Issuu on Google+

Maranduba, Outubro de 2013

-

Disponível na Internet no site www.jornalmaranduba.com.br

-

Ano 4 - Edição 54

Ilha Anchieta recebe navio da National Geographic


Página 2

Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Prolongamento da Carvalho Pinto começa em dezembro, diz Alckmin O Estado deve iniciar em dezembro as obras de prolongamento da rodovia Carvalho Pinto (SP-70), que liga São Paulo a Taubaté. A estrada será ampliada em mais 10,5 quilômetros até chegar na rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), principal acesso a Ubatuba, no litoral norte do estado. A informação foi dada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) que afirmou que o objetivo da obra é permitir que os motoristas acessem as duas rodovias sentido litoral norte sem passar pela Dutra. O entroncamento da Carvalho Pinto com a Dutra, na altura do km 117, é considerado um gargalo viário, por onde trafegam diariamente 16.800 veículos. O local apresenta congestionamentos nos horários de pico, feriados e há registros de acidentes. Segundo ele, a obra está estimada em mais de R$ 100 milhões, integralmente custeado pela concessionária. Inicialmente, a previsão é que as obras começassem em junho de 2012, mas um impasse quanto ao trajeto, envolvendo a Ecopistas, concessionária que administra a via, e a Prefeitura de Taubaté, atrasou a execução. O contrato de concessão da Carvalho Pinto aponta que o prolongamento deve ficar pronto até junho de 2014. Caso o obra não seja entregue nesse prazo, o Estado pode aplicar uma multa de

Editado por:

Litoral Virtual Produção e Publicidade Ltda. Fones: (12) 3832.6688 (12) 9714.5678 / (12) 7813.7563 Nextel ID: 55*96*28016 e-mail: jornal@maranduba.com.br Tiragem: 3.000 exemplares - Periodicidade: mensal Responsabilidade Editorial:

Emilio Campi Colaboradores:

Adelina Campi e Ezequiel dos Santos Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião da direção deste informativo

R$ 250 mil para a Ecopistas. Alckmin disse ainda que o traçado definido vai passar pela margem direita da Dutra, sentido Rio de Janeiro e a previsão é que as obras levem um ano e meio para serem finalizadas. A concessionária Ecopistas, que administra a Carvalho Pinto, informou que o prazo será de dois anos e que aguarda a definição do traçado e emissão de licenças para começar a obra e por isso não há um número de desapropriações. Justiça A discussão sobre o traçado da pista chegou a parar na Justiça, já que houve um impasse sobre o traçado entre

a Ecopistas e a antiga administração do prefeito Roberto Peixoto (sem partido). Um dos trajetos propostos pela concessionária à antiga administração tinha 8,5 quilômetros e passava pelo bairro Barreiro até o Estoril. O projeto foi reprovado pela prefeitura que alegou que seria necessário fazer muitas desapropriações. “Nós desviamos para diminuir as desapropriações e os problemas com a comunidade local”, disse o governador paulista durante a entrevista coletiva. Ao todo, oito traçados foram sugeridos, tanto pela Prefeitura de Taubaté quanto pela Ecopistas.


Outubro 2013

Página 3

Jornal MARANDUBA News

1º Encontro Nacional de Automodelismo RC Offroad Escala 1:10

Evento será realizado no Sítio Santa Cruz (Sertão da Quina) e espera receber mais de 100 automodelistas de todo Brasil EZEQUIEL DOS SANTOS Será realizado nos próximos dias 9 e 10 de novembro o 1º Encontro Nacional de Automodelismo RC Offroad na cidade de Ubatuba, SP. O evento organizado pela 4x4 Fun, ECampi RC Custom Models e Pousada das Cachoeiras contará com 4 pistas distintas para as categorias offroad, rock crawler, rally e drift, onde os participantes poderão competir ou apenas desfrutar de um passeio com seus modelos na escala 1:10. A atração principal são os carrinhos, todos elétricos, que se destacam pelo realismo e nível de detalhamento. Alguns possuem iluminação, barulho de motor, peças e acessórios que se assemelham a veículos reais, porém são todos na escala 1:10. As pistas foram construídas no Sítio Santa Cruz, bairro do Sertão da Quina, em Ubatuba, SP. Cada uma foi preparada para as categorias específicas e possuem características distintas. A atração principal é a pista de offroad, com um percurso de 210m com vários obstáculos, atoleiros, pontes, gangorras e cenário para tornar o ambiente o mais realista possível. O objetivo é vencer todos os obstáculos no menor tempo possível sem tocar no carro. O automodelismo RC é um hobby que está ganhando muitos adeptos nos últimos anos. A maioria dos modelos são elétricos, possuem uma vasta gama de peças e acessórios que podem ser incorporadas para deixar o modelo mais equipado e realista possível. Todos são importados e existe as opções de comprar modelos prontos ou em kit para montagem.

Fotos: Adelina Fernandes

Modelos de carros super realistas reúne hobistas de todas as idades

Cachoeira RC Park Segundo Roberto Cupaiolo (Beto), proprietário do Sítio Santa Cruz, a idéia de criar um espaço para a prática de automodelismo nasceu da parceria com Emilio Campi, da ECampi RC Custom Models, que monta carros personalizados para a prática de automodelismo offroad. Campi afirma que esse hobby vem crescendo ultimamente de uma forma surpreendente porém existem poucos locais próprios para a prática dessa modalidade. Campi faz parte de um grupo

de automodelistas que se reúne uma vez por mês em locais diferentes para os encontros mensais. Esses encontros são organizados por Lufe Schubert, da 4x4 Fun, que comercializa modelos prontos e kits, além de acessórios para os carrinhos. Segundo Schubert, idealizador desses encontros, a cada evento cresce o número de participantes. A idéia de fazer um encontro nacional veio dessa parceria com Campi e Cupaiolo que tiveram a iniciativa de criar um espaço destinado a prática do automodelismo offroad no

Sítio Santa Cruz, em Ubatuba. Em visita ao local, Schubert vislumbrou o pontencial que o Sítio Santa Cruz possui, não só pelas pistas mas também pelas trilhas existentes onde se pode fazer verdadeiras expedições com os modelos, proporcionando um enorme prazer aos praticantes do hobby. Segundo Cupaiolo, as pistas serão inauguradas durante o 1º Encontro Nacional e permanecerão posteriormente disponíveis para os hóspedes da pousada e também para aqueles que queiram apenas praticar o automodelismo através

da opção do Day Use, onde o visitante paga uma taxa para ter acesso a toda infra estrutura do local tais como trilhas, campo, lago, cachoeiras, playground, piscina, fazendinha e outras atrações. Vale a pena participar! Mais informações: Lufe Schubert/4x4 Fun (11) 99945-4366 Emilio Campi/ECampi RC (12) 99714-5678 Beto Cupaiolo/Sítio Santa Cruz (12) 99729-1230 Sítio Santa Cruz (12) 3849-5494/3849-8244


Página 4

Jornal MARANDUBA News

Outubro 2013

Aniversário de Ubatuba terá festival de Rock e muito skate na Praça Capricórnio AUSK Através de diversas atrações e festividades do 376º Aniversário da Cidade de Ubatuba . A FundArt – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba realizará o I Festival Rock in Ubatuba. O evento proporcionará aos músicos e aos que curtem rock um momento de interação e lazer, já que o Festival acontecerá em conjunto com a 3ª Etapa do Circuito Municipal AUSK de Skate. Serão ao todo 12 bandas e dois dias de muito Rock. Com realização da FundArt e produção da AM Produções e Yesk8 Produções e AF Camargo Produções o “I Festival Rock in Ubatuba” acontecerá nos dias 27 e 28 de outubro das 10h às 18h na Praça Capricórnio (ao lado da pista de skate). Também estará acontecendo na íntegra do Festival “Rock in Ubatuba” a 3ª Etapa do Circuito Municipal AUSK de Skate que busca oficializar o primeiro ranking municipal e a busca pela inserção da modalidade skate no calendário anual de esportes. A Competição principal de skate será disputada no dia 27 pelas categorias, mirim, iniciante, feminino e amador. Já no domingo de aniversário da cidade (28) a Nutrisporty estará realizando inúmeras ações conjuntas ao Festival Rock in Ubatuba, onde irá proporcionar algumas atividades ligadas ao skate no decorrer de todo o dia “Best Trick”. A 3ª etapa do circuito de skate é uma realização da AUSK (Associação Ubatuba de Skate), AM Produções e Yesk8 Produções e conta com o patrocínio da rede Central Surf, Nutrisporty Nutrição e e apoio do comércio local junto a Fundart e Prefeitura Municipal de Ubatuba.


Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Página 5

25ª Feira das Nações acontece entre os dias 25 de outubro e 3 novembro Beneficente, o evento conta com opções gastronômicas de diferentes países distribuídas em nove tendas de entidades assistenciais da cidade COMUNICAÇÃO PMU Promovido pelo Rotary Club, com parceria da prefeitura de Ubatuba, a 25ª edição da Feira das Nações acontece entre os dias 25 de outubro e 3 novembro na Praça de Eventos da avenida Iperoig, região central da cidade. O evento é beneficente e conta com opções gastronômicas de diferentes países distribuídas em nove tendas de entidades assistenciais da cidade: Espanha (Lions Club), Alema-

nha (Rotary Club), Itália (Paróquia), China (GRESMAI), Brasil (Santa Casa), Portugal (Lar Vicentino), Japão (Anibra), México (AUBAE), Arábia Saudita (APAE). Diversas apresentações culturais também estão previstas para acontecer e incluem shows de MPB e grupos de dança, oferecidos gratuitamente pelos artistas ubatubenses. A feira abre diariamente a partir das 19 horas. No fim de semana as barracas funcionam na hora do almoço.


Página 6

HC dá dicas para encarar o horário de verão À zero hora do último domingo, 20 de outubro, relógios foram adiantados uma hora

O horário de verão brasileiro teve início no dia 20 de outubro, à zero hora, quando os relógios foram adiantados uma hora em boa parte dos estados brasileiros, incluindo São Paulo. Isso significa ter de dormir e acordar uma hora mais cedo em algumas regiões, o que exige certa adaptação do ser humano. Segundo o médico Arnaldo Lichtenstein, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, unidade da rede pública estadual e maior complexo hospitalar da América Latina, o melhor sono ocorre duas a três horas depois de escurecer. E o hormônio regulador do sono, “melatonina”, acionado pela falta de luz, é alterado com a mudança de horário. “Para se adaptar ao novo horário, o ideal é evitar situações estimulantes no final da tarde ou na parte da noite”,

Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

afirma, explicando que quanto mais estímulo maior a dificuldade do organismo em relaxar. Ele observa que outros hormônios, como o cortisol e o hormônio do crescimento, também sofrem variações durante o dia. Evitar o consumo de café ou chá-preto é uma das dicas dadas pelo médico do HC. “Exercícios físicos muito extenuantes também devem ser evitados”, observa, citando ainda outras atitudes que podem prejudicar o descanso, tais como se alimentar demais no jantar, ir dormir sem comer, tomar banho muito frio ou muito quente, e ler livros ou ver filmes muito estimulantes nas horas que antecedem o sono. “O horário de verão não é única instância que desequilibra o organismo. Novos turnos de trabalho ou viagens internacionais podem agir da mesma forma”, lembra.

Para manter a saúde, esses cuidados com o sono devem ser constantes o ano todo. “Dificuldade de dormir ou de acordar podem predispor o paciente a problemas cardíacos. O infarto, por exemplo, costuma ocorrer algumas horas depois de acordar e, principalmente, na segunda-feira, dia que o estresse comumente aumenta”, diz Lichtenstein. Ele lembra que o bom ambiente de sono envolve local silencioso, escuro e arejado, e ressalta que uma boa dica para os dias que antecede à mudança é dormir a cada dia alguns minutos mais cedo. Segundo o médico, outra dúvida comum é quanto aos horários das medicações. “A orientação é seguir o horário do relógio”, diz. E complementa com outra dica: “aproveite o final de tarde e início de noite mais claros para fazer atividades prazerosas e caminhadas”.

Gengibre de Ubatuba recebe apoio do SEBRAE/ITAL para Projeto de Pesquisa

Os principais produtos da Gengibre de Ubatuba foram analisados, pesquisados experimentalmente pelo Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) de Campinas ao longo de mais de 7 meses e resultaram na formulação dos principais produtos do sítio, sugestão de equipamentos,

maquinários adequados, técnicas de produção e embalagem. As pesquisas foram realizadas com apoio do SEBRAE visando melhorar a produtividade, apresentação e comercialização dos produtos que são produzidos na região sul de Ubatuba.

Festa MIX com bazar beneficente Artesanato - Exposição Verde - Doces Pastel e outros salgados - BINGO Organizaçao: Artesaos Voluntários CRAS Regional Sul Prefeitura Municipal de Ubatuba Centro De Integração Rural (CIR) Sitio Gengibre de Ubatuba Local: Sítio do Gengibre- Centro de Integração Estrada do Araribá 300. (Rua do Gengibre,no. 300) Data: 16 e 17/11/13 Hora: l4 às 21 h. Renda do evento será destinada a bolsas escola, cestas básicas e outras ações comunitárias


Outubro 2013

Página 7

Jornal MARANDUBA News

Começa agora a melhor época para fazer observação de aves no litoral paulista MICHAEL KEPP FOLHA - TURISMO Outro dia, em Ubatuba, eu me hospedei numa pousada a 50 metros da praia, mas não cheguei a ver o mar. O objetivo de minha viagem era outro: observar aves. Ubatuba, no litoral paulista, é uma cidade ideal para “passarinhar”. Ela é cercada por uma das maiores áreas intactas de mata atlântica, bioma que possui a segunda maior variedade de aves do Brasil (mais de 750 espécies), depois da Amazônia. Fica ao pé da serra do Mar, cujas muitas altitudes abrigam várias espécies de pássaros. A melhor época para observar aves em Ubatuba é agora: entre meados de setembro, quando elas começam a acasalar e construir ninhos, e meados de outubro, quando a mudança no clima confere à cidade seu apelido de “Ubachuva”. Para observar as aves, você

precisa de um guia que conheça seus hábitos e habitats e use o playback (leia mais à direita) de seus cantos para atraí-las. Binóculos, que os guias podem fornecer, também são imprescindíveis, porque muitas aves são tão pequenas, ariscas ou distantes que o olho nu não basta. Meu guia me levou principalmente para reservas particulares, abertas à visitação mediante o pagamento de uma taxa e com trilhas que conduzem à mata intacta. Começamos em Folha Seca, um sítio a 15 km do centro de Ubatuba. Em vez de dinheiro, seu dono, Jonas, aceita bananas para suprir seus comedouros para aves. Levamos uma dúzia delas. Mamões também são bem-vindos. Os muitos bebedouros do sítio atraem inúmeros beija-flores (de 15 variedades) que voam em volta, qual enxames de abelhas. Meu favorito foi um besourinho-da-mata, do

tamanho do meu dedo mindinho, que pairou perto de minha mão estendida para protegê-lo contra seus concorrentes maiores. Numa trilha da fazenda Angelim (R$ 10 o ingresso), a cinco quilômetros do centro da cidade, vimos uma viuvinha, ave preta com boné branco e cauda fina e comprida. Também identificamos por lá um anambeizinho, com cauda tão quadrada e curta que a impressão é que ficou faltando a maior parte. No dia seguinte, fomos à Reserva Guainumbi (R$ 60 a entrada, com direito a pernoite em chalé), em São Luiz do Paraitinga (a 18 km do centro de Ubatuba, subindo 850 metros da serra do Mar). Seus comedouros atraem saíras, sanhaços e tiês de tantas tonalidades que a árvore em que eles ficavam parecia estar enfeitada para o Natal. Nessa reserva, vimos um pica-pau-rei, com seu clássico topete vermelho, e um surucuá-variado, ave grande, com cabeça azul escura, quase preta, e peito vermelho-alaranjado, que só é encontrada em altitudes maiores. No dia seguinte, numa encosta do Corcovado, um pico alto da serra, avistamos um tangará, ave azul celeste com detalhes pretos nas asas e na cabeça, e “boné” vermelho. O tangará é a ave-símbolo de Ubatuba, embora a gaivota possa parecer uma escolha mais apropriada. Afinal, a cidade promove suas praias, não seus pássaros. Assim, a maioria dos turistas não faz ideia de que esse balneário tem mais a oferecer que conjunturas idílicas de areia e água. Como disse Mario Quintana, “eles passarão... eu passarinho”.

Fotos: Carlos Rizzo

Veja com quem fazer “birdwatching” em Ubatuba Fábio de Souza R$ 150 o passeio de uma dia tel. (12) 99636-5436; fabio.aves@hotmail.com Rafael Fortes Preço não informado fortestripes@gmail.com Itamambuca Eco Resort O hotel promove saídas para turistas que não estão hospedados por R$ 20 pessoa (para os hóspedes, o passeio está incluso no valor do pacote) itamambuca.com.br Associação Promata A entidade pode auxiliar turistas informando contatos de outros guias e mais informações. tel. (12) 99632-6877 facebook.com/a.promata; promataubatuba@gmail.com


Página 8

Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Ilha Anchieta recebe navio da National Geographic EMILIO CAMPI O Parque Estadual da Ilha Anchieta recebeu no último dia 18 o navio de expedição National Geographic Explorer. Viajando pela costa da América do Sul, a embarcação passou a manhã atracada na baía da Praia do Presídio onde seus passageiros desembarcaram no píer do parque. Os visitantes foram recebidos pelo Gestor Luiz Bitteti que deu as boas vindas aos passageiros. A recepção contou ainda com os funcionários da Ilha Anchieta, da Associação Filhos da Ilha e pela equipe da agencia Aniyami turismo, responsáveis pela condução dos visitantes as praias e ao interior da ilha. A maioria dos passageiros desembarcou para conhecer as belezas da flora e da fauna local, as construções históricas e as belas praias de que dispõe a ilha. Os visitantes se encantaram com a diversidade natural do local e todos tinham pelo menos uma câmera fotográfica para registrar este importante passeio. “O grande diferencial desta expedição é que possibilitamos aos nossos passageiros a vivenciar os lugares parecidos aos que a National Geographic costuma cobrir em suas reportagens, filmes e documentários. E aqui na América do Sul estamos fazendo mais uma viagem épica, passando grande parte dela pelo Brasil que é um país muito exuberante e que todos estão adorando”, explicou o capitão do navio, Oliver Kruss. Uma equipe de brasileiros foi recebida dentro do navio pela comissária de bordo e relações públicas do navio, Esther Bruns. Num tour pe-

Fotos Ezequiel dos Santos

Grupo que recepcionou os visitantes da Natgeo junto aos organizadores do cruzeiro

las instalações a equipe de visitantes viu que o navio da NatGeo procura proporcionar uma vivência diferenciada aos seus passageiros. Depois fizeram uma visita ao capitão e uma pausa para uma foto

na ponte de comando. O interior do navio é todo decorado por quadros de fotos sobre a natureza selvagem e sobre as comunidades tradicionais visitadas pelos exploradores. “São inúmeras impressões

Membro da Promata e gestor da Ilha a bordo como visitantes

dos mais variados trabalhos de base comunitária do planeta, ao fundo de cada foto um membro da comunidade acompanhando os exploradores, é bom ver isto por percebemos o valores em que estas

comunidades locais têm para os estudos de conhecimento mundo afora”, comenta Ezequiel dos Santos, membro da Promata, que acompanhou o grupo convidado ao interior do navio.

Visitantes desembarcam no pier da Ilha


Outubro 2013

Página 9

Jornal MARANDUBA News

Navio reúne o que há de melhor para cruzeiro de expedição

Fotos Ezequiel dos Santos

Segundo a Agencia Estadual de Noticias do Paraná, o navio é equipado com tecnologia avançada, totalmente estabilizado e tem capacidade para 148 pessoas em 81 cabines, 12 com varanda. Na embarcação, todo o lixo é separado (em 16 tipos) e processado conforme o material – existe uma sala específica para esse trabalho de reciclagem a bordo. Entre os passageiros, pesquisadores profissionais de diversas áreas – biologia, cultura, fotografia, entre outras – e pessoas comuns, mas curiosas e interessadas em aventura. O time que acompanha cada expedição é composto por oito naturalistas (com diferentes especialidades entre zoologia, biologia, ornitologia, geologia, história e outras) e outros 15 profissionais, sendo um fotógrafo da National Geographic, de um instrutor de fotografia certificado pela Lindblad-National Geographic, um porta-voz sobre perspectivas globais, especialistas em vida submarina, especialistas em bem-estar e um cronista de vídeo. O navio possui o que há de melhor em cruzeiros de expedição, combinando conveniências modernas e conforto nas viagens de aventura. Este navio com tecnologia de ponta, e de casco 1A, não terá problema algum navegando as passagens polares. Para facilitar a chega às ilhas, o Explorer carrega 26 caiaques, e botes infláveis, assim como uma frota de 14 Zodiacs (Botes). A bordo, o visitante esta acompanhado dos mais variados experts em seus campos de atuação, e poderá dar-lhe uma maravilhosa idéia da região. Tecnologia para exploração, como microscópios, hidrofo-

nes, câmera de vídeo aquática, e uma SplashCam, são utilizados para enriquecer ainda mais a sua experiência. Espaços internos são confortáveis, e inclui dois restaurantes, um salão e bar, uma biblioteca, um salão para observação, apresentações, trabalhos de pesquisa. O navio possui também um centro de fitness, sauna, uma loja, duas salas para tratamentos de SPA, e uma área para relaxamento. As cabines são espaçosas e decoradas em tons suaves, e com vista para o mar. As amenidades incluem escotilha ou janela, camas de luxo, conexão à internet, TV de tela plana, e banheiro privativo com chuveiro. Uma dúzia de cabines possui varanda privativa.

DESTINOS O navio tem tripulantes de vários países a bordo: Estados Unidos, Inglaterra, Panamá, Suécia, Croácia, Alemanha, Rússia, Filipinas. No Brasil há cerca de 20 dias, a expedição começou em Salvador (BA), passou por Ilhéus, Parque Nacional do Arquipélago de Abrolhos, Fernando de Noronha, Rio de Janeiro, Parati e, antes de chegar a Paranaguá, realizou uma visita ao Parque Estadual da Ilha Anchieta, no Litoral Norte de São Paulo. De Paranaguá, o National Geographic Explorer segue para o Rio Grande do Sul, em seguida para o Uruguai e, depois, Argentina. Ao todo, essa expedição tem

Convidados na ponte de comando com o capitão Oliver Kruss

duração de quase 30 dias. “Com relação ao grupo e perfil dos passageiros, eles são assinantes da revista ou são viajantes que pagaram para fazer o tour do navio Natgeo. A maioria deles tem idade média de 65 anos e é dos Estados Unidos. Nós atendemos 110 pessoas”, afirma Daniela Meres, representante da empresa curitibana Gondwa-

na Brasil Ecoturismo, que os recebeu no Paraná no último dia 21/10. O ponto de partida da expedição foi à ilha de Trinidad e os valores da viagem não foram divulgados. Antes, porém da partida Bitteti desejou boa viagem, se colocou a disposição dos exploradores e confirmou as boas intenções para que o navio volte mais vezes a Ubatuba.


Página 10

Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Ubatuba leva ouro na Ginástica Rítmica nos 77º Jogos Abertos de Mogi das Cruzes COMUNICAÇÃO PMU A cidade de Ubatuba predominou no quadro de medalhas no último dia da Ginástica Rítmica pela 2ª Divisão, do 77º Jogos Abertos “Horácio Baby Barioni”. As apresentações das equipes aconteceram nesta segunda-feira (21/10) no Colégio Brasilis e as cidades que compuseram o quadro de medalhas foram Cotia e Guararema. As competições foram divididas entre quatro apresentações individuais com instrumentos e duas por conjunto e contou com a presença de 18 cidades. Do quadro geral de medalhas, Ubatuba conquistou o ouro com 39 pontos, atrás de Cotia que obteve 37 e Guararema com 32. No individual geral Guararema contabilizou 49.55 pontos contra 49 de Ubatuba e 48.45 de Cotia, levando a medalha de ouro. Por conjunto, Pindamonhangaba ficou com a medalha de bronze, 26.30 pontos, Cotia com a prata, com 30.95 e Ubatuba o ouro, com 32.95. Na competição, a grande vencedora foi a pequena Bianca Yuasa, de apenas 12 anos, que levou 7 medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata e uma bronze pelas apresentações individuais, além de uma de cada, no geral. Tímida, ela conta que esta foi a sua primeira apresentação nos Jogos Abertos e que valeu cada minuto de treino. “Faço aulas desde os meus 6 anos e é uma modalidade muito difícil. Estou contente com o meu desempenho”. Ela conta que a Ginástica Rítmica exige muita concentração, flexibilidade e coordenação, principalmente em apresentações por conjunto. “Apesar do nervosismo, conseguimos nos focar e a equipe, no geral, foi muito bem”, explica.

Sobre a equipe ouro, Ubatuba, a técnica Joyce Parada Suguimoto se surpreendeu com a vitória, apesar de o grupo ser bem experiente. Ela conta que as ginastas integram uma academia caseira, familiar, e os treinos são sempre bem pesados, o que exige dedicação intensa. “Estamos em parceria com a prefeitura e todas as ginastas são naturais de Ubatuba, então ganhar o ouro é um privilégio. Estou orgulhosa das minhas meninas”, conclui. Cotia levou a medalha de prata e contabilizou, no total, sete medalhas, sendo duas de ouro, três de prata e duas de bronze. “Não levamos todos os primeiros lugares, mas os resultados de cada uma das meninas da equipe nos deixaram com vontade de correr atrás do lugar mais alto do pódio”, relata.

Curiosidade Um esporte que exige dedicação e os resultados não são imediatos. De acordo com a supervisora da modalidade pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo, Glicia Maria Belemo, uma ginasta só está realmente preparada depois de cinco anos de treinos intensos. “A melhor idade para começar é aos 10 anos, pela flexibilidade, coordenação corporal e força, pois mescla a Ginástica Artística e o Ballet. Infelizmente o esporte não é muito divulgado e os ginastas nem tão conhecidos, mas aos poucos, participando de competições como os Jogos Abertos, podemos ganhar notoriedade”, explica a supervisora. Como curiosidade, a Ginástica Rítmica é um único esporte feminino.

Confira o quadro de medalhas Individual Mãos Livres 1º Bianca Yuasa 12,10 pontos Cotia 2º Beatriz Mariano 12,05 pontos Ubatuba 3º Bruna Rocha 11,75 pontos Pindamonhangaba

Individual Maças 1º Claudia Silva 13,90 pontos Guararema 2º Kathlin Rodrigues 12,90 pontos Ubatuba 3º Biana Yuasa 12,70 pontos Cotia

Individual Bola 1º Claudia Silva 12,80 pontos Guararema 2º Beatriz Mariano 12,30 pontos Ubatuba 3º Bianca Yuasa 11,40 pontos Cotia

Individual Geral 1º Guararema 49,55 pontos 2º Ubatuba 49 pontos 3º Cotia 48,45 pontos

Individual Fita 1º Eliani Lobregate 12,60 pontos Americana 2º Bianca Yuasa 12,75 pontos Cotia 3º Kathlin Rodrigues 11,75 pontos Ubatuba

Conjunto Geral 1º Ubatuba 32,95 pontos 2º Cotia 30,95 pontos 3º Pindamonhangaba 26,30 pontos Geral 1º Ubatuba 39 pontos 2º Cotia 37 pontos 4º Guararema 32 pontos


Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Página 11

8º Granfondo do Brasil de Ciclismo em Ubatuba

Estão abertas as inscrições para a 8ª Edição do GRANFONDO DO BRASIL DE CICLISMO – ETAPA VERÃO, um grande evento esportivo que tem atraído centenas de participantes desde sua primeira edição. A prova será realizada no dia 24 de novembro em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. O percurso para a categoria Elite será de 160 quilômetros e para as demais será de 106 quilômetros. A prova, que terá início na Avenida Iperoig, no Centro de Ubatuba, passará por um dos roteiros mais bonitos do país, percorrendo a rodovia Rio-Santos no trecho

entre Ubatuba e Paraty. O foco principal do evento é a confraternização entre os ciclistas federados e ciclistas aficionados. A organização está sob responsabilidade da Federação Paulista de Ciclismo e da empresa MZ2 Eventos, com realização da Pirelli, Prefeitura Municipal de Ubatuba, Governo do Estado de São Paulo e Polícia Rodoviária Federal. Participe, leve sua família e amigos! As inscrições para o 8º Granfondo do Brasil Pirelli de Ciclismo poderão ser realizadas até o dia 17 DE NOVEMBRO DE 2013, somente pelo site www. fpciclismo.org.br.

Jornal MARANDUBA News

TODO MUNDO LÊ. ANUNCIE: (12) 9714.5678


Página 12

Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Dicionário de vocábulos e expressões caiçaras - Parte 24

SABE-ME LÄ - ( loc.v.) - quem sabe; como vamos saber. “ Sabe-me lá o que ele anda fazendo por aí . “ SABUGO - ( s.m. ) - espiga de milho sem os grãos. SACA-TRAPOS - (adj.) - astuto; manhoso. SACO - ( s.m.) - entrada do mar pela barra de um rio, formando uma pequena enseada, aberta entre dois morros com costeira, ou entre uma costeira e a praia. SACUDIDO - (adj.) - valente; competente ; ágil ; craque. SAFADAGEM) - (s.f. ) - safadeza. SAIR NA PISA - ( loc.v. )- sair em alta velocidade; sair correndo. SAÍR PRá FORA - ( loc.v. ) sair para mar adentro, alto mar; para o largo da costa. SAIBRO - ( s.m. ) - areia grossa extraída dos rios. SAÍDO - (adj.) – mesmo que confiado, intrometido; enxerido. “ Essa minina ta muito saída pro meu gosto.” SAIMENTO - ( s.m. ) - enxerimento. SAIPORCARIO - ( s.m. ) - um tipo de saíra. SAIR FORRADO - (loc.v. ) sair alimentado, de estômago cheio; comer antes de sair. SAL-AMARGO - ( s.m. ) - antigo remédio de sulfato de magnésio. SALETA - ( s.f.) - pequena sala. SALITRO ( s.m.) salitre;fenômeno que ocorre na praia e nas várzeas marítimas, pelo qual qualquer objeto de ferro, aço, metal ou latão, so-

fre uma oxidação intensa, destruindo as ferramentas; maresia; cheiro do mar . SALOBA - (adj.)- salobre; forma regional do feminino singular de salobro; diz-se da água com gosto levemente salgado. SAMBAQUI - ( s.m. ) - designação dada a antiquíssimos depósitos situados ora na costa ora em lagoas e rios do litoral, e formado de montões de conchas e restos de cozinha e de esqueletos amontoados por tribos selvagens que habitaram o litoral americano em época pré- histórica. Também é conhecido como casqueiro, casqueira, ostreira, berbigueira, sernambí e caeiera, este último pelo fato de serem suas conchas utilizadas para fazer cal para a construção. SAMBIQUIRA - ( s.f.) - mesmo que sobrecú e curanchim; apêndice triangular que recobre as vértebras caudais das aves, onde se inserem as penas da cauda. SAMEADA - ( s.f.) - semeadura; semeada. SAMO(S) - (v.i. ) - somos. SANEFA - ( s.f.) - larga faixa de tecido que orna a parte superior das cortinas. SANGA - ( s.f.) - quirera do arroz. SANGUE PISADO - ( s.m. ) sangue escuro e coagulado; sangue proveniente de hematoma. SANHAÇO- ( s.m. ) - espécie de pássaro. SãO CONÇALO - ( s.f. ) - dança em louvor a São Gonçalo, com cantoria de quadra e acompanhamento de duas violas, rebeca e tambor. O bailado é feito dentro de casa do festeiro, defronte a uma mesa com a imagem do santo vestido de padre, com chapéu de aba e uma viola às costas, ou defronte a um vaso com flores. São postas sobre o altarzinho as velas que os devotos trouxeram desde a procissão. A seguir, o violeiro líder pede recolhimento a todos, explicando que aquela é uma dança santa, e reza

com todos um Padre Nosso, uma Ave Maria e um Glória ao Pai. Convida, então, doze pares de foliões para a dança, que se perfilam diante da mesa da imagem, uma ala de homens e outra de mulheres. Inicia-se o canto das quadras, estando os músicos sentados ao lado do altarzinho. Os dois cordões evoluem-se, saracoteando, e batendo o salto dos calçados no chão, em direção à imagem do santo, e , ao se aproximarem, reverenciam-no em mesuras singelas, flexionando o corpo, incrementando os gingados e o bate-pé. É uma coreografia violenta e o suor escorre pelas faces dos dançarinos. As alas prosseguem uma maratona que chega a cento e vinte voltas, cujos passos são comandados pelas quadras do violeiro tenor. Descansa-se dez minutos e prossegue-se por mais outras jornadas dessas. O canto das quadras é um dueto, e o violeiro compõe alguns versos, de repente, alusivos ao desenrolar da função. Os participantes levam muito a sério esta festividade. SAPATA - ( s.f.) - a parte mais larga dos alicerces das casas. SAPATEADO - ( s.m. ) - bate-pé; espécie de catira ou cateretê sofisticado; tipo de dança no fandango, em que se faz muito ruído com a sola do calçado. SAPE - ( s.m. ) - espécie de folhagem das palmeiras, usada para cobertura de casebres. SAPECá - ( v.t. ) chamuscar;colocar a carne ou alimento numa determinada distancia das labaredas do fogo, a fim de que, recebendo o calor e a fumaça, se asse de maneira rápida e superficial; queimar a pinugem ( pinujos ) das aves, longe do fogo. SAPECADO - ( s.m.) - roçado de ramagens e troncos semi-queimados e semidescoivarados. SAPECADO - (adj.).- ligeiramente bêbado; chamuscado. SAPIRANGA - ( s.f.) - blefarite;

inflamação das pálpebras dos olhos. SAPO – (s.m.) – o sapo é um ajutório feito somente na metade de uma dia, mesmo que pujuva.. SAPOREMA - ( s.f.) - doença que ataca o tecido suberoso do caule da mandioca, danificando sua cortiça interna e estendendo uma espécie de bolor esverdeado, até as raizes, fazendo-as apodrecer. SAQUITéU - ( s.m.)- saco de pano com bocal e tampa de madeira, usado para guardar chumbo de caça. SARACURA - ( s.f.) - espécie de ave natural da região de mangues. SARAPILHEIRA - ( s.f.) - camada de terra misturada com folhas, galhos e frutos, que recobre o solo das matas. SARASSARá - ( s.f. )- espécie de formiga , formiga de asa. SARGENTO - ( s.m. ) - ferramenta de carpinteiro, usada para prender as tábuas aos bancos. SARÍ-SARÍ - ( s.m. ) - espécie de bagre ; bagre-sari ou sassarí. SARICO - ( s.m. ) - cesto cilíndrico de bambu ou arame, usado para recolher peixes. SARRO - ( s.m. ) - tirar sarro ; fazer gozação ; também o mesmo que bolinar. SARRO DE PITO - (s.m. ) - resíduo de nicotina que fica no tubo do pito ou cachimbo. SARSERO - ( s.m. ) - salseiro; desordem; briga; conflito; rolo. SARTãO - ( s.m. ) - saltão ; nome de um verme que ataca a carne seca ( charque ). SARTEIRA - ( s.f.) - salteira ; espécie de peixe. SE PIROU - ( loc.v. ) - escapou de mansinho; escapuliu ; endoidou ; enlouqueceu. SE GAVá - ( v.p.) - gabar-se. “ ele vive se gavando dela, esse infistulado. “ Fonte: PEQUENO DICIONÁRIO DE VOCÁBULOS E EXPRESSÕES CAIÇARAS DE CANANÉIA. Obra registrada sob nº 377.947-Liv.701. Fls. 107 na Fundação Biblioteca Nacional do Ministério da Cultura para Edgar Jaci Teixeira – CANANÉIA –SP .


Outubro 2013

Página 13

Jornal MARANDUBA News

Alunos do Litoral Norte fazem bonito em evento Internacional de Administração Entre os últimos dias 23 a 27 de setembro, alunos do IFSPCaraguatatuba: Felipe Jacinto, Kézia Mendes, Antonio de Oliveira Santos, Andressa Lins Maia, Nicole Machado, Maribela Karnossi, Jayne Nunes Santos e Larissa Gonçalves, junto com a Mestre Marlette Cassia Oliveira Ferreira. Também os alunos do FATEC - São Sebastião: Janaína de Abreu Gaspar e Geraldo Donizete Santos do Nascimento participaram do Congresso Internacional de Administração realizado na cidade de Ponta Grossa – Pr. Com os artigos aprovados na avaliação do congresso internacional os alunos receberam convite para apresentar seus trabalhos aos participantes do evento. Além de apresentar seus artigos, participaram das apresentações de artigos relacionados à sua área de atuação e interesse. Dos renomados agentes e pensadores ligados à área de administração assistiram palestras e fizeram visitas técnicas a empresas e locais que exemplificavam os temas (Gestão Estratégica: Criatividade e Interatividade) relacionados ao congresso de administração. Entre os alunos participantes estavam dois moradores da região sul de Ubatuba: Maribela Karnoski (Filha da Rosa) e Antonio de Oliveira (Titio). Maribela apresentou um artigo com o tema: O Comportamento do Consumidor e o Marketing Eletrônico, que abordou a relação dos consumidores com o marketing exercido pela empresa através da paginas de internet, a apresentação recebeu elogios do professor orientador dos artigos e despertou grande

interesse dos alunos e professores que participaram da apresentação. Antonio apresentou o artigo com o tema: A Importância dos Produtos e Serviços como Atratividade Turística para o Desenvolvimento Regional - Estudo de Caso da PROMATA, Ubatuba, SP, que procurou obter informações sobre os produtos existentes na cidade do litoral norte e promover idéias e soluções para que esses produtos possam obter êxito nesta região. Na apresentação do caso a PROMATA causou interesse nos participantes que ressaltaram a importância do envolvimento da comunidade

em projetos de desenvolvimento sustentável. Nos intervalos, Antonio aproveitou para visitar os pontos turísticos, divulgar o nome da PROMATA e realizar a observação de aves na cidade. Lá contou com o auxilio de observadores locais, Sr. Renério Almeida e José Cristóvão, que auxiliaram a obter novos registros pessoais e três novos registros (site www.wikiaves. com.br) para a cidade de Ponta Grossa-PR: Rolinha Picuí (Columbina picuí); Pula-Pula Assobiador (Basileuterus leucoblepharus), também o raro Balança Rabo Leitoso (Polioptila láctea) que foi encon-

trado no Parque Estadual de Vila Velha (www.pontagrossa. pr.gov.br/parque-estadual-vila-velha‎). “Destaco o grande número de novos pesquisadores que participaram do congresso e a importância dos artigos para a pesquisa de novas perspectivas da administração moderna, envolvendo novas tecnologias e comportamentos que influenciam a vida das populações do mundo atual”, comenta Antonio de Oliveira. Os alunos e a Mestre Marlette Cassia Oliveira Ferreira agradecem ao patrocínio fornecido pelo Instituto Federal de Educação, Ciência

e Tecnologia de São Paulo – IFSP, pela comunidade do IFSP- Campus Caraguatatuba e a VEIBRAS Concessionária Chevrolet (www.veibras.com. br) e outras instituições, que proporcionaram a possibilidade dos alunos a participarem do congresso de internacional de administração. Agradecimentos também aos organizadores dos eventos, a Universidade Estadual de Ponta Grossa e a população da cidade de Ponta Grossa que recepcionaram os visitantes e possibilitaram que a estadia na cidade fosse a mais produtiva e agradável possível.


Página 14

Jornal MARANDUBA News

Aniversário de Ubatuba terá ônibus de graça e show de Gabriel Valim Nesta segunda-feira, dia 28 de outubro, Ubatuba faz aniversário e a prefeitura preparou um dia especial, repleto de atrações e eventos, para comemorar os 376 anos de história da cidade. Logo cedo, acontecem o Mutirão da Saúde e a Grande Corrida de Canoas. Ainda de manhã, a área da pista de skate recebe a terceira etapa do Circuito Municipal 2013 e o Festival Rock in Ubatuba. Durante a tarde, os prêmios do Primeiro Campeonato de Surf Estudantil serão entregues aos finalistas e às 20 horas a cidade vai parar para ver o show de Gabriel Valim na praça de eventos. Vale lembrar que durante o dia 28, as catracas dos coletivos da viação Verde Bus estarão liberadas. A tarifa é zero! E as atividades e festividades não param por aí. Às 12 horas, a equipe da prefeitura participa da entrega das obras de revitalização do posto de atendimento do calçadão, dos bancos das praças, dos bicicletários e dos jardins da região central. Logo depois, às 13 horas, dezenas de matrículas de imóveis serão entregues à famílias carentes da zona oeste e às 15 horas a prefeitura entregará os certificados de matrícula da nova creche do Taquaral será inaugurada. Às 16 horas, a aula inaugural de judô do projeto Aprendiz de Samurai reúne cerca de 100 alunos e às 17 horas a garotada parte para a aula de basquete do Projeto Gibi. Ambos os projetos e mais a inscrição do município no programa Mais Educação garan-

Outubro 2013

Cantinho da Poesia Ao meu irmão enfartado A vida é apenas um sopro, um instante Valores, hoje importantes, amanhã serão apenas saudade Desejos inócuos que fizeram da vida uma constante Amanhã nada mais serão que um átomo na eternidade Pedacinhos de emoções que se perdem no espaço Onde desejos e realidades são da natureza uma bruma Emoções que um dia serão vencidas pelo cansaço Provando que nossas ansiedades não passam de coisa nenhuma De que vale a preocupação pelas coisas mundanas Se a vida está muito além de nossos sentimentos Esqueçamos da realidade todas as coisas insanas E façamos do amor os nossos mais eternos momentos

Manoel Del Valle Neto

tem a permanência de aproximadamente 2 mil crianças por mais tempo nas escolas do município. A partir das 19 horas, acontecem dois shows de abertura para a grande atração da noite, Gabriel Valim, da nova mú-

sica “Piradinha”, sucesso em todo Brasil que já tem mais de 18 milhões de views no youtube. Expoentes da cena musical ubatubense, as duplas Nako e Rafael e Talis e Welington colocam a galera para dançar na praça de eventos.


Outubro 2013

Jornal MARANDUBA News

Coluna da Adelina Campi

Página 15

Guia da Maranduba e Região Sul de Ubatuba 2013/2014

Mais um novo dia!

Aqui estamos nós. Aí está você. O importante MESMO é você saber que você está aí e bem. Seja como for, você acaba de ganhar mais um dia de presente para viver. Por isso, comemore este novo dia. Agradeça. A partir de agora você retoma o contato com a magia de fazer parte da raça humana. Viva este evento como algo fantástico. Afinal, você também é um milagre da natureza. Cada manhã traz a oportunidade de sintonia com o universo através de múltiplos canais de percepção. Enquanto você ainda está no silêncio, na intimidade dos seus pensamentos, nos devaneios do espírito da rotina de mais um despertar, a vida se revela... Emocione-se com os fenômenos da natureza, a chuva, o vento , as nuvens, os trovões,

os primeiros raios de sol que estão começando a colorir o céu ... E principalmente, emocione-se porque você faz parte deste espetáculo... Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo. Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que devem ser ditas, para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo. Esperamos demais para ser generosos, deixando que a demora diminua a alegria de dar espontaneamente. Esperamos demais para ser pais dos nossos filhos peque-

nos, esquecendo quão curto é o tempo em que eles são pequenos, quão depressa a vida os faz crescer e ir embora. Esperamos demais para dar carinho aos nossos pais, irmãos e amigos. quem sabe quão logo será tarde demais?? Esperamos demais para enunciar as preces que estão esperando para atravessar nossos lábios, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas, para demonstrar o amor, que talvez não seja mais necessário amanhã. Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenharmos no palco. Deus também está esperando - esperando nós pararmos de esperar. Esperando nós começarmos a fazer agora tudo aquilo para o qual este dia e esta vida nos foram dados.

Ligue: (12) 3832.6688 (12) 99714.5678 (12) 97813.7563 NEXTEL: 96*28016



Jornal Maranduba News #54