Page 1

Visita dramatizada ao Criptopórtico de “Aeminium” (Museu Machado de Castro)

Como? Quand o?

e d n O ?

O quê?

Quem ?

uê rq Po ?

No dia 18 de Janeiro pelas 9:30, nós, alunos da escola ____________, acompanhados pelas professoras __________________________, fomos visitar o Criptopórtico do Museu Machado de Castro, antigo Criptopórtico Romano, no âmbito do projeto “Artes e Saberes”. Chegámos a Coimbra às 10h e 30min e, enquanto a nossa professora foi à receção do Museu pagar as entradas, nós lanchámos e aproveitámos para brincar um pouco. De seguida, a nossa atenção focou-se num senhor/ator… o “guardachaves”, que nos perguntou: - Viram por aqui uns meninos pequeninos? Estou à espera de uns ajudantes para o museu! Nós respondemos que esses meninos éramos nós. Ele não acreditou e voltou a perguntar, com ar incrédulo, «Vocês?!». Então, puxou de uma régua e começou a medir-nos… Apesar de o “guarda-chaves” achar que nós


não éramos assim tão pequenos, perguntou-nos se nós queríamos ser seus ajudantes. Claro que nós aceitámos sem hesitar! Antes de nos tornarmos seus ajudantes tivemos que prestar uma prova; a qual consistia em observar umas imagens do exterior do Museu (em cartas) e encontrar o respectivo lugar ou aspeto arquitetónico do património existente. Superada a prova fomos “transformados” em ajudantes do “guardachaves” e, já no interior do Museu, o nosso anfitrião relembrou-nos muitos conteúdos relacionados com o povo Romano, por exemplo, que o auge da sua expansão territorial aconteceu no século I (d.C) e todos os territórios ocupados faziam parte de um grande império, circundantes ao Mar Mediterrâneo (mar que eles designavam por “Mare Nostrum”). Descemos ao Criptopórtico (antiga arquitetura romana) e deparámonos com uma galeria abobadada subterrânea de dois andares. Os arcos do criptopórtico serviam para sustentar estruturas localizadas na superfície (o fórum), compensando um declive no terreno, como é o caso deste Criptopórtico da cidade alta de Coimbra, chamada Aeminium na época romana. Na Idade Média o fórum foi substituído pelo palácio episcopal da cidade, convertido no século XX no Museu Nacional Machado de Castro. No Criptopórtico percorremos as galerias e observámos placas informativas, uma delas é muito especial porque tem cerca de 2000 anos e descreve, em latim, que o povo de Aeminium (de Coimbra) reconhece e venera o seu imperador (vestígio que prova a ocupação do povo romano). Também observámos os bustos de alguns imperadores, como o Imperador


Trajano (Marco Úlpio Nerva Trajano) e Vespasiano (Tito Flávio Sabino Vespasiano); ficámos a saber que este povo era muito prático e organizado. A visita foi concluída pelas 12h e regressámos muito entusiasmados à escola. Todos nós concluímos que a visita de estudo foi muito interessante, divertida e diferente de todas as outras que já realizámos.

Museu Machado de Castro  

Texto sobre visita de estudo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you