Page 71

A cooperativa, finalmente, teria condições de entrar em operação, conforme relembra Nehemias Alves de Lima: “Seus primeiros funcionários, indicados pela diretoria e mais especificamente por Walter Ribeiro Porto, foram Paulo Eduardo Franco (Padu), como gerente e Maria Madalena Fernandes Rocha, encarregada da contabilidade, que já eram funcionários da Coopercitrus; e, como assistente da gerência, Luís Fernando Falcosky, que depois assumiria a gerência da filial da

UM EXEMPLO DA FORÇA DO COOPERATIVISMO DE CRÉDITO

Coopercitrus em Ribeirão Preto e mais tarde se desligaria da cooperativa. Por determinação da diretoria, os três foram fazer um curso em São Paulo, promovido pela OCESP, para conhecer as particularidades do cooperativismo de crédito”. Quanto à movimentação, recorda Nehemias, era muito pequena: “Praticamente só a Coopercitrus fazia movimentações. Quanto aos cooperados, somente Walter Porto, Leopoldo Uchôa e Nivaldo Battistetti, os três primeiros cooperados, e mais dois, Walter Stamato e José Agostinho Perri, movimentavam contas na cooperativa”. Maria Madalena Fernandes Rocha, que permaneceria na Credicitrus e à época da comemoração dos 25 anos da cooperativa era sua funcionária mais antiga em atividade, relembra esses primeiros tempos: “Eu tinha a função de cuidar do caixa e das compensações e, nos finais de semana, cuidava da contabilidade. Para isso, eu tinha que datilografar as fichas de contas de capital, o que fazia em casa, em uma máquina de escrever emprestada pela cooperativa, com autorização do Padu”. Quanto às movimentações, eram inicialmente pequenas, como relembra: “Além da Coopercitrus, praticamente só alguns cooperados faziam operações com a Credicitrus. Destes, o que mais se destacava era José Agostinho Perri, que na época era chamado pelos diretores de garoto-propaganda, pois, além de fazer operações com a cooperativa, tornou-se um divulgador entusiasmado das vantagens do cooperativismo de crédito rural. Ele com certeza convenceu muitos produtores a se associarem à Credicitrus. Além dessas movimentações, na época o Sr. Leopoldo firmou convênio com a Empreiteira União, que era dirigida pelo cooperado número 88, Valdomiro Ramos. Essa empresa fazia a colheita de laranja, recebia dos proprietários ou das indústrias, depositava todo o dinheiro na Credicitrus e, alguns dias depois, era feito o pagamento aos colhedores. Com isso, tínhamos mais algum dinheiro em caixa”.

CREDICITRUS

Segundo Madalena, esse foi o quadro predominante até o final de 1986 e início de 1987, quando a Credicitrus contratou novos funcionários e começou a crescer. Nesse período, a Coopercitrus garantiu à Credicitrus as condições iniciais para sua operação, não só em termos de recursos financeiros, já que passou a efetuar regularmente depósitos na nova cooperativa, mas igualmente de recursos humanos e instalações físicas. Em termos de liderança, desde os primeiros dias de operação da Credicitrus, Leopoldo Pinto Uchôa revelou-se um condutor seguro. Assim, não era apenas o seu diretor de Crédito Rural. Envolvia-se diretamente em todas as decisões e ações da cooperativa, nada escapando ao seu controle – “não por espírito concentrador”, justifica, “mas por cautela”. Por isso, ele viveu intensamente esses tempos iniciais, conforme recorda: “Nesses primeiros anos, não tínhamos que pagar salários, encargos, aluguel, nem despesas de água, luz e telefone. Esses custos foram integralmente absorvidos pela Coopercitrus, que também nos cedeu o mobiliário e até o material de trabalho para o nosso dia-a-dia. O apoio inicialmente acertado para durar apenas um ano se estendeu por muito mais tempo. Foi isso que nos permitiu dar os primeiros passos e pouco a pouco conquistar a confiança de nossos cooperados, pois, desobrigados dos custos citados, podíamos dedicar-nos inteiramente ao atendimento das necessidades financeiras dos produtores rurais, dentro dos limites que a lei nos facultava”.

71

Livro "Credicitrus - Um exemplo da força do cooperativismo de crédito  
Livro "Credicitrus - Um exemplo da força do cooperativismo de crédito  

Livro de comemoração dos 25 anos da Credicitrus.

Advertisement