Page 73

Mas estava tão errado assim, cuidar de alguém que cuidou dela? Era errado, querer tocar em alguém que a tocava amavelmente? O que é errado, mudando de idéia sobre Gregory? Ivy nunca se sentiu tão confusa. Só uma coisa era clara: ela ia ter que ter mais atenção as suas ações e se concentrar no que ela estava fazendo, ela disse a si mesma, justo quando se chocou com um carrinho de bebê. "Oops. Desculpe." A mulher que empurrava o carrinho sorriu, e Ivy devolveu o sorriso, então novamente se chocou em um carrinho que vende brincos e correntes. Tudo tilintava. "Desculpe. Desculpe." Por pouco, ela evitou uma lixeira, então foi direto para o Café Mill. Ivy tomou sua xícara de cappuccino no lugar mais afastando do shopping. As duas grandes lojas que estavam lá estavam fechadas, e várias luzes tinham queimado. Ela se sentou em um banco vazio no crepúsculo artificial, tomando sua bebida. Vozes dos compradores do outro lado do shopping a envolvia em ondas suaves que nunca a tocavam completamente. Ivy fechou os olhos por um momento, aproveitando a solidão. Então ela abriu, virando a cabeça rapidamente, surpreendida por três vozes distintas para a direita dela. Uma delas era muito familiar. "Está tudo lá", disse ele. "Eu vou contar." "Você não confia em mim?" "Eu disse que vou contar. Verifica com isso se confio em você." Em um túnel mal iluminado que levava para a garagem, Gregory, Eric, e uma terceira pessoa estavam falando, sem perceber que alguém estava prestando atenção. Quando a terceira pessoa virou a cabeça para a luz. Ivy mal podia acreditar em seus olhos. Ela o tinha visto fora da escola e sabia que ele era traficante de drogas. Mas quando ela viu Gregory dar um saco ao vendedor, o que ela realmente não podia acreditar era como ela tinha esquecido do outro lado de Gregory. Como tinha chegado tão perto de um rapaz cujos amigos eram ricos e arrojados? Como tinha vindo a confiar em alguém que, entediado com o que ele tinha, assumia riscos estúpidos? Por que ela confiava em uma pessoa que jogava jogos perigosos com seus amigos, sem importar em quem ia doer? Tristan tinha avisado uma vez, antes que a noite na ponte dos trens, antes que a noite que Will quase foi morto. Mas Ivy pensei que Gregory havia mudado desde então. Nas últimas quatro semanas ele tinha... Bem, obviamente, ela estava errada. Ela levantou bruscamente do banco, respingando cappuccino na parte da frente de sua roupa. Tristan! Ela grito silenciosamente. Me ajuda, Tristan! Me ajude a manter minha cabeça clara! Ela correu pelo corredor até a área mais clara do shopping. Ela foi correndo para a escada rolante

Beijada por um anjo vol 2 a força do amor  
Advertisement