Page 38

De modo a utilizar o sistema de limitação de dose para o controle de eliminação de rejeito radioativo, é necessário avaliar o impacto radiológico, a partir do local de descarte até o ser humano. Para tanto, identifica-se o grupo de indivíduos mais expostos de uma população, chamado grupo crítico, e considera-se, também, a população como um todo (dose coletiva). Para a avaliação dessas doses, empregam-se modelos matemáticos que descrevam os diversos caminhos dos radionuclideos até o homem, caminhos esses que envolvem diversos fatores como dispersão no ar e na água, deposição ou migração no solo, ingestão por animais, bioacumulação, irrigação e hábitos alimentares.

3.9.2 REJEITOS INFECTADOS O rejeito infectado, como, por exemplo, seringas com amostras de sangue, deve ser esterilizado com produtos químicos, como permanganato de potássio ou hipoclorito de sódio, permanecendo submerso por, pelo menos, doze horas. A atividade remanescente no líquido de esterilização deve ser determinada, para fins de eliminação. Os rejeitos contaminados com bactérias, protozoários, insetos, etc., que sejam de alguma forma considerados patogênicos, devem sofrer um rigoroso controle de qualidade, de forma que sua liberação seja feita com segurança para a saúde e o meio ambiente. Os rejeitos radioativos devem ser imediatamente identificados, classificados, registrados em ficha de controle, acondicionados e armazenados em local adequado. Os rejeitos que estiverem abaixo do limite de isenção devem ter o mesmo destino que o lixo comum da instalação. Materiais ou equipamentos ainda úteis devem ser descontaminados para reutilização ou reciclagem, reduzindo, sempre que possível, o volume de rejeitos gerados.

3.9.3 PRINCIPAIS ASPECTOS ASSOCIADOS À GERÊNCIA DE REJEITOS RADIOATIVOS

38

DESENVOLVIMENTO DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EM RADIOPROTEÇÃO APLICADO A MEDICINA NUCLEAR  

Monografia da aluna Sarah Dias para conclusao de curso de Fisica na PUC/SP

DESENVOLVIMENTO DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EM RADIOPROTEÇÃO APLICADO A MEDICINA NUCLEAR  

Monografia da aluna Sarah Dias para conclusao de curso de Fisica na PUC/SP

Advertisement