Page 1

Provas finais 2013 | 1ยบ Ciclo do Ensino Bรกsico 1


Provas finais 2013 | 1º Ciclo do Ensino Básico NORMA 02/JNE/2013 – RESUMO

2


• O serviço de exames – uma tarefa que se avizinha – tem vindo a afigurar-se cada vez mais complexa e a exigir um grande profissionalismo a todos os envolvidos – assistentes técnicos, assistentes operacionais, serviços de administração escolar, direção, secretariado de exames e professores, nomeadamente a vigilantes e coadjuvantes. • Esta reunião tem como objetivo a aferição de procedimentos a adotar no desempenho dos professores, no âmbito do serviço de exames. 3


MUITO IMPORTANTE A função de vigilante de provas de exame é uma das mais importantes e de maior responsabilidade de todo o processo das provas finais de ciclo, já que um lapso por parte dos professores vigilantes numa única sala poderá pôr em causa toda uma prova a nível nacional. A normalidade e a qualidade do serviço de vigilância das provas nas salas de exame são fundamentais para a sua validade e para a garantia de tratamento equitativo dos alunos. Neste sentido, é também importante garantir uma efetiva vigilância por parte dos assistentes operacionais nas zonas envolventes das salas de exame (corredores, espaços exteriores adjacentes, acesso às instalações sanitárias) e aí proibir a permanência ou circulação de pessoas não envolvidas no serviço de exames. 4


Local de realização das provas Secretariado de exames Regras a observar no serviço de exames Aspetos mais relevantes do serviço de vigilâncias

5


Local de realização das provas: Salas :

1.º andar – 1.45, 1.46, 1.47, 1.48, 1.49.

Local de funcionamento do Secretariado de Exames: Sala 1.50

6


Local de afixação das pautas de chamada: - Vitrinas brancas, junto às salas de atendimento dos D.T. Local de afixação de informações de exames para os alunos e das pautas de classificação: - Vitrinas brancas, junto às salas de atendimento dos D.T. Local de afixação das informações para vigilantes e coadjuvantes: - Vitrinas | sala de convívio de professores | sala de trabalho dos professores 7


Planta ( 1.ยบ andar)

8


 Secretariado de Exames 

Coordenadora: Isabel Alegria

Subcoordenadora: Maria João Moreira

Equipa: • Ana Cristina Oliveira • Anabela Pereira • Carmen Resende • Nuno Guerra • Miguel Santiago • Lídia Silva • Juan Moreira • Ana Duarte • Francisco Silva (responsável pelos programas PFEB, ENEB eENES) • João Pereira (substitui o Francisco nas suas ausências ou impedimentos) 9


Principais regras a observar 1.º Ler o resumo da Norma 2, já distribuída; 2.º Cumprir escrupulosamente os horários; 3.º Aplicar normativos; 4.º Respeitar integralmente os avisos e indicações do Secretariado de Exames. O êxito deste serviço depende do contributo de todos, numa postura de responsabilidades partilhadas. 10


Calendário das provas – 1ª fase 7 de maio - Português (código 41) 10 de maio - Matemática (código 42) Calendário dos exames de frequência: 6 de maio – Expressões Artísticas 8 de maio – Estudo do Meio

equivalência

à

Afixação dos resultados: 12 de junho 11


Calendário das provas – 2ª fase • 9 de julho – Português (código 41) • 12 de julho – Matemática (código 42)

• Afixação dos resultados: 26 de julho 12


Para as provas finais existem sete toques Quinze minutos antes do início da prova: 9:15h No início da prova: 9:30h Fim prova: 10:25h Tolerância: 10:45h Reinício da prova: 11:00h Final da prova: 11:45h Final da Tolerância: 11:55h 13


Os professores vigilantes, coadjuvantes e suplentes devem apresentar-se no Secretariado de Exames (sala 1.50) trinta minutos antes da hora marcada para o início da prova (9 horas) Durante a realização da(s) prova(s), os professores suplentes devem permanecer na sala de trabalho dos professores. 14


Chamada dos alunos:

15 minutos antes do início da prova, respeitando sempre a ordem da pauta de chamada e deixando vagos os lugares correspondentes aos alunos que faltem (9h:15m)

Marcação de faltas:

Na pauta de chamada, 15 minutos depois do início da prova (9h:45m)

15


O material não necessário à realização da prova deve ser colocado junto da secretária dos vigilantes. Recordar aos alunos que qualquer telemóvel ou outro meio de comunicação móvel que seja detetado na sua posse, quer esteja ligado ou desligado, determina a anulação da prova pelo Diretor da escola.

Antes do início das provas, durante o período de chamada dos alunos e imediatamente antes da sua entrada na sala de prova, os professores vigilantes devem solicitar aos alunos que efetuem uma auto verificação cuidada a fim de se assegurarem que não possuem qualquer material ou equipamento não autorizado, em particular telemóveis. Os alunos deverão também assinar, já nos respetivos lugares, o Modelo 14/JNE, no qual declaram não estar na posse do referido material/equipamento. Os professores vigilantes também não podem utilizar qualquer sistema de comunicação móvel (bips, telemóveis, computadores, MP3…) nas salas de exame, nem podem ler (incluindo a prova de exame) e/ou elaborar qualquer documento escrito. 16


Distribuição da prova • Nas provas finais do 1.º ciclo

de Português e de Matemática, as respostas são dadas no próprio enunciado, pelo que o cabeçalho só pode ser preenchido depois da abertura dos sacos com os enunciados. • O tempo de duração da prova inicia-se após a abertura dos sacos e decorridos 5 minutos para o preenchimento do cabeçalho, tendo em conta que estas provas são realizadas no próprio enunciado. 17


Provas finais do 1.º ciclo

As provas finais de Português e de Matemática do 1.º ciclo (códigos 41 e 42) são compostas por dois cadernos: - Na 1.ª parte da prova os alunos realizam o caderno 1. (50 + 20 minutos de tolerância) - Final da 1.ª parte: intervalo mínimo de 15 minutos: Os alunos saem da sala, mas a escola deve diligenciar para que estejam junto da mesma antes do início da 2ª parte da prova. - Na 2.ª parte da prova os alunos realizam o caderno 2 (40 + 10 minutos de tolerância). 18


A hora de início e de conclusão da prova tem de ser obrigatoriamente escrita no quadro, fazendo também referência ao período de tolerância. No caso das provas finais do 1.º ciclo e da prova de Matemática do 2.º ciclo, deve ser igualmente escrita no quadro a hora de início e de conclusão de cada uma das partes da prova, bem como dos respetivos períodos de tolerância. 19


- O elemento do secretariado de exames que distribui os sacos pelas salas confirma, em conjunto com os dois professores vigilantes, o c贸digo da prova do saco com o c贸digo do exame constante na pauta da respetiva sala. - No caso das provas finais do 1.潞 ciclo o elemento do secretariado de exames e os professores vigilantes devem confirmar a entrega do saco com o caderno 1 e do saco com o caderno 2, sendo que o primeiro tem etiqueta branca e o segundo, etiqueta azul, conforme as imagens apresentadas. 20


21


 Leitura das instruções aos alunos (As instruções são fornecidas pelo Secretariado e devem ser lidas depois de efetuada a chamada dos alunos)  Identificação:

Os estudantes não podem prestar provas sem serem portadores do seu Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão ou de documento que o substitua, desde que contenha fotografia. Os alunos indocumentados podem realizar a prova, devendo o secretariado de exames elaborar um auto de identificação do aluno utilizando para o efeito os Modelos 01/JNE e 01-A/JNE, respetivamente, para os alunos que frequentam a escola e para os alunos externos à escola ou que, apesar de frequentarem a escola, não possam ser identificados por duas testemunhas.

 Registo no quadro:

- data - prova e respetivo código - hora de início e de conclusão (+ tolerância) - material permitido 22


Após o toque de início das provas: - Entregar as provas e o papel de rascunho (o papel de rascunho terá de ser datado e rubricado por um dos vigilantes. Só pode ser entregue depois da distribuição dos enunciados). - Conferir os dados do cabeçalho do enunciado (identidade do aluno, documento de identificação, assinatura e nome do estabelecimento de ensino onde realizam a prova). - Rubricar no local respetivo (os dois vigilantes) depois de preenchido o cabeçalho pelo aluno ( em ambos os cadernos). NOTA:

Caso haja rasura no preenchimento do cabeçalho, a alteração registada tem que ficar legível. Esta alteração deve também ser registada no reverso da parte destacável do cabeçalho sendo neste local apostas as assinaturas dos professores vigilantes e do aluno. 23


Prestação de esclarecimentos: São rigorosamente interditos aos professores responsáveis pela vigilância quaisquer procedimentos que possam ajudar os estudantes a resolver a prova. Após o termo da prova: a) No final da 1.ª parte recolhem o Caderno 1, mantendo-se os alunos no seu lugar; b) Procedem à sua conferência pela pauta de chamada; c) Verificam se alguma prova ou parte de prova se encontra indevidamente escrita a lápis; d) Autorizam a saída dos alunos para o intervalo; e) Organizam o Caderno 1 por ordem da pauta de chamada, ficando estes dentro de envelope na sala de prova; 24


f) Podem sair da sala durante o intervalo, devendo verificar se as janelas da sala se encontram fechadas e fechar a porta da sala à chave; g) No caso de as salas não terem as condições de segurança necessárias deve ficar na sala pelo menos um vigilante durante o intervalo; h) No final da 2.ª parte da prova recolhem o Caderno 2, o qual deverá ser anexo ao respetivo Caderno 1, enquanto os alunos se mantêm nos seus lugares; i) Verificam se alguma prova ou parte de prova se encontra indevidamente escrita a lápis; j) Colocam as provas (Caderno 1 e Caderno 2) e restante documentação em envelopes, tendo em conta que a cada turma/pauta corresponde um envelope; k) Autorizam finalmente a saída dos alunos. NOTA: As folhas de rascunho não são recolhidas. 25


 Compete aos professores coadjuvantes:  Verificar e controlar o material autorizado a usar pelos alunos;  Transmitir esclarecimentos aos estudantes sobre o conteúdo das provas, desde que expressamente comunicados ou autorizados pelo JNE;  Divulgar informação junto dos alunos sobre gralhas tipográficas ou erros evidentes, desde que expressamente autorizada pelo secretariado de exames;  Solicitar pedidos de esclarecimento ao GAVE relativos aos conteúdos da prova e ao JNE sobre todas as situações.  Manter sigilo durante o período da realização da prova.  Devem permanecer na sala do Secretariado de Exames, não podendo, após conhecimento da prova, utilizar qualquer sistema de comunicação móvel (telemóveis, bips, net…)

26


BOM TRABALHO!  AEFC, 24 de abril de 2013 O Secretariado de Exames | A Direção

27

Resumo da Norma 2 - Exames 2013  

Resumo da Norma 2 - Exames 2013 - 1.º ciclo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you