Page 85

A cabeça de Gregory ergueu, e Ivy agarrou a borda da manta. "Parece que você encontrou algo melhor para fazer", disse Eric, e acenou para Ivy. Gregory se levantou. Ivy puxou a manta em volta dela, como se Eric a tivesse pego sem roupa. A maneira como ele olhou para ela, sentia-se nua. Sentia-se exposta. Eric riu. "Eu vi um filme sobre uma irmã que não conseguia manter suas mãos fora seu irmão." "É meio-irmão," disse Gregory. Ivy se encolheu dentro da manta. "Tanto faz. Eu acho que você superou Tristan, né?" Eric disse. "Gregory te curou?" "Diga adeus, Eric", alertou Gregory. "Ele é melhor nisso do que Tristan?" Eric perguntou, sua voz baixa e suave. "Ele com certeza tem todos os movimentos." Suas palavras eram como cobras trabalhando na mente de Ivy. "Cala boco!" Gregory gritou, ficando em pé. "Mas você sabia, não é?" Eric continuou com uma voz sedosa. "Você sabia sobre Gregory, porque as meninas falam." "Saia daqui!" "Suzanne deve ter te dito," Eric prosseguiu. "Estou avisando." Suzanne teria dito a seu melhor amiga o quão quente Gregory é ", disse Eric, contorcendo os quadris. "Saia da minha propriedade!" Eric virou-se para Gregory e riu. "Sua propriedade?" Ele esticou os lábios em um sorriso exagerado. "Sua? Talvez um dia, se você tiver sorte." Gregory ficou em silêncio por um momento, depois falou com uma voz que era legal, mas ameaçadora. "É melhor que eu seja, Eric. Porque se eu estou sem sorte, você está, também." Ele deu alguns passos mais perto de seu amigo. Eric se foi. Ele olhou por cima do ombro e riu, como uma criança pulando e os outros se atrevendo a pegá-lo, mas houve uma borda para o riso maníaco que fez o sangue de Ivy gelar. Philip, que tinha saído da casa quando ouviu os gritos, agora correu pelo gramado para eles. "O que há de errado?" ele perguntou. Ele olhou de Gregory para Ivy, que estava de pé ao lado dele, ainda embrulhada na manta. "O que aconteceu?"

Beijada por um anjo vol 2 a força do amor  
Advertisement