Issuu on Google+

B Sa aix nt ad is a ta

Música pro coração

Créditos na praça

Estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Marylan, nos Estados Unidos, revela que ouvir as músicas preferidas faz bem para a saúde cardíaca. Página 11

Candidato ao Governo do Estado de São Paulo pelo PSB, o presidente licenciado da Fiesp, Paulo Skaf (foto), propõe que os valores pagos nos pedágios paulistas sejam convertidos em créditos para abatimento no IPVA. Página 3

Quarta-feira,

4 de agosto de 2010

Edição 2, Ano I

Jornal de campanha do deputado federal Márcio França (PSB-SP)

Dinheiro do pré-sal vai beneficiar aposentados De autoria do deputado Márcio França (PSB-SP), o Senado aprovou emenda que reserva 5% dos recursos de combate à pobreza previstos no fundo social do pré-sal para recompor as perdas das aposentadorias superiores a um salário mínimo. Página 3

Polo acadêmico de petróleo e gás na Região.

AVANÇO SOCIAL • Página 4 Página 12

Brasil tem menos pobres e miseráveis BAIXADA SANTISTA • Página 8

Projeto Cidade Digital promove inclusão social BEM-ESTAR • Página 11

Obesidade infantil exige atenção dos pais


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

2

Estimativas da Secretaria Especial dos Portos (SEP) dão conta de que a iniciativa privada deve investir, nos próximos anos, algo em torno de US$ 18 bilhões no setor portuário. Já o Governo Federal prevê disponibilizar recursos da ordem de US$ 4 bilhões, via Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ministro da SEP, Pedro Brito destaca que um dos mais importantes projetos é o que objetiva triplicar a movimentação de cargas no Porto de Santos, das atuais 83 milhões de toneladas para 232 milhões de toneladas, em 2024. De acordo com o deputado federal Márcio França (PSB), os investimentos vão potencializar o desenvolvimento do setor e o comércio exterior brasileiro. “E tudo isso tem muito a ver com a concepção de gestão portuária moderna que vem sendo empreendida pela Secretaria Especial dos Portos”, argumenta.

O X DA QUESTÃO É possível que a grande maioria das pessoas acredite que discussões envolvendo o setor portuário nada afetam a sua vida, a vida do cidadão comum que levanta cedo, todo os dias, para trabalhar. Mas não é bem assim. O sistema portuário brasileiro, instalado ao longo dos mais de 8 mil quilômetros navegáveis de nossa costa, abriga atualmente 34 portos públicos marítimos e três fluviais, respondendo, sozinho, por mais de 90% das exportações. Porto significa, antes de tudo, desenvolvimento econômico e social e daí a relação direta com a vida das pessoas, de todos nós. Quando bem administrados e voltados a atender às necessi-

O Porto nosso de cada dia

dades de seus usuários com agilidade e foco no mercado, o que nem sempre é tarefa fácil, são capazes de produzir resultados que influenciam diretamente o dia a dia do País. Por exemplo, na geração de empregos, na estabilização da moeda, na menor dependência de recursos externos. Por isso mesmo, a necessidade de medidas de aperfeiçoamento é permanente, o que justifica a existência e manutenção da Secretaria Especial dos Portos (SEP), ligada diretamente à Presidência da República, que tem emprestado – desde a sua criação em 2007 – mais eficiência à solução dos problemas que permeiam a atividade portuária. Quer ver só uma coisa: em

2006, quando a SEP ainda não existia, os portos brasileiros movimentaram cerca de 693 milhões de toneladas de carga. No ano seguinte, 2007, já com a SEP em funcionamento, houve um crescimento de 11%; em 2008, de 9% e, em 2009, de A Secretaria Especial dos Portos (SEP), que tem status de Ministério, foi criada com o objetivo de colocar os terminais portuários brasileiros no mesmo patamar de competitividade dos mais eficientes do mundo, o que significa, entre outros benefícios, reduzir o “Custo Brasil”

6%, sempre em comparação com 2006. Ora, maior movimentação de carga não quer dizer outra coisa senão mais exportações, mais recursos e mais eficiência, com a superação de entraves que historicamente prejudicaram produtores e trabalhadores, quer elevando os custos operacionais, quer reduzindo o valor dos salários e a oferta de empregos. O Porto nosso de cada dia deve se desenvolver a partir de uma concepção de gestão moderna, que assegure ao empreendedor um ambiente de estímulo a novos investimentos e, ao povo brasileiro, cada um de nós, a certeza de que o progresso se consolida a cada nova carga embarcada.

Bom dia! Quarta-feira, 4 de agosto de 2010. A Igreja Católica celebra hoje o Dia do Padre. Entre os muitos registros políticos que carrega em seu "livro" de memórias, o deputado federal Márcio França destaca:

Gandhi e Mandela

A HISTÓRIA REGISTRA

Em 4 de agosto de 1933, o líder indiano Mahatma Gandhi é preso por autoridades coloniais britânica pelo seu chamamento à “desobediência civil”. Em 4 de agosto de 1962, Nelson Mandela é preso pela primeira vez, na África do Sul, por suposta pregação de “desobediência civil”.

ACONTECE

Água, fechar a torneira só faz bem

O deputado federal Márcio França (PSB-SP) já declarou apoio à Projeto do PSB no Senado que prevê políticas públicas de incentivo à economia do consumo de água no País por meio de educação ambiental, pesquisa tecnológica e adoção de equipamentos. O projeto está em fase de análise na Câmara.

Atualmente o fornecimento de água é comprometido pelo adensamento populacional, pelo uso intensivo e irracional e pela poluição de seus mananciais. Na Baixada Santista não é diferente. Existem diversas empresas que lançam nas águas superficiais e na rede coletora seus resíduos, além de grandes áreas de ocupações irregulares, que também contaminam o solo pela disposição inadequada de resíduos, prejudicando inclusive a fauna e a flora do estuário. Informações da Sabesp apontam, ainda, que Santos é um dos três municípios da Baixada com situação mais crítica em relação

ao abastecimento desse recurso hídrico, porque a oferta de água não aumenta na mesma proporção que a demanda, e porque existem vários pontos de contaminação da rede de água com esgoto. E se não fizermos nada, no futuro não teremos água potável em quantidade suficiente. A água que consumimos vem de mananciais que se tornam escassos, obrigando-nos a buscá-la em locais cada vez mais distantes, aumentando os custos e investimentos públicos para sua captação e tratamento. Outra dificuldade é o uso incorreto da água. Torna-se vital reeducar as pessoas para usarem racionalmente esse precioso recurso,

garantindo-o às futuras gerações. Só para se ter uma ideia, 30% do consumo de água em casas e prédios residenciais são devido a vazamentos. Do que sobra, gastamos cerca de 70% entre o chuveiro e o acionamento da descarga com válvula. Exemplos de medidas simples e que não causam desconforto estão por toda parte. Mas há resistência das pessoas em adotá-las. Resultado de uma educação que prega a abundância. Temos a percepção de que os recursos naturais são ilimitados e podemos utilizá-los de qualquer forma, sem cuidados com sua preservação. Mas não é assim. As crises de estiagem e, por extensão, de

abastecimento, nos mostram que a água é cada vez mais um problema que temos que enfrentar. É chegado o momento de repensarmos nossa relação com a água para garantir, no futuro, a continuidade do seu fornecimento. Sem isso, corremos o risco de pagarmos econômica e socialmente um preço muito alto.

Fábio Nunes, o professor Fabião, é secretário de Meio Ambiente de Santos

É uma publicação da campanha eleitoral do deputado federal Márcio França (PSB-SP). Equipe de redação: Mauricio Juvenal (Mtb. 23260) e Bruno Piesco. Arte e diagramação: Renato Cássio. Impressão: Gráfica Diário do Litoral - CNPJ: 04.720.567/0001-93. Eleição 2010 - Marcio Luiz França Gomes - Deputado Federal - CNPJ: 12.169.390/0001-07 Edição 2 - Baixada Santista, Litoral Sul, Litoral Norte e Vale do Ribeira - Tiragem 50 mil exemplares


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

JUSTIÇA SOCIAL

3

Dinheiro do pré-sal será destinado aos aposentados Aprovada pelo Senado, emenda garante recomposição das perdas salariais A emenda que destina 5% dos recursos do fundo do présal para a recomposição dos ganhos dos aposentados e pensionistas venceu mais uma etapa. Aprovada pelo Senado, a proposta apresentada pelo deputado federal Márcio França (PSB-SP) tramita agora numa comissão especial na Câmara dos Deputados. França apresentou a emenda ao Projeto de Lei 5940/09, que cria o Fundo Social do Pré-

Sal. Os recursos desse fundo serão aplicados na realização de projetos para o combate à pobreza, para o desenvolvimento da educação, da cultura, da ciência e tecnologia e da sustentabilidade ambiental. A intenção de França é que esse dinheiro também possa ser destinado para recompor a diferença entre o que foi recolhido em salários mínimos e o que foi efetivamente pago pela Previdência Social a seus

segurados. Segundo o parlamentar, a riqueza do pré-sal é estimada em R$ 13 trilhões, de modo que a destinação de uma parte destes recursos para a Previdência Social é mais do que justificável, quando o propósito maior é assistir os aposentados. “Serão cerca de R$ 650 bilhões utilizados para recompor as perdas salariais”, explica. Para Márcio França, a medida está de acordo com as

prioridades sociais defendidas pelo Governo Federal e com os anseios da população. “A recuperação dos salários dos aposentados é uma questão de justiça para os brasileiros”. A proposta prevê ainda que, após a recomposição das perdas previdenciárias, os recursos serão direcionados para a realização de projetos e programas nas áreas de ciência, tecnologia e inovação.

São Paulo e Rio mais perto com o trem-bala O Brasil será o primeiro país das Américas a entrar no seleto grupo das nações que dispõem de trens-bala. O trem-bala brasileiro ligará São Paulo, Campinas e Rio de Janeiro e o percurso completo deve ser entregue até 2016. O trajeto será percorrido a até 360km/h, ligando os 403 quilômetros que separam as duas capitais em uma hora e 25 minutos. Apesar de a viagem de avião ser 40 minutos mais rápida, perde-se até uma hora e meia para embarcar. O trem-bala terá pelo menos

oito estações obrigatórias, incluindo os aeroportos do Galeão (RJ), Guarulhos (SP) e Viracopos (SP) e outras duas na Região do Vale do Paraíba (SP). Pelos estudos do BNDES, banco financiador do projeto, o trem-bala deverá criar 72 mil empregos diretos e indiretos em todo o Brasil. O deputado federal Márcio França (PSB-SP) defende e apoia o contínuo investimento em infraestrutura de transporte, tanto de passageiros como de carga.

“O Márcio teve a ousadia de colocar uma emenda destinando 5% da receita do pré-sal para os aposentados. Isso representa recuperar perdas de pensionistas e aposentados. Mesmo sendo da base do Governo, onde tem gente contra, Márcio aposta que o presidente Lula sancione a legislação”. Antonio Carlos Domingues da Costa, presidente da Associação dos Trabalhadores Metalúrgicos Aposentados (ATMAS).

Skaf defende a conversão em créditos dos valores pagos nos pedágios

Proposta sobre pedágios Incentivo à tecnologia ganha apoio da população

é de R$ 130 milhões Empresas interessadas em investimentos na área de petróleo e gás podem participar de duas chamadas públicas lançadas pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Ministério da Ciência e Tecnologia. Os recursos, da ordem de R$ 130 milhões, serão destinados à criação, adequação e capacitação de laboratórios para atender às demandas da cadeia de petróleo e gás. Também serão aplicados para o desenvolvimento de projetos que ofereçam soluções para os desafios tecnológicos gerados a partir das descobertas de reservas na camada do pré-sal. Podem participar quaisquer

órgãos ou entidades da Administração Pública direta ou indireta de qualquer esfera de governo, ou Instituições de Pesquisa Científica e Tecnológica, públicas ou privadas, sem fins lucrativos. O formulário para entrega das propostas pode ser acessado no portal da Finep (www.finep. gov.br), que devem ser enviadas até 8 de setembro. A partir de articulações do deputado federal Márcio França (PSB-SP), em 2011, a Universidade do Estado de São Paulo, a UNESP, vai instalar um Núcleo de Pesquisas do Mar, em São Vicente. Leia mais na página 12.

O que até então parecia apenas mais uma proposta de campanha começa a ganhar força junto à população. Lançado pelo presidente licenciado da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf - candidato ao Governo do Estado pelo PSB - o debate sobre o reembolso do valor do pedágio conta, agora, com uma ferramenta poderosa de convencimento: o pedagiômetro. Levado ao ar pela internet, o dispositivo estima em tempo real o quanto já se arrecadou, neste ano, nos pedágios paulistas. Com o objetivo de impactar e sensibilizar os motoristas e a população para os valores “astronômicos” movimentados nas praças de pedágio, a ferramenta

tem como base a taxa anual de arrecadação divulgada no relatório das concessionárias. Levantamento realizado em 2009 aponta que a receita com pedágios foi da ordem de R$ 4,5 bilhões. A estimativa para 2010 é de R$ 5,3 bilhões. Paulo Skaf propõe que os valores pagos nos pedágios sejam convertidos em créditos a serem abatidos no IPVA. Os valores pagos até meia-noite representariam 50% do total e a partir de meia-noite de 100%, como forma de incentivar o fluxo em horários em que o tráfego de veículos é menor. Quem quiser acompanhar de perto a arrecadação dos pedágios paulistas é só acessar o endereço eletrônico www.pedagiometro. com.br.

Presidente do Diretório Estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB), o deputado federal Márcio França aposta no crescimento da candidatura Skaf ao Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo Estadual. “Eleição é imprevisível. Eu garanto que nós vamos passar para dois dígitos. Depois de dois dígitos, aí está na disputa. Pode ir eventualmente para o segundo turno ou não, mas o que precisa é entrar na disputa”.


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

INCLUSÃO

4

Cai a miséria no Brasil

Queda da taxa de pobreza extrema no Estado de São Paulo

Em 13 anos, mais de 12 milhões de brasileiros mudaram de vida

A diminuição da miséria é resultado do investimento na área social, é o que afirma o deputado federal Márcio França.

O PSB-SP, presidido pelo deputado federal Márcio França, incentiva a participação de mulheres na política e nos processos eleitorais. O Diretório Estadual conta, inclusive, com um núcleo organizado de mulheres em defesa do socialismo. Candidato ao Governo do Estado pelo PSB, Paulo Skaf tem como vice a médica Marianne Pinotti.

O Brasil poderá eliminar a pobreza nos próximos dez anos. A realidade recente vivenciada pelo País – de crescimento econômico aliado a avanço social – vem reduzindo as taxas nacionais de pobreza absoluta e miséria. É o que diz o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) ao divulgar o seu mais recente estudo, com base em dados da

No mesmo período, outros 12,8 milhões de brasileiros saíram da pobreza, configurada pelo rendimento médio domiciliar per capita de até meio salário mínimo mensal. Em termos percentuais, a taxa de pobreza passou de 43,4% para 28,8% da população, enquanto a miséria caiu de 20,9% para 10,5%.

Legislativo tem poucas mulheres Diminui, conforme aumenta a hierarquia do cargo, a participação feminina nas casas legislativas brasileiras, responsáveis por elaborar leis e fiscalizar o governo em suas três esferas: Município, Estados e União. Nas câmaras municipais, elas ocupam 12,5% das cadeiras, nas assembleias legislativas 11,6%, e na Câmara dos Deputados apenas 8,7%, ou seja, 45 das 513 totais. No Senado, o cenário é um pouco diferente: são dez senadoras em um universo de 81 cadeiras. Isso representa 12,3% das vagas. O problema é que a eleição para escolher os membros da Casa atende a critérios majoritários, e não proporcionais, ao contrário do que ocorre nas outras esferas legislativas do País. Os senadores representam cada uma das unidades da Federação e o Distrito Federal, e não uma parcela da população diretamente.

Fôlego para as micro e pequenas Projeto de Lei Complementar de autoria do deputado Márcio França (PSB-SP), que tramita na Câmara Federal, propõe que os valores da receita bruta que estabelece uma entidade como micro ou pequena empresa - sejam reajustados, ao final de cada ano, pelo IPCA.

Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Entre 1995 e 2008, durante os governos de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, 12,1 milhões deixaram a miséria, que engloba as pessoas que vivem com rendimento médio domiciliar por pessoa de até um quarto de salário mínimo por mês.

Sob a alegação de que os valores atuais estariam defasados diante do PIB e da inflação, a Câmara dos Deputados analisa projeto que propõe alterações à Lei das Micro e Pequenas Empresas. Entre elas, o teto do faturamento bruto passaria para R$ 3,6 milhões, com alíquota única. Já o teto dos autônomos subiria a R$ 48 mil anuais. Os valores atuais estariam defasados diante do PIB e da inflação.

Os dados são do site especializado Mais Mulheres no Poder (www.maismulheres nopoderbrasil.com.br). Aliás, o Brasil aparece apenas na 102ª colocação quanto à presença de mulheres nas câmaras nacionais, segundo a União Interparlamentar, uma organização internacional dos parlamentos dos Estados soberanos, cujo objetivo é mediar os contatos multilaterais dos

parlamentares. De acordo com o ranking, o Brasil aparece atrás de todos os países sul-americanos e, também, de nações africanas como a Tanzânia e o Lesoto. Na busca de mudar esse cenário, foi criado o site “Mais Mulheres no Poder: Eu assumo esse compromisso”. A iniciativa conta, entre outros, com o apoio da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres.

Durma-se com um barulho desse

O Departamento de Competitividade e Tecnologia da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) publicou recentemente em seu site um estudo chamado “Corrupção: custos econômicos e propostas de combate”. De acordo com o documento, a corrupção consumiria por ano no País algo em torno de R$ 41,5 bilhões, cifra superior a tudo o que a União e os Estados gastaram com segurança pública no ano de 2008: R$ 39,52 bilhões. Para o deputado federal Márcio França (PSB-SP), os avanços alcançados, sobretudo na última década, com a introdução de legislações mais rigorosas com relação à administração de recursos públicos, como a Lei de Responsabilidade Fiscal, podem e devem ser maximizados com o acompanhamento permanente da sociedade e dos veículos de comunicação, bem como com a implantação de ferrementas de transparência governamental pelas administrações.

fonte: IPEA

INSS fará mutirão de conciliação Segurados do INSS que possuem ação de concessão ou de revisão de benefício há mais de cinco anos na Justiça têm tudo para ver seu processo resolvido ainda este ano. A Previdência Social, que participará de um mutirão de conciliação dará preferência às ações com mais de cinco anos e cujo segurado tem direito ao benefício. O mutirão está previsto para ocorrer entre 29 de novembro e 3 de dezembro, quando será realizada a Semana Nacional de Conciliação, organizada pelo Conselho Nacional de Justiça. Para o deputado federal Márcio França (PSB-SP) a iniciativa do INSS é louvável porque desafoga o Judiciário e agiliza os interesses de aposentados e pensionistas.

Justiça para a Justiça A greve do Judiciário trouxe à pauta a dificuldade de categorias e governo conversarem sobre reajustes e melhorias. Oficial de Justiça durante 11 anos, o deputado Márcio França declarou apoio aos grevistas e pediu ao presidente da Câmara agilidade na solução do problema. “Sabemos que os salários estão defasados e não é equitativo que, dentro de uma mesma organização, haja diferenças tão gritantes de remuneração”.


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

ELEIÇÕES 2010

5

Baixada tem 88 candidatos

Eles disputam cadeiras na Assembléia Legislativa, na Câmara Federal e até no Senado No próximo dia 3 de outubro, a população escolherá seus representantes e os moradores da Região têm 88 opções de voto. Santos, a cidade mais populosa, registra o maior número de candidatos, 13 para a Assembléia Legislativa e 12 para a Câmara Federal. São Vicente não fica muito atrás. Tem oito candidatos a estadual e três a federal, e se diferencia por possuir um candidato ao Senado, ou melhor, à suplência. Luiz Manoel da Silva, o Luiz da Padaria, compõe a chapa de Ernesto Pichler, ambos do Partido Comunista Brasileiro (PCB). O expressivo número de concorrentes pode diminuir até o dia das eleições. A Lei Ficha Limpa pode abocanhar algumas candidaturas a qualquer momento. Não será surpresa, também, possíveis desistências motivadas pelo alto custo da disputa. As convenções partidárias realizadas entre os dias 10 a 30 de junho e que definiram os nomes para essas eleições, tiveram mais candidatos do que o esperado, o que pode abalar a estrutura de alguns partidos e, consequentemente, de algumas candidaturas. O número atual de candidatos na Baixada é inferior ao das eleições de 2006, quando

CONHEÇA OS CANDIDATOS DA REGIÃO NAS ELEIÇÕES DESTE ANO Candidatos a Deputado Estadual Bertioga Márcia Alves da Silva (PP) Cubatão Cido de Andrade (PMN) Dojival Vieira (PC do B) Edson Joaquim de Freitas (PP) José Antônio Araújo Pereira (PSOL) Chico da Adega (PMDB) Nega Pieruzzi (PT) Pedro de Sá Filho (PV) Sandra Simões da Silva (PT) Wagner Nunes (DEM) Guarujá Adib Abdouni (PC do B) Cândido Garcia Alonso (PMDB) Cassandra Ferreira Barbosa (PT do B) Luis Carlos Romazzini (PT) Zezinho Cachoeiro (PRB)

Maria José Coriolano, Majô (PRB) Maria Regina Leal Mariano (PMDB) Nelson Fernandes (PSC) Ronald Luiz Nicolaci Fincatti (PDT) Ronaldo Ramos Faustino, Nagoia (PV) Itanhaém Miriam Maria Silva Gottzent (PT) Peruíbe Ricardo de Moraes Baldim (PP) Praia Grande Alexandre Cunha (PMDB) Cássio Navarro (PSDB) Vitrolinha (PDT) Santos Antônio de Lima (PRTB) Braz Antunes (PPS) Bruno Covas (PSDB) Décio Couto Clemente (PV)

Fausto Figueira (PT) Luiz Robério Soares (PRP) Mariângela Duarte (PSB) Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) Paulo Corrêa Júnior (PT do B) Reginaldo Severo dos Reis (PRTB) Robson Apolinário (PC do B) Telma de Souza (PT) Tertulina Fernandes Vasconcelos (PSB) São Vicente Emanoel Pimentel (PSC) Emerson Tauyil (PT) Dr. Hélio (PMN) José Carlos Negrão Júnior (PMN) Jura (PT) Luciano Batista (PSB) Rose Figueira (PV) Silvio Gordão (PMN)

Candidatos a Deputado Federal Bertioga Débora Maria Maragni P. Abreu (PDT) Edson Magaiver Ferreira da Silva (PDT) Cubatão Alexandre Sartorato (PHS) Ana Maria Rodrigues (PV) Clermont Castor (PP) Ivânio Batista da Silva (PT) Sebastião Serafim Moura Sobrinho (PT) Guarujá Carlinhos Saraiva (PTB) Francisco Erivan Pereira (PP) Gilberto Benzi (PDT) Marcos Pereira de Azevedo (PT do B) Odair Dias (PCB) Protógenes Queiroz (PC do B)

102 pessoas tentaram a sorte nas urnas. Alguns candidatos já estiveram à frente do Poder Executi-

Sidnei Aranha (PV) Wellington Nascimento (PSOL) Mongaguá Cláudia Sartori (PTB) Sidnei Guerreiro (PSOL) Peruíbe Ana Campos (PCB) Luiz da Silva (PT) Praia Grande Alberto Mourão (PSDB) Jasper Lopes (PSOL) Marco Antônio de Souza (PMN) Santos Adilson Rodrigues (PSOL)

vo em suas cidades de origem, casos de Márcio França (PSB), por São Vicente; Telma de Souza (PT) e Beto Mansur (PP),

Alessander Vigna (PRB) Beto Mansur (PP) Fausto Lopes (PV) José Carlos Pereira (PRTB) Maria Lúcia Prandi (PT) Nobel Soares (PSOL) Raul Christiano (PSDB) Rodnei da Silva, Nei (PDT) Sérgio Cabeça (PSOL) Vânia Aparecida dos Santos (PMN) Vicente Cascione (DEM) São Vicente André Luiz de Jesus Ferreira (PSOL) Marcelo Correia (PP) Márcio França (PSB) fonte: Jornal A Tribuna

por Santos; Alberto Mourão (PSDB), por Praia Grande; e Clermont Silveira Castor (PR), por Cubatão.

Drenagem e asfalto chegam às ruas da Área Continental de São Vicente As obras de asfalto de 24 ruas do Jardim Rio Branco, em São Vicente, já começaram. As ruas recebem um sistema de drenagem e a pavimentação asfáltica. A maior parte dos recursos vem de emenda parlamentar do deputado federal Márcio França (PSB), que conseguiu junto ao Ministério do Turismo R$ 6,25 milhões. Como a urbanização do Rio Branco está orçada em R$ 11,7 milhões, foi feita uma parceria com a população local, por meio do Plano de Contribuição de Melhorias, para chegar até o total necessário. Segundo moradores do bairro, os benefícios já são vistos. Lotes que antes custavam R$ 60 mil,

A pavimentação trouxe qualidade de vida aos moradores do continente

estão à venda hoje por R$ 80 mil, uma valorização de 33%. Na opinião da dona de casa Amélia Vieira da Cruz, de 62 anos, o asfalto trará uma série de benefícios. “Devem chegar mais lojas, valorizar as casas e diminuir as enchentes”.

Mais recursos O Ministério do Turismo também empenhou mais R$ 4,875 milhões para serem aplicados em infraestrutura urbanística, drenagem e pavimentação dos bairros Vila Nova, Vila Ema, Quarentenário e Ponte Nova.

A última pesquisa do Instituto Sensus, realizada entre os dias 13 e 15 deste Julho em 76 cidades paulistas, apontou o deputado federal Márcio França (PSB-SP) como o segundo mais lembrado para a Câmara Federal dentro do Estado. Ele obteve o voto de 10,5% das pessoas que souberam apontar suas preferências na entrevista. Veja matéria completa no site www.marciofranca.com.br

13,6 milhões de reais

A verba também é fruto de emendas de iniciativa do deputado federal Márcio França. “Agora, através dessas emendas, o custo da obra para o município será reduzido. Com as outras verbas que ainda serão empenhadas e as que já foram liberadas em 2009, conseguiremos asfaltar toda a região”, conta. E no início de julho foi empenhada emenda do deputado no valor de R$ 2,5 milhões para drenagem e pavimentação da Área Continental, em São Vicente. O recurso será destinado a diversas ruas dos bairros Quarentenário, Vila Nova São Vicente, Vila Ponte Nova e Rio Negro.

é o total de recursos viabilizados pelo deputado federal Márcio França (PSB), junto ao Ministério do Turismo, para obras de infraestrutura urbanística, como drenagem e pavimentação, em bairros da Área Continental de São Vicente.


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

6

CUBATÃO

GUARUJÁ

PRAIA_GRANDE

SANTOS

Internet para todos R$ 1

Imagina poder acessar a internet de qualquer ponto da Baixada Santista sem pagar nada? Parece um sonho? Mas não é. Em breve, o sinal da internet grátis Santos: milhão e 100 mil vai ligar Santos, São Vicente, Praia Guarujá: Grande, Guarujá R$ 1 milhão e Cubatão, permitindo que qualquer Cubatão: pessoa se conecte à R$ 1 milhão web sem custo de Praia Grande: provedor. O dinheiro para R$ 1 milhão tornar isso realidade foi conseguido pelo deputado federal Márcio França (PSB-SP) através de emendas. São mais de R$ 7 milhões empenhados pelo Ministério da Ciência e Tecnologia para o projeto. Na prática, quer dizer que esse valor já está reservado e as Prefeituras podem dar início ao processo de licitação. Além da internet grátis, o programa também prevê

a compra de lousas digitais interativas para as escolas municipais. Já pensou uma lousa que mistura quadro negro e computador? Os alunos da rede pública vão contar com essa tecnologia e ter mais recursos para aprender as matérias. E não é só. Está prevista a construção de Centros de Acesso à Inclusão Social e Digital (Catis). Os Catis são como lan-houses públicas, onde quem não tem computador pode ter acesso à internet. No local, as pessoas também poderão fazer cursos de informática. “Antes, esse tipo de serviço só existia em lugares limitados, como shoppings e restaurantes. Com esse projeto, qualquer pessoa, residente ou não da cidade, poderá acessar a internet. A ideia é que toda a nossa Região possa ter acesso à tecnologia, trazendo mais desenvolvimento econômico e social”, destaca Márcio França.

TEM A

marca do

MÁRCIO

Financiamentos para policiais

Com o Márcio, Baixada tem recursos federais Sem o Márcio França na Câmara Federal

Com o Márcio França na Câmara Federal 483,3 507,1 MILHÕES

312,9

MILHÕES

366,2 MILHÕES

Garantir uma redução de 20% a 80% nas taxas de juros dos financiamentos tomados por policiais militares e civis na compra da casa própria. É o que propõe o Projeto de Lei nº. 2.797/2008, de autoria do deputado federal Márcio França (PSB-SP). O PL tramita na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. O benefício incidirá nos empréstimos concedidos pela Caixa Econômica Federal (CEF) e pelas caixas econômicas estaduais, dentro do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), em que são usados recursos da caderneta de poupança.

Fonte: Siafi/STN Em milhões de R$

MILHÕES

2006

2007

2008 2009 2010 251,1

até maio

MILHÕES


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

7

CUBATÃO

GUARUJÁ

PRAIA_GRANDE

SANTOS

Guarujá ganha área de lazer em Vicente de Carvalho Atendendo reivindicações da população, Vicente de Carvalho terá em breve uma extensa área de lazer. Através da atuação do deputado federal Márcio França (PSB-SP), junto com o PSB da cidade, um terreno de aproximadamente 10.500 m2 será totalmente urbanizado. A Companhia Docas do Estado de São Paulo (CODESP) será responsável pelas obras no local. A área, que fica embaixo das torres de energia elétrica, perto da Praça 14 Bis, estava abandonada e mal cuidada, sem qualquer utilidade para a população. Ciente desse problema, Márcio França solicitou colaboração da CODESP, que com rapidez atendeu o pedido. "A urbanização promoverá a valorização dos imóveis e melhorará a qualidade de vida de todos os moradores da região", explica. As obras terão início pela

quadra compreendida entre a Avenida Santos Dumont, Ruas Guilherme Backeuser, Mato Grosso e Guilherme Guinle, receberá diversas melhorias, como limpeza e nivelamento, construção de estacionamento, calçadas, travessias de pedestres e área de lazer com playground (escorregadores, gangorras e balancês). Partes do local serão destinadas à plantação de árvores de grande porte com pergolados e bancos, transformando o terreno em um espaço de convivência. A previsão para entrega da obra é de 90 dias. Nos últimos anos, o deputado destinou aproximadamente R$ 10 milhões para o Guarujá através de emendas. "São necessárias ações que efetivamente melhorem a cidade. É essa nossa preocupação e nosso compromisso", resume

NOSSA VOZ

Compare o quanto cresceu o repasse de recursos federais para as cidades da Baixada Santista desde que o Márcio França (PSB-SP) assumiu o mandato como deputado federal, em 2007

Baixada Santista

GUARUJÁ 2006

2007 2008 2009

PRAIA GRANDE 2006

2007 2008 2009

SANTOS 2006

2007 2008 2009

62,0 %

R$ 50 milhões R$ 64,6 milhões R$ 66,9 milhões

crescimento de

R$ 59,4 milhões

61,6 %

R$ 69,4 milhões R$ 92,3 milhões

www.youtube.com/ user/assessoriasv

R$ 96,0 milhões R$ 64,1 milhões R$ 78,4 milhões R$ 105,8 milhões R$ 114,3 milhões R$ 62,0 milhões R$ 73,3 milhões R$ 97,8 milhões R$ 103,0 milhões

Márcio faz

crescimento de

78,3% crescimento de

66,1%

R$ 120 mil em recursos para a adaptação do espaço físico da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Cubatão

R$ 300 mil em recursos para a criação de quatro unidades e seis núcleos do Centro de Referência de Assistência Social, em Santos

e acontece!

e acontece!

Legendas Sem o Márcio França na Câmara Federal Com o Márcio França na Câmara Federal

Márcio faz

2009

2007 2008 2009

crescimento de

R$ 41,3milhões

“O maçon político vocacionado à construção social do nosso País e orgulho da Maçonaria Paulista. É o caso do nosso irmão e deputado federal Márcio França.” Benedito Marques Ballouk Filho Eminente Grão Mestre Grande Oriente de São Paulo

2008

CUBATÃO 2006

MEU VOTO NOSSA VOZ

Comitê Márcio França: Av. Capitão Mor Aguiar, 657 - São Vicente - SP CEP 11310-201 e-mail: contato@ marciofranca.com.br


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

8

PORTO DE SÃO SEBASTIÃO

Mais oportunidades na Região Terminal ocupa 413 mil metros quadrados de área e possui quatro berços de atracação

O deputado federal Márcio França defende a utilização do potencial do Porto através do plano de expansão que prevê, de forma gradativa, até 2035, 1 milhão de m2 de retroárea; duplicação da Rodovia dos Tamoios; uma grande avenida contornando a Cidade; uma marina pública e um terminal de cruzeiros. O deputado considera essencial a participação da RealNorte, colegiado de 17 organizações ambientalistas, que quer evitar que tal expansão afete a natureza e o turismo.

Muita gente não sabe, inclusive quem mora no Litoral Norte, que o Porto de São Sebastião está na terceira melhor região portuária do mundo. E por isso mesmo já movimenta cerca de 400 mil toneladas/ano. Os principais produtos de importação vão de matériaprima para fazer cerveja, como malte e cevada, até produtos siderúrgicos, passando por barrilha, sulfato de sódio, trigo, máquinas e equipamentos, bobinas de fio de aço, entre outros. Entre os principais itens exportados estão veículos, peças e uma infinidade de equipamentos. Os principais destinos das mercadorias são aos municípios paulistas de São José dos Campos, Taubaté, Pindamonhangaba, Guaratinguetá e Cruzeiro, a Região Metropolitana da Grande São Paulo, e parte da região do ABC, Mogi das Cruzes, Sorocaba, Campinas, Piracicaba e o Estado de Goiás. Administração O Porto de São Sebastião é administrado pela Companhia

Festa religiosa movimenta Iguape

Emendas do deputado Márcio França destinaram R$ 800 mil para festas populares no Vale do Ribeira através do Ministério do Turismo.

Dias 5 e 6 de agosto acontece a tradicional Festa do Senhor Bom Jesus de Iguape. Considerada uma das maiores festas religiosas católicas do Estado, o evento ocorre anualmente, organizado pela Paróquia Nossa Senhora das Neves. O início da peregrinação deu-se em 1647, com o aparecimento da imagem do Senhor Bom Jesus, na Praia de Una, localizada na atual Estação Ecológica de Juréia-Itatins. Iguape, com o tempo, transformou-se em um centro de adoração religiosa. A partir de então, milhares de romeiros de diversas partes da Baixada Santista e interior vêm à Cidade todos os anos consolidar a fé e render graças ao Senhor Bom Jesus de Iguape.

O Porto de São Sebastião movimenta cerca de 400 mil toneladas/ano

Docas de São Sebastião, empresa vinculada à Secretaria de Estado de Transportes de São Paulo. É uma delegação federal ao Governo do Estado de São Paulo, sendo, portanto, um porto público. O Porto tem duas barras de entrada demarcadas pelos faróis, respectivamente, da Ponta das Canas, no norte, e da Ponta das Selas, no sudoeste da ilha de

São Sebastião. A primeira, barra norte, possui 550m de largura e profundidade de 18m; e a segunda, barra sul, largura de 300m, com profundidade de 25m. Os canais de acesso correspondentes dispõem, respectivamente, de largura e profundidade de 500m e 18m (norte) e 300m e 25m (sul), num total de 22,8km de extensão.

As instalações de acostagem, em formato de píer, medem 362m distribuídos em 4 berços, sendo o principal de 150m de comprimento e profundidade de 8,2m. Os outros 3 berços atendem pequenas embarcações. Para armazenagem o porto conta com quatro armazéns, totalizando 7.131 m2 e dois pátios com 63.700 m2.

Peruíbe

Gilson Bargieri volta à cena política O ex-prefeito de Peruíbe, Gilson Bargieri, disse que voltou a acreditar na política graças ao deputado federal Márcio França. “Estava desiludido, frustrado. Tinha decidido me afastar da vida pública. Aí veio o Márcio França e me levantou, reacendeu uma chama que já havia se apagado. Por causa da força dele, da sua lealdade e dignidade, resolvi lutar novamente pela minha Cidade e pelos meus ideais”, recorda-se Bargieri, 57 anos, prefeito de Peruíbe entre 2001 e 2004. Bargieri disse que quando teve problemas com sua candidatura, foi Márcio França quem o ajudou: “Os amigos que nos ajudam nos momentos mais difíceis são os melhores. Hoje sou um guerreiro do Márcio França. Vou trabalhar para ele se eleger novamente deputado federal. Não vou fazer isso por pagamento pelo que ele me fez. Porque não há como pagar. Vou apenas tentar retribuir a

Litoral Sul de novo na rota de desenvolvimento com o retorno de Bargieri

este jovem, que sem dúvida é a maior liderança da Região Metropolitana da Baixada Santista e Vale do Ribeira”, disse. Gilson Bargieri, que também se dedica à agropecuária, paixão que desenvolve há mais de 30 anos, lembra que se inspirou em Márcio França para incentivar, em Peruíbe, políticas voltadas para o social, principalmente educação e apoio aos mais necessitados.

O atual governo de Milena Bargieri é marcado pelos maciços investimentos nas áreas sociais e de educação: “O povo de Peruíbe resgatou sua autoestima depois de ver a Cidade com sérios problemas. A casa foi colocada em ordem e hoje Peruíbe olha para o futuro com muita esperança”, ressaltou o ex-prefeito, que atua na campanha de Márcio no Litoral Sul e Vale do Ribeira.


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

ESPORTE

9

São Vicente Atlético Clube, orgulho dos vicentinos O SVAC, localizado ali na Rua Marquês de São Vicente, no Parque Bitaru, tornou-se o orgulho de São Vicente e virou atração na Baixada Santista. Desde quando o então prefeito Márcio França passou a investir no clube, em 2002, o futebol obteve várias conquistas. São Vicente não tinha um clube de expressão como Santos. Era preciso fazer alguma coisa para que o vicentino pudesse se interessar pelo esporte. Então foram refeitos a gestão e investimento do clube. O primeiro passo foi a reforma do Estádio Mansueto Pierotti.

O segundo passo foi trazer profissionais experientes, de acordo com as possibilidades do clube, como os jogadores Flávio Guarujá, Calazans e Neizinho, dentro do limite da Federação Paulista para jogadores com mais de 30 anos de idade. Depois veio o técnico Negreiros (ex-jogador do Santos, nos tempos de Pelé, Zito, Clodoaldo e Pepe) e o preparador físico Paulo Dellamonica. Assim, o time tinha a oportunidade de treinar como profissional. Entre os anos de 2002 e 2003, o clube saltou da série B2

A equipe do São Vicente Atlético Clube, que disputa com bons resultados a série A3 do Paulista

para a A3 do Campeonato Paulista, e revelou dois jogadores, Wesley, destaque da Copa São

Paulo de 2002, e Marcel, que foi para o União Barbarense e depois para o Paraná Clube.

São Paulo vai ficar fora da Copa 2014? “Não vamos colocar dinheiro público em estádio privado. Se a Fifa não aceitar o Morumbi, não teremos a abertura da Copa”. Pois é, a declaração é de ninguém menos que o governador de São Paulo, Alberto Goldman, do PSDB. O problema é que a Copa do Mundo de Futebol é um dos maiores eventos do planeta, movimenta bilhões e bilhões em recursos e garante a melhoria da infraestrutura urbana nas cidades-sedes do jogos, beneficiando assim a população. A copa passa, as melhorias ficam. Agora, é possível pensar uma Copa do Mundo no Brasil e São Paulo fora dela? É possível imaginar que o jogo de

Santos Em Salvador desde a noite da última segunda-feira, dia 2, o Santos está pronto para enfrentar o Vitória, no Barradão, hoje, dia 4, na partida final da Copa do Brasil. Apesar da vantagem obtida no jogo de ida, na Vila Belmiro, o técnico Dorival Júnior treinou cobranças de pênaltis. “Claro que ninguém quer chegar a esse ponto. Mas estão todos tranquilos e preparados para, se acontecer, fazer o gol”, afirmou o meia Wesley. Até hoje, nenhuma final da Copa do Brasil foi decidida em cobrança de pênaltis.

abertura da Copa 2014 não seja realizada em gramados paulistas? É possível estimar quanto São Paulo e seu povo deixariam de ganhar com isso? Para o deputado federal Márcio França, presidente do Diretório Estadual do PSB, São Paulo não pode ficar fora da Copa 2014. “É impensável que não se consiga encontrar, na gestão política da coisa, uma saída que assegure definitivamente a presença de São Paulo na Copa e se acabe de vez com esse nhém-nhém-nhém”. Márcio garante que com um pouco de disposição, vontade política e criatividade é plenamente possível superar esse impasse. “Por que não vender os ingressos antecipadamente

Corinthians O goleiro Felipe parece, definitivamente, estar fora dos planos do Corinthians. Nem mesmo a chegada de um novo treinador deve aliviar a má impressão gerada pela frustrada negociação entre o ex-camisa 1 do Timão e o Genoa, clube da Itália. Perguntado se já havia conversado com Felipe após sua contração, o técnico Adílson Batista foi curto e grosso: “Não. Ele não me procurou”. Enquanto Felipe negociava sua transferência, o time do Parque São Jorge contratou o goleiro paraguaio Bobadilla.

e, assim, levantar boa parte dos recursos necessários?”, pergunta. O que não dá, argumenta o deputado, é para tratar um evento dessa magnitude como uma coisa menor. “Futebol é paixão nacional. Isso não é jargão, não. É a mais pura realidade. Futebol é São Paulo na

São Paulo A confirmação oficial deve vir somente após o jogo da Libertadores desta quintafeira, mas é certo que o volante Hernanes não fica mais no clube. Ele foi negociado com o Lazio, da Itália, por 9,5 milhões de euros, segundo o blog do Benjamin Back. Com isso, se o Tricolor não passar pelo Inter, a segunda partida da semifinal da Libertadores pode ser a última do camisa 10 pelo Sampa. Se for mesmo a despedida, a torcida estará em peso no Morumbi. Praticamente todos os ingressos já foram vendidos.

Copa, entre tantos outros motivos, porque os clubes daqui, Santos, São Paulo, Corinthians, Palmeiras não só estão no topo do ranking nacional mas conquistaram seis dos dez últimos títulos nacionais”. E por falar em clubes, veja como andam as coisas nos quatro grandes de São Paulo:

Palmeiras Os palmeirenses podem respirar aliviados, principalmente o técnico Scolari. Devem se apresentar nos próximos dias três reforços de peso: os meias Valdívia e Rivaldo (atualmente no Avaí), e o zagueiro Fabrício, do Flamengo. A diretoria do clube está buscando novos reforços, que ainda estão em negociação, entre eles o meia Ronaldinho Gaúcho, do Milan, que apesar do clube italiano ter afirmado não estar à venda, o verdão está somando esforços para a contratação do pentacampeão do mundo.

500 mil

é o número de turistas que deve visitar o Brasil no mês da Copa, dez vezes mais do que o País recebe em um ano


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

10

REBOLATION

Mais que um ritmo de verão

“Alô minha galera preste atenção rebolation continua sensação”

O estímulo aos diversos tipos de manifestação cultural é uma marca da atuação como homem público do deputado federal Márcio França (PSB-SP), assim como o incentivo a projetos de capacitação de profissional de jovens. O espetáculo e as oficinas diversas que compõe a Encenação da Fundação da Vila de São Vicente, incrementadas quando o Márcio era prefeito, são exemplos desses estímulos.

Aniversariante da semana O leonino Caio França, vereador pelo PSB em São Vicente, completou no dia 1 de agosto mais um ano de vida.

Já faz quase seis meses que o carnaval terminou; o Brasil disputou – e perdeu – mais uma Copa do Mundo; candidatos esquentam os motores para as eleições de outubro próximo, e, ainda assim, as caixas de som de muitos carros insistem em vibrar, na potência máxima, no típico ritmo da Bahia que se tornou sensação nacional: o “rebolation”.

Há quem garanta que os tantos requebras do líder “parangoleiro” foi inspirado na dança “psy-rebolation”, nascida nas pistas de danças das casas noturnas mas, acreditem, embalada pela batida eletrônica. O mais fantástico disso tudo é que o rebolation convidou gente de todas as idades e classes sociais a mexer o esqueleto, sobretudo

Iguape pode ter oficina de restauro do SENAI Durante reunião da diretoria da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), foi aprovado para o município de Iguape, localizado no Vale do Ribeira, convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para a instalação de oficina-escola de restauro na Cidade. O projeto tem por objetivo profissionalizar jovens de baixa renda na área de recuperação de edificações, como auxiliar de pedreiro restaurador, auxiliar de

pintor restaurador e revitalizador de pinturas convencionais. O município ainda deve prover processo de seleção dos alunos. A execução e coordenação técnica devem ser realizadas por profissionais habilitados, capacitados pelo próprio SENAI. A instituição cederá uniforme e equipamentos para as oficinas e fará o acompanhamento e certificação que qualificará os jovens, após o curso, para atuar no mercado de trabalho.

aqueles que não conseguem ouvir música parados. Sarados e saradas de plantão asseguram, inclusive, que três horas de rebolation na balada pode detonar até 2000 calorias. É mais ou menos como o “bom, bom, bom”: dançar, suar, e se divertir. E, depois, dançar, suar e se divertir... é bom, bom, bom! Aliás, como acontece na

maioria dos sucessos baianos, o som também traz a sua mensagem em duplo sentido ao colocar “mulheres na frente e homens atrás”. Só de ouvir a batida, que mistura percussão com mixagens eletrônicas, o coração acelera, a temperatura sobe, o corpo balança e o resto... o resto todo mundo já sabe: é rebolation, seja lá onde for.

Caça-palavras

Aposentado - Cidade Digital - Copa do Mundo Márcio França - Pré-sal - PSB - Senado Federal

ÁRIES Agitação na rotina de trabalho. Talvez seja necessário mudar os hábitos e aprender a trabalhar em equipe. O período pede cautela para tratar de assuntos ligados a dinheiro e negócios em geral.

CÂNCER Procure viver o presente. Muito favorável para a vida em família e com os amigos. Período favorece as reuniões de negócios. No trabalho, procure colaborar com o grupo. Saúde estável.

LIBRA Período especialmente favorável para iniciar uma união, seja de cunho amoroso ou profissional. Certas facilidades permitirão um bom entrosamento entre você e as pessoas de seu convívio.

CAPRICÓRNIO Soluções para as questões financeiras e aumento da segurança pessoal, depois de mudanças na sua maneira de ser. Confusão e sentimentos negativos nas relações de amizade e no amor.

TOURO Dinheiro é assunto em destaque neste período. Ponha seus planos em prática e descubra novas formas de administrar as suas finanças. Pratique exercícios e cuide de sua saúde.

LEÃO Seja mais ousado. O momento é muito favorável para dar um impulso na carreira profissional. Ponha em prática as suas idéias, mas cuidado com os falsos amigos.

ESCORPIÃO Fase em que estará predisposto a cometer excessos, de um modo geral. Eviteos, pois. Por outro lado, o fluxo é propício para novas amizades. Bom para o amor e o casamento.

AQUÁRIO Inúmeras e ótimas chances de progresso social e financeiro. Sua predisposição para os negócios estará exaltada e será bastante favorecido em viagens e no amor.

GÊMEOS Não aja de maneira competitiva. No trabalho, o período favorece as mudanças e promoções. Tenha coragem de expor os seus pontos de vida, mas tome cuidado para não magoar ninguém.

VIRGEM Atritos com parentes, perda de amizades e o sistema nervoso um tanto quanto agitado, estão previstos para você. Aja com perícia e inteligência, que terá um período razoavelmente bom.

SAGITÁRIO Mudanças na organização do cotidiano, nos estudos e no convívio com as pessoas. Procure não apenas se divertir, mas também definir o que você quer.

PEIXES O período indica êxito no trabalho mas também prevê uma sobrecarga de tarefas. Procure renovar as suas energias. Favorecido para as viagens de descanso. Harmonia com a pessoa amada.


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

BEM ESTAR

11

Música faz bem para o coração É o que revela um estudo realizado pela Universidade de Marylan, nos Estados Unidos Pode ser que muitos não acreditem no poder da “musicoterapia”, mas pesquisadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, apresentaram à Associação Americana do Coração um estudo que comprova que o hábito de ouvir canções consideradas especiais para uma pessoa tem

efeito positivo sobre a saúde cardíaca. A dinâmica do experimento foi relativamentesimples. Depois de ficar 15 dias sem ouvir música, os participantes tiveram o diâmetro de seus vasos sanguíneos medidos pelos pesquisadores, por meio de

ultrassom, após uma sessão intensiva, de meia hora, com suas músicas prediletas. O resultado foi batata: vencidos os 30 minutos, os pesquisadores observaram um aumento de 26% no diâmetro dos vasos, o que facilita a circulação sanguínea e faz um bem danado à saúde.

Saiba como combater a obesidade infantil

Quando prefeito de São Vicente, o deputado federal Márcio França (PSB) incentivou a implantação de oficinas culturais com diversas modalidades de arte, entre elas a música.

Parentes e amigos, volta e meia, alertam você sobre os quilinhos a mais que seu filho começa a apresentar. Se isso está acontecendo, talvez seja hora de reverter essa situação. O primeiro passo é consultar junto ao pediatra o processo de crescimento da criança, observando se está dentro dos limites de peso e altura. O fato de ter engordado um pouquinho não significa, necessariamente, que ela está obesa. Entre as principais causas de obesidade entre crianças e adolescentes estão a predisposição genética, hábitos alimentares errados e sedentarismo. Em apenas 10% dos casos, pode estar relacionada a causas metabólicas ou endócrinas. Estudos populacionais demonstraram que 80% das crianças de pais obesos torna-

O deputado Márcio França, quando prefeito de São Vicente, implantou o Projeto Alimentarte, que consiste em ensinar crianças das escolas públicas a comer legumes, verduras e frutas e assim ajudá-las a prevenir a obesidade infantil. Os pequenos, na hora da merenda, fazem seus pratos em sistema selfservice orientados pelos professores e são elogiados quando escolhem alimentos saudáveis.

ram-se obesas. Esse número baixou para 40% quando apenas um dos pais estava acima do peso e para 7% quando nenhum dos dois tinha problemas de obesidade. Por isso, se há gordinhos na família, cuide desde cedo da alimentação do seu filho e faça com que ele se exercite regularmente. Alimentação saudável A melhor forma de prevenir a obesidade infantil é a adoção de uma alimentação saudável e equilibrada e a prática regular de exercícios físicos. Dietas restritivas são desaconselháveis, pois o organismo da cr iança está em crescimento e a falta de nutrientes pode afetar sua formação. Não custa lembrar que não só a criança, mas

#

Chef Márcio França

O deputado federal Márcio França (PSB) tem por hobby a culinária e utiliza esse talento em eventos beneficentes, quando cozinha voluntariamente

Risoto à napolitana Ingredientes 1 e ½ xícaras de (chá) de arroz 3 xícaras de (chá) de caldo de carne quente 3 tomates maduros, sem pele nem sementes 2 colheres de (sopa) de salsa picada 100 gramas de toucinho picado Sal e pimenta-do-reino a gosto 1 cebola grande picada Queijo parmesão ralado 1 folha de louro

Modo de preparo Lave e escorra o arroz. Leve ao fogo uma panela com o toucinho. Deixe fritar, depois junte a cebola e o arroz. Refogue por 5 minutos. Acrescente o caldo de carne e o louro. Tempere com sal e pimenta. Tampe a panela e cozinhe em fogo baixo por uns 25 minutos. Depois de 10 minutos de cozimento, junte o tomate. Pouco antes de tirar do fogo, acrescente a salsa picada e misture bem. Polvilhe com queijo ralado e sirva. Se usar o toucinho salgado, escalde-o duas vezes em água fervente para tirar bem o sal. Depois, enxugue-o bem com um pano para que não espirre ao fritar.

O excesso de peso na infância pode provocar um certo isolamento social

toda a família precisa ter uma alimentação e um estilo de vida mais saudável, já que se torna referência. Médicos e nutricionistas apontam que o melhor caminho é a inclusão de frutas, legumes verduras e vegetais no cardápio alimentar, o que

vai ajudar a evitar o ganho de peso, sem que a criança passe fome. E lembre-se: tão importante quanto uma dieta balanceada é que a criança se exercite, faça caminhadas, ande de bicicleta, brinque bastante e pratique esporte.

Terceira idade mais feliz É cada vez mais comum entre as pessoas que estão na terceira idade exemplos de alegria, criatividade e disposição. Invariavelmente, as atividades em grupo são as grandes responsáveis por esse estilo mais feliz de viver, fruto sobretudo da companhia de outras pessoas. Ainda assim, para muitos “idosos” pode ser extremamente difícil aceitar que o tempo passou. Quando isso acontece, o grande desafio é superar a sensação de desânimo e tristeza. O remédio: cultivar a amizade! Especialistas destacam que trabalhar mente e corpo com atividades físicas e intelectuais ajuda a espantar a solidão e os pensamentos desanimadores. Se essas atividades forem realizadas

na companhia de outras pessoas, melhor ainda. E, daí, a importância dos grupos de terceira idade, geralmente oferecidos pelo poder público e por entidades da sociedade civil organizada. O cultivo de relacionamentos diminui, inclusive, as chances de desenvolvimento de quadros depressivos. Frequentar bailes, aulas de dança e culinária, oficinas de arte, caminhar, ir a sessões de cinema, passear ao ar livre são algumas das inúmeras opções que o pessoal da terceira idade tem à disposição. O importante é encontrar uma atividade que dê prazer. Que tal então procurar na sua cidade esse tipo de “prazerosa aventura”?

O deputado federal Márcio França acredita que a criação de espaços públicos para que os idosos se relacionem é uma importante ferramenta para o avanço da qualidade de vida.


Expresso 4040 04 • Agosto • 2010

12

117

é o número de pesquisadores, de diferentes áreas, elencados pela Unesp para participar do instituto de pesquisa do pré-sal, que desenvolverá estudos nas áreas de Geologia, Oceanografia e Recursos Naturais e Meio Ambiente.

Região ganha primeiro Núcleo de Pesquisas do Mar do País Márcio França conseguiu trazer para a Região investimento de R$ 26 milhões. Produção de conhecimento às novas gerações e mais desenvolvimento econômico e social

O deputado federal Márcio França (PSB) vê na instalação do instituto a primeira ação concreta decorrente da descoberta das novas reservas de petróleo na camada do pré-sal. “Os cursos já começam em 2011. É mão-de-obra preparada”, comemora.

O Litoral de São Paulo ganhou, em São Vicente, o primeiro investimento em consequência da descoberta da camada de petróleo e gás denominada de pré-sal. A conquista foi possível graças à rapidez com que o deputado federal Márcio França (PSB-SP), a Universidade do Estado de São Paulo (UNESP) e o prefeito Tercio Garcia tomaram as primeiras providências para a instalação do Núcleo de Pesquisas do Mar, com ênfase no Pré-Sal, que funcionará na Cidade Náutica, em terreno

doado pelo Município com o aval da Câmara de Vereadores. À solenidade de assinatura do termo de compromisso entre o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e a UNESP, compareceu o ministro interino da Ciência e Tecnologia, Luiz Antônio Rodrigues Elias, que ressaltou a importância histórica deste momento para a Cidade e para a Região. O ministro lembrou ainda que, por recomendação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o seu ministério tem um dos maiores orçamentos da União e que todos

os recursos já foram empenhados principalmente em centros de desenvolvimento tecnológico, como este grande polo que será instalado em São Vicente. O compromisso objetiva a liberação de recursos e abertura do processo licitatório para o início das obras. Polo acadêmico O núcleo irá contar com um grande polo acadêmico de estudos ligados à exploração de petróleo e gás na camada pré-sal, oceanografia e logística portuária, resultando em impactos econômicos importantes na Região, o

primeiro no Brasil a reunir todas estas áreas integradas. Serão mais de 100 professores-doutores que acrescentarão conhecimento e recursos econômicos à Região. O reitor da UNESP, Herman Jacobus Cornelis Voorwald, também presente à cerimônia, revelou que o grupo majoritário de acadêmicos da Universidade aprovou toda a instalação do novo polo, inclusive trazendo junto com o nome da instituição toda a mão-de-obra qualificada para desenvolver diversas pesquisas, produzindo conhecimento às novas gerações.

A camada pré-sal As reservas de petróleo estão localizadas a 5 mil metros de profundidade e a 400 km da costa.

Com aprovação da Câmara Municipal, a Prefeitura de São Vicente fez a doação - à Universidade do Estado de São Paulo (UNESP) - de um terreno, de cinco mil metros quadrados, localizado na Cidade Náutica, para instalação do Instituto do Pré-Sal. No local será erguido um prédio de oito andares


Expresso 4040 - Edição Baixada Santista 01