Page 1

Testemunho de 1727

www.manuscriptum.posletras.ufop.br


Fonte documental : Arquivo Histórico do Museu da Inconfidência – Casa do Pilar [ADAP-438/9059/1727] Documento : Devassa ex-offício - códice : 438 - auto: 9059 - ofício : 1º. ano : 1727 Faltam a) composição dos fólios b) organização da página: Intervenção de terceiros: no fólio 1r, na margem esquerda superior, estão registrados com lápis preto os números do códice e do auto, seguidos do número do fólio. Nos seguintes, encontram-se, na margem direita da metade do fólio, os números do códice e do auto, seguidos do número do fólio, quando se tratar do rector; já no verso, há apenas o número do fólio seguido da letra v, na margem esquerda. Além disso, há uma etiqueta colada no fólio 1r, no meio da página, também indicando os números do códice e do fólio. No texto, na parte em que está identificado o tipo de documento, o nome de Manoel Rodrigues está sublinhado a lápis. Estado do documento: O fólio 1r possui corrosões ao longo da margem esquerda e, praticamente, em todos os fólios seguintes; também neste primeiro, a margem superior encontra-se corroída; além disso a margem inferior de praticamente todos os fólios também se encontra nessa situação e, em todos os casos, a leitura do texto fica, em parte, comprometida. Alfabeto do manuscrito - Escrivão Carlos de Abreu Letra Maiúscula Inicial A/a

B/b

C/c

D/d

E/e

F/f

Minúscula Medial

Final


G/g

H/h

I/i

J/j

L/l

M/m

N/n

O/o

P/p

Q/q


R/r

S/s

T/t

U/u

V/v

X/x

Y/y Z/z


Características paleográficas desse punho a) o <s> no meio de sílaba (ou de palavra quando as fronteiras não são desfeitas) possui traços semelhantes ao <g>; b) o<v>, em alguns vocábulos, se assemelha a um <u>. Para fins de transcrição, sempre que ocorre esse caso, adotamos o grafema <v> ; c) o <a>, em alguns vocábulos, possui traços semelhantes ao <o>; d) o <j>, <J> e o <I>, em alguns vocábulos, possuem traços semelhantes; e) como, em alguns vocábulos, o círculo do grafema <o> não é totalmente fechado, ele se assemelha a um <e>; f) o <f> e o <F>, em alguns vocábulos, possuem traços semelhantes; g) o <z>, em alguns vocábulos, assemelha-se a um <s>; h) o <i> em alguns vocábulos assemelha-se a um <e>, podendo estar com o pingo ou não; assim, optamos pelo seguinte procedimento: se ele possui traços semelhantes ao um <e> e não está com o pingo, é lido com <e>, se está com o pingo, é lido como um <i>; i) o traçado do <N> é feito a partir de um <S> e de um <s> do meio de sílaba ou palavra; j) os sinais diacríticos que marcam a nasalidade das vogais apresentam-se sob diferentes formas, e na impossibilidade de representar todos elas, optamos por um mesmo sinal < ~>. Transcrição : semidiplomática


[fl.1r] 1 2

Autodedevasa queexoFisio tiro| ouojuisordinario Manoel| Ferreira agrellos doFerimen| enteFeito aManoel Rodrigues|

es.amCarlos deAbreu|

Anno doNasimento| DeNososenhorjezuschristo| demil esetesentos eVinte| eseteanosaos Vinteecoa| trodiasdomes deAbrildo| ditoano nestavilla deNosa| Senhoradopillar dooiro| pRetonascasas dojuis ordi| nario Manoel Ferreira| [corroído]gr[corroídos]os ahiadonde eu[corroída]|| 1 No canto esquerdo da margem superior foram feitas as seguintes anotações : N. 129 | 29| NMR| e VI[corroídas], mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 2 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu.


[fl.1v] 3

euescrivaoFoipResente| paraeFeito desefaseresteau| todedevasa queelledito juis| ordenario Mandarafaser| ex oFisioporparte dajustisa| porquantolhechegarasua| notisia quesendo nanoite| dequentaFeira de em[†.]4doe| nsas quesecomtaraõ dezde| ocorente mespellasnove| orasdaNoite Sederahuã| estocada nagarganta eou| tramascostas aManoel| Rodriguesdacosta morador| nocaquende estandoaporta| daIgreia doRozario eporser| ocasodedevasa porserde| Noite eFicarodito desorte| quecoonstava Morto Ma| andarafazeresteautodede| vasa paraporelle Serempe| erguntadas astestemunhas| quedocasosoubese paraser| ponido odelinquente na| formadalei elogooditojuis| Resebeooditoauto eseasinou| eucarlosdeAbreuesCrivaõ| queoescrevy*| Manoel frra Agrellos

CarllosdeAbreu||

3 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 4 Como há uma rasura feita a partir de um <d> , não sabemos se se trata do grafema <e> ou <a> ou de outro.


[fl.2r] 5

Ex[†.]ame feito nasferidas| doferido| Aos vinte ecoatrodiasdomes| deAbrildemilesetesentos| eVinteeseteanosnestaVilla| deNosasenhoradopillardo| oiropRetonascasas damoradas| doMestredecampoPedrode| aFonseca Neves ahiaonde| estavaojuisordenarioMa| anoel Ferreira agrellosahi| Mandara verasua pResensa| oferidoManoelRodregues| paraselheFazerex zam[†.]6nas| feridas emandaravirtam| bemaSuapResensa osorgiã7| ManoelcarneiroFo queFoi| oqueasistio apremeiracura| dofirido ecomeFeito Sifiser| ramenasditasFeridas tin| haoditoferido huaoestocada| nonosdagraganta jafuca| da esemlesaoalguã desfor| meaopResente eoutra napa| direita jafucada aopresente| equeavendo (sonta) naprime| iracura naoacharao que | oi[corroído]evaseperigodeMorte asquais| (feridas) naotinhao desf[corroídos]ã|| 5 6 7

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. Em função de uma rasura, não sabemos se se trata do grafema <e> ou <a>. O grafema <a> está rasurado e, por isso, não sabemos se depois dele há um grafema <o>.


[fl.2v] 8

asquaes(vede)quedouFe| aSemodeclarouoditosor| giao deBaixodojuramento| quelhedeuoJuis ecomellese| aSinoueucarllosdeAbreu| escrivao queoescrey*|

Mano el. frra. Agrellos

8

Mel.CarnRFo||

No meio da margem superior hรก uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivรฃo Carlos de Abreu.


[fl.3r] 9

aSentada| Aosvinteecoatrodiasdomes| deAbrildemelesetesentos| evinteesete anosnestavi| lladeNosasenhoradopilla| ardooiropReto nocaquende| digonascasasdamorada| doMestredeCampoPedrode| aFonseca neves ahidondeestava| ojuisordenario ManoelFerreira| Agrellosahiadonde euescrevã| foipResenteparaeFeitodeserem| perguntadasastestemunhas| aodiantedeclaradasdequepa| aradetudoconstarfisestetermo| CarllosdeAbreuescrevaõ queoes|cry**|

Valerio dacosta morador| nocaquendedestavillaque| viveeasisteemcasadeseu10| Paiolesenseado Sebastiao| dacosta edeseter desoutoa| anos Testemunhajurada ao11| Santosevangelhos emqueelle| possua maodereita|

Perguntadoelletestem| [†.]nhapellocomtheudonoauto| dadevasadevasamente| diseque Sabepellover[corroída] || 9 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 10 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 1 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 11 Como há uma rasura, não sabemos se o grafema <s> foi escrito.


[fl.3v] 12

quesendonanoite eorasdeque| Sefesmensomnoautoda| devasa quechegandoelleteste| emunha aIgreia doRosario| Vira estaraporta della Ma| anoelRodreguesdacosta| etambemestava emcostado| aportadaIgreia thomasBar| boza oF[†.]sialdeCarapina| comhuãespadanua eSea| (amentado)elletestemunha| daIgreia parasuacasa vira| averBulha eaRueido aope| daIgreia noadrodellaevira| estarferido odito Manoel| Rodriguesdacosta comhuã| feridanasgoellas eoutra| nascostasdesendoquemo| (era)equelhetinhadado asdi| tasestocadas odito delin| quente thomasBarbosao qual| janaovio dondedeantes| otinhavisto etambemouvio|13 diseragasparMartins que| lhevio dar eerapublico eno| torio emaisnaodise nem| doscostumeseseasinouco| omojuis eucarllos deAbre| euescrivã queoescry*|

frra

Valerio Da Costa|

12 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 13 Na margem direita, próximo a este vocábulo, estão grafadas as palavras : /(R) vinda/


[fl.4r] 14

GasparMartinsdeaguiar| morador nestavilla que| vivedoseunegocio edise| terdeedade trintaesinco| anos TestemunhaReFerida15| ejurada aosantosevange16| lhos| Perguntadoelletestemun| nhapellocomtheudonoauto| dadevasadevasa mente| desequesabe pelloVerque| Sendonasorasenoite de| quetrata oauto dise queesta| ando elletestemunha apor| tadaIgreia deNosasen| horadoRosario doCaquen| deCo17mversandocomMa| anoelRodriguesdacosta| ahichegarathomasBarboza| oFesialdecarapina mora| dornocaquende edesera| paraodito queixozo dizen| dolhe Seerapedroluz[†...]e| logolhedera huaoestocada| nagraganta eoutranas| costaseseRetiroulogo fogin| doqueFiseracomhuaes| pada emaisnaodisene| emdoscostumeseasin| oucomojuis eucarllos| DeAbreuescrevaõ que| oes[corroído]y*| frra Gar Mis deAgar |

14 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 15 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 2 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 16 Este grafema está com rasura, mas isso não compromete sua leitura. 17 Este grafema está com rasura, mas isso não compromete sua leitura.


[fl.4v.] 18

BentoMartinsdeMase| domoradornocaquende| quevivedesuavenda edise|19 terdeidade detrintaeouto| anos Testemunhajurada| aosantosevangelho |

Perguntadoelletestemun| hapellocomtheudonoauto| dadevasadise quesabepe| elloouvirdeser avesenhan| saeserpublico quethomas| Barbosa oFesialdecara| pina deraduasestocadas| emManoelRodrigues| nanoitedequetrataoau| tohuaonagraganta eou| 20 tranascostas emais naõ| desinemdoscostumesese| aSenoucomojuiseuca| arllosdeAbreuescrivaõ| queoescry| frra

BentoMiƒz de Maçedo|

aSentada| Aos vint21eCoatodiasdo| mesdeAbrildemilesete| Sentosevinteeseteanos| nestavilladeNosasenhorado| pillar dooiropReto nascasasda| morada dePedroaFonse[corroída]a| Nevesahi[corroído]donde eu[corroído]escr[corroído]| [corroídas]juisordi[corroídos]|| 18 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 19 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 3 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 20 O grafema <a> do vocábulo /nas/ está rasurado, mas isso não impede sua leitura. 21 O grafema <t> está com um borrão de tinta, mas isso não impede sua leitura.


[fl. 5r] 22

o[corroído]dinar[corroídos]noFerreira agre| llosparaeFeitodeseremper| guntadas astestemunhasaodi| antodeclaradasdoqueparade| tudoconstarFesestetermocar | llosdeAbreuescrevaõ queoescry| ManoelValisBoa mora| dor nocaquendedesta| villa quevive doseu23| Negocio edisetersincoe| entaeseisanos Testemun| hajuradaao santosevangelhos|

Perguntadoelletestem| unha pellocomtheudono| autodadevasa diseque| Sabepelloouvirdizer| atodaasuavesinhansa| aomesmoManoelRodri| gues quesendonanoite| dequefasmensao oauto| quederaduas estocadas| thomasBarboza oFesialde| carpinteiro moradorno| caquendecomhuaoespada| huaonagragantaeoutra| nascostas emais naodise| nemdoscostumes esea| aSinoucomojuis eucar| llosdeAbreuescrevaõ que| oescry| frra

Mel Vas lis Boas|

22 Como a margem superior está corroída, não há indicação de rubrica. 23 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 4 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.5v] 24

Damiaofernandesmora| dornocaquende quevive| doSeuoFesiodeCarpintei| 25 eiro edireitadeidade trenta| anos Testemunhajuradaao| santosevangelhos emquepos| Sua mao direita|

Perguntadoelletestemun| Hapellocomtheudonoauto |dadevasadise quesabepe| lloouvirdeseraManoel| Rodrigues comotambem| avesenhansaque thomas| BarbozaoFesialdeCar| pinteiro26 moradornoca| quendedera duas esto| cadasaodito ManoelRo| drigueshuaonagraganta| eoutranascostascomhuã| espada nanoitedeque| fasmensaooauto emais| naodisenemdoscostumes| [†.]seaSinou comojuis| eucarllosdeAbreuescri| vaoqueoescry*| deDa + miao fernandes| frra 27 Olesensiado Manoelcarn| eiroFomoradornocaque| [corroído]endequevive doseuoFesio| sorgiaõ diseterde[corroído]dade| [corroídas] esi[corroídos] anos [†...]|| 24 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 25 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 5 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 26 Este grafema está rasurado, mas isso não impediu sua leitura. 27 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 6 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.6r] 28

munhajurada aossantoseva| angelhosemquepossuamaõ| direita| Perguntadoelletestem| unhapellocomtheudonoa| autodadevasa diseque| S[†.]bepello ouvirdiser asua| vezenhansa que(he)aopede| NosasenhoradoRozario| quesendonanoite deque| trata oauto estando Ma| anoelRodrigues Dacosta| qu[†.]éto ePasiFico aporta| daIgreiadeNosasen| horadoRozario ahichegara| comhuaoespada thomasBar| boza oFesialdecarpinteiro| elhedera duasestocadas| huaonagraganta eoutra| napadacostasemais naõ| disenemdoscostumes ese| aSinoucomoJuis euca| arllosdeAbreuescrvaõ que| oescry*| MelCarnRFo|

frra

aSentada| Aos venteecoatrodiasdo| mesdeAbreldemil esete| Sentosevinteeseteannos nesta Villa de nosa Sem(hora)|

28

Como a margem superior está corroída, não há indicação de rubrica.


[fl.6v] 29

DeNosasenhora do pillar (do oiro)| pRetonascasasdamoradadePedro| deaFonseca Nevesahiadondeeues| crivãfoipResente comojuis ordi| nario ManoelFerreira agrellos| paraseremperguntadasasteste| unhasaodiantedeClaradasdoque| paraconstarFezestetermocarllos| deAbreuescrevaõqoescy| [espaço] Manoeljoam morador| nocaquende30 destavilla| quevivedesualogeedise| 31 tertrinta anos poucoma| ais oumenos|

Perguntado elletestem| unhapelloComth(e)udono| autodadevasa disequesa| beporserpublico quethomas| Barboza oFesialdecarpi| enteiro deraduasesto| cadasemManoel Rodri| gues nanoitedequesetra| ta huanagraganta| eoutranapadascostas da| partedireita estandoodito| ManoelRodriguesase| entadoaporta deNosa| SenhoradoRozario emais| naodisenemdoscostumes| eseasinoucomojuis| eucarllosdeAbreues| crivaõ queoescry*| frra

Manoel Jam ||

29 Aqui não há indicação de rubrica. 30 A haste vertical do grafema <q> está rasurada e, ao que nos parece, foi feita a partir da cauda do grafema <g>. 31 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 7 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl. 7r] 32

ManoelMartinsdalus| moradornocaquende| destavilla quevive desua| faisqueira desiterdeidade33|34 trintaes[†.]eisanos Testemun| hajurada aosantosevangelhos|

Perguntadoelletestemun| hapellocomtheudo noauto| dadevasadise quesabepe| lloouvirdizerasuavezen| hansaeserpublico quethomas| Barboza oFecialdecarpin| teiromoradornocaque| ende (dera)duasestocadas| emManoel Rodrigues do| ditoseteonanoite declara| danoauto huanagraganta| eoutranascostas napadere| eita estando odito Manoel| Rodrigues asentadoaporta| doRozario emais naodise| nemdoscostumes eseasinou| comojuis eucarllosdeAbreu| escrevaõ queoescrvy| frra

Manoel Miz dalus|

PedroCarvalho morador| nocaquende quevive| deSuavenda edeseter [corroídos]| [†...]outoanos Testemu [corroídos][†..]|| 32 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 33 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 8 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 34 O grafema <r> está com borrão de tinta, mas isso não compromete sua leitura.


[fl.7v] 35

Testemunhajurad[corroído] aosantos| evangelhos| Perguntadoelletestemun| hapellocontheudonoauto| dadevasadise quesabepor| serpublicoquethomasBarboza| oFesialdecarpinteiro mora| dorn36ocaquende deraduas| es[†.]ocadas em ManoelRo| drigues huanagragante| outranascostas nanoite| dequesetrata estando asenta| doaportadeNosasenhora| doRozario oditoManoel| Rodrigues emais naodise| nemdoscostumes eseaseno| oucomojuis eucarllosde| AbreuesCrevaoqueoes| vry| Pedro Cravalho|

frra

aSentada| Aos Venteecoatrodiasdo| mesdeAbrildemilesete| Sentosevinteeseteanos| nestavilladeNosasenhora| dopillardooiro pRetonascasasde| morada dePedrodeaFonseca Ne| ves ahiadonde euescrevaõFoi| pResentecomojuis ManoelFe| reiraagrellos paraserenpergun| tadasastestemunhasdeclaradas| aodiantedoq[corroído]eparaConstarfes| EstetermocarllosdeAbreues| [corroídos]vaõ qu[corroído]oescry|| 35 36

Aqui não há indicação de rubrica. Este grafema está com borrão de tinta, mas isso não impede sua leitura.


[fl.8r.] 37

ManoelBarretomorador| nocaquendedestavilla| quevive doseuoFisio deal| faiateedeseterdeidade vin38| teesincoanos Testemunha| jurada aosantosevangelhosem| quepossua maodireeita|

Perguntadoelletestemun| hapellocomtheudonoauto| dadevasadise quesabeper| serpublico quethemasBarbosa| oFesialdecarpinteiro mera| dornocaquende dera duas| estocadas emManoelRo| drigueshuanaga39rganta| eoutra40snascostas 41Nanoite| dequetrata oauto emais| 42 não desenemdoscostumes| eSeasinoucomojuiseuca| arllosdeAbreuesCrivaõ| queoescry*| frra

Manoel Barretos|

JosephPintodeazevedo mora| dornooiropReto destavilla que43| vivedoseuoFesio dePedr[†eiro| edeseterdeidadede vinteeouto| anos Testemunhajurada ao| Santosevangelhosemquepos| Su[corroído]maodireita|| 37 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 38 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 10 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. ( O número 9 não foi localizado) 39 Este grafema está com rasura, mas isso não impede a sua leitura. 40 Idem. 41 No primeiro traço vertical do grafema <N> há uma rasura, mas isso não impede a sua leitura. 42 Este grafema está com borrão de tinta, mas isso não impede sua leitura. 43 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 11 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.8v] 44

Perguntadoelletestemun| hapellocomtheudonoautoda| devasadise quesabeporser| publicoqueThemasBarbosa| oFesialdecarpinteiro mora| adernocaquende deraduas| estocadas emManoelRo| drigues huaonagraganta| eoutranascostasnanoitede| quesetrata aportadeNosa| SenhoradoRozario emaisnaõ| desenemdos costumesese| aSinoucomojuiseuca| arllosdeAbreuescrivaõ que| oescrevy* Jozeph pinto deazevedo| frra | Antonio gomes morador| nocaquende destavilla que| vivedoseunegosio edese| terdeidade trintaecoa| troanos Testemunhajura| daaosantosevangelhos|

45

+ nhapellocomtheudo noautoda| devasadise nadaeseasinou| nemdoscostumeseucarllos| DeAbreuescrivaõ queoes| cry| Anto Gomes CardoZo| [corroído]declarouquesabia p[corroído]lloo[corroído]vi[corroído]|| 44

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu.

45 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 12 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.9r] 46

pelloouvir dizer agaspar| Martens quepResensiara| quethomasBarboza oFesial| decarpinteiro dera duas| estocadas emManoelRo| drigues duasestocadashuao| nagragantaeoutra nas| cos[†.]asnanoitedequesetrata| estando asentandoaportado| Rozario emais naodisene| emdoscostumes eseasinou| comojuis eucarllosdeAbree| euescrevaõ queoescry|

frra

Anto Gomes CardoZo|

aSentada| Aos venteecoatrodiasdo| mesdeAbrildemilesetese| entoseventeesete anos| nestavilladeNosasenho| radopellardooiro pRetonas| casasdamoradade(mestre)| decampoPedrodeaFonseca| Nevesahiadondeestavaojuis| ordenario Manoel Ferreira| agrellos ahiadonde euescrevaõ| foivindo ahiforampergunta| dasastestemunhas aodionte| declaradas doqueparadetu| doconstar fesestetermoeucar| llos [corroído]eAbreuescrevaõ q[corroídos]eoe[corroídos]|| 46

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu.


[fl. 9v] 47

JozephMoraesdelemos| morador nocaquende|48 destavillaquevivedeseu| negosio edeseterVinteedois| anos Testemunhajurada aosa| ntosevangelhos|[espaço]

Perguntadoelletestemunha| pellocomtheudonoautoda| devasa diseque Sabepello| ouv[†.]r dizeravariasPesoas| eserpublico quethomasBar| bozaoFesialdeCarpinteiro| moradornocaquende| deraduas estocadasem| ManoelRodrigues huã| nagraganta eoutranascos49| tas nanoite dequetrata| oautoemais naodisene| emdoscostumes eseasino| oucomojuiseucarllos| deAbreuescrivaõ queoes| cry*|

frra

Jozeph Morey*ra deLemos|

Antonio Manoel morador|50 nocaquende destavilla que| vivedoseuoFisio decarpin| teirodeseterdeedade devinte| eseteanos T[corroído]stemunhajurada| [corroído]osantosevangelhos|| 47 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 48 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 13 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 49 O grafema <a> do vocábulo /nas/ está com borrão de tinta, mas isso não compromete sua leitura. 50 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 14 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl. 10r] 51

Perguntado elletestem[†.]n52| hapellocomtheudo noauto| dadevasadesequesabe| porser publicoque thomas| Barbosa oFesialdeCarpinte| eiromoradornocaquende| deraduasestocadasem| ManoelRodrigueshuã| nagragante eoutranascos| tas nanoitedequesetrata| emaisnaodisenemdos| costumeseseasinoucom| ojuiseucarllosdeAbreu| escrvaõ queoescry|

frra

Anto Manoel|

ManoelFernandesmora| dor nocaquendedesta villa| quevive d[†.]SeuoFisio53| detrabalhar edeseterdeida| de trentaeseteanos Teste| munhajurada aosantoseva| ngelhos| Perguntadoelletestem| unhapellocomtheudonoau| todadevasadise quesabe| porserpublico enoterio que| thomasBarbo[corroído]a oFesialde| carp[corroído]nteiro m[corroídos]adorn[corroído]|| 51 Na margem superior, embora haja uma corrosão, verifica-se o registro de uma rubrica e, tal como nos fólios anteriores, deve pertencer ao escrivão Carlos de Abreu. 52 Este grafema está marcado como ilegível porque, em função de uma rasura, não se sabe se se trata de um <u> ou <a>. 53 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 15 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl. 10v] 54

nocaquende deraduas| estocadas emManoelRo| drigueshuaonagraganta| outra nascostas nanoite| dequesetrata estandoase| entadonaporta doRozario| emais naodisenemdosco| ostumeseseasinoueuca| arllosdeAbreuescrivaõ| queoescry*| frra

deMel + fernandes|

aSentada| Aos Vinteecoatrodiasdo| mesdeAbrildemilesete| Sentos evinteeseteanos| nestavilladeNosasen| hora dopillar dooiro pReto| nascasasdamoradado| Mestredecampo Pedrode| aFonseca Neves paraeFeito| digoNevesahiadondeestava| ojuisordenario ManoelFerrera| Agrellosahiadondeeuescrevaõ| foipRezenteparaeFeito desere| emperguntadasastestemun| nhasaodiantedeClaradasdoque| paraconstarFesestetermocarllos| deAbreuescrevaõqoescrvy*| Antonio veera Jordammo|55 oradornocaquendeque| vivedesuavenda deseter| vinteesinco anos Testemun |nhajurada aosantos[corroídos]angelhos|| 54 Na margem superior há um borrão de tinta sobre uma rubrica que, ao que tudo indica, pertence ao escrivão Carlos de Abreu. 55 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 16 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl. 11r] 56

Perguntadoelletestem| unhapelloComtheudono| autodadevasadisequesa| abeporser publicoenotorio| quethemasBarbozaoFesial| decarpenteiro morador| nocaquende deraduas| estocadasemManoelRo| drigues huã nagraganta| eoutranascostasemais| naodisenemdocostumes| eSeaSinoucomojuis| eucarllos deAbreuescrivaõ| queoescry| frra

Anto Vera Jordam|

Joaodacunhavellozo mora| dornocaquendedesta57| villaque VivedoseuoFe| esiodealFaiate deseter| Vinteesete anos Testemun| hajurada aossantosevange| lhos|

Perguntado elletestem| unha pellocomtheudono| autodadevasa diseque| Sabeporserpublico enotorio| quethomasBarboza oFesial| decarpinteiro deraduas| estocadas emManoel| Rod[corroídos]gues hua[corroído]nagragan| [corroídos]eoutra nas costas|| 56 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 57 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 17 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl. 11v] 58

nanoitedequesetrataesta| andoasentado aporta doRo| zario emaesnaodesene| emdoscostumeseseasinou| comojuiseucarllosdeAbre| euescrevaoque oescry*|

frra

João daCunhabellozo|

ManoelMoreira Bello| morador nocaquende|59 quevevedoseunegosio| ediseter Sincoenta anos| Testemunhajurada aosan| tosevangelhos| Perguntadoelletestemun| ha pellocomtheudo noauto| dadevasadise quesabeper| Serpublico enotorio quethe| masBarboza oFesialdecar60| pinteiro moradornoca| quendedera duasestoca| dasemManoelRodri| gues huao nagraganta| outranascostas estando| asentadoaporta doRozario| emais naodisenemdos| costumes eseasinouComo| ojuis eucarllosdeAbreues| crivaoqueoescrvy| frra

Mel MoraB[corroídos]|

58 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 59 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 18 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 60 O grafema <c> está rasurado, mas isso não impede sua leitura.


[fl.12 r] 61

aSentada| Aos venteecoatrodiasdo| mesdeAbrildemilesetesen| tosventeeseteanosnesta| villadeNosasenhoradopi| llardooiropRetonascasasda| moradadePedrodeaFonseca ne| vesahiadondeestavaojuisordi| nareoManoelFerreira agrellosahi| adondeeuescrevaoFoipRezente| paraeFeitodeserempergunta| dasastestemunhasaodiantede| claradasdoqueparadetudoco| onstarFesestetermoCarllosdeAbreue| crevaõqoescr| JoaoLopes moradorno| oiropRetodestavilla que62| vivedoseuoFesio de Ferre| eiro edeseterdeidade trinta| edoesanos Testemunhaju| radaaosantosevangelhose| emquepossuamaodireita|

Perguntadoelletestem| unhapellocomtheudonoa| autodadevasa dise quesa| beporserpublico enotorio| quethomas BarbozaoFe| sialdecarpinteiro morador| nocaquende deraduas| estocadas emManoel| Rodrigues huaonagraganta| eoutra63 nascostas nanoite| declarada noautoestando| [corroído]Sentado aporta da[corroídas]|| 61 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu, embora esteja parcialmente corroída. 62 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 19 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 63 O grafema <t> está com borrão de tinta, mas isso não impede sua leitura.


[fl. 12v] 64

naportadoRozario emais| naodesenemdoscostumes| eseasinou comojuis euca| arllosdeAbreuescrevaõque| oescrvy*| de + Joaolopes

frra|

Domingosdasilva mora| dor nestavillaquevive|65 doSeuoFisio decarpinteiro| edeseterdeidade trintaanos| Testemunhajurada aosan|t osevangelhos|

Perguntadoelletestemun| hapelloComtheudonoauto| dadevasadisequesabe| porser publicoenotorio que| ThomasBarboza oFesial| decarpinteiro deraduas| estocadas emManoel| Rodrigues huanagragan| taoutra nascostas nanoi| oitedequetrata oauto| emais naodisenemdos| costumeseseasinoucom| ojuiseucarllosdeAbreu| escrevaõ queoescry*| frra

Dos daSilva|

64 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu, embora esteja parcialmente corroída. 65 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 20 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.13r] 66

Joaocorrealanhozomorador| nocaquendedestavilla que| vivedoseuoFisio decarpin67| teiro ediseterdeidade Vente| ehumanos Testemunhajura| daaosantosevangelhosemque| possua maodereita| Perguntadoelletestem| unhapellocomtheudonoau| todadevasa dise quesabe| perserpublico etambem vio| queestando ManoelRodri| gues asentado aporta de| NosasenhoradoRozario na| noitedequetrata oautoahi |chegarathemasBarboza| ofesialdecarpinteiro elhe| diseraqueSeacazoerape| (droalvilho) elogolhedera duas| estocadas hu[†..]nagraganta| eoutranascostasemais| naodisenemdosCostumes| eseasinoucomojuiseu| carllosdeAbreuescrivã| queoescry*|

frra

Joaõ Coreya Lanhozo|

aSentada| Aos vinteecoatrodiasdo(mes)| (de)[corroído]bril demil e sete[corroídos] || 66 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu, embora esteja parcialmente corroída. 67 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 21 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl. 13v] 68

setesentosventeesete[corroído]nos| nestaVillanascasasdamor[corroído]da| dePedrodeaFonseca Neves ahiado| ondeestavaojuis ordinario Ma| anoelFerreiraagrellos ahiadonde| euescrevaoFoipRezente paraeFe| eitodeseremperguntadasasteste| munhasaodiantedeClaradasdeque| paraconstarfesestetermocarllos| deAbreuescrevaõ queoescry*| MiguellopesdeAraujo mo| orador nacaquende|69 destavellaquevive deseuo| oFesiodecarpenteiro dise| terdeidadevinteetres| anos Testemunhajurada ao| Santosevangelhos|

Perguntado elletesemun| hapellocomtheudo noauto| dadevasa disequesabe| pors70erpublico notorioque| themasBarboza oFesial| decarpinteiro deraduas| estocadas emManoel| Rodrigues huanagraga| antaout[†.]a nascostasna| noite dequesetrata emais| naodisenemdoscostumes| SeaSinoucomojuis| eucarllosdeAbreuescrevaõ| que oescrvy*| frra

De + Miguellopesde|Aro|

68 Aqui não há indicação de rubrica. 69 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 22 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 70 Este grafema encontra-se rasurado, mas isso não impede sua leitura.


[fl. 14r] 71

Comclusam| Aos vinteecoatrodiasdomes| deAbrildemilesetesentos| evinteesete anosnesta| villa deNosa Senhora| dopellardooiropReto nascasas| dePedrodeaFonsecanevesahi| adondeestavaojuis ordenario| ManoelFerreira agrellosahilhe| fesestadevasaConcluzadoque| paraconstarfesestetermocarllos| deAbreuescrevaõ queoescry*| Clo|72

Obrigam as ttestas pergun| tadas athomas Barboza offe.| deCarpinteo oescrivaõ opace| aoRol dos culpados eas hor| dens nera pa .Ser prezo Villa| Rica 24 deAbril de1727|

Manoel Frra Agrellos|73 Aos vinteecoatrodiasdo| m[corroídos]deAb[corroídos]ildemil[corroídos]te| [corroídas]tos [corroído]vente[corroídos]sete [corroídas]|| 71

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu.

72 73

Mudança para o punho do juiz ordinário Manoel Ferreira Agrellos. Mudança para o punho do escrivão Carlos de Abreu.


[fl. 14v] 74

anos nestavilladeNosasenhoran[corroídos]| dopillardooiro pRetonascasasda| amoradademimesCrivaõ (quesõ)| naditavilla a[†.]igonascasasda| moradadePedrodeaFonseca Ne| vesahiadonde estavaojuisor| dinario ManoelFerreiraagrelloz| ahiadondeeuescrevaõ foivindo| paraeFeitodeserem pergunta| dasastestemunhasaodiante| declaradasdoqueparaconsta| AntonioFranciscodosantos| morador nocaquendeque| 75 vivedoseuoFisio decarpinte| eiroediseser deidadedetrinta| eseis anos Testemunhajura| daaosantosevangelhosem| quepossua maodireita|

Perguntado elletestemunha| pellocomtheudo noautodade| vasadise quesabeporserpu| blicoenotorio quethomas| Ribeiro digothomasBarboza| oFisialdeCarpenteiro mora| dornocaquende deraem| Manoel gonsalvesRdigo| emManoel Rodrigues duas| estocadas huanopescoso| eoutra nascostas nanoite| dequeoauto trata aportade| NosasenhoradoRozario| [corrooídos]acaquende emais naõ| dise dadita devasa[corroídas]|| 74 Aqui não há indicação de rubrica. 75 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 23 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.15r] 76

nemdoscostumes eSeasino| oucomojuis eucarllos| DeAbreuescrivaõ queoes| cry*| frra

Anto franco do tos |

JoaoPereira moradornoca77| quendedestavilla quevive| deSuafaisqueira edeseter| deidadecoarenta anos Testem| unha jurada aosantosevange| lhosemquepossua maodireita|

Perguntadoelletestemunha| pellocomtheudo noautodade| vasadise quesabeperserpu| blico enotorio que thomasBa| arbozaNunes oFesialdeca| arpenteiro moradornocaque| endederaem ManoelRodri| guesduas estocadashuã no| pescoso outra nascostas esta| andoasentado noadrodaIgr| reiadeNosasenhora doRoza| ario emais naodise nemdos| costumes eseasinoucomojuis| eucarllosdeAbreuesCrivã| queoescryde

de+ JoaoPra|

frra || 76 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 77 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 24 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.15 v] 78

Henrique Ribeiro deCarvalho| morador nocaquendede| estavilla que vivedoseuoFi| siodecarpinteiro ediseter dei| dade decoarenta anos testem| unhajurada aosantosevange| lhos| Perguntado elletestemunha| pellocomtheudo noautodade| vasadeseque erapublico e no| torio quethomasBarboza| oFesialdecarpinteiro dera| emManoelRodriguesdu| uasestocadas huanagra| ganta eM79ais naodise nem| doscostumes eseasinouco| omojuis euCarllosdeAbre| euescrevaõ queoescry*| frra

Henriq Ribe DeCarval|

aSentada| Aos vinteecoatro diasdomes| deAbrildemil esetesentos| vintesete anos nestavilla| deNosasenhoradopellarde| oiropReto nascasasdePedrodea| aFonseca Neves ahiadondeesta| avaojuis ordinario Manoel| fereiraagrellozahiadondeeuescri| [corroído]aoFoipResente paraseremper| guntadas[corroídas]est[corroído]mun[corroído]aou| [corroídas]dec [corroídos]adasdoque[corroídas]|| 78 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 25 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 79

Este grafema está rasurado, mas isso não impede a sua leitura.


[fl. 16r] 80

ManoelgonsalvesdaCruz| moradornocaquende| quevive daSeuofisio desa| pateiro ediseter deidade trin81| taeseisanos Testemunhaju| radaaosantosevangelhos|

Perguntado elletestemunha| pellocomtheudo noautodade| vasadise quesabepelloouvir| dizeraManoelRodrigues e| gasparMartins queestava| Junto comelles nanoite de| quetrata oauto aporta de| NosasenhoradoRozario| ahichegara themasBarbeza| oFesialdecar pinteiro elhederaduasestocadas huã| nopescoso eoutranasCostas82| emais nãodisenemdos| costumes eseasinoueuComoju| uiseucarllosdeAbreues| crivaõ queoescry*| frra

Manoel Glz’ dacrus|

Manoelteixeira lemos morador83| nocaquende quevive deseune| gosio edise terdeidade trintaesin| coanos Testem[corroído]unhajuradaaosa| antos evangelhos|| 80 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu, embora esteja parcialmente corroída. 81 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 26 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 82 O grafema <t> está rasurado, mas isso não impediu sua leitura. 83 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 27 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.16v] 84

Perguntado elletestemunha| pellocomtheudonoautodade| vasadisequesabe por serpu| blico quethemasBarbeza dera| nanoite dequeoartigo tra(ta)| digodequeadevasa trata em| Manoelgonsalves digoMa| anoelRodriguesdacosta|85 huaestocada nagraganta| eoutra nas costas noadroda| capelladoRozario emais naõ| diseeseasinoueucarllos deAbreuescrevaõ queoescrydos| costumesdesenada| frra

deMlteixe ra + lemos|

Manoeldasilva moradorno| oiropReto aSistenteemcasade| diogo VasdeFreitas edeseterdei| dadeventeedois anos Testemu| nhajurada aosantosevan| gelhos| 86

Perguntado elleTestemunha| pello comtheudo noautodadeva| asa diseque SabepellovereFama| quethomas Barbosa do87caquen| de dera emManoelRodriguis| duas estocadas huãnagragan| ta eoutranascostas nanoite| dequesetrata [corroídas]a porta|| 84 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu, embora esteja parcialmente corroída. 85 O traço do grafema <h> apresenta-se mais forte que os demais em função da tinta. 86 Na margem esquerda, próximo a esse vocábulo, há um 28 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto. 87 O grafema <c> parece ter sido feito a partir de um <q>, o que ocasionou uma rasura.


[fl.17r] 88

doRozario emais naodeseese| aSinoucomojuis eucarllosde| Abreuescrevaõ queoescryaos| costumesdesenada| frra

Meldassy*lva|

Danielgomeslima morador| natrabesadafug(ima) destaVi89| lla quevive desercaixeirode| Antonio lopesdasilva edisete| erventeesincoanos Testem| unhajurada aosantosevange| lhos|

Perguntado elletestemunha| pello comtheudo noautodade| vasadesequesabeporserpu| blicoquethemasBarbozaoFe| Sialdecarpinteiro merador| nocaquende deraemManoel| Rodrigues nanoitedequetrata| oauto dadevasa duas estoca| dashuanopescoso eoutra| nascostas noadro doRozario| pellasnoveorasdaNoite| emais naõ dise eseasinou| comojuis euCarllosdeAbreu| escrevao queoescryaoscostu| umesdesenada| frra

Dany*el gomes Lima|

88 No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. 89 Na margem direita, próximo a esse vocábulo, há um 29 grafado, mas não sabemos se se trata do mesmo punho do texto.


[fl.17v] 90

Francisco dasilvaF(i)onteasca| da moradornooiropRetode| estavilla queVevedesualoge| ediseterdeidadede trintaedois| anos Testemunhajurada aosa|91 antosevangelhosen quepos| Sua maodereita| Perguntado elletestemunhape| llocomtheudonoauto dadevasa| disequesabepello ouverdizer| avariasPesoas quethomasBar| bozaoFesialdeCarpenteiro| moradornocaquende dera| duasestocadas emManoel| Rodrigues nanoitedequetrata| adevasa aporta daIgreia de| Nososenhora doRozario huã| nagraganta eoutranascostas| SemlheFazermalalgumema| aisnaodisenemdoscostumes| eseasinoucomoj uis eucarllos| deAbreuescrevaõ queoescry*| frra

Franco. daSilva FonteAscada|

ConClusam| Aos DesasetediasdomesdeMa| [corroído]i[†.]demilesetesentosevinte| [corroído]eteano [corroído]nestavilla[corroídas]|| 90 91

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. Os grafemas <ant> estão com borrão de tinta, mas isso não compromete sua leitura.


[fl.18r] 92

deNosasenhoradopillar| dooiropreto nascasasdamo| oradademimescrivaõ que| Somnadita villa ahifezesta| devasaconcluzaaojuis| ordinario ManoelFerrera| agrellosdequeparadetudo| constarfesestetermocarllos| DeAbreuescrivaõ queoes| cry*| Clo|

Acreçe mais as ttas Porgun|

93

tadas contra omesmo Reo| atras pernunçiado, Villa| Rica 17 deMay*o de 1727|

Manoel Fra Agrellos|

Aos desasetediasdomesde|

94

Maiodimilesetesentose| venteesete anos nestavilla| deNosasenhoradopillar| dooiropRetonascasasda| moradadojuisordenario| Manoel Ferreiraagrellos 92 93 94

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. Mudança para o punho do juiz ordinario Manoel Ferreira Agrellos. Mudança para o punho do escrivão Carlos de Abreu.


[fl. 18v] 95

AgrellosporellemeFoidad[corroído]| estadevasacomoasuapor| Nunsiasomemellesescri| tacomoemellesecomthe| emdoqueparadetudoconsta| arfizestetermoCarllosde| Abreuescrevaõ queoescry*| Vta emcorr: ano Va: Rica em| Junho 15 de1727|

96

Pacheco|

Vta. em corr. am deve declarar|

97

OEscrivaõ Se o R: pronunçiado| Seacha Livre por Sentença eSepella |dilligençia q fizer vier em conhecimto.| que o naõ está Passar emsse as ordens| Neccssarias pa. qe Seja prezo| Va. Rica de Mayo 8 de 1732| [SZAdo]

Sa tis fazendo aoprovimto do Dor|

98

95 96 97 98

No meio da margem superior há uma rubrica feita, provavelmente, pelo escrivão Carlos de Abreu. Mudança para o punho de Pacheco. Mudança para o punho de Szado. Mudança para o punho de Manoel Vas Fagundes.


[fl.19r] ouvidor gal. CoRegedor des ta| Comarca Sebastião deSouza| Machado certefico que| ex zaminando o meucar to| rio eRol dos culpados nelle| achei oaçento do Reo comaco| margem que dis prezo| eoutra mais abaixo que| dis Remetido pa. aBahia e| emformando me achei no| ticia queasim hera fala| Referido naVerdade e em| fé declara acima Villa Ri| ca 9 demaio de 1732

Manoel Vas Fagundes|

Testemunho de 1727  
Testemunho de 1727  
Advertisement