal. Foder, eu não tenho nenhuma preservativos, mas eu aposto que faz. O azevinho é sexo de passeio e apenas o que eu preciso. Talvez eu poderia foder algum do esforço fora de meu sistema. Eu faço minha maneira ao elevador e espero-a para chegar. I para possuir o último andar inteiro do edifício, mas eu realmente puderam precisar de olhar em começ um lugar novo. Debra e eu conseguimos um lugar tão grande começar com assim que nós tivemos nosso próprio espaço e não o começ na maneira de cada um. Agora é inteiramente demasiado grande para apenas mim.


Quando a porta abre, o azevinho vem dando uma volta dentro, balanç seus quadris para a direita para mim. Os saltos estala sobre o assoalho de mármore, e eu ver o de trás fechado da corrediça das portas ela. Seu cabelo longo do chocolate é empilhado sobre sua cabeça, expor seus ombros desencapados. O vestido que vermelho está desgastando é-lhe colado como uma segunda pele e mostra fora seus pés longos. São feitos para olhar mesmo mais longos porque está desgastando o tipo das sapatas que os homens gostam de foder dentro mulheres. “Você está indo finalmente tomar-me acima em minha oferta? Nós temos dez minutos antes que nós precisemos de dirigir para fora, e eu apostei que eu poderia o fazer cum antes ent~o,” diz, de começ direito ao ponto. O azevinho era nunca um a bater em torno do arbusto. Soube que eu nunca a tomei acima em sua oferta fora do respeito para Debra, mas as coisas têm mudado agora. Envolve seus braços em torno de minha garganta, seus saltos faz seu tão alto está quase a nível do olho. É impressionante, sendo porque eu sou seis quatro. “É isso assim?” Eu arrelio, puxando seu mais próximo e olhando em seus olhos do marrom escuro. Seu perfume tart enche meus pulmões, mas meu corpo não parece reagir. Talvez foi tão longo desde que eu tive o sexo que minha torneira não recorda o que é como ter uma mulher tão próximo. Eu estou dando-lhe a luz verde, mas não se move mesmo. “Yeah,” sussurra de encontro a minha boca, mas antes que seus bordos toquem em meus o elevador chimes. Eu puxo do azevinho. As portas do elevador deslizam aberto, revelando algo que faz minha torneira coxo finalmente crescer com necessidade. Pressiona duramente de encontro a meu zipper e eu dmôo de repente. Se aquele é pouco Sophie, eu estou fodido totalmente. Eu nunca vi algo olhar antes tão perfeito e puro. É perfeição. Meu corpo inteiro tem vivo vindo como um perfurador a meu sistema.


“Azevinho,

se você me desculpar|, eu preciso um minuto,” eu digo, afastando-se. Antes que eu me tome a uma etapa girar ao redor e ajustar-se porque minha torneira dura é obscena nestas calças. O azevinho dá-me um sorriso sensual e um aumento da sobrancelha, mas eu não explico que este não era seu fazer. Eu um pouco ela pensaria que do que a idéia da minha obtenção duramente na vista de minha enteada. A foda, o que é errada comigo? Eu apenas olhei Sophie e eu estava na atenção cheia. Começ a junto, Bruce. Tomando algumas respirações profundas, eu começ a meu corpo sob o controle o melhor que eu posso. Eu giro para trás para o elevador e a caminhada sobre para onde está estando. Tem os olhos azuis de Debra e choc me que não olham forçados ou tristes. Eu nunca realizei que Debra tinha olhado como aquela até aqui, como eu os comparo com as safiras brilhantes e felizes de Sophie. É estranho como me bate com apenas um olhar. É curta, ao redor de cinco três, e tem lotes das curvas, o tamanho perfeito para encher minhas mãos. Seus olhares do corpo como uma mulher madura, não algo que você esperaria em um dezessete-ano velho. Está desgastando calças de brim e uma parte superior de tanque que não faça nada esconder seus peitos cheios. Seu cabelo longo, ondulado, louro cai para baixo ela para trás e faz seu olhar como foi fodida recentemente. O Jesus Cristo, esta menina é uma notícia bombástica. Meus pensamentos competem, de um lado eu fantasizing sobre o que eu quero fazer a esse corpo pequeno "sexy", e no outro eu estou batendo-me acima sobre como eu não devo ter estes pensamentos. Seus pés são minhas da boca águas grossas e que pensam sobre como eu poderia afundar meus dentes nos interiores de suas coxas. Eu posso sentir minha pulsação do coração em minha torneira, e eu tento centrar-se sobre qualquer coisa mas minhas fantasia proibidas. “Desculpar-me por favor, eu esperava-o mais cedo,” eu digo em um tom grampeado. Eu não pretendi para que este seja nosso primeiro encontro, e é um bocado que estorva para ela se a cora em seus


mordentes é qualquer indicação. Sua pele é tão leitosa e pura; o mais ligeiros coram fazem seu innocent do olhar assim. Meu deus, olha sem tocar. Meu dick throbs no pensamento mas eu dissipo-o imediatamente. É minha responsabilidade por uma semana. Apenas uma semana. Eu posso fazer este. “Deixar-me mostrá-lo em torno de um bocado. I' VE começ um acoplamento hoje à noite e eu preciso de sair.” Inclina-se sua cabeça pouco e segue-se me em torno do lugar. Parece tímida e quieta, que é muito bem comigo. Eu tenho um pensamento breve de alguém que aproveita-se de sua inocência, e eu realizo que está estada nunca em sua própria parte externa dos colégios internos. Estêve em France, assim que vindo para trás a América sobre ser obrigação extra-escolar giraram seu de cabeça para baixo. Eu agito minha cabeça para banish minha preocupação. Este não é meu problema. Eu estou ajudando-a começ um lugar novo e então nós somos finished. Está no seus próprias. “Este era quarto da sua m~e,” eu digo, e paro por um momento para deixar dentro seu olhar. “Você é bem-vindo a todas suas coisas, assim que sentir livre ir completamente e selecionar o que você quer se manter. Eu doarei qualquer coisa que você n~o quer.” Olha-me peculiar, mas eu mantenho-me andar. “Que é meu quarto para baixo l| na extremidade do sal~o,” eu digo, apontando, “e este é seu para a direita aqui.” Nós paramos na frente de sua porta e eu abro-a. Pisa lentamente após mim, e eu começ um bocado de seu perfume doce da madressilva. Eu respiro profundamente e perto meus olhos, throbbing no meu retorno da torneira. Quando eu abro meus olhos, eu ver a olhar-me, e então de volta ao assoalho. Parece tão submissive, e eu tenho o impuso repentino põr a sobre seus joelhos.


“Sim,

bem, este é seu quarto,” eu digo outra vez e claramente minha garganta. Que a foda é errada comigo? É jovem demasiado goddamn para fazer isto a meu corpo. Eu preciso realmente de começ colocado. “Obrigado, Sr. Archer,” sussurra, e mim realiza que este é a primeira vez que falou. Sua voz é macia, fazendo me a maravilha como duramente eu poderia se certificar do grito meu nome. Eu quero ouvila dizê-la agora. “Bruce. Por favor, chamar-me Bruce. Eu penso que nós somos determinadas formalidades passadas, especialmente quando você viver aqui.” “Obrigado, Bruce.” “Você é bem-vindo. Sentir livre fazer-se em casa. Eu sou para fora para a noite, e provavelmente não o verei na manhã. Eu deixarei uma nota para minha empregada, lírio, para ajudá-lo para fora se você precisa qualquer coisa. Estar| aqui na tarde.” Olha em torno de seu quarto outra vez e então para trás em mim. Inclina-se sua cabeça e anda-se para a cama, põr seu saco para baixo sobre ele. Eu prendo o doorknob e giro-o então ao redor abruptamente. I' VE conseguiram sair deste lugar. Eu stomp abaixo do salão. Quando eu começ ao elevador onde o azevinho está esperando, eu agarro sua mão e puxo-a para o elevador. “Tudo est| bem?” pede, um olhar interessado em sua cara. “Eu explicarei mais tarde. Nós não queremos estar atrasados para o comensal.” Honesta, embora, eu não tenho nenhum indício como explicar que eu quero foder minha enteada.


SOPHIE Rachadura! As raias do relâmpago através da janela. Eu coloc meu mordente de encontro ao vidro frio assim que eu posso senti-lo de encontro a minha pele. Meu repouso novo senta alto bastante que eu posso realmente ver onde a tempestade começa e extremidades, mas nenhuma chuva cai in-between. Eu posso relacionar-se. Eu sou a menina que pode gritar lendo uma novela romance parva, mas permaneço seco eyed quando sua mãe morre. Era semanas depois que o funeral ocorreu que eu estive dito que estêve ida. O que é mais mau era que eu não era mesmo worried que eu tinha ouvido nunca dela. Prestando atenção ao flash do relâmpago através do céu, eu fecho meus olhos esta hora de sentir o trovão. É uma idéia estúpida, mas eu estou esperando se eu sinto o trovão, talvez ele posso agitar a represa frouxamente. Eu estou sendo criançola, eu sei, mas pelo menos se eu gritei eu sentiria algo. Eu devo sentir algo, qualquer coisa. Eu não sei porque eu sinto mais sozinho agora, porque não é como eu a conheci mesmo. Entre baby-sitter e colégios internos, eu via mal nunca. Então quando eu era quatorze, emitiu-me fora à escola em France, onde eu permaneci. Disse visitaria em algum ponto, mas eu supor que nunca lhe começ ao redor. Não uma vez em meus três anos na escola lá mandou minha mãe vir considerar-me, nem pediu que eu viesse para casa. Uma parte de mim tem esperado aquela talvez quando eu terminei a escola que eu poderia vir para casa e tentar dar forma a um relacionamento com ela. Eu mesmo apliquei-me a algumas faculdades para a pre-lei e começ dentro, mas com ela ida eu não tenho nenhum desejo levar a cabo essa idéia. Eu fazia-a somente para tentar satisfazê-


la, e agora eu ver como estúpido que era. Minha mãe estava indo sempre uma milha um o minuto e teve o tempo para o ninguém e nada. Com exceção do trabalho. Aquela não é uma vida onde eu quis para mim mesmo. O que eu quero é à sensação conetada a uma outra pessoa, para mandar alguém dizer-me que me amam. Eu penso que é o que eu estava esperando para quando eu me apliquei à escola de direito. Eu poderia ter-lhe começ a atenção; nós teríamos coisas na terra comum a falar aproximadamente. Eu poderia tê-la chamado atrasada na noite e bitched sobre cursos, e dir-me-ia como grande eu estava fazendo. Como poderia I por muito tempo para sua atenção tão mal, mas para não a faltar agora que é é ida realmente? Eu senti realmente um peso pequeno tirar meus ombros quando eu pensei sobre não ter que ir à escola de direito. Empurrando-se longe da janela, eu sinto meu rosnado do estômago. Eu tenho escondido em meu quarto desde que eu começ aqui a noite passada. A idéia da saída e de considerar Bruce, meu stepdad, não era um que me apelou. Eu devo ter sabido que todo o homem que escolha se casar minha mãe estaria tão fria como era. Inferno, eu não soube mesmo que estêve casada até que eu estive dito que eu lhe estava sendo repouso traseiro enviado. “Step-dad,” eu digo, rolando as palavras através de minha lingüeta. Não era nada como eu o esperei ser. Quando eu pensei de um step-dad, eu pensei de um homem com cabelo greyish, enrugamentos em torno de seus olhos. Eu pensei de alguém que eram pelo menos idade da minha mãe ou que olhou como alguns dos pais que vieram visitar as outras meninas em meu dormitório. Não, olha como minha mamã gostou d nova. Bruce olha como é em seus anos 30 adiantados se eu tive que supr. Igualmente olha como pisou fora de um compartimento, e assim que fêz a mulher que pendura sobre a ele a noite passada. Eu pensei que era estranho ele já estava enganchando acima com uma outra mulher semanas após a morte da minha mãe, mas nada


sobre sua união pareceu normal. Eu quero saber se a parte da razão ela era demasiado ocupada considerar que eu era por causa dele. Talvez começou uma outra família, uma que aparentemente não me incluiu. Quando se desembaraçou finalmente da outra mulher, mostroume em torno do apartamento. Primeiramente mostrou-me onde o quarto da minha mamã se usou para estar, e então mostrou a me seu quarto, e finalmente ao meus próprios. Não compartilharam de quartos? Isto estava começ toda mais estranho em o minuto, mas uma coisa era desobstruída, Bruce não gostou de me. Mostrou o momento de olhos abertos do elevador e seus verdes deslizados portas aterrados em meus. Assim que nós os olhos fechados, o sorriso brincalhão ele estivermos dando a mulher em seus braços deixados cair afastado. O que fêz mais mau é mim sentiu minha cara inteira morna da cora. Eu sou certo que girou meu vermelho de cereja justo da pele com o embaraço. As exposições públicas da afeição não são comuns a mim fora de um livro, e eu sou consideravelmente certo mim apenas travei-as aproximadamente para ter o sexo, se a protuberância em suas calças era qualquer indicação. Imediatamente eu diei a mulher. Sua cabelo perfeitamente brilhante, pele bronzeada, e um corpo que eu morreria para feito me tão irritado, e eu não tenho ainda cem por cento certo porque. Era porque ele apenas perdeu minha mamã e aqui fodia uma outra mulher? Talvez era sempre do caralho ela. Ou era o fato que uma tira da inveja funcionou através de mim na vista dela envolveu em torno dele? Eu tinha esperado aquele talvez que o homem não era meu stepdad, mas talvez seu filho ou um colega de trabalho. Que a esperança deixou de funcionar e queimou momentos mais tarde, deixando me com um sentimento inquieto. Eu sou ciumento que meu step-dad tem uma mulher que está a ponto de foder e fodido provavelmente a noite passada. Foder, se vieram para trás a seu lugar após, ela pôde ser aqui esta manhã. A


parte a mais má é mim não pensa eu estou irritado para minha mãe, mim penso que eu sou ciumento para mim mesmo. Eu estou riscando-a até ser só. Eu supor que eu sou apenas desesperado para a atenção. Yep, aquele é ele, mim pensa, tentando convencer-se que não é uma mentira evidente. Eu não posso cobiçar após o marido da minha mãe. Nope, eu tenho sido furado apenas no escola das todo-meninas' durante bastante tiempo. Eu fui esfomeado da afeição. Sim! Aquele é ele, mim é invejoso da afeição que era compartilhada, não slut mudo que estava pendurando nele. Eu aperto meus dentes, processando o pensamento que rude eu tive sobre a mulher. Fodê-lo, ela é um slut mudo. Eu posso pensar que ele todo que eu quero. Agarrando meu laço do cabelo fora do nightstand, eu puxo meu cabelo louro selvagem em um bolo desarrumado sobre minha cabeça, e faço minha maneira através do condomínio à cozinha. Se eu sou afortunado, eu não funcionarei em Bruce ou em sua data da noite passada. O pensamento põr um nó em meu estômago. Estariam na cozinha que joga a casa junto? Que faz lhe o pequeno almoço gosta de um par feliz do lovey. I por muito tempo para qualquer outra coisa semelhante. Eu estou a ponto de andar na cozinha, quando eu ouço a voz profunda de Bruce, e eu paro meus movimentos. “No., nós n~o podemos ter o comensal outra vez hoje { noite.” Pausa por um momento longo, e eu realizo que deve estar no telefone. “Ser| somente aqui por algumas semanas, e eu estou começ a fora de aqui tão rapidamente como eu posso. Confiar-me, mim não precisa uma menina que funciona em torno de aqui, você e I ambos sabe que eu n~o tenho o tempo para aquele.” Suas palavras picam mais do que devem. Por que devo eu se importar que não me quer aqui? História de minha vida. Fodê-lo. Se não quis ter que tratar talvez mim então não deve ter casado minha mamã. Eu dou uma volta na cozinha, ignorando o, determinada deixar o rolo do insulto fora de minha parte traseira. Eu ouço-o tomar-me uma


respiração profunda, e posso sentir seus olhos em mim, mas eu finjo-o não estou estando lá, bebendo seu café, com o telefone a sua orelha. Eu sinto que um peso pequeno para tirar meus ombros quando eu realizo ninguém mais está aqui. Não permaneceu sobre. Puxando o refrigerador aberto, eu sinto que o ar frio bateu meu corpo, e é então mim realiza o que eu estou desgastando, ou mais exatamente, o que eu não estou desgastando. Eu sou assim que usado somente a estar ao redor e à viver com outras meninas que eu não pensei sobre meu vestuário quando eu desenrolei da cama esta manhã. Eu sinto meus bocais contratar de encontro ao ar frio, o tanque strappy ténue que não faz nada protegê-los do frio. Goosebumps estoira toda sobre meus pés desencapados. Merda do caralho. Como sou eu ir girar ao redor? Eu estou estando na frente do refrigerador em nada mas em uma parte superior de tanque pequena, em uma cuecas branca minúscula, e em minhas peúgas joelho-elevadas freaking. O “No., azevinho, almoço é muito bem.” Eu mordo a náusea traseira na menção do nome do azevinho. “Aprovado, eu vê-lo-ei ent~o.” Eu ouço-me que seu telefone para bater o contador do granito e mim cringe no som. Eu seria surpreendido se não se rachou. “Onde a foda é suas calças?” Olhando de relance sobre meu ombro, eu ver sua obscuridade - olhos verdes em meu burro. Faz ele gostam do que vê? Eu não sou nada como o azevinho. De fato, o azevinho e eu somos noite e dia se você nos compara, e triste eu tenho. Onde é tonificada e firme, eu sou curvy e macio, olha de tentação visto que eu olho a perfuração e não poderia conseguir um tan conservar minha vida. Seus pés vão sobre para milhas, e a única coisa que vai sobre para milhas em mim é meu cabelo, e ele é consideravelmente incontrolável. Olha tão louco. Se poderia cuspiria o fogo de suas narinas para a direita aproximadamente agora, ele. O fato de que eu provoquei esta muita emoção nele é emocionante.


Este é território desconhecido para ambos nós. Eu posso dizer pelo olhar em sua cara que o picar seria perigoso. Mas pela primeira vez nas semanas, eu sinto algo. Eu não recordo nunca puxar esta muita emoção de qualquer um. Eu estava apenas sempre lá, a menina no canto. Agora eu estou estando em uma cozinha, com um homem que olhe mijado descontroladamente em mim, e eu quero mais. Não traria os rasgos que eu quis momentos há, mas sentiu como poderia trazer tanto mais.


BRUCE Como pode andar em torno da casa como isso e não esperar uma reação? Eu apostei que é porque a fêz. Anda sempre ao redor na frente dos homens como esta? O pensamento que alguma outra pessoa pode a ter visto como este me faz assassino. Eu gostaria de pensar minha haste dos sentimentos de um interesse fatherly, mas aquele seria bullshit total. Pareceu tão manso e innocent ontem quando começ aqui, mas deve ter sido um ato. Eu estou agitando visivelmente enquanto eu espero uma resposta a minha pergunta. Lentamente fecha o refrigerador, gira ao redor para enfrentarme, e eu sinto como eu fui batido por um caminhão. Minha imaginação não era nada comparado a o que seu corpo curvy olha realmente como. Eu posso ver cada curva de seu corpo perfeito, pequeno, compato. Eu posso dizê-la caberia de encontro a mim perfeitamente. Seria tão fácil fazer com como I satisfeito. Sua parte superior paper-thin mostra o esboço desobstruído de seus areolae e de seus bocais diamante-duros. Eu não posso completamente fazer para fora a cor deles, e agora eu sou louco sobre aquele demasiado. Foda. Eu sou certo que não está girada sobre por um pervertido idoso como mim que starring nela, mas meu animal interno não se importa. Pensa que seu corpo está começ aprontou para ele, e está pronto ao interior profundo da rotina ela. Eu poderia dobrála sobre o contador de cozinha, a parte superior fria do granito que faz seus bocais mesmo mais duros enquanto eu martelei em seu cunt até que eu a enchi com o meu cum. Gotejaria abaixo de suas coxas leitosas, gordas. Talvez eu devo deixar aquelas marcas da mordida primeiramente. Cum preencheria os divots pequenos enquanto escorreu seus pés. Eu pisco duramente algumas vezes, tentando livrar meu cérebro desta imagem. Eu olho abaixo de seu corpo e ver que sua cuecas é tão


completo e pequeno, eu posso fazer para fora o esboço de seus bordos desencapados do bichano. “Foda.” Eu giro ao redor para a cara longe dela, mas eu ainda tenho o retrato de seu bichano calvo coberto na cuecas transparente queimada em minha mente. Eu tomo goles do ar, mas este sere somente como mais combustível para minha besta interna. “Eu sou pesaroso, mim sou usado à vida com meninas. Eu não parei mesmo para pensar.” “Você precisará de parar para pensar a próxima vez, Sophie. Eu n~o posso ver que você gosta deste. N~o é apropriado.” “Eu n~o realizei aquele.” Eu giro para trás ao redor. Não pode ser esse innocent. Não há nenhuma maneira que é aquela inconsciente de seu comportamento. “Você n~o pode ser, Sophie,” eu digo, tentativa séria fazer o olhar diretamente nos olhos contínuo. Se eu olho seu corpo outra vez, eu não sei o que eu farei. Yeah, você faz, minha besta interna sussurra. Morder suas coxas primeiras. De repente, arma uma sobrancelha e olha-me como eu sou estúpido. “Você est| caçoando-me agora? Eu era com os baby-sitter fêmeas do tempo onde eu tomei meu primeiro frasco, e eu fui emitido ao escola das todo-meninas' o segundo eu era idoso bastante. Eu somente vivi nunca com meninas minha própria idade, e sempre que eu controlei glimpse poucos indivíduos que eu vi, eu estava sempre para fora no público. Não é como eu tenho muita experiência da vida quando vem { vida com um homem.” Tem algum sass, eu dar-lhe-ei aquele, mas precisa de compreender que não pode se vestir como esta. “Você tem que inteiramente ser vestido quando você é em torno de mim. É muito bem se você quer dormir como aquele, mas você precisa de ser vestido inteiramente na frente de mim. Eu não sou supor ver que você gosta deste. Você é praticamente despido e eu não sou supor ver aquele,” eu digo, repetir-se. Precisa de compreender. Foda, eu preciso-a de compreender. Ou isto podia todo ir mal.


Eu não sei o que está indo sobre em sua cabeça, mas em um movimento ousado, pisa mais perto de mim. Eu sou choc em seus movimento e etapa sem medo longe dela. Meus olhos arremessam para baixo a seus peitos outra vez e vêem o ligeiro jiggle enquanto anda para mim. O inferno do caralho, minha torneira está escapando dentro de minhas calças agora, fazendo minhas esferas elabora como estão prontas a cum. “Você mantem-se dizer que o `não supor' como você não deve querer a.” Eu paro meu recuo, e realizo como eu lhe exprimi meu aviso. É verdadeiro. Eu não devo querer vê-la como este mas, foda, se eu não a aprecio. Shamelessly, eu sei que abastecerá a sessão que do masturbation eu estarei tendo depois que eu a deixo. Este será melhor do que esse mim teve sobre o seu a noite passada. Esse que não conhece aproximadamente, esse eu tive a posição sobre sua cama a noite passada quando dormiu. Eu estive lá, olhando fixamente em seus bordos, imaginando que envolveram em torno de minha torneira até que eu vim em minha mão. Esta vez eu terei uma idéia melhor de que corpo olha como. “Você é demasiado novo. Eu sou um homem mais idoso, para não mencionar seu padrasto, e não é bom para alguém ver-nos como este. Você n~o é mesmo,” eu digo, nao certo legal se eu estou lembrando a ou eu mesmo. Eu olho para baixo em seu bichano puro, inocente e eu ver uma gota da umidade em sua cuecas. “Foder,” eu respiro para fora, e inclino-me para a frente um pouco de. Eu não sei o que meu corpo está fazendo, mas eu tento começ uma preensão de mim mesmo. “Você é provavelmente direito,” diz, e para de começ mais perto de mim. Eu apenas olho fixamente em seu bichano e quero saber o que cheira como, o que seria como enterrar minha cara entre suas coxas. Como se lê meus pensamentos, sua mão move-o e cobre-. Eu rosno um pouco em não poder ver anymore seus bordos molhados, mas é melhor esta maneira. Eu não devo olhá-la como este. Eu não


devo fazer muitas coisas que eu estou fazendo, ou pensar muitas coisas eu estou pensando. “Ir põr alguma roupa sobre. Eu estou saindo para o trabalho. É segunda-feira e minha programaç~o é héctica,” eu digo |spera, e agarro meu telefone fora do contador. “A empregada estar| aqui logo. Eu emiti-lhe um email sobre você.” Eu dirijo ao elevador e n~o olho de volta a ver se me está prestando atenção sair. Eu começ dentro e pressiono a tecla para que as portas fechem-se. I para possuir este assoalho, e este elevador particular são uns diretos conetam a meu repouso e à garagem. Felizmente, eu controlo as câmeras e o acesso emergency nele. Uma vez que as portas se fecham, eu bato o batente emergency e puxo minha torneira fora de minhas calças. Eu não pensei que eu lhe fiz a metade de um assoalho antes que I necessário a liberação. Meu dick já está gotejando cum como um faucet gotejante. Eu cuspo em minha mão e afago meu eixo, simplesmente precisando algumas bombas antes que eu dispare em minha carga. I cum tão duramente ela disparam em reto para fora e na porta do elevador. Foder, meu grampo de pés e meus borrões da visão, e eu não posso pensar de um momento onde eu tive um orgasmo melhor. Eu tenho que aferrar-se ao trilho atrás de mim para manter-se do desmoronamento ao assoalho. Após alguns mais minutos, eu puxo-me junto, eu limpo a porta do elevador tão bem como eu posso com o quadrado pocket de meu terno, e eu dobro minha parte traseira ainda-dura da torneira minhas calças. A coisa do caralho não irá brandamente e eu não compreendo por que. I' VE conseguiram começ junto minha merda. Isto pode nunca acontecer outra vez.


SOPHIE Meus zumbidos do corpo com excitamento como eu faço minha maneira de volta a meu quarto. Eu não posso acreditar que eu apenas fiz aquele. Eu não penso que eu fui nunca mais girado sobre em minha vida. Eu posso sentir o wetness entre meus pés que fazem minha cuecas furar-me. Eu preciso cum. Mau. Eu ando em meu quarto e deslizo minha cuecas branca do algodão abaixo de meus pés. Eu lanç os no assoalho e agarro-o um descanso fora da cama. Tendo que sempre compartilhar de um quarto com outras meninas, você teve que aprender ser quieto quando você masturbated; era algo que eu dominei rapidamente. Agora eu sinto como ele não tomarei muito para começ lá me. Nunca em minha vida teve um homem olhado me como Bruce apenas fêz, e nunca teve I experimentado tal emoção. Estava intoxicando. Eu senti vivo. Olhando em torno do quarto, eu procuraro pelo ponto perfeito. Quando eu ver a poltrona no canto, eu sei que trabalhará melhor para o que eu tenho na mente. Coloc o descanso sobre o braço da cadeira, eu escarrancho-a. Dá-me o que eu preciso, consistência para a pressão, mas uma superfície macia para o conforto. Apenas como eu imaginei sempre uma torneira seria. Espalhando meus pés mais largamente, eu começo mover meus quadris. Eu fecho meus olhos e luta após a vergonha que eu sinto da cara eu ver em minha mente. Normalmente minhas fantasia do masturbation são de homens sem cara: heróis arrancados fora de minha novela romance mais atrasada. Esta vez lá é uma cara. Bruce, meu step-dad. Em minha mente, tudo sobre ele é duro, de seus olhos ao jogo de sua maxila. Eu retrato-o dar-me o mesmo olhar que heated me deu na cozinha.


Fricionando meu bichano de encontro ao descanso, eu finjo-o sou seu regaço que eu estou escarranchando em vez do braço da cadeira. Eu imagino fricionar meu clit de encontro a seu duro-em e usá-lo para meu prazer quando se sentar completamente ainda, lutando para não tocar em me. Pressionando-se mais no descanso, eu shudder no choque do desejo que dispara acima de minha espinha. Seria tão impotente a seus desejos, levantar-me-ia de repente de seu regaço, bater-me-ia para baixo em sua mesa, e põr sua cara entre meus pés. Precisaria de provar-me. Usaria seus lingüeta e dedos para preparar meu bichano apertado para sua torneira. Seria preocupado assim sobre o ferimento de mim, porque eu lhe signifiquei tudo. Fá-la-ia por horas, apenas adorar, não se importando com qualquer outra coisa no mundo. Somente eu importei, e eu era seu tudo. Cada movimento de meus quadris emite raias do prazer através de meu corpo. Minha pele tingles como eu penso de todas as coisas que Bruce faria a meu corpo. Eu movo-me mais rapidamente, comprimindo mais duramente enquanto as imagens começam piscar com minha mente uma após outra até que o orgasmo quebre completamente. Eu shudder enquanto os pulsos funcionam através de meu corpo, saindo de me instável e fraco. Meu ápice bate-me duramente e é tudo que eu posso fazer para se manter enquanto eu monto para fora as ondas do prazer. Rolando sobre, eu desmorono na cadeira, deixando o descanso bater o assoalho. Eu olho para baixo e ver que o ponto molhado meu cum saiu atrás. Deus, se eu vim como aquele apenas que penso sobre Bruce, que a realidade seria como? Eu penso de volta à mulher do last night, mesma que está tendo o almoço com. F-la cum? Tomá-la-ia em sua mesa no trabalho como eu apenas imaginei? Eu apostei que é mais experiente do que eu poderia nunca ser. Poderia tratar um homem como Bruce. Eu tenho nunca tanto como beijado alguém. Eu não começ mesmo um beijo afetuoso de minha mãe, mas eu apostei que Bruce a beijou.


Eu sinto que a picada dos rasgos e eu fechamos meus olhos para os lutar para trás. Era somente horas há que eu estava tentando chamar rasgos, e agora eu posso mal pará-los. Não, esta não é a emoção que eu quero agora. Eu quero o que eu tive na emoção da cozinha- do querer, um sentimento estranho mas emocionante. Mas como poderia eu cobiçar depois que o homem que minha mãe se casou? Pode tê-lo amado, mas eu sou céptico ela tive essa habilidade. É vergonhosa, mas eu não posso parecer parar-se da cobiça após Bruce. Mentalmente agitando-se, eu forço todos os pensamentos dele de minha cabeça. Eu retiro um de minhas malas de viagem e encontro sundress de um azul de bebê. Eu deslizo-o sobre minha cabeça, deslizamento em alguns planos simples, brancos do laço, e vou-o ao banheiro lavar minha cara. Eu escovo meus dentes, põr meu cabelo em uma trança rápida, e olho mim mesmo no espelho. Eu debato a colocação sobre um pouco da composição, mas minha cara é nivelada ainda, e eu não sei porque eu preciso de se incomodar. Dirigindo fora de meu quarto, eu pauso fora do quarto Bruce disse era minha mãe' S. Ainda parece tão impar não compartilharam de um quarto. Empurrando abrir a porta, eu sou choc e enraizado no lugar. De repente, um sorriso racha minha cara quando eu reconheço o lírio que espana o aparelhador. “Lírio!” Eu guincho, funcionando para ela e envolvendo a em um abraço. “Oh meu, Sophie! Olhar como grande você começ! Crescida toda acima agora,” exclamara, e eu n~o posso ajud|-la mas espremer mais apertada. Puxando, eu olho acima nela. Olha o mesmos, mas com algumas linhas em sua cara e em algumas raias do cinza em seu cabelo rico, castanho chocolate. “O que s~o você que faz aqui?” Eu peço. Eu n~o vi o lírio por anos, e não soube se ainda trabalhou para minha mãe. Tinha


trabalhado para minha mãe para contanto que eu poderia recordar. Sou quase humilhado que eu não me tinha perguntado sobre ela. “Eu nunca parei o trabalho para sua mãe, e bem, agora Sr. Archer.” Na menç~o de minha m~e puxa-me em um abraço outra vez “que eu sou t~o pesaroso, Sophie, era todo t~o repentino.” “Eu sou muito bem realmente.” Eu tento tranquiliz|-la. “Deixar-nos entrar na cozinha, nós comeremos o café e falamos.” Seguindo a, eu sento-me para baixo na barra de pequeno almoço e presto-me atenção a seu baralhamento em torno da cozinha. É desobstruído que sabe onde tudo está. “Você manteve-se trabalhar para minha mãe depois que começ casada?” Eu peço, pescando respostas. Eu sou curioso sobre meus m~e e Bruce. Não parecem como um ajuste, mas quando eu pensei realmente sobre ele, mim não pensam que eu poderia retratar minha mãe com qualquer um. Não se importou com a afeição ou não se pareceu como jogaria nunca com a idéia da união. Eu não sou certo como eu vim ser, e o tópico de meu pai foi trazido nunca acima. “Se você chama que,” suas vantagens da resposta minha atenç~o, e mim pode lhe dizer pelo olhar dispara em me que travou minha reação. “Foram casados no papel somente, ele eram para o trabalho.” “Choc,” eu digo, deixando o sarcasmo sangrar com minhas palavras. Tudo era para o trabalho, mas eu não posso ajudar mas sentir o relevo que segue. O lírio funciona seu dedo em torno da parte superior de sua caneca de café, estudando me como se debatendo o que dizer. “Você falta-a?” pede, um tom ligeiro do interesse em sua voz. Sua pergunta faz-me a pausa. Eu falto-a? “Eu… bom… posso alguém faltar algo que nunca tiveram?” Esse pensamento tem rolado ao redor em minha cabeça desde que eu encontrei sobre seus cardíaco e morte súbita de ataque. O mais os dias passaram, mais que eu estava começando a pensar que eu não a faltei, eu faltei a idéia dela e o que nós poderíamos ter tido. Estava na planta que eu tinha traçado para fora depois que faculdade, finalmente para ter minha família, e para


fazer-me a seu amor. Mas estava toda em minha cabeça, este sonho que as coisas mudariam. Na realidade eu tive que admitir que provavelmente não faria uma diferença. “Amou-o, você sabe,” o lírio diz, como se arrancou os pensamentos de minha cabeça. “No., eu n~o sei.” Minha resposta é grampeada e |spera, mas eu não me importo. Meus sentimentos para minha mãe são bobinados em um nó gigante que eu não possa desembaraçar. A raiva, o desejando, e a tristeza snarled junto e eu não posso dizer um do outro. “Que é justo.” Pausa e toma uma respiraç~o profunda. “Talvez eu disse-a errada. Amou-o a única maneira que soube.” “Eu não sei o que esse os meios e para ser honestos mim não são apenas cuidado certo de I.” Eu posso sentir-se começ irritado, o dano que levanta-se acima dentro de mim. “Você sabe o que é como ter que permanecer em seu dormitório sozinho porque você tem ninguém a ir para casa para aos feriados? Ou o que é como quando ninguém mostras o consideram até quando você estiver em um país estrangeiro por o senhor mesmo?” “No., querido, eu n~o faço” o tom macio de sua voz refrigero minha raiva. Eu estou dirigindo-a na pessoa errada, mas há ninguém deixados para removê-la sobre. “Sua mam~ n~o era uma grande m~e, eu sei aquele, e eu sou certo que o soube. Eu penso que é porque o emitiu no exterior. Pensou era para o melhor, e eu sei que este não o faz excusable, mas é a mesma maneira que cresceu acima com seu avô. É apenas como eram; semantiveram- suas emoções e sua prioridade era trabalho. Mas você, você não tem que ser essa maneira. Você pode começar uma maneira de vida nova se você quer.” A realidade de suas palavras bate-me como um perfurador ao estômago. Isso é essencialmente o lugar onde eu fui dirigido na vida. Eu quis vir para trás aos estados, e mostro minha mamã que eu poderia a fazer orgulhosa. Começ lhe a atenção transformando-se um advogado como ela. É aquele o que tem feito com ela pai? Eu era ajuste eu mesmo até a caminhada trago o mesmo trajeto miserável. Eu


terminaria provavelmente acima com um cardíaco de ataque o mesmos que eles. Eu não quero estar sozinho anymore. “Você n~o tem que ser,” sussurra, fazendo me realizar que eu disse a última parte para fora alta. É direita. Eu giro dezoito em sábado, e a lona é em branco para mim. Eu posso fazer qualquer coisa que eu quero. No pensamento, Bruce pisca em minha mente, e em todas as coisas sujas I pensado sobre ele que faz a mim. Eu mordo meu bordo, tentando acalmar o calor que eu sinto de pressa a minha cara. “Assim, Bruce e minha mam~?” Eu deixei o cair da pergunta, n~o querendo terminar a sentença. “No., é um workaholic como era. Somente quando não está no trabalho, está em seu escritório home. Eu penso que começ casados por causa de seu avô. Ambos fizeram o sócio antes que a tinta secou na licença de uni~o.” Eu quero erguer para mais informação, mas eu não quero ser demasiado óbvio. Antes que eu possa fazer minha pergunta seguinte, o elevador dings, e um homem considerável em seus strolls atrasados dos anos 20 na entrada. Olha como andou fora de um compartimento. Amaldiçoam, os povos s��o feitos apenas a isso a maneira em torno de aqui ou a algo? “Oh, minhas desculpas, senhoras, eu não soube que qualquer um estava aqui. O paralegal do Sr. Archer emitiu-me para pegarar um sumário que deixou atrás. Precisa-o para uma reuni~o hoje.” “Ol|!, Jacob,” lírio diz em um tom familiar. Isto n~o deve ser a primeira vez que estêve aqui. “Boa tarde, Sra. Lírio. Não se ocupar de me que eu serei fora de seu cabelo apenas em um segundo. Pesaroso perturbá-lo.” O lírio inclina-se sua cabeça nele e olha sobre em mim e em sorrisos, antes de andar abaixo do salão. Eu presto-lhe atenção recuar, seguindo o com meus olhos enquanto vai.


“É

consider|vel,” sussurros do lírio atr|s de mim, travando me que eyeing o. Tem a idéia errada. É considerável, mas igualmente sabe onde Bruce trabalha. Você não tem que ser. Parte traseira do jogo de palavras do lírio em minha cabeça. Não, eu não tenho que estar sozinho anymore. Eu sou cansado do assento em torno e da espera para começ o que eu quero. Eu estou indo para ela. Olhando de relance sobre para o pulso de disparo, eu ver que é onze já. Talvez Bruce não saiu para sua data do almoço ainda. Talvez eu posso arruinar aquelas plantas. Quando Jacob volta abaixo do salão, eu não desperdiço em qualquer altura que. “É você que vai tomar isso a Bruce?” Eu peço, inclinando-se no dobrador em sua mão. “Yeah, você é Sophie, filha de Debra, n~o é você?” Eu apenas inclino-me minha resposta. “Eu sou Jacob, um associado júnior na empresa,” diz, oferecendo me sua m~o. “Posso eu travo um passeio com você, Jacob?” Eyes me acima e para baixo, sua mão ainda fechado em minhas, e eu recordamos de repente que eu não põr qualquer coisa sobre sob meu vestido. “Eu tomá-lo-ei em qualquer lugar que você gosta, Sophie.” Seu tom implica-o faria mais do que toma eu ao escritório de Bruce. “Que seria grande. Apenas deixar-me agarrar minha bolsa.” Eu digo antes de precipitar abaixo do salão a meu quarto. Eu agarro minha bolsa fora do aparelhador, e observo minha cuecas e o descanso ainda que encontra-se no assoalho. Eu agarro o roupa interior e põr os em minha bolsa, e pegaro-o então o descanso. A parte dela está ainda úmida de onde eu vim, e eu posso se cheirar nela. Algo escuro e que excita vem sobre mim, e eu tenho uma idéia. Eu conheço apenas o lugar para este, e não é minha cama.


BRUCE Eu li este mesmo parágrafo cem vezes e eu não posso recordar uma coisa sobre ela. Perguntar-me sobre bocais de Sophie, entretanto, e eu poderia relatar um ensaio da quarenta-página neles, mas eu não posso dizer-lhe o que eu tenho olhado fixamente para na hora passada. Minha manhã inteira foi como esta. Meu paralegal lembrou-me me que eu esqueci um sumário, e tem feito nunca isso antes. Eu nunca fui tão distraído, e eu sei a causa exata. Eu deixo cair minha pena em minha mesa, e friciono meus olhos com a palma de minha mão. “Começ um aperto, Archer,” eu mim mesmosussurro-, e então eu ouço a porta do escritório aberta. Eu olho acima a tempo para ver Jacob entrar em meu escritório, e eu tenho que piscar algumas vezes cancelar minha visão. Uma vez que começ a minha mesa que eu ver alguém seguir dentro atrás dele e eu disparo acima de minha mesa, querendo saber o que está acontecendo. “O que s~o você que faz aqui?” Eu dou a Sophie um brilho, mas não olha interessada. Eu olho sobre em Jacob e no ele encolhos de ombros enquanto deixa cair o sumário em minha mesa. Eu começ mais irritado porque eu não realizei que Jacob foi a minha casa. Eu devo ter conhecido essa Sharon, meu paralegal, emiti-lo-ia para recuperá-la. Foi a meu repouso em várias ocasiões para o trabalho, mas eu não pensei sobre o fato de que Sophie estava lá. Eu olho excedente e ver como se vestiu. Tem em um pequeno, azul, vestido do verão e, como sua roupa esta manhã, é quase transparente. Eu aperto minha maxila duramente quando eu ver seus bocais duros picar através do material papery. Inferno do caralho, esta menina não tem alguma roupa que cobrir seu corpo? Eu preciso de


começ lhe alguma roupa aceitável. Eu faço uma anotação para pedir que o lírio tome-a que compra esta semana. “Obrigado,” eu grampeio, e levanto minhas sobrancelhas pointedly em Jacob como se para lhe perguntar se tem qualquer outra coisa que precisa. Olha sobre em Sophie e eu ver o gleam em seus olhos. Não faltou o que está desgastando qualquer um, e a raiva começa borbulhar acima em minha caixa. “Sr. Archer, eu estava pensando de mostrar Sophie em torno do lugar, você conheço, mostro-lhe os escritórios.” D|-lhe uma piscadela e eu ver a corar pouco e olhar para baixo em seus pés. Não somente eu travei sua tração mas assim que fêz. Eu não sei o que tinha planeado mas não está fodendo o acontecimento. É minha a proteger, e eu não terei algum associado júnior com mãos grabby em qualquer lugar perto dela. Eu sou mijado que pôde ter conseguido cheirar o perfume da madressilva que parece sempre ser em torno dela. “Que é completamente toda a direita, Jacob, você pode ir.” Gira para olhar-me para trás, e então em Sophie, e começa falar, mas interrompe-o. “Obrigado para o passeio, mas eu sou certo que Bruce pode me tratar agora.” Olha acima e nós travamos os olhos, e eu começ o sentimento lá sou mais a essa indicação do que apenas o que disse. Sem quebrar o olhar diretamente nos olhos, eu inclino-me minha cabeça no acordo. “É agradável encontrá-lo, Sophie. Quando você precisa qualquer coisa, apenas deixar-me sabe.” D|-lhe um ascendente final e olha-o para baixo e é tudo que eu posso não venho através da mesa e não rasgo sua garganta para fora. Eu agito minha cabeça pouco e tento-a livrá-la de todas estas emoções. Eu não sei de aonde estes raiva e protectiveness estão vindo.


Eu sou certo que é porque é filha de Debra e eu sinto responsável para ela. Sim. Que ele. Não é que eu a quero para mim mesmo. Sophie levanta seu queixo na resposta mas de outra maneira não o confirma, que me satisfaz mais do que possível pensado I. Vendo seu linguagem corporal e prestando atenção a sua reação a ele mostras mim não é interessada. Eu sinto uma pouco da tensão em minha facilidade da caixa enquanto anda para fora e fecha a porta atrás dele. Eu alcango sobre ao intercomunicador em minha mesa e bato a tecla para minha secret|ria. “Paul, prende minhas chamadas e comutame ao `n~o perturba'. Eu estou em uma reuni~o.” “Sim, Sr. Archer,” responde, e eu ouço os fechamentos acoplar em minha porta. Paul tem a habilidade de ajustar os fechamentos em minha porta, mas somente eu posso abri-los. É uma caraterística de segurança vital que considera toda a informação que sensível do cliente eu tenho. É igualmente útil para quando eu tenho os clientes importantes que não querem ser perturbados por um estouro ex louco dentro a qualquer hora. Os últimos aconteceram em assim que muitas ocasiões, eram em favor de todos ter estes fechamentos instalados. Assim, não é um pedido incomun e é um Paul é familiar com. “O que são você que faz aqui?” Eu digo, e brilho em Sophie. Eu sou certo que minhas palavras saem áspero, mas me foi uma distração o dia inteiro e não a foi mesmo na frente de mim. “Eu sou pesaroso incomodá-lo, mim apenas quis ver onde você trabalhou.” “Eu estou indo setup algum tempo para que você começ a alguma roupa nova esta semana. Você pensar-me-ia depois que nossa conversa esta manhã sobre o vestuário apropriado, você aproximarse-ia a meu lugar de negócio com alguma roupa aceit|vel,” diz, ignorando suas palavras. Olha para baixo em seu vestido e olha então para trás em mim, confundido.


Eu ranjo meus dentes e caminhada em torno de minha mesa para estar na frente dela. “Eu posso ver completamente seu vestido, Sophie. Eu posso ver o que você est| desgastando… e o que você não está desgastando.” Eu brilho em seus peitos assim que não confunde o que eu significo. Traz sua palma até sua garganta, tentando proteger seus bocais com seu braço, mas não é nenhum uso. Tem os peitos grandes, cheios e seus bocais duros empurram de encontro à tela fina. “Eu n~o a conheço o que você significa,” digo, e um profundo cora rasteja acima sua garganta a seus mordentes. Eu quero saber se há uma cora seja là onde for nela. Eu agito o pensamento de minhas cabeça e tentativa para focalizar. “F-lo têm mesmo na cuecas, Sophie?” Eu digo, e lamento imediatamente a pergunta. Agora eu estou pensando sobre seu bichano despido que está sendo expor no vestido curto e eu não posso respirar. “Eu tenho a cuecas comigo?” Diz que gosta de uma pergunta e eu não sei o que esse significa. “Com você?” Eu ver seu alcance em sua bolsa, e retiro o material branco do algodão. Minhas mãos agitam enquanto eu lhe presto atenção porque I por muito tempo para alcangar para fora para ela. Eu não posso tocar nela, é minha enteada e é menor. Isto não é direito. Eu tento respirar, mas eu sou assim que focalizado nesse algodão que branco eu não posso pensar. Olha assim que innocent como olha acima através de seus chicotes, e prende a cuecas para fora para que eu tome. “Eu pensei desde que você gostou da maneira que olharam em mim esta manhã, você pude querer mantê-lo com você.” “Porque você diria aquele?” É tudo que eu posso controlar dizer. Minha boca foi seca e meu coração é batida fora de minha caixa.


“Eu vi o seu, um, pénis quando você

me olhou para baixo lá. Eu sei você disse não é apropriado para você me ver neles, mas eu pensei que você pôde gostar a, talvez, os prende.” Eu não posso negar quanto a ver como aquela me girou sobre, mas nós ambos sabemos que não pode me tentar como esta. Olha acima outra vez através de seus chicotes. É tão puro e doce. Está oferecendo-me algo que é tocado seu corpo sem falhas intimately, e quer-me tê-lo. Eu não posso tocar nela porque é errado, mas eu posso tocar neste. Eu posso ter esta parte pequena dela, e então nós podemos ir para trás à maneira que deve estar entre nós. “Aprovado, Sophie. Eu tomarei sua cuecas, mas você precisa de ser uma boa menina após este. Você compreende-me?” “Sim, Bruce.” Eu tomo a sucata do algodão de sua mão, e como eu levanto o material de sua palma, seus dedos pequenos alcango acima e toco em meu pulso. Está tentando aderir-se me, e tanto quanto eu o quero, eu tenho que fechá-lo para tragar. Eu não reajo ao toque, embora eu quero a, e põr a cuecas em meu bolso. “Eu significo-o, Sophie, você é minha enteada, e você precisa de comportar-se essa maneira. Não era direita a maneira que eu olhei o hoje ou a maneira eu o estou olhando agora.” “Como é você que olha me agora?” pede, olhando acima em mim e fazendo o olhar diretamente nos olhos. Eu olho para baixo nela endureci bocais outra vez e então para trás nela. “Eu sou seu step-dad. Eu não sou supor querer vê-lo.” “Você quer ver todo o mim?” Eu agito minha cabeça, e tentativa para encontrar as palavras da direita. “Você é dezessete, Sophie. Você n~o é mesmo legal. Nós poderíamos começ no problema.” “Nós poderíamos somente começ no problema se você toca em me embora, para a direita?”


Que está dizendo? E por que milhão imagens dela si mesmaestão fazendo- coisas que pisca com minha mente? O “No., esta conversação não está acontecendo. É hora para que você vá. Você deu-me sua cuecas, e aquele j| est| cruzando uma linha,” mim scold, mesmo que eu saiba que eu fundi através da linha a noite passada no meus próprios. Em um movimento ousado, alcanga para baixo e levanta lentamente a bainha de seu vestido. “Sophie,” eu advirto, mas mantem-se sempre tão lentamente levantar acima. “O que s~o você que faz?” Eu rosno, querendo a parar. Mas a parte de mim quer considerar o que está sob seu vestido. Precisa de ver. “Se você não toca em me, nós não podemos realmente começ no problema. Você pode apenas olhar um pouco, e então eu prometo que eu irei.” “Porque é você que faz este?” Eu devo dizer-lhe para parar, para não lhe perguntar porque. Eu devo mover-se de meu ponto, destravar as portas de meu escritório, e fazer sua licença. Mas preferivelmente eu apenas estou esperando para ver o que faz. “Porque eu gosto da maneira que você me olha,” sussurra e os aumentos a bainha de seu vestido o descanso da maneira assim que do mim podem considerar seu bichano. Eu olho seus bordos cor-de-rosa que cintilam com néctar, e minhas águas da boca. “Você raspa?” A pergunta sai densamente, atado com desejo. “Todas as meninas na escola fizeram-na, assim que eu fiz demasiado.” Eu lambo meus bordos, olhando fixamente em seu corpo perfeito, apertando meus punhos em meu lado. Toma uma etapa lateral, espalhando seus pés, e seus labia abrem um pouco, revelando seu clit cor-de-rosa. Eu posso igualmente ver seu mel vitrificar suas coxas, e eu tive bastante.


Eu alcango para fora e agarro seu úmero, fazendo com que deixe cair sua bainha. Eu ando ela sobre a minha porta do escritório e bato o código para os fechamentos. Retirando a para a mesa da minha secretária, eu encontro Paul e tomo-lhea. “Chamar para um carro da cidade, andar ela em baixo pessoal, e emitir seu para tr|s repouso.” Eu deixo cair seu braço e sem olhar para trás, desengaço em meu escritório e bato a porta atrás de mim assim que duramente agita. Sua cuecas é fora de meu bolso e a meu nariz antes de agitar dos batentes de porta. Minha outra mão undoes minha correia, retira minha torneira, e empurrões fora de duramente enquanto eu os prendo sobre minha cara. Eu respiro em seu perfume enquanto eu puno minha torneira. Eu sou louco em mim mesmo para conceder que acontecer, e para permitir que começ o melhor de mim. Eu sou mijado completamente fora dessa esta menina dezessete-ano-velha começ me mais duro e trabalhei-o mais acima de do que qualquer um outro em minha vida. Nunca. Toma somente segundos da respiração em seu perfume antes que eu cumming. Sai em córregos grossos e em funcionamentos abaixo de meu dick, lubrific minha mão enquanto eu continuo a afagar. I cum tanto apenas no pensamento dela, eu não posso imaginar o que seria como ser com ela quando eu o fiz. Eu agito esse pensamento afastado, e limpo meu dick fora com sua cuecas consideravelmente branca. Algo sobre considerar meu cum em seu roupa interior faz-me coisas, e minha torneira half-hard contrai-se com excitamento. Foder, I' VE conseguiu começ junto. Eu sou inútil hoje. Eu bato o intercomunicador e ouço-o conetar. “Cancelar meu almoço. Eu estou em meu escritório para o descanso do dia.” Eu caio para trás em minha cadeira e fecho meus olhos, tentando livrar-se de Sophie mas é inútil. Porque é ainda lá. Mais tarde essa noite…


Hoje era… improdutivo. Eu n~o começ qualquer coisa realizado, e eu era assim que confundido por pensamentos do concentrado de Sophie. Eu era apenas pensamento all day duro sobre a cuecas ainda em meu bolso, e agora que eu sou repouso, mim planeio apagar-se a meus cama e empurrão outra vez para começ finalmente a fora de meu sistema. Eu esperei propositadamente até que estêve realmente atrasado antes que eu sai do escritório. Eu não poderia segurar um outro encontro com Sophie hoje, e eu preciso de ter uma cabeça desobstruída quando eu lhe falo outra vez. Eu ando na porta, e a casa é escura e quieta. Enquanto eu ando abaixo do salão, eu aguardo até escutar sons de Sophie, mas não há nada. Eu apavoro-me um pouco, pensando talvez não é home, assim que eu abro sua porta e espreito-a dentro. O luar molda bastante luz que eu posso a ver adormecida em sua cama. Tem as tampas sobre ela, assim que eu não sei o que está desgastando, mas eu não posso deixar-se querer saber. Eu fecho macia a porta e ando a meu quarto, travando a porta atrás de mim. Eu apressadamente descolo toda minha roupa e puxo sua cuecas fora de meu bolso. Eu tenho esperado o dia inteiro para fazer outra vez este, e esta vez onde eu quero cum a tantas como vezes enquanto toma até que meu dick vá finalmente para baixo. Eu escalo em minha cama e encontro-me para trás, sua cuecas em meu estômago. Eu ver o lá enquanto eu agarro minha torneira com ambas as mãos e a começo afagar acima e para baixo. Eu sou assim que duramente e este sente tão bom, eu fecho meus olhos e coloco minha cabeça para trás. Enquanto eu respiro dentro e para fora, eu cheiro traços fracos de bichano de Sophie. Pensá-lo é apenas sua cuecas, eu respiro profundamente, e deixo o cheiro doce encher meus pulmões. Eu trabalho minha torneira acima e para baixo com duas mãos e giro minha cabeça para o lado, exultando no sentimento. Porque eu giro


minha cabeça, eu realizo que o perfume é mais forte. É desconcertante, assim que eu sento acima pouco e viro-o, põr minha cara no descanso. Choque rasga através de mim quando eu realizo o que fêz. Este descanso não é um que está normalmente em minha cama. É um de seu quarto, e cheira como seu bichano. Deve ter feito esta quando eu estava no trabalho. Fêz cum nele? No pensamento, minha torneira começa escapar cum, e eu começ irritado. Está arreliando-me. Testando me. Sophie que é uma torneira-arrelia com o homem errado. Quer-me cheirar seu bichano? Quer-me vê-lo? Muito bem. Eu agarro o descanso e saio da cama, desengaçando fora de meu quarto, completamente despido e duramente como o aço. Eu sou assim que foder horny e trabalhado acima, eu não paro para pensar sobre o que eu estou fazendo. Meu dick aponta em linha reta acima para meus tecla e mal movimentos de barriga enquanto eu stomp abaixo do corredor e no quarto de Sophie. “Acordar,” eu rosno enquanto eu giro sobre suas l}mpada e parte traseira laterais do empurrão as tampas. Abre seus olhos lentamente, e então de repente é largamente acordada e rastejando para trás na cama. “Oh nenhum você n~o faz, menina.” Eu paro seus movimentos com apenas minhas palavras. “Você põr este sobre minha cama,” eu digo, lanç o descanso nela. “E agora você est| indo tratar as conseqüências.” Eu olho para baixo nela e ver que está desgastando uma parte superior de tanque paper-thin e uma cuecas branca como essas ela me deram hoje. “Espalhar seus pés, Sophie,” eu digo, e escalo na cama. “Bruce, eu sou pesaroso, mim n~o fiz…” “Está demasiado atrasada. Eu não estou indo fodê-lo, porque você não é legal, mas você começ me como este, e você está indo mostrarme esse bichano para começ fora me.”


Ela audivelmente andorinhas e pausas antes de inclinar-se sua cabeça. Alcanga lentamente para baixo e usa um dedo instável para afastar o algodão branco, revelando seu bichano desencapado. Seus pés são espalhados largamente e eu posso ver sua abertura. É tão pequeno e apertado, assim que eu espremo meu punho em torno de meu dick e afago-o duramente, fingindo o sou seu bichano em torno dele em vez de minha mão. “Você é uma virgem, n~o é você?” “Sim,” sussurra, t~o macia mim ouve-a mal sobre meus próprios sons. Eu paro de empurrar fora e prendo meu distribuo-lhe. “Cuspir nela,” eu rosno, e espera para que faça-a. Inclina-se para a frente e cospe-se macia em minha mão, e é agradecimentos a meu ferro completo mim não fode sua direita da boca que em segundo. Eu põr minha mão para trás sobre meus dick e olhar para trás em seu bichano expor. I que empurram fora de duramente e olhar fixo em sua abertura, apenas pensando sobre como duramente eu quero a foder. “Você é afortunado você é menor, Sophie. Eu fodê-lo-ia duramente para esse truque hoje no escritório, e arreliando me com seu bichano toda sobre esse descanso.” Eu ver seu bichano para apertar em minhas palavras, e seus começos do mel para escapar para fora, e eu realizo que está amando esta tanto quanto eu sou. “Levantar sua camisa acima. Eu estou indo-lhe cum em, mas não toco em me,” eu advirto. Com sua outra mão instável, levanta sua parte superior de tanque, expor sua barriga e a curva de seu peito. “Toda a maneira. Eu quero ver tudo.” Levanta-a acima de mais altamente e seus peitos grandes estalam livre, finalmente mostrando me a cor de seus bocais: empalidecer - a cor-de-rosa.


aquele é tudo que toma e eu cumming nela. Os jorros cremosos grandes cobrem seus bichano, barriga, e melharucos virgens como I cum mais duro e mais do que mim têm nunca cum antes. Eu sou gastado como wring para fora o último de meu orgasmo, e eu inclino-me para trás assim que eu não desmorono sobre ela. Após um segundo, eu puxo-me junto e começ fora da cama. “Que é o que acontece quando você arreliar um homem, Sophie. Eu não sou um menino, e o que você faça é perigoso. Se eu era você, eu encontraria um menino para jogar com.” S~o n~o mais logo as palavras para fora que minha boca eu quero as retirar. É ainda menor, e para a próxima semana é minha. Eu não posso poder tocar nela, mas pelo momento, pertence-me somente. Olha para baixo nela cum-cobriu o corpo e então de volta a mim, mas não diz qualquer coisa. “Começ algum sono. E não me tentar como isso outra vez. Eu sou seu step-dad, e você precisa de actuar como ele.” Eu fecho sua porta atrás de mim e vou para trás a meu quarto. Eu ver a cuecas que me deu mais cedo ainda na cama, e meu dick endurece-se outra vez. “Foda.”


SOPHIE Eu acordo a manhã seguinte esgotada totalmente. Tomou-me para sempre para receber de volta dormir depois que Bruce atacou em meu quarto a noite passada. O medo e o excitamento do seu excedente despido da posição mim fizeram impossível relaxar. Eu replayed o que aconteceu repetidamente em minha cabeça. O olhar irritado em sua cara quando se afagou e se olhou fixamente em meu bichano é queimado em meu cérebro. Eu posso ainda cheirar seu cum em mim, mesmo agora. Eu recusei limpá-lo fora depois que saiu de meu quarto. Eu apenas coloco lá, deixando o espalhar para fora através de minha pele, hypnotized pela vista dela. Eu funcionei meus dedos com ela, sentindo seu calor. Eu não poderia parar-se de tentá-lo. Eu não era certo o que eu o esperei provar como. Muitas meninas na escola queixaram-se sobre a absorção, mas quando meu dedo tocou em meus bordos e o gosto salgado bateu meus tastebuds, eu não tive nenhuma idéia o que estavam falando sobre. Eu quis mais, mas a próxima vez onde eu quis Bruce mea dar da fonte. Eu pensei que um orgasmo ajudaria meu coração do martelamento mas o fêz somente mais mau. Eu fricionei mais de seu cum em meus dedos e usei-os como o lubrificante para molhar meu clit. O orgasmo veio rapidamente, mas excitamento ainda martelado através de minhas veias. Não foi até que os primeiros raios da luz da manhã começaram brilhar através da janela que eu passei finalmente para fora. Eu olho sobre, ver o descanso ao lado de mim, e do mim não posso ajudar mas sorrir. Que outras coisas podiam mim fazer para o fazer instantâneo como aquele? E como distante poderia eu empurrálo até que eu o consegui tocar em me? Talvez a próxima vez far-me-á tomar sua torneira em minha boca. Eu não saberei o que eu estou


fazendo, mas eu sou certo que me guiará. O Last night era como uma vitória pequena. Ouvindo algo fora de minha porta, eu salto de minha cama, deslizo em meus deslizadores de casa coelho-shaped, e em funcionamento à porta. Eu paro-me antes que eu a abra, porque eu não quero parecer demasiado excited. “Jog|-la fresca, Sophie,” eu digo-me antes de abrir a porta e de espreitá-la para fora. Eu ouço-me que os ruídos na cozinha e na ela me fazem vertiginoso. Eu debato retirar minha parte superior, mas eu não penso que eu tenho a coragem para aquele ainda. Rastejando abaixo do salão, eu ver Bruce. Seu para trás é-me e eu ver que se vestiu somente nas partes inferiores de pijama que penduram baixo em sua cintura. É completamente desobstruído o homem elabora. Eu posso ver todo o cabo flexível dos músculos em seu suportar enquanto alcanga para um copo de café no armário superior. Eu não penso que eu vi um homem descamisado fora de um ecrã de computador ou de uma tevê. Antes que eu realizar o que eu sou fazendo mim estiver estando direito atrás dele. Eu posso dizer de seus músculos tensos que sabe que eu estou aqui. Eu juro que eu o sinto se inclinar para trás um pouco de. Disse-me que a noite passada que eu não devo sujar com um homem, isso que eu devo tentar encontrar um menino, mas eu não quero um menino. Ou qualquer um mais. Eu apenas quero-o. Faz-me coisas que da sensação eu tenho sentido nunca antes. Eu quero mais das coisas que me faz a sensação, mas direito este segundo eu me estabelecerei para um gosto. Eu lambo meus bordos na antecipação, e levanto-me acima em meus dedos do pé da ponta, inclinando-se dentro para beijá-lo entre suas omoplatas. Quando meus bordos tocam em sua pele, eu deixo minha lingüeta deslizar para fora, começ um gosto pequeno dele. “Batente.” Diz a palavra, mas não há nenhuma luta nela, nem faz tenta puxar longe de mim.


Eu lambo uma fuga lenta abaixo do centro de seu para trás, desejando que era sua caixa. Então talvez eu poderia ter um gosto de sua torneira, como eu sonhei sobre a noite passada. Aquele é o gosto que eu quero realmente. Eu recordo que seus cursos eram a noite passada firmes e longos, e eu quero saber o que sentiria como em minha mão. Eu posso sentir meus bocais endurecer-se na idéia, meu sexo que cresce mais molhado. Eu quero este. Alcangando ao redor, eu vou fazer uma garra para ele, mas rapidamente gira, levanta-me por minha cintura, e coloc me no contador de cozinha como eu não peso nada. “Eu disse-o que para parar, Sophie,” diz, a remoção de suas mãos e a inclinação em mim. Tem-me prendido por seu corpo, contudo não uma única parte dele está tocando em me. Eu posso sentir todo o ele em torno de mim enquanto me cerca com seu calor. Suas mãos são apoiadas no contador de cada lado de mim, e é somente uma respiração longe de fazer o contato. “Que se eu n~o quero parar?” Eu sussurro, scared que se eu faço o movimento o mais ligeiro ou digo a coisa errada pôde suportar afastado. Pôde ter-me prendido, mas não me parará de picar a besta. Inclina-se dentro mais perto, e eu juro que está indo me beijar. Eu fecho meus olhos na antecipação para o que será meu primeiro beijo, mas quando eu sinto sua respiração em minha garganta, eu abro-o outra vez. Eu ouço-o inalar, como me está respirando dentro. Ou talvez está cheirando-me. “Eu n~o o lavei fora,” eu digo, lembrando o do que fêz a noite passada. “Que é você que você est| cheirando em mim.” “Foda!” rosna, empurrando longe de mim. “Por que você est| fazendo este? Eu digo-o que para parar e você não. Você não põr mesmo a roupa sobre.” Seu som das palavras causou dor e faz-me à pausa. Talvez eu li este toda errado. A noite passada pareceu como quis este, mesmo que fosse luta ele. Oh deus, aqui eu sou outra vez,


perseguindo depois que alguém a ser amados e me estão empurrando claramente afastado. Apenas como todos mais em minha vida. Quando alguém me perseguiria? Talvez você não é worth lutar a ter. “Eu sou pesaroso.” As palavras deslizam após meus bordos, enchidos com o embaraço. Eu posso sentir meu calor da cara com vergonha. Eu não sei nada sobre homens além do que eu li dentro as novelas do livro-romance enchidas com o feliz-nunca-afters e os homens que lutariam por suas mulheres. Bruce estava lutando para manter-me ausente. Tomar um indício, Sophie. “Não ser pesaroso, apenas batem-no fora,” diz, e olha pointedly em mim. “Sua m~e era minha esposa.” “N~o realmente,” eu lembro-o. Por qualquer motivo, eu preciso-o de recordar esse fato, esse ele e minha mãe não era realmente junto. Que isto não é tão mau como parece. “Você é direito, mas em algum nível eu era seu amigo, e você é meu reasonability para a próxima semana. Você é meu.” Suas últimas duas palavras saem em um tom diferente. “Seus?” Eu questiono. “Você sabe o que eu significo, Sophie. Não torcer minhas palavras.” Eu deixei minha gota de olhos ao assoalho, não querendo olhá-lo anymore. Eu preciso de manter minha boca fechada. Tudo que diz que eu quero girar em meu favor. Talvez eu estou torcendo suas palavras e estou ouvindo-me o que eu quero. “Sophie, olhar em mim.” Toma tudo em mim para puxar meus olhos de volta a ele. Eu posso ainda sentir o calor em minha cara do embaraço. Isso faz este muito mais mau, sabendo que minha pele justa lheo está mostrando. “Você é novo e bonito; você não quer alguém como mim. Vai encontra-se um menino novo agradável que possa lhe dar flores e corações. Eu não não tenho nada dá-lo. Minha vida é meu trabalho, e nada virá nunca antes dele. Eu trabalhei demasiado duramente para


que jogue-o afastado em um esc}ndalo que arruinasse tudo.” Sua maxila aperta gostos que o tem mijado teve que dizer as palavras. Mas a realidade do que está dizendo me bate mais duramente do que ele deve. Pelo menos é honesto. Seu trabalho virá sempre primeiramente. Minha mãe encheu-me sempre com as promessas falsas. É como a água fria que está sendo jogada em mim. Eu posso sentir a protuberância em minha garganta crescer, e eu sei se eu a falo toda a ruptura frouxamente. Seria uma inundação incontrolável dos rasgos, e eu não o quero vê-los. Sem responder, eu salto para baixo da bancada, fazendo um traço rápido para sair da cozinha. Eu sente-o alcangar para fora para mim, mas eu escova após ele, mal faltando seu aperto, e tropeço no lírio. Merda. Apenas maravilhoso. Mais povos para ver meu embaraço. Eu quero saber quanto se ouviu, e não querendo encontrar, eu empurro após ela também, deixando ambos eles na cozinha. Eu ouço meu nome, mas de lírio palavras macias de Bruce chamar pareço parálo da vinda após mim. Batendo a porta, eu certifico-me travá-la atrás de mim. Deus, eu sinto tão estúpido. Por que eu me estou empurrando sempre nos povos que não me querem? É como eu faço coisas acima em minha cabeça e não ver as coisas para o que são realmente, sonhando acima estes futuros que são até agora de possível. Para trás na escola, as meninas e mesmo alguns professores disseram sempre que eu vivi em minha cabeça, meu nariz em um livro. Talvez eram direitos. Mas é tão errado sonhar do amor grande? Na realidade, eu nunca tive um gosto dele. Lanç em meu portátil, eu trago acima propriedades alugado e começo-as procurarar através delas. É hora de mover-se sobre. Eu não posso manter-se perseguir após as coisas que apenas estão funcionando de mim. Eu igualmente não tenho que ser como elas. Direita do lírio. Eu posso começar uma vida nova, seja diferente de minha mãe.


Eu imprimo fora das listas de um par e tomo um chuveiro. Eu começ vestido em uns outros sundress, esta uma luz - roxo. Eu faço o trabalho rápido no banheiro, decidindo deixar para baixo meu cabelo hoje. Quando eu estou pronto, eu vou a minha porta do quarto e pray me não funciono em Bruce. Eu agarro minha bolsa e a lista de propriedades e tento-os fazer um recuo rápido do condomínio, simplesmente para bater para a direita no lírio. “Pesaroso, lírio. Pareço eu não posso parar de cair toda sobre você hoje,” eu murmuro enquanto eu continuo após ela. Eu n~o sei quanto ouviu esta manhã, mas eu realmente não quero relive o. Segueme na entrada onde eu bato a tecla do elevador. Nada, eu devo ter explorado este lugar melhor e encontrar onde as escadas estão. Eu amaria evitar esta conversação que eu sei que o lírio está a ponto de me fazer ter. De repente, arrebata os papéis fora de minha mão. “Que?” Eu agarro, tentando agarr|-los dela. Baralha através deles antes de dobrá-los e de põr os sob seu braço. “É você que vai dar para tr|s aqueles?” “No., você n~o os precisa.” Sua resposta é tart mas claramente final. Eu recordo-a o tom de quando eu era uma criança e prestar-me-ia atenção do tempo ao tempo entre os baby-sitter que aparecem. “Eu não sei quanto você se ouviu, mas é desobstruído que não me quer aqui. É igualmente desobstruído que me está mantendo somente aqui porque sente que obrigou por causa de minha mãe. Eu era uma carga não desejada nela, e eu não serei uma carga não desejada em alguma outra pessoa.” O elevador dings, respondendo a minhas orações silenciosas. Eu alcango o meu distribuo, indicando para que dê-me meus papéis para trás, mas não faz nenhum movimento a. O que quer que. Eu começ novos em algum lugar. “Mantê-los,” eu digo, pisando no elevador, mas na ela sigo atr|s de mim.


“Lírio, eu não quero

ser rude, mas eu não quero falar sobre este, e eu quero estar sozinho agora.” “Deia seu trabalho,” diz, ignorando o que eu lhe disse. “É diferente com você. Bruce Archer é controle perdedor. Eu vi-o pegará-lo e sentálo no contador. Eu não poderia ver sua cara mas eu vi seu. Você não a viu?” Não, eu não fiz. I fechado meus olhos e esperado lhe para beijarme me, mas não dizem aquele para fora ruidosamente. “Era direito. Eu devo encontrar alguma outra pessoa. Eu quero alguém que eu virei primeiramente com. Era parvo e naïve de mim para pensar querer-me-ia. Inferno, eu vi a mulher que era com a noite eu começ aqui.” “Eu nunca vi-o com uma mulher. Você deve” Eu cortei-a fora. “N~o importa.” “Eu tenho que fazer tudo em torno dela, n~o faço eu?” huffs. Eu não tenho nenhuma idéia o que está falando sobre. “Apenas não assinar um aluguer ou qualquer outra coisa semelhante. Oh, nunca ocupar-se, você são somente dezessete, você n~o pode ainda. Assim eu tenho quatro dias.” Eu não lhe respondo porque eu não sou certo o que está falando sobre. O elevador para no terceiro assoalho, e um menino sobre minha idade pisa sobre. Inclina-se no lírio antes de funcionar seus olhos sobre mim. É bonito, mas eu não sinto a mesma faísca que eu senti a primeira vez que eu encontrei Bruce. É alto, mas todos é mais alto do que mim. Seu cabelo louro leve é um pouco shaggy, mas dá-lhe uma sensação mais macia. O delicado é agradável. Talvez é brandamente o que eu devo procurar. Seus olhos côr de avelã acendem com divertimento enquanto me trava que olha o sobre. “Você deve ser novo,” diz. “Está permanecendo com Sr. Archer, Bryan. É nova e não sabe qualquer um. Você deve mostrá-la ao redor hoje.” Eu sinto meus mordentes mornos em palavras do lírio.


Propagações { rapaz de um sorriso através da cara de Bryan. “Eu amaria…” “Sophie,” eu digo, dando lhe meu nome. “Sophie.” Rola meu nome fora de sua lingüeta, mas não me dá a emoç~o como quando Bruce a faz. “Como eu estava dizendo, eu amaria mostrá-lo ao redor. Eu apenas estava indo agarrar algo comer. Juntarse me?” “Aprovado,” eu digo. Quando o elevador dings, Bryan agarra minha mão, retirando me. Olhando de relance sobre, eu não posso ajudar mas ver o smirk sabendo na cara do lírio.


BRUCE Eu tive um dos dias os mais longos que eu posso recordar, mas não está realmente aquele tarde na noite. Eu ando em meu edifício em seis horas, mas sente como hoje apenas arrastado. Eu fui confundido por Sophie outra vez hoje, e sentiu como eu não poderia começ nenhum trabalho realizado. Eu decidi, depois que eu leria o mesmo original um as épocas dúzia, chamá-lo um dia e ir apenas para casa. Enquanto eu ando através da entrada, eu aceno olá! ao doorman e à cabeça ao elevador. Eu não estou pagando a atenção a o que eu estou fazendo, assim que quando eu ouço um riso doce familiar, eu empurro minha cabeça acima e olho ao redor para Sophie. Meu coração para enquanto eu a ver na frente do elevador com um homem. Depois que um segundo eu o reconheço como Bryan, um dos inquilinos no terceiro assoalho. É agradável bastante, diz sempre olá!, mas neste momento, eu deio-o. Sorri acima nele, e inclina-se dentro perto dela. Demasiado fodendo perto para mim. Eu sinto um burburinho em minha caixa e eu realizamos que eu estou rosnando na vista. Rosnadura fodendo. Eu não soube mesmo que eu poderia rosnar até que Sophie incorporou minha vida. Não estão tocando, mas algo sobre considerar seu sorriso em alguma outra pessoa faz minha fervura do sangue. Minhas palavras da parte traseira mais adiantada do jogo em minha cabeça: vai encontra-se um menino novo agradável. Eu não pensei que a faria tão rapidamente, mas quem era caçoar de I? Sophie pequeno inocente terá todos os tipos dos homens que chomping no bocado para começ um gosto dela. Um gosto que eu girasse para baixo. Foder, mim deve começ uma medalha goddamn para essa merda. De repente, Sophie gira-me e vê-. É como se me deteta está próximo. Por um segundo olha contrite, como foi travada que faz algo que sabe que não está supor a. Mas realiza-se somente por um


momento e tem ido então. Gira de volta a Bryan e ri do que quer que é ele diz. Enquanto ri, alcanga para fora e toca em seu braço. Antes que eu realize o que eu estou fazendo, eu estou no movimento, dirigindo para ele. O “Sr. Archer, bom vê-lo,” Bryan diz enquanto me estende sua mão. Eu tomo sua mão em meus e no aperto muito mais duramente do que eu devo. Eu ver um olhar causado dor em sua cara, mas eu não deixo para ir. “Eu ver o ter encontrado meu Sophie.” Olha de relance sobre para ela e então para trás para mim, tentando puxar sua parte traseira do braço. Eu deixo-a relutantemente ir, e eu ver o espalhar para fora seus dedos, como se tentando receber de volta a circulação sanguínea. “Sim, eu apenas mostrava-lhe em torno da área um bocado após o almoço, e nós começ a fala alcançada.” “Assim tipo de você,” eu digo, deixando o gotejar com sarcasmo. Eu dei-lhea praticamente em uma bandeja de prata do caralho. Eu devo ter-lhe dito que era demasiado nova para qualquer um. O que me possuiu para lhe dizer para ir achado alguém seu própria idade é além de mim. Eu tinha mordido as palavras para fora esta manhã, pensá-la era para o melhor, mas é desobstruído que eu o exprimi errado. Quando permanecer comigo não haverá nenhum menino. Eu sou certo que lhe tomará meses para encontrar um lugar novo. Talvez, com tempo, estes sentimentos que eu tenho para ela diminuirão, e não me incomodará vê-la falar a outros homens. Eu giro para Sophie e tomo-a pelo braço. “Nós estamos atrasados para o comensal.” “Mas” “Bom vê-lo outra vez, Bryan,” eu digo, andar no elevador de espera e puxar Sophie comigo. Uma vez para dentro, eu bati as portas do fim do `' abotôo-me, não permitindo que Bryan junte-se nos. Apenas está lá com sua boca abre um pouco mas ninguém diz uma


palavra. Eu dou-lhe um olhar que grite para trás se ir foder. Eu sou certo que compreende. Quando as portas fecharem o perfurador de I no código para a sótão de luxo. “Que estava estorvando assim.” Tenta puxar longe do aperto que eu ainda tenho em seu braço, mas eu não estou deixando vou. Eu não sou certo mim poderia se eu tentei. Sua pele sente como a seda de encontro a meus dedos. Não, é mais macia do que a seda. Eu não sou mesmo certo lá sou uma palavra para ela. “Apenas estava tentando começ em suas calças. Você é afortunado mim interrompeu-o,” eu digo-lhe, tentando fazê-la parecer como eu a fiz um favor. Para ser honesto, Bryan é provavelmente um grande indivíduo. Eu não o vi vir e ir com mulheres aleatórias, mas eu não me importo. É minha para a próxima semana. Minha responsabilidade para a próxima semana, I mentalmente correto eu mesmo. Talvez mesmo mais por muito tempo se não pode encontrar seu próprio lugar. Realmente, após o que aconteceu em baixo ele ser melhor se permaneceu aqui mais longa. Talvez até que se apagar à faculdade. Pôde mesmo ser o melhor se apenas permaneceu aqui quando for à escola. É desobstruído que me precisa, mim tenta se convencer “Você está caçoando-me, direito? Nós tivemos uma estadia agrad|vel. Era divertimento.” Diz em um tom que me faça a pensar esteja tentando o fricionar em minha cara, ou talvez eu apenas pensamos que é. Talvez eu apenas estou deixando minha inveja começ o melhor de mim. Eu não tenho uma resposta que não me faça soar como mim a queira para mim mesmo, assim que eu apenas mantenho o silêncio. “Você é a pessoa que me disse para ir achado alguém minha própria idade.” Joga esta em minha cara como eu preciso o lembrete. Faz-me somente mais irritado que eu me põr nesta posição. “Eu não disse que você deve fazer que desgastando mal algumas roupa e exibiç~o fora de seu corpo para que cada homem ver,” eu digo através dos dentes rangidos, olhando para baixo em que ela que


desgasta. Não é realmente porque revelar como eu deixo sobre, mas eu não gosta que você pode ver cada esboço de seu corpo curvy. O tipo do corpo que um homem poderia agarrar em enquanto empurrou o interior profundo seu bichano virgem. “Bem, alguns povos puderam realmente querer vê-la o que I' VE começ sob este e para não começ louco sobre ele,” agarram como as portas abrem, e eu deixo para ir de seu braço. Se soube que o que eu pensava momentos há não estaria dizendo aquela. Nós andamos na casa junto e encontramos o lírio na cozinha, preparando o comensal. Eu como geralmente sozinho em meu escritório, mas eu pensei que pôde ser agradável para vir para casa e comer lá para uma mudança. Eu senti o mau sobre como o passados poucos dias foram com Sophie, porque parece como nós nos mantemos aterrar no pé errado quando nós vimos junto. Eu pensei se eu vim tonight para casa adiantado, mim poderia tentar começ nos na trilha. Eu devo ajudá-la e guiá-la, mas tudo que eu posso parecer pensar aproximadamente é o que seu bichano provaria como depois que eu a fodi. Seu bichano virgem provaria diferente? Seria mais doce? O lírio e Sophie compartilham de um olhar e o lírio pisc nela. Eu não sei o que está indo sobre, mas eu não faço como ele. Eu ouvi-me que o lírio para a mencionar ajudou o aumento Sophie, mas eu não lhe tinha dado muito pensamento antes de agora. O lírio estêve aqui desde que eu casei Debra, mas nós falamos nunca realmente muito. Eu supor que eu não falo realmente a qualquer um a menos que for sobre o trabalho. “Eu configurei a barra de pequeno almoço para o comensal que pensa que você dois pôde gostar de uma noite ocasional. Sups para chover, pôde ser uma boa noite para um filme, o” lírio diz, quebrando com meus pensamentos. Eu juro que eu ver sua piscadela em Sophie outra vez enquanto sae, mas acontece assim que jejuo eu posso o ter imaginado. “Obrigado, lírio,” eu murmuro, e agarra sua bolsa fora da tabela e sae-a.


Eu olho de relance sobre para Sophie e dou-lhe um olhar severo. “Vai a mudança. Esse vestido n~o é apropriado.” Eu olho para baixo em seus peitos e ver seus bocais começ duramente. Está testando minha paciência e eu tive bastante. Se eu quero a fazer através do comensal e a tentar nos começ em um fundamento melhor, está indo ter que mudar. “Fino.” Stomps a seu quarto, e eu giro afastado, não prestando atenção a lhe vou. Eu sei que eu apenas olharei seu burro o todo o tempo, e eu estou conseguindo finalmente minha torneira refrigerar para baixo. Eu entro em meu quarto e descolo meu terno, jogando o no escaninho para que o lírio mande-o secar limpado. É verão, assim que eu não vou geralmente comando, e sou hoje à noite nenhum diferente. Depois que eu me tenho undressed deslizar em alguns shorts frouxos do basquetebol, o material fresco sente tão bom de encontro a minha torneira. Eu sei se eu começ duramente nestes, ele serei obsceno, tão talvez mim pensarei melhor sobre o controlo de. Eu planeio em comer o comensal e apenas ir para a cama, tão lá não é nenhuma possibilidade começ trabalhado toda acima. Eu puxo em um t-shirt macio e deixo meus pés desencapados enquanto eu ando fora de meu quarto e na cozinha. Quando eu começ lá, eu ver o saco de Sophie rejeitado no assoalho pela entrada dianteira. Eu rolo meus olhos. Eu observei que apenas lanç seu saco e tudo mais no assoalho. Deve põr o sobre a tabela assim que as coisas não caem para fora. Eu tenho a metade de um pensamento a olhar para dentro e ver se esse prick de Bryan lhe deu seu número. Eu poderia tomá-lo e nunca saberia. Eu sou certo que perde o material de seu saco todo o tempo com a maneira que apenas a joga ao redor. Eu ultrapasso e pegaro-a. Como eu faço, alguns papéis caem para fora. Eu alcango para baixo e pegaro-os, e observo então o que são, e eu não sou certo se são mais maus do que se eu encontraria o número de Bryan.


“Que a foda?” Eu mim mesmosussurro-. “O que s~o você que faz?”

Eu giro ao redor com seu saco em uma mão e as listas de bens imobiliários na outro, mas eu sou chocado no silêncio após ter visto o que está desgastando. Tem em uma parte superior de tanque frouxa que pendure fora de um ombro, fazendo lhe desobstruída a não está desgastando um sutiã. Eu olho para baixo e ver os shorts cor-de-rosa macios minúsculos que poderiam qualificar como o roupa interior. Mesmo com a camisa que é um pouco flácido, eu posso ainda ver todas suas curvas. Eu estou começando não pensar nada mas talvez um saco poderia cobri-los. Seus pés olham como vão sobre para sempre, mas pôde ser os shorts que minúsculos está desgastando dando lhes essa ilusão. Uma ou outra maneira, imagens deles envolveu em torno de mim direto instantâneo minha cabeça. Tem aquelas peúgas joelhoelevadas do caralho sobre outra vez. Nunca em minha vida eu pensaria peúgas era foder "sexy" como o inferno. Eu morreria para vê-la somente nelas. Meu dick ama o equipamento. Está imediatamente na atenção cheia, e eu maldigo-me para pensar que ser em torno dela por um segundo não me causaria ser rocha duramente. Meus juts da torneira de dez-polegada fora de meus shorts frouxos, e lá não são uma única coisa que eu posso fazer para a cobrir acima. Eu não penso que eu quis nunca qualquer coisa mais em minha vida. O inferno, se você me perguntou se eu poderia ganhar o exemplo de Johnson mim tem trabalhado sobre para os últimos três anos ou fode Sophie por uma noite sem nenhumas repercussões, Sophie seria sem sua virgindade neste assoalho nos segundos. “O que s~o você que desgasta, Sophie?” Não tem, como, fechaacima o onesie adulto ou algo que pode põr sobre? Eu mim mesmopenso-, mas minha torneira parece gostar demasiado da idéia daquela. Olha para baixo em seu corpo e cora um pouco de. “Pijamas.”


É totalmente inocente às vezes, mas tão para a frente quando quer realmente algo. Eu não penso que está tentando começ uma ascensão fora de mim mas eu não sou certo. “Dum raio, Sophie, você vê o que esta me faz.” Olha minha torneira, corando mais. “Você n~o pode andar em torno aqui de despido e n~o me esperar ter uma reaç~o. Ou é que o que você quer?” “Despido? Realmente?” Rola seus olhos em mim. “Eu apenas quis ser confortável. Confiar-me, mim ouviu-o alto e desobstruído esta manh~.” “O que s~o estes?” Eu digo, e agito os papéis, tentando começ minha mente fora do que olha como e como o innocent ela está neste momento. Por qualquer motivo, esse fato de que está fazendo o que eu lhe disse para fazer esta manhã não é ajudar fresca mim abaixo de. Tanto quanto eu deio seus conluios pequenos começ minha atenção, eu era ânsia eles. “Listas para lugares que eu poderia comprar. Minha mãe deixoume uma confiança e eu quero ter um lugar estável quando eu figurar para fora meu próximo passo. Os bens imobiliários são um bom investimento,” ela jogam para tr|s em mim ao fazer uma garra para os papéis. “Você n~o est| indo em qualquer lugar.” Eu n~o sei de aonde este veio, mas quando as palavras caem fora de minha boca, eu sei que eu n~o devo os ter dito. “O que eu significo é, eu ajudarei o a encontrar um lugar, mas não este segundo. Você precisa de decidir o que você quer fazer primeiramente, e é melhor fazer aqui isso, e não comprar um lugar que você n~o é certo você precisar| em um ano.” Inclina-se lentamente sua cabeça, e eu posso ver que não tem pensado aquela distante adiantado. Eu sinto uma pouco da tensão em minha facilidade da caixa em seu acordo. Uma vez que eu sou certo que aplacou, eu põr seu saco sobre a tabela e a caminhada à cozinha, ajustando minha torneira enquanto eu lanç as listas no lixo. Eu ver alguma derrota nela enquanto me segue. Eu sei que eu era áspero com o que eu disse. Eu não a quero pensar que eu estou sendo


demasiado duro nela, assim que eu tento oferecer acima algo a fazer sentir como ganhou uma vitória. “Como sobre nós comemos o comensal e prestamos atenção a um filme? Eu não quero realmente trabalhar hoje à noite, e eu não posso recordar a última vez I apenas relaxado em casa.” Em minhas palavras, eu ver sua cara iluminar-se acima como a manhã de Natal. “Isso soa grande!” Eu sinto uma pungência da tristeza em como excited está apenas em ter o comensal e em prestar atenção um filme comigo, algo tão simples. Retirando uma cadeira, eu faço sinal para que sente-se para baixo e eu sigo o terno. “O que s~o suas plantas Sophie?” “Eu não sou certo, ser honesto com você. Eu tinha planeado voltar e para ir à faculdade, seguir em passos da minha mãe, mas eu não sou t~o certo anymore.” “Porque n~o?” Eu peço, tomando uma mordida do lírio da carne de porco feito. Eu não poderia ver Sophie macio como um advogado. Sure estava cheia da paixão e da vida, mas seria desperdiçada em algo como a lei. “Eu fazia-a somente para começ perto de minha mamã. Eu estou começando pensar o que eu quis realmente era uma família, e eu pensei que entrando na lei me daria isso.” Uma casca do riso escapa-me me em suas palavras, mas quando eu olho acima em sua cara, vê-a. É só. Eu não posso parar-se de alcangar para fora e de colocar sua cara com minha mão, fricionando meu polegar através de seu mordente. Inclina-se em minha mão como é a coisa a mais natural no mundo a fazer. “Confiar-me, Sophie, entrando no mesmo campo que sua família n~o lhe faz mais perto dele. Eu devo saber.” Eu tinha feito a mesma coisa. Onde a têm me começ? Quatro estados longe de minha família e do mim consideram-nos mal, mesmo em feriados. Eu poderia ir meses


sem falar-lhes. Minha mãe era sempre fora de fazer o que quer que quis. Era ser demasiado ocupado egoísta e não podia ser incomodada levantar-me. Eu tive assim que muitos baby-sitter que eu não posso os recordar todos, e meu pai, bem, era mim. Viveu e respirou seu trabalho. “Eu não quero minha vida ser como dela. Eu não a conheci mesmo. Eu sei este é terrível dizer, mas eu não penso que eu a falto. I por muito tempo para a idéia do que poderia ter sido.” “E eu estou dizendo-o que, Sophie doce, que a idéia você longing para apenas o faria na pessoa do me-a que tentou ser o que seus pais quiseram mas terminaram acima como eles, não mais perto deles. De fato eu estou provavelmente um separado mais distante.” Eu deixo cair minha mão de seu mordente e vou para trás a comer meu comensal. “Eu não estou indo ser como ela,” mim ouço seu sussurro. “Sua mãe não era uma pessoa terrível, ela apenas não era uma mãe. Não começ perto dos povos e é provavelmente porque nosso arranjo trabalhou tão bem. Tudo era sobre o trabalho, nada mais. Depois que eu realizei que não havia nada eu poderia fazer para fazer meus pais querer-nos ser mais próximos, mim começ perdido em minha carreira. É minha vida agora; Eu apenas não farei os mesmos erros que eles arrastando alguma outra pessoa em minha vida e ignorando os. Eu n~o quero nem n~o preciso aquele.” Ou eu pensei que eu não fiz. Porque desde que Sophie andou em minha vida, o trabalho não parece tão importante. De fato, eu não trabalhei muito de todo. Não importa que eu não seja com ela em todas as vezes; ainda enche meu cada pensamento. É como uma respiração do ar doce fresco. “Não está demasiado atrasado para você. Você poderia mudar demasiado.” Eu não posso trazer-se responder. Eu não quero pensar sobre ele. Eu passei os anos que constroem minha carreira, derramando horas de minha vida nela, mas a idéia do passeio longe dela deixa um gosto doce em minha boca. Sophie e eu temos mais na terra comum do que


eu pensaria nunca. Faz-me querer coisas que eu não devo. Faz-me verse abrir uma empresa pequena no meus próprios, vindo para casa a uma esposa e às crianças cada noite. Mas mesmo se aquele era o que eu quis, Sophie não poderia ser essa pessoa. É demasiado nova para mim, e eu não poderia imaginar que povos diriam se eu comecei foder minha enteada. Eu não teria que parar meu trabalho; Eu seria jogado para fora em meu burro. Nós terminamos o descanso de nossa refeição no silêncio. Mais tarde, Sophie estala alguma pipoca e eu vou ao quarto dos meios setup um filme. Eu não quero dar-lhe nenhuma idéias. Eu apenas quero relaxar e tentá-lo ter um relacionamento normal do step-dad/enteada com ela. Eu sei que é só, mas eu não posso a dar mais do que esta não importa como muito mim quer a. Nós poderíamos fazer algo inocente como este em uma base regular para passar junto o tempo. Preenchernos talvez um pouco dessa solidão que ambos têm. Eu retiro um filme dos anos 80 onde eu vi mil vezes, e vou sentar-se para baixo. Há um sofá longo na frente da tela e de uma única cadeira fora ao lado. Eu devo provavelmente sentar-se na única cadeira, mas eu quero esticar para fora meus pés. Eu decido mover o otomano na frente do sofá, e do mim retiro um assento ao lado, dando lotes de Sophie do quarto. Eu tenho olhado longe dela, e eu começ minha torneira finalmente sob o controle, assim que eu devo poder sentar-se apenas aqui e prestar atenção ao filme sem nenhuns problemas. Enquanto anda dentro, eu olho a outra maneira, mas eu sinto-a sentar-me demasiado perto um pouco. “Sophie, você precisa de abaixar um pouco de.” “Eu apenas pensei que você pôde querer alguma pipoca,” diz, e soa completamente inocente. Eu não amaria nada mais do que para puxá-la perto, mas nós precisamos de manter alguma distância. “Aprovado,” eu digo, e ent~o eu sinto seu scoot mais próximo.


Eu sinto o calor de sua pele ao lado de meus, mas nós não estamos tocando. Eu sinto minha torneira começar agitar mais uma vez. Eu preciso de começ este interrompido. “Eu estava pensando, seu aniversário realiza-se em sábado e eu tenho um evento que a noite, mas mim pense que eu poderia o tomar ao comensal e você poderia vir comigo. Encontrar alguns dos povos que sua m~e trabalhou com?” “Isso soa realmente agradável. Eu não sei qualquer um aqui mas Bryan e lírio.” Minha maxila aperta na menção do nome de Bryan. Talvez se começ alguns amigos novos não quereria pendurar para fora com ele. “Bem, você precisar| um vestido. Nós podemos ver sobre a obtenç~o de um amanh~?” Eu ofereço. “Eu amaria aquele! Eu posso ver mais da cidade ent~o.” Sua cara ilumina-se acima outra vez, fazendo minha caixa vai firmemente. A merda, quando sorri sua cara inteira ilumina-se acima. Uma ondulação pequena dá forma mesmo em seu mordente esquerdo. Eu pat mentalmente na parte traseira. Agora eu não tenho que preocupar-se sobre ela que pendura para fora com ele amanhã. Eu chamarei o azevinho e verei se tomará a compra do vestido de Sophie. Eu sou certo que o azevinho conhecerá todos os lugares para ir. O filme começa jogar e nós ambos caímos no silêncio. Mais uma vez, apenas como o trabalho, eu não posso parecer parar de pensar sobre ela e olhar sobre nela. Eu maldigo a pipoca para mascarar o perfume de Sophie. Agora eu não posso mesmo começ traços claros de seu cheiro doce. Pelo menos aquele seria algo ajudar-me talvez fresco. “Bruce, você prende a pipoca. Eu sou um pouco frio e quero um cobertor.” Ajusta a bacia em meu regaço antes que eu possa responder, e então puxa para baixo o cobertor fora da parte traseira do sofá; cobrindo acima a metade inferior de seu corpo. Eu sou grato ela usei algo proteger seu corpo de meus olhos, mas eu desejo que encobrimento seus melharucos demasiado. Seus bocais


são assim que duramente e picam através de sua camisa. Eu mantenho-me pensar sobre o basebol para tentar começ minha mente fora de querer saber se são duros do frio ou do seu que está sendo girado sobre. Nós ambos olhamos fixamente na tela no silêncio, e alcanga sobre a meu regaço para a pipoca cada poucos momentos. Eu sinto que que wiggling mais perto de mim até finalmente ela pressionou de encontro a meu corpo. “Sophie,” eu advirto, mas n~o se move. Eu olho excedente e olha acima em mim através de seus chicotes, assim innocent e doce. “Eu sou apenas um pouco frio, de que sou todo. Este tipo do toque é aprovaç~o, direita?” “Sim, eu supor que este é aprovado. É você realmente que o frio?” Cora e olha para baixo em seus bocais duros. Olha para trás em mim. “Sim.” Sussurra-o tão macia, como está receosa que começ no problema. Eu não posso ajudar mas pensar sobre a última vez onde começ no problema, e eu ataquei em seu quarto e fiz-me a sua mostra seu bichano. Minha torneira está imediatamente na atenção cheia e nenhum está escondendo ele. Talvez quer aquela outra vez mas eu não posso. Eu perdi o controle duas vezes já e eu não o farei outra vez, assim que eu tento não pensar sobre ele. Eu sinto o mau para ela porque está tão fria, assim que eu levanto meu braço acima, enrolando o seus ombros e puxando a em meu corpo. Gira pouco e seus bocais duros picam em minha caixa, mas eu tento não focalizar nela. Eu apenas estou aquecendo-a acima. Isto é completamente inocente. De repente, eu sinto sua carne sem gordura em minha garganta e cheiro-me lá. “Sophie,” eu digo outra vez em meu tom de advertência, mas outra vez não se move. “Eu apenas estou tentando começ morno,” sussurra de encontro a minha pele, seu nariz frio agradando minha garganta, e eu sinto minha


torneira começar escapar. Goteja em meus shorts e eu olho para baixo para ver um ponto molhado. Segue meu olhar e lambe seus bordos. “No.,” eu digo, parando seus pensamentos, mas me n~o posso exercer esse controle sobre meus próprios. Eu retrato-me puxar abaixo de meus shorts, minha torneira que salta livre. Eu agarrá-la-ia pelo cabelo e far-me-ia a sua tomada em sua boca. Eu teria que controlar seus movimentos porque é sugada nunca uma torneira antes. “Se você n~o pode se comportar, nós n~o podemos prestar atenç~o ao filme,” mim terminamos, empurrando meus próprios pensamentos de minha cabeça. Inclina-se no acordo, e nós vamos para trás ao assento no silêncio por alguns mais momentos. Após um minuto ou dois, eu sinto seu braço mover-se enquanto se inclina em minha garganta outra vez. Eu não digo qualquer coisa enquanto snuggles em meu corpo, porque este é algo um paizinho e uma filha fariam. Eu sou certo que snuggle e prestariam atenção a um filme, assim que eu tento ir com ele e não pensar apenas sobre minha torneira e como horny do caralho isto me faz. Pressiona de encontro a mim, e eu ainda sinto seu braço moverse, assim que eu olho para baixo. Os olhos é seus da mão movimentos fechados e sob as tampas. Eu não posso ver o que está fazendo, mas eu tenho uma idéia consideravelmente boa, e faz-me estoirar em um suor. “Sophie,” eu digo, e lamenta-se de encontro a minha garganta. “Você n~o pode fazer este. Eu sou seu step-dad. Isto não é direito. Você n~o quer este,” mim defende com ela porque meu próprio controle está quebrando. “Você n~o est| tocando em me,” ela sussurra de encontro a minha garganta e, o deus ajuda-me, meus empurrões do dick em suas palavras. É direita, mim não está tocando nela. “Você é demasiado novo para mim. Isto n~o é direito.”


“Eu

sou t~o próximo. Apenas por um segundo, por favor.” Sua voz ronca parece envolver em torno de minhas esferas. Eu fecho meus olhos firmemente, saber isto é tão errado, mas eu não posso resisti-la. Eu põr a pipoca sobre a tabela lateral e puxo-a então de encontro a meu lado com ambos os braços, prendendo a perto. “Aprovado, Sophie, mas ser rápido. Ninguém saber~o nunca.” As tampas gerais sua metade inferior assim que mim não podem considerar o que está acontecendo, mas em minhas palavras, eu sinto seu braço acelerar enquanto pressiona de encontro a mim e se friciona. Eu fecho meus olhos e retrato seus dedos pequenos fricionar seu clit tão rapidamente e duramente, apenas alcangando para seu orgasmo. “Oh, Bruce,” diz, e lambe minha garganta. Eu penso que est| tentando começ uma ascensão fora de mim com suas palavras. “Não fazer isso, Sophie. Apenas fricionar seu bichano e cum r|pido real, e nós podemos fingir este n~o acontecemos.” Inclina-se de encontro a mim, concordando à idéia estúpida que nós poderíamos fingir este não acontecemos. Mas talvez nós podemos. Eu tenho fingido a noite onde eu vim toda sobre ela nunca aconteci. Era apenas um sonho, eu mantenho-me dizer-se. Eu sinto seu braço entrar outra vez no movimento. Friciona sua caixa de encontro a mim, e eu sinto sua camisa cair o descanso da maneira um ombro, expor um de seus melharucos completamente. “Eu quero sentir sua pele em meus. Por favor.” Inclina para tr|s pouco, e eu posso ver a necessidade em seus olhos. “Aprovada, mas esta é. Você precisa cum rapidamente,” eu digo a lhe que, mas a parte de mim não quer isso de todo. Foi tão longa desde que eu tive alguém acima de encontro a mim. Pele a descasc. “Aprovado.” Eu alcango para baixo e puxo minha camisa fora sobre minha cabeça, e levanto então dela acima inteiramente assim que pode empurrar seus melharucos para minha caixa despida. Eu inclino-me de


novo no sofá com meu braço em torno dela, e senta-se para a direita ao lado de mim, torcido ao lado assim que nossas caixas são imprensa junto. Uns movimento e pequenos poderiam escarranchar-me, mas eu apenas mantenho sua caixa despida de encontro a minhas, porque trabalha ambas suas mãos sob as tampas. A sensação de seus bocais duros de encontro a mim é tão boa e tão errada. Eu não devo ser assim que girado sobre. Eu devo ser humilhado de mim mesmo. A sensação de sua caixa despida de encontro a meus é surpreendente, e eu não posso ajudar mas transformar em seu corpo também. Eu prendo-mea firmemente, fricionando meu dick de encontro a ela cobertor-cobri o corpo. “Oh deus,” eu lamento-me, e próximo meus olhos. O cobertor fino é a única coisa que separa nossos mais baixos corpos, mas o sentimento de nossa pele pressionada junto em minha caixa é tudo que eu preciso. Eu sinto-me desenrolar-se, aproximando um orgasmo que eu estou lutando de encontro. “Por favor cum rápido, Sophie. Isto n~o é direito.” Eu posso ouvir o argumento em minha própria voz. Eu sei se não faz cum logo, mim. “Eu sou t~o próximo.” Meus olhos espremem fechado e eu não ver sua mão sair sob do cobertor, mim apenas sinto-o quando se fecha em torno de minha torneira coberta. Eu empurro no toque e no começo para protestar, mas friciona mais duramente, e eu perco a batalha. “Vindo comigo, Bruce.” Suas palavras doces macias emitem-me sobre, e eu libero o meu cum dentro de meus shorts. Eu ouço seus gritos da liberação como eu bato meu pico, sentindo meu próprio disparador do orgasmo dela. Porque eu abro minha boca, engulindo no ar como os últimos jorros cum da licença meu dick, eu sentimos seu dedo tocar em meus bordos e, o deus ajuda-me, eu sugar seu dedo embebido em minha boca e provar seu néctar doce como eu termino.


Quando nós ambos travamos nossa respiração, eu olho para baixo nela e presto atenção enquanto afaga em meu lado outra vez. “Eu gosto da noite de filme,” ela sussurro. Eu sento-me lá, chocado em o que apenas aconteceu, e tudo que eu posso pensar é… mim concorda.


SOPHIE O “No., seus quadris olha demasiado largo nesse,” o azevinho diz antes de baralhar-me de novo no vestuario. “Que é porque eu como três refeições um o dia,” eu mim mesmomurmuro-, deixando a queda da cortina do vestir-quarto fechado. Eu olho no espelho para ver se é direita. O material apertado adere-se me como uma segunda pele, a obscuridade - azul que faz minha pele olhar como a porcelana de seda. Girando para o lado, eu funciono minhas mãos através de meu estômago, não vendo o que faz. Eu olho… bonito. Mais velho do que eu sou realmente. Eu mordo meu bordo, querendo saber se Bruce gostaria d. Minha idade parece-lhe uma pouco off-putting Inesperada, o azevinho estoura no vestuario, um vestido alaranjado brilhante que pendura sobre seu braço. Eu olho-a no espelho e de repente não a sinto tão bonito. Esta é a mulher que Bruce tocará realmente. Eu quero saber se estão em algum tipo do relacionamento. Isso far-me-ia a outra mulher? Certamente o que nós estamos fazendo linhas das cruzes se está em um relacionamento com alguma outra pessoa. E eu não somos junto, e eu sinto stabby na idéia dele que faz coisas com esta mulher. “Aqui, tentar este,” diz, shoving a esfera alaranjada brilhante do pano em minha cara. “É isto um evento da caridade da caça?” Eu digo, eyeing a coisa que macia está chamando um vestido. Deixa para fora um riso, e realiza-se a primeira vez em minha vida I pensou nunca que um riso poderia ser enchido com a sofisticação. Ri mesmo elegante. “Confiar-me, você estar| para fora.” Nenhuma merda, eu mim mesmopenso-. A coisa é laranja fluorescente. Eu supor que o ponto da cor é estar para fora, mas eu


posso somente pensar de um cuidado da pessoa I para ter a atenção de. “Agradecimentos,” eu digo, tomando o vestido dela. “Assim, mim estava querendo saber, a mulher à mulher, poderia você põr em uma boa palavra para mim com Bruce? Eu pensei pensa que eu apenas quero algo ocasional, mas, bom eu tenho a sorte do sido no amor com ele antes que casou sua mam~.” Meus olhos vão largamente em suas palavras. Seriamente? Não é mau bastante que eu tenho que pendurar para fora com o camarada da foda de Bruce ou o que quer que é, mas quer-me falá-la até ele? Pelo menos eu sei que não estão em algum tipo do relacionamento cometido. Aquele é o que os adultos fazem, direito? Datam povos múltiplos, mas eu não sou certo mim sou cortado para aquele. Eu preciso de encontrar que Bruce e azevinho ter ir. Nenhuma maneira I estará fazendo o que quer que este é nós está fazendo quando vir outros povos. Eu significo, masturbating em se tenho que classific como algum tipo do relacionamento, direita? “Eu significo,” continua após ter visto o olhar em minha cara, “eu sei que e sua mãe não estiveram casados realmente, e um homem tem necessidades. Eu sou mais do que querendo enchê-los. Eu apenas quero mais. Bruce está indo ser, bem, inferno, ele poderia provavelmente funcionar para o mayor no futuro se quis realmente a. Eu penso que nós faríamos os pares perfeitos.” Eu estou feliz pensa que meu choque estava sobre o fato que batia em Bruce tão logo após a morte e não o fato da minha mãe de que eu o quero para mim mesmo. Eu não posso acreditar que eu deixo Bruce me falar em fazer isto. Quando me disse quis ajudar-me a encontrar um vestido para o evento, mim não teve nenhuma idéia que significou que estaria emitindo o azevinho para me ajudar. Eu girá-lo-ia para baixo se eu tinha sabido aquele. Eu pensei realmente que estava indo vir comigo. Nós iríamos compra do vestido, e então mostrar-me-ia em torno da cidade.


Eu sinto como meu cérebro sou uma confusão jumbled das emoções e eu não tenho nenhuma idéia o que fazer. Eu passei os anos apenas que atravessam os movimentos, e agora eu sinto como tudo em torno de mim está vindo à vida, e eu sou oprimido. “Eu n~o posso fazer este.” Empurrando o azul vestir para baixo meu corpo, mim deixá-lo associar-se em meus quadris. Eu agarro meu próprio vestido da cabeçada e deslizo-o sobre minha cabeça, deslizando minha parte traseira de planos sobre. “Você realmente n~o deve desgastar planos, você é j| t~o curto.” Ignorando seu comentário, eu agarro minha bolsa que pendura no gancho na parede, e faço um recuo fora do vestuario, azevinho contente não me sigo. Pensa provavelmente que eu estou procurando um outro vestido, mas eu apenas consegui sair de aqui por um quando. Eu não sei o que fazer neste momento. Eu amei cada segundo da noite passada. Quando eu vim para casa ontem a Bruce mijado sobre minha suspensão para fora com Bryan, mijou-me somente fora demasiado. Diz a me para ir achado alguém minha própria idade, e então a aletas quando eu faço realmente. Mas a noite passada no comensal, eu começ uma parte dele. É só também, mas pensa que está demasiado atrasado. Eu sei que me quer, mas a parte de mim quer lhe atrair e lhe mostrar como perfeito nós poderíamos ser junto. Nós ambos começ o que nós queremos. Mas uma outra parte de mim é doente de fazer a perseguição. Com Bruce, eu apenas não estou lutando de encontro a ele, eu estou lutando de encontro a sua carreira, e claramente, outras mulheres. Pisando ao freio, eu granizo um táxi e um lúpulo dentro. A “onde, falta?” “Apenas movimentaç~o.”


BRUCE Por que a foda não estão pegarando seus telefones? Eu tento a pilha do azevinho outra vez na frustração enquanto eu passeio meu escritório. “Bruce, agora não freak out-” “Que está indo sobre? Eu tenho tentado começ no toque com você ou Sophie por horas,” eu descasco no telefone. “Eu perdi-a. É consideravelmente dramática, mas é assim que jovens, eu n~o devo ser surpreendido.” Sua voz é tart, seu tom sugerindo que saiba mais sobre meu Sophie do que faz. “Que você significa-o que o `perdeu-a'? Azevinho, onde est|?” “Eu não tenho nenhuma idéia, mas se era mim, eu estaria dizendo o bom riddance. Tem algum que cresce até para fazer. Apenas deixá-la v~o. Voltar| quando é feita sendo um pirralho pequeno.” “Você está caçoando-me agora? Azevinho, eu perguntei-lhe que para a ajudar a selecionar um vestido para sábado e agora você é dizendo me que saiu no mundo e eu devo apenas a deixei ir? O que a foda é errada com você?” “Acalmar para baixo, Bruce. É uma criança que joga uma birra da têmpera. Eu sou certo que será para trás a tempo para seu petisco da após-sesta.” Que a foda era I que pensa que deixando o azevinho lhe tomar a compra? O azevinho podia nunca compreender alguém tão doce e puro quanto meu Sophie. Eu sou dumbass do caralho. Eu apostei o azevinho tentado mesmo vesti-la como se veste, algo que eu não gostaria de um bocado. “Eu não posso acreditar que você a perdeu! É-me a coisa a mais importante no mundo e você apenas deixa-a ir!” As palavras estouraram para fora de mim. Eu sei que eu pude overreacting mas eu


sinto como algo que eu quis sempre pôde deslizar através de meus dedos. “Desculpar-me? A coisa a mais importante no mundo? Não está sendo um bocado dram|tico, você, Bruce?” Eu respiro profundamente, enchendo meus pulmões com o ar, tentando acalmar-se. Eu quero atravessar o telefone e bloquear esta cadela à morte mas eu não posso. “Que a maneira ela foi?” “Eu não tenho nenhuma idéia. Antes que eu realizasse não estava voltando no vestuario, eu andei para fora apenas a tempo para vê-la começ na parte traseira de um táxi e descolar.” “Foder,” eu digo, mas eu sou aliviado um tanto que n~o estêve sequestrada ou algo horrível. É tão perfeita que eu sou certo que qualquer um apenas a arrebataria acima, algo que eu devo ter feito do dia um. Se eu sou tècnica seu guardião, poderia eu prendê-la em meu condomínio e não deixar sua licença? Eu teria que vir acima com o algo outro uma vez que gira dezoito. Algo que mea ligaria. Os “olhares como você' VE começ a noite fora. Como sobre mim vir sobre e nós começ finalmente que tempo cara-a-cara você tem precisado?” A bilis levanta-se em minha garganta no pensamento do azevinho que toca em me. Eu pensei que minha torneira pertenceu a pouco Sophie desde que antes que I colocou mesmo os olhos nela. Desde que eu encontrei seria minha para tomar de, parece como minha torneira tomou aquela e foi com ele, agora meu coração parece estar longitudinalmente para o passeio. “Azevinho, eu sei que seu pai é um cliente importante, e nós nos conhecemos por alguma hora, mas o fodemos. Sophie é importante para mim, e o fato de que você não dá uma merda é realmente abertura do olho.” Eu n~o mascaro o desdém em minha voz. “Jesus, Bruce, você está actuando como é um amante perdido. Você conheceu mal a menina. Acalmar para baixo.” “Há muito sobre ela que você não conhece, e sincera não é nenhum de seu negócio.”


“Meu deus, você est| no amor com ela.”

A negação está em meus bordos, mas eu não posso dizê-la. Seria uma mentira. Eu amo-a, e eu penso que eu tenho do momento onde eu a vi. Eu não quero a perda dela para ser a maneira que eu encontro, e eu estou irritado em mim mesmo para permitir que começ esta distante. “Adeus, azevinho.” Eu lanç meu telefone em minha mesa e apenas estou lá, não sabendo o que fazer. Eu não tenho nenhuma idéia aonde foi. Eu não sei quem eu poderia possivelmente contatar para encontrar. Eu sou perdido completamente. E totalmente desolado. Essa noite… Eu estou passeando a cozinha e estou verific meu telefone cada trinta segundos. Eu não me tenho ainda de Sophie. Sido escuro para fora, e eu sou pensamento tão worried sobre o que poderia lhe acontecer. Partying para fora? Está gritando? Está inoperante? Minha mente vai de um extremo ao seguinte. Eu sei que alguém pôde apenas a ter agarrado. É esse tão totalmente perfeito mim não poderia mesmo responsabilizá-los querê-la, mas não faz nenhum erro, mim encontrála-á. Eu chamei as bobinas assim que muitas vezes que dizem meu nome quando pegaram o telefone. Não há nada que eu posso a fazer mas esperar para girar acima. É somente dezessete, mas não foi twenty-four horas, e desde que não foi sequestrada, está livre fazer o que quer. Mesmo informado mim que na idade de dezesseis, é um adulto legal em North Carolina, algo mim não a estariam deixando saber. Igualmente significou que eu poderia a ter mas igualmente aquele ela poderia andar para fora minha porta se ainda não poderia lhe começ a confiança até que estêve dezoito. Eu tomo meu escocês e ultrapasso à barra de pequeno almoço, começ pronta para fazer uma outra chamada a todos os hospitais


locais, praying que não está lá. Eu quero saber onde está, mas eu sou terrificado algo terrível aconteci-lhe. Porque eu disco o primeiro número, eu ouço-me que o elevador para ding e meu coração começam a batida fora de minha caixa. Eu sinto como eu a imaginei, mas quando as portas abrem, eu deixo cair meu telefone e apresso-me ao elevador. Sophie de agarramento acima em um abraço de urso, eu espremo a vida fora dela. “Onde no nome do deus você foi? Foda, eu era t~o worried.” Eu enterro minha cara em seu cabelo louro de seda e inalo seu perfume doce, prendendo seu corpo curvy a meus, não querendo deixo nunca para ir. É tão pequeno e compato, cabe de encontro a mim perfeitamente. Como foi feita para mim. Inclina-se para trás e eu deixo para ir, dando lhe pouco espaço. É desobstruído de seu linguagem corporal que quer alguma distância. “Eu sou pesaroso, Bruce, mim não signifiquei preocupá-lo. I apenas necessário para começ afastado por algumas horas e para pensar.” “Pensar sobre que?” “Eu sou cansado de perseguir a afeição. Eu valho a pena mais do que aquele.” Eu estou lá e deixo suas palavras bater-me. “Você vale a pena mais. Você vale a pena tudo, e você merece-o toda.” “Eu posso ser novo, mas eu sei o que eu quero. Eu quero alguém que é disposto dar acima tudo para mim. E eu mereço alguém que é orgulhoso ser comigo em vez de ser humilhado de seus sentimentos.” “Sophie, é mais complicado do que aquele” “No. É simples,” diz, cortando me fora. “Eu n~o estou indo ser o filhote de cachorro perdido que persegue alguém ao redor e que implora pela atenção. Eu estou indo tomar alguma hora e figurar para fora o que eu quero fazer em seguida, mas até que eu saiba meu próximo passo, eu sou feito sendo uma carga.” “Sophie-”


“Não

é sua falha, Bruce. Realizou-se como esta minha toda a vida. Eu sou apenas cansado de ser uma segunda escolha.” Esquadra seus ombros, e eu posso ver que sua decisão é final. É muito como sua mamã estar-quando começ esse olhar, mim soube que não estaria mudando sua mente. Eu começo dizer algo, mas gira e anda afastado, dirigindo para seu quarto. Segundos mais tarde eu ouço sua porta fechar. Eu estou lá, chocado. Eu vou para trás à barra de pequeno almoço e sento-me para baixo, tomando uma bebida do meu escocês. Eu penso sobre o que é dita apenas, e que ela realmente meios. Quer alguém escolhê-la. Sophie quer alguém em sua vida, pela primeira vez, escolhê-la sobre tudo mais.

Depois que um par horas e mais do que um par bebidas, eu finalmente me levanto e me faço minha maneira a meu quarto. Eu joguei palavras de Sophie repetidamente em minha cabeça. Enquanto eu ando abaixo do salão, eu pauso fora de sua porta, aguardando até escutar todos os sons. “Começ a junto, Bruce,” eu mim mesmosussurro-, e vou-o então a meu quarto. Eu começ undressed e deslizo em alguns shorts frouxos, preparando-se para fricionar minha torneira de dor antes que eu passe para fora. Fere todo o tempo agora, e é por causa de Sophie. Eu nunca tive este problema antes. Eu fui anos sem qualquer coisa mais do que uma contração muscular. Eu deixo para fora um grunhido frustrante e escalo-o nas folhas frescas, alcangando para baixo à palma meu dick throbbing. Eu friciono-o algumas vezes, pensando de Sophie, e então suas palavras do tonight estalam em minha cabeça.


Diz que quer alguém a escolher e dar acima tudo para ela. Que espera? Pensa-me realmente não pode fazer uma vida com minha enteada dezessete-ano-velha e mandar povos ir loucos? Espera-me dar-me apenas acima à carreira para ter as décadas trabalhadas a conseguir? Eu friciono minha torneira, e eu apenas começ a garança. Como pode a pensar é aquela simples, ou isso que eu não tenho perseguido após ela? Aquela é toda minha mente parece a fazer. Seu bichano novo apenas anda em minha casa, lanç a upside-down, e eu sou supor concordar apenas a tudo que quer, porque é perfeita? Foda. Eu tento agitá-la fora de minha cabeça e começ apenas fora assim que eu posso ir dormir. Mas cada vez que eu me afago, é ela que está em minha mente. Eu sou ânsia seu gosto, seu perfume, seu toque, e está conduzindo-me insano. Mais do que qualquer coisa que eu quero sentir seus bordos de encontro a meus. Eu seria seu primeiro beijo, mim quero saber? Eu seria seu primeiro tudo? Tiro White-hot do desejo e do desejando através de mim. Retrocedendo para trás as tampas, eu levanto-me fora da cama e da tempestade abaixo do salão. Eu mostrar-lhe-ei quanto eu a escolho. Quando eu estouro em seu quarto, eu ultrapasso a seu nightstand e lanç na lâmpada de cabeceira, startling seu acordado. “Bruce, o que é errado?” Seu piscamento de olhos sonolento acordado, tentando figurar para fora o que está acontecendo. “O que é errado é você que entra minha vida como o este e sujando acima tudo eu tinha planeado. Eu nunca fui como este antes.” Eu alcango para baixo e palma minha torneira dura que não parará de dmoer, mostrando lhe o que me faz. “N~o partir|. É porque eu o quero tanto e agora você n~o me quer?” Os olhos segue minhas mãos para baixo a minha torneira e presta-me atenção afagar-se. “No.,” diz, e rola sobre longe de mim.


“No.?” “Eu

não estou jogando jogos com você, Bruce. Eu não o quero gosto disto,” diz no descanso, n~o olhando me. “Sophie,” eu defendo, meu corpo inteiro que treme com minha necessidade para ela. Eu não sei o que fazer. Eu não posso acreditar que eu estou implorando, mas eu faça qualquer coisa neste momento para ela. Quando não responde, eu escalo na cama e rola sobre para olharme. “Eu não estou fazendo este outra vez. Você não pode apenas entrar aqui, n~o começ fora em mim, e n~o sae ent~o.” “Por favor, Sophie. Eu preciso-o.” Eu olho para baixo em minha torneira, e a extremidade é quase roxa com necessidade. Meus agitações e eu do corpo inteiro podemos considerar que eu estou gotejando pre-cum em toda parte. “Eu tentei o empurr~o fora de mas não trabalha. Eu preciso de vê-lo,” mim imploro. Olha em torno do quarto, e ent~o para tr|s em mim. “Aprovado, mas esta é a última vez,” diz, e rola ent~o nela para trás, retrocedendo as tampas afastado. Eu ajoelho-me na extremidade da cama, e espalha seus pés de cada lado de meus. Está desgastando uma parte superior de tanque e uma cuecas finas, transparentes do algodão do azul de pó. Eu começo afagar minha torneira na vista dela, e como sua mão pequena alcanga para baixo e puxa a tela longe de seu bichano, mim se esforça não a cum. É tão cor-de-rosa e aperfeiçoa, cintilando com orvalho. Eu lambo meus bordos, apenas querendo um gosto pequeno, mas retenho-me. Este é todo que eu começ hoje à noite, mim lembra-se. Isto tem que adiar-me. Eu olho fixamente em seu bichano como eu espremo minha torneira apertada, fingindo o sou dentro dela. De repente, eu ver sua outra mão vir para baixo e começar fricionar seu clit, e eu deixo para fora um gemido bloqueado. “Oh foda, Sophie. Eu estou indo cum,” eu digo, a prestar atenç~o seus dedos friciono seu clit.


“Você

pode esperar até I cum,” diz, e meus olhos agarram encontram até dela. É teste mim, e o deus ajuda-me, mim fará o que quer que pergunta. “Aprovado.” Eu tomo respirações profundas e presto atenção a sua RUB seu bichano liso. Derruba-lhe os dedos a sua abertura, desenho seu mel até seu clit para fazê-lo liso. Friciona mais rapidamente. “Goddamn ele,” eu grunho, e comprimo ligeiramente a extremidade de minha torneira para manter-se cum do tiro para fora. “Por favor cum, Sophie. Eu n~o posso prender para fora.” “Bruce,” sussurra, e joga o seu dirige para tr|s, fechando seus olhos no prazer. É matança mim lentamente, e que maneira bonita de ir. Se eu morro agora, meu somente pesar não estaria afundando o interior profundo seu primeiro. Friciona mesmo mais rapidamente, e de repente arqueia fora da cama. “Eu cumming!” gritos, e s~o a luz verde a descarregar. Eu presto atenção à abertura de seu pulso do bichano e libero gotas doces do mel de seu prazer. Eu afago minha torneira duas vezes e meu cum os tiros para fora duros e jejuo, espirrando através de seus bichano virgem e coxas grossas. “Sophie,” eu respiro, e esforço-me para permanecer ereto. Meu orgasmo é poderoso e quase aleijando mas oh assim doce. De repente, puxa sua cuecas sobre seu bichano, e rola longe de mim. “Você pode ir agora.” “Sophie-” “Nós somos feitos aqui, Bruce. Boa noite.” Não soa irritada ou virada. Di-la com finalidade e nenhum quarto para o argumento. Eu começ fora da cama e ando para sua porta. “Eu estou” “Próximo a porta na maneira para fora, Bruce. Eu sou cansado e eu quero realmente dormir.”


Eu fecho a porta e ando a meu quarto. Enquanto eu me encontro na cama, eu n達o posso ajudar mas pensar como as tabelas giraram.


SOPHIE Ding Meu alerta de Facebook apaga-se outra vez. Se alguém me emite um mais pedido que do esmagamento dos doces eu estou indo os obstruir, eu penso, cancelando a notificação. Eu ouço-me o que me soa como um rosnado de de trás. Eu giro minha cabeça para olhar Bruce, meu cabelo que desliza fora de meu ombro como eu faço assim. Está sentando-se na cadeira atrás de mim, apenas olhando fixamente em mim quando eu me encontrar no assoalho, jogando com meu iPad. Senta-se com seus pés longos estendidos para fora antes dele, lembrando me como alto louco ele é. A tecla superior de sua camisa undone, e olha mais laid-back do que o normal. Tem-no feito o dia inteiro; apenas prestando atenção a me. Seus olhos verdes furam em mim, sua maxila apertada firmemente, uma sombra de cinco horas que mostra em sua cara. Eu rolo meus olhos, indo para trás à pesquisa por um novo livro a ler, consultando as seleções. Eu sei que quer pedir, porque pediu aos últimos três tempos meu iPad dinged. Quer saber quem é mensagem mim, confundindo os dings do jogo como mensagens reais. Eu não o corrigi, e cada vez que eu apenas ignorei sua pergunta, jogando em o que está pensando. Eu gosto de ver a inveja em sua cara. Eu gostei d ainda mais quando Bryan apareceu e pediu que eu almoçasse. Quando eu fui começ minha bolsa, Bruce seguiu-me, informando me que se eu fui almoçar, Bryan não a faria fora do edifício comigo. Era uma coisa completamente bárbaro para que diga, e eu fingi ser ofendido. Eu não era. Eu gracejei que talvez nós não tivemos que deixar o edifício, e que eu poderia apenas ir para trás a seu lugar e comer. Eu não poderia dizer do olhar nos olhos de Bruce se era sério sobre o ferimento de


Bryan, e foi sujado acima para que eu conduza Bryan sobre. Assim eu fui à porta e disse-lhe eu tinha esquecido que eu tive algo para fazer, mas não antes que me deu seu número. Que Bruce viu. Mostra-o. Você não me vê agarrar nele cada vez que seu telefone se apaga, perguntando se é azevinho ou alguma outra pessoa. Eu estou começando observar que mais eu o ignoro, mais louca o conduz. Talvez é louco. Primeiramente, quis-me tão faraway como possível e começ irritado quando eu me joguei nele. Agora eu estou mantendo minha distância e furou a meu burro. Eu não posso sair de um quarto sem ele que segue me, compo alguma razão pela qual precisa de estar nesse quarto demasiado. Eu tentei escapar a meu quarto para um pouco, mas encontrou que a razão depois que a razão vir em-de verific as baterias do detetor de fumo a se certificar a água quente no banheiro não veio em demasiado quente a testar todos os soquetes leves para se certificar eles estava trabalhando. Era além de ridículo. Agora eu apenas encontro-me transportar-se do quarto ao quarto assim que seguirá. Perseguir-me. Eu gosto d. O inferno, quem é mim que caçôo? Amor I do caralho ele. Sugá-lo, azevinho. Não é seguinte você quarto ao quarto como um filhote de cachorro mal-humorado bonito. Eu quero saber se eu o ignoro o suficiente que fará xixi em meu quarto, ou mastigar acima minhas sapatas apenas para começ minha atenção. Uma casca do riso escapa-me, pensando sobre Bruce que faz aquelas coisas. “O que é t~o engraçado?” pergunta em um tom que eu sei sou mais duro do que pretendeu. Rolando a meu lado, eu sustento minha cabeça acima com a uma m~o, o tapete escavando em meu cotovelo. “Você n~o tem o trabalho a fazer ou o algo?” Eu pergunto em uma voz furada, tentando provocá-lo. Eu sei eu disse que eu estive feito que persigo o, e eu sou, mas eu começ uma emoção fora de começ uma reação dele. Eu não posso parecer parar-se.


“Você

n~o tem nenhuma idéia quanto trabalho eu devo fazer,” ele diz, funcionando uma mão frustrante através de seu cabelo. Eu fui choc quando não foi trabalhar hoje. Manteve-se retirar seu portátil como estava trabalhando nele, mas cada vez que eu olhei sobre nele, seus olhos estavam em mim. Para fazê-lo mais mau, não tentou mesmo fingi-lo não me olhava. Não, apenas olhou fixamente, o olhar da fome toda sobre sua cara. “Começ ent~o talvez nisso?” Eu sugiro, ouvindo-se que toma uma respiração profunda. Soa como uma da derrota. “Eu não posso. Parece que minha mente está ocupada de outra maneira.” Suas palavras penduram entre nós, e eu baralho meus pés, deixando meu vestido montar acima. É sexo que quer? É isso todo o isto é? Enquanto eu tento o arreliar com meu corpo, seus olhos nunca saem de meus. Por um segundo, um olhar cruza sua cara; um que eu tenho visto no espelho antes. Solidão. É fácil manchar quando você o vê em o senhor mesmo diário. Meu coração aperta, mas por outro lado foi e sua frustração está para trás. Eu luto o impuso rastejar sobre a ele e em seu regaço. Metadescared que apenas me empurrará afastado outra vez, eu permaneço ainda. Eu não posso tomar a rejeção. Eu disse-me que eu já não estava indo perseguir. Jogando-se nos povos que não podem nem não me amarão para trás. Eu quero mais. Antes que eu possa fazer um tolo de mim mesmo, eu levanto-me do assoalho, agarrando meu iPad. “Eu penso que eu girarei dentro adiantado hoje à noite. Talvez você começ algum trabalho feito, ou talvez você pode sair ou algo, não se preocupa sobre mim. Eu significo, mim sou dezoito em dois dias, mim penso que eu farei está bem por mim mesmo.” Eu estou atraindo-lhe para dizer algo, principalmente sobre o azevinho, mas apenas inclina-se sua cabeça. Eu dou-lhe um sorriso macio, lutando o desapontamento que eu sinto quando não me dirá qualquer coisa. Ou talvez eu estou lutando o nó que eu apenas põr em meu próprio estômago que sugiro no ele saio para a noite. Ele ainda


assim vêm a meu quarto hoje à noite se fêz? Eu qui-lo vir hoje à noite a meu quarto? Girar, eu faço meu recuo em meu quarto e jogo-me em minha cama. A resposta é yes. Sim, eu quero-o vir outra vez a meu quarto. Eu não me perguntarei o que a, mas querer apreciar estes últimos dias onde eu tenho com ele. Eu estarei saindo logo. É para o melhor. Nós apenas terminaremos acima a condução de louco se eu permaneço mais longo do que mim temos que. Eu sei que a parte dele me quer, mas não bastante realmente para me ter. Eu não seria nada mais do que um segredo sujo; algo I sentiu sempre como eu era com minha mamã. Um erro que fêz uma vez que poderia ser escondida afastado. Baralhar-me fora ao colégio interno e põr me afastado sobre uma prateleira. Bruce faria o mesmos. Furar-me em seu condomínio e dar-me a atenção quando teve o momento de fazer assim. Não quereria qualquer um saber que o furava a sua filha da etapa. Mesmo se eu dei na vinda em segundo a sua carreira, toda seria para nada. Logo todos encontraria que nós éramos junto, e eu sou certo que estaria devastando à empresa. O azevinho mencionou seu que entra na política, e aquele não é um mundo que eu fui construído para. A falsificação sorri e os hellos não são algo que eu quero ser uma parte de. Eu prestei atenção a minha mãe faço-a, e eu desprezei-a. Eu quero real. Eu sei que eu sou novo, mas perder minha mãe, quem eu conheci nunca realmente, me fêz pensar sobre o que eu quero da vida. Eu não quero ter que fazer algo satisfazer alguma outra pessoa. Eu quero quebrar o ciclo e não o começ prendido em seu tipo da vida. Eu quero o amor, uma família, cozo vendas, noites da data, lutando sobre não remover o lixo estúpido. Deus, eu relished a idéia de ter alguém a lutar comigo. Alguém que lutaria realmente para trás. Não apenas para demitir-me.


Por um momento I pensado eu vi que olhar nos olhos de Bruce. Esse desejando para mais, para uma conexão com uma outra pessoa. A parte de mim quer tentar mostrá-lo que nós poderíamos ter aquele também, isso que nós poderíamos andar longe de toda a este. Mas a parte de mim não quer ter que pedir ela. Agarrando meu descanso, eu puxo-o sob minha cabeça e fecho-o meus olhos. Por um momento eu penso que eu travo o cheiro dele. Um perfume atrasado do que nós façamos a noite passada, e por qualquer motivo o pensamento faz-me louco. Eu apenas estou fazendo este mais mau para mim mesmo. Pensamento de e jogo com a idéia poderia ser meu. Metade-esperando entra aqui outra vez hoje à noite. Levantando-se da cama, eu travo minha porta do quarto. Não mais sonhos parvos, Sophie, eu mim mesmopenso-, encontrando-se para trás para baixo na cama. Eu fecho meus olhos e tento-os focalizar em qualquer coisa mas em Bruce.

Eu sinto-o antes que eu o ver. Eu estava rapidamente adormecido, e é preto de passo em meu quarto, mas eu sinto sua presença. Eu estou imediatamente acordado, minha vinda do corpo viva. Antes que eu possa reagir, as tampas estão rasgadas longe de mim e é sobre mim, cobrindo meu corpo. Sua cara é direita de encontro a minhas, e sua torneira dura escava em meu estômago. “Você tem-me ignorado o dia inteiro e eu não posso está-la. Então você fechado sua porta, esperando manter-me para fora.” O olhar em seus olhos é um que eu nunca vi antes, quase como um animal selvagem. Talvez eu empurrei demasiado distante, mas eu encontrome fazê-lo outra vez. “Começ fora de mim, Bruce,” mim agarram, n~o realmente querendo o a.


“No.

Se esta é a única maneira que eu posso começ sua atenção, a seguir este é o que eu farei. Mostrar-me agora seu bichano. Eu preciso de vê-lo.” Eu empurro de encontro a ele, e inclina-se acima, deixando me tem um pouco do espaço. Eu alcango sobre e giro sobre a lâmpada de cabeceira, permitindo que eu ver sua cara. Olha irritado e agressivo. Eu sinto um pouco do orgulho sabendo que eu o trabalhei até este ponto. Eu olho para baixo em seu corpo e ver que tem nos shorts frouxos, a cabeça de sua torneira que espreita fora da faixa. “Bruce, vai para tr|s a seu quarto,” eu digo as palavras mas n~o há nenhum poder atrás delas. Eu sou já pensamento molhado sobre o que quer me fazer. A maneira olha meu bichano quando começ me faz fora cum tão duramente. Eu quero aquele agora. Mesmo se não é uma boa idéia, eu quero-a tão má. Olha para baixo em mim e lambe seus bordos, não dando uma polegada. Eu sou despido à exceção de um par de cuecas peachcolored do algodão. Eu sei o que está indo dizer, e eu sei que eu o mostrarei. “Deixar-me vê-lo Sophie,” ele sussurra. Eu desnato um pouco em suas palavras e alcango-o lentamente para baixo, dando o o que nós ambos queremos. Puxando minha cuecas para o lado, eu mostro-lhe meu bichano molhado e espero-o sua reação. Grunhe e desliza sua mão para baixo a sua torneira, retirando a. Meus bocais são duros e dmoendo, e eu uso minha outra mão para comprimi-los um pouco, ainda prendendo minha cuecas ao lado para seu prazer. Paira sobre mim, mais perto de mim do que foi nunca quando tem feito este antes. Sua torneira throbbing é somente polegadas longe de meu bichano virgem. Eu dmôo para tê-lo dentro de mim, enchendo me com todas as dez polegadas. Eu quero-o esticar-me e fazer-me cabê-lo. Eu quero ser


enchido completamente dele: sua torneira e sua cum. Os pensamentos sujos fazem meu bichano apertar. “Foda, Sophie. Eu posso vê-lo pulsar. Goddamn, você quê-lo mau, n~o faz você, bebê?” Eu inclino-me minha cabeça, dando dentro e deixando o saber quanto eu o quero. “Talvez apenas um pouco arrelia para ambos nós?” “Por favor, Bruce.” “Merda. Aprovaç~o, mas apenas por um segundo.” Inclina para a frente pouco, e eu presto atenção enquanto a ponta de sua torneira toca mal em minha abertura. Sentir a cabeça morna de sua torneira de encontro a mim faz meu bichano apertar outra vez, e lamenta-se no sentimento. “Oh, a foda, faz esse outra vez bebê.” Puxa pouco e espalha o wetness na extremidade de sua torneira abaixo de seu eixo, empurrando o algumas vezes. Inclina-se para trás dentro e põr a cabeça de sua torneira de encontro a mim, não empurrando para dentro, apenas prendendo a lá. Eu sinto seu calor e espremo meu bichano, beijando delicadamente a ponta de seu dick com minha abertura virgem. Empurra para trás e friciona sua torneira ainda mais, mais rapidamente e mais duro esta vez. “Foder, eu quero cum a você assim que ao mau, mas eu n~o posso, Sophie.” Eu sou assim que girado sobre e tão próximo à borda eu mesmo, eu começo implorar. “Por favor, Bruce. Por favor. Eu sou t~o próximo.” Deixa para fora um grunhido, e inclina-se para trás de encontro a mim, tocando na cabeça de seu dick a minha régua outra vez. Ainda não empurra para dentro, e é nosso somente ponto do contato. É o único lugar que nossos corpos estão tocando, e meu corpo está no fogo. Eu sinto-o pressionar em um pouco, sua torneira que bate minha barreira virgem.


“Que

é ele, Sophie, que é sua virgindade. Eu estou indo-lhe cum em sem quebrá-lo embora. Apenas espremer-me, como antes.” Sua torneira pulsa um pouco, e eu posso sentir sua pulsação do coração entre meus pés. Eu espremo meus músculos do bichano à batida. Eu comprimo meu bocal, começ cada vez mais perto da borda. “Foder, isso é ele, bebê.” Empurra um pouco de mais de encontro ao meu hymen mas não o rompe. Eu sinto sua torneira inchar e começar empurrar para fora como ele gritos. Seu morno cum espirra dentro de meu bichano virgem, e a sensação dele que cumming dentro de mim emite-me sobre a borda, meu orgasmo que rasga-se através de mim. Como eu shout para fora minha liberação, eu sinto que sua trava da boca sobre a meu bocal e mim subir rapidamente ao melhor orgasmo que eu tive nunca. Nosso somente contato corporal é com sua torneira que tocam em meu bichano e em sua boca em meu bocal, e I cum assim que duramente e por muito tempo eu passo quase para fora. Quando é excedente e eu estou tentando travar minha respiração, seu dá a meu bocal um beijo delicado e puxa-o longe de mim inteiramente, dobrando sua torneira dura de novo em seus shorts. Olha para baixo em meu bichano, e eu posso ver o pesar em sua cara. “É você que vai funcionar fora de aqui e desculpar-se tocar-me outra vez?” Eu agarro, mijado fora que apenas matou meu zumbido. “A única coisa que eu sou pesaroso para é que eu não posso o foder a maneira eu quero a.” Com aquele, levanta-se e ataca-se fora do quarto. Após alguns minutos do encontro lá, eu sinto um rastejamento do sorriso através de minha cara. É perto da quebra, e eu não posso esperar até que faça.


BRUCE Hoje é o mesmo que ontem. Eu permaneci home do trabalho e segui Sophie ao redor como um filhote de cachorro perdido. Eu nunca mandei alguém consumir-me a maneira que faz. Eu esqueci tudo que era importante para mim, e eu começ somente a em minha mente. Minha prioridade era sempre trabalho. O que quer que veio em seguida aquela era uma pena muito mais distante a lista. Mas desde o encontro de Sophie, é a única coisa que eu ver. O trabalho não existe, e quando me conduzir louco, mim ama-o. Eu sou consumido por algo que eu quero realmente, não algo que eu pensei I necessário para fazer. Não, isto era para mim. Algo que eu escolhi para mim mesmo. Eu sei o que é hoje à noite, e eu me sento na borda de minha cama e me presto atenção ao pulso de disparo. Tiquetaque, tock. Eu olho fixamente nas mãos, querendo as mover-se mais rapidamente, mas parecem ir somente mais lentas. I de pé e o ritmo para o que sente como horas, mas quando eu olho para trás naquele tempo, são sidos somente minutos. Após uma eternidade, I de pé e caminhada a seu quarto. É escuro, e Sophie está rapidamente adormecido. Eu vim a seu quarto despido esta vez, sabendo o que eu estou indo fazer. Eu vou ao lado da cama e giro sobre a lâmpada. Eu puxo as tampas, e minha torneira dura endurece-se mais quando eu ver que é completamente despida demasiado. Não diz uma palavra, apenas espalha seus pés, convidando me a olhá-la. Eu começ na cama e encontro-me sobre ela, tocando em tanto quanto de minha pele despida a Sophie como possível. Sua pele


cremosa morna sente como a seda de encontro a minhas. Olhares I em seus olhos azuis bonitos, apenas prendendo á mim. “Feliz aniversario, Sophie,” eu sussurro, olhando seu pulso de disparo da cabeceira para ver que é imediatamente depois da meianoite. Os olhos começ um pouco aquoso, e eu uso meu polegar para escová-la afastado rasgos. “Shh, n~o grita, o pequeno. Eu n~o o ferirei.” “Eu sei.” “Bruce, primeiramente eu tenho que saber algo,” diz, e eu posso ver o que quer que é aproximadamente me pedir muito meios a ela. “É você” que tropeça sobre suas palavras antes que termine finalmente “for você e azevinho junto?” Palavras bateu-me duramente com culpa. Não porque eu tenho qualquer coisa ser culpado aproximadamente com azevinho, mas porque duvida que seja ele para mim. Fere-me que eu tenho que a deixar saber aquela, de que que não seria mais longa só. Eu deio que teve mesmo um momento da inveja sobre aquele mulheres. Eu sei que o que esse feltro como comigo viu outro se aproximar a Sophie e rasgou-me distante. Eu não quero qualquer coisa feri-la se eu posso o parar. “No., eu tenho nunca tanto como beijado lhe. Pouco Sophie, eu não fui com mulheres nos anos, e eu não pensei mesmo que eu o faltei realmente. Então você andou em minha vida e tudo apenas veio vivo. Era como uma luz que está sendo ligada. Você faz-me querer tanto mais, você faz-me a pergunta que eu me transformei.” Os olhos alarga-se em minhas palavras. “Você n~o foi com mulheres nos anos?” questiona, e eu n~o posso ajudar a casca do riso que me escapa. “Que é tudo você começ daquele?” “No., você n~o me beijou tampouco,” diz, lambendo seus bordos e extraindo meus olhos lá. É direita, mim não tem. Mas, o deus, teve I pensado sobre ele. Sophie que respira pegara o ritmo e eu ouço-o tornar-se rápido e raso. Inclinando-se para baixo lentamente, meus olhos em dela, eu


pressiono meus bordos a sua boca. Seus bordos são totalmente macios, quase como as pétalas cor-de-rosa. Apenas como ela, são mornos e macios. Delicadamente, minha boca desliza sobre dela, mantendo a pressão macia. Eu sorvo e sugo delicadamente até sua divisória dos bordos finalmente. Sua lingüeta desliza em minha boca, a carícia macia emite um pulso através de meu corpo como nada que eu tenho sentido nunca antes. Eu nunca soube que um beijo poderia ser como este. É tão provisória. Eu posso dizer este sou seu primeiro beijo, e faz-me querer martelar minha caixa. Eu sinto como eu esperei este momento minha toda a vida. Todos aqueles anos que se trabalham ao osso me trouxeram a este momento, põr me sobre o trajeto a ela, e cada hora dela valeu-o a pena. Eu tenho questionado minhas escolhas e agora é todo o tão desobstruído. Eu tenho-a esperado. Foi esperar imitaçãoa? “Você tem-me esperado hoje à noite, não tem você? Não apenas hoje { noite mas antes isso demasiado?” “Sim,” diz simplesmente, e eu posso ver a verdade em seus olhos. “É tempo, bebê. Eu serei delicado, eu prometo.” Inclina-se sua cabeça, e eu inclino-me para baixo macia para pressionar meus bordos a dela, beijando a outra vez. Seus bordos cheios abrem e eu deslizo minha lingüeta para dentro, provando sua doçura. Lamenta-se em nossa conexão, e eu não posso ajudar mas espelhar seus sons. É tão perfeito e puro, e é o único grande momento de minha vida inteira. Eu quero respirar seu corpo em meus e mostrar-lhe quanto me significa. Não é apenas meu corpo que está sendo puxado para ela, meu coração é demasiado. Algo sobre seu espírito é conetado a meus, e beijá-la é como o repouso de vinda. Eu inclino-me para trás, dando seu beijo um mais macio nos bordos. Eu viajo lentamente abaixo de seu corpo, parando para sugar ambos os bocais em minha boca, um de cada vez. Eu continuo meu trajeto, derivando sobre suas curvas deliciosas até que eu me encontre entre suas coxas, minha boca que paira sobre seu bichano


desencapado. Prendendo suas coxas, eu separo seus pés mais distante para a tomada, e enterro minha cabeça entre seus pés. Seus empurrões do corpo na reação e na ela imediatamente cums quando eu trancar em seu clit. Ela cantos meu nome repetidamente. É a coisa que a mais erótica eu me ouvi nunca. Eu quero fazê-la cum outra vez assim que seu bichano virgem apertado será macio e querendo ser enchido com minha torneira, mas eu sou scared mim cum toda sobre eu mesmo se eu a como a um outro orgasmo. Alcangando para baixo, eu agarro a ponta de minha torneira e dou-lhe um pouco aperto para parar-se fora tiro. Eu deslizo minha lingüeta em seu furo virginal, dentro e para fora, imitando o que minha torneira lhe estará fazendo logo. Seus quadris começam mover-se, implorando por mais, e eu sei que é tempo. Eu preciso-a na borda, precisando cum assim que seu corpo estará implorando por minha torneira para inscrevê-la. Apoio movente seu corpo, eu tomo sua boca outra vez, querendo a provar-se em minha boca. Quando eu finalmente refrigerei alguma desta necessidade e regained meu controle, eu estou indo comer seu bichano até que perca sua voz de chanting meu nome, implorando me parar. “Nós arreliamo-nos bastante, Sophie. Eu preciso de ser dentro de você.” Introduzindo a cabeça de minha torneira em sua abertura, eu sinto seu batente da virgindade minha entrada. Está já molhada e pronta para mim. Nós temos jogado com este momento por dias e nós somos ambos aprontados inteiramente para ela. “Isto pode ferir pouco, apenas respira e seja ainda. Eu estou tentando controlar-se porque eu apenas o quero tanto.” “Aprovado. Fazê-lo rapidamente, eu quero-o a dor sobre com, e dentro de mim.” “Foda. Não me falar sujo como isso, bebê, mim cum antes que eu começ em você.” Risos um pouco, e eu não podemos ajudar mas para pensar está indo usar aquela de encontro a mim.


Eu sustento-me acima em meus cotovelos e põr minhas mãos de cada lado de sua cara, fazendo seu olhar em mim como eu a inscrevo. Nós travamos os olhos como eu empurro dentro dela, rasgando com sua inocência e reivindicando a como meus. Deixa para fora um grito e fecha seus olhos como se na dor. “Olhar-me.” Agarra seus olhos abertos em minhas palavras, olhando em meus olhos, e eu prendo-me ainda enquanto ajusta. É assim que firmemente é doloroso, e nós ambos precisamos um segundo de travar nossa respiração. Eu ainda não sheathed inteiramente para dentro dela. Este é o único momento em minha vida onde eu posso recordar diar tendo uma torneira grande. Os olhos começa molhar, fazendo meu coração aperta. Eu salpico beijos toda sobre sua cara. “Sophie, eu sou pesaroso. Não gritar. A dor passará dentro um pouco de. Eu prometo, bebê,” eu digo em torno da protuber}ncia em minha garganta. “Eu não estou gritando porque eu sou triste, Bruce. É porque eu estou t~o feliz. Eu nunca senti assim que conetei a alguém antes.” “Mim nenhuns, bebê. Mim nenhuns,” eu digo, coloc mais beijos toda sobre ela até que seu corpo começar relaxar. Logo após aquela, começa wiggle, e eu sei o que quer. Seu corpo está pronto para mais. “Eu ainda começ um par polegadas à esquerda, Sophie, tão apenas respiro.” Olha temível por um segundo. “Bruce, eu estou j| t~o cheio.” “Você pode tomá-lo, bebê. Apenas relaxar-me e deixar dentro.” Sophie toma uma respiração profunda, e eu empurro o descanso da maneira, assentando-se completamente dentro dela. Que respira é short assim que eu escovo seus mordentes com meus polegares para consolá-la, dizendo lhe como perfeito é. “Você sente tão bom, Sophie. Tão doce e firmemente. Eu tenho sentido nunca qualquer coisa tão perfeito antes em minha vida. Deus, é como eu esperei minha toda a vida por algo isto maravilhoso.”


Minhas palavras parecem relaxá-la outra vez, e após alguns momentos, inclina-se sua cabeça, deixando me saber que me quer se mover. Lentamente, eu retiro e empurro para trás apenas algumas polegadas até que ajuste ao sentimento. Após alguns cursos, está movendo seus quadris comigo e está fechando seus olhos no prazer. Eu quero sua primeira vez ser bom para ela e não sobre em sessenta segundos, assim que eu alcango entre nós e strum delicadamente seu clit. Nós não somos apressados por o tempo e eu não quero a cum demasiado logo assim que minhas pressões são lentas e mesmo enquanto nós construímos à extremidade. “Toda minha vida eu esperei este. Eu não a soube mas eu esperava-a, esperando o.” As mãos friciona ao longo de minhas caixa e cara enquanto olha em meus olhos. “Eu sei. Eu esperei-o também, Bruce.” “Eu te amo, Sophie doce.” “Eu te amo demasiado.” Eu beijo-a macia, provando o amor em seus bordos. Quando eu a puxo e olho outra vez, eu posso ver minha vida nela. É minha para sempre agora. “Eu estou reivindicando-o, Sophie. Seu corpo é meu e assim que é seu amor. Você não me terá nunca qualquer um mas dentro de você. Você compreende?” Não é realmente uma pergunta, mas eu gosto de quando se inclina sua cabeça no acordo. Seu bichano é espremer cum fora de minha torneira, e eu sei que eu não durarei muito mais por muito tempo. Eu friciono mais duramente em seu clit e eu sinto seu aperto mim na resposta. Está tão perto como eu sou e eu mea preciso cum para. “Que é ele, bebê. Começ fora em minha torneira. Eu quero o seu cum o desnatamento de meu dick quando I vazio dentro de você.”


“Oh deus!”

Alguns mais cursos em na seu clit e ela cumming toda sobre mim. Eu posso sentir seu prazer funcionar abaixo de minha torneira e em minhas esferas. Eu sou assim que girado sobre por seu orgasmo, provoca meus próprios. Eu empurrei duramente de encontro a seu um último tempo, acoplando nos tão perto como eu posso, e a liberação dentro dela. I cum mais do que eu tenho nunca antes, enchendo a ao ponto do derramamento para fora. Eu ainda cumming quando eu sinto minha semente funcionar abaixo dos lados de seu bichano apertado, misturando com seus próprios sucos doces. A sensação dela que espreme me, sugando me seco, é bastante para ter-me passar para fora sobre ela. Eu posso mal travar-se antes que eu smother a com meu peso. Mas Sophie apenas envolve seus braços e pés em torno de mim, prendendo me dentro dela enquanto eu termino o grande orgasmo de minha vida. Eu respiro duramente no trafulha de sua garganta, tentando travar minha respiraç~o. “Jesus Cristo, Sophie. Isso era t~o bom.” Os risos pouco e espreme seu bichano, prendendo minha torneira ainda-dura dentro dela. Começa mover outra vez seus quadris, empurrando acima de encontro a mim. Eu inclino-me acima e olho-me em seus olhos. “Você quê-la outra vez?” Cora vermelho brilhante mas inclina-se sua cabeça lentamente. “Aprovado, bebê. Deixar-me começ lhe de de trás esta vez. Eu quero-o cada maneira imagin|vel.” Eu retiro e presto atenção a algum do meu cum o derramamento fora dela. Eu olho para baixo em minha torneira e ver um traço pequeno de seu sangue virgem em meu dick, e faz-me somente mais duro. Sabendo que eu a começ primeiramente e que é meus gira-me sobre ainda mais.


Olha para baixo a onde eu estou olhando fixamente e então apoio em mim. “Se eu for limpar antes que nós formos outra vez?” “No. Eu quero tanto quanto do meu cum que bichano virgem como você pode prender. Esta vez, põr sua caixa sobre a cama e seu burro no ar assim que n~o deslizar| para fora.” “Você n~o est| receoso mim começ gr|vido?” “Eu estou esperando que você, Sophie. Eu quero-o para o forever, foda tudo mais. Eu quero-a toda com você, e aquele inclui bebês. Eu não me importo quanto nós temos, mas eu nunca estou retirando e você nunca está indo no comprimido. Você é meu, e eu estou indo encher-se que o bichano acima assim você pode nunca sair de me.” Cora outra vez, e rola então sobre e começ na posição, espalhando seus pés e mostrando me sua abertura. Eu inclino-me para a frente, pressionando minha torneira de dor a seu bichano, e empurro-me dentro. É mais profundo como este, e deixa para fora um grito enquanto eu me assento para fora dentro dela. Eu começo empurrar dentro e para fora enquanto ajusta ao ângulo. Eu agarro seus quadris, puxando a para mim. Eu monto seu duro e dou-a o que quer enquanto eu sinto seu pulso do bichano em torno de mim. É rápida cum como a esta, e eu terei que recordar aquele. É a posição perfeita para que prenda minha semente, e começ fora de tão rápido. Eu empurrei-a algumas mais vezes e os cums, prendendo minha torneira e shouting sua liberação no descanso. “Foder,” mim grunhem como suas trações apertadas do bichano meu orgasmo de mim. Eu prendo-me interior profundo ela enquanto I esvazia minhas esferas de cada última gota. Uma vez que eu sou drenado, eu retiro e sento-me para trás, apenas olhando seu burro no ar. Meu cum os começos a gotejar para fora e mim usar meu dedo para escavá-lo acima e para empurrá-lo para tr|s dentro. “Você deve permanecer como aquele para um outro minuto, mas se você faz, eu apenas quererei fodê-lo outra vez.”


A resposta de Sophie é wiggle seu burro em mim, e eu sorrio, porque o quer outra vez. “Você quê-lo outra vez?” “Sim, Bruce. Sente t~o bom, tendo o em mim.” “Aprovado, uma mais vez, e mim apenas deixar-lhe-á em você em seguida isso. Você pode dormir com minha torneira para dentro você caso que você acorda e quer mais.” “Por favor,” implora, wiggling seu burro outra vez. Eu sento-me acima e empurro-me dentro dela outra vez, de minha torneira ainda duramente e erijo-me. Cum de nossas sessões precedentes funciona abaixo dos lados e reveste-nos em toda parte, fazendo uma confusão. Eu amo-a. Eu fodo seu duro esta vez, querendo dá-la o que precisa. Não toma muito antes que nós ambos ápice, fazendo ainda mais cum o gotejamento entre nós. Quando nós somos gastados finalmente, eu desmorono ao lado, puxando a comigo assim que nós estamos dando e eu não tenho que retirar. Nós somos um montão suado da carne, manchado com nossa paixão e incapaz de mover-se. Eu beijo sua garganta e pet seu corpo como snuggles em mim, mmoendo em minha torneira de vez em quando. “Começ algum sono, bebê. Ainda será duro e esperando o quando você acorda.” “Boa noite, Bruce,” sussurra, empurrando para baixo em minha torneira uma mais vez. “Goodnight, meu amor,” eu digo de encontro a sua garganta. O “melhor anivers|rio nunca.” Eu sorrio em suas palavras e derivo fora para dormir, sentindo inteiro pela primeira vez em minha vida.


BRUCE Cinco anos mais tarde… “Bruce!” “Shh! Você acordar| os miúdos acima.” “Oh foda,” lamenta-se, como eu afundo um interior mais profundo sua canaleta lisa, empurrando-se esferas profundamente. Eu olho para baixo e ver que seus melharucos estão escapando o leite, e minha boca começa molhar. “Eu preciso um gosto de sua doçura.” “São demasiado cheios e sensíveis. I' VE conseguiram alimentar o bebê quando acorda. Apenas foder-me. Eu sou t~o próximo.” Eu presto atenção enquanto Sophie a joga para dirigir para trás na êxtase e o levanta seus quadris com meu ritmo. “Eu serei delicado, bebê,” mim sussurro de encontro a seu bocal, lambendo macia acima do leite com a ponta de minha lingüeta. Lamenta-se no contato e faz meu dick mais duro. “Você escapa sempre para a direita antes de você cum.” “Deus, Bruce. Eu sou tão próximo. Não esquecer retirar. Eu poderia começ gr|vido agora.” “Apenas relaxa, bebê, você centra-se sobre cumming,” eu digo, sem a intenção da retirada. Nenhuma maneira era mim não lhe estava indo cum dentro d. Eu põr minha boca sobre um bocal, suckling delicadamente a. A pressão em seu bocal sensível combinado com minhas pressões duras é bastante para emiti-la sobre a borda. Prová-la em minha lingüeta e sentir seu bichano apertado espremer minha torneira puxam cum de mim. Eu bombeio duramente em seu um último tempo e prendo-me lá, jorrar meu cum dentro dela. É demasiado distante ida em seu orgasmo pagar a atenção a minha torneira que enche seu bichano pequeno acima com cum. Uma


vez que eu tenho deixo meu último respingo da gota dentro de seu bichano, eu olho para baixo e dou-lhe sorrir forçadamente mau. “Eu soube que você não retiraria,” diz, tentando dar-me um brilho mas o failing. Eu inclino-me para baixo e beijo-me seus bordos cheios, luxúrias, sorrindo enquanto nós conetamos. Depois que um segundo me beija para trás e eu começo mover-se outra vez. “Você seja melhor rápido esta vez. Eu penso que eu ouço Thomas e Joseph que jogam em seu quarto.” “São três e quatro-anos velhos. São muito bem. Vindo montar-me esta vez.” Eu lanç nos sobre, deixando a escarranchar-me e montar minha torneira ainda-dura. Eu alcango até o jogo com seus melharucos grandes, cheios enquanto salta acima e para baixo em meu dick. Eu espremo seus peitos, prestando atenção às gotas pequenas do leite rolar para baixo sua carne cremosa, e faz-me mesmo mais duro. Foi cinco anos e eu ainda não posso parecer controlar minha torneira quando está no quarto. “Eu juro que você me mantem grávido apenas assim que você pode jogar com meus melharucos leitosos.” “Você concordou a quatro miúdos.” “Você fêz-me negociar quando você estava indo para baixo em mim!” Eu empurrei, fazendo seu gemido. “Você n~o se estava queixando exatamente.” Nós' VE começ os dois meninos mais idosos, e então nós tomamos uma ruptura year-long antes que tem nosso mais nova, a felicidade, que é quase uns anos de idade. É a maçã de meu olho, e eu era tipo do aliviado lhe não era um outro menino. São surpreendentes mas estão indo sempre no regulador de pressão cheio. Eu deixei à empresa de lei o dia após aniversário de Sophie o décimo oitavo, e nós começ casados imediatamente. Eu não me importei com que povos pensaram de nosso relacionamento, mim


apenas não quis o drama. A vida é curta, e eu não quis explicar-se, ou nos, a qualquer um. Aqueles que não compreenderam nosso amor nós eram mais em melhor situação sem. O lírio era nosso campeão mais grande, permanecendo sobre como nosso baby-sitter quando nós tivemos nosso primeiro bebê. Ajudou Sophie a ser a mãe que quis sempre, e ajudado me aprender como mudar um tecido. Nós éramos ambo o novos em parenting, e em ter alguém para ajudar-nos, não somente quando as coisas começ duramente, mas compartilhar em nossa alegria, foi maravilhosa. Eu comecei minha própria prática de lei confidencial, prosseguir na maior parte minha licença. Eu tomo em algumas caixas dos bens imobiliários quando eu sinto como ela, mas geralmente eu focalizo em minha família. Eu passei as primeiras décadas de meu fazer da vida o que eu pensei que eu estive supor a e fazendo bastante dinheiro para durar uma vida. Grata, Sophie veio longitudinalmente e mostrou-me o que é como viver. Nós' VE começ mais amor do que nós poderíamos nunca se usar acima, e aquela é minha somente prioridade. Como eu a puxo tragar perto de mim e lamber sua garganta apenas a maneira que gosta d, mim não pode ajudar mas pensar como afortunado nós somos. Eu consigo passar o descanso de minha vida com esta surpresa, mulher lindo, e eu sou tão feliz escolheu-me. Eu posso ter começado como seu step-dad, mas eu terminei acima como tanto mais. Eu devo provavelmente sentir alguma culpa sobre aquele, mas eu sou interior demasiado profundo ela a importarse. “Eu te amo, bebê,” eu sussurro de encontro a sua garganta. “Eu te amo também, Bruce.”


O DUETO VIRGEM Um lindo, obsessivo, alfa do multimilionário. Uma notícia bombástica curvy, sassy do lado errado das trilhas. Ambas as virgens… Quando os Becs e o zurro fazem um arranjo, não têm nenhuma idéia o que conduzirá - os desejos sexuais e a luxúria que não podem ser contidos. Zurro deixar o caos governam seu mundo perfeito? Becs deixar o amor em seu coração frio? Inflama inflamam-se do calor sexual? Há somente de sentido único encontrar… Aviso: Inflamar-se inflama pode causar os ferimentos sérios. Lido por favor responsàvel.


O dueto do Virgin - capítulo um A raiva borbulha dentro de mim enquanto eu olho as portas dobro imponentes de seu escritório. Alcangam toda a maneira ao teto elevado, e o olhar como você teria que usar todo seu peso para os empurrar abertos. No outro lado está um asshole arrogante. Se você empurra as portas abertas está sentando-se provavelmente atrás de uma mesa gigante, ou talvez em um trono como um rei. Eu supor que é rei deste edifício. O Sr. Baunilha, enquanto eu gosto do chamar apenas para o mijar fora, possui o lugar. Eu trabalho na cafetaria em baixo na entrada do edifício. Bem, eu fiz até aproximadamente quinze minutos há. Eu sei que é a razão para minha terminação rápida hoje, e eu estou aqui lhe dar uma parte de minha mente. Nenhuma maneira é mim que vou para trás ao abrigo. O trabalho da cafetaria teve-me recursos para mal bastante dinheiro para o motel de pagar-por--semana meu irmão mais idoso e eu estou permanecendo em. Nós fomos lá para o passado poucos meses, mas qualquer coisa batida que permanece no abrigo. Uma semana sem um trabalho, e forçar-nos-ão para trás lá. Aquele não é algo que eu posso segurar. “Est| essa saliência do asshole de sua dentro l|?” Eu agarro na mulher que senta-se na mesa na frente das portas dobro. Empurrando sua cabeça acima, olha-me em choque, mas sua cara gira rapidamente para a aversão. Naturalmente tem um assistente devista sentar-se fora de seu escritório. o cabelo louro Sun-listado puxou de novo em um bolo apertado, em uns olhos cristal-azuis com vidros preto-moldados finos, e em uma parte superior low-cut. Cortado muito baixo. Olha como poderia fazer a coisa girada dos seductress do todo bibliotecário "sexy" a todo instante. Talvez aquele é o que faz. Eu posso dizer do scrunch de seu nariz que me encontra repulsivo. Eu sou seu oposto polar em cada maneira. Nós pudemos ambos ter o cabelo louro mas termina claramente lá. Meu louro é uma


máscara mais brilhante do que dela, mas a mina é listada igualmente com cor-de-rosa e roxo. A tintura faz meus olhos parecer mais roxos do que são realmente. Eu posso ver seus pés longos sob a mesa, e as sapatas que custam provavelmente o que eu faço em três meses. Se está acima, eu sou certo que se elevará sobre minha cinco três alturas. Meus carregadores com cordões do militar-estilo preto não me dão nenhuma ajuda extra nesse departamento. É fina e eu posso dizê-la põr o tempo em manter-se. Opostos totais. “Eu estou indo ter que pedir que você saa,” range em mim em uma voz que aquela soe como pregos em um quadro. Alcanga para seu telefone da mesa, mim é certa chamar a segurança, porque eu sou após todo o meio despido. Eu sou vestido somente em um sutiã, em umas calças pretas e em meus carregadores. Nenhuma maneira era I que deixa que o dipshit em baixo toma cinqüênta dólares fora de minha última verificação para meu uniforme, e eu não tenho nenhuma planta nunca de ver sua cara outra vez. Teve as esferas, após o acendimento mim, para sugerir a gota de I a meus joelhos e pagaria por outros serviços se I necessário o mau do dinheiro assim. Quando eu comecei unbutton minha parte superior o fucker pequeno pensou que estava começ o que quis. Tudo que começ era meus camisa e avental jogados nele. Bem, e um olho roxo. Eu posso ainda sentir a picada em minhas juntas do perfurador. Oh, yeah, seu olho está indo ser um preto agradável e o roxo vem manhã. Crescendo acima na assistência social, eu aprendi como jogar um perfurador médio. Vendo que meu tempo se tem tornado agora limitado, eu ando após ela e empurro aberto ambas as portas. “Cindy eu disse-lhe” suas palavras eliminadas quando me olha acima e vê. Aperto, nariz que alargam-se como recolhe meu vestuário, ou falta da maxila disso. Hoje, como diário, está desgastando um terno three-piece, que seja o mesmo cinza que seus olhos. Sempre é unido tão ordenadamente. Mesmo sua cara considerável estúpida é todas as linhas retas, perfeitas. Cada vez que entrou a cafetaria eu quis sujá-lo acima. Eu quero sempre funcionar meus dedos através de seu cabelo e


dá-lo que fodeu recentemente o olhar. Eu pensei sobre a frição de meus bordos através de sua garganta, saindo de um borrão de meu lustro do bordo lá assim que não olhou tão perfeito. A primeira vez que entrou, deu-me um meio sorriso e requisitou-o um café preto liso. Nenhum creme ou açúcar. Não mesmo um sabor. Parece que é como gosta de tudo. Diário entraria e começ seu café e acoplar-me-ia dentro um pouco da conversação. Eu olhei para a frente a vê-lo. Era diferente do que os outros ternos. A maioria de qualquer um tratou-me como eu poderia ser uma foda rápida para eles, ou deu-me um olhar da aversão. Então um dia entrou com uma mulher. Eu tive o meu de volta a ele, mas eu poderia ouvi-lo falar. Tomando um relance rápido sobre meu ombro, eu poderia ver que a mulher com ele era bonita. Era elegante em uma maneira que eu posso nunca imaginar ser. Disse-lhe, “olha fora do lugar. Eu sou choc eles deixei o seu trabalho aqui a vista como aquele.” Sua somente resposta era “mim é certa que limparia agrad|vel se tentou realmente.” Tinha sido uma estadia longa desde que eu tinha sido dano por alguém palavras e me mijou fora. Assim, esse dia, os jogos começaram. Foram idos meus sorrisos doces e meu excitamento em considerá-lo. Eu sei que eu olho diferente. Eu gosto de meu cabelo cor-de-rosa e roxo, de meu lustrador de prego alto, e de lustro do bordo. É mim. Eu parei de tentar caber em moldes do outro pessoa quando eu deixei o sistema adoptivo. Eu não tive que fingir ser qualquer um mas mim. Eu tentei fazer seu inferno da vida sempre que entrou a loja em seguida isso. Talvez se eu era uma cadela grande bastante pararia de vir. Eu sou mijado que eu me deixei acreditar que gostou de me. Olhando de relance em torno de seu escritório, é todo o assim frio-vidro e cromo. Faz goosebumps estoirar em minha pele expor. Tudo em seu escritório está perfeitamente em seu lugar, apenas como ele. Eu mantenho-me olhar ao redor, não querendo encontrar ainda seus olhos.


“Bem,

zurro, eu não soube que você empregou o entretenimento para a reuni~o,” diz o homem que senta-se transversalmente do zurro do aka do Sr. Baunilha. Nunca deu-me seu nome, mas tipo de I como dele. Somente depois que me mijou fora, e eu comecei o chamar Sr. Baunilha, disse-me que era. Tinham picado o divertimento na maneira que eu olhei, e eu sei que era criançola de mim, mas eu quis lhe fazer o mesmos. Assim quando me perguntou porque eu o chamei isso, eu disse-lhe “porque você n~o poderia ser mais liso e perfuraç~o se você tentou.” Isso é quando informado mim ele era Sr. Spencer. Quando eu não respondi, adicionou, “Sr. Spencer como em Spencer que prende, homem que possui este edifício goddamn inteiro.” Isto ainda n~o começ nada mais de mim do que um rolo do olho. Como eu dei uma merda. Eu olho sobre no outro homem, e olha apenas como unido como o zurro. Que o indivíduo parece mais descontraído, com um sorriso que joga em seus bordos. É atrativo, mas tão considerável quanto o zurro. Eu estou começando pensar que ninguém é. “Eu posso ser algum entretenimento para o preço direito, se aquele é o que você está procurando. Despeja-me está no mercado para um trabalho novo,” eu digo, disparando no Sr. Baunilha um olhar duro antes de girar de volta ao outro homem e de pisc. “É isso direito? Eu seria mais do que querendo ajudar para fora uma mulher na necessidade,” diz enquanto se ajusta. Eu não sou uma menina promíscuo. De fato, eu sou uma virgem. Mas eu sei usar meu corpo para começ o que eu quero. Um pouco que flerta pode ir uma maneira longa a começ coisas quando você as precisa. Eu não me estou aferrando a minha virgindade, eu apenas nunca tive uma razão ou um desejo dá-lo acima. Eu não pensei que eu senti nunca a atração até que eu encontrei o zurro. Então lembrou-me que é apenas como o descanso. Olhando de relance para trás sobre para o zurro, eu posso ver que sua boca tem aberto caído em choque. Quando seus olhos travam com meus sua raiva brilha completamente. Aquela é uma primeira.


Esta pôde ser a maioria de emoção que eu vi nunca dele. Eu quero empurrá-la. Eu quero-o tão louco como eu sou. Entra meu trabalho e começ me ateado fogo. Bem, eu entrarei seu escritório e causarei o havoc. Talvez sujar mesmo acima um negócio de negócio. Porque eu faço minha maneira para o outro homem, eu funciono meu dedo ao longo de uma das prateleiras que alinham a parede. Um por um eu começo empurrar as coisas disponíveis imediatamente com um macio shove. Os trinkets bateram o assoalho de mármore, seus ruídos elétricos que soam para fora no quarto. As coisas quebram mas eu não salto uma batida. Uma arfada fêmea alta atrás de mim deixa-me saber que Cindy está para trás. A “segurança est| em sua maneira, Sr. Spencer,” ela range que mesma voz que antes. Como trata o aquele diário é uma maravilha. Não a reconhece, ele apenas mantem-se olhar fixamente em mim quando eu continuar meu assalto em suas prateleiras. Quando eu alcango a extremidade, eu viro e faço minha maneira ao outro homem, parando quando eu estou estando entre seus pés. Eu faço minhas intenções conhecidas levantando minhas sobrancelhas e olhando para baixo nele em seu assento. Quando pancadinhas seu regaço mim o escarranchar. “Querer um gosto?” Eu peço ronca. “Você sabe, antes que você o compre.” Eu olho de relance para trás sobre para o zurro que brancoknuckling agora sua mesa de vidro. Olha para ser emocionante ele assim que duramente poderia realmente quebrar-se sob seu aperto. Girando de volta ao indivíduo eu estou sentando-me sobre, mim inclino-me dentro para beijá-lo. Eu sente sua respiração bater meus bordos, mas antes que faça o contato, eu está no ar. Eu sinto-me voar fora de seus regaço e terra atrás do zurro, que enfrenta agora seu amigo. Eu posso dizê-lo irritei sem ter que ver sua cara. Seus punhos são apertados em seus lados e eu posso vê-lo tomar respirações duras longas como se apenas funcionou uma maratona.


“Para fora, Smith,” rosna. “É como aquela?” Smith pede. “Yeah,

é como aquela. Eu conheci-o uma estadia longa, e eu realmente n~o quero vir aos sopros com você.” “Eu sei. Aquele é que que intriga assim sobre este. Você é ciumento sobre uma mulher?” Apenas disse ciumento? Yeah, para a direita. Tão ciumento começ me ateado fogo de meu trabalho assim que não teve que ver minha cara anymore. “Toda para a direita, eu vê-lo-ei no evento da caridade no próximo mês. Você está trazendo Chelsea com você, direito?” Eu deio o tiro da inveja que me perfura quando eu me ouço que tem uma data com uma outra mulher. “Provavelmente. Eu faço sempre. Eu vê-lo-ei ent~o.” Eu ouço Smith retirar o quarto mas não posso vê-lo com o zurro que obstrui minha opinião. Scooting para fora de de trás ele, eu movome para começ um pouco longe dele. Uma sacudida do desejo fizzed através de meu corpo quando me agarrou. Eu não pensei que me quis, mas agora eu não sou tão certo. É mijado que eu estou causando o caos em seu escritório? Ou é mijado mim escarranchou seu amigo? “É essa, direito lá. Começ a. Chamar as bobinas. Eu sou certo que o Sr. Spencer a quer prendeu. Olhar o que fêz a seu escritório!” Cindy grita para fora como não pode fathom o que apenas aconteceu. Dois homens desmedidos fazem sua maneira para mim e eu tropeço para trás, quase deslizando sobre um dos ornamento que eu bati disponível imediatamente. Aquela seria alguma insta-karma para a direita lá. “Fazer. N~o. Toque. ,” Zurro rosna outra vez. Agora que eu penso sobre ele, tudo que disse desde que eu entrei seu escritório fui um rosnado-assim diferente de sua voz normalmente calma, selfcontrolled.


Parada de ambos os protetores em suas trilhas. Pela primeira vez, eu sou realmente grato para a presença do zurro. Eu não quero dois homens gigantes que manipulam me. “Yeah, casco um e casco dois. Tocar em me e você não poderá mijar por uma semana do caralho,” mim taunt. “Cindy, eu n~o recordo pedir que você chame a segurança.” O zurro diz em sua voz controlada usual. Desliza fora de seus revestimento e veste do terno, e coloca-os sobre a parte traseira de uma das cadeiras. Então começa unbuttoning sua camisa. Que a foda? “Senhor, barged dentro aqui e destruiu seu escritório,” ela trills. “Deus, como você escuta essa voz diária? São você um masochist ou algo? Deve dar a cabeça da classe-Um,” mim quer saber, ao olhar para baixo para certificar-se de meus boobs não ter estalado fora de meu sutiã. Agradecer ao deus que eu desgastei meu agradável hoje. “Você, fechou sua boca,” ele descasca em mim. Arremessa sua camisa em meu sentido e eu travo-o. Ent~o gira ao redor. “E você,” diz apontar em Cindy. “Chamar o serviço da limpeza, e ent~o você pode ir para casa para o dia.” “Mas, senhor, nós still-” “Bastante! Eu dei-lhe suas instruções, Cindy. Você é demitido.” Cindy dispara em me um brilho da morte mas eu apenas smirk. Camisa do zurro deixando cair no assoalho, eu faço minha maneira sobre a sua mesa e flop para baixo em sua cadeira. Eu põr meus pés acima sobre o vidro, mas não antes que eu bata seu rato do computador ao assoalho com meu pé. Cindy huffs e stomps fora do quarto. Ambas as seguranças apenas olham fixamente em meus melharucos. “Como que você vê, meninos? Apenas acontece assim mim está olhando” “Para fora!” O zurro grita, fazendo nos todo o salto um pouco de. Eu posso ver as veias em sua tensão da garganta. O zurro não é um gigante como o casco um e o casco que Dois-é mais magro com ombros largos e um estreito cintura-mas aqueles indivíduos parecem ser


intimidados por ele. É duro ver todo seu corpo porque ainda está desgastando sua camisola branca apertada, mas eu posso apenas sobre fazer para fora sua forma. A camisa adere-se a seu corpo da guarnição como uma segunda pele e eu sinto um pouco drool em meu bordo. “Jesus, você não tem nenhuma maneiras de todo, Sr. Baunilha? Você poderia pedir agrad{vel e eu deixaria talvez,” eu digo breezily, mas não faço nenhum movimento levantar-se. Eu não estou saindo. Eu não sou feito com ele ainda. Ainda deve-me um trabalho e eu estou começando pensar realmente que é ciumento. Por que não apenas deixar a segurança me tomar? Este é algo que eu posso se usar. “N~o você. Você mantem seu burro pequeno nessa cadeira.” Bem, merda. Não é como o divertimento que senta-se em sua cadeira se me quer aqui. Eu sentei-me aqui para mijá-lo mais fora. “Você dois, eu quero-o para fora. N~o tocar nunca nela. Começ a?” “Sim, senhor, nós desculpamo-nos,” dizem no uníssono antes de girar e de sair do quarto. Eu não posso ajudar mas rolar meus olhos. O Sr. Spencer descasca uma ordem e todos segue. Provavelmente como eu perdi meu trabalho. Foi abaixo do dito lá lhes que me quis ido e, bam, eu sou ido. “Bem, olhar agora o que você fêz. Você apenas fujiu dois clientes mais potenciais. Você é apenas cálculo de gastos mim todos os tipos do dinheiro hoje, e est| começando rachar realmente meu burro.” “É você que diz o é um navio de pesca a linha, Rebecca?” O uso de meu nome joga-me fora. Ninguém chamou-me Rebecca dentro para sempre. Eu deio esse nome. “Bem, os tempos desesperados chamam para medidas desesperadas, não esse você saberia qualquer coisa sobre aquele, mas I certo porque o inferno não quer ir para trás ao abrigo. Meus irmão e eu temos que fazer o aluguel e é fora do trabalho agora.” Eu gemo interna. Por que eu lhe disse aquele? E por que sou eu embaraçado sobre ele? Eu não faço embaraçado. Eu ver o flash da simpatia através de seus olhos.


“N~o

faço,” eu coloco minha m~o antes que possa transformar este em um partido da piedade. Naturalmente, eu não estava indo dormir com aqueles homens, mas quando eu vi a emoção que mostrou quando eu gracejei primeiramente sobre ela, eu não poderia ajudar-se. Eu tive que picar o urso um pouco de. “Eu n~o preciso sua piedade. Eu sei começ perto no meus próprios, e eu tenho-a feito por anos. O que eu realmente não precisei embora, é você que começ me ateado fogo. Eu gostei desse trabalho.” A aprovaç~o, de que é uma mentira. Eu diei esse trabalho, mas é o trabalho que o mais agradável eu tive nunca. “Eu não o começ ateado fogo.” “Bullshit,” eu replico. Teve algo para fazer com ele. “Mas o que você está indo fazer é começ me um outro trabalho, ou me manter-se-á fazer sua vida difícil. Como você pode ver, I' VE começ o momento de investir em fazê-la.” Tem que ter algo para eu fizer em torno de aqui. Possui um edifício freaking, para a causa do deus. Quem sabe que outro possui. “Como idoso é você?” pede. “Vinte e três.” Dispara em me um olhar que me diga sabe que eu estou cheio da merda. “Velho bastante,” eu digo finalmente. “Fazê-lo realmente meretriz você mesmo para fora?” pede, fazendo sua maneira sobre a mim. Eu sou choc quando me levanta facilmente de sua cadeira, sentando me em sua mesa e se deslizando entre meus pés. “Por que? Você que olha?” Eu peço. Por que precisaria um navio de pesca a linha? Um par meninas do abrigo fazem o dinheiro fácil que vende-se. Eu nunca fui aquele desesperado, mas eu compreendo porque o fazem. Eu não os julg para ele. Minha vida não foi tão áspera quanto algumas das outras meninas'. Eu lucked para fora. Pôde ser a sorte shitty mas é ainda sorte. Eu apostamos a queda das mulheres toda sobre ele, assim que eu não compreendemos porque precisaria de pagar para começ colocado. Quem quer que este Chelsea é, mim é certo que lhe daria algum. “No. honesta, eu nunca whored para fora,


mas talvez se o preço era direito. Talvez se eu era desesperado bastante.” Pausar, eu olho acima em seus olhos. Pressiona de encontro a mim, e eu posso sentir que sua torneira é dura. “F|-lo duro pensando o poderia comprar-me? Que você pensa a virgindade vai para atualmente? Talvez eu estou no mercado a vender após tudo.”

Para fora agora


Índice Capítulo um Capítulo dois Capítulo três Capítulo quatro Capítulo cinco Capítulo seis Capítulo sete Capítulo oito Capítulo nove Capítulo dez Capítulo onze Epilogue O dueto do Virgin


My new step dad alexa riley (traduzido por tm)