Page 1

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 1

06/03/2015 12:33:31


Revista Expo Brasil.indd 2

06/03/2015 12:33:32


Revista Expo Brasil.indd 3

06/03/2015 12:33:33


Editorial

Damos início a um ano repleto de comemorações. Completamos

15 anos de história Há 1 ano a Expo Brasil - Feira 1 A 99 encontra-se sob nova gestão. Audácia e empreendedorismo marcam a nova etapa da feira, trabalhando para deixá-la muito mais completa. Toda mudança gera expectativa; expositores e visitantes da última edição puderam perceber todas as novidades implementadas, desde a montagem especial dos estandes, até a organização em todos os setores. No ápice das novidades para a edição de março/2015, está o lançamento oficial da 1ª edição da Expo Bomboniere, feira voltada para o segmento alimentício, principalmente doces, chocolates, balas, biscoitos, candies e guloseimas em geral. A Expo Bomboniere acontecerá simultaneamente à Expo Brasil – Feira 1 A 99, com base em muitos estudos e aproveitando o know-how de 15 anos em promover eventos de grande porte. Apostamos no sucesso da nova empreitada. A 2ª edição do Outlet Grandes Marcas está a todo vapor. Assim como na edição de Outubro/2014, em Março/2015 as principais indústrias do setor aderiram ao projeto. Marcas como: Plasútil, estande próprio (Tramontina, Hércules Mundial e Casa Ambiente - espaço Outlet Multimarcas) estarão presen-

tes na 30ª edição, promovendo qualidade absoluta a um preço convidativo. Além de promover um ambiente saudável para a prática de negócios, a Expo Brasil preocupa-se com a cultura de disseminar conhecimento entre os envolvidos. Para isso, a 2ª edição da Revista Expo Brasil trabalha com uma pauta recheada de assuntos de interesse comum do mercado e cases de sucesso. Outro ponto a ser destacado é o Ciclo de Palestras disponível a todos os participantes, com temas atualizados e de grande interesse.

C

M

Alguns relatórios gerenciais apontaram o quanto é importante a divulgação de um evento desse gabarito. Partindo desse princípio, a Expo Brasil não poupou esforços para uma comunicação assertiva e de impacto. Algumas mídias fazem parte da nossa grade de comunicação, tais como: Revistas, Jornais, Newsletter, Outdoors/Painéis Rodoviários e parcerias com Associações e Sindicatos do setor. Informação importante: 160 novas cidades visitaram a Expo Brasil – Feira 1 A 99 na edição de Outubro/2014. Desejo a todos ótimos negócios.

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Alexandre Torres de Carvalho

Diretor Expo Brasil: Alexandre Torres de Carvalho Alpy Ltda: Responsável: Paula Geraissati Pires – paula@alpy.com.br (design, criação de anúncios e capa) Depto. Comercial: Fernanda Gióia – fernanda@expobrasilfeiras.com.br Depto. de Marketing: Marcelo Pinto e Silva – marcelo@expobrasilfeiras.com.br; Iris Souza - iris@alpy.com.br Jornalista Responsável: Fátima Gonçalves (MTb 15.805) - fatima@revistazn.com.br Impressão: Metal Print - Tel.: 11 99593-8008 - Tiragem: 15.000 Produção Gráfica e Editorial: SP1 EDITORA LTDA - Rua Aureliano Leal, 46 l Água Fria - São Paulo l CEP 02334-090 - Telefones: 2979-0705 l 2950-5016 l 2283-4166 l 3774-7016

EXPO BRASIL

4 Revista Expo Brasil.indd 4

A Revista Expo Brasil é uma publicação semestral da Expo Brasil Feiras e Eventos Ltda, com distribuição gratuita durante o evento. A reprodução total ou parcial de qualquer matéria só é permitida mediante autorização. A citação da fonte é obrigatória. Os artigos assinados não expressam necessariamente a opinião da revista.

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:34


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 5

06/03/2015 12:33:34


Sumário

8 - PLANEJAMENTO E OTIMISMO

34 - ATENDIMENTO AO CLIENTE

Reinvente-se, melhore a produtividade e conquiste

A busca e a importância da excelência

bons resultados em 2015

no atendimento

12 - SUSTENTABILIDADE

36 - REAL ATACADO

ANCA e a gestão ambiental de resíduos sólidos

Crescimento sustentável é importante

em feiras e eventos 40 - GERAÇÃO Y 16 - DIREITOS TRABALHISTAS

Por que os jovens profissionais da Geração Y

Atestado Médico

estão infelizes

20 - MERCADO

46 - FISCALIZAÇÃO

Medidas simples e práticas para minimizar perdas e

Como atuar em face de uma fiscalização

obter vantagens competitivas no mercado

em sua empresa?

22 - MARAVILHAS DO LAR

48 - SUA EMPRESA

Lojas integradas no interior de São Paulo

Faturamento e Fluxo de Caixa, fundamentais para

apontam crescimento

a saúde financeira da empresa

26 - EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS

50 - EXPO BOMBONIERE

C

Que cuidados devo ter ao expor um produto

Bomboniere, um mercado amplo e de fácil

M

à venda?

aceitação

Y

CM

28 - FINI GULOSEIMAS

52 - CALENDÁRIO DE EVENTOS 2015

As delícias que adoçam a vida

MY

CY

32 - VAREJO LEGAL

56 - MARKETING PARA FEIRAS E EVENTOS

CMY

Um passo de cada vez

K

Como evitar que a insatisfação do consumidor no varejo se transforme em um problema jurídico?

57 - MARCAS CONFIRMADAS (EXPOSITORES)

EXPO BRASIL

6 Revista Expo Brasil.indd 6

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:35


AF_ANUNCIO_FEIRA 199_FINAL.pdf

1

24/02/2015

15:25:23

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 7

06/03/2015 12:33:36


Planejamento e otimismo

Reinvente-se, melhore a produtividade e conquiste bons resultados em 2015 Criatividade, inovação, investimento e muita disposição para o trabalho são essenciais para se ganhar fatias de mercado em qualquer setor, independente do momento pelo qual passa a economia do país. Aliás, em momentos de turbulência é que surgem as melhores ideias, fazendo com que o mercado mantenha-se aquecido. As oportunidades são criadas por empresários criativos que enxergam horizontes mais claros em todos os momentos. Se o futuro não parece muito promissor e os especialistas da área alertam que 2015 será um ano delicado em termos econômicos, não é razão para desani-

mar e deixar de trabalhar com mais dedicação ainda. Segundo Alexandre Prates, coach de líderes, “2015 é o ano do resultado e da produtividade. É preciso fazer as coisas acontecerem agora, sem esperar o futuro. Assim como as empresas precisam ser mais assertivas para acertar o alvo, os profissionais precisam estar atentos à sua própria produtividade, agindo de maneira rápida e eficiente para conquistar resultados. O único caminho para conquistar bons resultados é a reinvenção. Isso significa acompanhar o que o mercado impõe e desafiar-se a ir além e colocar novos comportamentos em jogo”, afirma.

EXPO BRASIL

8 Revista Expo Brasil.indd 8

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:36


Um país em crise e uma concorrência cada vez mais acirrada obrigam o empresário a sair da zona de conforto dos tempos de bonança, arregaçar as mangas, trabalhar, trabalhar muito e envolver toda a sua equipe no crescimento da empresa. Um exemplo claro de que essa é uma receita de sucesso é Laercio Correa, proprietário da rede de lojas Maravilhas do Lar, em Jundiaí, que apresentou um crescimento maior do que os 0,5% da economia do país em 2014 (Leia matéria na página 26 desta edição). O exemplo da rede de Laercio dá a dimensão do grande número de consumidores que mantém o varejo sempre aquecido. Há mudanças, sim, em relação ao boom de consumo de anos anteriores, mas a nova classe média, composta por cerca de 100 milhões de pessoas, passou a se enquadrar no perfil de consumidor positivo, ou seja, aquele que faz uso consciente do crédito e tem maior controle sobre as suas finanças. Segundo estudo da Boa Vista Seguros, realizada em parceria com a Visa, 85% deste grupo têm controle sobre o seu orçamento. A pesquisa revelou maior maturidade da nova classe média em relação à utilização do seu dinheiro. Esse é um dado importante para que o empresário do segmento de 1 a 99 foque seus esforços na conquista de novos bons negócios, buscando ofertar bons preços a esse novo consumidor. O empresário não pode perder de vista que, em meio à divulgação de dados macroeconômicos ruins como os deficits das contas públicas e da balança comercial, a divulgação dos dados de desemprego no final de 2014 surpreenderam. De acordo com a Abras – Associação Brasileira de Supermercados, a massa de rendimento real habitual apresentou alta de 3,1%, em comparação com o mesmo período de 2013. Na média dos dez primeiros meses do ano, comparados com o mesmo período ano anterior, a renda subiu 2,8%. “As vendas do setor varejista têm relação estreita com o aumento da renda média do trabalhador e isso contribuiu para o resultado do mês”, afirmou Sussumu Honda, presidente do Conselho consultivo da Abras. O e-commerce tem uma responsabilidade muito grande no desempenho do setor varejista. No país houve um crescimento de 26% em 2014 em relação ao ano anterior, movimentando R$ 43 bilhões, segundo a Conversion, consultoria especializada em posicionamento na internet. Esses dados e exemplos mostram que é possível, sim, passar por uma crise econômica no país apresentando crescimento.

“Muita gente não dá o primeiro passo porque fica perplexo diante do resultado que precisa atingir. Mas é possível dividir o problema em pequenas partes”, ensina. Veja algumas dicas de Alexandre Prates para que sua empresa continue no mercado com uma ótima saúde financeira: - Desenvolva novas competências. Aprender coisas novas e realizá-las – sejam elas relacionadas ou não diretamente com seu trabalho –, assumindo a responsabilidade total por seus sucessos e fracassos, sem colocar a culpa em nenhum agente externo, é um começo promissor. “O maior inimigo do sucesso, a longo prazo, é o sucesso a curto prazo”, diz. Por isso, é necessário que o profissional, constantemente, aperfeiçoe suas habilidades e potencialize suas competências, para que não se torne obsoleto. - Planeje-se e esqueça-se do resultado. Como conseguir tempo para reinventar-se, com o objetivo de alcançar melhores resultados? Para Prates, a palavra-chave é planejamento. Para começar, anote tudo o que precisa ser feito em um caderno ou em uma planilha. Inclua objetivos profissionais, pessoais, afetivos, emocionais, financeiros e familiares. O segredo, diz o consultor, é distribuir o desempenho e a evolução pretendida em pequenos passos diários, semanais ou mensais. “Para se chegar a um bom resultado, a primeira coisa a fazer é esquecer o resultado”, provoca. Ele explica que, ao ficar pensando o tempo todo no resultado macro, atingir aquele grande objetivo pode parecer quase impossível. Por isso, o ideal é estabelecer uma meta e focar-se no desempenho durante o percurso para atingi-la. “Coloque o foco no planejamento das ações, porque as mudanças bruscas são renegadas em qualquer sistema”, diz. O especialista defende que o resultado é uma consequência natural de ações realizadas com um bom desempenho e de maneira disciplinada. “Muita gente não dá o primeiro passo porque fica perplexo diante do resultado que precisa atingir. Mas é possível dividir o problema em pequenas partes”, ensina. - Faça-o imediatamente. Não deixe para segundafeira. Comece hoje! Dê o primeiro passo, resolvendo

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 9

MARÇO/15

EXPO BRASIL

9 06/03/2015 12:33:36


Planejamento e otimismo

- Desafie sua zona de incompetência. Atreva-se a fazer sempre algo que você sabe que não tem competência para fazer. Isso o estimulará a conhecer novas saídas e o incentivará a ir além do que pensa que poderia. tudo o que estiver em suas mãos e que depender exclusivamente de você. Tem uma dívida? Vá ao banco e informe-se como quitá-la. O chefe exige que fale um outro idioma? Vá hoje a uma escola e matriculese. “Quando você deixa para amanhã, está dando um recado para o seu sistema de que aquele objetivo não é tão importante assim”. - Desafie sua zona de incompetência. Atreva-se a fazer sempre algo que você sabe que não tem competência para fazer. Isso o estimulará a conhecer novas saídas e o incentivará a ir além do que pensa que poderia. As pessoas só se desenvolvem quando se desafiam. Mas isso não significa ter de viver em cons-

tante alerta ou estado de estresse. O coach é adepto do que chama de “incômodo produtivo” e acredita que tudo deve ser feito de maneira organizada. - Mantenha a disciplina. Disciplina é uma prática, algo que se consegue com o tempo. Prates afirma que, ainda que seja necessário agir com rapidez e eficiência, não se pode ter pressa para atingir o resultado final. “Conseguir a satisfação de um cliente é consequência de um conjunto de ações bem feitas e não de medidas desesperadas”, alerta. O coach também acredita que quem quer realizar uma mudança deve fazê-lo sem se importar com a opinião alheia. “Qualquer mudança causa estranhamento. Mas se ela for repetida diversas vezes, como consequência da disciplina, passará a ser considerada trivial”. Ele diz, ainda, que é preciso encontrar a motivação real daquela mudança para que se desempenhe cada ação de maneira focada e com disciplina. “É preciso fazer por você, não pelo outro, não por uma razão externa”. - Divirta-se. Prates defende que o caminho para se alcançar um resultado deve ser prazeroso. Por isso, cada pessoa terá sua própria “receita” e fará o que precisa ser feito de uma maneira diferente. “Se você achar um jeito mais gostoso de desempenhar suas ações, as fará com mais facilidade”, conclui.

EXPO BRASIL

10 Revista Expo Brasil.indd 10

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:37


Revista Expo Brasil.indd 11

06/03/2015 12:33:38


Sustentabilidade EXPO BRASIL

12 Revista Expo Brasil.indd 12

ANCA e a gestão ambiental de resíduos sólidos em feiras e eventos A existência da civilização humana é, por si só, impactante do ponto de vista ambiental. O ser humano atingiu um grau de desenvolvimento entendido como “evoluído”, considerando outras formas de vida presentes no planeta; no entanto, para sustentar esse patamar sem comprometer a perenidade da própria espécie, de outros seres vivos e a própria dinâmica do planeta, o homem deve mudar seus hábitos. Isso não significa retroceder ao estágio civilizatório em que não conhecia o fogo ou a roda, basta que ele adote atitudes de cordialidade e respeito para com o meio que lhe assegura conforto e bem-estar. O conforto da humanidade é garantido, integralmente, pelos recursos naturais que o planeta oferece com razoável capacidade de reposição, exceção feita aos recursos não renováveis como petróleo, por exemplo, cujas reservas têm os dias contados, mas estamos demorando demais para entender que o ritmo de exploração deve ser proporcional à velocidade de reposição, e uma das formas de equilibrar o uso e exploração é a utilização responsável e o reaproveitamento dos resíduos recicláveis. Muitas atividades produtivas já adotam processos de gestão ambiental, esse é o meio mais eficiente de manter as conquistas da humanidade sem colocar em risco a perenidade da espécie. Os grandes eventos de negócios são exemplos de que o planejamento integrado de resíduos pode reverter em organização mais eficiente, economia efetiva de recursos e atendimento às exigências normativas. Segundo o Gestor Ambiental Marcelo Lopes Alves, da Agência Nacional de Consultoria Ambiental (ANCA), o “lixo” resultante de um evento é totalmente reaproveitável. “Da montagem à desmontagem, 90% do resíduo gerado em um evento é reciclável, apenas o lixo orgânico (resto de alimentos e lixo de sanitários) segue para o aterro sanitário, mas que também poderia ser destinado para composteiras municipais para serem transformados em adubo – caso existissem”. Um caso bem interessante que deve ser citado

MARÇO/15

I

a

“Para mudarmos a relação das pessoas com o meio ambiente temos que mudar a linguagem. Se pretendemos uma mudança de comportamento, não é pela obrigação que vamos conseguir. A obrigação faz com que o cidadão obedeça apenas quando vigiado, ao contrário da educação, do diálogo e do exemplo, que fazem com que ele se torne parte do processo e responsável pelo sucesso”

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

como exemplo de gestão de meio ambiente é o Condomínio Riviera de São Lourenço, no Balneário de Bertioga, litoral norte de São Paulo. Com 33 anos de fundação, o bairro possui 11 mil unidades habitacionais, centro comercial com shopping center e conta com tratamento próprio de água, estação de tratamento de esgoto, coleta, separação e destinação adequada de 100% do resíduo gerado, projeto paisagístico contemplando a preservação da fauna e flora nativas, contínuo projeto de educação ambiental aos proprietários novos e antigos e projetos sociais. Como podemos verificar pelo exemplo acima, um programa de gestão eficiente pode tornar muito agradável o ambiente em que vivemos, basta vontade dos atores envolvidos e um pouco de conhecimento específico. Experiente na área, Marcelo é categórico ao afirmar que educação ambiental é um processo dialogado com muita serenidade. “Para mudarmos a re-

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:38


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 13

06/03/2015 12:33:38


Sustentabilidade

lação das pessoas com o meio ambiente temos que mudar a linguagem. Se pretendemos uma mudança de comportamento, não é pela obrigação que vamos conseguir. A obrigação faz com que o cidadão obedeça apenas quando vigiado, ao contrário da educação, do diálogo e do exemplo, que fazem com que ele se torne parte do processo e responsável pelo sucesso”, afirma. De fato, não deve ser fácil convencer uma empresa e seus colaboradores, muitas vezes sem nenhuma espécie de compromisso, exceto a de cumprir uma obrigação que garanta a diária, de que a retirada e destinação da sobra do material de trabalho são de sua responsabilidade e que o simples abandono do resíduo gerado pode se transformar em passivo ambiental sujeito a multa e outras sanções administrativas, caso esse material provoque algum dano ao ambiente. O processo de gestão ambiental empresarial adotado a partir do selo ISO, com custos onerosos para pequenas e mesmo para médias empresas, comprometem o avanço do programa e retardam ainda mais o uso sustentável dos recursos naturais por parte de empresas que pretendam adotar programas de gestão, mas não o fazem por desinformação. Na maioria dos casos a economia gerada paga com sobra o trabalho de um gestor e a implantação do programa fora do eixo de domínio ISO. Marcelo cita o exemplo do volume de resíduo retirado dos pavilhões de exposição. Segundo ele, um evento de grandes proporções chega a gerar 300 toneladas de lixo, que serão retirados por algo em torno de 150 caçambas ao custo que pode chegar perto de 1,5 mil reais, totalizando 225 mil reais. “Com o trabalho de gestão em um grande evento, a sobra que

antes chegava a 300 toneladas pode ser reduzida para mais da metade, e isso gera uma economia com custo de retirada de mais de 50% para o organizador e, por extensão, ao expositor. Além do trabalho social feito com cooperativas parceiras, que selecionam o material reciclável doado destinando adequadamente esse resíduo”. A empresa, segundo Marcelo, é relativamente nova e pioneira no segmento, mas já consegue colher os frutos do trabalho de educação ambiental junto a outras empresas que operam nos pavilhões de exposição. As empresas de limpeza, por exemplo, são fortes aliadas, já que entendem o programa e atuam de modo solidário com as cooperativas de separação e reciclagem. Outro serviço prestado pela empresa é o relatório ambiental elaborado após o término do evento. Um inventário minucioso de tudo que entrou, saiu e para onde foi destinado. Este relatório é entregue, uma via ao organizador do evento, e outra via ao locador do espaço. Tal procedimento assegura salvaguarda quanto a possíveis questionamentos do poder público sobre o resíduo gerado, considerando que estamos em plena vigência da política nacional de resíduos sólidos que versa sobre o tema desde 2014. Mas a gestão de recursos naturais feito pela ANCA não se limita aos resíduos. A empresa presta assessoria em todo o processo produtivo de empresas das mais diversas naturezas, já que meio ambiente é um assunto transverso, abrangendo desde a utilização de recursos naturais até a origem da matéria-prima utilizada para ser transformada em produtos que serão negociados. Gestão ambiental é um assunto do presente que assegura a economia de recursos e econômico, garantindo perenidade aos negócios.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

EXPO BRASIL

14 Revista Expo Brasil.indd 14

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:39


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 15

06/03/2015 12:33:40


Direitos Trabalhistas

Atestado Médico A legislação trabalhista ou previdenciária não prevê a questão do abono de faltas no caso do empregado que acompanha seu dependente em uma consulta médica ou internamento, independente de idade ou condição de saúde. Por Andrea Santos O empregador é obrigado a abonar as faltas que, por determinação legal, não podem ocasionar perda da remuneração, desde que formalmente comprovadas por atestado médico. A legislação determina alguns requisitos para que tenham validade perante a empresa. No entanto, não são raros os casos de empregados que se utilizam desses atestados para se ausentarem do trabalho,

mesmo sem apresentar nenhuma patologia que justifique essa ausência. A legislação trabalhista ou previdenciária não prevê a questão do abono de faltas no caso do empregado que acompanha seu dependente em uma consulta médica ou internamento, independente de idade ou condição de saúde. O atestado médico para abono de faltas ao trabalho tem limitações regulamentadas por lei. O Decreto 27.048/49, que aprova o regulamento da Lei 605/49,

EXPO BRASIL

16 Revista Expo Brasil.indd 16

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:41


EXPO BRASIL

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 17

OUTUBRO/14

11 06/03/2015 12:33:42


em seu artigo 12, §1º e 2º, dispõe sobre as formas de abono de faltas mediante atestado médico: Art. 12: § 1º: A doença será comprovada mediante atestado passado por médico da empresa ou por ela designado e pago. § 2º: Não dispondo a empresa de médico da instituição de previdência a que esteja filiado o empregado, por médico do Serviço Social da Indústria ou do Serviço Social do Comércio, por médico de repartição federal, estadual ou municipal, incumbido de assunto de higiene ou saúde, ou, inexistindo na localidade médicos nas condições acima especificados, por médico do sindicato a que pertença o empregado ou por profissional da escolha deste. Os atestados médicos de particulares, conforme manifestação do Conselho Federal de Medicina, não devem ser recusados, exceto se for reconhecido favorecimento ou falsidade na emissão, quando então, além da recusa, deve-se requisitar a instauração do competente inquérito policial e, também, a representação ao Conselho Regional de Medicina para instauração do indispensável procedimento administrativo disciplinar. Entretanto, a legislação trabalhista não disciplina quanto ao abono de faltas em virtude de atestado de acompanhamento médico (aquele que é fornecido à mãe ou ao pai que acompanha o filho até o médico), tampouco se manifesta quanto à obrigatoriedade das empresas em recepcioná-lo. Embora não tenhamos a manifestação da norma a respeito, é preciso se atentar para os Acordos e Convenções Coletivas que tendem a garantir situações mais benéficas, como complemento às dispostas em lei ou até pelos próprios procedimentos internos das empresas que podem estabelecer tal garantia.

EXPO BRASIL

18 Revista Expo Brasil.indd 18

Em um procedimento interno de determinada empresa havia uma dessas garantias a qual estabelecia que nos casos dos atestados de acompanhantes para filhos até 14 (quatorze) anos, a ausência é abonada, no limite de um dia por mês. Se por um lado o empregador não deve esta obrigação, por outro há uma busca em manter a qualidade de vida e condições saudáveis de trabalho para seu empregado, condições estas que podem ser ameaçadas pela enfermidade na família, já que poderá refletir diretamente no seu desempenho do profissional.

MARÇO/15

I

a

Caso ocorra a necessidade urgente em função de um fato grave e inesperado, ainda que a jornada de trabalho seja em turnos, há que se levar em consideração a imprevisibilidade e necessidade urgente de atendimento ao filho, o que poderia ser considerado como justificável a ausência do empregado. Cabe ao empregador aceitar ou não os atestados apresentados pelo empregado que não estejam previstos em lei. Se a lei, acordo ou convenção coletiva não disciplina sobre a obrigação de o empregador recepcionar o atestado de acompanhamento médico, torna-se uma faculdade aceitar ou recusar. No entanto, para que seja aceito, o gestor de Recursos Humanos deve estabelecer um procedimento interno regulamentando as condições, para que todos sejam atingidos por este regulamento. Não há como um departamento aceitar um e outro não, conforme suas convicções. A empresa poderá determinar ainda que os atestados de acompanhante (filho, pai, mãe, irmão e etc.) somente justificam a ausência do período, mas não abonam, caso em que as horas devem ser compensadas dentro de um determinado prazo para não incorrer em prejuízos salariais.

C

M

Y

CM

Não obstante, há que se atentar para o entendimento jurisprudencial que vem demonstrando que a mãe, o pai, tutor ou responsável que, não havendo outra possibilidade, precisar se ausentar do trabalho para acompanhar o filho menor até o médico, deve ter esta ausência justificada pela empresa, já que a garantia de cuidado do filho, além de estar estabelecido na Constituição Federal, é um dever estabelecido no exercício do pátrio-poder, consubstanciado no dever dos pais de cumprir funções de sustento, educação e assistência aos filhos, conforme define o Estatuto da Criança e do Adolescente. Como forma de combater atestados fraudulentos, a Associação Paulista de Medicina (APM) realizou uma experiência interessante que poderia ser convertida em lei. A entidade criou o “e-atestado”, ou seja, uma ferramenta, nos moldes da utilizada pela Receita Federal, cujo uso significaria o fim da indústria dos atestados falsos e rasurados.

MY

CY

CMY

K

Andrea Santos – Advogada Especialista em Direito Empresarial, Ambiental e Criminal Sócia da Crespo & Santos Advogados www.cresposantos.com.br

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:42


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 19

06/03/2015 12:33:42


Mercado Medidas simples e práticas para minimizar perdas e obter vantagens competitivas no mercado Por Marcelo Crespo e Andrea Santos Não há empresa que esteja imune à prática de fraudes, seja pela falta de recursos para o combate, seja pela inexistência da cultura de prevenção, de forma que é comum ouvir-se falar de desvios de todas as formas: desde subtrações de produtos a desvios de grandes quantidades de dinheiro. As companhias brasileiras perdem muito dinheiro com fraudes, não havendo números confiáveis sobre as médias e pequenas empresas porque poucas costumam recorrer às consultorias especializadas. Por falta de cuidados e investimentos na prevenção, as empresas de pequeno porte estão mais expostas ao problema. O aspecto preventivo é muito importante e deve ser uma atividade constante. Mas como fazer isso? O processo deve começar no momento da contratação de funcionários, analisando-se sua vida passada. Isso é importante porque, por exemplo, funcionários com alto endividamento historicamente têm mais chances de sucumbir às normas de bom convívio para integrar esquemas de fraude.

EXPO BRASIL

20 Revista Expo Brasil.indd 20

Há cargos tidos como “problemáticos” porque normalmente têm maior incidência de agentes fraudadores, como são os casos do pessoal de compras, do setor administrativo/financeiro e de recursos hu-

MARÇO/15

I

a

manos. Para exemplificar, no setor de compras é comum a alteração de preços ou de especificações dos produtos a serem adquiridos. No setor financeiro, é mais comum a adulteração de documentos e a falsificação de assinaturas e de endosso de cheques. No que diz respeito aos recursos humanos, é comum o de registro de “funcionários-fantasmas”, a alteração das planilhas de horas extras e de recolhimento de encargos. Isso sem falar nas fraudes com vale-refeição e reembolso de despesas. A prevenção também depende de uma estrutura de contabilidade transparente, com controles de depósitos bancários e retiradas e conferência da quitação de contas e de tributos. Também é útil para dificultar as fraudes a necessidade de duas pessoas assinando e conferindo efetivamente os pagamentos, não bastando a mera exigência formal de duas assinaturas. E deve-se lembrar que quem paga não pode ser o responsável pela conferência do pagamento! No quesito prevenção vale desconfiar de grandes pedidos feitos por clientes não habituais e que estejam localizados em regiões onde a empresa não atua normalmente. Então é válido investigar os dados cadastrais dos novos clientes e mantê-los atualizados. Outra questão importante refere-se à tecnologia

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:44


da informação porque, com o uso cada vez maior da Internet, saber processar e obter informações é crucial para a competitividade do negócio. Então, aqui, prevenção significa, por exemplo, fazer cópias de segurança (backups) de arquivos importantes, manter um programa antivírus atualizado e limitar o acesso a certos arquivos. É recomendável possuir um software de controle de acesso passível de auditoria, o que permitirá rastrear eventuais fraudadores. Tais medidas podem ser feitas a custos módicos, mesmo para pequenas empresas e evitam grandes perdas. Caso a prevenção não tenha sido suficiente e se tenha descoberto uma fraude, é fundamental entender como se está sendo fraudado, qual o montante do prejuízo e onde está o produto da fraude. Recomenda-se, portanto, evitar uma demissão imediata do suspeito tendose em vista que, em geral, há sempre a colaboração outras pessoas na fraude. Além do mais, sem prova da fraude, a empresa não poderia demitir por justa causa sob pena de ser acionada na Justiça do Trabalho. Deve-se evitar, ainda, a velha sugestão de chamar um “policial conhecido”. O ideal é realizar uma auditoria (ainda que mais simples numa empresa pequena)

e, em seguida, buscar auxílio jurídico especializado para somente após isso, tomar as medidas administrativas contra os fraudadores. O jurídico poderá, ainda, auxiliar na recuperação dos ativos desviados. Não se deve, jamais, tentar esconder as fraudes. O melhor caminho é sempre o da transparência e da indicação de que a empresa tomou as providências para evitar que novas fraudes aconteçam. Evidentemente, é fundamental manter uma postura ética e íntegra para inibir ilícitos na empresa, uma vez que a atuação em descompasso com tais valores só estimula a aplicação de golpes pelos próprios colaboradores.

Andrea Santos – Advogada especialista em Direito Empresarial, Criminal e Ambiental, sócia titular da Crespo & Santos Advogados Marcelo Crespo – Advogado Especialista, Mestre e Doutor em Penal e Processo Penal, sócio titular da Crespo & Santos Advogados www.cresposantos.com.br Telefone: (11) 3521-7392 E-mails: andrea@cresposantos.com.br e marcelo@ cresposantos.com.br

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

EXPO BRASIL

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 21

MARÇO/15

21 06/03/2015 12:33:44


Maravilhas do Lar

Lojas integradas no interior de São Paulo apontam crescimento “Aqui o cliente encontra tudo o que precisa em um só lugar: alimento, decoração, brinquedos, têxtil, papelaria, presentes. E também bolsas e acessórios, bijuterias, perfumaria, ferramentas e novas opções de utilidades domésticas para o lar a preços muito atraentes”

EXPO BRASIL

22 Revista Expo Brasil.indd 22

Maravilhas do Lar é uma rede de lojas de varejo que prova que não é preciso estar em uma megalópole, como a capital de São Paulo, para fazer sucesso, crescer e se manter no mercado de maneira competitiva. Com seis lojas, sendo três em Jundiaí, uma em Campinas e uma em Várzea Paulista, além de uma loja de brinquedos, também em Jundiaí, a empresa se mantém saudável financeiramente. A ideia de Laercio Correa, ao inaugurar a primeira loja, no centro de Jundiaí, em 2004 – a Juju Bazar, rebatizada posteriormente como Maravilhas do Lar, foi criar um novo conceito de varejo: uma loja de departamento completa. E é exatamente esse conceito que o cliente encontra ao entrar nas lojas. “Aqui o cliente encontra tudo o que precisa em um só lugar: alimento, decoração, brinquedos, têxtil, papelaria, presentes. E também bolsas e acessórios, bijuterias, perfumaria, ferramentas e novas opções de utilidades domésticas para o lar a preços muito atraentes”, diz Laercio. Tão importante quanto encontrar tudo o que precisa (e também o que deseja), é estar em um espaço

MARÇO/15

I

a

amplo e confortável. A primeira loja, localizada na Rua Barão de Jundiaí, tem mais de 1.000m2, justamente para oferecer praticidade e conforto que os clientes precisam e merecem. A segunda loja, inaugurada em 2009 na região de Várzea Paulista, é uma mega loja com estacionamento exclusivo, mais espaço para as compras e a mesma variedade e bom atendimento já conhecidos no mercado. O amplo estacionamento é um conforto a mais para os clientes, que podem comprar ali os produtos com maior volume, com a facilidade de transportar as compras. Com uma média de 1.000 m2, todas as lojas estão preparadas para colocar à disposição do cliente, de forma bem organizada, tudo o que ele precisa para o dia a dia. A exceção é a loja do Shopping, que com 450 metros, está localizada em um ponto estratégico e de grande movimentação de pessoas, mostrando-se também um bom negócio. “Apesar de pequena, a loja do shopping tem uma frente de 24 metros, ou seja, quem passa no corredor pode ver a loja inteira, e se mostrou um bom negócio”, explica Laercio.

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:45


Fotos: Divulgação

Maravilhas do Lar. Filial Várzea Paulista

Maravilhas do Lar. Filial Maxi Shopping Jundiaí

EXPO BRASIL

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 23

MARÇO/15

23 06/03/2015 12:33:46


A respeito da distribuição de produtos nas lojas, Laercio explica que cada loja apresenta suas especificidades e é preciso ir adequando o perfil de cada loja e do consumidor. “Por exemplo, a loja de Várzea Paulista tem estacionamento e, portanto, acaba vendendo mais produtos volumosos, pela facilidade da pessoa já levar no carro ali na porta. A loja de Campinas está localizada em um bairro de população de renda mais alta e ali vende produtos mais caros. Mas o mix de produtos é o mesmo para todas as lojas”, explica Laercio. Observação e atenção a cada uma das lojas é a dica para saber o que vende mais em cada uma delas. Para mapear todas as informações necessárias, a tecnologia facilita. Há um programa que indica o giro da loja, possibilitando aperfeiçoamentos.

EXPO BRASIL

24 Revista Expo Brasil.indd 24

E trabalho. Sempre muito trabalho. Principalmente em um ano em que se espera um crescimento zero na economia brasileira. Laercio explica que 2014 foi um ano ruim para vários segmentos. Mas ainda assim, suas lojas apresentaram crescimento; menor, é bem verdade, do que em anos anteriores, mas de crescimento. “O governo já sinalizou para um crescimento zero nos próximos dois anos – 2015 e 2016, por isso precisamos trabalhar muito mais”, diz. O comércio varejista em geral tem como consumidor o trabalhador assalariado e, enquanto o índice de desemprego continuar baixo, o segmento continuará tendo um bom mercado consumidor. “Vamos supor que o comércio cresça 2% em 2015, alguns vão crescer 5% e outros menos. É muito trabalho. Para mim está muito claro que serão dois anos difíceis, e vai precisar de muita criatividade para, não apenas

MARÇO/15

I

a

Fotos: Divulgação

Maravilhas do Lar

Antes de abrir uma loja, tudo é muito bem planejado, estudado. Laercio possui uma grande experiência em varejo e sabe muito bem que um bom ponto comercial é fundamental para o sucesso de um empreendimento. A experiência foi conquistada durante os 20 anos em que trabalhou com o pai na Rua 25 de Março, em São Paulo. Trabalhar em Jundiaí foi uma opção pela qualidade de vida. E num momento em que o segmento de utilidade doméstica estava em plena expansão no país. “Eu concluí que era melhor vir para o interior de São Paulo e ficar por aqui mesmo; não temos objetivo de abrir lojas na capital. Decidimos, então, abrir uma loja de multipreços e não de 1,99, como outros empresários”, diz. Deu certo. A rede de lojas possui um Centro de Distribuição, também localizado em Jundiaí, para facilitar a organização e a reposição dos produtos nas lojas.

Maravilhas do Lar. Filial Campinas

C

M

Y

CM

MY

CY

Maravilhas do Lar. Filial Loja Kids

CMY

K

se manter no mercado, mas crescer com a economia em baixa”, diz Laercio. O empresário explica que, a despeito de muitos pessimistas, há muita gente abrindo lojas. “No interior e em bairros de classe média alta. Muitas redes estão em franca expansão, e apostam em novos pontos de comércio. Não há espaço para pessimismo. Há espaço para trabalho, muito trabalho. E precisamos de uma feira profissional, como a Feira 1 a 99, que tenha produtos, novos fornecedores, para realização de novos negócios. Esse vai ser o grande trabalho a ser levado, ir atrás de novas empresas, novos parceiros de negócios. Isso é fundamental em anos difíceis”, conclui Laercio.

Maravilhas do Lar Rua Barão de Itapura, 2.142 – Campinas Rua Barão de Jundiaí, 464 e 1.009 - Jundiaí Maxi Shopping – Jundiaí Rua Barão de Jundiaí, 980 – Kids – Jundiaí Av. Fernão Dias 2.347 – Várzea Paulista

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:52


AF ANUNCIO ESTRUTURAL_UBRAFE 205x277.pdf

1

2/2/15

3:06 PM

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 25

06/03/2015 12:33:55


Exposição de Produtos EXPO BRASIL

26 Revista Expo Brasil.indd 26

Que cuidados devo ter ao expor um produto à venda? Por Marcelo Crespo e Andrea Santos Todo negócio depende da impressão que o produto ou serviço oferecido causa no consumidor. E, sendo assim, aplica-se o ditado de que “a primeira impressão é a que fica”. Na perspectiva de atrair o consumidor, a criatividade entra em ação em conjunto com a organização e o visual atraente da exposição. Afinal, a forma pela qual o produto é exposto pode significar o sucesso do negócio de forma que a exposição merece atenção redobrada. Mas esta atenção redobrada deve ocorrer não só porque pode atrair ou afastar o consumidor, mas também pode causar problemas de reputação da marca e até mesmo jurídicos. Pensemos nos casos de produtos alimentícios perecíveis. Isso exige muitos cuidados por parte dos empresários, sejam eles formais ou informais. É crime expor o consumidor a produtos impróprios para consumo, seja por prazo de validade vencido, alteração, deterioração ou por conter substâncias contaminantes. A lei incrimina não só o consumo, mas a mera exposição de produto impróprio para o consumo. O termo “impróprio ao consumo” é amplo e se refere, por exemplo, aos produtos com prazo de validade vencidos, alimentos falsificados, alterados, nocivos à saúde ou, ainda, em desacordo com as normas regulamentares de fabricação, distribuição ou apresentação. Por isso, é dever do empresário fiscalizar o preparo e a qualidade dos produtos a serem expostos, não permitindo sua exposição para venda no caso de desacordo com especificações técnicas, vícios ou que, de modo geral, não estejam plenamente aptos para o consumo. Isso vale para os grandes agentes do varejo, mas também para os pequenos e até mesmo os informais. É comum encontrar nas mídias reportagens com situações em que há prisão em flagrante de gerentes de supermercados em razão da exposição à venda de produtos com a validade vencida ou com a presença de “corpos estranhos”. Vale ressaltar que, embora isso seja mais comum com produtos alimentícios, o mesmo se aplica a outros, como brinquedos, utensílios etc., que igualmente devem ser expostos

MARÇO/15

I

a

seguindo rigorosamente as disposições do Código de Defesa do Consumidor e normas técnicas. Seguem, então, algumas dicas práticas importantes: a) tanto os proprietários como os gerentes têm o dever e a responsabilidade de fazer o possível para evitar irregularidades nos produtos expostos à venda; b) deve-se colher compromisso formal dos funcionários constando o compromisso de não utilizarem, exporem ou mesmo comercializarem produtos impróprios ao consumo; c) deve-se fiscalizar o cumprimento da determinação do item anterior (abrange produtos industrializados e elaborados e/ou manipulados no próprio local; d) deve-se ter muita atenção com as queixas, reclamações e denúncias de consumidores e respondê-las com a maior agilidade, respeito e cuidado; e) deve-se atentar, ainda, para os detalhes da legislação específica e para as exigências dos órgãos fiscalizadores.

C

M

Y

CM

Em resumo, é preciso considerar que a legislação impõe uma série de cuidados para a divulgação dos produtos, cuidados estes que se referem desde as informações técnicas como também informações precisas e não abusivas, além de efetuar uma rigorosa e constante fiscalização para evitar responsabilização legal pela simples exposição em desconformidade com a lei. Por fim, é fundamental dar atenção especial ao consumidor porque muitas das suas reclamações podem se tornar denúncias aos órgãos fiscalizadores e à polícia. Com tais cuidados, o risco de enfrentar fiscalizações, investigações e processos diminui bastante, e, em havendo-as, a defesa será indubitavelmente menos complexa e menos custosa se todos esses cuidados forem tomados.

Andrea Santos – Advogada especialista em Direito Empresarial, Criminal e Ambiental, sócia titular da Crespo & Santos Advogados Marcelo Crespo – Advogado Especialista, Mestre e Doutor em Penal e Processo Penal, sócio titular da Crespo & Santos Advogados www.cresposantos.com.br Telefone: (11) 3521-7392 E-mails: andrea@cresposantos.com.br e marcelo@ cresposantos.com.br

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:55

MY

CY

CMY

K


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 27

06/03/2015 12:33:56


Fotos: Divulgação

Fini Guloseimas

Fábrica da Fini Guloseimas no Brasil

As delícias que adoçam a vida Sabe o que acontece quando se combina uma grande ideia com muita vontade de colocá-la em prática? Nasce uma das maiores empresas de guloseimas do mundo, presente em 180 países, produzindo balas de gelatina, marshmallows, chicles, regaliz e muitas outras delícias, a Fini Guloseimas. Desde o início caseiro na Espanha, na década de 70, foram anos até a produção atingir um nível completamente automatizado, sempre oferecendo aos clientes produtos naturais, inovadores e de altíssima qualidade. A Fini é uma empresa do Grupo Sánchez Cano – que conta com uma competente equipe, que não poupa esforços na busca de surpreender o consumidor a cada novidade. Itens novos são lançados todo o tempo, com o objetivo de deixar a vida de todo mundo que gosta de doces sempre cheia de cor e sabor. No Brasil desde o ano de 2001, na cidade de Jundiaí, em São Paulo, a Fini Guloseimas, de acordo com Andréa Vasconcelos, responsável pelo marketing da marca Fini no Brasil, “mantém-se líder no seu segmento de mercado, com um marketing que vai além do consumo de guloseimas, por isso, não limitamos nossos produtos, estamos sempre em busca de novas ações”. Confira a entrevista.

EXPO BRASIL

28 Revista Expo Brasil.indd 28

EB- Fale um pouco sobre a história da Fini, desde o início na Espanha até hoje. Andréa- A Fini foi fundada em 1971 por Dom Ma-

MARÇO/15

I

a

nuel, na Espanha, realizando seu sonho de produzir guloseimas artesanais, como parte do Grupo Sánchez Cano. Nove anos depois, as balas Fini já colhiam os frutos do sucesso, sendo distribuídas na Europa, através de cinco grandes centros de distribuição na Espanha e um em Portugal. Em 1998, a Fini desembarca no Brasil, onde os primeiros produtos a serem comercializados foram as dentaduras e as minhocas, sucesso da marca até os dias de hoje. Logo, a Sánchez Cano resolve fincar raízes no Brasil, e em 2001 instala sua fábrica em Jundiaí, interior de São Paulo.

Modelo de franquia da marca

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:56


Os chicles entraram para a produção em 2005, e em 2010 passou a ser comercializado um dos maiores sucessos da marca, o Tubes Regaliz. Desde então, a marca vem marcando presença cada vez mais forte nos pontos de venda do país e em parques temáticos de diversão, como no Hopi Hari, KidZania, Parque da Xuxa, Beach Park e Rio Quente Resorts. EB- Por que a escolha do Brasil? Andréa- Os maiores mercados de doces são o Oeste Europeu e a América do Norte. Porém, a América Latina representa o crescimento mais acelerado no setor, atingindo 14% ao ano. Na colocação mundial, o Brasil é o quarto maior consumidor de doces do mundo, logo é um cenário bastante importante para trabalharmos e explorarmos, sendo entre os emergentes, o país latino de maior destaque no continente.

plo, e agora estamos inseridos também no calendário escolar, com cadernos e lápis exclusivos com os personagens da marca. Nós queremos estar onde está o nosso consumidor. Esse é o ponto de partida na hora de desenvolvermos novos produtos. EB- E qual a importância de se lançar novos produtos no mercado? Andréa- O maior objetivo da Fini é manter a qualidade e liderança de seu mercado, com um marketing que vai além do consumo de guloseimas, por isso,

EB- Qual a importância da automatização na produção? Andréa- A Fini começou seu legado nos anos 70, com um trabalho inteiramente artesanal, o que lhe rendeu uma fama de qualidade exclusiva. Foram anos de trabalho e melhorias, até que a sua produção pudesse atingir um nível completamente automatizado, sempre oferecendo aos consumidores produtos naturais e de alta qualidade. EB- Como é feito o controle de qualidade? Andréa- Antes de serem embaladas, as balas passam por um controle de qualidade, para evitar que cheguem deformadas no saquinho. São analisados formato e cor. Todo produto que estiver fora do padrão é recolhido. E, depois de embaladas, vem o segundo controle, que é a pesagem. Todos os saquinhos são pesados, a fim de que as embalagens contenham a mesma quantidade. Caso o peso seja superior ou inferior ao descritivo do pacote, o processo deve ser refeito.

Loja Fini no Hopi Hari

EB- Onde os produtos da Fini são distribuídos? Andréa- Os produtos Fini estão presentes em mais de 180 países, e no Brasil são distribuídos em todos os estados. EB- Como são feitas as pesquisas para o lançamento de novos produtos? Andréa- O objetivo da Fini é ter sua marca presente cada vez mais na vida do consumidor. Com isso, mantém um calendário anual, assim como eventos e lançamentos cinematográficos, que possuem grande peso em lançamentos licenciados da Fini. Além disso, produzimos uma linha de chocolates na Páscoa, produtos especiais para Halloween e Natal, por exem-

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 29

EXPO BRASIL

Quiosque da Fini no Parque da Xuxa

MARÇO/15

29 06/03/2015 12:33:57


30 Revista Expo Brasil.indd 30

EB- Quais são as ações promovidas pela empresa e por que elas foram implantadas? Andréa- A Fini está sempre inovando em suas ações, buscando ir além do simples consumo de doces. Queremos fixar nossa marca na vida do consumidor, em diferentes aspectos. Sempre buscamos participar de diferentes ações, como já produzimos uma linha da categoria Regaliz licenciada pelo Palmeiras, criada exclusiva para os torcedores do clube. Também tivemos uma linha de produtos temáticos para a Copa do Mundo. Ações junto ao Cinemark, com produtos licenciados de grandes personagens do cinema. Uma parceria com a Azul Linhas Aéreas, onde várias ações são criadas em conjunto ao longo do ano. E a Fini também está estrategicamente presente em grande parques e resorts, como Hoppi Hari, KidZania, Parque da Xuxa, Beach Park, e Rio Quente Resorts. EB- Qual a área do terreno da empresa em Jundiaí? Andréa- A área total é de 205.778,55 m²   EB- E qual o número de funcionários? Andréa- São mais de 1 mil funcionários.   EB- Falando um pouco de economia, como foi o desempenho da empresa em 2014? Andréa- A cada ano, percebemos um crescimento progressivo de, em média, 30%. Esse ano de 2014 foi muito importante para a expansão dos pontos de lojas Fini, tanto próprias como de franquia. Hoje somam 43 pontos de vendas entre lojas e quiosques próprios espalhados pelo país, e mais de nove franquias, em constante progressão. O Plano de Expansão é de 100

Fotos: Divulgação

Fini Guloseimas EXPO BRASIL

não limitamos nossos produtos, estamos sempre em busca de novas ações.

Primeiro ovo de Páscoa da Fini com direito a divertidos porta-balas colecionáveis de brinde

unidades nos próximos três anos. O plano é de chegar à marca de 300 lojas até 2020. EB- 2015 começou com expectativas de crescimento zero para o país. O que a empresa planeja para “driblar” essas expectativas e apresentar bom crescimento? Andréa- É exatamente nessa fase em que as empresas de qualquer setor devem saber lidar com gerenciamento de crise do país, não paralisando ações, pelo contrário, movimentando com a programação de lançamentos, sempre atento às oportunidades comemorativas, investimentos com a imagem, e manter, mais do que nunca, planos de expansão agressivos. Gerando mais pontos novos do sistema de franquia e lojas próprias, mais empregos são gerados e mais sólida e acessível a nossa marca fica.

Fini Guloseimas Av. José Benassi, 1.003 – Parque Industrial Jundiaí – SP - SAC: 0800 772 4344 Telefone: +55 (11) 4589-6450 Site: www.mundofini.com.br

Produtos comercializados pela Fini

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:33:59


Revista Expo Brasil.indd 31

06/03/2015 12:34:00


Varejo Legal

Como evitar que a insatisfação do consumidor no varejo se transforme em um problema Jurídico? Por Marcelo Crespo e Andrea Santos Atuar no varejo sempre foi tarefa árdua para os empreendedores e para o empresariado em face dos problemas crônicos do sistema tributário e também de infraestrutura do país. Tais problemas, no entanto, não são os únicos que merecem atenção, havendo situações decorrentes da lei, em especial do Código de Defesa do Consumidor (lei nº 8.078/90), que podem repercutir negativamente nos negócios caso não sejam observadas pelo empresariado. Neste sentido, o Código de Defesa do Consumidor enumera os direitos básicos do consumidor, que devem ser observados para que não haja riscos legais na atividade empresarial mas, principalmente, para que não haja risco à reputação do fabricante ou do fornecedor. É preciso ter em consideração, portanto, que o consumidor tem expectativas sobre os produtos e serviços que, se não forem devidamente atendidas, certamente vão gerar reclamações, investigações policiais e até mesmo demandas judiciais (processos).

EXPO BRASIL

32 Revista Expo Brasil.indd 32

Por isso é fundamental, antes de tudo, compreender o que é propaganda enganosa e abusiva porque a publicidade é a primeira mensagem ao consumidor sobre um produto ou serviço que deseja adquirir. Nesta perspectiva, existem vários tipos de publicidade que enganam o consumidor, oferecendo, por exemplo, produtos que não cumprem o que prometem. Por isso é fundamental compreender que toda publicidade sobre o produto ou serviço obriga o fabricante e fornecedor. E por “obriga o fabricante e fornecedor” entenda-se que ambos devem cumprir exatamente o quanto anunciado e nas condições anunciadas. Desta forma, o descumprimento da oferta pelo fornecedor dá ao consumidor o direito de exigir, entre as seguintes alternativas, a que melhor lhe convier: a) o cumprimento da obrigação exatamente nos termos da oferta; b) outro produto ou outra prestação de serviço equivalente; c) a rescisão do contrato e a devolução do valor pago, acrescido da devida correção monetária. Note que a opção é do consumidor e não do fornecedor. Então a publicidade deve ser feita consi-

MARÇO/15

I

a

derando não só o objetivo final – venda/lucro – mas, especialmente, os anseios do consumidor a partir do produto ou serviço oferecido. Sobre a publicidade enganosa, é importante saber que a mesma pode ser configurada por omissão, isto é, quando o fornecedor deixar de informar dados essenciais do produto ou do serviço, levando o consumidor a cometer um erro quanto às suas características. É o caso de um fornecedor que veicula publicidade concedendo um bom desconto na compra à vista mas deixa de dizer que este desconto só se aplica a um produto específico, dando a entender que todos os produtos poderiam ter o benefício. Também é publicidade enganosa aquela que veicula informação falsa e que seja apta a convencer o consumidor a adquirir um produto ou serviço diferente do que pretendia – ou esperava – na hora da compra. É enganosa, portanto, qualquer publicidade, inteira ou parcialmente falsa, ou que mesmo que por omissão, seja capaz de induzir o consumidor a erro a respeito da natureza, características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dados sobre produtos e serviços. Quanto à publicidade abusiva, está relacionada a valores da sociedade, não resultando, necessaria-

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:00


mente, em prejuízo econômico para o consumidor. Geralmente ela incita a violência, desrespeita valores ambientais, estimula o consumidor a comportamentos perigosos, explora a superstição ou o medo ou, ainda, se aproveita da deficiência de julgamento das crianças. Vê-se, portanto, que quanto à publicidade, é de suma importância que as informações sobre o produto ou serviço sejam absolutamente claras, sem que permitam interpretações dúbias ou desfavoráveis ao consumidor. Passadas as questões sobre a publicidade importa ressaltar algumas questões sobre a garantia, já que há pelo menos três modalidades: a legal, a contratual e a estendida. A primeira delas – garantia legal – independe de previsão em qualquer documento de compra porque deriva de imposição da lei (Código de Defesa do Consumidor). Neste caso, a lei permite que o consumidor possa reclamar sobre problemas com o produto ou serviço no prazo de até 30 dias da aquisição de bens não duráveis (como alimentos, por exemplo) e de até 90 dias no caso de bens duráveis (como eletrodomésticos, por exemplo). Ocorre que muitos não sabem que mesmo em casos de problemas não aparentes (vício oculto), a garantia inicia-se a partir da constatação do problema. Então, nestes casos, não adianta argumentar com o cliente de que os 30 ou 90 dias se passaram se o vício não era evidente porque a lei determina que o prazo só se inicia com a descoberta do problema. Outro tipo de garantia é a contratual, que não é obrigatória e cuja vigência somente se inicia a partir da data de emissão da nota fiscal com o prazo e condições impostas pela empresa normalmente estabelecida no “termo de garantia”. Neste caso, e porque a empresa fornece garantia específica, pode até fazer limitações sobre o seu uso, contanto que as informações sejam claras para o consumidor e que pelas regras lá escritas não se inviabilize a sua utilização.

tanto o fabricante quanto o fornecedor farão o possível para que a experiência do consumidor com o produto ou serviço adquirido seja estendida ao máximo possível. Outra questão importante diz respeito às trocas. Conforme o Código de Defesa do Consumidor, o fornecedor e o fabricante têm 30 dias, a partir da reclamação, para sanar o problema do produto. Passado este prazo, é direito do consumidor a restituição imediata da quantia paga, um produto similar ou até mesmo o abatimento proporcional do preço. Neste ponto é importante lembrar que, apesar do prazo de 30 dias, o quanto antes o problema for resolvido, maior a chance de satisfação do cliente, o que pode auxiliar na fidelização. Tanto o fornecedor quanto o fabricante têm responsabilidade em atender a esses direitos. A responsabilidade é solidária, de forma que não é correto o atendimento que se exime de atender ao pedido do consumidor referente às trocas de produtos com problemas. Direcionar o cliente para a assistência técnica dentro do prazo de troca, portanto, não é o correto. Note-se que apenas pela observância dos direitos do consumidor acima mencionados as chances de insatisfação do consumidor diminuem muito. É preciso considerar que o consumidor insatisfeito procurará auxílio jurídico, das autoridades policiais e, mais do que nunca, da utilidade das redes sociais para demonstrar toda a sua insatisfação. Mais do que nunca é preciso atentar-se para os direitos comentados acima para evitar que o negócio seja alvo de processos que poderiam ser evitados.

Andrea Santos – Advogada especialista em Direito Empresarial, Criminal e Ambiental, sócia titular da Crespo & Santos Advogados

Por último temos a garantia estendida, uma forma de garantia na qual há a figura de uma empresa terceira, sem relação com o fabricante e que oferece, na prática, uma espécie de seguro para o consumidor. Sua contratação é independente da aquisição do produto ou serviço e pode ter abrangência igual, maior ou menor que a garantia legal. O fundamental é compreender que a garantia legal jamais pode ser negada ao consumidor, que sempre terá direito a ela, mesmo que haja uma garantia contratual ou estendida. O fornecimento correto das garantias é uma importante ferramenta para fidelização do consumidor, que se sentirá seguro de que

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 33

Marcelo Crespo – Advogado Especialista, Mestre e Doutor em Penal e Processo Penal, sócio titular da Crespo & Santos Advogados www.cresposantos. com.br Telefone: (11) 35217392 E-mails: andrea@ cresposantos.com. br e marcelo@cresposantos.com.br

OUTUBRO/14

EXPO BRASIL

33 06/03/2015 12:34:01


Atendimento ao Cliente EXPO BRASIL

34 Revista Expo Brasil.indd 34

A busca e a importância da excelência no atendimento Por Daniela Magalhães Um atendimento de qualidade é primordial, mas isso não significa apenas sorrir e ser simpático. Atender bem é conhecer a empresa, o portfólio de produtos, ter certeza e segurança ao passar as informações pertinentes. Satisfação e confiança são metas necessárias e obrigatórias para qualquer empresa que queira se destacar das demais. Com a competição acirrada nos mais diversos setores do mercado, lapidar o diferencial é, sem dúvida, útil para conquistar o cliente. Ele está cada vez mais disposto a pagar mais pela qualidade, e o atendimento segue como fator primordial nesse aspecto. O segredo é: Sempre buscar os interesses e as necessidades, ouvir é essencial. O atendimento ao cliente consiste em várias etapas do processo de comercialização de qualquer produto e/ou serviço e é preciso saber identificar todas as necessidades para que o mesmo seja aplicado com maestria, elevando assim o nível de comprometimento da empresa para com o seu cliente. Um atendimento completo consiste em atender o cliente em todas as suas objeções, domínio do produto ou serviço oferecido, cumprimento de acordos, mesmo que verbais, uma vez ofertados para o cliente no ato de um fechamento de negócio. Na verdade, é exatamente nesse ponto que a maioria das empresas peca. O atendimento é muito mais que um sorriso no rosto ou uma dúvida esclarecida. O atendimento está muito além de uma mesa com uma placa de ‘informações’ ou um número de telefone para que o cliente possa entrar em contato. O atendimento se dá por completo quando há inteira satisfação do cliente com o serviço prestado, quando não há dúvidas nem objeções, quando o mesmo está completamente satisfeito com o bem adquirido. Saber identificar a necessidade do cliente, direcionar para a solução mais prática, rápida e óbvia, dentro do padrão que o mesmo escolheu para adquirir, sanando todas as dúvidas, deixando canais livres para argumentações, equipe com total domínio sobre procedimentos, é o mínimo que se pode

MARÇO/15

I

a

fazer, e por incrível que pareça, é o que realmente conta. O cliente de hoje está mais ocupado, precisa de ajuda para ter praticidade e ganha quem está disposto a ajudar. Saber identificar a evolução do perfil do cliente também é essencial para prestação de um atendimento com excelência. Saber identificar quem é o seu cliente é o ás de ouro da negociação. Se uma empresa conhece o perfil de seu cliente e se prontifica em dar suporte em atendimento, com certeza o marketing de sua empresa não será uma ferramenta problemática, pois o próprio cliente será um canal importante de comunicação. Ajudá-lo pode ser a maior ajuda que uma empresa pode se dar. O retorno positivo faz com que a empresa cresça aos olhos do mercado, se solidificando e progredindo de uma forma muito mais energética e saudável. Hoje as empresas buscam treinamentos específicos para excelência no atendimento. Um bom profissional da área poderá dar um suporte adequado para o quadro de funcionários, instruir e corrigir alguns aspectos e posturas que retardam e muitas vezes impossibilitam a venda ou bom atendimento. O treinamento é importante e deve ser feito periodicamente. Quando atingimos a excelência no atendimento, no qual chegamos muito próximos da perfeição, em que o cliente é surpreendido e isso se solidifica entre seu público, alcançamos um patamar que é difícil e árduo ser copiado, pois o atendimento está ligado principalmente à cultura da empresa. Você ganha um diferencial. O grande objetivo em buscar um ótimo atendimento é suprir sua satisfação e principalmente transformar nosso cliente em um fiel consumidor. E lembre-se, os clientes estão muito exigentes, o mercado exige um diferencial, atender com qualidade é um trabalho contínuo de saciar desejos e necessidades.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Daniela Magalhães Atendimento ao cliente e vendas

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:03


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 35

06/03/2015 12:34:09


Real Atacado Real Atacado, em Porto Alegre

Crescimento sustentável é importante EXPO BRASIL

36 Revista Expo Brasil.indd 36

No Brasil, administrar uma empresa não é tarefa fácil. São vários os desafios, a legislação trabalhista arcaica, a falta de infraestrutura, os juros elevados, a burocracia excessiva, mas um merece destaque especial: o sistema tributário brasileiro é um dos mais altos e mais complexos do mundo, e todos nós sabemos disso. Para enfrentar todos estes desafios, a empresa

MARÇO/15

I

a

precisa muito trabalho, planejamento e gestão competente. O Real Atacado teve um crescimento de 12% em 2014, enquanto o PIB do país cresceu menos de 0,5 %. E o mais importante para a empresa é que este crescimento ocorra de forma sustentável, ou seja, de modo seguro e contínuo, atendendo as legislações vigentes.

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:10


Fotos: Divulgação

Real Atacado, em São Leopoldo

“Este ano temos uma atenção especial com os custos e começamos em janeiro a focar mais nessa questão, mas continuamos investindo sempre, porque quem se retrai, quem não investe e não lança novos produtos acaba perdendo fatia de mercado” O Real Atacado foi fundado em setembro de 2001 em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Empresa familiar, atuou, nos primeiros anos, no segmento de preço único. Há cerca de 10 anos decidiu que era o momento de mudar. “A economia mudou, o real foi valorizado, e como temos de estar atentos a todas as transformações da economia e do país como um todo, percebemos que era hora de mudar. Temos de nos adaptar ao mercado”, explica Everton Buttenbender, diretor da empresa. Nessa época a empresa contava também com lojas de varejo do ramo de bazar, e decidiu acabar com elas, vendendo ou fechando em alguns casos. Ou, como ele prefere, “uma volta à vocação da empresa, que está em nosso DNA, o comércio atacadista, atendendo somente pessoas jurídicas.”

As mudanças não pararam por aí. “Há dois anos, em razão de mudanças na legislação de ICMS dos produtos importados”, explica o diretor, “demos uma nova guinada, começando a trabalhar com importação própria. E hoje temos uma boa estrutura de importação, com a criação de marcas próprias (hoje são oito).” Com a importação própria, a empresa consegue vender para clientes com maior potencial, o que antes não ocorria. Em junho de 2008, a empresa deu um grande salto, investindo em sua nova sede, localizada às margens da BR 116, em São Leopoldo. O Real Atacado trabalha com o modelo de autosserviço. O cliente – Pessoa Jurídica, com CNPJ – vai a uma das lojas e escolhe os produtos que deseja. Esse

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 37

MARÇO/15

EXPO BRASIL

37 06/03/2015 12:34:11


Real Atacado

modelo representa de 80 a 90% do faturamento da empresa. Já com os produtos importados, a empresa conta com representantes comerciais atuando na rua e uma frota própria (e às vezes terceirizada) para a entrega da mercadoria. Com esse modelo de atendimento, a empresa atende cerca de 480 municípios do Rio Grande do Sul, o que representa aproximadamente 90% do Estado. São mais de 3 mil clientes cadastrados, entre pequenos comércios, que representa 85% dos clientes do Atacado. A linha de produtos oferecida pelo Real Atacado é bem ampla: são cerca de 20 mil itens em categorias como brinquedos, utilidades domésticas, bazar, material escolar, ferramentas, decoração, linha pet, artigos para festa, jardim, enfim, produtos que facilitam e tornam a vida de todos muito mais prática. E há cerca de um ano e meio, a empresa investiu e começou a trabalhar com a Linha Real Mix Gourmet, “uma linha com produtos específicos para bares, hotéis, restaurantes e similares”, diz Everton. Segundo o diretor, é um segmento que tem ainda muito espaço para crescer. “A alimentação fora de casa é uma realidade na vida das pessoas e essa linha atende todas as necessidades do segmento. Dentro do atacado de São Leopoldo temos um setor somente da Real Mix Gourmet e no futuro devemos abrir uma unidade deste segmento”. O Real Atacado é uma empresa que vai completar

EXPO BRASIL

38 Revista Expo Brasil.indd 38

I

“O pagamento de impostos é um dos itens mais importantes na administração. O Brasil tem uma carga tributária muito pesada. Por isto é fundamental estar sempre atento para as mudanças, sendo uma empresa optante pelo Simples, Lucro presumido ou Lucro real”. 15 anos no mercado e está sempre diversificando, sem perder de vista a economia do país. “De dois anos para cá nós reestruturamos a operação, pensando em reduzir custos, buscando maior eficiência – fazer mais com menos –, para nos adaptarmos à nova realidade do país. Com isso, em 2014, além de crescimento nas vendas, tivemos uma redução de 13% nas despesas”, ressalta Everton. Isso é consequência de planejamento. O diretor explica que a empresa tem um comitê de custos que se reúne uma vez por mês para discutir novas ideias para reduzir custos. “Este ano temos uma atenção especial com os custos e começamos em janeiro a focar mais nessa questão, mas continuamos investindo sempre, porque quem se retrai, quem não investe e não lança novos produtos acaba perdendo fatia de mercado”, diz. E salienta: “É preciso controlar o estoque, que é dinheiro parado e tentar produzir mais com menos pessoas, com uma estrutura menor. Quem faz a

Interior das lojas

MARÇO/15

Interior da loja

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:12


Um dos principais desafios para os pequenos negócios é a criação de indicadores para medir o desempenho da empresa. Muitas vezes, medir o ticket médio, margem de lucro bruta, custo fixo, entre outros, não é tão difícil, mas falta tempo, conhecimento, e investimento em tecnologia para ter estes controles. E quem não mede o desempenho, não se compromete em melhorá-lo. Um dos assuntos ao qual mais se deve dar atenção é a questão tributária. Independente do tamanho da empresa, micro, pequena, média ou grande, ter conhecimento dos impostos a serem pagos é fundamental, para trabalhar com segurança no sentido de obter lucro e evitar a criação de passivos tributários. Everton acredita muito nisso. “O pagamento de impostos é um dos itens mais importantes na administração. O Brasil tem uma carga tributária muito pesada. Por isto é fundamental estar sempre atento para as mudanças, sendo uma empresa optante pelo Simples, Lucro presumido ou Lucro real”. Em 1996, ano de criação do Simples, ficou muito mais fácil e acessível para o pequeno empresário pagar os impostos. Este regime criou uma diferenciação em relação às grandes empresas. Ele permite que os pequenos negócios paguem os seus impostos com uma alíquota bem menor que as grandes empresas. Everton explica: “No regime simplificado, com faturamento de até R$ 360.000,00 mil por mês, o empresário paga uma alíquota que varia de 4% a 11,6% ou seja, a cada R$1.000 reais de faturamento, ele paga,

Fotos: Divulgação

gestão do seu negócio permanece no mercado, e até consegue crescer, mesmo em momentos adversos da economia”. Tão importante quanto fazer uma gestão eficaz da empresa, é pensar no cliente. O Real Atacado tem uma política que pode ser entendida como de verdadeira parceria com os clientes da empresa. Segundo Everton, a empresa tem um canal de comunicação com o cliente, por meio da Revista Realize. “Nós procuramos passar informações de gestão. Porque nós trabalhamos com empresas de pequeno porte, que geralmente é gerida pelo dono(a), mais 1 ou 2 funcionários e não dá muito tempo de pensar em gestão de empresa. Quando a economia vai bem, tudo bem, mas quando se aproxima uma crise, é preciso ter conhecimento de gestão de negócios, caso contrário, o negócio pode não se apresentar tão próspero quanto antes. Nós temos um programa chamado Parceiro Real, para nos relacionarmos com o cliente e contribuir através de cursos, ações e até mesmo treinamentos para agregar mais valor ao negócio”.

Interior da loja

no máximo, R$ 116,00 para o governo, ou seja, muitas vezes o valor pago de imposto pelo empresário é menor do que se ele fosse pagar trabalhando como funcionário. O que está prejudicando os pequenos negócios do nosso ramo é a ST (Substituição Tributária), pois em muitas vezes acaba com o benefício recebido, gerando um custo elevado para quem adota o regime simplificado. Alguns estados, como Santa Catarina e Paraná, já adotaram redutores no cálculo da ST, como forma de acabar com esta injustiça com optantes pelo Simples”. Cada vez mais as empresas precisam se profissionalizar para continuar no mercado. É preciso investir em pessoas, tecnologia e na gestão da empresa, se o empresário quer realmente crescer. “A questão tributária é também de grande importância quando se fala em crescimento do negócio, pois a solidez da empresa e um futuro de sucesso dependem muito da forma como o negócio é administrado. Colhemos no futuro o que plantamos hoje”, finaliza Everton.

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 39

EXPO BRASIL

MARÇO/15

39 06/03/2015 12:34:14


Geração Y

Por que os jovens profissionais da geração Y estão infelizes Por Igor Johansen Esta é Ana. Ana é parte da geração Y, a geração de jovens nascidos entre o fim da década de 1970 e a metade da década de 1990. Ela também faz parte da cultura Yuppie, que representa uma grande parte da geração Y. “Yuppie” é uma derivação da sigla “YUP”, expressão inglesa que significa “Young Urban Professional”, ou seja, Jovem Profissional Urbano. É usado para referir-se a jovens profissionais entre os 20 e os 40 anos de idade, geralmente de situação financeira intermediária entre a classe média e a classe alta. Os Yuppies em geral possuem formação universitária, trabalham em suas profissões de formação e seguem as últimas tendências da moda (Wikipedia). Eu dou o nome para yuppies da geração Y – costumo chamá-los de “Yuppies Especiais e Protagonistas da Geração Y”, ou “GYPSY” (Gen Y Protagonists & Special Yuppies). Um GYPSY é um tipo especial de yuppie, um tio que se acha o personagem principal de uma história muito importante. Então Ana está lá, curtindo sua vida de GYPSY, e ela gosta muito de ser a Ana. Só tem uma pequena coisinha atrapalhando: Ana está meio infeliz. Para entender a fundo o porquê de tal infelicidade, antes precisamos definir o que faz uma pessoa feliz, ou infeliz. É uma fórmula simples: Felicidade = Realidade – Expectativas

EXPO BRASIL

40 Revista Expo Brasil.indd 40

sendo pior do que as expectativas, essa pessoa está infeliz. Para contextualizar melhor, vamos falar um pouco dos pais de Ana:

Os pais de Ana nasceram na década de 1950 – eles são “Baby Boomers”. Foram criados pelos avós de Ana, nascidos entre 1901 e 1924, e definitivamente não são GYPSYs.

Na época dos avós da Ana, eles eram obcecados com estabilidade econômica e criaram os pais dela para construir carreiras seguras e estáveis. Eles queriam que a grama dos pais dela crescesse mais verde e bonita do que a deles próprios. Algo assim:

É muito simples – quando a realidade da vida de alguém está melhor do que essa pessoa estava esperando, ela está feliz. Quando a realidade acaba

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:14


Eles foram ensinados que nada os podia impedir de conseguir um gramado verde e exuberante em suas carreiras, mas que eles teriam que dedicar anos de trabalho duro para fazer isso acontecer.

prosperidade, tão sonhado por seus pais, não ser mais suficiente. O gramado digno de um GYPSY também devia ter flores.

Isso nos leva ao primeiro fato sobre GYPSYs: GYPSYs são ferozmente ambiciosos.

Depois da fase de hippies insofríveis, os pais da Ana embarcaram em suas carreiras. Então nos anos 1970, 1980 e 1990, o mundo entrou numa era sem precedentes de prosperidade econômica. Os pais da Ana se saíram melhores do que esperavam, isso os deixou satisfeitos e otimistas.

Tendo uma vida mais suave e positiva do que seus próprios pais, os pais da Ana a criaram com um senso de otimismo e possibilidades infinitas. E eles não estavam sozinhos. Baby Boomers em todo o país e no mundo inteiro ensinaram seus filhos da geração Y que eles poderiam ser o que quisessem ser, induzindo assim a uma identidade de protagonista especial lá em seus subconscientes. Isso deixou os GYPSYs se sentindo tremendamente esperançosos em relação às suas carreiras, ao ponto de aquele gramado verde de estabilidade e

O GYPSY precisa de muito mais de sua carreira do que somente um gramado verde de prosperidade e estabilidade. O fato é que só um gramado verde não é lá tão único e extraordinário para um GYPSY. Enquanto seus pais queriam viver o sonho da prosperidade, os GYPSYs agora querem viver seu próprio sonho. Cal Newport aponta que “seguir seu sonho” é uma frase que só apareceu nos últimos 20 anos, de acordo com o Ngram Viewer, uma ferramenta do Google que mostra quanto uma determinada frase aparece em textos impressos num certo período de tempo. Essa mesma ferramenta mostra que a frase “carreira estável” saiu de moda, e também que a frase “realização profissional” está muito popular. Para resumir, GYPSYs também querem prosperidade econômica assim como seus pais – eles só querem também se sentir realizados em suas carreiras, uma coisa que seus pais não pensavam muito. Mas outra coisa está acontecendo. Enquanto os objetivos de carreira da geração Y se tornaram muito mais específicos e ambiciosos, uma segunda ideia foi ensinada à Ana durante toda sua infância:

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 41

EXPO BRASIL

MARÇO/15

41 06/03/2015 12:34:14


Geração Y

Esta é provavelmente uma boa hora para falar do nosso segundo fato sobre os GYPSYs: GYPSYs vivem uma ilusão. Na cabeça de Ana passa o seguinte pensamento: “mas é claro… todo mundo vai ter uma boa carreira, mas como eu sou prodigiosamente magnífica, de um jeito fora do comum, minha vida profissional vai se destacar na multidão”. Então se uma geração inteira tem como objetivo um gramado verde e com flores, cada indivíduo GYPSY acaba pensando que está predestinado a ter algo ainda melhor: Um unicórnio reluzente pairando sobre um gramado florido.

Mas por que isso é uma ilusão? Porque isso é o que cada GYPSY pensa, o que põe em xeque a definição de especial: es-pe-ci-al | adjetivo – melhor, maior, ou de algum modo diferente do que é comum. De acordo com esta definição, a maioria das pessoas não são especiais, ou então “especial” não significaria nada. Mesmo depois disso, os GYPSYs, lendo isto, estão pensando, “bom argumento… mas eu realmente sou um desses poucos especiais” – e aí está o problema.

EXPO BRASIL

42 Revista Expo Brasil.indd 42

Uma outra ilusão é montada pelos GYPSYs quando eles adentram o mercado de trabalho. Enquanto os pais da Ana acreditavam que muitos anos de trabalho duro eventualmente os renderiam uma grande carreira, Ana acredita que uma grande carreira é um destino óbvio e natural para alguém tão excepcional como ela, e para ela é só questão de tempo e escolher qual caminho seguir. Suas expectativas pré-trabalho são mais ou menos assim:

MARÇO/15

I

a

Infelizmente, o mundo não é um lugar tão fácil assim, e curiosamente carreiras tendem a ser muito difíceis. Grandes carreiras consomem anos de sangue, suor e lágrimas para se construir – mesmo aquelas sem flores e unicórnios – e mesmo as pessoas mais bem sucedidas raramente farão algo grande e importante nos seus vinte e poucos anos. Mas os GYPSYs não vão apenas aceitar isso tão facilmente. Paul Harvey, um professor da Universidade de New Hampshire, nos Estados Unidos, e expert em GYPSYs, fez uma pesquisa em que conclui que a geração Y tem “expectativas fora da realidade e uma grande resistência em aceitar críticas negativas” e “uma visão inflada sobre si mesmo”. Ele diz que “uma grande fonte de frustrações de pessoas com forte senso de grandeza são as expectativas não alcançadas. Elas geralmente se sentem merecedoras de respeito e recompensa que não estão de acordo com seus níveis de habilidade e esforço, e talvez não obtenham o nível de respeito e recompensa que estão esperando”.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Para aqueles contratando membros da geração Y, Harvey sugere fazer a seguinte pergunta durante uma entrevista de emprego: “Você geralmente se sente superior aos seus colegas de trabalho/faculdade, e se sim, por quê?” Ele diz que “se o candidato responde sim para a primeira parte mas se enrola com o porquê, talvez haja um senso inflado de grandeza. Isso é porque a percepção da grandeza é geralmente baseada num senso infundado de superioridade e merecimento. Eles são levados a acreditar, talvez por causa dos constantes e ávidos exercícios de construção de autoestima durante a infância, que eles são de alguma maneira especiais, mas na maioria das vezes faltam justificativas reais para essa convicção”.

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:16


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 43

06/03/2015 12:34:22


Geração Y

E como o mundo real considera o merecimento um fator importante, depois de alguns anos de formada, Ana se encontra aqui:

A extrema ambição de Ana, combinada com a arrogância, fruto da ilusão sobre quem ela realmente é, a faz ter expectativas extremamente altas, mesmo sobre os primeiros anos após a saída da faculdade. Mas a realidade não condiz com suas expectativas, deixando o resultado da equação “realidade – expectativas = felicidade” no negativo. E a coisa só piora. Além disso tudo, os GYPSYs têm outro problema, que se aplica a toda sua geração: GYPSYs estão sendo atormentados. Obviamente, alguns colegas de classe dos pais da Ana, da época do ensino médio ou da faculdade, acabaram sendo mais bem sucedidos do que eles. E embora eles tenham ouvido falar algo sobre seus colegas de tempos em tempos, através de esporádicas conversas, na maior parte do tempo eles não sabiam realmente o que estava se passando na carreira das outras pessoas.

EXPO BRASIL

44 Revista Expo Brasil.indd 44

A Ana, por outro lado, se vê constantemente atormentada por um fenômeno moderno: compartilhamento de fotos no Facebook. As redes sociais criam um mundo para a Ana onde: A) tudo o que as outras pessoas estão fazendo é público e visível a todos, B) a maioria das pessoas expõe uma versão maquiada e melhorada de si mesmas e de suas realidades, e C) as pessoas que expõem mais suas carreiras (ou relacionamentos) são as pessoas que estão indo melhor, enquanto as pessoas que estão tendo dificuldades tendem a não expor sua situação. Isso faz Ana achar, erroneamente, que

MARÇO/15

I

a

todas as outras pessoas estão indo super bem em suas vidas, só piorando seu tormento.

Então é por isso que Ana está infeliz, ou pelo menos, se sentindo um pouco frustrada e insatisfeita. Na verdade, seu início de carreira provavelmente está indo muito bem, mas mesmo assim, ela se sente desapontada. Aqui vão meus conselhos para Ana: 1) Continue ferozmente ambiciosa. O mundo atual está borbulhando de oportunidades para pessoas ambiciosas conseguirem sucesso e realização profissional. O caminho específico ainda pode estar incerto, mas ele vai se acertar com o tempo, apenas entre de cabeça em algo que você goste. 2) Pare de pensar que você é especial. O fato é que, neste momento, você não é especial. Você é outro jovem profissional inexperiente que não tem muito para oferecer ainda. Você pode se tornar especial trabalhando duro por bastante tempo. 3) Ignore todas as outras pessoas. Essa impressão de que o gramado do vizinho sempre é mais verde não é de hoje, mas no mundo da autoafirmação via redes sociais em que vivemos, o gramado do vizinho parece um campo florido maravilhoso. A verdade é que todas as outras pessoas estão igualmente indecisas, duvidando de si mesmas, e frustradas, assim como você, e se você apenas se dedicar às suas coisas, nunca terá razão para invejar os outros.

(Fonte do texto em inglês: http://www.waitbutwhy. com/2013/09/why-generation-y-yuppies-are-unhappy.html)

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:23


Revista Expo Brasil.indd 45

06/03/2015 12:34:23


Fiscalização EXPO BRASIL

46 Revista Expo Brasil.indd 46

Como atuar em face de uma fiscalização na sua empresa? Por Marcelo Crespo e Andrea Santos

O convívio social impõe a criação de normas e regulamentos para estabelecermos padrões de bem-estar do grupo, razão pela qual há a Constituição, as leis e as normas infralegais. Disso decorreu a necessidade da Administração Pública criar órgãos para exercer suas funções e concretizar direitos e obrigações compatíveis com o bem-estar social. Evidentemente, essas funções da Administração concedem-na o direito de fiscalizar o cumprimento destes direitos e obrigações, o que é feito mediante a utilização do seu poder de polícia, verdadeira função de fiscalização. E esta fiscalização pode ocorrer em diversos aspectos a depender das atividades desenvolvidas na empresa, tais como trabalhista, sanitária e ambiental. Além disso, a depender do tamanho da empresa, a fiscalização pode ser maior e mais ampla ou menor e mais restrita. Normalmente ouve-se falar de fiscalizações em empresas maiores sem que se dê a devida atenção para outras, menores. Geralmente fala-se em fiscalização com tons de medo e alta complexidade. Por isso, abaixo, seguem algumas considerações sobre a fiscalização no âmbito das Microempresas e das Empresas de Pequeno Porte, nos termos da Lei Complementar no 123/06 e suas alterações com vistas a demonstrar que nem tudo é tão difícil, complexo e nem deve gerar preocupações exageradas. Veja-se que a própria lei, no art. 55, determina que as fiscalizações trabalhista, metrológica, sanitária, ambiental e de segurança tenham natureza prioritariamente orientadora, quando a atividade ou situação, por sua natureza, comportar grau de risco compatível com esse procedimento. Isto é, a lei reconhece que as empresas menores devem ser, antes de tudo, orientadas e não simplesmente punidas. Claro que isso depende dos fiscais, que devem proceder a visitas duplas antes da lavratura dos autos de infração. Assim, o fiscal primeiramente constata o problema e não emite o auto de infração. Ele in-

MARÇO/15

I

a

forma ao empresário, orientando-o e, se na próxima visita o problema persistir, aí sim, o auto é lavrado, No entanto, caso a irregularidade refira-se à falta de registro de empregado ou anotação da Carteira de Trabalho e Previdência Social, fraude, resistência ou embaraço à fiscalização, não há o critério da visita dupla e o auto é lavrado imediatamente. Veja-se que as empresas têm o direito de receber uma fiscalização razoável, pautada pela razoabilidade nas condições e prazos exigidos para os documentos a serem apresentados e a sua forma de entrega. Também é direito do empresário receber notificação por escrito dos documentos que devem ser apresentados, sendo comum o fiscal pedir mais documentos que o necessário. Neste particular ressalta-se a importância do empresário somente entregar documentos mediante recibo, jamais confiando naquilo que foi conversado com o fiscal. Tudo deve ser documentado para evitar dissabores. Dessas orientações acima decorre o direito do contraditório e da dupla instância de julgamento, isto é, toda infração poderá ser contestada e defendida pelo empresário, o que é facilitado se as fiscalizações são documentadas como acima mencionado. A empresa deve, ainda, ter o sigilo dos seus negócios preservado, de forma que fiscalização se dê sem prejuízo dos negócios nem divulgação dos acontecimentos. Também tem direito ao não enquadramento em tipo penal até finalização do processo administrativo, isto é, a investigação criminal (intimações e oitivas inclusive) só pode acontecer sobre questões fiscais após o encerramento da instância administrativa. Por outro lado, as empresas fiscalizadas têm deveres a cumprir, como, por exemplo, tratar com respeito e urbanidade aos funcionários da Administração Pública. Na verdade este é um direito bilateral, devendo todos os envolvidos – servidor e empresário – atuar com lisura, ética e respeito. Atuações sim-

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:23


É importante considerar que apenas uma pessoa centralize o atendimento ao fiscal, o que evita contradições nas informações prestadas e dá conforto ao fiscal, que não precisa conhecer e questionar diversas pessoas distintas. ples, por exemplo, não deixando o fiscal esperando por muito tempo e com simpatia ajudam muito. Não se pode ter medo de ser fiscalizado e nem se permitir a imposição da cultura do medo. Ainda sobre os deveres, o empresário deve fornecer local e condições adequadas para que haja a fiscalização, além de fornecer os documentos e livros exigidos pela lei e, ainda, apresentar e preencher os formulários e planilhas eletrônicas solicitadas (claro, desde que respeitado o direito da razoabilidade). É importante considerar que apenas uma pessoa

centralize o atendimento ao fiscal, o que evita contradições nas informações prestadas e dá conforto ao fiscal, que não precisa conhecer e questionar diversas pessoas distintas. A depender do negócio, como visto, distintas fiscalizações podem ocorrer e cada uma delas tem peculiaridades. Por isso é importante estar respaldado por um advogado sobre os documentos cuja apresentação seja obrigatória até porque o empresário tem que cumprir a lei, mas não é obrigado a se incriminar. Então é útil ter o contato de um advogado para que possa auxiliar no atendimento prévio às fiscalizações, mas, especialmente durante uma delas.

Andrea Santos – Advogada especialista em Direito Empresarial, Criminal e Ambiental, sócia titular da Crespo & Santos Advogados Marcelo Crespo – Advogado Especialista, Mestre e Doutor em Penal e Processo Penal, sócio titular da Crespo & Santos Advogados www.cresposantos.com.br Telefone: (11) 3521-7392 E-mails: andrea@cresposantos.com.br e marcelo@ cresposantos.com.br

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 47

MARÇO/15

EXPO BRASIL

47 06/03/2015 12:34:23


Sua Empresa

Faturamento e Fluxo de Caixa, fundamentais para a saúde financeira da empresa Tão importante quanto planejar, pesquisar e conhecer sobre o produto ou serviço com o qual se irá trabalhar, é pensar em como administrar a empresa que se vai abrir ou que já existe. É uma boa administração que vai garantir a saúde financeira da empresa por muito tempo. Dentre outras coisas, conhecer e organizar o faturamento e o fluxo de caixa são dois pontos fundamentais nessa administração. E isso porque, segundo Carlos Biondo, consultor do Sebrae, o empresário às vezes confunde, “nem tudo o que sobra é lucro. Lucro são as entradas menos os custos.” É o fluxo de caixa que vai informar de forma detalhada todo o volume de venda, sejam produtos ou serviços, mais as despesas fixas, em determinado período. Vender, no caso, significa “adquirir o direito de receber”, portanto, não se deve contar com um recurso que ainda não entrou no caixa.

EXPO BRASIL

48 Revista Expo Brasil.indd 48

dutos e, como resultado têm 70% de seu faturamento baseado nesses produtos ou 80% em apenas 5% dos itens comercializados. Para isso é preciso um estudo de mercado, poder contar sempre com fornecedores que cumpram os prazos rigorosamente e investir também na divulgação desses itens, que, claro, devem estar expostos no melhor espaço da loja, de maior visibilidade para quem entra. Produtos de bomboniere costumam ser muito utilizados nessa estratégia. De acordo com o consultor do Sebrae, 90% do tempo do microempreendedor individual é focado no cliente, nas suas necessidades. Entender a necessi-

Não é tarefa simples organizar o fluxo de caixa, haja vista as diversas condições de pagamento oferecidas pelo mercado, cartões de crédito e débito, cheque pré-datado, dinheiro, parcelado, boleto bancário, todas elas com diferentes datas de recebimento, portanto, o controle é a forma de se ter uma consolidação de entradas e saídas. De acordo com o consultor do Sebrae, o fluxo de caixa “amplia a visão da saúde da empresa e dá visibilidade de com quanto o empresário pode contar”. No mercado, via de regra, paga-se antes (aos fornecedores) e recebe-se depois (dos clientes), o que sinaliza, ainda segundo Biondo, para a necessidade de capital de giro. “Nossos fornecedores diminuem cada vez mais o prazo de pagamento e os clientes aumentam cada vez mais os prazos”. Considerando ainda que a empresa tem custos fixos, salários, encargos trabalhistas, 13º salário, férias, enfim, despesas mensais, esses valores também devem estar detalhados na planilha de faturamento da empresa e os recursos, devidamente provisionados. Cada empresa tem uma estratégia de venda. Algumas empresas investem mais em poucos pro-

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:24


dade do cliente, seja de um produto ou serviço, e pensar nessa comodidade, como por exemplo, qual a melhor forma de pagamento para o cliente, se será necessário fazer embalagens para presente, oferecer estacionamento etc. São essas iniciativas que vão garantir o crescimento da empresa. Mas não esquecer de que também é preciso controlar com atenção o caixa. Para saber se a empresa está vivendo um momento positivo, não há outro lugar para consultar senão o caixa. E uma empresa só cresce quando há a elevação do faturamento. No entanto, se o controle de fluxo de caixa não é bem feito está mais do que na hora de melhorar o controle das finanças. Afinal, ele é uma ferramenta indispensável para a visualização das entradas e saídas de dinheiro. Somente o fluxo de caixa permite que você tome decisões quanto ao planejamento financeiro, cortes de gastos, investimentos e outras movimentações financeiras. Seguem algumas dicas para facilitar o dia a dia da empresa. 1- Atualizar o fluxo de caixa com uma boa periodicidade. A maioria das empresas dedica-se a olhar para os lançamentos e saídas apenas no final

do mês, contudo as vendas são diárias e, por consequência, a entrada de dinheiro também. Não são raras as vezes em que o dinheiro que está em caixa sai, a fim de comprar um ou outro item que faltou no dia a dia, mas nem sempre essas saídas são contabilizadas no lançamento mensal. O acompanhamento diário é fundamental para ter um controle de fluxo de caixa real, condizente com o cotidiano da empresa. 2- Consistência nas informações lançadas no fluxo financeiro. Não adianta muito lançar informações todos os dias se elas não estiverem bem detalhadas. E aí a confusão de informações já está feita e ocorrerá perda de tempo na tentativa de lembrar o que significa determinada anotação. Para facilitar a gestão de caixa, as informações devem ser claras e completas em todas as anotações. 3- Categorizar os lançamentos do caixa. Existem diferentes softwares que ajudam na gestão do fluxo de caixa, que tornam a inserção e o controle das transações mais rápidas e organizadas. As entradas e saídas previstas e efetivadas devem ser registradas separadamente, deixando claro de onde vieram e para onde foram. Além de fazer a distinção de itens como impostos, funcionários e pró-labore, permitindo que se controle cada centavo gasto e recebido. 4- Contar somente com o dinheiro que entrou. Uma venda dividida em três vezes, com a primeira parcela a ser paga pelo cliente após 30 dias, significa que este valor irá entrar em trinta dias, não que aquele montante foi vendido no dia. Esses detalhes, que podem passar despercebido na hora de fechar o caixa, fazem com que a empresa conte com um dinheiro que ainda não entrou. Quanto mais realistas as anotações, mais facilidade será para lidar com o fluxo de caixa, seja ele diário, semanal ou mensal. 5- Não superestimar a previsão. Informações erradas, lacunas no detalhamento diário e até a sazonalidade podem derrubar muitas empresas já nos primeiros anos. A estimativa de lucros elevados com base em informações imprecisas acaba traindo a empresa no seu propósito de crescimento. Quanto mais realistas forem as previsões, preferencialmente baseadas em dados concisos de outros ciclos da empresa, maior será a capacidade de acertar os próximos passos. Erros acontecem, mas quanto mais preparado o empresário estiver para momentos de incertezas, maiores serão as chances da empresa seguir firme no mercado.

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 49

MARÇO/15

EXPO BRASIL

49 06/03/2015 12:34:24


Expo Bomboniere

Bomboniere,

um mercado amplo e de fácil aceitação Apesar do país não passar por uma boa fase econômica, o segmento de bomboniere ainda tem muito espaço para crescer, inclusive no setor de franquias, pois para quem está disposto a trabalhar e se dedicar, é em períodos de crise que se consegue melhores negociações e bons e novos negócios em todos os sentidos. A penetração é imensa. Em todos os lugares no comércio varejista há espaço para comercialização de balas, bombons, chocolate, doces, confeitos, salgados e uma infinidade de produtos. E ainda em hotéis, restaurantes e cinemas, os produtos têm sempre espaço e consumidores fiéis que fazem girar a economia do segmento. As bombonieres têm constituindo um ramo cada vez mais crescente, principalmente porque os produtos podem ser fabricados industrialmente ou de maneira artesanal e apresentados de forma artística. Além disso, o sucesso do empreendimento está diretamente ligado à variedade de produtos que um estabelecimento pode oferecer.

Segundo estudos do Sebrae, o consumidor de uma bomboniere não está pesquisando preços, mas sim avaliando produtos vendidos e qualidade no atendimento. E é nisso que o fabricante e o comerciante devem investir. Oferecer o melhor mix de produtos e uma variedade que sempre se renova pode ser um desafio para as bombonieres em todo o país. E uma opção bastante atrativa para aumentar as vendas pode ser o e-commerce. De acordo com a E-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico, no ano de 2013 o setor movimentou R$ 28,8 bilhões, resul-

EXPO BRASIL

50 Revista Expo Brasil.indd 50

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:24


E, para quem deseja abrir uma bomboniere e ter sucesso com o novo empreendimento, é preciso saber que vai ser preciso muito conhecimento dos diversos fornecedores para oferecer um mix variado de produtos, agradando, dessa forma, um público maior e com exigências diferenciadas.

tado de um crescimento de 28% em relação ao ano anterior. Para abrir um e-commerce, alguns aspectos são importantes, como obter um software de vendas adequado e que ofereça um bom suporte. No caso específico das bombonieres, saber manter o estoque sempre abastecido e de maneira que os produtos estejam impecáveis é fundamental. Uma equipe ágil e que saiba organizar os itens para envio de maneira adequada também faz a diferença. É importante que os produtos sejam embalados da maneira correta, a fim de evitar danos. Além disso, manter o site sempre atualizado e criar promoções que atraiam o cliente são boas ferramentas para aumentar as vendas nesse ambiente. E incentivos para se dedicar a um bom trabalho, inclusive nos detalhes, não faltam e o mais importante deles é que, segundo estudo realizado pela Mintel, o

setor de balas e doces valerá R$ 14 milhões em 2017. Em posição de liderança em diversos segmentos de candies, do qual retira quase 40% de um faturamento que ultrapassa R$ 1 bilhão, a Arcor detém em torno de 5% das vendas gerais de chocolate no país e abocanha cerca de 7% do movimento total de biscoitos e com compromisso de dobrar o faturamento da empresa até 2016. Apesar do país não passar por uma boa fase econômica, o segmento de bomboniere ainda tem muito espaço para crescer, inclusive no setor de franquias, pois para quem está disposto a trabalhar e se dedicar, é em períodos de crise que se consegue melhores negociações e bons e novos negócios em todos os sentidos. A qualidade dos produtos, dos serviços, atendimento diferenciado e lançamento de novos produtos são as melhores formas de driblar tanto a concorrência quanto qualquer crise que se aproxime. E, para quem deseja abrir uma bomboniere e ter sucesso com o novo empreendimento, é preciso saber que vai ser preciso muito conhecimento dos diversos fornecedores para oferecer um mix variado de produtos, agradando, dessa forma, um público maior e com exigências diferenciadas. Além da matéria-prima da bomboniere, que são os produtos, há outros detalhes, como por exemplo, embalagens, fitas e outros artefatos que compõem a força de vendas. A gestão da força de vendas considera que para manter o ritmo de vendas e aumentá-los, alguns fatores como o treinamento do pessoal, tanto em relação aos produtos quanto no atendimento ao cliente, estipular metas e manter a equipe sempre motivada, são essenciais.

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 51

MARÇO/15

EXPO BRASIL

51 06/03/2015 12:34:25


Calendário

Calendário de Eventos - Março/2015 a Outubro/2015 EVENTO............................ EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 - 31ª EDIÇÃO I 18 a 21 de Outubro de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Utilidades domésticas, decoração, papelaria, alimentício, artigos para festa e escolares, brinquedos, banheiro, cozinha LOCALIDADE..................... Expo Center Norte - Pavilhão Vermelho EVENTO............................ EXPO BOMBONIERE - 2ª EDIÇÃO I 18 a 21 de Outubro de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Doces, balas, chocolates, candies e guloseimas LOCALIDADE..................... Expo Center Norte - Pavilhão Vermelho EVENTO............................ FEICON BATIMAT I 10 a 14 de Março de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Aquecimento e refrigeração do ambiente, área externa de lazer, automação e segurança, elétrica, iluminação, fechadura, ferragens e cadeados, fundação e estrutura, hidráulica, máquinas, ferramentas e equipamentos para construção, portas, janelas e acessórios, produtos para cozinhas e banheiros, revestimentos, sistemas construtivos, serviços profissionais e TI, teto e cobertura, tintas, vernizes e acessórios LOCALIDADE..................... Anhembi Parque EVENTO............................ HAIR BRASIL - 14ª Feira Internac. de beleza, cabelos e estética I 28 a 31 de Março de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Produtos, equipamentos e serviços para salões de beleza, clínicas de estética, SPAs e demais estabelecimentos de beleza LOCALIDADE..................... Expo Center Norte EVENTO............................ AUTOCOM 2015 - 17ª Feira e congresso internacionais de automação para o comércio I 07 a 09 de Abril de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Equipamentos, produtos, serviços e soluções para: autenticação, automação bancária e de escritórios, biometris, cartões de crédito, débito e de benefícios, certificação, identificação, meios de pagamento, mobiles solutions, NFs, soluções para pagamento, pesagem, Rfid, scanners, softwares e hardwares LOCALIDADE..................... Expo Center Norte EVENTO............................ ABRIN 2015 - 32ª Feira Brasileira de brinquedos I 07 a 10 de Abril de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Brinquedos em geral educativos e pedagógicos, puericultura, produtos licenciados e afins LOCALIDADE..................... Expo Center Norte EVENTO............................ TECNOTÊXTIL - Feira de Tecnologias para indústria têxtil I 07 a 10 de Abril de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Acabamento, automação industrial, aviamentos, beneficiamento, embalagens, estamparias, etiquetas, fiação, fios, máquinas de costura e de corte, bordadeiras, máquinas para o setor de lavanderia industrial, preparação, química aplicada e definida, serigrafia, teares, matéria-prima, tingimento LOCALIDADE..................... Expo Center Norte - Pavilhão Azul EVENTO............................ CARDS PAYMENT & IDENTIFICATION I 14 a 16 de Abril de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Cartões, meios de pagamento, certificação digital, identificação digital e e-commerce LOCALIDADE..................... Transamérica Expo Center EVENTO............................ FEIPLASTIC - Feira Internacional do Plástico I 04 a 08 de Maio de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Produtos básicos e matérias-primas, máquinas, equipamamentos e acessórios, resinas sintéticas, moldes e ferramentas, transformadores de plástico, instrumentação, controle e automação, serviços e projetos técnicos, plásticos de engenharia e composites, reciclagem LOCALIDADE..................... Anhembi Parque

EXPO BRASIL

52 Revista Expo Brasil.indd 52

EVENTO............................ EXPO PARQUES E FESTAS 2015 - 9ª Feira internacional de produtos e serviços para parques temáticos, buffets e festas infantis I 30 de Maio a 02 de Junho de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Setor parques, animatrônicos, brinquedos e equipamentos, cenografia, atrações e entretenimento, jogos e equipamentos, jogos e equipamentos, infláveis, pisos especiais e equipamentos, playground, serviços, setor de festas: artigos de festas e decoração, alimentos, confeitos, bolos, doces e salgados, balões, infladores e acessórios, fogos, carrinhos e equipamentos de food service, lembrançinhas, fantasias e serviços para festas LOCALIDADE..................... Expo Center Norte

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:25


Revista Expo Brasil.indd 53

06/03/2015 12:34:26


Calendário

EVENTO............................ NATAL SHOW 2015 - 6ª Feira de artigos de Natal, decoração e presentes I 30 de Maio a 02 de Junho de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Arranjos de mesa, artigos de decoração, árvores, bolas e velas, bonecos, caixas e papéis de presente, cenários, fitas e tecidos, guirlandas e presépios, iluminação, peças artesanais, presentes, utensílios especiais LOCALIDADE..................... Expo Center Norte EVENTO............................ FRANCAL 2015 - 47ª Feira internacional da moda em calçados e acessórios I 06 a 09 de Julho de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Calçados femininos, masculinos, infantis e esportivos; linha completa de acessórios em couro, bolsas, carteiras, cintos, artigos esportivos e de viagem, bijuterias, máquinas e matérias-primas para o setor de calçados LOCALIDADE..................... Anhembi Parque EVENTO............................ DEGUSTA BEER & FOOD I 15 a 17 de Julho de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Cevejarias, microcervejarias, produtores de alimentos (orgânicos/rurais), restaurantes, associações do segmento, fornecedores de produtos/serviços para bares, restaurantes, cervejarias etc., Agência de viagens, revistas do segmento de bebidas e gastronomia LOCALIDADE..................... Centro de Exposição Imigrantes EVENTO............................ OFFICE BRASIL ESCOLAR 2015 - 29ª Feira internac. de produtos para papelarias, escritórios e escolas I 19 a 22 de Julho de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Supermercados e revendas de informática, mercado corporativo e profissionais das áreas de educação e tecnologia. Feira de negócios com amplo e variado mix de exposição. Artigos gerais para papelaria, materiais escolares, produtos e acessórios para escritórios, suprimentos de informática e tecnologia, mochilas e pastas, brinquedos, presentes, tecnologia e acessórios para celulares LOCALIDADE..................... Anhembi Parque EVENTO............................ TÊXTIL HOUSE FAIR - Primavera - Verão I 13 a 16 de Agosto de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Cama, mesa e banho, colchões, travesseiros, tapetes e carpetes, tecidos para revestimentos e decoração, almofadas, cortinas e acessórios para cortinas LOCALIDADE..................... Anhembi Parque EVENTO............................ HOUSE & GIFT FAIR I 15 a 18 de Agosto de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Eletro house, In Domus, In Light, Linea Domus, Utility house, Supri Shop, Espaço projeto LOCALIDADE..................... Expo Center Norte EVENTO............................ SALÃO ELETRO HOUSE SETORES / PRODUTOS...... Eletro House LOCALIDADE..................... Expo Center Norte

I

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

15 a 18 de Agosto de 2015

EVENTO............................ BEAUTY FAIR - Feira internacional de beleza profissional I 05 a 08 de setembro de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Produtos, equipamentos e acessórios de beleza, mobiliários e serviços para salões, clínicas e spas LOCALIDADE..................... Expo Center Norte EVENTO............................ ALIMENTARIA BRASIL 2015 - Feira internacional de alimentos e bebidas I 15 a 18 de Setembro de 2015 SETORES / PRODUTOS...... Massas, conservas, frutas, legumes, vinhos, águas, sucos, refrigerantes, cervejas, bebidas espirituosa, bovinos, caprinos, ovinos, aves, azeites, óleos vegetais, leite, queijos, sorvetes, chocolates, biscoitos, balas e pâtisserie LOCALIDADE..................... Anhembi Parque

EXPO BRASIL

54 Revista Expo Brasil.indd 54

EVENTO............................ PET SOUTH AMERICA - Feira internacional de produtos e serviços para a linha pet e veterinária - a definir - Outubro/2015 SETORES / PRODUTOS...... Saúde animal, nutrição, equipamentos, aquarismo, especialidades veterinárias, acessórios, publicações e serviços LOCALIDADE..................... Expo Center Norte

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:27


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 55

06/03/2015 12:34:27


Marketing para Feiras e Eventos

Um passo de cada vez Pesquisar, planejar, executar, avaliar resultados. Assim poderia ser resumido o passo a passo para organizar ou participar com sucesso de uma feira, exposição ou evento. Mas não se iluda. Cada um desses passos envolve uma série de questões e metas que precisam estar muito claras para todos os envolvidos: organizador, expositor, fornecedores, montadores, colaboradores. É nessa hora que uma boa estratégia de marketing faz toda a diferença. É ela que vai definir os principais pontos a se pesquisar, o que exatamente planejar e como executar. Tudo para obter o melhor resultado ou revelar o que realmente pode ser alcançado. No marketing para eventos, a pesquisa começa com uma pergunta: qual a expectativa do expositor e do visitante? É preciso saber o que o cliente espera diante do que poderá investir. Depois, também é preciso conversar com especialistas e fazer pesquisas para obter conhecimento técnico da área, analisar o desenvolvimento do setor, discutir termos específicos como investimento, condições, preços. Deve-se também identificar com precisão quais os objetivos comerciais e institucionais do expositor, questionar suas promessas, fazer comparativos com marcas distintas. Quanto às expectativas dos visitantes, se faz necessário ainda mais estudo de mercado para saber exatamente quem ele é e o que pretende encontrar no estande ou apresentação do expositor. Só então as metas são traçadas e o planejamento feito. Nesta etapa, um profissional com grande conhecimento na organização de feiras e eventos é imprescindível, pois poderá encontrar os melhores fornecedores e negociações. Ou seja, reunirá o know how necessário para entregar um orçamento e plano de execução viáveis ao contratante.

No planejamento de um estande para participação de uma feira, por exemplo, é preciso pensar em absolutamente tudo: tamanho, localização, mapeamento de pontos (ar comprimido, água, deságue, dreno para ar condicionado, telefone, internet...), equipe de montagem, decoração, recepção, treinamento, comunicação visual, manual do expositor, cartões de visita... Além, é claro, da divulgação anterior à feira. Apesar de tudo isso, é comum encontrar empresas organizando por si próprias seu estande ou evento. Uma operação de risco. Pode dar certo. Porém, sempre como aquele ar de “nem tanto...” E chega a fase da execução! Aí sim a estratégia de marketing começa a se revelar. É preciso cumprir prazos, lidar com surpresas, cobrar e ser cobrado. Por fim, avaliam-se os resultados de todo o esforço. Durante a participação no evento, o bom “marketeiro” com certeza realizou pesquisas, anotou dados, corrigiu imperfeições e tem tudo em mãos para entregar ao cliente um relatório completo, com planilha ou gráficos que demonstrem os resultados do investimento. Mas o trabalho não acaba aí. Na verdade, ele recomeça. Pois são a partir dos resultados que novas estratégias de marketing se farão necessárias. Trata-se do velho e bom pós-venda. Afinal, um expositor sempre tem como principal objetivo conquistar e fidelizar novos clientes. E os próximos passos do Marketing para Eventos serão, muito resumidamente: buscar o feedback desses visitantes e conquistá-los.

Eliane Bastos Diretora do Portal Feiras Industriais Consultora de Marketing na Ello Consultores www.feirasindustriais.com.br

EXPO BRASIL

56 Revista Expo Brasil.indd 56

MARÇO/15

I

a

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:27


Os dados foram verificados junto aos expositores até o fechamento desta edição e não nos responsabilizamos por eventuais incorreções Expositores e marcas confirmadas até 4/3/2015 99 Express - Satyam Localização: Estande 15 R SC / D / 1 Produtos: Importados ACTE International Localização: Estande 120 Av Fab / F Produtos: Importados diversos para 1,99 Adega da Gaucha Localização: Estande 9 - Av SQ Produtos: Queijos, Salames, vinhos, suco de uva e doces Agassi Comércio Localização: Estande 61 R Int / SC Produtos: Produtos de cama, mesa e banho Alklin Localização: Estande 36 R1/G www.alklin.com.br Produtos: Vassouras, pano de prato Almina Localização: Estande 35 R SC / G Produtos: Importados ALS Localização: Estande 67 RM/1 Produtos: Fones de ouvido, caixas de som, cabos www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 57

Alumínio Oliveira Localização: Estande 122 Av Sen. Queirós / D www.aluminiooliveria.com.br Produtos: Utilidades domésticas em alumínio polido e em antiaderente original da Du pont (teflon)

Marcas confirmadas

EMPRESAS E MARCAS PRESENTES NA 30ª EDIÇÃO DA EXPO BRASIL – FEIRA 1 A 99 E 1ª EDIÇÃO DA EXPO BOMBONIERE

Alves Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Madeira Amigold Localização: Estande 131A Av Sen Queirós / D Produtos: Utilidades e presentes Analeni Localização: Estande 40 R SC Produtos: artigos para decoração em alumínio e plástico Apoio Representações Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Vasos , cachepôs, artigos para arranjos e decoração Arlobras Localização: Estande 71 Rua 1 / L www.arlobras.com.br Produtos: Embalagens e utilidades domésticas MARÇO/15

EXPO BRASIL

57 06/03/2015 12:34:27


Marcas confirmadas

Arma Zen Incensos Localização: Estande 66 - R M www.armazenincensos.com.br Produtos: Incensos ArteBel Artigos de Presentes Localização: Estande 124 Av Fab / E Produtos: Presentes decorados Arte Livre Localização: Estande 15 Rua K / Santa Catarina Produtos: Quadros e molduras Banana Brasil Localização: Estande 90 R Int / Av Sen. Queirós www.bananabrasil.com.br Produtos: Doce de leite, castanha Banana Toys / Rutmar Localização: Estande 88 Av. Fab / K Produtos: Presentes, U.D. e brinquedos

Batiki Localização: Estande 115 Av. Senador Queirós / E www.batiki.com.br Produtos: Malas de viagem, eletroportáteis, util. doméstica, linha bebê e linha escolar

58

Bella Festa Brasil Localização: Estande 121 Av Senador Queiros / F www.bellafestabrasil.com.br Produtos: artigos de época, carnaval, halloween, festa junina e copa

Revista Expo Brasil.indd 58

MARÇO/15

I

a

Bezavel Plastic Localização: Estande 72 R L / Av dos Fab / M / 1 www.bezavel.com.br Produtos: Utilidades domésticas em geral e copos de acrílico Bovolin Localização: Estande 91 Av. Senador Queirós Produtos: Artigos de armarinho Brasiterm (logo em anexo) Localização: 110 Av. Senador Queirós Produtos: housewares, electronic appliances, tools and other utensils Cansan Indústria de Vasos Localização: Estande 84 Av Fab /L Produtos: Flores no vaso, arranjos de flores e cachepôs de madeira etc.

Barufe Localização: Estande 60 R Int / SC Produtos: Incenso indiano

EXPO BRASIL

Best Comercial Localização: Estande 6 - R SC / C Produtos: Bandeja de plástico, bacia de plástico e utilidades domésticas

Center Novidades Localização: Estande 26 - Rua 1 www.centernovidades.com.br Produtos: Almofadas térmicas e bolsas Cg PacK Embalagens Localização: Estande 116 Av dos Fab. / F / 2 Produtos: Embalagens Chelsea Localização: Estande 8 Av Senador Queiros Produtos: Doce, balas e guloseimas

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:28


Clarear Abajur Localização: Estande 75 - R N www.abajurclarear.com.br / www.fkrbrinquedos.com.br Produtos: Abajur e brinquedos Classe-JL Localização: Estande 87 Av Fab / R Internacional Produtos: Importados em geral Coca Plas Localização: Estande 76 R M / Av. Senador Queirós Produtos: Utilidades domésticas em geral e brinquedos Coisas da Terra Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Saches e Pot Porry, folhas desidratadas Comercial Sempreviva Localização: Estande 56 R SC / K Produtos: kits para costura 100% nacional Controll Euro Localização: Estande 110A Av Sen. Queirós / G www.consulteroma.com.br Produtos: Livros para Colorir, Passatempos Cordeiro Hecht Artigos Terapeuticos Localização: Estande 39 - R SC Produtos: Massageadores Bolsas térmicas Cristaleria Bruxelas Localização: Estande 1 Av Fab / A / SC www.cristaleriabruxelas.com.br Produtos: vidros para decoração

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 59

Cruz de Ouro Localização: Estande 102 Av S Q / I http://www.nvcsuperbarba. com.br/produtos.html Produtos: Cutelaria

Culturama Localização: Estande 113 Av Fab / G www. culturama.com.br Produtos: Livros em Geral

Cúpulas Andrea Localização: Estande 14 R SC www.cupulasandrea.com.br Produtos: Abajures, cúpulas para abajures e artigo para decoração

Dafe Tapetes Localização: Estande 12 - R SC www.dafetapetes.com.br Produtos: Tapetes

Diplomat Localização: Estande 131 Av Fab / D Produtos: Artigos de presente em geral e utilidades

Dunga Biscoitos Localização: Estande 21 R3/B Produtos: Biscoitos e massas

E.Tamer Localização: Estande 103 Av Senador Queirós / I Produtos: Panos de copa, toalhas de mesa de várias medidas, capas de botijão de gás, galão d’água, liquidificador, tecidos a metro, jogos de cozinha

MARÇO/15

EXPO BRASIL

59 06/03/2015 12:34:28


Marcas confirmadas

Ei Brasil Localização: Estande 77 Av SQ / O Produtos: Produtos importados em geral Emifor Localização: Estande 6 - Av. SQ Produtos: achocolatado, pipoca, batata palha etc. Euroquadros / Fratelli Localização: Estande 105 Av. Fab / I / 1 / H www.euroquadros.com/euromirror www.fratellinox.com.br Produtos: Quadros, Espelhos, Inox e Utilidades Domésticas

F. Emy Localização: Estande 25 - R E / 1 Produtos: Diversos e Importados para 1,99 F.W.B. Imp. E Exp. De artigos para presentes Localização: Estande 112 Av Fab / H / 1 / G Produtos: utilidades e presentes Fenima Localização: Estande 135 Av Fab / C / 1 Produtos: Utilidades

60

Fika Localização: Estande 13 R SC / 1 Produtos: Utilidades Domésticas, Presentes e Decoração

Revista Expo Brasil.indd 60

MARÇO/15

I

a

Fini Guloseimas Localização: Estande 1 Av dos Doces / A / Av SQ www.finistore.com.br Produtos: bala de gelatina, chicle e marshmallow FKR Brinquedos Localização: Estande 81 - R L Produtos: Brinquedos Fritop Localização: Estande 20 - Rua 3 Produtos: Salgadinhos Gira Import Localização: Estande 95 Av Fabricantes / J / Av Senador Queirós Produtos: Presentes

Faulty Localização: Estande 102 Av S Q / I http://www.nvcsuperbarba. com.br/produtos.html Produtos: Bola de futebol

EXPO BRASIL

Filinox Industrial Localização: Estande 65 - R SC / M Produtos: Esponjas

Guarani Sistemas Localização: Estande 80 Av Fab / L / Rua Int www.guaranierp.com.br Produtos: Software H-100 Com. Imp. E Exp. Ltda Localização: Estande 5 - R SC Produtos: importados em geral Hogar Util Localização: Estande 21 - R SC / E www.pegpizza.com.br Produtos: peg pizza, ud importada, representação de brinquedos e ud (HOMEPLAY) Home Design Localização: Estande 3 Rua A / SC Produtos: melaminas, relógios, porcelanas, tacas, vasos, castiçais de vidro

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:29


Hercules Mundial Localização: Outlet Multi Marcas Produtos: Utilidades domésticas Horizon Alimentos Localização: Estande 19 - R 3 www.globy.com.br Produtos: Balas, chicletes Huvi Importação Exportação Localização: Estande 9 R SC / C / 1 Produtos: importados em geral Imporiente Localização: Estande 138 Av Sen. Queirós / D / E Produtos: diversos Incensos Shankar Brasil Localização: Estande 63 - R SC Produtos: incensos

JM Import Localização: Estande 7 - R SC / C www.jmimport.com.br Produtos: Guarda-Chuvas e Capa de Chuva Joãozitto Alimentos Localização: Estande 10 Av. SQ / E www.canels.com.br Produtos: Balas, doces Jp Business Localização: Estande 45 - R SC / I Produtos: Chinelos

Ind. Bandeirante Localização: Estande 46 - R 1 / I Produtos: pote pet decorados e artigos escolares

Ke Home Localização: Estande 132 Av Fab / D / 1 Produtos: Inox de cozinha e utilidades

Ingá Localização: Estande 129 Av Fab / D / 2 www.ingaimport.com.br Produtos: Utilidades domésticas em geral

Keita Localização: Estande 107 Av Fab / 2 / H www.keita.com.br Produtos: utilidades domésticas e brinquedos

Injetemp Localização: Estande 22 - R SC / E Produtos: utilidades domésticas em plásticos

Koisas de Kozinhas Localização: Estande 92 Av Senador Queirós / K Produtos: Plásticos em geral e acrílicos e porcelanas

Interponte Localização: Estande 130 Av Fab / D / 1 www.interponterj.com.br; interpontecom@gmail.com Produtos: Artigos para presentes

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 61

Jaya Trade Center Localização: Estande 15 Av. dos Doces / D Produtos: Balas, salgadinhos, biscoitos, amendoim, doces e alimentos Diversos

Kriat Localização: Estande 111 Av Fab / G / Av SQ / H www.kriat.com.br Produtos: Importados em geral

MARÇO/15

EXPO BRASIL

61 06/03/2015 12:34:29


Marcas confirmadas

Leonardo’s Designer Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Cachepôs de madeira e espelhados Lita Presentes Localização: Estande 100 Av dos Fab / I / SQ www.litapresentes.com.br Produtos: Pelúcias, bonecas de porcelana, palhaços de porcelana e artigos para bazar Lojas União Localização: Estande 78 Av Senador Q. / Rua Int Produtos: Lojas União

Max Relax Localização: Estande 18 - R SC Produtos: Produtos para massagem

M Plast Comércio Localização: Estande 85 Av. Fab / R Internacional Produtos: Taças para sorvete, Brinquedos e UD

Maxtone Localização: Estande 4 - R A / SC www.maxtone.com.br Produtos: Pelúcia

Magedu Épocas Localização: Estande 108 Av SQ / H www.magedu.com.br Produtos: Fabricação de artigos de época, brinquedos e utilidades

Mara Vasos Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Vasos de fibra sintética

Revista Expo Brasil.indd 62

MARÇO/15

I

a

Mazage Localização: Estande 62 R Staª Catarina Produtos: Incensos

Meia Platina Localização: Estande 118 - R F www.meiasfitt.com.br Produtos: meias em geral

Magic Médic Localização: Estande 58 - R SC www.magicmedic.com.br Produtos: Bolsa térmica

62

Marilia de Oliveira Localização: Estande 24 - R SC Produtos: Produtos para bazar e presentes

Mariplast Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Utilidades domésticas - plásticos

Lunguinho Embalagens Localização: Estande 29 R SC / F www.lunguinhoembalagens. com.br Produtos: Embalagens

EXPO BRASIL

Maria Brilhante Localização: Estande 32 Av. SC / G www.m.brilhante.com.br Produtos: Importador de guarda-chuvas, pastas para notebook e ventiladores

Milho de Ouro Localização: Estande 18 Av. dos Doces / B Produtos: Salgados

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:30


MJ Acessórios Localização: Estande 44 Av. SC / I / 1 Produtos: Comércio atacadista de joias, relógios e bijuterias, inclusive pedras preciosas e semipreciosas lapidadas

NVC Superbarba Localização: Estande 102 Av S Q / I http://www.nvcsuperbarba. com.br/produtos.html Produtos: Lâminas e aparelhos de Barbear

MJ Zoghaib Representações Localização: Estande 117 Av. dos Fab / F www.mjzoghaib.com.br Produtos: Cerâmicas decorativas

Only Art Localização: Estande 47 - R SC Produtos: Artigos em MDF, decoração, quarto infantil, floricultura e utilidades domésticas

MK Plásticos Localização: Estande 109 Av. Senador Queirós / H www.mkplasticos.com.br Produtos: Lembrancinhas para festa

P.A Brinquedos Localização: Estande 27 - R 1 / F www.pabrinquedos.com.br Produtos: Brinquedos, porta-retratos

MR Brink Localização: Estande 128 Av. Fab / 1 Produtos: Eletrônicos, festas e bazar Multiart Localização: Estande 127 Av. Fab. / E / 2 Produtos: Importados Mundial Localização: Outlet Multi Marcas Produtos: Utilidades domésticas New Art Glass Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Vasos, castiçais, esferas de vidros espelhados coloridos NJStar Comercial Ltda Localização: Estande 43 R SC / I Produtos: Mochila, mala de viagem, guarda-chuva, capa de chuva, meias e presentes www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 63

Paraíso dos Incensos-Incensos Importados Localização: Estande 16 - R SC www.paraisodosincensos.com Produtos: Incensos importados da Índia Patricinha Bijoux Localização: Estande 38 R H / SC www.patricinhabijoux.com.br Produtos: Bijuterias. Plasduran Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Utilidades Domésticas – Plásticos Plásticos MB Localização: Estande 99 Av Fab / I / 1 Produtos: utilidades domésticas Plastifesta Localização: Estande 73 - R 1 / N www.plastifesta.com.br Produtos: Corneta, marcador de ponto, kit torcida para copa, e kit truco MARÇO/15

EXPO BRASIL

63 06/03/2015 12:34:30


Marcas confirmadas

Plásticos Marbel Localização: 97 Avenida Fabricantes / 1 Produtos: Utilidades domésticas Plasutil Localização: Estande 54 R Int / 1 / K / SC www.plasutil.com.br Produtos: utilidades domésticas. Plisk Toys Localização: Estande 5 Av SQ / D www.plisktoys.com.br Produtos: Brinquedos Poliform Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Vasos de poliuretano POWER XL Localização: Estande 10 R Sta. Catarina / C Produtos: Material de eletrônica Pranatal / Natalplast Localização: Estande 59 R Internac. / SC Produtos: brinquedos e artigos de decoração Pratic Plásticos Localização: Estande 68 R 1 / L / SC www.praticsuporte.ind.br Produtos: Utilidades domésticas em plásticos Pratika Comércio de Bijouterias Localização: Estande 93 Av Sen Queirós / K Produtos: Comércio varejista de suvenires, bijuterias e artesanatos

EXPO BRASIL

64 Revista Expo Brasil.indd 64

MARÇO/15

I

a

Prince Importadora Localização: Estande 33 Rua G Produtos: Importados, canecas e porta-retratos

Régis Cachepôs Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Cachepôs e quadros de madeira

Representações Fernanda Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Utilidades domésticas, brinquedos e importados Rio Chens Localização: Estande 133 Av Fab / D / 1 www.riochens.com.br Produtos: Utilidades domésticas em geral, ferramentas, produtos eletrônicos Rio de Ouro Localização: Estande 2 Av dos Fab / A www.riodeouro.com.br Produtos: artigos para presentes e utilidades em geral Rosental Localização: Estande 102 Av S Q / I http://www.nvcsuperbarba. com.br/produtos.html Produtos: Perfumaria S M A Comércio Localização: Estande 51 - R 1 / J www.smaprodutos.com.br Produtos: Melamina, porta-retratos, espelhos, talheres inox, presentes, utensílios de cozinha (porcelana e vidro) lixeira de inox

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:32


San Francis Import Localização: Estande 69 R Int / 1 / L www.sanfrancis.com.br Produtos: Narguile Santana Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Plásticos

Soft Representações Localização: Estande 17 R SC / D / 1 Produtos: Diversos para 1,99

Santa Fé Presentes Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Cachepôs em inox

Susan Empreendimentos Localização: Estande 79 R1/N Produtos: U.D.

Sanxia Comercial Localização: Estande 123 Av Fab / E / SQ www.sanxia.com.br Produtos: Resinas, utilidades domésticas, porta-retratos importados

Susan Presentes Localização: Estande 125 RE/1 Produtos: Utilidades de cozinha e presentes

Sayuri Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Brinquedos Secullus Localização: Estande 64 R SC / M www.eibrasilonline.com.br Produtos: Ferramentas, cadeados, cortinas e acessórios. Senior Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Utilidades domésticas Shangrila Localização: Estande 83 R Int / SQ / L www.gruposhangrila.com.br Produtos: Utilidades domésticas em geral e produtos de limpeza

www.expobrasilfeiras.com.br

Revista Expo Brasil.indd 65

Show House Localização: Estande 20 R. SC / E Produtos: Utilidades domésticas

Tramontina Localização: Outlet Multi Marcas Produtos: Utilidades domésticas

Timsui Brasil Localização: Estande 114 Av dos Fab / G / SQ Produtos: Importados para decoração, vasos, flores

Tri-ax Industrial Localização: Estande 70 R Internacional / 1 Produtos: Espelhos, quadros e porta-retratos

União Festas Localização: Estande 104 Av Fab / I Produtos: artigos para festas em geral

MARÇO/15

EXPO BRASIL

65 06/03/2015 12:34:32


Marcas confirmadas

União Suporte Localização: Estande 23 R SC / F www.uniaosuporte.com.br Produtos: Filtros e Suporte para água Uni-Art Import Localização: Estande 50 R SC / I Produtos: Relógios de parede, caixas de som para pen drive, bolas, linha para brindes, linha de bazar Unicasa Localização: Estande 106 Av. Fab / I / 1 / H www.fratellinox.com.br / www. grupoeuroquadros.com.br Produtos: Quadros, Espelhos, Inox e Utilidades Domésticas Uninjet Localização: Estande 42 SC / H / 1 www.uninjet.com.br Produtos: Utilidades domésticas, copos, jarras, saladeiras, bowls (sobremesa multi uso), lixeiras, cabides etc. Uny Gift Localização: Estande 119 Av dos Fab / F / 1 www.unigift.com.br Produtos: Utilidades domésticas Vettro e-Glass Localização: Estande 96 Av Fab /J/1 Produtos: Cachepôs espelhados Vidroluz Localização: Estande 98 AV Fab / Senador Queirós Produtos: Fabricante de vidro para enfeites e decoração

EXPO BRASIL

66 Revista Expo Brasil.indd 66

MARÇO/15

I

a

VR Acessórios Localização: Estande 41 R SC Produtos: Varão para cortina

Visual Localização: Estande 89 Av dos Fab / R Int / K Produtos: Brinquedos WellMix Localização: Estande 134 Av Fab / C / 1 www.wellmix.com.br Produtos: Presentes e utilidades em geral XSD Localização: Estande 37 R1/H www.jdclock.com Produtos: despertadores, relógios de parede, binóculos, sacolas de presentes e calculadoras Y888 Localização: Estande 126 Av Fab / E / 1 www.y888artigos.spaces.live. com Produtos: Artigos de Bazar Zein Importadora Localização: Estande 136 Av / C / 2 www.zein.com.br Produtos: Utilidades domésticas, ferramentas, natal, brinquedos, escolar, melamina, guarda-chuva, resina e diversos para 1,99 Zelar Utilidades Localização: Estande 52 - R K / 1 Produtos: utilidades domésticas

a

31 EXPO BRASIL - FEIRA 1 A 99 E 2 EXPO BOMBONIERE - DE 18 A 21 DE OUTUBRO DE 2015

06/03/2015 12:34:33


Revista Expo Brasil.indd 67

06/03/2015 12:34:33


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Revista Expo Brasil.indd 68

06/03/2015 12:34:35

Revista expo brasil 2015 final  

Revista recheada de assuntos de interesse comum do setor e cases de sucesso

Revista expo brasil 2015 final  

Revista recheada de assuntos de interesse comum do setor e cases de sucesso

Advertisement