Page 1

Brasil e a Bolívia vão atuar juntos no combate ao narcotráfico

A medida foi anunciada na última semana durante reunião do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, com o ministro de Governo da Bolívia, Carlos Romero, em visita ao Brasil. O encontro tratou da cooperação entre os países nas áreas de repressão ao tráfico de drogas, da formação policial e operações conjuntas de inteligência, além do fortalecimento das relações de fronteira e combate à lavagem de dinheiro. As ações fazem parte de um acordo de cooperação firmado entre Brasil, Bolívia e Peru, no final de novembro, para implementar ações conjuntas de redução da oferta e da demanda de drogas. De acordo com ministro da Justiça, o governo brasileiro vai disponibilizar Veículos Aéreos Não Tripulados da Polícia Federal, para sobrevoar também o território boliviano para fornecer imagens e combater o crime organizado naquele país. O ministro afirmou ainda que o Brasil vai contribuir para que a Bolívia tenha uma legislação que permita que traficantes percam seus bens e as organizações criminosas fiquem economicamente sufocadas. Na segunda semana de janeiro, durante seminário, em La Paz, na Bolívia, será apresentado um plano de ações conjuntas entre Brasil, Bolívia e Peru. O Brasil tem 16 mil quilômetros de fronteira com vários países da América do Sul. Só com a Bolívia são cerca de três mil quilômetros.

O áudio da matéria pode ser ouvida no link: http://www.ebc.com.br/noticias/brasil/galeria/audios/2012/12/brasil-e-a-boliviavao-atuar-em-conjunto-no-combate-ao


Radiojornalimo - Brasil e a bolívia vão atuar juntos no combate ao narcotráfico  

Matéria publicada no site da Empresa Brasil de Comunicação -EBC , foi produzida durante estágio na Radio Nacional da Amazônia.

Advertisement