Issuu on Google+

O SAL A LC Á C E R D E D º1 N 1 B E

s” o h n i d u h l e rnal “Os t

Jo

Ano Lectivo 2009-10

EDITORIAL

1º Período Nesta edição:

Num ano de grandes agitações e polémicas na educação, é importante consciencializar toda a comunidade educativa acerca da importância da escola. De facto, a escola não pode substituir a família que deverá continuar a deter o primeiro espaço de socialização da criança, mas deve desempenhar com qualidade o seu papel, criando um espaço, onde os valores sociais se interligam aos saberes. Foi esse o nosso grande objectivo, ao longo deste

Para além da página do Editorial e da página de passatempos, este jornal está dividido em duas partes igualmente importantes. Na primeira

período, com o desenvolvimento de um conjunto de actividades curriculares e /ou integradoras de Projectos como

― Saber de Pais‖, ―Lanches e Estilos de Vida Saudáveis‖, as quais pretendemos partilhar com a comunidade em geral, através das várias

vamos apresentar as actividades que realizamos neste primeiro período; na segunda, cada uma das turmas da escola tem uma página na qual figuram os artigos da responsabilidade do res-

páginas deste jornal. Uma grande palavra de estímulo aos que directamente elaboraram este jornal, um agradecimento especial aos que contribuíram para a construção deste pequeno troço que é o 1º período, do grande percurso ―Ano lectivo 20092010”, e desejo seriamente que todos em conjunto - alunos, pais, professores, assistentes, autarquias – continuemos a construir uma escola de qualidade. A Coordenadora

Actividades Desenvolvidas no 1º Período

2a5

Turmas do Pré-Escolar

6-7

Turmas do 1º Ano

8-9

Turmas do 2º Ano

10-11

Turmas do 3º Ano

12-13

Turmas do 4º Ano

14-16

Biblioteca

17

Passatempos

18

Realidades da nossa escola:  O Jardim de Infância Nº1 de Alcácer do Sal passou a fazer parte da EB1 Nº1 de Alcácer do Sal.  A Escola tem 9 turmas do 1ºciclo e 2 turmas do préescolar, convivendo diariamente entre si 239 crianças.

pectivo titular da sala. Ainda nesta secção há também a página da Biblioteca Escolar, cujos artigos são da responsabilidade da Bibliotecária. Esperemos que gostem.

 Tem uma cantina onde almoçam todos os dias 203 crianças.  Precisava de mais pessoal auxiliar, mas o que há faz milagres.


PÁGINA 2

Dia 11 de Setembro começaram as aulas. O primeiro dia foi a recepção aos alunos. Pais e filhos estiveram na escola e as crianças tiveram a oportunidade de registar o que esperavam desta, escrevendo dentro de um pé, que simboliza os passos que terão de ser dados na aprendizagem constante que é a nossa vida. Ficam aqui algumas frases, das muitas que foram escritas neste dia:  ― Espero aprender a ler, escre-

O teatro de animação de Setúbal, fez uma representação

16 de Outubro, Dia da Alimentação. Este dia foi comemorado com um piquenique no recreio da escola. Mas não foi um piquenique qualquer. Foi combinado entre todos, que só podiam trazer comida saudável e porque não também um lanche ecológico?

ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS

ver e contar‖ Beatriz 1ºA1  " Quero vir para a Escola para aprender, para fazer novos amigos e também para brincar." Matilde Lince 1º A2  ―Espero aprender muito e brincar muito com os meus amigos‖. Miguel Caço 2ºA1  ―Espero que as aulas sejam boas‖. Inês 2º A2

 ―Nós esperamos poder continuar a caminhar juntos como temos caminhado até aqui...todos juntos.‖ Ana Luisa e Rui 3º A2

 ―Espero que este ano escolar corra bem como os outros.‖ Bruna 4º A1

 ―Eu gosto da escola. Porque é divertida e aprende-se muitas coisas novas.‖ Rita Jerónimo 4º A2

 ―Eu gosto da escola.‖ Ana Margarida Rodrigues 4º A3

 ―Eu espero que este ano aprenda como o ano anterior.” Bruna 3ºA1

E é isto que pretendemos. Que a escola seja um local de aprendizagem onde as crianças se sintam bem.

na nossa escola, no dia 22 de Setembro, com o objectivo de alertar as crianças para os comportamentos menos correctos que alguns condutores tem, quando conduzem um automóvel.

as respectivas consequências, uma das quais pode mesmo ser a morte.

As crianças assistiram às várias hipóteses possíveis de más atitudes com

Assim, muitos meninos procuraram trazer o seu lanche dentro de

material reutilizável, como caixas, por exemplo e não gastar sacos de plástico que só poluem a natureza. Todos aderiram com entusiasmo e o futuro é que vai sair a ganhar.


NO 1ºPERÍODO

PÁGINA 3

Como manda a tradição, o dia de

ficou muito bonito. A professora Maria José, a educadora Conceição e o professor Luís, contaram a história de S. Martinho num teatro de fantoches, improvisado.

extra-curriculares fizeram cartuchos com papel de jornal e assim todos levaram as castanhas de uma forma tradicio-

Os meninos fizeram versos que depois cantaram.

S. Martinho, no dia 11 de Novembro, esteve cheio de sol, por isso a festa para comemorar este dia correu ao ar livre, no campo de futebol da escola.

Da parte da tarde, foi o Magusto, com castanhas e batatas doces assadas na padaria. Estavam deliciosas. Os meninos das actividades

O cenário teve a participação de professores, alunos e auxiliares e

Para além do tempo de aulas, a escola oferece outras actividades de enriquecimento curricular que contudo não são obrigatórias. É neste espaço que também surge o projecto ―Ciência Viva‖.

Às segundas feiras para o 3º e 4º Anos e às quintas feiras para o 1º e 2º Anos.

Responsáveis pelo Laboratório de Ciências:

nal. Os nossos agradecimentos aos pais dos meninos que contribuíram com as batatas doces e as castanhas e à padaria que as assou.

 ―Será que todos os materiais se dissolvem na água?‖  ―Será que conseguimos distinguir os sabores dos alimentos sem os ver?‖  ―Será que conseguimos criar um pega-monstros?‖

Professora Angélica Monginho Professora Mª da Graça Falcão Professora Mª João Martins Professora Elsa Rolo

Assim, nas actividades de enriquecimento curricular, foram organizados laboratórios que funcionam quinzenalmente para todas as turmas.

Em cada um desses dias há duas professoras da Escola, responsáveis por este projecto, com um conjunto de actividades nesta área do ensino experimental das ciências. Também nas diversas salas de aula, os professores desenvolvem actividades neste âmbito. Experiências realizadas neste período:  ―Será que todos os objectos flutuam?‖  ―Será possível escrever mensagens secretas?‖

No dia 11 de Novembro a terra ―tremeu‖, mas só no local da escola. Felizmente que não passou tudo de um exercício de treino, cujo objectivo é sensibilizar os alunos para normas de actuação perante situações de catástrofe. A actividade decorreu normalmente e sem sobressaltos, de acordo com os procedimentos e as normas de actuação pré estabelecidas.


PÁGINA 4

No dia 19 de Novembro, tivemos uma actividade inserida neste projecto, na qual todas as crianças da escola participaram. Há já algum tempo que vínhamos constatando o pouco cuidado que as crianças tinham com o local que é de todos.

ACTIVIDADES DESENVOLVIDAS

Durante uma semana, cada professor trabalhou com os seus alunos sobre este tema, ao mesmo tempo que ninguém limpou o espaço exterior. No dia combinado, todas as crianças viram o estado em que estava a escola e não restou outra hipótese senão a de todos limparem o que sujaram.

Lixo no chão, comida atirada para o lixo sem sequer ser tocada…

Todos calçaram luvas e meteram as mãos ao trabalho. Até os mais pequeninos.

Surgiu pois a necessidade de educar para a cidadania, fazendo compreender que o espaço comum é um bem de todos assim como a comida não é para estragar.

Vão ter inicio no 2º período, dois projectos do Plano Nacional de Leitura a desenvolver no 1º ciclo e no pré-escolar.

rado por categoria, pois a reciclagem é importante para a preservação do nosso planeta. As crianças aderiram com entusiasmo e depressa o recreio ficou limpo. As crianças entenderam a mensagem e agora o lixo já vai para os caixotes de lixo e a comida já não é deitada fora sem sequer ser tocada. Estamos a formar os futuros cidadãos deste país. É importante a sua formação.

O lixo foi apanhado e sepa-

incentivem a leitura e o gosto pelos livros. A participação da família é fundamental na criação de hábitos de leitura nos primeiros anos, propondo-se a escola como moderadora privilegiada neste processo.

Projecto “Leitura em Vai e Vem” A Leitura em vai e vem visa dinamizar a leitura em família através de uma interacção entre o Jardim-de-infância e os pais/família. Mais informações irão ser dadas em reunião de pais.

OBJECTIVOS:

ACTIVIDADES:

A escola inscreveuse, o material chegou no fim deste “A leitura é para o intelecto o período, razão pela que o exercício é para o corpo” qual optamos por começar em JaneiAddison ro. Os pais irão ser informados na primeira reunião do próximo período. Projecto “Já Sei Ler” O projecto Já sei ler é uma proposta para o 1º Ciclo do Ensino Básico que aposta na promoção da leitura em família e a interacção escola/pais/ família. Sabendo da existência de todo o trabalho e valiosos contributos que as escolas vêm realizando em prol da leitura, o projecto Já sei ler pretende valorizar este contexto favorável e disponibilizar materiais de apoio para o desenvolvimento de actividades que

 Sensibilizar alunos e Encarregados de Educação para a prática de hábitos correctos de alimentação.

 Estabelecer um plano para alterar os lanches da manhã e tarde.

 Melhorar hábitos/comportamentos alimentares durante o almoço.

Sessões informativas. Conversas com os Encarregados de Educação. Acompanhamento na cantina. Lanches Saudáveis - registo diário em sala de aula dos lanches saudáveis/ Análise Semanal da situação em cada turma. Comemoração do dia da alimentação. Magusto. Dia na Mata (As três últimas actividades constam em grelha específica de planificação).


NO 1ºPERÍODO

PÁGINA 5

Dia 18 de Dezembro. 17horas. Inicio da Festa de Natal e último dia de escola deste período.

inata de ser artistas e entramos triunfantes na sala onde os pais já estavam à espera.

Muito antes deste dia, já todos trabalhávamos para a feira de Natal. A Escola precisa de uma aparelhagem de som, por isso deitamos mãos à obra e fizemos trabalhos lindos para serem vendidos neste dia.

O Coro cantou e encantou. De seguida, todos as crianças cantaram uma canção de Natal.

Os Pais dos meninos da escola, ofereceram, roupas, brinquedos, jogos, para dar o uma instituição de crianças pouco favorecidas pela sorte. Foram muito generosos, pois conseguimos juntar muitos sacos cheios de tudo o que foi pedido.

Na feira de Natal, os pais colaboraram e vendemos imensas coisas o que vai ser uma ajuda muito grande na compra do equipamento de som.

A representação do presépio também fez parte da Festa de Natal e os artistas responsáveis pela dramatização foram cinco estrelas. Os apresentadores não podem ser esquecidos uma vez que foram autên-

Depois foi a decoração do local da Festa. A Misericórdia de Alcácer do Sal emprestou o auditório e logo de manhã começamos a preparar o espaço para a Festa e a feira com os trabalhos feitos pelos meninos.

As Pré-Escolas do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal, neste ano lectivo, criaram um projecto de visitas entre todas, para partilhar experiências cientificas, com o objectivo de proporcionar oportunidades de formação diversificadas, com vista à formação global das crianças, complementando aprendizagens curriculares.

E, de trabalho em trabalho, chegou a hora da Festa de Natal. Partimos da escola confiantes na nossa capacidade

Assim, neste período, não só fizemos visitas a outras esco-

Entre os dias 23 de Novembro e 18 de Dezembro, decorreu na Biblioteca Municipal, uma animação de Natal a que todas as crianças desta escola assistiram, como aliás acontece todos os anos.

Este projecto pretende ser um momento de desenvolvimento de actividades que reforcem a integração de conteúdos/temas curriculares, de enriquecimento e ou extra-curriculares, que conduzam ao desenvolvimento de competências através da participação/ colaboração/coadjuvação e parceria entre diversos actores da comunidade educativa.

Todos gostaram das confusões do Pai Natal. Depois viram a casa do Pai Natal onde fizeram uns cartões muito bonitos para oferecer.

ticos profissionais.

E Festa de Natal sem Pai Natal parece que lhe falta qualquer coisa. Por isso o Pai Natal, deixou o trenó à porta e lá apareceu carregado de livros oferecidos pela Junta de Freguesia de Santiago. BOAS FESTAS para todos.

las como também recebemos meninos que partilharam connosco as suas experiências cientificas. Gostamos muito, por isso vamos continuar este projecto no próximo período.

Objectivos:

 Abrir a escola à comunidade.  Estabelecer uma estreita relação escola família.

 Favorecer a formação e o desenvolvi 

mento equilibrado dos alunos com a participação da comunidade educativa. Promover a participação dos pais e da comunidade na vida da escola numa atitude dinâmica e interactiva. Proporcionar situações diferenciadas de ensino/aprendizagem.


PÁGINA 6

Projecto a desenvolver ao longo de todo o ano lectivo pelo Departamento de Educação Pré-Escolar do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal e que visa:

PRÉ-ESCOLAR SALA DA EDUCADORA MANUELA

ções do Pré-Escolar do Agrupamento. 3. Planear e dinamizar actividades promotoras de literacia cientifica.

1. Desenvolver e executar trabalhos científicos em diferentes contextos. 2. Articular entre as institui-

Assim, já fizemos muitas experiências, já fomos a outras escolas e também já recebemos meninos que fizeram experiências que gostamos muito.

mos os meninos do 1ºAno A e fizemos a experiência do ovo flutuante e do ovo em vinagre. A Turma do 1º A agradeceu e trouxe uma folha branca com uma mensagem secreta que só foi possível decifrar utilizando uma tinta especial feita com água e tintura de iodo. Depois de toda a folha pincelada, apareceu uma mensagem que tinha sido escrita com lápis de cera branco. Gostamos de partilhar estas experiencias.

Na Semana das Ciências convida-

Fizemos o nosso retrato com o nosso corpo, brincamos no recreio

desenhamos, fizemos jogos e testes de matemática e assim estamos sempre a aprender e a saber cada vez mais.

Também aprendemos a respeitar os outros e a não estragar o ambiente.

É num pequeno monte de areia no recreio do Jardim de Infância enquanto o tempo o permitiu,

que se aprende tudo o que é necessário saber na vida...

Na biblioteca da sala temos livros, por isso quando queremos saber mais, sentamo-nos e ―lemos‖ um

Nós gostamos do computador. Tem uns jogos muito giros e também gostamos de desenhar e escrever o nosso nome.

pouco. Ouvir histórias é muito bom.

Jogos de mesa é mais uma actividade da sala, que todos gostam.


PRÉ-ESCOLAR SALA DA EDUCADORA CONCEIÇÃO

PÁGINA 7

O É à sombra deste sobreiro, com o sol a furar por entre a sua linda copa que um grupo de meninas e meninos das salas do jardim-deinfância dos Telheiros aproveitam os momentos de sol matinal para boas conversas... Bons momentos de histórias!

somos vizinhos. Vizinhos no espaço e no tempo. É à sombra desta bela árvore... que temos decidido muitas das actividades e das situações que podemos fazer ao longo da semana. Afinal faz-se escola onde houver beleza e estimulo para....ser pessoa. Hoje. Já.

Jogos e canções, que o publico do lar da misericórdia aplaude mesmo ali ao lado. Afinal até

O Natal vem aí!

trabalhar.

Todos os anos fazemos prendinhas para levar para casa.

Todas as turmas vão fazer o mesmo, por isso mãos à obra!

to bonitas e é muito giro fazer. Como somos artistas muito importantes (pelo menos para os nossos pais), não vamos ter dificuldade em vender tudo.

Faz muita falta nas nossas festas. É claro que não somos só nós a

Aqui estamos todas a cozinhar uma bela refeição (as pintarolas são a fingir, estamos mesmo é a fazer sopa que se deve comer todos os dias). Já arrumamos a casa e tratamos da nossa filha que está doen-

Estava calor e a sombra da árvore foi muito agradável.

Vamos pintar cabaças. Ficam mui-

Este ano é diferente, vamos fazer trabalhos para vender na Feira de Natal e com o dinheiro que se conseguir juntar vamos comprar uma aparelhagem de som para a escola.

Brincar ao ―Faz de conta‖ é muito bom.

No Dia da Alimentação também fomos fazer um piquenique para debaixo do Sobreiro.

te, deita-

da na sua caminha para ficar boa depressa.

Como também é importante descansar quando se trabalha muito, resolvemos fazer um momento de descanso e aproveitamos para ler uma história.


PÁGINA 8

1ºA1 TURMA DA PROFESSORA ANGÉLICA

O Outono Com a chegada do Outono, falámos sobre as mudanças do tempo, observámos as árvores e vimos as mudanças que elas estavam a sofrer e fizemos vários trabalhos sobre o tema. Mas a actividade mais saborosa foi aquela em que estivemos a provar alguns frutos de Outono: comemos romã e marmelo.

Para além disto, em conjunto com os alunos do 1ºA2 fizemos marmelada. Ficou deliciosa!! Comemo-la com bolachinhas e oferecemos um frasquinho a cada turma da escola. Tudo sabe melhor quando é partilhado!

Visita ao Jardim de Infância No dia 27 de Novembro fomos até ao Jardim de Infância da nossa escola, a convite da Educadora Manuela, e no âmbito da Semana da Ciência, para assistirmos a uma experiência realizada pelos seus alunos. Foi muito divertido e aprendemos que os ovos flutuam em água salgada e se afundam em água doce. Também vimos um ovo que ficou mergulhado em vinagre e que ficou com a casca toda mole! Gostámos de aprender ciência com os meninos mais novos. Mas nós também lhes levámos uma surpresa: escrevemos uma mensagem secreta numa folha e oferecemos-lhes uma tinta mágica. Depois foi só esperar que a mensagem aparecesse!


2ºA2 TURMA DA PROFESSORA GRAÇA

PÁGINA 9

NO OUTONO …

Em co nj colega unto com o s n s aprend da turma d ossos o 1ºA emos 1 a faze lada. r marm , eHum, f icou tã o sabo rosa…

Pelo S . nha d Martinho, n a esc ola, c a nossa fe nhas, om st b divert atatas doc emos cas ies, ca imo-n tan os mu A nos ito!!! támos e sa tur ma fo ponsá i v para a eis por rea uma das r eslizar o festa. cenár io

Bons Cidadãos

“Bons Cidadãos‖ é um projecto da escola em que a nossa turma participou com muito empenho e entusiasmo. Ajudámos a limpar a nossa escola e vamos mantê-la assim,

Na nossa sala de aula, fazemos muitas actividades: desenhamos, pintamos, recortamos, aprendemos a ler e a contar, cantamos, ouvimos histórias… e fazemos jogos divertidos!


PÁGINA 10

2ºA1 TURMA DA PROFESSORA ISABEL

Plano Nacional de Leitura Trabalhámos o livro ―A girafa que comia estrelas‖. Fizemos várias actividades: Imaginámos como seria a ilustração da capa do livro e imaginámos outro tipo. Na Área de Projecto pesquisámos sobre a girafa e elaborámos o seu B.I.

Ás vezes o Professor Eduardo vem visitarnos e fazemos alguns jogos de Língua Portuguesa: trabalhámos uma lengalenga, fizemos rimas com os nossos nomes e jogámos ao Bingo das Sílabas.


2ºA2 TURMA DA PROFESSORA MARIA JOSÉ

―O Essencial é invisível aos olhos‖

in Principezinho

No âmbito do Plano Nacional de Leitura e da Língua Portuguesa trabalhou diversos textos, entre os quais ―A Menina do Mar‖, de SMBA, ―Pedro e o Lobo‖, adaptação para iniciação à leitura e os ―Ovos Misteriosos‖. Este último trabalho levou à elaboração de uma Banda Desenhada construída por todos os alunos individualmente. A abordagem ao texto escrito e o trabalho a ele inerente (leitura, expressão oral e comunicação, compreensão, interpretação e escrita) são o motor do Projecto Curricular desta Turma.

PÁGINA 11


PÁGINA 12

A mana do crocodilo

3ºA1 TURMA DA PROFESSORA MARIA JOÃO

Inserida na actividade — A Semana da Leitura — trabalhámos a história ―A mana do Crocodilo‖ que é uma história tradicional africana e que foi adaptada por António Torrado. A turma leu a história, explorou e depois dividiu a mesma em 6 partes para mais tarde elaborar uma banda desenhada. Em seguida foram compilados e encadernados fazendo com eles um livro.


3ºA2 TURMA DA PROFESSORA ILDA

PÁGINA 13

As Visitas do Pai Natal

No dia vinte e cinco de Novembro fomos à Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal ver uma animação de Natal. Entrámos

em

silêncio

e

fomos recebidos pelo carteiro Aníbal. Ele levou-nos a casa do Pai Natal, o Senhor Nicolau. Na casa do Pai Natal ajudámo-lo a descobrir o significado de algumas palavras escritas nas cartas que ele tinha recebido das crianças. Depois, o Nicolau e a Rena Rodolfo ensinaram-nos algumas tradições de Natal, tais como: tradição do bolo rei, dos postais de Natal, dos presentes debaixo da Árvore de Natal, entre outras. De seguida fomos conhecer o quarto e o atelier do Pai Natal. No atelier fizemos postais de Natal.


PÁGINA 14

4ºA1 TURMA DA PROFESSORA Mª JOÃO

―Conversas com versos‖

Durante o 1º Período realizámos vários trabalhos na nossa sala de aula. Um desses trabalhos foi a leitura e exploração de livros e seus autores. O que mais gostámos foi do livro ―Conversas com versos‖ de Maria Alberta Menéres. Lemos o livro, fizemos fichas de leitura, ilustrações e escolhemos o nosso poema preferido. Também quisemos saber um pouco mais sobre a autora. Na nossa página ficam alguns dos nosso trabalhos.

Os poemas preferidos por alguns de nós e a sua

A autora


4ºA2 TURMA DO PROFESSOR LUIS

PÁGINA 15

Vamos imaginar que…. ...uma simples sandes custa 1€ No passado dia 19 de Novembro decorreu, na nossa escola, uma iniciativa que teve, como principal objectivo, a sensibilização das crianças para a necessidade de manter a escola mais limpa e, ao mesmo tempo, evitar o desperdício de comida.

des – o que corresponderá a 10 €. Se 3 dias correspondem a 10 €, então num mês de aulas desperdiçamos cerca de 73 € em comida. Num ano de aulas desperdiçaremos 657 €…

Durante três dias não se apanharam papéis, não se limparam os pátios… os alunos nada sabiam desse propósito!

Sim, numa única escola! Ainda que saibamos que nem todas as escolas têm o mesmo número de alunos… Já agora, quantas escolas do 1.º ciclo existirão em Portugal?

Decorridos esses premeditados 3 dias, ao toque magistral da campainha, alunos e professores saíram das respectivas salas de aula, calçaram luvas, pegaram em sacos de plástico e, em grupo, recolheram o lixo… Na realidade, tanto lixo no chão, tanta comida desperdiçada, tanta criança com fome por esse mundo fora… dá que pensar! Depois do lixo recolhido… seguiu-se o espanto geral pela quantidade de comida deitada fora. Além das palestras da praxe, que possibilitaram uma reflexão conjunta sobre as atitudes, a necessidade vs esbanjamento… fizemos alguns cálculos:

“É um desperdício os meninos mandarem comida para o lixo, quando as crianças lá em África não têm comida durante meses enquanto outros têm todos os dias. Os pais trabalham para eles não passarem fome e depois, em vez de agradecerem, deitam a comida para o lixo”

Joana Sobral, 9 anos

Eu respondo: são pouco mais de 5200, o que significa que por ano são desperdiçados cerca de 3.416.400 € Incrédulo? É isso mesmo, com este valor quantas crianças se salvariam? Pensa bem, não desperdices comida e contribui para salvares crianças como tu!

“Andámos a apanhar lixo do chão para a escola ficar mais limpa, havia mesmo muito lixo…” Filipa Serrano, 9 anos

Ilustração de João Van Zeller Vasconcelos, 10 anos

E se uma sandes custar 1 €? No lixo recolhido encontrámos o equivalente a 10 sanIlustração de João Pedro Freitas, 9 anos


PÁGINA 16

4ºA3 TURMA DA PROFESSORA CRISTINA

Desmatematicando No dia 17 de Novembro a turma do 4º A3, da professora Maria Cristina Espadinha, participou numa actividade temática ―Desmatematicando‖, dinamizada por dois elementos do Grupo Sótão, na Biblioteca Municipal de Alcácer do Sal. Começaram por nos ler alguns textos do ―Pequeno Livro de Desmatemática‖ de Manuel António Pina, que faz parte dos livros do Plano de Leitura. Depois dividiram-nos em dois grupos, um ficou na sala, outro foi para a varanda da Biblioteca. Foi muito divertido, fizemos jogos, tivemos que, através de mímica, representar números para os outros adivinharem de que número se tratava. Depois de um pequeno intervalo reunimo-nos novamente e agrupados em duas filas, respondemos a perguntas relacionadas com matemática, para, se acertássemos, escolher uma palavra, também da área da matemática, que era registada no respectivo gru-

po, num quadro dividido ao meio. A seguir, a partir das palavras do grande grupo de que fazíamos parte, escrevíamos rimas para, posteriormente, em trabalho de pares, inventarmos poemas. Estes foram lidos pelos autores a todos os presentes, alguns apresentaram-nos à maneira dos rappers. Deixamos aqui alguns exemplos dos nossos trabalhos… No final, distribuíram-nos ainda algumas actividades com jogos e charadas que não tivemos tempo de desenvolver, mas que podem ser realizadas em casa ou na escola e um diploma para assinalar a nossa participação neste acontecimento. Todos gostámos desta actividade que foi muito divertida e enriquecedora.


BIBLIOTECA PROFESSORA FERNANDA BRAGA

A Biblioteca Escolar é um centro de recursos da Escola, constituída por um conjunto de recursos físicos, humanos e documentais, organizados de forma a oferecerem à comunidade escolar elementos que contribuam para a sua informação e formação, tendo em vista atingir, entre outros, os seguintes objectivos:

PÁGINA 17

 Desenvolver competências e hábitos de trabalho baseados na consulta, tratamento de dados e produção de informação;  Estimular nos alunos o prazer de ler e o interesse pela consulta;  Associar a frequência da BE/ CRE à ocupação lúdica dos tempos livres.

Com actividades integradas percebemos melhor porque se escreve, divertimo-nos e ficamos com mais vontade de ler!!!

PARABÉNS aos meninos ―LEITOR DO MÊS‖ do 1º período lectivo: Sofia Guerreiro, Cláudia Martins, Inês Duval Daniela Carvalho.


O tempo perguntou ao Tempo quanto tempo o Tempo tem. O Tempo respondeu ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o Tempo tem.

 Para quem nunca brincou com as mãos e projectou imagens na parede, aqui vão algumas dicas para se divertirem com este passatempo.  Coloca-te entre um foco de luz, por exemplo: uma lâmpada ou uma vela, estica os braços, coloca os teus dedos nas posições indicadas nas imagens e vê as figuras aparecerem na parede!

CAVALO Para o teu cavalo galopar, sobe e desce as tuas mãos, movendo-as sempre em frente.

Quantos gatos? Uma sala tem 4 cantos. Em cada canto está um gato. Cada gato vê três gatos. Quantos gatos há na sala?

Sabes como se diz Natal noutras línguas? Então vem descobri-las nesta sopa de letras. Pode estar na horizontal, vertical ou diagonal.


Os Telhudinhos