Page 33

33

O DIA I TERÇA-FEIRA, 17.4.2012

saúde

Dengue: surto em 47 bairros do Rio As regiões de maior risco estão nas zonas Norte e Oeste á estão em surto de dengue 47 bairros que integram as Járeasdeplanejamentode Cam-

DOENTES POR 100 MIL HABITANTES

po Grande, Madureira e Bangu, segundo divulgou ontem a Secretaria Municipal de Saúde. Nestas regiões, a incidência supera os 300 casos da doença por 100 mil habitantes, o que caracteriza surto. Além disso, subiupara10o númerodemortos no estado este ano: eram 7 até a semana passada. Em todo o município, o número de infectados pela dengue já chega a 296,5 por 100 mil moradores — isto coloca a cidade muito próxima de uma epidemia,embora tecnicamente o número ainda represente ‘média incidência da doença’. “Comcerteza o Rio está enfrentando uma alta incidência de casos. Há grande subnotificação,ouseja,nem todososdoentes entram nas estatísticas”, alerta o infectologista da UFRJ, Edmilson Migowski. De 1º de janeiro a 14 de abril foram detectados 40.252 casos na capital. Na última semana havia 31.176, o que significa aumento de quase 30%. “Esses números só reforçam a impor-

296,5

516,9

Número de infectados em toda a cidade se aproxima da marca dos 300, que caracteriza surto.

Quantidade de infectados em Madureira e adjacências também é muito alta.

657,5

334,3

Incidência de casos em Campo Grande e adjacências é mais que o dobro da que significa surto

são os casos de pessoas com dengue na região de Bangu e adjacências: surto também.

tância das ações de combate e dos polos de atendimento. Atualmente contamos com 31 funcionando em toda a cidade, mas reforçamos em 30% a capacidade desses polos com mais profissionais”, destacou o secretário municipal de Saúde, Hans Dohmann. DEZ MORTES CONFIRMADAS

Mais três mortes causadas pelo vírus — duas na área de Madureira eumaemCampo Gran-

de — foram confirmadas, fazendo o total no estado subir para 10. Semana passada, pelo menos outrastrês pessoas morreram por dengue na capital, mas os casos ainda não entraram para as estatísticas: uma mulherda Ilha, quemorreu numa clínica em Vaz Lobo; um morador deNilópolis, que estava num hospital particular de Bangu; e uma mulher da Vila da Penha, que faleceu no Hospital Quinta D’Or.

BAIRROS COM SURTO EM CADA UMA DAS TRÊS REGIÕES ÁREA DE MADUREIRA ■ Acari,Anchieta,

Barros Filho, Bento Ribeiro, Campinho, Cascadura, Cavalcanti, Coelho Neto, Colégio, Costa Barros, Engenheiro Leal, Guadalupe, Honório Gurgel, Irajá, Madureira, Marechal Hermes, Oswaldo Cruz, Parque Anchieta, Parque Co-

lumbia, Pavuna, Quintino Bocaiuva, Ricardo de Albuquerque, Rocha Miranda,Turiaçu, Vaz Lobo, Vicente de Carvalho,Vila da Penha, Vila Kosmos e Vista Alegre. ÁREA DE CAMPO GRANDE ■ Barra de Guaratiba, Campo Grande, Cosmos, Guara-

tiba, Inhoaíba, Pedra de Guaratiba, Santíssimo e Senador Vasconcelos. ÁREA DE BANGU ■ Bangu, Campo dos Afonsos,Deodoro, Jardim Sulacap, Magalhães Bastos,Padre Miguel, Realengo, Senador Camará eVila Militar.

MICROSCÓPIO

PESSOAS COM PIERCING E TATUAGEM CONSOMEM MAIS ÁLCOOL, DIZ ESTUDO Estudo francês realizado por umespecialistaemcomportamento concluiu que pessoas queusampiercingsoutêmtatuagem consomem mais álcool. De acordo com o professor Nicolas Guéguen, da Uni-

versidade de Bretagne-Sud, vários estudos demonstram ainda que os tatuados quem têm piercings possuem mais tendência a um comportamento de risco, como brigas e sexo não protegido.

CAMINHADAS ANTIDEPRESSÃO Levantamento feito por cientistas da Universidade de Stirling, na Escócia, chegou à conclusão que uma simples caminhada rápida podeterumpapelimportante no combate à depressão.

Jornal O Dia 17/04/2012  

Jornal O Dia 17/04/2012

Advertisement