Page 1

INFORMATIVO Nº 2 2º Trim/2011

ANS - nº 40941-3

Dicas de saúde

Fonte: Ministério da Saúde TELEFONES FERNANDÓPOLIS: (17) 3442-1703 (17) 3462-8371 (FAX) JALES: (17) 3442-1703

O que é o exame de Papanicolaou e para que serve? O Exame de Papanicolau é um teste que se faz coletando um pouco da secreção do colo uterino e colocando sobre uma lâmina para ser visualizada em microscópio. O objetivo é procurar células cancerígenas do colo do útero, ou seja, foi inventado para rastrear câncer do colo uterino. Deve ser realizado anualmente.

A partir de quantos anos devo fazer mamografia? A mamografia deve ser feita anualmente após os 40 anos. M am o g ra f i as

antes

dos

40

anos

s om e n t e

s ão

re al i za d as

em

c as o s

e x ce pci o n ai s

c om o

VOTUPORANGA:

por exemplo alguma suspeita forte de tumor para avaliar tumores multifocais;

(17) 3422-1366

Quando uma paciente tem parente próximo (mãe, irmã ou avó) com câncer de mama, deve iniciar a prevenção para câncer de

SANTA FÉ DO SUL: (17) 3631-2199 NHANDEARA: (17) 3472-1521 URGÊNCIAS: (17) 9783-2174

mama 10 anos antes da idade que o parente próximo teve a doença. Caso a mãe teve a doença com 40 anos, a filha deve iniciar as investigações acima dos trinta anos e neste caso pode fazer uma mamografia antes dos 35 anos. Dra. Lilian Corrêa (CRM 93901 , médica ginecologista credenciada da Life Empresarial Saúde)

Sempre que fizer uma nova consulta, leve consigo os exames anteriores, o que auxiliará o seu médico na formulação do diagnóstico ou na solicitação de exames complementares, dando mais eficácia ao atendimento e evitando assim perda de tempo e gastos desnecessários.

Acesse também o nosso site: www.apasfernandopolis.com.br


PÁGINA 2

INFORMATIVO

ENTENDA MELHOR COMO FUNCIONA O SEU PLANO DE SAÚDE SINISTRALIDADE A Sinistralidade, termo bastante usado por gestores de saúde, nada mais é do que um indicador financeiro de utilização dos recursos de saúde. “Sinistralidade é a relação entre os custos assistenciais e as receitas de mensalidades”. A forma de encontrar a sinistralidade é apurada pela divisão dos custos pelas mensalidades, medida em percentual. Uma relação de sinistralidade aceitável pelas OPS é na faixa de 70 a 75%. A sinistralidade elevada pode ocorrer basicamente por dois motivos:  Um sinistro muito elevado (despesa em saúde muito elevada), podem ser geradas por dois motivos; o primeiro é pela real necessidade de tratamento médico e o segundo e mais “cruel” é pela utilização indevida e desnecessária, gerando consultas e despesas que oneram a plano de saúde sem necessidade.  Um prêmio baixo (receita menor que as despesas geradas), valores de mensalidades do plano abaixo dos gastos reais. Os custos em saúde vêm crescendo progressivamente por diversos motivos: Incremento de novas tecnologias médicas e medicamentos, Aumento do uso de exames sofisticados, Envelhecimento da população de modo geral, etc. Estes custos elevados na assistência de saúde não tendem a reduzir, pelo contrário aumentam cada vez mais. Isto gera uma certeza de que a possibilidade dos custos aumentarem é sempre maior. Os custos vão se distanciando cada vez mais da receita. A sinistralidade é um excelente indicador de como se comporta uma carteira de saúde e como todo bom gestor deve ter o controle destes indicadores sempre bem de perto e agindo rapidamente em momentos que eles apontam distorções.

Localize os profissionais, clinicas, laboratórios e hospitais credenciados Consulte a rede credenciada da APAS por meio do “GUIA MÉDICO” disponível no site da APAS: www.apasfernandopolis.com

URGÊNCIA - EMERGÊNCIA URGÊNCIA: São os casos resultantes de acidentes pessoais ou de complicações na gestação. EMERGÊNCIA: São os casos que implicam risco imediato de vida ou lesões irreparáveis para o paciente. Somente o médico é que definirá se a situação é consideração como de urgência/emergência. Caso não tenha cumprido os prazos de carência, o atendimento é limitado às primeiras 12 horas. Fora da área de abrangência da APAS esse atendimento deve ser realizado por outra APAS. A área de abrangência da APAS Fernandópolis compreende os seguinte grupo de municípios: Fernandópolis, Jales, Votuporanga, Santa Fé do sul e Nhandeara.

CFM proíbe indicação de marcas de órteses e próteses A resolução 1.956/10 do Conselho Federal de Medicina (CFM) proíbe que médicos indiquem marcas ou fornecedores de próteses, órteses ou materiais implantáveis aos pacientes. A norma, determina que o médico pode estabelecer as características do material (tipo, matéria-prima, dimensões) e o instrumental compatível e adequado à execução do procedimento.

Mantenha seus dados cadastrais atualizados Além de ser uma das exigências da ANS, você estará sempre atualizado das novidades, dicas e informações úteis de seu interesse. FALE CONOSCO: apasfernandopolis@terra.com.br

Diretoria Executiva 2011/2012 Rodnei Sebastião Dutra Hernandes (Presidente) Manoel Álvaro Egas Filho (Vice-Presidente) Marcos Paulo Silva (1º Tesoureiro) Carlos Alberto Ribeiro Fiusa (2º Tesoureiro) Luiz Carlos Cobacho Presutto (Secretário)

Informativo APAS 02/2011  

Apas Fernandópolis

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you