Issuu on Google+

Universidade do Vale do Itajaí Centro de Ciências Sociais Aplicadas – Comunicação, Turismo e Lazer Curso Superior de Tecnologia em Fotografia

Fotografia documental 2012-I


Fotografia Documental Prof. MSc Marcelo Juchem

Objetivo geral da disciplina: Compreender o ato fotográfico e seus reflexos na sociedade, aplicando na prática fotográfica princípios e conceitos da fotografia documental como registro social através de um olhar crítico. Ementa: Fotografia e documento. Realidade, registro fotográfico e história. Imagem e construção social. Fotografia documental contemporânea. Projeto fotográfico documental. 2012-I


Reciclar é lucrar O objetivo desse trabalho é incentivar o respeito pelo processo de reciclagem. Reciclar diminui a quantidade de matéria prima extraída para produzir embalagens, reduzindo o constante crescimento de dejetos. Além de incentivar a educação ambiental, o processo de reciclagem gera renda para cooperativas e catadores de material reciclável.

Acadêmicos: André Carlos Costa João Alberto Nóbrega Wellington Mariani


Fotografia Documental

EQUOTERAPIA


“o mais nobre dos animais na mais nobre das funções”


Eu vi uma criança que não podia andar Montar em um cavalo, sorrir e falar E cavalgar através de um campo de margaridas embora andar sem ajuda não lhe permitisse a vida.


Eu vi uma criança, as pernas comprometidas montar em um cavalo e fazê-lo atravessar bosques de árvores floridas e lugares lindos que antes não conhecia Senão através da visão reduzida que a cadeira lhe permitia.


Eu vi uma crianรงa que podia apenas rastejar Montar em um cavalo e em alto plano sentar cavalgando em ritmos variados e rir de nossos rostos maravilhados


eu vi uma criança que nasceu para lutar tomar as rédeas de sua vida . e ouviu-se aquela criança declarar, obrigado meu deus, por este caminho mostrar.


CAVALEIROS ESPECIAIS Desde muito tempo o homem se beneficia da potencialidade do cavalo, nos trabalhos rurais, nas batalhas, nas guerras ou no esporte. Na equoterapia exige a participação de atividades do corpo inteiro, contribuindo assim para o desenvolvimento da força muscular, relaxamento, conscientização corporal, aperfeiçoamento da coordenação e equilíbrio de pessoas portadoras de deficiências. “eu vi um Cavaleiro Especial que não podia andar, montar em um cavalo e desbravar lugares lindos que antes não conhecia”.

Alunos: Eduardo Werner Juliana Sebben Jullye Montagna Patrick Formosinho


Onze homens fazem todo o processo de fabricação dos tijolos.


Normalmente trabalham onze horas por dia.


Por conta dos trabalhos exercidos ali, eles s達o na maioria homens fortes.


“Não me escoro em outro e nem cachaça O que fiz tinha muita procedência Eu me seguro em minha palavra Em minha mão, em minha lavra” (Marcelo Falcão)


Meu mundo é o barro Este trabalho busca resgatar uma valorização, antes comum, dos trabalhadores do ramo ceramista, em Canelinha – SC, mais conhecida como cidade das cerâmicas. No município encontramos pessoas que fazem parte dessa tradição, exercendo um trabalho muito digno. Ao fazermos as fotos em um ambiente quente e escuro, onde o trabalho é pesado e cansativo, observamos que os trabalhadores não se deixam influenciar, tornando o trabalho e o ambiente mais agradável.

Acadêmicos: Isadora Manerich, Priscila Link e Rafael Godoy.


Obesidade, ter ou não ter? A obesidade é diretamente ligada aos hábitos alimentares de cada indivíduo e pode acometer pessoas de diferentes sexos, raças e classes sociais. Os alimentos mais gordurosos e menos saudáveis são, geralmente, os que aparentam mais apetitosos e, por isso, os favoritos em relação a verduras, legumes e frutas. Infelizmente a obesidade é um problema que atinge um percentual elevado da população mundial e acarretar graves problemas de saúde. Temos como objetivo realizar uma crítica aos hábitos alimentares das pessoas que tem sobrepeso, retratando os exageros cometidos e a má alimentação em uma refeição.


AcadĂŞmicas: Lindomar Peruzzo, Karen Toniolo e Ylana Coletti


A Suprema Personalidade de Deus


Em meio a tantas religiões existentes no mundo, o Hare Krishna é uma religião rica em cores, espiritualidade e filosofia. Os que devotam não se importam com o mundo material e vivem ligados apenas à espiritualidade e Krishna (forma original de Deus).


Na cidade de Itajaí, existe um espaço em que são realizadas as celebrações de domingo, também executadas mundialmente.


Nelas acontecem as danças, o canto, o jantar e a adoração a Krishna, a Suprema Personalidade de Deus.


Este trabalho tem como objetivo acentuar a existência desta religião e da sua cultura para as pessoas que ainda não se deram o prazer de apreciá-la.


AcadĂŞmicas:

Fernanda Peixoto Gabrielli Hanaoka Isabella Vieira Paloma Dinaele.


Qual o peso da sua vaidade?

AcadĂŞmicas: Ana Caroline e Stella Lapolli


Você sabia que doenças como anorexia atingem cerca de 60% da população mundial? E que desses, 42% são adolescentes?


Ou que entre os que buscam tratamento, apenas a metade se recupera completamente?


A Exposição “Qual o peso da sua vaidade?” pretende alcançar o objetivo de destacar o aumento do culto ao corpo que se instalou na sociedade atual, e despertar um alerta sobre os riscos do uso de métodos extremos para alcançar a chamada “beleza ideal”.


Esquadrão SOS Em meio a uma sociedade tão moderna e fria ao mesmo tempo, um grupo de alunos de Fotografia da UNIVALI trabalha com a ideia de que uma pessoa, com uma atitude diferenciada, interfere na vida de varias outras pessoas. A exposição “Esquadrão SOS” tem o objetivo de levar o expectador a refletir segundo a atitude de uma pessoa, que cria um personagem com uma nova identidade e a única finalidade: trazer a alegria para aqueles que se encontram em situações pouco propícias de descobrir o sorriso espontâneo. Alunos: Ana Flavia, Brenno Henrique, Camila Castro e Fernando Brandão


NOSSO FUTURO


Al茅m de lindas hist贸rias, fotos que representam a dignidade do presente e a saudade do passado:


Conheça Dona Bertha, que, mesmo sem muito contato com sua irmã, teve uma história muito bonita com ela, e hoje a saudade é ainda maior.


Ou Seu Melo, que trabalhou toda sua juventude na construção civil e hoje lembra com carinho a época em que conseguiu seu diploma.


Ou Dona Devanir, que se emociona ao lembrar do dia do seu casamento.


E Dona Eliane que lembra com vaidade o seu tempo de crianรงa e se sente cada vez melhor com o passar dos anos.


AcadĂŞmicos: Douglas R. Kraemer Paula Hoffmann


Fotografia Documental Univali - 2012-I turma 1