Page 1

Ano 01 - Número 002 Rio de Janeiro Edição Mensal Maio de 2013 Jornal Regional Distribuição gratuita

Sampaio Rocha Riachuelo Méier Engenho de Dentro Engenho Novo Água Santa Todos os Santos Encantado Piedade Quintino Cascadura Madureira Abolição Campinho Mal. Hermes Bento Ribeiro Deodoro

Onda de assaltos aterroriza a Piedade

Moradores e comerciantes do bairro estão aterrorizados e exigem policiamento

p.9

São Cristóvão Capacitação para deficientes estréia na Série C do Carioca visuais Ong no Encantado oferece alfabetização, cursos profissionalizantes e encaminha para emprego

p.6

Fumo passivo pode deixar jovens surdos p.18

Reformulado, clube sonha em voltar à elite do futebol e revelar novos Fenômenos para o mundo

p.14

Suburbanos mostram a cara nas redes sociais p.22

Dia dasMães

Caderno Especial com dicas para você presentear a mulher da sua vida

Méier, o orgulho suburbano, celebra 124 anos de história

Lohanna Hastenreiter


Geral

2 - A Voz do Subúrbio

Expediente

O Jornal A Voz do Subúrbio é um projeto do Instituto Atitude Responsa de Educação Ambiental - IAR

A Voz do Subúrbio

Redação Marco Antonio Canosa

Editor

marcoknosa@gmail.com

Colaboração Nilandi Carneiro

Estagiária

lohana.hastenreiter@gmail.com

Comercial

comercialavozdosuburbiorio@gmail.com

7826-8072 - Nextel 8170-6715 - Tim

Tratamento de Imagens Ricardo Gandra rgandra03@gmail.com

Impressão GrafMec Tel: 2577-5221 Edição Mensal Tiragem: 10 exemplares Distribuição Gratuita As opiniões emitidas por nossos colunistas e colaboradores não refletem exatamente a opinião d´A Voz do Subúrbio www.avozdosuburbio.com.br

contato@avozdosuburbio.com.br

Editorial Maio é um mês especial. Não bastasse ser o Mês das Mães, é ainda das Noivas, do aniversário do grande Lima Barreto e, claro, de aniversário do Méier. Uma série de datas a serem muito bem comemoradas. Por isso, nossa edição de maio é também especial. Com esta segunda edição, confirmamos nosso compromisso de nos tornar porta vozes do suburbano e mais uma vez mostramos isso trazendo uma reportagem- denúncia sobre a falta de segurança que está aterrorizando moradores, comerciantes e estudantes da Piedade. O povo do bairro pediu e nos atendemos, cobrando das autoridades. Novamente trazemos matéria sobre atitudes enobrecedoras da região, desta vez falando da Ong que oferece capacitação aos deficientes visuais e de igrejas que oferecem pre vestibular para a comunidade. Especiais demais são os cadernos em homenagem às Mães e ao bairro do Méier, que comemora 124 anos. Para os filhos, dicas de presentes para todos os bolsos, para que a data não passe em branco. É claro que não esquecemos da cultura, do lazer e da diversão, trazendo mais um roteiro variado de atrações. Uma novidade é a nossa página de palavras cruzadas, para quem gosta de exercitar o cérebro curtir, assim como os internautas estão curtindo as páginas que representam nossa região nas redes sociais. Coisa de uma galerinha antenada que tem orgulho de bater no peito e dizer: SOU SUBURBANO COM MUITO ORGULHO!!!

Falaí - cartas dos leitores

contato@avozdosuburbio.com.br Foto do leitor

Li, reli e adorei Parabéns pelo lançamento do jornal A VOZ DO SUBÚRBIO, li e reli, adorei. Estávamos precisando muito deste tipo de jornal. Adalberto Piedade

Estávamos precisando Olá pessoal da Voz do Subúrbio. Muito boa a matéria sobre o IVJ. Continuem assim. Nossa região precisava de um órgão de imprensa independente. Rosemary A. Cascadura

Esgoto na Rua Carolina Santos, Méier, mostrado no Face

Ônibus não param para idosos no Méier Motoristas não respeitam os idosos e não param no ponto da Dias da Cruz, em frente ao Extra do Méier. Nem o grande número de guardas municipais que ficam na esquina da Rua Comendador Filips intimidam, até porque pelo visto eles só estão ali para reprimir camelôs. Os ônibus fazem fila dupla e até invadem a contramão para não parar no ponto e os guardas nada vêem. Os piores sãos os das linhas 607 (Rio Comprido-Cascadura) e os da 691 (Méier-Alvorada). Queremos respeito! Dulce Rabello - Aposentada - Méier

Baile funk infernal

Viadutos do Méier em petição de miséria

Meses atrás, depois de uma série de fatos trágicos na região do Grande Meier e Lins, o governo Cabral anunciou que iria instalar uma UPP no Complexo do Lins. naquela ocasião, a PM passou a fazer operações diárias nas comunidades e acabou com um baile funk infernal que acontecia na Árvore Seca e só servia para venda de drogas e desfiles de bandidos. Passada a pressão da imprensa, tudo voltou a ser como dantes e o baile infernal voltou a acontecer nos finais de semana e os tiroteios também. Cadê o 3o BPM?

O viaduto que liga os dois lados do Méier está caidno aos pedaços e a Prefeitura nada faz. Existem buracos e os remendos feitos pela autoridade municipal, ao invés d solucionar o problema, só o faz aumentar, já que com o calor e o peso dos veículos, principalmente ônibus e caminhões, o asfalto dos tremendos vira uma massa disforme. Em alguns pontos o ferro está à mostra. Tanto se falou do Elevado do Joá, em São Conrado mas os viadutos do subúrbio estão esquecidos. Outro que precisa de atenção é o que liga a Amaro Cavalcanti à Rua Goiás, que está com grades de proteção porvisórias, presas por arames, colocando em risco a vida de quem por ali passa.

V.M. - Lins de Vasconcelos

Paulo - Cachambi

A-Voz-do-Subúrbio

avozdosuburbio

AVozdoSubúrbio


Geral

A Voz do SubĂşrbio - 3


Geral

4 - A Voz do Subúrbio

Boletos bancários só com Site ajuda a controlar autorização prévia do cliente

Consumidor

cartão alimentação

Quem recebe algum tipo de benefício de suas empresas - alimentação ou refeição - conta, a partir de agora, com uma ferramenta interativa, o site www.precomediosodexo. com.br que foi lançado esta semana pela Sodexo. O canal permite incluir o valor do benefício diário de refeição e a região (bairro, cidade e estado) onde a alimentação será realizada. Na sequência, o internauta receberá as informações a respeito dos preços praticados pelo mercado nas mais diferentes regiões do

país. Também é possível gerar relatórios e recebê-los por email.

A ferramenta inteligente atende dúvidas sobre

diferentes modalidades de alimentação disponíveis hoje nos restaurantes brasileiros - Prato Comercial, Self-Service, Prato Executivo e A La Carte. Durante a pesquisa, o consumidor poderá mover seu “cartão interativo” por meio das modalidades de pratos apresentadas e conferir a melhor opção para utilizar o benefício.

Anatel vai divulgar velocidade de internet A partir deste mês, os consumidores começam a ter acesso a dados oficiais sobre a qualidade dos serviços de internet no país. No dia 15, a Anatel divulgará os primeiros resultados da medição da velocidade dos serviços de banda larga fixa em três estados: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. As medições devem ajudar na fiscalização do cumprimento do Regulamento de

Qualidade de Banda Larga, que está sendo implementado pela Anatel. Segundo as regras adotadas, as empresas devem entregar, no mínimo, 60% da velocidade contratada de banda larga, tanto fixa quanto móvel. No ano que vem, o índice aumentará para 70%. Hoje em dia, alguns serviços não chegam a garantir apenas 20% da velocidade prometida.

Fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (Ipem/ RJ) estão percorrendo, desde segunda-feira (6), lojas de varejo e shoppings para verificar se as mercadorias tas estão

dentro das normas exigidas por lei. A fiscalização faz parte da Operação Dia das Mães e, no subúrbio, atingiu os bairros de Madureira, Benfica, Méier e Guadalupe, com pelo menos 10 lojas multadas.

Fiscalização garante presente das mamães

B

ancos e Instituições financeiras não poderão enviar boletos de ofertas de produtos e serviços sem autorizações dos clientes, de acordo com circular aprovada pelo Banco Central (BC) no início de abril. A medida obriga as instituições a deixarem claro que o boleto enviado é de proposta, e não de cobrança, impedindo que o consumidor contraia uma dívida indevidamente. O boleto vale para todo tipo de proposta, ou seja, até pedidos de doação só podem ser remetidos se houver a concordância prévia do destinatário. O boleto deve conter o nome do pagador; a identificação da instituição financeira; o nome, o endereço e o número de inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) de quem está cobrando; o valor do pagamento e a data de vencimento;

Reprodução de internet

Boletos devem conter todas as informações sobre a proposta

e as condições de desconto em casos de pagamento antecipado. O modelo de boleto de proposta deverá ter apresentação visual e palavras destacadas que assegurem ao pagador identificar, com clareza, que o mesmo se refere à oferta de um produto ou serviço e que o pagamento é facultativo e que o não pagamento não resul-

tará em protestos, cobranças judiciais ou extrajudiciais ou inclusão do nome do pagador em cadastros de restrição ao crédito, como o SPC e Serasa. Criados em junho de 2012 pelo BC, os boletos de oferta têm como objetivo se diferenciarem dos boletos comuns por não representarem dívidas contraídas. O cliente só paga se concordar.

MP denuncia Viação Algarve por insuficiência de ônibus rodando Em abril, o MPRJ requereu à Justiça a condenação da viação Algarve por colocar em circulação número de ônibus menor do que o exigido, o que gera atrasos e descumprimento de horário, além de desrespeitar os pontos de pa-

rada. Também foi verificado mau estado de conservação dos ônibus, com limpadores de para-brisa e luzes de ré e freio com problemas, além de extintores de incêndio que não funcionam. O MPRJ também pediu

indenização de todos os prejuízos causados aos consumidores individuais, danos morais e materiais, e indenização dos danos coletivos, com pagamento de valores para o Fundo de Direitos Difusos

Anuncie 3822-9667 / 8170-6715


A Voz do Subúrbio - 5

Geral

Pesquisa revela que estudantes universitários precisam de crédito

E

studo do crédito universitário PRAVALER revelou comportamento de estudantes do ensino superior privado no Brasil; material reforça a importância de programas de financiamento para o desenvolvimento do setor. Prestes a darem início a um novo semestre escolar, universitários de todas as regiões do país podem contar com o crédito universitário privado para dar sequência aos estudos. Em pesquisa com mais de 800 estudantes, o programa PRAVALER, criado em 2006 para financiar cursos de graduação, pós-graduação e técnicos, constatou que cerca de 90% de seus beneficiados não fariam o curso em que estão matriculados, se não tivessem a opção de financiá-lo. A mesma pesquisa da companhia revelou ainda que 48% dos entrevistados sequer estariam estudando, enquanto 31% fariam um curso mais barato ou com menos cré-

Reprodução de internet

no Engenho de Dentro

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição e São José, no Engenho de Dentro, oferece pré-vestibular comunitário. O curso funciona aos sábados e domingos, de 8 da manhã ao meio-dia. A mensalidade custa R$15 e para se inscrever é necessário algum documento de identificação original com foto, CPF, comprovante de residência, comprovante de escolaridade, comprovante de

Os estudantes podem contar com crédito para alcançar o sonho

ditos/matérias ou em outra instituição de ensino. Apenas 7% fariam o curso atual, se arrumassem outra bolsa ou forma de crédito. De acordo com o Censo da Educação Superior, em 2010, o Brasil contava com quase 7 milhões de matrículas em cursos de graduação. No ensino privado, a mesma

pesquisa revelou que três, em cada dez desses estudantes, fazem parte de programas reembolsáveis ou de bolsas gratuitas. Como a meta do Governo Federal é chegar a 10 milhões de matrículas até 2020, existem mais de 3 milhões de pessoas que ainda precisam de programas de crédito.

Maioria dos jovens bancam seus estudos com o próprio dinheiro A maioria (72%) dos jovens que está começando carreira paga seus próprios estudos. Muitos (48%) ainda conseguem economizar para ajudar aos pais nas despesas de casa, e 36% se sustenta. Há quem ganhe mais de R$ 4.000,00, mas há também

Educação Pré vestibular comunitário

quem começa com R$ 984,00. Apenas 6% das empresas pagam os estudos para seus jovens funcionários (um índice, no entanto, maior do que o de bolsas de estudos fornecidas pelas instituições de ensino superior). Os dados são do Guia VOCÊ S/A — As

Melhores Empresas Para Começar a Carreira, que ouviu quase 10 mil jovens entre 18 e 26 anos de todo o país, das 35 empresas classificadas. O estudo foi feito em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) e Cia de Talentos.

Anuncie 3822-9667 / 8170-6715

renda e duas fotos 3x4. As aulas são ministradas por professores formados, com doutorado e grande experiência, como também por estudantes de várias universidades, todos voluntários. O curso completa 14 anos este ano. A Paróquia Nossa Senhora da Conceição e São José fica na Avenida Amaro Cavalcante, 1761, Engenho de Dentro.

Reforço em Língua Portuguesa na Piedade A primeira Igreja Batista em Piedade está com curso aberto de aulas de reforço em Língua Portuguesa a alunos de escolas da região. As aulas acontecem às terças e quintas-feiras, das 19h30 às 21h. Podem se inscrever alunos com idade acima de 18 anos que estejam cursando o Ensino Médio. Basta apresentar documento de identidade.

O investimento é de R$ 90,00 e pode ser parcelado em três vezes. As aulas começaram no dia 09 de abril, mas ainda há vagas disponíveis. Para se inscrever, basta apresentar documento de Identidade com foto, comprovante de residãncia e declaração da escola. A Primeira Igreja Batista de Piedade fica na Rua Assis Carneiro 520, Piedade.

Pré vestibular bom de aprovação em Cascadura A Igreja Metodista em Cascadura oferece curso pré-vestibular de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h. Para se inscrever, além da taxa de R$ 20,00 e R$ 70,00 de mensalidade, é necessário cópia da identidade, CPF, comprovante de residência e foto 3x4. O curso oferece, ainda, simulados aos sábados. As turmas foram abertas no 5 de março, mas o projeto recebe

inscrições em qualquer época do ano. O pré-vestibular da Igreja Metodista em Cascadura existe há 3 anos e já teve alunos aprovados em diversas universidades públicas e alunos com 100% de bolsa do ProUni em faculdades privadas como PUC e Gama Filho. A Igreja Metodista em Cascadura fica na Avenida Ernani Cardoso 115, Cascadura.


6 - A Voz do Subúrbio

Geral

Ong promove capacitação profissional de deficientes visuais no Encantado Fotos: Lohanna Hastenreiter

Q

uem passa pela Rua Clarimundo de Melo já pode ter notado a grande propriedade ao lado da Igreja Nossa Senhora da Piedade. Lá é a sede da União dos Cegos no Brasil, instituição criada em 1924 que atende gratuitamente os portadores de deficiência visual. Sob presidência e administração do Sr. Clemério, concursado público aposentado, a UCB já passou por diversas melhorias desde o início. Lá portadores de deficiência encontram, gratuitamente, reabilitação com orientação e mobilidade, sistema braile, informática com DOSVOX(software que permite o acesso por meio de voz), e AVD (atividades da vida diária) que ensina aos deficientes a realizarem as tarefas mais simples do dia a dia, cursos de capacitação de operador de elevador, oferecido e ministrado pelo SENAC, auxiliar de radiologia, operador de telemarketing, arranjos florais e outros. Para se inscrever é necessária cópia do RG, CPF, comprovante de residência, escolaridade e uma foto 3x4. O governo não tem nenhum projeto de ação social para cegos, por isso a União dos Cegos é tão importante. Lá existe acompanhamento de deficientes visuais desde a reabilitação, incentivo ao estudo, até a inserção do mercado de trabalho. O cur-

Aulas são dadas em braile por professores com a mesma deficiência so de radiologia é reconhecido pelo conselho e pelo sindicato da classe. Segundo o presidente, que também é membro do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência, “Pessoas que perdem a visão nos procuram, nós as acolhemos, reabilitamos até elas conquistarem independência, ensinamos uma profissão, encaminhamos para o mercado de trabalho, e estamos retomando nosso projeto de apoio à escolaridade com preparação de pessoas para o vestibular”. “Hoje vivemos num mundo onde qualquer déficit, seja sensitivo ou motor, vai trazer algum tipo de transtorno em relação à mobilidade urbana. A pessoa pode ter a cegueira adquirida ou congênita, e vai ficar em casa por conta disso. A proposta da orientação e mobilidade é fazer com que a pessoa tenha mais independência”, diz o professor de Orientação e Mobilidade Isildo Moreira.

Agenda cultural Todo mês a União tem uma programação especial e super inclusiva. Confira abaixo: 25/04 - Cineclube 16h 11/05 - Chá das mães 15h 23/05 Cineclube 16h 08/06 - almoço beneficente feijoada 12h 27/06 - Cineclube 16h 13/07 - Festa Julina - 15h 25/07 - Cineclube 16h 10/08 - Almoço beneficente churrasco 12h 29/08 - Cineclube 16h 14/09 - Campeonato de Dominó 9h 26/09 - Cineclube 16h 05/10 - Encontro Carioca com apresentação de artistas em geral - 16h 31/10 - Cineclube - 16h 28/11 - Cineclube - 16h

Demora no pagamento Nem tudo são flores para os deficientes visuais associados à União dos Cegos no Brasil. A União, que tem contrato com a Fundação Municipal de Saúde de Niterói e com Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, estava desde julho e outubro do ano passado, respectivamente, sem receber a verba do contrato. Isso prejudicou cerca de duzentos cegos que trabalham terceirizados em hospitais do Estado. A Fundação Municipal de Saúde de Niterói efetuou os pagamentos de julho a novembro de 2012, enquanto a Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro pagou os meses de novembro e dezembro, além do 13o salário. Nenhum pagamento deste ano foi feito.

A música também está inserida no aprendizado

Sesc Rio tem vagas de emprego abertas O Sesc Rio está com vagas abertas para pessoas com deficiência, dentro do programa “Supere seus limites”. Há vagas para diversas unidades do Rio, Grande Rio e no interior do estado.

Para se candidatar basta entrar no site do Sesc Rio (www.sescrio.org.br) e clicar no link “Trabalhe Conosco” ou enviar o currículo parasupereseuslimites@sescrio. org.br.


A Voz do Subúrbio - 7

Ambiente

Purificação de água com energia solar Uma empresa israelense desenvolveu um dispositivo que usa energia solar para purificar água poluída ou água salgada. O destilador da empresa SunDWater, prestes a chegar ao mercado, converte água suja ou salgada em Por Marco Antonio Canosa

Uma lei não muda os maus hábitos de um povo

A

dois meses de entrar em vigor, a lei que prevê multa para quem jogar lixo na rua é mias uma candidata ao rol das leis que só existem no papel. Se for feita uma enquete com a população, 100% vai responder que está certo, que tem que punir mesmo quem joga lixo no chão, mas o fato é que destes 100%, pelo menos 99% tem o hábito de jogar papel de bala, latinha, garrafa de água ou guimba de cigarro por aí. Isso é fato. Portanto, embora também concorde com a lei e tente me enquadrar no pequeno percentual dos que não jogam lixo no chão (na rua ou em casa), acho um grande equívoco tentar tratar uma questão educacional dessa forma. Aliás, temo que este se torne mais um motivo para sangrar os cofres públicos. Daqui a pouco podem inventar convênios com empresas de amigos para contratar fiscais de rua para multar os “sujismundos”; as raposas sempre dão um jeitinho de entrar no galinheiro. Já falei dezenas de vezes aqui e volto a repetir, os Governos (municipal, estadual e

Marco Antonio Canosa

Lixo deixado após manifestação, no centro do Rio federal) têm que levar a sério a questão da Educação Ambiental e não ficar fazendo oba oba. O que gastam em milhões com propaganda para exaltar este ou aquele programa, deveria ser usado para criar um programa permanente, se necessário, através de Emenda Constitucional, para garantir que Educação Ambiental seja matéria curricular em todos os níveis educacionais. E mais que isso: ampliar o programa de Saúde da Família, que em alguns municípios funciona bem, para também levar conhecimentos Ambientais às

famílias, com oficinas de aproveitamento integral de alimentos, economia de energia e água, e fontes alternativas de energia. Sabemos que não basta ameaçar meter a mão no bolso da população (coisa que o Governo faz muito bem) para corrigir hábitos culturais. Há que se mostrar ao cidadão que ele também pode ter alguma vantagem mais palpável quando não polui e economiza. Não pensem que é através de uma lei que se vai mudar os hábitos seculares de um povo mal educado.

água potável, sem qualquer necessidade de infraestrutura ou de uma fonte de energia externa. O dispositivo é ecológico, de baixo custo e manutenção e é dirigido às populações da África, América do Sul e Ásia.

Metade do planeta terá sede em 2030 Recentemente, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que quase metade da população do planeta não terá acesso à água em 2030. Atento ao assunto, o LIDE – Grupo de Líderes Empresariais realizará o Fórum Mundial de Meio Ambiente, com o tema “2013: Ano internacional da cooperação pela água”. De acordo com os dados apresentados

pelas Nações Unidas, em 17 anos, a demanda por água deverá superar a oferta em 40% e as mudanças climáticas vão intensificar a falta do recurso. Cerca de 400 lideranças empresariais, políticas, pesquisadores e organizações socioambientais são esperados para o evento, que acontece em 21 e 22 de junho no Hotel Mabu, em Foz do Iguaçu.

Governo lança Programa Baía Limpa O programa Guanabara Limpa deve receber pelo menos R$ 6 bilhões até 2016. A iniciativa tem objetivo de despoluir a Baía de Guanabara, incluindo obras de saneamento e restauração florestal dos rios que compõem a bacia. O compromisso do governo estadual de ampliar para 80% o saneamento da baía até 2016 foi detalhado pelo subsecretário estadual do Ambiente, Luiz Firmino. Firmino citou o Programa de Saneamento Ambiental dos

Municípios, que vai aumentar o nível se coleta e tratamento de esgotos, com investimento de 1,3 bilhão; ampliação de sistemas de tratamento de esgotos; e o projeto Iguaçu para controlar enchentes e urbanização das bacias dos rios Iguaçu, Botas e Sarapuí, na Baixada. O subsecretário citou também o fim doz lixões no entorno da baía de Guanabara, o de Gramacho principalmente, que recebia 9 mil toneladas de resíduos por dia, encerrado no ano passado.


Geral

8 - A Voz do Subúrbio

Informe

Sindicato divulga cartilha sobre direitos do consumidor de serviços bancários Por Carlos Vasconcellos O Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro vem distribuindo, desde março, uma cartilha com direitos dos consumidores de serviços bancários. Com o título Como se defender dos abusos dos bancos, a publicação é elaborada pela Contraf-CUT, sindicatos e o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor

(Idec). O objetivo é fazer com que os bancos cumpram o Código do Consumidor e respeitem a população. No dia 15 de março deste ano, data em que é comemorado o Dia Mundial do Consumidor, os bancários realizaram um ato no Centro da cidade e denunciaram o desrespeito dos bancos com clientes e usuários.

Foto: Nando Neves

Falta de segurança

Tarifas altas, serviços ruins Os bancos são um dos setores da economia em que os consumidores enfrentam mais problemas, tanto pela complexidade dos serviços, como pela falta de informações, o que torna o setor um dos líderes nos rankings de reclamações nos Procons. O setor financeiro, ao lado das operadoras de telefonia, é que mais gera queixas dos clientes. “Nós, bancários, lutamos por melhores salários e condições de saúde e de trabalho, mas nossas campanhas salariais não se limitam às questões de interesse da categoria. O atendimento precário e as demoras nas filas são causados pelas demissões em massa nos bancos. Os poucos caixas que continuam trabalhando ficam sobrecarregados e não dão conta do acúmulo de trabalho. A população precisa saber que a culpa

pelo mau atendimento nas agências bancárias é dos banqueiros e não dos funcionários, que sofrem tanto quanto à população”, afirma o presidente do Sindicato, Almir Aguiar. Banco para os ricos - Outro problema enfrentado pelos clientes é a discriminação com as pessoas de menor aquisitivo. “Os bancos investem cada vez mais em agências exclusivas para quem possui muito dinheiro nas contas e fazem aplicações financeiras, com atendimento personalizado com direito a cafezinho e água gelada. Enquanto isso, os trabalhadores enfrentam filas, atendimento ruim e são empurrados para os caixas eletrônicos e para os chamados correspondentes bancários, pagando contas nas filas de lotéricas e supermercados, que não oferecem nenhuma segurança”, critica Almir.

O pres. do Sindicato, Almir Aguiar, disse que a categoria vai continuar defendendo os direitos de clientes e usuários de bancos

Lei Antifilas

Os bancos cobram tarifas e juros absurdamente altos pelos serviços que oferecem. Além disso, não respeitam a lei que determina tempo de permanência na fila, discriminam os clientes de menor poder aquisitivo e não garantem a segurança de dados pessoais dos usuários, quando terceiriza os serviços. Existem duas leis, uma municipal (2861/99) e outra estadual (4223/03), que limita o tempo de

espera dos clientes e usuários nas filas das agências em 20 minutos em dias normais e 30 minutos em vésperas ou após feriados prolongados. “Os banqueiros não contratam funcionários suficientes para o atendimento e descumprem a legislação. Mas nós só vamos mudar essa situação se toda a sociedade participar, denunciando os bancos por não cumprirem as leis”, destaca Almir Aguiar.

“Os banqueiros investem muito em segurança para proteger o patrimônio e o dinheiro da empresa, mas deixa bancários e clientes em risco, pois é cada vez mais comum o crime conhecido como saidinha de banco”, ressalta Almir. No ano passado, o número de ocorrências policiais envolvendo agências bancárias cresceu 56,89%, segundo dados da Pesquisa Nacional de Ataques a Bancos elaborada pela Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Para adquirir sua cartilha sobre direitos do consumidor bancário entre em contato com o Sindicato dos Bancários do Rio pelos telefones 2103-4102/4111 ou compareça à Avenida Presidente Vargas, 502, 16º andar, Centro. Você também pode baixar a cartilha em www.bancariosrio.org.br.


Geral

A Voz do Subúrbio - 9

Onda de assaltos assusta a Piedade

M

oradores, estudantes e comerciantes da Piedade estão apavorados com a onda de assaltos e furtos no bairro. Só no início de Maio, três estabelecimentos no entorno Rua da Assis Carneiro foram arrombados durante finais de semana. Em todos os casos, os bandidos roubaram cigarros e outras mercadorias. Apesar do ataque aos dois restaurantes terem acontecido em dias em que não há expediente, os assaltantes não escolhem horário para atacar. No dia 6 de maio, dois estudantes que lanchavam em um trailer que fica na saída do estacionamento da Universidade Gama Filho, na Rua Xavier dos Pássaros, foram abordados por quatro bandidos em em duas motos e tiveram seus pertences roubados . Dois dias depois, uma mulher foi assaltada na esquina da Rua Martins Costa com a Rua Manoel Vitorino por homens armados que também estavam em um carro. Estudantes contaram, que alguns colegas, que vieram transferidos do Campus Barra da Tijuca, desistiram dos cursos com medo da violência. “Isso aqui é deserto e a gente não vê Polícia´”, conta um estudante.

Padaria assaltada três vezes

Os ataques não são privilégio de um lado apenas do bairro, no lado da Rua Goiás, os bandidos também vem aguindo à vontade. O dono de uma padaria na Rua Goiás teve sua moto, que serve para fazer entrega dos produtos, roubada no mês de abril. O comerciante conseguiu recuperar o veículo, mas perdeu-a novamente duas semanas depois para os mesmos ban-

Lohann Hastenreiter

didos. Além disso, sua esposa foi rendida por assaltantes no início do mês enquanto trabalhava na padaria. Foram roubados R$ 700 do caixa. Afora esses casos existem outros relatados à boca miúda que os moradores tem medo de contar. Os assaltos, dizem, são diários, mas muitas vítimas não registram queixa na delegacia..

PM diz que reduziu crimes

O comandante do 3o BPM (Méier), tenente-coronel Martins, disse que o patrulhamento foi intensificado no bairro após sua chegada, em janeiro. “Reativamos o patrulhamento rotativo de cabines que mantinham policiais estáticos, aumentando a sensação de segurança, e também recebemos apoio do Comando Geral da Corporação com mais 40 policiais do programa de voluntariado para policiais de folga”, conta o oficial, que afirma ter dimuído a “mancha criminal na região sob sua jurisdição. “Ficamos abaixo da meta estabelecida”, revela o comandante. Segundo estatístcas do Instituto de Segurança Pública (ISP), em março foram registrados 84 roubos no bairro, contra 86 do mesmo mês do ano passado.

Moradores querem cabine

Uma das reinvindicações dos moradores é a instalação de uma cabine policial próximo à passarela da estação ferroiviátria, onde são comuns os ataques a estudante4s que saem da Gama Filho à noite. O comandante, porém disse que isso demandaria muito tempo e que teria de ser avaliado pela corporação. Ele alegou que o

Estudantes da Gama Filho são as maiores vírimas dos bandidos na Piedade patrulhamento é feito por viaturas, mas isso é contestado por moradores. “Se voc~e ficar parado aqui, durante um dia interio vai até ver viatura passando, mas sempre correndo. À deveria ficar pelo menos um carro paradoi por aqui, onde os estudantes e quem cehag do trabalho fifca espostoa aos bandoidsos”, relata a auxiliar administartoiva S. de 29 anos, que já foi assaltada na esquina de casa, na Rua Caldas Barbosa.

Medo ronda hospital da Piedade

Os funvionários e pacientes do Hospital da Piedade também vivem com medo e usam de subterfúgios para não chamar a atenção dos bandidos. “Eu venho de casa toda desarrumada, de chinelo, roupa velha. Nem de bolsa nova eu ando. Já fui assaltada duas vezes saindo do trabalho. É um absurdo a gente ter que andar assim só para não ser assalta-

da, conta a auxiliar d enfermgem R.S., de 33 anos. Na delegacia da Piedade, onde tentou buscar registros de ataques, a equipe de reportagem d’ A Voz do Subúrbio foi orientada a procurar a Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

DISQUE DENÚNCIA 2253-1177


10 - A Voz do Subúrbio

Especial

Especial

Orgulho

Fotos: Lohanna Hastenreiter

É o Méier o orgulho dos subúrbios e dos suburbanos.

Lima Barreto em “Feiras e Mafuás” (póstumo), 1956

Méier, o orgulho dos suburbanos

N

o próximo dia 13, o Méier completa 124 anos de existência. Com forte vocação comercial e boemia, sempre foi considerado uma pérola do subúrbio e já abrigou dezenas de cinemas e cafés, onde, no século 19 e início dos 20, reunia a nata da intelectualidade carioca. Foi

também aqui que se inaugurou o primeiro shopping Center da América latina, em atividade até hoje. Entre o final da década de 1990 e início da de 2000, o bairro experimentou um período de decadência, principalmente com o fechamento da casa de shows Imperator. Mas

seus moradores nunca perderam a fé de que dias melhores viriam. Inicialmente o bairro passou por obras do programa Rio-Cidade, que devolveu à Dias da Cruz, sua principal via, novas calçadas, iluminação e ordenamento. O comércio voltou a atrair os consumidores e a a crescer.

Com a criação do Polo Gastronômico do Baixo Méier, a vocação boemia se revitalizou e, este ano, com a reinauguração do Imperator, agora batizado de centro Cultural João Nogueira, em homenagem a um de seus mais ilustres filhos, o bairro voltou a ocupar o posto de um dos melhores destinos cariocas, já se preparando para os grande eventos que acontecerão na cidade. O bairro também tem problemas, mas seus moradores continuam lutando para manter o ar de bairro suburbano, o orgulho dos subúrbios, como bem disse Lima Barreto.


Especial

A Voz do Subúrbio - 11

Bairro com muita história pra contar

E

m 1903, com o desmembramento do Engenho Novo, acelera-se o desenvolvimento da Região. Liderando o processo estava o bairro do Méier. Ali se implantaram importantes e precursoras casas de negócios e magazines: a Casa Marques e a Casa Lopes, a Foto Quesada e as famosas e chiques confeitarias Moderna e Japão, que atraíam pessoas de toda a Cidade. Três grandes projetos ajudaram a valorizar a Região: a construção da Basílica do Imaculado Coração de Maria, única em estilo mourisco da Cidade, projetada pelo arquiteto Morales de los Rios, no início do século XX; o prédio do Quartel do Corpo de Bombeiros, em 1914, e o Jardim do Méier, construído pelo prefeito Paulo de Frontin em 1919, com projeto de seu antecessor, Azevedo Sodré. A Região sempre foi berço de personalidades de destaque na cultura e história da Cidade e do País. Entre elas destacam-se os escritores Lima Barreto e Arthur Azevedo, o jornalista

Acima, o prédio histórico do Colégio Visconde de Cayru. Ao lado, em cima, a Rua Dias da Cruz e, abaixo, o hospital Dias da Cruz, os médicos Lins de Vasconcelos e Arquias Cordeiro, o ator e jornalista Eduardo Magalhães, o ministro General Dionísio Cerqueira (conhecido como Dignificador dos Subúrbios Cariocas) e a sambista Araci de Almeida. Foi ainda pioneira em tecnologia industrial em aço e papel fino, desenvolvida pelo industrial José T. de Carvalho, e teve também seu jornal local, o Subúrbio, impresso no começo do século XIX no bairro Sam-

paio.. a década de 1950, o bairro do Méier passou por grandes transformações, principalmente no eixo da rua Dias da Cruz. Durante muito tempo a galeria do Cine Imperator foi um dos pontos de grande movimentação cultural da Cidade. A partir da década de 1950, o bairro explodiu demográfica e comercialmente. Em 1954, ganhou o Imperator, na ocasião, a maior sala de cinema

“Pra mim aqui é o melhor local, mas com a pacificação do jacarezinho os viciados em crack migraram pra cá. Conheço muitas pessoas que já foram assaltadas”.

“Moro aqui há 17 anos e não faço nada pelas redondezas. Já fui assaltado em frente ao Prezunic e me levaram 300 reais. O engraçado é que o assaltante estava bem vestido.”

José Furtuoso de Brito 81 anos

Ingo Alves 17 anos

da América Latina, com 2.400 lugares. Em seguida, foi a vez do Shopping do Méier se ins-

talar no bairro. Foi o primeiro do gênero a ser inaugurado no Brasil.

“Nasci e fui criado no bairro e nunca tive muito o que reclamar. O Méier é bem movimentado, com muitos bares e opções de comércio, e estou muito feliz com o retorno do Imperator”.

“O méier é um bom lugar para se viver e moro aqui a 30 anos. No momento, a única reclamação são os viciados e os moradores de rua. Antigamente não havia tanta violência como hoje.”

“O méier tem uma infraestrutura já montada desde a época do império, porém, os políticos continuam os mesmos. O que está faltando é a criação de uma cancela para

Eduardo Souza 26 anos

Sérgio Carneiro 62 anos

Jaime Peixoto 74 anos

unir os dois lados.


Especial

12 - A Voz do Subúrbio

EspecialDia dasMães

Carro, viagens e promoções para atrair clientes no Dia das Mães

D

e olho no aumento do poder aquisitivo das classes C, D e E, os grandes centros comerciais do subúrbio prepararam promoções especiais para o Dia das Mães, que este ano será comemorado no dia 12. Vale tudo para atrair os clientes, desde sorteio de carro Zero até viagens para os Estados Unidos, além de descontos, claro. O NorteShopping não esperou entrar maio para começar e desde o dia 26 de abril está sorteando vales compras no valor R$ 1 mil, na promoção “Todo Dia é Dia das Mães”. Serão 11 chances, até o dia 12. Além dos vales, o shopping também vai sortear um Mit-

subishi Outlander Zero KM. Para participar basta juntar R$ 300 em notas fiscais e trocar por cupons. Já no Shopping Via Brasil, em Irajá, os cupons trocados pelas notas fiscais, também no valor de R$ 300, podem valer uma viagem para Orlando, nos Estados Unidos, a promoção “Dia das Mães Shopping Via Brasil acontece de 1 a 12 de maio. O sorteio será no próprio dia 12, às 19h. No Madureira Shopping, as compras para o Dia das Mães e também para o Dia dos Namorados podem valer um carro Zero na promoção Amores Sem Freio. Para concorrer basta juntar R$ 250 em notas e tro-

car por cupom. Serrá sorteado um IPad por semana, até 12 de junho. No dia 13 de junho haverá o sorteio um Hyunday HB 20. O Leopoldina Shopping, na Penha, está sorteando diárias na Pousada Suarez, em Penedo, na promoção “É Hora de Mimar a Mamãe!” Para concorrer, basta acessar a página do shopping no Facebook. Shopping Via Brasil: Rua Itapera, 500, Irajá. NorteShopping: Av. D. Hélder Câmara, 5474 , Cachambi. Madureira Shopping: Est. do Portela, 222, Madureira Leopoldina Shopping: Av. Bras de Pina, 148, Penha.

Ana Jarves, criadora da data, era contra exagero comercial Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada pela ativista Ann Maria Reeves Jarvis que, em 1858, fundou os Mothers Days Works Clubs, com o objetivo de diminuir a mortalidade de crianças em famílias de trabalhadores. Em 1865, ela organizou os Mother’s Friendship Days (dias de amizade para as mães) para melhorar as condi-

ções dos feridos na Guerra Civil americana. Mas reconhecida como idealizadora do Dia das Mães é sua filha Anna Jarvis, que em 12 de maio de 1907, dois anos após a morte de sua mãe, criou um memorial para ela e iniciou campanha para que o Dia das Mães fosse um

feriado reconhecido. Ela obteve sucesso ao torná-lo reconhecido nos Estados Unidos em 8 de maio de 1914 quando foi aprovada pelo Congresso Americano, instalando o segundo domingo do mês de maio como Dia das Mães. O Dia das Mães foi celebrado pela primeira vez em 9 de maio de 1914. No Brasil, em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de

maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, colocou a data no calendário oficial da Igreja Católica. Em Portugal, o Dia da Mãe é celebrado no primeiro domingo de Maio, mas por por muitos anos foi comemorado no dia 8 de Dezembro, dia da Nossa Senhora da Conceição. O Dia das Mães é a segunda melhor data do comércio, depois do Natal.


Especial

A Voz do Subúrbio - 13

Desejos de mãe

N

ão acredite quando sua mãe disser que não faz questão de presente. Essa é uma mentira que elas contam só para depois fingir surpresa quando você chegar com o pacote. Por isso, preparamos uma pequena vitrine com algumas sugestões que vão fazer sucesso no dia 12 de maio. Mas é bom não deixar para a última hora.

Echarpe tecido R$ 40. Shan Wen. Galeria Oxford, Méier.

Colar de ouro 18k. R$ 328, na Jully Jóias. Galeria Oxford loja 319 E, Méier. Tel 2596-8El

Telefone Retrô. R$ 198 na Iberica Importadora e Magazine. Méier. Tel 3899-0452

Chinelo de palha. R$ 19,90. Iberica Importadora e Magazine. Méier. Tel 3899-0452

Colar Ouro Velho. R$ 42. D’Oro Biju. Dias da Cruz, 188 B, Méier.

Bolsa dourada. R$ 264. Griffe Proibida. Tel 2269-4949.

Bolsa dourada com detalhes. R$ 159,90. Mariazita. Dias da Cruz, 399, Méier.

Vestido floral. R$ 84,90. Mariazita. Dias da Cruz, 399, Méier. Tel 2596-6463.

Broche com pedra. Shan Wen. Galeria Oxford, Méier. Bata floral. R$ 30. Mister Action. Dias da Cruz, 345 E, Méier. Tel: 3271-2336.

Jogo com Pano de prato (R$ 29), toalha de mesa ( a partir de R$ 35) e coruja decorativa (R$ 45). Sonho e Lar Decorações. Méier. Tel: 8077-2310.


14- A Voz do Subúrbio

Esporte

esportes

São Cristóvão estreia na Série C do Carioca mas sonha com a volta à elite

Divulgação

Esporte de graça para todas as idades no Sampaio A Vila Olímpica do Sampaio oferece o Projeto Suderj em Forma, com aulas de Ginástica para a terceira idade, alongamento, karatê, futsal e futebol de campo. Os cursos são gratuitos, de segunda a sexta, das 8h às 17h. Os interessados poderão se inscrever no local: Rua Antunes Garcia, número 12, em frente a Estação de trem do Sampaio ou se informar através do telefones: 2299.8021 ou 3278.4205. Ainda há vagas. Funcionam também na Vila Olímpica consultórios de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e enfermagem. Os profissionais e alunos atendem gratuitamente a comunidade graças a um convênio firmado com a Faculdade Celso Lisboa e a

Suderj. Outra novidade é a parceria também firmada entre o Sesc e a Suderj que manterá até o final do ano um consultório dentário móvel, preparado para atender a mais de mil moradores da comunidade. Quem precisar de atendimento deverá comparecer ao local para se inscrever. Em breve a piscina será reformada para a prática de esportes aquáticos. Vila Olímpica do Sampaio O antigo clube do Sampaio, no subúrbio do Rio de Janeiro, é hoje uma das mais bem equipadas Vilas Olímpicas do Estado. A Vila conta com salão; quadra polivalente, campo de futebol e piscina semi-olímpica. Divulgação

O time está treinando forte para fazer um bom campeonato e sonha com volta à elite

O

São Cristóvão estreéia no dia 12 de maio na disputa pela Série C do campeonato carioca, contra o São José, de Magalhães Bastos. O time tem treinado na LESPAM, a Liga de Esportes do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, na Penha, e venceu todos os jogos-treino até então contra o Duque de Caxias (3 a 1), Arraial do Cabo (1 a 0), Esportistas (3 a 0) e Rio São Paulo (6 a 0). Os Cadetes viajam no

dia 11 de maio, depois do treino na LESPAM. O jogo será em Miracema contra o São José. “O time está muito bem preparado, estamos focados na volta para a 2ª divisão” nos fala Carlos Alberto Ferreira. Esta é a primeira vez que o São Cristóvão joga pela série C. O time foi rebaixado da segunda divisão no ano passado. Ao todo foram duas vitórias, dois empates e cinco derrotas, tendo marcado 13 gols e sofrido 16. O tradicional São Cri-Cri

é conhecido por relevar estrelas como Ronaldo Fenômeno e Válber e hoje em dia ainda continua apostando na juventude talentosa. As novas promessas são Guilherme e Afonso. O São Cristóvão joga também no dia 19 de maio contra o São Gonçalo FC na segunda rodada, dia 26 de maio contra o São Gonçalo EC pela 3ª, ambas no Figueira de Melo, e dia 2 de junho contra o Rio de Janeiro, no Mané Garrincha, pela quarta rodada da Série C.

Entre as atividades oferecidas está o futebol

Anuncie 3822-9667 / 7826-8072 8170-6715


Diversão

A Voz do Subúrbio - 15

Show celebra 124 anos do Méier e homenageia artistas nascidos no bairro Um dos mais tradicionais bairros da cidade do Rio de Janeiro, o Méier, completa 124 anos no próximo dia 13. E o Imperator – Centro Cultural João Nogueira vai marcar a data com a edição de um show especial. O cantor Eduardo Canto é o convidado para a celebração de aniversário. O show será gratuito, mas o público precisará retirar as senhas de acesso na bilheteria da casa, entre as 14h e às 17h, do dia 13 de maio. No repertório o cantor fará um passeio pela vida de artistas que nasceram e moraram no Méier e algumas músicas que se tornaram sucesso em momentos importantes para o bairro. Entre os destaques estão Waldir Azevedo e Aracy de Almeida, que viveram no Méier. Eduardo Canto também incluirá canções de Jamelão, que iniciou a carreira no bairro e completaria 100 anos na véspera do show. E até “Garota de Ipanema” e o “Morro Não Tem Vez”, de Vinícius de Morais, farão parte da playlist porque foram lançadas oficialmente em 1963 durante a inauguração do Shopping do Méier. O rol de homenageados tem ainda os nomes de João Nogueira, Herivelto Martins, Davi Nasser, Antônio Maria e Ismael Neto.


Diversão

16- A Voz do Subúrbio

Sesc Eng. Dentro Avenida Amaro cavalcanti, 1.661 3822-4830.

Teatro

Seresta

A FANTÁSTICA BALEIA ENGOLIDORA DE CIRCOS 5 de maio - A peça conta a impressionante história de uma baleia que engole circos e a saga de três palhaças que foram lançadas goela abaixo e precisam sobreviver dentro da barriga da baleia. 16h. Grátis para inscritos no Programa de Comprometimento e Gratuidade. R$ 2 (assoc. Sesc Rio), R$ 4 (est., id.), R$ 8. Livre.

SERESTEIROS DO ENGENHO 9/5 - Atividade que estimula a tradição das serestas, preservando a memória musical e cultural. 14h. Grátis.

O GATO DE BOTAS 19 de maio - Musical baseado no conto de fadas de Perrault. 16h. Grátis para o público inscrito no Programa de Comprometimento e Gratuidade. R$ 2 (assoc. Sesc Rio), R$ 4 (est., id.), R$ 8. Livre.

Exposição JARDIM DO BRASIL 15/5 a 30/6 - A exposição do artista plástico Gildásio Jardim apresenta uma composição ilustrativa e panorâmica da vida rural. Suas telas são elaboradas a partir do tecido chita. O artista encontra sua identidade visual nesta seleção de obras e consegue ilustrar os personagens simples do interior. 3a a 6a, 7h às 20h30. Sábados, domingos e feriados, 9h às 17h30. Grátis. Livre.

DOMINGO NO SERESTEIROS 26/5 - Atividade que estimula a tradição das serestas preservando a memória musical e cultural, com apresentação de artistas locais interpretando seresta e músicas populares brasileiras. 14h. Grátis.

Cinema UM CHÁ DE CULTURA 30/5 - Exibição de filmes da Programadora Brasil, seguida de bate-papo com historiador para situar o pano de fundo abordado pelo filme. Os participantes serão convidados a tomar um delicioso chá. Vagas limitadas. 14h. Grátis.

Culinária

PROJETO REINVENTANDO SABORES 24/5 - Projeto com oficinas culinárias de temas variados, que acontecem uma vez no mês, precedidas de uma palestra de orientação nutricional. Comida Viva. Inscrições até 15/5, 13h às 17h. 14h. Grátis. 18 anos. limitadas. 14h. Grátis.

Anuncie 3822-9667

Domésticas no palco do Sesc Engenho de Dentro Os medos, paixões, sonhos e frustrações através de depoimentos reais, reunidos a partir de entrevistas com domésticas. São elas as protagonistas da peça. Com Cacau Protásio, a Zezé de Avenida Brasil. Dia 10, às 20h. Grátis para o público inscrito no Programa de Comprometimento e Gratuidade. R$ 2 (assoc. Sesc Rio), R$ 4 (est., id.), R$ 8. Av. Amaro Cavalcanti, 1661 .

Janderson Pires

Sesc Madureira

Rua Ewbanck da Câmara, 90 Tel: 3350-7744.

Teatro LÁ VEM A NOIVA! No mês das noivas, o Sesc Madureira apresenta espetáculos com noivas no palco. Grátis para o público inscrito no Programa de Comprometimento e Gratuidade. 19h30. R$ 3 (assoc. Sesc Rio), R$ 6 (est., id.), R$ 12. 10 anos. 9/5 - Casório Uma grande reflexão e um descontraído bate-papo entre quatro mulheres no dia, supostamente mais feliz da vida de todas elas, o de seus respectivos casamentos; 16/5 - Amor Confesso Uma comédia com os atores Claudia Ventura e Alexandre Dantas, que darão vida a quase trinta personagens de oito contos de Artur Azevedo sobre encontros e desencontros do amor.

TEM CIRCO NO TEATRO Espetáculos infantis com temática circense. Grátis para o público inscrito no Programa de Comprometimento e Gratuidade. 16h. R$ 2 (assoc. Sesc Rio), R$ 4 (est., id.), R$ 8. Livre.

12/5 - Tem areia no maiô - A história de quatro palhaças que resolvem ir à praia num belo domingo de sol; 26/5 - A fantástica baleia engolidora de circos - A saga das três palhaças que foram lançadas goela abaixo e precisam sobreviver dentro da barriga de uma baleia. EM MARES DE VINÍCIUS... 15/5 - O grupo Teatro & Cia apresenta o espetáculo sobre o poeta, compositor e músico. Sua vida, suas composições e parcerias. 14h30. Grátis. 12 anos.

Sesc Ramos Rua Teixeira Franco, 38 Tel: 2290-4003

OS CONTADORES 11 e 15/5 - Espetáculo que discute, através de quatro histórias curtas, as ações morais e éticas, e suas implicações sociais. 15h. Grátis. 10 anos. NO COMPASSO DA DANÇA Alunos do curso de dança de salão exibem seus aprendizados através de diversos ritmos, como samba, bolero, fox e outros. Grátis. Livre. 7/5 - Indefinidamente Indefinível - Um roteiro de possibilidades e variantes. Bolas infláveis permitem que os corpos vivenciem a transformação e a imprevisibilidade do movimento e do tempo. 16h; 9 e 10/5 - Avisa pra Geral! O espetáculo de dança contemporânea alinha o universo infantil à dança e à tecnologia. Nas escolas da rede pública. 10h e 14h.


A Voz do Subúrbio - 17

Saúde & Bem Estar

Saúde & Bem estar

S

egundo o levantamento da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2011), a hipertensão arterial atinge 22,7% da população adulta brasileira, sendo o diagnóstico em mulheres (25,4%) mais comum do que entre os homens (19,5%). A pesquisa também aponta que o nível de escolaridade tem forte influência no diagnóstico da doença entre a população feminina. Enquanto 34,4% das mulheres com até oito anos de escolaridade afirmam ter diagnóstico médico de hipertensão arterial, o percentual é menor entre aquelas com nível superior de educação: 14,2%. A hipertensão arterial ou pressão alta é a elevação persistente dos níveis da pressão arterial a valores iguais ou maiores que 14 por 9, e pode afetar diversos órgãos do corpo humano como cérebro, rins, olhos e principalmente o coração. “É uma das causas de redução da qualidade e expectativa de vida e o principal fator de risco para infartos, insuficiência cardíaca, insuficiência renal, derrames

(acidente vascular cerebral AVC), alterações na visão, entre outros”, explica o presidente da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), o médico de família Nulvio Lermen Junior. “A alimentação saudável e o incentivo à prática de exercícios físicos desde a infância é fundamental. Também é importante o atendimento de um médico de família e comunidade que acompanhe por toda a vida e que o veja como um todo”, conclui Lermen Jr..

Anuncie 3822-9667 7826-8072 8170-6715

Reprodução Internet

O país dos hipertensos

Derrame antes dos 50 anos Estudo publicado no Journal of the American Medical Association, apontou que as chances de pessoas que sofrem um derrame (AVC) morrerem 20 anos depois é maior. Os pesquisadores acompanharam por duas décadas 1.600 pessoas, entre 18 e 50 anos. No Brasil, o AVC já matou

62 mil pessoas com menos de 45 anos, entre 2000 e 2010, segundo levantamento do Ministério da Saúde (MS). Ainda de acordo com o MS, entre 1998 e 2007, houve um crescimento de 64% nas internações por AVC, entre homens, e de 41% entre mulheres, de 15

a 34 anos. Cerca de 10% dos AVC acometem pessoas antes dos 50 anos de idade. Os sintomas do AVC: alterações de fala, perda de visão e audição, dores de cabeça súbitas e intensas, alterações motoras. É importante procurar o médico ao sentir qualquer dessas alterações.


Empreendedor

18 - A Voz do Subúrbio

Fumaça de cigarro pode provocar surdez em jovens

Não me abandone jamais

Q

ualquer tipo de queda de cabelo, tanto para os homens como para as mulheres, ocorre de mãos dadas com o envelhecimento precoce das raízes do cabelo uma vez que o colágeno ao redor delas torna-se mais escasso. Sem o colágeno, as veias que alimentam e estimulam as raízes não são mais capazes de alimentá-las. Consequentemente, o bulbo fica desnutrido e a fibra enfraquecida, gerando a queda dos fios. A ação tripla de Arginina estimula a micro-circulação para uma melhor nutrição do bulbo, favorecendo a troca de nutrientes entre a raiz e o fio. Dentre as principais causas de queda excessiva

dos cabelos na mulher estão: Algumas situações, como grandes cirurgias e doenças crônicas, resultam em estresse para o organismo podendo levar à queda dos cabelos. O estresse psíquico também pode aumentar a perda dos cabelos. Caso essas condições sejam passageiras, como no caso das cirurgias, a queda se reverte espontaneamente. A deficiência de ferro pode ocorrer por uma diminuição da ingestão ou absorção do ferro ou por uma perda crônica através do sangue, como por exemplo em mulheres com o período menstrual muito longo ou com grande volume. Essa deficiência pode ser detectada através de exames

de sangue e corrigida com o uso de medicações para repor o ferro. Auando a mulher está grávida, ela perde menos fios do que perderia normalmente e ao final da gravidez muitos fios entram na fase de repouso do ciclo e caem. Isso ocorre normalmente 2 a 3 meses após o parto, podendo durar de 1 a 6 meses, retornando ao ciclo normal na maioria dos casos. A queda dos cabelos pode ser devida a uma tração dos fios, como em sessões de alisamento, ou por pressão provocada pelo uso constante de chapéus apertados. Alguns medicamentos podem ter como efeito colateral a queda temporário dos cabelos.

Nos últimos anos, diversas campanhas antitabagismo alertaram sobre a proibição do hábito de fumar em locais públicos, mas muitas pessoas continuam fumando, especialmente dentro de casa, local onde mais da metade das crianças e adolescentes estão expostos ao fumo passivo. Recentemente, um estudo identificou que adolescentes expostos ao fumo do tabaco também podem ter perda auditiva significativa. Pesquisadores americanos realizaram em mais de 1.500 adolescentes, de 12 a 19 anos, exames de sangue de cotinina, um subproduto da nicotina que se forma quando as pessoas estão expostas à fumaça do tabaco, além de

testes específicos para descobrir a capacidade dos jovens de ouvir sons de alta, média e baixa frequência. A partir dos resultados, constatou-se que adolescentes que já foram expostos ao fumo passivo têm aproximadamente o dobro do risco de ter perda auditiva em comparação com indivíduos de pouco ou nenhum contato com a substância. Quanto mais próximo os jovens foram expostos ao fumo do tabaco, conforme medido pelos níveis sanguíneos de cotinina, maior o risco de perda significativa da audição, enquanto adolescentes com níveis mais altos de exposição a esse fator tinham quase o triplo de risco de perda auditiva.

Quer ser destaque no Subúrbio? Anuncie aqui. Ligue 3822-9667


Empreendedor

A Voz do Subúrbio - 19

Onde achar dinheiro para começar?

Onde conseguir crédito barato?

Empreendedor

L

evantamento do Banco Naional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) apontou que o crédito para micro, pequenas e médias empresas cresceu 50% este ano, o que aumenta as chances de quem planeja ser dono do próprio negócio. Segundo estudo da Endeavor, o Brasil é o país com maior número de poten-

ciais empreendedores, perdendo apenas para a Turquia. 76% dos brasileiros pretendem ter empresa própria. “Mas entre pretender e colocar o sonho em prática há uma grande distância. Estudar o mercado e buscar crédito é apenas o início deste processo”, afirma o especialista Sérgio Luiz, diretor da SL Assessoria Contábil Ltda, da Piedade.

As linhas de microcrédito estão entre as que mais crescem. Em comum, elas tem a prática de juros mais baixos e facilidades de pagamento em comum, permitindo créditos de até R$15 mil. O Programa de Microcrédito mantido pelo BNDES é uma das fontes de recursos para empreendedores, concedendo microcréditos de até R$15 mil a partir de parcerias com diversas instituições financeiras, que podem ser consultadas no portal do BNDES. Os recursos para este tipo de modalidade tem juros de até 4% a.m. Além do BNDES, outras instituições financeiras mantem linhas de crédito exclusivas ao pequeno empreendedor. A Caixa Econômica,

Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia, por exemplo, possuem o Microcrédito Produtivo Orientado, cobrando juros de 8% a.a, além de TAC (taxa de abertura de crédito) de 1,0%. Em todos os casos, o crédito deve ser utilizado na compra de equipamentos, matéria-prima, melhora de infraestrutura ou capital de giro. Segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) o desembolso de crédito para micro, pequenas e médias empresas somaram R$ 15,1 bilhões no primeiro trimestre de 2013, o que equivale a um aumento de 50% em relação ao mesmo período do ano passado.

Onde investir?

Estudar o mercado antes de investir em um negócio próprio é o melhor caminho para que o sonho não se torne pesadelo, uma vez que 80% dos negócios no Brasil não prosperam, segundo o Sebrae. Neste cenário, a exceção é o setor de franquias, que tem taxa de mortalidade de apenas 15%. Para quem tem pouco dinheiro para investir, ou não quer financiar grandes quantias, as microfranquias são opções seguras e que apresentam negócios em diferentes setores. A partir de R$15.000 já é possível colocar em prática o sonho de ser dono do próprio negócio.

Você está começando um negócio próprio? Então não perca tempo e garanta seu espaço em nossa nova seção de classificados. É grátis até 10 palavras.


Morar Aqui

20 - A Voz do Subúrbio

Morar Aqui

Subúrbio terá centenas de imóveis no Feirão da Caixa

A

Caixa Econômica Federal realiza, nos dias 17,18 e 19 de maio o 9º feirão CAIXA da Casa Própria no Rio de Janeiro com novidades. Segundo o vice-presidente de Governo e Habitação, José Urbano Duarte, “além da já tradicional ampla oferta de imóveis, a novidade do Feirão da CAIXA deste ano propiciará aos clientes a oportunidade de ter uma folga para reequilibrar o orçamento familiar na compra do imóvel, e cuidar de outras coisas que também julgarem importantes no momento de uma mudança para uma nova casa”, afirma. Pagamento só em 2014 No Rio de Janeiro, o Feirão acontece no Pavilhão 4 do Riocentro das 10h às 21h nos dias 17 e 18 e das 10h às 18h no dia 19. No ano passado, em todo o Brasil, o Feirão registrou mais de 404 mil visitantes, com mais de R$ 12,2 bilhões em negócios assinados e encaminhados e esse ano conta com mais de 8.400 parceiros; mais de 1.400 construtoras e mais de 1.840 correspondentes da CAIXA e imobiliárias.

Como requerer o crédito

Para requerer crédito para casa própria no Feirão, basta levar documento de identidade, CPF e comprovante de renda. Os interessados também pode comparecer em agências da CAIXA ou ligar para o SAC do banco (0800 726 0101) e

Divulgação

Minha Casa, Minha Vida agora com piso O governo federal definiu os procedimentos para a colocação de revestimento nas unidades habitacionais do Minha Casa, Minha Vida da fase 1. O custo de instalação do piso será bancado pelo programa. Por decisão do governo, nenhuma família será onerada. Serão oferecidas às famílias a possibilidade de escolha de três tipos de piso: cerâmico, em laminado de madeira e em manta vinílica. O revestimento será colocado nas áreas internas das unidades e também nas áreas comuns dos edifícios. Hoje, as áreas molhadas das unidades habitacionais - banheiro e cozinha - já contam com o piso cerâmico instalado. A colocação de piso nas unidades habitacionais do programa visa a melhoria das condições de vida das famílias. Além disso, a medida vai facilitar a manutenção dos

imóveis permitindo a preservação da qualidade com que essas unidades foram entregues aos beneficiários. As especificações do programa foram revistas na fase 2. O governo decidiu colocar piso em todos os cômodos, inclusive nas áreas comuns. Os 78.670 imóveis em processo de construção terão seus contratos aditados para trocar as especificações para piso cerâmico em todos os cômodos. A instalação obedecerá cronograma, que será construído observando as especificidades de cada região e a realidade de cada empreendimento. E para as 325.458 unidades já entregues, a Caixa Econômica Federal fará, a partir de visitas aos imóveis, um inventário das famílias interessadas em colocar o piso para então ser iniciada a instalação do revestimento escolhido.

obter simulações do crédito no site www.caixa.gov.br. O prazo do financiamento imobiliário é de até 35 anos e as taxas de juros, dependendo das condições de renda e valor do imóvel, são a partir de 4,5% a.a. Somente pelo Programa

Minha Casa Minha Vida já foram realizados, desde o lançamento até abril de 2013, a contratação de mais de 2,5 milhões de unidades habitacionais. Destas, cerca de 1,4 milhão de moradias estão concluídas.

Pagamento só em 2014

O banco está oferecendo pagamento da primeira prestação somente em janeiro de 2014 para as contratações de financiamento imobiliário realizadas durante o período do Feirão, nos meses de maio e junho. A condição vale para financiamentos com recursos do FGTS e do Sistema Brasileiro e Poupança e Empréstimo, adquiridos no Feirão ou na própria CAIXA.


Motor

A Voz do Subúrbio - 21

Motor carro & moto

Fotos: Reprodução Internet

Reprodução Internet

R

Freios pra que te quero

ealizar manutenção periódica no sistema de freios é de extrema importância para preservar a vida de quem está dentro do carro e fora também. O alerta é dado por especialistas. Eles lembram da importãncia do motorista estar atento aos sinais dados pelo veículo quando chega o momento de fazer a revisão e a troca de óleo. Algumas impressões ao dirigir indicam ao motorista o momento de ‘’encostar’’ o carro para uma verificação e possíveis reparos. - Se a cada freada o pedal do freio vai até o fundo significa possível defeito no cilindro mestre. Isso representa grande risco e deve ser consertado imediatamente; - Ruídos de ‘’ferro com ferro’’ é sinal de que há peças desgastadas - lonas, pastilhas, discos; - Quando, ao frear, uma ou mais rodas travarem com

facilidade, indica que o sistema de freios está desregulado, apresenta vazamento ou está precisando de ajustes. O profissional avisa que o motorista não dve esperar sentir esses sintomas para fazer a manutenção, que deve ser periódica. “A cada 10 mil quilômetros verifique as condições de todos os componentes do sistema de freio. Se uma das peças estiver desgastada basta trocar por uma nova e tudo volta a funcionar bem”, garente Lafaiete. Além disso, segundo o especialista. o motorista deve verificar quinzenalmente o nível do fluido do freio, pois se estiver abaixo da especificação significa que existe problema com os freios - desde um vazamento até o desgaste de lonas, pastilhas e outras peças. Lembre-se: para manter o carro saudável é imprescindível fazer uma manutenção preventiva e com freio não se

brinca. O sistema de freios de um automóvel é composto pelo cilindro mestre, servofreio, pastilhas, discos, pinças, lonas, tambores, cilindros de roda, sapatas e acessórios, como reparos, flexíveis entre outros.

Alguns cuidados com os freios do seu carro

Evite freadas com arrasto; - Não trafegue com o veículo com o freio de estacionamento acionado; - Verifique o nível do fluído de freio no reservatório, substituindo-o a cada 10.000 km ou anualmente; - Faça revisão preventiva toda vez que a luz de advertência permanecer acesa, ou sempre que perceber qualquer irregularidade; - Faça revisões no sistema de freio a cada 10 mil quilômetros.

Celta 2014 ganha freios ABS e airbags Para a linha Celta 2014, a Chevrolet preparou importantes mudanças no campo da segurança, com a adoção de ABS e airbag, e também na parte estética e funcional. Externamente, o Celta ganhou aros cromados na grade dianteira de todas as versões (LS e LT) do compacto. A versão quatro portas passa ainda a oferecer um adesivo preto decorativo na coluna central. O interior também recebeu modificações. O Celta 2014 ganhou um novo volante de três raios, desenhado para acomodar o airbag frontal. O carro sairá da fábrica de Gravataí, no Rio Grande do Sul, equipado com a geração 9.0 do sistema ABS de freio, tecnolo-

gia que evita o travamento das rodas, permitindo que o motorista mantenha o controle sobre seu carro mesmo em freadas mais bruscas, possibilitando, por exemplo, que ele desvie de outro veículo ao invés de atingi-lo. O Celta também conta com o airbag frontal, um importante equipamento de segurança passiva. Desenvolvido para disparar em colisões frontais severas, ele evita que o motorista tenha ferimentos graves na região do tórax e cabeça. Os cintos afivelados mantém o corpo do motorista junto ao banco, permitindo que, em caso de deflagração do airbag, o corpo do motorista fique dentro do raio de ação da bolsa de ar inflável.


22 - A Voz do Subúrbio

O subúrbio invade as redes sociais Reprodução Internet

A página da garotada do Méier. Bom humor para falar dos problemas do bairro

C

hegar, puxar uma cadeira, e em puro clima de descontração bater aquele papo e conhecer novas pessoas. É com esse jeitinho suburbano que nossa região caiu nas redes sociais. Facebook, Twitter, YouTube...o Subúrbio está em todas. Os responsáveis por essas ações, que vem dando mais visibilidade à região e também servidno de plataforma para cobranças das autoridades, denúncias e resgate de nossa história são jovens moradores antenados e engajados. Três páginas aparecem como destaque neste novo panorama de luta comunitária:

Cascadura Caminhos do subúrbio

O design Raphael Bellem, administrador da Cascadura - Caminhos do subúrbio, diz que tudo começou em maio de 2012, quando começou seu projeto final da faculdade. “Reuni diversos materiais,

como fotografias antigas, textos, relatos de moradores e ex-moradores, e, junto com a minha orientadora, achamos que iria ser interessante criar algo na web”, explica. A página começou a ter muitos acessos em poucos dias e as pessoas que curtiam se interessavam pelas fotografias e relatos antiguíssimos.Mas para surpresa de todos, amaioria era jovens com idades entre 20 e 30 anos, moradores da região interessados nas fotos antigas e relatos publicados. Além de fotos antigas, a página também publica relato de moradores e faz comparações entre as imagens antigass e atuais dos locais.

Grande Méier da Depressão

Foi lançada em setembro de 2012 na brincadeira dos amigos José Renato e Gabriel , que queriam fazer uma página de humor. Como José Renato mora em Todos os Santos, e

Gabriel no Cachambi, resolveram falar sobre a própria localidade em que vivem: o Grande Méier. A página ganhou visibilidade quando os meninos postaram a foto da Diva do Méier, ganhando cerca de 5 mil “curtir” rapidamente.

Subúrbio da Depressão

A página, criada pelo estudante de história Vitor Almeida em agosto de 2012 já tem quase 45 mil “curtir”. A postagem que deslanchou a página foi a do vassoureiro, que aparece todo final de semana vendendo suas vassouras de porta em porta, no subúrbio. E claro, que tem seu próprio grito de guerra: “Ó o VÁS-SO-RE-RO!” Clássico! Conheça melhor as páginas: GmeierDaDepressao CascaduraCaminhoDoSuburbio SuburbanoDaDepressao

Geral

Madureira Estação Arte por Niland Carneiro Falar de subúrbio é nada mais, nada menos que viajar poeticamente, desde que se fale de uma das mais tradicionais estações da antiga Central do Brasil, ou seja, Madureira, bairro que tem cheiro de samba, ritmo simbolizado por seu time de inesquecíveis e nobres poetas, como Silas de Oliveira, Mano Décio, Aniceto, Molequinho, Dona Yvone Lara (primeira mulher a fazer parte de uma ala de compositores), Beto sem Braço e outros não menos notáveis. Para que se tenha ideia da importância dos artistas madureirenses no cenário nacional, basta que uns poucos e marcantes versos sejam grafados: “Vejam esta maravilha de cenário // É um episódio relicário// Que o artista num sonho genial// Escolheu para este carnaval//E o asfalto como passarela// Será a tela// Do Brasil em forma de aquarela...” Lembrou? Pois é dele mesmo, Silas de Oliveira, o extraordinário compositor que contagiou o Carnaval de 1964, deixando sua histórica “Aquarela Brasileira” na mente e na boca de milhões de pessoas, atravessando gerações. Mas, Madureira não se resume ao samba e à sua Escola Império Serrano. Não pode haver quem desconheça seu grande comércio, representado pelo portentoso “mercadão”,

patrimônio cultural carioca que atrai milhares de pessoas de todo o Rio de Janeiro e de outros estados e países, transformando-se em ponto turístico. Historicamente, Madureira é nome marcado no futebol, com o clube tendo seu estádio próximo ao “mercadão”. Craques como Evaristo de Macedo, Jair da Rosa Pinto, Lelé, Isaías e Marcelinho Carioca surgiram na Rua Conselheiro Galvão. Artistas da bola, artista de palcos. A saudosa atriz e vedete do Teatro de Revista, Zaquia Jorge é outro nome. Ela se encantou e levou para lá o primeiro teatro de um subúrbio do Rio de Janeiro. Desaparecida de forma trágica na véspera do dia do Santo Guerreiro, em 1957, um ano depois era homenageada com a poesia em forma de samba, criada por Carvalhinho e Júlio Leiloeiro, “Madureira Chorou”, sucesso do Carnaval de 1958 e que até hoje é tocada. Por mais que haja espaço, não há como se descrever totalmente a história do movimentadíssimo bairro, da sua gente com sua arte e generosidade, porque Madureira está além de tudo isso. * Niland Carneiro é jornalista


Entretenimento

A Voz do Subúrbio - 23

Pet Mania Para quem ama animais

Criar cães custa mais caro que criar gatos Lohanna Hastenreiter

Pesquisa revelou que criar gatos é mais barato Ter um animal de estimação pode custar de R$ 15 a R$ 307 mensais - um gasto de até R$ 10.000 por ano. Claro, que se levando em consideração o tipo e o porte do animal. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, o gasto mensal para se manter um cão é de R$ 133,04 sendo de pequeno porte. O valor chega a R$ 227, se for um de médio e R$ 307,91 para os de grande porte. Estão inclusos gastos com ração popular, vermífugo, vacina, controle de pulgas, veterinário e banho e tosa. Para quem tem gato, o gasto é de, em média,

R$ 84,19 mensais com os mesmos itens dos cães. Boa notícia para quem pretende ter aves, roedores ou peixes como animal de estimação: eles são os mais econômicos. Os roedores custam R$ 300 por ano, os peixes, R$ 216 e as aves custam apenas R$ 180. Para a Associação, esse custo menor na criação de gatos se refletiu na procura pelos animais no ano passado. Em 2012, a população de cães cresceu 4% no Brasil, totalizando 37,1 milhões, enquanto a população de gatos cresceu o dobro, 8%, formando 21,3 milhões de animais.


A voz do subúrbio 002  

O Jornal A Voz do Subúrbio é uma proposta de divulgação e valorização do Subúrbio do Rio de Janeiro.Além de um jornal tablóide e uma revista...

Advertisement