Page 1

magazine

Ano 1 • Nº1 Abril 2009

AARCdoABC.com.br

l a t o ça t pegas

s r o t o i u f em m s a i o r c go

G9PPilotos, 3 cate 4

Super Stock

Tudo sobre a 2ª Etapa do Paulista de EP STOCK

Cobertura Total da 2 Etapa -ª

1


magazine

Colaboradores: Roberto Viveiros Marcelo Souza

Fotos: Roberto Viveiros João Marcelo PauloPai

Textos: Roberto Viveiros

Projeto Gráfico: Marcelo Souza

Diagramação: Marcelo Souza

AARC Magazine é uma parceria:

Índice Paulista Super Stock

4

2ª- Etapa GP com Força Total

14


Paulista Super Stock

Texto e Fotos: Roberto Viveiros

2º Etapa • 25 de abril

A segunda etapa de EP na AARC, contou apenas com o Paulista de STOCK. Esse ano a organizaçnao dividiu as categorias, teremos 4 etapas do Paulista Super Stock e 6 etapas do Latinha. O sábado começou nublado e prometia chuva para a parte da tarde. Doze pilotos compareceram para a disputa desta etapa.

TOMADAS DE TEMPO A Direção de Prova dividiu os participantes em dois grupos, A e B, com seis pilotos cada. Depois de seis minutos começou-se a desenhar o que seria mais esta etapa. Novamente, com um carro muito bem acertado e com uma pilotagem limpa,

praticamente sem erros, César Salvadori completou 24 voltas. Mas, um piloto que a cada etapa vem se destacando, mostrou que o dia seria muito disputado. Jonny também completou 24 voltas, apenas seis segundos atrás de César. Outro fato relevante foi que, somente os dois completaram 24 voltas entre os doze participantes. Logo atrás, com 23 voltas, vieram: Criscareca, Cold e Alekimura. Pequena vantagem para Criscareca e uma briga de décimos entre Cold e Alekimura. No pelotão intermediário, Coca, Robert e Lucio completaram 22 voltas. Lucio não tinha um carro estável como na primeira etapa. Mais atrás, Paulo Guedes com 21 voltas, ainda busca um melhor desempenho para o seu carro.

4


Decididamente, este final de semana mostrava não ser dos melhores para Chung, Caio e Lincoln. Chung e Caio ainda tentaram ir para a pista, mas só completaram 19 voltas. Lincoln, piloto do Paraná que prestigia e disputa o campeonato deste ano, tinha problemas no carro e somente completou 6 voltas. Diante deste cenário inicial, já era possível prever o final do dia, caso não houvesse nenhum imprevisto. FINAIS Felizmente, o tempo melhorou e tivemos uma tarde de sábado de céu azul e com muito sol.

Os pilotos da Final B1 foram os primeiros a irem para a pista. Jonny largando na pole, não teve muita sorte e acabou caindo para último. Mas, seu excelente desempenho e também do seu carro, o colocaram entre as primeiras posições rapidamente. Lincoln depois de um péssimo treino livre conseguiu melhorar seu carro e fez uma excelente corrida de recuperação. Coca fez uma boa largada, mas na segunda volta teve problemas e caiu para as últimas posições. Lucio livrou-se do enrosco da largada, mas não de um segundo acidente que o

5


Caio e Paulo Guedes foram os únicos que disputaram posição. fez cair para último. Fez uma corrida de recuperação com toda a sua experiência e marcou sua melhor volta do dia: 15.695s. Cold com uma excelente largada manteve a ponta por várias voltas. Fez um duelo fantást ico com Jonny, mas um problema o tirou da prova. Chung foi o único piloto a não participar dessa prova, por problemas mecânicos. A Final A1 foi relativamente monótona, onde os pilotos mantiveram suas posições de largada. César na pole abriu larga vantagem. Andou forte e marcou a melhor volta dia com o tempo de 14.653s. Na seqüência vieram Criscareca, Alekimura e Robert.

6

De volta à pista, os pilotos da Final B2 fizeram uma prova de várias disputas por posições. Cold mais uma vez, mostrando sua competência, buscou a ponta e repetiu o duelo com Jonny, o qual havia largado em último (grid invertido) e assumiu a liderança na sétima volta. Cold abandonou na décima nona volta. Coca sem um carro competitivo ficou na largada e andou nas últimas posições. Lincoln, outra vez mostrou boa competitividade e constância. No meio da prova se envolveu em acidente, mas recuperou-se bem. Isso lhe deu a sua melhor volta do dia com 15.398s. Lucio tirou tudo que podia do carro, mas esse não era um final de semana de sorte. Chegou a andar em segundo, mas perdeu a posição para Lincoln. Novamente, Chung ficou de fora dessa final.


A Final A2 foi mais competitiva. Talvez pelo fato do grid estar invertido, ou seja, quem chegou à frente na prova anterior, larga atrás na próxima. Mas, isso não vale muito para César, que mesmo largando em último, assumiu a liderança na terceira volta. Paulo Guedes largou na pole, mas rapidamente foi perdendo posições em virtude de um problema no carro, que o fez abandonar na oitava volta. Robert, estreando no campeonato, envolveu-se em acidente que o fez perder algumas posições, dificultando sua recuperação. Mas, ainda assim, marcou sua melhor volta do dia: 15.426s. Outro que esteve envolvido em acidente foi Caio e durante a prova brigou por posições com Robert. Criscareca não teve dificuldades em ganhar posições logo nas primeiras voltas, mas não tinha carro para alcançar César, mesmo marcando sua melhor volta do dia, com 14.982s.

Alekimura, nessa prova, mostrou boa recuperação de posições. Acidentes e algumas disputas não o impediram de chegar na frente e marcar sua melhor volta, com 15.010s. Na Final B3, finalmente Chung largou e mostrou que, mesmo tendo um carro razoável, sua experiência em corridas fez a diferença. Nas primeiras voltas, Cold e Coca disputaram a terceira posição. Cold com um carro melhor levou vantagem. Coca ainda sem o melhor carro perdeu várias posições durante a prova.

7


8


Foto: Paulo Pai

9


Jonny mostrou mais uma vez ser a sombra de César nesse campeonato. Largando atrás, assumiu a ponta na terceira volta. Andou muito forte e marcou sua melhor volta do dia com o tempo de 14.704s. Lucio nessa prova teve muitos problemas e abandonou a corrida na sétima volta. Lincoln, nas primeiras voltas disputou com Lucio e Coca a quarta posição. Levou a melhor e manteve a posição até o final.

10


A Final A3 foi previsível em se tratando de resultados. César mais uma vez imbatível! A melhor disputa ficou entre Alekimura e Criscareca. Ale largando em último encontrou Cris que havia se envolvido em acidente e, a partir daí, disputaram posições. Paulo Guedes, mesmo largando em primeiro, não tinha um carro para segurar as feras que vinham atrás. Esse esforço lhe rendeu sua melhor volta do dia, com o tempo de 15.601s.

Robert chegou a andar em terceiro, mas alguns acidentes e a forte disputa de Ale e Cris, acabaram deixando-o para trás. Mas, recuperou-se no final. Caio largando na frente, também não conseguiu segurar os carros mais fortes e foi perdendo posições. A Final B4 foi muito disputada, até pelo fato de ser a última chance de conseguir um resultado melhor. Comprovando que este foi um final de semana infeliz, Lucio largando na pole perdeu muitas posições logo no início da prova.

11


Coca fez uma boa largada, mas era quase impossível segurar Chung e Jonny que vinham buscando resultado. Mas, marcou sua melhor volta do dia com o tempo de 15.310s. Lincoln se despediu dessa prova na sétima volta com problemas no carro. Cold fez uma bela prova, alternando posição com Coca. Levou vantagem no final. A última final do dia, Final A4, selou a já esperada hegemonia do piloto César Salvadori.

Classificação 2º Etapa Super Stock Pos. Nº Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º

4 12 1 5 13 17 9 10 6 8 7 11

Cesar Salvadori Jonny Serpent Criscareca Alekimura Lincoln Robert Chung Cold Coca Lucio Caio Paulo Guedes

Chassi

Corally PHI S400 Serpent S400 HB Cyclone TC Corally PHI Serpent S400 AE TC4 HB Cyclone TC AE TC5 Corally PHI AE TC5 Corally PHI

Classificação da 2º etapa da Stock realizada dia 25/4/09

Criscareca e Alekimura buscavam seus melhores resultados para conseguirem uma melhor posição no resultado final. E dessa briga, quem se aproveitou foi Robert, que vindo lá de trás, ganhou várias posições. Caio, com problemas, nem chegou a completar uma volta e deu adeus a esta etapa. Paulo Guedes, fez uma prova regular e apenas manteve a posição de largada.

Classificação Geral Super Stock Pos. Nº

Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º

Cesar Salvadori Jonny Criscareca Chung Alekimura Lincoln Lucio Coca Cold Paulo Guedes Caio Poldo Felipe Franceschi Robert Fabian Kaloustian Fabrício

4 12 1 9 5 13 8 6 10 11 7 14 3 17 16 15

Pontos

102 94 91 90 86 84 81 79 79 74 74 44 43 43 35 34

* O total de pontos ainda está sem o desconto do descarte.

12


13


GP com Força Total

Texto e Fotos: Roberto Viveiros

2º Etapa • 26 de abril

Domingo, tempo fechado e com jeito de chuva. Uma leve garoa chegou a cair, atrapalhando o treino livre da manhã. Mas, o número de pilotos inscritos e presentes foi excepcional! O sucesso do campeonato está dos 18 segundos. Destaque para Sandro apoiado numa base sólida, formada que fez o tempo de 17.225. tanto pela Diretoria e Organização, Na segunda seção, Jezito mostrou que como também pelos próprios pilotos, era o favorito do dia, virando o excelente que vem atraindo novos fãs e tempo de 16.969. esportistas, superando seus Na segunda parte dos 49 Pilotos, próprios limites. treinos livres, os pilotos da 22 na Sport, A organização da prova categoria Sport fizeram duas 11 na Racer apressou-se em dar seções. Na primeira, com onze continuidade, assim que o e 16 na RTR. pilotos, Moska fez a melhor tempo firmou. E os treinos volta com o tempo de 15.061. livres cronometrados iniciaram-se. Já na segunda seção, também com onze Os primeiros a irem para a pista foram pilotos, Fabio Lima com um carro muito os pilotos da categoria RTR. Na primeira bem acertado, pulverizou o tempo anterior, seção, somente três pilotos viraram abaixo cravando 14.929.

14


Na terceira e última parte dos treinos livres, foi a vez da categoria Racer. O que se viu foi um certo “esconder o jogo” entre os pilotos. Embora a pista não estava com um bom grip, os tempos foram muito altos para esta categoria. O melhor tempo foi de Marcos Mayer, estreando seu novo carro Pursuit virando 14.700. A organização dividiu em dois heats as tomadas de tempo, sendo que as categorias RTR e Sport foram divididas em dois grupos, A e B, em virtude do número de pilotos inscritos. Estas tomadas de tempo têm o limite máximo de cinco minutos. No primeiro heat, a categoria RTR B fez seu primeiro Qualify. O piloto Fernando deu 16 voltas em 5:15.549, com a melhor volta em 17.586. Na RTR A, o melhor piloto foi Jezito, completando 18 voltas em 5:15.938, com a melhor volta em 16.902. A categoria Sport fez sua primeira seção de tomadas, com os pilotos do grupo B. Silvio Mendes completou 19 voltas em 5:02.166, com a melhor volta em 15.193. No grupo A, o piloto mais rápido foi Sandro Martines, que fechou 20 voltas em 5:07.568, com a melhor volta em 14.777. Na categoria Racer, os pilotos começaram a mostrar suas armas e os tempos começaram a baixar. Pelo número de pilotos, apenas um grupo foi formado. Marcos Mayer foi o mais rápido, completando 21 voltas em 5:07.912, com

a melhor volta em 14.346. No segundo heat, a RTR B, Fernando melhorou sua performance, completando 17 voltas em 5:14.861, com a melhor volta em 17.761. Na RTR A, Jezito repetiu o feito anterior, e deu 18 voltas em 5:14.645, com a melhor volta em 16.599. Na Sport B, o estreante no campeonato Rafael Tahan completou 19 voltas em 5:09.241, com a melhor volta em 15.184. Já na Sport A, Fabio Lima confirmou sua boa fase e completou 20 voltas em 5:07.368, com a melhor volta em 14.667. A categoria Racer mostrou o excelente nível que os pilotos se encontram. Marcos Mayer mais uma vez fez o melhor tempo, completando 21 voltas em 5:10.287, com a melhor volta em 14.547. Nota: Rafael Viveiros bateu o record da pista com o tempo de 14.175, porém foi desclassificado com irregularidade no aerofólio de seu carro. Depois de terminada as tomadas de tempo, as categorias foram divididas e

15


formados os grupos para as finais. A categoria RTR foi dividida em dois grupos e cada grupo disputou três finais de cinco minutos cada. Somaram-se os tempos e o melhor foi declarado campeão da etapa. A Final RTR B1, teve um vencedor de ponta a ponta, Sandro. Outro piloto que não teve dificuldade foi Iran Pereira, que após um pequeno incidente na primeira volta, recuperou-se e chegou em segundo. Luciano Pucca fez uma boa largada, chegou a ocupar a segunda posição, mas um problema mecânico o tirou da prova na décima volta. José Sagi largou bem, mas também ficou na quarta volta. Iran Espessoto fez uma corrida regular

16

e apenas ganhou uma posição. Marcos Piovesan envolveu-se num acidente logo no começo, tentou se recuperar, mas ficou na oitava volta. Ale Figueiredo largou lá atrás no grid, fez uma boa corrida de recuperação e chegou na terceira posição. Carlos Vasques, não teve sorte nessa final e apenas completou uma volta. A Final RTR A1, foi uma final mais equilibrada, onde os pilotos praticamente mantiveram suas posições. Jezito largou na pole, porém não teve sossego com o piloto Tiago Milani que esteve sempre colado a ele. Aliás, Tiago chegou a assumir a liderança na oitava volta, mas a perdeu na volta seguinte. Fernando também fez uma excelente prova, disputando com


Tiago a segunda colocação. Reginaldo Rogério e William Rangel protagonizaram uma outra disputa interessante pela quarta posição, com algumas trocas de posições. Anderson Becheli, com problemas no seu carro completou apenas 5 voltas. Vagner e Noronha não chegaram a largar. Nesta segunda Final RTR B2, Sandro e Iran Pereira alternaram a primeira posição numa disputa empolgante. Ale Figueiredo largou bem, mas um incidente na primeira volta o fez perder posições e complicou sua corrida. Luciano Pucca, aproveitando-se do problema de Ale, ganhou sua posição e a manteve até o final. Iran Espessoto não fez uma boa prova e abandonou na sétima volta. O mesmo aconteceu com Marcos Piovesan que completou apenas 10 voltas. José Sagi e Carlos Vasques não largaram. A segunda Final RTR A2, foi um banho de Jezito. Praticamente assegurava a taça de campeão. Tiago Milani desta vez não conseguiu repetir a boa atuação e acabou tendo problemas e saiu na sexta volta. Fernando fez uma excelente prova e buscou marcar pontos para a soma final. Reginaldo Rogério teve problemas na segunda volta, mas fez uma boa corrida de recuperação. Noronha que precisava de um bom resultado, não teve sorte e só completou duas voltas. William Rangel fez uma corrida de paciência e foi subindo no grid. Bom resultado final! Anderson Becheli não tinha um carro acertado, mas foi herdando posições. Vagner novamente não largou nessa final. Na Final RTR B3, apenas quatro pilotos largaram. Sandro tinha que fazer sua parte e torcer para que Jezito tivesse um tropeço na sua final. E foi o que fez. Ganhou de ponta a ponta! Iran Pereira também tinha chances matemáticas, e buscou marcar pontos. Luciano Pucca e Marcos Piovesan

17


disputaram curva a curva a terceira posição. Vantagem para Piovesan. Ale Figueiredo, José Sagi, Iran Espessoto e Carlos Vasques não largaram. A última Final RTR A3 mostrou que Jezito vai brigar pelo título de campeão de desta temporada. Faturou de ponta a ponta. Fernando também mostrou talento e estará brigando pelas posições de cima na tabela. William Rangel não fez uma boa prova e perdeu posições. Noronha mostrou que se o dia não tivesse sido de azar, poderia estar brigando por uma posição melhor. Reginaldo Rogério fez uma corrida muito regular e manteve sua posição de largada. Anderson Becheli, Tiago Milani e Vagner não largaram. Pelo fato do número de participantes da categoria Sport ser 22 pilotos, a organização dividiu em dois grupos de nove pilotos, a fim de disputarem as semifinais, e os quatro melhores nas tomadas de tempo foram direto para a final. Estas semifinais tiveram a duração de quinze minutos. Os quatro pilotos melhores qualificados na Sport que formaram o Top 4 foram: Sandro Martines, Fabio Lima, Betão e Moska. Na semifinal Sport B, Fabio Ribeiro não deu chances aos adversários. Embora tenha perdido a ponta por algumas voltas, recuperou-se e não a perdeu mais. Rodrigo Alves e Sandro Pereira fizeram uma das boas disputas desta corrida. Chegaram a se enroscar em alguns momentos, o que deu chance a Fernando Colgnesi ultrapassá-los e ganhar a segunda posição. Rodrigo Régis fez uma boa largada e chegou a assumir a terceira colocação. Mas, no meio da prova perdeu rendimento e várias posições. Outro Rodrigo, agora Barros, tinha um carro lento e não fez uma boa prova. Wagner Soares fez uma prova

18


regular. Tinha um carro rápido e andou no seu limite, mantendo a posição. Luciano Pazzini, um dos favoritos, teve problemas mecânicos e abandonou a prova na décima oitava volta. Raul Cardoso não chegou a largar. A semifinal Sport A foi muito disputada. Os mais rápidos queriam uma vaga na final e sabiam que se completassem mais de 52 voltas, poderiam garantir uma vaga. Marcelo Cebola não fez uma boa largada, envolvendo-se numa batida. Perdeu várias posições e ficou difícil a recuperação. Rafael Tahan disputou a segunda posição com Adilson ABC até o final da corrida. Adilson por sua vez, chegou a andar na ponta disputando acirradamente com

Silvio Mendes, trocando de posições várias vezes. Ramiel era mais um candidato à final. Mas, seu carro não correspondeu e ficou a poucas voltas de conseguir sua classificação. Sergio Nakamura fez uma boa largada. Estava certo que conseguiria uma vaga na final, mas completou apenas 45 voltas. Renato Ribeiro nas fez uma boa largada e abandonou na quadragésima volta. Rogério Shit largando atrás se esforçou para melhorar sua posição, mas seu carro não colaborou e ficou na volta 44. Filipo, mesmo largando no final do pelotão, esboçou uma reação, porém completou apenas 45 voltas. Depois de terminada a prova, os seis pilotos que se classificaram para a final,

19


foram: Silvio Mendes, Rafael Tahan, Adilson ABC, Fabio Ribeiro, Fernando Colgnesi e Rodrigo Alves. A final da categoria Sport teve a duração de 30 minutos. E ela foi cheia de surpresas, principalmente em relação ao favorito e atual líder do campeonato, Sandro Martines. Na pole, Fabio Lima largou bem e fez a primeira curva na frente, porém Moska (terceiro) fez uma excelente largada, ultrapassando Sandro Martines (segundo), entrando na segunda curva à frente de Fabio Lima. Sandro recupera-se e assume a segunda posição, depois de Fabio Lima se envolver em acidente e cair para as últimas posições. Rafael Tahan também consegue se livrar das batidas e ganha posições. Outro que se deu bem foi Adilson ABC. Fabio Ribeiro ficou na batida da primeira volta e perdeu várias posições. Fernando Colgnesi que havia largado atrás, consegue se livrar das batidas.

20


Betão largou em último e aos poucos foi ganhando posições. Silvio Mendes não chegou a largar. Na décima quinta volta Sandro liderava a corrida quando a correia dianteira de seu carro quebra e ele é obrigado a parar no box. Nesse momento Fabio Ribeiro assume a liderança e mostra porque é um dos favoritos ao título. Moska segue logo atrás e na seqüência vem Rafael Tahan, Rodrigo Alves, Fernando Colgnesi, Fabio Lima, Adilson ABC e Betão. Na quadragésima volta, Moska liderava quando sofreu um acidente e o tanque do seu carro quebra, obrigando-o a abandonar a prova. Fabio Ribeiro reassume a liderança seguido por Rafael Tahan, Fabio Lima, Adilson ABC, Fernando Colgnesi e Sandro Martines que voltou à prova, sem a correia dianteira, apenas para marcar pontos, pensando no campeonato. Betão e Rodrigo Alves já haviam abandonado a prova.

21


22


Foto: Jo達o Marcelo

23


A partir daí, as posições não se alteraram. Embora a categoria Racer tivesse apenas onze pilotos inscritos, a organização resolveu fazer uma semifinal de sete pilotos, deixando os quatros melhores colocados nas tomadas direto na final. Os “Top 4” foram: Marcos Mayer, Giba, Criscareca e Rafael Viveiros. Com duração de quinze minutos, essa semifinal começou cheia de acidentes logo na largada. Luan Carvalho que largara na pole acabou perdendo várias posições. Quem se deu muito bem foi Paulo César(PC) que não fez nenhuma tomada de tempo, largou em último e assumiu a ponta na segunda volta. Toninho com um carro bem acertado andou muito perto de PC. Denis Roschel, largou em terceiro, livrou-se do enrosco e fechou a primeira volta em primeiro.

24

Porém, foi ultrapassado por PC e Toninho. Jonny Hee Park fez uma boa largada e acompanhou o pelotão da frente. Clebs Spessoto, depois de largar em segundo e ficar no acidente, fez uma corrida excepcional de recuperação. Ternival Souza, com seu PURSUIT fez uma boa largada e manteve a terceira posição por várias voltas. Depois de 22 voltas, Toninho assume a liderança, seguido por Ternival, Jonny, Clebs, Luan, PC e Denis, que apresentava problemas no carro. Logo em seguida foi a vez de PC parar. Mais adiante, foi Ternival que foi para os boxes. Luan também teve problemas. A partir daí, a corrida ficou definida em suas posições com Toninho em primeiro, Clebs em segundo e Jonny em terceiro, Luan em quarto, Ternival em quinto e PC em sexto.


25


A final da Racer foi uma das mais empolgantes dos últimos tempos. Marcos Mayer largou na pole, seguido por Criscareca, Rafael Viveiros, Clebs, Toninho, PC, Ternival Jonny, Giba e Luan. Esses dois últimos tiveram problemas na largada. As primeiras voltas já mostraram os primeiros sinais do que todos iriam presenciar: uma briga acirrada entre Marcos e Rafael. Cris vinha apenas observando a briga, chegando até a assumir a segunda posição, quando Rafael ultrapassou Marcos e este perdeu sua posição para Cris. Vale ressaltar que nesse momento, Rafael havia tocado involuntariamente a traseira de Marcos que capotou. Numa atitude de “Fair Play” Rafael esperou a aproximação de Marcos e devolveu a posição. Logo atrás, PC liderava o outro pelotão, seguido

26

por Giba, Clebs e Ternival. Toninho, com problemas brigava com Jonny, trocando constantemente de posição. O primeiro a abandonar a prova foi Luan; depois foi a vez de Giba e, a seguir, Clebs, todos com problemas em seus carros. Quem voava baixo, mostrando que será mais um na briga pelo título era PC. Foi o primeiro a andar abaixo de 14.3. Mas, o carro mais veloz era mesmo o de Rafael, que “detonou” novamente o record da pista com o tempo de 14.125. Marcos e Rafael trocaram de posições várias vezes na liderança, até o carro de Rafael ter “pane seca” e perder várias voltas. No final, Marcos Mayer venceu, mas também levou um susto, pois seu carro também teve pane seca, mas como tinha muita vantagem, faturou essa etapa!


Confira a Classificação da Etapa e Geral Classificação 2º Etapa RACER Pos. Nº Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º

1 2 12 8 15 11 9 3 4 10 5

Marcos Mayer Criscareca Paulo Cesar Rafael Viveiros Ternival Souza Toninho Jonny Park Clebs Giba Luan Carvalho Denis Rochel

Chassi

SPT-1 S720 V1RRR  MTX4R  V1RRR  V1RRR  MTX4R  NT1  NT1  NT1  V1RRR 

Classificação da 2º etapa da RACER realizada dia 26/4/09

Classificação 2º Etapa RTR Pos. Nº Piloto

Chassi

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º

Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW Kyosho FW

4 1 8 19 14 10 17 9 5 13 20 16 6 11 18 7

Jezito Sandro Iran Pereira Fernando Reginaldo Rogério Wiliam Rangel Luciano Pucca Marco Piovesan Tiago Milani Ale Figueiredo Anderson Becheli Noronha Iran Espessoto Carlos Vasques José Sagi Vagner

Classificação 2º Etapa SPORT Pos. Nº Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º 21º 22º

10 21 7 25 5 13 18 15 12 9 3 2 17 24 20 8 11 16 22 23 1 14

Fabio Ribeiro Rafael Tahan Fernando Colgnesi Adilson ABC Sandro Martines Fabio Lima Mosca Rodrigo Alves Betão Silvio Mendes Marcelo Cebola Ramiel Sandro Pereira Rodrigo Régis Wagner Soares Sergio Nakamura Filipo Rogério Shit Rodrigo de Barros Renato Ribeiro Luciano Pazzini Raul Cardoso

Chassi

-

Classificação da 2º etapa da SPORT realizada dia 26/4/09

Classificação da 2º etapa da RTR realizada dia 26/4/09

27


Classificação Geral SPORT Pos. Nº

Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º 21º 22º 23º 24º 25º

Sandro Martines Fabio Lima Fabio Ribeiro Betão Mosca Sandro Pereira Silvio Mendes Fernando Colgnesi Marcelo Cebola Ramiel Sergio Nakamura Rodrigo Alves Luciano Pazzini Filipo Rogério Shit Raul Cardoso Rafael Tahan Adilson ABC Renan Rodrigo Régis Wagner Soares Francisco Magaña Perneta Rodrigo de Barros Renato Ribeiro

5 13 10 12 18 17 9 7 3 2 8 15 1 11 16 14 21 25 6 24 20 4 19 22 23

Classificação Geral RACER Pontos

95 92 88 86 86 81 81 80 79 74 73 72 71 68 66 60 48 45 39 35 34 32 30 30 29

* O total de pontos ainda está sem o desconto do descarte.

28

Pos. Nº

Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º

Criscareca Rafael Viveiros Paulo Cesar Ternival Souza Luan Carvalho Giba Jonny Park Toninho Clebs Denis Rochel Leandro Campos Marcos Mayer Henrique Winik Wilson Godoi Eduardo Banzoli

2 8 12 15 10 4 9 11 3 5 13 1 14 6 7

Pontos

93 92 90 84 82 82 80 80 77 73 51 51 49 41 39

* O total de pontos ainda está sem o desconto do descarte.

Classificação Geral RTR Pos. Nº

Piloto

1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Sandro Jezito Iran Pereira Marco Piovesan Wiliam Rangel Vagner Luciano Pucca Carlos Vasques Noronha Ale Figueiredo Tiago Milani Reginaldo Rogério Iran Espessoto Fernando Anderson Becheli Fabio Pereira Igor Loria Marcelo Souza José Sagi Carlos Abdala

1 4 8 9 10 7 17 11 16 13 5 14 6 19 20 2 12 3 18 15

Pontos

97 92 90 86 86 83 82 81 79 78 78 76 72 45 38 37 35 34 34 33

* O total de pontos ainda está sem o desconto do descarte.


29


Patrocinadores

AARC Magazine  

Primeira ediçao, falando tudo o que aconteceu na 2º etapa do campeonato da AARC do ABC 2009

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you