Issuu on Google+

Escola Secundária Quinta do Marquês

Correio Eletrónico

Mariana Portugal e Pedro Sousa Novembro, 2012


Índice Introdução...................................................................................................................................... 3 Definição de Correio Eletrónico.................................................................................................... 3 Conceptualização ...................................................................................................................... 4 Existem diversos tipos de endereço de correio eletrónico:........................................................ 5 Como surgiu o Correio Eletrónico ................................................................................................ 5 Objetivo do Correio Eletrónico ..................................................................................................... 9 E-mail Marketing – Uma Aplicação com muito sucesso ............................................................ 10 Importância do E-mail nos dias de hoje ...................................................................................... 11 Como lidar com a caixa de correio .......................................................................................... 11 Segurança vs Perigo .................................................................................................................... 12 Segurança ................................................................................................................................ 12 Perigo ...................................................................................................................................... 13 Vantagens e Desvantagens .......................................................................................................... 14 Conclusão .................................................................................................................................... 15 Bibliografia................................................................................................................................... 16

2


Introdução Neste trabalho pretendemos abordar as várias vertentes no que toca ao Correio Eletrónico. O objectivo do trabalho é dar a conhecer todas as faces desta revolucionadora invenção, desde as várias definições de e-mail que existem até à aplicação e impacto que tem hoje nos grandes temas da actualidade. Também se pretende alertar e aconselhar sobre os perigos a que o utilizador possa estar sujeito, e às medidas de segurança a tomar. Será abordado também um tema de grande relevância e interesse, que é a importância do e-mail nos dias de hoje.

“arroba”- simbolo inventado para separar o nome do utilizador do nome da empresa

3


Definição de Correio Eletrónico “O correio eletrônico é normalmente o mais importante meio de comunicação entre os usuários. Uma mensagem eletrônica é armazenada em um arquivo, formatada de maneira especial e programas de correio específicos são utilizados para ler e enviar mensagens. O sistema de correio é constituído por uma série de programas. A entrega de mensagens para usuários remotos é realizada por um programa específico o agente de transferência de mensagens ou MTA, como por exemplo o sendmail ou smal), enquanto os programas de usuários são também distintos (agente de correio de usuário ou MUA, por exemplo, kmail, pine, elm). As caixas postais são normalmente armazenadas no diretório /var/spool/mail.”- Fábio Berbert de Paula "o e-mail é um dos mais importantes serviços de tecnologia da informação que prestamos à Santa Sé, permitindo a nossa comunicação interna, facilitanto a correspondencia entreos nossos consulados, e apoiando nossos esforços mundiais de evangelização."-Judith Zoebelein (EstadosUnidos, 1948)

"O correio electrónico, conhecido por e-mail, tornou-se tão rotineiro no seu uso comum que parece não ter segredos. No entanto, é sempre bom colocar as rotinas em causa e tentar compreender como fazer uma melhor utilização."-Libório Manuel Silva (Exame, Outubro de 2008)

Conceptualização 4


Correio eletrónico, e-mail, correio-e…entre muitas outras definições que definem um serviço que permite enviar e receber mensagens através de sistemas eletrónicos de comunicação. Esta funcionalidade é aplicada tanto a sistemas de internet, que permite o envio de qualquer tipo de informação, para qualquer endereço, tal como aos de intranet que permitem a troca de mensagens dentro de empresas ou organizações. Hoje em dia, para a utilização do correio eletrónico é necessário ter um enderenço deste género, para o qual as mensagens são enviadas : seunome@nomedoseuprovedor.com

Existem diversos tipos de endereço de correio eletrónico: 

POP:

O POP, "Post Office Protocol", permite efetuar o download de mensagens renviadas através do SMTP, para que, mais tarde, se tenha acesso aos e-mails com um programa de correio eletrônico, mesmo não estando conectado à Internet. As mensagens são lidas por um programa de correio eletrônico - "mailer" instalado no computador (Mozilla Thunderbird, Mail do Mozilla ou Netscape, Eudora, Outlook, Pegasus, The Bat, etc). É essencial que a configuração esteja correta, o que implica em configurar corretamente no "mailer" os endereços do servidor de smtp (Simple Mail Transfer Protocol): controla o envio de mensagens e de pop3 (Post Office Protocol Versão 3): controla a receção. Só é necessário estar Online para receber os e-mails e assim, arquivá-los. A leitura e a resposta podem ser feitas com a conexão desligada - "offline", pois as mensagens são descarregadas no programa de e-mail. 

SMTP

Smtp (Simple Mail Transfer Protocol), é um protocolo simples, com o intuito e enviar mensagens de forma simples e eficaz, através da internet. O desempenho do SMTP aumenta se as máquinas envolvidas, emissor e receptor, se encontrarem ligadas permanentemente. É bastante fácil testar um servidor SMTP usando o programa telnet.. Dada a especificação inicial, que contemplava apenas texto ASCII, este protocolo não é ideal para a transferência de anexos. O SMTP é um protocolo de envio apenas, o que significa que ele não permite que um usuário descarregue as mensagens de um servidor. Para isso, é necessário um cliente de email com suporte ao protocolo POP3 ou IMAP, que é o caso da maioria dos clientes atuais. 5


Webmail

As mensagens recebidas por webmail, são lidas pelo navegador - browser ( Mozilla Firefox, suíte Mozilla, Netscape, Internet Explorer, Planet, Opera, etc), a partir de um endereço da Internet (http://...). Portanto, a partir de qualquer lugar do mundo consegue-se aceder ao e-mail, bastando usar um computador conectado à Internet. Não é necessário configurar um programa específico para usá-lo. O único requisito é um navegador, além da óbvia conexão com a Internet. Ou seja, é um mail que não necessita de um programa de correio instalado. Entretanto, as mensagens só podem ser lidas e respondidas on-line. Melhor dizendo, é necessário estar conectado à internet para receber, ler, escrever e enviar os e-mails. Assim, é preciso um grande tempo de conexão à Internet, o que, em caso de uso de telefone, pode incorrer em grandes gastos financeiros para o usuário. Uma senha é estabelecida, de modo a que o mail seja de uso unica e exclusivamente particular. (Os provedores se comprometem a não dar acesso para outras pessoas àquela área).

Interacção e fucionamento entre internet, SMTP e POP3

6


Como surgiu o Correio Eletrónico Ao contrário daquilo que muitas se vezes se pensa, o correio eletrónico é ainda mais antigo do que a internet, sendo uma das ferramentas impulsionadoras da sua criação. O e-mail surgiu através de troca de mensagens entre usuários de computadores , tendo sido registado o primeiro em 1965. A troca de mensagens possibilitava a comunicação entre os múltiplos usuários de um computador do tipo 1Mainframe. Os primeiros sistemas criados com a funcionalidade de troca de mensagens foram o Q32 da SDC e o CTSS do MIT. Com esta troca, surgiu então o “E-mail em rede”. Esta ferramenta fazia com que os usuários de diferentes computadores pudessem trocar mensagens entre si. Não se tem conhecimento do primeiro sistema que permitiu o e-mail em rede, no entanto, a informação fornecida revela que o sistema AUTODIN( Automatic Digital Network), datado de 1966, pode ter sido o primeiro sistema a permitir ea troca de mensagens entre computadores. "Há relatos em que a rede de computadores ARPANET, que foi desenvolvida pela agência Americana ARPA (Advanced Research and Projects Agency - Agência de Pesquisas em Projetos Avançados, teve uma grande participação para a evolução do e-mail no ano de 1969, já que, eles tinham grande interesse em interligar todos os acontecimentos de suas bases militares com outros departamentos do interesse americano."(Rafaela Pozzebon-28/11/2011) Em 1971, o programador Ray Tomlinson (Amsterdão, 1941) implementou o sinal ''@'', com o objetivo de separar os nomes do usuário e da máquina no endereço de correio eletrônico. Este programado teve uma participação crucial na elaboração do correio eletrónico, principalmente por ter criado os programas de e-mail SNDMSG(The Send Message) e READMAIL. Infelizmente não há registro da primeira mensagem enviada por Tomlinson, pois não houve preservação da mesma. A mensagem continha um anúncio sobre um e-mail em rede.

A partir desse marco alcançado, o uso do e-mail foi se desenvolvendo cada vez mais e hoje, existem milhares de locais onde se pode ter uma caixa de correio on-line e, fazendo com que as

1

Mainframe é um computador de grande porte, especializado no processamento de um grande volume de informações. 7


tradicionais cartas de papel escritas à mão, fossem esquecidas, pelas pessoas que acreditaram no envio de mensagens instantâneas. Um e-mail enviado no início de 1970 parece muito semelhante a uma mensagem de texto dos dias atuais.

Mainframe

8


Objetivo do Correio Eletrónico A criação do correio eletrónico, teve como principal objetivo de facilitar a troca de mensagens e ideias entre diferentes usuários do mainframe. Anteriormente à sua existencia, os documentos e mensagens eram enviados por correio tradicional, verificando-se grande demora nesta partilha . Não só o tempo, mas também o seu serviço gratuito impulsionaram a maior frequência da sua utilização. O correio electronico visa também a redução de documentos em papel, que nos dias de hoje, é um gasto que está inserido numa das grandes preocupações a nível mundial. A partir do mesmo, verificou-se o desenvolvimento de outras ferramentas e a dinamização de novas formas de trabalho. Com o desenvolver desta ferramenta, foram-se juntanto mais objectivos, ao objectivo principal, como, a possibilidade de anexar documentos maiores e em diversos formatos, a confirmação de que o destinatário terá recebido a mensagem e o seu acesso extremamente alargado, não esquecendo a possibilidade de enviar a mesma mensagem a diversos individuos de uma só vez. Ao longo dos tempos, o e-mail tem sido utilizado com maior frequência, atingindo o seu objetivo principal de comunicar mais rapidamente e em qualquer lugar e verificando-se neste, um enorme desenvolvimento.

9


E-mail Marketing – Uma Aplicação com muito sucesso Como o próprio nome indica, e-mail marketing é a promoção de produtos via e-mail, através de subscrições do utilizador. Esta aplicação é gera grandes quantias monetárias, devido ao seu enorme sucesso no mundo dos mercados. O seu sucesso pode ser explicado por duas grandes vantagens: Os e-mails chegam a um enorme número de possíveis compradores, o que torna o serviço útil, e tendo em conta que os utilizadores verificam a caixa de correio numa base diária, o serviço torna-se eficiente. Uma das poucas desvantagens é o facto de os utilizadores conseguirem configurar as suas caixas de correio para filtrarem as mensagens relativas ao marketing. O e-mail marketing, no entanto, pode levar a um problema mais sério, o qual consiste na recepção de mensagens indesejadas, das quais não houveram subscrição, e a quantidade de mensagens recebidas. A isto dá-se o nome de SPAM.

10


Importância do E-mail nos dias de hoje Hoje em dia, a importância de ter um endereço de correio eletrónico, é bastante considerável porque o e-mail abre muitas portas no que toca aos temas de negócios, trabalho, socialização, comunicação, entre muitos outros. A facilidade e a rapidez são as características responsáveis pela versatilidade impressa pelo e-mail.

Como lidar com a caixa de correio O e-mail, no entanto, quando aplicado a todos estes temas, pode criar problemas de confusão na caixa de correio, quando esta começa a ficar demasiado cheia. Existem vários conselhos, bastante recomendados, para lidar com este tipo de problemas. É favorável ao utilizador verificar a caixa de correio todos os dias, para não acumular mensagens. Outra, é ''disciplinar'' a caixa, quer isto dizer, tentar dividir e associar e-mails de trabalho a uma pasta de trabalho, mantendo a organização evitando sintomas de stress. Por último, responder e-mails a determinadas horas fixas, ajuda o utilizador a organizar-se melhor, e passa a imagem de que só responde e-mails a essas horas aos outros utilizadores, o que é uma vantagem.

11


Segurança vs Perigo Segurança A segurança de um computador relaciona-se com a pessoa que o usa e da consequente adoção de princípios básicos de segurança, não só como o que partilha nos emails enviados por via internet. Hoje em dia o email possui variadíssimas formas de segurança que dão ao utilizador uma maior confiança, sendo que este terá sempre que respeitar as regras de segurança mais adequadas. Um utilizador preocupado com a segurança do seu e-mail, deverá saber identificar uma mensagem credivel, de uma mensagem maliciosa, isto é, uma mensagem que possa causar perigo tanto ao seu e-mail, como ao seu computador. Como referido, existem diversas regras de grande importância, que conferem maior segurança à utilização do correio eletrónico, são algumas destas: 1. Não abrir mensagens de correio de origem desconhecida ou suspeita. 2. Não abrir mensagens se o assunto é estranho e/ou inesperado, pois existem vírus quese emulam em endereços de correio electrónico. 3. Não descarregar qualquer ficheiro recebido, sem conhecimento da origem. 4. Suspeitar das mensagens fornecedoras de pistas para a resolução de problemasno computador pois muitos deles são enganosos levando ao prejuízo do própriocomputador. 5. Não responder a mensagens de correio electrónico em cadeia, pois na maioria das vezesénos sugerido o envio para terceiros com avisos falsos. 6. Não se deve fornecer dados pessoais em qualquer circunstância especialmente no quetoca a documentos de identificação. 7. Não só podem ser utilizadas as regras em cima referidas, como também se podem adoptar outros metodos como: 

atualizações de software que permite atualização de novas técnicas de segurança.

utilização do firewall que ajuda a impedir outras pessoas de utilizaram o endereço doutilizador vitima.

utilização de um anti-virus que ajuda a proteger o próprio computador do ataque não sódo e-mail como do computador em

12


Perigo O e-mail pode abrir portas a exposição de dados pessoais e/ou de trabalho, que podem ser conseguidos por quem menos se espera. 

Os nossos dados podem ser recolhidos por empresas de marketing que os utilizam para enviar mensagens, por vezes em quantidade excessiva, o que pode ser um grande inconveniente. Mais do que se pensa, todos estamos sujeitos a atos de hacking, quer isto dizer, que alguém que seja experiente e tenha conhecimentos nesta área, pode ‘descodificar’ as nossas passwords’ e aceder às nossas contas para uso pessoal. Por último, mas não menos importante, os vírus são uma ameaça a qualquer computador, correndo o risco de o utilizador perder conteúdos importantes. Todos estamos vulneráveis perante estas ameaças que tomam muitas vezes, formas de e-mails e downloads.

13


Vantagens e Desvantagens Vantagens O serviço de correio eletrónico, é, portanto, uma forma de comunicação, que possui variadíssimas vantagens, facilidades e praticabilidades, como:

     

      

Facilidade no acesso Facilidade na utilização Rapidez na resposta ao email enviado Permição de envio de qualquer tipo de informação Confirmação da chegada da mensagem enviada ao destinatario Possibilidade de envio de anexos em diversos formatos (textos,imagens, sons, vídeos ou programas.) Envio rapido de documentos ou imagens anexados a mensagem Possibilidade de armazenamento de mensagens Facilidade de anexar os arquivos recebidos no proprio computador Custo reduzido Menor uso de grandes quantidades de papel Acesso alargado Possibilidade de enviar a mesma mensagem a diversos individuos de uma só vez.

Desvantagens Sem duvida que nesta ferramenta, não só existem vantagens ,como desvantagens. São algumas destas:        

Grande perda de tempo a visualizar as mensagens de correio Causa de distração em locais de trabalho Poderá portar vírus no próprio email E uma forma de comunicação mais impessoal Aparecimento dos SPAM Certos emails poderão cair nas mãos erradas Por vezes não são idêntificados os e-mails não lidos (acontece apenas em alguns programas) Difículdade em apagar e/ou destruir mensagens eletrônicas armazenadas em diversos lugares nos discos dos computadores.

14


Conclusão Após a exposição de todos os tópicos mais relevantes, para um breve conhecimento do serviço de correio eletrónico, podemos concluir que esta ferramenta, é uma das mais abordadas pelos utilizadores da internet, tendo surgido antes da mesma. Tal como todos os outros serviços, este possui não só qualidades e facilidades, como grandes defeitos, que têm sido trabalhados de forma a serem reduzidos, desenvolvendo a ferramenta em questão. Ficando a conhecer um pouco da história e da definição desta ferramenta, tanto como os métodos de segurança da mesma, conseguimos aborda-lo de uma forma diferente e mais consciente. Por fim, ficamos alertados para o comportamento e a forma de tirar o melhor partido desta ferramenta, como de todas as suas funções, relacionadas com o marketing e comercio, e do modo como poderemos agir para que o correio eletrónico não passe de estratégia de melhoramento a “dor de cabeça”.

15


Bibliografia Postel , Jonathan B.- SIMPLE MAIL TRANSFER PROTOCOL THE SMTP MODEL, Calofornia, Agosto de 1981 [Consult.10 Novembro 2012]. Disponível na Internet:<URL: http://james.apache.org/server/rfclist/smtp/rfc0821.txt> Russo, Lilian-Tutorial de e-mails O que é correio eletrônico? 2002/2008.[Consult. 30 Outubro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://ilove.terra.com.br/lili/correio.asp> Silva, Libório Manuel –centroatlantico.pt

E-mail. Julho,2008.[Consult. 18 Novembro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://www.centroatl.pt/titulos/solucoes/e-mail.php3> Pozzebon ,Rafaela -Internet Porque e quando surgiu o e-mail.28/11/2011.[Consult. 22 Outubro 2012].

Disponível na Internet: <URL: http://www.oficinadanet.com.br/artigo/internet/por-que-equando-e-surgiu-o-e-mail> Karasinski ,Eduardo -Tecnomundo

Redes sociais. 21 de Setembro de 2009.[Consult. 18 Novembro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://www.tecmundo.com.br/web/2763-a-historia-do-email.htm>

James, Kyle-Hubspot - Inbound Internet Marketing Blog

5 Email Marketing Mistakes to Avoid.13, Julho, 2010.[Consult. 14 Novembro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://blog.hubspot.com/blog/tabid/6307/bid/6210/5-Email-Marketing-Mistakes-

to-Avoid.aspx> Rebêlo, Paulo-UOL Tecnologia E-mail traz riscos à privacidade e à segurança do PC; veja dicas e proteja-se. 09/02/2009. [Consult. 20 Novembro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://tecnologia.uol.com.br/seguranca/ultnot/2009/02/09/ult6065u5.jhtm> 16


Bradesco-Segurança E-mails Falsos [Consult. 20 Novembro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://www.bradescoseguranca.com.br/html/content/emails/default_falsos.asp>

Cometê gestor da Internet do Brasil-anti-spam.br O que é o spam? [Consult. 20 Novembro 2012]. Disponível na Internet: <URL:http://www.antispam.br/conceito/> D,V.-Expressoemprego.pt Vai um e-mail [Consult. 28 Outubro 2012]. Disponível na Internet: <URL: http://aeiou.expressoemprego.pt/Carreiras.aspx?Id=4341> Autor desconhecido-e-mail O serviço de e-mail. 3 de setembro 2011[Consult. 28 Outubro 2012]. Disponível na Internet: <URL :http://www.ufpa.br/dicas/net1/mailtipo.htm> Gengo, Bárbara - Cases 5 motivos que fazem do email marketing uma ferramenta imbatível nas vendas.14/09/2012 [Consult. 6 Novembro 2012] Disponível na Internet: <URL : http://ecommercenews.com.br/artigos/cases/5-motivos-que-fazem-do-email-marketing-umaferramenta-imbativel-nas-vendas> Como ler e responder a e-mails? Caderno Especial Visão Ensino Superior. Página 36-37. Data de publicação desconhecida.

17


18


Trabalho word-correcções