Page 1

Ilariane Schroder 

Comunicaç ão Social

2009

C o m u n i c a ç ão S o c i a l


Briefing de Criação Marca: Apmel Produto / Serviço: Mel puro de floradas de laranjeira e uva. Cliente: Fábrica de Mel Ltda. Data: 24/06/2009 Briefing de Criação A Estratégia para a venda O nome foi escolhido pois a forma que o mel é extraído através da apicultura. Trata-se de um mel de extrema pureza, de floradas de laranjeira e uva. Oferecido em embalagens semelhantes às bisnagas plástica de cat-chup, mostarda e similares, sua praticidade representa o principal diferencial do produto. Devemos vender um produto de ótima qualidade e credibilidade. 1. Posição da Marca: Ela ainda não esta no mercado. Assim, por ser um produto novo, não tem imagem definida no mercado. Porém percebe-se um problema de ordem cultural no que diz respeito ao consumo do mel, isto é, não existe o hábito de consumo do produto. 2. Objetivo da Marca: A posição que a Apmel deve ocupar na mente de seus consumidores, e de um marca de boa qualidade e de confiança. 3. A plataforma da idéia para a venda: Atualmente restrito ao mercado de Uberaba, pretende-se distribuí-lo em algumas padarias e lojas de conveniência. Os objetivos de mercado são de introduzir o produto no mercado e propor uma nova cultura de consumo. Para isso, a comunicação a ser desenvolvida deve tornar o produto e o segmento conhecidos no mercado, ou seja, divulgar o produto e juntamente o conceito do benefício dos produtos naturais. 4.Principal problema a resolver: O principal problema que o produto enfrenta é a falta de informações suficientes a respeito do mel e de seus benefícios para a saúde. Diante disso, observa-se a oportunidade de resgate da qualidade de vida – as pessoas estão buscando melhorar de vida buscando alimentos mais saudáveis. 5. Público alvo O público consumidor do produto é composto por famílias, das classes A e B, na faixa etária entre 5 e 60 anos.Em especial mães,que vão com mais freqüência a esses ao pontos de venda. Logomarca: Apmel Estilo Mistura o estilo mais contemporâneo e rústico mas que a mensagem querer comprar o produto, e uma fonte marcante. Slogan: O doce sabor da natureza.

Comunicação Organizacional


Jornal Revelação

Trabalho desenvolvido para a disciplina de Criação Publicitária

Comunicação Mercadológica  Comunicação Mercadológica


É toda e qualquer atividade de comunicação comercial empregada na divulgação de  produtos e serviços independentemente do suporte ou do meio utilizado; ou seja, além  de publicidades, anúncios impressos, comerciais televisivos, spots de rádio e banners na  Internet, são exemplos de comunicação mercadológica as embalagens, as promoções, o  merchandising, e a forma de disposição de produtos em pontos de vendas. Nesse comercial a Nestlé faz uma promoção que incentiva o consumo e vontade de  ganhar os prêmios.

Comunicação Institucional  Comunicação Institucional Comunicação institucional é a responsável direta, por meio da gestão estratégica das  relações públicas, pela construção e formatação de uma imagem e identidade  corporativas fortes e positivas de uma organização. A comunicação institucional está  intrinsecamente ligada aos aspectos corporativos institucionais que explicitam o lado  público das organizações, constrói uma personalidade credível organizacional e tem  como proposta básica a influência político­social na sociedade onde está inserida. A  comunicação institucional, por meio das relações públicas, enfatiza os aspectos  relacionados com a missão, a visão, os valores e a filosofia da organização e contribui  para o desenvolvimento do subsistema institucional, compreendido pela junção desses  atributos. A coca­cola busca por meio dessa, trabalhar a imagem social perante seu público.  Responsabilidade Social.

Maria Valentina  Posted on 16:50 by Ilariane Schroder  UNIVERSIDADE DE UBERABA ILARIANE ANJOS


PRISCILA GUIMARAES

Maria Valentina Acessórios

UBERABA 2009

UNIVERSIDADE DE UBERABA ILARIANE ANJOS PRISCILA GUIMARAES Maria Valentina Acessórios Trabalho apresentado à Universidade de Uberaba como parte das exigências à conclusão  da disciplina de Teoria e Introdução a Publicidade e Propaganda do 2º período do Curso  de Comunicação Social, sob a orientação da professora Fabiana Oliva Silveira.

UBERABA 2009 SUMÁRIO

Nossa empresa............................................................................... 1 Missão Organizacional.................................................................... 1 Visão Organizacional...................................................................... 1 Objetivo da Empresa....................................................................... 1 Recurso mercadológico................................................................... 2

Maria Valentina Nossa Empresa


Maria Valentina como um negócio de artigos de luxo na área de acessórios femininos,  brincos, colares, pulseiras, sapatos e bolsas. Nossa missão, e oferecer e satisfazer nossas  clientes com produtos de bom gosto, qualidade e exclusividade. E ainda proporcionar as  clientes um design de jóias a disposição para criação de peças visando o desejo da  cliente. Missão organizacional Maria Valentina vem para satisfazer o desejo e a vaidade de suas clientes. Fornecendo  artigos de luxo com exclusividade, qualidade e elegância. Visão Organizacional Ser a maior empresa do ramo em Uberaba, superar os padrões consagrados de  excelência qualidade, serviço, desenvolvimento e implantação de seus projetos. E tendo  como conseqüência expandir a rede em todo o estado de Minas Gerais.  Objetivo da Empresa Proporcionar ao cliente a satisfação em obter os produtos e o atendimento diferenciado  que oferecemos. O crescimento horizontal, ampliando a base de clientes, em geral, resultando em maior  volume de vendas. Recurso mercadológico A empresa tem como consumidor o público feminino, com idade entre 20 a 50 anos.  Tanto no estilo moderno e convencional. Como concorrentes: Griffe, Carmem acessórios e SB. A organização de vendas foram projetadas com muito cuidado, foi feita uma preparação  com todos os funcionários, melhoramento da prospecção, a apresentação, a falar, a  atender o cliente, a fechar a venda. Como promoção e propaganda, será realizado um coquetel e um desfile de lançamento  da coleção outono e inverno. Produção de outdoor e propaganda na revista JM  Magazine. Para os funcionários serão oferecidos cursos de aperfeiçoamento e aprimoramento de  técnica. Definições de preços baseado no mercado, que cubra os custos e obtenha lucro. Assistência ao consumidor, operadora telemarketing a disposição da cliente


Ilariane Schroder

O grande Herói

Por que não chamá­lo de herói!Pois Doutor João Machado, que dedicou sua vida em  ajudar aos pequenos anjos. Ao ver a necessidade da população em não ter um lugar  especifico para cuidar dessas crianças, mobilizado, mas com sua força de vontade, criou  uma casa, não uma simples casa se posso assim dizer, na verdade como fosse um berço  divino, onde tem o aconchego de um colo de mãe e o poder de Deus em fornecer o dom  mais lindo que existe que é a vida. Agora com 83 anos de existência deste local que ajudou é ainda ajuda tantas famílias  chamado de Hospital da Criança, o mínimo que podemos fazer e agradecer é aplaudi­lo de  pé, este grande homem.

Pesquisa de Campo 

Uma história de lutas e vitorias

Durante os 83 anos da existência da casa assistencial da criança, assim chamada na época somente em 1941 por expressar a real representatividade, ficou decidido que seria então Hospital da Criança. O motivo do surgimento do então conhecido Hospital da Criança, foi que por volta de 1935 na cidade de Uberaba, um grande índice de mortalidade infantil, vendo isso o Doutor João Machado (chefe do centro de saúde, da época) teve a idéia do projeto de fundar a Casa assistencial a criança. Já com o projeto aprovado, onde a primeira reunião aconteceu em 04.08.1935, onde teve a presença de vários doutores. Com o funcionamento a entidade iniciou-se com o processo de distribuição de leites aos lactantes carentes, traçando a isso, o percentual da mortalidade infantil na cidade de Uberaba reduziu positivamente.


Este foi o acontecimento principal do primeiro ano da assistência da Casa da Criança, em 1937outro marco da instituição foi à transferência do local que até hoje encontra o prédio que atualmente tem o nome de Hospital da Criança. Durante estes anos o Hospital da Criança, veio com o intuito de crescer, e a cada dia melhora, e oferecer uma tecnologia de ponta. No ano de 2000 à aprovação do projeto de reforma, junto ao Ministério da Saúde foi concebida, mais apenas em 2001 a verba foi liberada para o inicio da reforma. Em 2004 o Hospital recebeu uma verba da Vereadora Terezinha Cartafina para a compra de novos equipamentos, e o recebimento de um gerador de energia doado.Mais apenas em 2008 que conclui em partes a reforma do Hospital da Criança, tal demora e decorrente do fato da verba provem de doações.Atualmente para concluir a reforma do Hospital da Criança falta concluir a brinquedoteca e a pintura,onde a direção não tem previsão definida, pois o Hospital depende de doações. 

Convite

Performace realizada no cemitério  São João Batista


ilari  

revista da ilare

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you