Page 81

1987, um ano de esperança No final de 1987, a revista “Informativo Coopercitrus” publicou a primeira grande matéria sobre a Credicitrus,

UM EXEMPLO DA FORÇA DO COOPERATIVISMO DE CRÉDITO

dando conta de sua evolução até então. Essa matéria é transcrita a seguir:

Credicitrus conquista agricultores e cresce A Credicitrus, cooperativa de crédito rural ligada à

integralmente e o lucro volta para o cooperado, que decide

Coopercitrus, foi fundada em março de 1985 (N.R. – de

se continua deixando seu capital na cooperativa ou não.

fato, a cooperativa foi fundada em setembro de 1983 e iniciou suas operações em março de 1985) e hoje já ocupa

“Num banco comum, o cliente paga para o banqueiro;

a segunda posição entre os bancos da região em operações

numa cooperativa, ele paga para ele mesmo, ou seja, em seu

de crédito rural, vindo atrás somente do Banco do Brasil.

próprio benefício”, diz.

A informação é dada por Leopoldo Pinto Uchôa, que, além de vice-presidente da Coopercitrus, é diretor de Operações

Atuando em estreita colaboração com o Banco Nacional de

da Credicitrus desde sua criação.

Crédito Cooperativo (BNCC), os cheques da Credicitrus têm amplo trânsito na compensação nacional.

Qual a razão desse crescimento em tão pouco tempo de existência? A resposta está nas vantagens que uma cooperativa de crédito rural proporciona para seu associado. Voltada para as atividades rurais, promovendo financiamentos de atividades agropecuárias e descontos de títulos e promissórias rurais e captando depósitos dos cooperados, a Credicitrus

CREDICITRUS

só atua com agropecuaristas especialmente associados ao sistema Coopercitrus/Frutesp. “Conhecemos melhor do que os bancos comerciais comuns as atividades do produtor rural e os problemas das lavouras e, dessa forma, temos condições de obter as menores taxas de juros do mercado e baratear o crédito rural, o que representa uma redução de custos para o cooperado”, afirma Leopoldo Uchôa.

Instalações iniciais da Credicitrus na loja da Coopercitrus em Bebedouro

O diretor da Credicitrus aponta ainda outras razões para o barateamento do crédito rural: as cooperativas rurais têm condições de garantir a permanência dos recursos aplicados na agropecuária, pois, como não estão sujeitas ao pagamento do Imposto de Renda, os depósitos podem ser aplicados

81

Livro "Credicitrus - Um exemplo da força do cooperativismo de crédito  

Livro de comemoração dos 25 anos da Credicitrus.

Advertisement