Issuu on Google+

jornalalpesdamantiqueira@hotmail.com

ANO I - Nº 1 - Setembro 2010.

NA HORA DO VOTO Na hora do voto é o momento de exercer o seu poder, com liberdade e consciência. Afinal, voto é o direito fundamental do ser humano. No próximo mês de outubro devemos escolher o candidato ou a candidata que efetivamente demonstrem respeito à cidadania e compromisso com as políticas públicas que venham atender às necessidades da população. E por outro lado, temos que entender que educação e saúde são direitos nossos e que isso é política do governo. Devemos defender a possibilidade de discutir, de concordar e de discordar com tudo aquilo que vier a ser feito por quem for eleito. A escolha de cada eleitor precisa ser livre, e é necessário votar com convicções e baseados em argumentos. Dessa forma estaremos garantindo que o voto seja efetivamente exercício de um direito humano fundamental.

"Voto não tem preço, tem consequências". Dr. Tarcísio Almeida


2

ANO I - Nº 1

Editorial O Jornal Alpes da Mantiqueira foi lançado em 31 de agosto de 2010 na cidade de Delfim Moreira, cidade onde também iniciou o desenvolvimento do Sul de Minas Gerais, quando chegaram os bandeirantes paulistas que fundaram o arraial de Itagybá. Desde então muita água já rolou na cachoeira que deu origem ao nome e daqui saiu o povo que construiu as cidades de Itajubá, Wenceslau Brás e Marmelópolis. Assim pretendemos conduzir este veículo de informação e garantir o direito e a liberdade de expressão nessa região que fica na Serra da Mantiqueira entre Campos do Jordão e São Lourenço, uma região que passa a receber o asfaltamento que há muito esperava, entre Delfim Moreira e Marmelópolis e ganha um jornal totalmente colorido para que o mundo possa ver com qualidade todas as coisas belas, boas e bacanas que ela guarda pela natureza que a envolve. Nosso jornal já é um sucesso e teve a impressão inicial esgotada em

uma semana, e para publicarmos as colaborações dos leitores e participação dos empreendedores do turismo da região, vamos editá-lo com oito páginas e também distribuí-lo em São Paulo nos locais que servem produtos temáticos de Minas Gerais. Nesta edição destacamos duas obras que vão melhorar o nosso desenvolvimento regional, a construção de uma usina hidroelétrica, a PCH Ninho da Águia e o Proacesso para Marmelópolis, ambas, obras fundamentais para a região. Na PCH valorizamos a qualidade do trabalho e o respeito à saúde do trabalhador. Pela obra de asfaltamento parabenizamos o prefeito de Marmelópolis pela luta incansável pra superar as dificuldades q u e e n c o n t r o u pa r a conduzir a cidade para a história. Estaremos publicando mensalmente tudo que for bom para nosso povo e nossa região e que mereça ser divulgado para o Brasil e para o Mundo. Sucesso a todos nós!...

EXPEDIENTE O Jornal Alpes da Mantiqueira é uma publicação da Praia News Empresa Jornalística S/C Ltda. CNPJ: 02.273.956/0001 -92 e Associação Humanitários Democráticos. Encarte Especial do Jornal Novas Cidades, não pode ser vendido separadamente.

Editor Responsável: Julio Ragazzi, Mtb 37580. Diretor Executivo e Consultor: Tarcisio Marcos de Almeida. Editoração: Daniela Lima . Colaboradores: Jornalista Alex Rosa Mtb 30401, Edivaldo Carniatti. Fotografia: Alex Rosa, Stefãnia Royo e Bruno Takagi. Assessora de Turismo Rural: Renata Torres de Senne. Artigos assinados, não correspondem necessariamente a opinião do jornal. Endereço para correspondencia:Rua Treze de Maio, 95 cj 21 Bela Vista - São Paulo SP - Rua Deputado Manoel Costa, 007 - Centro - Delfim Moreira - MG.

COMUNIDADE

Responsabilidade Social Essa coluna é dedicada ao reconhecimento das pessoas ou empresas que trabalham com responsabilidade e dedicação voltada para o cliente, com educação ambiental e promoção da saúde. Nosso reconhecimento desse mês é para:

O Bar da Baiana, localizado no bairro do Barreirinho em Delfim Moreira onde é possível saborear a tradicional comida da roça como o Frango Caipira e a Leitoa assada nos finais de semana, diariamente servem almoço nas novas instalações com muito espaço e uma vista privilegiada da Serra Clara. É também o "armazém" do bairro com uma grande variedade de produtos, sempre com o bom atendimento da Dona Áurea e do Sr. João. A equipe do Jornal Alpes da Mantiqueira esteve lá, conferiu e recomenda!

PALAVRA DO LEITOR

Aos colegas professores Com o objetivo de novas conquistas, aquisição de novos conhecimentos, alçar um melhor plano de carreira ou ainda para recebermos melhores salários e garantirmos uma aposentadoria digna é necessário voltar os estudos. As vezes pensamos que fazer uma faculdade é um grande desafio, mas hoje em dia tem sido mais fácil que o colega imagina. E vale a pena! Veja um exemplo: Um professor com ensino médio na rede municipal de Itajubá ganha em torno de R$1.100,00 e com curso superior em torno de R$ 1.500,00. Em média, a diferença do salário do professor que tem curso superior em relação aos que tem apenas o ensino médio é significativa , pode aumentar em torno de 30% a 40% tanto no serviço publico estadual como no municipal. E o ensino a distancia (EAD) veio para facilitar o acesso aos cursos superiores quase sem sair de casa. Uma avaliação das opções e condições pode ser feita no site: http://www.sepi.unip.br. Ou na secretaria do Colégio XIX de Março em Itajubá pelos telefones 3621 1514 e 3621 2212. Sou formada há 27 anos e voltei a estudar, fazendo o curso de Gestão de Recursos Humanos, estou gostando e recomendo, voltem a estudar! Professora Rozeli Itajubá - MG


ANO I - Nº 1

LANÇAMENTO

3

Alpes da Mantiqueira empolga o Sul de Minas

Equipe editorial Alex Rosa, Dr. Tarcísio e Armando Barreto

Dr. Tarcísio, Dra. Priscila dos Santos e Professor João Ederson

Dr. Tarcíso e Raul Torres

amigos de longa data Luiz Campos, Dr. Tarcísio e Armando Barreto

Show de Renata Senne e Deusa Ribeiro e convidados vibrando com o lançamneto do jornal

Renata Senne comemorando o aniversário do Dr. Tarcísio

o amigo professor Mauricio de Souza comemomorando o aniversário do Dr. Tarcísio

O dia 31 de Agosto de 2010 tornou-se um marco no jornalismo brasileiro graças ao lançamento de um novo jornal, o ALPES DA MANTIQUEIRA que tem uma proposta positivista, fundamentada na ética, transparência, imparcialidade e na verdade, seguindo o exemplo do JORNAL DO BRASIL, o mais tradicional e premiado jornal brasileiro que por mais de um século foi referência de democracia, que deixou de existir na versão impressa no mesmo dia. "DEMOCRACIA. Abre as páginas sobre nós." (Slogan do JB). O ALPES DA MANTIQUEIRA foi idealizado pelo médico e em-

José Almir no microfone, Chico Marques, Dr. tarcísio e Armando Barreto

preendedor social Dr. Tarcísio Almeida e abraçada por dois experientes jornalistas que trouxeram esperança e uma visão progressista para o futuro do que há de melhor nesta região da Serra da Mantiqueira entre Campos do Jordão-SP e São Lourenço-MG, sem deixar de mostrar as necessidades para que a sustentabilidade se estabeleça, com abertura para a participação das comunidades para que possam manifestar com suas opiniões, sugestões e acontecimentos. Lançado em grande estilo no dia em que também se comemorou o aniversário de seu idealizador, o Dr. Tarcísio, num coquetel realizado no novo empreendimento, a lanchonete Dengos do Céu em Del-

Dr. Tarcísio entre as cantoras Renata Senne e Deusa Ribeiro

fim Moreira e contou com a presença de autoridades dos setores de comunicação, saúde e meio-ambiente, de amigos como o ex-prefeito de Itajubá, o engenheiro Chico Marques, do economista José Almir, além de empresários do setor turístico hoteleiro, designers do setor artesanal do sul de Minas Gerais e do Vale do Paraíba. Abrilhantou esse lançamento o show musical de Renata Senne com a participação especial de Deusa Ribeiro, ambas de Marmelópolis. Sucesso é a palavra que resume a aceitação popular do jornal, que fez com que em apenas 2 dias se esgotasse a primeira tiragem de cinco mil exemplares distribuídos em Delfim Moreira, Marmelópolis,

Virginia e Itajubá. Foi distribuído encartado no Jornal NOVAS CIDADES em São Paulo, Vale do Paraíba e Litoral, havendo a necessidade de uma nova impressão da edição de lançamento com mais dois mil exemplares que foram distribuídos em Maria da Fé, Cristina, Carmo de Minas, Santa Rita da Sapucaí e Pouso Alegre. Novidades não faltarão nas próximas edições, começando com o suplemento de TURISMO que entrará nessa edição com distribuição dirigida também na capital de São Paulo em locais de produtos temáticos de MINAS GERAIS. TEXTO: Alex Rosa FOTOS: Alex Rosa e Stefania Royo


4

TURISMO

ANO I - Nº 1

TURISMO NOS ALPES DA MANTIQUEIRA Um paraíso lhe espera na Serra da Mantiqueira, nas trilhas que te levam a cachoeiras espetaculares em meio da natureza preservada com o ar puro dando lhe a sensação da essência da vida e paz. Saborear as trutas, ouvir os "causos" e vivenciar a típica vida na roça são alguns encantos que DEL-

FIM MOREIRA tem pra oferecer. Os encantos estão só começando no caminho das montanhas que levam a MARMELÓPOLIS onde a generosidade de seu povo é tão doce quanto a marmelada que lá se produz para adoçar seus sentidos para subida do Pico do Marins que fica pertinho do céu e longe do

stress da cidade grande. O clima europeu da cidade mais fria de Minas é a porta de entrada do berço do artesanato e do design regado pelo primeiro azeite brasileiro em MARIA DA FÉ. Tomar os melhores cafés e passear pelos caminhos que percorrem do terreiro a xícara na

aconchegante CRISTINA são alguns dos atrativos que fazem a abertura do espaço de turismo do JORNAL ALPES DA MANTIQUEIRA que mostrará todo mês as melhores opções pra se conhecer e vivenciar as belezas e atrações da Serra da Mantiqueira. Alex Rosa


REGIONAL

ANO I - Nº 1

5

Marmelópolis ESTRADA PARA O PROGRESSO Uma obra há muito tempo esperada, começa a ser executada, tornando-se a esperança do progresso que tanto almeja o povo de Marmelópolis que através de árdua luta de seu prefeit o , o S r. J o s é Va l m i r Alves está se tornando realidade, a implementação e pavimentação do proacesso a cidade. Estamos acompanhando esse trabalho e a cada edição atualizaremos o andamento contanto com as informações da comunidade.

Maria da Fé

SAÚDE

A Fundação Municipal de Saúde de Maria da Fé, desde 1º de Setembro tem um novo Diretor, trata-se do Sr. Felipe Camilo Ribeiro que era gestor de qualidade da Santa Casa de Itajubá e aceitou o convite do prefeito Sr. Adilson dos Santos. Desejamos sucesso a sua gestão!

Delfim Moreira Saúde e Segurança do Trabalho na PCH Ninho da Águia:

Leandro de Abreu Castro - Responsável administrativo, em mensagem para os colaboradores.

Ginástica Laboral - Marcos Arruda Caetano

A Seta Engenharia S.A. ao chegar na PCH Ninho da Águia desde o primeiro dia demonstrou que realmente estava comprometida em realizar uma gestão de sucesso. Nosso objetivo das atividades foi demonstrar que uma Gestão de Saúde e Segurança do Trabalho não deveria ser vista como mero cumprimento da legislação, mas sim como um trabalho voltado para a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, onde a lucratividade está na promoção da saúde, aumento da produtividade e na valorização da vida. No decorrer do empreendimento buscamos fazer com que nossos funcionários cultivassem os valores necessários para que não só tenham idéia de segurança, mas que também pratiquem segurança através de: Palestras, treinamentos, campanhas de saúde e vacinação, investimentos em profissionais especializados, Equipamentos de Proteção Individual de boa qualidade e acima de tudo, trabalho em equipe.


6

ANO I - Nº 1

REGIONAL

Com participação dos diretores da empresa, aliado a um comprometimento de nosso Responsável Administrativo e de todos profissionais envolvidos na gestão do empreendimento, orientamos e conscientizamos os funcionários da Seta Engenharia S.A. sobre a importância da prevenção de acidentes e doenças no ambiente do trabalho.

Palestra sobre cuidados com a alimentação - Dr. Tarcísio Marcos de Almeida

Leonardo Barreto Fontes, João Carlos de Moura, Marcos Arruda Caetano, Luiz Philippe de Assis Vieira Marques e Luan Alves da Costa - Equipe CIPA da Seta Engenharia.

O resultado de todo este trabalho é visto até o momento que estamos há 450 dias sem acidentes com afastamento em nosso canteiro de obras, resultado este, jamais obtido em toda a história da empresa. Luan Alves da Costa - Técnico em Segurança do Trabalho - MTE/MG 14.943 Gestão de Saúde, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente


SAÚDE

ANO I - Nº 1

7

O que os trabalhadores precisam saber sobre as doenças DORT ou LER Disturbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho e Lesões por Esforços Repetitivos A sociedade industrial criou a necessidade dos esforços repetitivos humano para acompanhar as máquinas e cumprir metas produtivas de interesse econômico. Assim vem causando lesões físicas, distúrbios emocionais ou transtornos mentais em muitos trabalhadores na industria, comércio e prestação de serviços. São exemplos: As doenças inflamatórias periarticulares (tendinite, epicondilite, bursite, tendinopatia, cisto sinovial e outras doenças dos moles relacionadas ao uso, uso excessivo ou presão). É importante que tenhamos conhecimento dos disturbios osteomus-culares e que os trabalhadores sejam afastados das funções antes das lesões. Após estarem lesados ficam incapacitados para o trabalho e só lhe resta o afastamento do trabalho e a tentativa de restabelecer a saúde. O INSS tem negado frequentemente o pagamento do beneficio (B 91) e manda o trabalhador doente voltar ao trabalho e muitas vezes vai trabalhar na mesma função que lhe causou a doença. O trabalhador que é portador de DORT tem direito ao afastamento da função ou do trabalho enquanto está em tratamento e quando for por período maior qua 15 dias ele tem direito ao beneficio do INSS (B 91).O trabalhador tem direito a reabilitação profissional que deve ser solicitada ao INSS durante o afastamento. Outro problema que o trabalhador tem encontrado é que no INSS lhe é sociltado exames de alto custo como Ressonancia Magnética e consedido um tempo para o tra-

Dica do Mês:

tamento, mas ele não consegue o tratamento no mesmo período devido ao excesso de demanda no SUS ou falta de cobertura dos convenios de saúde. Distúrbios Osteomusculares R e la cionado s ao Trab al h o DORT. Sendo que o termo Lesões por Esforços Repetitivos LER, não é o mais adequado. Pois nem sempre há uma lesão. A inflamação acomete as partes moles, como músculos e tendões, das mais variadas articulações do corpo. Por exemplo: TENDINITES: Inflamações dos tendões que interligam os músculos aos ossos. CID: M 65.9 ou M 75.1, se forem nos ombros. BURSITES: Inflamações da bolsa entre os dois ossos das articulações. CID: M 75.5 SINOVITES: Inflamações no canal que envolve os tendões. CID: M 65 EPICONDILITES: Inflamações na região dos cotovelos. CID: M 77.0 ou M 77.1

Os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho ou DORT, podem ser representados, genericamente com o CID: M 70.8.

AS PRINCIPAIS CAUSAS DE DORT SÃO: Movimentos repetitivos, Posturas desajeitadas, Posições estáticas, Força excessiva, Falta de repouso, Estresse mecânicos e psicossociais, Vibração e Frio. Como essas doenças são causadas pelas condições de trabalho é melhor prevenir e não deixar para tratar quando já tenha havido lesões que poderão ser irreversíveis e causarem invalidez. É prudente que cuidemos do trabalhador antes que ele se torne um lesado ou sequelado. Aos primeiros sintomas de dor nos punhos cotovelos ou ombros, com redução da capacidade produtiva, o trabalhador será afastado do trabalho até que recupere a saúde. Se ficar curado, poderá voltar para a mesma função, desde que tomadas medidas que modifique as condições de trabalho para que não venha adoecer novamente. Caso não se obtenha a cura o trabalhador deverá ser reabilitado e voltar para outra função compatível, sem redução do salário e tem direito a uma indenização chamada de pecúlio.Todos os casos suspeitos de DORT deverão ser registrados no INSS através de documento próprio chamado CAT ou Comunicação de Acidente do Trabalho. O INSS deve manter o pagamento do benefício ("salário do doente") do trabalhador enquanto estiver em tratamento. Se não houver cura, encaminhar para reabilitação profissional ( o trabalhador volta ao trabalho em uma função que não agrave a doença). Se houve sequela incapacitante causada pela doença, ainda deve o pagamento do

pecúlio por acidente de trabalho. Com a CAT, o trabalhador que ficar afastado do trabalho mais de 15 dias e receber o benefício B 91 do INSS. Tem direito a um ano de estabilidade no emprego, a partir da data do retorno ao trabalho. Se não for feita a CAT a estabilidade é de apenas dois meses. Se a empresa negar a emissão da CAT o próprio trabalhador poderá emiti-la pela internet, no site da Previdência Social http:// www.mpas.gov.br no Centro de Referencia para a Saúde do Trabalhador ou no Sindicato ao qual está filiado, pelo médico que o assiste ou pelo Médico do Trabalho da sua confiança. OBSERVAÇÃO: DORT não é Fibromialgia: Fibromialgia é uma doença não inflamatória e não aparece em exames de ultrassonografia, tomografia ou ressonância magnética. Se for constatado um processo inflamatório (inflamação) é DORT ou LER e tem que fazer a CAT, registrar no INSS e recorrer quantas vezes for necessário para que o Senhor Perito conceda o benefício B 91. Dr. Tarcísio Marcos de Almeida Médico do Trabalho CRM-MG: 21 086 Disponível em: http:// knol.google.com/k/drtarcisio-almeida/dort-ouler/8l0kjtr2spxx/1.

Método fácil e eficiente de higienizar frutas e verduras em casa:

Recebemos a colaboração de uma Nutricionista que leu o Jornal Alpes da Mantiqueira em São Paulo, onde ele é distribuído como encarte do Jornal Novas Cidades e nos escreveu sobre um método fácil e prático que podemos usar para evitar infecções pela alimentação. Consiste em usar água sanitária(Q boa), que tem

hipoclorito de sódio e é bactericida. E usar vinagre para retirar larvas de insetos. A concentração recomendada para higienizar Frutas e Verduras com água sanitária (Q boa) é feita da seguinte forma: Colocar uma (1) Colher de sopa de água sanitária para um (1) litro de água (de preferência filtrada), deixar em

repouso por 15 minutos, fazendo alguns movimentos para facilitar o contato das verduras com a solução. Para não ficar com cheiro de cloro, o ideal é lavar em água corrente uma a uma após esse período. Para retirada de insetos, larvas e lesmas com vinagre é a seguinte: Colocar duas (2) colheres de

sopa de vinagre para um (1) litro de água filtrada. Deixar em repouso por 15 minutos, fazendo alguns movimentos para facilitar o contato das verduras com a solução.

MIYUKI TAKAGI, CRN 3ª região: 3713 É Nutricionista formada na Faculdade de Saúde Pública - USP


8

MANIFESTO

ANO I - Nº 1

Aos ex alunos da "MARQUÊS" e população Delfinense MANIFESTO O Governo do Estado de Minas Gerais doou ao Município de Delfim Moreira o PRÉDIO e TERRENO onde funcionou a "E.E. MARQUÊS DE SAPUCAÍ". O PRÉDIO onde quase toda a população delfinense estudou. Que guarda muitas lembranças, muitos "causos", "muitos janeiros" e tem raízes profundas. A administração municipal pretende desmanchar, pondo abaixo o PRÉDIO que faz parte da HISTÓRIA DA CIDADE E DA VIDA DE TODOS NÓS para ali, construir uma quadra. O correto seria fazer o TOMBAMENTO DO PRÉDIO, transformá-lo em PATRIMÔNIO PÚBLICO, conservá-lo e não destruí-lo, apagando uma parte da NOSSA HISTÓRIA. PRECISAMOS EVITAR QUE ISSO ACONTEÇA! Elisa Maria Marzullo Ribeiro - ex aluna, ex professora e cidadã.

Mecânica Multimarca Socorro 24 horas Marcus e Ildefonso (35) 9917 5340 Delfim Moreira - MG

Lanchonete, Restaurante e Pizzaria do Seninho

9974-6888 Rua Deputado Manoel Costa, 10 Marmelópolis - MG

Materiais de Construção Nossa Senhora de Fátima "Da base ao acabamento"

(35) 3623-7864

Av. Pe. Lourenço da Costa, nº 2.847 - Itajubá - MG. TELECAMPO Telefonia e Eletricidade Rural LTDA.

Tel: (35) 3622 - 4343 Email: luizbarulho@yahoo.com.br Rua Alcides Faria, nº68 sala 401 Itajubá - MG.


Jornal Alpes da mantiqueira 1ª Edição