Issuu on Google+

No tempo em que os bichos falavam, uma bela e vaidosa princesa vivia em um reino muito distante. Certo dia, quando brincava com uma bola de ouro, a princesa deixou cair dentro de um lago. Pensando que jamais


conseguiria recuperar a sua bola, se pôs a chorar.

-Não chore, bela princesa. Posso resgatar a bola se você quiser- disse um sapo. -Você faria isso por mim?perguntou a princesa. -Claro que sim. Mas em troca, quero um beijo seu!


Sem outra opção , a princesa concordou. Em poucos segundos mergulhou no lago, apanhou a bola e levou-a até os pés da jovem. Toda feliz, a princesa pegou a bola e correu de volta para o castelo. -Princesa, você precisa cumprir a sua palavra!Gritou o sapo. Mas ela não deu importância.


O sapo então passou a seguir a princesa por todos os lugares. No almoço, pedia um pouco da comida da princesa. Quando ela se deitava para dormir, o sapo queria compartilhar da sua cama.


Percebendo que sua filha estava triste e abatida, o rei mandou que atirassem o sapo impertinente de volta ao lago. Antes que o pegassem, porĂŠm o sapo disse diante da corte: -Oh, rei, estou apenas cobrando uma promessa.


-De que está falando, sapo? Seja breve!- Esbravejou o rei.

A princesa, sua filha, prometeu-me um beijo se eu conseguisse recuperar a sua bola de estimação, que caiu no lago. Entretanto, quando apanhei a bola, ela ela saiu correndo e não cumpriu a sua parte do trato.


O rei, disse a sua filha que uma promessa real jamais deveria ser quebrada. A jovem começou a chorar e, arrependida, falou ao sapo que cumpriria a sua palavra. Delicadamente, tomou o sapo em suas mãos, fechou os olhos,


criou coragem e o beijou.

Diante dos olhos de todos, o sapo se tornou um belo príncipe de vestes muito nobres. O príncipe contou que uma bruxa o havia transformado em sapo e que o feitiço só poderia ser quebrado com o beijo de uma princesa. Por este motivo, fora tão insistente. Os dois jovens, então. apaixonaram e se casaram em uma festa que durou muitos dias.



A princesa e a sapo