Issuu on Google+


Fome No Mundo O continente africano é um grande produtor e exportador de produtos oriundos da produção agrícola, no entanto não consegue alimentar sua população. A África apresenta um elevadíssimo número de subnutridos, isso lhe dá a condição de pior do mundo nesse aspecto.


Segundo estudo realizado pela ONU (Organização das Nações Unidas), cerca de 150 milhões de pessoas africanas não tem acesso à quantidade mínima de calorias diárias. E o pior, outros 23 milhões podem literalmente morrer de fome ou por causas provenientes da mesma, como insuficiência de determinados nutrientes no organismo: falta de potássio, proteína, cálcio, entre outros.


Quase 870 milhões de pessoas passam fome no mundo, diz FAO ●

Número representa 12,5% da população mundial. O estudo, realizado em colaboração com o Programa Mundial dos Alimentos (PMA) e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), destaca ainda que a grande maioria dessas pessoas, cerca de 850 milhões, vive em países em desenvolvimento.


Fome No Brasil

Quase 14 milhões de brasileiros (ou 7,7% da população) viviam em domicílios nos quais a fome esteve presente ao menos um dia em 2004, revela a primeira pesquisa sobre Segurança Alimentar feita pelo IBGE, como suplemento da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio).


O Brasil conseguiu reduzir o número de pessoas subnutridas no País em 2 milhões de pessoas no último triênio, segundo o informe ‘O Estado da Segurança Alimentar no Mundo’


De acordo com a FAO, o número de pessoas subnutridas no Brasil reduziu de 23 milhões (1990/92) para 13 milhões (2010/12). Somente nos últimos três anos, houve uma redução de 15 milhões (2007/09) para 13 milhões (2010/12), representando uma queda de 13%.


Miséria e fome no Brasil

O Brasil, apesar de ser um dos países mais ricos do mundo, já que possuímos o 8º maior PIB do mundo, continua registrando um dos maiores índices de miséria e fome, um triste retrato, e uma dura realidade, que atinge mais de 32 milhões de habitantes em nosso país,


Mesmo com os R$ 4143 trilhões que o Brasil gerou em seu PIB só em 2011, ainda existem milhões de homens, mulheres, idosos, crianças e bebês que simplesmente morrem de fome.



fome no mundo