Page 10

Página 10

27 Dezembro 2011

Jornal MARANDUBA News

Grupo Saíras do Bonete é homenageado na Câmara Municipal EZEQUIEL DOS SANTOS Na sessão do último dia 13, o Grupo de mulheres Saíras do Bonete foi homenageado na Câmara Municipal pela conquista do livro que representa a trajetória das mulheres daquela comunidade, e que, também representa a história de lutas e conquistas das mulheres caiçaras de todo o litoral norte paulista. O livro se deu por conta da valorização de sua própria história e as metodologias que regem suas técnicas de vivencia e manutenção da cultura original dos povos que formaram esta nação, lá com o auxilio de facilitadoras resolveram reunir-se e trabalhar um leque de temas e objetivos que visem a satisfação interior, interpessoal, profissional e íntima nas realizações de sociabilidade e formação dos personagens

reais daquele território nacional. Com objetivos claros e transparentes conquistaram a aprovação de um livro através ProaC-Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo, livro este que contará a história de vida e cotidiano de cada membro do grupo, de cada Saíra, que em conjunto voam as mesmas nuvens, buscam os mesmos céu, trabalham as mesmas ações e traçam os mesmos objetivos. O grupo surpreendeu a todos com seu empreendedorismo e disposição para levar adiante seus objetivos e mostrar que existem e são valorosas. O livro conta de fato “em verso e prosa” o trabalho de 12 mulheres o resultado da manutenção dos laços genealógicos, históricos, familiares, e fraternais de suas experiências nas comunidades, transformando suas ap-

tidões e vivencias em letras e sentimentos onde todos poderão apreciar e entender como

uma comunidade distante pôde aproveitar o melhor da vida e da experiência vivida num belo

Região sul de Ubatuba em revista especializada Com temas ligados ao meio ambiente, belezas naturais e conhecimentos nativos a conceituada Ubatuba e Paraty em Revista, publicou matérias de interesse turístico e ambiental nas edições de aniversario da revista, edição 21, e do município, edição 22 . A maior cachoeira de Ubatuba ganhou destaque na matéria de Ana Pavão nas paginas 12, 14 e 15. A Água Branca, cujo nome original é Santa Maria da Água Branca é descrita pela autora como seu tamanho, 300 metros de queda d’água, sendo incrível e que este tamanho proporciona uma visão de tirar o fôlego, em meio a fascinante Mata Atlântica. Os amantes da natureza local, moradores tradicionais se sentiram orgulhosos com a matéria e que

sua preservação é parte dos trabalhos de pelo menos duas gerações iniciados na década de 1960, aonde vários especuladores tentaram tomar as terras em seu entorno. Outra matéria de suma importância foi a da publicação da Birdwatching, escrita por Carlos Rizzo, intitulado “Mais e mais lugares em Ubatuba”, onde relata os trabalhos iniciados no Sertão da Quina citando os moradores para a qualificação de Observadores de Aves. Com duas paginas fala do entusiasmo daquela população aos olhares para as aves. Descreve que na semana da matéria foi fotografado um espécime raro, das famílias dos pombos a Pararu-azul (Blue Ground-Dove) fotografado pelo observador de aves Ro-

beto de Oliveira. A Pararu possui apenas sete registros fotográficos no estado de São Paulo, sendo, portanto um registro difícil de fotografar. O texto termina ainda convidando a todos para fotografar raridades, bastando falar com o pessoal da aregião sul.

modelo de dedicação feminina em ser avó, mãe, esposa, filha, administradora e mestra.

Jornal Maranduba News #32  
Jornal Maranduba News #32  

Noticias da Regiao Sul de Ubatuba

Advertisement