Issuu on Google+

Capa Sumário Apresentação


ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA MARIA BARBOSA •

Período: 1997-2007

Cargo: •

Professora de 3º e 4º ano do Fundamental I

Recuperadora cognitiva

Nesta escola eu aprendi a trabalhar em uma proposta construtivista, seguindo uma metodologia de trabalho em pequenos grupos, incentivando o desenvolvimento das operações mentais, principalmente as fundamentais para o desenvolvimento do raciocínio lógico (classificar, incluir, conservar e seriar), a oralidade (fazia rodas de conversa todo início de aula), a leitura e produção de textos. Todo o bimestre o grupo de professoras que trabalhavam na mesma série, se reuniam para decidir as capacidades fundamentais a serem trabalhadas e enfatizadas naquele período. Nesse encontro, já estabelecíamos os critérios de avaliação processual (para ver um exemplo da avaliação criada, vá até o anexo 1).


Nos últimos 3 anos que lá trabalhei, desenvolvi um trabalho de recuperação cognitiva com alunos com dificuldade de aprendizagem do 2º ao 6º ano. Este trabalho consistia em intervenções individuais e/ou pequenos grupos através de provas operatórias piagetianas, jogos (Cilada, Fazendinha, Ábaco, etc), atividades diversas com material concreto (enfatizando as operações mentais de comparar, resumir, observar,

e lúdico

classificar, interpretar, organizar dados, levantar

hipóteses, planejar e rever estratégias), leitura, interpretação e produção de textos (a correção era feita individualmente ajudando o aluno a sistematizar e registrar seu pensamento) e algumas atividades envolvendo o computador: produção e correção de texto e jogos digitais (Soko, Senha, Snoopy, Tangram, Dama, Torre de Hanói, Quebra-cabeça, Jogo da Velha, Jogo da Memória, Jogo dos erros).


E-fólio