__MAIN_TEXT__

Page 1

0


Sumário 1. IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA

3

2. INTRODUÇÃO

3

3. O NOVO CORONA VÍRUS

3

3.1 Mecanismo

4

3. 2 Sintomas da Covid-19

4

4. BOAS PRÁTICAS DE CONTENÇÃO

4

4.1 Distanciamento Social

4

4.2 Higiene

4

4.3 Etiqueta Respiratória

5

5. PROTOCOLO DE RETORNO DAS AULAS PRESENCIAIS- FUNCIONÁRIOS

5

5.1 Adoção de medidas individuais de prevenção e proteção nos ambientes de trabalho 5 5.1.1 Chegada ao trabalho

5

5.1.2 Durante o trabalho

6

5.1.3 Hora das refeições (café e almoço) e descanso

7

5.2 Adoção de medidas coletivas de prevenção e proteção nos ambientes de trabalho 8 5.2.1 Registro do “ponto”

8

5.2.2 Como devo receber uma encomenda?

8

5.2.3 Cuidados com o uso do álcool em gel

8

5.2.4 Recolhimento do lixo

9

5.2.5 Medidas de Higienização

9

5.2.6 Trânsito

9

6. DICAS PARA NOS MANTERMOS SAUDÁVEIS NA VOLTA AO TRABALHO

10

7. PROTOCOLO PARA PROFESSORES

12

7.1 Medidas Individuais:

12

7.2 Medidas Coletivas:

12

7.3 Como usar e reutilizar sua máscara

12

8. DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO

13

8.1 Cuide de você e do seu próximo

13

8.2 Atendimento ao público

13

8.3 Ambiente de trabalho

13

8.4 Departamento Pessoal

14

8.5 Comunicação

14 1


8.6 Manejo de Resíduos

14

8.7 Retirada e descarte de EPI’s

15

9. PREPARAÇÃO PARA A RETOMADA

16

9.1 Treinamento das equipes de colaboradores

16

9.2 Apresentação da nova rotina dos colaboradores

16

9.3 Compras de equipamentos e materiais

16

9.4 Prevenção, orientação com infectologista e cuidados psicológicos

17

9.5 EPIs para os funcionários

17

9.6 Controle de temperatura para alunos, funcionários e visitantes

17

9.7 Equipamentos tecnológicos para transmissão ao vivo das aulas, treinamento para professores E ambiente virtual de sala de aula seguro para os alunos 17 10. ORGANIZAÇÃO DA NOVA ROTINA

17

10.1 Chegada de professores e demais colaboradores

17

10.2 Chegada de alunos

17

10.3 Recreio dos alunos

18

10.4 Descanso, lanche e almoço dos colaboradores

18

10.5 Organização dos ambientes

18

11. ENSINO HÍBRIDO E FUNCIONAMENTO PEDAGÓGICO

19

11.1 Funcionamento e organização administrativa

19

12. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

20

2


1. IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA O Colégio São José e São Geraldo, situado na Rua Sergipe, 271, Centro, Divinópolis – Minas Gerais, CNPJ 17.217.720/0009-63 é uma instituição confessional católica, sem fins lucrativos mantida pela Congregação das Irmãs Auxiliares de Nossa Senhora da Piedade, pessoa jurídica, de direito privado, sediada na rua Calcedônia, nº 282, Prado, Belo Horizonte – MG, CEP: 30410-340. O Colégio atende alunos nos seguimentos da Educação Infantil, Ensino Fundamental (anos iniciais) e Ensino Fundamental (anos finais). Atualmente contamos com 329 alunos regulamente matriculados distribuídos nos seguimentos que atendemos. Para fins de contato ao colégio para informações referentes ao COVID-19, (37) 3221 1288, e-mail suporte@colegiosj.com.br .

2. INTRODUÇÃO Desde o anúncio do período de distanciamento social, em 13 de março de 2020, tudo que vem acontecendo é novidade para todos nós. Desde então, profissionais de saúde e educação de todo o mundo vêm pesquisando os melhores caminhos para enfrentarmos juntos esta situação nas escolas. Agora, com o surgir no horizonte da possibilidade de um retorno gradativo e programado às aulas presenciais, intensificamos ainda mais os estudos e pesquisas para que as decisões tomadas sejam, na medida do possível, as mais assertivas. Os protocolos que desenvolvemos foram escritos após consultarmos os estudos da OMS - Organização Mundial da Saúde, as orientações dos SINEPEs - Sindicatos da Escolas Particulares e, também, as consultorias da infectologista Dr.ª Ana Carolina Gomes Pereira, CRM-MG 42286 e do médico Dr. Paulo Bittencourt Siqueira, CRM-MG 12252. Estamos atentos a todas as recomendações e decisões legais, mesmo com a instabilidade das informações e orientações sobre a COVID-19 no mundo, no Brasil, no estado e em nossa cidade. Assim sendo, os Protocolos Escola Segura da Rede Piedade de Educação poderão sofrer atualizações e adequações sempre que necessário. Permaneça conectado conosco por meio do ClassApp, nosso aplicativo oficial de comunicação entre família e escola, e também por meio de nosso mailing, de nosso site e de nossas redes sociais no Facebook e no Instagram.

3. O NOVO CORONA VÍRUS O corona vírus são uma grande família de vírus que causam várias doenças respiratórias, desde doenças brandas (ligeiras) como o resfriado (constipação) até doenças mais graves como a síndrome respiratória aguda grave (SARS). Entre outras epidemias causadas por corona vírus estão a epidemia de SARS em 2002-2003 e a epidemia de síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS) em 2012. A Covid-19 é uma doença infecciosa causada pelo corona vírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2). 3


Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca e cansaço. Cerca de 80% dos casos confirmados são leves (ligeiros) ou assintomáticos e a maioria dos acometidos se recupera sem sequelas. Uma porcentagem de 15% são infecções graves que necessitam de oxigênio e 5% são infecções muito graves que necessitam de ventilação assistida em ambiente hospitalar. Os casos mais importantes podem evoluir para pneumonia grave com insuficiência respiratória, septicemia, falência de vários órgãos e morte. O SARS-CoV-2 foi identificado, pela primeira vez em seres humanos, em dezembro de 2019 na cidade de Wuhan, na China. Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial de Saúde decretou pandemia. 3.1 Mecanismo Transmite-se por meio de gotículas produzidas nas vias respiratórias das pessoas infectadas. Ao espirrar ou tossir, essas gotículas podem ser inaladas ou atingir diretamente a boca, nariz ou olhos de pessoas em contacto próximo. Estas gotículas podem, também, depositar-se em objetos e superfícies próximos que podem infectar quem nelas toque e leve a mão aos olhos, nariz ou boca. O SARS-CoV-2 afeta, principalmente, os pulmões. O intervalo de tempo entre a exposição ao vírus e o início dos sintomas é, em média, de 5 dias. O tratamento consiste no alívio dos sintomas e cuidados de apoio. As pessoas com casos leves (ligeiros) conseguem se recuperar em casa. Entre os fatores de risco estão a idade avançada e doenças crônicas graves como doenças cardiovasculares, diabetes ou doenças pulmonares. O vírus podem, também, afetar os órgãos gastrointestinais e podem se apresentar nas fezes mesmo após a recuperação. Estudos apontam que a letalidade do vírus pode variar entre 1% e 5% dos infectados. 3. 2 Sintomas da Covid-19 Os primeiros sintomas tendem a aparecer entre 1 a 12 dias após exposição ao coronavírus, e os mais comuns costumam ser: tosse seca, cansaço, febre, há pacientes que apresentam outras manifestações, tais como: diarreia, dores pelo corpo, dor de garganta, corrimento ou congestão nasal, perda do paladar e olfato.

4


4. BOAS PRÁTICAS DE CONTENÇÃO 4.1 Distanciamento Social A principal medida de contenção do crescimento exponencial de contágio é o distanciamento social. Estas ações visam, principalmente, a adiar a possibilidade de colapso nos atendimentos dos sistemas de saúde. Deve-se evitar o contato próximo com outras pessoas. A distância segura entre pessoas é de 1,5m. Evitar aglomerações, principalmente, em ambientes fechados. 4.2 Higiene Entre as medidas de prevenção, está a lavagem ou higienização frequente das mãos, processo no qual deve-se esfregá-las por, pelo menos, 20 segundos. Deve-se evitar tocar o rosto com as mãos, reforçar a higiene dos ambientes e, sempre que possível, não tocar em corrimões e superfícies que podem estar contaminadas.

4.3 Etiqueta Respiratória Sempre que tossir ou espirrar, deve-se cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel, descartando-o logo em seguida. Caso não tenha esse recurso no momento, deve-se utilizar o antebraço (região interna do cotovelo) para cobrir boca e nariz. Deve-se usar máscara em ambientes coletivos (independentemente de serem abertos ou fechados).

5. PROTOCOLO DE RETORNO DAS AULAS PRESENCIAISFUNCIONÁRIOS Para evitar a disseminação do vírus, surge a necessidade de orientações sobre as medidas de prevenção contra o novo Corona vírus. 5.1 Adoção de medidas individuais de prevenção e proteção nos ambientes de trabalho 5.1.1 Chegada ao trabalho * No transporte coletivo, use a máscara o tempo todo! E tenha sempre o álcool em gel na bolsa. Não coloque as mãos nos olhos, nariz e boca.

5


* Ao chegar na escola, e antes de iniciar suas atividades, lave bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabonete líquido, evitando levá-las aos olhos, nariz e boca, e utilize toalhas de papel para secá-las. Depois, use o álcool em gel. Não se esqueça de passar entre os dedos.

* Para começar seu trabalho, coloque luvas de borracha e roupas de proteção (por exemplo, uniforme e botas de borracha). Após o uso, as luvas de trabalho devem ser lavadas com água e sabão e descontaminadas com água sanitária.

6


* Coloque a máscara cuidadosamente para cobrir a boca e o nariz e ajuste com segurança para diminuir os espaços entre a face e a máscara. Evite tocar na parte da frente da máscara;

* As máscaras deverão ser substituídas a cada duas a três horas de uso ou quando estiverem sujas ou úmidas; * Evite a utilização de adornos especialmente nas mãos (como por exemplo anéis, pulseiras, relógios etc.); * Mulheres devem evitar uso de maquiagem (sujidade da máscara e aumento da necessidade de troca); * Homens devem evitar uso de barba pois aumenta o risco de levar as mãos ao rosto; * Precisamos mudar alguns hábitos: não devemos abraçar, apertar as mãos e dar beijinhos. 5.1.2 Durante o trabalho

* As luvas descartáveis (de nitrilo ou látex) devem ser descartadas após cada uso. Realizar a higiene das mãos antes e depois da remoção das luvas; * Os ambientes de trabalho que não estiverem a céu aberto, como salas de aulas, refeitórios, banheiros, bibliotecas, escritórios devem ser mantidos ventilados, com todas as janelas abertas; * Lave asmãos frequentemente, especialmente, ao iniciar o turno de trabalho, após ir ao banheiro, antes e depois das refeições, com água e sabão e/ou álcool 70%; Você sabe o que são os EPI’s? Equipamentos de Proteção Individual são equipamentos e acessórios que garantem a sua segurança.

ATENÇÃO! Higienize seus EPI’s segundo as orientações da Segurança do Trabalho e não compartilhe com os colegas de trabalho; * Remova a máscara usando a técnica apropriada (ou seja, não toque na frente da máscara, remova sempre pelas alças laterais); * Após a remoção ou sempre que tocar numa máscara usada, deve-se realizar a higiene das mãos; * Substitua as máscaras por uma nova máscara limpa e seca, assim que tornarse úmida ou a cada 2 a 3 (duas a três) horas. Se a sua máscara for descartável, descarte-a em local apropriado; se não for descartável, você deverá lavá-la para usar novamente; 7


*Atenção! As máscaras descartáveis não podem ser descartadas no lixo comum. * Não reutilize as máscaras descartáveis. 5.1.3 Hora das refeições (café e almoço) e descanso * Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos, pratos e talheres; * Durante esses momentos, o distanciamento entre você e seus colegas é fundamental. * Evite partilhar comida ou utensílios entre pessoas durante as refeições; * Evite o uso e compartilhamento de dispositivos eletrônicos móveis (ex. celulares, fones de ouvido etc); Fique atento! * Ao apresentar sintomas como febre, tosse, produção de escarro, dificuldade para respirar ou dor de garganta, procure atendimento médico para avaliação. * Recomenda-se a vacinação dos trabalhadores contra gripe. * Sugere-se um conjunto de uniforme, ou uma troca de roupa por dia. * O ideal é que, ao chegar em casa, tome banho e lave os cabelos diariamente (ou cubra os cabelos ao sair de casa). * Fique atento quanto à higienização das mãos: ao tossir ou espirrar, evite tocar a boca, nariz e olhos com as mãos antes de lavá-las novamente. Utilize lenços descartáveis para higiene nasal,

* Não esqueça: higienize as mãos antes e após o contato com alimentos, após o uso das instalações sanitárias e contato com superfícies em que várias pessoas tocam como maçanetas das portas, botões de elevador, corrimão etc. O álcool em gel a 70% deve ser utilizado após a lavagem das mãos ou em locais onde não é possível lavá-las. 5.2 Adoção de medidas coletivas de prevenção e proteção nos ambientes de trabalho * A escola oferecerá treinamentos periódicos para a proteção de todos. Caso você tenha alguma dúvida, pergunte ao seu gestor. Não tenha vergonha! * Todos os funcionários devem evitar aglomerações durante os horários de descanso e refeições.

8


* Diariamente, será aferida a temperatura, antes de adentrar ao local de trabalho e todos os funcionários terão os sapatos higienizados; * O uso do refeitório terá horários alternados para que sejam evitadas as aglomerações. * Limpar e desinfetar as superfícies das mesas, bancadas e cadeiras após cada utilização. Durante este período retire as toalhas das mesas e limpe o local com álcool após cada utilização. A desinfecção apropriada dos balcões da cozinha e das mesas com produtos apropriados deve ser feita com o hipoclorito de sódio ou água sanitária (na diluição de 1 colher de sopa destes produtos para 1 litro de água) e álcool em gel a 70%; * Os bebedouros, tipo esguicho, estarão interditados, pois há risco de contato com a boca ou o nariz. Por isso, traga sua garrafinha ou copo individual de casa. Caso não tenha, a escola disponibilizará copos descartáveis. Pedimos que não sejam utilizadas garrafas térmicas coletivas. 5.2.1 Registro do “ponto” Antes e após o registro do ponto higienize suas mãos com álcool em gel. 5.2.2 Como devo receber uma encomenda? * O ideal é não ter contato físico com o entregador. Caso não seja possível, mantenha a distância; * Caso você faça uma encomenda, lembre-se de que é mais seguro o pagamento por aplicativo ou por cartão. As cédulas trazem grande risco de contaminação por não poderem ser higienizadas! * Sempre use a máscara! * Evite levar as mãos ao rosto depois de receber o pacote e antes de lavá-las; *Passe álcool em gel ou álcool 70% na embalagem recebida antes de abrir. A embalagem deverá sempre ser descartada; * Caso a encomenda venha em sacola plástica, ela também deverá passar pelo mesmo procedimento; 5.2.3 Cuidados com o uso do álcool em gel * O álcool, em qualquer concentração, é uma substância inflamável e exige cuidados. O álcool em gel não é diferente e, por isso, deve ser mantido longe de superfícies que gerem chamas, como fogões e chapas, e de crianças. 5.2.4 Recolhimento do lixo * Esvaziar regularmente as lixeiras. Deve-se ter especial atenção quanto à higiene, fechamento dos sacos de lixo, esvaziamento constante e destino adequado do lixo, principalmente, no caso de lixeiras que contiverem lenços, máscaras e materiais com secreções ou excreções, como fraldas. 5.2.5 Medidas de Higienização

9


* Grandes superfícies como chão e banheiros devem ser lavados com detergente neutro e sanitizados. Intensificar a limpeza das superfícies dos ambientes com detergente neutro (quando o material da superfície permitir), e, após, desinfetar com álcool 70% (setenta por cento) ou solução de água sanitária 1% (um por cento), ou outro desinfetante autorizado pelo Ministério da Saúde, conforme o tipo de material. * É importante desinfetarobjetos e superfícies tocados com frequência, como maçanetas, interruptores, corrimãos, mesas, cadeiras, computadores, teclados, mouses, torneiras, válvulas de descargas, telefones, controles remotos etc.

5.2.6 Trânsito * Nos pontos de encontro com os clientes, evidenciar a importância do distanciamento social de, no mínimo 1,5m;

*Não compartilhar apito e rádio de comunicação interna; * Higienize seu material individual de trabalho antes e depois do seu expediente (apito, rádio); *Higienizar as mãos após tocar em maçanetas de veículos - use o álcool em gel; *É importante não ter contato físico com as pessoas. Nada de abraços e aperto de mãos.

10


6. DICAS PARA NOS MANTERMOS SAUDÁVEIS NA VOLTA AO TRABALHO

É muito importante continuarmos cuidando de nossa saúde física! Entretanto, não podemos nos esquecer de nossa saúde mental, ou seja, nossas emoções, sentimentos, sensações... Por isso, listamos algumas dicas para ajudar você e a todos que estão à sua volta: Tenha empatia. Todos estão vulneráveis a contaminação. Reduza a leitura ou o contato com notícias que podem causar ansiedade ou estresse. É importante também buscar informações em fontes confiáveis. Estabeleça uma rotina diária. Inclua nas atividades não só as obrigações como também as atividades que lhe dão prazer. Interaja com as pessoas preservando a devida distância e as orientações de segurança. Viva um dia de cada vez. Em um cenário de incertezas, pensar sobre o que vai acontecer a médio e a longo prazos aumenta ainda mais a ansiedade(*). Seja solidário. Busque ajuda e ofereça ajuda sempre que for preciso. Em caso de necessidade, procure ajuda! Converse com os coordenadores, orientadores ou psicóloga da sua escola. Faça uma oração: “A oração, dentre outras coisas, é um meio eficiente de encontrar paz em meio às dificuldades e medos quanto ao futuro.” O CVV (Centro de Valorização da Vida) está disponível pelo 188 e também por chat https://www.cvv.org.br/. (*)Estratégia A.C.A.L.M.E.-S.E. Criada pelo psicólogo e pesquisador Bernard Rangé, a estratégia A.C.A.L.M.E.S.E. pode ser muito importante em um momento de ansiedade mais intensa, como nos ataques de pânico. Esses ataques são crises de ansiedade caracterizadas pelo surgimento de vários sintomas físicos ao mesmo tempo e com forte intensidade, confira abaixo alguns desses indícios: Taquicardia (batimento cardíaco acelerado); Respiração ofegante ou entrecortada (sensação de falta de ar); Sudorese (aumento da transpiração não relacionada ao calor ou exercícios físicos); Tremores; 11


Boca seca; Mãos e pés frios; Musculatura contraída e náuseas. Os sintomas duram de 20 a 40 minutos e podem surgir inclusive durante o sono, não tendo causa física. Caso você tenha alguma crise de ansiedade, utilize a estratégia A.C.A.L.M.E.-S.E:

Aceite as sensações geradas pela ansiedade. Apesar de parecer estranho, aceite-as como algo inesperado e desconhecido, mas que passará. Não lute contra os sintomas, isso só faz com que eles se prolonguem e aumentem o seu desconforto. Deixe que os sintomas fluam até diminuírem; Contemple o ambiente ao seu redor. Como um observador, descreva objetos, pessoas, foque sua atenção no ambiente externo e deixe que seu corpo lide com a ansiedade, sem julgamentos; Aja apesar da ansiedade. Continue o que estava fazendo antes dela surgir; se for preciso, desacelere, mas siga. Não tente fugir, isso pode levar à redução da ansiedade, mas também ao aumento do medo; Libere o ar dos pulmões. Respire devagar, inspire pelo nariz contando mentalmente até três, leve o ar ao abdômen, segure o ar por mais três segundos e solte o ar lentamente pela boca contando até seis. Siga esse processo até encontrar o ritmo ideal para sua respiração; Mantenha o roteiro anterior (aceitar, contemplar, agir e respirar) até que a ansiedade atinja um nível mais confortável para você; Examine seus pensamentos. É comum pensamentos catastróficos surgirem. Observe seu diálogo interno e verifique racionalmente se seus pensamentos são possíveis de acontecer ou não. Lembre-se de que a crise de ansiedade é extremamente desagradável, mas ela passa e não coloca sua vida em risco; Sorria, você conseguiu passar pela crise. Com seus próprios recursos, conseguiu lidar com a ansiedade e poderá retornar a essa sequência quando necessário;

12


Espere o futuro com aceitação. Deixe de lado a ideia de viver livre da ansiedade, ela faz parte de todas as pessoas, e é útil à sua sobrevivência. Aprenda a conviver com ela e a utilizar os recursos necessários quando a crise estiver mais intensa. Fonte:www.unimedfortaleza.com.br 7 dicas de como manter sua saúde mental durante a pandemia do corona vírus.

7. PROTOCOLO PARA PROFESSORES 7.1 Medidas Individuais: Ao chegar ao Colégio: 1. Cumpra o protocolo inicial: higienize os sapatos, as mãos e meça a temperatura. Troque sua máscara e coloque outra limpa que estiver devidamente armazenada. É importante substituí-la a cada duas a três horas, para garantir a sua saúde. 2. Guarde seus pertences. Se for usar a geladeira, acomode seu almoço ou lanche em vasilhames apropriados (tipo tupperware). Não use sacolas plásticas ou a bolsa térmica. 3. Lave as mãos com água e sabão antes de iniciar seu turno de trabalho. 4. Faça uso do álcool gel 70% constantemente: antes e depois de registrar o ponto, ao trocar de sala, após ir ao banheiro, antes e depois das refeições e sempre antes de tocar o rosto ou a máscara. 5. Não compartilhe seus objetos pessoais: canetas, apagadores, microfone, celular, pincéis e outros. 6. Higienize, com frequência, o celular. 7. Traga sempre sua garrafa de água e seus utensílios de uso pessoal (copo,talher, entre outros) 8. Evite usar adornos, principalmente, nas mãos (anéis, pulseiras e relógios). 9. Recomendamos que você não reutilize suas roupas, usando um conjunto por dia e, preferencialmente, lave os cabelos diariamente ou cubra-os durante o período em que estiver em ambientes coletivos. 10.Se for tossir ou espirrar, nunca utilize suas mãos para cobrir a boca e o nariz. Prefira usar uma toalha de papel ou guardanapo, ou, ainda, o antebraço. Depois, lave as mãos e o braço com água e sabão ou, na falta desses, higienize com álcool gel por, pelo menos, 20 segundos. 7.2 Medidas Coletivas: 11.A sala de professores não deverá ser local de aglomeração de pessoas. Respeite os protocolos de distanciamento social. Nos horários de lanche e intervalos, entre para pegar o que precisa e prefira ficar nos locais abertos e mais amplos. 12.Mantenha a sala de aula sempre com as portas e janelas abertas. 13.Procure manter uma distância segura de seus colegas de trabalho e dos alunos. Não cumprimente com apertos de mão, abraços, beijos e não toque em outras pessoas. 13


7.3 Como usar e reutilizar sua máscara Para que a máscara ofereça a proteção adequada, é preciso que ela cubra totalmente o nariz, a boca e o queixo e que não fique folgada no rosto, especialmente nas laterais. Lembramos que a máscara é individual, não é para ser compartilhada com qualquer outra pessoa. Não toque a parte frontal da máscara. Na hora de retirar, é recomendado que se toque somente nos elásticos presos nas orelhas. Separe dois recipientes ou sacos plásticos exclusivos para guardar as máscaras: um para as máscaras limpas e outro para as usadas. Após o uso, é necessário que ela seja lavada antes de ser usada novamente. Sua máscara deve estar sempre limpa. Troque-a a cada duas a três horas ou sempre que for necessário. Lave-a com água e sabão. Após a secagem, passe com ferro quente. Importante: o uso da máscara não substitui as práticas necessárias de higienização. * Mulheres devem evitar uso de maquiagem (sujidade da máscara e aumento da necessidade de troca). * Homens devem evitar uso de barba pois aumenta o risco de levar as mãos ao rosto e dificulta a adaptação da máscara. Como lavar as mãos corretamente

8. DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO 8.1 Cuide de você e do seu próximo -Lave constantemente suas mãos. -Evite abraços, beijos e apertos de mãos. -Use corretamente máscaras em ambientes coletivos (cobrindo nariz e a boca). -Mantenha os recipientes de álcool em gel abastecidos. -Redobre os cuidados com a higiene de roupas, cabelos, unhas e calçados. -Mantenha bolsas, chaves, carteiras, telefones e outros objetos higienizados. -Se tiver sintomas de COVID-19, avise, imediatamente, seu superior imediato e evite contato com outras pessoas. 8.2 Atendimento ao público -Sempre utilizar máscaras nos atendimentos. 14


-Adotar medidas em consonância com a portaria para evitarmos aglomerações e filas. -Filas devem ter distanciamento sinalizado no chão com 1,5m de distância entre cada usuário. -Privilegiar atendimentos remotos ou agendados. -Antecipar atendimentos remotos evitando que os pais/clientes visitem a escola. 8.3 Ambiente de trabalho -Conferir e providenciar a limpeza periódica dos ambientes da empresa. -Organizar escritórios com distanciamento mínimo de 2m entre colaboradores. -Responsabilizar-se pela manutenção da higienização de sua mesa, sua cadeira, seu computador dentre outras ferramentas. -Sempre que possível, fazer revezamento de uso dos espaços. -Privilegiar a circulação de ar evitando a utilização dos condicionadores de ar. 8.4 Departamento Pessoal -Fazer levantamento de colaboradores em grupo de risco (idosos a partir de 60 anos, com doenças crônico-degenerativas, doenças respiratórias e gestantes). -Orientar colaboradores sobre protocolo de isolamento quando da apresentação de sintomas. -Garantir a aferição de temperatura de todos os colaboradores no início de cada turno de trabalho. -Providenciar para que todos os colaboradores tenham EPIs. -Evitar reuniões presenciais preferindo reuniões por videoconferência. -Verificar quais funções podem ser exercidas em home-office para direcionar os colaboradores. 8.5 Comunicação -Cuidar para que toda e qualquer comunicação esteja baseada em informações científicas. -Fornecer treinamento para uso correto dos EPIs e para boas práticas de combate à COVID-19. -Providenciar comunicação visual e instruções para colaboradores, estudantes e visitantes sobre: -Lavagem correta das mãos.

15


8.6 Manejo de Resíduos * Os resíduos serão armazenados com segurança e longe das crianças; * Serão colocados em recipiente de material lavável, resistente à punctura, ruptura, vazamento e tombamento, com tampa provida de sistema de pedal; * Os resíduos serão armazenados em container plástico de lixo, de material lavável, por pelo menos 72 horas (redução da possibilidade de contaminação de outras pessoas); * Os sacos serão substituídos quando atingirem 2/3 de sua capacidade ou pelo menos 1 vez a cada 24 horas * Luvas e máscara serão utilizadas ao remover o saco que será fechado com nó, este saco plástico fechado será colocado em um segundo saco e amarrado novamente; * Será transportado até o lugar de descarte minimizando ao máximo os toques em superfícies, tanto do próprio lixo, quanto das mãos; * A lixeira será lavada e desinfetada com álcool 70% ou solução de hipoclorito de sódio (água sanitária). 8.7 Retirada e descarte de EPI’s Luvas: 1º Com as duas mãos enluvadas, segure a parte externa de uma luva na parte superior do pulso; 2º Retire esta primeira luva, afastando-se do corpo e do pulso até as pontas dos dedos, virando a luva de dentro para fora; 3º Segure a luva que você acabou de remover em sua mão enluvada. Com a mão sem luva, retire a segunda luva inserindo os dedos dentro da luva na parte superior do pulso; 4º Vire a segunda luva do avesso enquanto a inclina para longe do corpo, deixando a primeira luva dentro da segunda; 5º Descarte as luvas na lixeira. Não reutilize as luvas; 6º Lave as mãos com água e sabão ou higienize com solução alcoólica a 70%. Máscaras: 1º Segure as alças inferiores e depois as alças ou elástico superiores e remova-a; 2º Descarte em uma lixeira; 3º Lave as mãos com água e sabão ou higienize com solução alcoólica a 70%. Avental ou capote: 1º Abra as tiras e solte as amarras; 2º Empurre pelo pescoço e pelos ombros, tocando apenas a parte interna do avental/capote; 3º Retire o avental/capote pelo avesso; 4º Dobre ou enrole em uma trouxa e descarte em recipiente apropriado; 5º Lave as mãos com água e sabão ou higienize com solução alcoólica a 70%.

16


Importante: Durante a retirada do avental ou capote, evite tocar o lado externo, pois pode estar contaminado.

9. PREPARAÇÃO PARA A RETOMADA 9.1 Treinamento das equipes de colaboradores Para a retomada das atividades presenciais dividir a equipe em times, de acordo com as funções comuns, e promover treinamentos virtuais com empresa de saúde especializada. Eles serão orientados sobre os principais procedimentos de higiene e conduta necessários à manutenção da saúde. Não se esqueça de pedir os certificados de participação de cada um. Isso é importante para os registros internos do Colégio. 9.2 Apresentação da nova rotina dos colaboradores Também é de suma importância treinar a equipe de colaboradores para o exercício da nova rotina. Os itens abaixo nortearão planejamento.  Colaboradores que ficarão nas entradas, recepcionando os alunos  Que procedimentos eles devem seguir  Organizaçãoda recepção e atendimento administrativo  Os horários de lanche e almoço dos colaboradores serão alternados  Funcionários que possuem membros no grupo de risco e quem irá cobrir suas funções  Organizaçãoda saída dos alunos  Organização do recreio dos alunos  Espaço que atenda as medidas de ventilação do ar e distanciamento para o lanche  Frequência de limpeza dos diversos ambientes? (salas de aula, pátios e quadras, corredores e etc) 9.3 Compras de equipamentos e materiais Muitas providências foram tomadas para recebermos a nossa comunidade escolar com segurança, seguindo os protocolos sanitários e pedagógicos; e assim, evitar o contágio da Covid-19. O investimento na compra de equipamentos, deu-se em diversos setores da escola: Higienização: · Sanitização das salas de aula. · Tapetes sanitizantes nos acessos aos prédios. · Desinfetante limpador para os tapetes. · Totens de álcool em gel em pontos estratégicos de maior circulação de pessoas e alunos. · Dispenser de álcool em gel em todas as salas de aula e banheiros. · Lixeiras com tampa e pedal 17


· ·

Toalha descartável nos banheiros. Higienização dos banheiros e salas de aula

9.4 Prevenção, orientação com infectologista e cuidados psicológicos ·Capacitação de todos os funcionários com Médico do Trabalho. ·Palestras para pais, alunos e funcionários com a psicóloga. ·Esclarecimentos e orientação deprofissional sobre formas de contágio e prevenção. · Elaboração de cartilhas informativas para alunos, responsáveis e funcionários sobre os procedimentos adotados na escola quanto a rotina, orientação e conduta. · Adesivos para o piso para a manutenção do distanciamento. 9.5 EPIs para os funcionários · Máscaras de Proteção Individual · Luva para auxiliares de serviços gerais 9.6 Controle de temperatura para alunos, funcionários e visitantes · Aquisição de termômetros infravermelhos. 9.7 Equipamentos tecnológicos para transmissão ao vivo das aulas, treinamento para professores E ambiente virtual de sala de aula seguro para os alunos ·Instalação nas salas de aula de equipamentos e softwares para transmissão de aulas online. ·Câmeras ·Microfones sem fio individuais param os professores ·Internet com fibra ótica ·Plataforma Google Classroom para as aulas remotas, reuniões de funcionários, responsáveis e gestores

10. ORGANIZAÇÃO DA NOVA ROTINA 10.1 Chegada de professores e demais colaboradores  Os professores e demais colaboradores devem, preferencialmente, utilizar entrada diferente dos alunos.  Garantir que todos receberam e estão cientes das informações da "Cartilha" direcionada a cada setor.  Todos precisam ser orientados a seguir os protocolos, já explicitados nas cartilhas.  Caso alguém esqueça seus ítens de proteção, e não for possível oferecer outros, deve retornar para casa para buscá-los.  Ninguém deve circular pelo Colégio sem seus EPI's ou máscaras 10.2 Chegada de alunos

18


 

 

  

A organização da entrada dos alunos é uma das providências mais importantes a serem tomadas. É o primeiro contato diário com as famílias (nossos clientes) e precisa inspirar confiança, tranquilidade e paz. Evite aglomeração nas entradas do Colégio. Para isso, procure dividiremos as turmas em entradas diferenciadas. Cada entrada precisa estar equipada com tapetes sanitizantes, termômetro termográfico, totem de álcool gel 70% e pelo menos dois colaboradores para organizar e direcionar os alunos. Alunos a partir do Ensino Fundamental devem entrar no Colégio sem acompanhantes e se dirigirem diretamente às salas de aula. Alunos da Educação Infantil, podem entrar com apenas um acompanhante, que deve ser orientado a conduzir o aluno e não permanecer nas dependências do Colégio. Alunos que apresentam sintomas suspeitos de COVID-19 não devem permanecer no Colégio. Caso apresentem febre na chegada, devem retornar para casa e a família orientada a levá-lo ao médico para que a suspeita seja descartada. A escola terá sala para isolamento de alunos sintomáticos. Após a saída do aluno da sala de isolamento, ela permanecerá fechada, tanto para limpeza, como para uso. O profissional que acompanhar esses alunos usará os EPI’s obrigatórios, como avental, máscara N95, máscara face shield, luvas descartáveis de procedimento. **Este material deve ser utilizado pelo tempo em que este estiver na sala e devidamente recolhido e descartado após seu uso Os alunos devem entrar com apenas uma bolsa ou mochila, evitando precisarem de ajuda para levar seus pertences.

10.3 Recreio dos alunos  Durante um período determinado pela direção, não haverá recreio livre nos pátios e quadras.  Os alunos terão um momento de descanso das aulas, na própria sala de aula, quando poderão lanchar e conversar.  Os alunos deverão trazer, preferencialmente, lanche de casa.  As cantinas devem se organizar para não haver troca de dinheiro e como irão entregar os lanches evitando aglomeração e prezando pela higiene.  Esse momento será supervisionado por funcionários. 10.4 Descanso, lanche e almoço dos colaboradores  A escala de descanso dos colaboradores deve ser organizada de forma a evitar a aglomeração.  Se for necessário, elaboraremos uma nova escala.  Se for necessário, disponibilizaremos mais uma sala para as refeições. 10.5 Organização dos ambientes  Sala dos professores e refeitórios: retirar mesas e cadeiras excedentes, deixando o distanciamento recomendado.

19


    

Salas de aula: colocar dispenser de álcool gel em todas as salas e mantê-las sempre com portas e janelas abertas. Recepção: equipar com totem de álcool gel, caixa com máscaras para visitantes (caso seja necessário), cartazes orientativos. Entradas: equipar com totem de álcool gel, cartazes orientativos, termômetros e tapetes sanitizantes. Banheiros: sempre equipados com sabão, papel toalha e dispenser de álcool gel. Cozinhas: retirar copos, xícaras, talheres e outros utensílios coletivos.

11. ENSINO HÍBRIDO E FUNCIONAMENTO PEDAGÓGICO Híbrido significa mistura. Quando falamos de ensino híbrido estamos falando de uma mistura específica: ensino presencial + ensino online. Essa é uma tendência que deve guiar a retomada às aulas presenciais.  Organizaremos a escolas para aplicar essa modalidade, considerando que o rodízio deverá ser semanal, para completar o ciclo de aulas da semana e também favorecer a identificação de estudantes doentes.  Dividir as turmas em grupos, sendo que eles irão se revezar nas aulas presenciais e online.  A transmissão será ao vivo, para evitar oportunizar o acesso às aulas para todos os alunos e manter a tranquilidade e confiança no Colégio.  Orientar os professores nas práticas e habilidades necessárias para fazer funcionar esse modelo.  Garantir que uma internet adequada para fazer as transmissões.  Quanto ao atendimento aos pais, privilegiar o atendimento remoto, através de videoconferências.  Evitar o "vai e vem" de papéis que transitam das mãos de funcionários, para professores, para alunos e depois retornam para os professores, fazendo circular em várias mãos. Iremos procurar organizar uma escola "sem papel", utilizando-se das tecnologias, principalmente do Google for Education, de aplicativos e de cópias do quadro.  A aplicação de provas será objeto de planejamento e análise da equipe pedagógica. Sugestão 1: manter a aplicação das provas em casa, através do Google Forms. Sugestão 2: aplicar as provas no Colégio e, para correção, utilizar-se do aplicativo Plickers ou similares. Dessa maneira a prova é corrigida assim que os alunos terminam e deve ser 100% múltipla escolha.  Para casas: devem serão enviados via ClassApp ou Google Classroom, sem necessidade de impressão para realizá-los.  Eventos: permanecem acontecendo online.

20


11.1 Funcionamento e organização administrativa

  

Sempre que possível, manteremos funcionários que podem fazer home office, em casa. O setor administrativo deverá manter seu funcionamento normal, atendendo, preferencialmente por telefone, e-mail e ClassApp. O horário de atendimento não será alterado.

12. REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA - PROTOCOLO ANEC de retorno às aulas presenciais. Arquivo em PDF. 2020. 24p. - Pareceres do Ministério da Saúde - Centro de Operações de Emergência (COE) – Coronavírus - Notas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) - Diretrizes nacionais para um protocolo de retorno às aulas presenciais. Conselho Nacional de Secretários de Educação - Consed/ MEC, junho de 2020 - Protocolo de retomada das aulas - Federação Nacional das Escolas Particulares (FENEP) - Coronavírus COVID-19 Informations et Recommandations Pour les eta blissements scolaires les - Ministério da Educação da França - Reopening schools when, where and how (Unesco) Plan para la transición hacia una nueva normalidad: guía de la fase 1 - Ministério da Educação da Espanha - UNESCO – COVID-19 Resposta educacional - Nota Informativa – Setor de Educação - Nota Técnica – O retorno às aulas presenciais no contexto da Pandemia da COVID-19. Todos pela Educação – Ministério da Educação do Brasil.

21


22

Profile for marketingredepiedade

Protocolo de Retorno às Aulas Presenciais  

Protocolo de Retorno às Aulas Presenciais  

Advertisement