Issuu on Google+


ACORDO COM A CABEÇA AINDA PESADA. OU SERÁ QUE AINDA ESTOU A SONHAR?


CHAMAM-LHE A MENTAL ONDE S O EU, O OUTRO E ISTO DENTRO DO FAZ DE NÓS HUM O CÉREBRO.


A PIOR DOENÇA SE VIVE COM E O NÓS, TUDO O ORGÃO QUE MANOS:


SINTO-ME BEM! SINTO-ME BEM! INUNDADA INUNDADA PELOS CHEIROS PELOS CHEIROS DAS FLORES E DAS FLORES E OS SONS DA OS SONS DA NATRUREZA. NATRUREZA. SINTO-ME EM SINTO-ME EM CASA. CASA.


A FRESCURA ESCAPA-ME ENTRE OS DEDOS E SALPICA O ESPELHO DO CÉU.


QUENTE! O SOL NA MINHA CARA ILUMINA OS MEUS PENSAMENTOS E AQUECE A CERTEZA DE QUE SOU LIVRE.


VOLTA SÃO AS PALAVRAS QUE OUÇO, SEGUIDAS DO ACOMPANHANTE ABITUAL.


RETORNO A REALIDADE


SERÁ PREFERÍVEL VIVER NO MUNDO “DITO“ REAL OU NA FANTASIA?


CRIATIVIDADE ESQUIZOFRÉNICA