Page 1

Escândalos e crimes que ninguém mais fala

João Simão vai a júri popular dia 8

Empregados de farmácias terão 6,5% de reajuste Página 5

JORNAL

O advogado é acusado pelo Ministério Público de ser o mandante da tentativa de assassinato do jornalista José Ursílio e senta no banco dos réus em novembro. Página 12

Veja alguns dos casos que sumiram da mídia chapa branca que assola a cidade. Entre eles a máfia da merenda, o atentando da CMN entre outros. Páginas 10 e 11

Livre MARÍLIA

Notícia, verdade e credibilidade. Jornal semanário - R$ 1,00 Ano I - Nº 7 Marília, Setembro de 2012 Para anunciar 3221-4455

www.marilialivre.com.br

Notícia em tempo real.

Voto útil preocupa os Camarinha

Renúncia de Vinícius dá vaga para Rio Preto

Pai e filho estão preocupados. A dupla que tenta recuperar o poder em Marília mais que desgrudar a imagem entre ambos agora teme que mais uma vez os indecisos optem pelo voto útil dando a vitória ao segundo colocado nas pesquisas. Página 2

Caso eleito prefeito e venha renunciar o mandato de deputado estadual, Marília perde a vaga para São José do Rio Preto. Na foto, Orlando José Bolçone, suplente de Vinícius, que assume o cargo. Página10

Orlando Bolçone, de Rio Preto

Indenizações milionárias e o descaso da Circular Apenas neste ano valores ultrapassam R$ 3,3 milhões. Na Justiça são pelo menos 84 ações em que a empresa aparece como ré. E ao que tudo in-

dica o monopólio deve perdurar até o ano que vem. Já usuários sofrem com o descaso e o transporte com péssima qualidade. Páginas 6 e 7

Jornalista tem agenda com lideranças Página 5

notícia, verdade e credibilidade

GENTILEZA? Aposentada com carteira de portador de necessidade especial: empresa trata o documento como “gentileza”

marilialivre.com.br

notícia, verdade e credibilidade


2 | Setembro 2012

wwww.marilialivre.com.br

eleições

Voto útil motiva desespero dos Camarinha na reta final

A

eleição para prefeito em 7 de outubro surpre- (PT) e Daniel Alonso (PSDB). ende e amedronta a maioria dos candidatos Como não há segundo turno em Marília, alguns fatopor causa do silêncio do eleitorado e da surpre- res podem mobilizar uma massa considerável de indecisos sa que pode ser a movimentação de até 30% de indecisos – aproximadamente por uns 35 mil votos -, independente repetindo a prática do voto útil como anos anteriores. de campanha e apelos e favorecer aquele que na véspera da E o alvo da reação do eleitor indeciso muito provável não eleição aparecer em seguné a dupla Abelardo e Vinícius Camarinha. Isso enquanto o do nas pesquisas. EM 2012 filho tenta desgrudar a imagem do pai devido à rejeição. É por isso que quem A campanha eleitoral está a cerca de 20 dias da votação entende minimamente de QUEM SÃO ELES e centenas de carros de som, milhares de cabos eleitorais política, bastidores, pespelas ruas, milhões de panfletos, folders, revistas e jornais quisas e resultados eleiTiciano Toffoli esparramados ainda não foram suficientes para empolgar torais sabe que há ainda Daniel Alonso o eleitorado. possibilidade de mudança Vinícius Camarinha As seis candidaturas a prefeito sugerem uma divisão radical na disputa. Luiz Eduardo Dias de votos o que ainda não foi captado até o momento. Não E assim, nos próxihá pesquisas eleitorais oficialmente disponíveis, apenas mos dias deve-se acirAntonio Ambrosio internas e manipuladas conforme o interesse dos grupos rar a disputa entre ToCecílio Espósito políticos. ffoli e Daniel na disputa Mas a percepção popular, o histórico e mesmo a única pelo voto útil contra os QUEM SOMOS NÓS referência oficial que foi o IBOPE com sua avaliação no Camarinha. início de julho indicam que o candidato de Abelardo, Número de eleitores Resultado da eleição de 2008 seu filho Vinícius Camariaptos a votar este ano Votos apurados nha, estaria na frente. Na 100% última eleição eles tiveram Total de eleitores: 150.897 Seções apurados 35% dos votos. na 70ª zona 100% É por isso que existe, sim, a possibilidade de o na 400ª zona voto útil dar a vitória a outro candidato a prefeito, se não houver um esparraNúmero de seções me total. E nesta reta final espalhadas em 68 escolas. se tornam os principais e eventuais beneficiários do involuntário voto útil os * em 2012 concorre a vereador Pessoas com algum tipo de deficiência aptas a votar candidatos Ticiano Toffoli Votos nulos: 7.038 (5%) / Votos brancos: 4.680 (3%) / Abstenções: 25.720 (17%)

161.593

76.293 85.300

450

*

1.727

Turma que Vinícius esconde Nesta eleição, Vinícius publicamente tenta descolar-se da imagem do pai Abelardo embora isso seja apenas uma jogada de marketing. Camarinha é considerado o segundo maior ficha suja da política no Brasil, responde a centenas de processos cíveis, administrativos e criminais e tem extensa ficha corrida com condenações. A escolha do filho para disputar a eleição, contudo, não consegue maquiar a turma de sempre entre eles o advogado de rara atuação Hely Bíscaro, o advogado condenado João Simão Neto, os vereadores Herval Rosa Seabra e Yoshio Takaoka e agora também o ex-prefeito Domingos Alcalde. Há ainda a presença do chefão Carlos Umberto Garrossino e outros como Marildes Miosi, mais conhecida como Lídia, que está empregada no gabinete do deputado Vinícius e á apontada pelas investigações do Ministério Público como a pessoa responsável por buscar o dinheiro desviado da propina da merenda escolar.

Serjão da Acim: trabalho domingo, camelô fechado O QUE DEFENDE SERJÃO DA ACIM • Transferir a feira livre da Avenida Tancredo Neves, mais tradicional da cidade, para outro local • Denúncias contra camelôs que atuam no terminal; defende atuação mais rígida da polícia • Abertura do comércio aos domingos e feriados;inclusive em datas comemorativas e santas

Outro ponto de repercussão negativa para Vinícius foi a escolha do comerciante Sérgio Lopes Sobrinho, o Serjão, como candidato a vice. Ele é ex-presidente da Acim (Associação Comercial e Industrial de Marília) e em 15 anos acumula rejeição da classe trabalhadora com sua atuação muitas vezes desastrada. Os comerciários criticam a forma indiscriminada proposta por

ele para abertura em domingos e feriados, acabando inclusive datas santas. Imposições foram tantas que a foi necessário ao Sindicato dos Comércios encaminhar alguns casos para Justiça. Mário Herrera, presidente, passou últimos anos numa guerra para proteger direitos dos trabalhadores e admite, sim, preocupação com a eleição de Vinícius e Serjão.

Vinícius Camarinha na porta do fórum com o advogado João Simão Neto


Setembro 2012 | 3

wwww.marilialivre.com.br

Os azarões que ajudam a divisão Qualquer cidadão minimamente bem informado conhece o folclórico Cecílio Espósito, popular Raul Seixas, um sonhador que este ano disputa a prefeitura pela terceira vez, agora pelo Psol. Na última, em 2008, ele teve menos de dois mil votos. Respeita-se, e terá sua parcela de participação. Tem ainda o empresário Luiz Eduardo Dias, do PV, que faz campanha isolada e mínima, opção de marcar posição e vai ter o voto ideológico dos verdes. Nada mais e até com alguma dificuldade de fazer uma cadeira na Câmara, atingindo média de 10.000 votos incluindo a legenda.

Tato, candidato do PMDB

Acesse:

Rechaçou tentativas de convencê-lo a desistir em favor do PT ou do PSDB, bate o pé e diz que vai até o fim da disputa mesmo sabendo que não tem chances de vitória. Enfrentou todas as pressões dos cardeais estaduais e nacionais do PMDB e está candidato. Se vai eleger vereador é uma incógnita. A eleição este ano com três azarões é bem diferente de 2008, quando apenas quatro candidatos disputaram. Além de Vinícius, Bulgareli que venceu e Espósito, havia o jornalista José Ursílio que este ano concorre a uma vaga de vereador.

Espósito, candidato do Psol

eleições

X Ticiano Toffoli versus Daniel Alonso; para quem será que vai o voto útil que pode dar a vitória nestas eleições?

Tucano e petista lutam para ter eleitor indeciso

O

PT tem como trunfo estrutura, a Daniel Alonso que se apresenta em macaneta da máquina administrativa, rketing como a cara nova da eleição e tem as grifes nacionais do ex-presiden- como trunfo seu sucesso comercial como te Lula e a atual Dilma Rousseff. Rumores fa- dono da Casa Sol, a maior loja de material lam sobre a vinda deles nesta resta final, nada de construção de Marília com filiais em Lins, Bauru e São Carlos. confirmada. Outro ponto positivo de Daniel é a escolha Além disso, embora não explore no mote de campanha, Ticiano Toffoli carrega a grife do vereador Eduardo Nascimento como vice, do nome da família, do irmão José Antônio que está no terceiro mandato conhece política Dias Toffoli, ministro do STF (Supremo Tri- e tem projetos importantes aprovados como bunal Federal), e a tradição ligada à Igreja Ca- ao lei Ficha Limpa Municipal. Já um dos maiores problemas para Daniel tólica com o outro irmão, José Carlos, padre é ter uma coligação com apeem Marília. nas dois aprtidos PSDB-PTB, Outro fator que pode pesar o que reduz a pouco mais de a favor de Toffoli na disputa 20 candidatos a vereador e pelo voto útil na reta final de uma campanha também isocampanha é seu candidato lada baseada no desempenho a vice, o empresário Joseph da dupla majoritária. Zuza, duas vezes deputado esTucano, desde o início da tadual e também próximo ao campanha Daniel usa a grife do governador Alckmin, além de governador Geraldo Alckmin, uma coligação que vários parZuza, ex- deputado, mas até agora Marília é uma tidos e mais de cem candidavice de Toffoli das poucas cidades do Interior tos a vereador. que o governador ficou distante Nos últimos meses, depois e nem gravou participação no que realmente assumiu a prehorário eleitoral. feitura, tem ainda a seu favor Apenas o secretário de o desempenho do prefeito em Estado, Bruno Covas, do algumas frente de trabalho Meio Ambiente, veio apoiar que tem acelerado obras como pessoalmente Daniel Alonpor exemplo o recapeamento so e a figura de destaque que da pavimento de asfalto dos dá sustentação partidária à principais pontos críticos de candidatura é do deputado ruas e avenidas. Pedro Tobias, presidente esParalelamente corre na Eduardo Nascimento, vice de Daniel tadual do PSDB. mesma raia o empresário

marilialivre.com.br

notícia, verdade e credibilidade


4 | Setembro 2012

wwww.marilialivre.com.br

editorial

O interesse de cada um

E

m Marília o interesse do cidadão, que sustenta essa parafernalha toda, é último a ser preservado. Isso mais uma vez ficou explícito no caso do monopólio do transporte público municipal: a Circular continua comendo o filé e deixando o osso duro para o usuário. Há exatamente um ano a cidade vivia o entusiasmo da possível quebra do monopólio. Uma licitação foi concluída, houve dois vencedores e quando se achava que estava tudo certo a Justiça interviu e suspendeu todo processo a pedido da Empresa Circular que se sentiu lesada. Sem avaliar mérito a verdade é que a decisão mais uma vez penaliza apenas um lado: o cidadão pagador de impostos que precisa do transporte público se locomover como trabalhar ou ir à escola. Claro que ordem judicial não se discute, se cumpre. Há recurso da decisão. Se a Circular vai ganhar, se vai acabar o monopólio ninguém sabe. O certo é apenas uma coisa: os marajás ganharam tempo e o povão vai continuar penando com o péssimo serviço prestado pela Circular até o próximo prefeito assumir. E daí vem outro problema: o interesse do próximo prefeito, porque até agora nenhum candidato fala do assunto, mas todos estão ansiosos para tomar as redias dessa negociata milionária.

expediente

Mamãe eu quero ser prefeito

2.048 o ano sustentável

O iluminado

O vice que não sabia de nada

CINEMA MUNICIPAL

Tal pai, tal filho Exército de um homem só

VlXlll... BEM, ACHO MELHOR A GENTE lR NA LOCADORA.

repercutiu

Desgraça alheia

Apoio

Advogados ligados ao jornal Diário estão aproveitando informações privilegiadas das reportagens e procurando vítimas de acidentes de trânsito envolvendo a Circular para instruir pedidos de indenização contra a empresa. Enquanto isso nas páginas do pasquim nenhuma linha contra o monopólio e outras barbaridades do transporte coletivo contra os pobres e as vítimas.

Escanteio Depois da negativa repercussão junto à classe trabalhadora, principalmente comércio e no camelódromo, Vinícius decidiu se afastar do vice Serjão da Acim. Há tempos é visto apenas com amigos jovens pelas ruas. Serjão, por outro lado, já começa amargar o que é ser vice na chapa dos Camarinha que acaba sempre de escanteio. Com a palavra Bulgareli, o saudoso médico Adolfo Menezes e outros.

O Jornal Marília Livre é uma publicação semanal da Sinergia, Editora, Comunicação e Feeling Ltda. Está integrada a mídia online www.marilialivre.com.br e a Revista Marília Livre. Fundação: Editora Sinergia 01-12-2000 Marília Livre 01-03-2012

Diretor de Redação Guto Pereira guto@marilialivre.com.br Departamento Comercial contato@marilialivre.com.br Gerente Distribuição Cláudio Souza e Silva contato@marilialivre.com.br Criação & Arte Marcos Rogério Souza e Silva

O prefeito Ticiano Toffoli, que concorre à reeleição, lançou nas redes sociais e no horário eleitoral gravação de apoio com Lula. “Conheço a família dele há mais de 25 anos”, diz um dos trechos em que o ex-presidente pede voto para Toffoli. Resta saber se os boatos vão se confirmar e Lula e Dilma realmente vão vir a Marília nesta reta final de campanha.

Tive um câncer e mesmo com o atestado do médico eles (Circular) negaram. A aposentada Maria Aparecida Silvânia Batista

Foi uma negociação dura, onde conseguimos um aumento real de 1,6% sobre as perdas salariais ocasionadas pelo índice de inflação acumulado nos últimos 12 meses Mário Herrera, presidente do sindicato e diretor da Fecomerciários

Reportagens & Fotos Editores Associados

Impressão Jornal da Cidade de Bauru Ltda.

Siga-nos www.marílialivre.com.br www. joseursilio.com.br/blog Facebook

Tiragem 10.000

Endereço Rua Coronel José Braz, 144 – sala 03 – Fones 14-3221-4455 – 14-8111-3736 Bairro Boa Vista– CEP 17.501-570

Reprodução exclusivamente com autorização do Publisher. Opiniões em artigos e textos e informes publicitários de terceiros são de responsabilidade de autores.

Jornal Marília Livre todos direitos reservados.


Setembro 2012 | 5

wwww.marilialivre.com.br

Revista mostra trajetória de vida Uma revista mostrando a trajetória de vida e profissional do jornalista e radialista José Ursílio tem sido o destaque da campanha dele este ano para vereador. Com imagens e informações exclusivas o material tem sido bem aceito e mostra mais de uma centena de fotos e imagens e infográficos com José Ursílio em ação com a campanha pelo fim da roubalheira do IPTU em 2007 e pela não privatização do Daem em 2009.

Marcos Conforti, Marcelo Pelucio, José Ursílio, Pedro Tolentino, Mario Herrera e Elias Leonel; coordenadores da campanha

reta final

Lideranças formatam agenda de reuniões para jornalista

A

um mês da eleição, que acontece dia 7 de outubro, candidatos começam a se movimentar e articulam encontros para discutir propostas com a sociedade. Lideranças, sindicalistas, ex-vereadores e membros da executiva municipal do PSDB se reuniram ontem com o jornalista José Ursílio, candidato a vereador, para formatar e finalizar a agenda de setembro. Estavam presentes os sindicalistas Pedro Tolen-

tino e Mario Herrera, além do psicólogo e fundador do PSDB de Marília, Marcos Conforti, do empresário Marcelo Pelucio e o ex-vereador Elias Gea Leonel. No encontro ficou definida a agenda de visita a bairros que o jornalista vai cumprir até o dia da eleição. A cúpula de campanha ainda projetou como será a divulgação das principais propostas do grupo. Um dos projetos destacado é o modelo de gestão transparente que será apresentado à sociedade com

a criação da Corregedoria de Controle dos gastos da prefeitura além de uma Ouvidoria Popular que garanta a indicação de prioridades dos bairros e comunidades no plano de governo municipal. Durante o encontro o jornalista José Ursílio agradeceu apoio dos coordenadores e toda sua equipe de campanha e amigos e ressaltou que sua candidatura representa um grupo de pessoas que há anos luta pela seriedade na política.

“As bençãos do esquecimento” “A lembranças de nossas individualidades anteriores teriam inconvenientes muito graves;...” Allan Kardec (Livro dos Espíritos, perg. 394) Se Deus não tivesse complacência conosco e não nos poupasse com a roupagem do esquecimento, mostrando-nos da maneira que realmente somos, seríamos ainda mais infelizes, pois, continuaríamos sempre errando entretanto, como é do nosso desejo desmascarar a todos. (Caminheiro de Agostinho).

Somos espíritos, habitantes de um mundo inferior, em matéria de espiritualização, de evolução moral saídos da barbárie, mas com a destinação a ser atingida, ou seja, a uma humanidade civilizada e cristã. A grosseria da nossa vestimenta física, impede de maneira natural a lembrança de outras experiências vividas em pregressas encarnações. Outro impedimento a essas lembranças se dá pela nossa pouca evolução espiritual, que obsta a recordação do que fomos e do que experienciamos. Isso constitui, para nós

uma benção de Deus, funcionando como uma verdadeira cirurgia psíquica a nos extirpar as dores que nos ajudam a recapitular experiências mal vividas, para que possamos transformá-las em acertos. Esse precioso auxílio nos induz a buscarmos a paz e a harmonia através dos nossos esforços e disposição no bem que é a condição primeira para seguirmos pelo caminho reto, que nos levará ao reino de intensa luz, emanada pelo amor eterno de Deus. Lembremo-nos de que Deus é amor e se assim já conseguimos percebê-lo, o que nos

impede a transformação interior e a corrigenda das nossas atitudes menos cristãs em nosso cotidiano? Temos o modelo, a diretriz e por que ainda nos falta a coragem e a Fé para a escalada da montanha representativa dos nossos erros? Mensagem do Livro Saúde da Alma, psicografado por Celso de Almeida Afonso, pelo Espírito Caminheiro de Agostinho. ANA HERRERA E-mail: Ana_p_herrera@yahoo.com.br


6 | Setembro 2012

wwww.marilialivre.com.br

caos no transporte

Indenizações contra Circular somam R$ 3,3 mi só este ano

E

sse é o valor total de indenizações, sem correção monetária ou juros, que a empresa Circular de Marília pode ser condenada a pagar a vítimas de acidentes de trânsito em Marília. A quantia é a soma de apenas dez processos contra a empresa, todos protocolados este ano. As indenizações variam de pequenos valores R$ 1 mil até R$ 2,3 milhões. São referentes a acidentes

com danos materiais até vítimas com sequelas ou fatal. Há ainda outros casos como cobranças de ressarcimento por serviços obrigatórios não prestados, como emissão da gratuidade. Ao todo, no site do Tribunal de Justiça existem cadastrados 84 processos em que a empresa Circular figura como ré em alguma causa. Isso sem contar a Justiça Trabalhista, que não entra nesta pesquisa ou a área criminal que corre sepa-

radamente das indenizações cíveis. A reportagem do Marília Livre verificou a maioria dos casos e descobriu que muitos ainda estão em fase de provas ou coleta de informações. Uma burocracia e morosidade que emperra e atrasa uma decisão final. Alguns processos já tiveram sentença, mas a empresa recorre da decisão em praticamente todos o que suspende o pagamento às vítimas.

SAIBA MAIS

10

Número de processos apenas este ano

R$ 3,3 mi Valor total da indenizações pedidas

84

Número de ações que constam no site do TJ conta a empresa Ônibus da Circular envolvido em acidente; pedidos de indenizações de vítimas pipocam no fórum

Justiça mantém valor pedido A Justiça de Marília indeferiu pedido dos advogados da empresa Circular para alterar o valor da indenização de R$ 2,3 milhões pedido pela família do vendedor Luciano de Jesus Ferreira, que morreu em setembro de 2011 após colidir a moto com um ônibus da Circular. A decisão saiu há duas semanas. No próximo dia 2 está agendada uma audiência entre as partes. Procurada pela reportagem a viúva de Luciano disse ainda estar abalada e não quis não se manifestar. O advogado Antonio Carlos de Goes disse que

por motivos éticos vai esperar o final do processo para falar. O acidente ocorreu que matou Luciano ocorreu no cruzamento da rua Antonio Castelli com a rua Olimpio Raspante no bairro Altos do Palmital, zona norte, por volta das 14h30. A moto ficou prensada pelo ônibus e a vítima socorrida com traumatismo craniano não resistiu. Além da Circular e do motorista, a família da vítima ainda responsabiliza e pede a condenação do município de Marília já que na época do acidente a sinalização da rua era inexistente e pode ter contribuído para a tragédia.


Setembro 2012 | 7

wwww.marilialivre.com.br

Se está na lei, não era para ser simples? Maria Aparecida atendeu a reportagem do Marília Livre e disse que não entende porque tanta dificuldade em conseguir aquilo que lhe é de direito. “A gente não entende. Se está na lei, não era para ser simples?”, responde ela a pergunta de como se sente diante da injustiça. A aposentada mora com a família numa pequena casa na zona sul e diz que sempre teve o problema na hora de renovar o benefício. “Teve uma vez que o medido deles pegou o atestado na mão, olhou para mim e disse que não ia dar, e pronto”, desabafa.

caos no transporte

Paciente busca na Justiça passe livre

V

eja o absurdo. A aposentada Maria Aparecida Silvânia Batista, 58, briga há mais de quatro anos na Justiça para que, mesmo sofrendo de inúmeros problemas de saúde e quase sem a visão do olho direito devido a um glaucoma, a Empresa Circular mantenha sua carteirinha de passe livre. Pela lei municipal que rege o trans-

Empresa trata benefício como gentileza

porte público, Maria Aparecida tem direito garantido a passagem gratuita nos ônibus da cidade, mas por várias vezes teve negada a renovação. O caso foi parar na Justiça. Moradora da zona sul, ela diz que ganha um salário mínimo de aposentadoria, que cobre parte do custo com medicamentos, e precisa do passe livre da Circular – um direito garantido em lei – para

continuar principalmente o atendimento. Maria Aparecida conta que o drama começou em 2003, quando ela teve pela primeira vez que fazer tratamento de saúde. “Tive um câncer e mesmo com o atestado do médico eles (Circular) negaram”, lembra. Ela relata as dificuldades e a longa peregrinação para conseguir o que é um direito. Atualmente tem cartei-

Maria Aparecida com a carteirinha de passe livre: dificuldade para ter o benefício mesmo sendo direito garantido em lei

Processo cancela licitação E ao que tudo indica o caos no transporte público, para infelicidade do usuário de ônibus, vai continuar por um bom tempo. Isso porque decisão da Justiça de Marília há duas semanas acatou pedido da Circular e tornou praticamente nulo o processo de licitação feito pela prefeitura ano passado. Na prática, a empresa mantém o monopólio do transporte coletivo na cidade, que já dura mais de 20 anos. A decisão ainda obriga a prefeitura ou fazer nova licitação ou então indenizar a Circular para que ela aceite a quebra do contrato.

“Carteira do Portador de Necessidade Especial. Gentileza da Empresa Circular de Marília”. Gentileza? É assim que vem identificada a carteirinha de pessoas como Maria Aparecida fornecida pela Circular, que trata o direito do usuário como se fosse uma gentileza e não obrigação. JUSTIÇA No site do Tribunal de Justiça existem nos últimos anos 84 registros de ações contra a empresa Circular de Marília. A maioria se arrasta e demora em média até sete anos para ter uma conclusão final. O problema está na morosidade e no número de recursos permitido que atrasam o andamento dos processos. No caso de Maria Aparecida, por exemplo, a sentença saiu após ela, de tanto insistir, obter o benefício direto na empresa. notícia, verdade e credibilidade

rinha válida até dezembro. E agora acredita que a decisão judicial não terá dificuldade de renovar o benefício. Isso porque no dia 28 de julho a juíza Daniele Mendes expediu a segunda sentença obrigando que a empresa emita a carteirinha da aposentada e a reconheça definitivamente como portadora de necessidades especiais com direito à gratuidade da passagem.

marilialivre.com.br

notícia, verdade e credibilidade


8 | Setembro 2012

wwww.marilialivre.com.br

fraternal

Jantar beneficente vai ajudar Fumares

A

Secretaria de Assistência Social promove mais uma edição do Jantar Fraternal, evento beneficente que este ano terá toda a verba arrecadada com a venda dos convites revertida em favor da Fumares (Fundação Mariliense de Recuperação). Com o valor repassado, a Fumares pretende executar melhorias em sua estrutura física e instalações. O jantar será sexta-feira (21), no Alves Hotel e acontece em parceria com o Supermercado Confiança que doará todos os alimentos utilizados na preparação dos pratos, responsabilidade esta, que ficará a cargo do Buffet do Alves Hotel. No cardápio, lagarto ao molho madeira, arroz branco, legumes na manteiga, macarrão penne ao sugo, salada de folhas, pernil suíno assado e sorvete de sobremesa. O jantar acontecerá também com o apoio da sorveteria Gigabom e a animação da noite com o grupo Musical Vitória. O serviço de atendimento às mesas será prestado por 10 internos da Fumares que

Capacidade para 60 vagas tem 53 preenchidas

Fumares: jantar beneficente acontece dia 21 no Alves Hotel

receberam treinamento para a função. Durante o jantar eles trabalharão devidamente caracterizados com os uniformes cedidos pelo Alves Hotel. Os convites para o Jantar Fraternal estão sendo vendidos por R$ 25,00 e podem ser adquiridos diretamente na sede da Secretaria de Assistência Social ou com os membros da comissão organizadora. A expectativa da comissão é que sejam vendidos cerca de 300 convites.

A Fumares, entidade mantida pela prefeitura, é centro de referência de atendimento ao migrante e morador de rua há 38 anos em Marília. As assistentes sociais realizam rondas diariamente, em locais estratégicos, e abordam os andarilhos e oferecem ajuda. Na instituição eles recebem alimentação, atendimento médico, psicológico e suporte legal, com encaminhamento para aposentadoria (quando é o caso) e providencia a emissão de documentos pessoais. Apesar de ser uma “casa de passagem”, existem pessoas que permanecem, na entidade por terem perdido totalmente o elo familiar. Com normas de conduta, os andarilhos passam a ser responsáveis pela limpeza e organização do seu espaço; ter horários para dormir e para refeições; e desenvolvem atividades de geração de renda para se prepararem para reinserção social, como a horta, a marcenaria e a criação de porcos. A capacidade de atendimento da Fumares é para 60 pessoas. Hoje, está com 53 na faixa etária de 25 a 68 anos.

Contur avalia eventos e prepara Secam

E

ventos como Examar , Marília Dog Show – exposição internacional de cães – e o Rally Conta Giro de Carros Antigos foram assuntos da reunião do Contur (Conselho Municipal de Turismo) nesta semana. Também foram discutidas a realização da Secam (Semana de Ciências Agrárias) que ocorrerá em outubro e a criação do Funtur (Fundo de Apoio ao Turismo). A coordenadora municipal de turismo, Tânia Mara Miguel Bueno, destacou a grande movimentação de pessoas nos três últimos grandes eventos em Marília. “Todos tiveram recorde de público. A Examar atraiu cerca de 170 mil pessoas nos seis dias da exposição. A Dog Show

Reunião do Contur analisou sucesso de eventos e prepara a Secam 2012

teve 170 cães de 40 raças diferentes inscritos e foi freqüentada por mais de 1500 pessoas, além do Rally de carros antigos, onde cerca de 10 mil pessoas visitaram a exposição, segundo levantamento da Polícia Militar”, frisou. A Secam 2012, que será realizada entre os dias 20 e 26 de outubro, também foi discutida e os organizadores estão planejando várias novidades. “Além das palestras, leilões, tradicional feira de maquinários e estan-

des com produtos do segmento agropecuário, teremos a SECÃO - evento destinado aos cães, com exposição de raças diferentes; Meu Cachorro é a Minha Cara - concurso para cães que se parecem com o dono e o Cãobirinto - uma espécie de labirinto por onde o cão deve atravessar e se concluir a prova, ganhará prêmios”, disse o organizador Marcílio Felix. A reunião ainda debateu a criação do Fundo de Apoio ao Turismo e outros

assuntos como o apoio à campanha de combate ao câncer de mama, Outubro Rosa, com a sugestão apresentada pela coordenadora municipal de políticas públicas para as mulheres, Mariela Ribeiro Nunes Cardoso. O presidente do Contur, José Francisco de Souza, informou que o grupo se reúne para debater estratégias, eventos e ações que fomentem a atividade turística em Marília. “Essa é a principal função do Contur”, disse.


Setembro 2012 | 9

wwww.marilialivre.com.br

vitória

Com o apoio do presidente Motta conseguimos em um trabalho de equipe um aumento de 6,5% nos salários e nos pisos variações acima desse índice, disse Mario Herra. Mario Herrera (à esquerda) com outros sindicalistas e o presidente Motta (centro); reajuste acima da inflação para empregados das farmácias

Empregados de farmácia terão aumento de 6,5%

F

oi assinada na quinta-feira passada em São Paulo depois de muita discussão a Convenção Coletiva de Trabalho dos Empregados de Farmácia do Estado de São Paulo 2012/13 - CCT entre a Federação dos Empregados no Comércio do Estado de São Paulo - Fecomerciários e o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos. A categoria tem como data base 1º de julho e terá reajuste de 6,5%

nos salários. Os empregados em farmácia em Marília são representeados pelo Sindicato dos Empregados no Comércio. O presidente do sindicato e também diretor da Fecomerciários, Mario Herrera, foi quem presidiu a comissão de negociação estadual ao lado do presidente da Fecomerciários, Luis Carlos Motta. “Com o apoio do presidente Motta conseguimos em um trabalho de

equipe um aumento de 6,5% nos salários e nos pisos variações acima desse índice”, disse Mario Herra. “Foi uma negociação dura, onde conseguimos um aumento real de 1,6% sobre as perdas salariais ocasionadas pelo índice de inflação acumulado nos últimos 12 meses (INPC de 4,9%)”, completou. Herrera informou ainda, que os empregados em farmácia deverão receber na próxima folha de pagamento as diferenças

salariais do mês de julho e agosto. “No mês de outubro o empregado terá que receber as diferenças salarias do mês de julho e agosto junto com o salário já corrigido do mês de setembro”, explica. “Durante as negociações, incluímos três novas cláusulas importantes na CCT 2012/13 e vamos continuar trabalhando para defender a nossa categoria que merece e precisa muito”, frisou Herrera.

Prefeitura acelera recapeamento de ruas

O

plano de recape anunciado pelo prefeito Ticiano Toffoli em março entra no seu sexto mês totalizando mais de 450 mil metros quadrados de ruas e avenidas já beneficiadas. Segundo a aprefeitura, objetivo é asfaltar principalmente as avenidas e ruas que formam as artérias do sistema viário da cidade como a rua Santa Helena, que liga bairros da zona leste ao centro da cidade. A partir de agora será iniciado o recape da Avenida Vicente Ferreira, seguindo posteriormente para a Rua Sete de Setembro. “Além dessas ruas que já foram totalmente recapeadas, estamos fechendo contratos para outro pacote que irá beneficiar milhares de pessoas notícia, verdade e credibilidade

marilialivre.com.br

que transitam pela zona sul”, garantiu o secretário municipal de Obras Públicas, José Martin Crulhas. O trabalho de recape inclui ainda a Codemar, que também está realizando o serviço além da operação tapa buracos de algumas ruas localizadas nas periferias. Dentre elas, a rua Delfim Moreira, na Vila Barros, e a João Batista de Freitas Neto, no Jardim Fontanelli. “São ruas que estavam esquecidas pelo poder público municipal e que agora ganham a atenção da administração graças às nossas andanças pela cidade. Estamos verificando os problemas de perto. Pra se ter uma idéia, o último prefeito que realizou uma obra aqui no Jardim Fontanelli foi o Salomão Aukar”, disse Toffoli. notícia, verdade e credibilidade


10 | Setembro 2012

Máfia da merenda Investigações do Ministério Público apontam que o esquema envolveu mais de R$ 2,4 milhões apenas em pagamento de propina dividida entre o deputado federal Abelardo Camarinha (PSB) e o ex-prefeito Mario Bulgareli (PDT). Planilhas e até bilhetinhos manuscritos indicavam valores pagos. Em Marília a investigação foi conduzida pelo promotor Isauro Pigozzi. A força tarefa do MP contra a máfia da merenda descobriu ainda que uma das pessoas responsáveis por buscar o dinheiro da propina era Marildes Miosi, assessora de gabinete do deputado estadual Vinícius Camarinha. Além de Marília, a máfia da me-

renda atuava em outras cidades. Atualmente 35 pessoas estão denunciadas formalmente no processo por lavagem de dinheiro e outros crimes, entre eles o dono da SP Alimentação e comparsa de Camarinha Eloizio Durães. Entretanto nenhum político consta a lista de réus. Como Camarinha parte deles tem foro privilegiado e a denúncia deve ser feita apenas em tribunais superiores, como Supremo Tribunal Federal (STF).

Foto mostra Camarinha fazendo discurso para crianças em Emei; fala bonita mas surrupio da merenda

Bilhete em papel timbrado da SP Alimentação indica pagamento de R$ 30 mil de propina para Camarinha

imprensa

O que os jornais escondem do leitor

H

á quanto tempo você não lê nos jornais ou escuta no rádio aqueles casos escabrosos como as investigações da máfia da merenda ou o monopólio da Empresa Circular que já dura mais de 20 anos? Assuntos de interesse direto do cidadão que são relegados ao segundo plano em época eleitoral. Isso com o peso de que atualmente mais de 80% da mídia – rádios, jornais e televisões em canal fechado – estão concentrados nas mãos de um único grupo político

que tem como cabeça da cobra o deputado Abelardo Camarinha, considerado do político mais ficha suja do país. O restante – tanto rádios e jornais - que poderia ser independente finge que não vê ou não escuta. É o que os marqueteiros chamam de “operação abafa” em véspera de eleição municipal. Nesta edição o Marília Livre traz para você, leitor e eleitor, alguns desses casos que são ignorados por causa interesses particulares.

Renúncia de Vinícius dá vaga de deputado de Marília a Rio Preto Marília pode perder a vaga de deputado estadual para Rio Preto caso Vinícius Camarinha (PSB) seja eleito prefeito enganando novamente eleitores da cidade e região e abandonando o cargo na Assembleia Legislativa. Com isso a representatividade

Orlando José Bolçone, de Rio Preto

de Marília junto ao Estado que sempre foi fraca e deficiente, tanto assim que as nomeações de cargos regionais e influência em secretarias de estado nunca renderam notoriedade, pode ficar mais debilitada. A tentativa do eleitor em votar em candidatos da cidade em 2010 numa esperança de benefícios e conquistas de obras, serviços e principalmente de trabalho junto ao governo estadual sofre um duro golpe. E, pela segundo vez, assim como há quatro anos, Vinícius Camarinha quer abandonar o cargo de deputado. A vaga de Marília na Assembleia Legislativa com a possível renúncia de Vinícius Camarinha seria ocupada por Orlando José Bolçone, primeiro suplente, que representa a região de São José do Rio Preto. Em 2010 ele teve 31.174 votos.


Setembro 2012 | 11

wwww.marilialivre.com.br

Site tem toda história deletada Assim que a nova direção do Diário assumiu, em dezembro passado, mais de 105 mil notícias – incluindo reportagens sobre o próprio incêndio e investigações contra o grupo de Camarinha – foram deletadas do site. Mais que esconder mazelas expostas pelo jornalismo investigativo a retirada das notícias acabou com importantes reportagens da história da cidade como o título do MAC e o acesso a primeira divisão no ano de 2001 ou simples casos como notícias e eventos beneficentes e sociais.

7 anos justiça

Mídia chapa branca ignora incêndio em jornal e rádios

O

Amaury Campoy, Bruno Coércio e Amarildo Barbosa, assessores de Camarinha, condenados pelo crime e com uniforme de presidiário

Grupo acusado é suspeito de comprar empresas Sem qualquer constrangimento, atualmente os condenados pelo crime são vistos circulando pelos corredores da CMN. Um deles, Bruno Coércio, chegou até ter uma foto estampada na coluna social do jornal com felicidades pelo aniversário, em fevereiro passado. A situação obriga que a maioria dos funcionários da empresa vítimas do incêndio criminoso conviva diariamente com os próprios acusados de colocar fogo no jornal e as rádios. Isso porque desde 23 de dezembro do ano passado, os donos das empresas, Carlos Francisco Cardoso e a médica Renata Baldissera, venderam jornal e rádios para duas pessoas que moram em São Paulo que ninguém conhece. Acredita-se em laranjas usados pelo grupo de Camarinha para esconder a verdadeira compra dos veículos de comunicação.

notícia, verdade e credibilidade

Redação do jornal completamente destruída em 2005; sete anos depois, mesmo vítima do crime, nenhuma linha sobre o incêndio

triste retrato – e resultado - da parcialidade da atual mídia chapa branca está no silêncio sobre o maior atentado contra a liberdade de imprensa e de expressão ocorrido na cidade: o incêndio criminoso contra a CMN (Central Marília Notícias) em dia 8 de setembro de 2005. No mês que completa sete anos, o crime simplesmente é ignorado por jornais, rádios e televisões da cidade. Nem o próprio Diário e as rádios Dirceu AM e Diário FM, vítimas da barbárie, falaram sobre o assunto. O crime ocorrido numa madrugada, véspera de feriado, teve cinco condenados, a maioria deles assessores do deputado federal Abelardo Camarinha. Entre os presos e condenados estão Bruno Coércio, vulgarmente conhecido com Guruzinho, Amarildo Barbosa e Amaury Delabio Campoy, todos ligados ao grupo do ex-prefeito e empregados, na época, no gabinete do deputado estadual Vinícius Camarinha. O incêndio criminoso quase acabou com o emprego e sustento de 170 trabalhadores das empresas e deixou um rastro de destruição. Colocou em risco todo quarteirão e a vizinhança, que incluía dois postos de gasolina.

Cardoso e a esposa Renata Baldissera; donos da empresa suspeitos de vender para o mesmo grupo que tacou fogo em 2005

Abelardo e Vinícius Camarinha, suspeitos de usar laranjas para comprar as empresas do casal Cardoso

marilialivre.com.br

Contrato de venda registrado em nome e Nara Norbiato e Marcel Augusto, que moram em São Paulo e nunca forma vistos em Marília

notícia, verdade e credibilidade


12 | Setembro 2012

wwww.marilialivre.com.br

O crime

justiça

Grampo O mandante do crime foi descoberto porque na época João Simão, velho conhecido dos meios policiais, estava com o telefone grampeado pela Polícia Federal, que gravou conversas dele minutos após a tentativa de assassinato com outras pessoas para abafar o caso na delegacia. Lima e João Simão deixam o camburão da PF: comparsas de crimes

18 de julho de 2006, por volta das 11h50, em pleno centro de Marília, o motorista Almir Adauto deixa o prédio da rádio em que José Ursílio trabalhava e é atacado pelo pistoleiro. Eles entram em luta corporal, a vítima corre entra no edifício Halley e desvia de um tiro que acerta a parede. Em seguida consegue tomar a arma de Quini que foge mas acaba preso a menos de cem metros do crime por policiais militares. “Matei o José Ursílio, matei o José Ursílio”, diz o pistoleiro trapalhão. A versão foi confirmada pelo policial em juízo e foi decisiva para condenar o pistoleiro e sua amásia.

Justiça começa intimar para júri de João Simão

O

advogado condenado João Simão Neto vai sentar-se no banco dos réus no dia 8 de novembro. Ele responde por ser o mentor da tentativa de assassinato do jornalista José Urs í l i o

em julho de 2006 – crime que quase matou por engano o motorista Almir Adauto. Oficiais do Tribunal do Juri de Marília já começaram a intimar testemunhas de acusação e defesa para o julga-

mento que pode condenar João Simão, vulgarmente conhecido como Kita ou Mão Fria, a mais de 15 anos de cadeia – em 2007 ele ficou 127 presos por causa do crime. Em 2009 foram condenados pelo crime a quase nove anos de cadeia o pistoleiro Evandro Quini e sua amásia Luverci Luque, ambos cumprem a pena. O julgamento de novembro terá também no banco dos réus o policial rodoviário Ademilson Domingos de Lima, que contratou e forneceu a arma para Quini no dia do crime.

Mortes no trânsito já superam 2011

Segurança Pública e são referentes a vítimas fatais registradas até julho. Ao todo são 18 do ano passado inteiro contra 26 agora. O levantamento da SSP, entretanto, computa arília chega ao nono mês do ano, apenas mortes ocorridas na hora do acidente. Vítisetembro, com a triste estatística mas socorridas e com falecimento registrado depois de acumular 40% mais mortes no não entram nas estatísticas. Casos como da aposentada Diva Pereira, 60, últitrânsito que 2011. Os dados são da Secretaria de

M

notícia, verdade e credibilidade

marilialivre.com.br

Motorista Almir Adauto e o jornalista José Ursílio: semelhança física

ma vítima fatal do trânsito em Marília. Ela estava internada desde o último dia 18 de agosto após um acidente entre a moto em que estava e um carro na contramão. Assim, na realidade, este ano já são 39 vítimas fatais, entre acidentes urbanos e rodovias que cortam Marília. Mesmo assim número maior que todo ano passado quando foram 37 casos. notícia, verdade e credibilidade

Jornal Marília Livre 07  

Marília Livre é mídia integrada online, revista, jornal, tevê e rádio, fundada em 01 de março de 2012 e visa a liberdade e pluralismo de inf...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you