Page 12

12 < RIO DE JANEIRO

TERÇA-FEIRA, 17.4.2012 I O DIA

DelegadocaiapósfugadePM Cabo acusado deestuproescapou enquantoesperavadelegadade plantão para oregistro BRUNO MENEZES bruno.menezes@odianet.com.br

Corregedoria Interna da Polícia Civil afastou, na A tarde de ontem, o titular da 35ª DP (Campo Grande), delegado Alberto de Oliveira Leite, após a fuga do cabo PM Frank Cimar Barbosa de Oliveira, de 39 anos, acusado de sequestrar e estuprar uma jovem em Campo Grande, na madrugada de domingo. O cabo, lotado no 17º BPM (Ilha), foi preso após o crime e fugiu

pela porta dos fundos da delegacia. Na manhã de ontem, ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e é considerado foragido. O afastamento do delegado-titular foi confirmado após uma minuciosa inspeção feita na unidade por equipes da Corregedoria, que confirmou que, no momento em que o cabo foi apresentado na 35ª DP, a delegada de plantão, Elaine Villar, não estava presente. De acordo com o noivo da vítima, que chegou

PM teve a prisão preventiva decretada e está foragido

ao local por volta das 2h30, a delegada só apareceu às 6h. A Corregedoria também poderá punir uma inspetora, que não registrou a prisão do cabo, alegando a ausência da delegada, única com permis-

são para autuar o policial em flagrante. A inspetora não deveria permitir que o cabo ficasse nas dependências da delegacia sem algemas e circulando sem qualquer vigilância — tudo isso permitiu que ele fosse até os fundos do prédio e fugisse sem problemas. O afastamento do delegado-titular Alberto Leite também foi motivado, de acordo com a Corregedoria, pelas denúncias de moradores de Campo Grande, que reclamam de demora no atendi-

mento para fazer registros de ocorrências. Assim que as equipes da Corregedoria chegaram à unidade, apenas um inspetor estava à disposição para o atendimento. “Esperei por quase 12 horas para registrar o roubo de documentos, cartões e do meu telefone celular. Nem fui trabalhar só para conseguir fazer o registro e, mesmo assim, saí da delegacia sem conseguir ser atendido”, reclamou o pedreiro José Vicente Matos, de 42 anos.

Família pede proteção e psicólogo > Em estado de choque, a vítima do cabo Frank Cimar não consegue falar sobre o caso desde que chegou em casa, domingo. Ela foi medicada no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, e, agora, a família faz apelo para que o estado ofereça à vítima e ao noivo, que estava com ela quando o cabo a abordou, tratamento psicológico. Parentes também pedem proteção policial, já

que se sentem ameaçados pelo PM foragido. “Ontem, após a fuga, um carro parou em frente à casa da minha noiva, com os faróis altos. Passou um tempo e o veículo saiu, em alta velocidade, cantando pneu. Só podia ser ele”, argumentou o noivo, que está evitando conversar sobre o ataque com a noiva. “Não quero deixá-la mais angustiada ainda”, completou. O casal caminhava quando foi abordado pelo cabo, que

exigiu os documentos do casal. Como ela estava sem a identidade, o PM, armado, exigiu que o noivo virasse para a parede e mandou que a moça entrasse em seu carro, encontrado minutos depois pelo irmão da vítima e por dois PMs do 40º BPM (Campo Grande). Estes policiais também poderão ser punidos pela fuga de Frank Cimar, já que não o algemaram, o que pode ter facilitado a fuga.

Um baleado no Para-Pedro PM apreende 100 quilos de maconha na vizinha Favela de Acari Um suspeito de tráfico foi baleado ontem em operação da PM na Favela Para-Pedro, em Colégio, Zona Norte. Daniel Conde do Sacramento, 31 anos, foi socorrido ao Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes. A menos de 3 km, na Favela de

Acari, 100 kg de maconha foram apreendidos. Segundo policiais do Batalhão de Choque, com o baleado foram apreendidos pistola 9mm, 1.419 papelotes de cocaína, três carregadores, munição e R$ 315. A Secretaria Estadual de Saúde informou

que Daniel foi operado. Cerca de 30 policiais participaram da ação no Para-Pedro. A 27ªDP (Vicente Carvalho) registrou. A maconha apreendida em Acari estava numa casa abandonada perto do Conjunto Amarelinho, segundo policiais do 41º BPM (Irajá).

Jornal O Dia 17/04/2012  

Jornal O Dia 17/04/2012

Advertisement