Page 1

Domingo, 16.2.2014 / ABC DOMINGO EXPECTATIVA - “Que a Casa de Cultura Mario Quintana fique, em breve, imponente, bonita e restaurada na velha Rua da Praia, para continuar a receber nossos artistas e frequentadores”, diz o presidente da Associação dos Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana, Eduardo Vital (foto).

9

história

O Majestic rejuvenesce

Arquium/Divulgação

Fachada da Casa de Cultura está pronta tatiane brandão

No centro histórico de Porto Alegre, um dos espaços preferidos das escolas da região para visitação e considerada referência cultural no Estado, a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), que iniciou sua restauração em julho de 2013, teve mais uma etapa da reforma concluída no início do mês. Trata-se da fachada da Rua Sete de Setembro, incluindo as cúpulas e as abóbadas. Segundo o arquiteto responsável, Joel Gorski, o próximo passo agora é passar para a fachada da Rua da Praia

(Andradas) e até lá ir fazendo trabalhos na Travessa dos Cataventos. Conforme o arquiteto, foram feitos testes de cores para confirmar a cor dos pilares e aço a ser aplicada nas cúpulas do 7o andar. Além disso, foi construída uma oficina de restauração, onde portas e esquadrias removidas são restauradas e, posteriormente, devolvidas à obra. O local recebeu, ainda, pintura da fachada e do forro e recuperação da viga curva da base da cúpula do café do 7o andar, restauração das esquadrias da fachada, portas e venezianas recolo-

cadas, entre outros. E mesmo com as obras em andamento, a visitação na Casa de Cultura foi mantida e recebe cerca de 15 mil visitantes por mês. Esse número deve aumentar com a volta às aulas. Para visitar, basta obedecer os horários de funcionamento nas segundas-feiras das 14 às 21 horas, de terças a sexta das 9 às 21 horas e sábados e domingos das 12 às 21 horas. A Casa, que já foi o antigo Hotel Majestic, onde residiu o poeta Mario Quintana, fica na Rua dos Andradas, 736, no Centro Histórico da capital.

primeira FASE: trabalho, incluindo as cúpulas, deve ter fim até o final de 2014

sobre a obra A primeira fase, que inclui a reforma das fachadas e do telhado, terá o custo total de R$ 4.226.610,33 e tem previsão de 15 a 18 meses de duração. A obra teve início em julho de 2013. Orçado integralmente em R$

8 milhões, o investimento total está sendo bancado pelo Banrisul, um projeto do governo do Estado e da Associação de Amigos da Casa, aprovado pela Lei Rouanet. A segunda fase inclui modernização dos teatros, re-

vitalização dos ambientes internos, climatização e acessibilidade física e de conteúdo. O termo de parceria entre o Banrisul, Estado e Associação de Amigos da CCMQ foi assinado em dezembro de 2011.

Casadecultura nh  

NH, do Grupo Sinos, exibe matéria sobre o restauro da CCMQ, que tem realização da Associação dos Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana. P...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you