Page 1


Pรกgina 2


2


Volume 1, Edição 1

02.

Página 4


4

CERTIFIQUE OS SEUS SERVIÇOS


DESTINATÁRIOS INDIVÍDUOS QUE TRABALHEM NA ÁREA DA CONTABILIDADE GERAL DE QUALQUER TIPO DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL OU DE SERVIÇO PÚBLICO.

OBJETIVOS GARANTIR A OBTENÇÃO DE CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS SOBRE AS OPERAÇÕES E INSTRUMENTOS CONTABILÍSTICOS. DESTA FORMA, OS(AS) FORMANDOS(AS) PODERÃO ADQUIRIR CONHECIMENTOS TEÓRICOS SOBRE OS PRINCÍPIOS CONTABILÍSTICOS, ASSIM COMO UMA CONSOLIDADA COMPONENTE PRÁTICA ONDE SÃO EXPLICADAS E EXEMPLIFICADAS AS OPERAÇÕES CONTABILÍSTICAS CORRENTES E O FECHO DE CONTAS E O RESPETIVO APURAMENTO DO RESULTADO LÍQUIDO.


DESTINATÁRIOS I. RESPONSÁVEIS PELA ÁREA FISCAL, FINANCEIRA OU CONTABILÍSTICA; II. OUTROS PROFISSIONAIS QUE PRETENDAM DESENVOLVER AS SUAS COMPETÊNCIAS NESTA ÁREA.

OBJETIVOS I. DOMINAR AS NORMAS APLICÁVEIS ÀS FACTURAS; II. AVALIAR O GRAU DE CONFORMIDADE DAS FACTURAS EMITIDAS E RECEBIDAS PELA EMPRESA E PONDERAR OS RISCOS POTENCIAIS DO SISTEMA INTERNO DE FACTURAÇÃO DA EMPRESA;

III. IDENTIFICAR OS ASPECTOS TÉCNICOS QUE GARANTEM A UTILIZAÇÃO E O ENVIO DE FACTURAS ELECTRÓNICAS COM SEGURANÇA, ASSIM COMO O SEU ENQUADRAMENTO LEGAL.


DESTINATÁRIOS INDIVÍDUOS QUE TRABALHEM NA ÁREA DA CONTABILIDADE GERAL DE QUALQUER TIPO DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL OU DE SERVIÇO PÚBLICO.

OBJETIVOS GARANTIR A OBTENÇÃO DE CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS SOBRE AS OPERAÇÕES E INSTRUMENTOS CONTABILÍSTICOS. DESTA FORMA, OS(AS) FORMANDOS(AS) PODERÃO ADQUIRIR CONHECIMENTOS TEÓRICOS SOBRE OS PRINCÍPIOS CONTABILÍSTICOS, ASSIM COMO UMA CONSOLIDADA COMPONENTE PRÁTICA ONDE SÃO EXPLICADAS E EXEMPLIFICADAS AS OPERAÇÕES CONTABILÍSTICAS CORRENTES E O FECHO DE CONTAS E O RESPETIVO APURAMENTO DO RESULTADO LÍQUIDO.


DESTINATÁRIOS I. RESPONSÁVEIS PELA ÁREA FISCAL, FINANCEIRA OU CONTABILÍSTICA; II. OUTROS PROFISSIONAIS QUE PRETENDAM DESENVOLVER AS SUAS COMPETÊNCIAS NESTA ÁREA.

OBJETIVOS I. DOMINAR AS NORMAS APLICÁVEIS ÀS FACTURAS; II. AVALIAR O GRAU DE CONFORMIDADE DAS FACTURAS EMITIDAS E RECEBIDAS PELA EMPRESA E PONDERAR OS RISCOS POTENCIAIS DO SISTEMA INTERNO DE FACTURAÇÃO DA EMPRESA;

III. IDENTIFICAR OS ASPECTOS TÉCNICOS QUE GARANTEM A UTILIZAÇÃO E O ENVIO DE FACTURAS ELECTRÓNICAS COM SEGURANÇA, ASSIM COMO O SEU ENQUADRAMENTO LEGAL.


Volume 1, Edição 1

02.

Página 14


4

OTIMIZE OS PROCESSOS INDUSTRIAIS


Pรกgina 16


6


Pรกgina 18


8


Volume 1, Edição 1

03.

Página 22


2

ATUALIZE OS RECURSOS HUMANOS


Volume 1, Edição 1

LEGISLAÇÃO LABORAL

DESTINATÁRIOS I. EMPRESÁRIOS, QUADROS TÉCNICOS, CHEFIAS ADMINISTRATIVAS E QUADROS ADMINISTRATIVOS, GESTORES DE RECURSOS HUMANOS, RESPONSÁVEIS E PESSOAL DE DEPARTAMENTOS DE RECURSOS HUMANOS.

OBJETIVOS I. CONHECER A ESTRUTURA DO CÓDIGO DO TRABALHO; II. RECONHECER OS DIFERENTES TIPOS DE CONTRATO DE TRABALHO; III. CONHECER AS ETAPAS DA NEGOCIAÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO; IV. CONHECER O OBJECTO DO CONTRATO, DIREITOS E DEVERES DO CONTRATO DE TRABALHO; V. NOMEAR OS ELEMENTOS RELATIVOS À VIGÊNCIA DO CONTRATO DE TRABALHO; CONHECER O REGIME JURÍDICO DE FÉRIAS, FERIADOS E FALTAS; VI. CONHECER OS MOTIVOS DE INCUMPRIMENTO E FORMAS DE CESSAÇÃO DO CONTRATO; CONHECER AS ESTRUTURAS, INSTRUMENTOS, CONVENÇÕES COLECTIVAS DO DIREITO COLECTIVO E PENAL; VII. RECONHECER A IMPORTÂNCIA DO DIREITO NA GESTÃO DOS RECURSOS HUMANOS.


PROCESSAMENTO SALARIAL E ENCARGOS SOCIAIS

DESTINATÁRIOS I. O CURSO DESTINA-SE A RESPONSÁVEIS DO DEPARTAMENTO DE PESSOAL, GERENTES DE PME QUE TENHAM QUE TOMAR DECISÕES NESTA ÁREA, ADMINISTRATIVOS DA ÁREA DE PESSOAL QUE TENHAM A SEU CARGO O PROCESSAMENTO DE SALÁRIOS, TODOS OS FORMANDOS COM INTERESSE NA ÁREA.

OBJETIVOS I. APLICAR O CÓDIGO DE TRABALHO, RELATIVAMENTE À CONTRATAÇÃO E À SEGURANÇA SOCIAL; IDENTIFICAR OS VÁRIOS TIPOS DE CONTRATOS DE TRABALHO, SEUS INTERVENIENTES E PROCEDIMENTOS (PERÍODOS EXPERIMENTAIS, RENOVAÇÕES E CADUCIDADES); II. DISTINGUIR DIFERENTES FORMAS DE RETRIBUIÇÃO, NOMEADAMENTE OS COMPLEMENTOS SALARIAIS; III. RECONHECER O SISTEMA DE SEGURANÇA SOCIAL EXISTENTE EM PORTUGAL E AS OBRIGAÇÕES E DIREITOS DOS EMPREGADORES E DOS EMPREGADOS – CÓDIGO CONTRIBUTIVO DA SEGURANÇA SOCIAL; IV. CONHECER AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES AO NÍVEL DA COMPENSAÇÃO E BENEFÍCIOS EM RESULTADO DO ACORDO COM A TROIKA.


RELATÓRIO ÚNICO

DESTINATÁRIOS I. O CURSO DESTINA-SE TÉCNICOS SUPERIORES DE SEGURANÇA DO TRABALHO, TÉCNICOS OFICIAIS DE CONTAS, TÉCNICOS DE CONTABILIDADE, EMPREGADORES E RESPONSÁVEIS DOS RECURSOS HUMANOS OU ÁREAS CONEXAS, ASSIM COMO OUTROS PROFISSIONAIS COM EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL RELEVANTE NA ÁREA

OBJETIVOS I. CONHECER E ANALISAR O IMPACTO DA PORTARIA Nº 55/ 2010, COM ENTRADA IMEDIATA EM VIGOR AO NÍVEL DA OBRIGAÇÃO DA PRESTAÇÃO ANUAL DE INFORMAÇÃO SOBRE A ACTIVIDADE SOCIAL DA EMPRESA; II. SABER EM QUE CONSISTE A INFORMAÇÃO DA ACTIVIDADE SOCIAL DA EMPRESA E OS DIFERENTES PRAZOS A CUMPRIR E IDENTIFICAR O CONTEÚDO DO RELATÓRIO; III. RELACIONAR AS DIFERENTES NORMAS LEGAIS APLICÁVEIS; IV. SABER PREENCHER E ENVIAR A INFORMAÇÃO DA ACTIVIDADE SOCIAL DA EMPRESA; V. ANALISAR AS CONTRA-ORDENAÇÕES APLICÁVEIS PELO INCUMPRIMENTO.

NOVO CÓDIGO DO TRABALHO

DESTINATÁRIOS I. O CURSO DESTINA-SE TÉCNICOS SUPERIORES DE SEGURANÇA DO TRABALHO, TÉCNICOS OFICIAIS DE CONTAS, TÉCNICOS DE CONTABILIDADE, EMPREGADORES E RESPONSÁVEIS DOS RECURSOS HUMANOS OU ÁREAS CONEXAS, ASSIM COMO OUTROS PROFISSIONAIS COM EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL RELEVANTE NA ÁREA

OBJETIVOS I. PROPORCIONAR UM CONHECIMENTO E ANÁLISE CRITICA DO NOVO ENQUADRAMENTO JURÍDICO – LABORAL COM VISTA À SUA APLICAÇÃO NO POSTO DE TRABALHO;

II. IDENTIFICAR AS NORMAS QUE REGULAMENTAM A RELAÇÃO LABORAL; III. DISTINGUIR E CARACTERIZAR AS TIPOLOGIAS CONTRATUAIS; IV. IDENTIFICAR OS DIREITOS E DEVERES DO EMPREGADOR/TRABALHADOR; V. IDENTIFICAR AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DO TRABALHO.


04.

Pรกgina 28


8

DOMINE AS COMPETÊNCIAS FINANCEIRAS


PRINCÍPIOS GERAIS DE CONTABILIDADE

DESTINATÁRIOS INDIVÍDUOS QUE TRABALHEM NA ÁREA DA CONTABILIDADE GERAL DE QUALQUER TIPO DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL OU DE SERVIÇO PÚBLICO.

OBJETIVOS GARANTIR A OBTENÇÃO DE CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS SOBRE AS OPERAÇÕES E INSTRUMENTOS CONTABILÍSTICOS. DESTA FORMA, OS(AS) FORMANDOS(AS) PODERÃO ADQUIRIR CONHECIMENTOS TEÓRICOS SOBRE OS PRINCÍPIOS CONTABILÍSTICOS, ASSIM COMO UMA CONSOLIDADA COMPONENTE PRÁTICA ONDE SÃO EXPLICADAS E EXEMPLIFICADAS AS OPERAÇÕES CONTABILÍSTICAS CORRENTES E O FECHO DE CONTAS E O RESPETIVO APURAMENTO DO RESULTADO LÍQUIDO.

Página 30


0

FATURAÇÃO

DESTINATÁRIOS I. RESPONSÁVEIS PELA ÁREA FISCAL, FINANCEIRA OU CONTABILÍSTICA; II. OUTROS PROFISSIONAIS QUE PRETENDAM DESENVOLVER AS SUAS COMPETÊNCIAS NESTA ÁREA.

OBJETIVOS I. DOMINAR AS NORMAS APLICÁVEIS ÀS FACTURAS; II. AVALIAR O GRAU DE CONFORMIDADE DAS FACTURAS EMITIDAS E RECEBIDAS PELA EMPRESA E PONDERAR OS RISCOS POTENCIAIS DO SISTEMA INTERNO DE FACTURAÇÃO DA EMPRESA; III. IDENTIFICAR OS ASPECTOS TÉCNICOS QUE GARANTEM A UTILIZAÇÃO E O ENVIO DE FACTURAS ELECTRÓNICAS COM SEGURANÇA, ASSIM COMO O SEU ENQUADRAMENTO LEGAL.


Volume 1, Edição 1

NOVO CÓDIGO DO IVA

A PREENCHER—NÃO HÁ


CONTROLO DE GESTÃO, CONTABILIDADE DE CUSTOS E ORÇAMENTAL

A PREENCHER—NÃO HÁ


DESTINATÁRIOS INDIVÍDUOS QUE TRABALHEM NA ÁREA DA CONTABILIDADE GERAL DE QUALQUER TIPO DE ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL OU DE SERVIÇO PÚBLICO.

OBJETIVOS GARANTIR A OBTENÇÃO DE CONHECIMENTOS FUNDAMENTAIS SOBRE AS OPERAÇÕES E INSTRUMENTOS CONTABILÍSTICOS. DESTA FORMA, OS(AS) FORMANDOS(AS) PODERÃO ADQUIRIR CONHECIMENTOS TEÓRICOS SOBRE OS PRINCÍPIOS CONTABILÍSTICOS, ASSIM COMO UMA CONSOLIDADA COMPONENTE PRÁTICA ONDE SÃO EXPLICADAS E EXEMPLIFICADAS AS OPERAÇÕES CONTABILÍSTICAS CORRENTES E O FECHO DE CONTAS E O RESPETIVO APURAMENTO DO RESULTADO LÍQUIDO.

Página 34


4

DESTINATÁRIOS I. RESPONSÁVEIS PELA ÁREA FISCAL, FINANCEIRA OU CONTABILÍSTICA; II. OUTROS PROFISSIONAIS QUE PRETENDAM DESENVOLVER AS SUAS COMPETÊNCIAS NESTA ÁREA.

OBJETIVOS I. DOMINAR AS NORMAS APLICÁVEIS ÀS FACTURAS; II. AVALIAR O GRAU DE CONFORMIDADE DAS FACTURAS EMITIDAS E RECEBIDAS PELA EMPRESA E PONDERAR OS RISCOS POTENCIAIS DO SISTEMA INTERNO DE FACTURAÇÃO DA EMPRESA;

III. IDENTIFICAR OS ASPECTOS TÉCNICOS QUE GARANTEM A UTILIZAÇÃO E O ENVIO DE FACTURAS ELECTRÓNICAS COM SEGURANÇA, ASSIM COMO O SEU ENQUADRAMENTO LEGAL.


06.

Pรกgina 36


6

TORNE A SUA EMPRESA MAIS COMPETITIVA


GESTÃO DE CONFLITOS

DESTINATÁRIOS I. O CURSO DESTINA-SE A PROFISSIONAIS QUE EXERCEM, ACTIVIDADES PROFISSIONAIS QUE CAREÇAM DE COMPETÊNCIAS AO NÍVEL DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL, NOMEADAMENTE LIGADAS COM OS COMPORTAMENTOS ASSERTIVOS.

OBJETIVOS I. DEFINIR E IDENTIFICAR OS TIPOS E FASES DO CONFLITO; II. TREINAR TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO E ASSERTIVIDADE NO PROCESSO DE PREVENÇÃO E III. RESOLUÇÃO DE CONFLITOS; IV. APLICAR TÉCNICAS DE GESTÃO DAS EMOÇÕES NA GESTÃO DE CONFLITOS; V. PRESERVAR O RELACIONAMENTO PESSOAL E A EFICÁCIA ORGANIZACIONAL PELA CONSTRUÇÃO DE VI. SOLUÇÕES DE CONFLITO.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS I. DEFINIÇÃO DE CONFLITO; II. A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO NA RESOLUÇÃO DE CONFLITOS; III. ESTRATÉGIAS NA GESTÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS; IV. A PREVENÇÃO DE CONFLITOS V. A GESTÃO DAS EMOÇÕES NA GESTÃO DE CONFLITOS.

Página 38


8

MOTIVAÇÃO E DESEMPENHO

DESTINATÁRIOS I. ESTE CURSO É DESTINADO A TODOS OS QUE NECESSITEM DE MOTIVAR E LIDERAR AS EQUIPAS E PARA II. TODOS OS COLABORADORES QUE NECESSITAM DE TÉCNICAS DE AUTO-MOTIVAÇÃO E DE AUMENTO DO SEU DESEMPENHO E PRODUTIVIDADE DIÁRIAS.

OBJETIVOS I. COMPREENDER A NATUREZA E OS FATORES CRÍTICOS DE SUCESSO DA LIDERANÇA; II. IDENTIFICAR OS DIFERENTES ESTILOS DE TRABALHO E O SEU IMPACTO; III. COMPREENDER OS ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA SUA INTERVENÇÃO SOBRE CADA UM DOS ELEMENTOS; IV. DEFINIR MOTIVAÇÃO E CONHECER OS SEUS FATORES CRÍTICOS; V. DOMINAR TÉCNICAS DE AUTO MOTIVAÇÃO E DE ALTO DESEMPENHO; VI. CONHECER A MECÂNICA E A DINÂMICA DAS EQUIPAS; VII. ORIENTAR A ATIVIDADE DA EQUIPA EM DIREÇÃO DE UM OBJETIVO DEFINIDO.


Volume 1, Edição 1

VENDAS, ATENDIMENTO E RELAÇÕES COMERCIAIS

DESTINATÁRIOS I. ESTE CURSO DESTINA-SE A TODOS OS PROFISSIONAIS DE VENDAS, DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO E/OU RELAÇÕES COMERCIAIS OU PESSOAS QUE PRETENDAM DESENVOLVER TÉCNICAS E COMPETÊNCIAS COMERCIAIS.

OBJETIVOS I. IDENTIFICAR OS CENÁRIOS DE VENDAS E OS PRINCIPAIS INTERVENIENTES; II. CONHECER OS PERFIS DE VENDEDOR; III. IDENTIFICAR AS PRINCIPAIS ETAPAS DO PROCESSO DE VENDA; IV. CONHECER OS PERFIS DE CLIENTE; V. IDENTIFICAR AS PRINCIPAIS ETAPAS DO PROCESSO DE COMPRA; VI. PLANEAR E ORGANIZAR O PROCESSO DE PRÉ-VENDA E PÓS-VENDA; VII. IDENTIFICAR TIPOS E TÉCNICAS DE MARKETING E PROMOÇÃO; VIII. DESENVOLVER DIFERENTES TÉCNICAS DE MARKETING PESSOAL.


LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS

DESTINATÁRIOS I. TODOS OS FORMANDOS COM INTERESSE NESTA ÁREA PROFISSIONAL.

OBJETIVOS I. OPTIMIZAR O FUNCIONAMENTO DE EQUIPAS DE TRABALHO; II. RECONHECER A IMPORTÂNCIA DE EQUIPAS MOTIVADAS, COESAS E ORGANIZADAS COMO FERRAMENTA DE SUCESSO DA EQUIPA; III. SENSIBILIZAR E RECONHECER OS CONCEITOS DE LIDERANÇA NA GESTÃO DAS EQUIPAS E DO CONFLITO. IV. CRIAR COMPETÊNCIAS DE LIDERANÇA E COORDENAÇÃO; V. ENQUADRAR O PAPEL DO LÍDER NA COORDENAÇÃO DE EQUIPAS.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS A COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E A GESTÃO DE CONFLITOS: - O PROCESSO COMUNICACIONAL; - A IMPORTÂNCIA DO FEEDBACK; - COMUNICAÇÃO VERBAL E COMUNICAÇÃO NÃO VERBAL; - ESTILOS COMUNICACIONAIS; - COMUNICAÇÃO EFICAZ E ASSERTIVIDADE; - COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL; - ATITUDES COMUNICACIONAIS. MOTIVAÇÃO DE EQUIPAS: - MOTIVAR: O QUE É?; - A IMPORTÂNCIA DA MOTIVAÇÃO DA GESTÃO DE EQUIPAS; - O PROCESSO MOTIVACIONAL IMPULSIONADOR DO COMPORTAMENTO; - MOTIVAÇÃO INDIVIDUAL VS MOTIVAÇÃO GRUPAL.

LIDERANÇA: - O PROCESSO DE LIDERANÇA: O QUE É SER LÍDER?; - CONCEITOS DE LIDERANÇA; - ESTILOS DE LIDERANÇA E O SEU IMPACTO NA EQUIPA; - LIDERAR PELO EXEMPLO; - DICAS PARA LIDERAR COM EFICIÊNCIA; - DESENVOLVER O ESPÍRITO DE EQUIPA; - CRIAÇÃO E GESTÃO DE EQUIPAS; - CONCEITO DE CONFLITO; - VISÃO TRADICIONAL DO CONFLITO VS VISÃO ACTUAL; - A GESTÃO DO CONFLITO NAS ORGANIZAÇÕES; - ESTRATÉGIAS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITO; - FASES DE RESOLUÇÃO DO CONFLITO: A

NEGOCIAÇÃO;

- A TOMADA DE DECISÃO. - CASOS PRÁTICOS.


APOIO À INTERNACIONALIZAÇÃO

DESTINATÁRIOS I. PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS COM PERFIL INOVADOR, POTENCIALMENTE INTERESSADAS EM UTILIZAR AS FERRAMENTAS E PROGRAMAS DE APOIO EXISTENTES À INOVAÇÃO EMPRESARIAL.

OBJETIVOS I. SENSIBILIZAR AS PMES PARA A GESTÃO DA INOVAÇÃO, APRESENTAR O INNOVATION SCORING COMO FERRAMENTA DE AUTODIAGNÓSTICO PARA A INOVAÇÃO E COMUNICAR OS DIVERSOS APOIOS PÚBLICOS DISPONIBILIZADOS PELO IAPMEI E PELO QREN. PARTILHA DE CONHECIMENTO ENTRE EMPRESÁRIOS.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS I. O REFORÇO DA GESTÃO DA INOVAÇÃO NAS EMPRESAS PORTUGUESAS; II. AS PRINCIPAIS OBRIGAÇÕES LEGAIS: DIREITO COMERCIAL E INDUSTRIAL; III. AS PRINCIPAIS OBRIGAÇÕES LEGAIS: DIREITO FISCAL E LABORAL; IV. O CONTACTO COM OS PRINCIPAIS AGENTES NO APOIO À INTERNACIONALIZAÇÃO (IAPMEI,AICEP,QREN); V. O INVESTIMENTO DIRETO PORTUGUÊS NO ESTRANGEIRO.

Página 42


2

Consultores de apoio a Micro, PME, Gerentes de Micro e PME e outros profissionais com responsabilidades na decisão e/ou apoio na defin Consultores de apoio a Micro, PME, Gerentes de Micro e PME e outros profissionais com responsabilidades na decisão e/ou apoio na de organização organização


Pรกgina 44


4

Consultores de apoio a Micro, PME, Gerentes de Micro e PME e outros profissionais com responsabilidades na decisão e/ou apoio na defin Consultores de apoio a Micro, PME, Gerentes de Micro e PME e outros profissionais com responsabilidades na decisão e/ou apoio na de organização organização

Revista Publisher (nao finalizada)  

Revista por acabar. Juntar partes.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you