Page 123

Expansão segue o ritmo planejado Confirmando as previsões feitas por Leopoldo Pinto Uchôa na inauguração da nova sede da Credicitrus, a cooperativa prosseguiu com sua expansão durante 1999, inaugurando mais três filiais – a quarta em Itápolis (9 de março); a quinta

UM EXEMPLO DA FORÇA DO COOPERATIVISMO DE CRÉDITO

em Monte Azul Paulista (22 de julho); e a sexta em Barretos (8 de setembro) – todas ocupando espaço nas respectivas lojas da Coopercitrus. Foi, de um modo geral, um bom ano para a Credicitrus. Contrariando expectativas pessimistas divulgadas no início do ano, após a desvalorização do Real, a economia brasileira reagiu positivamente, a taxa inflacionária manteve-se em níveis projetados pelo governo e a substituição da âncora cambial pelo modelo de câmbio flutuante abriu espaço para a redução gradual da taxa de juros básica, que, de 45% ao ano, caiu para 19% ao ano em setembro, mantendo-se nesse patamar, com possibilidade de novas reduções durante o exercício de 2000. Apesar da redução natural do spread, conseqüência da queda das taxas de juros, e das dificuldades financeiras experimentadas pela maioria dos cooperados durante 1999, em razão da comercialização atípica da laranja e da canade-açúcar, o que levou a Credicitrus a efetuar vultosas provisões para créditos de liquidação duvidosa, o resultado final obtido no ano foi considerado amplamente satisfatório.

Novas INAUGURAÇÕES em 2000 O programa de expansão teve continuidade em 18 de janeiro com a inauguração da filial de Olímpia, também junto à loja da Coopercitrus. Logo depois, em 22 de fevereiro, foi realizada Assembléia Geral Extraordinária que, entre outros pontos, ampliou a área de atuação da Credicitrus, ficando assim o item b do Artigo 1º de seu Estatuto Social: b) Área de atuação limitada aos seguintes municípios: Bebedouro, Colina, Monte Azul Paulista, Paraíso, Pitanguei-

CREDICITRUS

ras, Pirangi, Taiaçu, Taiúva, Terra Roxa, Viradouro e municípios onde se localizam filiais da Cooperativa dos Cafeicultores e Citricultores de São Paulo – Coopercitrus nas cidades de Barretos, Catanduva, Guaíra, Itápolis, Limeira, Matão, Monte Alto, Novo Horizonte, Olímpia, Orlândia, Pirassununga, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Taquaritinga. Outras três inaugurações de filiais instaladas junto às respectivas lojas da Coopercitrus ainda marcariam esse ano: a sétima em Catanduva (25 de julho); a oitava em Pirassununga (9 de outubro); e a nona em São José do Rio Preto (14 de dezembro). Em paralelo, considerando o crescimento do quadro de associados decorrente da abertura de novas filiais, a diretoria da Credicitrus percebeu que era necessária maior aproximação com esses cooperados. Para isso, deu início nesse ano ao “Programa de Integração de Cooperados”, promovendo uma visita dos associados da região de Viradouro à agência

Primeiro encontro de integração, em 2000, reuniu cooperados de Viradouro

matriz de Bebedouro, onde foram recepcionados por Leopoldo Pinto Uchôa, diretor de Operações da Credicitrus, e pela equipe de profissionais da cooperativa.

123

Livro "Credicitrus - Um exemplo da força do cooperativismo de crédito  

Livro de comemoração dos 25 anos da Credicitrus.

Advertisement