Issuu on Google+

1


2


Portf贸lio Marisa Caetano


4


Curriculum vitae nombre_ dirección_ nacionalidad_ nacimento_

información

Marisa Pinto Caetano

645 117 028

Craywinckel, nº18, 2ª 3ª 08022 Barcelona

caetano_marisa@hotmail.com caetano.marisa@gmail.com

personal

Portuguesa 09| 10| 84

experiencia entidad | fecha

Rapport | Guimarães | Portugal

01| 2010

entidad | fecha

Redpost | Santarém | Portugal

2008

2008

entidad | fecha

vizualize | Oporto

| Portugal

2008

2008

entidad | fecha

CaldeiraPintoDesigners | Braga | Portugal

2006

2008

entidad | fecha

Freelancer

2008

2011

07| 2010

Netrumos (2009 | 2011) Douro superior Douriuns

Breyner 85 | Oporto (2010)

Raul Fernandes | Arq. (2011)

Universidade Psicologia Oporto (2008)

Lookatitude (2009 | 2011)

profesional

Emotional Firewall / Elliott Oporto (2008)

Universidade Psicologia Dr. Rui Gomes

Braga (2010)

5


Curriculum vitae Formación

academica

curso entidad

Master en Packaging

10| 2010 a 27| 07| 2011

Elisava postgrado diseño y estrategia de packaging postgrado packaging. producte i mercat

curso entidad

Formación

complementaria

Herramientas

informaticas

6

curso entidad

Design Universidade Lusíada

13 | 10| 2002 a 17| 07| 07

Produção gráfica e digital Alquimia da cor

19 | 05| 2009 a 28| 10| 09

Design gráfico Ipfel

08 | 09| 2005 a 23| 12| 05

Microsoft Office | Corel Draw | AutoCad 2d & 3d | Macromedia Freehand | Adobe Photoshop Macromedia Flash | Adobe Indesign | Adobe Illustrator | Rhinoceros | Sketch Up


7


8


1

Logotipos-presentación

11 14

2

Logotipos-representación

15 42

3

líneas gráficas_ economato

43 60

4

design promocional_ campañas

61 74

5

decoración de viaturas_ y de escaparates_

75 86

7

design editorial_ revistas

87 97

9


Logotipos

11


12


Villa Bracara Animação e Inovação Social


14


identidad visual

logotipo creaci贸n y aplicaciones

15


16


identidad visual

Se considera identidad visual la forma como una empresa o entidad seĂąala su presencia en el mercado actual, ante la diversidad de empresas que son su competencia para liderar el mercado. La difusiĂłn empresarial es traspuesta a los individuos a travĂŠs de la imagen, luego marca, que caracteriza una entidad y su concepto en todo lo que es y en sus aplicaciones.

17


Animação e Inovação Social

19


representación sobre imagen

nimação e Inovação Social

20


logotipo identidad visual

animaclub

Animação e Inovação Social La entidad animaclub es una asociación que busca lo más mágico que existe en el ser humano (sonrisa/ alegría). Su trabajo se desarolla en el entorno de niños, adultos y ancianos, con base en estimulación de reac-

ciones espontáneas. Para el logotipo se traspuso estos mismos propósitos a partir de la conyugación estilizada de una sonrisa con la vogal minúscula "a", reforzando el concepto de libertad a través de líneas curvas. La misma ideología está presente en los colores utilizados.

21


representación sobre imagen

Animação e Inovação Social

22


logotipo identidad visual

Animação e Inovação Social

animaclub

Animação e Inovação Social

23


ficha tĂŠcnica de logotipo

24


25


representaci贸n sobre imagen

26


logotipo identidad visual

rapport

27


28


ficha tĂŠcnica de logotipo identidad visual

douriuns

Douriuns | Manual de identidade

Offset Pantone: 8960 C

Offset Pantone:

Offset cmyk:

34c 53m 93y 16,5k

Offset cmyk:

0c 0m 0y 70k

Offset rgb:

153r 111g 50b

Offset rgb:

109r 111g 113b

Americana

ABCDEFGHIJKLMNOPRSTUVXV abcdefghijklmnoprstuvxv

Helvetica Neue

ABCDEFGHIJKLMNOPRSTUVXV abcdefghijklmnoprstuvxv

5

29


representaci贸n sobre imagen

30


Tipografia 2 resort hotel

Utilizada na designação “resort hotel” , sentido empresarial é utilizada a Helvética 45, (45_ de-

Em prol desta imagem de marca, transparecer para os indivíduos e toda comunidade / publico alvo,

31


restyling de logotipo

Associação de Municípios Douro Superior

Logotipo Proposta 01

variações Tons de Negro

Logotipo inicial El logotipo de la asociación de municipios une seis ayuntaAssociação de Municipios mientos en la región delEntidade_ Duero (norte de Portugal). do Douro Superior Trabalho _ redesenho de Logotipo

32

Propuesta de restyling negativo sobre fundo blanco 09


Associação de Municípios Douro Superior

Associação de Municípios Douro Superior Proposta de logotipo

Logotipo Proposta 01

variações Tons claro sobre escuro

Logotipo versão de cor 02

Propuesta de restyling en contraste de positivo con negativo 10

Restyling final 08

33


Propuesta final en simulaci贸n del logotipo en una viatura conyuntamente con un imagem publicitaria y representativa de la regi贸n.

12

34


restyling propuesta

19

35


Associação de Municípios Douro Superior

Associação de Municípios Douro Superior

representaciones del logotipo Logotipo Proposta 01

variações Tons de Negro

Propuesta de restyling La representación por puntos se debe a la historia, cultura y tradiciones antropologicas de esta región. En particular en las zonas agriculas ubicadas en las largas orillas de producción de vino de Oporto.

15

Se simulaa el logotipo em proposta en algunos suportes graficos que dan cuenta del cambio de imagen y dinamismo que caracteriza esta asociación.

18

36


restyling propuesta

37

34


economato

lĂ­neas grĂĄficas

39


Animação e Inovação Social


tarjetas de visita y sobres

economato animaclub

41


42


tarjetas de visita y sobres

economato altitude

43


tarjetas de visita y sobres

economato arp

45


lĂ­nea para los clientes

economato douriuns

47


Douriuns Este hotel fue proyectado para Moncorvo, en el norte de Portugal. El imagen gráfica fue creada con base en los rasgos paisagisticos de la zona, local con trazos misticos de una evolución historica y secular desarrollada entre dos ayuntamientos y dos ríos. Por todo el entorno este local se caracteriza como unico e inigualable, así como las líneas arquitectonicas, contemporaneas y experimentales. Siguiendo esta línea de pensamiento exploramos todos los detalles para que este espacio se diferencie por recibir bien y agradar sus visitantes, ofreciendoles la calma y tranquilidad que buscan como un toque de magia. En este sentido se crearon dos líneas graficas, una específica para el público y otra para el persoal interno y admistradores. De modo que todo aquél que colabora directamente con este proyecto sienta orgullo y bienestar.

48


lĂ­nea para los clientes

economato douriuns

49


50


lĂ­nea para los clientes

economato douriuns

51


52


53


campaĂąas

design promocional

expositores trĂ­pticos flyers

55


Fecha: 2011 Para: Escola secundaria S.Pedro da Cova | Oporto Objectivo: Promocionar nuevas areas profesionales

SAÍDAS PROFISSIONAIS Curso do nível secundário de educação; Qualificação profissional de nível 3; Acesso aos Cursos de Especialização Tecnológica (CET’s); Acesso ao Ensino Superior como autopropostos;

Avaliação Modular; De acordo com o ritmo de aprendizagem do aluno; Globalizante

56

TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE


campaña de divulgacíon

escuela

57


campaĂąa de divulgacĂ­on Fecha: 2010 / 11 Para: Escola secundaria S.Pedro da Cova | Oporto Objectivo: Promocionar eventos

58


campaña de divulgacíon

breyner 85

Fecha: 2010 Para: Bar Breyner 85 | Oporto Objectivo: Promocionar evento de Divulgación de talentos noche Prêt- a- Porter; noche de Dj´s

59


sapientia

campaña de divulgacíon

flyers de actividades lona en promoción de actividades Fecha: 2007 En: Caldeira Pinto

60


campaĂąa de divulgacĂ­on

sapientia

61


grão-pará

campaña de divulgacíon

flyers de campaña banner de promociones

Esta es una campaña direccionada para el verano. divulgada a través de un banner de correo electrónico para los clientes habituales, donde se destacan los varios destinos de que este grupo empresarial dispone (1). El flyer promociona un nuevo complejo destinado a vacaciones y la ruta (por detrás).

62


flyer de lanzamiento de idea y servicios

Esta es una campaña direccionada para un público dinámico con mucha vida. En su esencia están presentes valores de identidad asumidos plenamente. En este sentido están en evidencia colores fuertes como

campaña de divulgación

smartlook

simbolismo de vivacidad, adrenalina... añadidas al desafío de decorar el própio coche, algo que para mucha gente funciona como segundo habitat, y también una expresión de su gusto, y identidad.

63


Animação e Inovação Social


trípticos y actividades

campaña de divulgacíon

animaclub

65


campaĂąa de divulgacĂ­on

66

flyers de actividades


stand_promoci贸n t贸tem informativo

campa帽a de divulgaci贸n

animaclub

67


altitude

68

totem de servicios

tot茅m de servicios y simulaci贸n en espacio ambiente con medidas para producci贸n


promoci贸n de imagen decoraci贸n de viaturas


uselabel

70

decoraci贸n de viaturas


decoraci贸n de viaturas altitude

71


promoci贸n de imagen decoraci贸n de escaparates

73


74


habitace

75


76


stand inmobiliario

decoraci贸n de escaparates

nopi

77


78


-tienda inmobiliaria

decoraci贸n de escaparates

vila bracara

79


80


design editorial revistas libros catĂĄlogos infografĂ­a


revista | propuestas

700 exemplares trimestralmente

82

Gratuita

simulaci贸n


83


simulação

NOTA BIOGRÁFICA

RUI GOMES

Promoção de Experiências Positivas em Crianças e Jovens PROGRAMA DE COMPETÊNCIAS DE VIDA

RUI GOMES I 2010

Rui Gomes licenciou-se em Psicologia, área de Psicologia Social, Comunitária e das Organizações em 1996 na Universidade do Minho, Braga. Desde essa altura, desenvolve a sua actividade profissional nesta instituição, sendo actualmente Prof. Auxiliar na Escola de Psicologia. Nesta universidade fez o Doutoramento em Psicologia, Área de conhecimento em Psicologia do Desporto (2005) e o Mestrado em Psicologia, Especialização em Psicologia Clínica (1999). Na Universidade do Minho, desenvolve actividades lectivas e de investigação em domínios relacionados com a Psicologia do Desporto e do Exercício Físico bem como em temas relacionados com o Stresse e a Saúde Ocupacional. Nestas áreas, é responsável por um grupo de investigação sobre Adaptação, Rendimento e Desenvolvimento Humano (ARDH-GI), onde reúne alunos e profissionais de diferentes vertentes profissionais e científicas. Dos trabalhos realizados por este grupo de investigação, surge o projecto de intervenção Promoção de Experiências Positivas em Crianças e Jovens (PEP-CJ).

RUI GOMES I 2010 PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS

84

5


Medidas de processo: Participantes (até aos 10 anos)

Medidas de processo: Participantes (até aos 10 anos) Promoção de Experiências Positivas – Crianças e Jovens (PEP-CJ) Avaliação Final do Módulo/Tema (Participantes) (PEP-CJ: MP- Participante) Código de identificação (consultar o manual) ______________ Idade _____ anos Sexo: Masculino ___ Feminino ___ Nome do grupo ________________________

Por favor, lê com atenção as questões que se seguem e assinala a resposta que melhor indicar a tua opinião.

Módulo/Tema a avaliar (assinala com uma cruz):

Tem em consideração o facto de não existirem respostas certas ou erradas. A tua opinião é muito importante para nós!

1. Gestão de stresse ___ 2. Motivação ___ 3. Gestão do tempo ___ 4. Resolução problemas ___ 5. Comunicação ___ 6. Trabalho em equipa ___ Por favor, lê com atenção as questões que se seguem e assinala a resposta que melhor indicar a tua opinião. Tem em consideração o facto de não existirem respostas certas ou erradas. A tua opinião é muito importante para nós!

Anexo 04 02 Modelo de Medidas de consentimento implementação:informado: Monitor

Utiliza a seguinte escala para dares a tua opinião: Discordo muito

Discordo

Concordo um pouco

Concordo muito

1

2

3

4

Discordo

Concordo um pouco

Concordo muito

Grupo de Intervenção

N/S

1

2

3

4

Concordo um pouco

Concordo muito

N/S

não sei

Discordo muito

Discordo

Concordo um pouco

Concordo muito

N/S

não sei

Após finalização da sessão

Discordo

0

PEP-CJ: MI-Monitor

Momento(s) de aplicação

0

Discordo muito

não sei

Designação da medida

N/S

não sei

Utiliza a seguinte escala para dares a tua opinião: Discordo muito

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA E FORMAÇÃO DO GRUPO

Promoção de Experiências Positivas – Crianças e Jovens (PEP-CJ) Avaliação Inicial do Programa (Participantes) (PEP-CJ: MP-Participante)

1 - O monitor/responsável conduziu muito bem este módulo/tema

1

2

3

4

0

2 - O monitor/responsável conseguiu envolver toda a gente nas actividades deste módulo/tema

1

2

3

4

0

3 - O monitor/responsável conseguiu explicar o que pretendia deste módulo/tema

1

2

3

4

0

4 - O monitor/responsável empenhou-se na realização deste módulo/tema

1

2

3

4

0

5 - O horário em que decorreu este módulo/tema foi adequado

1

2

3

4

0

6 - As actividades propostas foram adequadas

1

2

3

4

0

7 - Os materiais e/ou exemplos utilizados foram adequados

1

2

3

4

0

8 - A duração do módulo/tema foi adequada

1

2

3

4

0

9 - Gostei de participar neste módulo/tema

1

2

3

4

0

10 - Foi importante ter estado neste módulo/tema

1

2

3

4

0

11- O que aprendi foi muito útil para a minha vida

1

2

3

4

0

12 - Diverti-me neste módulo/tema

1

2

3

4

0

1 - Vou gostar de participar neste programa

1

2

3

4

2 - Para mim, é importante estar neste programa

1

2

3

4

0

3 - Sinto que posso aprender coisas úteis para a minha vida neste programa

1

2

3

4

0

4 - Sinto que me vou divertir neste programa

1

2

3

4

0

0

Podes escrever abaixo algum comentário que tenhas sobre este programa

GRUPO Ambos os grupos de idades

Podes escrever abaixo algum comentário que tenhas sobre este programa

102

PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS

PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS

101

85


simulação

MÓD01

MÓD01 TREINO COGNITIVO

MÓD03

03

TREINO COGNITIVO E EMOCIONAL

E EMOCIONAL

FICHA 3: Derrotar os obstáculos/inimigos à concretização das tarefas

MÓDULO / TEMA GESTÃO DO TEMPO

(Sessões 3, 4 e 5) Nome:

Nota 1: Se as crianças não souberem escrever, o monitor deve ir junto de cada uma delas e apontar os sentimentos que cada uma descrever.

SESSÃO 1 Treinar sentimentos positivos e negativos Duração: 1 hora

Exercício 1: Os nossos sentimentos

Exercício 2: Descrição dos sentimentos positivos e negativos

144

86

Objectivo(s) da sessão:

Exercício 3:

Olá a todos! Hoje vamos iniciar um novo módulo/tema. Este tema relaciona-se com as emoções e o modo como nos sentimos. Vai ser muito interessante falar sobre os nossos sentimentos e o modo como estes influenciam a nossa vida. É importante estarem atentos e participarem para podermos compreender bem este tema e melhorarmos a forma como nos sentimos quando enfrentamos e resolvemos os problemas que temos no nosso dia-a-dia. Vamos a isto?

Nomeação e descrição de cada “canal”

Cada um de nós já se sentiu alegre, triste, zangado, nervoso, confiante, etc. Agora imaginem que cada um destes sentimentos é um canal da televisão. Por exemplo, quando se sentem satisfeitos e contentes pode ser o “Canal Alegria”. E que tipo de programas dão no “Canal Alegria”? Por exemplo, dá o programa satisfação com uma prenda que receberam, o gosto que têm em estar com os vossos amigos, etc. Isto significa que a vossa mente, tal como a TV, tem diferentes canais!! Agora tentem imaginar que conseguem mudar a forma como se sentem do mesmo modo como conseguem mudar de canal. Não seria fantástico? Assim, por exemplo, sempre que estão num “canal” que não gostam (ex: “Canal da tristeza”) podem mudar para outro mais agradável (ex: “Canal da alegria”), bastando para tal “carregar no botão” que está na vossa cabeça. E como conseguir fazer isto?

mais importantes e que poderão acontecer quase de certeza. INIMIGO Nº 1:

Nota 2: Dada a idade dos participantes, o monitor deve procurar agrupar os sentimentos entre si (ex: contente, feliz e alegre num só), de modo a poder seleccionar dois a três sentimentos positivos e dois ou três sentimentos negativos.

i) Discriminar padrões emocionais positivos e negativos ii) Compreender os efeitos comportamentais dos padrões emocionais

Descrição da sessão

Tarefa que tenho de realizar De todos os sentimentos que descreveram vamos seleccionar os mais importantes. Quais acham que devemos escolher? Deixem-me apontar nesta folha os canais que vamos seleccionar (Ficha 2: Nomear e descrever os “canais”). Agora que apontaram bem cada um dos canais, vamos dar-lhes um nome. Como se chamarão? E que tipo de programas dão nesses canais? Como sabem que estão a dar esses canais?

“ATACANTE DO INIMIGO” (Solução)

Nota 3: É fundamental que a caracterização dos sentimentos (“canais”) seja feita a partir das experiências e situações reais das crianças (“programas”) de modo a facilitar a contextualização de ocorrência emocional.

INIMIGO Nº 2:

Muito bem, terminamos por hoje. Estou muito contente com o vosso trabalho! Até à próxima sessão.

Tarefa que tenho de realizar “ATACANTE DO INIMIGO” (Solução)

INIMIGO Nº 3:

Em primeiro lugar, tentem pensar em dois sentimentos que gostam e em dois sentimentos que não gostam. Apontem nesta ficha que vos vou dar (Ficha 1: Descrever sentimentos positivos e negativos). Muito bem! Agora digam-me o que escreveram. Vamos apontar neste quadro os sentimentos que gostam e que não gostam.

PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS

Data de hoje

Por favor, define alguns imprevistos e obstáculos à realização das tarefas do teu horário e pensa no que deves fazer, caso venham realmente a ocorrer. Descreve apenas os

Agora, vamos descrever melhor os vossos sentimentos. Como é que eles são? Como é que se sentem e o que fazem quando têm cada um destes sentimentos? O que vos leva a sentirem-se assim?

ACTIVIDADE As minhas actividades e o meu horário

Tarefa que tenho de realizar

Grupo Até aos 10 anos PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS

145

“ATACANTE DO INIMIGO” (Solução)

218

PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS


catalogo de móveis

MÓD05

05

MÓD01

06

ABORDAGEM POSITIVA NA COMUNICAÇÃO E NA GESTÃO DE CONFLITOS

MÓDULO / TEMA COMUNICAÇÃO

b´class

FICHA 4: O meu diário (Sessões 4 e 5

MÓDULO / TEMA TRABALHO EM EQUIPA Nome:

Sessão 4

Módulo/Tema em que estou a participar (assinala com uma cruz):

Gerir conflitos (situação passada)

Duração: 1 hora

Idade:

1. Gestão de stresse ___

Objectivo(s) da sessão v) Promover padrões comportamentais positivos e eficazes na gestão de conflitos

4. Resolução de problemas ___

2. Motivação ___

5. Comunicação ___

3. Gestão do tempo ___

6. Trabalho em equipa ___

O que me aconteceu? (dia ____ Mês ____ Ano ______)

Descrição da sessão Olá a todos! Na sessão anterior treinámos vários comportamentos importantes para um bom relacionamento entre as pessoas. Hoje vamos começar a ver o modo como os comportamentos positivos se podem aplicar ao vosso funcionamento no dia-a-dia. Muito bem, tinha-vos pedido para pensarem sobre uma discussão que tivessem tido e a forma como resolverem esse problema (Ficha 4: O meu diário – situação passada). Fizeram o registo? Muito bem!

Exercício 1: Análise em grupo da situação de conflito ocorrida

O que consegui fazer?

Por favor, juntem-se aqui à minha volta para falarmos das vossas situações de conflito. Gostava que cada um tentasse responder a algumas questões. Qual foi a situação? O que vos aconteceu? O que fizeram? E as outras pessoas, como se comportaram? O que aconteceu no final dessa discussão? Que resultados tiveram nessa discussão? O que poderiam ter feito de diferente?

O que me aconteceu? (dia ____ Mês ____ Ano ______)

No final, escolheremos uma ou mais situações para vermos mais em pormenor.

ACTIVIDADE Abordagem positiva na comunicação e na gestão de conflitos Grupo Até aos 10 anos

Nota 1: O monitor poderá projectar estas questões, caso existam meios multimédia, ou então escrever num quadro. Deverá assegurar-se que todos os participantes expõem as situações registadas. Caso algum participante não tenha registado qualquer conflito (ou prefira não partilhar junto do grupo) poderá assumir um conflito descrito por outro colega e efectuar a tarefa como se fosse esse membro do grupo. Caso seja evidente que praticamente ninguém realizou a tarefa, o monitor poderá disponibilizar 10 minutos para todos preencherem o respectivo diário.

O que consegui fazer?

ACTIVIDADE Saber trabalhar em equipa

Muito bem, todos apresentaram as situações de conflito, onde tiveram uma discussão. Vamos escolher uma para simularmos aqui.

PEP-CJ: PROMOÇÃO DE EXPERIÊNCIAS POSITIVAS-CRIANÇAS E JOVENS

Grupo Até aos 10 anos 261

87


guia de golf

libros_2007&2008

El Guia de golf es un anuario cuya función es dar a conocer los varios campos y clubes de golf dispersos por portugal y las islas de madeira y azores, sus ubicaciones, establecimientos recomendados y zonas de interés histórico. Es una obra compleja debido a la diversidad de la información que se recopiló. para su ejecución se han utilizado varias herramientas, como por ejemplo el indesign.

88


revista de inmuebles

habitace

Demostración del interior de la revista. Organización de los inmuebles por una coordinación geométrica de cuadrículas.

Habitace, esta retrata, a través de la portada, un cambio de imagen en esta empresa que es un conglomerado de 6 empresas inmobiliarias.

89


simulação

revista | propostas

Este catálogo insere-se numa sequência de campanhas para a divulgação de uma nova linha de mobiliario minimal e elegante, caracterizado pela qualidade em todas as peças e nos pormenores cuidados.

90

O seu lançamento coincide com o início de uma nova estação/colecção. Para a concretização do objectivo é necessario deixar que a imagem (visão de um produto) seja totalmente destacada. Criando uma ideia de elegância, bem-estar e conforto, provocando senções e emoções que despertem a curiosidade de conhecer realmente as peças e usufruir destas. Comprovando a qualidade pela descrição de texto em baixo.


catalogo de muebles b´class

91


infografia

92

sis達o


93


Design Portfolio