Page 1

Jornal Informativo Educação é Cultura! Educação, ética e cidadania indiatuba, 31 de março de 2012 16:00 – 1ª edição Objetivo específico: levar o ser humano a compreender o conceito apresentado através da vivência. ―emociona e diverte‖!

O Professor é o articulador de todas as ações do jornal, o gestor de sua classe, dos pais e da comunidade.

EDUCAÇÃO, ética e cidadania reflexão diária

02, 03, 04

 Técnicas de teatro

05

História em quadrinhos

06, 07, 08, 09

Entretenimento

Alunos realizando trabalho sobre o tema: educação, ética e cidadania. 12, 13

O jornal apresentará ao longo do semestre, muitas ações e atividades. os alunos terão seu papel nesta jornada, irão receber informações e vão viver muitas situações divertidas, além de praticar o exercício de valores importantes, como estar em paz consigo mesmo, respeitar os outros, valorizar a família, defender o meio ambiente e ser voluntário.

―Este jornal irá circular na escola, pois, é uma semente a ser plantada no coração dos alunos, para que as gerações futuras possam ver germinar um país mais justo, que alimenta com dignidade a grande nação que representa‖

1

10


Educação, ética e cidadania reflexão diária.

Ensinar as primeiras atividades que uma criança pode realizar é sem dúvida, uma das melhores satisfações que os professores têm. Em sua profissão e fazendo dela uma das mais belas e exemplares carreiras que uma pessoa possa exercer. E as principais atividades que um professor pode exercer em sua carreira profissional é ser solidário com seus alunos tornando-os capazes de aprender sempre mais, e o mais importante ensiná-los a pensar sobre aquilo que estão aprendendo.

E fácil e bonito falar e escrever sobre ética, o difícil é sustentar as teorias com atitudes quando essas assumidas revelam que a pessoa se esconde através de um disfarce chamado ético. (GISLAINE SCHINEIDE)

"A leitura da palavra não é apenas precedida pela leitura do mundo, mas por certa forma de 'escrevê-lo' ou 'reescrevê-lo', quer dizer, de transformá-lo através de nossa prática consciente".

2


Conhecimento: O conhecimento nos faz responsáveis. Respeito: Promova o respeito e verás os seus valores respeitados. Confiança: Quando eu mais precisei, tu seguraste a minha mão. Amizade: A melhor parte da vida de uma pessoa está nas suas amizades. (Abraham Lincoln) Verdade: A verdade é sempre a melhor opção. Confiança: A confiança em si própria é o primeiro segredo do êxito. (Ralph Waldo Emerson) Amor: O amor é a única força capaz de transformar um inimigo em amigo. (Martin Luther King) Paciência: Não há lugar para a sabedoria onde não há paciência. (Santo Agostinho) coragem: ―É preciso coragem para crescer e tornar-se o que você realmente é.‖ (Edward Estlin Cummings ) Objetivos: O segredo do sucesso é a constância para o objetivo. (Benjamin Disraeli) Luta: Insista, persista, mas nunca desista, pois um dia você conquista (Mariana) crescimento: ―Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino‖. honestidade: ―não se pode falar de educação sem amor‖. humildade: ―a humildade exprime uma das raras certezas de que estou certo: a de que ninguÉm É superior a ninguÉm‖. razão: ―É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal forma que, num dado momento, a tua fala seja a tua prática‖. disciplina: ―ninguÉm educa ninguÉm, ninguÉm educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo‖ conhecimento: ― o conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã‖. (Leonardo da Vinci, 1452- 1519)

3


crescimento: ―nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar‖. (William Shakespeare) consciência: ―a consciência É o melhor livro de moral e o que menos se consulta.‖ honestidade: ―A satisfação está no esforço e não apenas na realização final‖. (Mahatma Gandhi) compartilhar: ―a bondade deve estar ligada ao saber‖. Mahatma

Gandhi responsabilidade: ―um verdadeiro guerreiro sabe que ao perder uma batalha está melhorando sua arte de manejar a espada. saberá lutar com mais habilidade no próximo combate‖. (paulo Coelho) Comprometimento : "Se queres colher entre um ou dois anos, plante trigo. Se tu queres colher entre 0 ou 20 anos plante árvore frutífera. Mas se queres colher para o resto da vida, forme o povo‖. criatividade: ―o impossível só vira realidade se você estiver bem preparado quando a chance aparecer‖. (oscar schmidt) união: ―em qualquer segmento da administração, seja pública ou privada, É a força da equipe que move o processo‖. adilson motta. companheirismo: ― O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente‖.

(Mahatma Gandhi) organização: ― não há vida sem correção, sem retificação‖.

(Paulo Freire) igualdade: ― O mestre disse: Por natureza, os homens são próximos; a educação é que os afasta‖. (confúcio) ―não existe sucesso ou felicidade sem o exercício pleno da cidadania e da Ética global‖.

4


Técnicas de teatro

Técnicas do teatro para gerenciar melhor suas emoções e desenvolver seu carisma com Atriz Vanessa

Quem já foi ou é tímido, sabe muito bem como é ruim se sentir completamente paralisado diante de um desejo, sem saber o que fazer e o que dizer, como se o próximo passo fosse dar diretamente no maior abismo do mundo... A atriz Vanessa Monteiro fala que o medo, mudez, esquecimento e pavor da aproximação são algumas das travas que costumam transformar as tentativas do tímido em mais um fracasso, o que só serve para reforçar a sua crença de que não é capaz de criar o momento certo, aproximar-se e mostrar a que veio. Segundo ela, o fato é que, no fundo, o tímido é muito autocrítico e autor-referente. Seu maior problema não é incapacidade de se expressar, nem excesso de pudor. Mas sim o medo do pior que poderia acontecer! Medo baseado não em fatos, mas na crença de que a atenção de alguém, quando voltada para ele, será para analisá-lo, julgá-lo e, provavelmente, condená-lo – seja o que ele diz ou o que ele não diz! Por isso, ele tenta, com todas as suas forças, obter a certeza ―absoluta‖ de que não vai errar, não vai pagar mico, não vai decepcionar. Ou seja, ele deseja simplesmente o impossível. O tímido desperdiça seus dias esperando por uma garantia que não existe. Quer viver sem riscos. Quer viver como se houvesse a chance, para algum dos sete bilhões de mortais, de agradar sempre, obter sempre respostas positivas e acertar sempre! Não, isso não existe! Vanessa Monteiro hoje morando na França, estará em Belo Horizonte nos dias 18 e 19 de agosto para ministrar o curso Vencendo a Timidez com Técnicas de Teatro. Ela estará ensinando como ser convincente, como ter uma verdadeira presença para participar de uma reunião, entrevista ou apresentar-se em público. Como o ator, ela estará ensinando a encontrar a boa energia, harmonizar as palavras e gestos, forma e conteúdo. ―como ficar a vontade e como deixar seus interlocutores à vontade.‖ Ela ensina que é bom que as pessoas saibam que ninguém precisa ser de um único jeito durante a vida toda. Isso significa que uma pessoa que é tímida hoje, pode deixar de ser muito em breve. Mas, para isso, obviamente, terá de aprender algumas novas crenças. Abrir-se para a mudança. Arriscar. Pagar pra ver. Afinal, vale muito á pena deixar de se sentir travado diante da vida e começar a se sentir autorizado para ser, fazer, falar, mostrar... O lado bom do medo – que é o maior problema do tímido – é que ele nos alerta para o perigo, para o que realmente pode dar errado. Mas quando o medo é demais, é hora de mostrar quem manda em quem. Fácil? De jeito nenhum! Mas totalmente possível! Basta parar de pensar e fazer, seguir em frente, agir! Uma boa nova crença para quem está tímido é que o pior que pode acontecer É ele ouvir um ―não‖ como resposta. Seja diante de um pedido de emprego, uma tentativa de conquistar alguém ou a exposição de uma ideia. o primeiro ―não‖ certamente vai ―doer‖ bastante. mas a partir do segundo, tudo vai ficar muito mais fácil. E o que custa tentar? Não ensaie tanto. neste caso, o ditado ―quem muito pensa nada faz!‖ É muito pertinente! A vida é ao vivo e, só por isso, os erros são comuns a todos nós. Todos nós dizemos coisas das quais nos arrependemos depois. Fazemos o que não deveríamos e depois temos de pedir desculpas. Todos nós já tivemos de lidar com as frustrações, as decepções e os ―micos‖. e quer saber? O mundo não acaba por causa disso! Pelo contrário: é por isso que ele evolui. É assim que a gente aprende e amadurece! Vanessa Monteiro é Atriz, graduada em Artes Cênicas pela UNIRIO e practitioner em Programação Neolinguística (PNL) formada pelo Institut Repère, Paris, França. Atualmente mestranda na Université Sorbonne Nouvelle, Paris.

5

Como trabalhar as técnicas de improviso no teatro com "A Viagem do Capitão Tornado" Introdução A comedia dell’arte pede passagem e convida a entrar na trupe da Colombina, do Arlequim e do palhaço! ―no filme A Viagem do Capitão Tornado, a gente se agrega à companhia e vai junto com os personagens‖, diz eric Nowinski, professor de teatro do Colégio Oswald de Andrade, em São Paulo. A obra é uma verdadeira imersão no teatro de improviso, tão popular na Europa entre os séculos 15 e 17. Com apenas um roteiro simples para orientar a encenação, os personagens fixos e identificados por máscaras - entram em cena para improvisar. ―estudar esse tema ajuda o aluno, a saber, decompor os elementos propostos na ação teatral.‖

Objetivos Conhecer a comedia dell’arte e trabalhar numa perspectiva histórica um dos principais gêneros do teatro. Conteúdos Técnicas de improvisação e história do teatro. Trechos selecionados Cenas em que os atores da trupe estão representando, para mostrar como eles lidavam com os imprevistos (cena 1 - 26m40s a 30m18s; cena 2 - 1h1m28s a 1h8m56s). Atividade Inicie a aula com uma contextualização histórica sobre o gênero comedia dell’arte e como ele está inserido na trajetória do teatro. É possível envolver o professor de História e contextualizar o período em que essa arte se desenvolve, no caso o Renascimento. Explique como esse gênero de alguma maneira repercute nos jogos de improvisação, populares na TV hoje. Em seguida, exiba as cenas selecionadas, divida a classe em grupos e proponha uma improvisação em cima do canovaccio - roteiro de improvisação que a comedia dell’arte seguia, com personagens pré-definidos, como a Colombina, o Arlequim e o Palhaço. Avaliação Discuta com a turma os resultados da improvisação de cada grupo, identificando pontos que podem ser melhorados com a prática.

Professor Eric Nowinski professor de teatro do Colégio Oswald de Andrade, em São Paulo.


Fazer uma História em Quadrinhos

Dicas de Evelyn Heine

Um belo dia a professora chega na classe e pede:

— Queridos alunos, quero que vocês façam uma história em quadrinhos sobre um assunto qualquer! E aí? Para ajudar, criamos este conjunto de dicas. É mais fácil do que muita gente imagina. Você vai até se orgulhar do seu talento! Primeiro, um exemplo prático. Veja: 1. Primeiro quadrinho: Desenho - Professora na frente da lousa Balão - Oi, classe! Quero que cada um faça uma história em quadrinhos! 2. Segundo quadrinho: Desenho - Todos os alunos sentados em suas carteiras com cara de assustados. Balão geral - OH, NÃÃÃO! 3. Terceiro quadrinho: Desenho - Close de um menino ou menina (você), cara preocupada. Balão - E agora? Viu só? Qualquer situação pode virar uma historinha legal. Elas estão aí por toda parte, acontecendo de verdade. A gente consegue usá-las à vontade, mudando, colocando piadinhas, exagerando, misturando fatos. Para facilitar, primeiro faça um ROTEIRO, assim como o exemplo acima, colocando no papel como será a história toda. Depois, faça as contas! Isso mesmo. Veja quantos quadrinhos sua história inteira vai ter. Aí tente descobrir de quantas páginas ela precisa. Exemplo: 12 quadrinhos. Aí eu posso colocar em 2 páginas, 6 quadrinhos em cada uma. Dividindo uma folha de sulfite ao meio, posso fazer uma CAPA na primeira página, deixar a história na segunda e terceira, colocar meu nome e série na quarta, a última.

Mas isto é só um exemplo. Algumas professoras já dizem se querem uma página ou apenas uma TIRINHA (história bem curta que é só uma tira mesmo, como as dos jornais). a ―cara‖ da história Quando você pensa na disposição e no formato dos quadrinhos, calculando as páginas, está fazendo uma coisa que se chama DIAGRAMAÇÃO.

6


―diagramar‖ É decidir a forma e o tamanho dos quadrinhos, lembrando que um pode ser o dobro dos outros e ocupar uma tira inteira, por exemplo.

outro pode ser pequeno, somente com um ―som‖ do tipo ―tum‖, ―crás‖, ―nhact‖... Ai! Não sei desenhar! Se você acha difícil desenhar ou inventar personagens, não se preocupe. Qualquer coisa que existe pode virar um personagem de quadrinhos. Mesmo bem simples. Basta um par de olhos, duas pernas ou qualquer característica dos seres humanos para ―animar‖ algo que não tem vida. Quer um bom exemplo? Uma esponja-do-mar virou um dos personagens mais famosos do mundo, não é mesmo? O criador do Bob Esponja foi muito criativo! Então, comece a observar alguns personagens por aí. Nas propagandas, logotipos de empresas, mascotes de times de futebol... Outra coisa: não precisa ser um desenho. Você pode fazer uma colagem para criar seu personagem. Um triângulo é o corpo, uma bola é a cabeça. Quem sabe até uma bola de futebol ou de basquete... se for um cara fanático por esportes... Quando você começar, vai perceber que sua imaginação achará boas idéias. Mão na massa! Dica importante: para fazer cada quadrinho, comece pelo texto (balões dos personagens). Depois faça os desenhos. Sabe por quê? Porque, geralmente, a gente se empolga com o cenário, os personagens, e depois não cabem mais os balões. Fica tudo encolhido e ninguém consegue ler direito. Outra sugestão: Se quiser, faça os quadrinhos em papéis já recortados e depois cole-os numa folha preta, deixando espaços iguais entre eles. Em vez de preta, escolha a cor que preferir, sempre contrastando com a dos quadrinhos para ficar legal.

As letras Use apenas letras MAIÚSCULAS. Capriche bem nas letras para ficarem mais ou menos do mesmo tamanho. Você pode destacar palavras importantes ou gritos com cores mais fortes, assim como usamos o NEGRITO (N) no computador. Escreva as letras antes de fazer o balão em torno delas. Tipos de balões

7


Onomatopeias Hein? Isso mesmo: ―onomatopeias‖ são palavras que imitam sons. Veja algumas delas. FORA DOS BALÕES:

OU DENTRO DOS BALÕES:

8


Final da história O final é muito importante. É o desfecho do seu trabalho. Imagine que todo leitor gosta de uma surpresa no final. Coloque a palavra ―fim‖ no último quadrinho.

O título Quando souber como será sua história, invente um título para ela. Lembre-se de deixar espaço no início da primeira página. Não complique! Cena complicada demais pra desenhar? Pense em outra. Sempre há uma solução mais simples... Frase comprida demais? Tente cortar o que não faz falta. Finja que está dizendo a mesma coisa, mas com pressa. Este é um bom truque.

9


Faรงa a lรกpis primeiro. Assim dรก pra mudar algo errado, diminuir os textos, estas coisas.

10


Entretenimento

Palavras Cruzadas As Palavras Cruzadas são um passatempo muito comum em jornais e revistas e, por isso, também fazem sucesso na internet. O objetivo é encontrar todas as palavras usando as dicas disponíveis. Conforme algumas palavras são preenchidas, algumas letras de outras palavras automaticamente aparecem, o que facilita bastante a resolução. A dificuldade da palavra cruzada varia de acordo com o formato e a quantidade de palavras. Quanto menos as palavras se cruzam e mais palavras o jogo tem, é maior a possibilidade do jogo ser mais difícil. Além disso, o grau de dificuldade varia de acordo com o tema da palavra cruzada, então, se você estiver aprendendo a jogar, escolha um tema que você goste e tenha conhecimento.

11


Alunos realizando trabalho sobre o tema Educação, ética e cidadania, Após pesquisas, leitura, entre outros trabalhos realizados na escola.

12


13

Jornal informativ1  

“Este jornal irá circular na escola, pois, é uma semente a ser plantada no coração dos alunos, para que as gerações futuras possam ver germi...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you