Page 55

55 O silêncio me pegou. Do canto dos meus olhos, alguma coisa grande e branca se lançou dentro das árvores de modo imprevisível. —Rob? — Eu chamei novamente, me movendo para o lugar onde ele tinha caído. —Onde você está? Robbie? —Boo. — Rob apareceu atrás de mim, levantando—se da névoa como um vampiro de seu caixão. Dizer que eu gritei era um pouco de eufemismo. —Um pouco nervosos hoje, não estamos? — Robbie riu, e se lançou para fora do meu alcance antes que eu pudesse mata-lo. —Hora de mudar para o café descafeinado, princesa. Se você vai gritar para cada bogey que pule para fora e diga ‗boo‘, você estará exausta antes de chegarmos na margem do bosque. Ele tinha mudado. Calças verdes de caçador e um grosso capuz marrom substituíram seus jeans e sua camisa velha. Eu não consegui ver muito bem seus pés na névoa, mas parecia como se ele houvesse trocado seus tênis por botas de couro macias. Seu rosto estava mais magro, mais duro, com ângulos agudos e feições pontiagudas. Seu cabelo ruivo combinado com os olhos verdes brilhantes, ele me lembrava uma raposa sorridente. Mas a diferença mais notável eram suas orelhas. Delgadas e pontudas, elas projetavam-se nas laterais de sua cabeça, como... bem, como de um elfo. E, naquele momento, todos os traços do Robbie Goodfell desapareceram. O garoto que eu havia conhecido por quase minha vida toda tinha desaparecido, como se ele nunca tivesse existido, e apenas Puck permanecia. —Qual o problema, princesa? — Puck bocejou, esticando suas longas pernas. Era minha imaginação ou ele tinha ficado mais alto também? —Você parece como se estivesse perdido seu melhor amigo. Eu ignorei a questão, não querendo continuar com o assunto. —Como você fez isso? — Eu perguntei, para conduzir a conversa para outro lugar. —Suas roupas, eu quero dizer. Elas estão diferentes. E o jeito como você fez os livros voarem em volta do quarto. Isso é mágica? Puck sorriu. —Glamour. — Ele disse, como se isso significasse alguma coisa para mim. Eu franzi as sobrancelhas para ele, e ele suspirou. —Eu não tive tempo para me trocar antes de chegarmos aqui, e meu senhor, o Rei Oberon, desaprova vestir roupas mortais na corte. Então, eu usei glamour para me fazer apresentável. Como usei glamour para me fazer parecer humano. —Espere um minuto. — Eu lembrei do sonho da conversa entre Robbie e a enfermeira. — Existem outros como você... você tipo faery, andando pela cidade? Embaixo do nariz de todo mundo? Puck me deu um sorriso muito estranho. —Nós estamos em todos os lugares, princesa. — Ele disse firmemente. —Embaixo de suas camas, em seus sótãos, passando por vocês nas ruas. — Seu

Iron Fey - Livro 01 - O Rei de Ferro (Iron King) - Julie Kagawa  

Meghan Chase nunca se encaixou em sua escola de cidade pequena, e agora, na véspera de seu aniversário de 16 anos, ela descobriu porquê. Qua...

Iron Fey - Livro 01 - O Rei de Ferro (Iron King) - Julie Kagawa  

Meghan Chase nunca se encaixou em sua escola de cidade pequena, e agora, na véspera de seu aniversário de 16 anos, ela descobriu porquê. Qua...

Advertisement