Page 71

Eric! Caroline olhou ao redor, e eles também. As cortinas estavam abertas na grande janela, ele podia ver as nuvens escuras reunidas no lado ocidental do céu. Em um vaso tinha uma rosa de cabo longo, ainda estava em botão. Caroline estava sentada a sua frente, sorrindo para ele. Agora ela estava franzindo a testa. A memória saltou, como um filme mal emendados, faltando pedaços dele. Sorrindo, franzindo a testa, sorrindo novamente. Tristan mal conseguia ouvir as palavras ditas, elas foram afogadas por ondas de emoção. Caroline jogou a cabeça para trás e riu. Ela riu quase histericamente, e Tristan sentiu uma imensa sensação de medo e frustração. Ela riu e riu, e Tristan pensou que ele ia explodir com a força da frustração de Eric. Ele agarrou os braços de Caroline e sacudiu, o fez com tanta força que sua cabeça balançou para trás e para frente como a de uma boneca de pano. De repente, ouviu as palavras que gritou para ela: "Ouça-me. Estou falando serio! Não é uma piada. A única que ri é você. Não é uma piada!" Então Tristan sentiu uma pressão apertando a cabeça, comprimindo sua mente de forma tão intensa que pensou que ele iria se dissolver. Caroline e o quarto se dissolveram, como uma cena de um filme se desintegrando diante de seus olhos, a tela ficou preta. Eric tinha apagado a memória. Seu próprio quarto, de repente, voltou à ribalta. Tristan se levantou e movimentou com Eric pelo quarto. Ele observou os dedos abrirem uma mochila e retirar um envelope. Eric balançou as pílulas coloridas na mão trêmula, levando a boca e engoliu. Agora, Tristan pensou, era o momento de levar a sério as advertências de Lacey sobre uma mente envenenada por drogas. Ele saiu rapidamente dali.

Beijada por um anjo vol 2 a força do amor  
Advertisement