Page 1

1


2


4. Origem 5. Cultura Pop 6. Maior Sucesso 7. Quem gosta? 8. Lana no Brasil 9. Suas dificuldades 10. Melhor Album 11. Top 10

3


Elizabeth Woolridge Grant (Nova Iorque, 21 de junho de 1985), conhecida por seu nome artístico Lana Del Rey, é uma cantora, compositora, modelo e atriz norte-americana. É conhecida por seu estilo retrógrado das déca-

4

das de 1950 e 1960, e por sua semelhança com as famosas pin up do passado, sendo uma referência hipster, indie e vintage. Del Rey começou a compor com 18 anos e começou a se apresentar em bares de Nova Iorque aos

21 anos, assinando seu primeiro contrato de gravação com a 5 Points Records em 2007, lançando seu primeiro álbum digital, intitulado Lana Del Ray, em janeiro de 2010.


As músicas de Del Rey destacam-se pelo seu som cinematográfico e suas referências a vários aspectos da cultura pop, e hip-hop estadunidenses, trazendo-nos o glamour decadente da década de 1940 de Hollywood e do

sonho americano. A cantora descreveu-se como uma “gangsta Nancy Sinatra”. Artisticamente, ela afirma ser influenciada pelos, que ela considera, serem os mestres de cada gênero musical — incluindo Elvis Presley, Amy

Winehouse, Nina Simone, Billie Holiday, Janis Joplin, Nirvana, Kurt Cobain, Axl Rose, Bruce Springsteen e Lou Reed —, bem como a poesia de Vladimir Nabokov e Walt Whitman e os filmes noir de David Lynch.

5


Born to Die foi lançado em 30 de janeiro de 2012 pelas gravadoras Interscope Records e Stranger Records. Del Rey participa como co-compositora em todas as faixas. Uma semana antes do lançamento, o disco vazou na internet. Born to Die chegou ao topo das paradas do iTunes em 18 países e se tornou, na França, o disco que vendeu mais

6

rápido na história em formato digital. O single “Vi-

deo Games”, é lançado em outubro de 2011, pre-

cedendo o lançamento do seu álbum de estreia Born to Die, que foi lançado em 30 de janeiro de 2012, no Reino Unido, e a 31 de janeiro no resto do mundo. A canção foi nomeada “Best New Track” pela Pitchfork Media e foi incluída na série de televisão Ringer.


Por ser um estlilo musical Indie, as pessoas que curtem tem um gosto mais específico .Público concentrado entre 16-24, mas flexível à todas as idades.

7


A primeira e única passagem de Lana Del Rey pelo Brasil aconteceu em 2013, quando ela fez shows em São Paulo, no extinto festival Planeta Terra, além de Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Ela volta em 2018 com a força para o Brasil no Lollapaloza. Depois de cinco anos de espera, Lana Del Rey voltou ao Brasil se entregan-

8

do aos fãs. Atração mais aguardada deste domingo

(25) no Lollapalooza Brasil 2018, a cantora desceu do palco para cantar pró-

ximo ao público que estava na grade à sua espera.


Não está a ser fácil para Lana Del Rey fazer o sucessor do seu muito aclamado álbum de estreia, “Born To Die”. Em entrevista à “Nylon Magazine”, a artista confessou estar a deparar-se com alguns problemas em criar um segundo disco de originais, alegando não “ouvir um próximo [álbum]”. “Quando as pessoas me

fazem perguntas acerca disso, eu tenho que ser honesta, eu não sei mesmo. Eu não quero dizer ‘definitivamente, o próximo álbum é melhor do que este’ porque, na verdade, eu não ouço um próximo”, explicou. “A minha musa é muito inconstante. Ela só vem até mim de vez em quando, o que é irritante”, justificou.

Na mesma entrevista, Lana Del Rey contou que a fama que conquistou desde a sua ascensão ao sucesso fez da escrita de novas músicas uma luta: “É mais difícil ser uma observadora quando as pessoas estão a observar-te. Tu tens que ir mais ao fundo, pois o mundo exterior torna-se um local mais difícil para extraíres algo dele”.

9


Na semana passada, Billboard comemorou o fim da primeira metade da década de 2010 através da criação de várias listas dos melhores (e os piores) da música pop da metade da década. Lana Del Rey apareceu em #20 na lista de Os 20 Melhores Álbuns e em #8 no 20 Melhores Videoclipes. A implantação dessas listas editoriais foi pontuada

10

pela criação do Best of 2010s (So Far) Readers Poll, em que pediu aos leitores Billboard para fazer suas próprias escolhas para as música que definem essa meia década. O debut álbum de Lana Del Rey, ‘Born to Die’, aparece em #3 na lista de Melhores Álbuns da Década, eleito pelo público do Billboard.


10. Lana Del Rey - “Music To Watch Boys To” (Honeymoon, 2015) 9. Lana Del Rey - “Radio” (Born to Die, 2012) 8. Lana Del Rey - “National Anthem” (Born to Die, 2012) 7. Lana Del Rey - “Pretty When You Cry” (Ultraviolence, 2014) 6. Lana Del Rey - “Freak” (Honeymoon, 2015) 5. Lana Del Rey - “American” (Paradise EP, 2012) 4. Lana Del Rey - “Old Money” (Ultraviolence, 2014) 3. Lana Del Rey - “Ride” (Paradise EP, 2012) 2. Lana Del Rey - “Born To Die” (Born to Die, 2012) 1. Lana Del Rey - “Video Games” (Born to Die, 2012)

11


12

revista lana del rey  

trabalho lab

revista lana del rey  

trabalho lab

Advertisement