Page 1

PROCEDIMENTOS LABORATORIAIS E BIOSSEGURANÇA

EPI Curso Técnico em Veterinária


EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

EPIS

São elementos de contenção de uso individual utilizados para proteger o profissional do contato com agentes biológicos, químicos e físicos no ambiente de trabalho. Servem, também, para evitar a contaminação do material em experimento ou em produção. Desta forma, a utilização do equipamento de proteção individual torna-se obrigatória durante todo atendimento/procedimento. Os equipamentos de proteção individuais e coletivos são considerados elementos de contenção primária ou barreiras primárias. E podem reduzir ou eliminar a exposição da equipe, de outras pessoas e do meio ambiente aos agentes potencialmente perigosos.


LUVAS LÁTEX

Contato com membranas mucosas, lesões e em procedimentos que não requeiram o uso de luvas estéreis.

LÁTEX ESTÉRIL

Procedimentos cirúrgicos.

VINILL

Não contém látex, são transparentes e sem amido, por isso antialérgica

BORRACHA

Para serviços gerais, tais como processos de limpeza de instrumentos e descontaminação.


LUVAS BORRACHA NITRÍLICA São as mais resistentes que as luvas de borrachas. Devem ser utilizadas para o manuseio de ácidos minerais (HCl, HNO3, H2SO4), produtos caústicos (NaOH), e solventes orgânicos (tolueno, benzeno, hexano).

CLORETO DE VINILA

Manuseio de produtos químicos como ácidos, amoníacos, álcoois, cetonas e óleos.

MALHA DE AÇO Proteção contra materiais cortantes, utilizadas em: Indústria Alimentícia, Frigoríficos, Abatedouros, Cozinha Industrial, Restaurantes e Corte de Faca.

BORRACHA

Manipulação de trabalhos com temperaturas até 250ºC.

Profile for Mariana Zagatti

Seminário Biossegurança  

Seminário Biossegurança  

Advertisement