Page 1

Relatório -­‐  1ª  Feira  Favela  Cria1va   Relatório  de  execução  da  1ª  Feira  Favela  Cria6va,  Feira  de  Negócios  para  empreendedores   culturais  de  territórios  pacificados  no  âmbito  do  projeto  Favela  Cria6va.  


Obje1vos   Obje1vo  Geral     A  realização  da  1ª  Feira  Favela  Cria6va  teve  dois  focos  principais:  o  primeiro  foi  direcionar  os   projetos   pré-­‐selecionados   a   parceiros   e   patrocinadores   interessados   em   inves6r   em   ações   sócioculturais  em  diferentes  territórios  do  Estado  do  Rio  de  Janeiro,  possibilitando  que  esses   projetos   ingressassem   no   circuito   de   grandes   apoiadores   e   conhecessem   novas   possibilidades   de   incen6vo   no   âmbito   cultural.   O   segundo   foco   foi   criar   uma   rede   de   colabora6vidade,   conectando   agitadores   culturais   com   projetos   e   obje6vos   similares,   de   modo  a  ampliar  a  margem  de  atuação  dos  mesmos.     O  primeiro  obje6vo  foi  a6ngido  através  dos  esforços  por  atrair  patrocinadores  em  potencial   para  conhecer  a  Feira  de  Empreendedorismo,  além  daqueles  que  já  compunham  a  cartela  de   apoiadores  oficiais.  Citamos  como  exemplos  a  Caixa  Econômica  Federal,  Petrobras  e  o  Sesc   Rio,  que  es6veram  presentes  durante  nossa  programação.  


Além disso,   o   obje6vo   de   ampliar   a   rede   entre   jovens   empreendedores   culturais   de   diferentes  territórios  foi  possível,  principalmente,  devido  ao  interesse  de  cada  projeto  que   compreendeu   a   oportunidade   que   recebeu   de   apresentar   sua   inicia6va   para   outros   produtores,  trocar  experiências  e  vislumbrar  possíveis  parcerias  que  possibilitarão  conexões   futuras.   Para   o   máximo   de   aproveitamento   desse   encontro   entre   empreendedores,   foram   planejadas  palestras,  maratonas  de  consultorias,  apresentações  culturais  e  de  projetos  (os   pitchings).     Através  do  feedback  dos  envolvidos  –  palestrantes,  empreendedores  e  consultores  –  pode-­‐ se  afirmar  que  tais  a6vidades  ob6veram  sucesso  em  suas  propostas  e  execuções.    


Metodologia   O  projeto  foi  criado  para  atender,  em  especial,  aos  empreendedores  selecionados  pelo   edital  de  Empreendimentos  Cria6vos  para  que  as  ações  realizadas  na  Feira  de  Negócios   de  fato  atendessem  às  suas  demandas  e  que  incluíssem  as  especificidades  das  diferentes   áreas  contempladas  pelo  edital.   O   primeiro   contato   entre   a   equipe   da   Mil   e   Uma   Imagens   Comunicação   e   os   53   empreendedores  pré-­‐selecionados  foi  feito  a  par6r  da  lista  fornecida  pela  Secretaria  de   Estado  de  Cultura  do  Rio  de  Janeiro.     No   dia   9   de   janeiro   foi   enviado   o   email   “Carta   de   Boas   Vindas”   contendo   as   principais   informações   a   respeito   da   par6cipação   dos   empreendedores   na   Feira,   como   programação,   ordem   de   apresentações   e   possibilidades   de   intervenções   arcs6cas   e     exposições  de  materiais  e  vídeos  ins6tucionais.   A   par6r   desse   momento,   um   canal   de   comunicação   entre   a   produção   e   os   empreendedores   se   consolidou,   atendendo   a   diferentes   demandas   e   orientando   sobre   possíveis  dúvidas  e  procedimentos.    


Credenciamento

A primeira   a6vidade   da   1ª   Feira   Favela   Cria6va   foi   o   credenciamento   para   empreendedores,  palestrantes,  patrocinadores,  imprensa,  consultores  e  visitantes.    


Palestras Em  27/01  -­‐  Economia  Cria6va  –  Palestrantes:  Marcello  Dugheju  e  Marta  Porto.  Mediação   Tiago  Gomes   Em   28/01   -­‐   Formação   Arcs6ca     -­‐   Palestrantes:   Junior   Perim   e   Gu6   Fraga.   Mediação:   Vera   Saboya.   Em   29/01   -­‐   Fomento   -­‐   Palestrantes:   Paulo   Bicalho   e   Ta6ana   Richards.   Mediação:   Pedro   Veiga.  


Espaço Exposi1vo   Em  nossa  cenografia  foi   reservado  um  espaço  onde  os   empreendedores  puderam   expôr  seus  projetos  e/ou   produtos,  divulgando  suas   ações.  Materiais  gráficos,   artesanatos,  CDs  e  livros   compuseram  o  ambiente,   colaborando  com  o  ambiente   de  troca  proposta.     Cerca  de  35  empreendedores   expuseram  seus  produtos,  que   foram  em  sua  maioria,  ligados  à   moda,  artesanato  ou  música.   Mas  foram,  ainda,     apresentados  ao  público   diferentes  projetos  em  folhetos,   imagens,  etc.  


Maratonas de  consultorias   Consultorias  de  Marke6ng,  Finanças  e  Captação  de  Recursos  para  proponentes  de  projetos   culturais   selecionados   pelo   edital   de   Empreendimentos   Cria6vos   e   mediadas   por   Ibson   Santos,   Plínio   Marcus,   Sérgio   Mello,   consultores   do   SEBRAE,   divididas   pelos   três   dias   de   Feira  com  dois  períodos  cada  (manhã  e  tarde).   O   acesso   a   esta   a6vidade   foi   gratuito   através   de   inscrições   online   e   controlado   por   confirmação  de  presença  na  recepção.  


Pitchings Apresentações   dos   projetos   selecionados   pelo   edital   de   Empreendimentos   Cria6vos,   mediadas  por  Daiane  Ramos  e  Ivana  Beltrão,  com  duração  de  oito  minutos  cada.       As  apresentações  foram  divididas  da  seguinte  forma:     Ordem  de  apresentação  -­‐  Dia  27  

Ordem de  apresentação  -­‐  Dia  28  

A par1r  das  11h  

A par1r  das  11h  

A Grife  das  Favelas  

Arte na  João  -­‐  Projeto  XXIII  

Atelier Escola  iMUNDO  

Barraco#55

Criart

Cultura na  cesta  -­‐  Ponto  da  palavra  

Ilumin[AÇÃO]

Enciclopédia do  Funk  

Jardim Suspenso  

Esquina Editorial  

Pedacinho de  Mim  

Formação de  Jovens  Escritores  

Circuito Cultural  Cantagalo  

Livro Morro  da  Favela  

Espaço Cultural  Mirante  da  Babilônia  

Revista Funkonline  

Feira Aquarela  do  Pavão  

Sarau V  -­‐  Na  rua  se  respira  poesia  

Guiadas Urbanas  

Caxambu do  Salgueiro  

Agência de  Comunicação  Comunitária  de  Manguinhos  

Embaixada Hip-­‐Hop  

Entre o  céu  e  a  favela  -­‐  Providência  Portal  Cultural  

Nêga Rosa  

Voz Periférica  

Projeto Liberdade   Semente  do  Salgueiro  


Ordem de  apresentação  –  Dia  27  

Ordem de  apresentação  –  Dia  28  

A par1r  das  15h  

A par1r  das  15h  

2º Fes6val  Favela  em  Dança  

Escola de  Chorinho  Meninos  de  Luz  

Bboy Confronto  –  2015  

Estúdio Espaço  Borelidade  

Dança do  Passinho  Tabajara  

Estúdio Nosso  

FACE -­‐  Fabrica  Arcs6ca  de  Criação  de  Espetáculos  

Harmonicanto Cria6vo  

Funk Brasil  –  40  anos  de  baile  

Mistura Funk  -­‐  Gravação  do  CD  do  grupo  Funk  Social  Club  

Lona na  Lua  -­‐  Cidadania  e  Arte  

Caminho das  Pedras  

Manutenção do  Grupo  Manguinhos  em  Cena  

Documentário "Tá  no  Ar?!"  

Mundo Novo  da  Cultura  Viva  

Favela Hits  

PoDe-­‐c! -­‐  Polo  de  Desenvolvimento  Cultural  do  Andaraí  

FUNK -­‐  Que  negócio  é  esse?  

RADAR -­‐  Rede  de  ar6culação  e  dinamização  de  das  artes  

Janela Cultural  Carioca  

Baile Black  Bom  

Memórias do  Funk  

ButekoBatuke

Mostra de  Filmes  "  Imagens  e  Complexos”  

Encontro do  Charme  

Traços da  Lei  II  


Apresentações culturais   Ao  final  de  cada  dia,  foram  realizadas  apresentações  arcs6cas  compostas  por  um  Baile   Funk  (27/01)  ,    uma  Roda  de  Samba  (28/01)  e  por  um  Baile  Charme  (29/01)  .   Baile  Funk  –  Terça,  dia  27   • O   primeiro   dia   do   evento   contou   com   a   par6cipação   dos   DJs   Mam   e   Batu6nha.   O   primeiro   a   tocar   reuniu   um   bom   número   de   jovens   dançando   na   Área   de   Convivência   (lounge   do   8º   andar),   no   entanto,  a  apresentação  terminou  antes  do   previsto.  A  abertura  da  Feira  foi  às  9h,  com   o   credenciamento   dos   empreendedores.   Às   20h30,   quando   o   DJ   Batu6nha   deveria   se   apresentar,   o   público   já   havia   se   re6rado   devido   o   ao   cansaço   provocado   pelo  grande  número  de  a6vidades  do  dia  e   também   por   condições   do   transporte   público.  


Roda de  Samba  –  Quarta,  dia  28  

A atração   musical   da   segunda   noite   agitou   os   par6cipantes   da   1ª   Feira   Favela   Cria6va.   Mesmo   cansados,   jovens   empreendedores,   parceiros   e   equipe,   entraram   na  roda,  sambando  ao  som  de  grandes  clássicos  do  samba  carioca  interpretados   pelo  sambista  Vitor  Art.  


Baile Charme  –  Quinta,  dia  29   DJ  Michell  e  seus  bailarinos  animaram  o  úl6mo  dia  da  1ª  Feira.  O  clima  que  já  era  bom   com  o  anúncio  dos  40  selecionados  ficou  ainda  melhor  com  os  clássicos  do  blackmusic.   Viaduto  de  Madureira  invadiu  o  Rio  Cria6vo  e  encerrou  o  evento  com  chave  de  ouro.  


Vídeos Ins1tucionais   Como   uma   forma     complementar   de   apresentar   os   projetos,   foi   disponibilizado   um   espaço   para   a   veiculação   de   vídeos   ins6tucionais   de   até   dez   minutos   dos   projetos   pré-­‐ selecionados.   Ao   todo   foram   selecionados   21   vídeos,   que   foram   apresentados   em   três   monitores  de  TVs  –  dois  na  Área  de  Convivência  e  um  na  recepção  da  Feira.  


Exposição dos  patrocinadores  e  apoiadores   Espaço   (estandes   personalizados)   para   que   parceiros   da   Feira   (Rio   +   Social,   AgeRio,     SEBRAE,   Secretaria   de     Estado   de   Esporte,   Lazer   e   Juventude,   SEC)   que     apresentaram   diretamente  ao  público  da  feira,  suas  ações  de  financiamento  e  apoio  a  projetos  culturais.   Nesse   espaço,   destacamos   o   estande   da   Light,   patrocinadora   da   Feira,   com   uma   exposição  intera6va  sobre  consumo  consciente.  


Avaliação Avaliação  dos  40  projetos   selecionados  que  receberam   o  selo  Favela  Cria6va  por   uma  banca  de  seleção   formada  por  representantes   dos  patrocinadores  e  SEC-­‐RJ:   Fernanda  Buarque  de   Hollanda,  Tiago  Gomes,   Thiago  Engels,  Vera   Schroeder,  Cris6ana   Tepedino,  Jéssica  Ohana  e   Estela  Alves.  


Metas /  Indicadores   • Meta:  promover  uma  Feira  de  Empreendimento  Cultural  em  janeiro  de  2015;   • Indicador:  a  feira  foi  realizada  conforme  a  proposta  entregue  (ver  programação  em   anexo);   • Meta:   envolver   na   feira   empreendimentos   selecionados   pelo   edital   de   Empreendimentos   Cria6vos   nas   apresentações   de   projetos,   maratonas   de   consultorias,  palestras  e  pitchings;     • Indicador:   os   jovens   selecionados   par6ciparam   de   todas   as   a6vidades   propostas,   além   de   público   extra,   inscrito   nas   vagas   sobressalentes,   conforme   listas   de   presenças  e  avaliação  dos  par6cipantes  (ver  planilha  em  anexo);  


Números Consultorias:  191  inscrições  prévias     para  66h  vagas  disponibilizadas;   Palestras:  251  inscrições  prévias;   Cursos:  203  inscrições  prévias.     Meta:  envolver  empresas  e  ins6tuições     interessadas  em  patrocinar  ou  apoiar  projetos  culturais.     Indicador:   Presença   de   empresas   e   ins6tuições   nas   palestras   (Paulo   Bicalho/Light,   Pedro   Veiga/Rio  +  Social/IPP),  nas  bancas  dos  pitchings  e  em  espaços  exposi6vos  da  feira.   Meta:  realizar  Maratonas  de  consultorias  entre  os  jovens  dos  projetos  selecionados  pelo   edital  de  Empreendimentos  Cria6vos  e  consultores  de  ins6tuições  parceiras;     Indicador:   Todos   os   horários   das   Maratonas   de   Consultorias   foram   preenchidos   pelos   empreendedores  selecionados  e  públicos  extras,  conforme  listas  de  presença  e  a  avaliação   dos   consultores.   Foram   oferecidos   mais   33   horas   além   do   previsto   inicialmente,   totalizando  99  horas  de  Consultorias  (ver  planilha  em  anexo).    


Meta: realizar   cursos   para   os   jovens   dos   projetos   selecionados   pelo   edital   de   Empreendimentos  Cria6vos  e  público  em  geral;   Indicador:  todos  os  cursos  6veram  um  público  expressivo,  formado  pelos  empreendedores   selecionados   e   público   em   geral.   O   total   é   de   203   pessoas   inscritas   (ver   planilha   em   anexo).       Meta:  realizar  apresentações  culturais  para  cerca  de  120  pessoas  a  cada  dia.   Indicador:  quan6dade  de  público  nos  três  dias  de  apresentações  culturais,  registradas  em   fotos  e  vídeos  e  avaliação  (por  amostragem)  do  público.   Foram  realizadas  três  apresentações  culturais  (ver  registros  de  foto  e  video).     O  público  dessa  a6vidade  foi  abaixo  do  previsto.  Segundo  o  que  foi  apurado  as  principais   razões   foram:   cansaço   provocado   pelo   grande   número   de   a6vidades   ao   longos   dos   dias;   a   dificuldade  de  transporte  no  horário  noturno,  a  maioria  das  pessoas  moram  longe  e  a  não   houve   distribuição   de   lanches,   pois   a   maioria   não   6nha   verba   para   alimentação,   mesmo   com  os  preços  populares  dos  produtos  vendidos  na  can6na.  


Comunicação integrada   A   proposta   executada   de   comunicação   integrada   par6u   do   princípio   de   que   todos   que   atuam  na  comunicação  (seja  com  texto  ou  imagens)  deveriam  se  conhecer  e  trabalhar  de   forma  alinhada.     Assim,   o   processo   foi   iniciado   com   a   apresentação   de   Marcelle   Braga,   representando   a   empresa  Paralelo  Comunicação  (assessoria  de  imprensa),  ao  José  Emilio  Rondeau  da  SEC/ Ascom  e  de  Rodrigo  Nogueira  e  Vitor  Mendes,  da  Mar6nica  Digital  (site  e  mídias  sociais),   para  que  o  conteúdo  gerado  pela  Feira  alcançasse  a  meta  de  informar  e  divulgar  as  ações   do  projeto.   No   segundo   momento,   a   equipe   de   comunicação   agregou   dois   novos   membros:   a     MobContent  a  fotógrafa  Rosilene  Milio„,  da  agência  Imagens  do  Povo.     E  funcionou  da  seguinte  forma:  MaiteBlancquaert,  Rosilene  Milio„  e  a  equipe  de  vídeo  da   MobContent  captavam  conteúdo  e  imagens  que  foram  repassados  para  Mar6nica  Digital   postar  quase  que  imediatamente,  colocando  no  ar  o  que  acontecia,  convidando  o  público   para  as  próximas  atrações  do  mesmo  dia  ou  do  dia  seguinte.  


Ao final   do   dia,   “pílulas   de   vídeo”   eram   divulgadas   com   os   resumos   do   dia,   também   produzido  a  par6r  de  um  briefing  comum.     Essa  agilidade  foi  fundamental  para  o  sucesso  do  evento  e  não  poderia  ter  acontecido  se   não   houvesse   parceiros   de   qualidade   que   acreditaram   na   proposta,   trabalharam   com   empenho  e  atuaram  de  forma  colabora6va  (ver  foto,  video  e  midias  sociais  em  anexo)  .  


Clipping FFC_ODia_240114

A divulgação da 1ª Feira Favela Criativa se estendeu por variadas plataformas e meios de comunicação, atingindo diferentes públicos (ver clipping).


Premiação de  40  projetos   Indicador:  40  projetos  premiados  com  o  selo  da  SEC-­‐RJ,  avaliados  pela  banca  de  seleção.       A  cerimônia  de  apresentação  foi  realizada  na  Área  de  Convivência,  com  a  apresentação  de   Tiago  Gomes,  Gerente  de  Cultura  Urbana,  e  Jessica  Ohana,  Superintendente  da  Juventude   da  Secretaria  de  Estado  de  Esporte,  Lazer  e  Juventude.  Os  prêmios  foram  entregues  por   Eva   Doris   Rosental,   Secretária   de   Cultura   de   Estado;   Paulo   Bicalho,   gerente   Ins6tuto   Light;   Pedro  Veiga,  do  Rio  +  Social  e  Rogério  Bijar  -­‐  Chefe  de  Gabinete  da  Secretaria  Estadual  de   Ciência  e  Tecnologia  do  Rio  de  Janeiro.  


Encerramento

A entrega  dos  40  Selos  aos  projetos  premiados,    momento  máximo  da  1ª  Feira  Favela   Cria6va,  contou  com  a  presença  da  equipe  da  Secretaria  de  Estado  de  Cultura  do  Rio   de   Janeiro,   da   Secretaria   de     Estado   de   Esporte,   Lazer   e   Juventude   da     e   dos   principais   parceiros,   como   o   Ins6tuto   Light,   IPP   Social   e   a   Secretaria   Estadual   de   Ciência   e   Tecnologia  do  Rio  de  Janeiro.  


Conclusão

A  1ª  Feira  Favela  Cria6va  foi  um   grande  sucesso  tanto  em  suas   ações  presenciais  (palestras,   apresentações  de  projetos,   cursos  e  consultorias),   pres6giadas  por  um  público   muito  atento  e  par6cipa6vo,   quanto  nas  redes  sociais  onde  o   evento  teve  grande   repercussão,  com  mais  de  22   mil  visualizações.   O  Rio  Cria6vo,  com  uma   ambientação  feita   especialmente  para  a  Feira,  foi   um  espaço  acolhedor  e  atendeu   bem  às  necessidades  da  Feira,   contribuindo  para  o  seu   impacto.  


Ações desenvolvidas:   • Realização  de  um  escopo  do  projeto,  com  o  detalhamento  das  ações;     • Elaboração  do  projeto  de  cenografia;     • Elaboração  do  plano  de  comunicação;   • Prospecção  de  parcerias  estratégicas  com  empresas  e  ins6tuições;   • Organização  dos  pitchings  –  agendamento  com  empreendimentos  e  bancas  e   suporte  para  apresentações;   • Organização  das  Maratonas  de  Consultorias  –  agendamento  com  empreendedores,   público  em  geral  e  consultores;   • Produção  das  apresentações  arcs6cas  –  seleção  dos  grupos  arcs6cos  e  atendimento   às  necessidades  técnicas;   • Produção  do  cenário;   • Realização  das  ações  de  comunicação;   • Realização  do  evento  (abertura/encerramento,  palestras,  pitchings,  rodadas  de   consultorias,  apresentações  arcs6cas,  apresentação  de  projetos  e  dos   patrocinadores);   • Registro  em  vídeo  e  foto;   • Apresentação  de  relatório  circunstancial.  


Anexos • Programação  da  1ª  Feira  Favela  Cria6va   • Relatório  de  Comunicação  (assessoria  de   imprensa,  mídias  sociais,  vídeos  e  fotos);   • Resultado  da  pesquisa  de  opinião;   • Planilhas  com  as  par6cipações  por   a6vidade;   • Mensagens  do  painel  de  post-­‐it.  


Conteúdo e  Comunicação  

Coordenação Geral:  Marina  Vieira   Produção  Execu1va:  Joanna  Savaglia   Produção:  Camilla  Leal  e  Jessica  Oliveira   Assistência  de  produção:  Leony  Lopes,  Pedro  Nunes  e  Vitor  Nadas   Cenografia:  Daniel  Duschenes   Fotografia:  Rosilene  Milio„   Assessoria  de  Comunicação:  Paralelo  Comunicação   Mídias  Sociais:  Mar6nica  Digital   Vídeo:  MobContent   Som:  BJ  Produções  Arcs6cas   Coordenação  Administra1va:  Patrícia  Basílio   Consultoria  Jurídica:  Henri  Lellis   Agradecimento  especial:  Equipe  Rio  Cria6vo  

Relatório 1 a feira favela criativa  
Relatório 1 a feira favela criativa  

Relatório sobre a 1.Feira Favela Criativa que aconteceu de 29 a 31 de janeiro no Rio de Janeiro, reunindo empreendedores culturais de comun...

Advertisement