Issuu on Google+

TRIBUNA DE SAQUAREMA

DEZEMBRO de 2016- EDIÇÃO Nº 18

Discussões agitam a Câmara

Presidente Rodrigo Borges fala sobre as novas leis aprovadas pela Casa, que vão ao encontro da população e ao funcionalismo.

Página 7

Entrevista: Deputado Paulo Melo

No final do governo de sua esposa Franciane Mota, ele faz um balanço da administração e fala sobre seu futuro político.

Página 5

oreporter13@gmail.com

R$ 1,00

PAPAI NOEL

R$ 35 milhões para Saquarema: Petrobrás reconhece dívida

Além dos tradicionais royalties do petróleo (que devem aumentar no próximo ano, pois Saquarema passa a fazer parte da lista dos municípios produtores), a partir de 2017 empresa repassará mais 13 parcelas de R$ 2,7 milhões referentes a testes de prospecção que não haviam sido pagos. Acordo inédito foi costurado pela administração pública municipal, deixando a Prefeitura em uma confortável situação financeira a partir do próximo ano. Página 4

Justiça acata mais uma denúncia contra Peres Diversos crimes investigados podem render até 75 anos de reclusão. Página 3

Mais um “sanguessuga” condenado Mesmo sabendo do risco, Charlinho se elegeu prefeito em Itaguaí, mas teve a prisão decretada. Em Saquarema, Peres preferiu não arriscar e lançou sua esposa. Porém, o risco de sua prisão é iminente. Página 3

Página 4

Três grandes obras na cidade estão 90% concluídas:

Verba extra da Petrobrás garante finalização Centro Administrativo

Centro Cultural

Centro Histórico

Fotos: Marcelo Araújo

Foto: Luiz Ignacio

Editorial Dilma tinha razão? Página 2

Opinião A prisão de Garotinho Página 2

CHARGE

A dois passos Saquarema no do paraíso Mundial de Surf Entre os dias 9 e 20 de maio, cidade volta a sediar o maior campeonato do esporte. Na foto ao lado, Maraca, um dos ícones do surf brasileiro, apaixonado por Saquarema, que faleceu recentemente. Página 6


2

Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18 foto: internet

CHARGE

FOTO E O FATO

“La muerte no es verdad cuando se ha cumplido bien la obra de la vida”* José Martí

O Papa Francisco afirmou na manhã de sábado (26) que a morte do líder revolucionário cubano Fidel Castro é uma “triste notícia”, e que ele está de luto e orando pelo seu repouso. O Pontífice conheceu Fidel pessoalmente no ano passado, em Havana, durante uma visita ao país. — Eu expresso a você meus sentimentos de pesar — disse Francisco, a Raúl. Fidel na sua juventude foi ao extremo, um Revolucionário, Guerrilheiro nas frentes de batalha em defesa de seu povo. Um intelectual revolucionário que fazia tremer a burguesia Norte Americana. Fidel do Quartel Moncada, da triunfante Revolução da Sierra Maestra!! Fidel, da ponta do seu fuzil veio a liberdade do povo Cubano e a esperança para os Latinos Americanos. Viva Fidel! Viva Camilo! Viva Che! Viva a Revolução Socialista de Cuba! Viva o Socialismo!

EDITORIAL O jornal lembra que muitos senadores que votaram ‘sim’ pelo afastamento da petista são alvos de investigação por corrupção. O NYT também relembra a trajetória do PT e “uma transformação no período de 13 anos” do partido no governo, mas também recorda o que considera erros de Dilma, como a nomeação do ex-presidente Lula para o ministério da Casa Civil. Sobre Michel Temer, o jornal recomenda que ele não deve se colocar entre as investigações da Lava Jato, rejeitando “iniciativas do legislativo com o objetivo de minar o trabalho dos promotores”. E aconselha o peemedebista a respeitar a plataforma aprovada pelos brasileiros no pleito de 2014, tomando cuidado com cortes do ajuste fiscal e redução em programas sociais. Leia a íntegra do editorial, em português: O Brasil teve quatro presidentes eleitos desde que a democracia foi restaurada, em 1985. Dois deles cumpriram seus mandatos. Na quarta-feira (31), Dilma Rousseff foi a segunda a ser deposta enquanto no cargo, em meio a um turbilhão político e denúncias de malfeitos. Os senadores votaram por larga maioria no impeachment de Rousseff pelo uso de fundos de bancos estatais para sustentar o orçamento do governo antes de sua reeleição em 2014, o que eles consideraram um crime; alguns de seus antecessores usaram truques orçamentários semelhantes. A saída de Rousseff marca o fim de um EXPEDIENTE CNPJ: 15.303.890/0001-88 Impressão: Editora Esquema Registro (J/C) 33.2.0922059-4 e-mail: oreporter13@gmail.com

“Será uma vergonha se a história provar que Dilma tem razão”, diz New York Times

regime transformador de 13 anos do Partido dos Trabalhadores, de esquerda, que usou as receitas do Estado geradas por um apogeu das matérias-primas para tirar milhões de pessoas da pobreza, mas perdeu o apoio quando a economia entrou em recessão nos últimos anos. Rousseff denunciou o processo como um golpe de adversários políticos que a consideravam uma ameaça porque não impediu um inquérito sobre corrupção que envolvia dezenas de membros da classe governante do país. Rousseff comparou o caso contra ela com o período do regime militar, quando foi uma das centenas de pessoas detidas e torturadas. “Hoje o Senado tomou uma decisão que entrará para a história como uma grande injustiça”, disse ela em um discurso desafiador, depois que os legisladores votaram por 61 a 20 por seu impeachment. “Sessenta e um senadores reverteram a vontade expressa por 54,5 milhões de votos.” Rousseff prometeu combater o que ela descreveu como a tentativa de uma coalizão de políticos homens de direita, eles mesmos manchados por denúncias de corrupção, para sequestrar o processo político. “O projeto nacional progressista, inclusivo e democrático que represento está sendo interrompido por uma poderosa força conservadora e reacionária”, disse ela. Será uma vergonha se a história provar que ela tem razão. Mas o legado de Rousseff, e os fatos que levaram a sua queda, são

mais complexos do que ela admite. Rousseff tornou-se profundamente impopular quando a recessão se instalou e ela não conseguiu criar a coalizão necessária para governar com eficácia. Quando investigadores da corrupção se concentraram em seu antecessor na Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva, ela abusou de sua autoridade ao lhe dar um cargo de ministro, para protegê-lo de um processo. Há passos concretos que o governo pode dar para começar a restaurar a fé dos brasileiros em sua elite política assolada por escândalos. Michel Temer, que se tornou presidente interino em maio quando Rousseff foi afastada, deve permitir que continuem as investigações de corrupção e rejeitar as iniciativas legislativas destinadas a enfraquecer os promotores. Desde que ele assumiu o cargo, a economia do Brasil melhorou modestamente, conforme os mercados reagiram positivamente a seus planos econômicos, que incluem a privatização de companhias estatais e a reforma do inchado sistema de aposentadorias do país. Equilibrar o orçamento exigirá cortes dolorosos, mas Temer deve ser judicioso ao reescalonar os programas sociais que deram popularidade ao Partido dos Trabalhadores. Até que os brasileiros possam eleger um novo presidente, em 2018, ele poderia honrar o processo democrático do país ao permanecer razoavelmente fiel à plataforma que eles aprovaram na última vez.

Tribuna de Saquarema Tiragem: 10 mil exemplares Jornalista Responsável e editor: Marcelo Araújo Gerente Comercial Cristiane Mª N Oliveira

Registro Profissional: nº 27434/RJ - DRT nº 015935 Federação Nacional dos Jornalistas FENAJ nº 72602 Tel:. (22)99726-9765 (22)2653-3563

OPINIÃO

O que há por trás da prisão de Anthony Garotinho

Diretor de redação do site Justificando, Brenno Tardell, escreve sobre a prisão de Anthony Garotinho e a ameaça que isso configurou ao Estado de Direito. Por Brenno Tardell

Imagine se fosse o Lula. Imagina se fosse o Aécio, Marina Silva ou Bolsonaro. Fosse a Luciana Genro ou seja lá qual político com o qual você se identifique. Ou então, se sua repulsa for absoluta, imagine, ainda, se fosse um amigo, uma amiga arrastada de maca aos berros à prisão. Mas não precisa imaginar. Aconteceu com Anthony Garotinho, um pastor evangélico, envolvido historicamente em episódios políticos absurdos, como também em repressão a minorias. Foi uma pessoa que durante seu mandato se aproveitou enormemente do aparato policial e que caso fosse espectador de uma cena dessa envolvendo algum adversário seu, não duvido que comemoraria.

O ex-governador foi arrastado de maca, aos berros, para a prisão para a felicidade das câmeras estrategicamente colocadas para focar no melhor ângulo. Seu corpo foi servido à espetacularização da justiça e sua imagem está estampada em memes, notícias e comemorações pela internet. Por ser impopular, tendese a entender a prisão dele como merecida. O gozo de muitas pessoas absortas no prazer em ver a desgraça alheia seria justificável tendo em vista a figura política. Não. Mil vezes não. Justamente na prisão de “inimigos”, a humanidade é testada. Se não reconhecemos a dignidade em pessoas que não gozam de nossa empatia, por que raios esperaremos tratamento diferente quando formos nós mesmos os ar-

rastados? A prisão de Garotinho acontece em um contexto de banalização de prisões preventivas, no uso da mídia pelo aparato policial, acusatório e judicial para trucidar o direito de defesa e inviabilizar a recuperação do indivíduo. Se fosse com o Lula, mídias progressistas estariam em choque com a violação ao Estado de Direito. Já as tradicionais não suportariam a cena de José Serra arrastado aos urros. Nada deveria mudar quando a figura política é um Anthony Garotinho. Como se não bastasse, Garotinho não está condenado juridicamente a nada. Presunção de inocência deve contar algo em um país que se diz uma Democracia. Pena que ela está tão em baixa.

PAÍS

Lava Jato devolve menos de meio dia de produção de petróleo foto: internet

Do Tijolaço:

Os R$ 204 milhões devolvidos hoje pela Operação Lava Jato à Petrobras equivalem a menos da metade de um dia de produção de petróleo da (ainda) nossa petroleira. Sim, exatamente isso. Porque R$ 204 milhões de reais, com um preço de 50 dólares o barril e R$ 3,40 0 dólar, equiparam-se a 1,2 milhão de barris, metade do que é produzido em média só no Brasil. Para ser preciso, com a atual produção diária de 2,68 milhões de barris de óleo -equivalente, a produção de 10 horas e 45 minutos. Um único poço do présal que tenha atrasado um mês por conta das confusões em que meteram a empresa produziria este valor em petróleo durante este período em que deixou de funcionar. Óbvio que a ladroagem que levou esta grana da empresa que pertence ao povo tem de ser combatida e o surrupiado, devolvido. Mas quem vai repor os prejuízos que o povo teve – e o dinheiro deste prejuízo é igualzinho ao roubado: su-

miu – com todos os atrasos e adiamentos que a empresa sofreu em seus planos de exploração por conta do escândalo e do espalhafato com que tudo foi feito? Basta, para imaginar se perguntar: se você fosse um gerente ou diretor da Petrobras, depois da Lava Jato, quantas hesitações teria antes de autorizar qualquer despesa ou contrato? Tudo seria menos gravoso se feito com mais rigor – é bom lembrar que Paulo Roberto Costa, Alberto Youssef e pedro Barusco estão soltos – e mais equilíbrio. O comum dos mortais não faz ideia do que venham

a ser R$ 204 milhões, mas faz menos ideia ainda do que valem mais de dois e meio milhões de barris a cada dia. Ou do que é a produção de um poço do pré-sal, capaz de encher duas ou três piscinas olímpicas de petróleo a cada 24 horas. Sem falar nos danos causados aos empregos, às obras, à industria naval, que o Paulo Henrique Amorim menciona em seu post sobre o assunto no Conversa Afiada. Junto com a água suja dos ladrões da Petrobras, os nossos espalhafatosos justiceiros jogaram fora muitos milhões de barris…


Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18

3

Peres processado por peculato

Se condenado, penas somadas podem chegar a 75 anos de reclusão. Em outras ações, ele é investigado por corrupção passiva, falsidade ideológica e formação de quadrilha; entre outros crimes Deu na Tribuna da Região Em decisão exarada no dia 24 de outubro, o juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Saquarema, Dr. Leandro Loyola de Abreu, aceitou denúncia do Ministério Público do Estado contra o ex-prefeito Antônio Peres Alves (2000/2008) pela prática do crime de peculato (Art. 312 do CP – Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio). Antônio Peres Alves teve sua candidatura indeferida no último pleito pela justiça eleitoral, com base em uma decisão do TCU, em 2013, onde o ex-prefeito foi condenado pelo superfaturamento e fraude à licitação na compra de uma ambulância. Impedido de concorrer às eleições municipais, Peres indicou sua mulher, a dentista Manoela Ramos de Souza Gomes Alves, até então completamente desconhecida do povo saquaremense, que usou o sobrenome “Peres” de modo a que o eleitor pudesse vinculá-la ao nome de seu marido. Agora, antes mesmo de ela tomar posse, o ex-prefeito é processado em nova ação da justiça. Em seu despacho, diz o juiz, Dr. Leandro Loyola de Abreu: “O Ministério Público ofereceu a denúncia, que veio acompanhada do Procedimento nº 2622/2015, da

124ª Delegacia Policial. O órgão ministerial logrou expor o fato criminoso de forma circunstanciada, de modo a permitir ao(s) qualificado(s) acusado(s) o exercício do direito constitucional à ampla defesa, previsto no art. 5º, LV da Constituição da República. Foram, assim, cumpridas as normas do art. 41 do CPP. Por outro lado, constituindo crime o fato imputado ao(s) Réu(s) e não estando extinta a punibilidade, foram preenchidos todos os requisitos indispensáveis ao regular exercício do direito de ação, com destaque para a chamada justa causa. Logo, ausentes todas as hipóteses do art. 395 do CPP. Por esses motivos, recebo a denúncia oferecida em face do acusado ANTONIO PERES ALVES por suposta violação à norma do artigo 312 (cinco vezes) n/f do artigo 69, todos do CP. Cite(m)-se o(s) acusado(s) para que apresente(m) defesa prévia, por escrito, no prazo de 10 dez dias. Defiro a cota ministerial. Formese o segundo volume dos autos.” Segundo especialistas em Direito Criminal, se condenado, considerando o Artigo 69 do CP – (Quando o agente, mediante mais de uma ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou não, aplicam-se cumulativamente as penas privativas de liberdade em que haja incorrido), o ex-prefeito poderá ser condenado às penas de até 60 anos de re-

foto: internet

Ana Amélia (na foto, atrás de Manoela Peres), irmã do ex-prefeito, é também uma das investigadas pelos mesmos crimes na Ação que corre na 2ª Vara Criminal de Saquarema clusão, mais multa. O vereador Chico Peres (PTN), irmão do ex-prefeito, agora também é investigado pela prática de diversos crimes ao lado dos irmãos e mais dois integrantes de seu grupo político. Em outro processo que corre também na 2ª Vara, Peres é investigado, ao lado de seus irmãos, Antônio Francisco Alves Neto (Chico Peres) e Ana Amélia Alves Quintanilha, além dos também suspeitos Paulo Luiz Barroso Oliveira e Jonselei Bernardo Vignoli, pela prática dos crimes de Corrupção passiva, Modificação ou alteração não autorizada de sistema de informações, Falsidade ideológica, Formação de quadrilha ou bando, e ainda, enriquecimento ilícito. Por esses cri-

mes, caso sejam processados e condenados, as penas poderão chegar a mais de 15 anos de reclusão. Por fim, em outra ação – esta movida pelo deputado estadual Paulo Melo – o ex-prefeito poderá responder, ainda, ao lado de Joana Corrêa de Magalhães, João Luiz de Magalhães, Manoela Ramos de Souza Gomes Alves (prefeita eleita de Saquarema), Wellington Figueiredo e José de Oliveira Costa, pelos crimes de injúria, calúnia e difamação, onde as penas podem chegar até três anos e meio de detenção. Na cidade correm comentários de que Antônio Peres poderá ser o secretário de Educação no governo de sua mulher; Chico Peres o procurador-geral do muni-

cípio, e Ana Amélia Alves; irmã dos dois primeiros, a secretária municipal de Desenvolvimento Social. Nota do Editor: As informações constantes da matéria publicada podem ser conferidas no site do Tri-

bunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, através do sítio eletrônico: http://www. tjrj.jus.br Processos N.ºs: 000566471.2016.8.19.0058 0002225- 2.2016.8.19.0058 e0004304- 04.2016.8.19.0058 foto: internet

Vereador Chico Peres também é investigado

Prefeito eleito de Itaguaí é condenado a prisão pela ‘Máfia das Sanguessugas’ Antonio Peres, de Saquarema, responde ao mesmo crime com ação penal no Ministério Público Federal, podendo ser preso a qualquer momento

Prefeito eleito de Itaguaí, Carlo Busatto Junior, o Charlinho (PMDB), pode não assumir o mandato. Ele foi condenado a 14 anos de prisão em regime fechado, nesta quarta, em julgamento no Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Por unanimidade, os desembargadores consideraram Charlinho culpado por crimes na compra superfaturada de ambulâncias, conhecido como “Máfia das Sanguessugas”. Há possibilidade de Charlinho ser preso antes da diplomação, marcada para 16 de dezembro. Em recente decisão, o Supremo Tribunal Federal

(STF) confirmou que réus com condenação em segunda instância podem ser presos mesmo que ainda tenham recursos pendentes. Agora, também é aguardada a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a possibilidade de convocação de nova eleição em Itaguaí. Os três desembargadores acataram denúncia do Ministério Público Federal de que Charlinho favoreceu empresas e aceitou propina para aquisição de ambulâncias em Itaguaí e Mangaratiba, onde também foi prefeito. Ainda de acordo com o MPF, entre os anos de 2000 e 2006, Charlinho

fraudou licitações, superfaturou preços, além de omitir publicações na imprensa oficial e exigir marcas específicas de veículos. Prefeito de Itaguaí entre 2005 e 2012, Charlinho havia sido condenado a 16 anos e dois meses de reclusão em regime fechado pelo Juízo da 2ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, mas recorreu. Nesta quarta, em segunda instância, o revés foi mantido contra o peemedebista. Ele ainda pode recorrer da decisão no STF. Nas eleições de 2016, Charlinho foi o candidato a prefeito mais rico da Baixada Fluminense. Com

fotos: internet

Antonio Peres pode ter o mesmo destino de Charlinho (esq.) patrimônio de R$ 26 milhões, o volume de bens

cresceu 550% desde a sua última eleição. Em 2008,

Charlinho declarara R$ 4 milhões.


4

Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18

Mais 35 milhões da Petrobras para Saquarema em 2017 Além dos royalties o município irá receber 13 parcelas de R$ 2,7 milhões. Acordo administrativo entre prefeitura e petroleira começará a ser pago em 2017. Empresa reconheceu o erro

A próxima administração municipal recebeu um verdadeiro presente de Natal através de um complexo acordo administrativo iniciado pelo governo Franciane, envolvendo outros 92 municípios, por conta de um equívoco da Petrobras que subtraiu indevidamente recursos de testes de prospecção de petróleo em área de abrangência da cidade e dividiu entre todos os municípios do Estado. A partir do ano que vem os municípios do Estado terão uma pequena redução em seus repasses de royalties divididos em treze parcelas para repor a perda de Saquarema. Para costurar esse acordo administrativo com todos os municípios e convencê-los abrir mão de parte de suas receitas provenientes dos royalties de petróleo, o deputado estadual Paulo Melo, após muito diálogo, conseguiu esse fato inédito, comemora e explica: -Algo muito importante que se diga é que mesmo tendo perdido as eleições continuamos lutando para que a

cidade tenha receitas extras. Depois de uma briga com a ANP (Agencia Nacional do Petróleo), conseguimos através de um acordo administrativo, que Saquarema recuperasse 35 milhões de Reais que não havia sido pago. Esses recursos são provenientes de testes de prospecção que foram feitos em nossa área e ao invés de virem para Saquarema, foram distribuído por todos os municípios. Assim que detectamos esse equívoco entramos em contato com a ANP para reverter esse erro. Essa briga foi longa e desgastante porque tínhamos que convencer todos os outros 90 municípios a devolver esse dinheiro. Todo esse recurso extra da Petrobras vai ser para a próxima prefeita, mas poderíamos ter desistido, no entanto, eu não faço política com o fígado. Perdemos a eleição, mas moramos em Saquarema e temos que priorizar a cidade, então, fizemos o certo. Explicou o deputado.

Negro é a raiz da liberdade No dia 3 de novembro, a jornalista e fotógrafa Michele Maria, editora do site REC +, lançou mais uma exposição, desta vez do projeto “Negro é a raiz da liberdade”, com fotos de afro-descententes de todos os gêneros e idades. O evento de abertura aconteceu na Casa de Cultura Walmir Ayala, em Saquarema, antiga sede da Prefeitura Municipal. Segundo a jornalista, que no início do ano fez uma exposição sobre a beleza das mulheres maduras, com mais de 50 anos de idade, também na Casa da Cultura, a beleza negra deve ser ressaltada como traço da cultura brasileira. Afinal, “somos todos vermelhos”, diz, “porque temos a mesma cor de sangue; esta é uma das minhas lutas e pretendo, com este projeto, contribuir para a erradicação do preconceito racial em nosso país”, ressalta Michele Maria. Com apoio da secretaria municipal de Educação e Cultura de Saquarema,

foto: divulgação

Na reta final do governo de seu grupo político e com as dificuldades que o governo do Estado atravessa, diversas obras na cidade, através de convênios, ficarão para ser concluídas no próximo mandato. O deputado Paulo Melo ainda explica que a próxima administração foi privilegiada, pois será uma das raras cidades do Estado que irá receber a cidade com as contas todas em dia e verba extra para a conclusão das obras que já estão praticamente concluídas. - O Estado está tendo dificuldades de dinheiro, mas como já disse estamos trazendo dinheiro do acordo com a Petrobras, as obras já estão com praticamente 90% concluídas e a próxima prefeita poderá tranquilamente usar esse dinheiro para terminar essas obras que não são obras da prefeita Franciane, não são obras da prefeita Manoela, são obras do município de Saquarema para o povo de Saquarema usufruir. Finaliza Paulo Melo.

WM Fest & Produções

Empresa estréia na região no dia 16/12 no Spazio San Jose (Le Cirque Sombre) com a formatura do Colégio Washington Luis. WM Fest & Produções é atuante em promover com qualidade as mais diversas soluções em eventos como: Feiras, Congressos, Convenções, Casamentos, Festas, e Formaturas. Disponibilizamos a melhor tecnologia com equipamentos de áudio, projeção, iluminação e tradução simultânea de ultima geração, além de atendimento com profissionais qualificados para que o cliente se sinta tranquilo desde o primeiro contato até o término do evento. O sucesso de nossos clientes é a nossa missão!

através da subsecretaria de Cultura, o evento promovido pela Rec Plus Produção Jornalística e Audiovisual tem o apoio do Maggy Futebol Club, Alex Letreiros, Luna Festas, Nélio e Flávia Eventos, Instituto Jodoma, Museu de Conhecimentos Gerais, restaurante Tempero Mineiro e outros colaboradores anônimos,

que apostam no sucesso do projeto. A exposição “Negro é a raiz da liberdade”, que visa valorizar a beleza negra, ficou aberta a visitação até 1º de dezembro, quando houve uma palestra da jornalista Dulce Tupy sobre os “100 anos do samba”, com ênfase na participação do negro na

consolidação do gênero musical que já foi perseguido socialmente e hoje é considerado patrimônio nacional imaterial do Brasil. Estamos imensamente felizes de poder convidá -los para a nossa 5ª festa consecutiva. O Construindo Sonhos 2016 está com data marcada e vocês não podem ficar fora dessa!

Natal Construindo Sonhos 2016 Precisamos dizer que o nosso evento desse ano será diferente e especial! Afinal, estaremos há poucos dias do Natal, e pretendemos levar um pouco desse espírito natalino para os nossos pequenos. E para conseguirmos realizar esse dia incrível, que é a nossa festa, precisamos mais uma vez da sua ajuda! Enquanto a nossa festa não chega, você pode nos ajudar. Divulgaremos a lista de materiais que estamos precisando no evento, (facebook.com/construindosonhossaquarema) e caso você possa ajudar com algum item da lista comente e combine os detalhes com o Coordenador responsável.

Não se esqueça de curtir a nossa página para acompanhar todas as novidades e informações. Caso tenha alguma dúvida, mandem uma mensagem através da nossa página que um dos nossos Coordenadores irá lhe responder. Convidem os amigos para o nosso evento! Contamos com vocês! #SAVETHEDATE #CONSTRUINDOSONHOS2016 #FESTADENATAL #SAQUAREMA #VOLUNTÁRIOS

Um pouco do nosso trabalho: Pista de led, Efeitos de palco, Co2, Maquina de fogo, Sputnik, Vídeo-Foto e muito mais. Estrutura de evento pra mais de 50 mil pessoas, Palco-som-luz-iluminação! WM FEST chega a Saquarema com tudo! Uma variedade de equipamentos sofisticados da melhor qualidade para o seu evento. CONTATOS: (22) 99747-0994 email: wesley.dmartins98@gmail.com facebook: WM Fest & Producoes


Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18

ENTREVISTA

5

Deputado Paulo Melo

De carona na matéria ao lado sobre a Petrobrás, aproveitamos a oportunidade e fizemos mais algumas perguntas ao deputado. Assuntos como administração municipal, crise econômica, a conturbada eleição, seu futuro político e o “título” de coronel, ele explica em seguida através de um bate papo bem informal.

foto: internet

nada disso aconteceu. Uma ação totalmente orquestraassim como o dele também não. A hora que precisar, se da no sentido de desestabilizar um grupo político. Mas amanhã precisar, se for necessário, se alguém me ligar A gente tem uma visão muito clara do que foi feito na ciagente tem que respeitar o resultado mesmo diante dese me pedir ajuda, tenha certeza do seguinte, você não dade. E não foi feito por acaso. Eu aproveitei as oportusas dificuldades. O povo que me contratou foi o mesmo precisa ser amigo de ninguém para fazer o bem. Eu vou nidades e elas não vieram pelos meus lindos olhos. Elas povo que contratou a futura prefeita. Temos que respeicontinuar ajudando a cidade de Saquarema, respeitar o vieram através da vontade de um grupo político e aí eu tar. O nosso povo que achava que estava bem se acoresultado, se eu tiver como ajudar, se for preciso ajudar, tenho que ser grato. Sou grato ao Carlinhos (ex-prefeivardou, ficou em casa e não foi votar. Se fizermos uma não terei o menor constrangimento em fazer o bem por to já falecido) que mesmo ficado com outro candidato, analise fria veremos que a esposa do ex-prefeito venceu que eu moro aqui, essa é a minha cidade. na época, me propiciou conquistar parte de seu grupo. com os mesmos 37% que ele tinha em abril do ano pasJá são vinte e oito anos na vida política. Uma cidade Meu maior adversário político hoje, que é o ex-prefeito sado em nossas pesquisas. O único momento em que ele onde as pessoas que foram responsáveis pela minha (Peres), teve papel importante no início de minha tramelhorou foi quando teve aquela tormenta natural que primeira eleição, envelheceram, e que os novos eleitojetória. O ex-prefeito Dalton também foi fundamental, alagou a cidade destruindo estradas e alagando bairros, res não têm memória, porque são eleitores inteligentes, então, esse sentimento de gratidão eu guardo comigo. foi quando ele cresceu, mas logo depois que tudo voltou capazes, contestadores, mas sem memória, já pegaram a Eu não faço política com o fígado, não guardo ódio, ao normal ele retornou ao mesmo patamar. Nós e que cidade pronta. Quando você pega um jovem de dezoito eu alimento esperança, expectativas e felicidade pelas caímos, nossos votos não foram para anos que vai para internet e me mete o cacete, que vota, nossas realizações. A cidade mudou ele já nasceu andando de skate no seu bairro asfaltado, muito desde o meu primeiro mandato, “Talvez sejamos uma eles. Nossa pesquisa está aqui, estou te mostrando, você está vendo, pesquisa com estrutura. Garotos hoje com doze anos, sonhando o ex-prefeito tudo que fez por Saquadas poucas cidades a três dias da eleição, Pitico 38,5% e a em fazer um curso na Faetc, fomos nós que trocemos. rema sempre contou com meu apoio. Um jovem que anda de moto e leva um tombo e vai para A prefeita Franciane fez uma revolu- do Estado que termi- candidata 37,%. Ela teve os 37% e nós caímos. Nosso eleitor, ou ele ficou enum hospital referência em ortopedia que é o HELAção nessa cidade na questão social, na nará o governo pavergonhado por tudo que aconteceu, GOS, não sabe como era a peregrinação para conseguir questão educacional, com colégios que ou ficou acomodado, ou achou que não um atendimento desses, antes, tinha que implorar por orgulham aos Saquaremenses e causa gando a todo muntinha que votar em ninguém, mas nós um tratamento e ficava jogado no leito. Então, eu tenho inveja a outras pessoas. Fez uma admido e entregando temos que respeitar e torcer para que pensando bastante nisso porque são os eleitores novos, nistração voltada para ética, para transtudo de certo. Torcer para que seja feita que são contestadores por natureza, - legítimo graças a parência e termina seus oito anos sem uma prefeitura uma prefeitura igual ou melhor que a Deus-, que não conhecem o trabalho. São pouquíssimos ter um escândalo, embora em adminiscertinha para a prónossa. Não tenho menor problema em aqueles que conheceram Saquarema e viram ser transtração pública sempre tenha problemas achar que Franciane vai ser a segunda formada. Quem se lembra que Saquarema tinha apenas xima prefeita, pontuais e isso vai sempre existir, mas melhor prefeita da cidade. Se tiver uma seis ruas asfaltadas? Quem nasce na Raia, com o bairnós talvez sejamos uma das poucas cidesejando que ela melhor prefeita quem vai ganhar é a ciro todo asfaltado acha que sempre foi assim e quando a dades do Estado que terminará o goverdade. Então, foi um processo eleitoral gente vai lá, perguntam: O que você fez pelo bairro? Na tenha pleno no pagando a todo mundo e entregando complicado, mas um processo eleitoral campanha fui ao bairro do Condado e um cara me peruma prefeitura certinha para a próxima sucesso”. que tem que ser respeitado. Foi a vontaguntou: O que você fez pelo Condado? Aí eu perguntei prefeita, desejando que ela tenha pleno de do povo. O povo é que elegeu, e se ele pra ele: Há quanto tempo o senhor mora aqui? E ele me sucesso. elegeu, ele que é o responsável porque em última análise disse que há três anos. Sabe de nada. Você pega o Porto Em oito anos de Franciane fizemos o Hospital de Bacaé ele que vai arcar com todas as conseqüências. da Roça do lado direito, do lado esquerdo, tudo asfalxá, Pólo Industrial, escolas transformadoras, asfalto em Eu vejo como um fato lamentável. Pegar um garoto tado, inúmeras famílias morando com seus filhos, seus diversos lugares, reformas em postos de saúde, construcomo o Guilherme (Pitiquinho) e botar na cadeia de parente, achando que a gente é o mal da cidade. Não ção e reformas em creches, enfim, foram tantas as ações Água Santa e depois não ter elemento nenhum contra sabem o que a gente fez pela cidade. Uma pessoa que que fica difícil relacionar todas. Temos diversas obras ele. O próprio delegado da polícia federal disse que litinha um terreno que valia oito mil e hoje vale oitenta. em andamento através de convênios, como o Centro adgou para o juiz para pedir para liberar porque a voz que Uma pessoa no bairro de Itaúna, que hoje vende uma ministrativo, Centro Cultural, Centro Histórico, Asfalto estava na gravação não era dele. O garoto tem 26 anos de casa por 3,5 milhões, quando há vinte anos custava 10% em Rio Seco, uma incrível quadra coberta em escola no idade, ficar dez dias presos com marginais é lamentável. desse valor. Essas pessoas não sabem o que foi feito nesVilatur, a sede própria do IBAS, essa com recursos próLamentável também em um processo como esse uma sa cidade. Eu tenho pensado muito nisso, apesar de eu prios, que é o instituto dos funcionários municipais. Em pessoa por causa de um ônibus ficar preso, mas também ter um senso enorme de gratidão, um senso enorme de momento nenhum deixamos a crise nos abater. é a decisão da justiça e temos que respeitar. Porque em satisfação realizadora. Eu tenho pensado muito nisso. Daqui a quatro anos ou oito anos, termina esse governo um processo democrático, numa justiça que já sofreu Hoje, quando pessoas próximas a você têm problemas, que vai entrar. Há oito anos iniciou esse nosso governo, demais no processo da ditadura, uma justiça que tenta acham que você é cúmplice. Na verdade as coisas não mas os nossos filhos continuam morando aqui, nós conse afirmar, nós temos que respeitar as decisões e fazer funcionam assim, então, eu tenho pensado muito, mas tinuamos morando aqui, nossos amigos, nossos netos. Eu aquilo que nos é legítimo que é recorrer as instâncias suuma coisa eu tenho certeza, Saquarema é minha família. quero o melhor para a cidade e não importa quem será periores e é isso o que fizemos, pedindo sempre que haja Saquarema é meu grande amor. Uma briga momentâo pai da criança. O importante é que a cidade seja nosso bom senso nas decisões, que as pessoas possam deixar nea, um desentendimento conjuntural, não vai abalar guarda chuvas de proteção. Seja a cidade que nos abrigue de lado sentimentalismos, possam deixar de lado qualmeu sentimento por essa cidade. quando mais precisarmos. Se tiver que bater palmas para quer opilação de ódio, de mágoa e possam julgar pela Então estou pensando muito. São dois anos para pensar. a, b ou c, eu vou bater com o maior prazer e sem o menor transparência única e exclusiva da lei. O nosso DireiSão dois anos para fiscalizar e é claro que eu vou fiscatipo de constrangimento. Eu quero é que a cidade termito é o Direito romano, positivista, o direito das provas. lizar, não para destruir a administração, fiscalizar como ne as obras, continue com os convênios que forem possíNós esperamos que isso aconteça, mas foi lamentável eles nos fiscalizou e nesse período vou resolver o que veis, apesar das dificuldades do Estado, mas que também ver pessoa presas por trinta dias, com uma decisão do vou fazer da minha vida. Se irei continuar ou não, uma use seus próprios recursos. Era o que iríamos fazer se eu TSE que já não permite mais. Mas vamos levando a vida coisa é certa, eu sei que por tudo que aconteceu e até tivesse conseguido que esses recursos extras da Petrobras, sabendo que fizemos muito por essa cidade, mas essa pelas oportunidades que nos avizinham pelas dificuldaesses 35 milhões atrasados, tivessem saído antes. Se isso cidade também fez muito por nós. des do processo econômico do Brasil, tenho certeza que já tivesse acontecido todas essas obras que estão em andaconstruímos um legado que levará muimento já estariam sido entregues. O Estado já deu muitos “Eu não vou to tempo para ser ultrapassado. Um lerecursos para Saquarema e não custa nada na hora em FUTURO POLÍTICO gado que melhorou a vida das pessoas. que o Estado não tenha, Saquarema não possa bancar abandonar Eu não vou abandonar Saquarema. Não tendo recursos. É isso que eu espero que aconteça. Saquarema existe motivo para isso. Eu cometi um erro na minha vida e quando eu falo que O CORONEL porque meu a justiça tem que ter consenso, que preAs pessoas podem falar o que quiser desELEIÇÃO MUNICIPAL candidato perdeu cisa desopilar o fígado daqueles que são de que sua opinião tenha embasamento. A eleição foi muito complexa. Eu não julgo. A justiça os responsáveis, os operadores da justiAs pessoas têm que ter conteúdo. Quem tem o seu papel, o Ministério Público tem o seu papel, a eleição. ça, os operadores do direito, é porque eu eu persegui? Qual empresa eu fechei em mas confesso que achei muito estranho só ter tido um Também não vou Saquarema? As pessoas falam... Eu sou já cometi esse erro. Quando perdi a eleilado aqui em Saquarema. A compra de votos no dia da ção para Dalton, eu não despelei o fígatrabalhador. As pessoas confundem traeleição foi vergonhosa. O vereador Roger comprava vome associar a do, eu me destemperei, eu errei e faço a balho, determinação, dedicação, com tos de cara aberta em Sampaio Correia, sem nenhum futura prefeita minha penitência desses erros cometimando, eu não vivo rindo até porque eu tipo de fiscalização. Vereador Abraão montou uma casa dos e busquei mudar. Não por ter perporque ela não faz não tenho essa plástica que me faça sorno Rio D’Areia aonde cooptava as pessoas na fila e levadido aquela eleição, não por achar que rir para as pessoas notarem. Sou uma va para essa casa, também sem nenhum tipo de fiscaliparte de meu não merecia. Aprendi que eleição não é pessoa que todos me procuram. Atendo zação, pelo contrário, tinha um Ford Fusion preto com questão de merecimento e sim de escotodos na minha casa. Atendo aos que grupo político”. policias que andava pela cidade ameaçando as pessoas lha. O povo é quem escolhe. Então, eu mais precisam. Atendo os que erram que queriam denunciar alguma coisa e nada foi feito. A não vou abandonar Saquarema porque meu candidato comigo e vem aqui me pedir desculpas, e aceito na hora. promotora pediu para grampear o telefone de um vereperdeu a eleição. Também não vou me associar a futura Eu não cultivo o ódio de ninguém. O ódio é um sentiador do outro lado, mas isso não aconteceu e a promoprefeita porque ela não faz parte de meu grupo político. mento de merda que não habita o meu ser. Eu cultivo o tora não se manifestou. Agora não adianta mais mandar O marido dela já fez parte do meu grupo e tenho pleembate, determinação, perseverança, briga, isso habita, gravar por que ele já sabe e não vai falar mais nada. No na convicção que suas duas vitórias nas urnas eu tive, isso vive comigo 24 horas por dia. Deito no travesseiro dia 30 a Polícia Federal entra na prefeitura num ato senmesmo que pequena, uma participação no seu processo consciente de que tenho que me explicar com Deus, mas sacionalista junto com o SBT (TV), que só pode ter sido eleitoral, mas hoje os caminhos são outros. Agora, isso se tem uma coisa que Deus não vai perder tempo comiconvocado por um dos três Agentes: Ou a Justiça infornão quer dizer que eu seja inimigo dela, que eu vá trago, é eu explicando o ódio. As pessoas que não são fiéis, mou, ou a Polícia Federal informou, ou Ministério Púbalhar e operar para destruir o governo dela, pelo conque não são dignas, essas, eu tenho pena. blico. Numa notícia mentirosa que ninguém da justiça trário. Ele sempre soube onde eu moro, ele vinha na miSe eu sou um coronel, nunca me deram a farda, porque quis dizer que não era verdade. Disseram que prendenha casa quando precisava. O meu telefone não mudou, eu me comporto muito mais como um soldado. ram cofre, dinheiro que era para comprar voto, quando

ADMINISTRAÇÃO X CRISE


6

Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18

Saquarema retorna à liga mundial World Surf League dá detalhes da próxima temporada do Circuito Mundial e divulga datas da temporada 2017

A Liga Mundial de Surfe (WSL) divulgou o calendário da temporada 2017 do Circuito Mundial. Com ainda uma etapa pela frente em Pipeline, em dezembro, mas com o título já nas mãos de John John Florence, a entidade manteve as 11 tradicionais etapas e também a sequência de eventos. A perna australiana continua, com a primeira etapa do ano acontecendo na Gold Coast, na Austrália, a partir de 14 de março, seguidas das etapas de Margaret River (29 de março) e Bells Beach (12 de abril). O Circuito desembarca no Brasil na quarta etapa do ano, entre os dias 9 e 20 de maio. Ao invés da Barra da Tijuca, porém, o evento irá acontecer em Saquarema.

foto: divulgação

Faleceu a lenda Rossini Maranhão Filho, o Maraca

Por Carlos Matias

Após vários anos de reclamações dos surfistas quanto a poluição no mar carioca,

a WSL enfim resolveu pela mudança. Depois do Rio Pro, a temporada vai para

Fiji, passa por J-Bay, na África do Sul e desembarca em Teahupo’o em 11 de agosto.

Praia da Vila ganha Posto de Salva vidas

Os banhistas já podem contar com um moderno equipamento nesta temporada. O posto também será mais alto, permitindo que o agente em serviço tenha

um campo de visão com raio bem maior. O fato de ser coberto também auxilia no trabalho, já que o bombeiro fica protegido do sol e da chuva.

Nova base de operações Câmeras de alta resolução também já fazem parte do aparato de segurança nas praias de Saquarema. No Centro de Monitoramento

foto: Marcelo Araújo

24h, uma sala foi destinada para agentes do corpo de bombeiros acompanharem por monitores de vídeo toda movimentação nas praias. O objetivo é de dar suporte e diminuir o tempo de ação. A partir da implantação dessa nova ferramenta, tanto banhistas como embarcações podem ser observados e, caso necessário, receber atendimento em curto espaço de tempo. Ainda no prédio da Central, um espaço foi reservado para guardar embarcações de busca e salvamento entre outros equipamentos. Com isso, a expectativa do governo municipal é de que o grande número de visitantes para o próximo verão possa contar com mais segurança nas praias.

Justiça manda demolir quiosques em Arraial Caso é semelhante ao episódio de Saquarema, onde o ex-prefeito postergou a medida ao máximo passando a decisão da demolição para sua sucessora

A Justiça Federal decretou que a Prefeitura de Arraial do Cabo deve demolir, imediatamente, os quiosques da Praia do Forno, sob pena de multa diária de R$ 5 mil ao prefeito interino (Luciano Tequinho) e ao secretário de Meio Ambiente. Trata-se de uma retificação da decisão favorável ao processo civil e ação civil pública sobre a ocupação irregular em área da marinha e área de preservação, que de acordo com o entendimento da justiça, degrada o ambiente local. A Prefeitura já tinha sido notificada sobre a decisão, mas postergou a medida judicial até o limite. Agora,

Surf brasileiro de luto

o mandado judicial é definitivo e irrevogável. O caso é semelhante ao da Prainha, em que a justiça também determinou a demolição, mas a prefeitura vem procrastinando a decisão há mais de um ano. Mas diante da medida enérgica que pune o prefeito em exercício, medida deverá ser cumprida. O prefeito interino, Luciano Tequinho, foi procurado para comentar o assunto, mas não atendeu as ligações. A secretaria de Comunicação também foi acionada para explicar quais serão as medidas adotadas pelo governo, mas até o fechamento dessa reportagem, não deu retorno.

foto: internet

O legend estava internado em Saquarema, no Hospital Municipal Nossa Senhora de Nazareth, quando passou mal em decorrência de uma hemorragia. Nos últimos dias amigos pediram doação de sangue para o surfista que acabou não resistindo. Maraca, que nasceu em Belém do Pará, foi um dos melhores surfistas brasileiros e tinha intimidade com as ondas grandes, como conta seu amigo Rico de Souza. “Fico muito triste e saudoso que o nosso querido Maraca nos deixou, um dos melhores surfistas de todos os tempos. Lembro quando eu era pequeno no Arpoador, em 69, que teve uma ressaca com on-

das enormes. Poucos caras entraram e o Maraca dominou a sessão. Ele tinha chegado do Hawaii e surfou como se o mar estivesse pequeno, com um estilo lindo, maravilhoso. O Maraca sempre foi uma pessoa que acrescentou muito ao surf. Eu tive no Peru competindo com ele em 69, 70, quando ele estava voltando do Hawaii. E todos meus amigos do Hawaii falam que ele botava pra baixo, que tinha um backside em Sunset muito bom. Ele é um cara que marcou o surf brasileiro e que vai deixar muitas saudades por ter sido um grande atleta e uma pessoa espetacular. Vou fazer uma oração pra ele e que Deus o ilumine”. Foto: Luiz Ignacio


Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18

7

Câmara aprova leis importantes Novo presidente Rodrigo Borges tem colocado em votação projetos de interesse da população e do funcionalismo público municipal

Eleito no dia 8 de Novembro como presidente da Câmara Municipal, após quatro vereadores serem detidos por suspeita de compra de votos nas eleições municipais e consequentemente a renúncia do presidente ao cargo, Rodrigo agora tem a preocupação de honrar os votos que recebeu e fazer nesse curto espaço de tempo, um trabalho transparente. Todas as suas ações na Câmara ele tem publicado e levado a discussão em plenário. Nesses um mês e meio de mandato como presidente, ele pretende fazer com que a Casa se aproxime mais da população e para isso vem melhorando o site, as redes sociais e os canais com a população. Vem também fazendo as sessões mais didáticas, explicando todos os passos que ali são dados trazendo a luz de todos o que é o regimento interno, como ele funciona e, outro fator muito importante, ouvindo a população. Nossa reportagem abordou diversos temas, como: transição de governo, Lei municipal da ficha Limpa, eleições diretas para diretores de escolas, reajuste do conselho tutelar e convocação dos concursados, que ele explica a seguir: TRANSIÇÂO DE GOVERNO “Eu tenho a absoluta certeza que o futuro governo municipal vai pegar a melhor prefeitura do estado do Rio de Janeiro. É uma prefeitura que está em dia com todas as suas obriga-

ções, todas as certidões o município tem e isso é uma coisa rara, não só no estado do Rio, mas no Brasil. Hoje estados estão quebrados, milhares de municípios estão quebrados e o nosso não. Esse é o compromisso do nosso grupo político e eu estou muito orgulhoso de fazer parte dele por ser o melhor grupo político que já participei e que Saquarema já teve. LEI DA FICHA LIMPA MUNICIPAL “A Lei veio do poder executivo e foi colocada por duas vezes em votação. A gente teve a oportunidade de debater sobre isso e foi aprovada essa lei que assegura a sociedade em que as pessoas que estão impedidas de exercer um cargo público, também não possam exercer um cargo de confiança como os secretários municipais. Entendemos que se uma pessoa não está apta a exercer um cargo eletivo, ela também não está apta para exercer um cargo de confiança, mas a lei também da garantia caso essa pessoa consiga reverter na justiça essa inelegibilidade, ela poderá assumir esse cargo de confiança. Essa Lei e de fundamental importância e não tira do poder executivo a prerrogativa de nomear cargos de confiança, além de dar garantias a população que as pessoas que estão sendo nomeadas, são pessoas aptas e que tem probidade para assumir essas funções que mexem com o dinheiro público.

foto: Marcelo Araújo

A bastante tempo a sociedade vem exigindo medidas nesse sentido e eu me sinto muito honrado de ser o presidente que colocou essa lei para ser votada e espero que assim a gente esteja contribuindo muito junto a sociedade”. ELEIÇÕES DIRETAS PARA DIRETORES DE ESCOLAS “Há dois anos quando começamos a discutir o Plano Municipal de Educação, no qual atuei como presidente da comissão de educação, mas tive que me afastar por ter assumido a presidência da Casa, a gente já vinha discutindo isso e o Plano Nacional de Educação, ele obriga que os municípios tenham essa eleição direta para diretor e essa era uma das cobranças do Ministério Público, que esteve presente em diversas reuniões do Conselho de Educação. Essa gestão democrática nas escolas é da maior importância porque garante aos profissionais da educação desenvolver seus trabalhos sem a interferência política e passa essa responsabilidade da eleição dos diretores diretamente á sociedade, já que os além dos professores os pais de alunos também participarão. A primeira eleição já foi marcada para o dia 5 de Dezembro e as pessoas interessadas já estão se cadastrando e acredito que esse será um grande passo, não só para educação, mas para todo o município uma vez que a sociedade vem exigindo ações cada

O atual presidente da Câmara Municipal, vereador Rodrigo Ferreira de Mendonça (Rodrigo Borges)

vez mais claras e também exigindo que eles também sejam ouvidos”. REAJUSTE DO CONSELHO TUTELAR “O Conselho Tutelar vem desenvolvendo um serviço que muita das vezes a gente não tem acesso por se tratar de casos em âmbito familiar e por conta disso fica restrito por força de lei que garante seu sigilo, mas é um serviço público de extrema importância pois garante principalmente os direitos dos menores de idade. O que fizemos aqui na Câmara foi aprovar esse aumento na remuneração do Conselho que passou de mil para mil e seiscentos Reais, e não é um aumento que o município irá

sentir. Na verdade, temos poucos conselheiros e esse impacto no orçamento municipal é muito pequeno. Mesmo com todos os vereadores de oposição votando contra na primeira votação e, com apenas o vereador Chico Peres votando contra na segunda votação, já que os demais não compareceram a essa sessão, o aumento foi aprovado. O argumento deles era de que a lei do reajuste seria inconstitucional por criar despesa no final do mandato, mas não entendemos assim e a lei segue aprovada aguardando apenas a sanção da prefeita”. CONVOCAÇÃO DOS CONCURSADOS “Também aprovada nas

duas votações contanto apenas com os votos contrários da oposição que mais uma vez alega que está sendo criada despesa no final desse mandato, o que tenho a dizer defesa dos concursados é que não existe criação de despesas uma vez que já está inserida no orçamento por conta do concurso público. A prefeita Franciane está corretíssima em chamar e dar tranqüilidade e segurança que os concursados precisam ter. O próprio vereador Chico Peres, que votou contra, já havia questionado na justiça sobre essa questão dos concursados, afirmando que gente não poderia ter contratos temporários sem antes chamar os concursados”.

Vereadores de volta para Casa Detidos por suspeita de irregularidades nas eleições municipais, eles responderão em liberdade. Todos já reassumiram seus mandatos A Polícia Federal (PF) prendeu no dia 18 outubro quatro vereadores e um candidato a prefeito de Saquarema: o então presidente da Câmara, Romacart Azeredo de Souza, o vice-presidente, Vanildo Siqueira da Silva, os vereadores Paulo Renato Teixeira Ribeiro e Guilherme Ferreira de Oliveira, e o pai dele, Hamilton Nunes de Oliveira, o Pitico, que concorreu ao cargo de prefeito. No total, foram cinco mandados de prisão, além de sete de condução coercitiva expedidos pela 62ª Zona Eleitoral de Saquarema. As investigações sugerem que os políticos captavam votos em troca de benefícios irregulares. O chefe da Delegacia de Polícia Federal de Niterói, Elias Escobar, detalhou as investigações. “Nossos trabalhos começaram em meados de setembro, mais precisamente no dia 13 do mesmo mês, quando fomos acionados pelo Ministério Público (MP) de Saquarema que já tinha várias denúncias de irregularidades nesse âmbito. A partir do momento

em que o MP não teve mais recursos para tocar as investigações, a gente passou a participar”, disse o delegado. Desde o dia 17 de novembro os quatro vereadores já haviam retornado aos cargos e nossa reportagem procurou Pitico, para falar sobre o assunto. “Todos me conhecem. Sabem que sou de fácil acesso e que vivo ajudando as pessoas. Eu fiquei preso por ter ajudado uma pessoa com um ônibus e ao longo de minha vida isso sempre foi normal. Sempre ajudei as pessoas. Estou aguardando o desfecho desse episódio, acredito na justiça e tenho certeza que ela será feita. Nunca cometi crime e mesmo com todo esse sofrimento, sofrimento da minha família, acredito também que nada é por acaso e a gente acaba tirando alguns aprendizados. Lá, eu meus amigos, chegamos a conclusão que não se pode colocar a política acima de tudo. O que mais me surpreendeu foi a solidariedade do povo de Saquarema. Todos ainda estamos digerindo essa si-

fotos: internet

tuação, mas gostaria de fazer um agradecimento especial a uma pessoa que foi fantástica com a gente, um amigo de todas as horas, o deputado Paulo Melo. Em momento algum nos abandonou, nos deu muitos conselhos e nos visitava quase que diariamente”, conclui, emocionado, e nesse momento só pensando em curtir a família e repensando a política.


8

Tribuna de Saquarema

Dezembro de 2016 - ed. 18


Ts18