Page 1

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES EM TORNO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE PEDAGOGIA À DISTÂNCIA OFERTA ESPECIAL-VZ Silvia Iris Afonso Lopes (Depto de Pedagogia/ UNICENTRO) sil-iris@hotmail.com

Palavras-chave: Estágio supervisionado, experiências pedagógicas, ensino à distância.

Introdução: O Estágio Supervisionado é o momento em que os acadêmicos tem contato com o contexto educacional na prática cotidiana, por meio da observação, da participação e da regência, propiciando a oportunidade de poder refletir sobre a teoria estudada e vislumbrar futuras ações pedagógicas. Segundo

Pimenta e Lima,: A finalidade do estágio supervisionado “é integrar o

processo de formação do aluno, futuro profissional, de modo a considerar o campo de atuação como objeto de análise, de investigação e de interpretação crítica, a partir dos nexos com as disciplinas do curso” (PIMENTA; LIMA, 2004, p. 24), é o momento em que os acadêmicos terão contato com o contexto educacional na prática cotidiana, por meio da observação, da participação e da regência, propiciando a oportunidade de poder refletir sobre a teoria estudada e vislumbrar futuras ações pedagógicas.

Descrição e discussão dos dados Por meio das ações desenvolvidas durante o estágio , a formação do acadêmico tornar-se-á mais significativa, principalmente quando as experiências são socializadas através de debates produzindo discussão, possibilitando uma reflexão crítica, construindo a identidade do professor e lançando, dessa forma, um novo olhar sobre o processo de ensino e aprendizagem e a função do educador neste contexto. Desse modo, o Estágio Supervisionado tem o papel de laboratório na "lapidação" do acadêmico, que busca uma maneira mais adequada de conciliar teoria e prática. Desmistificando, a incompatibilidade existente entre estas duas etapas do contexto de profissionalização educacional (teoria e prática), é a possibilidade de


articular as diferentes concepções vivenciadas na teoria e confrontá-las com a prática, ele aglutina diversas disciplinas estudadas no decorrer do curso de Pedagogia, contribuindo para a prática pedagógica. O estágio supervisionado tem como objetivo geral proporcionar ao aluno estagiário uma análise crítica das vivências de aprendizagem, dos programas de ensino, promovendo, a partir de uma visão global, condição de instrumentalizá-lo para a profissão (CHAPECÓ, 2007). Ele

é composto por: observação, participação e atuação no trabalho

desenvolvido nas etapas que o compõe: Educação infantil, Séries Iniciais do Ensino Fundamental e Gestão Escolar

perpassando a avaliação da prática de ensino,

formação inicial e continuada, e cabe ao acadêmico ministrar todas essa etapas e que conheça a população escolar e a especificidade de cada etapa da educação. Com base no que comentamos acima, gostaríamos de aqui relatar de maneira breve e sucinta

a experiência de atuação como professora auxiliar no curso de

Pedagogia da Oferta Especial Vizivali, e também neste mesmo contexto, posteriormente como coordenadora de Estágio nesta mesma modalidade de oferta no ano de dois mil e doze, podemos afirmar que a experiência foi incrível, pois na modalidade da Educação a distância a configuração do estágio é um pouco diferente do que temos no curso de pedagogia presencial, porém, as etapas de observação, participação e atuação acontecem da mesma maneira e com a mesma carga horária, pois é algo que está definido nas normativas do curso, tanto na modalidade presencial com à distância. O que se diferencia são as formas de supervisão e preparação do estágio, pois na educação à distância contamos com o apoio e orientação dos tutores presenciais e a distância e a troca de experiências e apresentação dos planos de trabalhos se dá em forma de seminário em momentos presenciais e a questão de convênios e contatos com as instituições acontecem se dão através da coordenação é um trabalho árduo, pois a distância geográfica das instituições é grande, principalmente neste contexto onde se inseriam mais de dois mil alunos, foram várias as cidades em que se realizaram o estágio, poderíamos aqui ousar em dizer que aconteceram de Norte a Sul de nosso Estado.


Para a supervisão deste estágio contamos com os professores regentes das turmas onde os estagiários estavam inseridos, pois seria impossível acompanhar todos os alunos em todas as etapas. Os professores, bem como as instituições de ensino os quais receberam os estagiários foram orientados via e-mail , via documentos e via telefone, nesse momento utilizamos as ferramentas que as tecnologias nos propiciam, caracterizando o ensino a distância, ou seja, essas ferramentas são utilitárias nessa modalidade de educação.

Realizar e supervisionar o estágio na oferta especial da Vizivali foi um desafio muito grande, pois abarcava uma demanda muito além do convencional num curso de pedagogia, outro fator que dificultou no inicio, foi a resistência por parte dos acadêmicos em realizar este estágio, pois quase que em sua totalidade os acadêmicos atuam ou já atuaram na educação como docentes do ensino fundamental, muitos já haviam até se aposentado e estavam buscando a tão sonhada conclusão de curso. Outro fator que nos chamou a atenção foi a diversidade cultural, bem como a diversidade de práticas pedagógicas que o curso à distância nos permite vislumbrar, pois nele ampliamos os horizontes, rompendo a distância física e cognitiva. Foram muitas viagens, conhecemos todos os Pólos da Educação à distância da UAB vinculados à Unicentro, Pólos pertencentes a Irati e Guarapuava. A recepção de todos eles sempre muito calorosa todos os professores e pedagogos que se deslocavam até os pólos sempre foram muito bem recebidos. Percebemos o envolvimento e dedicação dos coordenadores de pólos, dos tutores á distancia e tutores presenciais, a perfeita sintonia que havia entre eles e as equipes multidisciplinares da Unicentro. Tudo isso contribui para que o grande desafio de graduar e complementar o curso em questão fosse superado com tamanha grandiosidade e competência. Mas o que vem ao caso neste relato não é tão somente o conhecimento das culturas locais, das diferenças de regionalidades e hospitalidade do povo, mas sim o


nível de transmissão de conhecimento, troca de experiências e ideias pedagógicas, experiências profissionais que os seminários de estágio possibilitaram a todos os envolvidos neste processo, coordenadores de pólos, tutores, professores, pedagogos e acadêmicos. Sendo o seminário é uma fonte de transmissão de conhecimentos adquiridos, que tem como foco principal a oralidade. Ele pertence à categoria vinculada à exposição com base na transmissão de conhecimentos específicos (técnicos ou científicos) a respeito de um assunto /relacionado à determinada área do conhecimento, o qual neste caso relacionou-se a apresentação do plano de aula que seria aplicado no estágio de atuação na modalidade de educação infantil e ensino fundamental e da apresentação do projeto que seria aplicado por ventura do estágio em Gestão Escolar. O momento presencial que foi o seminário

tornou-se

um espaço de

possibilidades investigativas e questionamentos gerando saber individual e coletivo. A experiência no cotidiano escolar contribui para a construção da identidade profissional do estagiário, fazendo com que futuramente ele assuma determinadas posturas e consolide suas ações e intenções. Por meio de critérios, objetivos e subjetivos, nesse momento de sua trajetória acadêmica, os futuros professores e pedagogos estão fazendo escolhas (MIRANDA, 2008, p. 18) Através destes seminários vislumbramos quão grande era a

bagagem

pedagógica trazida pelos acadêmicos da Oferta Especial, portanto, era riquíssima, o seminário realmente ampliava horizontes, era sempre um momento ímpar de conhecimentos e troca de experiências, tivemos momentos em que várias duplas trouxeram o mesmo conteúdo em seus planos de aula e projetos , porém cada uma abordava dentro de uma metodologia diferenciada, enriquecendo o conteúdo e possibilitando novas formas de aplicação do mesmo assunto.

Resultados e conclusões O resultado de todo este trabalho em torno do estágio supervisionado foi excelente desde o momento em que se iniciou: a organização e sequencia didática


proposta pela professora titular da disciplina, o envolvimento dos professores auxiliares, as reuniões com tutores e professores, as web conferências, a participação dos acadêmicos nos fóruns do moodle, as orientações fornecidas pelos tutores, a realização das atividades na plataforma, bem como as etapas dos estágios, tudo contribui para o crescimento profissional e

pessoal de todos os envolvidos no

processo. A questão da organização e apoio logístico por parte da coordenação do curso também foi espetacular, a coordenação sempre se demonstrou preocupada e atenta a todos os detalhes, desde a acomodação e bem estar de todos os funcionários e professores envolvidos em todas as etapas, assegurando condições dignas de trabalho. Conhecemos lugares e pessoas diferentes, culturas distintas, costumes diversificados, tudo gerando em torno do ensino, pois não há povo, raça ou cultura que não se apoie na educação, na transmissão de conhecimentos adquiridos através dos tempos e da organização cientifica que se pauta em torno de tal conhecimento. Toda essa trajetória foi muito significativa contribuindo imensamente à formação intelectual cognitiva de todos que a perpassaram.

Referências: CHAPECÓ, Neri Antonio dos Santos. Estágio na Educação Infantil. São Paulo-SP, 2007. Disponível em <http://www.unipaulistana.edu.br/manuais/ManualEduca%C3%A7%C3%A3o-Infantil.pdf>. Acesso em 27-mar-2013. MIRANDA, M.I. (Orgs.). Estágio Supervisionado e Prática de Ensino: desafios e possibilidades. Araraquara: Junqueira & Marin; Belo Horizonte: FAPEMIG, 2008. p. 1536. PIMENTA, Selma Garrido & LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004.

29_  

sefwgweg

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you